Page 1

"Sua empresa anunciada na Folha do Cerrado vira Notícia. Notícia aqui tem mais Veracidade e Credibilidade. Só anunciar aqui já é sua contribuição com a informação!!! ”

Distribuição Gratuita Quinzenal

Balsas/MA - Junho de 2013 - 2ª Quinzena - Edição 65ª - Ano VI - Diretor/Editor: Jornalista Carlos Airton Rocha - MTb/DRT/SP 17.706

Na Sessão Ordinária do dia 27/06, duas filhas de dona Maria do Carmo fizeram homenagem à sua mãe, ex diretora da APAE/Balsas, por prestar serviços relevantes à comunidade de Balsas, por mais de 40 anos. Durante a homenagem, Liana Maria apresentou

slides mostrando a vida de sua mãe, tanto na educação como na religiosidade que sempre esteve diante de seus caminhos. Os vereadores fizeram suas considerações e agradeceram a presença delas no plenário.

Queremos pedir desculpas à Câmara Municipal de Balsas pelo fato ocorrido dia 27/06, em sua última sessão, o Senhor Edilberto foi representando a sua opinião e o seu pensamento político e NÃO representando o Movimento Avante Balsas. Queremos esclarecer que não somos contra políticos e sim queremos dar nosso apoio, pois queremos lutar por uma cidade melhor. Nós fizemos a CARTA DA MANIFESTAÇÃO que foi entregue a todos por onde a manifestação passava para que entendessem o motivo de estarmos às ruas. Iremos entregar uma Projeto Criança Maravilha completa, em setembro, 18 anos e a maturidade da instituição cresce como a de cópia sim, juntamente com suas mais de trezentas crianças e adolescentes que tem passado por ali. Leia na página 03 um abaixo assinado,

protocolado na Câmara Municipal, Prefeitura e Ministério Público, tudo legalmente, de forma pacífica e organizada. Não queremos difamar e nem caluniar ninguém, apenas pedimos melhorias para nossa cidade. É nosso papel como cidadãos mostrar que lutamos por nossa cidade, e lutamos de forma bonita. Queremos sempre ajudar. Estaremos sempre à disposição. Em agosto iremos marcar uma sessão e iremos fazer a nossa manifestação de forma organizada e pac´cfica.

Acostumados a ver milhares de caminhões levando toneladas de soja para fora do estado, pelas ruas de Balsas, estudantes e agricultores viram apenas um carregado de instruções e experências sensoriais. Leia na página 06

Att, M o v i m e n t o Av a n t e Balsas


02

IPCA-15...........Junho/2013............0,38%

Balsas/MA - 2ª quinzena de Junho de 2013 Enviada por:

Saudade do Meu Balsinha

Em Balsas

Ao pé da letra tombamento é quando algo cai ou derrubam, mas para arquitetos, museólogos, historiadores, instituições ou governos, a paralvra tombamento significa a preservação de imóveis antigos, que denotam a história de um lugar.

Fonte: O Imparcial

mato toma conta do imóvel e nem os próprios donos se dão conta de que uma valoras

peça poderia estar catologada em algum livro sobre a história da construção de Balsas e manter o espírito dos bravos habitantes que por aqui passaram e deixaram seus herdeiros. www.ibge.com.br

O que vem acontecendo em Balsas é justamente isso. O tombamento por aqui significa derrubada do patrimônio, que acaba por confirmar o que venho falando nestas matérias sobre a cidade, que apesar de poucos conhecerem a sua história esta segue mais para o futurismo sem preservação do passado. Para a maioria, como já disse, que interesse teriam no passado de Balsas, se nem seus próprios filhos cuidam disso?

Placas de VENDE-SE se estendem por vários deste belos, confortáveis e históricos casarões, mesmo porque o tal inventário dá mais lucro, pois as fam´lias de hoje já não tem mais tantos filhos e o poder aquisitivo de sustentar tantos empregados para a manutenção na é mais o mesmo das velhas tradicionais famílias. Hoje, é mais fácil manter uma chácara na beira do rio que uma casa destes portes. Em alguns casos, o desleixo é tão aparente que o

A corrida imobiliária em Balsas, não deixa a desejar com nenhuma metrópole brasileira que está em fase de ascensão. Em São Luis/MA, os casarões são vendidos, depois de tombados, por preços bem abaixo do m e rc a d o e c o m u m a obrigação de o futuro proprietário manter oas origens dos mesmos. Aqui, existem casas que são alugadas, mas que os locatários, por pura consciência, mantem a integridade da história, mesmo que seja escondida nos modernos rebocos ou pinturas comtemporâneas, como é o caso desta reforma ou da pizzaria Tutti Fruti, que há anos mantem-se no mesmo local e o prédio mantem sua estrutura voltada para o passado, com paredes grossa, construídas de adoube de barro cru, telhado ainda ovalado.

O velho ditado de que “quem vive de passado é museu” está caracterizado na parda memória do balsense, que já pensa em criar o “MUSEU DA SOJA” e “MUSEU ITINERANTE” se nem mesmo um museu fixo na cidade existe, mas poderia ser usada uma das poucas casas para a história.

Até o fim do ano, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA) pretende cancelar o registro dos Centros de Formação de Condutores (CFC), mais conhecidos como autoescolas, que não cumprirem a determinação legal de apresentarem índices de aprovação mínimos de 60% dos candidatos que se submeterem anualmente aos exames teóricos e práticos para a habilitação ao volante. Foi o que informou a O Imparcial o chefe da Controladoria do Detran-MA, Sérgio Campos (foto), segundo o qual as vistorias voltadas a essa medida se iniciarão no próximo mês de outubro. De acordo com Sérgio Campos, atualmente existem 215 CFC registrados no Maranhão, dos quais 85 nos municípios que integram a Região Metropolitana de São Luís, o que corresponde a 39,5% do total do estado. Não há dados sobre o número de autoescolas que se encontram na situação de proporção de candidatos com aprovação inferior ao estabelecido em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), já que este é o primeiro ano em que a vistoria vai ocorrer. O chefe da Controladoria informou que a instituição realiza trabalhos de orientação, acompanhamento, fiscalização e vistoria dos CFC. Fazendo referência à legislação pertinente ao trânsito, ele argumentou que a Controladoria encontra dificuldades relacionadas à falta de cumprimento das normas que dispõem sobre essas atividades, em vista de, além das autoescolas, o Detran ter de verificar o funcionamento de empresas de despachantes, fabricantes de placas e clínicas médicas. De acordo com Sérgio Campos, o alto índice de reprovações (60%) nos exames de habilitação decorre da falta de cumprimento do conteúdo programático nos CFC, dentre outros fatores, como a ausência de sinalização horizontal e vertical, falhas na pavimentação da cidade, além do próprio nervosismo do candidato que se submete à avaliação. Desde o ano passado, mais de 50 empresas foram credenciadas ao Detran-MA, que vem avaliando a intensificação das medidas fiscalizatórias a partir do aumento do fluxo de candidatos, inclusive nas cidades do interior.

Sou europeu português de gema com origem nas Ilhas dos Açores onde vivo actualmente, vivi em Balsas/MA durante alguns anos, dos quais guardo muitas boas recordações, como também algumas muito más. Fui vizinho, com muito gosto, do nosso radialista Airton “Galinho”, com quem passei bons momentos, roubei da cidade uma belíssima profissional cabeleireira, que veio com minha família quando voltei, Eliete Capuchinho, que hoje vive nos Açores , já passaram alguns anos mas tanto eu como minhas filhas continuamos a manter contacto com nossos amigos de Balsas, com muita pena perdemos os contactos de alguns. Mas hoje o que me levou a escrever para a Redação deste dignissimo Jornal foi a reportagem sobre o “Costa Pra Rua”. Lembro-me de ter chegado a Balsas, e como europeu só me levavam aos restaurantes chiques, mas aos poucos, sozinho, ia descobrindo a cidade, e sem querer desrespeitar os outros estes ficaram na memória, a gelataria, a Magal, a pizzaria em frente (uma pizza de

chocolate fenomenal), o rodízio ao pé do Mateus Móveis, como a pizzaria do mesmo dono, tinha um vinho do sul muito bom, o rodízio do posto de combustível a Norte e s p e c t á c u l o , principalmente os enchidos do sul que ele tem para alguns hehehe, a picanha no mercado da Trezidela, nunca comi outra igual (MUITO BOA), havia também um perto do cemitério com as paredes em talos de buriti muito bom, petiscos muito bons na entrada de Balsas, acho que se chamava a “Nega”, no posto combustível Norte tinham várias com bons petiscos, desculpe mas não me lembro dos nomes, mas de todos era o Costa Pra Rua onde ia várias vezes buscar para comer em casa, aquelas delícias que só ele sabe fazer, panelada, galinha caipira, sarapatel. Mas desta gente toda não me posso esquecer de uma senhora que no fim do dia tinha uma banca do outro lado da rua do centro comercial, que tinha um vatapá e um tacacá de chorar por mais. Engº Eduardo Coelho Medeiros Agropecuaria - EMCBM POVOAÇÃO - Portugal

ERRATA Respeitosamente a editoração deste Jornal vem pedir desculpas e comunicar tal falha ao anunciar, neste mesmo espaço, o falecimento de Tatila Carvalho, por acidente na BR 230, onde foi postada uma foto de pessoa com mesmo nome, porém de outro procedência, quando, na verdade, a foto verdadeira de Tatila Carvalho é esta aqui. A editoração sente pesares pela família e amigos pela perda irreparável ausência da estudante balsense, cujo futuro brilhante já estava traçado em seus projetos de vida.

Informação que dá gosto ler! Diretor/Presidente: Carlos Airton Rocha Deptº Comercial: Eleudilene de Sousa Reis Repórter Geral: Galinho do Cerrado

DISTRIBUIÇÃO: Quinzenal 1.000 exemplares impressos em Balsas e Região, por quinzena 18.500 E-mails + facebook

Os Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus AUTORES e não expressam, necessariamente, a opinião do Jornal.

CONTATOS: (99) 3541-1094 ou (oi)9144-0175 ou (tim)8194-3675 E-mail oficial: folhadocerrado.balsas@gmail.com Endereço: Rua 15 de Novembro, 12 - Centro - CEP 65.800-000 - Balsas/MA


03

Balsas/MA - 2ª quinzena de Junho de 2013

Criança Maravilha chega à Maturidade unindo valores sociais e familiares Da Redação

Projeto Criança Maravilha completa, em setembro, 18 anos e a maturidade da instituição cresce como a de suas mais de trezentas crianças e adolescentes que tem passado por ali. Dona Janilde, diretora que desde o início só tem medido esforços para não parar de correr atrás de manter a casa e dar o melhor para seus meninos, como ela mesma gosta de pronunciar. Com a criação do Projeto, idealizado por Eduardo

Carvalho Feitosa e sustentado, no início, pelo Grupo Eduardo Fazendeiro, muitas crianças que estavam nas ruas da cidade, que não tinham o que fazer ou que precisavam de algum apoio para continuar estudando e poder fazer parte da sociedade como pessoas de bem, eram acolhidas pelo projeto, que mantinha apenas um período e mais tarde passou a permanecer por mais tempo. Do Povoado Genipapo,

dona Janilde conseguiu, com a ajuda de muitos empresários e doações diversas, adquirir um terreno mais para o centro da cidade, o que proporcionou maior acesso e menos despesas com transporte. No começo, no Povoado Genipapo, as crianças tinham que serem transportadas de Kombi, “que às vezes algumas crianças chegavam a desmaiar, tamanha era a distância e o calor”. Mas assim mesmo, dona Janilde conta que mesmo assim já havia c o n s e g u i d o u m a Va c a Mecânica, onde a soja doada por empresários era transformada em leite para ser repassado para as escolas do município, o que dava um rendimento à altura da manutenção da entidade. Hoje já não existe mais nem a produção de leite e nem a casa naquele local, pois a depredação e o furto dos objetos e móveis fizeram-na encher de medo e abandonar a casa, no Genipapo, restando apenas o terreno, onde jogamos muitas sementes de frutas do cerrado, como pequi, bacuri, cajuí etc. Hoje, o Centro Educacional Criança Maravilha oferece mais ocupações e oportunidades às crianças com projetos como o Projeto Jovem Vencedor, para faixa etária entre 14 a 18 anos, da possibilidade de inserir-se no mercado de trabalho e realizar satisfatoriamente as funções lhe atribuídas. E tem como objetivo principal fazê-las ocupar o espaço com sua competência, sendo essa desenvolvida gradativamente durante as atividades executadas. A Folha do Cerrado recebeu em sua redação a diretora e motivadora dona Janilde, juntamente com um dos jovens que, quando adolescente, procurou ajuda no Criança Maravilha e hoje, como muitos que passaram por ali, é uma pessoa do bem e profissional de carreira. Adriano Reis, 26, trabalha no Bradesco e assume uma das posições de grande responsabilidade na agência de

Balsas. Ele contou que foi parar no Centro Educacional depois de sentir que precisava de reforço escolar e que não via muitas perspectivas de futuro se não houvesse uma mãozinha que o ajudasse, daí, ao entrar para o Centro, observou que, “não só o reforço era suficiente, já que proporcionavam também futebol infantil, música e esportes. Comecei, portanto a me interessar por flauta, o que me levou mais tarde a entrar na Escola Leonizard Braúna. Adriano disse que sempre uma criança ativa e que sempre se interessou por coisas desse tipo, “mas na escola deixava um pouco a desejar, não tinha muita atenção e esse foi o motivo que me fez querer conhecer o Criança Maravilha”. Além dos estudos e das práticas de reforço “eu encontrei no Centro Educacional os valores sociais e familiares, mesmo porque dona Janilde vem de uma família muito religiosa e isso é repassado para nós. Lá dentro aprendemos que os valores sociais andam juntos com os valores familiares, a mutualidade é trabalhada com muita ênfase, e são valores que nunca irão sair de mim, porque o quadro de colaboradores de lá são muito familiares. Depois de participar do Criança Maravilha, Adriano contou que além de melhorar na escola, devido ao reforço que lá dão com muito paixão, outras atividades lhe foram atribuídas, como a música. “A música foi justamente o caminho que trilhei primeiramente, pois nunca tinha visto como se aprendia tocar música e me interessei com o violão, daí percebi, depois de estar trabalhando em uma escola de música pois quando procuravam um professor eu me apresentei - que algo que havia aprendido lá, também me proporcionou o primeiro emprego e fiquei muito grato e feliz. Eu quero dizer que parece uma coisa pequena, porém foi uma coisa pequena que se tornou algo tão grande na

minha vida. Foi um ponto de partida, não só na área musical, mas que me tornou uma pessoa culta e esforçada. Durante a entrevista com Adriano, dona Janilde estava observando, sentada ao lado, e parecia que um coração materno batia mais forte, quando Adriano comentava sobre sua vida. Adriano falou a respeito da diretora do Centro Educacional Criança Maravilha em tom de quem havia uma ligação muito forte com a instituição e completou a entrevista dizendo que “vejo na dona Janilde um espírito materno com as crianças. Ela corre atrás de uma resposta positiva para a sociedade e nem por isso está atrás de reconhecimento se bem que é uma das necessidades práticas no ser humano mas quando ela encontra com a gente no trabalho ou na rua, parece que sente aquele orgulho de falar com a gente, de saber

com um projeto tão auspicioso como estes, mas que os governos também devem dar sua colaboração, “para que crianças não fiquem sem atividades ou que possam ter a esperança de viver melhor quando crescerem. Mas vejo estas instituições como uma saída, ainda para uma sociedade mais justa e a formação é que pode dar o melhor, porque todas as instituições como a Criança Maravilha, podem levar à construção familiar e financeira no futuro destas crianças”. Para comemorar os 18 anos de atividade, o Centro Educacional Criança Maravilha, que superou muitas barreiras para tirar crianças de tantas dificuldades, uma festa está programada para o dia 28 de setembro, em local ainda a ser divulgado. Mas a direção acredita que, com a compreensão da população

como estamos. Algo como 'parece que valeu a pena ajudar tal pessoa. Ele conseguiu vencer', como no meu caso que sempre nos vemos no Banco.” Quanto às instituições que dão auxílio às criança, Adriano acredita que ainda falta muito, até mesmo por parte do governo em dar apoio. Trabalhando com a missionária Nádia, “Por uma Nova Trezidela”, Adriano disse que sente que sem o apoio dos empresários fica difícil seguir

empresarial e de outras instituições que poderão participar voluntariamente e para isso dispõe de um site: www.criançamaravilha.org ou do facebook: criança maravilha, para melhor conhecimento de sua missão e das atividades praticadas. Outras entrevistas, de pessoas que passaram pela entidade, serão escritas nas próximas edições deste Jornal.


04

Balsas/MA - 2ª quinzena de Junho de 2013

Da Redação Fonte: Agência Brasil

Inspeção feita no mês de março pelo Ministério Público ( M P ) e m 1 . 5 9 8 estabelecimentos prisionais constatou que, além de superlotadas, a maioria dessas instituições não tem separado de forma adequada os presos, nem dado a eles suficiente assistência material, de saúde ou de educação. O relatório A Visão do Ministério Público sobre o Sistema Prisional Brasileiro, divulgado dia 27/06 pelo MP, informa que, apesar de terem capacidade para 302.422 pessoas, tais estabelecimentos abrigam 448.969 presos, com déficit de quase 150 mil vagas e ocupação 48% acima de sua capacidade. A superlotação ocorre em todas as regiões do país e em todos os tipos de estabelecimentos penitenciárias, cadeias públicas, casas de albergado, colônias agrícolas ou industriais e hospitais de custódia, entre outros. O estudo não aborda as condições de carceragens, nem de custódias em delegacias porque estas serão objeto de levantamento próprio. O MP constatou também que os presos não estão sendo separados de forma adequada. Em 79% dos 1.269 estabelecimentos, não há separação entre presos provisórios ou definitivos; em 1.078 (67%), não há separação em função dos regimes (aberto, semiaberto ou fechado); em 1.243 (aproximadamente 78%), não há separação entre presos primários e reincidentes; em 1.089 (68%), não há separação em função da periculosidade ou do delito; e em 1.043 (65%), presos de diferentes facções criminosas convivem sem separação. A inspeção identificou a presença de grupos ou facções criminosas em 287 estabelecimentos, além de constatar que 91% dos estabelecimentos não separam os presos adultos dos idosos (acima de 60 anos). Dos 1.598 locais visitados, em 780 não havia camas e 365 não tinham colchões para todos os detentos. Em 1.099 estabelecimentos, os presos não dispunham de água quente para banho e, em 636, não eram fornecidos produtos de higiene pessoal. Além disso, 66% dos estabelecimentos (1.060) não forneciam toalha de banho e em 42% (671) não

havia distribuição de preservativos. “Isso acaba favorecendo a geração de mercados paralelos nessas unidades”, ressaltou Roberto Antônio Dessié, coordenador do estudo e membro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Faltam também bibliotecas em 968 (60%) instituições prisionais e espaço para prática esportiva em 756 (47%) delas. Em 155 estabelecimentos (10%), falta local para banho de sol. De acordo com o MP, entre março de 2012 e fevereiro de 2013, foram registradas 121 rebeliões no sistema prisional e, em 23 delas, foram feitos reféns. Nesse período, houve 769 mortes, das quais 110 foram classificadas como homicídios e 83 como suicídios. O relatório registra a ocorrência de 23.310 fugas, 3.734 recapturas e 7.264 retornos espontâneos, bem como apreensão de drogas em 654 estabelecimentos prisionais (40% do total visitado). Quanto à disciplina, o relatório do MP denuncia que 37% (ou 585 estabelecimentos) não observam o direito de defesa do preso na aplicação de sanção disciplinar e que, em quase 65% deles, não há qualquer serviço de assistência jurídica na própria unidade.

O ativista Edilberto esteve na tribuna da Câmara Municipal de Balsas, na última sessão ordinária antes do recesso parlamentar, para falar s o b re a o m i s s ã o d a s autoridades nas manifestações que vem acontecendo na cidade. O ativador do 1º movimento esqueceu-se, porém, que o vereador Gilson da Bacaba compareceu à 1ª manifestação, mas que foi obrigado a retirar sua faixa de apoio aos manifestantes pelos mesmos. Os vereadores sentiramse insultados e humilhados perante as palavras de Edilberto, quando disse que os mesmo “ficam levantando sainha” e revidaram dizendo que tais palavras “pesaram”. Para o vereador Chico Bomba, as manifestações são de direito do cidadão, mas “que sejam manifestações cabíveis e que os vereadores estão sempre ocupados em atender a população”. “A exemplo disso, fomos todos os vereadores para São Luis pedir apoio nos projetos da cidade, como Luz Para Todos, Poços Artesianos, Cirurgia da Catarata etc e ser vereador não é fácil”. Disse o parlamentar. Edilberto que é um dos líderes dos movimentos que fazem passeatas em Balsas,

apresentou à Mesa Diretora u m a C A R TA D A MANIFESTAÇÃO, onde constavam 08 itens sobre o pleito anterior, sem saber que algumas destas reivindicações já haviam sido atendidas mesmo antes da apresentação da carta decorrente da manifestação e que outras já estavam em processo de análise junto ao TCE, do Maranhão. No final, Edilberto frisou que a manifestação é do povo e que Câmara é do povo, portando, disse: “que os vereadores são o povo”. Concluiu. Ainda assim, os 17 vereadores o parabenizaram pela coragem de procurar a Câmara Municipal e destacaram que durante estes 06 meses os legis pautaram mais de 400 indicações, para melhoria do município, onde Edilberto fechou a boca, baixou o tom, agradeceu e saiu logo em seguida. Para alguns dos vereadores, o que houve foi apenas uma provocação em tom de desabafo pessoal e que, na tentativa de falar em

Presente à cerimônia de lançamento do relatório, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), considera fundamental a presença de pelo menos um advogado ou defensor público em cada uma dessas instituições, de forma a facilitar a assistência jurídica dos detentos. Para ele, com isso, será possível mudar esse quadro de violência, abuso e de prisões abusivas. "Essa deveria ser uma meta institucional, e acho que ela é absolutamente factível”, disse o ministro. Segundo ele, esse cenário poderia ser alcançado por meio de parcerias com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ou com a ajuda da advocacia voluntária que vem sendo feita por várias instituições. “Claro que com a

(99)

Estamos nos aproximando do dia do nosso encontro, o 3° Encontro dos Filhos e Amigos de Balsas. O evento, que teve início em julho de 2009, idealizado por Esmaragdo Neiva (foto), se torna cada vez mais uma tradição e conta com a presença de todos que abrilhantam a festa e tornam os laços de amizade mais fortes.

2013 (quinta-feira) FESTA NA AABB - 26 de julho de 2013 (sexta-feira) Satisfeitos com o grande número de conterrâneos que estão se mobilizando para irem à Balsas e participar desse 3° Encontro, é que Esmaragdo conta com a sua presença, colocando-se à disposição para qualquer informação.

DATAS: HAPPY HOUR - 25 de julho de

Esmaragdo Neiva E-mail:

Be a

o


05

Balsas/MA - 2ª quinzena de Junho de 2013

Fonte: IBGE/Produção

Da Redação Galgar o mundo para ver a produção de soja ser da melhor qualidade, sempre foi o lema da FMC e preparar desde o plantio, percorrendo o manejo e colhendo os frutos (grãos) para alimentar os continentes sem medo de perdas, é algo que só com pesquisas infundadas nos problemas já encontrados e experiências sensoriais, fazem desta multinacional ser uma das poucas muito bem sucedidas. Balsas que está acostumada a ver milhares de caminhões levando toneladas de soja para fora do estado do Maranhão pelas suas ruas, no dia 1º de julho viu apenas uma carreta lotada de instruções, onde estudantes do terceiro ano (prováveis futuros agrônomos ou agricultores) além de produtores da região, juntamente com distribuidores puderam observar, em seu interior, como se dá a evolução da planta e o ciclo fenológico que se acometem. Também conferiram de perto os produtos que a FMC fabrica, como o Galimeoxi e o LOCKER fungicida que tem sinônimo de bons resultados - por prevenir ou acabar com as doenças, como a Ferrugem Asiática, Oidio, Mancha Alvo, Antracnose e a doenças de final de ciclo, que impedem o crescimento da folhagem, ocasionando menor rendimento na qualidade das sementes. Percorrendo por 12 estados e 18.500 km de estradas, a direção da empresa contemplou Balsas dentre as 59 cidades por onde passará a Operação Soja. Mais um marco na história do polo maranhense que já carrega em seu hino a frase de “princesa do sul do Maranhão”, ou em música gaúcha “meu rincão do grão de ouro” e caminha para tirar do papel o “Museu da Soja”, em homenagem ao triênio de avanço neste campo da agricultura. Mas, para reforçar o ataque às estas doenças que mancham o mar verde da soja em solo balsense, a

FMC destacou três figuras importantes para auxiliar o produtor na hora que o perigo chegar à plantação. William Freitas, Américo Marquezine e Duander Guimarães são armaduras que auxiliarão João Luis Picolotto (supervisor regional) na comercialização dos produtos da FMC .

porque o mercado é muito grande e competitivo.” Para sr. Antônio, o crescimento de Balsas está sendo muito rápido, mesmo com o problema da logística. Para ele, “a ferrovia Transnordestina será um grande sucesso, comparada a distância do porto de Paranaguá”.

A Operação Soja não ficou só em mostrar a eficiência dos fungicidas contra doenças na soja e no algodão. À noite, no pátio interno do Hotel Premier de Balsas, maciamente chegou para cumprimentar os convidados o Presidente Corporativo da FMC Agricultural Products, na América Latina, sr. Antônio Carlos Zem (camisa azul), esbanjando simpatia aos velhos e novos parceiros. Durante entrevista cedida à FOLHA DO CERRADO o presidente disse que “temos um plano estratégico de transformar a FMC numa empresa de sucesso nesta área da soja e do milho, porém na soja temos uma área muito grande e já estamos na cana e no algodão. Estamos buscando aqui três ou mais objetivos e um deles é tornar a empresa mais conhecida do usuário final, do agricultor e da moçada que está chegando no agronegócio. O segundo objetivo é começar a mostrar nosso portfólio, pois a FCM é preparada para fornecer produtos de 1ª linha para todas as necessidades do produtor de soja. Estamos com participação de 5% mas queremos passar para 10%,

O superintendente da New Agro, Célio Antônio Weiler, disse que esta “é uma parceria que dura 25 anos e que formaram juntos uma carteira de clientes muito forte, devido à garantia dos produtos que a FMC fornece”.

Também o proprietário da Produtec, sr. Waldir Klasener, maior distribuidor FMC, ratifica afirmando que “a qualidade e o acompanhamento da FMC são fundamentais nesta parceria.”.

A quinta estimativa da safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas totalizou 185,9 milhões de toneladas, superior 14,8% à obtida em 2012 (161,9 milhões detoneladas), e com variação absoluta positiva de 959.709 toneladas na comparação com a estimativa de abril (0,5%). A estimativa da área a ser colhida em 2013, de 52,9 milhões de hectares, apresentou acréscimo de 8,4% frente à área colhida em 2012 (48,8 milhões de hectares) e aumento de 128.262 ha da prevista no mês anterior (0,2%). O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos deste grupo, que somados representaram 92,2% da estimativa da produção e responderam por 86,0% da área a ser colhida. Em relação ao ano anterior houve acréscimos na área de 8,9% para o milho, 10,9% para a soja e decréscimo de 463 ha (-0,0%) na área colhida de arroz. No que se refere à produção, os acréscimos foram de 9% para o arroz, de 10,0% para o milho e de 23,5% para a soja, quando comparados a 2012. Estimativa de maio em relação a abril No Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de maio destacaram-se as variações nas estimativas de produção, comparativamente ao mês de abril, de dez produtos: arroz (-1,2%), café (-0,3% ), feijão 1ª safra (-10,2%), feijão 2ª safra (2,8%), feijão 3ª safra (-7,1%), mandioca (-2,7%), milho 1ª safra (-1,7%), milho 2ª safra (3,0%), sorgo (19,6%) e trigo (1,0%). ARROZ (em casca) - Em relação a abril, a estimativa da produção nacional de arroz decresceu, em termos absolutos, 139.829 toneladas (-1,2%) devido, principalmente, às avaliações negativas do Piauí, 48.618 t (32,6%), Maranhão, 46.789 t (7,6%), Rondônia, 13.364 t (-9,2%), Rio Grande do Sul, 13.103 t(-0,2%), Bahia, 8.214 t (-77,0%), Paraíba, 7.639 t(-95,9%), Goiás, 4.311 t(2,8%), Ceará, 1.847 t(-2,3%) e Minas Gerais, 1.090 t (-2,4%). A colheita da safra piauiense de arroz, avaliada em maio pelo GCEA/PI, é de 100.592 toneladas e o rendimento médio de 950 kg/ha, decréscimos de 32,6% na produção e de 32,7% no rendimento médio quando comparados com a última avaliação. No Piauí a cultura do

arroz de sequeiro possui uma área destinada a colheita de 98.787 ha, inferior 15,5% e m relação a área plantada, com rendimento médio de 696 kg/ha. Esta conjugação de perda de área e de rendimento, ocasionadas pela estiagem, provocou na produção uma queda de 67,9%, em relação a previsão inicial, devendo atingir a 68.754 toneladas. A área destinada a colheita do arroz irrigado é de 7.122 ha que somadas com a de sequeiro perfazem 105.909 ha. FEIJÃO (em grão) 1ª safra Para o feijão 1ª safra, foi estimada uma produção de 1.258.667 toneladas para 2013, menor 10,2% em relação à quarta avaliação da safra. A Região Nordeste, que foi muito afetada pela estiagem, apresentou neste levantamento, reduções significativas nos estados da Bahia (-53,6%), Paraíba (69,3%), Piauí (-44,7%), Pernambuco (-24,1%), Rio Grande do Norte (-39,4%), Ceará (-4,2%) e Maranhão (-1,3%). A cultura do feijão 1ª safra no Piauí apresentou um a área inicialmente plantada de 215.426 ha, todavia, com a adição de áreas novas nos cerrados, em grandes fazendas, essa área plantada chegou a 232.498 ha, porém, com a estiagem do semiárido, restou em cultivo 198.625 ha, com rendimento médio de 221 kg/ha, portanto a produção deverá atingir 43.98 3 toneladas, inferior 44,7% em relação a prevista em abril. MANDIOCA (raízes) Nova avaliação negativa na estimativa de produção de mandioca para 2013, queda de 2,7% da produção em relação à informada em abril. A estiagem prolongada no nordeste, desde 2012, afetou a produção deste ano, devido ao seu ciclo prolongado, que variando em média de 12 a 24 meses, não permite que a produção seja retomada tão rapidamente, a

partir da normalização do clima. Outro problema verificado no Nordeste foi a falta de material propagativo (manivas) para iniciar novos cultivos, uma vez que a seca incentivou maior aproveitamento da parte aérea das plantas na alimentação animal. Variações negativas nas estimativas de produção foram informadas pela Bahia (-11,4%), Rio Grande do Norte (-54,0%), Paraíba (-25,3%), Piauí (-13,6%), Sergipe (-7,3%), Maranhão (-1,4%) e Ceará (-1,7%). MILHO (em grão) 1ª safra – O cereal apresentou variação negativa na estimativa de produção, frente a abril, de 1,7%. A Região Nordeste, fortemente afetada pela estiagem, é a principal responsável pela redução da atual expectativa de produção. Decréscimos de 16,1% na Bahia, 25,2% no Piauí, 75,9% na Paraíba, 2,8% no Maranhão, 50,7% no Rio Grande do Norte e 0,4% no Ceará. Destaques também para os decréscimos ocorridos nas informações de produção do Paraná (-0,9%) e de Goiás (-0,4%), bem como dos acréscimos no Rio Grande do Sul (1,7%) e no Mato Grosso (3,1%). SOJA (em grão) – A safra da soja em 2013 foi recorde e ultrapassou a produção de 2012 em 15.414.257 toneladas (23,5%). A área plantada é maior 2.646.192 hectares (10,6%), enquanto a área destinada à colheita superou a do ano anterior em 2.720.389 hectares (10,9%) e o rendimento médio passou de 2.635 kg/ha obtidos na safra anterior para os atuais 2.933 kg/ha, acréscimo de 11,3%. Os bons preços praticados e as melhores condições climáticas, notadamente na Região Sul, quando comparadas a 2012, justificaram estes acréscimos. O principal estado produtor desta oleaginosa é o Mato Grosso, que participou com 28,9%.

R

R

Rua Pe. Franco, 716 - Centro - Balsas/MA


06

Balsas/MA - 2ª quinzena de Junho de 2013

Os jeans são sucesso na certa, nunca saem de moda! E para este verão eles aparecem em diversas cores e lavagens. E a novidade são as aplicações de tachinhas e os famosos spikes! Desde que Burberry e Balmain começaram a adornar as suas peças com os spikes, o mundo da moda se rendeu e passou a aplicar as tais pecinhas em tudo, seja roupas ou acessórios. Se antes eles eram um símbolo de rebeldia punk, agora está sendo objeto de desejo de todas as pessoas antenadas pelo mundo afora e promete fazer grande sucesso nos shorts no verão 2013. As blogueiras apostam! Os shorts de spikes estão em alta, além de lindo, ele é confortável, soltinho e tem tudo a ver com esse clima mais descontraído. Pois é meninas, o verão está aí! E nada melhor que uma peça super versátil e fresquinha para usar neste calorão.

moda feminina

E-mail: realistloja@hotmail.com

20 de Julho - Dia do Amigo 26 de Julho - Dia dos Avós 11 de Agosto - Dia dos Pais

Outra tendência que estar em alta é os shorts de gripir é um entrelaçado de pontos feitos com fios de tecidos delicados que resultam numa renda em alto relevo (tipo 3D). É uma mescla entre o crochê e o bordado, já que não possui telas de tecido (tipo tule) entre seus desenhos principais como a renda normal. Com muita graça e feminilidade o gripir ganhou as fashionistas, principalmente em forma de lindos shorts ao melhor estilo lady like. Versátil, pode ser usado tanto ao dia quanto à noite.


07

Balsas/MA - 2ª quinzena de Junho de 2013

Rua Dr. José Coelho Noleto, nº 2008 - bairro Potosi – CEP: 65.800-000 – Fone: (99) 3541-2086 – Balsas/MA

16ª E 17ª SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BALSAS, LEGISLATURA 2013

Informe quinzenal da Câmara PODER EXECUTIVO E M E N D A A D I T I VA N º 001/2013 - ao Projeto de Lei Complementar nº 001/2013GPREF, dispõe sobre a estrutura administrativa do município de Balsas, estado do Maranhão, estabelece diretrizes gerais para a modernização administrativa e dá outras providências.

Indica ao prefeito municipal, que seja feito através do SAAE, a ampliação no abastecimento de água no Entroncamento do bairro Nova Tresidela, saída para o

Indica ao prefeito municipal, que seja feita a restauração e iluminação, bem como a jardinagem na praça em frente à escola Joca Rêgo, localizada no bairro de Nazaré.

MOÇÃO Nº 002/2013 - registra votos de profundo pesar pelo o falecimento de Permínio Ribeiro de Alencar. (Com Nelson Ferreira). PROJETO DE LEI Nº 026/2013 dispõe sobre denominação de próprio público, situado na fazenda Coroatá no Gerais de Balsas. (Com Nelson Ferreira).

Tasso Fragoso; indica ao prefeito municipal, que seja feito em caráter de urgência e encaminhado a esta Casa Legislativa, a proposta do Plano de Carreira da Guarda Municipal de Balsas.

PROJETO DE LEI Nº 027/2013-CMB - dispõe sobre a criação da SEMANA MUNICIPAL DE INCENTIVO A O A L E I TA M E N TO MATERNO no município de Balsas e dá outras providências”.(Com Chico Bomba).

Ascom: Carlos Airton Rocha - E-mail: ascom.camara@gmail.com Facebook: camaramunicipaldebalsas - Site: www.cmbalsas.com.br

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 001/2013-GPREF -dispõe sobre a estrutura administrativa do município de Balsas, estado do Maranhão, estabelece diretrizes gerais para a modernização administrativa e dá outras providências.

CÂMARA MUNICIPAL PROJETO DE LEI Nº 025/2013-CMB - altera dispositivos da Lei Municipal nº 969/2007, que trata sobre a regulamentação do exercício das atividades dos Profissionais em Transporte de Passageiros, denominado “TAXISTA”, e dá outras providências. PROJETO DE LEI Nº 025/2013-CMB - altera dispositivos da lei municipal nº 969/2007, que trata sobre a regulamentação do exercício das atividades dos Profissionais em Transporte de Passageiros, denominado “TAXISTA”, e dá outras providências.

COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO, JUSTIÇA E REDAÇÃO FINAL PARECER Nº 009/2013 AO PROJETO DE LEI Nº 025/2013 - que altera dispositivos da Lei Municipal Nº 969/2007, que trata sobre a regulamentação do exercício das atividades dos Profissionais em Transporte de Passageiros,

Indica ao prefeito municipal, que seja feito a construção de uma escola no Povoado Zé do Quelé. (Com Leonardo Leão); indica ao prefeito municipal, que seja feito a construção de uma escola no Povoado Curral Velho.

PROJETO DE LEI Nº 022/2013-CMBDispõe sobre denominação de próprio público, situado no bairro São Félix; indica ao prefeito municipal, que seja feita com urgência a recuperação por meio de massa asfáltica a rua Edísio Silva, localizada no centro da cidade.

Indica ao prefeito municipal, que seja feita a reforma e ampliação da escola Maria do Socorro Coelho Cabral, na localidade Varjão, neste município. (com Pedro

Jodaci); indica ao prefeito municipal, que seja feita a r e c u p e r a ç ã o e pavimentação, por meio de bloquete ou paralelepípedo, na rua da Azaléia e a rua da Verbena, situado no bairro

Indica ao p r e f e i t o municipal, que juntamente com a Secretaria de Infraestrutura, adquira 05 (cinco) caminhões para agilizar o recolhimento do lixo em nosso município; indica ao prefeito municipal, que juntamente com a Secretaria de Saúde, seja instalado um POSTO DE

SAÚDE no bairro São José; indica ao prefeito municipal, juntamente com a Secretaria de Infraestrutura seja tapado o buraco da rua João Ribeiro entre a praça do Saraiva e a praça do Mercado da Trisidela; a rua Miguel Tavares Primo conhecida como Travessa João Ribeiro, entre a praça do Saraiva e a MA 006; e a rua Texeira De Freitas entre a Nossa Senhora das Graças e a praça do Saraiva todas no bairro

Vereador Tião Saraiva

Vereador ALLAN DOUGLAS Indica ao prefeito municipal, que se providencie o b r a s d e recuperação da estrada vicinal do Porto Isidoro á fazenda Sicupira, passando pelos ramais de Estiva de Pau e Bom Tempo, localizada na região do Gerais de Balsas; indica ao prefeito municipal, que providencie merenda escolar, carteiras e quadros, para a escola da fazenda “Estiva de Pau”,

que fica na zona rural de BALSAS-MA; indica ao prefeito municipal, que se providencie o serviço de terraplanem nas seguintes ruas do bairro Vivendas do Potosi: rua das Tulipas; rua das Roseiras; rua dos Antúrios e rua das Acácias; indica ao prefeito municipal, que seja feita obras de recuperação, na rua Melquiades Moreira localizada no centro da cidade, por meio da operação tapa buraco e paralelepípedos nos pontos que se fazem necessários.

Indica ao prefeito municipal, que seja instalados banheiros químicos na orla do Rio Balsas. (Com Gilson da Bacaba, Ari Rogério, Manoel Carvalho, Arnaldo Gomes, Pedro Jodaci, Leonardo Leão, Pete Cordeiro, Tião Saraiva).

P R O J E TO D E L E I N º 024/2013 - dispõe sobre construção de Monumento à Bíblia. (Com Gilson da Bacaba, Ari Rogério, Manoel Carvalho, Arnaldo Gomes, Pedro Jodaci, Leonardo Leão, Pete Cordeiro e Tião Saraiva).


08

Balsas/MA - 2ª quinzena de Junho de 2013

Da Redação Na tentativa de viabilizar projetos em Balsas vereadores foram a São Luis, onde encontraram com autarquias, em sessões initerrúptas e pautadas. Durante os primeiros dias os parlamentares do município realizaram várias audiências. A primeira delas foi com o presidente gestor do Programa Luz Para Todos do estado do Maranhão, Sr. Luis Adriel e com o diretor da Cemar, Sr. José Jorge. Nestes encontros a pauta foi o Programa Luz para Todos e os vereadores tiveram respostas positivas em relação à execução do Programa. Segundo os responsáveis pelo Programa, falta apenas uma assinatura para o 7º Contrato ser executado, a mesma será feita na próxima semana. Na primeira etapa serão atendidas 1.026 famílias e na 2ª etapa outras 1.290 famílias serão contempladas. Na sétima trancha, 70% da execução do Programa será só no município de Balsas, o equivalente a 839 km de rede de alta tensão.

Os parlamentares de Balsas foram recebidos ainda pelo parlamentar federal Cleber Verde e pelo dep. estadual Stênio Resende. Os vereadores realizaram também uma audiência com o presidente da Assembléia Legislativa, dep. Arnaldo Melo. Dentro dos assuntos discutidos, os parlamentares cobraram atenção por parte do governo do estado e dos deputados estaduais, diante da problemática: Programa Luz para Todos, Infraestrutura Urbana e Rural no município, violência no trânsito da BR 230, conclusão da sede do Detran de Balsas, conclusão do Hospital Regional de Balsas, revisão do valor das tarifas cobradas dos responsáveis pelas comitivas no Parque de Exposições dentre outras revindicações. Vale ressaltar que os vereadores balsenses que foram à capital maranhense são: Presidente Manoel Carvalho, vereadoras Fransuíla Farias e Fernanda Zottis e vereadores

Leonardo Leão, Peti Cordeiro, Pedro Jodaci, Allan da Marissol, Paulo Júnior, Chico Bomba, Nelson Ferreira, Eumar Lopes, Valdivino Júnior e Gilson da Bacaba. Ainda um contato com Dep. Dr. Pádua o fez lembrar da necessidade de mais cirurgias de Catarata no município, o que o fez se comprometer de fazer 1.000, a partir de setembro. Também em outro encontro, o Dep. Ildo Coelho prometeu que trará para o município de Balsas 2.000 poços artesianos, que serão perfurados na região dos povoados, onde há problemática de falta de água. As audiências que aconteceram em São Luis, são demonstrações de que os vereadores de Balsas estão empenhados em atrair sempre o melhor para o município e a população em geral. Incansáveis e ansiosos por adquirir muito mais projetos para Balsas, nos próximos meses o legislativo estará indo a Brasília na tentativa de buscar programas federais.

IMÓVEIS URBANOS

Com Luis Adriel, Diretor da Eletronorte e o Dep. Cleber Verde

Com Dep. Stênio Resende e Ildo Coelho

Com Dep. Dr.Pádua

APARTº FAROL DA ILHA SÃO LUIS/MA

CORRESPONDENTE AUTORIZADO

Com Diretor da Cemar, José Jorge

Com Luis Fernando, Sec. da Infraestrutura do Estado

APARTº VERSALHES EM BALSAS/MA

IMÓVEIS RURAIS

JORNAL FOLHA DO CERRADO - JUNHO  

NOTÍCIAS DE BALSAS PARA O MUNDO.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you