Issuu on Google+

Crateús-Ce. Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012 - Ano XV - No 352 - R$ 2,50 Acesse nosso site: www.gazetacrateus.com.br | E-mail: gazetaco@yahoo.com.br

Estação ferroviária) 100 anos e um marco do progresso

Ato público comemorou os 100 anos da inauguração da Estação Ferroviária de Crateús, marco histórico do progresso do município. Página 04

AO POVO DE CRATEÚS

Desejo que neste Natal, a luz que guia o mundo possa também clarear os sonhos de todos os crateuenses, e que a proteção divina nos ampare nessa nova caminhada, abrindo-nos um caminho semeado de flores e frutos, onde cada um de nós possa plantar as sementes do amor e da vida, do progresso e do desenvolvimento, com paz e alegria, coragem e determinação. Que o Ano Novo que se avizinha, propicie a todos nós a realização de nossos anseios, e que a paz, a concórdia, a alegria, a saúde e o trabalho sejam para todos nós um projeto de vida para 2013.

40° BI tem novo comandante Ten. cel. Francisco Wagner Neres Freitas substituiu o cel. José Eduardo de Andrade no comando do 40º Batalhão de Infantaria, no último dia 19. Página 05

Nesta edição

No momento em que o STF dá mostras da afirmação de nossa Justiça, condenando, mandando para a cadeia e decidindo pela perda de mandatos de deputados implicados no caso do Mensalão, o Congresso Nacional, através de uma Comissão Especial, pretende proibir que promotores e procuradores realizem investigações de crimes praticados por figurões como presidente, ministros, governadores, senadores, deputados, prefeitos, etc... Leia artigo de Rangel Cavalcante Presente de Natal, na página 11

Luiz Gonzaga ) Um santo da música

O Brasil inteiro reverenciou Luiz Gonzaga na data de seu primeiro centenário de Nascimento, no último dia 13 de dezembro. Mais que um sanfoneiro, um gênio, cantor, compositor, arranjador, intérprete, homemshow, ídolo do povo, Rei do Baião, maior artista brasileiro e talvez do mundo, e o Pernambucano do Século XX, ele se tornou o Santo da música brasileira e nordestina e o retrato do Nordeste estampado nas canções que cantou interpretando a alma do seu povo. O Nordeste, agora, tem dois Santos, nascidos pertinho um do outro, lá onde o Ceará se encontra com Pernambuco: Padre Cícero, no Juazeiro, e Luiz Gonzaga no Exu. Padre Cícero aponta-nos os caminhos da Fé pela oração; Luiz Gonzaga, com a alegria da sua voz e o som da sua sanfona, pavimenta este caminho com a reza de suas toadas e os ritmos do xote e do baião.

Prece de Natal

Que neste Natal, eu possa lembrar dos que vivem em guerra, e fazer por eles uma prece de paz. Que eu possa lembrar dos que odeiam, e fazer por eles uma prece de amor. Que eu possa perdoar a todos que me magoaram, e fazer por eles uma prece de perdão. Que eu lembre dos desesperados, e faça por eles uma prece de esperança. Que eu esqueça as tristezas do ano que termina, e faça uma prece de alegria. Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor, e faça por ele uma prece de fé. Obrigado Senhor Por ter alimento, quando tantos passam o ano com fome. Por ter saúde, quando tantos sofrem neste momento. Por ter um lar, quando tantos dormem nas ruas. Por ser feliz, quando tantos choram na solidão. Por ter amor, quando tantos vivem no ódio. Pela minha paz, quando tantos vivem o horror da guerra. Autor desconhecido


www.gazetacrateus.com.br Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Página - 2

EDITORIAL O legado de Oscar Niemeyer Pouquíssimos brasileiros tiveram fama internacional comparável à do arquiteto Oscar Niemeyer. Projetista dos prédios públicos de Brasília, ao lado de Lúcio Costa, e autor de obras em várias partes do mundo, Niemeyer marcou sua presença na arquitetura do século XX graças a um estilo próprio, feito de elegância, arrojo, amplos espaços e leveza. Não se esquivou de relacionar seu estilo com a natureza de seu país – as montanhas do Rio de Janeiro e as “curvas da mulher amada” como as principais fontes de inspiração. Ao lado do então prefeito de Minas Gerais, Juscelino Kubitschek, surpreendeu a todos com seu traço criativo

nos prédios do Conjunto da Pampulha e da Igreja de São Francisco. Quando o prefeito tornou-se Presidente, Niemeyer deu forma a Brasília tornando realidade um sonho de modernidade decantado com seus traços e curvas, que seria a maior das aspirações nacionais, ao menos até a ruptura de 1964. Era um projeto desenvolvimentista, transfigurado no gesto aéreo e largo de quem domina o horizonte e o liberta para o advento do futuro, manchado depois, de forma traumática, com o autoritarismo turbulento nos meados do século passado. Vencendo o duro centralismo militar, Niemeyer sobreviveu aos percalços da política, sempre igual a

CRÔNICA Jose Maria Bonfim de Moraes

A minha Praça da Estação

si próprio. A beleza de suas obras, embora contrastando com os fins igualitários de sua crença comunista, inspirava um país bem menos simples e transparente. Aos quase 105 anos, foi-se o maior arquiteto brasileiro de sua era. Segundo Darcy Ribeiro, este gênio será o único brasileiro a ser lembrado daqui a mil anos. Inventou em traços curvilíneos obras monumentais, dentro e fora do Brasil. Compôs sua arte sobre uma nação que se urbaniza e se industrializa veloz. Valeu-se de sua técnica peculiar para fincar no solo o seu legado, o legado de seu tempo, per saecula saeculorum.

Era meu império... meu mundo... meu sonho... minha vida. Alucinado por ela, suplicava para nunca dela me ir... Era a minha pátria ...era a minha nação... tinha limites... tinha fronteiras...tinha habitantes e todos amados. Nós sabíamos de cor seus habitantes... uma verdadeira pátria. Simples como seus habitantes que no fim de tarde se sentavam nas calçadas... a falar de magias... e de saudades. Minha agora era nua. Os bancos somente na imaginação. Sem arvores, somente chão batido, era a minha praça. Mas tinha poesia, tinha encanto, tinha sentimento... parecia rezar em um silencio de ternura e paz... Praça rústica, rude, mas era a nossa praça... e começou a morrer quando mudaram as suas feições originais. As suas luzes eram tão fracas que às vezes se confundiam com as estrelas... Em noite de lua, a praça parecia se vestir de um branco de noiva casando com a nossa virgindade de criança...

Boas Festas

Que o espírito natalino traga para todos crateuenses dias repletos de realizações, sucesso e felicidade, renovando as esperanças e sonhos. Em 2012, conseguimos destinar muitos recursos para o nosso Crateús, assim, para 2013, reafirmo meu compromisso de continuar lutando pelo desenvolvimento e justiça social para o município. Um abraço, Gorete Pereira - Deputada Federal

A noite se fazia diáfana e telúrica e os gritos das crianças pareciam pequenos trovadores e seresteiros... Era a alma da cidade... era hospitaleira... abraçava gente de todas as partes de Crateús. Pela manha era um intenso movimento dos que iam para a missa, para a escola ou para o trabalho. Ao meio dia, pino do sol, um intenso silencio se debruçava sobre a praça... todos dormiam ... era a sesta... Mas no descambar do sol quando os chilros das andorinhas se confundiam com a ave-maria da radiadora, quando Gounod se estendia sobre todos nós, a praça era solene... um cerimonioso silencio se estendia sobre a querida ânfora onde guardo todas as minhas saudades, alegrias e lembranças da minha infância. Ânfora das nossas recordações, dos nossos sentimentos e esperanças, ganharás espaço eternamente na praça do meu coração. Estarás conosco nas nossas lembranças, cálice onde sorvo todos os meus encantamentos daquela

Dr. André Landim

Drª. Maria de Jesus Soares

Doenças da Pele e Alegria

Ginecologia e Obstetrícia

Dr. Gustavo Henrique Bezerra

Dr. Waetan

Otorrinolaringologia - Videolaringoscopia

Ultrassonografia

Dr. Kevin Carneiro

Dr. Gerardo Jr

Bioquímico

Dr. Nenzé Bezerra

Urologia e Cirurgia Laparoscópica

fase tão feliz, âmbula onde guardarei para sempre todas as minhas saudades e alegrias. E no entardecer da minha vida, quanta saudade dobra-se em mim eternamente. Ao te recordar, chove em mim toda esta primavera da vida passeando no solo sagrado da minha mente... Eternecida praça... definidamente plantada no meu peito... acalanto do meu envelhecer... Minha doce praça que se foi nesta tristeza das ave-marias como uma flor debruçada no chão. E a ti trago os ramalhetes de amores e de saudades ao cantar esta saudade eterna de ti... Serás meu astro, meu símbolo, minha luz, meu encanto, o altar da minha infância, a estrela vésper do meu anoitecer. Guardarei em mim esta lembrança inscrita no meu coração, minha infinita Praça da Estação. O trem da minha vida que ainda não chegou... o tango que ainda não me sepultou na minha saudade. Que saudade!

Ortopedia e Traumatologia

Drª. Déborath Lúcia de O. Diniz

Neurologista - CRM 5041 - E-mail: deborath@gmail.com

Drª. Christianne Taumaturgo D. Soares Endocrinologia

Dr. Paulo Nazareno

Endoscopia e Cirurgia Laparoscópica

Rua Cel. Lúcio, 221 - Centro - TeleFax: (88) 3691.1476 - Crateús-Ce

Projeto Gráfico e Diagramação: Fabrício Pereira fabriciopereiramkt@gmail.com Coordenação e Digitação: Miliane Silva

Assessor para assuntos especiais: Francisco Oton Falcão Jucá Tel.: (85) 3254.5353 / (85)99812637 Fax: (85) 3254.8000

M. Duarte da Silva CNPJ: 06.327.640/0001-97 Rua Cel. Lúcio, 503 - CEP 63700-000, Crateús-Ce - Fone/Fax: (088) 3692.3810

Conselho Editorial: Eduardo Aragão Albuquerque Jr. José Bonfim de Almeida Júnior Sebastião Cesar Aguiar Vale

Importante: As opiniões assinadas não refletem obrigatoriamente o pensamento do jornal.

Sebastião César Aguiar Vale Editor-Geral e jornalista responsável Mat. nº: 01227JP - CE FENAJ rasecvale@yahoo.com.br

Assessoria Jurídica: Dr. José de Almeida Bonfim Júnior, OAB 15545 CE

Assinaturas ou renovações: Através do E-mail: gazetaco@ yahoo.com.br ou pelo telefone (88)

Fundada em 30 de maio de 1997

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

3692.3810. Assinante de qualquer localidade enviar comprovante de depósito bancário por fax ou e-mail: Bradesco M. Duarte da Silva - ME Agência: 997-0 - Conta: 16165-9

Tiragem por edição: 2.000 exemplares. Crateús: Assinatura anual R$ 70,00 Outras localiadades Assinatura anual R$ 120,00

Banco do Brasil M. Duarte da Silva - ME Agência: 0237-2 - Conta: 28.765-2 Impressão: Gráfica e Editora Premius

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


GAZETA DO CENTRO-OESTE Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Página - 3

política Crônica da Cidade

Observatório

www.juniorbonfim.blogspot.com

O Natal e a energia da cidade

A cidade, soma de humanos, extensão de cada um de nós, possui uma volúpia sentimental, um vulcão de desejos, uma carga de energia. Assim como cada um de nós é notado pelos outros quando olvidamos de zelar o nosso corpo e cuidar da alma ou vice versa, igual avaliação crítica recai sobre a urbe. A ética carrega em sua essência uma variável estética. Cuidar de si mesmo de forma agradável e prazerosa, cultuar o belo em suas dimensões externa e interna (estética) é também uma forma de bem querer ao outro, um modo de respeito ao próximo (ética). Compreender essa dimensão da realidade é essencial para realizarmos a recepção da energia vital, capaz de alterar para melhor o estado em que estamos. O período natalino é uma dessas épocas em que ficamos mais receptivos aos influxos energéticos externos. Segundo Graziella Marraccini, em 25 de Dezembro o mundo católico e cristão festeja o Santo Natal. Mesmo que não sejamos católicos e que não cultuemos o nascimento de Jesus, podemos sentir como a energia desta data acaba contagiando a todos nós como uma onda de renovação e esperança, que melhora nosso humor e contagia nossos relacionamentos pessoais e sociais. O Natal coincide com o Solstício de Verão no nosso hemisfério. O Solstício acontece em 21 de Dezembro às 09h03min e o Sol ingressa no signo de Capricórnio, em conjunção exata com Plutão! A mudança de paradigma está chegando, não é possível recuar mais! O Sol che-

ga ao máximo de sua inclinação no Hemisfério Sul (a 23°45 tocando o Trópico de Capricórnio) e marca para nós o Solstício de Verão. Sol-stício quer dizer Sol estacionado: na verdade, o Sol ‘parece estacionar’ por algum tempo no nosso hemisfério nos oferecendo o máximo de calor. Do mesmo modo ele marca o início do Solstício de Inverno no hemisfério norte. Os povos antigos daquele hemisfério costumavam marcar esta data com rituais destinados a pedir aos céus a volta da energia solar que se afastava com o longo inverno que iniciava. Eram feitos cerimoniais em todos os ritos, com cantos e implorações, cerimônias de acasalamento para simbolizar a fertilização da terra. Os homens, em sintonia com os céus, pediam aos deuses que não deixassem a Terra perecer sob o frio inverno e que enviasse novamente o Sol para renovar a vida que logo iria ressurgir sob a dura camada de neve. A Igreja católica aproveitou esses festejos pagãos para incorporá-los em sua liturgia, e fez de maneira que o Natal coincidisse com o nascimento de Jesus. Assim os festejos do período natalino estão a indicar que, no momento em que a vida parece morta, a Terra torna-se gélida e fria e as árvores estão sem frutos, devemos manter a esperança do retorno da Luz, elevando nossas preces aos céus para pedir uma renovação da energia vital. Nossas rezas e rituais se parecem com os rituais antigos e também indicam a renovação de vida. Desta maneira, nos sintonizando com a energia solar, podemos renovar nossas esperanças e fazer com que nossos pedidos

Júnior Bonfim | juniorbonfim@msn.com

subam aos céus com uma energia especial, intensa, sincera, universal. As pessoas e o seu coletivo, que são as cidades, carecem dessa sintonia renovadora. Albert Einstein conta uma experiência interessante que serve para esse momento. Estava num jardim e dois meninos brincavam. Num dado momento, um deles foi até uma fogueira quase extinta e com dois pauzinhos pegou uma brasa ainda incandescente e falou para o outro: quero que você carregue essa brasa, para outro lugar. O outro menino observou e ficou pensando. Einstein, observador, também ficou olhando e esperando o que o menino faria diante daquela situação que se apresentava como uma possibilidade de dor, de sofrimento. Eram amigos e seria difícil dizer não a uma pessoa querida. Então, para surpresa do cientista, o outro menino pegou na fogueira um pouco de cinza já fresquinha, colocou uma quantidade na palma da mão e disse carinhosamente ao amigo: vamos, coloque a brasa aqui em minha mão. E seguiram os dois pelo caminho. A brasa, protegida pela cinza, não queimava a mão do amigo. É isso: talvez a gente esteja necessitando dessa inteligência e amizade, para poder nos proteger da agudeza da vida. Mesmo nos momentos mais conturbados, haverá sempre na fogueira de nossas dores e angústias um pouco de cinza fresca. Colocada em nossa alma, nos permitirá carregar nossos sonhos e projetos sem sofrimento. E o Natal pode ser essa oportunidade!

“Comparo o julgamento do mensalão à Inquisição. E a sentença que me impôs dez anos de prisão, é uma mancha histórica do STF” José Dirceu, ao discursar perante militantes do PT, em Curitiba, que promoveram um ato de desagravo por sua condenação.

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

No início da década passada, Paulo Nazareno era Prefeito de Crateús e surfava sobre as ondas de uma enorme popularidade. Reeleito com folga, confortado pelo apoio de dois terços dos Vereadores, resolveu colocar o dedo na eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal. Convidou os integrantes da sua base de sustentação para um convescote. Ouviu a opinião de cada um, mas já tinha a sua própria, ou seja, um nome previamente definido. Convocou a imprensa para uma coletiva e fez o anúncio formal do seu candidato a Presidente: Adairton Carvalho. Ato contínuo, e sem alarde, um grupo da própria base resolveu abrir uma dissidência. A insatisfação era muito mais com a forma como o processo houvera se desenrolado do que mesmo com o seu desfecho. Poucos dias antes da eleição, já dispondo de maioria, o grupo se ausentou da cidade e só reapareceu na hora de votar. Resultado: o Prefeito perdeu!

REPLAY Alguns pares de anos depois foi ensaiada uma repetição da cena: o edil Adairton é indicado à Presidência da Câmara. Mudou o Prefeito. O Vereador é rigorosamente o mesmo. Permanece inalterado o cerne das relações entre Executivo e Legislativo: na contramão das aparências, os Vereadores temperam os alimentos com a pimenta da esperteza. O mais ingênuo ingere uma sardinha sem abrir a lata. Portanto, todo cuidado é pouco. Surpresas poderão ocorrer.

DESEJO Quem dera o ano de 2013 se descortinasse sob o influxo de novas energias e o Legislativo revolucionasse sua pauta. Caixa de ressonância da sociedade, a Câmara bem que poderia liderar um movimento de congregação das inteligências da cidade visando à construção de caminhos e soluções para os nossos mais graves desafios. Está na hora de se inaugu-

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

rar um rumo propositivo para a busca de uma cidade ecologicamente saudável, culturalmente avançada, economicamente equilibrada, convivencialmente pacífica, politicamente justa. A Câmara de Fortaleza, durante a gestão ex-Presidente Salmito Filho, arregimentou as principais forças vivas da sociedade fortalezense para estudar os grandes problemas da Capital e alinhavar soluções. Daí nasceu, dentre outros Programas, a Sala do Empreendedor, o Câmara Móvel, o Câmara Ambiental e o Câmara Cultural. Na gestão atual, do Presidente Acrisio Sena, esse trabalhou continuou e foi fortalecido com o apoio enfático às ações culturais. A Câmara de Crateús bem que poderia seguir essa trilha, mobilizando escolas, sindicatos, igrejas, empresários, artistas e líderes de uma maneira geral.

POINT Nos últimos meses vários empreendimentos comerciais foram abertos em Crateús. Há um, em especial, que desperta a atenção por priorizar um filão ainda pouco explorado: a cultura. Trata-se do Armarinho Literário, idealizado pela professora e escritora Ana Cristina, que aproveitou a esteira de tradição do antigo Armarinho liderado por sua tia Mimosa Vale e ali fez a sua tradução para o tecido das letras. Ler é um dos mais vitaminados alimentos para o espírito. Incentivar a leitura é estimular o engrandecimento pátrio, pois, como ensinou Monteiro Lobato, “um País se faz com homens e livros”. Assim sendo, aplausos à iniciativa!

GONZAGA Outro escritor que também teve um rasgo de iluminação alvissareira foi o Dideus Sales. Num momento em que o País inteiro, merecidamente, explodiu em comemorações alusivas ao centenário do seu maior sanfoneiro, Luiz Gonzaga, o poeta Dideus Sales brinda os fãs do Rei do Baião com um esmerado livro que

prima pela pujante originalidade e delicada beleza: “Luiz Gonzaga - muito além de um sanfoneiro”. Gonzaga foi um sujeito como qualquer um de nós, nascido nesta geografia extraordinária chamada Nordeste. Aprendeu, desde cedo, a respeitar o pai, Januário. Teve o Juazeiro como testemunha do primeiro amor. Viu, na estrada de Canindé, o galo campina que, quando canta, muda de cor. Lamentou a flor que estava aqui e o peixe que é do mar, que a poluição comeu. Alertou ao doutor que uma esmola, para um homem que é são, ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão... O novo livro do Dideus é mais um lírio que brota do seu germinal vale poético.

ALC Na última terça-feira, dia 18 de dezembro, a Academia de Letras de Crateús esteve reunida com o fim de ultimar os preparativos para anfitrionar em grande estilo o Encontro Estadual de Escritores, que ocorrerá em Crateús no início de março de 2013. Dentre outras atividades será realizada uma solenidade de reposição do busto do escritor José Coriolano de Sousa Lima na praça que leva o seu nome, ao lado da Catedral. Esse resgate histórico - idealizado pelos acadêmicos Edmilson Providência, Flávio Machado e Raimundo Cândido – é uma ação das mais louváveis, pois disponibiliza às atuais gerações a memória do mais expressivo poeta que Crateús deu ao mundo.

PARA REFLETIR Há na minha província uma ribeira, Um sertão, onde eu vi a vez primeira Sorrir-me da existência a doce luz: Tem o nome da tribo que o habitava, Quando ao rude tapuia entregue estava, Esse nome, sabei-o, - “Crateús.” (José Coriolano)

[ www.gazetacrateus.com.br ]


www.gazetacrateus.com.br Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Página - 4

cidade Estação ferroviária: 100 anos e um marco do progresso Um ato público foi realizado na manhã do último dia 12/12/12, em frente ao antigo prédio da Estação Ferroviária de Crateús, para marcar o centenário de sua existência e da chegada do trem à nossa cidade comoprimeiro sinal de progresso. Presentes o prefeito municipal Carlos Felipe, que lembrou o antigo comércio que se praticava em função da ferrovia desde a sua chegada à cidade, até a extinção do trem de passageiros. O vice-prefeito Mauro Soareslembrou o papel do trem como a melhor opção de transporte entre Crateús e Fortaleza e o romantismo das viagens feitas pelo trem em suas diferentes etapas. Opresidente da Câmara Municipal, Conegundes Soares, que tem incontáveis membros de sua família ligados à RFFESA, lembrou os tempos áureos e a transformação da RVC em RFFESA, em 1975, e ainda o lamentável acontecimento ocorrido ao tempo da ditadura militar, quando foram presos pelo Exército, considerados subversi-

vos, 11 funcionários da Rede, que reivindicavam aumento salarial, sendo eles: Francisco Colares de Oliveira (FransquimArcelino), Luiz Francelino, Francisco Leitão (Peixinho), Antônio Paulino(Touro Preto), Edmundo Braz, João Branco, Antônio José, José Silva, José Leitão, José Moreira e José Ciriáco.

Antigos ferroviários

Ao evento compareceram alguns dos antigos ferroviários que dedicaram grande parte de suas vidas a serviço da RFFSA, entre eles, Antônio Ferreira da Costa (Antônio Goró) maquinista da RVC, ainda do tempo da locomotiva movida a lenha. Antônio Goró, homem nonagenário e em plena lucidez, relembrou todo o seu cuidadoso trabalho e o zelo que mantinha pela profissão, e o orgulho de nunca ter atropelado um animal na estrada. Luiz Gonzaga do Nascimento (Luiz Quiba) recordou, com orgulho, os 30 anosde sua vida como ferroviário, quando exerceu as

funções de conferente, telegrafista e agente de estação. José Rodrigues (Zequinha) serviu à RFFSA durante 31 anos. Veio a Crateús para assistir à comemoração do centenário da Estação. Foi ele o maquinista que dirigiu o trem, de Sobral a Camocim, na sua última viagem, que ficou conhecida como o “Último Apito”, fato ocorrido ao meio dia do dia 16 de agosto de 1976, quando aquele ramal foi desativado.

HISTÓRICO DA LINHA:

A origem da linha Norte foi o trecho da Estrada de Ferro de Sobral, que ligava Sobral a Ipu (havia o trecho inicial, de Camocim a Sobral, que virou ramal). Em 1909, toda a E. F. de Sobral (Camocim-Ipu) foi juntado com a Estrada de Ferro de Baturité, para se criar a Rede de Viação Cearense (RVC), imediatamente arrendada à South American Railway. Em 1915, a RVC passa à administração federal. A linha da antiga E. F. de Sobral

chega a seu ponto máximo em Oiticica, na divisa com o Piauí, em 1932, dezoito anos antes de Sobral ser unida a Fortaleza pela E. F. de Itapipoca (1950). Esses dois trechos passam então a constituir a linha Norte. Em 1957 passa a ser uma das subsidiárias formadoras da Rede Ferroviária Federal – RFFSA, e em 1975 é absorvida operacionalmente por esta. Em 1996 é arrendada juntamente com a malha ferroviária do Nordeste à Cia. Ferroviária do Nordeste (RFN). Trens de passageiros percorreram a linha Norte até o dia 12 de dezembro de 1988, sobrando depois disso, apenas cargueiros e trens metropolitanos no trecho Fortaleza-Boqueirão.

A ESTAÇÃO

A antiga Piranhas e também Príncipe Imperial, vila fundada ainda no século XVIII por gente que ouviu das andanças do bandeirante de Santana de Parnaíba, na então Capitania de São Paulo, pela região, tornou-se a atual Crateús, em 1889.

Prefeito Carlos Felipe e vice prefeito Mauro Soares com um dos mais antigos maquinistas do Ceará Anotônio Ferreira da Costa (Antônio Goró)

Antingos ferroviários: Tarcísio, Antônio Goró e Luiz Quiba

Vereador Conegundes Soares ao lado de José Rodrigues (Zequinha) maquinista do “último apito” na viagem entre Sobral e Camoncim em 16/08/1976

Locomotiva da RVC, nº 313, trafegou inúmeras vezes por Crateús

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

Já município, torna-se cidade, um título honorífico apenas na Velha República em 1911, um ano antes da chegada dos trilhos. “A construção da estrada de ferro representou na vila municipal um marco de progresso. Partindo de Camocim, a ferrovia atingiu a cidade de Crateús em 1912, inaugurando-se a estação a 12 de dezembro daquele ano. Outras estações construíram-se no município: Poti (1916), Ibiapaba (1918) e Oiticica (1932)”. Com a união desta com a linha vinda de Fortaleza em 1950, passou a ser parte da linha Fortaleza-Crateús. Da estação de Crateús estava prevista sair uma linha de ligação com a estação de Senador Pompeu, na linha Sul, que, embora tenha sido construída até a cidade de Independência nos anos 1950, jamais entrou em operação e teve os trilhos retirados. Mais um dos absurdos que se fez com dinheiro do governo. Hoje a estação de Crateús é uma estação operacional da CFN, atual concessionária da linha.

[ www.gazetacrateus.com.br ]


“O governador Marconi Perillo tinha uma relação íntima, próxima, e o seu governo estava todo comprometido com os negócios do Cachoeira”

Randolphe Rodrigues – Senador (PSOL-RR)

rápida cerimônia de aposição do retrato do ex-comandante José Eduardo de Andrade na galeria dos ex-comandantes do 40º BI, e da outorga do Distintivo de Comando, em ouro, pelo General Gomes de Mattos, bem como de uma formatura da tropa no pátio do quartel. Cumpridas as formalidades do cerimonial, falou o ex-comandante José Eduardo, dirigindo palavras de agradecimentos a todos que com ele colaboraram na missão de comandar o 40º BI. A seguir, o general Gomes de Mattos leu uma

extensa página de elogios ao ex-comandante, na qual foram nominados todos os seus feitos durante a profícua gestão. A sargento Carliane leu o currículo vitae do ten. cel. Wagner Neres. A Passagem de Comando ocorreu logo a seguir. A tropa desfilou em continência ao novo comandante. A extraordinária Banda de Música do 25º BC de Teresina abrilhantou a solenidade. Um coquetel foi oferecido a todos os que compareceram à solenidade militar.

Comandante da 10ª RM, gen. Div. Geraldo Gomes de Mattos ladeado pelo cel. José Eduardo, que deixa o comando do 40º BI e pelo ten. cel. Francisco Wagner Neres Freitas que assume o comando da Organização Militar

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

Página - 5

cidade

40° BI tem novo comandante Com a presença do comandante da 10ª Região Militar, general de Divisão Geraldo Gomes de Mattos Filho, de oficiais de seu staff, militares do 25º BC de Teresina, familiares, autoridades, amigos e convidados, foi procedida, na manhã de quarta-feira, 19/12, a passagem de comando do 40º Batalhão de Infantaria de Crateús, do cel. José Eduardo de Andrade, para o ten. cel. Francisco Wagner Neres Freitas que, anteriormente, exercia suas funções militares no Estado do Amazonas. O evento constou de uma

GAZETA DO CENTRO-OESTE Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

[ Geral ]

Barulho de igreja evangélica perturba vizinhos Chegaram à nossa Redação pessoas queixosas do barulho produzido pela Igreja Evangélica Nova Jerusalém, situada à Rua Júlio Lima, nas proximidades do Terminal Rodoviário de Crateús. As queixas são em função do elevado som da voz dos pregadores e da banda musical da igreja que, durante cinco dias da semana, deixa a vizinhança irritada e sem poder usufruir do sossego público e da paz que são garantidos pela Constituição Federal e pelo Código de Posturas do Município. A vizinhança tem ficado privada até mesmo de usufruir da televisão. Diante das queixas que nos foram apresentadas, dirigimo-nos ao local da ocorrência e, em parte, constatamos que, um dos pregadores exagerava na sua prédica. Havia o som de um teclado e, ao seu lado, uma bateria e uma guitarra que não estavam em uso naquele momento. Podemos constatar que, meia hora antes de nossa presença, uma viatura da Guarda Municipal, atendendo aos reclamos de uma família, havia passado pelo local e ordenado que o som fosse baixado. Durante a nossa estada à porta da igreja, em observação, podemos calcular as

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

dimensões do referido templo e o número de pessoas presentes ao culto na sexta-feira, dia 14 de dezembro. O local onde se realizam os cultos não ultrapassa os 120m² de área; o auditório possui acomodação para 20 pessoas, são 20 cadeiras. Nesse dia, a plateia era composta por 10 pessoas adultas, duas crianças de quatro anos (uma delas muito irritada), por quatro membros da igreja ocupando o palco e, um quinto membro guardando a porta de entrada. Dessa observação, deduzimos que a igreja Nova Jerusalém poderia fazer suas pregações sem a utilização de aparelhos eletrônicos de som, pois, quem fala para 10 pessoas, não necessita de microfone. Abordamos, ao final do culto evangélico, o pastor Valfrido Lima e, dissemos que estávamos ali por causa de reclamações da vizinhança, porque fomos informados que há gente que colocou à venda a própria casa residencial, por não suportar o barulho produzido pela igreja. Também, indagamos o pastor sobre a numeração do prédio que não aparecia na parede externa, e ele nos forneceu o número 1551. Indagamos ainda pelo Alvará

de Funcionamento do templo, e ele nos respondeu que ainda não tinha, o que nos pareceu estranho, diante da sua afirmativa de que a igreja funcionava há 11 anos no local. Informou, ainda, que havia ordenado a retirada do som da bateria e da guitarra, e que somente iria utilizar o som do teclado. Como sabemos, as igrejas evangélicas proliferam em Crateús, não sendo a Nova Jerusalém a única a produzir incômodos ruídos à vizinhança, nem a única a funcionar sem o respectivo Alvará da Prefeitura Municipal. Chamamos a atenção da fiscalização da Prefeitura, no sentido da constatação do respectivo Alvará e da aplicação do Código de Posturas do Município a todas as igrejas que produzam barulhos e incomodem a vizinhança. Também, chamamos a atenção dos órgãos de segurança, de que não é suficiente apenas o Alvará de funcionamento, mais o funcionamento das igrejas observando a altura do som medido em decibéis. Esta observação também se estende ao Ministério Público, para o qual as igrejas são passíveis de ser investigadas nesse sentido.

[ www.gazetacrateus.com.br ]


www.gazetacrateus.com.br Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Página - 6

“O Congresso promove uma CPI de mentirinha (do Cachoeira) perdendo a oportunidade de apanhar um corruptor (Cavendish), o que seria inédito.

Justiça Eleitoral diploma candidatos eleitos

AJE de Crateús elege nova diretoria

cidade Em solenidade presidida pela juíza eleitoral Ana Paula Feitosa Oliveira, realizada no último dia 17, na sede do CREA de Crateús, foram diplomados os prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e suplentes de vereadores dos municípios de Crateús e Ipaporanga, eleitos no pleito de 7 de outubro de 2012. Ao evento, estiveram presentesà Mesa dos Trabalhos os promotores de Justiça José Arteiro Soares Goiano e Rafael de Paula Pessoa Morais, o vice-prefeito de Crateús, em exercício, Mauro Soares, que representou o prefeito Carlos Felipe, o presidente da Câmara Municipal de Crateús, Conegundes Soares e da Câmara Municipal de Ipaporanga Rogério de Paula. O auditório esteve lotado por populares e familiares dos eleitos dos dois municípios.

DIPLOMADOS DE CRATEÚS

A Justiça Eleitoral, através da juíza Ana Paula Feitosa Oliveira expediu diploma para o prefeito eleito de Crateús, Carlos Felipe Saraiva Bezerra e para o vice-prefeito Antônio Mauro Rodrigues Soares que, na ausência de Carlos Felipe, recebeu por

Vice-prefeito Mauro Soares recebe diploma ao lado da filha

Vereador eleito Aremilson Ferreira recebe diploma da juiza Ana Paula

ele o diploma de prefeito. Mauro leu uma mensagem de Carlos Felipe aos crateuenses, bem como fez um pronunciamento sobre o papel e o comportamento do político. A população de Crateús teve aumentada em 50% a sua representação na Câmara Municipal, passando de 10 para 15 vereadores, a saber: Adriano Jorge Bonfim Ferreira, Alesson Carlos Coutinho Coelho, Antônio Arnaldo de Souza, Antônio Luiz Lopes Mourão Jr., Bonfim Bezerra Martins, Eva Vieira Barbosa Silva, Francisco Adairton Ribeiro Carvalho, Francisco Arimilson Sousa Ferreira, Francisco Cleber Gomes Bonfim, Francisco das Chagas Soares Apolônio, Francisco José Guilherme, João de Deus Ferreira, José Humberto Beserra Lima, Manoel Conegundes Soares e Paulo Roberto Teles de Sousa. O vereador Antônio Luiz Júnior, campeão de votos na última eleição, falou em nome dos demais colegas. Entre os diplomados, o vereador Adairton Carvalho (PR) conta com a experiência de seis mandatos e é forte candidato à presidência da Câmara, cargo que já exerceu por duas vezes.

Vereador Conegundes Soares recebe diploma das mãos da juiza Ana Paula Feitosa Oliveira

Vereador João De Deus reeleito e diplomado

[ Opinião ]

[ Política ]

DIPLOMADOS DE IPAPORANGA

Do vizinho município de Ipaporanga foram diplomados o prefeito Antônio Alves Melo (Toínho Contábil), a vice-prefeita Daiana Diogo e os vereadores Agamenon Alves de Almeida, Francisco Antônio Pereira Gomes, Francisco Bezerra do Nascimento Neto, Francisco Júnior Evaristo Lima, Francisco Moacir Bezerra, Francisco Rogério Apolônio de Paula, José Sangeval Rodrigues Marques, Manoel Alves de Oliveira e Pedro Alves Neto. O prefeito eleito Toínho Contábil (PT) falou das prioridades e metas para a gestão do município de Ipaporanga, que passará a governar pela segunda vez a partir de 1º de janeiro de 2013. Ele elegeu como prioridades o abastecimento de água, a construção de moradias, a saúde, a alimentação e a igualdade de oportunidades para todos. Reconheceu que o lençol é curto pra tão grande corpo, mas vai enfrentar todos os problemas do município com coragem e a intenção de superá-los.

Vereador eleito Adairton Carvalho exibe seu diploma

Antônio Alves Melo (Toinho Contábil) eleito e diplomado prefeito de Ipaporanga

[ Cidade ]

[ Geral ]

A nova coordenação da Associação dos jovens Empresários de Crateús – AJE Crateús, para a gestão 2013, tomou posse no último dia 12, no auditório do CREA, tendo como coordenadores Felipe Vieira, Iracema Tor-

res, Françuá Bastos, Leno Vieira, André Araújo e Quesnay Mota, bem como seus respectivos gerentes. Na ocasião foi realizado debate com Carlos Matos (diretor da INDI/FIEC) e prestada homenagem às entidades

Pedro Simon – Senador (PMDB-RS)

parceiras. Os novos coordenadores comprometeram-se a dar continuidade ao brilhante trabalho que vem sendo realizado pela entidade.

Crateús já enfrenta racionamento de água Açude Carnaubal encontra-se em baixo nível, abaixo de20% desua capacidade. A água pode faltar à população antes mesmo da chegada da estação chuvosa, se esta não se concretizar no mês de janeiro. Crateús encontra-se à beira de um colapso no fornecimento de água, caso a estação chuvosa não chegue a tempo para uma recarga de água no açude Carnaubal. O reservatório da CAAGECE enfrenta o nível mais baixo desde que foi construído em 1990, com capacidade para acumular 87.690.000m³ de água. Atualmente, está acumulando cerca de 11.000.000m³ e enfrentando altas temperaturas que provocam a evaporação de suas águas. A água que abastece Crateús sai do açude e percorre um itinerário de 12km através de um córrego. Antes de chegar ao seu destino, para ser tratada e distribuída, boa parte da água se perde por infiltração no solo e por evaporação, e ainda pela distribuição aos irrigantes que têm propriedades à margem do citado córrego. A água já está sendo ra-

[ Cultura ]

cionada no período da noite, mas, somente esta medida não é suficiente para conter o consumo e o desperdício. Crateús está crescendo a galope. Centenas de residências e prédios comerciais se encontram em construção ou em reforma. A cada imóvel que é construído é destinada uma ligação de água. A construção civil consome muita água, mas não pode parar, por ser fonte de emprego. A situação é vexatória e se torna uma equação cada vez mais difícil de ser resolvida, pois, a necessidade de água a ser consumida é bem maior que a sua oferta. É desproporcional ao crescimento da cidade que, a cada dia que passa, aumenta a sua necessidade e o consumo do precioso líquido.

PERSPECTIVAS

As perspectivas de uma solução estão ficando cada vez mais sombrias. Somente as chuvas abundantes podem acudir-nos nesta situação de quase desespero, quando o Sol está bebendo a nossa água. Se a estação chuvosa não for copiosa ao ponto de provocar uma sangria no Carnaubal, o racionamento

[ Sociedade ]

de água poderá persistir. Somos dependentes da água para as mais diversas atividades do nosso dia a dia. Temos, portanto, de usar a nossa consciência, não desperdiçando água em atividades dispensáveis. Temos nós que reduzir o nosso próprio consumo.

ADUTORA

A chegada da água do açude Carnaubal até à barragem do 40º Batalhão, através de um córrego, acarreta incalculável desperdício e não estaríamos, por certo, enfrentando tão difícil situação se ela chegasse até à barragem através de uma adutora. A CAGECE esqueceu-se de fazer investimento na construção de uma adutora em Crateús e nós consumidores somos obrigados a um racionamento compulsório de água. Mais se agravará o quadro da falta de água, quando esta não mais puder descer por gravidade e tiver de ser bombeada para atingir o seu destino. Preparemo-nos para o pior sem perdermos a esperança de que as chuvas virão e serão abundantes.

[ www.gazetacrateus.com.br ]


GAZETA DO CENTRO-OESTE Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

ALCÓOLICOS ANÔNIMOS

Página - 7

Se você quer beber o problema é seu. Se seu caso é parar de beber o problema é nosso; Alcóolicos anônimos. Central de Trabalho: (88) 3691 2378

Informe Publicitário

regional

Independência

Informe Publicitário

Valdi Coutinho encerra mandato inaugurando obras O prefeito Valdi Coutinho, em fase de conclusão de sua administração municipal que finda dia 31 próximo, e sempre colocado ao lado da população, agendou, para as comemorações alusivas ao

Dia do Município (04/12), a entrega e inauguração do Posto do DETRAN, localizado à Rua Amadeu Marques, próximo à BR-226, e o calçamento do bairro COHAB.Por ocasião dessas

Novo Oriente recebe ‘Selo’ pela 5ª vez

inaugurações, estiveram presentes vários de seus secretários e colaboradores, além deputadoNenen Coelho e vereadores.

CONCURSO PÚBLICO CARGO – AGENTE DA AUTORIDADE DE TRÂNSITO CLASSIFICADOS

CLASSIFICAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

1º – LUCIANO GOMES GUARIM 2º – RANEY MOURÃO ALVES 3º – MARCOS DANTAS DE ARAÚJO 4º – MARCIA GRASIANA SOUSA SIQUEIRA 5º – NEY MANOEL FERREIRA DE OLIVEIRA 6º – SANDRO JOSÉ DE SOUSA GOMES 7º – ANTONIO EJANIEL DE LOIOLA SIQUEIRA 8º – RUI CLAUDINO DE MELO CARVALHO 9º – FRANCISCO ERILANIO RODRIGUES BARBOSA 10º - ANA PAULA DOS SANTOS DINIZ 11º – FRANCISCO ROGÉRIO DE MELO MARTINS 12º – ANA ANGÉLICA SOARES DE ARAÚJO 13º - LÍVIO DE MELO LIMA 14º - JOSÉ AZEVEDO DA SILVA

1º – TIAGO OLIVEIRA DOS SANTOS

Pela quinta vez consecutiva o município de Novo Oriente recebeu a comenda “SELO MUNICÍPIO VERDE”, programa do Governo Estadual, através do CONPAM – Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente, que visa incentivar as municipalidades na implementação de políticas públicas ambientais, focando a sustentabilidade e a qualidade de vida da população. A entrega da certificação ocorreu no último dia 11/12, em Fortaleza, no auditório do SEBRAE, para os 36 municípios que conseguiram atingir a pontuação mínima do ISA –Índice de Sustentabilidade Ambiental. O município de Novo Oriente obteve a honrosa segunda posição entre os classificados. Neste ano, deu-se uma inovação: o coordenador do

VEJA RELAÇÃO COMPLETA CLICANDO NO LINK: http:// www.serap.com.br/administrador/imagens/Serap2012125121214.pdf

Crateús inaugura Fórum Eleitoral Com a presença do desembargador Ademar Mendes Bezerra e outras personalidades do mundo jurídico, foi solenemente inaugurado dia 29/11/2012, o Fórum Eleitoral Desembargador Raimundo Catunda, em Crateús. O novo prédio irá proporcionar mais conforto no atendimento aos eleitores e melhores condições de trabalho aos servidores da Justiça Eleitoral. A sede está localizada na BR226, em Crateús, próximo ao 40º Batalhão de Infantaria e possui 320 m² de área construída.Além de Central de Atendimento ao Eleitor, com senha eletrônica, o fórum terá sala multiuso, sala da Promotoria e outras, além de local apropriado ao armazenamento de urnas ele-

trônicas, vagas de estacionamento exclusivas para idosos e pessoas com deficiência. A obra é do Governo Federal e suas dependências são totalmente climatizadas.Durante a inauguração do Fórum Eleitoral foram prestadas homenagens a Valdemiro do Vale Lyra, que durante muitos anos, nas décadas de 1950 e 1960, foi promotor de Justiça em Crateús; ao advogado Agamenon Frota Leitão e à professora Maria Delite de Meneses, educadora com grande carga de serviços prestados à educação em Crateús.

Uma aula de História e Civismo

O desembargador Ademar Mendes Bezerra, após o hasteamento de bandeiras,

Prefeito Carlos Felipe e desembargador Ademar Mendes Bezerra após o descerramento da placa de inauguração do Fórum

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

juntamente com o prefeito Carlos Felipe e a juíza Ana Paula Feitosa Oliveira, fez o descerramento da placa comemorativa da inauguração do Fórum e o corte da fita simbólica. Ao ocupar a tribuna, o desembargador proferiu aos presentes uma verdadeira aula de História e de Civismo, prendendo a atenção de todos e, como é costume dizer-se – roubou a cena – tanto pela a elegância no trato para com as pessoas, pela simplicidade demonstrada na sua fala, quanto pelo grau de cultura e sapiência que jorrou de suas palavras. O promotor de Justiça José Arteiro Goiano foi o segundo orador a ocupar a tribuna e o fez em discurso lido, repleto de considerações à

Selo Verde de cada município foi também agraciado com uma certificação em reconhecimento pelos relevantes serviços prestados em prol do meio ambiente. No caso de Novo Oriente, o coordenador é o Engenheiro Agrônomo Enoch Sabóia Coutinho, que tem como parceiros nessa luta, a Secretaria de Meio Ambiente, o COMDEMA e demais secretarias municipais. Na comissão do município de Novo Oriente estiveram presentes o vice-prefeito e prefeito eleito, Godofredo Lima, o secretário de Meio Ambiente, Enoch Sabóia, secretário de Agricultura, Pedro Braz, o coordenador ambiental, Tarcizo Bomfim e o coordenador da Defesa Civil, Alonso Alves. O município de Novo Oriente, apesar de conviver com muitos problemas na área ambiental, como

na maioria dos municípios cearenses, vem desenvolvendo projetos focados na preservação do meio ambiente e na sustentabilidade do homem do campo. Entre os projetos que merecem destaque e contribuíram positivamente para a aquisição do Selo Verde, estão os projetos do “MATA BRANCA”: Adubação orgânica, produção de mudas nativas exóticas, reflorestamento, ‘mandalas’, agrofloresta, apicultura, centro de triagem de resíduos sólidos. Mesmo com a consciência dos diversos problemas existentes, é necessária a cooperação de cada cidadão de Novo Oriente nesta luta, porque só a Secretaria de Meio Ambiente e o Conselho de Defesa do Meio Ambiente não conseguem executar seus projetos e ações sem contar com a ajuda de todos.

Godolfredo Vieira (Godo) vice-prefeito e prefeito eleito de Novo Oriente, momento em que recebia certificado do município Selo Verde

obra recém-inaugurada, o seu valor para a cidade de Crateús, além de prestar sua homenagem aos funcionários do antigo Cartório Eleitoral e também aos novos. Por último, falou o advogado Zacarias Araújo, representando o desembargador Raimundo Catunda, que dá nome ao Fórum. Raimundo Catunda (in memoriam) é crateuense dos mais honrados e dignos, não apenas pelo o exercício das funções que desempe-

Advogado Zacarias Araújo representou a família do desembargador Raimundo Catunda, que dá nome ao Fórum Eleitoral

[ Geral ]

Novo Oriente

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

nhou como juiz de comarca, mas também junto ao Tribunal de Justiça do Ceará, corte chegou a presidir, e ainda em função da sua honradez e integridade moral. Participaram do evento, além das pessoas já citadas, o comandante do 40º BI, coronel José Eduardo de Andrade, e do subcomandante, major Bonifácio, além dos componentes da banda de música daquele quartel. Também estiveram presentes o advo-

gado Ismael Pedrosa Machado, presidente da subseção da OAB de Crateús, Flávio Machado, representante da Academia de Letras de Crateús, jornalista César Vale, que representou a família do Dr. Valdemiro do Vale Lyra, Marta Frota, que representou o Dr. Agamenon Frota Leitão, e o advogado Edmilson Teixeira de Meneses, representando sua mãe, a professora Maria Delite de Meneses, entre outros.

Desembargador Ademar Bezerra proferiu verdadeira aula de História e Civismo, atraindo atenção de toda a platéia

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Feliz Natal - 2012 Natal simboliza vida nova, pois, nele, comemoramos o nascimento do homem que modificou nossa maneira de ver o mundo, trazendo-nos amor e esperança. Feliz Natal e um próspero Ano Novo, são os votos de Luciano Costa e Regina aos amigos e clientes. 2012 - 2013

MERCANTIL COSMOS e MERCANTIL BEM BOM desejam à sua fiel clientela e ao povo de Crateús um alegre NATAL e um ANO NOVO de muita prosperidade.

Comemoramos a vida, a família, os amigos e os nossos ideais. Quão bom seria se neste Natal pudéssemos realizar todos os nossos sonhos. Mas, a Deus nada é impossível. Dr. Soares, esposa e filhos desejam aos amigos, familiares e pacientes, um ano pleno de saúde, paz e muitas realizações.

Feliz Natal e um próspero Ano Novo 2012

2013

Dezembro, mês da confraternização, é chegado o Natal. Que o bom velhinho traga às costas um enorme saco repleto de paz, harmonia e fraternidade; que o gesto de ternura se estenda partindo de várias mãos, e que, ao som dos sinos o amor exploda em todas as direções. Feliz Natal e um Ano Novo cheio de prosperidade, de fé e sucesso. GRUPO SOUSA BASTOS E FILHOS DESEJAM AOS AMIGOS E CLIENTES.

Que neste Natal sejam concretizados todos desejos de um mundo melhor, e que todos estabeleçam um vigor de humanidade. Que nada seja mais forte do que a união daqueles que brindam o afeto entre si. VALÉDIO E ELIONAURA DESEJAM AOS AMIGOS E CLIENTES UM FELIZ NATAL 2012 E UM ANO NOVO, 2013 ABENÇOADO.

Que as bênçãos do Senhor se façam presentes no decorrer do ano que se aproxima, fazendo com que a paz, o amor e a harmonia reinem em todos os lares. ROMEU VEÍCULOS e Deusimar Romeu e Família desejam a todos os seus clientes e amigos, Boas Festas em 2012 e um próspero e feliz 2013.

R3 Distribuidora, presente em todos os lares e lugares e em todos os momentos alegres de sua vida, deseja-lhe um Natal de paz, alegria e muito brilho, e um Ano Novo pleno de felicidade, prosperidade e com muitas realizações. FELIZ NATAL 2012- ANTARCTICA FELIZ ANO-NOVO 2013

UM MUNDO EM MÓVEIS E ELETROS PARA FAZER O SEU NATAL MAIS ALEGRE E O ANO NOVO MAIS FELIZ, COM AS BENÇÃOS DO SALVADOR

VENDE-SE CASA EM CRATEÚS RESIDÊNCIA DÚPLEX NOVA DE ALTO PADRÃO Vendo ou troco em imóvel de menor valor (terreno para construção ou casa) Linda casa dúplex situada na área mais nobre e valorizada de Crateús, próxima ao Hospital da Unimed. Construção e acabamento de alto padrão contendo três amplas suítes, um quarto com

opção para gabinete, ampla sala, banheiro social, cozinha, dispensa, túnel de ventilação, varanda, jardim, área de serviço, quintal e outros espaços. Casa construída na planta com base de fundação em 27 pilares com radiais e com placa superior também em concreto.

Portas, janelas e boxes em vidro fumê, situada em rua com calçamento, água e esgoto já ligados e com excelente vizinhança. Tratar com César Vale pelos fones: (88) 3692.3810 (88) 9249.4157 (88) 8855.8392


www.gazetacrateus.com.br Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Página - 10

Área 1212 - 8802 5066 OU 190 Área 1211 - 8802 3535 OU 190 Área 1213 - 8802 5067 OU 190

ARTIGOS ARTIGO Deoclides Machado

A fé que ensurdece e enlouquece Crateús está se tornando uma cidade grande. Em nosso meio os benefícios oriundos deste apogeu não estão chegando com a mesma pressa dos malefícios que também acompanham este crescimento. Poucos são os locais de moradia em que o cidadão pode desfrutar da tranqüilidade de seu lar sem ser incomodado com barulhos ensurdecedores que têm origem em bares, lanchonetes, clubes sociais, igrejas evangélicas e vizinhos incompreensivos. O Código de Postura do Município, em seu artigo nº 289, estabelece: “É proibido perturbar o sossego e o bem-estar públicos ou da vizinhança, com ruídos, algazarras, barulhos ou sons de qualquer natureza, excessivos e evitáveis”. No artigo nº 290 fica claro que a administração municipal é que licencia e fiscaliza todo e qualquer tipo de instalação

de aparelhos sonoros, engenhos que produzam ruídos, instrumentos de alerta, advertência, propaganda ou sons de qualquer natureza que, pela intensidade de volume, possam constituir perturbação ao sossego público ou da vizinhança. A falta de licença de funcionamento gera a aplicação de multa e outras penalidades. A Guarda Civil Municipal, A Policia Civil e a Policia Militar, além do Ministério Público, órgãos que frequentemente recebem reclamações sobre a quebra da lei que diz respeito ao sossego público, não agem neste caso com o devido zelo e respeito que os cidadãos merecem. Se feito um levantamento de queixas prestadas, verificar-se-á que elas estão concentradas em certos locais, e que nesses locais continuam funcionando, sem qualquer restrição, e seus “donos” continuam

afirmando que os incomodados se retirem. Os campeões de reclamações podem ser divididos por horário: nas altas horas os recordistas são os bares e similares; durante o dia, no centro da cidade, são os carros de propaganda ambulante e, nos outros horários são as igrejas evangélicas e seus fiéis. Em Crateús, quando se procura uma casa para alugar, certas localidades são evitadas por causa da intensidade da geração de barulho, quer produzido por bares, clubes ou igrejas. Um exemplo real pode ser mostrado por quem mora no bairro Nova Terra ou nas suas proximidades. Logo na entrada do bairro, se encontra instalada a Igreja Evangélica Nova Jerusalém, que funciona cinco dias por semana, no horário das 19h às 22h, com o estridente som de instrumentos musicais, com a voz ensurdecedora de

seu pastor, aliada aos gritos de seus fiéis, que se resumem a não mais que uma dezena, provocando danos irreparáveis a saúde física e mental dos vizinhos que, mesmo ligando a TV no último volume, não conseguem abafar os gritos do pastor que deve pensar que Deus é surdo. Nos dois dias em que a igreja não abre, os bares e vizinhos incompreensivos se encarregam de produzir insuportável barulho. Recentemente, uma casa nova foi adquirida nas imediações, e hoje, seus donos, por não terem feito o prévio reconhecimento do local, já estão procurando venda para o imóvel que, do sonho de um novo lar, se transformou num pesadelo de noites intermináveis de intranqüilidade. O nível máximo de ruído permitido por lei nestes locais, segundo o Código de Posturas do Município, é de

55 dB, das 7hs às 19hs, e de 45 dB, das 19hs às 7hs medido a uma distância de 5 metros. No interior de qualquer residência situada naquelas redondezas, o barulho provocado pela Igreja Nova Jerusalém e pelos bares, ultrapassa em muito ao permitido por lei e retiram das famílias o direito ao bem-estar que por lei lhes é assegurado. É muito fácil constatar estes abusos e algazarras: basta que um integrante da Guarda Municipal se dirija ao local e meça a intensidade dos ruídos produzidos. O que se torna escandaloso para a vizinhança, é que a igreja Nova Jerusalém, pelo que consta, não possui alvará de funcionamento. O alvará do local onde funciona a igreja é antigo e sem valor, e foi fornecido para o funcionamento de uma marcenaria. Devia, portanto, por lei, a igreja ser fechada de imedia-

to, proporcionando descanso e a tranquilidade à sofrida vizinhança. Varias cidades no Brasil já possuem órgãos não governamentais com incumbência especifica para lidar com este crescente mal a saúde auditiva e psicológica da população. Foi publicado na revista época que o “ruído causado por templos religiosos desperta mais queixas que a poluição sonora de bares e restaurantes, e faz com que paulistanos percam a paz de espírito. No último ano, pela primeira vez os templos religiosos lideraram o ranking das queixas por barulho feitas ao Ministério Público Estadual de São Paulo, posto antes ocupado pelos bares. por Margarida Telles. Está na hora de nós também em Crateús termos um órgão especifico para lidar com esta baderna legalizada.

Comitê integrado de combate à seca chega a Crateús

Tendo o titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário – SDA, deputado Nelson Martins, como coordenador, reuniu-se, em Crateús, no último dia 12, no Centro de Treinamento, o Comitê Integrado de Combate à Seca, com o objetivo de anunciar as ações do Governo do Estado e atender as demandas das duas regiões mais afetadas pela estiagem – os Sertões de Crateús e dos Inhamuns, diante da catástrofe da maior seca já registrada nos últimos 50 anos. O Comitê é formado pelos representantes da Defesa Civil Estadual e local, pelo

SISAR, Associação dos Prefeitos, CONAB, FETRAECE, BNB, SOHIDRA, CAAGECE, COGERH, EMATERCE, FAEC, prefeitos eleitos da Região. A falta de água potável nos municípios de Ipaporanga e Quiterianópolis Foi levada ao conhecimento do Comitê, pelos prefeitos eleitos das duas cidades,Toínho Contábil e Dr. Barreto, bem como a grave situação pela qual poderá passar a cidade de Crateús, tendo em vista o pouco volume de água do açude Carnaubal, que abastece a cidade, uma questão levantada pelo prefeito Car-

los Felipe. O Comitêavaliou a situação dos carros-pipa e sobremodo, a escassez do milho da CONAB para amenizar a fome dos animais de criação. Em suma, a reunião teve como pauta as obras estruturantes, o abastecimento de água, o milho da CONAB e a Operação Pipa. A reunião do Comitê teve início às 9hs e encerrou-se à tarde. O secretário Nelson Martins acenou com o programa Água para Todos, resumido na construção de 1.350 sistemas de abastecimento de água em comunidades com até 50 famílias, e um programa de perfuração de poços O

secretário fez um balanço das ações do governo até agora realizadas para mitigar os

efeitos da estiagem. Sobre a distribuição do milho da CONAB, ele anunciou a ga-

rantia de 32 mil toneladas do produto para chegar ao Ceará em janeiro.

Secretário do Desenvolvimento Agrário Nelson Martins anuncia ações do governo para o combate a estiagem, tendo ao lado prefeito reeleito de Crateús, Carlos Felipe e os prefeitos eleitos de Ipaporanga e Quiterianópoles, Toinho Contábil e dr. Barreto

Implante Dentário Rua Firmino Rosa, 1088 - Tel.: 3691.0700 / 3691.3057 Crateús - Ce

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


“Impossível é banco não ganhar muito dinheiro, isso é a única coisa impossível no Brasil”

GAZETA DO CENTRO-OESTE Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

João Ubaldo Ribeiro – Escritor

Página - 11

geral

ARTIGO

ARTIGO

Cheyla Mota psicopedagoga

Rangel Cavalcante

O início da arte pré-histórica Há milhões de anos os humanos andam eretos, mas só há 25 mil anos nossos ancestrais inventaram a arte. Quando os caçadores ainda viviam em cavernas, em algum momento da era glacial, a mentalidade Neanderthal de fazer instrumentos deu lugar ao Cro-Magnon de fazer imagens. Com o objetivo de controlar as forças da natureza, os primeiros objetos artísticos não foram criados para adornar o corpo ou para enfeitar cavernas. Os símbolos de animais e de pessoas tinham significação sobrenatural e poderes mágicos. Escultura – As esculturas em ossos, marfim, pedra ou chifre, são os objetos mais antigos que chegaram até nós. Esses objetos eram entalhados, gravados em relevos profundos, ou esculturas tridimensionais. Exemplo de escultura, Vênus de Willendorf, de 25000 – 20000 a.C, encontra-se no Museu de Historia Natural, em Viena. Pintura em Cavernas – Os

primeiros “quadros” foram pintados em cavernas, por volta de 15.000 anos atrás. As pinturas de veados, bois, mamutes, cavalos, bisões e javalis se situam nos intervalos das cavernas, distante das superfícies habitadas e da luz solar. Os arqueólogos especulam que os artistas criavam as figuras para garantir uma boa caça. Dezenas de animais aparecem trespassados por flechas, e perfurações nas paredes indicam que os habitantes das cavernas atiravam lanças nos animais desenhados. A Primeira Arquitetura – Quando as geleiras se derreteram, o clima se tornou mais temperado, e o período Paleolítico (que significa pedra antiga) foi substituído pela era Neolítica (que significa pedra nova). Os primeiros humanos saíram das cavernas e se tornaram fazendeiros ou criadores de gado, e garantidos com um estoque de víveres, começaram a primeira “escultura” monumental.

Presente de Natal Em 5.000 a.C., surgiu uma colossal arquitetura de enormes pedras erguidas em três formas básicas: o dólmen, que consiste em enormes pedras verticais cobertas por uma lage, parecendo uma mesa gigante; o menir, que é uma única pedra vertical; e o arranjo circular das pedras, como em Stonehenge. Stonehenge– Acreditava-se, na Idade Média, que esse misterioso arranjo de pedras era uma criação de uma antiga raça de gigantes, ou uma mágica do mago Merlin, que as teria trazido da Irlanda. Em Carnac, na província francesa da Bretanha, milhares de megalitos se alinham ao longo de muitos quilômetros, sendo que, em cerca de vinte quilômetros, se enfileiram em linhas paralelas. A lenda local diz que essas fileiras representam colunas de soldados romanos transformados em pedra pelo santo padroeiro do local. Mais possivelmente, estão associados à adoração do sol ou da lua.

Não poderia haver melhor presente para a bandidagem nacional nesse período pré-natalinodo que a aprovação pela Comissão Especial do Congressode um projeto de emenda constitucional que proíbe o Ministério Público de realizar investigações criminais. É, como bem disse o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, um dos maiores atentados ao estado democrático de Direito já perpetrado no Brasil. O objetivo do dito projeto é bem claro: impedir que promotores e procuradores investiguem os crimes e roubalheiras praticados por figurões como presidentes, governadores, ministros senadores, deputados, prefeitos e outros mais. O grave é que o regalo aos bandidos chega justamente quando o Supremo Tribunal Federal dá ao país amostra da afirmação da nossa Justiça,condenando e mandando para a cadeia

algumas figurasaté pouco detentoras de uma espécie de licença para roubar, parecida com aquela que dava ao 007 o direito de matar. Pelo remendo constitucional proposto só as polícias podem fazer investigações criminais. Ora, temos no Brasil hoje um ministério público que honra e dignifica as nossas instituições. Formado por promotores e procuradores na sua maioria jovens e concursados, que não devem favores ou vassalagem a padrinhos políticos, o nosso MP tem dado exemplos diários de competência e lisura na apuraçãode denúnciasas mais diversas, especialmente aquelas que envolvem a corrupção dos grandes, até pouco intocáveis. Sem o MinistérioPúblico jamais teríamos visto o processo do mensalão e muitos outros que ainda tramitam ou já passaram pela nossa Justiça. Já está na hora de

uma reforma ampla nessa questão da prova em nossa legislação processual, em todos os níveis. Em nosso país a lei cuida de dificultar cada vez mais a produção das provas no decorrer dos processos. Formalidades tolas fazem com que sejam retiradas dos autos e anuladas. E ainda querem impedir a ação daqueles que já mostraram ao país que são os investigadores mais isentos e mais preparados de que se tem notícia: os integrantes do Ministério Público. Essa emenda constitucional é sem duvida o melhor presente que a bandidagem nacional poderia receber neste final de ano. E dada por uma instituição quetem pelo menos um terço dos seus integrantes envolvidos em processos pelos mais diversos crimes e que, sem dúvida também estão legislando em causa própria.

Esporte na Minha Cidade chega a Crateús

Crateús recebeu, com grande entusiasmo, o Projeto Esporte na Minha Cidade, do Governo Estadual, no final de semana, de 7 a 9 de dezembro. O projeto foi instalado na Praça da Catedral e teve como coordenador o professor Samuel Bedê. A presença do atleta de futebol de areia, Júnior

Negrão, eterno capitão da seleção brasileira de beach soccer, nove vezes campeão mundial nessa modalidade esportiva, foi a grande atração.Júnior Negrão proferiu palestra sobre sua trajetória esportiva, no Teatro Rosa Moraes, que esteve lotado por alunos de escolas públicas e por desportistas.

Nota de Falecimento Faleceu em Crateús, no último dia 5/12, no Hospital São Lucas, onde se encontrava internado, Francisco Assis Mourão, 65 anos, natural de Independência. Assis era casado com Lina Coelho Mourão, que deixa viúva, e com quem teve os filhos Antonino, Tatiane e Cristiane Coelho Mourão. Seu corpo foi sepultado no Cemitério Santa Rita, de Crateús.

[ Opinião ]

[ Política ]

Atleta Júnior Negrão campeão nove vezes de futebol de areia palestrando para o público Rosa Moraes

COMUNICADO SEMACE TARCÍSIO MORAIS TEIXEIRA - PADARIA CNPJ: 11.099.577/0001-19 Torna público que recebeu da Superintendência Estadual do Meio Ambiente - SEMACE a Licença de Operação N0 1186/2012 – DICOP – GECON, referente à Regularização da Licença com validade até 25/09/2015, referente à atividade de Fabricação de produtos de padaria e confeitaria com predominância de produção própria em Poranga/ CE na Rua Manoel Justino Bezerra Alves, 63 – Centro – CEP: 62.220-000. Foi determinado o cumprimento das exigências contidas nas Normas e Instruções de Licenciamento da SEMACE.

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


www.gazetacrateus.com.br Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Área 1212 - 8802 5066 OU 190 Área 1211 - 8802 3535 OU 190 Área 1213 - 8802 5067 OU 190

Página - 12

geral VARIEDADES

Niemeyer deixa sua marca em Crateús Construtor de Brasília, Oscar Niemeyer morreu aos 104 anos, no último dia 5, no Rio de Janeiro. Um dos maiores arquitetos do mundo também deixou sua única marca no Ceará, o monumento à Coluna Prestes erigido em Crateús, e inaugurado a 14 de dezembro de 2006, pelo então governador Lúcio Alcântara. A Arquitetura brasileira está mais pobre e de luto com a morte do arquiteto Oscar Niemeyer, dia 5, no Rio de Janeiro. As primeiras grandes obras que ganharam destaque nacional e internacional, com a marca de Niemeyer, começaram na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, na década de 50, quando era prefeito Juscelino Kubitschek. Dessas obras, a genialidade abriu caminhos para a fama internacional. Da Prefeitura de Belo Horizonte, passando pelo Governo de Minas Gerais à Presidência da República, Juscelino Kubitschek constrói, em pleno deserto do Centro Oeste, a nova capital federal, Brasília, com os riscos, rabiscos e inovação de Niemeyer, cujaobra foi desenhada em conjunto com o arquiteto Lúcio Costa. Niemeyer morreu após ficar internado por 33 dias no Hospital Samaritano, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro, por causa de uma infecção urinária. Ele também teve uma infecção respiratória e respirava com a ajuda de aparelhos. Niemeyer foi um dos principais expoentes da arquitetura moderna e projetou o Brasil internacionalmente. O carioca ganhou reconhecimento a partir da exploração das possibilidades plásticas

e construtivas do concreto armado, produzindo obras grandiosas e inventivas, marcadas pelo abuso de curvas em detrimento das linhas e ângulos retos. Suas obras - prédios públicos e privados, monumentos, esculturas e igrejas - marcam a paisagem das principais cidades brasileiras e espalham-se por vários países do mundo, como Estados Unidos, França, Espanha, Alemanha, Itália, Argélia, Israel e Cuba,

entre outros. Em Crateús, ele deixou sua marca indelével – o monumento à Coluna Prestes - que marca os 80 anos da passagem da Coluna por Crateús, a 14 de janeiro de 1926. O monumento representa o mapa do Brasil esticado e simboliza a marcha da Coluna que percorreu 25 mil quilômetros no território brasileiro, indo exilar-se na Bolívia.

Três erros numa palavra Um professor municipal, conhecido preparador de greves, que acreditamos seja pós-graduado, disse no rádio que a Prefeitura “surrupeia” o 13º salário dos professores. O verbo é surripiar e não, surrupiar (1); Se o verbo fosse surrupiar, ele diria que a Prefeitura “surrupia” (2); Para estar correto, ele teria que dizer que a Prefeitura “surripia” (3). Imagine como os alunos desse mestre e a Prefeitura que lhe paga o salário estão sendo “surrupeiados”, levando surra e peia.

Mais um “já teve!”

Muitas pessoas implicam com a tal história de que Crateús é a terra do “já teve”. Pois é; Crateús já teve uma rádio chamada Príncipe Imperial, que saiu do ar em janeiro deste ano. Por último, a emissora teve sua sede leiloada pela Justiça, para saldar dívidas trabalhistas. O prédio foi arrematado por familiarde um dos sócios e acaba de ser vendido. Tudo o que sobrou foi a bagaceira de equipamentos obsoletos e um tremendo problema em forma de processo na Justiça, que vem rolando, anos a fio, entre o vendedor da emissora (já falecido) e os compradores da mesma.

Um “já teve” que vai voltar

Crateús está com a pioneira Rádio Educadora fora do ar há muitos anos. Ela tornou-se um saco de problemas que já foram solucionados por um empresário local, que vai recolocá-la no ar, para alegria dos crateuenses. Pela cidade, já se fala que ela

Monumento à Coluna Prestes erigido em 2006 para comemorar os 80 anos da marcha da coluna. Crateús é a única cidade do Nordeste que possui obra de Oscar Niemeyer, morto no Rio de Janeiro aos 105 anos incompletos.

Dr. José Wellington Rodrigues Clínica Médica - Ultrassonografia CREMEC- 3465 Dr. Francisco Janildo Leal Clínica Médica - Cirurgia Geral Gineco - Obstetrícia - CREMEC- 3235

Rua Ubaldino Souto Maior, 1230 - São Vicente, Crateús-CE - Fones: (88) 3691.1080 / 3691.5777

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

vai voltar ao ar em janeiro, com uma programação elaborada para agradar gregos e troianos. A Educadora voltarácom o mesmo prefixo (1.250), pois, dela, foi o que sobrou, juntamente com a concessão no Ministério das Comunicações. O empresário tomou a peito a empreitada, e o que estava na conta do “já teve”,em breve,estará na conta do “tá de volta”. É um presente de Ano Novo que a cidade de Crateús ganhará.

Vida de parlamentar

Nossos representantes na Câmara Alta ganharam mais uns presentinhos financiados por nós contribuintes. O Senado está negociando a compra de 30 fornos elétricos, 50 bebedouros tipo garrafão, 30 máquinas de café e 50 fogões de cinco bocas para renovar as copas e cozinhas dos apartamentos em que moram de graça esses caríssimos senadores da República.

PROERD

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, da Polícia Militar – PROERD formou mais uma turma, esta de 750 alunos de escolas municipais de Crateús. O evento ocorreu nas dependências do IFCE, no bairro dos Venâncios, no dia 13 último, com a presença do comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar, ten. Cel. Isaías Ferreira, do comandante do Ronda do Quarteirão, ten. Vicente Andrade, do instrutor do Programa, sargento Torres, de representantes de segmentos da sociedade, de autoridades municipais e de grande público.

POIBIDO PROIBIR?

Crateús convive com a indisciplina da população no que concerne ao código de posturas (que dela é desconhecido), o instrumento mais efetivo e democrático na garantia da qualidade de vida e da boa convivência entre todos os cidadãos, definindo, de forma clara, direitos e deveres na utilização do espaço urbano. Tais normas, contudo, tornam-se inúteis face ao desinteresse da comunidade em atendê-las, e mais, em face da inexistente fiscalização. Em Crateús, a própria Prefeitura ignora a existência do código de posturas e ela mesma permite e até incentiva a prática da invasão dos espaços, ao fechar os olhos para o que está errado na vida da cidade. Exemplo maior de invasão de espaços urbanos acontece na Praça da Catedral, onde comerciantes tomam as calçadas e as ruas como extensão do seu comércio e fazem de uma praça um imenso bar a céu aberto. Um comércio instalado na esquina da Rua Santos Dumont com a Firmino Rosa, onde o trânsito de carros e de motos fervilha, obriga o cidadão a andar pelo leito da rua, à noite, porque a calçada foi invadida e está cercada por trilhos. O pedestre que se lixe e que seja atropelado. Tudo isso e muito mais acontece sob o olhar do prefeito e de outras autoridades. Pode? Quando autoridades fecham os olhos decepcionando a população, pode, sim!

Tauá: Câmara aprova projeto que proíbe uso de pau-de-arara Os vereadores de Tauá aprovaram um projeto de lei que proíbe o uso de veículos pau-de-arara no transporte escolar do município. De acordo com o projeto, apresentado pelo vereador Aldic Cavalcante (PMDB), a Prefeitura terá dois anos para implantar o novo sistema de transporte dos estudantes da

[ Cultura ]

rede municipal. O uso dos veículos modelo pau-de-arara tem provocado debates, polêmica e graves acidentes com estudantes. Uma das medidas para evitar os acidentes e garantir mais conforto para os alunos as Prefeituras assinam convênios com o Governo do Estado para garantir a aquisição

[ Sociedade ]

de ônibus para esse tipo de serviço. Um levantamento da produção deste site mostra que Tauá é pioneiro na aprovação de projeto de lei com proibição para uso dos veículos modelo pau-de-arara no transporte escolar.

[ www.gazetacrateus.com.br ]


“Meu trabalho não tem importância, nem a arquitetura. Para mim o importante é a vida, a gente se abraçar, ser solidário, pensar num mundo melhor. O resto é conversa fiada”

Gazeta Saúde)

A ditadura da beleza Porque ser magro? Porque ser belo? Porque ser bom? Aristóteles já associava beleza com bondade de uma maneira preconceituosa e discriminatória. Porque, para sermos bons, não necessariamente temos que ser belos ou magros. No entanto, a feiura foi associada ao mal e afastada de toda forma. Os antigos gregos cultuavam o corpo intensamente, hoje, a nossa sociedade está buscando novamente esteideal grego. Porém, com alguns valores deturpados, e mesmo com todos os nossos recursos modernos (dermatologia, cirurgia plástica, odontologia, academias de ginástica etc) ainda não nos aproximamos de algumas virtudes esquecidas. Os valores adquiridos pelos gregos foram transmitidos para os romanos, e deturpados. Com a queda do império romano e a ascensão do cristianismo (que trouxe novos valores), tudo ligado ao corpo foi visto como profano. O culto ao corpo foi considerado impuro, pois o espírito e a salvação não estavam na carne, mas sim na alma. E assim, durante séculos a beleza foi desvalorizada e desestimulada. A riqueza ficou acumulada nas mãos de poucos, que usufruíam tudo de bom para o corpo, e até mesmo para

alma, com as indulgências (comprando uma vaga no céu). Este pequeno mercado da beleza foi ganhando força (com o dinheiro dos ricos), e a medicina foi descobrindo o que era bom para o corpo, com remédios e cirurgias; e o ser humano foi ficando mais belo. De lá para cá muita coisa aconteceu, o mundo foi dividido em Oriente e Ocidente, em capitalista e comunista, e em muitos outros opostos. Mas, a beleza sempre impôs sua ditadura, ela ainda impera e dita suas modas. Ela se reinventa, se reedita como na época em que podíamos ser mais gordinhos, as mulheres se escondiam sob muitos babados, os homens usavam perucas com longos cachos ondulados. Não havia cirurgia plástica, apenas muitas porções e crendices populares, onde todos queriam ser belos, mas de uma maneira irracional. Somente em 1750 o filósofo Alexander Baumgarten, ao nomear sua obra Aesthetica, é que fez uma sistematização das diversidades da beleza de uma forma racional. E assim, o nome estética como nós conhecemos atualmente foi instituído. Hoje, a beleza nos impõe a magreza. Mas, todos nós sabemos que não apenas

Oscar Niemeyer

Isaac Furtado cirurgião plástico

pela estética, mas também pela saúde. Então, porque ser magro? Simples: para ser mais saudável e mais bonito. Vivemos numa sociedade muito competitiva, num mundo super-habitado, onde mais de um bilhão de pessoas não pensam em beleza, apenas querem sobreviver, querem água para beber. No entanto, muitos outros precisam de uma boa aparência para conseguir um emprego, ou até mesmo (de uma forma machista, mas realista) para conseguir um marido.Assim, a beleza continua com a sua monarquia absoluta, fazendo parte do nosso inconsciente coletivo. E como um ímã, nósatraímos e somos atraídos pelos mais belos, para aprimorar o nosso código genético, e perpetuar a nossa espécie. Mas, ainda não respondi a terceira pergunta: Porque ser bom? Temos que misturar tudo para entender, água e óleo; Aristóteles e Jesus Cristo; obesidade e magreza; Oriente e Ocidente; capitalismo e comunismo; corpo e alma. Nada sobrevive apenas com os anseios do corpo, nada sobrevive sem o seu oposto. Pois, apenas na bondade podemos encontrar um aliado que nos liberta e ao mesmo tempo nos torna mais belos – o amor.

Joelmir Beting – Jornalista

“Cortaremos na carne, doa a quem doer. Sempre foi assim, desde o governo Lula, e continua sendo”. Gilberto Carvalho Ministro-chefe da Secretária-geral da Presidência da República, prometendo constante luta do atual governo contra a corrupção.

[ Opinião ]

[ Política ]

MOSENHOR TABOSA: Av. Honório Melo, 25 - Centro Fone: (88) 3696.2164 NOVO ORIENTE: Rua Elpídio Rodrigues, 266 - Centro Fone: (88) 3629.1794 QUITERIANÓPOLIS: Rua Acard Deusdete Pedrosa, 247 Fone: (88) 3557.1346 / 9992.1379 FORTALEZA: Rua Pe. Luiz Filgueiras, 550 - Aldeota Fone: (85) 3221.4355

[ Cidade ]

[ Geral ]

Página - 13

GERAL

“Alguns dirigentes brasileiros deveriam ser homenageados com uma estátua em praça pública, metade cavalo, e a outra metade também”.

CRATEÚS: Rua Cel. Lúcio, 511 - Centro Fone/Fax: (88) 3691.1717 NOVA RUSSAS: Rua Pe. Francisco Rosa, 1311 - Centro Fone: (88) 3672.0308 SANTA QUITÉRIA: Rua Cel. Manoel Alves, 157 - Centro Fone: (88) 3628.0374 ARARENDÁ: Rua Francisco de Paula, s/n - Centro Fone: (88) 9412.2362 e 9410.9370

GAZETA DO CENTRO-OESTE Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

[ Cultura ]

ESCRACHANDO POLÍTICA

Rosemary Nóvoa Noronha é o mais novo escândalo ligado à presidência da República, apanhada pela Polícia Federal como participante de um esquema que favorecia empresas e pessoas interessadas em obter vantagens ilícitas junto a órgãos federais e agências reguladoras. Trabalhou, durante anos, no Partido dos Trabalhadores e foi para o governo federal depois que Lula foi eleito. Nomeada para a chefia de gabinete da Presidência em São Paulo pelo ex-presidente, ela foi mantida no cargo pela presidente Dilma, a pedido de Lula. Mais uma “amiga” que Dilma teve de engolir em sua entourage, pilhada praticando golpes contra a Nação. Pelo visto o PT espalhou o “crème de lacrème” da rapinagem nos postos chaves do governo. (Regina Marshall – Jornalista)

SEM EXPLICAÇÃO

Dá para entender uma cidade do porte de Sobral não ter uma UTI Infantil disponível? É igualmente inaceitável a alegação da Santa Casa de lá, de que essa UTI está indisponível porque a verba repassada pelo governo para mantê-la não é o suficiente, mesmo recebendo, desde seu cadastramento no SUS, o valor de R$ 344 mil a mais. E com esse valor, não dava deixar ativada parte da UTI? Graças à falta de assistência uma criança morreu recentemente e muitas poderão ter o mesmo fim. E é porque o local é pólo de grandes de nossos atuais políticos. (Regina Marshall – Jornalista)

O CASO ROSEMARY

O affaire Rosemary, ex-chefe da representação do governo Dilma em SP, abriu um rombo nos costados da administra-

ção Federal. De repente, a teia de interesses e intermediações se fez ver, com fios enrolando agências governamentais ANA, ANTAQ, ANVISA, ANAC - Ministérios (dos Transportes, Secretaria dos Portos,) e outros órgãos. O desenho que se faz da administração é cheio de traços tortos. Diz-se que o governo está travado; que obras importantes, como as da transposição do São Francisco estão paradas; que obras da Copa (estádios) estão atrasadas; que os ministérios também estão travados, porque os ministros são tolhidos em suas competências; que a presidente é muito centralizadora. Esse rol de imperfeições se escancarou ao fundo do caso Rosemary. (Gaudêncio Torquato – Jornalista)

SARNEY, O MUNDO MUDA

Há exatos 23 anos - em 4 de dezembro de 1989 - o então presidente José Sarney concedeu uma entrevista exclusiva ao jornal O Estado de S. Paulo no Palácio do Planalto. Era um homem assustado e queria mandar este recado: “Partiremos para a revolução socialista (...) o Brasil está hoje no plano inclinado da esquerda, e não há no horizonte forças capazes de reverter este quadro (...). Abram os olhos, porque a esquerda é formada por gente determinada, organizada e com objetivos bem delineados”. Sarney chamava toda a situação (na época, o popular Centrão), para se unir em torno de uma candidatura contra o então líder sindicalista Lula da Silva. Collor se elegeu - e deu no que deu. Hoje, o senador Sarney navega placidamente no barco da esquerda que lhe dava tanto pavor. (Enviada por Luciano Ornelas, que fez a entrevista).

UM MARCO

Revista de circulação nacional faz um questionamento oportuno sobre o julgamento do Mensalão, tido e havido como um marco na luta contra a impunidade no País. Mas, para quem diz que o Brasil e que agora vão para a cadeia todos que cometeram crimes, inclusive de colarinho branco, está cedo demais. Estão parados no STF 190 processos contra políticos, alguns há mais de uma década. Na fila, o mensalão mineiro e o do DEM de Brasília, a Satiagraha, a Castelo de Areia etc. A Expectativa é que o STF use do mesmo rigor e, finalmente, passe o Brasil a limpo. (Regina Marshall – Jornalista)

SÓ NÃO VER QUEM NÃO QUER

A presidente Dilma Rousseff está coberta de razão: três governadores do PSDB (São Paulo, Minas Gerais e Paraná) estão boicotando a redução das tarifas de energia, anunciada há poucos meses pelo governo federal. Se querem saber, acho que os tucanos estão sendo coerentes, não somente pelo fato de estarem na oposição, porém, principalmente pela prática nunca escondida e do lado que estão. Todo brasileiro com o mínimo de senso sabe que o bolso do trabalhador nunca foi preocupação para o PSDB e aliados dele. (Neno Cavalcante – Jornalista)

Foro privilegiado

O foro privilegiado foi uma esperteza que os políticos conceberam para se proteger, um escudo para que as acusações contra eles jamais tenham consequências. Isso foi feito de maneira proposital. O foro privilegiado é a racionalização da impunidade. (Joaquim Barbosa – Ministro do STF)

Você encontra todas as matérias da Gazeta no site. Acesse e poste seu comentário. [ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


www.gazetacrateus.com.br Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Dr Eliézio Torres Martins ORTODONTIA - CRO-CE: 2491

Dr Bruno Cavalcanti Martins

Página - 14

PRÓTESE E CLÍNICA GERAL - CRO-CE: 4875

Dr Breno Cavalcanti Martins

CIRURGIÃO DENTISTA - CRO-CE: 6028

cultura

Drª Blenda Camerino F. C. Mourão

ODONTOPEDIATRIA/PERIODONTIA - CRO-CE: 5567

CRATEÚS: Rua Cel. Lúcio, 495 - Centro - Fone: (88) 3691.8050 NOVO ORIENTE: Rua Cazuza Rocha, 56 - Centro - Fone: (88) 3629.1477 E-mail: clinicanimo@hotmail.com

Crateús de Ontem

Nascimento de Jesus

Estação centenária No último dia 12 de dezembro, a Estação Ferroviária de Crateús completou 100 anos de sua existência, sendo um dos mais antigos prédios desta cidade, e o mais bonitos entre todos. Associada à ferrovia, constituiu-se na primeira e maiorfonte de progresso que aqui se instalou em 12 de dezembro de 1912. Quem conviveu com o trem, carrega dentro das veias o sangue da saudade feito vapor, ao relembrar os saudosos e deleitosos apitos da velha Maria fumaça, ao longe, anunciandoa chegada. Recordar aqueles ditosos tempos da Estação em plena atividade, é relembrar a grande quantidade de ferroviários dedicados que ajudaram a fazer a história de Crateús,contribuindo com o seu progresso; é relembrar pessoas humildes, carreteiros, que ganhavam a vida trabalhando na condução de malas e bagagens, e atuando como despertadores, acordando os viajantes nos hotéis para o embarque no trem; é relembrar o repique da sineta da estação, quebrando o silêncio da madrugada, anunciando as horas e sinalizando a partida do trem-horário. Quem conviveu com o

trem, relembra o fluxo e a movimentação de pessoas que, de madrugada, aos poucos aumentava, de acordo com a chegada dos viajantes ou de pessoas à espera do trem que levava e trazianossos amores, parentes, amigos e visitantes que, por motivos diversos chegavam a Crateús. É relembrar um transporte que se identificava com todas as classes sociais, sem onerar o bolso dos mais humildes passageiros; é relembrar o tempo quando a única alternativa regular para viajar, era o trem. Primeiro, as cidades amparadas pela Estrada de Ferro de Sobral (EFS), que nos ligava até Camocim; depois, a partir de 15 de novembro de 1950, atingindo a Capital do Estado, ou “a loira desposada do sol”, do poema de Paula Ney. Quem conviveu com os trens, relembra sua movimentação diária, chegando ou partindo, conduzindo mercadorias e passageiros; recorda a velha caixa d’agua, pertinho da ponte, onde a velha Maria Fumaça se abastecia de água para suportar a longa jornada; relembra o “telecoteco” do aparelho Morse, telegrafando e se comunicando com outras

Cantinho da Poesia

Flávio Machado

Padre Antônio Tomaz

Acendem-se clarões no ar circunvizinho Da Gruta de Belém, nos montes, nas planuras, E vão perder-se além, nas curvas do caminho, Os hinos de louvor que descem das alturas.

estações; relembra as bancas de café de seu Carneiro e de Dona Chaguinha, próximo ao quiosque de Chico Soldado, onde permaneciama noite inteira sob o clarão de lamparinas ou candeeiros. Durante 100 anos, centenas de ferroviários se sucederamnos trabalhos que impulsionavam o progresso da cidade através do trem. Quero citar os que mais de perto conheci, como os agentes José Euclides, Antônio Candido Teixeira, Felipe Ferreira de Moraes, Chico Arcelino, Antônio Pimentel, além dos maquinistas Canafístula, AntônioGoró, Chico Leitão, Catingueiro, João Leitão, Antônio Paulino, Anastácio (Canapum), os ferroviários Patriolino, Nenen Lima, Touro Preto, Vicente Vaqueiro, Chico Vicente, Antônio Ciriaco, Luiz Casimiro, Antônio Conegundes, Antônio Cajueiro, Antônio de Paula Bonfim, Pedro Linhares, José Flor, Pedro Bandeira, Gerson Linhares, Chico Ponte, Paulo Zelador, Herman Bezerra, Edmilson Linhares, Otávio Sampaio, Edésio, Ricardo, Raimundo (Osso Mole), Chapéu de Ferro, Mesquita, Seu Nilton, Manoel Lima, Edmilson Bem-te-vi,Aécio

Filho,Chiquinho Regina, Severo, Pavão, os irmãos Zacarias, Samuel e Gerardo Conegundes, Pedro Monte, Pádua, Ataliba, LuisQuiba, Antônio Felix, Mozão, Manezinho, Antônio Pena e o seu Chico Lima, pai da amiga Brazilmar, sogro do caro Antônio Barros, que moram em Brasília. Até 15 de novembro de 1973, Crateús foi considerado como fim de linha. O trem estacionava aqui, e na madrugada do dia seguinte retornava para Fortaleza. A partir daí, com a ligação da ferrovia até o Piauí, o trem demorava alguns minutos na estação de Crateús e seguia seu percurso até Teresina. Infelizmente, o governo, alegando prejuízo com a ferrovia, encerrou este percurso a 15 de dezembro de 1988, data em que o trem de passageirosesteve aqui pela última vez. Ao relembrar a minha convivência com o trem de passageiros, sinto uma das maiores saudades da minha infância e juventude, tão ligadas que foram ao trem em Crateús.

a figura mais abjeta de nossa cidade, depois de abandonar a profissão para se ocupar da manutenção de um blog de sacanagens de todos os matizes, na internet. Com isso, perdeu a amizade de amigos de infância, de colegas, dos próprios filhos, da mulher que lhe enfeitou a testa com guampas de veado mateiro, e da sua própria irmandade. Perdeu a clientela, a família, o sossego de vida, e teve-lhe agravada a esquizofrenia. Afora isso,o cara tornou-se, física e mentalmente, incapaz ao exercício de qualquer profissão. Passou a viver de solidão e depressão e da caridade da mulher que, mesmo lhe enfeitando a testa, se presta a mantê-lo num quarto do apartamento, isolado de cama e mesa, só para evitar comentários. Dr. Kutrizuma Cals paga caro pelas peral-

tices, peripécias, viadices e traiçoeirites que cometeu na triste saga de sua vida. Massss, hoje,ele tá liquidado feito um boi morto que, depois de morto, todo mundo pega nos chifres; liquidado por uma doença crônica e diarreica que o obriga ao uso permanente do fraldão geriátrico; pelo aspecto físico: uma papada de porco desce-lhe do pescoço aos peitos, tirando-lhe a aparência que um dia teve, quando usava tamancos do Dr. Sholl e óculos escuros para ocultar o resultado das farras,e quando se rebolava como um frescão dadivando-se aos colegas do Ginásio Pio XII. Ele perdeu a pose de quando usava o indefectível casacão vermelho, inflável, em farofeiras viagens internacionais feitas, inclusive, à Patagônia, pra ver de perto a agonia das pa-

Entrai na humilde gruta, entrai devagarinho, Pasmos ali vereis celestes criaturas, Cingidas de fulgor, as vestes cor de arminho, A desferir canções tão doces e tão puras! Vereis a São José, vereis Nossa Senhora, Na bela posição de quem suplica e ora, Cercada de aldeões; e o berço em que descansa, Pequenino e risonho, o meigo olhar sereno, Entre dois animais, deitado sobre o feno, O Verbo feito carne, num Deus feito criança.

Flash do Passado

A lapinha de Maria Juliana

TIRADAS Hermenegildo Catão

Hermenegildo, urgente! Sarcástico e irreverente, irônico, mordaz e inteligente, fazendo um mô pra vocês. Vamos brincar de adivinhação? Quem é, quem é? É do tipo melancia, verde por fora e vermelho por dentro; tem mania por presidência e diz que fala russo, polonês, francês e javanês e se comunica em português e inglês; Tem Stalin e Fidel Castro como ídolos,e um passado em nada recomendável, eainda a mania de imitar o bode quando vê a cabra pela frente. E, foi justamente na frente que ele foi pegado no flagra. É adepto da “ditadura democrática” e seu partido é o PSC2 – Partido da Sacanagem Comunitária. Quem é ele? Um prêmio para quem souber! Em Canindé, nem São Francisco conseguiu que Jesus tivesse a candidatura a

prefeito deferida. Jesus, que também é Romeiro, teve sua candidatura indeferida por improbidade administrativa, bem como o seu concorrente, Celso Crisóstomo. O rolo está feito em Canindé e somente outro Santo pode desatar esse nó, com nova eleição na Terra dos Milagres e Promessas. Que sacanagem política!!!!! E por falar em sacanagem, veio à tona a lembrança permanente que estas Tiradas dedicaram ao inusitado sacana e blogueiro Kutrizuma Cals que, durante seis anos, caluniou e difamou impiedosamente famílias de Crateús, empresários, políticos, profissionais da imprensa e do rádio, Justiça e Ministério Público, familiares dele, e o Diabo a quatro. Doutor Kutrizuma, dentista aleijador de bocas, tornou-se

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

César Vale

Quero aqui relembrar para as pessoas da minha geração, e até mesmo para as mais velhas, a figura de Dona Maria Juliana, senhora de avançada idade ao meu tempo de menino que, todos os anos, durante o mês de dezembro, por ser ela devota do Menino Jesus, preparava um presépio ou uma lapinha como se chamava nos idos anos das décadas de 1940/50.A lapinha ficava exposta à visitação pública na sala da frente de sua humilde casa, onde morava na antiga Rua da Censa, sozinha, com a sua pobreza e a sua devoção. Lembro-me bem do Menino Jesus, deitado num bercinho de palha, com os bracinhos levantados, como a querer ir para o colo das pessoas. Ao seu lado, Nossa Senhora, com a cabeça coberta por um véu, tendo, do outro lado, São José, segurando um cajado. Estavam lá os três Reis Magos, montados

tas. Então-se, pra realçar meu desprezo ao honorário patife e grande f.d.p. colecionador de chifres, eu quero encerrar essa militância vingativa a partir de agora, com uma cusparada no meio da cara dele, desejando que Papai Noel, neste Natal, presenteie-o com um serrote para aparar os chifres, e um caco de telha para lixar as bordas. A partir de agora, Kutrizuma

[ Sociedade ]

em seus camelos; eles viram o brilho da estrela no Oriente e foram adorar o Menino e levar-lhe como presente ouro, incenso e mirra. Estavam lá os pastores com suas ovelhas e carneirinhos que, com umas vaquinhas deitadas e outros animais, refletiam o ambiente pobre em que nasceu o Salvador. No alto, uma estrela prateada brilhava sobre a cabeça do Menino Deus. Havia ainda muitas figuras e motivos natalinos. A cidade inteira, ainda pequena àquele tempo, visitava a lapinha de Dona Maria Juliana. Nós, meninos da época, éramos levados pelos nossos pais para esta visita. Infelizmente, esta devoção de Maria Juliana só existiu enquanto ela viveu. Não apareceu ninguém para dar continuidade àquela quase obrigação que abraçara – a de reproduzir o cenário do nascimento do Menino Jesus a cada Natal.

Cals não terá mais o nome escrevinhado nesta página. Esta é a singular despedida de Hermenegildo Catão, o implacável vingador desse grande canalha e f.d.p. Bem me ensinava meu professor de latim clássico: VALE ET MEMENTO MEI - Adeus e lembra-te de mim. Ademã que vou em frente; os cães ladram, mas a caravana passa.

[ www.gazetacrateus.com.br ]


“As notícias ruins são manchetes, as notícias boas saem pequenininhas”

GAZETA DO CENTRO-OESTE Crateús - Segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Ex-presidente Lula para quem,“muita gente não quer entender que, com ele e Dilma à frente, o governo do PT tirou 28 milhões da miséria. Mas prefere insistir em provocar sobre notícias que procuram comprometer sua imagem de político e governante”

Página - 15

geral

Comunicando Futuro secretário de Educação

A cidade de Crateús veio a conhecer, nos últimos dias, o desejo do prefeito Carlos Felipe de ter como seu secretário de Educação, o jovem Márcio Brito, atual diretor da CREDE-13 desde o primeiro mandato do governador Cid Gomes. O jovem técnico em Educação é da cota pessoal do governador e não respondeu ainda se aceita ou não, fazer parte do segundo mandato de Carlos Felipe. Terá que comunicar ao governador a proposta que recebeu do prefeito, e dele receber o sim ou o não, para ocupar a Secretaria de Educação de Crateús. Não restam dúvidas de que tal aquisição seria das mais acertadas pelo prefeito, vez que, Márcio Brito é um excelente quadro, e durante sua gestão à frente da CREDE-13, não se teve a mínima notícia de qualquer falha ou falta por ele cometida no desempenho do importante cargo. A cidade de Crateús só teria a ganhar e a come-

morar, caso esta aquisição se concretizasse.

O próximo mandato de Carlos Felipe

O prefeito Carlos Felipe sai para o desempenho do seu segundo mandato, tendo pela frente um horizonte colorido e um caminho pavimentado para receber e executar grandes obras e para ver outras tantas sendo implantadas pelo Governo Federal e pelo Governo Estadual. Na sua bagagem, conduz um invejável capital político: sozinho, derrotou duas vezes a oposição e, ao se reeleger, elegeu ainda oito vereadores. Sozinho, é maior que seu partido o PCdoB de Crateús. Nos quatro anos de seu primeiro mandato, sem contar com experiência administrativa, sem dúvidas, ele cometeu falhas. Mas, falhas à parte, suas realizações superaram em muito, a soma do legado de vários prefeitos juntos que o antecederam no cargo. Agora, mais experiente e cauteloso, vê, com olhos de

lince, o brilho antecipado de sua estrela. Tudo conspira em seu favor: Universidade Federal, barragem Fronteiras, campus da UECE, CODEVASF, Policlínica, UPA, creches, escola profissional, Fórum Judiciário, DETRAN, etc. etc. No entanto, ele vai precisar de um secretariado forte e eficiente, de uma equipe que lhe dê tranquilidade e corrija todos os erros do mandato anterior. Junte-se a isto, o apoio que terá na Câmara Municipal para facilitar a tramitação e aprovação de projetos. Daqui pra frente, o que mais ele precisa é cuidar da cidade, e dar a Crateús o aspecto de cidade do futuro, que nossos filhos e netos conhecerão. Precisa tirar a cidade do provincianismo em que se encontra e liquidar com suas mazelas e pragas urbanas. O futuro nos acena com grandes benesses. Seremos uma cidade universitária que, muito em breve, verá a transformação que já teve o seu início. No entanto, é preciso ir fundo para suprir

as carências de nossa cidade. Não temos um mercado, de gêneros, de carne, de aves, de peixes; não temos ainda um transporte urbano coletivo, não temos vigorando o nosso Código de Posturas Municipal. Falta fiscalização à cidade, às construções irregulares e à depredação do meio ambiente. Falta à cidade um ordenamento partindo da autoridade maior – o prefeito, para colocar ordem na cidade e acabar com a chamada “política do coitadismo”, ou seja, aquela em que o “coitado” precisa negociar no meio da praça, na calçada e na rua, pela necessidade de dar de comer aos filhos. Calçadas, praças e ruas foram feitas para o povo transitar e se divertir e não para servir de comércio. Prefeito que cuida da cidade é prefeito que fica na memória do povo. Prefeito bom é aquele que mantém os compromissos e paga em dia as contas da prefeitura; é aquele que atende ao povo em seu gabinete em dias de audiência e não aquele que se entoca no gabinete e foge

Afrouxando o Riso

Mulheres fazendo complô As mulheres, em reunião pelo mundo, revoltadas contra os homens, resolveram fazer um complô contra eles e decretaram que, a partir daquela data, não iriam fazer mais nada em casa,onde permaneceriam como verdadeiras princesa e em completa ociosidade. Três meses depois, numa reunião de aferição de resultados, elas decidiram contar o que havia acontecido a partir de então. Em primeiro, falou a francesa e disse que Logo ao chegar em casa,comunicou ao seu marido que, a partir daquele dia, não mais faria qualquer trabalho doméstico. Não iria cozinhar, sequer,

um grão de arroz... Contou queno primeiro dia, não viu nada e não recebeu queixa alguma. No segundo dia foi a mesma coisa. No terceiro dia,presenciou o marido cozinhando seu arroz e fritando um ovo...eque ele já estava pensando em abrir uma rotisserrie!!! Em segundo, a mulher americana disse, na sua vez de falar, que ao chegar em casa, foi logo dando conta da novidade: não lavo mais uma peça de roupa, nem mesmo uma cueca...contou que no primeiro dia, não viu nada. No segundo, também não viu nada. No terceiro dia já viu o marido indo para o tanque,

para lavar suas cuecas....ele já tem um sócio pra abrir uma lavanderia!!!”Aí,chegou a vez da brasileira Raimundinha, nordestina, do Ceará, contar o que havia se passado com ela: “Ao chegar em casa, gritei forte: não faço mais porra nenhuma aqui em casa. Não faço mais nada mesmo!”. No primeiro dia ela contou que não viu nada. No segundo, também, nada viu. No terceiro dia, disse ela, continuei não vendo nada.“Somente no quarto dia, fui voltando a enxergar... meu olho já foi desinchando, e já dava pra ver o vulto dos meninos....”

pela porta dos fundos. Quando entocado, que seja para receber os reclamos da população. Prefeito bom não é o que tolera as coisas erradas, mas o que toma providências contra elas, e isto produz um celeiro de votos.

Meio ambiente desrespeitado

A população de Crateús continua a sofrer, ininterruptamente, a massacrante tortura dos carros de som que fazem propaganda comercial volante, percorrendo as ruas da cidade, principalmente as centrais, que concentram a maior parte do comércio. O Centro da cidade, mais precisamente no período da manhã, transforma-se num inferno de zoada, quando as pessoas perdem a condição de atender ao telefone, de trabalhar em paz ou manter uma simples conversa. Há uma Portaria do Judiciário (13/2005) emitida pelo juiz Magno Gomes Oliveira, que nunca foi posta em prática e, portanto, nunca surtiu efeito, desde a sua emissão, confirmando, assim, a opi-

nião do célebre jurista Pontes de Miranda, de que, Portaria é assunto que diz respeito a porteiro. Uma audiência pública foi realizada para encontrar um meio de coibir o som dos veículos de propaganda volante que abusam da sonoridade. A esta audiência compareceram diversos segmentos da sociedade, além da Promotoria Pública, Polícia Militar, Guarda Municipal e proprietários de carros de som. Debatidos os assuntos pertinentes, foram acertadas providências a serem tomadas no sentido de regulamentar a altura do volume de som dos carros de propaganda. Sabe oleitor o que aconteceu após essa audiência? O mesmo que ocorreu com a Portaria do Dr. Magno, um juiz duro e respeitado. Teve o mesmo destino – a cesta do lixo – talvez porque o meio ambiente e a saúde das pessoas sejam também assuntos a ser resolvidos pelos “porteiros”.

Lei que pede Ficha Limpa de dirigentes de ONGs depende do aval de Dilma Chega às mãos da presidente Dilma Rousseff projeto de lei que pede mudança na relação entre governo e ONGs. O pedido que foi encaminhado pela Secretaria Geralda Presidência e pela Casa Civil sugere que os administradores das entidades tenham ficha limpa na Justiça. Caso Dilma aprove a petição, as regras que passarão a ser aplicadas aos dirigentes poderão mudar completamente o funcionamento das organizações

não governamentais que recebem verbas por parte do governo. Entre as mudanças estão a atuação da lei Ficha Limpa para os dirigentes receberem dinheiro público, salários regulados pelo governo e mudanças nos estatutos das organizações para tentar barrar o enriquecimento ilícito de integrantes. Desde 2008, foram mais de R$ 6 bilhões em repasses do governo para essas entidades, entretanto não

há lei para regular o setor, que se vale das normas de repasses da União a Estados e municípios. O texto, que além dos ministérios foi discutido com 14 entidades, precisa apenas da aprovação de Dilma para seguir para o Congresso. Em 2011, na chamada “faxina” do governo Dilma, três ministros caíram após suas pastas serem alvejadas por irregularidades com ONGs: Esporte, Turismo e Trabalho.

Se eu não tivesse senso de humor, teria me suicidado há muito tempo” MAHATMA GANDHI Político pacifista indiano

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


César Vale

www.gazetacrateus.com.br

Casal Ana Cristina e Estenio Campelo recebeu no último dia 08/12, os padrinhos de seu casamento, familiares e alguns amigos, e o celebrante de suas bodas, padre Aleixo Brandi, em um jantar na cobertura de seu apartamento, por ocasião do transcurso de um ano de feliz união matrimonial. De alguns Estados deslocaram-se padrinhos e amigos para reviver a inesquecível noite no Recanto das Águas, que marcou a lembrança de todos. Um Cocktail/ jantar foi realizado pelo Buffet Renata La Porta, com cobertura do Programa Gilberto Amaral e fotos colhidas pelo repórter fotográfico Paulo Lima. A noite transcorreu em clima de muita alegria e cordialidade.

O Colégio Vitória conferiu à estudante Edite Carvalho Machado uma bolsa integral na anuidade de 2013. Estudiosa e dedicada, Edite fez jus ao merecido prêmio, por haver se destacado comomelhor aluna das turmas de segundo ano do ensino médio do colégio em 2012. De parabéns estão a escola e sua equipe de profissionais, a aluna Edite, e seus pais Lindalva e Flávio Machado, que não escondem a alegria pelo destaque da filha no colégio.

Jovem Isabel Cristina, tão bonita quanto estudiosa, filha do casal Sâmia Mororó e Wilson Mourão, foi aprovada no vestibular da UNIFOR, onde cursará Direito em 2013, o que deixa seus pais em incontida alegria e satisfação.

Raquel Ingredy, filha do casal Neide e Gabriel Vale, mudou de idade dia 17 e comemorou a data no restaurante Viva La Vaca acompanhada de seus pais, amigos e familiares.

A Gazeta do Centro-Oeste deseja aos seus assinantes, leitores, anunciantes e colaboradores um Natal de alegria e paz e Ano Novo de muita prosperidade.

O Natal somos todos nós Ao final de mais um ano e a vivência de mais um Natal, mesmo diante de circunstâncias adversas que o mundo nos impõe, devemos alimentar, permanente, o sentimento ético do respeito e do amor ao próximo. Se fizermos esta opção, certamente, poderemos viver eternamente felizes. A Clínica Cinco, na pessoa de seus diretores, Dra. Rosângela Bonfim e Dr. Wilson Cláudio e seus auxiliares, deseja renovar votos de Feliz Natal e Ano Novo, augurando que 2013 proporcie a todos os seus clientes, amigos e colaboradores, muitas realizações e glórias. FELIZ 2013!


Edição Nº 352