Issuu on Google+

Feliz Natal!

Crateús-Ce. Terça-feira, 24 de março de 2009 - Ano XII - No 275 - R$ 2,00

Dia Internacional da Mulher

FAFÁ DE BELÉM CANTA E ENCANTA CRATEÚS

A Mulher crateuense foi homenageada de maneira muito especial no Dia Internacional da Mulher, 8 de março. A Prefeitura de Crateús, através da Secretaria de Ação Social, trouxe até nós uma das maiores intérpretes da nossa música popular, a cantora Fafá de Belém que, por tão querida e admirada pelo povo brasileiro, pela sua voz, a simplicidade o jeito de ser e a simpatia, bem deveria ser chamada de “Fafá do Brasil”. Fafá fez um show maravilhoso na Praça da Catedral. Cantou e encantou um público de milhares de pessoas, interpretando os maiores sucessos de sua carreira artística. A Mulher crateuense sentiu-se deveras satisfeita pela grande atração cultural.

Foto: Hellen Lima

www.gazetacrateus.com.br • e-mail: gazetaco@yahoo.com.br

CÂMARA

SECRETÁRIA DE SAÚDE MOSTRA COMPETÊNCIA A sessão da Câmara Municipal de Crateús realizada no último dia 12 girou em torno da presença da secretária de Saúde do Município, Maria da Paz Gadelha, convocada que foi pelo Poder Legislativo a prestar informações e esclarecimentos e responder a denúncias contra a sua Pasta. Pág 04 Secretaria de Saúde, Maria da Paz, respondeu uma bateria de perguntas de vereadores de oposição.

OUVIDORIA

Domingos Filho recebe homenagem no TJA

O presidente da Assembléia Legislativa foi homenageado como um dos destaques em Ouvidoria de 2008. A homenagem ocorreu durante o evento da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), em comemoração ao Dia Estadual do Ouvidor, no Theatro José de Alencar. Pág 04

Estado das ruas de Crateús preocupa deputado

O estado em que se encontram as ruas de Crateús, por causa do saneamento básico, tem causado preocupação ao deputado Nenen Coelho, que já envida esforços junto ao governador Cid Gomes, no sentido de inciar o reasfaltamento da cidade ainda este ano.

Pág 04


2

Terça-feira, 24 de março de 2009

Geral Editorial

Poda? Corta essa! Edilson Machado

Fazemos deste artigo de Edilson Machado o nosso editorial de hoje, uma forma de protesto contra os poderes públicos que não enxergam a devastação de nossa árvores pelas podas radicais e mortíferas de que são vítimas diariamente.

Chegou o inverno. Está aberta oficialmente a temporada de mutilações às nossas árvores. Digo oficialmente porque nesse período se intensifica esta prática estúpida e criminosa, inclusive por parte do poder público. Não sei a origem deste costume absurdo, mas é lamentável como se difundiu no nosso meio, tanto que mesmo no campo, próximo às residências, esse descalabro é praticado. Inocentemente, é certo, mas com requintes de crueldade e mau gosto. Por desmesurável ignorância e uns míseros trocados assistimos todos os dias em nossa cidade, seja em praças, avenidas ou residências particulares, esse crime ser impunemente praticado. Quem se importa? Se ignoramos nossas leis, como não ignorar as leis da natureza? Uma árvore cresce e se desenvolve de acordo com suas próprias leis, de acordo com sua essência já presente mesmo na sua semente. Tem seu ciclo vital, seu tempo de crescer, florar, frutificar, se renovar e recompor sua exuberância. Interromper esse ciclo é querer modificar a natureza, é violar um equilíbrio tecido a milhares, milhões de anos. Quantos pássaros, insetos e tantos outros animais dependem de uma florada, de um fruto, uma semente, por vezes esperados por um período que leva meses e até anos para se concluir?

Impossível cogitar! “Uma árvore é sempre um centro de vida. Um pólo ecológico cheio das mais explícitas e misteriosas energias”. Mas quem se importa com beijaflores, bem-te-vis, sanhaçus, sabiás, borboletas e outros tantos animaizinhos que embelezam e enchem de cores e sons nosso mundo? Por certo perdemos o senso de beleza! Em nossa cidade não podemos contemplar a magnitude de uma árvore secular, que todas têm vidas curtas. Não resistem aos maus-tratos a que são submetidas. São todas aleijadas, doentes, feridas, expostas às pragas. Não se prestam sequer para abrigar ninhos de pássaros. Em todas as ruas, avenidas e praças, nos deparamos com espectros de árvores mortas. Em todas elas, os sinais de mutilação são visíveis. Flamboyants, acácias, ciprestes, algarobas, fícus, brasileirinhos, todas lutam em desespero silencioso pela vida. Algumas ainda ensaiam uma tímida floração, mas eis que surgem os homens munidos de goivas, facões, escadas e abortam o que poderia ser cor, fragrância e oxigênio – estabelece-se a barbárie! Minam suas resistências até que não passem de lenho seco e retorcido, atestando aos nossos visitantes a nossa ignorância em matéria de educação ambiental e estética. Aos nossos netos, atestando nossa incapacidade

de melhorar o mundo a eles legado. Alegam os “podadores” – fardados e armados – que é preciso defender os fios elétricos. Mentira! Se observarmos, mesmo onde não há fios, como nas praças, a mutilação criminosa é a mesma. (O que dizer dos flamboyants da rodoviária e da Rua Frei Vidal?!) Alegam os “podadores” – fardados e armados – que após o corte surge uma copa mais viçosa e bonita. Ignorância, estupidez ignominiosa! Se assim fosse as floretas careceriam de beleza e exuberância. Alegam os “podadores” – fardados e armados – (pasmem de vez), que as árvores, na época da florada, necessitam de poda. Ora, uma árvore florada é como uma mulher grávida... Poda? Árvore precisa de água, carinho e respeito! A recompensa é infinitamente mais generosa que tão minguado desprendimento. Por fim, citando Lutzenberg, “quanto mais livremente uma árvore consegue desenvolver-se, mais bela e sã ela será”. Quem destrói, danifica, lesa ou maltrata, por qualquer modo ou meio, plantas de ornamentação de logradouros públicos ou em propriedades privadas alheias, comete crime ambiental penalizado nos termos do art. 49, da Lei 9.605/98.

Deputado Professor Teodoro elogia Plano de Habitação O Plano de Habitação do Governo Federal, que espera diminuir o déficit habitacional com a construção de 1 milhão de casas próprias para a população com renda entre zero e dez salários mínimos, foi tema de uma reunião com os ministros Dilma Rousseff, da Casa Civil, e Guido Mantega, do Planejamento, juntamente com governadores e prefeitos em Brasília. Segundo informou o deputado Professor Teodoro (PSDB) na terça-feira 10, o plano para o Ceará, prevê a edificação de 38.525 novas casas populares até 2010. Serão beneficiadas, principalmente, famílias com renda de zero a três salários mínimos (R$ 1.395), mas quem recebe até R$ 4.650 (dez salários mínimos) também será beneficiado. Para concretizar ainda mais projeto, o governador Cid Gomes (PSB) garantiu a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) incidente sobre o material de construção utilizado, além de R$ 77,05 milhões como garantia de subsídios às novas casas. Os financiamentos vão contar com verbas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do Orçamento Geral da União (OGU “Isso vai baratear sobremaneira a moradia, contribuindo para combater o déficit habitacional no Estado. O Ceará

não vai cobrar ICMS, vai facilitar a compra do terreno e ainda vai contribuir com 2 mil reais para cada casa que vai ser construída. Estímulo à construção vem em boa hora, principalmente em época de crise. Ao privilegiar a construção civil, o governo persegue várias metas sociais ao mesmo tempo”, revela Teodoro. Para o parlamentar, no Brasil, o déficit habitacional atinge a cifra de oito milhões de moradias e, se o governo conseguir atingir a meta de um milhão de casas, terá reduzido o déficit em apenas um oitavo. Em sua explicação, no caso do Ceará, onde está prevista a construção de cerca de 39 mil moradias, o déficit habitacional está na casa das 400 mil moradias. Com a construção dessas casas de interesse social, o déficit terá sido reduzido em menos de 10%. “Para sabermos a dimensão do problema habitacional e de quantos esforços ainda são necessários para honrarmos esse compromisso social, organizamos a Frente Parlamentar em Defesa da Moradia Digna. Essa frente trabalha com o objetivo de captar assinaturas para apoios à proposta de emenda à Constituição para direcionar mais recursos para a habitação popular”, diz. Conforme o deputado, a realidade dos centros urba-

Deputado Professor Teodoro

nos rodeados por favelas e áreas de risco, como vemos em Fortaleza, é uma afronta direta ao direito à moradia, previsto tanto na Declaração Universal dos Direitos Humanos, como na nossa Constituição. “Segundo os cálculos do próprio governador, uma casa de 43 metros quadrados deve ficar em torno de 23 mil reais. Precisamos estimular o uso de inovações tecnológicas para baratear os custos de produção”, afirmou. Finalizando seu discurso, o deputado professor Teodoro solicitou que o Governo Federal também entre na desoneração dos materiais de construção, isentando de IPI a rede produtiva da construção civil. Na ocasião os deputados Moésio Loiola (PSDB) e Tomaz Holanda (PMN) fizeram apartes elogiando o pronunciamento do deputado e parabenizaram a decisão do Governo do Estado.

Ortodontia, Ortopedia Facial e Implantodontia

Representante em Fortaleza: Fernando Aguiar Albuquerque Fone: (085) 9997-2085 gazetaco@yahoo.com.br M. Duarte da Silva CNPJ: 06.327.640/0001-97 Rua Cel. Lúcio, 569 - CEP 63700-000, Crateús-Ce Fone/Fax: (088) 3692.3810

Projeto Gráfico e Diagramação: Fabrício Pereira bricio.apereira@gmail.com Coordenação e Digitação: Tarcísia Souza

Sebastião César Aguiar Vale Editor-Geral e jornalista responsável Mat. nº: 01227JP - CE FENAJ rasecvale@yahoo.com.br [ Opinião ]

Conselho Editorial: Eduardo Aragão Albuquerque Jr. José Bonfim de Almeida Júnior Sebastião Cesar Aguiar Vale [ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

Assessoria Jurídica: Dr. José de Almeida Bonfim Júnior, OAB 15545 CE

Tel.: (85) 3249.4641/9997.2085

Assessor para assuntos especiais: Francisco Oton Falcão Jucá Tel.: (85) 3254.5353 / (85)99812637 Fax: (85) 3254.8000

agência: 997-0, conta: 16165-9, Crateús Ceará,

Importante: As opiniões assinadas não refletem obrigatoriamente o pensamento do jornal.

Crateús:

Assinaturas ou renovações: Fortaleza só valerão se feitas através de nosso representante, Fernando Aguiar Albuquerque: [ Cultura ]

[ Sociedade ]

Assinantes de outras localidades enviar comprovante de depósito feito através do Bradesco, para o seguinte endereço: rua Cel. Lúcio, 569 CEP: 63700-000 - Crateús-Ce

Assinatura anual R$ 50,00 Outras localiadades Assinatura anual R$ 90,00 Assinatura semestral R$ 50,00

[ www.gazetacrateus.com.br ]


3

Terça-feira, 24 de março de 2009

Opinião [CrônicadaCidade] O PLANETA ÁGUA Júnior Bonfim

www.juniorbonfim.blogspot.com

“Água que nasce na fonte/ Serena do mundo/ E que abre um/ Profundo grotão/ Água que faz inocente/ Riacho e deságua/ Na corrente do ribeirão...

uso, armazenada nos lençóis subterrâneos, lagos, rios e na atmosfera.

dos da ONU, em 2023 já teremos cerca de 23 países sem água.

Em várias partes do mundo, as pessoas estão sem acesso adequado à água. E o quadro só tem piorado com o passar dos anos. Segundo dados da Unesco, a África é o continente onde o problema é maior. São 340 milhões de pessoas sem acesso a água potável e 500 milhões sem saneamento básico adequado. Isto sem contar que essa situação pode se agravar ainda mais com os problemas ambientais enfrentados pelo planeta, como a poluição e o aquecimento global.

Tão importante quanto à necessidade de se debater essa questão técnica da vinculação da sobrevivência do planeta à preservação desse insubstituível bem, é a reflexão de natureza humanística: Por que o homem atual é tão agressivo e predatório, a ponto de olvidar que, ao destruir inconseqüentemente o meio ambiente, destrói a si próprio?!

Você sabe por que o mar é tão grande, tão expressivo e poderoso?

A água, por sua relevância e grandeza, nos induz aos mais diversos tipos de elucubrações.

Segundo o Greenpeace e as Nações Unidas, existe uma necessidade iminente de se proteger os oceanos. Atualmente, apenas 1% das áreas oceânicas do planeta está protegido nas chamadas AMPs (Áreas Marinhas Protegidas). A ONU defende que este número tem de subir para 30% a longo prazo. O Greenpeace vai mais longe, declarando a necessidade de se proteger 40% das áreas marinhas do planeta. Dados bem altos para uma humanidade que parece não ter noção da dimensão do problema.

A primeira é aquela que o cantor Guilherme Arantes levantou: o nosso planeta, ao invés de Terra, deveria se chamar Planeta Água. Em verdade, a água cobre cerca de 70% da superfície do planeta. Cerca de 97% da água do mundo está presente nos oceanos e mares, 2% está armazenada nas geleiras e apenas 1% está disponível para o

– Posso dizer que a situação da água no mundo é extremamente preocupante. Já há várias áreas do planeta onde a água está escassa, devido à poluição e ao esgotamento das fontes naturais – alerta o diretor/presidente do Instituto Brasil PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), Haroldo Lemos. – Segundo da-

Águas escuras dos rios/ Que levam/ A fertilidade ao sertão/ Águas que banham aldeias/ E matam a sede da população... Terra! Planeta Água/ Terra! Planeta Água/ Terra! Planeta Água...” (Guilherme Arantes) Celebramos, no último dia 22 de março, o Dia Mundial da Água! O objetivo da ONU (Organização das Nações Unidas), ao instituir a data, foi despertar a humanidade para a premência de uma meditação mais acurada sobre o tema. Além de ser o principal constituinte do corpo humano, o “líquido incolor e inodoro, composto de hidrogênio e oxigênio” é responsável pela vida de quase todas as espécies da Terra, além de atuar na regulação da temperatura da mesma.

Marguê Freire

Talvez a resposta esteja na própria água, ou na mais potente e imponente figura que ela desenha: o mar!

É porque ele, em vez de assumir uma posição arrogante de superioridade, teve a humildade de se colocar alguns centímetros abaixo de todos os rios do mundo. Em sabendo receber todos os rios do mundo, tornouse grande e poderoso. “Gotas de água da chuva/ Alegre arco-íris/ Sobre a plantação/ Gotas de água da chuva/ Tão tristes, são lágrimas/ Na inundação... Águas que movem moinhos/ São as mesmas águas/ Que encharcam o chão/ E sempre voltam humildes/ Pro fundo da terra/ Pro fundo da terra... Terra! Planeta Água/ Terra! Planeta Água/ Terra! Planeta Água...”

SaboresCaseiros

CREME MORENINHO

[Observatório] Sem pão, sem lar, sem conforto, O acadêmico, afinal, Não tem onde cair morto... Por isso é que é imortal... (Olavo Bilac) Com o verso acima, Bilac ironizou a difícil situação dos membros da Academia Brasileira de Letras (ABL) no seu tempo. Ao lado de Machado de Assis, lutou com obsessão pela criação da ABL e, como membro fundador, ocupou a Cadeira nº15, cujo Patrono é o poeta Gonçalves Dias.

A ACADEMIA CRATEUENSE

No próximo final de semana, alguns crateuenses estarão reunidos para discutir a formação de uma Academia Municipal de Letras. Visando congregar os amantes das letras que nasceram ou habitam a terra do Senhor do Bonfim, a Academia se constituirá em importante lócus de estímulo ao fortalecimento cultural do município. Províncias de igual ou menor densidade geopolítica e demográfica que a nossa, já têm sua Academia Municipal de Letras. Está na hora da nossa. Desde o ano passado, quando ocorreu uma reunião preliminar na Casa de Cultura João Batista, que um grupo se sensibilizou para levar adiante a formatação dessa Arcádia.

PORQUE UMA ACADEMIA

Sei que muita gente pode se interrogar a respeito da viabilidade de um empreendimento dessa índole num município gravado com marcantes dificuldades, em especial pela aridez física, social e, sobretudo, econômica. É comum ao vulgo o entendimento que desenvolvimento cultural está visceralmente ligado ao de-

senvolvimento econômico. Gerardo Mello Mourão respondeu a isso quando sustentou a tese de que “o capital, aliado da tecnologia, sabe como produzir um bom médico, um bom engenheiro, um bom automóvel. Mas não sabe produzir um poeta, um músico, um pintor. Se fosse assim, as escolas de Tóquio, dos Estados Unidos, da Alemanha e até de São Paulo e da Coréia estariam produzindo Homeros, Shakespeares, Dantes, Rembrandts, Bachs e Picassos. E não estão, não é? Os sociólogos, como ensina meu mestre Unamuno, são os sujeitos que não sabem nada, e quando sabem, sabem a posteriori. Os filósofos, os poetas, os artistas, como a própria arte, não são fruto da civilização industrial. São mesmo, de um modo geral, os marginais dessa civilização e desse tipo de progresso, desse poder de produção de riqueza. Honro-me de ser um marginal desse processo, como o foram Homero e Dante, Holderlin e Van Gogh, Rimbaud e Baudelaire, os grandes filósofos e os grandes reitores do saber e do espírito”.

ODAR

A inesperada partida, dois dias depois do Feriado de São José, do comerciante Odar comoveu a cidade. Como o esposo de Maria, Odar era um homem de bem, amante do trabalho, cultor da discrição, alfaiate da concórdia. Integrou as fileiras do Exército, trabalhou como taxista e, desde algum tempo, firmou-se como comerciante. Figura confiável e respeitada, deixou um bom exemplo de vida. Nossas condolências à família.

MAÇONARIA

Nos próximos dias 28 e 29 de março, os maçons crateuenses ligados ao Grande Oriente do

horas antes de o Senado anunciar o fim da Diretoria de Apoio Aeroportuário, o servidor Francisco Carlos Melo Farias, responsável pelo departamento, cumpria mais um dia da rotina de “diretor de check in”. Em tese, a função dos sete funcionários chefiados por Farias era facilitar a vida dos senadores, providenciando os embarques, encontrando vagas em voos, conseguindo transferências de última hora. Na prática, ocupavam-se

senadores do que dos próprios parlamentares, que já costumam chegar com tudo pronto para o embarque. Funcionários de companhias aéreas que operam em Brasília apelidaram Farias de “diretor de fura-fila”. A equipe do Senado costuma furar qualquer tipo de fila, inclusive a de passageiros, com privilégios concedidos pelos programas de fidelidade. Longe do aeroporto, outro servidor viu, também na sexta-feira,

Açúcar (mais duas colheres para queimar). 01(Um) litro de leite. 06(Seis) gemas. 01(Uma) colher de maizena. 09(Nove) colheres de açúcar. Canela em pó. 1-) Bater as gemas com 04 colheres de açúcar, para misturar bem (não tanto como para as gemadas). 2-) Queimar duas colheres de açúcar (sem escurecer muito, para não amargar). Acrescentar ao açúcar queimado meia xícara

de água para fazer uma calda rala. Deixe-se esfriar e misture os ovos batidos. 3-) Ferver o leite restante. Retirálo do fogo e misturar os outros ingredientes já preparados e mais 04 colheres de açúcar. Levar a mistura a fogo forte, mexendo-

Brasil receberão a visita do Grão Mestre Estadual, Valdir Chagas. Este, juntamente com uma comitiva da direção cearense da Ordem, estará em Crateús para coordenar um Curso sobre Administração de Loja Maçônica. O evento ocorrerá nas dependências da Loja Liberdade e Justiça 1712, que está localizada na Rua Clóvis Beviláqua.

PARA REFLETIR

Os 3 últimos desejos de ALEXANDRE - O GRANDE: 1 - Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época; 2 - Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistados, como prata, ouro e pedras preciosas; 3 - Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, à vista de todos. Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a ALEXANDRE quais as razões desses pedidos e ele explicou: 1 - Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte; 2 - Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem; 3 - Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos. A vida é muito sábia, dela só levamos nosso conhecimento e prazeres.

Senado anuncia fim de diretoria de ‘check in’ Sexta-feira passada, pela manhã, mais dos parentes e amigos dos chegar ao fim o status de diretor.

Ingredientes:

Modo de fazer:

Júnior Bonfim

se sem parar (para evitar que talhe) com uma colher de pau. Depois de ferver bem, retirase do fogo continua a mexê-lo durante 5 minutos. 4-) Sirva-o frio, em taças, polvilhando canela na superfície. No verão conservá-lo em geladeira.

Fale com a redação: Tel.: (88) 3691.2006 - Fax: (88) 3692.3810 - E-mail: gazetaco@yahoo.com.br

Encarregado de zelar pelos três blocos ocupados por senadores na quadra 309 sul do Plano Piloto, com 70 apartamentos funcionais, o servidor Elias Lyra Brandão passou de síndico a “diretor de fantasia” por um ato da Comissão Diretora, de 2004, liderada pelo então presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Lyra foi um dos 50 diretores rebaixados por decisão do primeiro-secretário, Heráclito Fortes (DEM-PI).


4

Terça-feira, 24 de março de 2009

Cidade Câmara: Secretária de Saúde mostra competência

Domingos Filho recebe homenagem no TJA

A sessão da Câmara Municipal de Crateús realizada no último dia 12 girou em torno da presença da secretária de Saúde do Município, Maria da Paz Gadelha, convocada que foi pelo Poder Legislativo a prestar informações e esclarecimentos e responder a denúncias contra a sua Pasta. A sessão foi dirigida pelo vereador Márcio Cavalcante (PSDB), que teve ao seu lado o vice-presidente da Casa, Manoel Conegundes Soares (DEM) e o secretário João de Deus Ferreira (PMDB). Dos 10 vereadores que compõem a Câmara, deixaram de marcar presença os edis Antônio Jaime Sobreira (Nego do Bento) e a vereadora Betinha Machado. Ao iniciar-se a sessão, foi concedida a palavra ao vereador Antônio Luiz Lopes Mourão Júnior (DEM) que, de saída, tentou encurralar a secretária com uma chuva de perguntas, algumas delas

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Domingos Filho (PMDB) foi homenageado na noite de segunda-feira (16/03), como um dos destaques em Ouvidoria de 2008. A homenagem ocorreu durante o evento da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), em comemoração ao Dia Estadual do Ouvidor, no Theatro José de Alencar. Domingos Filho agradeceu a homenagem e elogiou o ouvidor da Assembléia, deputado Ronaldo Martins (PMDB). Ele lembrou que o Estado do Ceará é pioneiro na criação de ouvidorias e destacou a ousadia de ampliar o acesso e a participação dos cidadãos ao setor público. Ele destacou que é preciso ampliar esta conquista para as prefeituras e câmaras municipais.

insinuantes. Entre o edil e a secretária foi travado o princípio de um civilizado duelo, com o vereador a mostrarse firme e conhecedor dos problemas que realmente existiam na Pasta da Saúde, com a mudança de uma administração para a outra. No entanto, a secretária Maria da

Paz surpreendeu a todos pela desenvoltura com que rebateu, com firmeza e serenidade, as insinuações e perguntas capciosas dirigidas pelo Edil Antônio Luiz Júnior. Ao longo da sessão, enfrentou verdadeira sabatina dos vereadores de oposição Bibi Apolônio, Conegundes Soares, João de Deus e Paulo Teles. Não

bastasse a fluência da titular da Saúde, ela, utilizando-se de equipamento áudio-visual, fez ampla exposição sobre as carências do município no setor, o que já foi realizado e o que se pretende realizar em sua Pasta. Também mostrou o mais amplo conhecimento do Sistema Único de Saúde – SUS, como funciona e como se organizada uma secretaria, um PSF e um Centro de Especialidades Odontológicas, bem como os problemas que surgem pela carência de profissionais de Medicina, não apenas em Crateús, mas no País como um todo. Há louvar-se a ética da secretária Maria da Paz que, em momento algum citou nomes da administração anterior, denegrindo ou fazendo acusações. Limitou-se a prestar contas do seu trabalho, e o fez com extremo conhecimento da problemática da Saúde e com a mais ampla segurança, pelo que mereceu inusitados aplausos da platéia.

Estado das ruas de Crateús preocupa deputado O deputado Nenen Coelho (PSDB) preocupado com as precárias condições de tráfego nas ruas de Crateús, que vem prejudicando milhares de proprietários de carros, motos, bicicletas e a maioria da população que se desloca a pé pelos bairros e o Centro da cidade, priorizou duas grandes ações para melhorar as condições do ordenamento do trânsito, da Saúde e do embelezamento da cidade de Crateús, resgatando a auto-estima dos crateuenses: a construção de calçamento em várias ruas e o reasfaltamento das principais ruas e avenidas da sede municipal. O deputado Nenen Coelho liberou junto ao Governo do

Estado, cerca de R$ 380 mil para que a Prefeitura de Crateús fizesse o calçamento em pedra tosca com rejuntamento, beneficiando as ruas: Travessa Leonardo Mota, Ruas Demócrito Rocha, Eduardo Albuquerque, Lopes Vieira, Cícero Patriarca e Marrocos Alves, na cidade. As empresas que estão executando o saneamento básico da cidade de Crateús pretendem concluir as obras em outubro deste ano, e o deputado Nenen Coelho está trabalhando intensamente junto ao governador Cid Gomes, para que o reasfaltamento das ruas da cidade seja iniciado ainda este ano. A preocupação do parlamentar é

[ Opinião ]

[ Política ]

Dep. Nenen Coelho

em razão do inverno de 2010, e ainda pelo fato de 2011 ser um ano de eleição, podendo a Lei Eleitoral comprometer a execução da importante obra para a população de Crateús. Caso seja necessário, o deputado Nenen Coelho irá destinar parte de suas verbas asseguradas junto ao governo do Estado , para que o reasfaltamento da cidade de Crateús tenha início já em novembro deste ano.

[ Cidade ]

[ Geral ]

O governador Cid Gomes também foi homenageado e ressaltou que “a ouvidoria é uma instituição que surgiu para mudar o hábito do poder público e escancarar as portas para a cidadania”. Os outros homenageados foram a procuradora geral de Justiça, Socorro França, pela criação da ouvidoria do Ministério Público e a equipe de informática da CGE, que desenvolveu o Sistema de Ouvidoria (SOU). O ouvidor Geral do Estado, Aloísio Carvalho, destacou a importância do serviço para a interação da sociedade com o Estado. Ele disse que o evento teve intenção de mostrar e avaliar o trabalho realizado pela CGE e homenagear os ouvidores e as pessoas que se destacaram nesta área em outros órgãos.

O ouvidor da Assembléia, deputado Ronaldo Martins (PMDB), ressaltou que o serviço “tem levado a população a tomar gosto e participar dos trabalhos legislativos. É comum as pessoas ligarem para concordar ou discordar com o pronunciamento de um deputado”, disse ele. Ronaldo lembrou ainda que uma das metas da Assembléia é expandir o trabalho e incentivar as câmaras municipais a instalarem suas próprias ouvidorias.

ARTIGO

Campanha da Fraternidade O que é Segurança Pública? Você acred i t a n a Ju s t i ç a ? S o m o s fraternos?Como podemos construir a Paz? Estas e tantas outras reflexões podem ser elaboradas a partir do mote levantado pela Campanha da Fraternidade (CNBB) desse ano. O assunto é muito atual e polêmico. Busca-se construir uma cultura de paz, onde todos possam viver sem medo e de forma solidária. Comecemos pelo Tema: “Fraternidade e Segurança Pública.” Parecem dois conceitos muito distanciados no que concerne à nossa realidade. Falta-nos fraternidade e a segurança pública é quase sempre ineficaz ou ausente. Os protagonistas sociais rejeitam a construção da fraternidade. Cada um tem mais medo do outro. Fechamos as portas e os corações. Guarda-

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

dos em jaulas, não ensaiamos a ousadia da convivência. O vizinho pode ser um inimigo. O apelo mais freqüente acaba sendo o acréscimo da força que protegeria: mais polícia nas ruas, mais vidraças blindadas, mais muros e grades. Vivemos uma sociedade da exclusão. E, sem entender a situação e seu papel, a polícia sai atirando e eliminando o que lhe parece estranho. Vai praticando ajustes por conta própria. Vide exemplos da Polícia do Rio de Janeiro quando sobe os morros... O Lema da Campanha parece ainda mais instigante: “A paz é fruto da Justiça”. Mas, de que justiça estamos falando? Se for a dos homens, deixa muito a desejar. Hoje ela nasce da correlação de forças – quem tem o poder impõe a regra! A coisa pública é esquecida ou postergada. A lei dos homens

[ www.gazetacrateus.com.br ]

Antonio Mourão Cavalcante

é negociada em instancias onde prevalecem outros interesses. E a aplicação acompanha-se de longas, cansativas e desnecessárias formalidades burocráticas. Não creio que a paz seja fruto da justiça dos homens. Não raro, essa justiça tem legitimado outros desideratos. A paz nasce da consciência coletiva. Da melhor distribuição de oportunidades. Da maior participação de todos. Em boa hora a Campanha da Fraternidade convoca o povo brasileiro para refletir e agir na construção de uma sociedade mais humana e cristã, onde todos possam ter vida. Vida em abundância...


Terça-feira, 24 de março de 2009

5

Cidade CNBB livra mãe de excomunhão

Médicos lançam nota de apoio Aborto em Recife Representantes dos Conselhos Regionais e Sindicatos de Medicina do Nordeste divulgaram nota de apoio á conduta da equipe médica do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, da Universidade de Pernambuco, em realizar o aborto na menina de nove anos vítima de violência sexual. “Tal procedimento caracteriza um aborto legal, correto e irrepreensível do ponto de vista técnico e ético”, diz o documento. A posição foi tomada durante o I encontro dos Conselhos de Medicina do ano de 2009. Na nota, os médicos lamentaram a polêmica em torno do caso. Eles também

repudiaram a postura de julgamento religioso dos médicos pelo representante da Igreja Católica em Pernambuco, o arcebispo de Olinda e Recife, D. José Cardoso Sobrinho. De acordo com eles, a excomunhão “lembra os tempos da inquisição”. Para prevenir casos de violência como da menina, o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco elaborou o filme “Pela vida...Pelo Tempo”, exibido no encontro. O filme tem 40 minutos. Metade é documental e a outra metade ficção. Ele está sendo exibido em escolas e comunidades para promover o debate.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) afirmou que a mãe da menina de 9 anos que foi estuprada pelo padrasto em Alagoinha (PE) não foi excomungada pela Igreja Católica depois que a criança foi submetida a aborto para interromper a gravidez, no início deste mês. Apesar de o arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, ter declarado a excomunhão da mãe, a CNBB entende que ela não deve ser penalizada. O Vaticano também defendeu a excomunhão da mãe da garota. A mãe concedeu autorização para que fosse realizado o aborto na garota. Após a realização do procedimento, dom José Cardoso So-

brinho, disse que os médicos envolvidos e a mãe estavam sujeitos ao Direito Canônico, que prevê automaticamente a excomunhão nesse caso. Porém, segundo entendimento do secretário-geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa, a mãe agiu sob pressão dos médicos. Apesar de o arcebispo não ter excomungado o padrasto responsável pelo estupro da criança, a CNBB considera que ele cometeu um pecado mortal. Os dirigentes da CNBB interpretaram as excomunhões anunciadas por dom José como um “desabafo” e evitaram censurá-lo publicamente.

Garota vítima de abuso é mãe aos 11anos Nasceu dia 12 último a filha da garota de 11 anos que engravidou depois de ser abusada sexualmente pelo pai adotivo em Iraí, a 481 quilômetros de Porto Alegre (RS). Foi feita uma cesariana. O médico-obstetra Claudio José Furini, que realizou o parto no Hospital Santo Antônio, em Tenente Portela, afirmou que o nascimento transcorreu sem complicações. A garota, segundo ele, en-

trou em trabalho de parto quando a gravidez completou oito meses e meio. A mãe e a criança deverão ter alta no domingo. As semelhanças do caso com o da menina de nove anos, cuja gravidez foi interrompida no Recife, fez o caso repercutir em Iraí, uma cidade com pouco mais de oito mil habitantes. O bispo da Diocese de Frederico Westphalen, dom Antonio Carlos Keller,

distribuiu às paróquias da região uma nota pastoral para ser lida nas missas do fim de semana. No texto, ele aborda a excomunhão dos médicos e de pessoas da família da garota que realizaram o aborto nela em Pernambuco. O bispo acrescentou que a família, católica não-praticante, receberá o apoio das pastorais sociais da Igreja em Iraí. De acordo com ele, em nenhum momento a família

cogitou abortar o feto. O pai adotivo, um pedreiro de 51 anos de idade, está preso em Iraí desde terça-feira. A prisão dele foi autorizada pela Justiça na semana passada. A Polícia Civil gaúcha começou a investigar o caso em dezembro, quando a mãe adotiva, irmã da mãe biológica da garota, foi até a delegacia de Iraí denunciar o caso.

Nós podemos! falhe e nossos irmãos morram em acidentes que poderiam, de longe, ser evitados. Não temos trens bons porque abdicamos desse fantástico meio de transporte. Temos navios, portos e aeroportos. E então por que não estamos lá? Não estamos lá porque sofremos de uma esquizofrenia que nos seca as veias e nos tira a energia para darmos o salto final. Nosso sistema educacional não funciona na lateralidade, só na forma piramidal. Uns podem chegar ao topo, a

maioria não consegue ler um livro ou escrever uma carta. Nosso sistema de saúde é de primeiro mundo. Mas também piramidal. O vice-presidente consegue tirar nove tumores do abdômen e continuar vivo, e a maioria da população não consegue acesso para salvar uma criança com dengue. Na área tecnológica, nós temos a tecnologia, mas quase sempre emperramos na sua operação porque, na base, também temos um trabalhador que não sabe ler e que opera seu equi-

...Todo esse intróito é apenas para abordar um dos absurdos que continua me chocando: estupro! Pior, estupro continuado de uma criança, desde seus seis anos, por um animal endemoniado, um cão sarnento de 23 anos, chamado José Amâncio Vieira Filho que, inclusive, transmitiu doença venérea à menina... ...E aí, sem necessidade, vem o arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, além de posicionar-se contra a interrupção de uma gravidez imposta a uma criança, através de ameaças de morte, pela violência e bestialidade do ato em si, por um verdadeiro animal, como esse José, o dom Dedé, como é apelidado o arcebispo, fez uso de microfone e câmeras em circuito nacional, para excomungar a equipe médica que fez o aborto, a mãe da menina, os vizinhos e quem mais se atrevesse a apoiar o procedimento e sem nenhum constrangimento, declarou que só deixava a vítima de fora da sua “sagrada” excomunhão, por se tratar de uma menor de idade, sem excomungar o demônio personificado no José Amâncio. Excomunhão! Grande coisa! Para mim, é o mesmo que um risco na água. Do alto de suas sapatilhas vermelhas estilosas, S. Santidade apoiou o dom Dedé na excomunhão coletiva, diga-se de passagem. Desrespeito? Desrespeito, é o que queriam fazer com essa criança. Como se não bastasse a gravidez de alto risco, por ser gemelar, queriam por em mais risco ainda a vida de uma menina que talvez nunca mais brinque com bonecas. Santa ignorância. (A. Capibaribe Neto – Cronista)

DOM DEDÉ

Não pegou bem a decisão do arcebispo de Olinda e Recife de excomungar a equipe médica que fez o aborto na garota de nove anos, grávida em conseqüência de estupro por parte do padrasto, punição extensiva à mãe da menina. “A cruzada conservadora de dom Dedé, arcebispo de Recife”, sapecou o jornal francês Le Monde (12/3). Diz o LM: “Dentro da hierarquia católica, o embaraço é palpável;

pamento, como diria minha avó, de cem anos, de oitiva. E, quando chegamos ao nosso sistema jurídico, eu não me engano. Desde Clóvis Beviláqua temos gênios. Fantásticos. No entanto, pasmem, ainda existem varas que trabalham com fichinhas amarelas para identificar processos no nosso País. A aplicação do Direito ainda é um sistema que não só não chega para todos como permite que pessoas morram velhas sem verem a solução de ações que impetraram na juventude. Ainda temos um direito com uma deusa caolha, que privilegia o estado em detrimento do cidadão. Faz parte da nossa esquizofrenia. Duas caras. Dois lados. Dois jeitos de ver um mundo. Eu espero pela fusão dessas duas versões e acredito que vamos fazê-la. Nós vamos acabar com esse sistema piramidal. Nós podemos!

para muitos fiéis, a consternação se iguala à indignação. Por toda parte a incompreensão domina. A excomunhão pronunciada na quinta-feira (dia 5) por um bispo brasileiro contra a mãe de uma garota de 9 anos, grávida de gêmeos como conseqüência de um estupro, e contra os médicos que realizaram o aborto, continua a suscitar uma reprovação geral entre a opinião pública”. (Paulo Verlaine – Jornalista)

PERPLEXIDADE

A sociedade está perplexa com tanto horror. Não pode haver coerência entre excomunhão – qualquer que seja a concepção que a Igreja Católica tenha de pecado, ou da gravidade dele – e a lei do amor de Deus. Ele não faz distinção entre as pessoas, ensina a não julgar para que não sejamos julgados, manda que perdoemos setenta vezes sete, oferece a outra face. Porque Deus não exclui ninguém, é pura compaixão, a excomunhão deve ser extinta do Código do Direito Canônico. (Fátima Vilanova – Doutora em Sociologia)

DETURPAÇÃO

Jô Abreu – Jornalista

Somos um país em busca da modernidade, quando muitos países já estão atracados com o pós-moderno. Nós temos tudo que eles têm. Temos tecnologia de longo alcance, temos nossos aparelhos sofisticados de comunicação, satélites a nosso serviço, um sistema financeiro de dar inveja, automóveis como todos os países desenvolvidos têm. Já fugimos das carroças pré-Collor. Temos boas companhias aéreas, embora o nosso sistema de controle

“SANTA” IGNORÂNCIA

A deturpação na divulgação em massa de matérias polêmicas, em especial envolvendo a Igreja Católica, tem por óbvio a finalidade de fragilizar a instituição, como de vê de várias ações que ao longo dos tempos vêm minguando a instituição familiar. Louvável a postura corajosa do arcebispo de Olinda e Recife, que em suas entrevistas deixou claro não ter excomungado qualquer pessoa, como maldosamente foi divulgado, mas tão

somente informar o que diz o “Código de Direito Canônico”, que prevê a excomunhão latae setentiae, ou seja, automática, para quem pratica o aborto ou colabora com a sua execução. Não há de se apedrejar midiaticamente e nem se pode jogar o peso da conseqüência do ato do Arcebispo, mas sim no Código de Direito Canônico aprovado pelo papa João Paulo II, em 1983. (Socorro França Pinto – Procuradora-Geral de Justiça)

O SENADO DO TAMANHO DE UMA METRÓPOLE

Em duas semanas, dois altos funcionários do Senado caíram em desgraça pela maneira como se relacionavam com a coisa pública. Primeiro a história da mansão do servidor Agaciel Maia. Agora, o diretor de Recursos Humanos no Senado, João Carlos Zoghbi, teve que deixar o cargo porque a imprensa descobriu que o dito cujo usava um apartamento funcional. E o pior é que Zoghbi também tem uma mansão, mas pegou o apartamento para acomodar filhos e agregados. O apartamento foi reformado no ano passado para acomodar o filho recém-casado do diretor. Antes da reforma, o imóvel foi ocupado por outro filho de Zoghbi e sua ex-mulher. Que coisa! O Senado tem orçamento de metrópole. O caixa anual da Casa chega perto do orçamento de Fortaleza. Há algo de muito errado nisso. Como pode um poder legislativo ter um orçamento superior a de cidades como Recife ou Goiânia? O problema é que na estrutura institucional do Brasil não há fiscalização eficiente das casas parlamentares. Há um vácuo. (Fábio Campos – jornalista)

Fale com a redação: Tel.: (88) 3691.2006 - Fax: (88) 3692.3810 - E-mail: gazetaco@yahoo.com.br


8

Terça-feira, 24 de março de 2009

Geral Informe Publicitário Nova Russas

Informe Publicitário Novo Oriente

Prefeito reconstrói prédio da Prefeitura A Administração municipal de Nova Russas vem promovendo uma série de reformas e recuperação em prédios públicos, tendo iniciado pela reconstrução da sede do Poder Executivo, à qual deu status de Centro Administrativo. A reconstrução não foi apenas física, mas, toda a máquina municipal foi reimplantada e reequipada com os melhores equipamentos, em especial os de informática. A aparência da sede de qualquer governo é fundamental para quantos vão adentrar o recinto da representação municipal. O novo gestor, Marcos Alberto Torres, recebeu a sede muni-

cipal em estado deplorável de conservação e sem condições de funcionamento. Hoje, ninguém mais se lembra do que antes existia no local. A cidade de Nova Russas caminha para um novo modelo administrativo calcado na modernidade e na eficiência do serviço público. A reconstrução não atingiu a fachada da Prefeitura. Foi conservado o antigo estilo arquitetônico. Este ato do prefeito foi bastante aplaudido, pois a sede do município é implantada em prédio que faz parte da história da cidade. A reconstrução foi total. Do piso ao teto.

ERRATA

Na edição nº 274, a foto abaixo saiu com a legenda incompleta. Leia-se: Prefeito Marcos Alberto, secretária de Cultura Valéria Chaves e Sebastião Mano, chefe do Gabinete Municipal.

Novo Oriente realiza censo “Volte para ficar” A Secretaria de Educação de Novo Oriente, em parceria com as secretarias de Saúde, Assistência Social e com o Conselho tutelar, realizaram no último dia 06 de março, o dia “D” do V Censo Escolar Municipal, “Volte Para Ficar”, objetivando localizar e identificar todas as crianças, jovens e adultos fora da escola, orientando-os a procurar a escola mais próxima. Caso isso não ocorra, o Conselho Tutelar e a Promotoria Pública entrarão em ação, na tentativa de garantir a todos o direito a Educação. Na oportunidade, será detectada a quantidade de idosos do mu-

nicípio, de pessoas com necessidades educacionais especiais, para que recebam orientações, e ainda participem da distribuição de informativos no combate à dengue. Na verdade, a realização do Censo Escolar Municipal foi marcada pelo dia “D” de ações sócio-educativas do Município de Novo Oriente, um trabalho de parcerias que repercutirá na melhoria da qualidade de vida das pessoas. A Secretaria Municipal de Educação e as demais Secretarias Municipais tem na sua missão, elevar cada vez mais os seus índices, para

Evento comemora Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher (8 de março) foi comemorado com um grande evento pela Prefeitura de Novo Oriente, constando de apresentações culturais, sorteio de brindes e prêmios, bem como de um torneio de futsal feminino. No início da tarde, o torneio de futsal

feminino envolveu as equipes das cidades de Crateús, Tauá e Novo Oriente, e teve lugar no Ginásio José Airton Ximenes, com a equipe de Crateús sagrando-se campeã, e com a presença de grande público.. À noite a festa continuou na Praça Sargento Hermínio com

tanto, desenvolve várias ações que favorece avanços significativos no tocante ao processo de ensino e aprendizagem dos alunos da rede Municipal. O fato

está comprovado no aumento de 24,3% da receita do ICMS para o município, uma resposta positiva dos indicadores da Educação, Saúde e Meio Ambiente.

Brinquedoteca e Contação de Histórias

apresentação de dança do grupo Street Boys, e de teatro, com a Brinquedoteca/Biblioteca Ambulante. Também, à noite, foi realizado sorteio de aproximadamente 80 prêmios, entre os quais ventilador, TV, Fogão e várias cestas de produtos de beleza. O evento foi organizado pelas

Secretarias de Ação Social; de Cultura, Turismo e Desporto, e de Educação, e foi prestigiado pelo prefeito Rodrigo Coelho Sampaio e pelo vice Godofredo. As mulheres novorientenses agradeceram ao prefeito a linda homenagem feita especialmente para elas.

como determina que todos os bares devam permanecer fechados após as 22:30hs, e considera suspeita qualquer pessoa que for abordada depois da meia noite, devendo se justificar.

Vários outros pontos constaram da pauta da audiência que teve o apoio e a participação do Prefeito Rodrigo Coelho.

povo do município. Muitas pessoas não têm acesso aos serviços, disse, e isso facilita a aquisição dos seus documentos. Rodrigo Coelho agradeceu ao Governo do Estado pela ação realizada em Novo Oriente e decidiu que as despesas com fotografia fossem custeadas pela Prefeitura, pois muitas pessoas são carentes e

não tem condições financeiras para pagar as fotos. Durante os cinco dias que o Caminhão esteve nesta cidade, houve várias apresentações culturais como: Banda de Música, Reisado, Dança, Brincadeiras e muita música com os alunos do Projeto Fazendo Arte.

Judiciário e Exucutivo realizam audiência pública

40º BI incorpora 93 novos recrutas O 40º Batalhão de Infantaria de Crateús incorporou 93 novos recrutas que irão prestar o serviço militar inicial no corrente ano. A cerimônia constou da entrada dos jovens pelo Portão das Armas, quando participaram da primeira formatura, na qual o soldado destaque da turma de 2008 passou para as mãos do recém-incorporado mais novo, o Fuzil, símbolo da Infantaria. O evento, que contou com grande participação popular,

ocorreu no último dia 02 de março, no pátio de formatura do 40º BI, com a tropa formada sob o comando do ten. cel. Erasmo de Albuquerque Souza Filho, comandante daquela Unidade Militar. Após o evento, familiares dos novos recrutas visitaram uma exposição de material militar e conheceram as instalações da Unidade onde lhes foi servido um lanche. O evento marcou o início do período de internato que terá a duração de trinta dias.

Os Poderes Constituídos, Executivo, Judiciário e Legislativo de Novo Oriente reuniram-se para uma Audiência Pública, no último dia 17, pela manhã, no Ginásio Besourão, para discutir os

problemas da violência no município. Na audiência foi discutida uma portaria baixada pela Juíza da Comarca, Dra. Renata Nadier, que proíbe a venda de bebida alcoólica a menores de idade, bem

Caminhão da Cidadania em Novo Oriente

O Caminhão da Cidadania, projeto da Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará, esteve em Novo Oriente no período de 17 a 21 de março, prestando à população os serviços de expedição de Carteira de Identidade, CPF e Folha Corrida. As atividades do Caminhão da Cidadania contaram com a parti-

cipação da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo, em parceria com a Secretaria de Educação, Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto e a Secretaria de Finanças. O Prefeito Rodrigo Coelho esteve na abertura dos trabalhos e destacou a importância do Caminhão da Cidadania para o

Prefeito Rodrigo Coelho Sampaio recebendo o Caminhão do Cidadão.

Atendimento no interior do Caminhão do Cidadão

Você encontra todas as matérias da Gazeta no site. Acesse e poste seu comentário.

Passagem do fuzil, símbolo da infantaria, ao recém-incorporado.

Nota de Falecimento

Rita Mendes Cavalcante

Vítima de falência múltipla dos órgãos, em conseqüência de uma pancreatite aguda, faleceu, no último dia 02 de março, em Fortaleza, Rita Mendes Cavalcante, 74 anos, casada, de prendas do lar. Dona Rita, de vida simples, desfrutava da estima geral de quantos a conheceram ou com ela se relacionaram. Deixa viúvo Josias Alves Cavalcante e, na orfandade, os filhos: Evandro, Edvan, Edilberto, Evangelina (Gigi), Ernani, Eliane. [ Opinião ]

[ Política ]

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]


Terça-feira, 24 de março de 2009

9

Regional Informe Publicitário Independência

Independência realiza concurso público O prefeito de Independência, Valdi Coutinho, reeleito no último leito eleitoral, em pouco mais de dois meses de sua nova administração, realiza concurso público para preenchimento de 300 vagas no serviço público municipal. O objetivo é regularizar o serviço público de forma transparente, oferecendo a garantia do emprego através

de concurso para melhor atender a demanda por serviços de qualidade, o que vai possibilitar a valorização do servidor público que, em troca, faz ressurgir a esperança de bons serviços prestados e ter o reconhecimento público. Credibilidade tem sido a marca da administração do prefeito Valdi Coutinho. Para ocupar as

300 vagas oferecidas pelo presente concurso, inscreveram-se 2.709 candidatos, incluindo o cadastro de reservas, para todas as categorias, desde o agente de portarias ao médico, ao professor e outros, não restando dúvida que o atrativo maior são os salários oferecidos para todas as categorias.

Dia Internacional da Mulher O Prefeito Valdi Coutinho participou das comemorações alusivas ao dia Internacional da mulher celebrado na manhã do último dia 06 de março, na Câmara Municipal, em sessão solene. Na ocasião o Prefeito reafirmou o compromisso da sua administração para com os programas e projetos voltados

para as mulheres do município, solicitando delas o apoio através da vereadora Rita Rosaneide, no sentido da criação da secretaria da Mulher. Marcaram presença as agentes municipais de saúde, as representantes da mulher na Agricultura Familiar e da 3ª Idade. Prefeito Valdi Coutinho entrega brinde à representante da 3“ idade

PREFEITO VAI À CÂMARA

Na sessão ordinária da Câmara, no último dia 06, o prefeito Valdi Coutinho voltou àquela Casa do Povo acompanhado de secretários e diretores de departamentos. Na ocasião, prefeito e secretário de Agricultura fizeram uso da palavra tornando público

SAÚDE

A prefeitura Municipal de Independência realizou, por iniciativa da Secretaria de Saúde e apoio das demais secretarias, em parceria com o HEMOCE de Sobral, campanha de doação de Sangue no município. Participaram da campanha, além das

programas como Aduba Sertão, Garantia Safra entre outros. Valdi Coutinho falou da importância da integração já existente entre o Poder Executivo e o Legislativo, renovando a promessa de comparecer àquela Casa sempre que se fizer neces-

sário. Ao mesmo tempo abriu as portas da sua administração a todos os vereadores e parabenizou a população de Independência pela composição da atual Câmara Municipal.

secretarias, emissoras de rádio local e regional, colaboradores diversos e empresários que, de forma humanitária e reconhecidamente parceiros colaboraram na campanha, que resultou na coleta de 191 bolsas de sangue, sendo 171 aptas e 21 inaptas. O

objetivo da campanha é manter suprido o estoque de sangue necessário para garantir a vida a todos. Destaque-se o esforço de cada ACS, de profissionais de Saúde, como articuladores da campanha em diversas regiões.

CAMINHÃO DO CIDADÃO O Caminhão do Cidadão, iniciativa do Governo do Estado, esteve em Independência nos

dias 03 a 07 de março, prestando diversos serviços de cunho social. Através da Secretaria de

Justiça o Caminhão conseguiu emitir 897 células de Identidades e 608 CPF, totalizando 1.505

pessoas beneficiadas com este programa, considerado de muita importância para comunidade.

é do CNS em parceria com o Ministério da Saúde, os Conselhos de Saúde, Conass e Conasems, Movimentos Sociais e contará com a participação de representantes de universidades, Ministério Público, Legislativos Estaduais e Municipais. A deputada Gorete Pereira participou do lançamento na Câmara e apoiou a realização do evento no Ceará. Ao lado do presidente da Comissão de Seguridade Social da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Machadinho Neto, a deputada

destacou a importância da mobilização em defesa do SUS e acrescentou: “vamos aproveitar a força dessa mobilização e lutar pela aprovação da Emenda 29”. Regulamentação da Emenda 29 (Projeto de Lei Complementar 306/08): falta a Câmara dos Deputados votar o último destaque da oposição, que inviabiliza a cobrança da Contribuição Social para a Saúde (CSS), prevista no projeto. O novo tributo seria cobrado nos moldes da antiga CPMF. A

na divulgação em emissoras de rádio local e regional, que colaboraram de forma importante.

PREFEITO EM TAMBORIL

O Prefeito Valdi Coutinho participou da visita do Governo Itinerante do Estado, no município de Tamboril, no último dia 07 de março. Na oportunidade recebeu, das mãos da presidenta do Conselho de Políticas Públicas e Gestão do Meio Ambiente (CONPAM) Dra. Tereza Farias, por ocasião do Governo Ceará na Minha Cidade, uma moto YBR para apoio ao projeto Mata Branca e do Centro de Informações e Documentação Ambiental. O projeto tem como objetivo contribuir para a preservação, conservação e Gestão Sustentável da Biodiversidade do Bioma Caatinga da Região dos Inhamuns. Na Oportunidade o prefeito Valdi estava acompanhado dos secretários de Educação, Cultura e Turismo, Esporte e juventude.

ESPORTES

Acreditando no desempenho da equipe de esportes, o prefeito Valdi acreditando no desempenho da equipe de esporte, na pessoa do secretário Emeílson e do treinador das seleções sub-17, principal e Máster do município, (prof Zé Carlos), estreamos com

Valdi Coutinho recebe chave de uma moto para o projeto Mata Branca

vitória de 1x0 (gol de Zé Preto) contra a seleção de Catunda válido pelo 80º Inter- Máster LIGAF copa Dr. Cid Júnior. Em parceria com Governo Estadual e Federal existem projetos para jovens de independência como: Bolsa esporte benefi-

ciando 16 jovens que recebem 100,00 reais mensais. O projeto Segundo Tempo beneficiando 200 crianças, O projeto Bom de bola Crak na Escola com diversas atividades esportivas está em fase de organização de locais.

RUAS CALÇAMENTADAS O prefeito Valdi conclui calçamento nas ruas; Selvina Falcão, Boa Esperança e Ubirajara com recursos próprio, dando qualidade na habitação dos moradores, vejamos alguns depoimentos de moradores; Maria Machado de Sousa 68 anos, mora há dez anos na rua Ubirajara e fala que com essa obra devolveu o bem estar e a alegria, pois no inverno tudo era difícil; Maria Eloneida Machado de Sousa, 41 anos, a 11 anos moramos na rua Ubirajara, diz que hoje seus filhos brincam a vontade sem correr o risco de contrair doenças, a rua está bonita e limpinha e o Sr. Barbosa da Silva 75 anos de idade, morador desde 1981, recebe com alegria o calçamento, segundo ele gastava com barro para melhorar o aceso a sua casa, hoje mudou, sou grato a administração pelo nosso calçamento. Está projetado e orçado calçamento em paralelepípedo em trechos nas ruas Cícero Justino, Lafaiete Coutinho, travessa Joaquim Mota até o Batalhão.

Gorete Pereira apóia Caravana do SUS “Todos em Defesa do SUS”. Esse foi o tema da campanha lançada na Câmara dos Deputados por iniciativa do Conselho Nacional de Saúde (CNS). A Caravana buscará promover debates sobre a conjuntura atual da saúde, considerando a crise e as dificuldades no aumento de investimentos públicos e de serviços, conforme a situação e a necessidade de cada Estado. O tema central é o SUS como Patrimônio Social e Cultural da Humanidade. A organização da Caravana

A idéia do governo do estado teve a parceria e o apoio total da Prefeitura de Independência,

‘Briga familiar não é assunto para presidentes’ GAROTO DISPUTADO

Dep. Federal Gorete Pereira

alíquota de 0,1% incidiria sobre as movimentações financeiras e toda a arrecadação destinada à área de saúde.

Trecho de rua pavimentada pela Prefeitura de Independência

A brasileira Silvana Bianchi – avó materna do menino de oito anos que virou pivô de uma disputa judicial e diplomática entre Brasil e Estados Unidos – afirmou que o caso é uma “briga de família” e não assunto para presidentes, conforme revela Denise Menchen. O garoto, de 8 anos, vive no Rio com o padrasto, João Paulo Lins e Silva, após a morte da mãe, a brasileira Bruna Bianchi. O pai do menino, o americano David Goldman, com quem Lins e Silva disputa a guarda, argumenta que o filho foi seqüestrado. Goldman chegou, na manhã de quinta-feira (12), ao Rio, para fazer exames pedidos pela Justiça brasileira. “É um assunto que presidente não discute. Briga de família não é assunto para presidente. É assunto para direito de família. Acho que o presidente Lula tem que dizer que é da alçada da Justiça”. Afirmou a avó do menino. (das agências)

Rua Ubaldino Souto Maior, 1230 - São Vicente, Crateús-CE - Fones: (88) 3691.1080 / 3691.5777

Fale com a redação: Tel.: (88) 3691.2006 - Fax: (88) 3692.3810 - E-mail: gazetaco@yahoo.com.br


10

Dr Eliézio Torres Martins

Terça-feira, 24 de março de 2009

ORTODONTIA - CRO-CE: 2491

Dr Bruno Cavalcanti Martins

Cultura

PRÓTESE E CLÍNICA GERAL - CRO-CE: 4875

Dr Breno Cavalcanti Martins

CIRURGIÃO DENTISTA - CRO-CE: 6028

Drª Lia Barroso Brandão Aragão PERIODONTIA - CRO-CE: 4874

CRATEÚS: Rua Cel. Lúcio, 495 - Centro - Fone: (88) 3691.8050 NOVO ORIENTE: Rua Cazuza Rocha, 56 - Centro - Fone: (88) 3629.1477 E-mail: clinicanimo@hotmail.com

Crateús de Ontem

Flávio Machado

Um passeio pelo tempo Voltando-me ao passado de Crateús deparo-me com a então intensa movimentação na rua D. Pedro II, à noite, ao tempo da Escola de Comércio. A estudantada chegava antes do início das aulas e reuniam-se os amigos na calçada ou na mercearia de Antônio Melo. A rotina acontecia de segunda a sexta feira, porém, aos sábados, voltávamos àquela rua, atraídos pelo filme a ser exibido no Cine Poty, do Dedé do Cinema, ocasião em que o encontro era com as namoradinhas. Antes do filme, passávamos pela mercearia, onde comprávamos guloseimas; depois íamos à bilheteria adquirir ingressos e curtir a espera das garotas com quem assistiríamos ao filme. O cinema muitas vezes era pretexto de jovens donzelas,

às mães, para se encontrarem com os namorados. Após o filme, breve passagem pela Avenida e em seguida, o retorno ao lar paterno, ocasião em que o jovem par acompanhava duas ou três amigas alcoviteiras daquele namoro escondido dos pais. O percurso tornava-se curto, pois o rapaz acompanhava a namorada até certa distância da sua casa. Durante o dia, o filme a ser exibido era divulgado pela Rádio Educadora e propagado por um stand localizado na calçada da lanchonete de Toinho da Bananada, situada nos fundos do prédio da rádio. O recinto do cinema não oferecia o conforto desejado. O calor era intenso e, muitas vezes, ficávamos em pé, já que o número de cadeiras era

insuficiente para acomodar todos os freqüentadores. A fita do filme era controlada pelo antigo jogador de futebol, Mestre Cícero, que se esmerava para apresentar o melhor trabalho no manuseio da máquina. Era o cinema, naquele tempo, um dos melhores entretenimentos da juventude, diversão que se extinguiu com a chegada da televisão em 1969. Alcancei o Cine Poty quando pertencente ao Dedé, porém, pesquisando o passado desta terra, fiquei sabendo que foi inaugurado a 10 de dezembro de 1949, tendo como proprietário o comerciante Edgar Albuquerque. O primeiro filme exibido no então Cine Theatro Luz foi “UMA VIDA ROUBADA”. Edgar Albuquerque foi

mais um sobralense que, no século passado, a exemplo de Firmino Aguiar, Antônio Pierre Aguiar, Luiz Linhares, Eduardo Aragão, Olavo Frota e outros, aportaram em Crateús, adotou a cidade como mãe, e aqui desenvolveu atividades comerciais sempre em busca do progresso da terra. Casou com a crateuense Francisca Lins Cavalcante com quem teve diversos filhos, entre eles o ex Senador da Republica José Lins Albuquerque, engenheiro de raro e respeitável currículo. Esta coluna tem o patrocínio da família de João Crisóstomo de Azevedo (in memoriam) e de Antônio Frederico Aguiar (Dodó Aguiar).

Maria quié de tamta páis? Axo quiaí deve de tê auguma couza. Mi arresponda. Acinado anoni da LP Hermenegildo, urgente! Direto da Chapara dos Veadeiros, fazendo o aquidrilhamento da coisa pública, a judicialização da política e o meu trabalho assuinado. Porque já dizia Chopp Hause: “Aquadradilhese a coisa pública, judicializese a política e assuinise-se o trabalho”. Este é um texto psicografado de um blog. E em Brasília tem funcionário do Senado pedindo férias antecipadas por que, durante o recesso, trabalharam em regime de hora extra. Em Crateús, a secretária de Saúde tá na iminência de sofrer impeachment por decreto do Xogum da internet. O inosfóbio prometeu vir a Crateús e assumir o comando das galerias da Câmara para

baixar o ato com 5.650 provas. Faltou coragem, talvez pensando na rotatividade de uma correia de ventulina ou num cabo de velocímetro, data venia. No entanto, foi visto, no dia seguinte, à noite, matando a fome pastando meio pão e um copo de refresco numa lanchonete do Beco da Galinha Morta, escondido a um canto do estabelecimento. Medo de que? HERMENEGILDO.COM – INTERAGINDO COM O ANÔNIMO Seu MeneGiudo vô cer brévi. Purqui cerar qui o Xogum da intrenet pucha tamto o çaco do eis-cecretaro de çaúde, um tau de Aduardo Róxa? I isculamba tamto a Donna

Meu caro anônimo da Lagoa das Pedras. Sempre você com suas dúvidas. O Xogum da internet puxa o saco do exsecretário, talvez porque ele seja um corrupto juramentado que abastecia seus carros em Fortaleza para a Prefeitura aqui pagar a conta. Talvez porque o inosfóbio servidor vinha ganhar apenas R$ 3 mil e a grana não dava pra botar óleo diesel e gasolina nos seus carros, nem pagar a hospedagem deles e dos técnicos em conhecido hotel. Mas há também outras versões que eu transformaria numa enquete para você e outros anônimos votarem clicando no orifício: a) Puxa o saco por causa dos cabelos dele e do bigode grisalhos? b) Porque é simpático e bonitão? c) Por causa do

olhar 43? d) Pela dimensão onomástica? e) Pelo porte físico, tamanho X largura X peso? f) Pela competente onestidade? Clique no orifício e ganhe uma passagem de ida pra Canindé, na carroceria de uma Hilux para fazer a sua hemodiálise. E este douto Eduardo bem que devia ter conhecimento das historinhas do Ginásio Pio XII, do fundamentalista que esperava a colegiada na fila lá atrás, da graduação dos tamancos do Dr. Sholl, do beco da passagem, Ui! Ui! Nooosssa, meu querubim!!!! E aquele rebuceteado depois do serviço!!! Cruuuuzzzzzes!!! Bem dizia meu professor de latim clássico: “Asino non opus est verbis, sed fustibus”. O asno não há mister de palavras, mas de varas. Tenho dito... Com licença... Ademã que vou em frente. Os cães latem, mas a caravana passa.

Sou leitor assíduo de GAZETA DO CENTROOESTE. Quero parabenizar toda a equipe idealizadora e produtora deste interessante periódico regional que traz sem suas edições assuntos dos mais variados tais como: política, cultura, administração pública, sociais, dentre outras. Assuntos esses, abordados sempre de forma objetiva e inteligente. Vocês estão de parabéns pela diversidade de temas oferecidos ao leitor, fazendo de GAZETA DO CENTRO-OESTE um importante veículo de comunicação, informação e interação entre todos que habitam estes áridos solos dos Sertões de Crateús e Região dos Inhamuns. Parabéns!!! Edney Feitosa. Pedagogo/Func. Público Municipal. Tauá/CE.

[ Política ]

Mal secreto Raimundo Correa

Se a cólera que espuma, a dor que mora N’alma e destrói cada ilusão que nasce, Tudo o que punge, tudo o que devora O coração, no rosto se estampasse; Se se pudesse o espírito que chora Ver através da máscara da face, Quanta gente, talvez, que inveja agora Nos causa, então piedade nos causasse! Quanta gente que ri, talvez, consigo Guarda um atroz, recôndito inimigo Como visível chaga cancerosa! Quanta gente que ri, talvez existe, Cuja ventura única consiste Em parecer aos outros venturosa!

FlashdoPassado César Vale

Amigos de infância

Por estes dias de março senti a satisfação de reencontrar dois amigos de infância que há meio século não os via. O primeiro, Luiz Carlos Cavalcante Sabóia, encontrei divagando pela Rua Cel. Lúcio a procurar rastros da sua infância ali deixada, muito embora esteja residindo no vizinho município de Novo Oriente. Dizia-me ele: “aqui foi a casa onde morei. Ali morava fulano”... e foi descrevendo as recordações. Onde hoje é o Bradesco, outrora foi a quadra esportiva do Ipiranga, onde nela penetrávamos pelo buraco da bilheteria e, lá dentro jogávamos nossas peladas usando bolas de borracha. Conversamos pouco, mas recordamos muito. Luiz Sabóia curte aposentadoria como auditor fiscal da SEFAZ. Aristides Soares de Sousa foi o segundo. Bateu à minha porta para adquirir um exemplar da Gazeta e aproveitou para assinar o jornal. A princípio, apenas reconheci-o como fisionomia que não me era estranha, tão longa a distância que nos separou no tempo. Depois fizemos o reconhecimento mútuo, lembrando que fomos vizinhos na Rua Dr. José Coriolano, na década de 50 do século passado. Aí lembrei a figura de homem simples, correto, manso e pacato de Chico Sitônio, seu pai, um exemplo de cidadão, bem como de seu irmão Gerardo, um clone do próprio pai. Aristides, hoje, é aposentado pelo Banco do Brasil e dedicado à atividade agropecuária.

AfrouxandooRiso

Salvando o outro de morrer

Raimundo perdeu a mão e um pedaço do antebraço num acidente em máquina de sisal na Paraíba. Ficou maneta e, de tanto desgosto, resolveu dar fim à própria vida, subindo no prédio mais alto da cidade para o vôo da morte. De cima do prédio, avistou outro mutilado, com dois tocos de braço dançando sobre a calçada, e pensou: “Eu, apenas com um braço cortado pouco abaixo do cotovelo, querendo morrer tão novo ainda, e aquele cara lá embaixo dançando, sem possuir nenhum dos braços... Não! Vou descer e dar-lhe um abraço de agra-

Cartas e E-mails

[ Opinião ]

CantinhodaPoesia

[ Cidade ]

[ Geral ]

[ Cultura ]

[ Sociedade ]

[ www.gazetacrateus.com.br ]

decimento por ter salvado a minha vida. - Amigo, estou aqui para agradecer-lhe pelo que acaba de fazer comigo, dando-me novo alento para viver, pois, apenas maneta de um braço, já ia saltar para a morte do alto deste prédio, quando o vi, com os dois braços amputados, dançando sobre esta calçada! - Que dançando, que nada, ó cara! Eu tava era coçando o fiofó! Esta coluna recebe o patrocínio de Lázaro Fontinele Lopes, exgerente do Banco do Brasil.


Terça-feira, 24 de março de 2009

Sociedade

Estênio Campelo, um dos mais requisitados advogados do Distrito Federal e crateuense dos mais amigos, passou pelo calendário, sábado, 21, sob intensa comemoração no seu tríplex de Brasília, ao lado de grandes figuras do Judiciário e de muitos amigos.

Elma Benevides estará marcando idade nova no próximo dia 30, segunda - feira. Não se sabe ainda o que vem por aí no domingo, 29.

Médico Zeus Perón e assistente social Ivone Melo tornaram-se marido e mulher, pela lei dos homens, dia 07 de março. Aos dois estão entregues os destinos do Hospital São Lucas.

Reconhecido poder do MP de investigar Decisão do STF

Os ministros da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceram, por unanimidade, que os integrantes do Ministério Público podem investigar. Eles concluíram que esse poder investigatório está previsto na Constituição Federal. “Não há óbice (empecilho) a que o Ministério Público

requisite esclarecimento ou diligencie diretamente à obtenção da prova de modo a formar seu convencimento a respeito de determinado fato, aperfeiçoando a persecução penal”, afirmou durante o julgamento a relatora do caso, ministra Ellen Gracie. Os cinco ministros rejeitaram habeas corpus referente a

uma ação penal aberta a pedido do MP, na qual os réus são policiais acusados de imputar a outra pessoa uma contravenção ou crime mesmo sabendo que a acusação era falsa. Em geral, as polícias são contra o poder de investigação dos MPs. O plenário do STF discutirá o assunto em breve. (das agências)

11

Comunicando A NOVA ADMINISTRAÇÃO

A mídia radiofônica, desde os primeiros dias da nova administração municipal, vem batendo fortemente no novo modelo de gestão que vem sendo implantado em Crateús, com base em novos critérios administrativos. Titulares de programas radiofônicos e seus repórteres estão constantemente à cata de notícias, ocorrências, opiniões (e estão no seu papel) para lançarem em seus programas de maior audiência e formar opinião junto à massa de ouvintes ávida para experimentar o sabor das mudanças, o que é natural. Esquecem, porém, que o período é de correria para o prefeito, que vem mostrando ritmo de trabalho jamais visto, com cansativas viagens à Capital do Estado e a Brasília, à cata de recursos e verbas junto a parlamentares e aos ministérios, bem como com a finalidade de adimplir o município, para que possa chegar até aqui tudo o que for pleiteado.

CANTEIRO DE OBRAS

Crateús, em breve, se transformará em verdadeiro canteiro de obras, o que significa emprego e melhoria na qualidade de vida do povo. Uma praça esportiva no valor de R$ 1,7 milhão será construída no bairro Patriarcas; uma verba de R$ 350 mil se destinará à reforma da Praça da Estação; o matadouro municipal está em dias de ser construído, também a Policlínica, o CEO e inúmeras outras obras de vulto. É preciso paciência a nós todos que reclamamos da buraqueira da cidade, das dificuldades no andamento do serviço público e do atendimento na área de saúde. São problemas que não podem ser resolvidos da noite para o dia. É preciso entender que um novo modelo de gestão está sendo implantado no município e que não existe má vontade do gestor. Ele apenas quer impor o seu modo de governar, para que as coisas tenham andamento, e isso demora um pouco. São conseqüências das mudanças.

CARNAVAL

A Prefeitura de Crateús, sem dúvidas, realizou um grande Carnaval, se não o maior de todos os tempos. No entanto,

o ”liberou geral” para a barulheira sonora infernizou a vida de muita gente e, em particular, a vida dos moradores da Praça da Estação, onde se instalou o quartel general da folia. É preciso pensar nas pessoas. Nos idosos, nos recém-nascidos, nos enfermos e em quem não suporta barulho. São direitos assegurados pela Constituição. Contra o inferno da poluição sonora, vigora a Lei do Silêncio, a chamada Lei Ivo Gomes. Estão em vigor as prescrições do art. 291 da Lei Municipal nº 450/2001; o artigo 42, Inciso III da Lei das Contravenções Penais; o artigo 54 da Lei Federal nº 9.605/98; Art. 5º, XI da CF; Artigos 228 e 229 da Lei Federal nº 9.503/97, além das responsabilidades funcionais lembradas na Portaria Nº 13/2005 do Poder Judiciário local, de 03/11/2005, que invoca as penalidades do art. 319 do CPB e da Lei nº 8.429/92 para os agentes da Guarda Municipal de Crateús e da Polícia Militar do Ceará.

O INFERNO CONTINUA

Apesar do rigor das leis, tudo na cidade corre como se elas não existissem e, em existindo, não devam ser cumpridas, tal a inobservância, a escassez de vigilância, o desleixo enfim. As ruas Pedro II e Moreira da Rocha, no centro da cidade, são barulhentas, ao ponto de tornar impraticável a comunicação telefônica. Os carros que fazem a propaganda sonora, advertidos hoje para baixarem o som, amanhã eles retornam com o mesmo volume. Há casas comerciais que, além de invadirem as calçadas com a exposição de mercadorias, têm o seu próprio sistema de som para a propaganda, poluindo o ambiente interno e o externo. Crateús precisa mudar de hábitos. Precisa sair do provincianismo e entrar na nova realidade. Silêncio é respeito. Vender no grito fica para feiras de quinquilharias nos cafundós.

CHOQUE ADMINISTRATIVO

A cidade de Crateús ainda está por experimentar o choque administrativo causador de impacto da nova administração. Nossa principal e mais antiga praça – a da Matriz – transformou-se em imensa

Fale com a redação: Tel.: (88) 3691.2006 - Fax: (88) 3692.3810 - E-mail: gazetaco@yahoo.com.br

rodoviária a céu aberto, ponto de embarque e desembarque, de carga e descarga de dezenas de veículos que, vindos do interior ou de cidades vizinhas, convergem para aquele local. A Praça perdeu o aspecto de praça e assumiu o de ponto de apoio para camionetas, paus-de-arara e caminhões de carga e passageiros. São esses veículos que impedem que a beleza de nossa catedral seja notada pelos visitantes. A tal Praça da Alimentação nunca teve motivos para existir, quanto mais para permanecer. Cadê a Vigilância Sanitária que não interfere nem fiscaliza? Cadê o espaço do povo, das crianças e dos namorados? A nova administração precisa se inteirar da realidade existente naquele logradouro. Precisa remover dali os entulhos, aqueles banheiros que envergonham, e doar a praça ao povo, depois de reformada.

PRAÇA JOÃO MELO

A mais pequenina das praças de Crateús, a Praça João Melo, tem todos os motivos para ser um dos jardins da cidade, até pela sua localização ao lado da antiga Prefeitura, do Mercado Velho e de dois edifícios. Mas, não. Podemos chamá-la, hoje, de Praça do Fedor, espelho da administração passada, tal o descaso para com aquele ambiente. E não fica só aí. A dita cuja, já no terceiro mês da nova gestão municipal, permanece como antes e poderá continuar com o mesmo apodo. Que pena! Tão pequenina, tão simples quanto quem lhe emprestou o nome, e tão desprezada pela Prefeitura!

COLUNA DA HORA

A Coluna há Hora, que há mais de 10 anos não tem seu relógio funcionando, e ainda que o tivesse, não serviria pra outra coisa, a não ser para atrapalhar o trânsito, para servir de depósito de lixo e de mictório, é uma excrescência, um tapume no meio da cidade. A área em que está situada já foi o coração de Crateús e o local onde pulsava a sua vida. Hoje, jaz ali um elefante branco sem nenhuma serventia, e precisa ser demolida para mudar a feição da cidade. Afinal, apenas uma única pessoa dela se beneficia, enquanto que, toda a cidade reclama e se maldiz daquele monomento ao nada.


Casal Luiz Aguiar Vale e Juscileide celebraram Bodas de Ouro no salão Mar do La Maison Dunas Buffet, em Fortaleza, dia 18, antecipando a data de 19. Os 50 anos de casados foram celebrados pelo padre Maurício Melo, o mesmo padre que os uniu em matrimônio na cidade de Nova Russas. A comemoração que teve início com uma missa solene de renovação e benção de novas alianças foi assistida por centenas de convidados e familiares. A festa rompeu a madrugada, animada pela orquestra Caribbean Kings.

Casal Juscileide e Luiz Aguiar Vale ao pé do altar

Padre Maurício Melo celebrou o casamento e as Bodas de Ouro

Bênção e troca de Alianças

Casal dançando a valsa tradicional

Momento de cantar parabéns e apagar as velas

Juscileide e Luiz com os irmãos Francisco, Fernando, Terezinha, César e Gabriel

Thaís e Daniel Vale Alencar

Zenaide e Paulo Bezerra

Antônio dos Santos e Marcos Alberto, alcaide de Nova Russas

Antônio Carlos Albuquerque e Lúcia Alcântara

Nonato Lopes, Lúcio Alcântara e Gláucia Levi

Lena e José Maria Timóteo (Binha)

Elaine Evangelista, Gracinha e Marcos Alberto

Esmerino Arruda e Moacir Pinto

Rose e Assis Almeida com Juarez Leitão e Maria

Antônio dos Santos com Juscileide e Luiz

Lourival Marques e Mary

Luiz Aguiar e Gervânia Vale

Fernando Aguiar Albuquerque e Francisco Vale

Luiz Aguiar com Eloá, João Martins e Eduardo Aragão

Lúcio Alcântara, ladeado por Gabriel Vale e Antônio dos Santos

Neide e Gabriel Vale

Pedro Paulo e Carlos Andrade

Henrique César e Rita de Cássia

Carlos Rubens, Fernando Melo, Verônica Andrade, Inês, Luiz e Juscileide

Terezinha Teles Melo e João Alfredo

Selma e Afro Lourenço

Leila Vale e Carlos Rubens Alencar

Liliana e José Carlos Façanha

Antônio Júlio e João Martins Vale

Francisco Sales, Ana Vale, Francisco Pessoa e Inês Vale

Show de gaita com Raquel Ingred e Caribbean Kings


gazeta275