Page 1

O Bonsai de Dona Fátima Dona Fátima e o marido saíram de férias por dois meses para festejar uma grande tirada na vida. Foram ver o mundo, “fazer a Europa” e ficaram lá se esbaldando. Deixaram a Eliane tomando conta de casa, moça muito educada recomendada pela agência. Super de confiança. Foram tranqüilos, a Dona Fátima sempre ligava, o marido muito menos, foi uma felicidade só. De lá emendaram no doutorado dela, o marido foi só acompanhar, o boa vida. Ficaram bem um ano, Dona Fátima sempre ligava, o marido não estava nem aí. Eliane ia semanalmente dar faxina e verificar tudo no prédio chique. Quatro anos depois quando voltaram Dona Fátima foi conferir tudo, o marido nem ligou. Dispensou a funcionária contratada e super competente, para ficar tranqüila e ver se não tinha sumido nada. Viu as jóias, olhou tudo. Por aquele dinheirão que pagava à agência queria o melhor. Tomou um susto. Ligou imediatamente para a Eliane. Ela veio. Dona Fátima (assustadíssima) – Eliana, cadê o bonsai? Eliana – o que é bonsai? Dona Fátima – a árvore pequenininha. Não deixei instruções para você regar e chamar o tratador? Eliana – ah, deixou mesmo, eu reguei.


Dona Fátima – e cadê ela? Eliane – tá ali, ó. Dona Fátima (olhando sem ver) – onde, só to vendo aquela árvore! Eliane – pois é, a senhora veja, eu regava daquele jeito que a senhora falou e ela não crescia, aí peguei umas receitas com um amigo jardineiro e ficou essa árvore bonitona que a senhora tá vendo. Serra, segunda-feira, 25 de janeiro de 2010. José Augusto Gava.

O Bonsai de Dona Fátima  

em se egrando tudo dá

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you