Page 1

Bibliopsicologia Biblion vem do grego, significando “papel de escrever, carta, lousa, tábula de escrever”, e evolutivamente, LIVRO, portanto PSICOLOGIA DO LIVRO. No modelo a Psicologia se subdivide em FIGURA DO LIVRO, OBJETIVOS DO LIVRO, ECONOMIA/PRODUÇÃO DO LIVRO, SOCIOLOGIA/ORGANIZAÇÃO DO LIVRO E ESPAÇOTEMPO ou GEO-HISTÓRIA DO LIVRO. E, claro, os agentes que lidam com ele. Há o Livro, que é o todo, a família ou grupo ou conjunto dos livros, e o livro particular. E há também a Psicologia do Usuário, que é sempre humano, claro, portador de humanidade (das pessoas: humanização individual, humanização familiar, humanização grupal, humanização empresarial, e dos ambientes: humanização municipal/urbana, humanização estadual, humanização nacional, humanização mundial – a globalização em curso), a relação com o Livro e o livro sendo relação humana, com tudo que isso tem de certo e errado. O objeto Livro-livro deve ser então investigado como meio, média, até multi-meios ou multimédia, o transferidor de conhecimento (ou de desconhecimento), como orientador e como desorientador. A humanidade se divide em classes de trabalho (operários, intelectuais, financistas, militares e burocratas), do sexo (fêmeas, machos, pseudofêmeas e pseudomachos), do TER (ricos, médios-altos, pobres e miseráveis), do empenho socioeconômico (agropecuária/extrativismo, industrial, comércio, serviços e bancos) – como seria a relação de cada um com Livro-livro? Deve e devem o Livro e os livros ser e serem classificados conforme o conhecimento alto (Magia, Teologia, Filosofia, Ciência) e o conhecimento baixo (Arte, Religião, Ideologia, Técnica) e Matemática. Na

1


Ciência, Física/Química, Biologia/p.2, Psicologia/p.3, Informática/p.4, Cosmologia/p.5 e Dialógica/p.6. Enfim, como os biblitecônomos-sociólogos ou bibliosócioeconômos produzirãorganizarão a Nova Biblioteca, no novo espaçotempo Geo-Histórico do futuro? Onde ela se localizará? Uma biblioteca-Internet não precisa de grande espaço físico. Eu não sei, só sei que não será tarefa fácil, nem trivial como até agora. O próprio aparecimento da Internet e tudo que trouxe de novo já é antecipação de notícia desse novo tempespaço. Como enquadrar a Nova Psicologia humana, tão distinta da precedente? Não houve tempo em que os que lidam com o Livro-livro tenham sido chamados a uma percepção antecipada de sua (quase) frustrante tarefa geral, e também tão gratificante. Erram os que pensam que a Biblioteca geral e a biblioteca particular morrerão nos tempos novos da Internet. Não morrerão, como a Rádio não morreu nos tempos da TV, nem o Cinema nos tempos do videocassete, etc. Reviverão em outros termos. Sem dúvida alguma com imensas oportunidades novas de investimento e lucro. É fundamental realizar seminários, palestras, debates, mostras. Vitória, sexta-feira, 14 de junho de 2002. José Augusto Gava.

2

bibliopsicologia  

a biblioteca é psicologia e o estudo das bibliotecas, a biblioteconomica, deveria chamar-se bibliopsicologia, pois vai muito mais longe

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you