Page 1

TEMPO

Máx: 25° / Mín: 20°

VARGINHA, 15 DE JANEIRO DE 2016

EDIÇÃO 9.396

Copasa e Prefeitura de Varginha investem R$ 500 mil em obras do Aterro Sanitário O empreendimento, assinado nesta quinta, deve ser concluído no segundo semestre deste ano A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e a Prefeitura de Varginha assinaram na tarde desta quinta-feira (14), a Ordem de Serviço para o início das obras do Aterro Sanitário de Varginha. Estiveram presentes no ato, na sede da prefeitura, a presidente da Copasa, Sinara Meireles, o diretor de Operação Sul da Copasa, Frederico Ferramenta, e o prefeito de Varginha, Antônio Silva. local/página 05

Prefeitura abre edital para contratar médico plantonista local/página 03

PM apreende menor por assalto em farmácia do bairro Santa Maria Um assalto na manhã desta quinta-feira (14) no Bairro Santa Maria acabou com a prisão do suspeito e o dinheiro roubado recuperado, pela ação imediata da Polícia Militar. É o quinto assalto ao estabelecimento desde foi inaugura-

do em 2015. Numa ação ousada, às 7h20, um menor de 17 anos entrou na Farmácia Americana da Avenida dos Imigrantes, e armado com uma faca e o rosto coberto, anunciou o assalto. local/página 03

gazetacomercial2@gmail.com jornalgazetadevarginha.com.br

Academias de Rua retornam com as atividades físicas em Varginha

página 09

PONTO DE VISTA gazetadevarginha.com.br

local/página 05

local/página 04

DEUS É FIEL facebook.com/gazetavga

Trecho da avenida Rio Branco será interditado no fim de semana

I Crônicas 12

O exército de Davi página 02


02 | GAZETA DE VARGINHA

15 DE JANEIRO DE 2016

PONTO DE VISTA

Palavras de Vida I Crônicas 12 Parte I 1 - Estes são os que se juntaram a Davi em Ziclague, onde se escondia de Saul, filho de Quis. Eles estavam entre os combatentes que o ajudaram na guerra; 2 - tanto com a mão direita como com a esquerda utilizavam arco e flecha, e a funda para atirar pedras; pertenciam à tribo de Benjamim e eram parentes de Saul: 3 - Aiezer, o chefe deles, e Joás, filhos de Semaá, de Gibeá; Jeziel e Pelete, filhos de Azmavete; Beraca, Jeú, de Anatote, 4 - e Ismaías, de Gibeom, um grande guerreiro do batalhão dos Trintae chefe deles; Jeremias, Jaaziel, Joanã, Jozabade, de Gederate;

O exército de Davi 5 - Eluzai, Jeremote, Bealias, Semarias e Sefatias, de Harufe; 6 - os coreítas Elcana, Issias, Azareel, Joezer e Jasobeão; 7 - e Joela e Zebadias, filhos de Jeroão, de Gedor. 8 - Da tribo de Gade alguns aliaram-se a Davi em sua fortaleza no deserto. Eram guerreiros corajosos, prontos para o combate, e sabiam lutar com escudo e com lança. Tinham a bravura de um leão e eram ágeis como gazelas nos montes. 9 - Ézer era o primeiro; Obadias, o segundo; Eliabe, o terceiro; 10 - Mismana, o quarto; Jeremias, o quinto; 11 - Atai, o sexto; Eliel, o sétimo; 12 - Joanã, o oitavo;

Elzabade, o nono; 13 - Jeremias, o décimo; e Macbanai era o décimo primeiro. 14 - Todos esses de Gade eram chefes de exército; o menor valia por cem, e o maior enfrentava mil. 15 - Foram eles que atravessaram o Jordão no primeiro mês do ano, quando o rio transborda em todas as suas margens, e puseram em fuga todos os que moravam nos vales, a leste e a oeste. 16 - Alguns outros benjamitas e certos homens de Judá também vieram a Davi em sua fortaleza. 17 - Davi saiu ao encontro deles e lhes disse: "Se vocês vieram em paz, para me ajudarem, estou

pronto a recebê-los. Mas, se querem trair-me e entregar-me aos meus inimigos, sendo que as minhas mãos não cometeram violência, que o Deus de nossos antepassados veja isso e julgue vocês". 18 - Então o Espírito veio sobre Amasai, chefe do batalhão dos Trinta, e ele disse: "Somos teus, ó Davi! Estamos contigo, ó filho de Jessé! Paz, paz seja contigo, e com os teus aliados, pois o teu Deus te ajudará". Davi os recebeu e os nomeou chefes dos seus grupos de ataque. 19 - Alguns soldados de Manassés desertaram para Davi quando ele foi com os filisteus guerrear contra Saul. Eles não ajudaram os filisteus, por-

que os seus chefes os aconselharam e os mandaram embora, dizendo: "Pagaremos com a vida, caso Davi deserte e passe para Saul, seu senhor". 20 - Estes foram os homens de Manassés que desertaram para Davi quando ele foi a Ziclague: Adna, Jozabade, Jediael, Micael, Jozabade, Eliú e Ziletai, chefes de batalhões de mil em Manassés. 21 - Eles ajudaram Davi contra grupos de ataque, pois todos eles eram guerreiros valentes e eram líderes no exército dele. 22 - Diariamente chegavam soldados para ajudar Davi, até que o seu exército tornou-se tão grande como o exército de Deus.

23 - Este é o número dos soldados armados para a guerra que vieram a Davi em Hebrom para lhe entregar o reino de Saul, conforme o Senhor tinha dito: 24 - da tribo de Judá, 6.800 armados para a guerra, com escudo e lança; 25 - da tribo de Simeão, 7.100 guerreiros prontos para o combate; 26 - da tribo de Levi, 4.600, 27 - inclusive Joiada, líder da família de Arão, com 3.700 homens, 28 - e Zadoque, um jovem e valente guerreiro, com 22 oficiais de sua família; Continua...

Férias: como ajustar as finanças Férias são ótimas para descansar, colocar as ideias no lugar, se divertir e passar mais tempo com amigos e família. No entanto, em meio a tudo isso, tem o aspecto financeiro que não pode ser descuidado, pois, caso contrário, esse período poderá se tornar uma verdadeira dor de cabeça. Muita gente, infelizmente, volta à rotina com as finanças desequilibradas e fica bons meses tentando colocá-las no lugar, o que acaba postergando a realização de alguns sonhos maiores e não pontuais, como as férias. Esse requer um processo de educação financeira, que passa por uma mudança de comportamento, por isso, deve ser começado o quanto antes para já dar resultados em curto prazo. Para quem está se preparando para o fim dessa temporada, é preciso sentar e rever os gastos que realizou e que ainda virão a ser pagas,

juntando com parcelas remanescentes que já tinha e as despesas fixas de todo mês que ninguém escapa. Esse será um diagnóstico da situação financeira, para que possa analisar, comparar com os ganhos do mesmo período e ver o que poderá ser feito. O que fazer? Com isso, é possível fazer alguns ajustes, principalmente no que se trata das despesas fixas – pois as que já foram não dá para mudar. Por experiência no ramo de educação financeira e com base em algumas pesquisas que saíram nos últimos tempos, sabemos que é possível reduzir cerca de 20% dos gastos domésticos mensais, os chamados supérfluos ou sobras. Uma boa dica é separar os gastos do período por categorias, assim, fica mais fácil saber o que exatamente está passando dos limites e o que não

consegue ser mexido. Quando os números estão claros, é sempre mais fácil fazer diminuições e cortes. Outro passo importante é estabelecer objetivos de vida. Parece loucura querer realizar sonhos em tempos de crise e em meio a endividamento, mas o que muita gente não percebe é que é exatamente o fato de ter metas que nos faz ter foco e disciplina, para gastar menos com coisas do dia a dia e mais com o que realmente importa. É claro que de nada adianta ter sonhos e não saber quanto eles custam, quanto você pode guardar por mês e em quanto tempo realizará. Feito isso, é hora de mudar a maneira que faz o orçamento financeiro mensal. A maioria recebe seu ganho, subtrai seus gastos mensais e o que sobrar – se sobrar – faz alguma coisa prazerosa. Vamos fazer diferente: Ganhos (-) Sonhos (-)

Gastos. Assim, o padrão de vida será redefinido. A princípio, o poder de compra parecerá diminuído, mas, com o tempo, verá que as realizações de vida estarão garantidas, o que tem muito mais valor. Por fim, e tão importante, deve-se aprender a poupar, fazendo com que o dinheiro trabalhe a seu favor. Ou seja, é importante investir a quantia de dinheiro destinada para cada sonho de acordo com o prazo em que ele será realizado. Por exemplo, para os de curto prazo (até um ano), é interessante aplicar o dinheiro em algum título do Tesouro Direto. Para médio prazo (de um a dez anos), os títulos também são bons, assim como CDB e Fundo de Investimento. E para longo prazo (acima de dez anos), os títulos também se encaixam, além de Previdência Privada e ações. Vale a pena pesquisar mais sobre o assunto e procurar ajuda de especialistas.

*Reinaldo Domingos é mestre em Educação Financeira, presidente da DSOP Educação Financeira, Abefin e Editora DSOP,

autor do best-seller Terapia Financeira, dos lançamentos Papo Empreendedor e Sabedoria Financeira, entre outras obras.

Gazeta de Varginha Ltda CNPJ: 21.535.075/0001-47

Maria - CEP: 37022-560 – Varginha

Telefones (35) 3221-4668 (35) 3221-4845 (fax)

E-mail: gazetadevarginha@gmail.com (redação) gazetacomercial2@gmail.com (comercial)

Diário de circulação regional Horário de funcionamento: 8h às 18h Diretora administrativa: Ana Maria Silva Piva Jornalista responsável: Lanamara Silva (MTB: 8304 JP) Editor: Rodrigo S. Fernandes (Sindjori-MG: 312/99) Administração / revisão: Lanamara Silva Jornalista e superintendente de redação: Paulo Ribeiro da Silva Fernandes (MTB: 16.851) Endereço: Av. dos Imigrantes, 445 - Santa

Site oficial: www.jornalgazetadevarginha.com ABRAJORI – Associação Brasileira de Jornais do Interior SINDJORI – Sind. Prop. De Jornais e Revistas do Interior ADJORI – Associação dos Jornais do Interior de Minas Gerais ADI – Associação dos Jornais do Interior de Minas Gerais A redação não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados, mesmo sob pseudônimos, que são de inteira responsabilidade de seus autores.


15 DE JANEIRO DE 2016

LOCAL

GAZETA DE VARGINHA | 03

PM apreende menor por assalto em farmácia do bairro Santa Maria Estabelecimento já foi assaltado cinco vezes desde que foi inaugurado em 2015 Um assalto na manhã desta quinta-feira (14) no Bairro Santa Maria acabou com a prisão do suspeito e o dinheiro roubado recuperado, pela ação imediata da Polícia Militar. É o quinto assalto ao estabelecimento desde foi inaugurado em 2015. Numa ação ousada, às 7h20, um menor de 17 anos entrou na Farmácia Americana da Avenida dos Imigrantes, e armado com uma faca e o rosto coberto, anunciou o assalto. O fato aconteceu logo que um funcionário começou a levantar as portas do estabelecimento. Segundo o gerente, que não quis se identificar, o rapaz, trajando blusa de moleton preto, logo que entrou e anun-

ciou o assalto foi logo em direção ao caixa. O assaltante pegou pouco mais de R$ 100 reais e saiu correndo. Ação policial Logo que acionada, e de posse das caracte-

rísticas físicas do assaltante, a Policia Militar começou as buscas na região e conseguiu prender o suspeito. Os funcionários da farmácia foram informados que o suspeito seria apresentado ao delegado de plan-

tão, como determina a lei, e que depois o dinheiro roubado e recuperado pelos policiais, devolvido. Segundo testemunhas, logo depois do assalto, o suspeito subiu a Avenida dos Imigrantes

e desceu no primeiro quarteirão (Rua Vereador Manuel Bueno) em direção à Vila Barcelona. Foi então que ele jogou num lote, em meio a pés de mandioca, a faca usada no assalto, recuperada pelos policiais. Menor é conhecido da Polícia Militar O menor, L.G.D. R.M, de 17 anos, foi preso na casa de sua tia, na

Vila Barcelona, logo depois do assalto. Pela descrição física, os policiais suspeitaram imediatamente de quem seria o autor. Mais conhecido por “Russinho”, o menor, mesmo com pouca idade já soma mais de 30 passagens pela polícia. Dentre elas, por lesão corporal, tráfico de drogas, furto e posse de arma branca.

Fundação divulga vencedores do Concurso de Presépios A Prefeitura de Varginha, através da Fundação Cultural do Município, divulgou esta semana , resultado do 2º Concurso de presépios e Ora-

tórios, que teve a participação de 20 expositores, que tiveram suas criações expostas no período de 10/12/2015 a 06/01/ 2016, na Casa da Cultura.

De conformidade com a apuração dos votos da Comissão Julgadora, com base no regulamento do Concurso, os vencedores foram: 1º lugar

Hermenegilda de Carvalho Médis (R$ 2.000,00 a premiação); 2º lugar, Márcia Vitoriano Assis da Aparecida (R$ 1.500,00 a premiação) e 3º lugar,

Rita de Cássia Santos Batista Pacheco (R$ 1.000,00 a premiação). Os prêmios serão entregues aos três primeiros colocados no domin-

go, dia 17, como parte da programação do Encontro Anual de Confraternização das Folias de Reis, que acontecerá no Corredor Cultural.

Prefeitura abre edital para contratação de médico plantonista A Prefeitura de Varginha, através da Fundação Hospitalar do Município, convoca para processo de seleção simplificada candidatos interessados na contratação temporária para desempenhar atividades de Médico Plantonista Internista no Hospital Bom Pastor. Os interessados devem se inscrever na Divisão de Recursos Humanos da FHOMUV, na Rua Álvaro Mendes,

740, Bom Pastor, no dia 19/01, das 8h às 11h e das 14h às 17h. São obrigatória cópias da Carteira de Identidade, Registro no Conselho

Regional de Medicina e de Títulos, mais apresentação do comprovante de ACLS vigente. A seleção constará de Prova de Títulos e

Cursos de aperfeiçoamento profissional de caráter classificatório, tendo o total máximo de 77 pontos, distribuídos conforme consta no Edital. A classificação dos candidatos será elaborada na ordem decrescente do total de pontos obtidos e o critério de desempate será pelo candidato mais idoso. A listagem dos candidatos classificados será afixada na recepção da Divisão de Re-

cursos Humanos. O resultado estará disponível no site da FHOMUV – www.fhomuv. com.br e publicado no Órgão Oficial do Município. O processo seletivo será válido pelo período de um ano, contado a partir da publicação da classificação final e/ ou até o provimento do cargo por servidor efetivo. Será contratado o candidato classificado e convocado que for jul-

gado, na inspeção médica oficial, apto fisicamente para o exercício das atividades a que se refere o presente Edital. O candidato aprovado será convocado através de contato telefônico ou correspondência, devendo apresentar os documentos necessários, principalmente o Registro no Conselho de Classe, com jurisdição na área onde ocorrerá o exercício, sendo em local, data e horário a serem estabelecidos.


04 | GAZETA DE VARGINHA

15 DE JANEIRO DE 2016

LOCAL

Academias de Rua retornam com as atividades físicas em Varginha Atividades retornaram nesta semana no Santa Maria, Vila Floresta e na Vila Paiva As aulas de atividades físicas começaram nesta semana em três Academias de Rua de Varginha: no bairro Santa Maria (segunda, quarta e sexta-feira, às 7h); na Vila Floresta (terça e quinta, às 7h) e na Vila Paiva (segunda, terça, quarta e quinta, às 18h e às 19h). Nas demais academias de rua da cidade, as aulas estão previstas para ter início no próximo dia 25. A programação é variada, incluindo aula funcional, ginástica localizada, zumba e crossfit (treinamento que busca desenvolver e melhorar todas as capacidades físicas como resistência cardiovascular (respiratória), resistência muscular, força, flexibilidade, precisão, potência, agilidade, equilíbrio, coordenação e velocidade). “Temos completa estrutura e levamos materiais quando necessários como colchonetes”, explica o professor Flávio Pontes. Ele conta que as academias de rua são uma tendência, che-

garam em Varginha já há alguns anos, mas agora, há um diferencial que as aulas são comandadas por profissionais formados e especializados. “As Academias de Rua em Varginha não são só os aparelhos; a Prefeitura fornece tudo, professores e materiais, totalmente de graça para a população sair do sedentarismo e buscar mais qualidade de vida e saúde ao ar livre em diversas regiões da cidade”, diz. Em média, cerca de 30 pessoas por academia

tem sido assíduas às aulas, mas esse número deve aumentar porque tem um público que prefere fazer as atividades físicas junto à natureza com liberdade para sair caminhando. Outro diferencial é a conversa que os “alunos” mantém com os professores. “Na quarta-feira, um pedreiro chegou e disse que não precisava fazer atividades físicas; eu disse que precisa sim, pois atividade física é diferente do trabalho dele e ainda permite aliviar o es-

tresse, o nervosismo e ganhar um condicionamento apropriado”, conta. O professor faz o convite: “a hora é agora de cuidar de você, da saúde; e já estamos tendo ótimos resultados como emagrecimento, melhoria na qualidade de vida e acabando com muita ansiedade”. As aulas são criativas e tem atraído cada vez mais gente. Esse é o caso da Vila Paiva, região tradicional de atividades físicas na cidade. Principalmente a aula das 19h tem tido

bastante participação. “A primeira aula desse ano, foi na quarta-feira(12) e ficou lotada”, ressalta Flávio. A chuva tem atrapalhado um pouco a programação nesse início do ano, mas quando há estiagem, as aulas ocorrem. O prefeito Antônio Silva é defensor das atividades físicas e por isso, ampliou o número das Academias de Rua e incentivou a descentralização da Secretaria de Esporte com núcleos de diversos esportes em diferentes locais. A Prefeitura mantém Academias de Rua nos seguintes bairros: Sion, Centenário, Santana, Rio Verde, Santa Maria, Vila Floresta,

Vila Paiva, Parque Novo Horizonte, Imaculada, Fátima I, Fátima II, Eldorado, Jardim Estrela, Jardim Áurea e Pinheiros. Semana toda Além das aulas de atividades físicas de segunda à sexta nas Academias de Rua, a Prefeitura de Varginha, através da Secretaria de Esporte (SEMEL), também realiza outros eventos esportivos nos finais de semana como o Dia do Exercício, geralmente em um sábado de cada mês e as Caminhadas que já terão início no próximo dia 30, saindo da Praça do Santa Maria rumo à Fazenda das Posses, um percurso de 15km.

Cefet passa a aceitar nome social em processo seletivo Pela primeira vez em um de seus processos seletivos, o Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) possibilita que candidatos indiquem seu nome social já no formulário de inscrição. A iniciativa foi posta em prática na seleção para os cursos de engenharia civil, em Varginha, e engenharia elétrica, em Nepomu-

ceno, e é voltada para pessoas travestis e transexuais e todos aqueles candidatos cuja identificação civil não reflete a identidade de gênero. Ana Isabel Silva Lemos, coordenadora dos Programas de Acesso e Temáticas das Juventudes, da Secretaria de Política Estudantil do Cefet-MG, afirma que a adoção do nome social

já era discutida na instituição, mas a formalização veio com uma resolução da Secretária de Direitos Humanos, da Presidência da República. A Resolução n. 12, de 16 de janeiro de 2015, estabelece que devem ser garantidos pelas instituições e redes de ensino o reconhecimento e a adoção do nome social em seus processos de sele-

ção, matrícula, registro de frequência, avaliação e similares. Segundo o documento, deve ser garantido o direito ao tratamento oral exclusivamente pelo nome social, a utilização deste em instrumentos de identificação e o acesso a banheiros, vestiários e demais espaços segregados por gênero de acordo com a identidade de cada sujeito.


15 DE JANEIRO DE 2016

LOCAL

GAZETA DE VARGINHA | 05

Copasa e Prefeitura de Varginha investem R$ 500 mil em obras do Aterro Sanitário O empreendimento, assinado nesta quinta, deve ser concluído no segundo semestre deste ano

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e a Prefeitura de Varginha assinaram na tarde desta quinta-feira (14), a Ordem de Serviço para o início das obras do Aterro Sanitário de Varginha. Estiveram presentes no ato, na sede da prefeitura, a presidente da Copasa, Sinara Meireles, o diretor de Operação Sul da Copasa, Frederico Ferramenta, e o prefeito de Varginha, Antônio Silva.

“Varginha será a primeira cidade a ter um aterro sanitário administrado pela Copasa e, com isso, se tornará referência em saneamento básico ao ter água, esgoto e resíduos sólidos tratados. Isso contribuirá diretamente para a melhoria da qualidade de vida da população”, afirma Frederico Ferramenta. O empreendimento contempla a adequação e impermeabilização da

plataforma do aterro, lagoa de armazenamento de chorume, poço de monitoramento da qualidade da água do lençol freático, instalações elétricas e hidráulicas, além do prédio da administração, dentre outros serviços. O Contrato de Programa concedendo os serviços de disposição final de resíduos sólidos urbanos de Varginha para a Copasa foi assinado em dezembro de

2014. Desde então, a Companhia iniciou a elaboração do projeto executivo e providenciou o licenciamento ambiental para, em seguida, licitar as obras do Aterro Sanitário. A Copasa será responsável pelos serviços por um período de 26 anos, contados a partir do início de operação. Além da adequação do Aterro Sanitário, a Companhia realizará as ampliações necessárias no

local e avaliará a utilização de novas tecnologias de reciclagem que possibilitem o aumento da vida útil do espaço. “Com investimento aproximado de R$ 500 mil, as obras do Aterro Sanitário de Varginha estão previstas para serem concluídas no segundo semestre de 2016”, explica Frederico Ferramenta. O Aterro Sanitário de Varginha atenderá todas as exigências legais e

ambientais. Para isso, contará com a impermeabilização de base para evitar infiltração de líquidos, drenagens internas para direcionamento do chorume para tanque de acumulação e posterior tratamento, descarga e compactação dos resíduos para conferir maior estabilidade do maciço, cobertura dos resíduos para evitar proliferação de vetores e todos os monitoramentos ambientais necessários.

Trecho da Avenida Rio Branco será interditado neste final de semana A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, através do Demutran, informou nesta semana, que haverá interdição parcial da Avenida Rio Branco (trecho compreendido entre a Superintendên-

cia de Ensino e o antigo Gallery), no dia 17 (domingo), no período de 9h às 15h, e das ruas em frente a Concha Acústica, nos dias 16 (sábado) após as 14h e 17, no período de 9h às 21h, devido a realização do

evento denominado “Radical Roots - Festival Sul-Mineiro de Esportes Radicais. O Radical Roots acontecerá nos dias 16 e 17 de Janeiro, na Praça do ET, em frente a Acústica, sendo no sába-

do (16) e domingo (17) dás 9h ás 21h. O evento contará com stands para a apresentação de empresas, produtos e serviços, campeonato de Skate, Patins, Encontro de BMX com best - Espaço com Slack Line; passeio

ciclístico pela cidade domingo de manhã com arrecadação de alimentos; sorteio de brindes; grafite; apresentação de grupos de Rap, Rock e Raggae; apresentação de Wheeling e muitas outras surpresas.


15 DE JANEIRO DE 2016

06 | GAZETA DE VARGINHA

REGIONAL

Produção de frutas vermelhas surge como fonte de renda no Sul de MG No município de Bocaina de Minas, o destaque do casal de produtor é a amora A produção de frutas vermelhas é uma atividade em expansão no município de Bocaina de Minas, no Sul do Estado. A atividade começou por volta de 2010 e hoje é desenvolvida por seis agricultores, com uma produção anual de 25 toneladas. Entre as principais frutas cultivadas estão a amora preta, framboesa e morango. A produção é vendida na região e na cidade do Rio de Janeiro. Maria Luíza Barreira e Romero Martins produzem e vendem frutas vermelhas in natura e congeladas. Eles mudaram do Rio de Janeiro para Minas Gerais há 2 anos. A primeira coisa que fizeram foi verificar qual seria a melhor atividade para desenvolver em Bocaina de Minas. “Depois de pesquisarmos, de conversarmos com a Emater-MG e outras entidades, chegamos à conclusão de que o melhor era investir em frutas vermelhas”, diz o produtor. O casal é o princi-

pal produtor de frutas vermelhas do município de Bocaina de Minas. Com um detalhe: é tudo orgânico e certificado. A propriedade deles produz 20 toneladas anualmente. A amora é o carro-chefe. São 15 toneladas por ano numa área plantada de um hectare. Pensando em impulsionar a atividade, o casal decidiu implantar uma unidade de processamento. Os recursos vieram do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e a orientação técnica é da EmaterMG.

Luíza e Romero financiaram do Pronaf cerca de R$ 100 mil. O dinheiro está sendo utilizado na construção do prédio da unidade e na compra de equipamentos. A Emater foi responsável por elaborar projeto técnico necessário para a liberação dos recursos. “É uma ajuda e tanto. Se fosse pra fazer com o nosso dinheiro, não conseguiríamos. Com o Pronaf isso é possível”, afirma Romero Martins. A agroindústria está quase pronta. Com a unidade, o casal não ficará limitado à venda de frutas

in natura e congeladas. Eles esperam ampliar a pequena produção de geleia, vinho e frutas desidratadas. “Vai ser mais rápido e o volume de produção será maior. Esperamos aumentar em cinco vezes a nossa produção”, diz o produtor. Empreendedorismo Para este ano, com a implantação da unidade de processamento, o casal aumentou em 30% a lavoura de amora. Eles investiram também na cultura do morango. A área plantada triplicou e a fruta passou a ser cultivada

no sistema semi-hidropônico. Nesse método, a lavoura fica dentro de uma estufa, que protege as plantas das ações climáticas, e a fruta é cultivada em bancadas, não tendo contato com o solo. O resultado, segundo especialistas, é a redução de pragas e doenças. “Com a agroindústria, podemos aumentar a nossa produção bastante e ampliar o nosso mercado. Teremos capacidade para atender à demanda o ano inteiro”, diz Romero. Segundo o técnico da Emater-MG, Marcelo Rodrigues Vilela, aos poucos a produção de frutas vermelhas tem ganhado espaço no município. “É uma

nova atividade econômica com grande potencial de desenvolvimento”, diz. Pronaf em Minas Um contrato assinado em 2015 entre a Emater-MG e o Banco do Brasil irá agilizar o processo de liberação de crédito rural para o produtor. Com o acordo, o interessado apresentará sua proposta de crédito diretamente nos escritórios da Emater-MG, indo ao banco somente para a assinatura do contrato. Na safra 2014/2015 foram assinados 208 mil contratos e aplicados R$ 2,8 bilhões. Para a safra 2015/2016 o governo federal destinou R$ 4,4 bilhões para Minas Gerais.

Estão abertas as inscrições do Banho à Fantasia de Poços Estão abertas as inscrições para o tradicional concurso Banho à Fantasia de Poços de Caldas, que será realizado no dia 8 de fevereiro, às 15h. As inscrições devem ser realizadas até o dia 29 de janeiro, na Secretaria de Turismo. O concurso será realizado nas piscinas do Country Club. As categorias são infantil feminino e masculino, in-

fantil conjunto, adulto feminino e masculino e adulto conjunto. Nas categorias infantis podem participar crianças de até 13 anos completos na data de inscrição e nas categorias adultas os participantes devem ser maiores de 14 anos. A categoria “conjuntos” devem possuir o mínimo de quatro integrantes. As fantasias devem ser confeccionadas com

papel crepom, jornal, papel d’água ou outros derivados de celulose. Os participantes deverão estar com roupa de banho completa sob a fantasia. Os critérios de avaliação serão: beleza, originalidade, confecção, evolução e salto. A premiação vai de R$ 300 a R$ 500 nas categorias infantis e de R$ 400 a R$ 600 para os adultos. A ordem de apre-

sentação será sorteada no dia 29, às 17h15, com livre presença dos inscritos. A Secretaria de Turismo fica na antiga Estação Mogyana (Fepasa). As inscrições podem ser feitas das 12h às 17h. Os candidatos devem apresentar xerox do RG e CPF juntamente ao CD e faixa de música que será colocada no dia do concurso. Para os partici-

pantes menores de 18 anos será obrigatória a apresentação de Certi-

dão de Nascimento ou RG e autorização dos pais ou responsável.


15 DE JANEIRO DE 2016

REGIONAL

GAZETA DE VARGINHA | 07

Produtor conquista pelo 2º ano o título de Melhor Café Especial do Mundo Produzido na cidade de Cristina, o café foi avaliado e atingiu recordes na pontuação “Tem provador que só de sentir o cheiro sabe que é café produzido por mim”, garante Sebastião Afonso da Silva que, orgulhosamente, é o primeiro bicampeão do concurso Cup Of Excellence que consagra os melhores produtores de café especial do mundo. Produzido na cidade de Cristina, o café foi avaliado por jurados internacionais e atingiu recordes na pontuação. Em 2014, com 95.18 pontos foi a maior nota já obtida na competição. E em 2015, o segundo recorde, 94.47. “Eu cuido de todos os lotes com a mesma dedicação. Mas é que aquele lugar já tem incidência de ter uma bebida melhor, então ficamos esperando a hora certa para tirar o café. Isso envolve vários detalhes, até a previsão do tempo”, responde Sebastião quando questionado se há um tratamento especial para os cafés que participam de competição. De uma experiência inicial de apenas 1400 pés de cafeeiros, há 20 anos, herdados de uma divisão familiar, Sebastião cuidadosamente trata e colhe hoje em lavouras que totalizam mais de 800 mil pés. “Meu pai criou a fa-

mília plantando arroz em terras arrendadas. Tudo manual, sem máquina, sem herbicida... Quando não deu mais para competir com a indústria, começamos o café para teste. Dos 15 filhos, meu pai dividiu as terras entre os oito homens. Sorteamos as áreas e assim fizemos”, se recorda, com muita alegria nos olhos. Com ‘independência’ para se atentar à sua terra, em 1996 plantou novos pés para somar àqueles já adquiridos. “Foi lá pra cima, no Baixadão, onde hoje tem dado o café de qualidade”, informa Sebastião. Depois, como ele mesmo conta, com o dinheiro dessa colheita

comprou mais terreno e plantou mais 100 mil pés. Em 2001 e 2004, novas compras de fazendas, “até que em 2007 eu ‘tava’ (sic) com o café que tenho plantado hoje. Não ‘tava’ dando conta na hora de secar, porque eu levava para minha casa... 10 km daqui... Não tinha terreno... Não tinha onde guardar... Foi quando disse para mim mesmo: Não planto mais nenhum pé e vou investir no póscolheita!” Um vizinho, grande amigo e já falecido, José Clenio Pereira, era o grande incentivador dos produtores na cidade de Cristina. Com a ajuda e orientação dele, Sebasti-

ão conseguiu comprar as máquinas (lavador, secador e despolpador) e, para descartar qualquer dúvida sobre a técnica vencedora, já no primeiro concurso ficou entre os 50 finalistas. “Em 2008 fui campeão disparado no Prêmio Illy de Qualidade, com o grão cereja descascado. Depois só fui aperfeiçoando e sempre sendo finalista nesse concurso”, resume o produtor, que com a safra 2013/2014 conquistou também prêmios no concurso da Cocarive - Cooperativa Regional dos Cafeicultores do Vale do Rio Verde, em Carmo de Minas (2ºlugar) e no ‘Mantiqueira de

Assaltantes de sítio são presos em cafezal Um sítio foi assaltado na tarde desta quarta-feira (14) em Córrego do Ouro, distrito de Campos Gerais. Dois suspeitos ainda estão foragidos. Segundo a Polícia Militar, quatro assaltantes armados com cartucheiras e uma garrucha invadiram a casa e trancaram as vítimas no banheiro, enquanto vas-

culharam o local. Os homens levaram vários objetos, uma quantia em dinheiro e depois fugiram a pé. Na manhã desta quinta-feira (14), dois suspeitos foram presos em uma lavoura de café, perto do sítio. Parte dos materiais roubados ainda estava com os homens de 18 e 22 anos, que seriam enca-

minhados para a delegacia da Polícia Civil de Alfenas. A PM ainda

procura pelos outros suspeitos que já foram identificados.

Minas’ (1º lugar). Em 2015, na Cocarive teve cinco cafés entre os dez melhores e no Mantiqueira de Minas, de 12 finalistas, ficou com 2º, 6º, 11º e 18º lugares. Nesse Cup Of Excellence, organizado pela BSA, ele entrou em 2014 e foi vencedor na primeira tentativa. Atualmente, com a ajuda de seu filho, Helisson Afonso, e uma equipe de dez colaboradores, Sebastião administra quatro propriedades e cerca de 85 hectares de plantação. Sua próxima meta vai ser inscrever mais uma propriedade para ser campeã. “Em 2014 vencemos com o Sítio Bachadão (no nome do meu irmão Antônio Márcio); em 2015 com o Sítio São Sebastião, no meu registro. Para o ano que vem, se conseguir, quero que seja o Sítio Santa Isabel, no nome do meu menino”, projeta. Se ele vai precisar de sorte para vencer em 2016, Sebastião já provou que não. “Eu trabalho para isso, para fazer café de qualidade. Venho simplesmente fazendo há muito tempo”. A venda desses céle-

bres cafés é realizada via leilão na internet, para importadores ou torradores, que são obrigados a identificar a origem na embalagem. Está marcado para o dia 2 de fevereiro esse evento, e será um lote de 18 sacas do vencedor. O segredo pode estar no região A reportagem não poderia deixar de perguntar qual a importância, para o Sebastião, de suas propriedades estarem localizadas no Sul de Minas. Seja pela altitude ou clima. Para alegria dos leitores e principalmente dos moradores, ele é enfático: “Faz toda a diferença. A qualidade do café se faz no pé. Não adianta querer criar a qualidade depois de colhido. Eu consigo manter esse diferencial em várias safras. Tem gente que tem a qualidade no pé, mas nem fica sabendo, por pura falta do conhecimento”, acredita ele, que não exime o seu olhar para alcançar o resultado esperado. “Sou eu mesmo que seco, porque se confiar a terceiros pode não acontecer”.


08 | GAZETA DE VARGINHA

REGIONAL

15 DE JANEIRO DE 2016

Em alerta conta a dengue, Secretaria de Saúde de Alfenas intensifica combate Em uma coletiva de imprensa nesta semana, o secretário municipal de Saúde, Maurício Durval de Sá, anunciou um plano de intensificação das ações no combate aos focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue. Todos os imóveis na cidade serão visitados até 31 de janeiro em uma força-tarefa que reunirá, além dos agentes de endemias, os agentes comunitários de saúde (os ACS que atuam nas Unidades Básicas de Saúde/UBS). Inicialmente, 110 ACSs e 32 agentes de endemias estarão na “linha de frente” do combate aos focos num trabalho de orientação aos moradores para prevenir e localizar possíveis focos do mosquito. Um edital para realização de um processo seletivo, para a contratação de mais 30 agentes de

endemias, deverá ser publicado até a próxima semana. A “força-tarefa” é devido aos índices preocupantes em Minas Gerais. Somente em dezembro, o aumento de notificações de casos suspeitos aumentou 1.200% em relação ao mesmo período do ano anterior. Esse crescimento em dezembro deixa a Secretaria de Saúde de Alfenas em “alerta”,

uma vez que o mês de abril (ou maio) é quando ocorre maior número incidências. Por esse motivo, Durval de Sá alerta que é preciso concentrar as energias no combate aos focos do mosquito nesse início do ano para evitar a proliferação do Aedes aegypti. “A nossa preocupação é desenvolver um trabalho agora para que não ocorra uma explosão em abril ou maio”, dis-

se durante a entrevista, acompanhado por sua equipe técnica. Participação da sociedade O secretário de Saúde pede que a população receba os profissionais da saúde e acolham com atenção as orientações num trabalho de colaboração. A avaliação é que há a necessidade de envolvimento da comunidade e, por isso, o trabalho

de conscientização está sendo intensificado com a participação das UBS, que têm uma cobertura de 74% da população. As vistorias em 100% das residências até o final desse mês é uma exigência de uma resolução da Secretaria Estadual de Saúde, publicada no final do ano passado devido aos índices alarmante em todo o Estado. As vistorias em janeiro correspondem ao primeiro ciclo de visitas a 100% dos imóveis. Durante o mês de fevereiro será cumprido o segundo ciclo de um total de quatro. Comitê Um Comitê de Enfrentamento da Dengue foi montado com a participação de diversos setores da prefeitura para definir estratégias. As ações não se

resumem as iniciativas da Secretaria de Saúde e, por isso, integram esse comitê outras secretarias como Meio Ambiente, Obras e Educação, além da Procuradoria-Geral do Município. O Ministério Público também foi convidado para participar. Segundo Durval de Sá, o Comitê auxiliará a Secretaria de Saúde na adoção de medidas em relação a casos problemáticos como o de moradores que resistem a receberem os profissionais de saúde. Cerca de 40% dos imóveis onde os focos são encontrados são reincidentes, segundo dados da Secretaria de Saúde. No caso dos imóveis sem moradores, o secretário se reunirá com os proprietários de imobiliárias para definir como será o trabalho de vistorias.

Vândalos quebram vitrine e assaltam loja no centro de Lavras Na madrugada desta quinta-feira (14), vândalos quebraram o vidro da porta expositor de uma loja, na rua Francisco Salles, em Lavras. Os vândalos usaram uma pedra para destruir o vidro e saquearam algumas peças de roupas.

O prejuízo só não foi maior porque o barulho chamou a atenção de populares e acionou a empresa que faz o monitoramento da loja, o que obrigou os saqueadores a deixarem o local rapidamente. A Polícia Militar foi aciona-

da, mas ninguém ainda foi preso. A polícia vai usar filmagens de câmeras de monitoramento de lojas próximas para tentar identificar os vândalos. Esta não é a primeira vez que isso aconteceu em Lavras, há al-

guns anos uma loja de óculos, que existia próximo ao Clube Aymoré teve sua vitrine quebrada e toda a loja foi saqueada em questão de minutos. Naquela ocasião, todo o estoque da loja foi roubado, além de dinheiro e objetos.

Manifestantes bloqueiam saída de ônibus contra o aumento da tarifa em Poços Nesta quarta-feira (13), manifestantes de Poços de Caldas se reuniram no Terminal de Linhas Urbanas em Poços de Caldas para protestar contra o aumento da tarifa do transporte público, que passou de R$ 3 para R$ 3,30. Por cerca de 10 minutos, o grupo fechou as saídas

dos ônibus e gritou palavras de ordem. A Polícia Militar acompanhou o ato e negociou o tempo de permanência do grupo nas saídas dos ônibus. Segundo os organizadores e a Polícia Militar, cerca de 50 pessoas participaram do ato, e no momento de ‘pico’, cerca de 200 pes-

soas integraram a manifestação, que foi pacífica. Para um dos organizadores do ato, Diney Lenon, a principal cobrança é com a prefeitura, que prometeu a criação de um conselho municipal de transporte. “A administração prometeu e assinou um documento sobre a criação de um con-

selho, mas não saiu do papel. Atualmente, ninguém fiscaliza nada. A empresa pede o aumento que ela quer e é concedido pela prefeitura”, disse. Os manifestantes também distribuíram panfletos e conversaram com usuários do transporte público. Em uma

roda de conversa, expuseram os pontos que reivindicam, que são; passagem de ônibus mais acessível, fiscalização

efetiva por parte da prefeitura sobre o valor da tarifa, conselho municipal de transporte como mecanismo de participação popular, passagem com preço reduzido aos finais de semana para democratizar o acesso ao lazer, ciclovias que liguem os bairros ao Centro.


15 DE JANEIRO DE 2016

FATOS E VERSÕES demais para ser enfrentado pelos prefeitos da região!

Aviso aos navegantes! Nesse período que antecede a campanha eleitoral deste ano, qualquer um dos pretendentes pode se apresentar por aí como pré-candidato, debatendo questões políticas e vendendo suas possíveis qualidades, na imprensa e nas redes sociais, antes de ser formalizado nas convenções partidárias. Só não pode fazer pedido explícito de voto, caso contrário, configura propaganda extemporânea, o que é ilegal. Com as mudanças nas regras eleitorais, as convenções devem acontecer de 20 de julho a 5 de agosto (antes, era até 30 de junho do ano da eleição). O registro das candidaturas se encerra no dia 15 de agosto (antes era 5 de julho). Mídia chapa branca O Ministério Público Federal (MPF), por meio de suas sedes estaduais, promete desencadear ações contra 32 deputados federais e oito senadores que aparecem nos registros oficiais como sócios de emissoras de rádio ou TV pelo país. Entre eles, o senador mineiro Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, e os deputados federais Rodrigo de Castro (PSDB), Bonifácio de Andrada (PSDB) e Dâmina Pereira (PMN). Também são alvos da iniciativa inédita - lançada com aval do procurador geral da República, Rodrigo Janot, e coautoria do Coletivo Intervozes - alguns dos mais influentes políticos do país, como Edison Lobão (PMDB-MA), José Agripino Maia (DEM-RN), Fernando Collor de Mello (PTB-AL), Jader Barbalho (PMDB-PA) e Tasso Jereissati (PSDB-CE). No Ministério das Comunicações, todos eles constam como sócios de emissoras. Baseado em dispositivo da Constituição que proíbe congressista de “firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público” (Art. 54), o MPF pedirá suspensão das concessões e condenação que obrigue a União a licitar novamente o serviço e se abster de dar novas outorgas aos citados. Além do “risco óbvio na concentração de poder político com controle sobre meios de comunicação de massa”, outro argumento das ações da Procuradoria é o do conflito de interesses: cabe ao Congresso apreciar atos de outorga e renovação de concessões. Dos 40 congressistas que constam como sócios de rádios ou TVs, sete crêem que a legislação permite esse tipo de participação, desde que eles não exerçam funções administrativas nas emissoras. Aécio, sócio da Rádio Arco Íris, informou que só comentará quando for notificado. A deputada federal Dâmina Pereira é de Lavras, esposa do ex-prefeito Carlos Alberto Pereira. Contribuinte Ancião? Em auditoria na Receita Federal, a Controladoria Geral da União identificou 47.643 Cadastros de Pessoa Física - CPFs irregulares. Entre eles, um número significativo de pessoas com “idades superiores às normais de um ser humano”. Os auditores encontraram brasileiros que nasceram nos séculos XII, XI e II. Colcha de retalhos Os buracos pelas ruas de Varginha, que se multiplicam com as fortes chuvas que tem caído na cidade, começam a preocupar a Secretaria Municipal de Obras, não apenas pelas necessárias mudanças no trânsito, ou pela dificuldade de reparos no período chuvoso, mas sim pelo expressivo valor gasto em operações como o Tapa Buraco. Além disso, os preços do asfalto praticados em Varginha não são dos melhores, afinal, um pequeno e seleto grupo de empresas se revezam no fornecimento do produto. Já passou da hora da Prefeitura de Varginha, liderar um consorcio intermunicipal no Sul de Minas, com a aquisição de uma usina de asfalto para reduzir custos e acabar com as “colchas de retalhos” que chamamos de rua! Pena que o lobby das empreiteiras ainda é forte

Promessas O transporte coletivo municipal sempre foi tema atual e de preocupação para a população. Tema presente também nas eleições municipais, com promessas de melhorias pelos governantes, cobranças pela população e doações eleitorais pelas empresas. A cidade cresceu muito em extensão nos últimos anos, com alguns bairros mais afastados do centro, o que implica em maior dependência do transporte coletivo. O preço da tarifa praticado em Varginha também é motivo de discórdia, não somente pelo alto valor, mas, sobretudo, pela pouca qualidade e conforto! A conferir as promessas e mudanças que certamente virão em 2016! Perguntar não ofende O trabalho de sinalização realizado pelo Demutran nas ruas da cidade está contemplando o entorno das muitas escolas que em breve voltarão a receber milhares de alunos em ruas perigosas e sem sinalização eficiente? A grande falta de vagas na pré-escola/creches para milhares de crianças vai continuar sendo um problema em Varginha em 2016? Será que a elogiada secretária municipal de Educação vai conseguir melhorar esta grave situação da administração? Em 2016 o Boa Esporte vai continuar em Varginha ou deixa a cidade? A “mamadeira financeira mensal” dada pelo Executivo ao time vai continuar? Já que a Prefeitura de Varginha não vai realizar o Carnaval 2016, será que, pelo menos, vai deixar de colocar obstáculo no investimento da iniciativa privada que deseja realizar eventos à população? Sem contraditório! A entrevista concedida na terça 12/01 no início da noite pelo prefeito Antônio Silva (PTB) à TV Princesa, administrada pelo município, transcorreu como esperado: sem perguntas do povo ou direito ao contraditório! Embora a “entrevista vitrine” tivesse o objetivo de mostrar apenas os acertos do governo, também serviu para que o Chefe do Executivo iniciasse a linha retórica que adotará na campanha política, quando deverá disputar a reeleição. O prefeito falou das principais obras realizadas em sua gestão, boa parte delas, fruto de convênios antigos fechados pela gestão anterior. Silva também falou sobre as dificuldades financeiras do município, mas que ainda assim, vai tentar dar correção inflacionária de 6% aos salários do funcionalismo. Afinal, não quer enfrentar a fúria dos servidores em ano eleitoral, além de tentar manter em dia todos os serviços básicos do município. O prefeito não foi questionado quanto às muitas promessas que fez durante a campanha passada, que ainda não saíram do papel. Certamente os adversários políticos e também o povo vão questionar, nas eleições de 2016, do porquê não termos ainda coleta seletiva, ampliação/melhorias prometidas na saúde e educação, além da sensação de piora na segurança pública. Antônio Silva é bom na oratória, principalmente em estúdio fechado e sem contraditório, mas não costuma ter o mesmo desempenho quando é cobrado ao vivo e é submetido às indagações dos adversários políticos e do povo, situação que enfrentará em breve. Dinheiro público no lixo A entrevista de Antônio Silva também trouxe a tona um problema grave das administrações públicas por todo o Brasil: o desperdício de dinheiro público. Em Varginha tivemos três casos de destaque. O primeiro deles foi o Parque dos Dinossauros, no bairro Padre Vitor. A obra foi iniciada ainda na gestão do

GAZETA DE VARGINHA | 09 saudoso Mauro Teixeira (PT), sendo que muito dinheiro já foi gasto na obra que está abandonada há muitos anos. Muito do que já foi feito foi perdido, destruído ou saqueado. O segundo caso é o ginásio do Melãozinho, obra de grande aporte financeiro, que também foi iniciada nas gestões petistas, mas que depois foi abandonada, irregularidades técnicas e financeiras apontadas na obra. Mais uma vez, muito dinheiro público foi jogado fora! O caso do Melãozinho foi comentado por Antônio Silva na TV. Segundo o prefeito a obra não será concluída, vai ser demolida e mais dinheiro será gasto! Vale ressaltar que ninguém foi responsabilizado ou punido pelos desvios. O terceiro caso de dinheiro público jogado fora foi a construção do Museu do ET, no alto da Vila Paiva. A obra também foi iniciada na gestão petista, mas como outras, foi abandonada e após muitas idas e vindas, e mais gasto público, parece que será concluída neste governo. Todavia nos bastidores, esse governo não deseja dar destinação propriamente de “Museu do ET” para a obra, mas algo de melhor utilidade ao recurso público gasto ali. Talvez fosse o caso do governo municipal e federal, a época do início da obra, dar melhor destino ao recurso que usaram para construir o desnecessário museu, quem sabe melhorando a Saúde ou Educação, áreas que ainda hoje padecem de recursos. Vosso reino? Será? O diretor do Boa Esporte, confirmou na terça-feira (12/01), que o time foi agraciado pela CBF - Confederação Brasileira de Futebol, com a doação de um moderno sistema de irrigação, que será instalado no estádio municipal. Segundo o diretor boveta, é intenção programar a implantação deste sistema antes mesmo do início do Campeonato Mineiro. O Boa Esporte conta com apoio da Prefeitura de Varginha, que dá apoio financeiro mensal ao clube, bem como a empresa Fertipar, que também patrocina o time. O equipamento de irrigação vem em boa hora para cuidar do gramado do estádio, mas será que o equipamento será doado ou emprestado a municipalidade? Sonho que se sonha só, ou junto! Os vereadores Leonardo Ciacci (PP) e Armando Fortunato (PSB) possuem um sonho: ser prefeito de Varginha! O sonho compartilhado entre os edis foi ou é também o sonho de muitos outros empresários e políticos na cidade, a exemplo de Renato Paiva (DEM) e Carlos Costa (PTB). Ocupar o posto de prefeito é uma honra que eterniza na cidade o nome de quem conseguiu esta responsabilidade. Todavia, deixar seu nome na história de uma cidade tem seus pesos e responsabilidades, afinal, pode-se eternizar o nome como um bom prefeito ou como um prefeito não tão bom como se espera. Talvez isso tenha feito com que, ao longo dos anos, muitos que sonhavam ser prefeito, tivessem abandonado o sonho no meio do caminho. Outros, desiludidos, no penoso e corrupto mundo da política nem mesmo tentaram! Outros tantos disputaram e foram vencidos pelos obstáculos eleitorais e “de bastidores”, que são muito importantes no mundo político. O sonho de Armando Fortunato e Leonardo Ciacci, embora tenham o mesmo objetivo, parece que seguem por caminhos diferentes. Um sonha, corre atrás, agrega novos sonhadores a fim de tornar o sonho realidade! Outro, sonha só, sonha muito e reiteradas vezes de quatro em quatro anos! “É preciso ter cuidado ao sonhar, afinal, um sonho não realizado causa profunda frustração ou sonhado com frequência pode se tornar uma alucinação, e daí para a loucura é um pequeno passo!”

RODRIGO SILVA FERNANDES é advogado e articulista político da Gazeta de Varginha as quartas e sextas. Email: rodrigogazeta@bol.com.br


10 | GAZETA DE VARGINHA

REGIONAL

15 DE JANEIRO DE 2016

Policiais desmantelam oito quadrilhas especializadas em roubo de carga em 2015 As quadrilhas agiam principalmente em duas vias do Sul de Minas, a BR-040 e a Fernão Dias O roubo de carga é um crime que mantém em constante alerta autoridades policiais, motoristas e empresários do setor do transporte. Isso porque, além da violência praticada, o prejuízo causado pelo roubo de carga em Minas Gerais, somente em 2015, foi de R$ 212 milhões, segundo a Federação das Empresas de Transportes de Cargas do Estado de Minas Gerais (Fetcemg). De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), no ano passado foram desmanteladas oito quadrilhas especializadas em roubo de carga no Estado. “Efetuamos 45 prisões de pessoas que faziam parte dessas quadrilhas”, conta o

te de pessoas - entre oito e 10 integrantes; armamentos de grosso calibre; celulares; caminhões e veículos de passeio. Ainda de acordo com o delegado, as rodovias com maior número de casos são a BR-040, BR-381 e BR262, onde a atenção dos motoristas deve ser redobrada.

delegado Marcus Vinícius Lobo, titular da 6ª Delegacia Especializada de Repressão ao Furto, Roubo, Antissequestro e Organizações Criminosas. A unidade é vinculada ao Departamento de Operações Especiais da Polícia Ci-

vil de Minas Gerais (Deoesp). Os produtos mais visados pelos criminosos são os eletroeletrônicos, seguidos pelos gêneros alimentícios e bebidas, derivados de petróleo e produtos químicos agrícolas (de-

fensivos agrícolas). “As carretas são interceptadas pelas quadrilhas geralmente ao longo da rodovia ou em algum posto de combustível”, conta o delegado. Para cometer o crime, as quadrilhas utilizam grande contingen-

Dicas ajudam motoristas O delegado Marcus Vinícius Lobo, titular da 6ª Delegacia Especializada de Repressão ao Furto, Roubo, Antissequestro e Organizações Criminosas, recomenda aos motoristas transportadores de cargas, se possível, evitar o tráfego em horários nos quais a movi-

mentação nas estradas é menor, como das 17h às 5h. Além disso, o motorista deve evitar paradas e pernoites em postos de gasolina de regiões sabidamente mais propensas a roubos ou desertas. Ficar sempre atento a movimentações estranhas e veículos parados também é importante. Se o motorista for surpreendido e dominado por ladrões, a dica é a mesma para qualquer vítima de roubo: é preciso manter a calma e nunca reagir. Durante a abordagem dos criminosos, o que ele pode fazer é tentar observar o máximo de detalhes, que serão úteis para a investigação policial.

Cooxupé visita novas unidades na região com informações ao produtor Produtores de Cássia, Nepomuceno, Lambari, Altinópolis e Andradas, cidades que ganharam recentemente uma unidade da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda (Cooxupé), participaram de uma palestra ministrada pelo presidente da cooperativa, Carlos Paulino da Costa, sobre os benefícios de ser um coo-

perado. Responsável por 3,5% da produção de café no mundo e localizada no principal Estado produtor do grão no país, a cooperativa desponta como uma das mais importantes instituições de café arábica do mundo, graças à força dos seus mais de 12 mil cooperados. Segundo Costa, o modelo de cooperativismo é interessante porque

todos têm a possibilidade de crescer, inovar e promover soluções para o setor cafeeiro. “A Cooxupé traz uma série de sub-

sídios para que o cooperado produza um café de melhor qualidade, com maior valor agregado. Isso impacta diretamen-

te no bolso e na melhoria da vida do homem do campo. As viagens serviram para levar esta mensagem aos novos cooperados e produtores e mostrar a extensa gama de serviços que temos para ele”, conta. Atualmente, 82,4% dos cooperados da Cooxupé são pequenos produtores, de agricultura familiar, vindos de 195

municípios que compõe a área de ação da cooperativa: Sul de Minas, Cerrado Mineiro e Vale do Rio Pardo. Só em 2014 foram 5 milhões de sacas de café verde recebidas, armazenadas em galpões de última geração, como o Complexo Industrial Japy, que atua com identificação, armazenagem e processo de exportação do grão em um só local.

Lavras confirma primeiro caso de dengue na cidade este ano Foi confirmado nesta semana, o primeiro caso de dengue em Lavras este ano. Do dia primeiro de janeiro até esta semana, havia 14 notificações, que são casos nos quais há a suspeita e está aguardando a confirmação ou não. A dengue em Lavras começou a explodir em 2015, no ano passado fo-

ram 6.339 mil casos notificados e 5.688 mil casos confirmados, desses, dois morreram em decorrência da doença e uma morte por outras razões, mas que foi agravada pelo fato do paciente ter contraído dengue. Lavras foi no ano passado a quinta cidade em Minas Gerais com mais

registros de casos de dengue, ela ficou atrás de Betim, Uberlândia, Belo Horizonte e Contagem. Se considerarmos a proporcionalidade populacional, Lavras foi disparada a cidade com o maior número de dengue em todo o Estado. No ano passado, de acordo com divulgação da

Secretaria de Estado de Saúde, em 2015 foram registrados em todo o Estado 147.657 mil casos de janeiro até dezembro e, de acordo com o documento oficial, 43% desses casos se concentram nos cinco municípios Betim, Uberlândia, Belo Horizonte, Contagem e Lavras.


GAZETA DE VARGINHA | 11

15 DE JANEIRO DE 2016

MINAS

Proposta para pagamento do Estado não convence servidor Representantes do governo estadual garantiram a servidores da área de segurança, em reunião na noite de terça-feira, que não haverá parcelamento de salários até a folha de março (paga em abril). Depois disso, segundo o deputado federal Subtenente Gonzaga (PDT), que participou do encontro, não há nenhuma certeza. No caso do escalonamento, ele poderia acontecer já no próximo mês. Ontem, o governador Fernando Pimentel (PT) voltou a reclamar das contas do Estado, pediu paciência ao funcionalismo e chegou a chamar a situação de “dramática”. O discurso e a reunião não convenceram os servido-

res, que não descartaram greve e marcaram uma assembleia geral para o dia 2 de fevereiro. “O governo apenas garantiu que, até março, não haverá parcelamento, mas não deu nenhuma perspectiva a partir de então. Ele disse que vai trabalhar com o cenário a cada três meses. E não descartou a possibilidade de escalonamento”, afirmou o deputado federal. Ainda segundo ele, o escalonamento poderia ser tanto por faixa salarial quanto por categoria. O governador, por sua vez, não adiantou que proposta será feita aos servidores na reunião agendada para a sexta-feira, quando

promete apresentar um cronograma. Ele apenas prometeu dar segurança aos servidores e pediu paciência. “Estamos tratando com um imenso respeito os servidores. Estamos conversando com todas as associações e sindicatos. Trabalha-

MP mineiro quer aumentar multa diária à Samarco Uma multa cinco vezes mais alta por conta de descumprimento de compromissos. Essa é a punição que o MP-MG (Ministério Público de Minas Gerais) quer aplicar à mineradora Samarco (empresa que pertence à vale e à empresa anglo-australiana BHP), responsável pelas barragens que romperam em Mariana em novembro passado. O MP informou que vai entrar na Justiça para reiterar a aplicação da multa diária de R$ 1 milhão à mineradora Samarco, por atraso na entrega de plano emergencial em caso de rompimento das barragens remanescentes. Além disso, quer a elevação desse valor para R$ 5 milhões ao dia. As estruturas de contenção de rejeito de minério de ferro conhecidas como Santarém e Germano apresentaram danos após o rompimento da bar-

ragem de Fundão, no dia 5 de novembro do ano passado, que matou 17 pessoas. Além disso, a tragédia foi classificada como o maior desastre ambiental do Brasil. Em nota, o MP informou que, caso essa medida não surta efeito, o órgão vai pedir a execução das penalidades. Conforme a assessoria de imprensa do MP, o promotor de Justiça Mauro Ellovitch afirmou que esse plano deveria ter sido entregue "há muito tempo". "O Ministério Público entende que a sociedade não pode ficar à mercê dos prazos que atendam a conveniência da Samarco. Esses estudos deveriam ter sido apresentados há muito tempo. A demora coloca em risco desnecessário vidas humanas", declarou. Por sua vez, a empresa informou ter recebido o estudo, de uma empresa especializada contratada

por ela, na noite da última segunda-feira (11) e que, a partir disso, técnicos da mineradora revisam o trabalho para entregá-lo às autoridades "o mais brevemente possível". O plano emergencial, denominado de "Dam Break", deveria ter sido entregue pela Samarco às autoridades competentes até o dia 9 deste mês. Essa data havia sido estipulada pelo desembargador Afrânio Vilela, da 2ª Câmara Cível do TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), que prorrogou decisão inicial do juiz Michel Curi e Silva, da 2ª Vara de Fazenda Pública Estadual e ainda deu mais 30 dias de prazo para o esvaziamento da hidrelétrica Risoleta Neves, em Santa Cruz do Escalvado (210 km de Belo Horizonte), para eventual contenção de rejeitos de minério.

mos com eles para mostrar a realidade dramática do Estado. Estamos em uma situação financeira dificílima, talvez como nunca houve em Minas”, justificou. O presidente do Sindicato da Polícia Civil (Sindpol), Denilson

Martins, confirmou que o parcelamento e o escalonamento não serão aceitos. Segundo ele, o Estado teria pedido ajuda ao governo federal para pagar os salários, inclusive por meio de uma linha de crédito. O governador Fernando Pimentel (PT)

aposta na reforma administrativa, já em discussão há alguns meses no Estado, para aliviar as contas estaduais. Segundo ele, a economia anual com as mudanças no governo pode alcançar a cifra de R$ 1 bilhão. O texto da reforma deve ser enviado à Assembleia Legislativa, de acordo com promessa do político, nos últimos dias de janeiro. “Será uma economia muito importante. Nós não podemos neste momento brincar com a situação. A situação é muito grave do ponto de vista financeiro do Estado, de todos os Estados do Brasil. Então nós estamos fazendo, neste momento, o projeto.

Construir para desenvolver!!! A Fábrica de Blocos Luciano tem atendido grandes obras em Varginha e região! Com qualidade e presteza tem feito com que seus clientes se mantenham sempre satisfeitos.

FÁBRICA DE BLOCOS

LUCIANO

Blocos - Canaletas Areias - Britas Avenida dos Imigrantes, 4.425 Vargem - Varginha - MG Fone: 3223-8833 / 9971-0206


12 | GAZETA DE VARGINHA

15 DE JANEIRO DE 2016

SAIBA SEUS DIREITOS

Decisão garante a motoboy direito de responder a processo em liberdade O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, no exercício do plantão da Corte, determinou a revogação da prisão preventiva do motoboy Gabriel Scarcelli Barbosa. Preso desde junho do ano passado na capital paulista, acusado da prática de roubo, ele impetrou Habeas Corpus em seu favor (HC 132488) no STF em petição manuscrita. Segundo o ministro, a jurisprudência do Supremo não admite a decretação da custódia cautelar baseada na gravidade abstrata do delito ou na afirmação genérica de que o acusado oferece perigo à sociedade. O motoboy de 28 anos teve a prisão decretada pelo juízo da 16ª Vara Criminal da Comarca de São Paulo/ SP. No pedido, alegou que tem bons antecedentes, residência fixa e emprego com carteira assinada. Sustentou que, mesmo preen-

Paciente que realizou pedido de procedimento antes de plano ser cancelado poderá fazer cirurgia

chendo requisitos para responder ao processo em liberdade, está preso há vários meses no Centro de Detenção Provisória IV de Pinheiros. Decisão Por ser incabível o questionamento da decisão de primeira instância diretamente no STF, o ministro não conheceu do HC, mas concedeu a ordem de ofício. De acordo com Lewandowski, os requisitos previstos no artigo 312 do Código Processual Penal (CPP)

para a decretação da prisão não foram concretamente demonstrados. “Segundo remansosa jurisprudência desta Suprema Corte, não bastam a gravidade do crime e a afirmação abstrata de que o réu oferece perigo à sociedade para justificar-se a imposição da prisão cautelar ou a conjectura de que, em tese, a ordem pública poderia ser abalada com a soltura do acusado”, afirmou. O ministro explicou que STF tem repelido, de forma reiterada, a

prisão preventiva baseada apenas na gravidade do delito, na comoção social ou em eventual indignação popular dele decorrente. Citou ainda decisão no HC 96793, que tratou de caso análogo ao dos autos. A decisão garante a liberdade ao acusado até o julgamento definitivo da ação penal a que responde, sem prejuízo da fixação, pelo juízo processante, de medidas cautelares previstas no artigo 319 do CPP, caso entenda necessário.

Dr. Gustavo Chalfun

Drª. Patrícia Bregalda Lima

OAB/MG 81424 Rua Argentina, 535 Vila Pinto Tel: 3222-4801

OAB/MG 65099 Av Salum Assad. David, 70 - Santa Luiza Tel: ( 35) 3214-5051

gustavo@chalfun.com.br

Dr. Daniel Piva OAB/MG 81667 Delfim Moreira, 258, sala 201- Centro Varginha -MG Tel: 3222 2851

dapiva@ig.com.br

patriciabregalda@varginha.com.br

O juiz de Direito Rogério Lins e Silva, da 2ª vara Cível de Recife/PE, deferiu parcialmente tutela antecipada determinando a uma operadora de plano de saúde que autorize procedimento médico requerido por uma paciente, a qual retirou um tumor na região nasal. Após a cirurgia, a autora teria que realizar novas intervenções para reconstrução do nariz – divididas em três etapas –, mas obteve autorização para apenas duas. A seguradora negou a terceira ao argumento de que o plano de saúde empresarial havia sido cancelado. Segundo o julgador, se a requisição do procedimento se deu antes do cancelamento do contrato, viola a boa-fé a conduta do plano em negá-lo. Além disso, destacou que, não só a requisição do tratamento se

deu antes, como também foi iniciado durante a vigência do prazo contratual, "não podendo ser interrompido por conta do superveniente cancelamento". "Caso a autora não se submeta ao procedimento acima mencionado, poderá acarretar à mesma o desenvolvimento de sérias complicações à sua saúde. Logo, não pode deixar de ser fundado o receio da parte autora de que o seu direito venha a sofrer dano irreparável ou de difícil reparação, caso não seja cirurgiada em regime de urgência." Ainda de acordo com o juiz, a postura da ré, negando-se ou omitindo-se no cumprimento para de sua obrigação, implica limitação do direito da parte autora, desequilibrando a relação contratual, que é de consumo.

Dr. Gustavo Pinto Biscaro

Dr. Vicente Lima Lorêdo

OAB/MG 106.276 Rua: Presidente Evaristo Soares. 255 - Vila Pinto Tel: (35) 3222-1049

OAB/ MG 84.176 20ª Sub-Seção Rua Maria Benedita, 63 -sala 106 - Vila Pinto 3223-5362/9988-3485

gustavopbiscaro@gmail.com

vicentelloredo@yahoo.com.br

Mande sua pergunta para gazetadevarginha@gmail.com


15 DE JANEIRO DE 2016

BRASIL

GAZETA DE VARGINHA | 13

Consumo de café no País cresce 0,86% Mais café na mesa: o consumo per capita em 2015 foi 4,90 kg por habitante ao ano O consumo de café no Brasil registrou leve crescimento de 0,86% nos 12 meses compreendidos entre novembro de 2014 e outubro de 2015, totalizando 20,508 milhões de sacas de 60 kg. O consumo per capita em 2015 foi 4,90 kg/ habitante/ano de café torrado e moído (6,12 kg de café verde em grão), o equivalente a 81 litros/ habitante/ano. O levantamento é da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), com base em dados da área de Pesquisa da entidade. De acordo com a Abic, as vendas do setor em 2015 podem ter alcançado R$ 7,4 bilhões. Em contrapartida, a diferença dos índices de variação entre matéria-prima e o produto final evidencia que a indústria chegou ao fim de 2015 com seus custos muito pressionados. "Reajustes nos combustíveis, energia elétrica, gás, câmbio e mão de obra continuarão a pressionar os custos da indústria neste início de 2016", informa em comunicado o diretor executivo da Abic, Nathan Herszkowicz.

A Abic avalia que o cenário para agronegócio café mostra que, em virtude do efeito da seca e das altas temperaturas no Espírito Santo, que resultaram numa previsão de quebra da segunda safra seguida, as cotações mundiais e internas do grão se elevaram acentuadamente. O dólar valorizado está tornando o grão brasileiro ainda mais competitivo e ampliando as exportações, inclusive do conilon (robusta). Sendo matéria-prima importante para a indústria de café, os altos preços do conilon aumentaram o custo do blend,

pressionado os preços do café industrializado para os consumidores. O café arábica tipo 6 aumentou em media 2,7%, para R$ 503,00 a saca em dezembro passado, enquanto o café conilon variou 26,8%, para R$ 361,00 a saca, no ano. Enquanto isto, segundo pesquisas na cidade de São Paulo, de janeiro a dezembro de 2015, os preços dos cafés Tradicionais, nas prateleiras do varejo, subiram 16,1%, para R$ 16,17/kg, enquanto os cafés Gourmet aumentaram 0,3%, alcançando R$ 48,66/kg em média. A Abic observa que o

consumo de café em monodoses, seja na forma de cafés expressos, seja em sachês ou em cápsulas, está crescendo acentuadamente. Segundo a pesquisa da Euromonitor, as vendas em valor das cápsulas em 2015 alcançaram R$ 1,4 bilhão, com estimativa de que atinjam R$ 2,96 bilhões em 2019. O consumo de cápsulas continuará concentrado em casa e o alto preço fora de casa é a principal razão para a queda do consumo neste segmento. 2016 Para 2016, a Abic es-

Número de veículos financiados cai 17% em 2015 O número de veículos financiados em 2015 foi 16,9% menor do que no ano anterior, informou nesta quinta-feira (14) a Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito no Brasil. No ano passado, 5.311.872 carros, motos e caminhões foram adquiridos dessa forma, sendo 2.338.574 veículos novos e 2.973.298, usados. Para os zero quilômetro, a re-

dução no número de financiamentos foi de 26%. Para os seminovos e usados, de 8%. As quedas acompanham o resultado negativo das vendas de veículos novos (-26,5%) e de usados (-0,75%), divulgado pela federação dos concessionários, a Fenabra-

ve. Considerando só os carros, foram financiadas 4.172.172 de unidades, montante 16,7% a menos que em 2014. Foram 1.442.291 de zero quilômetro (-29,3% em relação ao ano anterior) e 2.729.881 de usados (8%).

Os automóveis que têm entre 4 e 8 anos de uso responderam pela maior parte dos financiamentos no segmento (1.450.320), superando até o financiamento de novos, e tiveram a menor queda entre as faixas de "idade" dos carros: 3%, na comparação com o ano anterior. O número de motos financiadas em 2015 também caiu: 12%. Foram 917.826 contra 1.043.589 em 2014. Entre motos zero quilômetro, a queda foi semelhante, de 12,9%. Para usadas, houve 4,6% menos financiamentos.

tima que o consumo de café volte a crescer moderadamente, por causa do atual cenário políticoeconômico, alcançando 21 milhões de sacas no ano. " A diversidade de produtos oferecidos, com maior qualidade, muitos deles certificados pelo Programa de Qualidade do Café (PQC) da Abic, e sustentáveis, têm mantido o interesse dos consumidores", avalia o presidente em exercício da entidade, Ricardo de Sousa Silveira. O ritmo de crescimento do consumo interno leva a Abic a reforçar a

sua tese de que é preciso estimular a demanda de café investindo muito mais em marketing, publicidade, diferenciação e inovação de produtos. A associação está debruçada na elaboração de iniciativas que destaquem os atributos do café e os seus benefícios para a saúde, energia e bemestar, que serão os princípios a explorar, neste período pré-Olimpíadas e posteriores, de modo a criar uma relação estreita entre a vida saudável, com a energia e o prazer que o consumo de café propicia.

EDITAL DE CONTRIBUIÇÃO SINDICAL 2016 SESCON/MG Pelo presente edital, todas as empresas, entidades e empregadores enquadrados nas categorias econômicas “empresas de serviços contábeis” e “empresas de assessoramento, perícias, informações e pesquisas”, representadas pelo SESCON/ MG – SINDICATO DAS EMPRESAS DE CONSULTORIA, ASSESSORAMENTO, PERÍCIAS, INFORMAÇÕES, PESQUISAS E EMPRESAS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS NO ESTADO DE MINAS GERAIS, código sindical nº 002.365.04937-5, estabelecido à Av. Afonso Pena, nº 748 – 24º andar, centro, em Belo Horizonte (MG), com CEP nº 30130-003, filiado à FENACON, de acordo com o ordenamento do Sistema Confederativo de Representação Sindical da Confederação Nacional do Comércio – CNC – grupo terceiro, são NOTIFICADOS para procederem até o dia 31 de janeiro de 2016, o recolhimento da CONTRIBUIÇÃO SINDICAL patronal do exercício de 2016 a este Sindicato, conforme dados exemplificativos e valores constantes das tabelas abaixo: I – EMPRESAS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS (ORGANIZADOS OU NÃO SOB FORMA DE PESSOA JURÍDICA); II – EMPRESAS DE ASSESSORAMENTO, PERÍCIAS, INFORMAÇÕES E PESQUISAS: Tabela para cálculo da contribuição sindical vigente a partir de 1º de janeiro de 2016. Para os empregadores e agentes do comércio organizados em firmas ou empresas e para as entidades ou instituições com capital arbitrado (item III alterado pela Lei nº 7.047, de 01 de dezembro de 1982 e §§ 3º, 4º e 5º do art. 580 da CLT). Valor base: R$321,43.

1. As firmas ou empresas e as entidades ou instituições cujo capital social seja igual ou inferior a R$ 24.107,25, estão obrigadas ao recolhimento da Contribuição Sindical mínima de R$ 192,86, de acordo com o disposto no § 3º do art. 580 da CLT (alterado pela Lei nº 7.047 de 01 de dezembro de 1982); 2. As firmas ou empresas com capital social superior a R$ 257.144.000,00, recolherão a Contribuição Sindical máxima de R$ 90.771,83, na forma do disposto no § 3º do art. 580 da CLT (alterado pela Lei nº 7.047 de 01 de dezembro de 1982); 3. Base de cálculo conforme art. 21 da Lei nº 8.178, de 01 de março de 1991 e atualizada de acordo com o art. 2º da Lei nº 8.383, de 30 de dezembro de 1991, observada a Resolução CNC/SICOMÉRCIO Nº 030/2015; 4. Data de recolhimento: - Empregadores: 31.JAN.2016; - Autônomos: 28.FEV.2016; - Para os que venham a estabelecer-se após os meses acima, a Contribuição Sindical será recolhida na ocasião em que requeiram às repartições o registro ou a licença para o exercício da respectiva atividade; 5. O recolhimento efetuado fora do prazo será acrescido das cominações previstas no art. 600 da CLT. Belo Horizonte, 13 de janeiro de 2016. Sauro Henrique de Almeida – Presidente.


14 | GAZETA DE VARGINHA

15 DE JANEIRO DE 2016

EVANGÉLICA

Testemunho de mulher resulta em mais de 40 mil conversões Uma mulher, que por questões de segurança não pode ter o nome revelado, mudou a história de sua aldeia no interior da China. Alguns anos atrás, ele saíra de sua terra natal para trabalhar em uma cidade grande, longe de sua família. Depois de algum tempo, ouviu a mensagem do evangelho e tornou-se uma cristã. Quando foi visitar seus parentes, meses depois, ficou impressionada como sua vida e suas crenças eram tão diferentes dos outros moradores do local. Começou a dar seu testemunho e a anunciar Jesus. Alguns de seus amigos diziam conhecer a mensagem, mas

não haviam se tornado, de fato, seguidores de Jesus Cristo. Depois de ouvirem a verdade, se tornaram cristãos. Uma de suas amigas sofria com uma doença incurável por muito tempo. Os médicos

não podiam fazer mais nada e diziam que não havia esperança. No entanto, depois que a doente aceitou a Cristo como seu Salvador, foi curada e sua saúde completamente restaurada.

A partir desta experiência, aquela mulher ganhou coragem para compartilhar sua história abertamente com todos ao seu redor, tornando-se uma missionária mesmo sem treinamento formal. Na China, embora o governo negue, existe perseguição religiosa contra cristãos e a venda de Bíblias é proibida. Mesmo assim, aquela mulher enfrentou as dificuldades e perseguições. Logo viu que muitas pessoas da cidade passaram a procurá-la para ouvir o que ela tinha a dizer. Dento de pouco tempo, até os moradores das aldeias vizinhas ouviram sobre o Cristo vivo e o poder de Deus.

Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize E se a resposta que Deus tem para você for “não”? E se o seu futuro não for como você sonhava? Talvez para essas perguntas, você diga: “Não tem problema, porque minha vida está no centro da vontade de Deus”. Está mesmo? Perdoe-me a dúvida, mas talvez eu esteja certa. Digo isso também a respeito de mim, porque temos sido iludidos pelas nossas próprias concupiscências de prazeres, promessas de sucessos e ilusões de “vitórias” que a Palavra de Deus sequer fala a respeito. Não me entenda mal, não me refiro a vida em abundância que Jesus tanto disse, mas a loucura de um futu-

ro perfeito e sem dificuldades. Jesus sempre dizia, durante sua peregrinação na Terra, para termos bom

ânimo quando passarmos por várias tentações, nos incentivava a prosseguir nos dias maus apontando

seu próprio exemplo de ter vencido o mundo e hoje ficamos desesperados quando o dia mau bate à porta (João 16.32). Se algo não vai bem como você desejava, simplesmente abandona-se a obra de Deus com a justificativa de que Deus tinha planos diferentes. Se você não recebe a “bênção” que sonhava, fica lamentando pelos cantos e fazendo mil campanhas para a vitória chegar voltadas para o próprio “eu”. Acho maravilhosa a resposta que Jesus dá para a mulher Samaritana “se você soubesse quem é que te pede água é você que me pediria e eu te daria a água da vida eterna” (João 4.10).

Escolhas Uma das artimanhas satânicas para derrubar alguém é enchê-lo de orgulho. Como essa atitude fez o próprio tentador transgredir e ser expulso da presença do Pai, ele sabe que isso desestrutura qualquer um. Quando você se sentir o tal, dê um passo atrás para não tropeçar. Caminhar nessa trama infernal será a sua ruína. Jamais olhe para a sua metade sentindo que ela teve a “sorte” de se casar com você. O orgulho é capaz de levá-lo a se sentir tão forte, a ponto de não procurar mais Deus. Se isso chegar à sua mente, arrependase. Quem se gaba, ou aceita que um bajulador o faça, não sabe o que está por trás desse plano maléfico. O enganador tem armas para derrubá-lo e, ao ver a porta aberta, fará de tudo para destruílo. Por que se vender ao adversário se é maravilhoso pertencer ao Reino celeste? O inimigo se esforça para ofuscar a Palavra. Desse modo, você desconhecerá a largura, a altura, a profundidade e a extensão da sua herança em Cristo. Quem não pesquisa nem estuda o que lhe foi revelado despreza a sabedoria do Alto. Se o Senhor lhe falou algo, pesquise, pois há muito mais bênçãos do que você imagina. Ignorar a revelação divina é péssimo. Se você não tem estudado a Palavra, já está envolvido pela impiedade. Por isso, pode ser usado para fazer as

Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações (Tiago 1:2)

obras que o inimigo lhe mostrar. Ore pedindo ao Pai misericórdia, porque, se continuar nesse caminho, o diabo o atacará e lhe roubará a salvação. Julgue a si mesmo hoje! Se for achado em falta, não descanse até se acertar com Deus. A partir do momento em que as pessoas cruzam a fronteira da impiedade, tudo o que elas cogitam é descobrir que os cristãos estão errados, pois, segundo o pensamento equivocado delas, a fé produz certas coisas inexplicáveis que os cristãos dizem ser Deus. Esse engano está presente em diversos corações que adorariam se as coisas fossem assim. Toda vez que Deus chamar a sua atenção sobre as Escrituras, inicie um estudo intenso delas. Ao descobrir o que o Altíssimo fala a respeito de certo tema, tome posse desse entendimento. Muita gente, por simples orgulho, está caminhando para a perdição e, enquanto não cai no abismo, sofre os ataques das trevas. A sua vida mudará quando você abandonar a soberba e caminhar humildemente na fé. Deus tinha um plano lindo para a sua vida quando permitiu a sua concepção e ainda deseja torná-lo alguém do bem, que O alegrará. Por isso, humilhe-se debaixo da potente mão do Senhor e deixe o Santo Espírito movê-lo para fazer o que lhe dará bons dividendos aqui e no porvir.


15 DE JANEIRO DE 2016

POLÍTICA

GAZETA DE VARGINHA | 15

Dilma sanciona projeto da repatriação de dinheiro mantido no exterior A presidente Dilma Rousseff sancionou na noite desta quarta-feira (13) a lei que prevê a repatriação de dinheiro mantido por brasileiros no exterior que não haviam sido declarados à Receita Federal. A proposta é uma das prioridades do Executivo para tentar equilibrar as finanças públicas. A lei foi publicada no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira (14). A repatriação, que envolve o pagamento de imposto e multa para regularizar os recursos, é defendida pelo governo federal porque pode aumentar a arrecadação dos cofres públicos. O projeto foi enviado pelo Executivo no ano passado e é uma das medidas do ajuste fiscal do governo.

O texto foi sancionado com veto a 12 dispositivos. Um desses vetos exclui da lei o trecho que permitia o retorno ao Brasil de bens como joias e obras de arte. Outro veto elimina do texto o item que possibilitava o parcelamento do paga-

mento da multa. Também foi excluído o trecho que permitia o regresso ao Brasil de recursos no exterior que estão no nome de laranjas. No relatório da proposta aprovada em setembro no Senado, o senador Walter Pinhei-

ro (PT-BA) apontou a estimativa de que os ativos no exterior não declarados de brasileiros poderiam chegar a US$ 400 bilhões. Para garantir adesão ao programa de repatriação de dinheiro, o texto prevê anistia a uma série de crimes a

quem voluntariamente declarar os recursos enviados ao exterior e pagar, em multa e Imposto de Renda, um percentual de 30% sobre o valor – 15% de multa e 15% de IR. Para facilitar a aprovação do texto diante das críticas a essa anistia, o relator da proposta na Câmara, deputado Manoel Junior (PMDB-PB), retirou do rol de delitos que poderiam ser perdoados a associação criminosa e o caixa 2. No Senado, o texto passou apenas por alterações de redação, com o objetivo de facilitar eventuais vetos de Dilma. O teor da proposta, no entanto, não foi modificado. Poderá ser perdoado, no entanto, quem regularizar valores provenientes de crimes

como sonegação fiscal, evasão de divisas, falsidade ideológica, falsificação de documento, sonegação de contribuição previdenciária e operação de câmbio não autorizada. Também não serão punidos crimes de descaminho e lavagem de dinheiro quando o objeto do crime for bem ou valor proveniente dos delitos citados acima. O projeto original do governo previa um percentual de 35% sobre o valor declarado, sendo 17,5% de multa e 17,5% de Imposto de Renda. Ao lançar a proposta com esses percentuais, o governo estimou que a arrecadação trazida com a repatriação ficaria entre R$ 100 bilhões e R$ 150 bilhões.

Deputado foi pessoalmente à UTC para receber R$ 1 milhão, diz delator O ex-diretor financeiro da UTC Engenharia Walmir Pinheiro Santana, um dos delatores do esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato, relatou em depoimento à Procuradoria Geral da República que o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) foi pessoalmente à sede da empreiteira para receber R$ 1 milhão em espécie. Lira é acusado de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras investigado pela Operação Lava Jato. Ele já foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que pediu a condenação do parlamentar pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

O G1 tentou contato com o deputado Arthur Lira na noite desta quarta-feira (13) por meio dos celulares do deputado e do advogado, mas não conseguiu localizá-lo. O depoimento do ex-diretor da UTC à Procuradoria Geral da República no qual Arthur Lira é citado foi dado no dia 4 de agosto do ano passado. Nele, Walmir Pinheiro relata repasses a diversos políticos e confirma informações repassadas à PGR pelo presidente da UTC, Ricardo Pessoa, outro delator do esquema. “Ricardo Pessoa certa vez comunicou ao depoente [Walmir Pinheiro] que Arthur Lira havia lhe pedido R$ 1 milhão. Em geral, quem fazia os pagamentos para o Partido

Progressista era Alberto Youssef. Neste caso, porém, Ricardo Pessoa disse que era para o depoente pagar diretamente o valor a Arthur Lira. Ricardo Pessoa disse ao depoente que Arthur Lira iria na UTC buscar dinheiro e que se tratava de um compromisso que teria que pagar”, diz trecho do depoimento de Pinheiro à Justiça. Em outro trecho do depoimento, Walmir Pinheiro disse que “se surpreendeu” ao ver que, de fato, foi o próprio deputado quem foi buscar o dinheiro na sede da empresa. Ele afirmou aos procuradores que esperava que Arthur Lira enviasse um emissário para buscar o dinheiro em seu nome. Walmir Pinheiro disse ainda que o regis-

tro de entrada do deputado federal não foi encontrado porque provavelmente, segundo ele, Lira entrou pela garagem da empresa. “Era comum politicos entrarem pela garagem e sempre ter alguem esperando”, diz outro trecho da delação. Segundo o ex-diretor da UTC, o dinheiro estava em sua sala e, devido ao volume dos valores, não foi guardado no cofre e sim em seu armário. Ele disse que entregou o dinheiro à Arthur Lira na sala de reunião da empreiteira. No depoimento, Walmir Pinheiro disse que, após ter entregue o dinheiro ao deputado, presenciou uma reunião entre o doleiro Alberto Youssef e Ricardo Pessoa na qual ficou acertado que o presidente da UTC iria

descontar o valor repassado à Arthur Lira da cota que a empresa devia ao PP, proveniente de dinheiro desviado de obras da Petrobras.

Yousseff é apontado pelos investigadores como o responsável por intermediar o pagamento de propina a parlamentares do PP.


16 | GAZETA DE VARGINHA

ESPORTE

15 DE JANEIRO DE 2016

Tricordiano copia trechos dos termos do programa sócio torcedor do Flamengo O Tricordiano, time de Três Corações, no interior de Minas Gerais, lançou discretamente neste mês o seu programa sócio-torcedor. Um detalhe, no entanto, chamou a atenção de quem acessou o site oficial para se cadastrar: os termos de uso do serviço foram copiados do programa do Flamengo. Para piorar, várias das referências ao Rubro-Negro carioca foram esquecidas ao longo do contrato. Segundo o diretor de futebol do Tricordiano, Rachid Gabdem, devido aos muitos compromissos que o clube

vem tendo neste início de ano, uma vez que vai disputar pela primeira vez o Módulo I do Mineiro, o programa foi terceirizado e está sendo gerenciado por outra empresa.

– Liguei para o Rodrigo, que é responsável pelo marketing do clube, e mostrei. Tirei a foto e mandei para ele. Pedi que ligasse para esta empresa para que retirassem imediata-

mente. O termo de adesão foi alterado, e os trechos que faziam menção ao Flamengo foram substituídos por Clube Atlético Tricordiano. Segundo o diretor Hen-

rique Sassi, um dos sócios da empresa Fato Social, responsável pelo sistema online do programa sócio-torcedor, o sistema ainda estava em fase de testes, por isso o contrato com as referências ao RubroNegro havia sido utilizado. – Eles estavam testando. Foi culpa nossa. Inclusive, fizemos um contrato de modelo só para colocar lá, enquanto não terminava de fazer o regulamento deles. Ontem mesmo (terça-feira, dia 12), foi corrigido. De acordo com Sassi, da empresa responsável pelo programa para o clube mineiro,

ele deve ser finalizado nesta quarta-feira, para que os torcedores possam se inscrever diretamente. – Estamos finalizando esta parte de testes, e a partir de hoje (o programa) já deve estar valendo para a galera se inscrever e participar. (O lançamento oficial) não é comigo. A empresa de divulgação é quem vai lançar. Em pré-temporada no Sul de Minas, o Tricordiano estreia no Módulo I do Mineiro no dia 31 de janeiro, contra o Gurani-MG. A partida será realizada às 17h no Estádio Elias Arbex, em Três Corações.

Imprensa alemã vê Atlético-MG como Dirigente do Cruzeiro pode ser um dos melhores times do Brasil indiciado por procurador do STJD O Atlético-MG começou bem a Flórida Cup vencendo os alemães do Schalke 04 por 3 a 0 e ganhou as manchetes da imprensa esportiva alemã. A exibição do Atlético diante do Schalke 04 causou uma boa impressão nos veículos de comunicação da Alemanha. As manchetes dos sites esportivos destacaram o empenho do Galo na goleada por 3 a 0, em confronto válido pela Florida Cup, torneio amistoso

que acontece nos Estados Unidos. O Sport 1, estampou em sua manchete o pênalti desperdiçado Johannes Geis e defendido pelo goleiro Victor. O site não esqueceu de enaltecer o rendimento do conjunto atleticano, descrevendo a vitória como “justa” e “clara”. A versão virtual da revista Kicker manteve a mesma linha e destacou que o Schalke foi derrotado por um time “top” do futebol brasileiro. O site

ainda viu o intervalo entre os minutos 33 e 38 do segundo tempo, quando o Atlético marcou seus dois últimos gols, como cruciais no confronto.

O “conto” de Benecy Queiroz não iludiu Paulo Schmitt, procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Schmidt disse que já foi feita uma solicitação para que o Tribunal possa ouvir e julgar o supervisor de futebol do Cruzeiro, para que o dirigente explique as declarações concedidas ao programa “Meio de Campo”, da Rede Minas, onde afirmou ter

dado dinheiro a um árbitro para a equipe vencer um jogo disputado em Minas Gerais, no passado. Em pronunciamento, sem direito a perguntas, feito na Toca da Raposa II, Benecy afirmou ter inventado a história contada na TV, em um momento de descontração na entrevista. Ele também pediu desculpas pela repercussão do caso e avisou que estava entrando em licen-

ça médica para cuidar da saúde. O dirigente da Raposa não precisou a data, local e adversário do jogo mencionado de propósito na gravação, por se tratar de ser um episódio criado na imaginação dele. Além de convocar Queiroz para explicações, Schmitt informa que também foi pedida a abertura de inquérito para investigar o caso, ver se procede e quem está envolvido.


15 DE JANEIRO DE 2016

jornalgazetadevarginha.com

GAZETA DE VARGINHA

1


GAZETA DE VARGINHA

jornalgazetadevarginha.com

15 DE JANEIRO DE 2016

4


GAZETA DE VARGINHA

15 DE JANEIRO DE 2016

MEIO AMBIENTE

Brasil é campeão mundial no uso de agrotóxicos, diz pequisa O Brasil é o campeão mundial no uso de agrotóxicos. Os efeitos disso podem ser vistos na saúde da população. Limoeiro do Norte fica na Chapada do Apodi, no semiárido cearense. Na década de 80, o governo federal criou um projeto de irrigação para desenvolver a agricultura. Hoje a região tem grandes plantações de frutas. Um estudo na Universidade Federal do Ceará mostra que nesta região agrícola o índice de câncer é 38% maior do que nas cidades onde não há grandes lavouras. “A exposição ocupacional e ambiental aos agrotóxicos na região é tão intensa, que não há como a gente afastar essa possibilidade. Se os

agrotóxicos não são os únicos responsáveis pelo desencadeamento destas doenças, eles provavelmente são um dos principais fatores que estão causando estas doenças”, revela Ada Cristina, médica. A região tem centenas de fazendas produtoras de frutas, que usam milhares de litros de agrotóxicos. Em 2012, o Globo Rural mostrou o início da pesquisa do doutor Ronald Pinheiro. Ele coletou amostras da medula óssea de 43 trabalhadores rurais da região. Onze deles apresentaram alterações cromossômicas. Segundo a pesquisa, isso pode causar câncer. Além de tumores, pesquisadores investigam casos de má

formação. Nos últimos três anos, quatro crianças de uma mesma comunidade nasceram com problemas físicos. Em Limoeiro do Norte, casos assim são 75% mais comuns do que no restante do Brasil. O Espírito Santo é o estado brasileiro que mais registra casos de

intoxicação por agrotóxicos agrícolas. Na capital, Vitória, um albergue recebe moradores do interior do estado, que estão em tratamento médico. Setenta moradores da área rural podem se hospedar sem pagar nada. Em 10 anos, a venda de agrotóxicos no

Brasil cresceu 190%. Isso é mais que o dobro da média mundial. Dos 50 agrotóxicos mais usados no país, 15 são proibidos na Europa. O último levantamento da Anvisa achou agrotóxicos em 67% dos alimentos testados, sendo que 25% tinham substâncias proibidas ou

acima do permitido. As plantações de tabaco são o símbolo do Vale do Rio Pardo, região de 400 mil habitantes, no interior do Rio Grande do Sul. Um convênio entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário e a Emater, empresa que orienta os agricultores, está incentivando o plantio de outras culturas, mas a maioria dos produtores ainda dependem do tabaco. Pesquisas relacionam a exposição aos agrotóxicos com o aumento nos casos de depressão, pânico e distúrbios alimentares. A taxa de suicídios em Santa Cruz do Sul é de 28 por 100 mil habitantes. No Brasil, é de 5 por 100 mil habitantes.

Lama de barragem chega ao litoral sul da Bahia A lama que vazou da barragem de Fundão chegou ao litoral norte do país, atingindo praias do Sul da Bahia. Os rejeitos já ocupam uma área de 6.197 km². Na noite desta quinta, a Samarco confirmou que o material é uma parte diluída da pluma de turbidez, misturada aos sedimentos da foz do rio Caravela e demais sedimentos da região, que foram revolvidos em função de um fenôme-

2

no climático que ocasionou fortes ressacas ao longo da costa capixaba e em parte do litoral baiano. Durante a tarde, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) já informava que a mancha que chegou às águas do oceano em Trancoso, Caravelas e Abrolhos, na Bahia, nos últimos dois dias, era proveniente do desastre.

“Fizemos sobrevoo nas praias do Sul da Bahia e registramos a presença de lama bastante diluída, que está se estendendo ao longo do litoral do Espírito Santo”, afirmou a presidente do Ibama, Marilene Ramos. O órgão notificou a Samarco para iniciar imediatamente a coleta de amostras da água, desde o norte de Abrolhos até a foz do rio Doce. Os resultados devem sair em cerca de dez

dias. Segundo Marilene, há preocupação em relação à balneabilidade das praias, mas, até o momento, não existe a necessidade de interdição, visto que as análises da água não indicaram a presença de metais pesados ou de substâncias tóxicas. Em locais onde a turbidez é elevada, no entanto, o banho não é recomendado. Conforme O TEMPO mostrou nesta quinta, as

praias de Pontal do Ipiranga, Degredo e Barra Seca, no Espírito Santo, foram interditadas. Com a mudança de direção, a lama, que já atingiu três unidades de conservação, pode também chegar ao Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, gerando impactos na fauna e na flora. “Essa novidade da movimentação atmosférica e oceânica levou a uma coisa de que tínhamos temor, com a lama

chegando ao parque, uma das maiores biodiversidades do Atlântico”, afirmou o presidente do Instituto Chico Mendes (ICMBio), Cláudio Maretti. Um grupo de trabalho formado por órgãos ambientais de âmbito federal foi criado nesta quinta pelo Ministério do Meio Ambiente, para coordenar as ações em relação aos danos ambientais gerados pelo rompimento da barragem.


15 DE JANEIRO DE 2016

SAÚDE

GAZETA DE VARGINHA

Órgão dos EUA confirma forte indício de relação entre zika e microcefalia Pesquisadores dos Centros de Prevenção e Controle de Doença dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) declararam terem encontrado as “evidências mais fortes até o momento” da existência de uma relação entre o zika vírus e a microcefalia. A agência americana afirmou, nesta quarta-feira (13), que o vírus foi encontrado nas placentas de duas mulheres que tiveram abortos espontâneos e nos cérebros de dois recém-nascidos que morreram e que tinham microcefalia, segundo a Associated Press. A confirmação da ligação da morte desses bebês com o zika vírus pelo CDC já tinha sido divulgada nesta terça, em coletiva de imprensa do Ministério da Saúde.

A microcefalia é uma condição rara em que o bebê nasce com o crânio do tamanho menor do que o normal. A malformação é diagnosticada quando o perímetro da cabeça é igual ou menor do que 32 cm.

“As evidências estão se tornando muito, muito fortes de que existe uma ligação entre as duas coisas”, disse Lyle Petersen, diretor das doenças transmitidas por mosquitos do CDC.Ter encontrado o vírus no tecido dos cérebros dos bebês é

“muito significante”, segundo ele. Petersen alertou que essa ligação aqinda não é definitiva e que uma equipe de pesquisadores do CDC está viajando para o Brasil em algumas semanas para conduzir mais estudos e entender me-

lhor quais são os riscos enfrentados por mulheres grávidas. “É possível que existam alguns cofatores envolvidos.” Desde o início do monitoramento de casos de microcefalia no Brasil, foram registrados 3.530 casos suspeitos da malformação possivelmente ligados ao zika vírus em recémnascidos. Segundo o ministério, até o momento, estão com circulação autóctone (ou seja, com transmissão no estado) do zika 20 unidades da federação. São eles: Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Roraima, Amazonas, Pará, Rondônia, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro,

São Paulo e Paraná. O zika vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, assim como a dengue e o chikungunya. Em novembro, o Ministério da Saúde declarou emergência em saúde pública para dar agilidade às investigações, que são realizadas de forma integrada com as secretarias estaduais e municipais de saúde. O ministério orienta as gestantes a adotarem medidas que possam reduzir a presença de mosquitos transmissores de doença, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida, além de aplicar repelentes permitidos para gestantes.

Novas regras ajudam cientista a fazer parceria com setor privado O Diário Oficial da União publicou nesta terça-feira (12) o “Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação”, pacote de alterações em leis para incentivo à ciência e à inovação que acaba de ser sancionado pela presidente Dilma. Os principais objetivos da iniciativa são desburocratizar o financiamento à ciência e facilitar parcerias entre setor público e privado para inovação. Universidades e outras instituições públicas de pesquisa poderão a partir de agora “compartilhar laboratórios” e “permitir o uso de seu capital intelectual” para “estímulo à atividade de inovação nas Instituições Científica, Tecnológica e de Inovação

(ICTs) e nas empresas”, afirma o texto do documento. Na prática, o texto permite que professores em regime de exclusividade nas universidades, por exemplo, possam se envolver em projetos do setor privado e compartilhar patentes e royalties que venham a ser produzidos. No segmento do pacote legislativo que diz respeito à desburocratização, instituições de pesquisa passam a ter mais flexibilidade para comprar equipamentos, por exemplo. Universidades e institutos públicos não estão mais sujeitos a regras comuns de licitação, que obrigam o pesquisador a adquirir produtos e equipamentos de quali-

dade menor por causa de preço. A ideia é tentar acabar com o gargalo para impulso da inovação no país. A produção de patentes no país é tradicionalmente ruim, e veio se mantendo baixa mesmo em anos em que a produtividade de ciência básica foi alta. “Estamos dando transparência e segurança jurídica a uma cooperação fundamental para o crescimento econômico”, disse Dilma, na cerimônia em que sancionou a o pacote de leis. O Marco Legal é essencialmente um conjunto de medidas que altera outras nove leis que afetam a pesquisa científica e a inovação no país. O texto original do pacote teve cinco vetos,

dentre os quais um dispositivo que previa isenção de impostos de importação para equipamentos de uso científico. O texto do Marco Legal foi elogiado pela SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência). Segundo a entidade, o Legislativo

cumpriu a promessa de elaborar o texto em diálogo com a comunidade científica. “A aprovação do código permite criar novas fontes de financiamento para ciência, tecnologia e inovação e permite parcerias mais transparentes entre o setor pú-

blico e privado”, afirmou Helena Nader, presidente da SBPC, em comunicado da entidade. O Marco Legal recebeu críticas, porém, por parte de dirigentes da Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior).

Jornal Gazeta de Varginha 15/01/2016  
Jornal Gazeta de Varginha 15/01/2016  

Edição 9.396

Advertisement