__MAIN_TEXT__

Page 1

FABIÁN SEVILLA ilustrações de

JUAN CHAVETTA


FABIÁN SEVILLA

e

UMA NOITE PÉSSIMA PARA DRÁCULA ilustrações de

tradução de

LUZIA PIVETTA

JUAN CHAVETTA


CÉREBRO DE MONSTRO A

cabeça de Frankenstein começou a pinicar. Ela pinicava e ele coçava. Pinicava e coçava. Pinicavaecoçavapinicavaecoçavapinicavaecoçava... — Preciso de um cérebro novo! — deduziu Frankenstein, depois de duas semanas com a coceira. — Esses miolos que tenho na cachola estão falhando, por isso que me coça tanto. E foi ao mercado de cérebros que havia em volta de seu castelo. Com as economias que tinha em seu cofrinho, compraria um cérebro novo. Depois, o trocaria pelo que já usava há tantos séculos.


— Que tipo de cérebro você tem em mente, amigo? — perguntou amavelmente o empregado, quando ele já estava no mercado de cérebros. Frankenstein levou o dedo à boca para pensar. Coçava tanto que mal conseguia se concentrar, o coitado. — Quero um cerebrozinho zero quilômetro, não muito caro e que me ajude a ter grandes ideias — disse, depois de ficar meia hora pensando.


— Aqui temos uma grande variedade para as cabeças das damas e cavalheiros monstros. Se comprar à vista, presenteamos com um par de neurônios reserva — disse o vendedor empolgado. Sobre uma estante, dentro de vidros para maionese, mas sem maionese, havia centenas de cérebros. Estavam nadando em um líquido que parecia uma calda. Colocou uma luva de lavar pratos e retirou um de cor vermelha. — Este é um cérebro de matemático, uma joia! — disse. — E está bom? — Que pergunta! — saltou o vendedor. — É só conectá-lo e, rápido e sem falhar, você será capaz de somar, diminuir, multiplicar e dividir com vírgula, ponto, ponto e vírgula, e até com reticências.


— Mas eu já posso fazer contas. Tenho dez com estrelinha em Matemática — comentou Frankenstein, sem parar de se coçar. — Que outro pode me oferecer? — É isto o que busca, então — respondeu o outro, mostrando um de cor azul. — É um cérebro de escritor. Esse é “massa”, como dizem os meninos. Assim que comece a usá-lo, você poderá escrever romances destacadíssimos, contos eletrizantíssimos, poesias emocionantíssimas...


— Soa lindo, mas, sabe o que é? Eu já escrevo muito bem — orgulhou-se o monstro. — Inclusive, enquanto tomo sopa de letras, componho umas odes tão maravilhosas que me ajudam a fazer a digestão em rimas.


O empregado não era de se deixar vencer e lhe mostrou outros cérebros. De cientista louco, de enxadrista, de verdureiro, de violonista, de catador de formigas. Frankenstein até gostou de alguns, mas não ficou convencido. — Além disso, são caríssimos — exclamou ao ver as etiquetas com os preços. — No meu cofrinho não tinha tanto dinheiro economizado e, ainda por cima, estamos no fim do mês. Não teria algum mais baratinho? — Este é um cérebro de tarambola. A tarambola é um passarinho. — Não, vai que ao invés de pensar, pio as ideias — negou o monstro. — Tem razão. Este é um cérebro de serragem, como o que tinha Pinóquio. — Pior ainda! Sou alérgico a serragem. Vou acabar espirrando minhas ideias.


CÉREBRO DE MONSTRO © da edição brasileira: Gato Leitor, 2018 © da edição original: Kirikoketa, 2014 Texto: © Fabián Sevilla, 2014 Ilustrações: © Juan Chavetta, 2014 Publicado originalmente na Argentina com o título CEREBRO DE MONSTRUO Tradução: Luzia Pivetta Revisão: Rodrigo Oliveira Ficha catalográfica S511c

Sevilla, Fabián. Cérebro de monstro : uma noite péssima para Drácula / Fabián Sevilla ; ilustrações de Juan Chavetta ; tradução de Luzia Pivetta. – 1. ed. – Blumenau : Gato Leitor, 2018. [36] p. : il. color. Título original: Cerebro de monstruo. ISBN 978-85-69086-10-9 1. Literatura infantil. 2. Literatura infantojuvenil. I. Chavetta, Juan. II. Pivetta, Luzia. III. Título. CDD 22 – 028.5

Ficha Catalográfica elaborada pela Bibliotecária Sandra Cristina da Silva, Msc. – CRB 14/945

Editado conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa vigente no Brasil desde 2009. Impresso no Brasil Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida ou copiada, por qualquer forma ou por qualquer meio, sem a expressa autorização, por escrito, da editora. 1ª edição, junho de 2018 Todos os direitos reservados à Gato Leitor Rua Frei Lucínio Korte, 100 89035-620 - Blumenau - SC contato@gatoleitor.com.br www.gatoleitor.com.br Este livro foi impresso em Couché Fosco 150 g/m² na gráfica Tipotil, Santa Catarina.


Os monstros deste livro têm grandes problemas.

Frankenstein quer um cérebro novo, mas não tem a mínima ideia de qual escolher. Haverá no mercado de cérebros um que faça a sua cabeça?

Drácula encontra uma vítima que lhe demonstrará como nem todas as noites são boas para sair por aí mordendo pescoços.

Profile for Gato Leitor

Cérebro de monstro [trecho]  

Os monstros deste livro têm grandes problemas. Frankenstein quer um cérebro novo, mas não tem a mínima ideia de qual escolher. Haverá no mer...

Cérebro de monstro [trecho]  

Os monstros deste livro têm grandes problemas. Frankenstein quer um cérebro novo, mas não tem a mínima ideia de qual escolher. Haverá no mer...

Advertisement