Page 5

215

Reconfirmação

www.superinteressante.pt

H

á três edições, registávamos a passagem de um século sobre o momento em que Albert Einstein apresentou a sua teoria da relatividade geral, incluindo nela a gravitação. Outro artigo apontava pequenas discrepâncias entre as previsões da teoria e algumas medições: o puzzle einsteiniano não está a encaixar tão bem como devia. Nesta edição, regressamos ao tema por outra via: há ou não há matéria escura, e que consequências tem isso para a teoria (ver pág. 50)? Sabemos que há buracos negros e temos uma teoria que nos ajuda a compreender como se formaram. No entanto, surge um problema: no centro do buraco negro, há uma singularidade, que é a etiqueta que os físicos inventaram para caracterizar condições que escapam de todo às leis da física. A singularidade é um ponto onde espaço e tempo deixam de existir, onde a densidade da matéria e a temperatura se tornam infinitas... Ops! Infinito? Para muitos cientistas, se as equações de uma teoria dão resultados infinitos, é porque a teoria não é boa, tem de ser corrigida. Há muita gente a trabalhar nisso, assim como há muita gente a verificar e reverificar todas as previsões que se podem extrair da relatividade geral. Uma delas é que corpos extraordinariamente massivos (buracos negros, por exemplo) em aceleração geram ondas gravitacionais, umas ondulações ínfimas do espaço-tempo que esperávamos há anos poder detetar com instrumentos ultrassensíveis. Já depois do fecho desta edição, foi anunciada a sua deteção pelo observatório LIGO. Ainda pudemos emendar esta página e as duas seguintes. Entretanto, o problema persiste: algo não bate certo... C.M.

ANIMAIS

Cães, uns bichos espertos PALEONTOLOGIA

Imobilizados na pedra CIÊNCIA

A ilusão do agora DESPORTO

A matemática dos golos TECNOLOGIA

Pague com o telemóvel MANUELA HARTLING / REUTERS

GIULIO PISCITELLI

Março 2016

DOCUMENTO

Os maiores enigmas da ciência PSICOLOGIA

Dez mitos conjugais HISTÓRIA Homens ao mar O drama dos refugiados não poderia estar ausente do festival Visa pour l’Image, que todos os anos transforma a cidade francesa de Perpignan na capital do fotojornalismo mundial. Pág. 92

Estou a perceber, sim Estudos recentes demonstram que, efetivamente, aos nossos cães só falta falar: de resto, pensam e sentem muito mais do que se julgava. Pág. 24 Parto triplo Ao longo de milhões de anos, tragédias súbitas fixaram momentos na vida dos animais que nos precederam na Terra. Pág. 30

Guerra fria: um mundo dividido DESPORTO

Seis heróis do Olimpo ANTROPOLOGIA

Por detrás da máscara FOTOGRAFIA

Rabanadas de realidade

24 30 36 42 46 50 66 70 78 84 92

Assine com um clique! amento ia I Ambiente I Comport e I Ciência I Tecnolog I História I Sociedad Saúde I Natureza N.º 215 00215

O mundo ao contrário Do solstício de dezembro até ao Carnaval, dezenas de festas do Nordeste recorrem às máscaras para inverter a ordem social e recomeçar de novo. Pág. 84

Março 2016 Mensal  Portugal € 3,50

te.pt www.superinteressan

(Continente)

02096 5 601753 0

JORGE NUNES

SECÇÕES

SuperInteressante facebook.com/Revista

De onde vieram • O universo • A matéria • A vida • A consciência

Os grandes

ENIGMAS DA CIÊNCIA Nordeste

Por detrás das máscaras

Animais A inteligência canina

Psicologia O que é o presente?

Olimpíadas A estreia portuguesa

www.assinerevistas.com

Observatório

4

Motor

8

Super Portugueses

10

Histórias do Tejo

14

Caçadores de Estrelas

18

Sociedade Digital

22

Flash 76 Marcas & Produtos

98

Super Interessante Portugal N.215, marco 2016  
Advertisement