Issuu on Google+

Máx: 27°C / Mín: 11°C

R$ 1,00

EDIÇÃO - 8.740

VARGINHA , 14 DE MAIO DE 2013

Moradores protestam por melhorias no trevo de saída para Três Pontas Cerca de 150 pessoas ocuparam o local onde um motociclista de 18 anos morreu na última semana Cerca de 150 pessoas fizeram um protesto na última sexta-feira (10) no trevo da Avenida Almirante Barroso, na saída para a cidade de Três Pontas. No dia 3 de maio, o motociclista Kevlin Oliveira, de 18 anos, morreu no local depois de supostamente bater em um caminhão da Prefeitura de Varginha. Por cerca de 30 minutos, os manifestantes ocuparam o trevo para Três Pon-

Jovem de 22 anos é assassinado em bar no bairro Sion Uma briga generalizada em um bar no bairro Sion, terminou com a morte de Alex Júlio Salgado, de 22 anos, na última sexta (10).

LOCAL/PÁGINA 05 www.jornalgazetadevarginha.com facebook.com/gazetavga gazetadevarginha@gmail.com twitter.com/gazetavarginha

Vende-se

Boa goleia em jogo-treino O Boa Esporte passou fácil no jogo-treino de sábado (11) disputado contra um time formado por atletas de Três Pontas. Com cinco gols de Fernando Karanga, a equipe boveta aplicou um elástico placar de 14 a 0 no

tas, que dá acesso à MG167. O trânsito ficou totalmente paralisado em todos os sentidos. As polícias Militar e Rodoviária estiveram no local para controlar a situação. “A Polícia Militar esteve no local para garantir a segurança, tanto dos manifestantes quanto dos usuários da via”, disse o capitão da PM, Wilton Marques.

LOCAL/PÁGINA 03

Colheita de café no Sul de MG deve ser 6% menor neste ano, diz Conab

Estádio Melão. Na próxima quarta-feira (15), o Boa faz mais um amistoso, dessa vez contra o TAC, também de Três Pontas, que disputa o Campeonato Sul Mineiro. A partida acontece às 19h no Estádio Melão.

REGIONAL PÁGINA 07

Estrada rural vira ‘lixão’ entre Varginha e o distrito da Flora LOCAL

PONTO DE VIST A VISTA

Atos 25

PÁGINA 05

Paulo discursa perante o rei Agripa Casa no Bairro Cidade Nova Preço da Ocasião Tel. 3221-4845

Página 2


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

02

PONTO DE VISTA

Palavras de Vida Paulo discursa perante o rei Agripa ATOS 26 1-Depois Agripa disse a Paulo: E permitido que te defendas. Então Paulo, estendendo a mão em sua defesa, respondeu: 2-Tenho-me por feliz, ó rei Agripa, de que perante ti me haja hoje de defender de todas as coisas de que sou acusado pelos judeus; 3-Mormente sabendo eu que tens conhecimento de todos os costumes e questões que há entre os judeus; por isso te rogo que me ouças com paciência. 4-Quanto à minha vida, desde a mocidade, como decorreu desde o princípio entre os da minha nação, em Jerusalém, todos os judeus a conhecem, 5-Sabendo de mim desde o princípio (se o quiserem testificar), que, conforme a mais severa seita da nossa religião, vivi fariseu. 6-E agora pela esperança da promessa que por Deus foi feita a nossos pais estou aqui e sou julgado. 7-Å qual as nossas doze tribos esperam chegar, servindo a Deus continuamente, noite e dia. Por esta esperança, ó rei Agripa, eu sou acusado pelos judeus. 8-Pois quê? julgase coisa incrível entre vós que Deus ressuscite os mortos? 9-Bem tinha eu imaginado que contra o nome de Jesus Nazareno devia eu praticar muitos atos; 10-O que também fiz em Jerusalém. E, havendo recebido autorização dos principais dos sacerdotes, encerrei muitos dos santos nas prisões; e quando os matavam eu dava o meu voto contra eles. 11-E, castigandoos muitas vezes por todas as sinagogas, os obriguei a blasfemar. E, enfurecido demasiada-

mente contra eles, até nas cidades estranhas os persegui. 12-Sobre o que, indo então a Damasco, com poder e comissão dos principais dos sacerdotes, 13-Ao meio-dia, ó rei, vi no caminho uma luz do céu, que excedia o esplendor do sol, cuja claridade me envolveu a mim e aos que iam comigo. 14-E, caindo nós todos por terra, ouvi uma voz que me falava, e em língua hebraica dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa te é recalcitrar contra os aguilhões. 15-E disse eu: Quem és, Senhor? E ele respondeu: Eu sou Jesus, a quem tu persegues; 16-Mas levanta-te e põe-te sobre teus pés, porque te apareci por isto, para te pôr por ministro e testemunha tanto das coisas que tens visto como daquelas pelas quais te aparecerei ainda; 17-Livrando-te deste povo, e dos gentios, a quem agora te envio, 18-Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; a fim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim. 19-Por isso, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial. 20-Antes anunciei primeiramente aos que estão em Damasco e em Jerusalém, e por toda a terra da Judéia, e aos gentios, que se emendassem e se convertessem a Deus, fazendo obras dignas de arrependimento. 21-Por causa disto os judeus lançaram mão de mim no templo, e procuraram matar-me. 22-Mas, alcançando socorro de Deus, ain-

da até ao dia de hoje permaneço dando testemunho tanto a pequenos como a grandes, não dizendo nada mais do que o que os profetas e Moisés disseram que devia acontecer, 23-Isto é, que o Cristo devia padecer, e sendo o primeiro da ressurreição dentre os mortos, devia anunciar a luz a este povo e aos gentios. 24-E, dizendo ele isto em sua defesa, disse Festo em alta voz: Estás louco, Paulo; as muitas letras te fazem delirar. 25-Mas ele disse: Não deliro, ó potentíssimo Festo; antes digo palavras de verdade e de um são juízo. 26-Porque o rei, diante de quem falo com ousadia, sabe estas coisas, pois não creio que nada disto lhe é oculto; porque isto não se fez em qualquer canto. 27-Crês tu nos profetas, ó rei Agripa? Bem sei que crês. 28-E disse Agripa a Paulo: Por pouco me queres persuadir a que me faça cristão! 29-E disse Paulo: Prouvera a Deus que, ou por pouco ou por muito, não somente tu, mas também todos quantos hoje me estão ouvindo, se tornassem tais qual eu sou, exceto estas cadeias. 30-E, dizendo ele isto, levantou-se o rei, o presidente, e Berenice, e os que com eles estavam assentados. 31-E, apartandose dali falavam uns com os outros, dizendo: Este homem nada fez digno de morte ou de prisões. 32-E Agripa disse a Festo: Bem podia soltar-se este homem, se não houvera apelado para César.

A aposta do Brasil na Educação Agora é obrigatório. Com a nova lei sancionada no dia 5 de abril de 2013, passa a ser dever dos pais e responsáveis matricular os filhos a partir dos quatro anos de idade na educação básica – pela norma anterior, a matrícula era obrigatória apenas a partir dos seis anos de idade. A mudança é uma adequação às alterações feitas em 2009 na Constituição, que obrigavam o governo a oferecer educação básica e gratuita dos quatro aos 17 anos de idade. O que faltava era apenas incorporar a responsabilidade dos pais. Levando em consideração que o acesso à educação básica é um direito de todo cidadão e que ela, como o próprio nome diz, é a base para o desenvolvimento humano, podemos dizer que a mudança será fundamental para provocar mudanças relevantes na taxa de escolarização. Os números comprovam que o aprimoramento da educação básica é condição primordial para uma sociedade mais justa, igualitária e desenvolvida. Segundo recente estudo feito pelo Instituto “Todos Pela Educação”, no Brasil, quando uma pessoa tem um ano a mais de estudos, o impacto na renda é de 15%. Ao completar o ensino superior e cursar um ano de pós-graduação, o aumento é de 47%. Por outro lado, se tiver apenas o ensino fundamental I, um ano a mais de estudo representa um impacto de apenas 6% na renda. Como todos sabemos, a realidade educacional brasileira ainda deixa muito a desejar, visto que a média de estudo em nosso país é de 7,3 anos, o que significa que grande parte dos alunos sequer completou o ensino fundamental. Mas, com a nova regra, essa realidade deve mudar: segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), as crianças que tiveram uma boa pré-escola têm

38% mais chances de concluir a educação básica do que aquelas que começaram a estudar no ensino fundamental. Já estamos longe da época em que se considerava o ensino das crianças um mero passatempo. Chegamos à conclusão que é mais fácil, mais barato e, principalmente, mais inteligente, investir e valorizar o ensino de primeira infância do que tentar, tardiamente, suprir as deficiências, evitar evasões e repetências e lidar com o analfabetismo funcional. Com essa nova abordagem, poderemos eliminar os principais entraves para que os alunos da escola pública tenham condições plenas de chegar ao ensino superior. Nos últimos anos, o Brasil avançou muito para superar o hiato educacional de décadas, com o avanço na universalização da alfabetização, a melhoria da qualidade de ensino e a ampliação do acesso à Universidade. Mas estamos longe de ter um ensino público amplo e qualificado, que atenda às necessidades atuais da população. O ensino fundamental continua padecendo de deficiências graves e o acesso ao ensino superior não está totalmente democratizado. E a grande parte dos professores e funcionários, por sua vez, ainda não é adequadamente paga e qualificada. Para possibilitar que o país dê esse salto, o Plano Nacional da Educação (PNE), ora em tramitação no Senado, prevê que seja gasto o equivalente a 10% do PIB em Educação até 2023. É uma cifra razoável, já que hoje investimos o equivalente a 5% do PIB, enquanto que países desenvolvidos investem pelo menos 7% em Educação. Falar é fácil, mas de onde viria essa quantidade de dinheiro? Simples: das nossas riquezas naturais. No pronunciamento do Dia do Trabalho, a presidenta Dilma Rousseff informou que o governo

está enviando ao Congresso um novo projeto para vincular 100% dos royalties do petróleo do pré-sal à Educação. Será uma excelente oportunidade de “carimbar” essas divisas, evitando que os recursos provenientes de um bem não-renovável sejam desperdiçados em pagamento de contas correntes, como acontece hoje com muitas prefeituras. Com amplos recursos garantidos à Educação, o Brasil, que já é a 7ª economia mundial e vem diminuindo drasticamente a desigualdade social, se unirá ao clube dos países com alto índice de desenvolvimento humano.

Gilberto Alvarez

Telefones (35)3221-4668 (35)3221-4845 CNPJ: 21.535.075/0001-47

Diário de Circulação Regional - Diretora Administrativa: Ana Maria Silva Piva Jornalista Responsável: Lanamara Silva MTB -8304 JP - Editor: Rodrigo S. Fernandes Sindjori - MG 312/99 Administração/Revisão: Lanamara Silva - Paulo Ribeiro da Silva Fernandes (Jornalista e superintendente de redaçãoTB.16.851) - Horário de funcionamento das 08:00hs às 18:00hs ENDEREÇO: Redação e Departamento de Publicidade Av. dos Imigrantes, 445 - Santa Maria CEP 37022-560 VARGINHA/MG E-mail: gazetadevarginha @gmail.com gaz e ta c o m e r c i a l 2 @ y a h o o . c o m . b r Endereço eletrônico: www.gazetavarginha.com.br

ABRAJORI - Associação Brasileira de Jornais do Interior SINDJORI - Sind. Prop. de Jornais e Revistas do Interior ADJORI - Associação dos Jornais do Interior ADI - Associação dos Jornais do interior de Minas Gerais A redação não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados, mesmo sob pseudônimos, que são de inteira responsabilidade de seus autores.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

LOCAL

03

Moradores protestam por melhorias no trevo de saída para Três Pontas Cerca de 150 pessoas ocuparam o local onde um motociclista de 18 anos morreu na última semana

Cerca de 150 pessoas fizeram um protesto na última sexta-feira (10) no trevo da Avenida Almirante Barroso, em Varginha, na saída para a cidade de Três Pontas. No dia 3 de maio, o motociclista Kevlin Oliveira dos Santos, de 18 anos, morreu no local depois de supostamente bater em um caminhão da Prefeitura de Varginha. Por cerca de 30 minutos, os manifestantes ocuparam o trevo para Três Pontas, que dá acesso à MG-167. O trânsito ficou totalmente paralisado em todos os sentidos. As polícias Militar e Rodoviária estiveram no local para controlar a situação. “A Polícia Militar esteve no local para garantir a segurança, tanto dos manifestantes quanto dos usuários da via”, disse o capitão da PM, Wilton Marques.

Os moradores dos arredores do local reivindicam melhorias no trecho. Segundo os manifestantes, além deste acidente que matou Kevlin, outros são registrados frequentemente, deixando muitas pessoas feridas. O caso O jovem morreu em acidente no dia 3 de maio. Segundo o Corpo de Bombeiros, o motociclista descia pela Avenida Almirante Barroso sentido a Três Pontas, quando bateu no caminhão. Ainda conforme os bombeiros, a vítima, Kevlin Oliveira dos Santos, chegou a ser arrastada por alguns metros. A vítima morreu na hora. O jovem servia o Tiro de Guerra de Varginha. Segundo informações do boletim do Corpo de Bombeiros, ao

chegar ao local, eles encontravam a vítima caída de bruços na pista, inconsciente, com sangramento pelos ouvidos e ausência de pulso cardíaco e movimentos respiratórios. Os bombeiros realizaram massagem cardíaca e utilizaram o desfibrilador, mas sem sucesso. De acordo com o relato de testemunhas, o funcionário da prefeitura teria fugido do local. Ele foi localizado pouco depois pela polícia e levado para a delegacia. O motorista do caminhão afirmou em depoimento que não percebeu qualquer tipo de sinal de uma colisão, por isso não parou o veículo. A Polícia Civil, que abriu inquérito para investigar o acidente, também afirmou que não há provas suficientes que indiquem a batida. “No

caminhão não havia amassado, nem sinais de impacto. Segundo o médico legista, não houve sobreposição de roda sobre a vítima. A perita também não encontrou nenhuma freada na pista”, explicou o delegado

Vinícius Costa Miguel. O inquérito sobre o acidente deve ser concluído até o início de junho. Na ocasião, o pai do jovem morto falou sobre a insegurança do local. “Eu moro no Jardim Áurea há 16 anos e já vi

vários acidentes no trevo. A população vive pedindo para as autoridades colocarem lombadas e melhorarem a sinalização. É um local perigoso, que não fica um mês sem acidente”, contou Nelson de Oliveira.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

LOCAL

04

Aluno do Unis disputa copa do mundo de ciclismo na Argentina

Martins Ferreira

O aluno do 3º período do curso de Educação Física do Unis, Igor Martins Ferreira, embarcou está semana para Argentina, onde participa de três competições de ciclismo. Ele é integrante da seleção brasileira do esporte e no último fim de semana sagrou-se campeão da 3ª etapa

do campeonato paulista no esporte. Igor compete na cidade argentina de Santiago Del Estero. Até o dia 13 deste mês, o atleta participará de três competições internacionais: a 2ª etapa da Copa do Mundo de Supercross, o Campeonato Panamericano e Campeonato Sul ame-

ricano. O aluno do Unis compete na modalidade BMX e está representando o Brasil no circuito mundial de Suprecross. Ao todo, as competições contam com cerca de 150 pilotos de 26 países. Além de trazer o título para casa, Igor tem como objetivo so-

mar pontos no ranking da União Ciclística Internacional, o que pode deixá-lo mais próximo de uma vaga nas Olímpiadas do Rio, em 2016. No último fim de semana, Igor sagrouse campeão da 3ª Etapa do Campeonato Paulista de BMX, na cidade paulista de Leme.

PM apreende maconha e três jovens em Varginha E m Varginha, no último dia (12), no Bairro Ozanan, um jovem foi preso e três menores apreendidos por tráfico de drogas. Foram arrecadados maconha, dinheiro e aparelho eletrônico de procedência duvidosa.

Durante patrulhamento pela Rua Fausto Serio, a PM deparou com três indivíduos em atitude suspeita, que ao perceberem a presença policial, invadiram uma residência. O proprietário da casa autorizou a entrada dos militares,

sendo encontrados por eles um tablete de maconha e mais três porções da substância. Os suspeitos, três menores, dois de 17 e um de 15 anos, foram encontrados na casa, além de um jovem de 20 anos. Com um dos menores de

17 anos a PM encontrou I phone e uma nota de R$ 5,00. Os materiais foram apreendidos. Os autores foram apreendidos e encaminhados à Delegacia, onde permaneceram à disposição do Delegado de Polícia Civil.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

LOCAL

05

Estrada rural vira ‘lixão’ entre Varginha e o distrito da Flora Local acumula muito entulho e lixo doméstico; cidade tem lei que proíbe e pune o descarte irregular de lixo A estrada rural que liga Varginha ao distrito da Flora está sendo feita de “lixão” por alguns moradores. Quem passa pela estrada encontra de tudo: entulho de construção, lixo doméstico, sofás, colchões e até animais mortos. Nem mesmo uma placa de advertência no local intimida as pessoas. O secretário de Meio Ambiente de Vargi-

nha, Joadilson Barra Ferreira, afirmou que a prefeitura vai recolher o lixo da estrada neste fim de semana e que vai colocar uma caçamba no local. Ainda segundo Ferreira, Varginha tem uma lei que proíbe e pune o descarte irregular de lixo. Quem for flagrado jogando entulho em local público recebe multa que varia de R$ 900 a R$ 60 mil.

Agricultura familiar foi tema de reunião da Seduc A agricultura familiar foi tema de reunião realizada na Secretaria de Educação, na última sexta-feira, 26 de abril, quando foram tratados assuntos que promovam a agricultura familiar do município e região, facilitando a compra dos produtos pela Prefeitura através do PPA – Programa de Aquisição de

Alimentos e do PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar, estabelecendo ações que inicialmente serão coordenadas pela Secretaria de Agricultura e Café. Segundo a secretária de Educação, Rosana Aparecida Carvalho, 30% dos recursos repassados pelo FNDE ao

município no âmbito do PNAE devem ser investidos na aquisição de produtos adquiridos da agricultura familiar. “Trabalhando de forma articulada com diferentes setores da sociedade poderemos fortalecer os arranjos produtivos locais, incentivando novos agricultores a participar, aumentando o número

de emprego e a arrecadação do município”, explicou. Participaram da reunião os secretários de Habitação e Desenvolvimento Social, José Manoel Magalhães Ferreira, da Fazenda, Márcio Erbst e da Agricultura, Estevam Tavares Silva além do representante da Emater, José do So-

corro, do Departamento de Suprimentos Sebastião Aécio Damasceno e também Sivaldo Afonso Piva, a chefe do serviço administrativo, Ana Maria Rosa, a nutricionista da Seduc, Tatiana Silva Goulart e a presidente do Conselho de Merenda Escolar, Sandra de Lourdes Ferreira Maritan.

Inscrições abertas para o concurso de estágio no MPT Estão abertas, até 3 de junho, as inscrições para Concurso de Estágio no Ministério Público do Trabalho nos seguintes municípios: Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Patos de Minas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni e Varginha. Será formado cadastro de reserva para a área de Direito. A pré-inscrição deverá ser feita mediante entrega protocolizada dos documentos que podem ser conferidos no edital, em envelope fechado,

necessário que o candidato tenha cursado no mínimo 40% da carga horária ou dos créditos do curso superior, independente do semestre em que o aluno estiver formalmente matriculado.

em uma das Procuradorias doTrabalho nos Municípios listados acima.

Entre os benefícios oferecidos estão bolsa mensal de R$ 800 reais, au-

xílio-transporte e jornada de 20 horas semanais. Para se inscrever é

Jovem de 22 anos é assassinado em bar no bairro Sion Uma briga generalizada em um bar na avenida Celina Ferreira Ottoni, no bairro Sion, terminou com a morte de Alex Júlio Salgado, de 22 anos, na última sexta-feira (10). Ele recebeu varias facadas pelo corpo. A PM tão logo foi acionada saiu em rastreamento e prendeu um dos envolvidos. Segundo a policia, trata-se de Juninho Caetano, de 24 anos, porém, ele declarou de fato estar envolvido nas agressões, mas, não sabia que a vítima tinha morrido. Ele foi conduzido para a delegacia, dando maiores esclarecimentos do homicídio. Investigadores da Policia Civil estão à procura pela cidade dos outros envolvidos no crime. Ainda segundo a polícia, tanto a vitima como os agressores já tem varias passagens por envolvimentos com drogas. O corpo da vitima Alex Júlio Salgado de 22 anos foi sepultado no sábado no cemitério Campal.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

06

LOCAL

Lançamento do projeto “Cidade Criativa” é realizado na Praça Santa Cruz em Varginha

O lançamento do projeto aconteceu na Praça Santa Cruz

Última semana para a inscrição Circuito Sul Mineiro de Corrida de Rua Esta é a ultima semana para as inscrições no Circuito Sul Mineiro de Corrida de Rua evento de grande sucesso no município de Varginha e região. As empresas que desejarem participar do Circuito Sul Mineiro de Corrida de Rua deverão solicitar sua inscrição ao Departamento de Esportes do SESI / SINDUSCON, sendo necessário o preenchimento da Ficha de Inscrição e 1 Kg de alimento (das 13h00 as 17h00) até o dia 17 de Maio. Maiores Informações no Departamento de Esportes do SESI / SINDUSCON, pelo telefone 3221 – 3621 ou pelos e-mails prolazer@ ig.com.br ou prolazer2012 @ig.com.br, falar com Giselli ou Juliano.

Foi realizado na manhã do último sábado, o lançamento do Projeto “Cidade Criativa”, da Fundação Cultural de Varginha, com o objetivo de promover a descentralização de suas ações para todos os bairros da cidade, de modo que todos tenham acesso às manifestações artríticas e culturais. O lançamento do projeto aconteceu na Praça Santa Cruz, e reuniu autoridades civis e eclesiásticas e marcou ainda a formalização da adoção da referida praça pela empresa Via Cabo, que a partir de agora se responsabilizará por sua ma-

nutenção. “A descentralizações das ações da prefeitura, seja através da Fundação Cultural com iniciativas como esta, ou da Semel, através de eventos esportivos, foi um compromisso do Governo Antônio Silva e estamos cumprindo hoje mais uma etapa. A expectativa é que eventos como este atenda todos os bairros, levando cultura, esporte e lazer para todos os cantos da cidade. Desta forma estaremos contribuindo especialmente para formação de nossas crianças e jovens, tirando-os das drogas e das más com-

panhias e inserindo-os no contexto social”, disse o vice-prefeito Vérdi Lúcio Melo que ainda elogiou a incitava da Via Cabo em adotar uma praça, dando exemplo de cidadania e responsabilidade social. “Que este exemplo seja seguido por outros empresários”. Além do vice-prefeito, estiveram presentes no evento a Secretária de Educação, Rosana Aparecida Carvalho, o diretor da Fundação Cultural professor Francisco Graça de Moura, vereadores, lideranças comunitárias e moradores ao entorno da Praça Santa Cruz.

Olimpíadas Marista No mesmo dia o vice-prefeito Vérdi e os secretários da Educação Rosana Aparecida Carvalho e Toninho Gonçalves, do Esporte prestigiaram a solenidade de abertura dos Jogos Internos do Colégio Marista, um espetáculo apresentado pelos alunos e professores daquela instituição. “Todos os anos faço questão de prestigiar este evento e a cada ano percebo uma novidade e o envolvimento cada vez maior dos funcionários, professores, direção da escola e dos alunos,” disse Vérdi.

Colégio Batista de Varginha realiza Projeto Consciência e Cidadania Os alunos dos 8ºs anos receberam um desafio nas aulas de História, a partir, do aprendizado Revolução Francesa, como era a vida de um san culotte (pessoa muito humilde da época) e porque esse grupo social foi responsável por essa Revolução. Esse grupo promoveu a Revolução por trabalhar demais, ganhar de menos e pagar pesados impostos. A partir daí, os alunos tiveram que se passar por um san

culotte, sendo assalariados que sustentariam uma família de quatro pessoas, descontando os valores de água e luz. Eles fizeram esta simulação no Supermercado Bretas, através dela, os alunos compreenderam melhor a questão da relação do salário ganho e das contas a pa g a r, t e n d o q u e aprender a ter uma boa administração financeira. Refletiram também, sobre as diferenças sociais. Foi muito mais do que um

Os alunos tiveram que se passar por um san culotte, sendo assalariados que sustentariam uma família de quatro pessoas, descontando os valores de água e luz.

aprendizado, foi uma experiência de vida, ao perceber que é muito difícil sobreviver

dessa forma. Parabéns alunos e professora Daniela pelo grande trabalho!


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

07

REGIONAL

Colheita de café no Sul de MG deve ser 6% menor neste ano, diz Conab Números inferiores estão relacionados à bienalidade do café; fazenda em Três Pontas já tem 45 contratados Teve início, neste mês de maio, a colheita de café no Sul de Minas. Este ano é de safra baixa e na região devem ser colhidas cerca de 25 milhões de sacas, segundo a estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).Esta é a oportunidade para vários trabalhadores rurais, que atuam nas lavouras. Em Três Pontas, 45 pessoas já foram contratadas e este número tende a aumentar para até 60 pessoas. No entanto, neste ano a colheita deve ser cerca de 6% menor que em 2012. A safra menor acontece por conta da bienalidade do café, ou seja, a lavoura alterna a produção, o que para Arnaldo

Botrel, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais do Sul de Minas, representa também uma redução no número de contratações. “A bienalidade do café faz com que a safra seja menor e o número de contratações para as lavouras também, mas isso é comum de acontecer”, disse. E mesmo com a safra menor, antes do raiar do dia os trabalhadores já chegaram à lavoura. Antes de começar o trabalho eles já receberam um kit com equipamentos de proteção para serem usados durante o tempo de serviço. “Nós entregamos óculos, luvas, botas e boné porque é importante preservar a segu-

Este ano devem ser colhidas cerca de 25 milhões de sacas na região

rança durante o trabalho”, disse o dono da fazenda Paulo Roberto Chaves. Para a lavradora Ma-

ria Tereza Oliveira, esta é uma oportunidade de ganhar um dinheiro extra. “É sempre bom porque dá para ganhar um dinheiro

e fazer uma economia”, disse. Já a outra lavradora, Joana Darc de Liveira vai aproveitar o dinheiro e comprar um móvel novo

para casa. Entretanto, vale lembrar que os produtores devem ficar atentos às leis trabalhistas que regem os contratos temporários. Os safristas têm direitos como exame admissional, carteira assinada, recolhimento do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), aviso prévio, 13º salário proporcional, férias e adicional noturno. Além disso, os empregadores devem oferecer os equipamentos de proteção individual. No caso da colheita do café, os mais comuns são bonés, chapéus, luvas, óculos, caneleiras e botinas.

Jovem entra em universidade sem concluir ensino médio O estudante Guilherme Lopes sempre estudou em escola pública e nunca teve problemas com notas. No ano passado, quando ainda cursava o 2º ano do ensino médio, o adolescente resolveu fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pela segunda vez e conseguiu uma nota tão boa que pôde garantir uma vaga na Universidade Federal de Lavras (Ufla). Como ainda não havia concluído o ensino médio, ele foi barrado na hora de fazer a matrícula e a família teve que entrar na Justiça para conseguir o direito de Guilherme de estudar na universidade. A mãe do adolescente, Aparecida Lopes, conta que nunca precisou se preocupar com as notas do filho e que ele sempre

Jovem Guilherme Lopes vai estudar na Ufla

esteve à frente da idade escolar. “Sempre foi muito aplicado e muito esforçado”, diz a mãe. Mesmo assim, o estudante não esperava um resultado tão bom no Enem. “Era uma questão apenas de treinamento (fazer a prova). No ano que vem eu ia prestar vestibular, então seria muito mais fácil para acostumar com a

prova”, afirma Guilherme. A boa pontuação alcançada por Guilherme pôde garantir uma vaga em um curso superior em universidades que aceitam a nota do Enem. O estudante decidiu tentar a matrícula para o curso de engenharia de automação da Ufla, mas como precisava ter o certificado de conclusão do en-

sino médio, não pôde se matricular no curso. Para conseguir, a família entrou na Justiça. “Eu procurei um advogado e a gente teve que entrar com um mandado de segurança, primeiro contra a Secretaria de Educação para emitir o certificado de conclusão do ensino médio através da prova do Enem. Só que aí já tinha passado o prazo da matrícula, então tivemos que entrar com outro processo contra a universidade para assegurar o direito de matrícula”, lembra o estudante. Agora que conseguiu, o adolescente está ansioso. As aulas na universidade começam nesta segunda-feira (13) e ele não tem dúvidas de que vai dar conta do recado. “É o curso que eu

queria, sempre dei muito certo com essa área de tecnologia, então vai dar tudo certo e eu vou tentar explorar ao máximo a universidade”, completa. Enem O Enem é uma oportunidade para os estudantes tentarem uma vaga em universidades de todo o Brasil. No Sul de Minas, a Universidade Federal de Itajubá (Unifei) e a Universidade Federal de Alfenas (Unifal) só adotam o Enem como vestibular. Na Universidade Federal de Lavras (Ufla), 60% das vagas são para alunos aprovados com nota do Enem e o restante é para alunos do processo seriado. As inscrições para o exame deste ano começam nesta segunda-feira (13) e podem ser feitas

até o dia 27 pela internet através da página do Inep que você acessa por aqui. É preciso informar a opção de língua estrangeira, o local de realização das provas e se há necessidade de atendimento especial no dia das provas. O Enem será realizado nos dias 26 e 27 de outubro. Entre as novidades deste ano, está o maior rigor nas correções, principalmente nas redações. A mudança foi motivada após candidatos do Enem do ano passado terem colocado no texto uma receita de miojo e o hino do Palmeiras e ganharem 500 pontos na redação mesmo com as citações. A partir deste ano, se no texto tiver qualquer trecho que fuja do tema proposto, o estudante vai tirar zero.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

08

REGIONAL

Olho Vivo chega a Passos e Pouso Alegre em agosto

Em Passos, a notícia da instalação do equipamento levou mais tranquilidade à comerciante

Dois municípios do Sul de Minas serão beneficiados pelo Olho Vivo, sistema de videomonitoramento por meio de câmeras de segurança instaladas nas principais vias onde os índices de violência são maiores. Para implantar a segurança eletrônica, o Governo do Estado vai investir

R$ 1 milhão em cada um deles. A contrapartida é a aplicação de R$ 150 mil para a manutenção do sistema na respectiva cidade. Em Passos, a notícia da instalação do equipamento levou mais tranquilidade à comerciante Vanessa Santos, proprietária de uma loja de roupas na

rua Antônio Carlos, uma das mais movimentadas da cidade. Vítima de assaltos, ela se uniu aos demais comerciantes, no ano passado, para instalar equipamentos de vigilância na área. “Esperamos muito por essa iniciativa do poder público e será muito bem-vinda, pois todos sentem medo. Vários colegas tiveram os estabelecimentos roubados”, comentou. Pelo convênio, em Passos serão instaladas, a partir de agosto, 16 câmeras em áreas de alta incidência de crimes. Nova secretaria Em Pouso Alegre, também contemplada com o sistema de mo-

nitoramento eletrônico, a preocupação com segurança levou o prefeito Agnaldo Perugini a criar, nesta semana, a Secretaria de Defesa Social. O secretário Antônio Carlos Mendes foi empossado com a missão de ajudar a cidade a se tornar um lugar mais seguro para viver. Entre as atribuições do novo secretário, está o comando do Olho Vivo, que inclui treinamento de pessoal e planejamento de custos, como aluguel, água, energia elétrica e telefone, que, conforme o convênio com o Estado, fica por conta do município beneficiado. “A cidade está crescendo muito e atraindo pes-

soas com a promessa de emprego. Com isso, os moradores ficam cada vez mais temerosos com tanta gente nova nas ruas. São tantos assaltos e roubos que ficamos com mais medo”, testemunha o comerciante, João Evangelista de Oliveira, que viu a loja vizinha ser assaltada várias vezes. Guarda Municipal Em Alfenas, o monitoramento eletrônico é feito 24 horas pela Guarda Municipal nas principais ruas do Centro desde 2006, o que levou à redução da criminalidade em até 80%, de acordo com a corporação. Nelas, os flagrantes são quase

diários, mas o ‘olho eletrônico’ permite ação rápida da polícia. “Três menores foram flagrados saindo correndo de uma loja, atitude que levou a polícia a cercá-los. O material furtado foi recuperado. Sem as câmeras, uma ação como essa não seria possível em tão curto espaço de tempo”, testemunha o comerciante João Lúcio Braga. Segundo ele, no início, muita gente reclamava da falta de privacidade. “As pessoas se acostumaram, porque há câmeras em todo lugar, nas lojas, nos restaurantes, nas farmácias, supermercados e dão segurança”.

Escola é furtada e incendiada no bairro Jardim Brasil em Três Pontas Uma escola foi incendiada neste domingo (12) no bairro Jardim Brasil em Três Pontas (MG). Segundo a Polícia Militar, a secretaria da Escola Jaci Junqueira Gazolla foi atingida após a invasão de um grupo de assaltantes. Eles são suspeitos do incêndio criminoso e também de terem furtado um notebook e um

datashow. De acordo com os militares, que foram acionados por vizinhos da escola, documentos, registros, atas e arquivos da escola foram perdidos no incêndio. Ainda segundo a PM, o Corpo de Bombeiros esteve no local e conseguiu controlar as chamas para que elas não atingissem

outras salas. A Perícia da Polícia Civil de Varginha (MG) foi até a escola e interditou o local. O caso também será investigado. Com a interdição as aulas de todos os turnos foram canceladas nesta segundafeira (13). O colégio atende cerca de 1,3 mil alunos diariamente.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

09

MINAS

Captação de medula óssea tem adesão de 399 mil candidatos em Minas Gerais

O transplante de medula óssea é a única esperança de cura para pessoas com produção anormal de células sanguíneas,

Com a implementação da campanha “Doe Esperança, Doe Vida em Vida” e o envolvimento de outros setores da sociedade, a Fundação Hemominas está obtendo considerável incremento no número de doadores de medula óssea no Estado. Entre 2000 e 2012 a instituição inscreveu 399.033 pessoas no Cadastro Nacional de Medula Óssea (Redome), mantido pelo Instituto Nacional do Cân-

cer (Inca). As campanhas são desenvolvidas em municípios que não possuem postos de coleta de sangue, em empresas públicas e privadas, em estabelecimentos de ensino e em 20 centros de coleta de sangue mantidos pela Hemominas. Encontrada no interior dos ossos, a medula óssea é um tecido líquido-gelatinoso que produz os componentes do sangue, in-

cluindo as hemácias ou células vermelhas, responsáveis pelo transporte do oxigênio na circulação, os leucócitos ou células brancas, agentes mais importantes do sistema de defesa do organismo, e as plaquetas, que atuam na coagulação do sangue. O transplante de medula óssea é a única esperança de cura para pessoas com produção anormal de células sanguíneas, geralmente causada por algum tipo de câncer no sangue como leucemias e linfomas, entre outras doenças. Em Minas Gerais, o cadastramento de candidatos a doadores de medula óssea é feito pela Fundação Hemominas. Nas demais regiões do país, o trabalho também está sob a responsabilidade dos hemocentros públicos. Os exames comple-

Filho mata a mãe em Montes Claros durante "brincadeira" de roleta-russa

O adolescente fugiu e deixou para trás um revólver calibre 38 com numeração raspada.

Uma tragédia deixou uma família em luto uma noite que antecedia o Dia das Mães. Um adolescente de 16 anos matou

a própria mãe em Montes Claros, região Norte de Minas, na noite de sábado (11), durante uma roleta-russa. A mulher estava

reunida em casa com familiares quando o filho chegou anunciando que faria a “brincadeira”. O jovem então efetuou o disparo atingiando Iranir Aparecida Peres dos Santos no peito. Ela foi socorrida e encaminhada para a Santa casa de Montes Claros, mas acabou morrendo momentos após dar entrada na unidade de saúde. O adolescente fugiu e deixou para trás um revólver calibre 38 com numeração raspada. Segundo a Polícia Militar, o filho da vítima havia sido apreendido em fevereiro por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas.

mentares e a captação de medula óssea são realizados no Hospital das Clínicas, em Belo Horizonte. As despesas de transporte, acomodação e alimentação do doador e do acompanhante são pagas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a gerente de captação e cadastro de doadores da Fundação Hemominas, Heloísa Gontijo, o trabalho da instituição no sentido de conscientizar a população para a necessidade de fazer o cadastro para doação de medula óssea tem alcançado bons resultados. Atualmente, 10% dos 3,3 milhões de doadores de medula óssea inscritos no país são de Minas Gerais. Apesar dos bons resultados que vêm sendo obtidos pelas

campanhas realizadas em empresas e escolas, bem como nos centros de coleta de sangue, Heloísa Gontijo alerta para a necessidade da continuidade dos trabalhos, a fim de que haja manutenção do sistema de cadastramento mantido pelo Inca. “Anualmente, o Estado precisa cadastrar 30,8 mil novos doadores. No primeiro trimestre deste ano, foram cadastradas 6,6 mil pessoas”, informa. Segundo a gerente, para alcançar a meta anual, até o final do ano serão realizadas novas campanhas de cadastramento em todo o estado. Em cada campanha são cadastrados, em média, 200 novos doadores de medula óssea. Nesta semana, a Fundação Hemominas intensificou trabalho de captação de doado-

res no município de Rio Manso, na região Central. Para junho estão previstas novas ações em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e no município de Ilicínea, no Sul de Minas. Para os doadores os riscos são praticamente inexistentes. Apenas 10% da medula óssea são retirados e, dentro de poucas semanas, a medula doada é recomposta pelo organismo. Já a pessoa que vai receber a medula óssea doada passa por tratamento de quimioterapia, que destrói sua própria medula. A partir desse procedimento, a pessoa recebe a medula óssea doada por meio de transfusão. Em duas semanas, a medula óssea transplantada já estará produzindo células novas.

Minas Gerais chega a 100 mil casos de dengue no ano O Estado de Minas Gerais chegou nesse sábado (11) a 100 mil casos de dengue neste ano. No último levantamento, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde na tarde de sexta-feira, 10, já eram contabilizados 99.656 pacientes. Também foi apontado que todos os dias surgem mais de mil novos casos. Para se ter ideia do crescimento da doença, no período de apenas uma semana foram 10.775 novas ocorrências. O número de mortes também não para de subir e já está em 59. O município com maior número de óbitos é Uberaba, no Triângulo Mi-

O número de mortes também não para de subir e já está em 59

neiro, com 13. Em seguida aparece Teófilo Otoni, com cinco mortes. No total, se somadas todas as notificações feitas este ano em Minas Gerais, o número fica em 325.417.

Para tentar reverter esse quadro, o governo estadual tem contratado agentes de saúde e ampliado o auxílio no combate ao mosquito transmissor nos municípios mais atingidos.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

10

SAIBA SEUS DIREITOS

Televisão brasileira: uma análise conjuntural à luz do que recomenda o art. 221 da Constituição Federal 1. Introdução Na antiguidade eram os mensageiros que atravessavam desertos e vales para levar as informações e notícias aos mais longínquos lugares. Séculos depois, essas se transmitiam quase que na mesma velocidade das caravelas portuguesas e espanholas que, no período das grandes navegações, se aventuravam alémmar. Era dessa maneira que o império recebia as “novidades” das colônias. Em meados do século XVIII, com o advento da grande revolução industrial inglesa e suas consequentes transformações tecnológicas, essas informações se espalhavam rapidamente, porém ainda de forma muito precária. Em 1860, cria-se o “telégrafo falante” que no início era um dispositivo para transmitir sons por meio de sinais elétricos. Apesar da acentuada evolução, ainda era a gênese do atual telefone que conhecemos hodiernamente. Mas o melhor ainda estava por vir, depois de seguidas descobertas Philo Taylor Farnsworth cria a televisão a partir da

descoberta do selênio e sua propriedade ímpar de transformar energia luminosa em energia elétrica, o que possibilitou a difusão de imagens de forma instantânea. É inegável que, mesmo incipiente, as benesses advindas dessa criação transformariam a comunicação. E transformou... A partir dela o que acontece nas mais distantes fronteiras, antes inexploradas, é assunto rotineiro. Atualizam-se as informações sobre a faixa de gaza, os desdobramentos diplomáticos na Coréia do Norte, os ataques israelenses à Síria e o avanço do desmatamento na Amazônia, na velocidade em que as mesmas acontecem. Como não poderia ser diferente, a engenhosidade logo se tornou acessível e a venda desenfreada desse aparelho o tornou o mais popular entre todos os eletrodomésticos. Era quase que necessário ter uma televisão na sala para acompanhar as programações e as principais notícias. A venda cresceu absurdamente com o passar dos anos e hoje estima-se que

Dr. Gustavo Chalfun OAB/MG 81424 Av Princesa do Sul, 556 - Varginha - MG Tel: 3222-4801

gustavo@chalfun.com.br

Dr. Daniel Piva OAB/MG 81667 Delfim Moreira, 258, sala 201- CentroVarginha -MG Tel: 3222 2851

dapiva@ig.com.br

90% das residências em todo o vasto território brasileiro possuam um aparelho de televisão. 2. A concessão e a qualidade do serviço no ordenamento jurídico brasileiro No entanto, em face da rápida penetração desse produto no mercado, era preciso que o Estado tutelasse essa difusão e garantisse o fiel cumprimento e o respeito aos valores sociais de nossa realidade cultural. Logo, o próprio tratou de exercer o monopólio das transmissões televisivas e conceder para a iniciativa privada a possibilidade de exploração esse “eldorado”. O legislador, atento a essa movimentação, preconizou no art. 220, 3°, inc. II, da nossa Constituição Federal, que deveria o Estado: “Estabelecer os meios legais que garantam à pessoa e à família a possibilidade de se defenderem de programas ou programações de rádio e televisão que contrariem o disposto no art. 221, bem como da propaganda de produtos, práticas e serviços que possam ser nocivos à saúde e ao meio ambi-

ente.” Tratando sobre essa prestação de serviço público, BANDEIRA DE MELLO, preceitua, por sua vez, como sendo: “toda a atividade de oferecimento de utilidade ou comodidade fruível preponderantemente pelos administrados, prestada pela Administração Pública ou por quem lhe faça as vezes, sob um regime de Direito Público, instituído em favor de interesses definidos como próprios pelo ordenamento jurídico”. E, corroborando com isso, o louvável Art. 221/CF 88 Art. 221 - A produção e a programação das emissoras de rádio e televisão atenderão aos seguintes princípios: I - preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas; II - promoção da cultura nacional e regional e estímulo à produção independente que objetive sua divulgação; III - regionalização da produção cultural, artística e jornalística, conforme percentuais estabelecidos em lei; IV - respeito aos

valores éticos e sociais da pessoa e da família. Percebe-se, então, que houve uma precaução em fomentar uma boa programação, com o escopo de garantir a função social da televisão e que, principalmente, fossem valorados os princípios da dignidade da pessoa humana e a promoção da cultura nacional e regional. Ou seja, reconheceu-se a televisão como um poderoso instrumento para atingir toda a população. Na prática era a chance de se promover qualidade, valorização da família, da educação, dos bons costumes e da moralidade. 3. Análise da atual conjuntura Mas, indo de encontro ao óbvio, o que acompanhamos é o desrespeito ao que a Carta Magna tutela. Uma desvalorização das diretrizes constitucionais com verdadeiras aberrações diárias que afrontam e ultrajam princípios e garantias fundamentais. Programações incutidas de imoralidade, de desrespeito à família, de futilidades, de banalidades e de violência. Uma verdadeira afronta que ultrapassa o limite do

OAB.MG 31.931

OAB/MG 65099

RUA DELFIM MOREIRA, 258 CENTRO - VARGINHA MG. TEL: 3221-3787

Av Salum Assad. David, 70 - Santa Luiza Tel: ( 35) 3214-5051

CEL:9806-1122

patriciabregalda@varginha.com.br

Dr. Gustavo Pinto Biscaro

Dr. Vicente Lima Lorêdo OAB/ MG 84.176 20ª Sb-Seção Rua Maria Benedita, 63 -sala 106- Vila Pinto 3223-5362/Cel :9988-3485

OAB/MG 106.276 R Argentina, 169 - Vila Pinto Tel: (35) 3222-1049

gustavopbiscaro@gmail.com

Por Pedro Henrique Garcia Tavares

Drª. Patrícia Bregalda Lima

Dr. VITOR COMUNIAN

vitor.comunian@bol.com.br

tolerável e tudo isso sob os “olhos” do Estado que, embora deva regulamentar e fiscalizar, nada faz para coibir tal prática. Sobre o assunto, merece ser trazido à baila, o pensamento do positivista, HANS KELSEN, ao afirmar: “Nenhuma ordenação social – nem mesmo a chamada moral ou justiça – é considerada válida se não for, em certa medida, efetiva, ou seja, se o comportamento humano regulado por essa ordenação não se conformar a ela.” (KELSEN, 2003, pág. 64) Não obstante, o que vimos é uma verdadeira batalha alucinada e sem preocupação nenhuma por um quase “campeonato” de maior audiência. Ganância pelos maiores lucros, pelos maiores contratos comerciais, pelos maiores patrocinadores, nem que para isso se faça, descaradamente, e aos olhos cegos da Agencia Reguladora, no caso a ANATEL, apologia ao sexo, prostituição, drogas e a incitação da violência.

vicentelloredo@yahoo.com.br

Mande sua pergunta para: gazetadireitos@yahoo.com.br


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

11

SAÚDE

Pesquisa aponta causas dos transtornos mentais Chás são bons para aliviar sintomas da gripe provocados pelo ambiente de trabalho Um estudo da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP) mostrou de que forma os transtornos mentais podem estar ligados a pressões impostas no ambiente de trabalho. Esta é a terceira razão de afastamento de trabalhadores pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O coordenador da pesquisa, o médico do trabalho João Silvestre da Silva-Júnior, trabalha como perito da Previdência Social há seis anos e, tendo observado a grande ocorrência de afastamentos por causas ligadas ao comportamento, decidiu investigar o que tem provocado distúrbios psicológicos. O cientista notou que a violência no trabalho ocorre pela humilhação, perseguição, além de agressões físicas e verbais e listou quatro razões principais que prejudicam a saúde mental no ambiente corporativo. A primeira delas é a alta demanda de tra-

balho. “As pessoas têm baixo controle sob o seu ritmo de trabalho; elas são solicitadas a várias e complexas tarefas”, disse o pesquisador. O outro aspecto são os relacionamentos interpessoais ruins, tanto verticais (com os chefes), quanto horizontais (entre os próprios colegas). A terceira razão é o desequilíbrio entre esforço e recompensa. “Você se dedica ao trabalho, mas não tem uma recompensa adequada à dedicação. A gente não fala só de dinheiro. Às vezes, um reconhecimento, um elogio ao que você está desempenhando”, explica Silvestre. O último aspecto citado pelo pesquisador é a dedicação excessiva ao trabalho, que também pode afetar a saúde mental. A pesquisa coletou dados na unidade de maior volume de atendimentos do INSS da capital paulista, a Glicério. Foram ouvidas 160 pessoas com algum tipo de transtorno

mental. Silvestre informa que, entre as pessoas que pediram o auxílio doença nos últimos quatro anos, uma média de 10% apresentava algum tipo de transtorno. Segundo o Anuário Estatístico da Previdência Social de 2011, mais de 211 mil pessoas foram afastadas em razão de transtornos mentais, gerando um gasto de R$ 213 milhões em pagamentos de benefícios. “Quando você entende o que gera os afastamentos, você pode estabelecer medidas para evitar os gastos”, disse. As doenças mentais só perderam, naquele ano, para afastamentos por sequelas de causas externas, como acidentes, e por doenças ortopédicas. Em São Paulo, a pesquisa constatou a alta presença de trabalhadores do setor de serviços, como operadores de teleatendimento, profissionais da limpeza e da saúde com doenças mentais. “Mas essa variável do tipo de trabalho não se

apresentou significativa no nosso estudo. Ela não apareceu como algo que influencia o aparecimento do transtorno mental incapacitante”, relata. A pesquisa apontou que o perfil predominante entre os afastamentos foi o feminino e alta escolaridade (mais de 11 anos de estudo). Mas Silvestre alerta para uma distorção, porque as mulheres têm maior cuidado com a saúde, o que aumenta a presença feminina nas estatísticas. “O sexo feminino apresentar uma maior possibilidade de transtorno mental está relacionado às mulheres terem facilidade em relatar queixas. Reconhece-se que as mulheres procuram os médicos com mais facilidade, elas têm uma maior preocupação com a saúde do que os homens”, contou. De acordo com o cientista, os homens demoram a ir ao médico e, quando vão, encontram-se em situação mais grave.

Diversas receitas caseiras para aliviar dor de garganta, dor de ouvido, febre, gripe e vários outros problemas de saúde. Mas será que tudo isso funciona? Sexta-feira (10), a pediatra Ana Escobar explicou que alguns métodos das mães são realmente eficazes, como por exemplo, os chás contra gripe. Segundo a médica, o chá consegue hidratar o corpo e aliviar o mal-estar que a criança sente naquele momento - se for um chá com alho, faz bem também porque o alho tem propriedades que podem combater o vírus. O mel também é eficiente contra a gripe porque hidrata a mucosa. O clínico geral Arnaldo Lichtenstein explicou também que chás com

guaco, camomila também são bons para melhorar os sintomas do vírus. Para tosse e dor de garganta: cravo, canela e limão não funcionam para aliviar esses problemas. O que realmente funciona é o açúcar queimado ou o mel, que hidratam a mucosa e aliviam a dor, como mostra o vídeo ao lado. A pediatra Ana Escobar dá a dica de levar ao fogo uma colher de sopa de açúcar e, quando estiver derretido, colocá-lo em meio copo de leite. Além de aliviar a tosse, o leite quente também acalma. Colocar um pano com álcool e água no pescoço também pode melhorar a dor de garganta porque esquenta a região e provoca uma vasodilatação.

Médicos reclamam da falta de profissionais nas emergências dos hospitais do Rio A falta de médicos em emergências de hospitais municipais, estaduais e federais foi o principal problema destacado no última dia (11)

na abertura do 12º Congresso Médico dos Hospitais Públicos de Emergência do Rio de Janeiro, organizado pelo Conselho Regional de Medi-

cina do Rio de Janeiro (Cremerj). A presidente da organização, Maria Rosa Araújo, chegou a classificar a situação de “extrema” e o vice-presi-

dente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Aloísio Tibiriçá, disse que uma das causas da deficiência é a falta de dinheiro. “Todos os problemas têm como pano de fundo a falta de financiamento para a saúde. A base da questão é o financiamento”, defendeu o cardiologista. Aloísio Tibiriçá tratou também de questões corporativas. Disse que a desvalorização da profissão avança com o aumento do número de médicos temporários, com o pagamento de salários baixos e com as condições de trabalho precárias. “Há um limite para a vocação”, resumiu. Outras críticas do

representante do conselho foram contra o que chamou de várias formas de contratação adotadas principalmente pelo governo do estado. “Não é possível que haja profissionais com seis formas diferentes de contratação trabalhando em um mesmo hospital”, criticou Tibiriçá. A subsecretária de Unidades Próprias, Ana Lúcia Neves, discordou das críticas e afirmou

que existem duas formas de contratação: a estatutária e a celetista, por meio de Organizações Sociais, Fundações de Saúde ou a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde. Para ela, o modelo celetista aumenta a meritocracia: “Não nivela os profissionais por baixo, mas pelo mérito, pela capacitação e pelas responsabilidades que assumem”.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

12

EVANGÉLICA

Pastor Silas Malafaia fala sobre criação de filhos e crítica materialismo dos pais

Os pais têm um papel fundamental na formação e educação dos filhos, fornecendo-lhes um modelo

A criação e educação de filhos, e as respectivas consequências dos conceitos transmitidos pelos pais foram tema de um arti-

go do pastor Silas Malafaia. Segundo o pastor, é preciso que pai e mãe se empenhem na educação de seus filhos,

para evitar que as crianças absorvam princípios errados e cresçam com conceitos equivocados. “Certos pais são

materialistas, e compensam sua ausência devido a compromissos profissionais dando presentes caros aos filhos, em vez de atenção, diálogo e afeto. Assim, estão ensinando aos filhos que coisas valem mais do que pessoas”, alerta o pastor. Segundo Malafaia, a conduta de vida dos pais também possui grande peso sobre a formação dos filhos: “Outros pais têm dupla personalidade. Fora de casa, são uma coisa; dentro, outra totalmente diferente. Na casa do Senhor, aparentam ser santos, amorosos,

prestativos e bons cristãos. Mas, quando estão sozinhos com os filhos em casa, esquecem todos os princípios da Palavra de Deus. Mentem, tiram vantagens dos outros, compram e não pagam”, observa. O pastor afirma que “ninguém quer ter trabalho com nada”, e por isso, atualmente a educação tem sido baseada na praticidade: “Colocar um filho no mundo é fácil, mas educá-lo requer muita dedicação; é desgastante e demanda tempo, paciência, autocontrole e autocrítica por parte dos pais”, escreveu o pastor.

Silas Malafaia, que é psicólogo, afirma ser provável que os filhos sejam o que os pais forem: “A tarefa primordial de formar caráter e afetividade é da família, e não dessas instituições. Professores não substituem pai e mãe! [...] O maior legado que os pais deixam para os filhos é o exemplo. Os pais têm um papel fundamental na formação e educação dos filhos, fornecendolhes um modelo. Se este modelo for ruim, será mais difícil para o jovem desenvolver outro padrão de comportamento, pois introjetou um padrão errado”.

“Todos contra a pedofilia”: Fernanda Brum, André Valadão, Rodolfo Abrantes e outros artistas gospel se unem no combate à pedofilia O dia 18 de maio marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração contra Crianças e Adolescentes. Como parte da mobilização em torno dessa luta está a campanha “Todos contra a pedofilia”, que conta com a participação de grandes nomes da música gospel unidos contra o abuso sexual infantil. Rodolfo Abrantes, Fernanda Brum, Juliano Son, Davi Sacer, Judson de Oliveira, Ní-

vea Soares, Ricardo Robortella, André Valadão e Cris Duran são alguns dos nomes que integram a campanha. De acordo com o site da campanha, esses artistas conhecem e apoiar a organizadora do projeto, a organização não governamental Mobilização Mundial, que trabalha com valores cristãos. Dados informados pela campanha mostram que 165 crianças e adolescentes são abusadas por dia no Brasil, o que repre-

senta sete crianças sofrendo abuso a cada hora. Segundo a UNICEF 250 mil crianças são prostituídas no território brasileiro. O Brasil é também classificado, pela Polícia Federal como o país com maior venda de imagens de abuso infantil, na internet. Por mais terríveis que sejam esses dados, eles são reais. Isso acontece nos nossos dias e por essa realidade não podemos ignorar e fingir que não existe. Precisamos conhecer a re-

alidade dos fatos e procurarmos entender como cada um de nós pode fazer a diferença! Não podemos cruzar os braços diante desta realidade! – explica o texto da campanha. A campanha “Todos contra a Pedofilia” é motivada pela Semana Nacional de Combate de Abuso Sexual em Crianças e Adolescentes, que acontece de 13 a 18 de maio no Brasil. A data foi definida pela Lei Federal 9907, em 17 de maio de 2000.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

BRASIL

13

País terá centros de referência para tratar hepatite C com nova terapia

Em cem pessoas que adquiriram a hepatite C, 20 ficam curadas sem qualquer tratamento

Até o fim do primeiro semestre estarão funcionando em todo o país centros de referência para tratar a hepatite C com três medicamentos, conforme determinação do Ministério da Saúde. Segundo a médica Cristiane Vilella, responsável pelo atendimento a pacientes com a doença no Hospital da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundão, na zona norte, inicialmente esses centros serão responsáveis pelo tratamento de pacientes com fibrose avançada, ou seja, aqueles que têm a do-

ença em estágio mais grave. "Antes, tínhamos o tratamento com terapia dupla, que ainda continua. Muitos pacientes não precisam do tratamento novo". A médica explicou que os pacientes que têm os tipos 2 e 3 do vírus C não pode usar, já que os novos remédios se destinam exclusivamente aos portadores do vírus tipo 1. "Os outros continuam a ser tratados com a terapia dupla". Os novos centros funcionarão em hospitais universitários e em unidades do SUS. Segundo a médica, é possível que a curto e

médio prazos outros centros sejam incluídos nesta lista, porque há muitos pacientes aguardando tratamento. "Inicialmente, como sabemos que o tratamento está associado a muitos efeitos colaterais e é novo, pacientes como, por exemplo, os [que têm] cirrose hepática que possam descompensar, precisam ser atendidos em hospitais de referência que tenham médicos capacitados", disse. Os dez centros no estado do Rio de Janeiro vão funcionar em hospitais universitários, na capital e em Niterói, e nos hospitais dos Servidores,

da Lagoa, de Bonsucesso e na Santa Casa de Misericórdia. Segundo a médica, estes locais são grandes centros que já tratam os pacientes com hepatite C há mais de dez, 20 anos. Os pacientes de São Paulo poderão tratar a doença em 24 centros de referência. Para o infectologista Paulo Abrão, responsável pelo Ambulatório de Hepatites Virais e Infectologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o Brasil tem uma rede de tratamento de hepatite C que precisa ser melhorada nos moldes do que aconteceu com o tratamento da aids, que no início era complicado e depois teve a rede estruturada progressivamente. "Acho que o que está acontecendo agora é uma ampliação e uma estruturação melhor desta rede e isso tem que continuar, por que o número de pacientes é muito grande e precisamos de mais centros do que esses que vão começar. Esta é uma oportunidade de

ampliar e organizar melhor a rede com a nova medicação, para acolher os pacientes que precisam, da mesma forma como foi feito com o [tratamento do] HIV nos últimos 20 anos". Os centros terão uma equipe multidisciplinar com médicos, enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas e psicólogos, seguindo orientação do Ministério da Saúde. Como serão instalados em locais com pacientes em tratamento há até 20 anos, cada hospital já tem um número de pessoas sendo atendidas e que estão sendo selecionadas. "Em princípio, esses pacientes serão aqueles que iniciarão o tratamento", disse Cristiane Vilella. Ela explicou que à medida que os médicos identifiquem outros pacientes que necessitem do tratamento, podem entrar em contato com um dos centros para dar referência desse paciente. Segundo a médica, a cura da hepatite C sempre foi possível. Ela explicou que algu-

mas pessoas até conseguiram se curar sem qualquer tratamento porque a doença não progrediu, mas é um número reduzido. "Isso é a minoria. Em cem pessoas que adquiriram a hepatite C, 20 ficam curadas sem qualquer tratamento. As outras, nem todas precisam tratar, porque a doença não progride. Na verdade quem precisa tratar são pessoas com a doença mais avançada. A cura nesse grupo de pacientes ainda não é total". A médica disse que as novas drogas permitirão um aumento significativo da possibilidade de cura. Ela esclareceu que, o grande benefício dessas novas drogas ainda não é encurtar o tratamento. "O grande benefício é aumentar a chance de cura". Segundo Cristiane, alguns medicamentos que começaram a ser usados no exterior e ainda não chegaram ao Brasil começam a ser autorizados para tratamentos que permitem uma redução importante no tempo de tratamento.

Mulheres engrossam a lista entre os candidatos de concursos públicos As mulheres buscam, cada vez mais, uma carreira profissional. Independência financeira, qualidade de vida, construção de patrimônio são preocupações que fazem parte do cotidiano delas. Nos concursos públicos elas já são maioria. De acordo com pesquisa publicada pela Rota dos Concursos, 54% dos candidatos em concursos públicos são do sexo feminino. Segundo Henrique Guimarães, coordenador da pesquisa, as mulheres

se preocupam mais com a estabilidade no emprego e com a segurança financeira. “Isso fica muito mais aparente quando elas decidem ser mães. Dão prioridade à família, escolhendo um emprego de meio período”, afirma Guimarães. O levantamento também mostra que as mulheres buscam uma vaga no setor público por considerarem as disputas por postos e salários com os homens mais equilibradas do que no setor privado, onde eles

ainda têm melhores rendimentos, assim como menor carga horária e normas de política interna, que podem ser entrave na conciliação entra a vida profissional e a pessoal. Nível médio Garantias de estabilidade e jornada de trabalho menos extenuante em relação ao setor privado motivaram a estudante Renata Vieira a se dedicar integralmente a uma vaga, para nível médio, em uma instituição pública.

“Há oito anos faço concursos e vou continuar até ser aprovada. Já passei em alguns, mas não cheguei a ser chamada. Dou preferência para cargos administrativos e também para segurança pública. Trabalhar em um escritório ou ser policial seria interessante”, explica Renata, que não encontra boas ofertas no setor privado. Dedicação Com oito anos de experiência em processos seletivos e mais de 20 exames, Renata ga-

rante que não há outro caminho a não ser a dedicação total. “Algumas matérias sempre são as mesmas, mas mesmo assim exigem muito preparo. Mas as específicas

são sempre as mais complicadas”, orienta. A pesquisa mostra que 36% das pessoas estudam de nove meses a um ano para entrar na vida pública.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

INTERNACIONAL

14

Mais de mil morreram em Bangladesh, buscas por corpos foram encerradas Em 24 de abril, um prédio industrial desabou na cidade de Daca; autoridades terminaram oficialmente as buscas Quase três semanas após o desabamento de um prédio industrial em Bangladesh, as buscas por mortos foram encerradas oficialmente nesta segundafeira (13). O número total de mortes foi estipulado em 1.127. O Exército transferiu a gerência do local para funcionários civis depois de passar um dia todo sem encontrar restos mortais desde o dia do colapso, 24 de abril. Surpreendentemente, uma

sobrevivente foi retirada na sexta-feira enquanto os últimos corpos estavam sendo recuperados. Tratores e outros veículos foram removidos do local da tragédia, que será cercado com varas de bambu. Bandeiras vermelhas foram erigidas ao redor para impedir a entrada. “As equipes de resgate chegaram ao subsolo, onde as chances de encontrar mais corpos são muito baixas”,

O número total de mortes foi estipulado em 1.127

EUA e Coreia do Sul iniciam manobras com navio nuclear A Coreia do Sul e as forças dos Estados Unidos, lideradas pelo porta-aviões de capacidade nuclear ‘USS Nimitz’, iniciaram nesta segunda-feira (13) exercícios navais conjuntos, apesar dos protestos da Coreia do Norte, que considera as manobras uma provocação e um preparativo para a guerra. Os dois dias de exercícios começaram com a saída do ‘Nimitz’,

um dos maiores navios de guerra do mundo, que zarpou do porto sulcoreano de Busan. “As operações incluem operações de voo integradas, eventos de defesa aérea, exercícios de guerra de superfície, manobras navais de precisão e encontros de oficiais”, afirma um comunicado da Marinha americana. O Comitê do Norte para a Reunificação Pacífica da Coreia con-

Porta-aviões americano na Coreia do Sul para treinamento

siderou a chegada da frota americana “uma grave provocação militar”. De acordo com um comunicado divulgado pela agência oficial KCNA, a manobra naval conjunta é uma “chantagem sem sentido que demonstra que a tentativa de invasão atingiu um nível extremamente imprudente.” A península coreana viveu uma escalada de tensão após o lançamento em dezembro de um foguete considerado por Seul e seus aliados como um míssil balístico, seguido de um terceiro teste nuclear em fevereiro e de sanções do Conselho de Segurança da ONU. Pyongyang ameaçou com uma guerra nuclear e chegou a enviar mísseis de alcances variáveis a suas costas.

disse o capitão Tazul Islam. Cerca de 2.500 pessoas foram resgatadas do Rana Plaza, em Savar, um subúrbio comercial da capital Daca após o desabamento de 24 de abril. Muitos dos resgatados sofreram ferimentos graves. O colapso do Plaza Rana chamou a atenção mundial sobre as condições perigosas impostas sobre a poderosa indústria do vestuário de Bangladesh.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

15

BELEZA

Saiba diferenciar ombré hair de mechas californianas Muito procuradas nos salões de beleza e usadas por modelos e atrizes, as mechas ombré hair e californianas podem ser aplicadas em todos os tipos de cabelo e causam um efeito atraente ao visual. Os dois recursos são ideais para quem quer repaginar o look sem mudar totalmente a cor. A hairstylist Vanessa Matias, do LS Studio Cabeleireiros, em São

Paulo, afirma que as duas opções iluminam o rosto e ao mesmo tempo rejuvenescem. Para não errar na escolha, saiba a diferença entre elas e escolha entre essas tendências. Ombré hair: indicado para cabelos loiros e castanhos, a mecha é feita no comprimento, a partir de sete dedos abaixo da raiz em direção às pontas. Vanessa Matias lembra que podem ser usados dois tipos de tons

(quente e frio) para fazer as mechas. O importante, segundo a profissional, é concentrar a mecha de cor mais forte nas pontas, contrastando com o restante do cabelo. Californianas: a técnica da mecha é feita apenas nas pontas, cerca de cinco dedos. Vanessa Matias explica que tons quentes e frios, como o champanhe e o loiro costumam ser bastante requisitados, mas

opções em castanho e ferrugem têm ganhado espaço nos salões. Entre as beldades que usam o ombré hair estão a apresentadora Fernanda Lima e as atrizes Bruna Marquezine, Cleo Pires e Giovanna Antonelli. Já no time das adeptas às mechas californianas figuram as tops Gisele Bündchen e Alessandra Ambrósio e a atriz Monique Alfradique.

Estudo diz que cabelos brancos podem ser evitados

Pela primeira vez cientistas se dedicam a encontrar uma maneira de reverter o branqueamento capilar

Suas visitas ao cabelereiro para tingir os cabelos e cobrir os fios brancos podem estar com os dias contados. Isso porque uma equipe de pesquisadores da Holanda, Alemanha e Reino Unido vem estudando uma forma de reverter o envelhecimento capilar. Segundo a pesquisa, publicada pelo Fabesb Journal (publicação da Federação das Sociedades Americanas para Biologia

Experimental) e divulgada pelo jornal Daily Mail, aqueles que ficam grisalhos desenvolvem um "enorme estresse oxidativo epidérmico", através do acúmulo de peróxido de hidrogênio no folículo piloso, fazendo com que perca sua cor de dentro para fora. E esse processo de branqueamento ou envelhecimento pode ser curado, de acordo com os cientistas. O tratamento

descrito como tópico utiliza um ativador de luz solar que seria capaz de interromper esse processo. "Por gerações, inúmeras soluções têm sido apresentadas para esconder os cabelos grisalhos. Mas agora, pela primeira vez, um tratamento real está sendo desenvolvido para resolver a raiz do problema", defendeu o médico Gerald Weissmann, editor chefe do Faseb Journal. O estudo também mostra que o mesmo funciona para o tratamento de vitiligo, doença que provoca despigmentação de áreas da pele. "Apesar de ser um problema tecnicamente apenas estético, essa condição pode ter graves efeitos sociais e emocionais nas pessoas. Desenvolver um tratamento eficaz para essa doença pode melhorar radi-

calmente a vida de muitas pessoas", afirmou Gerald. Para o estudo, os pesquisadores acompanharam mais de dois mil pacientes com vitiligo. Após o tratamento, o pigmento da pele e dos cílios dos voluntários voltaram. "Até o momento, está fora de dúvida que a perda repentina hereditária de cor na pele e no cabelo pode afetar um indivíduo de diversas maneiras fundamentais", garantiu Karin Schallreuter, autora do estudo do Instituto de Distúrbios de Pigmentação da Holanda. A especialista relatou ainda que houve uma melhoria na qualidade de vida dos pacientes após a repigmentação total e até parcial. Apesar dos avanços, ainda não há previsão de quando o tratamento estará disponível.

Gisele Bündchen recorre às mechas californianas para clarear as pontas

Bruna Marquezine fez mechas ombré hair para interpretar Lurdinha, em Salve Jorge

Segredo para ter fios com brilho é usar água fria na lavagem A água fria mantém os fios brilhosos e é o segredo para deixar o cabelo iluminado por um longo período. Ao contrário do calor em excesso, as temperaturas baixas fazem bem aos fios. A médica e dermatologista Carla Bortoloto explica que a higiene capilar realizada com água fria só faz bem. De acordo com a profissional, todo procedimento repetido sem moderação, que envolva temperatura alta, seja de equipamentos ou água, acelera os danos à cutícula do fio, deixando-o com o aspecto danificado, por isso a água fria é um recurso de apoio. Embora a solução em baixa temperatura seja uma aliada, Carla

recomenda lavar a cabeça em dias intercalados. “O adequado é descansar o cabelo”, ensina. Brilho duradouro Para manter os fios brilhosos por um período mais longo, a médica e dermatologista recomenda evitar artifícios que gerem opacidade, como o uso de secadores em temperatura alta e a piastra (chapinha) na cabeleira molhada.“O correto é retirar todo o excesso de umidade e, com os cabelos já secos, fazer a modelagem dos fios com a escova ou até mesmo com a piastra ou modelador de cachos”, diz. Outra dica é não abusar de finalizadores, produtos que usados em excesso interferem no brilho da cabeleira.


GAZETA DE VARGINHA, 14/05/2013

16

ESPORTE

Atlético-MG atropela o Cruzeiro e coloca uma mão na taça do Mineiro Retrospectos indicavam um jogo equilibrado, mas não foi o que aconteceu, e o Galo venceu fácil por 3 a 0 Um estava invicto no Independência havia 33 jogos. O outro mantinha a sua invencibilidade na temporada, com 14 vitórias e um empate. Os retrospectos indicavam um jogo equilibrado, repleto de grandes lances e gols para os dois lados, mas não foi o que aconteceu. A primeira partida da decisão do Campeonato Mineiro, neste domingo, teve o Atlético-MG dominando o Cruzeiro e vencendo por 3 a 0 - placar que poderia ser ainda maior, dadas as chances incríveis perdidas. Após a vitória sobre o São Paulo por 4 a 1, pela Taça Libertadores, o Galo ratificou a grande fase vivida na temporada e não tomou conhecimento do adversário. Jô, no primeiro tempo, e Tardelli e Marcos Rocha, no segundo, marcaram os gols da vitória. O Cruzeiro teve Bruno Rodrigo expulso e atuou quase todo o segundo tempo com um jogador a menos. O Atlético-MG poderá até perder por dois gols de diferença na segunda partida e ainda assim garantirá o título mineiro, o segundo consecutivo. As equipes voltarão a se encontrar no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Mineirão. A torcida do Cruzeiro será maioria no estádio, com direito a 90% dos ingressos. Aos torcedores do Galo restarão 10%. Ronaldinho Gaúcho,

mais uma vez, comandou o Galo. Antes do jogo, esteve com a mãe, Dona Miguelina, e, assim que o juiz apitou o início da partida, com passes precisos, colocou os companheiros na cara do gol e se tornou o pesadelo dos zagueiros celestes. Os dois primeiros gols partiram dos pés dele. A torcida atleticana, em grande maioria no estádio, já que apenas 10% dos ingressos foram destinados aos cruzeirenses, vibrou muito, empurrou o time e soltou o grito de “é campeão”. O público foi de 19.442 pagantes, com R$ 704.210 de renda. - Temos que continuar respeitando o adversário. Mas melhoramos. Não fizemos como na Libertadores, quando deixamos para o segundo jogo. Estou muito feliz pela atuação da equipe e pela minha própria atuação - afirmou Ronaldinho. A arbitragem foi um capítulo à parte. Os atleticanos reclamaram muito de Luiz Flávio Oliveira, que não teria marcado três pênaltis para o Galo, no primeiro tempo. No segundo, expulsou Bruno Rodrigo, aos oito minutos. Com cãimbras, na segunda etapa, teve que deixar o campo e foi substituído por Pablo Santos, que conduziu a partida nos últimos 15 minutos. Ficou barato Mesmo no Independência, o Cruzeiro começou

Atacantes Jô e Tardelli comemoram gol sobre o Cruzeiro

melhor e pressionou bastante. Porém, foi uma falsa impressão, por apenas cinco minutos. A partir daí, só deu Atlético-MG. O time passou a se impor, criou inúmeras chances e somente não goleou por falhas nas finalizações. Foram pelo menos seis oportunidades claríssimas de marcar. Fábio, feito um louco, cobrava mais empenho da defesa cruzeirense, completamente perdida em campo. Ronaldinho, com extrema liberdade, conduzia o Atlético-MG sobre o rival. O primeiro gol do Galo saiu aos 14 minutos. Everton, pela esquerda, tinha a bola dominada, mas bobeou e perdeu-a para Marcos Rocha. Com a defesa desarrumada, o AtléticoMG aproveitou. O lateral tocou para Ronaldinho,

que, de primeira, encontrou Jô dentro da área. O atacante dominou com a direita e tocou com a esquerda, para o fundo das redes de Fábio. Os atleticanos ainda reclamaram de três penalidades não marcadas pelo árbitro Luiz Flávio Oliveira. Em pelo menos dois lances, tinham razão. No primeiro, Ronaldinho foi agarrado por Ceará, mas levou vantagem e finalizou. No segundo, Bruno Rodrigo segurou a camisa de Réver, em uma cobrança de escanteio. Título garantido? Insatisfeito, Marcelo Oliveira fez duas alterações no intervalo. Punidos com cartões amarelos, Everton e Éverton Ribeiro deixaram o campo, para a entrada de

Egídio e Ricardo Goulart. A intenção também era corrigir os problemas do primeiro tempo, já que os dois foram muito mal. O Cruzeiro até tentou, mas o Galo continuava melhor. Aos oito minutos, em um contra-ataque puxado pelo goleiro Victor, Ronaldinho Gaúcho dominou de costas para o gol, girou sobre Bruno Rodrigo e foi derrubado. O zagueiro, que já

havia sido advertido no primeiro tempo, foi expulso. O treinador celeste tirou Dagoberto para a entrada de Paulão, que recompôs a zaga. Mesmo em inferioridade, o Cruzeiro assustou. Aos 14 minutos, Diego Souza, da intermediária, soltou uma bomba. A bola explodiu na trave esquerda de Victor, que já estava batido. Mas foi um lance isolado. O Galo continuou soberano em campo e mais próximo do seu segundo gol. E ele veio aos 26 minutos. Ronaldinho Gaúcho, de novo, pela direita, cruzou para a área do Cruzeiro. Jô ganhou a disputa com Paulão, e a bola sobrou para Diego Tardelli, que concluiu: 2 a 0. Aos 33 minutos, o Galo chegou ao terceiro. Tardelli cobrou da direita, Jô cabeceou na trave, e, no rebote, Marcos Rocha - o mesmo que havia feito um gol contra na estreia das duas equipes na temporada - estufou novamente as redes celestes.


Gazeta de Varginha - 14/05/2013