Issuu on Google+

CYAN MAGENTA AMARELO PRETO

JORNAL DO BRASIL

TAB MUNDO/CIÊNCIA 32

Domingo, 25 de janeiro de 2009 Convênio firmado entre o Jornal do Brasil e o Instituto Ciência Hoje apresenta todo domingo textos baseados em artigos publicados na revista

ARTIGO

MEDICINA

Obama, direitos civis e raça

Óleo de peixe é aliado no combate à depressão

Arte Kiko

Renato Lessa INSTITUTO UNIVERSITÁRIO DE PESQUISAS DO RIO DE JANEIRO

JB 03

A vitória de Barack Hussein Obama nas últimas eleições presidenciais norte-americanas é um acontecimento aberto a muitas interpretações. Na verdade, todos os eventos históricos – para desespero da cultura científica positivista – o são. O suíço Jacob Burckhardt (1818-1897), um dos mais célebres historiadores no século 19, tão marcado pela busca de leis científicas certas e rigorosas, já afirmava que, em se tratando de narrativa histórica, a perspectiva do narrador faz enorme diferença. Não há objetividade, mas esforço de objetivação. Dificilmente um evento será narrado e interpretado do mesmo modo por dois historiadores dignos do métier. O que faz da eleição de Obama um evento distinto é, para além de sua abertura a múltiplas interpretações, a amplitude dos impactos a ele associados, na história norte-americana e mundial. Não importa que os próximos anos sejam marcados pela inevitável fatura que o realismo cobrará dos utopistas. Tal futorologia negativa é, no entanto, inócua: a vitória de Obama já produziu efeitos importantes nas configurações políticas de seu país e, dada a posição por ele ocupada, em escala planetária. Um dos pontos possíveis a destacar é o da presença na memória e na política norte-americanas das marcas da Guerra Civil (de 1861 a 1865). Os mapas eleitorais mostram que as regiões nas quais o republicano John McCain venceu correspondem aproximadamente aos antigos estados confederados e escravistas, que se opuseram a Abraham Lincoln e a sua política de combate à escravidão, nos anos 60 do século 19. Outro mapa mais ’fino’ revela em que áreas do país o eleitor manifestou-se mais democrata ou mais republicano do que nas eleições anteriores: a mancha vermelha dos republicanos concentra-se no núcleo duro dos estados confederados: Texas, Alabama, Louisiana, Mississipi, Georgia. O país tornou-se mais conservador em seu núcleo duro confederado. Nas demais áreas, houve crescimento do eleitorado democrata, mesmo em distritos nos quais o partido foi derrotado. São os ecos nostálgicos do supremacismo racial, tão caros aos conservadores que Saxby Chambliss, senador republicano pela Georgia, declarou, ao observar a participação na votação antecipada de grande número de eleitores negros: "Os outros sujeitos estão votando."

Luan Galani CIÊNCIA HOJE/PR

Estudos feitos há mais de uma década em várias partes do mundo têm apontado uma relação entre consumo de peixe e baixa incidência de casos de depressão. Os resultados são agora corroborados por pesquisas brasileiras com um grupo de portadores da doença de Parkinson, que sofrem de depressão em 50% dos casos. – A introdução do óleo de peixe na alimentação dos portadores de Parkinson revelou-se boa opção para combater a depressão, principalmente por apresentar poucos efeitos colaterais – diz a fisiologista Anete Curte Ferraz, coordenadora do estudo, realizado pelo Departamento de Fisiologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em parceria com a Associação Paranaense de Portadores de Parkinsonismo (APPP). As substâncias com ação antidepressiva são os ácidos graxos da família ômega-3. Elas podem ser encontradas em maior concentração em peixes e outros animais marinhos com elevado teor de gordura, especialmente os procedentes de regiões frias, como o salmão, a sardinha e o atum. Nozes e linhaça também são fontes da substância. Os ácidos graxos participam de processos bioquímicos importantes. Eles estão presentes na membrana dos neurônios e são necessários para o desenvolvimento e o funcionamento adequado de certas células do cérebro. Resultado expressivo

A Guerra Civil

Por outro lado, se tomarmos a Guerra Civil como referência, um longo processo de democratização se torna visível. Tal percepção ajuda a compreender a magnitude da vitória de Obama. Com o fim da Guerra Civil, uma série de emendas constitucionais redesenhou o país: a 13a emenda (1865) suprimiu a escravidão, a 14a (1868) garantiu a todos os cidadãos igual proteção legal e a 15a (1870) proibiu a utilização de critérios raciais para acesso a direitos políticos. Tais emendas marcaram, na história norte-americana, o início de um amplo processo de democratização, aprofundado em 1920 com a 19a emenda, que estendeu às mulheres o direito de voto. O passo

Os 31 portadores de Parkinson com depressão que participaram da pesquisa, ao longo de três meses, foram separados em dois grupos: um recebeu placebo (formulação decisivo, contudo, foi dado em pel. No entanto, é sempre im- sem atividade) e o outro foi tratado 1964 e em 1965, durante o governo portante indagar nos eventos his- com uma suplementação de óleo de Lyndon Johnson (de 1963 a 1968), tóricos a respeito da presença de peixe. Alguns pacientes usavam ancom o Ato dos Direitos Civis e o fatores e processos de longa du- tidepressivos há mais de um ano sem Ato dos Direitos Eleitorais. O pri- ração. obter os efeitos desejados e outros meiro eliminou as chamadas ’leis O tema do racismo, no entanto, não tomavam nenhuma droga. Jim Crow’, pelas quais municípios e não deve ser exagerado. Afinal, O resultado dos testes mostrou estados impunham a segregação ra- Barack Obama jamais se apresentou redução de 50% dos sintomas decial em espaços públicos. O se- como ’candidato dos negros’ e re- pressivos em 42% dos pacientes que gundo expandiu a participação elei- cusou-se a adotar uma plataforma consumiram óleo de peixe. Já entre toral de negros e brancos pobres, ao racialista, calcada na percepção do os que receberam placebo, apenas eliminar os humilhantes e discri- país como dividido em raças opos- 6% apresentaram redução exprescionários testes de alfabetização exi- tas. Com efeito, um dos traços mais siva da depressão. gidos para o alistamento. notáveis e inovadores de sua camComo o número de voluntários Sem esses antecedentes a vi- panha foi a visão da incompati- que participaram do estudo é petória de Obama seria impensável. bilidade entre a democracia e a queno, não se pode, segundo FerÉ certo que questões e acon- crença de que somos racialmente raz, generalizar os dados obtidos tecimentos mais imediatos, como distintos. para toda a população de portadores os associados ao desempenho do da doença de Parkinson. governo Bush e ao impacto da Leia mais na revista Ciência Hoje, – Mas eles apontam um recrise financeira, tiveram seu pa- edição de dezembro sultado importante –, destacou.


Óleo de peixe é aliado no combate à depressão - Jornal do Brasil