Issuu on Google+

14 ANOS www.gazetacrateus.com.br • e-mail: gazetaco@yahoo.com.br Crateús-Ce. Domingo, 15 de abril de 2012 - Ano XV - No 337 - R$ 2,50

Pior que a vergonha do rebaixamento é a vergonha por não saber perder O Ferroviário Atlético Clube, time de tradição e de grandes feitos na elite do futebol cearense, ganhador de vários campeonatos estaduais e possuidor de inúmeros troféus e taças, dono de numerosa e fiel torcida, passou pelo pior vexame de sua história e causou a maior decepção à sua torcida ao ser rebaixado para a 2ª Divisão do futebol cearense, no último dia 15. Esta realidade se concretizou em virtude do decepcionante trabalho de sua diretoria, que não soube honrar a glória, as tradições do clubea mística de suas camisas. Não faltou ao “Tubarão da Barra” um plantel de bons jogadores. Faltou diretoria, competência,incentivo, garra, técnica e, acima de tudo, responsabilidade e desejo de vitória. Depois de tanta escassez, faltou agora humildade à sua incompetente diretoria para reconhecer os erros cometidos durante o campeonato e aceitar o rebaixamento. Sua fiel torcida, mesmo amargando o travo da desclassificação, não aceita que o clube se classifiqueno “tapetão” à custa da desclassificação do Crateús Esporte Clube, time pequeno do Interior, que soube honrar suas camisas e o seu povoe trilhar o caminho das vitórias para alcançar a Primeira Divisão e nela se manter por justo

merecimento. Rebaixamento não é demérito. Grandes clubes nacionais como Flamengo, Fluminense, Vasco da Gama, Corinthians, Palmeiras, Fortaleza e tantos outros já foram rebaixados e deram a volta por cima, sem que vissem o mundo desabar. O rebaixamento levou-os à reflexão, a promover mudanças e tomar providências. Fê-los mais experientes e precavidos e animou-os a novas conquistas. Classificar-se sem os devidos méritos é desrespeitar a torcida, as camisas, as cores do clube e a arte de jogar futebol. A equipe do Crateús, formada apenas por jovens de boa vontade, sem possuir estrutura financeira, mas contando com o imenso esforço de sua diretoria, de desportistas, de sua torcida, e com a ajuda financeira do Governo Municipal e de patrocinadores, conseguiu o grande feito de colocar os pés na primeira divisão do futebol, disputar o CampeonatoCearense de 2012, e se manter na elite do nosso futebol em 2013. Enfrentando mil e uma dificuldades, marinheiro de primeira viagem, acanhado e inexperiente, o time do Crateús conseguiu se superar e chegar ao sétimo lugar na competição, à custa de muito sofrimento, suor e dedicação.

Tamanho esforço, tanta vitória conquistada e tamanho custo e expectativa, não podem rolar ladeira abaixo, levando o Crateús injustamente ao rebaixamento. Os crateuenses, ansiosos, aguardam que a Justiça Desportiva julgue a injusta reivindicação da incompetente diretoria do Ferroviário que, por cima de pau e pedra quer arrebatar os pontos conquistados pelo Crateús, transferindo-os ao Ferroviário, para que este venha a escapar do rebaixamento. Vê-se, neste episódio, com muita tristeza e indignação, a imprensa desportiva da Capital tomando posição ao lado do time da Barra do Ceará, influenciando o Tribunal de Justiça Desportiva a um julgamento tendencioso. O noticiário esportivo tem girado, neste episódio, unicamente favorável ao Ferroviário, numa prévia insinuação de que o Crateús, por ser um time pequeno de cidade do Interior, deve ser levado ao rebaixamento injusto para que o Ferroviário, time da Capital, seja favorecido e permaneça na Primeira Divisão. Os jornais de Fortaleza, antes mesmo de o Ferroviário entrar com processo no TJD, já se antecipavam em dar o Crateús como desclassificado e rebaixado para a Segunda Divisão. Tão na cara os motivos.

DEPUTADA DESTINA EMENDA DE R$ 500 MIL AO MUNICÍPIO

Apenas quatro dias após visitar a cidade, deputada Gorete Pereira (foto) destinou emenda parlamentar de R$ 500 mil para construção de praça no entorno da Igreja da Imaculada Conceição no bairro da Ilha. Pág. 05

Jornalismo, Ética, Liberdade, Compromisso e Democracia.

MST E SEM TETO INVADEM PROPRIEDADE PRODUTIVA O Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST), com apoio da Frente Social Cristã,invadiram, conjuntamente, na madrugada do último dia 11 de abril, a propriedade rural Poço da Roça, de 89ha. Pág. 04

“OPOSIÇÕES UNIDAS” REALIZAM SEMINÁRIO

No comando do seminário o deputado Nenen Coelho e os ex-prefeitos de Crateús Paulo Nazareno e José Almir

As chamadas “Oposições Unidas” de Crateús realizaram, no último dia 14, no auditório do CREA, um seminário de planejamento político para a cidade, com vistas à eleição de prefeito do município de Crateús em outubro próximo vindouro. Pág. 04


Página

2

Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012

Editorial

Transporte coletivo A Câmara Municipal aprovou projeto do Executivo que cria o transporte coletivo no município de Crateús - uma necessidade que se faz urgente, não apenas pela dificuldade que têm as pessoas para se locomoverem de um bairro a outro da cidade, tendo que percorrer grandes distâncias a pé ou se utilizando do transporte de alto risco – o mototáxi. Essa urgência também decorre em função de uma exigência da Universidade Federal do Ceará – UFC, que implantará em Crateús um campus avançado, que só se concretizará mediante a implantação desse tipo de transporte na cidade. Para ser feita a implantação do transporte coletivo

urbano se faz necessário, antes de tudo, um estudo viário da cidade, feito por especialistas em mobilidade urbana e, ao que parece, esse estudo ainda não se encontra em andamento, malgrado a sua urgência. Ele implica na abertura e novas vias para as rotas do transporte coletivo, melhoria da pavimentação, asfaltamento de ruas, implantação de semáforos, sinalização horizontal e vertical, etc. Tomando como exemplo o acesso do Centro da cidade ao bairro Planalto, e deste ao Centro, encontramos um complicador: como fazer este percurso em ônibus se a CE-187 é a única via disponível e já conta com intensa movimentação? Neste caso,

Artigo

se faz imperativo a preparação da Rua João Tomé, rua paralela a CE 187, de grande extensão e percurso abrangente, abrindo nela uma passagem através de escavação por baixo da linha férrea, pavimentando-a com asfalto, sinalizando-a e adaptando-a ao tipo de transporte. A Rua João Tomé é a única via alternativa para a linha de transporte coletivo no sentido Norte/Sul e vice-versa. Toda essa preparação leva tempo para ser executada e a Prefeitura precisa agir com rapidez para executar este projeto tão necessário quanto indispensável aos destinos da cidade de Crateús.

José Maria Bonfim de Moraes Médico-cardiologista

A professora centenária Neste abril, Olivia Bezerra do Bonfim, chega ao seu primeiro século de vida. Nascida às margens tépidas do Poty, Olívia é uma legenda viva da história educacional de Crateús. Junta-se a tantas mestras de imenso fulgor científico. Vindo do famoso Colégio das Doroteias de Fortaleza, Olívia aportou em nossa terra para realizar uma invejável caminhada na edificante seara do saber. Foi diretora do Colégio Regina Pacis e do Colégio Lourenço Filho. No meio do caminho há sempre uma pedra, como reza Drummond. Com uma severa doença viu-se ameaçada a chegar a esta data memorável. Fez como diz o Padre Fábio de Melo, quando o sofrimento bater a porta, abra-a. Ela abriu, não com perguntas, mas com respostas. Exalando serenidade de noite mansa viu-se curada. E hoje airosa e bela contempla este século maravilhoso. Atinge o patamar da glória, com

ABUSO SEXUAL: Homem é condenado a 12 anos de prisão

O juiz Fabrício Vasconcelos Mazza, da 2ª Vara da Comarca de Acopiara, condenou Valdetude Barbosa da Silva a 12 anos de prisão por ter abusado sexualmente de uma adolescente com transtornos mentais. O crime ocorreu em janeiro do ano passado. Segundo a denúncia do MP, Valdetude foi flagrado com a garota em um sítio de Acopiara.

AMAZONAS: Casos de malária aumentam 30%

Os números de casos de malária aumentaram 30% nos três primeiros meses do ano no Amazonas, em decorrência das cheias nos rios do estado. Os dados são da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), vinculada à Secretaria de Saúde do Amazonas, que apontou como outro motivo para a elevação do índice a dificuldade de acessar as regiões mais afastadas, como zonas rurais e aldeias indígenas. A diretora da FVS, Lubélia Sá, informou que o órgão está adotando medidas para prevenir a doença.

os cardos do caminho, mas com uma imensa ternura e bondade. Ao se deixar Lisboa em direção a Fátima, em Portugal, deparamo-nos deitados ao longo da margem das estradas, com os verdes e risonhos olivais. O óleo de oliva é sinônimo de longevidade. Também é unção de serenidade e temperança. É com o óleo que nos tornamos cristãos, e nos confirmamos na fé. Com óleo levamos o lenitivo aos enfermos e consagramos presbíteros e epíscopos na estrada da missão ministerial. Olívia comemora cem anos quando a Páscoa se nos apresenta. Quando o Círio Pascal brilha, quando o fogo santo incendeia de esperanças a nossa vida de cristãos. Quando os sinos se derramam em aleluia e quando as alfaias majestosasse sacodem na brisa santa da alegria da Ressurreição.A longevidade é um presente precioso de Deus. Um galardão de quem caminhou todos es-

tes anos com o farol da dignidade e com a chama do compromisso. A vida somente vale se houver compromisso. Olívia foi sempre compromisso com a educação. Olívia deixou o giz para construir um lar cristão e sadio. Esposou Manoel Bonfim Filho, com quem teve dois filhos que os orientou no caminho da educação. Enquanto, Olívia cuidava da tessitura do espírito, Manoel, entre linhas e agulhas, cerzia com talento o abrigo do corpo. Nesta unção centenária, a festa se divide entre a família e a educação de Crateús, que se alegra em ver uma das figuras mais emblemáticas de sua rica escola de mestres, alçada ao patamar da glória. Ganha Olívia, esta data inesquecível, ganha Crateús ao ver sua mestra ser reconhecida, ganhamos nós por tê-la bem próximos de nós, e nos alegrar com as suas valiosas conquistas.

Você encontra todas as matérias da Gazeta no site. Acesse e poste seu comentário.

Dr. André Landim

Drª. Maria de Jesus Soares

Doenças da Pele e Alegria

Ginecologia e Obstetrícia

Dr. Gustavo Henrique Bezerra

Dr. Waetan

Otorrinolaringologia - Videolaringoscopia

Ultrassonografia

Dr. Kevin Carneiro

Dr. Gerardo Jr

Bioquímico

Ortopedia e Traumatologia

Dr. Nenzé Bezerra

Drª. Déborath Lúcia de O. Diniz

Urologia e Cirurgia Laparoscópica

Neurologista - CRM 5041 - E-mail: deborath@gmail.com

Drª. Christianne Taumaturgo D. Soares Endocrinologia

Dr. Paulo Nazareno

Endoscopia e Cirurgia Laparoscópica

Rua Cel. Lúcio, 221 - Centro - TeleFax: (88) 3691.1476 - Crateús-Ce

Projeto Gráfico e Diagramação: Fabrício Pereira fabriciopereiramkt@gmail.com Coordenação e Digitação: Miliane Silva

Assessor para assuntos especiais: Francisco Oton Falcão Jucá Tel.: (85) 3254.5353 / (85)99812637 Fax: (85) 3254.8000

M. Duarte da Silva CNPJ: 06.327.640/0001-97 Rua Cel. Lúcio, 503 - CEP 63700-000, Crateús-Ce - Fone/Fax: (088) 3692.3810

Conselho Editorial: Eduardo Aragão Albuquerque Jr. José Bonfim de Almeida Júnior Sebastião Cesar Aguiar Vale

Importante: As opiniões assinadas não refletem obrigatoriamente o pensamento do jornal.

Sebastião César Aguiar Vale Editor-Geral e jornalista responsável Mat. nº: 01227JP - CE FENAJ rasecvale@yahoo.com.br

Assessoria Jurídica: Dr. José de Almeida Bonfim Júnior, OAB 15545 CE

Assinaturas ou renovações: Através do E-mail: gazetaco@ yahoo.com.br ou pelo telefone (88)

Fundada em 30 de maio de 1997

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

3692.3810. Assinante de qualquer localidade enviar comprovante de depósito bancário por fax ou e-mail: Bradesco M. Duarte da Silva - ME Agência: 997-0 - Conta: 16165-9

Tiragem por edição: 2.000 exemplares. Crateús: Assinatura anual R$ 60,00 Outras localiadades Assinatura anual R$ 100,00 Assinatura semestral R$ 60,00

Banco do Brasil M. Duarte da Silva - ME Agência: 0237-2 - Conta: 28.765-2 Impressão: Gráfica e Editora Premius

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012 Página

3

Geral

[CrônicadaCidade]

www.juniorbonfim.blogspot.com

Sobre poesia e política Hoje pela manhã fui despertado por um telefonema do César me lembrando de que era dia de fechar mais uma edição do Jornal. Portanto, aguardava minha crônica. Na sequencia me narrou seu encantamento com a fala do recém-empossado Presidente do nosso Tribunal Constitucional, Carlos Ayres Britto. Colhi daí o mote para estas linhas: a intercessão entre as linhas da poesia e da política. Aproveitei para, primeiro, revisitar um verso de Ayres Britto: “Namore bem com a vida./ Deixe que ela seduza você./ Permita-se ter um caso de amor/ Com ela,/ Mas não pare por aí:/ (…) Faça tudo isso e prove da vida/ Como do néctar das flores/ Prova o colibri,/ Sem se perguntar se existe outro céu/ Fora daqui”. Pois é... O verso acima é produto da tecelagem poética de Carlos Augusto Ayres de Freitas Britto (eis o seu nome completo). Um sergipano de Propriá que assumiu na última quinta-feira, 19 de abril de 2012, a Presidência da mais alta Corte de Justiça Brasileira, o Supremo Tribunal Federal. Ayres Brito ganhou relevo pelo fato de povoar suas intervenções no STF com frases que destoam do trivial, forjadas na máquina de tear de sua genial renda literária. Teima em provar que continua inalterado: “Hoje me chamam de ministro/ E eu decido sob respeitável toga./ Meu coração, porém, não mudou nada./ Continuo um romântico indiozinho/ a remar sua piroga/ E a cismar por entre as árvores, à noitinha,/ Vendo em cada pirilampo e em cada estrela/ Os faiscantes olhos da namoradinha.” Seu discurso de posse se constituiu em uma tela de delicada tessitura criativa. Exala o orvalho de sensibilidade que brota do autor. Urge registrarmos quão raro é a nação assistir um

Marguê Freire

poeta tomar as rédeas de um dos três poderes da República. Oh! Quanta falta faz, no áspero e belicoso bioma da política, a presença de seres banhados pelo sereno do bom senso! Alguém pode imaginar que considero os poetas como homens acima da média, bafejados por alguma aura extraordinária. De jeito nenhum. Concordo com Neruda: “o poeta não é um «pequeno deus». Não, não é um «pequeno deus». Não está marcado por um destino cabalístico superior ao de quem exerce outros misteres e ofícios. Exprimi amiúde que o melhor poeta é o homem que nos entrega o pão de cada dia: o padeiro mais próximo, que não se julga deus. Cumpre a sua majestosa e humilde tarefa de amassar, levar ao forno, dourar e entregar o pão de cada dia, como uma obrigação comunitária. E se o poeta chega a atingir essa simples consciência, a simples consciência também pode se converter em parte de uma artesania colossal, de uma construção simples ou complicada, que é a construção da sociedade, a transformação das condições que rodeiam o homem, a entrega da mercadoria: pão, verdade, vinho, sonhos”. Pois bem. É isto que quero dizer: a política - o serviço à polis, à cidade, à comunidade - é essa atividade magnífica de tornar acessível a todos os bons frutos da árvore da vida. Um pulsante exemplo da poesia materializada na política é a capital da França. Paris, a bela, a exuberante, a formosa Paris, com suas marmóreas construções, com suas pontes esmeradamente decoradas, seus prédios amarelos e suas catedrais cinzentas é um belo modelo da transfusão lírica nas veias de uma metrópole. Paris realizou

o onírico rito de passagem, a incorporação da sensibilidade artística na reunião das pedras para as edificações arquitetônicas. É sintomático que um dos seus programas mais festejados seja o passeio pelo rio Sena. O rio, artéria vital, é como que reverenciado pela cidade. As principais e as mais tradicionais construções estão à margem do leito fluvial que banha a urbe. Mirando Crateús, surgem as indagações. Por que desprezamos nosso rio? Por que as nossas construções estão de costas para o Poty? Imaginemos, por mera divagação ou louvor ao diletantismo, um rio despoluído e perenizado, as margens recuperadas, a mata ciliar preservada!... Imaginemos as pontes iluminadas, exibindo esculturas de arte dos artistas locais!... Imaginemos uma orla prazerosa, com espaços de lazer, pistas de Cooper, jardins de meditação!... Imaginemos pequenos barcos disponibilizando passeios românticos e culturais ao longo do percurso urbano!... Saber que nada disso é devaneio gratuito, mas possibilidade desperdiçada. Saber que temos muito mais potencialidades inexploradas... Saber que outras regiões do planeta, sob condições bem mais adversas, executaram ideias incrivelmente mais arrojadas que esses simples e modestos desejos... Confesso que me dói... Confesso que me dói ver nossas lideranças políticas reféns de uma agenda mesquinha, entrecortada pela futrica menor, pelo alarido da maledicência. Meu pequeno coração de poeta me diz que falta algo ao estrume da nossa política, que o torne gerador de vida, germinador de alegria: sementes de poesia!

[Observatório] “A opinião pública quer uma CPI gigante que desmascare os privilégios na classe política. A força cidadã pode ser percebida nas declarações recentes de poderosos. Eles têm reclamado menos da mídia e mais da opinião pública. O clamor popular e apartidário por ética assusta. Gorou a tentativa de cercear a mídia. Tapar a boca do povo nas redes sociais é bem mais complicado que tentar controlar a imprensa. E Dilma defende como um mantra a liberdade de expressão”. O texto acima é de um artigo da jornalista Ruth de Aquino, na Revista Época desta semana. Ele reflete muito bem o estado de espírito da opinião pública, que tende a se traduzir concretamente no resultado das eleições vindouras.

O CENÁRIO

As próximas eleições se realizarão neste cenário de cansaço popular com os desmandos. De fúria quase indomável do cidadão com os descalabros governamentais. A facilidade e a instantaneidade com que as informações são compartilhadas nas redes sociais torna o homem comum, antes apático e distante dos acontecimentos políticos, um ator presente e militante ativo dos debates. Enquanto a sociedade avança na marcha da correção, via de regra o mundo político continua preso aos velhos conceitos.

O CENÁRIO II

Em Crateús, já pontuamos que a disputa está praticamente definida. Parece que o PSOL e o PV conversam no sentido de marcharem juntos. Se houver essa coligação, teremos três candidaturas. As outras duas são a do Prefeito (PCdoB, PT e PR) e a das Oposições Unidas (PMDB, PSDB, DEM, PTB, PDT, PSD, PPS, PHS, PSL, PMN e PRTB). O PSOL já

sabe que no PV há um candidato que não transige: João Coelho Soriano (o Maçaroca). Quem quiser se aliar, já entra sabendo dessa decisão irreversível. O esquema oficial repetirá a chapa de quatro anos atrás: Carlos Felipe e Mauro Soares. As Oposições Unidas definiram um calendário que aponta a primeira quinzena de maio como o prazo limite para a definição do candidato. Nos partidos que compõem este bloco já foi passada uma peneira e cada agremiação apresentou apenas um postulante. Só o PMDB retardou a definição. Era para ter batido o martelo no sábado passado. Pediu um prazo até este início de semana.

O CENÁRIO III

Mesmo com a Prefeitura exibindo um quadro de notória dificuldade financeira, o Prefeito se movimenta como se o caixa municipal andasse às mil maravilhas e não tivesse que fechar o exercício com as contas em dia. Ao invés de medidas de contenção de despesas, anuncia obras e mais gastos. É uma operação de alto risco. Imagina que, se ganhar a eleição, poderá empurrar o problema para frente. Se perder...

O CENÁRIO IV

No laboratório da Oposição o cenário é menos delicado, porém igualmente desafiador. Como desenhar um modelo de campanha que seja capaz de seduzir a opinião pública e representar um avanço ao modelo existente? Como conduzir um debate eleitoral que agregue a insatisfação do povo e explore com maestria as contradições do esquema situacionista? Eis o dilema.

DIDEUS SALES

Se um amante da canção completa 5 décadas de versos na bagagem e a sua Revista, a Gente de Ação,

Receitas Caseiras: Bolo de milho

Ingredientes: 6 unidades de espiga de milho limpa, 10 colheres de sopa de açúcar, 1 xícara de chá de farinha de trigo peneirada, 4 unidades de clara de ovo, 1 xícara de chá de leite em pó, 1/3 copo de leite de vaca e ½ colher de chá de [ Opinião ]

fermento. Modo de Preparo: Ralar as espigas de milho e peneirar. Misturar o conteúdo que passou pela peneira com o açúcar, o leite em pó e o leite de vaca, gradativamente. Acrescentar a farinha de trigo, misturada [ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

ao fermento em pó e reservar. Bater as claras em neve e juntar a massa às claras. Colocar em forma de 25 cm de diâmetro, untada e polvilhada. Assar em forno médio (180 ºC) por 60 minutos. Cada fatia tem 80 calorias.

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]

10 anos de tiragem – é óbvio que vai ter homenagem. Venha conosco celebrar esse rito de passagem. Com o texto acima a Academia de Letras de Crateús convida a população crateuense para o lançamento do livro “Nos Cafundós do Sertão” e o CD “Entre Amigos”, de autoria do poeta Dideus Sales, que ocorrerá na noite do próximo dia 05 de maio de 2012 (sábado), na Cabana Mendes. Este aprendiz de escriba foi convidado para fazer a apresentação do autor e das obras.

ALC

Por falar em Academia, o Sodalício de Letras de Crateús estará realizando nos próximos dias em Fortaleza o lançamento do livro sobre o centenário da nossa cidade.

TRONCOS CENTENÁRIOS

Esta edição da Gazeta está indo às bancas em período próximo a duas celebrações centenárias: Maria Olivia Bezerra Bonfim está comemorando o centenário; Felipe Bezerra Cavalcante festejou a ultrapassagem do centenário e cortou o bolo dos 101 anos de vida. Oxalá esse tipo de notícia se torne mais corriqueiro e nos alcance a todos.

PARA REFLETIR

Em certa ocasião alguém perguntou ao astrônomo italiano Galileu Galilei: Quantos anos tens?! - Oito ou dez, respondeu Galileu, em evidente contradição com sua barba branca. E logo explicou: - Tenho, na verdade, os anos que me restam de vida, porque os já vividos não os tenho mais, como não temos mais as moedas que já gastamos.


Página

4

Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012

Cidade

MST e Sem Teto invadem propriedade produtiva O Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST), com apoio da Frente Social Cristã,invadiram, conjuntamente, na madrugada do último dia 11 de abril, a propriedade rural Poço da Roça, de 89ha, situada na periferia de Crateús, onde o seu proprietário, José Leitão, mantém-na produtiva, com a criação de gado, de ovelhas e

produção de leite. A fazenda possui casa residencial ocupada por familiares, bem como instalações para o criatório de animais. O senhor da propriedade estranha a ocorrência deste tipo misto de invasão pelo MST e pelo MTST, porquanto a mesma não possui extensão adequada para comportar um assentamento rural nem estrutura urbana que justifique a invasão da

área para a construção de casas para trabalhadores sem teto.

REINTEGRAÇÃO DE POSSE

O proprietário da Fazenda Poço da Roça, invadida pelos dois Movimentos, no mesmo dia em que ocorreu a invasão, entrou na Justiça com um pedido de reintegração de posse, com pedido de liminar cobrando perdas e danos e aguarda

a decisão judicial.

A FARSA DOS MOVIMENTOS

Segundo ficou evidenciado, a invasão foi levada a efeito com a utilização de pessoas alheias aos dois movimentos sociais, cooptadas mediante pagamento de diárias de R$ 20 para demarcar terreno, e comprovada com a identificação

de conhecida figura de Crateús, alcunhada por “Neto Capelão” ou “Capelão do Ipase”, contratada por integrantes dos Movimentos, pelo valor acima, fotografada durante a invasão, e entrevistada pela Rádio Nossa FM 87,9 pelo repórter Douglas Lima, que denunciou a farsa daquela invasão.

Conhecido biscaiteiro “Neto Capelão” ou “Capelão do Ipase”, armado com porrete e contratado a R$ 20 a diária para demarcar terreno

Flagrante da invasão da propriedade Poço da Roça, vendo-se à esquerda conhecida figura de estudante universitário

“Oposições unidas” realizam seminário As chamadas “Oposições Unidas” de Crateús realizaram, no último dia 14, no auditório do CREA, um seminário de planejamento político para a cidade, com vistas à eleição de prefeito do município de Crateús em outubro próximo vindouro. O seminário “Planeja Crate-

ús” amplamente divulgado reuniu cerca de 60 participantes, entre os quais se encontravam presidentes de partidos políticos de oposição ao atual governo municipal, ex-prefeitos, ex-secretários municipais, vereadores, pré-candidatos a prefeito, membros de associações, convida-

dose curiosos, entre outros. Os participantes se reuniram sob a liderança do deputado Nenen Coelho, que dirigiu o evento, e que teve ao seu lado os ex-prefeitos José Almir Claudino Sales e Paulo Nazareno Soares Rosa. Formaram-se três grupos de participantes que abordara-

mtemas nas áreas Institucional, Social e Econômica, comandados respectivamente pelo ex-prefeito José Almir, pelo ex-secretário Ivan Monte Claudino e pela professora Leônidas, ex-secretária de Educação. O objetivo do seminário “Planeja Crateús” foi o de

Público participante do Seminário Planeja Crateús no auditório do CREA, em destaque os vereadores Bibi Apolônio, Márcio Cavalcante e o advogado Júnior Bonfim

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

os problemas e as soluções para que a cidade se torne um lugar ainda melhor para se viver. Findos os trabalhos os três temas foram debatidos pelos participantes. Café da manhã e almoço foi oferecido a quantos se fizeram presentes.

Júnior Bonfim fez esplanação sobre o seminário ao público presente

CRATEÚS: Rua Cel. Lúcio, 511 - Centro Fone/Fax: (88) 3691.1717 NOVA RUSSAS: Rua Pe. Francisco Rosa, 1311 - Centro Fone: (88) 3672.0308 SANTA QUITÉRIA: Rua Cel. Manoel Alves, 157 - Centro Fone: (88) 3628.0374 ARARENDÁ: Rua Francisco Mourão Lima, s/n- Centro Fone: (88) 3633.1203

Coordenadores dos grupos que debateram os temas do seminário: Ivam Monte Claudino, José Almir Claudino Sales e professora Leônidas

[ Opinião ]

elaborar um plano para recolocar Crateús nos trilhos e repensar a cidade, conforme consta no folder/convite, planejar ações e construir projetos estratégicos para que ocorram mudanças. Em suma, o objetivo maior foi o de definir “qual Crateús queremos”, como enfrentar

[ Sociedade ]

MOSENHOR TABOSA: Av. Honório Melo, 25 - Centro Fone: (88) 3696.2164 NOVO ORIENTE: Rua Elpídio Rodrigues, 266 - Centro Fone: (88) 3629.1794 QUITERIANÓPOLIS: Rua Acard Deusdete Pedrosa, 247 Fone: (88) 3557.1346 / 9992.1379 FORTALEZA: Rua Pe. Luiz Filgueiras, 550 - Aldeota Fone: (85) 3221.4355

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012 Página

Cidade

ALCÓOLICOS ANÔNIMOS

Se você quer beber o problema é seu. Se seu caso é parar de beber o problema é nosso; Alcóolicos anônimos. Central de Trabalho: (88) 3691 2378

Deputada destina emenda de R$ 500 mil ao município A deputada Gorete Pereira (foto) esteve em Crateús no dia 24 de março passado, ocasião em que inaugurou juntamente com o prefeito Carlos Felipe, obras de calçamento no distrito de Tucuns e nas localidades de Queimadas, Filomena e Tapuio. A deputada, durante sua estada em Crateús, visitou a Igreja da Imaculada Conceição, no bairro da Ilha, tendo recebido do pároco um pedido de construção de uma praça no entorno daquele templo, dada a sua grandiosidade e a necessidade de ter uma praça em seu entorno. Apenas quatro dias se pas-

saram após sua visita àquele templo, e já no dia 28 de março, Gorete Pereira encaminhou ofício ao ministro do Turismo, Gastão Dias Vieira, indicando o município de Crateús para ser contemplado com a Emenda Parlamentar de sua autoria, de nº 20700013, no valor de R$ 500 mil, com recursos do Ministério do Turismo previsto no Orçamento Geral da União/2012, sobre o título de Apoio a Projetos de Infraestrutura Turística, no Estado do Ceará, com a Funcional Programática nº 23.695.2076.10v0.0023. Embora não haja ainda

Empreendedor Individual: prazo para declaração anual de rendimentos acaba em 31 de maio

uma previsão da liberação da verba destinada à construção da praça, tem-se como assegurado o recurso para a construção da obra.

Atletas do Crateús Esporte Clube são homenageados Todo o plantel do Crateús Esporte Clube foi homenageado no último dia 15, com um almoço no Clube Caça e Pesca, pelo excelente desempenho do futebol crateuense apresentado em gramados cearenses durante o Campeonato Cearense de Futebol de 2012, que manteve o clube classificado na Primeira Divisão para jogar no campeonato do próximo ano.

Esteve presente o prefeito Carlos Felipe, que fez os agradecimentos aos atletas, ao técnico Maurílio Silva, ao presidente do Crateús Esporte Clube, Franzé Martins, aos patrocinadores e a todos os que colaboraram para o bom desempenho da equipe no Campeonato Cearense de Futebol de 2012, bem como à mídia esportiva local. Também marcou presença o presidente do Fortaleza

5

Esporte Clube, deputado Osmar Baquit, que se fez acompanhar do técnico do Fortaleza, Nedo Xavier e do diretor de futebol, Jorge Mota. A visita do presidente do Tricolor de Aço foi um ato de pura cortesia, justo no mesmo dia em que o Crateús, jogando sua última partida pelo Campeonato Cearense de 2012, enfrentaria, no domingo, 15/4, em casa, a equipe do Fortaleza.

O Empreendedor Individual está dispensado de contabilidade formal e, portanto, não precisa escriturar livro. Todo mês, até o dia 20, o Empreendedor Individual deverá preencher o Relatório Mensal das Receitas que obteve no mês anterior, portanto, deve guardar as notas de compra de mercadorias, os documentos do empregado contratado e o canhoto das notas fiscais que emitir, com isso irá comprovar o cumprimento do limite estabelecido por lei para manutenção dos benefícios fiscais do Simples Nacional. Além disso, todos os anos, o Empreendedor Individual deve declarar o valor do faturamento do ano anterior. No caso da primeira declaração, ele também pode contar gratuitamente com a ajuda do contador, de acordo com o disposto na legislação (Resolução CGSN nº 10 de 28 de junho de 2007 e Resolução CGSN nº 58 de 27 de abril de 2009), bem como, outros documentos de interesse da fiscalização. É importante que o Empreendedor Individual se familiarize com esses controles que são essenciais no planejamento e desenvolvimento do seu negócio. Os controles permitem avaliar, por exemplo, se o faturamen-

to é suficiente para pagar os compromissos assumidos ou se permite sobras para a ampliação das atividades. Observação Importante: • A declaração deve ser entregue até o ultimo dia útil do mês de Maio de cada ano, com informações do ano anterior. • Se a Declaração Anual não for entregue no prazo, o empreendedor ficará sujeito à multa de R$ 50,00 e não poderá imprimir as guias de pagamento (DAS) do próximo ano. Segundo o site do Portal do Empreendedor (www. portaldoempreendedor.gov. br) o Estado do Ceará conta com 64 316 mil Empreendedores Individuais (EI) registrados e 672 no município de Crateús-Ce(atualizado em 17/02/2012). Para se tornar um Empreendedor Individual é preciso se cadastrar gratuitamente no Portal do Empreendedor. O custo mensal é de apenas 5% do salário mínimo referente ao INSS, mais R$ 5, para prestador de serviços, ou mais R$ 1, no caso de indústria e comércio. Entre os benefícios da formalização estão à cobertura previdenciária - como aposentadoria, auxílio-doença e salário-maternidade, o regis-

tro no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), e o acesso a serviços bancários com juros mais baixos. O EI pode contratar um funcionário. Onde obter ajuda Lembre-se de que o SEBRAE e a Sala do Empreendedor estão disponíveis para orientá-lo e tirar suas dúvidas. SEBRAE-CRATEÚS: Rua Padre Mororó, s/n, próximo ao Terminal Rodoviário: 883691-2060; SALA DO EMPREENDEDOR: Rua Almirante Tamandaré, s/n, Altos, no prédio da CDL de Crateús: 88-3691-1595; Entre em contato com nossa Central de Relacionamento pelo telefone 0800 570 0800 ou acesse o nosso portal em www.sebrae.com. br. No Portal do Empreendedor, você também encontra a lista de contadores credenciados que estão à disposição para apoiar gratuitamente a inscrição do Empreendedor Individual e a preparação da primeira Declaração Anual.

Ponto de Vista Dilma resgatada Os infiéis aliados de Dilma Rousseff tomaram um sustocom os estratosféricos índices (77%) de apoio popular recebidos pelapresidente. O mais desconcertante para eles foi o índice de 75% na RegiãoSudeste. Na faixa de renda superior a dez salários foram inéditos 60%. Ou seja,não se pode mais dizer que o apoio é fruto da desinformação e da falta deinstrução dos mais pobres, como sempre foi

Atletas do Crateús Esporte Clube foram homenageados com almoço no Clube Caça e Pesca

alegado. Por que a aprovação daantiga classe média? Justamente por causa da prova de firmeza dada por Dilma ao”peitar” os oportunistas e fisiológicos. Dilma foi resgatada do cerco dosoportunistas.

PUTREFAÇÃO

Não basta ter a aprovação eventual dos cidadãos, é preciso que estes tenham mecanismos para intervir no jogo político e compar-

Valdemar Menezes

tilhar das decisões. Não cabe à presidente articular a sociedade para isso, mas aos partidos progressistas de sua base, sobretudo o PT, que tem o compromisso histórico de não ser apenas um partido eleitoreiro. O contrário seria uma traição à sua origem. Só assim será possível conter a putrefação da política, que termina contaminando todos os partidos, sem exceção.

“O STF torna medíocre o exercício da profissão e sinaliza que qualquer um pode ser jornalista. O Congresso Nacional e o Senado devem se posicionar contra esse verdadeiro atentado. Franzé Martins, presidente do Crateús levou o time à classificação

Eunivaldo Sampaio, secretário de Esportes

[ Opinião ]

Presidente do Fortaleza Esporte Clube, Osmar Baquit, ao lado do prefeito Carlos Felipe e do diretor de futebol Jorge Mota durante a homenagem aos atletas do Crateús Esporte Clube

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

Senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) Defendendo emenda à Constituição que restaura a obrigatoriedade do diploma específico para o exercício do Jornalismo

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Página

6

Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012

Regional

“Aqui diretores de escolas são escolhidos pelos vereadores. Escola não é lugar de vereador, nem de deputado, nem de político algum” André Haguete – Sociólogo

Informe Publicitário Nova Russas

Informe Publicitário Novo Oriente

Projeto concede reajuste a servidores municipais

Escola recebe quadra coberta e novas instalações

A Câmara de Vereadores aprovou Projeto do Executivo Municipal,Lei Nº 813/20, que concede reajuste aos servidores do município. O reajuste de 22,22% foi o maior registrado nos últimos tempos e agradou em cheio a todas as categorias. Pouco mais de 20 dias de ser sancionado pelo prefeito Paulo Evangelista, os servidores tiveram perdas salariais recuperadas, bem como signi-

A Escola Francisco Rufino, após longa expectativa, realizou o sonho de ver inaugurada a sua quadra esportiva coberta e de receber significantes melhorias em suas instalações. O evento de inauguração ocorreu no dia 30 de marçoúltimo, com a presença de grande público: pais, alunos, funcionários, professores, coordenadores, prefeito Rodrigo Coelho, vice–prefeito Godofredo, deputado Nenen Coelho, ex-prefeito Valdecy Coelho, vereadores e a secretária de Educação Maria Coelho, que falaram da importância da realização daquela obra, para todos os que fazem a Escola Francisco Rufino. A festa de inauguração foi

ficativos reajustes. O município foi um dos primeiros do estado a equiparar ao piso nacional, aumentando em 22,22%, sendo que no ano passado foram repassados dois abonos salariais. A repercussão foi tal modo positiva que os servidores do segmento administrativo nível médio foram beneficiados com reajuste de 41,28% e nível superior de 10% de aumento. A medida também

contemplou os funcionários do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), com reajuste de 14%,mais auxílio alimentação de 6,07%, calculado pela variação anual do INPC. Há três anos, os servidores estavam com seus salários defasados, e esse foi o maior reajuste concedido por um gestor, confirmando o compromisso e a valorização da administração municipal.

Detran realiza validação da CNH popular Equipe do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) realizou, no último dia 12 de abril, validação das inscrições de candidatos que se cadastraram pela Internet para participar do Programa Carteira de Motorista Popular (categoria A, para conduzir moto), nos município de Nova Russas. Os candidatos, num total de 1.401, apresentaram a documentação exigida e cada um teve de comprovar a condição que informou na hora de preencher o formulário eletrônico: ser beneficiário do Bolsa Família; ter sido estudante há 12 meses ou estar estudando há 6 meses na escola pública (ensino fundamental, médio

ou profissionalizante); ter sido presidiário ou ser portador de necessidade especial (com condições de pilotar uma motocicleta). A etapa de validação eliminou 645 candidatos por não terem atendidoaos requisitos; 20 foram reprovados, e 736 foram aprovados ao serem submetidos à prova escrita sobre

conhecimentos específicos. A relação dos aprovados da CNH popular de Nova Russas deverá constar nos próximos 15 dias no site do Detran. As etapas seguintes também serão divulgadas pelo órgão que segue o procedimento habitual; exames médicos, prova de legislação e aulas práticas.

Sai do ar Rádio Príncipe Imperial A Rádio Príncipe Imperial AM 1210, desde o dia 16 último, se encontra fora do ar, de portas cerradas, e não se sabe quando voltará à sua programação normal. O

fechamento não se deu por imposição da ANATEL ou da Justiça, mas por decisão dos proprietários que querem reformá-la e torná-la emissora moderna. É a segunda

de grande relevância para a cidade de Novo Oriente e agradou por completo a todos que a assistiram. Após o ato inauguratório, a quadra esportiva recebeu as equipes de handebol feminino das Escolas Francisco Rufino e Otávio Rodrigues Cavalcante e duas equipes de futsal

da Escola Francisco Rufino, que fizeram as partidas iniciais de inauguração. O evento teve o seu fechamento com um embalo para os jovens, que comemoraram a grandiosidade da obra que ficará como um marco da gestão do prefeito Rodrigo Coelho Sampaio.

Inauguração da quadra coberta da Escola Francisco Rufino: cortam a fita simbólica o prefeito Rodrigo Sampaio, secretária Maria Coelho, deputado Nenen Coelho e o vice-prefieto Godolfredo Vieira

Escola Coelho Mascarenhas realiza noite de autógrafos A Escola de Ensino Médio Coelho Mascarenhas, em Novo Oriente, desenvolveu ao longo do ano de 2011 o projeto A Arte de Escrever, que tem como objetivo estimular e despertar o interesse pela escrita através da poesia, do qual resultou na edição do livro A ARTE DE ESCREVER POESIAS, tendo como autores alunos de 1º, 2°e 3º ano da referida escola. A noite de autógrafos aconteceu dia 16 de março último, no pátio da escola e contou com a presença dos jovens escritores, do núcleo

gestor da escola, professores, representantes de salas, colaboradores e demais convidados. O evento foi abrilhantado com música ao vivo, sendo os artistas também são alunos da escola. O referido projeto foi coordenado pela regente de multimeios, professora Izabel Vidal e a Coordenadora Alda Teixeira. Para a concretização desse livro foi fundamental o apoio de amigos e a parceria com empresários para o sucesso do trabalho. São eles, Jânio Keilton - COSAMPA, Domingos Filho – vice-

-governador do Ceará, Maria Coelho Sampaio Cavalcante – secretária de Educação de Novo Oriente, Godofredo Lima Vieira - vice prefeito de Novo Oriente, Francisco Valdeci Soares Coelho, Neto Vidal, Neide Vidal - Izanne Variedades, Fernando Rodrigues de Sousa - Agropecuária Santa Izabel, Francisco Martins Aguiar – Lotérica Estrela da Sorte, Antônio Augusto Teixeira de Oliveira, Antônio Moreira Oliveira e Leonardo Ferreira Pinto – gerente do Banco do Brasil, todos merecedores de agradecimentos.

emissora AM de Crateús que deixa de operar. A outra é a Rádio Educadora, que já há alguns anos se encontra fora de suas atividades.

Você encontra todas as matérias da Gazeta no site. Acesse e poste seu comentário.

Noite de autógrafos vendo-se na foto o vice-prefieto Godolfredo e o líder político Neto Vidal

Rua Ubaldino Souto Maior, 1230 - São Vicente, Crateús-CE - Fones: (88) 3691.1080 / 3691.5777 [ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012 Página

7

Regional

“As interceptações tinham por alvo Cachoeira e outras pessoas não detentoras de prerrogativa de foro e por isso podiam ser, como foram, autorizadas pela Justiça Federal em Goiás” Roberto Gurgel – Procurador-geral da República

Informe Publicitário Independência

STJ decide pela volta de Valdi Coutinho à Prefeitura de Independência O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou, em votação ocorrida no último dia 10, que o prefeito de Independência, José Valdi Coutinho, afastado do cargo por determinação da Justiça em setembro de 2011, reassumisse, de imediato, o cargo de prefeito, o que ocorreu na manhã do último

dia 13. A votação apresentou o resultado de três votos a um, favoráveis ao retorno de Valdi. Durante o período de afastamento do titular, assumiu em exercício o vice-prefeito Bezaliel Pedrosa. Valdi Coutinho reconhece que, como homem público, passou por um momento para reflexão, e que, sem dúvida,

foi feita a Justiçade Deus e a dos homens. Por três vezes prefeito de Independência, Valdi Coutinho entregará o município em janeiro próximo ao seu sucessor, com o apoio do povo e com a certeza do dever cumprido.O vice-prefeito Bezaliel Pedrosa reconhece que foi um momento difícil

e que em sete meses não foi possível realizar muitas obras. Porém, afirma ter a certeza de que honrou com todos os compromissos assumidos à frente da gestão municipal no período, sempre agindo com cautela, coerência e com lealdade política.

Independência recebe selo Sebrae Prefeito Empreendedor

Em evento realizado no SEBRAE, em Fortaleza, dia 9 de abril, o município de Independência foi contemplado com o Selo Sebrae Prefeito Empreendedor. A premiação é dividida em categorias estadual, regional e nacional com os temas: Sustentabilidade Ambiental, Aduba Sertão e o Milagre de Transformação no Semiárido. O prefeito Bezaliel Pedrosa, que não pôde comparecer ao evento, declarou que a parceria firmada com o SEBRAE tem contemplado o município com ações importantes no empreendedorismo e na qualificação de diversas categorias. O SEBRAE Itinerante esteve

no distrito de Ematuba, ocasião em que um consultor e equipe ministraram palestras instrutivas sobre inovação do comércio conforme a realidade local. Na oportunidade foram distribuídas mudas de Ipê do Brasil e estimulada a arborização naquele distrito. Na 1ª quinzena de abril, uma equipe esteve realizando oficina de capacitação para operador de tratores agrícolas, produtores autônomos e usuários de tratores adquiridos junto ao projeto São José. Para o técnico do SEBRAE, Antônio Luiz, o objetivo é promover a mão-de-obra do operador no uso correto da máquina, como funções,

equipamentos, manutenção e operação conforme orientação do manual. Ele enaltece o esforço do município, em ter efetivado esta parceria, pois só quem ganha é o município com o bom uso dos equipamentos. São 40h aulas para 15 participantes que estão muito atentos às orientações. Para a realização deste curso o cidadão Valdi Coutinho contribuiu com o combustível para uso no trator durante o curso. O SEBRAE, anteriormente, investia muito no setor urbano, no comércio, porém, ultimamente tem preparado também o setor primário, na produção, artesanato, peque-

Valdir Coutinho reassume o cargo de prefeito que vinha sendo exercido pelo vice-prefeito Bezaliel Pedrosa durante 7 meses

nos negócios, na criação de caprinos e ovinos, fruticultura e área de gestão. O secretário de Agricultura Emiliano Nunes disse que vai melhorar sem dúvida na produção do município, além

de contribuir na otimização da economia das máquinas, crescendo a capacidade na produção sem agredir a natureza. Ainda no município, nos dias16 a 20 últimos, foi ministrada oficina de capaci-

tação gerencial de loja para 35 pessoas e, dia 20, palestras para o público lojistas de Independência, em parceria com o CDL, com apoio da Prefeitura Municipal.

Público presente ao evento do Selo Sebrae Prefeito Empreendedor, vendo-se a esquerda o então prefeito em exercício Bezaliel Pedrosa

Saboeiro sedia X Encontro de Jornalistas O município de Saboeiro, na região dos Inhamuns, será sede, no próximo dia 5 de maio, do X Encontro Estadual de Jornalistas, Radialistas e Blogueiros do Ceará,evento promovido pela Aceji (Associação Cearense de Jornalistas do Interior) e Sincorce (Sindicato dos Correspondentes de Jornais e Emissoras de Rádio e Televisão do Ceará), com apoio da Prefeitura Municipal, à frente o prefeito Marcondes Ferraz, entusiasta dos encontros acejianos.

Na oportunidade, estarão sendo discutidos assuntos de interesses da categoria e da região, envolvendo todo o contexto de sua problemática. O foco principal do encontro serão as discussões com as participações de palestras a serem proferidas por autoridades estaduais e regionais, além de temas que serão abordados por autoridades previamente convidadas. O secretário estadual da Saúde e filho de Saboeiro, Arruda

Bastos, e o consultor técnico da Acert, Gilson Moreira, são palestrantes já confirmados pela organização do evento. De acordo com a programação, o Encontro será aberto às 9 horas do dia 5 de maio, com a celebração de uma missa para os comunicadores e autoridades, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Purificação, padroeira do município, seguida dos debates, a partir das 10 horas, no Ginásio Poliesportivo Padre Geraldo Sadoc.

Metas

Conforme o presidente da Aceji, jornalista João Ferreira, este encontro, a exemplo dos anteriores, objetiva buscar o aperfeiçoamento cada vez maior dos profissionais de comunicação, bem como proporcionar melhor qualificação para o bom desempenho de suas missões jornalísticas, além de promover a integração entre os profissionais dos

diversos setores da Comunicação Social. Durante o encontro, que terá como anfitrião o prefeito Marcondes Ferraz, serão homenageados com a Comenda Jornalista Dutra de Oliveira, personalidades da vida política do Estado, profissionais de comunicação, autoridades regionais, empresários e representações de entidades de classes.

O prefeito Marcondes Ferraz ressalta que os profissionais de comunicação têm um papel fundamental nas diretrizes do bem-estar social, cultural e intelectual na transformação do censo de opinião pública. “A cidade é pequena, mas seu povo tem um grande coração e vamos receber os comunicadores cearenses com muito carinho”, ressaltou ainda.

COMUNICADO SEMACE OLAVO DA COSTA ABREU –ME CNPJ 00.308.286/0001-77 Torna público que requereu à Superintendência Estadual do Meio Ambiente–SEMACE,a Renovação da Licença de Operação Nº 180/2010 para o Posto de Combustível no Município de Ipaporanga - CE.Situada na BR 404,N°02 Bairro da Central. Foi determinado o cumprimento das exigências contidas nas Normas e Instruções de Licenciamento da SEMACE.

Implante Dentário Rua Firmino Rosa, 1088 - Tel.: 3691.0700 / 3691.3057 Crateús - Ce [ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Página

8

Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012

Artigos

“O Brasil tem hoje certas estruturas tributárias que tornam muito pesadas a ser carregadas num processo de crescimento sustentável” Dilma Rousseff – Presidente

Artigo

TSE: ministra pede “Voto Limpo”

Cheyla Mota Psicopedagoga

Um pedaço da História Para os amantes de História ou de Artes Plásticas, este artigo traz um dos monumentos mais famosos no mundo, que reúne beleza, complexidade, valor histórico, relevância cultural e significado arquitetônico. Localizado nos Estados Unidos da América, precisamente, em Nova York, a Estátua da Liberdade, cujo nome oficial é “A Liberdade Iluminando o Mundo”, é uma obra francesa. A ideia de construí-la partiu do historiador e político francês, ÉdouardLefèbvre de Laboulaye, um apaixonado pela nação americana. Como senador da República da França, Laboulaye propôs ao governo de seu país enviar aos americanos um presente para comemorar o centenário da independência da ex-colônia inglesa, comemorado em 1876. O objetivo do tal presente seria um símbolo de amizade entre os dois países- França e Estados Unidos. Mas, o projeto do escultor Frédéric Auguste Bartholdi, teve sua construção interrompida em 1870, quando eclodiu a Guerra Franco-Prussiana, e mesmo depois da guerra, novos obstáculos continuaram surgindo como, por exemplo, a simpatia que os americanos demonstraram pelos alemães, o que decepcionou os franceses. O futuro da recém-fundada III República francesa ainda era uma incógnita, com muitos deputados achando inoportuno oferecer um presente dessa natureza aos Estados Unidos. Mas, com tudo isso, Bartholdi cruzou o oceano em

1871 para se encontrar com o presidente Ulysses Grant e checar a ilha de Bedloe, na baía de Nova York, local em que seria erguida a estátua. Com a estabilidade política na França, em 1875, ficou então decidido que o monumento seria executado pelos franceses, e os americanos

construiriam somente a base. O engenheiro escolhido para elaborar a estrutura interna da obra, foi Gustave Eiffel,autor da famosa torre de Paris. Quando a estátua ficou pronta em 1884, recebeu a visita do presidente francês Jules Grévy e do escritor Victor Hugo. No entanto, o seu idealizador, Édouardlefèbvre, morreu um ano antes de o projeto ser concluído. Em 17 de junho de 1885, um navio carregando a estátua entrou no porto de Nova York. Porém, os americanos tiveram de esperar ainda mais um ano para ver o monumento de pé, já que a base não estava pronta, por falta de dinheiro. Por fim, no dia 28 de outubro de 1886, a escultura de uma mulher vestida com uma toga, empunhando as tábuas que fazem menção à Declaração de Independência de 1776, fora inaugurada. Somada à altura do pedestal, a estátua mede mais de 90 metros, e durante duas décadas sua tocha foi acesa para guiar as embarcações no porto de Nova York. Com o passar do tempo, pela formação deazinhavre, a cor castanho-avermelhada do cobre deu lugar à cor esverdeada que a estátua ostenta hoje. Com o objetivo de resgatar um pouco da história de uma das vinte maravilhas do mundo moderno, quem sabe o leitor poderá alimentar o desejo de conhecê-la de perto? Vale conferir, é uma linda obra de arte!

Ministra Cármem Lúcia recebe os cumprimentos da presidente Dilma Rousseff

Ao assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na noite desta quarta-feira (18/04), a ministra Cármen Lúcia apresentou um vídeo, produzido por ela, em que pediu aos brasileiros: “acredite em você, vote no Brasil, vote limpo”. Em seu discurso, ela reconheceu a morosidade da Justiça, fez referência à Lei da Ficha Limpa e afirmou que “não há eleições seguras e honestas sem a ação livre e vigilante da imprensa”. Sua posse estava repleta de autoridades. Estiveram

Justiça: Lewandowski deixa TSE para se dedicar ao caso mensalão

O ministro Ricardo Lewandowski abriu mão do resto de mandato a que teria direito no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para dedicar mais tempo à análise do processo do mensalão, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). Lewandowski integrava as duas Cortes. Agora ficará apenas no STF. Em ofício encaminhado desta quarta-feira (18/04) ao presidente do Supremo, Cezar Peluso, Lewandowski afirma que, apesar de poder permanecer no TSE até maio [ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

presentes a presidente da República, Dilma Rousseff, o presidente da Câmara, deputado Marco Maia e a senadora Marta Suplicy (PT-SP), representando o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que está de licença médica. Também compareceram todos os seus colegas do Supremo Tribunal Federal. Em seu rápido discurso, Cármen Lúcia afirmou que a lentidão da Justiça não é culpa dos juízes, mas não deixa de ser uma responsabilidade deles.

[ Sociedade ]

de 2013, optou por deixar o tribunal eleitoral. No documento, ele não menciona a ação do mensalão. A saída de Lewandowski coincide com o fim do mandato dele como presidente do TSE. Agora, o STF terá de escolher um ministro para a vaga. Colegas de Lewandowski têm dito publicamente que é importante que o processo do mensalão seja julgado rapidamente, de preferência até junho. O início do julgamento depende de Lewandowski, que é o revisor da ação.

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012 Página

Geral

“Queremos ampliar a capacidade operacional e de financiamento do BNB, possibilitando sua participação em grandes projetos para a região” Senador Inácio Arruda sobre sua emenda ao Plano Brasil Maior, autorizando crédito de R$ 10 bi para o BNB

Retrato de uma Saudade Na foto ao lado, um raro momento de recordação de Crateús no ano de 1955, na fazenda Olinda, de Raimundo Resende, por ocasião do tradicional piquenique da Escola de Comércio, realizado anualmente no feriado do dia 21 de abril. Entre os identificáveis constam as irmãs Maria Helena e Irami Veras, Nenen Alves, Toty Azevedo, Beth Viana, Vicemira Ludgero, Juracy Mourão, Teobaldo Landim, Paulo Bezerra, João Bonfim, irmãos José Artur e Edmilson Lins, Antônio Pinto, Juramar Leitão, Luiz Bezerra do Nascimento, Socorro Vale, Ildemar Castro, Fransquinha Mendes, Jesuíta e Françuíta Souza, Abigail Mendes, Heleno Freire, entre outros. À época, a Escola de Comércio era dirigida pelo professor Luiz Araújo Melo (Luiz Mano). Esta foto foi cedida por gentileza do casal Anália e Francisco de Matos Melo e este foi o último piquenique da Escola, realizado exatamente há 57 anos.

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

9

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Página

10

Área 1212 - 8802 5066 OU 190 Área 1211 - 8802 3535 OU 190 Área 1213 - 8802 5067 OU 190

Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012

Geral

GAZETA NO CAMPO Eduardo Aragão Eng.º Agrônomo e Economista com mestrado em Economia Rural

O que mudou, a seca ou o Ceará? O nosso Estado foi, ao longo do tempo, sempre associado ao fenômeno da seca. A primeira missão colonizadora, comandada por Pero Coelho de Souza, teve que empreender uma retirada, em 1605, tangido por uma violenta estiagem. Nessa odisseia muitos morreram de fome e sede, inclusive o seu filho primogênito. Esse fenômeno climático tem sido cantado em prosa e verso, destacando-se os livros “A Fome” de Rodolfo Teófilo e “O Quinze” de Rachel de Queiroz. O Imperador Dom Pedro II chegou a prometer que venderia até o último brilhante de sua coroa, mas nem um cearense morreria de fome. A coroa está intacta num museu em Petrópolis e quantos não morreram?... O esforço para combater esses males sempre foi associado a uma “Indústria da Seca”. Pessoas inescrupulosas aproveitavam-se da tragédia para auferir vantagens financeiras e políticas. Apesar da criação, no início do século passado, do IFOCS (Inspetoria Federal de Obras Contra as Secas), posteriormente DNOCS, a tragédia continuou a ser um

grande problema social, apesar da construção de açudes, canais de irrigação e perfuração de poços artesianos. Até recentemente, era corriqueira a corrida dos flagelados às prefeituras municipais, buscando alimento e trabalho. Até saques a armazéns públicos ou privados ocorriam para aplacar a fome. Logo, políticos bradavam aos quatro ventos a necessidade da criação de “frentes de serviço”. Nas duas últimas décadas o Estado passou por profundas transformações. Uma raríssima continuidade administrativa possibilitou que um técnico, engenheiro civil Hypérides Pereira de Macedo, permanecesse à frente da Secretaria de Recursos Hídricos por quatro governos seguidos. Assim, pode realizar um revolucionário trabalho de interligação das diversas bacias hidrográficas do Estado. Nossa geografia apresenta uma área de 148.830 km², com uma vasta variedade de clima, oscilando desde o tropical quente úmido ao tropical quente semiárido brando. Como uma das características da seca é a irregularidade das chuvas, temos regiões onde

chove mais de 1.000mm/ano e outras menos de 300mm/ ano. A construção do Açude do Castanhão (mais de seis bilhões de m³) passou funcionar como uma imensa “caixa d’água”. No que tange aos recursos hídricos, o Estado dispõe de um potencial de 19 bilhões de m³, com 233 açudes, 118 adutoras, 19.391 poços, oito eixos de integração entre bacias e 313 dessalinizadores. A criação da Secretaria de Agricultura Irrigada, outro grande passo, estabeleceu novos paradigmas na produção de alimentos e de forma empresarial. Tanto que, em poucos anos, o Estado se tornou o segundo exportador nacional de frutas. Paralelamente, diversas outras políticas inteligentes foram desenvolvidas. A interiorização de indústrias, o incentivo à produção de pescado e do camarão, construção de estradas, transformação de energia eólica em elétrica, universalização da rede elétrica, possibilitaram uma melhor circulação da riqueza no Estado. E a Indústria do Turismo se instalou com toda a força. Por outro lado, os satélites meteorológicos possibili-

taram não só conhecer as causas da seca, como prever a sua intensidade e localização. Popularizaram-se os fenômenos “El Niño” e “La Niña”. O primeiro provoca a seca e o segundo a chuva no Nordeste do Brasil. Nesta década, o Estado beneficiou-se de uma forte decisão política do Governo Federal, de transferência de renda para as populações mais carentes. Algo semelhante ao que fez o Presidente Roosevelt, nos Estados Unidos, com o New Deal, doando dinheiro a milhares de americanos empobrecidos, repentinamente, com a queda da Bolsa de Valores de Nova York, em 1929. Outra política Federal tem canalizado maciços recursos para a Agricultura Familiar, propiciando crédito, assistência técnica e compra da produção para a merenda escolar ou estoques governamentais. Agora, uma promessa, ainda da época do Império, está se tornando realidade. A transposição das águas do Rio São Francisco. E o Ceará é o único estado preparado para receber essas águas. A primeira gota que chegar à nossa fronteira, teoricamen-

te, poderá ser direcionada para qualquer município do Estado com o complexo Castanhão x Interligação de Bacias. Neste ano, tudo se caracteriza que teremos uma seca. Pelo menos uma seca verde. Mas, algo mudou. Onde estão os flagelados que costumavam, após o dia 19 de março, ocupar as Prefeituras em busca de “adjutórios”? Contudo, a nossa realidade econômica ainda está longe da ideal. Os números do IBGE apontam que temos muito a caminhar. Somos 4,4% da população do Brasil e 15,9% da do Nordeste. No espaço geográfico representa 9,57% da Região Nordeste, 1,74% do território nacional e 93% estão inseridos no semiárido. No Produto Interno Bruto (PIB) nacional representamos apenas 2%. Pessoas em situação de pobreza, somos 41%, destes, 17% vivem em extrema pobreza. Na Economia, a Agropecuária pesa apenas 7,1%, atrás da Indústria com 23.6% e 69,3% do Setor Serviços. O cearense vive em média 71 anos. Quanto ao ensino formal, 19% são analfabetos (destes, 10% são pobres),

48% concluíram o ensino fundamental, 28% têm o ensino médio e 6% o superior. Por outro lado, na economia somos o terceiro no Nordeste, temos um turismo pujante, que integra cidades, vales, serras, chapadas e praias. Alguns dos nossos empreendedores são destaques na indústria e comércio, inclusive com um representante deles entre ostrezentos mais ricos do mundo. Portanto, um desafio é mudar a atual realidade onde 33% da população economicamente ativa vivem no campo, embora, infelizmente, só gerem 7,1% da riqueza do Estado. E lá no campo vivem quase dois milhões de nossos irmãos cearenses. Mas, a realidade foi muito pior e está mudando, felizmente, para melhor. Porém, a seca sempre existirá. Só nos resta uma saída: conviver com ela. E este processo já é uma realidade, pois tivemos, recentemente, outros anos de pouca chuva e os flagelados desapareceram. Então, é o Ceará que está mudando, não a seca.

jovem rico, ocasião propícia para refletir sobre a juventude, as riquezas e seu papel em nossa vida. Como nos diz o Eclesiastes: “Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos em que dirás: não tenho prazer neles” (Ecl 12,1). No texto, Jesus é abordado por um jovem rico que angustiado com sua salvação o questiona sobre o que é necessário para alcançá-la. A resposta se resume à compreensão do mandamento do amor a Deus e ao próximo, e com a insistência do jovem, Jesus radicaliza apontando para o desapego total às riquezas como condição de bem-aventurança. Conclusão:

o jovem rico fica entristecido, pois possuía muitos bens. Atualizando o texto poderíamos nos perguntar: o que pensar dos jovens de hoje, que têm tudo à disposição, mas não gozam do verdadeiro amor dos pais, mas apenas de objetos? Nossa sociedade cerca nossos jovens de bugigangas e depois os culpa por serem rebeldes e irresponsáveis. Esperamos que a Jornada Mundial da Juventude, que será realizada no Rio de Janeiro em 2013, possa trazer a nossos jovens a mensagem de Jesus a tantos que buscam ardentemente o sentindo de sua existência.

Espiritualidade)

O jovem Jesus e a nossa juventude Francisco José da Silva Como foi a juventude de Jesus? Como Jesus se relacionava com os jovens? São questões interessantes que alimentam nossa imaginação e nos ajudam a compreender o projeto de Jesus para os jovens. Iremos de forma breve falar sobre como era a vida de um jovem palestino na época de Jesus, em seguida veremos as passagens do Evangelho que apresentam Jesus aos 12 anos no templo (Lc 2,41-50) e, posteriormente já adulto, o encontro com o jovem rico (Mt 19, 16-22). Pensamos assim poder dar uma ideia de como a juventude é tratada no Novo Testamento. A infância de Jesus nos é desconhecida. É verdade que surgiram vários escritos apó-

crifos tentando dar uma ideia e matar a curiosidade de como seria a vida dele, mas notícias concretas sobre este período escondem-se sob o manto da ignorância. Em relação à juventude de Jesus temos pelo menos uma passagem em que ele nos é apresentado com 12 anos - um jovem, que se perde dos pais na peregrinação anual a Jerusalém por ocasião da Páscoa (Lc 2,41-50). Vale lembrar que na Palestina, no tempo de Jesus, a maioridade do menino chegava aos 12 anos, sendo obrigado a observar a Lei, que então podia ler na Sinagoga (recebendo o nome de Bar Mitzvah, filho do mandamento). É interessante notar que Jesus aparece nessa narrativa [ Opinião ]

como um jovem sábio e espirituoso que se apresenta aos doutores da lei com desenvoltura respondendo suas perguntas. A resposta de Jesus aos seus pais que o procuravam é de uma convicção incrível. “Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo estar na casa de meu Pai?” (Lc 2,49). A partir dos 12 anos, o jovem judeu era convidado a se dedicar ao trabalho, no caso de Jesus, provavelmente ele trabalhou na oficina de seu pai José, o carpinteiro. Também nessa época, a partir dessa idade, o jovem devia construir uma casa, plantar uma vinha e depois casar-se. A idade boa para casar seria entre 16 e 22; a ideal, 18 anos. A filha entre os 12 e 12 e meio é

[ Política ]

[ Cidade ]

uma adolescente que o pai tem o dever absoluto de entregar a um noivo, tornando-se a partir daí maior e autônoma em relação ao pai. Provavelmente foi essa a idade de Maria quando ficou noiva de José e gerou Jesus. Ainda segundo o texto de Lucas, Jesus era submisso aos seus pais, crescendo em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens (Lc 2,52). Enquanto isso, nossos jovens permanecem como crianças inconsequentes, porque nós não somos capazes de deixá-los crescer e assumir a responsabilidade pelo que fazem. Numa segunda passagem (Mt 19, 16-22), já com seus 30 anos, Jesus encontra um

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012 Página

Artigos

“Não esperem nada do Congresso, do Judiciário, e do Executivo. Se não fosse o movimento da sociedade e das redes sociais, jamais o Ficha Limpa teria sido aprovado” Pedro Simon – Senador (PMDB-RS)

Artigo

Antonio Mourão Cavalcante a_mourao@hotmail.com

que vive por aqui. Será que as crianças frequentam a escola? Sabem ler e escrever? Como é a moradia desse povo? Tem sanitário e água encanada? Quanto ganha um pai de família? E quando adoecem, como se tratam? Os hospitais são equipados? Médicos de plantão e enfermeiras atenciosas? Eles assistirão, na TV, que é uma maravilha. Mas, na vida real, será que é assim mesmo? Como anda a segurança? Poderão passear pelas ruas e praças da cidade, como eles fazem nas terras deles? E, por que tanto noticiário policial na TV e tantas mortes estampadas nos jornais? Que prédio bonito é aquele? Ah! É a Assembleia Legislativa. Toda em vidro fumê. Os parlamentares são voluntários? Como os turistas vão

Artigo

Rangel Cavalcante

Algo está mudando?

Turismo de gringos O turismo tornou-se a palavra da moda. Descobriu-se que trazer turistas e mostrar “nossas belezas” viraram um grande desafio e a possibilidade de bons negócios. Mas, que atrativos nós temos a oferecer? Nossas praias? Claro que elas são extraordinariamente belas. O sol, como rei, queimando a pele esbranquiçada dos gringos? Nossos quitutes? A lagosta e o peixe? A água de coco gelada? A tapioca? A caipirinha? O Governo do Estado tem pensado em coisas mais sofisticadas: um amplo centro de eventos, estradas ampliadas e bem sinalizadas, aeroportos em Jeri e Aracati… e até um aquário! Com isso, imagina que os turistas vão se encantar. Acredito, porém, que os gringos terão curiosidade em saber que povo é esse

reagir sabendo de todas as mordomias que eles recebem? Vocês pensam que os gringos são bobos? Eles perguntam essas coisas sim. Eles querem saber como é que essa gente tão alegre – quase serviçal – constrói seu cotidiano e realiza as trocas simbólicas e reais com os outros. Inexoravelmente, eles vão descobrir que há um mundo para os ricos e outro, bem maior, cercando a cidade, o mundo dos pobres. Deixará saudades e alguns dólares. Será que mesmo frequentando um estádio – desculpe, Arena do Castelão! – tão moderna, ele levará uma bela impressão dessa sociedade? O que ele contará a seus patrícios, quando lhe for perguntado: e aí, valeu?

Alguma coisa está acontecendo neste país. E é coisa boa. Primeiramente foi dona Dilma ter a coragem de demitir um magote de ministros supostamente envolvidos em corrupção - parou por quê?Depois, a revista VEJA chama a atenção para o fato de que o ganhador do prêmio do BBB, aquele programa da TV, foi, pela primeira vez, o concorrente que não se envolveu em baixarias, mutretas, traições, conduzindo-se dentro da ética e da moral durante os quase três meses de confinamento. E agora a maioria dos nossos senadores mostra uma forte inclinação para punir até com a cassação do mandato o senador Demóstenes Torres, aquele goiano, até pouco uma espécie de Catão no legislativo tupiniquim. É salutar e surpreendente essa nova postura dos nossos congressistas, já que o nosso moralista do

cerrado fez muito menos do que outros colegas seus que escaparam ilesos de acusações muito mais graves e estão por aí, rindo, a custo alto, da cara da gente.E até a inútil e cara Câmara Legislativa de Brasília, que só tem um deputado tido como ficha limpa, o cearense Chico Leite, decidiu botar para a frente o processo contra a deputada Lilian Roriz, que, para honrar o sobrenome, foi apanhada contratando com dinheiro do contribuinte carros inexistentes, de pessoas que nem mesmo a conhecem, além de outras irregularidades praticadas no exercício do mandato. Como diria o padre Vieira, não o do jumento, vamos deixar de lado o que passou e mirar em frente. Agora é torcer para que essas atitudes não sejam apenas espasmos rápidos e se tornem um marco inicial de uma nova era nos nossos

costumes políticos. Chega de roubalheira e de impunidade. Demóstenes Torres e Lilian Roriz terão, como lhe asseguram as leis, todo o direito de defesa. Terão a oportunidade de provar a inocência, se existir. Ao contrário de tantos outros políticos comprovadamente corruptos que nem precisaram de defesa, pois tiveram seus processos sumariamente arquivados pelos companheiros, que fizeram ouvidos de mercador a acusações cristalinamente fundadas. Parece mesmo que Algo está mudando.Tomara que não seja apenas uma demonstração a mais de que o maior erro de Demóstenes e Lilian foi o de filiar-se a partidos pequenos e fracos. Fossem filiados a legendas poderosas da chamada base aliada talvez a coisa fosse muito diferente. Que o digam Renan, Jader, Collor, Jucá e tantos outros.

BNB abrirá 25 novas agências, sendo três no CE

O Banco do Nordeste garantiu 25 novas agências após a aprovação da proposta da diretoria apresentada ao Conselho de Administração da instituição. Está prevista a abertura de 18 novas agências, além de outras sete anteriormente aprovadas. O banco realizou um estudo que constatou a necessidade de implantar mais uma agência em cada capital do Nordeste. Também serão contempladas as cidades: São Miguel dos Campos (AL), Cruz das Almas (BA), Porto Seguro (BA), Seabra (BA), Timon (MA), Diamantina (MG), Camaragibe (PE), Olinda (PE) e Palmares (PE). Já as sete novas agências aprovadas anteriormente e que já estão em andamento localizam-se em Lauro de Freitas (BA), Caucaia (CE), Cascavel (CE), Nova Venécia (ES), São Mateus (ES), Cabo de Santo Agostinho (PE) e Jaboatão dos Guararapes (PE). De acordo com o presidente em exercício, o diretor Administrativo e de Tecnologia da Informação, Stélio Gama,

“o processo de expansão vai gerar cerca de 200 novas empregos, sendo uma média de 8 vagas em cada agência, mas ainda não está definido que os aprovados no concurso vigente serão chamados”. O próximo passo é instalação de novas agências em municípios nordestinos com mais de 50 mil habitantes. Para isso, serão realizados novos estudos de viabilidade que possibilitarão implantar, no mínimo, mais 54 unidades.

ATÉ 2014: BNB PODE GARANTIR R$ 10 BI, E CARTEIRA BATERÁ R$ 50 BI

O Banco do Nordeste (BNB) pode ter um reforço de R$ 10 bilhões em sua carteira, elevando-a a até R$ 50 bilhões em 2014. O senador Inácio Arruda apresentou emenda à Medida Provisória 564/12, do Plano Brasil Maior, da presidenta Dilma Rousseff, autorizando crédito de R$ 10 bilhões ao BNB. “Queremos ampliar a capacidade operacional e de financiamento do BNB, possibilitando maior participa-

[ Opinião ]

[ Política ]

11

ção sua em grandes projetos de desenvolvimento para o Nordeste”, justificou o parlamentar. O diretor de Gestão do Desenvolvimento do banco, José Sydrião de Alencar Júnior, disse que a emenda é uma “surpresa”, mas também um “suporte” para atuação da instituição no Nordeste. No ano passado, o BNB aplicou R$ 21 bilhões. Estão previstos para este ano R$ 25 bilhões. Em 2013 e 2014, R$ 40 bilhões ao ano. De acordo com ele, as previsões fazem parte do planejamento estratégico do banco considerando a demanda da região. “O banco poderá atuar em novas áreas”, afirmou. Ele citou como possibilidades de

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

financiamentos os projetos no entorno do Pecém, de Suape em Pernambuco, e no Maranhão. “São demandas de empresas de médio e grande porte, fornecedoras para as siderúrgicas, montadoras, refinarias”, explicou. “A emenda é importante origem de recursos, pois já estamos negociando com BID, Bird, BNDES, captações externas. Se vier da emenda, asseguraria recursos até 2014. O planejamento é flexível, podendo os R$ 40 bilhões previstos chegarem a R$ 50 bilhões”. Segundo o senador, a capitalização do BNB, de maneira mais substantiva, vem sendo tratada com o governo

[ Sociedade ]

há algum tempo. “Em 2010, o então presidente Lula já vislumbrava realizar aporte de recurso à instituição”.

FDNE

O senador também apresentou outra emenda mantendo o BNB como o único agente operador do Fundo do Desenvolvimento do Nordeste (FDNE), suprimindo o artigo 6º da MP 564/12, que abria a possibilidade de outras instituições financeiras serem também agentes operadores. “Queremos impedir o esvaziamento da instituição. Aos nordestinos interessa um BNB forte”, enfatizou. As emendas do senador reforçam a campanha em

[ www.gazetacrateus.com.br ]

defesa do BNB encabeçada pela Associação dos Funcionários. A AFBNB considera a retirada da exclusividade de operacionalização do FDNE “um revés estratégico, na medida em que defendemos que o BNB deve ter a ampliação e diversificação de suas fontes de recursos para salvaguardar a sua atuação - e não o contrário”. O diretor do BNB rebate. “Não é esvaziamento”, disse. “Agora, também temos acesso a outras ações de políticas públicas que antes eram exclusivas da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, BNDES”.


Página

12

Área 1212 - 8802 5066 OU 190 Área 1211 - 8802 3535 OU 190 Área 1213 - 8802 5067 OU 190

Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012

Artigos Artigo

Artigo

Elio Gaspari

“Curió”, o herói da ditadura Sete procuradores tentaram processar o tenente-coronel da reserva Sebastião Rodrigues de Moura, o “Major Curió”, pelo sequestro, há 40 anos, de cinco prisioneiros na região do Araguaia. Ex-oficial do Centro de Informações do Exército, ex-agente do SNI, ex-prefeito de Curionópolis (eleito pelo PMDB), e ex-deputado federal, ele é um dos personagens emblemáticos da anarquia da ditadura.Começou sua carreira em 1973, no extermínio da Guerrilha do Araguaia, iniciativa do PCdoB que começou com a fuga do chefe político, e terminou com a fuga do chefe militar. Transformado em condestável da maior mina de ouro a céu aberto do mundo, em Serra Pelada, em 1984 liderou a maior revolta popular ocorrida na região. Mobilizando dezenas de milhares de garimpeiros, dobrou o Governo Federal. Curió já foi comparado ao mítico Kurtz, personagem de “No coração das trevas”, de Joseph Conrad, recriado por Francis Ford Coppola no Marlon Brando de

“ApocalypseNow”. Algum dia aparecerá alguém capaz de mostrar o Macunaíma que há nesse Kurtz tropical que virou nome de cidade. Ele começa participando de uma matança, torna-se monarca numa mina e, aos 78anos, é um patriarca municipal e megalomaníaco. Não se sabe se “Curió” participou das execuções de que é acusado, mas ele conhece como poucos a história do Araguaia. Atribuem-lhe dois valiosos vazamentos de informações sobre a ação do Exército. Curió tornou-se o mais conhecido entre os oficiais, mas nunca comandou a operação. Era detestado pelos militares, que viam nele um oportunista. “Curió” poderia ser um precioso depoente. Os comandantes militares dizem que os documentos do Araguaia foram destruídos. Meia verdade. É possível saber quais foram os cabos, sargentos e oficiais mandados para lá. Basta requisitar a documentação das concessões de Medalhas do Pacificador entre 1973 e 1975.

Nem todos aqueles que as receberam estiveram no Araguaia, e muitos foram condecorados por relevantes serviços, mas todos os que lá estiveram as receberam. Nesses papéis estão registradas as épocas em que lá serviram. Quem chegou àquele fim de mundo depois de outubro de 1973 sabe que a ordem, vinda de Brasília, era de matar todo mundo. Executaram os prisioneiros, inclusive aqueles que acreditaram em folhetos que os convidavam à rendição. Foram cerca de 50 pessoas, na maioria jovens. “Curió” pode ter executado prisioneiros, mas não foi o único a fazê-lo, e quem o fez estava cumprindo ordens. De quem? Dos ex-presidentes Emílio Médici e Ernesto Geisel, e dos ministros do Exército: Orlando Geisel, Dale Coutinho e Sílvio Frota. Por terem cumprido essa e outras ordens, “Curió” e os demais combatentes do Araguaia receberam a medalha.

Raro o dia em que a imprensa não noticia bandidagem no interior do Estado: assaltos a bancos, tomada de cidades, estradas bloqueadas, assassinatos, inclusive de policiais. O que se pode concluir disso? Falta de policiamento. Mas, pelo que também se lê, à Polícia não cabe responsabilidade imediata e direta, considerando que não tem condições de aumentar o número de seu pessoal nos municípios. Também grave é o dado de falta de material – armas e munições – nas delegacias. Noutra palavra: a desmoralização da farda. Qual o sentimento dos policiais lotados no interior? Abandono, insegurança. E o que se dirá das populações? Desrespeito oficial, medo, desejo de ir embora... Aí cabe dizer: “Ah que saudades que eu tenho” Sim,

[ Opinião ]

Nunca se empreendeu tanto! A vontade de ter um negócio próprio que garanta sobrevivência e gere renda e realização está por toda parte. Hoje, o Ceará contabiliza quase 70 mil empreendedores individuais. E as adesões aumentam na proporção de um novo autônomo formalizado a cada dez minutos no Estado. Levantamento finalizado pelo Sebrae Ceará (Agência de Apoio ao Empreendedor e Pequeno Empresário) desenhou o mapa desse novo contingente que chega ao mercado. Segundo o Panorama das Micro e Pequenas Empresas (MPE) do Ceará, 60,07% dos empreendedores individuais estão na Região Metropolitana de Fortaleza. Em seguida vêm a Zona Norte, com 7,36%, e o Cariri, concentrando 6,41% deles. Quanto à área de atuação, 46,7% preferiram o comércio, 30,3% montaram seus negócios no setor de serviços e 20,5%

investiram na indústria. No perfil traçado pelo levantamento, há pontos interessantes. Erra quem pensa que, em geral, os empreendedores individuais só têm o ensino fundamental ou fundamental incompleto. Segundo o levantamento, a grande maioria, quase a metade deles, mais precisamente 48%, possui o ensino médio ou técnico completo. Seis por cento têm nível superior e um por cento pós-graduação. Ou seja, o nível de escolaridade está bem acima da média da população. Outro ponto curioso diz respeito ao tempo de atuação no empreendimento. O estudo mostra que a maioria dos empreendedores individuais, ou seja, 42%, está à frente do seu pequeno negócio autônomo há mais de cinco anos. Em segundo lugar, vêm os que têm até dois anos na atividade, que são 39%, e, em terceiro, a faixa dos que têm entre dois

e cinco anos trabalhando na área, que representam 19%. A pesquisa mostra que 57,4% deles têm entre 30 e 49 anos e que 55% trabalham mesmo é em casa, enquanto 13% ganham o seu dinheiro na rua e só 25% têm um ponto comercial. Esses números derrubam mitos e preconceitos. Mostram que, em geral, o empreendedor individual não é inexperiente, nem ignorante e, muito menos, jovem imaturo. São, na verdade, pessoas com talento para gerenciar, que estudaram mais que boa parte da população e com vocação para realizar, para empreender. Mas que só agora, com uma legislação mais favorável e uma ambiência mais saudável, podem mostrar a cara. Uma cara marcada pelas muitas lutas e adversidades, mas que é o rosto do novo empreendedorismo brasileiro.

Direção perigosa

Adísia Sá

saudades do tempo em que viver no interior era sinônimo de tranquilidade. A impressão que tenho é que ou o Governo não tem olhos para esse lastimável quadro ou é impotente para mudar a situação. Seja qual for a situação, impossível silenciar. Considerando tudo isso, imagino como não deva ser o sentimento de frustração e vergonha dos delegados e efetivos. Imagino também como as populações acompanham tudo isso. Acreditem, esse quadro não é fruto de exagero dessa articulista - não sou mulher de fantasiar ou dramatizar situações: narro o que vejo e ouço, também. Sim, ouço pessoas – sabedoras de minha condição de jornalista, que me param nas calçadas e até nas portas de igrejas, expondo suas angústias e

Desenvolvimento: novo empreendedor atuante no Ceará

Ponto de Vista

Artigo

Interior vulnerável

Alci Porto

preocupações, como que a pedirem: “fale por nós”. Eu me pergunto: o que fazem os prefeitos e vereadores que não se unem e dizem, não só ao governador, como à imprensa, tudo que se passa nas suas cidades? E a imprensa, por que não manda seus repórteres ao Interior para dizer o que viram, ouviram, sentiram? Há muita dor no interior cearense: medo, insegurança, sensação de abandono. O que me dói é saber que, nas próximas eleições, os candidatos chegam com suas promessas, suas críticas... aos outros, e suas próprias virtudes. E o povo envolvido pela cantilena desonesta dorme o sono da inocência, certo de que amanhã será outro dia e suas cidades serão cuidadas, protegidas, seguras. Como a credulidade é má conselheira...

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

A partir de denúncias que chegam à coluna desde o ano passado – já são vários os casos narrados – resolvi tocar no assunto que é melindroso por tratar-se de um fato que, infelizmente, até agora não pode ser provado por meio de gravações de áudio ou imagens. Se confrontados, seria a palavra da vítima contra a do meliante. Falo do que vem ocorrendo com jovens (em sua maioria) que fazem os exames de direção para obter a Carteira Nacional de Habilitação, no Detran. O examinador pede, ou melhor dizendo, exige uma quantia de dinheiro do candidato, chegando algumas vezes a ameaçar de reprovação no exame,

caso não obtenha a quantia desejada. A primeira vez que ouvi falar na irregularidade (que já deve vir de muito tempo), foi no início do ano passado, contado por quem passou pelo vexame enquanto realizava as provas de direção. O examinador, sem o menor constrangimento, abriu a bolsa da garota e retirou da carteira toda a quantia ali guardada. O ocorrido, na época, não foi exposto na imprensa – embora a mãe da vítima fosse jornalista – mas chegou aos ouvidos de quem pudesse tomar alguma providência. O mais recente que me chegou tem um agravante: o examinador que fazia a

Inês Aparecida Jornalista

extorsão exigia no mínimo R$ 50, argumentando que o rapaz “errara muito” nos testes. E lembrava que, para um novo exame, é cobrada uma taxa de mais de 200 reais. Ou seja, era melhor pagar e passar da primeira vez, apesar dos erros. Pode até parecer bobagem tornar pública essa irregularidade, diante do volume de corrupção que vem à tona diariamente, partindo de quem não deveria partir, ou seja, dos que fazem os poderes executivo, legislativo e judiciário. Mas prefiro achar que os grandes males um dia foram males pequeninos.

“Ainda não tive oportunidade de fazer, eu farei e provarei que sou inocente”

Demóstenes Torres, senador, em seu primeiro pronunciamento desde o auge das denúncias de que usou o mandato para beneficiar o bicheiro Carlinhos Cachoeira

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012 Página

Cidade

“O Lewandowsky fez lembrar seus tempos de advogado de sindicato. Ele pode cobrar honorários do Kassab” Demóstenes Torres Senador, debochando do ministro Ricardo Lewandowsky, do STF, em 2011, e que hoje ele depende de uma decisão do ministro sobre seu destino

Artigo

13

Contardo Calligaris

A cara do Brasil

Estupro de menores Como muitos, fiquei perplexo diante da recente decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que inocentou um homem acusado de estupro por ter se relacionado com três meninas de 12 anos que se prostituíam. Os fatos aconteceram antes de 2009, quando o Código Penal passou a considerar como estupro qualquer relação (mesmo aparentemente consensual) com menor de 14 anos, pois, de qualquer forma, o menor não seria capaz de consentir com discernimento. As leis não sendo retroativas, o STJ julgou no quadro legal de antes de 2009, e o homem foi inocentado porque, as meninas sendo prostitutas, a relação com elas não teria sido propriamente estupro. Inevitavelmente, o argumento ressuscita o preconceito segundo o qual a condição da vítima faria diferença na hora de decidir se houve crime contra ela ou não. É o ranço das turmas de bêbados frustrados do sábado à noite: com prostituta e travesti de beira de estrada vale tudo, pois, de qualquer forma, eles se dão para todos, não é? Mas não é só isso: o cliente de uma prostituta de 12 anos é, no mínimo, cúmplice da violência de quem, direta ou indiretamente, levou a menina a se prostituir. Claro, a prostituição pode ser uma escolha livre, mas essa liberdade, em nossa cultura, só pode ser reconhecida a quem é maior de 18 anos -certamente não a meninas de 12. Essa observação, com a qual todos concordamos (imagino), introduz forçosamente uma pergunta: o que é, para nós, um menor? Como defini-

mos esse ser “provisório”, que precisa ser protegido, inclusive de seus próprios impulsos? Digo logo: a pergunta e a tentativa de responder são interessantes, mas não mudam nada quanto ao fato de que sexo com uma menina de 12 anos, em nossa cultura, só pode ser estupro. Vamos lá. Se tentarmos definir o menor por seu desenvolvimento inacabado, encontraremos dificuldades insolúveis. Digamos que a criança não tem experiência, saber, estruturas cognitivas ou maturidade suficientes para escolher de maneira responsável. Concordo, mas o problema é que há cortes de adultos que poderiam ser considerados como crianças por falta de experiência, maturidade, saber etc. Por exemplo, no recente “Incognito - As Vidas Secretas do Cérebro” (Rocco), David Eagleman mostra que muitos criminosos são impulsivos como pré-adolescentes e apresentam um desenvolvimento incompleto do córtex pré-frontal comparável ao das crianças. Se escolhermos esse critério para definir a imaturidade infantil, deveríamos soltar esses indivíduos, considerá-los como crianças (não como criminosos) e mandá-los de volta para a escola, para que se tornem adultos e responsáveis por seus atos. Problema, hein? De fato, as definições da infância por falta de maturação etc. são incertas. Talvez seja mais fácil defini-la pelo caráter especial de nosso amor: crianças são as que protegemos para que conheçam uma felicidade que nos fugiu e para que continuem nossa breve vida.

Por isso, aliás, preferimos manter as crianças longe das necessidades, dos perigos, das violências e também do sexo, que é, para nós, uma fonte frequente de frustração. Há tempos (desde o trabalho seminal de Philippe Ariès, “História Social da Criança e da Família”, LTC), os historiadores nos mostram que essa maneira de amar as crianças surgiu com a modernidade. Com o desencanto do mundo e a morte de Deus, a vida individual se tornou o único horizonte da existência moderna: as crianças nos consolariam, portanto, de nossa mortalidade, pois, por elas, duraremos um pouco mais. É bonito e faz sentido. Mas, às vezes, o amor moderno das crianças parece grande demais: por exemplo, fato provavelmente incompreensível por um indivíduo clássico, nós achamos a morte de uma criança infinitamente mais trágica do que a de um adulto. E o mesmo vale para o estupro. Ora, um excesso de sentimentos ternos, amorosos e protetores é facilmente o sinal de uma formação reativa. Em outras palavras, talvez, para explicar os excessos de nosso amor pelas crianças, seja preciso supor que, de fato, nós as odiamos porque, justamente, 1) elas nunca estão à altura da expectativa de que compensem tudo o que não deu certo em nossa vida e 2) elas estarão aqui quando nós não estivermos mais. Em suma, não paramos de proteger as crianças delas mesmas e do mundo, mas as protegemos tanto que fica difícil não imaginar que queiramos sobretudo (ou também) protegê-las de nós mesmos.

DÉFICIT DE CHUVA: Muda paisagem das cataratas

A redução do volume de chuva em Foz do Iguaçu (648 km de Curitiba) mudou a paisagem das Cataratas do Iguaçu. A vazão tem se mantido abaixo da média histórica de 1.500 m²por segundo. Nos últimos dias, tem permanecido perto ou até abaixo de 500 m² por segundo. Desde novembro, o volume de chuva acumulado está abaixo da média climatológica em toda extensão da Bacia do Iguaçu. Em Foz do Iguaçu, o déficit de chuva nos últimos seis meses totaliza 600 mm. [ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

O Brasil é o paraíso político onde as coisas sempre mudam para que continuem as mesmas. Vejam: Renan Calheiros (PMDB-AL), protagonista de recentes escândalos, é apontado como o silencioso favorito para presidir o Senado. Na Câmara, o deputado federal Inocêncio Oliveira, protagonista de escândalos mais antigos, trabalha para voltar a presidir a Casa. Fosse um filme, o enredo se chamaria “A volta dos que não foram”. (Fábio Campos – Jornalista)

Cinismo

Até quando vamos aturar a presença constrangedora de Demóstenes Torres no Senado? Depois de todas as provas contra ele, sua cassação se faz urgente. Sua máscara de opositor ao Planalto, como defensor da moral e bons costumes, já caiu faz tempo. O Senado, antes uma Casa respeitável, se desmoraliza a cada dia com a presença do careca sinistro que, além de ser amigo e de ter campanha financiada pelo contraventor Carlinhos Cachoeira, age com cinismo, hipocrisia e ainda debocha do povo ao dizer que é inocente. Vergonhoso. Xô, Demóstenes!

Farra postal

Os 24 deputados da inútil e cara Câmara Legislativa de Brasília vão gastar em 2012 nada menos de R$ 3.902.742,37 na postagem de cartas. Dá para mandar três cartas simples para cada habitante do Distrito Federal. E tem gente que acredita que eles vão mesmo gastar essa grana toda com os Correios (Rangel Cavalcante – Jornalista)

Tentáculos flagrados

O escândalo Carlinhos Cachoeira abala os fundamentos da República. Desta vez, o poder real (o das capitanias) teve sua parte mais podre flagrada. E aí estão sendo acionados mecanismos de diversionismo para retirar o foco do principal: o conglomerado de interesses escusos que há muito vem manipulando a opinião pública para que não perceba os que se mancomunam com o crime organizado. Bastou Lula manifestar interesse na instalação da CPI para que se criasse em certos meios uma espessa camada de má vontade e descrédito em relação à iniciativa. Parece até que o outro lado é que foi flagrado primeiro e não a “troupe” de Demóstenes Torres, a vestal conservadora que se apresentava como o Catão da República e vinha sendo preparado para disputar a cadeira presidencial, empunhando a desmoralizada vassoura de Jânio Quadros. O importante agora é que a investigação prossiga sobre todas as ramificações da corrupção, independentemente do lado em que estejam corruptos e corruptores. (Valdemar Menezes – Jornalista)

A origem da desgraça

Se os partidos políticos brasileiros guardassem o mínimo de respeito à Nação nós nem precisaríamos de uma lei da ficha limpa. Ora, são os partidos os grandes culpados pela corrupção que assola o País, pois responsáveis pela concessão de legendas para que bandidos sejam candidatos. E pode notar que quase invariavelmente os “salvo-condutos” são entregues ao que existe de pior entre os filiados. Isso sem falar naqueles que são indicados pelas respectivas direções partidárias para cargos no Executivo, quando das alianças. (Neno Cavalcante – Jornalista)

Palhaçada

Considero palhaçada quando alguns políticos se auto convocam, em grupos, a pretexto de ouvir as comunidades, bairro a bairro, para conhecer suas necessidades mais urgentes. Caramba! Precisam ir lá saber o que todos estão velhos e caducos de tudo que essa pobre gente sofre ao longo de seguidos e intermináveis desgovernos, com as mesmas caras, o mesmo cinismo, a mesma certeza de que nada fizeram nem vão fazer? Demagogia barata e que se iguala por baixo. Prefeito, vereador, deputado, senador – todos, com uma ou duas exceções – estão preocupados, sim, com as eleições de outubro, decisivas para o que possa acontecer em 2014. Jamais se preocupam com o básico, a educação, a saúde, o saneamento, o transporte etc. É ano eleitoral, e eles têm de fingir, prometer, jurar com as mãos para trás e os dedos cruzados. Só nos cabe rezar que o bom Deus nos livre dos demagogos de sempre e dos velhos problemas eternos. (Regina Marshall – Jornalista)

Demóstenes, o orador

(...) Demóstenes, o grego, diante do cerco que se fechava sobre ele buscou na morte a única saída digna para o homem que foi; o nosso, com a maior cara de pau, ousa usar a tribuna da casa que o escorraçou por conta dos escândalos da sua cumplicidade com um marginal compadre nem liga para a ressaca moral estampada na sua cara lisa. Sua falta de decoro e desvio de conduta escandalosa minguaram as derradeiras reservas de esperança do brasileiro, agora feridos de morte pela desfaçatez do palhaço esperto. Nota-se no discurso do político marginal uma distorção acentuada na visão de quem ocupou a tribuna do Senado para discorrer sobre valores que não possuía a não ser na verborragia encenada de palhaço rico. O pior é que a plateia sempre esteve no picadeiro, dizendo sim, senhor, e o palhaço milionário ria de todos na plateia composta pelos asseclas bem acomodados. Ao alardear uma INOCÊNCIA impossível de convencer, mesmo através dos becos e vielas malcheirosas das firulas jurídicas, não sei se dá para imaginar, de forma convincente, uma correção de paralaxe para ajustar a visão distorcida do bandido de abotoaduras, com foro privilegiado e cúmplices interesseiros e compadre de butim e transformá-lo num homem ímpio, puro, casto e ingênuo. Alea jacta est! (A. Capibaribe Neto – Cronista) [ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Página

14

Dr Eliézio Torres Martins

Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012

Cultura

ORTODONTIA - CRO-CE: 2491

Dr Bruno Cavalcanti Martins

PRÓTESE E CLÍNICA GERAL - CRO-CE: 4875

Dr Breno Cavalcanti Martins

CIRURGIÃO DENTISTA - CRO-CE: 6028

Drª Blenda Camerino F. C. Mourão

ODONTOPEDIATRIA/PERIODONTIA - CRO-CE: 5567

CRATEÚS: Rua Cel. Lúcio, 495 - Centro - Fone: (88) 3691.8050 NOVO ORIENTE: Rua Cazuza Rocha, 56 - Centro - Fone: (88) 3629.1477 E-mail: clinicanimo@hotmail.com

Crateús de Ontem

Retrospectiva de Eleições Municipais O ano de 2012 é de eleições municipais. A cada embate político que aqui se realiza, recordo-me de acontecimentos e de nomes de antigos candidatos a prefeito e vice-prefeito disputando o trono municipal de Crateús. Esta matéria é longa e o espaço é pequeno para comportá-la, fazendo com que seja contada em algumas edições deste jornal. Desde osmeados de 1950, quando a cidade de Crateús era governada pelo prefeito Raimundo Soares Resende, no seu primeiro mandato, que acompanho os embates políticos travados por ocasião de eleições municipais. O mandato de Raimundo Resende terminou em 1958. Naquele ano de seca no Ceará presenciamos uma das grandes campanhas políticas, ocasião da disputa entre Raimundo Bezerra de Melo (PSD), tendo como candidato a vice-prefeito Bento Coutinho de Macedo, contra o advogado Gonçalo Claudino Sales (UDN), que tinha como candidato a vice Francisco Soares de Sousa (Chico Sitônio). Raimundo Bezerra de Melo, alcunhado de Patriota, foi eleito e, por ocasião do cinquentenário de Crateús como cidade, em 1961, ajudou a organizar uma bela programação

comemorativa daquela data, em parceria com Norberto Ferreira Filho, Professor Luiz Bezerra, Francisco José Lopes, Manoel Bezerra Cavalcante, entre outros. Além da festa programada para o dia 15 de Novembro de 1961, eles editaram uma revista alusiva aos cinquenta anos da cidade, a qual se refere aos fatos históricos deste município desde a chegada de Domingos Jorge Velho, até aquela data. As eleições seguintes aconteceram em 1962, quando disputaram a Prefeitura o médico Olavo Cavalcante Cardoso (PSD), tendo como candidato a vice-prefeito José Bezerra de Melo, contra novamente o advogado Gonçalo Claudino Sales (UDN), que topou a disputa tendo como companheiro de chapa, Amando Marques Mourão. Olavo Cardoso foi eleito e governou a cidade até junho de 1966. A partir de 31 de março de 1964 o Brasil passou a conviver com a ditadura militar. Os vereadores de oposição passaram a perseguir o prefeito e até pediram a cassação do seu mandato por crime de responsabilidade, malversação do dinheiro público e falsificação de algumas leis. Naquela época, era presidente da câmara o

vereador Francisco Soares de Sousa, que renunciou ao cargo de presidente da Câmara e ao mandato de vereador, porque não iria presidir uma sessão para cassar o mandato do prefeito ou de qualquer forma viesse a prejudicá-lo. O vereador Antônio Barbosa assumiu a presidência do Legislativo, interinamente e, em sessão extraordinária, no dia 6 de junho de 1966, os vereadores decretaram o IMPEACHIMENT que retirou o prefeito Olavo Cardoso do poder. Reunidos os vereadores passaram a discutir sobre a ocupação da vaga de prefeito. Nenhum deles se dispôs a assumir o cargo, razão por que foi pedida Intervenção Federal no município, com a eleição de Antônio Evaldo Frota para a Presidência da Câmara. Interinamente, Evaldo Frota governou a cidade de 13 de junho a 10 de agosto de 1966 quando, em sessão solene, foi empossadointerventor federal o médico Francisco Sales de Macêdo (Dr. Sales)que permaneceu na prefeitura até o dia 30 de janeiro de 1967. Em 1966houve eleições municipais e Raimundo Soares Resende, que se candidatou novamente, tendo José de Oliveira Camerino por companheiro de chapa, con-

Flávio Machado

quistou uma vitória apertada por apenas 86 votos, sobre o seu opositor,o agropecuarista Francisco Moacir Bezerra de Melo, que teve por companheiro de chapa Francisco Betrônio da Frota Neto. No decorrer do mandato houve um desentendimento político entre o prefeito e o vice, embora este tenha assumido a prefeitura durante o ano de 1968. Por causa do desentendimento, ocorreu o rompimento político entre os dois e, na eleição de 1970, José de Oliveira Camerino, que era vice-prefeito, se candidatou a prefeito pela ARENA II, opositora da ARENA I. O companheiro de chapa de Camerino era Francisco Soares de Sousa (Chico Sitônio). Camerino tinha como adversário o agropecuarista Francisco Gomes de Freitas e na vice, Leandro Martins de Sousa. Pelo MDB,candidataram-se Antônio Evaldo Frota e Leônidas Bezerra de Melo, cujos companheiros de chapa eram Francisco Soares Melo e Vicente Ludgero Filho, respectivamente. Camerino foi eleito e governou até 1972.

CantinhodaPoesia Fagundes Varela

Estrelas Singelas Luzeiros Fagueiros Esplêndidos orbes que o mundo aclarais! Desertos e mares _ florestas vivazes! Montanhas audazes que o céu topetais! Abismos Profundos! Cavernas, Eternas! Extensos! Imersos Espaços Azuis! Altares e tronos Humildes e sábios, soberbos e grandes! Dobrai-vos ao vulto sublime da cruz! Só ela nos mostra da glória o caminho! Só ela nos fala das leis de Jesus!

AfrouxandooRiso Pesquisa

Jáder Soares

Foi feita uma pesquisa Que fiquei admirado: “O que que depois do sexo Fazem os homens casados?” Viram que cinco por cento Conversam com a amada E que outros dez por cento Dormem toda a madrugada. Viram que quinze por cento Ficam ali, só meditando Com o cigarro no bico A noite toda fumando. Mas a maioria esmagadora E que a todos arrasa É que setenta por cento Se vestem e voltam pra casa.

FlashdoPassado Hermenegildo, urgente! Sarcástico e irreverente, irônico, mordaz e inteligente, fazendo um mô pra vocês. FESSOR TIN-TIN, O TANTAN DO CURTUME SE DIZ PRÉ-CANDIDATO Fessor Tin-tin, doidinho mais conhecido em Nova Russas por Corre-nu, em virtude de haver corridonu, desabaladamente,em perseguição a uma inocente jumentinha, pelas ruas da cidade, propaga aos quatro ventos ser pré-candidato a prefeito da boa terra. Uns acham que ele escolheu o PV, pensando tratar-se do partido dos veados campeiros e não do combativo Partido Verde, defensor da Natureza; outros acham que, nem aos mentecaptos deve ser tirado o direito de sonhar e, por fim, este Hermenegildo é de

opinião de que todo doido tem sua mania. Masss, o fessor Tin-tin, o tan-tan, ultimamente, para quem não sabe, estendeu sua tarada zoofilia a outros animais fêmeos e passou a perseguir as bacorinhas do Zé das Porcas, as cabras do Trajano e as galinhas de Dona Maroquinha do Brás. Com as galinhas ele procede parecido ao carcará: pega, come, mata,cozinha e enterra as penas. Com as jumentinhas e as cabras ele usa a tática da cuia de milho e uma corda na mão; já com as novilhas de porca, leva restos de comida apanhados no oitão do Magalhães. Fessor Tin-tin, com certeza, terá o voto dele. O da mãe ainda é uma incógnita. Isto, se conseguir emplacar a candidatura, pois, a Socie[ Opinião ]

dade Protetora dos Animais trabalhará para impugná-la, mesmo sabendo que ele só tem o voto dele. Massss, o Dr. Kutrizuma Cals, o do blog, se encontra em maus lençóis e às voltas com a Justiça de Fortaleza e a de Crateús, onde responde a incontáveis processos cíveis e criminais e a condenações pecuniárias que lhe retiram o sono, porque não sabe de onde retirar dinheiro para saldá-las. Na situação em que ele se encontra, não sobrou opções de saída, a não ser que lhe seja concedido o “Diploma de Doido”, por uma junta médica, para que possa se tornar inimputável. Vai daí que, doido, ele não pode exercer a profissão de dentista, que trocou pela de mal sucedido blogueiro. Dr. Kutrizuma, o chifrudo,

[ Política ]

[ Cidade ]

ficou no mato sem cachorro, ao ponto de não caber mais dentro de casa e nela permanecer à moda cururu, ou seja: a mulher chuta e ele volta. Kutrizuma perdeu a pose e o rebolado e, semelhante ao Demóstenes, virou zumbi. Outro dia, foi avistado por conterrâneo, na Praça dos Mártires, abraçado ao tronco do baobá. Também foi visto no Centro da Cidade, na Praça Coração de Jesus, fazendo oração a São Francisco das Chagas, seu protetor. Bem me ensinava meu professor de latim clássico: FABER EST SUAE QUISQUE FORTUNAE:Cada qual é o obreiro da própria sorte. Ademã que vou em frente. Os cães latem, mas a caravana passa.

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

César Vale

As lojas e os tecidos Lembro-me como se hoje fosse, e já se passaram quase 60 anos, de nossas lojas de tecidos e dos tecidos que elas vendiam. A mais chique era a Pernambucana, mas no seu rastro estavam os Armazéns do Zé Rosa, os Armazéns Ceará, Triunfo, Humaitá e Central. Havia pequenas lojas como a Sertaneja, de Antônio Soares e Osterno Herculano, a Vencedora, de Gonçalo Rego, as lojas de Tobias Rezende, Antônio Ricardo e Enoque Eugênio, e a célebre Casa da Bandeira Encarnada, de João Amaro Bezerra e Pedro Farias. E os tecidos? Destes, eu me lembro muito bem. Lembro-me do cáqui Floriano, utilizado para o fardamento escolar do Grupo Lourenço Filho, do Instituto Santa Inês, da Banda de Música, da Polícia Militar e até mesmo da R.V.C. – Rede de Viação Cearense. Da mescla Santa Isabel, pano azul e forte muito usado para a vestimenta de nossos sertanejos; do riscado do Ceará; do algodãozinho Clavinote, do murim, do brim Coringa, da popeline, da cambraia, do fustão, do voile, do laquê para combinação, dos estampados e das sedas, e das chitas para os vestidos das mulheres pobres. Hoje, essas lojas nem existem mais. São lojas de confecção que vendem roupas já feitas, padronizadas P, M, G e GG e em números de manequins. As costureiras são poucas. Os alfaiates são raros. O que impera mesmo é a indústria. Antigamente, uma máquina Singer de costura durava 100 anos. Agora, pode durar 200 ou 300 anos, pois ninguém liga mais pra comprá-las. [ www.gazetacrateus.com.br ]


Crateús - Domingo, 15 de abril de 2012 Página

Geral

“O cidadão comete o crime e vai preso, mas a facilidade com que é liberado nos causa estranheza. E sem ter pago o mínimo de uma pena” Deputado Antônio Carlos (PT) Cobrando das autoridades judiciárias mais rigor na manutenção de sentenças aplicadas a quem comete crimes

Comunicando Greve X Educação

prejuízo e pais de família ao Todos os anos nós assisti- desespero. As famílias crateuenses mos, em Crateús, ao mesmo filme, com os mesmos ato- esperam que o Sindicato res reproduzindo as mesmas dos Professores seja tamcenas de terror, fazendo as bém um exigente aferidor mesmas reinvindicações de resultados do trabalho mediante ameaçasde de- de seus filiados na sala de flagração de greve no setor aula e não somente uma da Educação. Tantoa ame- entidade que, nos últimos aça quanto adeflagração de anos, só tem se prestado a greve são posturas radicais reivindicar aumento salarial assumidasaqui, comnotó- através de greves. O Sindiria conotação política,que cato tem que ser vigilante e visam, antes de qualquer precisa mobilizar também reivindicação de aumento a categoria em prol de uma salarial, a desestabilização melhor educação para nossas crianças e jovens e isto da administração pública. O Sindicato dos Profes- nós não estamos vendo. sores, através do seu pre- Precisa estar atento quanto sidente, tem como missão à dedicação dos professovelarpela categoria, buscar res que, se querem ganhar melhorias salariais para mais, se precisam ganhar os seus filiados e outras mais, também precisam finalidades, isto é sabido melhor se qualificar e disde todos, mas não pode pender esforços na sala de aula. Precisam colocar a assumirpostura de pura escola pública no mesmo oposição política nem fazer nível da escola particular, jogo político para atender que paga bem menos ao às oposições como costuma professor,exige dele mais fazer. Está, assim, fugindo trabalho e presença, e aprede suas atribuições. senta resultadosmuito mais A postura raivosa e significativos. agressiva do presidente do Temos em Crateús apeSindicato dos Professores nas uma Escola Nota 10, contra a gestão municipal que fica na localidade de é característica de antigos Jardim. O mérito é dos e experimentados agitaprofessores daquela escola. dores profissionais. Ela é E por que não há outras tendenciosa e é utilizada escolas Nota 10? O Sinditão somente para excitar as cato dos Professores precisa paixões, visandotambém a responder a essa indagação determinados fins políticos, e parar de respirar greve 24 e estabelece um contraste horas por dia, com sua dicom a própria condição do retoria em constante estado presidente do Sindicato que, de alerta,fuçando números por ironia do destino, é tam- e percentuais de aumento, bém membro da Comissão sendo isto tão somente o Justiça e Paz da Diocese de queparece lhe interessar. Crateús. A Diocese deve à Falar em reciclagem prosociedade uma explicação fissional, em planos para sobre a escolha e permanên- elevar a qualidade do ensicia de um militante sindical no, em novas pedagogias, de reconhecido radicalis- preparação de aulas, melhomo, em seus quadros, que ria do ensino e aferição de está mais para agitador do resultados na sala de aula, quer para agente da paz. parece ser coisas que não A água não se mistura ao lhe diz respeito. óleo. A sociedade não toA população de Crateús lera a postura ambígua de espera do Sindicato dos quem aum só tempo, pugna Professores algo mais além pela paz e a justiça, mas, das greves. Espera melhoria contrastando,excita a so- do aprendizado de crianças ciedade e lança a categoria e jovens, mais dedicação e a uma greve notoriamente compromisso para com o política e inconsequente. A ensino e que os professores população não mais suporta sejam os atores de uma este incipiente convívio nova política de educação e com a greve de professores, façam com que cada escola que só tem levado alunos ao seja uma Escola Nota 10, e

não apenas a escola da comunidade de Jardim. Assim agindo, podem exigir do Executivo Municipal que faça com boa vontade a sua parte e coloque cada professor num merecido pedestal, com salário digno. Em primeiro lugar, é preciso a valorização da classe de professores pelos próprios professores, depois do que, vem o reconhecimento.

Hermínio e a seca

Deputado Hermínio Resende, que preside a Comissão de Agropecuária da Assembleia Legislativa, declarou que a única opção para se combater a seca no Ceará seria fazer do Estado uma imensa “tábua de pirulitos” pela perfuração de poços profundos, pois que a água mais certa não vem de cima, mas debaixo da terra. O parlamentar condenou as cisternas de placa e outros tipos de armazenamento de água para amenizar os efeitos das grandes estiagens. Hermínio precisa entender que, no Nordeste, toda e qualquer alternativa de se obter água é válida. As cisternas acumulam água potável que pode beneficiar famílias por um ano inteiro. A água da chuva cai da biqueira e é guardada. É a mais saudável. Os cacimbões são de grande utilidade. Há poços amazonas que, cavados em determinados locais valem por um açude e sustentam uma fazenda. Poços profundos são de grande eficiência, mas há os que têm boa qualidade da água e boa vazão, e há os que são o contrário. A maioria das localidades do interior não possui solos capazes de fornecer água em abundância. Quase sempre a água é pouca e de péssima qualidade. Poço profundo é também uma alternativa valiosa, mas não podemos abrir mão da açudagem, que dá a vazante, o peixe e a irrigação. A água é o bem mais precioso e tem que ser buscada de todas as formas. Poços, açudes, cacimbões, barragens subterrâneas e cisternas de placa, todos são de grande valia para combater os efeitos das estiagens.

“Realmente, os políticos estão perdendo a vergonha na cara” Demóstenes Torres Senador, em discurso pronunciado em 2007

[ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

15

Gazeta Saúde Sucoterapia No cinema vai bem uma pipoquinha (na verdade um saco enorme), com Coca-cola (já tem copo de um litro), e se não tem Coca, pode ser uma Pepsi. Pode! E quando termina o filme você está satisfeito, mas com sua cota de sal e de açúcar do dia estourada (e se for uma Coca Zero a cota de sal fica em dobro). As calorias ingeridas são em torno de mil, e você, no outro dia, já está tomando novamente refrigerantes com outras calorias desnecessárias, pois, as propagandas estão todas em sua volta, em todos os lugares. Porém, não existem propagandas de sucos de frutas naturais. Em minha opinião, deveria ter nas propagandas da televisão o número de calorias de cada produto, assim como nas propagandas de cerveja tem a frase: “beba com moderação”. Conforme disse Hipócrates, “Faz do teu alimento teu medicamento”. Saibam que existem sucos muito mais saborosos que qualquer refrigerante, com várias

funções, e que substituem uma refeição completa, com todos os nutrientes e vitaminas necessárias. Já houve a época dos sucos verdes (com Aipo, Couve, Agrião, salsão e outras folhas da salada tradicional); hoje existe uma variedade enorme de sucos com funções variadas: Detox, calmante, estimulante, antianêmico ou digestivo. As frutas são a base de praticamente todos os sucos. São elas: as cítricas (laranja, limão, lima), maçã, pera, caju, manga, açaí, cajá, coco (em alta, pela ação do ácido láurico que aumenta o metabolismo), acerola, goiaba, banana, abacaxi, kiwi, maracujá, mamão, melão, graviola, noni (fruta com muitos atributos) e uva (com seu Resverastrol – de alto poder antioxidante).As hortaliças, principalmente o gengibre e a hortelã, que controlam os índices glicêmicos, deixam seu sabor marcante no suco. Os chás também podem vir associados aos sucos. A

Isaac Furtado cirurgião plástico

folha mais importante é a Camelliasinensis (de onde é retirado o chá branco, o verde e o preto). Outros chás muito empregados em sucos são a erva-cidreira e a erva-mate. As folhas, como a couve e o espinafre, o pepino (fruto comestível muito diurético), a beterraba e a cenoura (raízes) são outras fontes importantes de nutrientes e vitaminas muito utilizadas para sucos. Enfim, faça sua receita conforme seu gosto e sua indicação, mas evite colocar açúcar ou adoçantes artificiais (como ciclamato, sacarina ou aspartame), e também evite coar, pois muitas fibras são perdidas. Um suco gelado para os muitos dias quentes é sempre bem-vindo, mas às vezes pouco lembrado. Use mais o seu liquidificador, e boa saúde!

Diplomata: Itamaraty avalia abuso sexual Brasília – O Ministério das Relações Exteriores recebeu quarta- feira (18/04) informações da Polícia Civil do Distrito Federal sobre acusação contra um diplomata iraniano de haver abusado sexualmente de crianças brasileiras, informou a assessoria da pasta. A Embaixada do Irã no Brasil será notificada pelo governo brasileiro do

caso, que será apurado pelo Itamaraty. No entanto, não há um prazo determinado para que o governo brasileiro se manifeste. Parentes das crianças estiveram hoje no Itamaraty para pedir ao governo federal providências em relação ao caso. O diplomata iraniano, de 51 anos, é acusado de ter assediado sexualmente crian-

ças e adolescentes de 9 a 14 anos na piscina de um clube da capital federal, localizado em área nobre da cidade. O nome do suspeito não foi divulgado. Segundo relato das famílias, o homem teria acariciado as partes íntimas das crianças quando mergulhava na piscina, no sábado passado (14).

Judiciário: STJ afasta desembargadores envolvidos em escândalo dos precatórios no RN O Superior Tribunal de Justiça (STJ) afastou dois desembargadores do Rio Grande do Norte apontados como integrantes de suposto esquema de desvio de recursos de precatórios no Estado. A Corte Especial decidiu quarta-feira (18/04), por unanimidade, manter decisão do ministro cearense [ Sociedade ]

Cesar Asfor Rocha, relator do inquérito que apura denúncias envolvendo os dois magistrados. Rocha já havia determinado nesta semana o afastamento de Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro, ex-presidentes do TJ-RN. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) também vai debater em maio

[ www.gazetacrateus.com.br ]

se abre processo disciplinar contra os dois. A ex-chefe da divisão responsável pelos pagamentos de precatórios, Carla Ubarana Leal, disse em depoimento à Justiça que, durante cinco anos, entregou dinheiro proveniente de fraudes a Cruz e Godeiro. (da Folhapress)


Silvinha e Paulo Edson passaram aqui os dias santificados da Semana Santa em companhia de Sônia Freire e familiares. Na sexta-feira a tradição do bacalhau e do vinho à mesa.

Esteve em Crateús, durante os feriados da Semana Santa, o professor Paulo Machado Vale que, ainda menino, deixou a terra natal e foi residir em Teresina com seus pais Laércia Machado e Adauto Cavalcante Vale (in memoriam). Paulo esteve na terrinha em companhia da esposa Joseci Lima Cavalcante e visitaram a Redação da Gazeta em companhia de Magda Machado, de Graça e Marcos Sávio Sabino. O casal visitante são os diretores da Facid – Faculdade Integral Diferencial – de Teresina-PI

40º BI comemora Semana do Exército Entre os dias 16 a 19 de abril, o 40° Batalhão de Infantaria de Crateús, dentro das comemorações alusivas à Semana do Exército, realizou diversas atividades, tais como palestras em várias escolas da guarnição de Crateús, competições militares entre as Subunidades na área interna do Batalhão

e, no encerramento do cronograma de eventos, a cerimônia militar em comemoração ao Dia do Exército Brasileiro, ocorrida no pátio de formaturas do 40º BI, que contou com a presença de autoridades municipais e regionais. Na ocasião, houve a entrega de medalhas para militares do Batalhão.

“O poder que controla os outros não pode se descontrolar; o poder que impede os desmandos não pode se desmandar; o poder que impede o desgoverno não pode se desgovernar” Ayres Britto – Ministro do STF

Comandante do 40° BI, ten cel José Eduardo de Andrade condecora militar durante o evento

Nota Social

Povo de Independência abraça o ex-prefeito e eterno tabelião Joaquim Augusto Bezerra, na passagem de seus 90 anos no próximo dia 24. A Câmara de Vereadores da cidade realizou sessão solene em sua homenagem.


Edição Nº 337