Page 1

Olha eu que

fiz !

Cartilha bimestral de fazer arte

garatujasfantasticas.com

Nesta edição: keith haring

#4


Keith Haring artwork Š Keith Haring Foundation


Esqueça o que você está acostumado a entender como arte – ou pelo menos, a arte mais clássica, tradicional.

Keith Haring artwork © Keith Haring Foundation

Para compreender as criações de Keith Haring

é preciso abstrair. (Olhar além do que se enxerga e buscar na imaginação aquilo que não está explícito em formas)


Céu vermelho. Sapo com asas. Homens sem rosto. Pessoas no lugar de folhas na árvore. Coração com pernas. Duas pessoas unidas por uma mesma cabeça. Bonequinhos coloridos que que parecem dançar.

Keith Haring artwork © Keith Haring Foundation


Keith Haring artwork © Keith Haring Foundation

Assim é a arte desse que foi um dos grandes

representantes norte-americanos da pop

arte.

Pop Arte: movimento artístico que se desenvolveu na década de 1950, na Inglaterra e nos Estados Unidos. Os artistas trabalhavam com cores vivas e a técnica de repetir várias vezes um mesmo objeto, com cores diferentes e colagens, foi muito utilizada)


Keith Haring artwork © Keith Haring Foundation

Desde criança, Keith Haring adorava desenhar quadrinhos pela casa. Quando ficou adulto, o prazer continuou, só que ele começou a desenhar em muros, influenciando a arte urbana.

Seus traços simples e sempre de cores muito intensas significam não apenas uma forma de expressão visual, mas também um jeito de contar histórias. É tanto que Keith também se aventurou como autor de livros.


Um deles se chama Ah, Se a Gente Não Precisasse Dormir! (Editora Cosac Naify) e traz várias de suas obras comentadas por crianças. Muito legal ver a interpretação diferente de cada uma delas!

Keith Haring artwork © Keith Haring Foundation


Já O Livro da Nina para Guardar Pequenas Coisas (Editora Cosac Naify) é praticamente um objeto pessoal para desenhar, pintar, colar adesivos, folhas, fotos dos amigos, lembranças e até pensamentos – desde que sejam pequenos!

Keith Haring artwork © Keith Haring Foundation


Agora vamos brincar de desenhar como o Keith?


Pegue papel sulfite colorido e canetinhas (de preferência, de cores bem fortes e alegres). Solte a imaginação e coloque no papel o que der na cabeça. Essa é a parte mais legal de fazer arte: usar a

liberdade para criar o que quisermos!


Tem vontade de fazer um peixe com asas? Legal! Quer desenhar um macaco sem rabo e de cor rosa? Legal! Prefere fazer um monstro sem olhos? Legal tambĂŠm! Mas se preferir, inspire-se no estilo do Keith a partir de suas obras! Olha aĂ­ quantas pra te inspirar!

Keith Haring artwork Š Keith Haring Foundation


Só não deixe de dar uma espiadinha no site do artista. Na seção Kids, há desenhos em preto e branco só esperando a sua intervenção. Veja lá: http://www.haringkids.com/index.html


O que você achou de conhecer e brincar com as obras como as do Keith Haring?

O que você sentiu ao desenhar?

Do que você mais gostou de fazer?


Garatujas Fantásticas (garatujasfantasticas.com) é um blog independente criado em abril de 2012, onde mostramos inspirações e experiências sobre o universo das crianças. Como adoramos brincar e inventar coisas, lançamos a "Olha, eu que fiz!", uma cartilha bimestral de fazer arte.

Texto: Tatiana Arcolini Design e ilustrações: Tartaruga Feliz Agradecimento: Keith Haring Foundation por ter cedido as imagens para essa cartilha. * Nossas cartilhas são sempre criadas em creative commons para que as pessoas possam baixar e imprimir. Neste caso, todos os direitos estão reservados, pois as imagem nos foram cedidas pela Fundação Keith Hering para que pudéssemos produzir e publicar o material somente dentro do nosso blog. Obrigada por entenderem.

Olha, eu que fiz! - #4  

Cartilha Garatujas (de brincadeiras) Fantásticas - Arte, Livro, Emoção e Mão na Massa | Nesta edição: Keith Haring Thanks Keith Haring Foun...