__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Ilustração: iStock

Relatório Destaques 2019


Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Relatório Destaques 2019

Referência em soluções tecnológicas para a pecuária de corte tropical

Campo Grande - MS 2020


Apresentação O mundo tem alcançado significante progresso socioeconômico ao longo das últimas décadas. No entanto, não se pode deixar de observar que este crescimento não tem sido suficiente para equacionar alguns dos mais antigos problemas enfrentados pela humanidade, como a fome, insegurança alimentar e desnutrição. De acordo com a Organização das Nações Unidas Para a Alimentação e a Agricultura – FAO, mais de 820 milhões de pessoas passam fome todos os dias (2019). É na ciência e tecnologia que se encontram as bases para o aumento da produção e o incremento da produtividade agropecuária, que podem fazer a diferença nesta guerra milenar. Em 2019, a Embrapa Gado de Corte completou 42 anos de dedicado trabalho a uma das principais cadeias produtivas do agronegócio brasileiro. Como empresa de pesquisa, é por meio da ciência e da expansão do conhecimento que a ela cumpre a missão de entregar à sociedade soluções tecnológicas sustentáveis que possibilitam a oferta de alimentos nutritivos e seguros, bem como a geração de emprego e renda, que promovem o crescimento e desenvolvimento da nação e oferecem importante contribuição na luta contra a fome. Ao longo dessas quatro décadas o Brasil viu sua produção pecuária dobrar de tamanho. Como resultado do investimento em pesquisa e no desenvolvimento da produção, o país possui hoje o maior rebanho comercial do mundo, sendo também o segundo maior produtor e o maior exportador mundial de carne bovina. Por tudo isso, é com muita satisfação que mais uma vez apresentamos à sociedade os principais resultados do trabalho desenvolvido pela Embrapa Gado de Corte e seus parceiros ao longo do último ano. O “Relatório Destaques 2019 – Referência em soluções tecnológicas para a pecuária de corte tropical” teve sua estrutura alterada e passou por uma reorganização na ordem de apresentação dos temas, com maior destaque para as soluções tecnológicas desenvolvidas. Inicialmente, são apresentados os novos conhecimentos e tecnologias que foram “Destaque” no ano de 2019, desenvolvidos em parceria com outras Unidades da Embrapa e instituições públicas e privadas. São soluções computacionais (aplicativos, plataformas e softwares), estudos estratégicos, metodologias e protocolos em diferentes temas. Os Indicadores técnico-científicos como publicações e resultados de pesquisa, um resumo da atuação em projetos, cooperações técnicas celebradas e eventos realizados evidenciam a forte atuação da Unidade em pesquisa e desenvolvimento. O relatório traz também informações da área de transferência de tecnologia, com ênfase na realização de cursos e eventos, negociação e formalização de cooperações técnicas, licenciamento de campos para a produção de sementes de forrageiras e ações relacionadas a proteção de propriedade intelectual, dentre outras. Na sequência, são apresentadas as principais ações de comunicação desenvolvidas ao longo do ano, tanto para o público externo, quanto interno. Seja na mídia impressa, televisiva, radiofônica ou eletrônica, tais ações revelam uma empresa atuante, que busca estar conectada ao seu público-alvo. Em 2019, a Unidade completou 10 anos de utilização dos


canais de mídias sociais como suporte à divulgação científica, sendo que os indicadores associados aos nossos perfis no Facebook, Twitter e Youtube são bastante positivos e evidenciam proximidade e conexão com os públicos de interesse. Em gestão organizacional são apresentadas as práticas que foram consideradas destaque, dentre as 110 ações gerenciais de melhoria em processos existentes e novos, de forma a aprimorar a qualidade dos serviços prestados e os resultados entregues à sociedade. Ações desenvolvidas pelos diversos setores administrativos e pela área de tecnologia da informação mostram uma atuação forte e organizada com foco em oferecer as condições necessárias para que as áreas-fim da empresa – pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologia – tenham condições de efetuar entregas que respondam às necessidades do setor produtivo. Mais uma vez, os números referentes à participação da Unidade no Balanço Social da Embrapa são bastante expressivos. Em 2019, foram avaliadas sete de nossas tecnologias, totalizando uma contribuição de mais de R$ 6,8 bilhões, o que representa 14,6% do resultado anual apresentado pela empresa. Tal participação é fruto não apenas das entregas realizadas, mas também da atuação da Embrapa Gado de Corte em uma cadeia produtiva presente em todo o território brasileiro, o que contribui para um maior impacto das tecnologias adotadas. Embora tenhamos ainda muito espaço para crescer e aprimorar nossas ações, celebramos os presentes resultados com a certeza de que eles emergem da união de forças com aqueles que, de diferentes formas, nos têm ajudado a entregar valor para a sociedade – valor esse que faz a diferença no campo e na cidade. Assim, reconhecemos, valorizamos e agradecemos a participação de nossos empregados e parceiros nas conquistas de 2019. Boa leitura!

Ronney Robson Mamede Chefe-Geral Interino da Embrapa Gado de Corte


SUMÁRIO INTRODUÇÃO Histórico Missão Visão Valores Foco da atuação Pessoal Infraestrutura Organograma da Embrapa Gado de Corte PESQUISA & DESENVOLVIMENTO Novos conhecimentos e tecnologias Indicadores técnico-científicos Atuação em projetos Cooperações para Pesquisa e Desenvolvimento Eventos Técnico-Científicos TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA Programa de Boas Práticas Agropecuárias – BPA Eventos, visitas e cursos Formação de agentes multiplicadores externos de TT Cooperações em transferência de tecnologia Propriedade Intelectual Licenciamento Qualificação de ativos Cadastros no Sisgen COMUNICAÇÃO Estratégias de divulgação na mídia Comunicação interna Mídias sociais GESTÃO ORGANIZACIONAL Destaques de gestão Tecnologia da informação Articulação internacional Gestão de pessoas Gestão de recursos materiais Gestão de infraestrutura Gestão orçamentária e financeira BALANÇO SOCIAL Contribuição da Embrapa Gado de Corte Ações sociais e técnicas voltadas ao público externo Premiações e homenagens recebidas NOSSOS TALENTOS

7 7 8 8 8 8 8 8 9 10 10 13 14 14 15 16 16 17 18 19 19 19 20 21 21 21 23 24 24 24 26 27 28 30 31 32 33 33 33 33 35


Foto: Rodrigo Alva


Relatório Destaques 2019

7

INTRODUÇÃO Histórico O Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte (CNPGC) foi criado em 1974 pela deliberação 089/1974, de 23 de outubro. Em 1975, foram transferidos para a Embrapa Gado de Corte 1.612 hectares (conhecida como Fazenda Modelo, localizada a 40 km do centro da cidade de Campo Grande, MS), a equipe e os bens patrimoniais que pertenciam ao Instituto de Pesquisa e Experimentação Agropecuária do Oeste (IPEAO). Além disso, o Exército Brasileiro permutou com o Ministério da Agricultura, à época, uma área de 3.081 hectares (localizada a 15 km do centro da cidade) e, aproximadamente, 6.000 m2 de área construída. Nessa época, a Embrapa passou a dispor de 800 reses da raça Nelore e contava com uma equipe de 15 pesquisadores em produção animal. O Centro Nacional, oficialmente, foi inaugurado em 28 de abril de 1977, evento que contou com a participação do então presidente, General Ernesto Geisel. No mesmo ano, a cidade de Campo Grande tornou-se capital do recém-criado Estado do Mato Grosso do Sul.

O objetivo da criação do CNPGC foi elevar a produtividade da bovinocultura de corte brasileira, que além de baixa, não apresentava crescimento e não atendia aos mercados interno e externo. Para tanto, foi necessário investir em pesquisa e promover o desenvolvimento da produção nacional, com consistentes investimentos também em infraestrutura. O crescimento do Centro foi acentuado pela expansão de ações de pesquisa, seguida pelo incremento, treinamento e amadurecimento de sua equipe técnica. Dessa forma, o resultado do esforço da Embrapa Gado de Corte no fortalecimento da pecuária nacional tornou-se visível, contribuindo para colocar o Brasil na categoria de segundo maior produtor e maior exportador de carne bovina com qualidade superior. A Embrapa Gado de Corte tem papel de instituição âncora para o desenvolvimento do agronegócio e da cadeia produtiva da carne bovina. Para alcançar os patamares atuais de importância e impacto da produção de carne bovina no Brasil e sua participação no mundo, o Centro Nacional, nos seus 40 anos, tem contribuído de forma decisiva por meio da geração, adaptação e transferência de conhecimento e tecnologias relacionadas a forrageiras tropicais, genética animal, sanidade animal, nutrição animal e outros temas. Hoje, em cada fazenda brasileira e em muitas fazendas do mundo tropical, em cada bife consumido no Brasil ou naqueles preparados a partir da carne que exportamos para cerca de 140 países, há um pouco das tecnologias da Embrapa Gado de Corte.

Foto: Rodrigo Alva


8

Viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação para a sustentabilidade da agricultura, em benefício da sociedade brasileira.

corte tropical nas áreas de: pastagens, sanidade, sistemas de produção, meio ambiente, melhoramento animal, qualidade da carne, pecuária de precisão, gestão, reprodução, nutrição animal, boas práticas agropecuárias (BPA) e ovinocultura de corte.

Visão

Pessoal

Missão

Ser referência mundial na geração e oferta de informações, conhecimentos e tecnologias, contribuindo para a inovação e a sustentabilidade da agricultura e a segurança alimentar.

Valores Os princípios que balizam as práticas e comportamentos da Embrapa e seus integrantes, independentemente do cenário vigente, e que representam as doutrinas essenciais e duradouras da Empresa são: Comprometimento, Cooperação, Equidade, Excelência, Flexibilidade, Responsabilidade Socioambiental e Transparência.

• • •

Infraestrutura • » » » »

Fazenda Sede – Campo Grande/MS Área: 3.081 ha Área construída: 29.482,02 m2 Rebanho bovino: 1.332 Tropa de equinos: 42

» » » » »

Fazenda Modelo – Terenos/MS Área: 1.612 ha Área construída: 5.049,46 m2 Rebanho bovino: 831 Rebanho ovino: 168 Tropa de equinos: 51

Foco da atuação Viabilizar soluções tecnológicas sustentáveis para a cadeia produtiva da pecuária de corte em benefício da sociedade brasileira, sendo referência mundial na geração de conhecimento, tecnologias e inovações aplicados à pecuária de

218 empregados, sendo 50 pesquisadores. 135 bolsistas e estagiários. 37 terceirizados.

Área construída total: 34.531,48 m2

Foto: Rodrigo Alva


Relatรณrio Destaques 2019

Foto: Rodrigo Alva

Organograma da Embrapa Gado de Corte

9


Foto: Dalízia Aguiar

10

PESQUISA & DESENVOLVIMENTO Novos conhecimentos e tecnologias Os novos conhecimentos e tecnologias, que foram Destaques no ano de 2019, desenvolvidos pela Embrapa Gado de Corte em parceria com demais Unidades da Embrapa e instituições públicas e privadas estão descritos a seguir.

Sistemas de Produção

Controlpec: aplicativo para controle financeiro da pecuária Aplicativo para controle financeiro da pecuária (bovinocultura de corte), que pode ser utilizado em qualquer contexto de produção agropecuária. Permite cadastrar múltiplas fazendas e gerenciar movimentações financeiras. O Plano de Contas envolve despesas, investimentos, prólabore e receitas, sendo as categorias de cada conta, definidas pelo usuário. A margem bruta, resultado da dedução das despesas da receita, é apresentada. Esse é o primeiro indicador de viabilidade de uma atividade econômica, já que, se negativo, indica que as receitas são menores que as despesas evidenciando sério comprometimento de caixa. O aplicativo também pode ser utilizado para gerenciamento contábil, pois os dados podem ser exportados para Excel e enviados ao contador para, por exemplo, serem utilizados na declaração de imposto de renda. Mais informações estão no vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=MC_ xzmhFR7g. Instituições parceiras: Perseu Tecnologia e High Tech Cursos.

CustoBov Aplicativo desenvolvido para facilitar a administração das fazendas de gado de corte, de modo a contribuir para a elevação da rentabilidade da atividade. Sua principal funcionalidade é controlar os custos de produção e as margens que refletem seu desempenho econômico. Permite representar diferentes fazendas ou diferentes anos para uma mesma fazenda. Embora o aplicativo seja primordialmente uma ferramenta de controle voltada para avaliar situações reais, também é possível usá-la para simular diferentes conjunturas, auxiliando nos processos de planejamento e tomada de decisão, funcionando como uma ferramenta de planejamento financeiro, com arquivamento centralizado das simulações, com a contrapartida para a Embrapa do uso autorizado pelo usuário dos dados das simulações feitas no software. O CustoBov é resultado de uma demanda apontada por pecuaristas e técnicos que buscavam uma forma simples e eficiente de apurar os custos de produção e outros indicadores econômicos da atividade pecuária. Contribui significativamente para a melhoria da gestão do negócio pecuário, auxiliando no aumento da rentabilidade da atividade. A versão 1.0 do aplicativo CustoBov web está disponível no link: https://custobov.cnpgc.embrapa. br/. Instituição parceira: Faculdade de Computação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Desafios de ciência e tecnologia para a cadeia produtiva da carne bovina no Brasil Os avanços exponenciais da ciência e tecnologia fazem com que rupturas ou mudanças profundas se tornem cada vez mais presentes em todos os setores da economia. Novas


Relatório Destaques 2019

tecnologias surgem e desaparecem de forma rápida, impactando os processos produtivos e a forma de se fazer negócios. Frente a este contexto, cada vez mais torna-se essencial antecipar cenários possíveis, realizar escolhas inteligentes e planejar de forma cada vez mais eficiente. A incorporação de práticas de inteligência estratégica, torna-se, assim, vital para o sucesso das instituições, que precisam mirar em alvos cada vez mais difusos e ágeis. Com o objetivo de subsidiar a definição de agendas estratégicas para formulação de políticas públicas e privadas, bem como a agenda programática de pesquisa, desenvolvimento e inovação das instituições de Ciência e Tecnologia, o Centro de Inteligência da Carne (CICARNE), apresenta o inédito estudo intitulado “Diretrizes 2040: Caminhos para a Ciência e Tecnologia na cadeia produtiva da carne bovina”, que contempla os grandes temas a serem priorizados na agenda de Ciência e Tecnologia pelo Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária (SNPA). Esse estudo contém a identificação, levantamento e sistematização dos principais desafios atuais de PD&I e TT para a cadeia produtiva da carne bovina no Brasil. Foram identificadas 10 megatendências para a cadeia produtiva nos próximos 20 anos. Instituições parceiras: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Produção Vegetal

Pasto Certo - versão 2.0 É uma plataforma integrada, disponível para Android, iOS e WEB (www.pastocerto.com), que fornece várias soluções, contribuindo para orientar o usuário na escolha da cultivar, sua implantação, estabelecimento e manejo.

Foto: Arquivo Embrapa

11

Sua primeira versão obteve grande aceitação (27.912 downloads em Android e 3.167 em iOS), além de várias sugestões de melhorias que foram incorporadas na versão 2.0. Foram mantidas funções existentes e realizadas implementações: inclusão de leguminosas (Arachis, Cajanus e Stylosanthes); idiomas espanhol e inglês; funcionalidades ‘onde comprar sementes de forrageiras’ e ‘escolha de cultivares forrageiras para a implantação de pastagens’. Unidades parceiras: Embrapa Pecuária Sudeste, Embrapa Cerrados e Embrapa Acre. Instituições parceiras: Faculdade de Computação da UFMS e UNIPASTO (Associação para o Fomento à Pesquisa de Melhoramento de Forrageiras). Seleção genômica e mapeamento associativo aplicados ao melhoramento de Brachiaria Desde seu início, nos anos 1980, o programa de melhoramento de Brachiaria da EMBRAPA vem sendo conduzido com base na seleção genética de plantas a partir de dados fenotípicos avaliados no campo. O processo de melhoramento convencional demanda em média 12 anos para desenvolver uma nova cultivar. Para tornar o programa mais ágil, o caminho é agregar em sua rotina técnicas de biologia molecular, a exemplo da seleção genômica, que emprega simultaneamente centenas a milhares de marcadores moleculares que cobrem todo o genoma da espécie para predizer valores genéticos genômicos de características complexas, de herdabilidade baixa a média, e/ou cuja determinação dos fenótipos é trabalhosa. Conhecimento explorado no presente resultado: (i) Modelos ajustados para estimar os


12

valores fenotípicos dos híbridos para peso verde da planta, capacidade de rebrota, teor de proteína bruta e teor de fibra, todas elas características importantes na seleção para uso forrageiro, porém de avaliação trabalhosa, herdabilidade de baixa a moderada; (ii) Matrizes ajustadas para estimar o valor genômico dos híbridos com base em efeitos aditivos e aditivos e dominantes, nas configurações diploide e tetraploide; (iii) Simulações completas e comparações visando avaliar a acurácia de modelos de seleção genômica na predição de híbridos, combinando-se todos os cenários possíveis de número de características agronômicas, tamanho da população, ploidia e dosagem alélica; (iv) Análise da coincidência genética entre os métodos de seleção fenotípica e genômica; (v) genotipagem e processamento de cerca de 26 mil marcadores SNPs; (vi) estudo de mapeamento por associação considerando Brachiaria um alotetraploide, com comportamento diploide e tetraploide na segregação dos marcadores. Instituições parceiras: Departamento de Genética da ESALQUSP; Department of Horticulture, University of Wisconsin, Madison – USA.

Produção Animal

Plataforma +Precoce Aplicação web para auxiliar o produtor de bovinos de corte na tomada de decisão quanto ao sistema de produção mais adequado, permitindo que simule o desempenho econômico e ambiental de diferentes sistemas, tais como preconizados ou com modificações feitas pelo usuário. Permite acessar uma lista de sistemas, diferentes quanto ao bioma, a atividade foco da propriedade (cria, recria ou engorda), as tecnologias que utiliza, o

Foto: Rodrigo Alva

tamanho da propriedade, entre outros atributos; e, ao escolher um sistema, pode-se acessar um documento com a descrição técnica de como funciona, para que se possa replicá-lo em sua totalidade ou em partes. Oferece acesso a uma simulação padrão do sistema, que informará valores de diversos indicadores zootécnicos, financeiros e ambientais que auxiliam na avaliação de seus objetivos, seja do ponto de vista da viabilidade técnica, desempenho financeiro ou impacto ambiental. Disponibiliza um módulo que permite editar a simulação e modificar parâmetros. Com isso, pode-se fazer uma simulação customizada. Unidades parceiras: Embrapa Pantanal. Instituições parceiras: Faculdade de Computação da UFMS. Valores genômicos para características de importância econômica de touros e produtos da raça Senepol A predição de valores genéticos para características de importância econômica na raça Senepol, disponibilizados via Diferença Esperada na Progênie (DEP) era realizada sem incorporação de informações do genoma, restringindo-se às genealógicas e fenotípicas. De forma inédita para o Senepol em todo o mundo, esta tecnologia traz a genômica para o setor produtivo, gerando DEPs mais acuradas que possibilitam melhoria do processo seletivo, acelerando o progresso genético. As DEPs genômicas, preditas usando metodologia de vanguarda (single-step GBLUP), se diferenciam, especialmente, ao fomentarem a seleção de animais jovens e de características de cara e/ou difícil mensuração. Contribui para a qualificação genética do Senepol, possibilitando o aumento do uso de animais mais jovens na reprodução e reduzindo o intervalo de geração, levando a maior ganho ge-


Relatório Destaques 2019

nético por unidade de tempo, para que atributos importantes como eficiência alimentar e qualidade de carcaça sejam incorporados mais eficientemente nos programas de melhoramento. Unidades parceiras: Embrapa Gado de Leite. Instituições parceiras: Geneplus Consultoria Agropecuária no âmbito do Programa Geneplus Embrapa e Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol). e-Cattle: plataforma de IoT para pecuária de precisão Infraestrutura de internet das coisas (Internet of Things - IoT) de baixo custo para monitoramento e apoio à automação dos processos de produção de gado de corte. Baseada na necessidade de integração de produtos distintos de computação aplicada à pecuária que atacam problemas nas áreas de: uso de sensores para captura de dados a campo; processamento de dados em softwares de monitoramento; e automação no manejo utilizando informações para análise e tomada de decisão. Estes produtos compõem o portfólio de um ecossistema digital para a pecuária de corte, que visa fomentar a transformação digital no agronegócio. Foi desenvolvido um middleware, denominado BigBoxx, que age como um ou mais nós que implementam camadas essenciais: recebendo, organizando, persistindo e fornecendo dados sensoriais para aplicativos e ferramentas. Atua como um gateway de infraestrutura de IoT, implementando as outras camadas que, em outras soluções, são delegadas a servidores remotos e, dessa forma, a necessidade de comunicação via Internet é opcional, reduzindo custos e possibilitando que propriedades em áreas inóspitas,

13

comuns no Brasil, possam fazer uso de tecnologias de vanguarda. Foi desenvolvido em software livre de código aberto, estando disponível à comunidade para a criação de ativos mercadológicos que possam gerar negócios a partir de empresas. Além disso, provê uma base tecnológica mínima que possibilita aos produtores adotarem tecnologias de software que possam consumir dados sensoriais, fomentando a criação de ativos digitais por outras empresas do mercado. Instituições parceiras: Faculdade de Computação da UFMS.

Indicadores técnicocientíficos O quantitativo das publicações da Embrapa Gado de Corte está de acordo com a tabela a seguir. Produção técnico-científica Artigo em Periódico indexado

Quantidade 46

Artigo em Periódico indexado A1

9

Artigo em Periódico indexado A2

11

Artigo em Periódico indexado B1

5

Artigo em Periódico indexado B2

3

Artigo em Anais de Congresso

11

Artigo de divulgação na mídia

2

Folder/Folheto/Cartilha

2

Resumo em Anais de Congresso

58

Capítulo em Livro Técnico-científico

31

Orientação de Dissertações e Teses

3

Programa de rádio

1

Comunicado Técnico / Recomendação Técnica

3

Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento

2

Documentos

8

Autoria / Organização / Edição de Livros

3

Fonte: Ainfo-Embrapa Gado de Corte.

Foto: Rodrigo Alva


14

Categoria dos resultados de P&D entregues

Quantidade

Metodologia técnico-científica

8

Capacitação e atualização tecnológica de agentes multiplicadores

7

Processo agropecuário

6

Software para clientes externos

6

Banco de dados

3

Estudo prospectivo

2

Estudo socioeconômico ou de avaliação de impacto

2

Processo ou metodologia com fins organizacionais e gerenciais

2

Produto/Insumo agropecuário ou industrial

2

Apoio à formulação ou execução de Políticas Públicas

1

Arranjo institucional

1

Coleção biológica

1

Software corporativo ou específico TOTAL

1 42

Fonte: SISGP-Embrapa Gado de Corte

Atuação em projetos Projetos financiados pela Embrapa Liderança

Quantidade

Cooperações para Pesquisa e Desenvolvimento Foram celebrados 8 contratos de cooperação em prol do desenvolvimento de novos conhecimentos e tecnologias, além de termos de confidencialidade com cinco diferentes empresas potenciais cooperantes, para abertura de informação confidencial, os quais, por motivo de segurança da informação, não estão descritos abaixo. Dentre os contratos de cooperação técnica, incluem-se:

Contratos de Cooperação Técnica e Acordos de Transferência de Materiais Parceiro/Instituição

Promover o melhoramento genético bovino, por meio da realização de Provas de Avaliação de Desempenho (PAD).

Produzir Agropecuária Ltda.

Validação dos Estilosantes Bela e Campo Grande para recuperação de solos degradados.

Rubens Forbes Alves de Lima e Fundapam

Prospecção de mutações no gene GDF-8 e desenvolvimento do um teste de DNA para avaliar a(s) mutação(ões) causativa(s) da hipertrofia muscular em bovinos da raça Bonsmara.

José Lemos Monteiro

Desenvolver e avaliar processos agropecuários para a criação de bovinos da raça Brangus em regime de pastejo, para emprego em sistemas de produção de carne bovina e redução na idade ao abate.

Biosul (Associação dos Produtores de Bionergia de Mato Grosso do Sul); Sindal (Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool do Estado de MS); Fundapam (Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária e Ambiental)

Geração de informações e tecnologias para uso no controle integrado da mosca-dos-estábulos e prevenção de seus surtos, realização de pesquisas, aquisição de equipamentos e materiais afins, manutenção de colônia da mosca, avaliação de eficácia de produtos, desenvolvimento e avaliação de armadilhas, remessa de amostras e materiais e participação em reuniões e eventos de interesse.

18

Parceria

40 TOTAL

58

Fonte: CTI – Embrapa Gado de Corte.

Liderança em projetos financiados por outras fontes

Quantidade

CNPq

4

FUNDECT

3

Rede ILPF

Objeto

Geneplus Consultoria Agropecuária

1 TOTAL

8

Fonte: CTI – Embrapa Gado de Corte.

Participação em projetos financiados por outras fontes Fundect

Quantidade 2

TOTAL

2

Fonte: CTI – Embrapa Gado de Corte.

Foto: Eliana Cézar


Relatório Destaques 2019

Parceiro/Instituição

15

Foto: Rodrigo Alva

Objeto

CONNAN Ltda.; Fundapam

Soluções que aumentem a eficiência das estratégias de nutrição de bovinos de corte com vistas à redução da idade de abate e de reprodução, bem como à promoção do aumento de índices zootécnicos em núcleo de seleção genética.

Biotick Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico Ltda.; Fundapam

Implementação de nova pesquisa científica e tecnológica para o desenvolvimento e avaliação de um Produto.

ABCZ – Associação Brasileira dos Criadores de Zebu

Prorrogar vigência de Acordo anterior para produzir resultados unificados de estimativas genéticas genômicas para animais de raças zebuínas contempladas pela ABCZ.

Parceiro/Instituição: UFSJ – Universidade Federal de São João Del Rei

Prorrogar vigência do Acordo de Transferência de Material original e incluir novos materiais biológicos relacionados no Anexo I do instrumento originário aditado.

Fonte: SPAT – Embrapa Gado de Corte.

Eventos técnico-científicos Workshop Prova de Avaliação de Desempenho da Raça Nelore – I PADN 2019 O Programa Geneplus e a Embrapa realizaram, nos dias 5 a 7 de junho, um workshop que reuniu 71 pessoas, a maioria criadores de gado. Durante o evento, houve uma capacitação para os técnicos do Geneplus, palestras de motivação e competência profissional sobre o sistema Geneplus de Resultados; escolha de animais do Programa de Avaliação de Touros Jovens (ATJ) e também a realização de um dia de campo de encerramento do resultado da 1ª Prova de Avaliação de Desempenho do Nelore do ano (PADN 2019).

Foto: Arquivo Embrapa

15ª Jornada Científica

Entre 10 e 12 de junho os pesquisadores, estagiários, bolsistas e pós-graduandos da Embrapa Gado de Corte estiveram envolvidos nas apresentações de trabalhos e nas avaliações dos acadêmicos da 15ª Jornada Científica, que teve como tema “Comunicação na Ciência: compartilhar para multiplicar”. Foram 36 trabalhos apresentados. Além da apresentação dos resumos dos estudantes, a Jornada contou com o Prof. Dr. Cícero Rafael Cena (INFI/UFMS), proferindo a palestra de abertura, no dia 10, “Divulgação científica e o Pint of Science Festival”. A palestra de encerramento, no dia 12 à tarde, foi proferida pelo biólogo Lucas Andrade, e teve como tema o programa de que faz parte, o “Alô, Ciência?”. Para a inscrição, os participantes doaram fraldas geriátricas que foram entregues à SHIRPHA Lar do Idoso – instituição fundada em 1976, sem fins lucrativos, de natureza filantrópica e não governamental, que atende 80 idosos.


16

Workshop sobre a marca-conceito “Carbono Nativo” Em junho, nos dias 11 e 12, aconteceu o workshop para definição de diretrizes da marca-conceito “Carbono Nativo”. O evento reuniu, no SEBRAE/MS, 28 especialistas de 13 Unidades da Embrapa, todos envolvidos em pesquisas que vinculam sistemas de integração e mitigação de carbono.

2º Workshop Internacional da Mosca-dosEstábulos

TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA Programa de Boas Práticas Agropecuárias – BPA

O evento, organizado pela Embrapa Gado de Corte, teve início no dia 21 de outubro na Unidade sediada em Campo Grande (MS) e terminou em Bonito (MS), no dia 25 do mesmo mês. Participaram do workshop 17 especialistas, oriundos de países como Costa Rica e Uruguai, além dos brasileiros e também de um americano, que participou por meio de videoconferência.

10º Workshop sobre Mosca-dos-Estábulos

No dia 2 de dezembro, a Embrapa Gado de Corte, em parceria com a Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul- Biosul, reuniu cerca de 60 pessoas entre pesquisadores, técnicos, usineiros e pecuaristas no workshop. A programação contou com apresentações dos pesquisadores da Embrapa, Thadeu Barros e Paulo Cançado, além do Técnico Guilherme Almeida do Sistema Famasul e de dois consultores, Taciany Ferreira da Volare Consultoria Ambiental e de Samir Kassab da Legado Consultoria.

As Boas Práticas Agropecuárias – Bovinos de Corte (BPA) referem-se a um conjunto de normas e procedimentos a serem observados pelos produtores rurais, que além de tornarem os sistemas de produção mais rentáveis e competitivos, asseguram também a oferta de alimentos seguros, oriundos de sistemas de produção sustentáveis. O BPA é um programa de adesão voluntária para garantir ao mercado consumidor que os produtos ofertados atendam aos padrões mínimos de qualidade, além de permitir a rastreabilidade total do processo. Um total de 30 fazendas receberam o Atestado de Adequação às Boas Práticas Agropecuárias no ano de 2019.

Foto: Eliana Cézar


Relatório Destaques 2019

Eventos, visitas e cursos XIV DINAPEC – Dinâmica Agropecuária

A vitrine tecnológica anual, realizada pela Embrapa e o Sistema Famasul entre os dias 20 e 22/02/2019, teve como tema “Soluções para o Agro Sustentável”. A Dinapec ofereceu painéis, roteiros tecnológicos, oficinas e outras atividades gratuitas a produtores rurais, estudantes, técnicos, profissionais e empresários do setor. Neste ano, a feira trouxe espaços para expositores, aproximando os participantes das tecnologias e de empresas relacionadas a soluções tecnológicas para a agropecuária brasileira. A programação foi composta por 10 roteiros e 15 oficinas, 1 mesa redonda e 4 painéis que totalizaram mais de 40 tecnologias apresentadas e contaram com a presença de 12 unidades descentralizadas da Embrapa, 12 parceiros institucionais, além de expositores da iniciativa privada. Foi registrada a participação de cerca de 3.200 pessoas nos três dias do evento, sendo este público formado por pequenos e médios produtores rurais, empresários rurais, assentados da reforma agrária, do Brasil, da Bolívia e do Paraguai, bem como de estudantes de ciências agrárias. Em seu encerramento, o evento contou com a participação da Ministra da Agricultura , Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, que além de conversar com o público presente, visitou a feira e interagiu com produtores, técnicos, expositores e estudantes.

17

DINAPEC Kids

Diante da crescente desinformação a respeito da produção pecuária, a Embrapa Gado de Corte se propôs, mais uma vez, mostrar às crianças do ensino fundamental, o que há por trás da carne que é consumida em seus lares. Além de apresentar a Ciência que envolve a bovinocultura nacional, informações sobre a preservação ambiental e a sustentabilidade da atividade estavam no roteiro. O evento aconteceu dentro da Dinapec – Dinâmica Agropecuária - com o nome de Dinapec Kids, no dia 22 de fevereiro de 2019. No total, 300 crianças foram atendidas, entre os quartos e quintos anos do ensino fundamental das escolas municipais Orlandina Oliveira Lima e José do Patrocínio, Tic-Tac e Ideal, essas últimas, privadas.

Agroescola

O Curso Pós-Médio de Especialização Profissional Técnica em Pecuária de Corte foi implantado em julho de 2012 na modalidade presencial pela Embrapa Gado de Corte, por meio de Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), o Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia (FUNDECT), a Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e o Município de Campo Grande, MS. O principal objetivo do curso é aproximar o conhecimento e a geração tecnológica da Embrapa Gado de Corte dos setores de formação, capacitação e qualificação do trabalhador, utilizando-se das condições, instalações e tecnologias produzidas na Embrapa como Núcleo de Capacitação para os alunos formados em escolas agrotécnicas. A capacitação conta com Foto: Rodrigo Alva


Foto: Eliana Cézar

ded

18

atividades em período integral, que acontecem de segunda a sexta-feira na Agroescola e nos campos experimentais da Unidade. Sua duração é de até 12 meses e o curso tem uma carga horária de 1.600 horas/aulas. A turma de 2019 iniciou sua caminhada na Unidade em fevereiro do mesmo ano, com 12 alunos aprovados no processo seletivo realizado, onde foram concedidas 12 bolsas no valor de R$ 1.300,00 mensais para custeio de alimentação e moradia, via FUNDECT.

Formação de agentes multiplicadores externos de TT

No ano de 2019, foram preenchidas 369 vagas em cursos e especializações presenciais destinados a agentes multiplicadores de conhecimentos e tecnologias com uma carga-horária total de 552 horas. Curso

Quanto aos cursos oferecidos no formato de Educação à Distância – EAD, em 2019, o total de alunos que concluíram os cursos foi de 8.544. Tais cursos são oferecidos em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR e com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul/Escola de Governo. Nesta modalidade foi oferecida uma carga horária total de 2.082 horas (ver Tabela abaixo): Parceiro

Carga horária

Nº de concluintes

Bovinocultura de Corte – Pastagens

SENAR

400

1.006

Bovinocultura de Corte – Melhoramento Genético Animal

SENAR

180

673

Bovinocultura de Corte – Nutrição Animal

SENAR

240

558

Bovinocultura de Corte – Reprodução Animal

SENAR

180

646

Bovinocultura de Corte – Sanidade animal e Tecnologias

SENAR

240

672

Componente Animal nos Sistemas de ILPF

SENAR

150

628

Introdução aos Sistemas de ILPF

SENAR

80

573

Componente Vegetal nos Sistemas de ILPF

SENAR

100

532

Componentes Socioeconômico e Ambiental nos Sistemas de ILPF

SENAR

60

447

Particularidades dos Sistemas de ILPF nos Biomas Brasileiros

SENAR

160

458

Componente Solo nos Sistemas de ILPF

SENAR

40

903

Curso

Nº de cursos oferecidos

Carga horária

Nº de participantes

Inseminação artificial

8

320

84

Reprodução

1

24

12

Integração lavoura pecuária floresta

2

40

86

Solos

1

16

20

Geneplus

2

32

61

Andrologia

1

16

7

Manejo de Pastagem

SENAR

192

976

Carrapato

1

16

9

BPA – Precoce MS

60

472

Meta-ômicas

1

40

23

Pastagem

1

24

50

Governo MS/ Escola de Governo

Gestão agropecuária

1

24

17

2.082

8.544

552

369

TOTAL Fonte: SIPT – Embrapa Gado de Corte.

TOTAL Fonte: SIPT – Embrapa Gado de Corte.


Relatório Destaques 2019

19

Cooperações em Licenciamento transferência de tecnologia Licenciamento de campos Quatro contratos de cooperação e termos aditivos a contratos deste mesmo tipo foram firmados em 2019 com o objetivo de transferência de tecnologia e conhecimentos desenvolvidos pela Unidade. Parceiro/Instituição Geneplus Consultoria Agropecuária

Objeto Execução de trabalhos de pesquisa agropecuária, de interesse mútuo, consistentes na multiplicação do rebanho núcleo da Embrapa Gado de Corte e disseminação de sua genética superior melhorada para outros rebanhos da Embrapa e para rebanhos associados à Geneplus.

Central Jóia da India Estabelecer a cooperação técnica e Sêmen e Embriões financeira para a industrialização e Ltda. comercialização de doses de sêmen de Reprodutores de propriedade da Embrapa Gado de Corte. SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural)

Conjugação de esforços entre a Embrapa e o SENAR para desenvolver e manter capacitações em bovinocultura de corte para produtores, trabalhadores rurais e técnicos ligados a cadeia produtiva, por meio de Educação a distância ou presencial, bem como dar feedback, a partir de questionário de avaliação diagnóstica fornecido pela Embrapa, a fim de incrementar sua Transferência de Tecnologia.

Agraer - Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural

Aditivo para estender o Acordo para viabilizar ações de Transferência de Tecnologia e Capacitação.

Fonte: SPAT – Embrapa Gado de Corte.

Propriedade Intelectual

Um ativo de inovação teve seu pedido de registro e pré-inscrição solicitado junto ao MAPA/RNC durante o ano de 2019. Ainda houve uma marca que teve seu registro concedido pelo INPI durante o ano. Ativo

Tipo de PI

Situação

BRS Ybaté

Cultivar

Documentação para inscrição de material pré-comercial junto ao RNC/MAPA enviado à Secretaria de Inovação e Negócios da Embrapa.

BRS Ybaté

Cultivar

Documentação para pedido de registro no RNC/MAPA enviado à Secretaria de Inovação e Negócios da Embrapa.

Cria Certo

Marca

Registro Concedido pelo INPI

de produção de sementes de forrageiras

Visando a produção e comercialização de sementes de forrageiras tropicais desenvolvidas pela Embrapa Gado de Corte, no ano de 2019 foram firmados por esta Unidade, em parceria com a Secretaria de Inovação e Negócios (SIN), 25 contratos de Licenciamento para Multiplicação e Exploração Comercial de Sementes. Empresas Licenciadas

Número de Contratos(1)

Cultivares Licenciadas

AAX Produção e Comércio de Sementes Ltda.

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Agropastoril Santos Cunha Eireli - Sementes Fortforma

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Alexandre Jacques Bottan

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Antônio Odair Firmano

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Atto Agrícola Ltda.

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Cooperativa Agropecuária Pioneira Ltda. COOAPI

3

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Facholi Produção, Comércio e Indústria, Importação e Exportação Ltda

2

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Latinsem Comércio Importação e Exportação de Sementes Ltda.

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Pastobrás Sementes Ltda.

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Sementes Boi Gordo Ltda.

2

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Fonte: SPAT – Embrapa Gado de Corte e INPI.

Foto: Arquivo Embrapa


20

Empresas Licenciadas

Número de Contratos(1)

Cultivares Licenciadas

Sementes Gasparim Produção Comércio Imp. e Exp. Ltda.

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Sementes Mineirão Ltda.

3

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Sementes Oeste Paulista Imp. Exp. Ltda.

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Sementes Pastoforma Ltda.

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Sementes Pontal Brasil Importação e Exportação Ltda.

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Sementes Ponto Alto Eireli – EPP

2

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Taiana Loeff Zandonadi

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

1

Brachiaria brizantha BRS Piatã

Wolf Seeds do Brasil S/A TOTAL

desses ativos são produtos, nas mais diferentes fases da TRL (Technology Readiness Level): Ativo Armadilha para moscas

Armadilha de tecido impregnado com atrativo químico e inseticida para controle de adultos da moscados-estábulos em fazendas pecuárias e/ou usinas sucroalcooleiras.

BRS Ipyporã (P/ bioma amazônico)

Extensão de uso da cultivar híbrida de Brachiaria “BRS Ipyporã” para o bioma amazônico visando a produção de bovinos a pasto, sob lotação contínua.

Controlpec

Sistema de controle financeiro para a pecuária. Permite ao produtor ou técnico cadastrar múltiplas fazendas e gerenciar suas movimentações financeiras de forma individualizada e customizada.

CUSTObov

permite calcular as margens que refletem o desempenho econômico da propriedade e fornece ao produtor uma série de análises que permitem o controle financeiro do negócio pecuário.

Pasto Certo

Aplicativo para dispositivos móveis e desktop sobre cultivares de forrageiras tropicais. Versão PWA multiplataforma (Android, iOS e desktop). Permite o acesso, de forma rápida e integrada, às características das principais cultivares de forrageiras tropicais lançadas pela Embrapa e outras de domínio público, possibilitando identificar/diferenciar cultivares e informar as principais recomendações e restrições de cada uma delas, além de outras funcionalidades.

Plataforma eletrônica de software Forrageiras

Plataforma eletrônica de software composta por uma ferramenta Web e outra Mobile (aplicativo) para acesso, de forma rápida e integrada, às características das principais cultivares de forrageiras (gramíneas tropicais e leguminosas) da Embrapa e de domínio público, com as funcionalidades identificação de cultivares de forrageiras, escolha de cultivares de forrageiras e indicação de local para aquisição de sementes.

25

Contratos com vigência inicial em 2019 Fonte: SPAT – Embrapa Gado de Corte..

(1)

Licenciamento de tecnologias

Durante 2019, as seguintes tecnologias foram comercializadas por empresas parceiras da Unidade, por meio de licenciamento:

Tecnologia Licenciada

Plataforma +Precoce

Instituição

BRS Bela

Sementes Boi Gordo Ltda. Sementes Safrasul Ltda. Germipasto Ind. Com. Imp. Exp. de Sementes Ltda.

BRS Ipyporã

UNIPASTO

BRS Quênia

UNIPASTO

BRS Piatã

UNIPASTO

BRS Paiaguás

UNIPASTO

BRS Tamani

UNIPASTO

BRS Zuri

UNIPASTO

Régua de Manejo de Pastagens

Polite Polímeros e Tecnologia Prático de Garça Indústria e Comércio

Fonte: SPAT - Embrapa Gado de Corte.

Qualificação de ativos Foi realizada a qualificação (identificação, caracterização e análise de mercado) de 11 ativos tecnológicos no sistema Gestec, da Embrapa durante o ano de 2019. A maioria

Descrição

Aplicação web desenvolvida para organização e disponibilização de informações de sistemas de produção de bovinos de corte e modelos matemáticos em bases de dados destes sistemas de produção para simulações de desempenho econômico, zootécnico e ambiental, no contexto de produção de bezerros e de novilhos precoces, com ênfase ao atendimento a parcerias e programas de bonificação de carcaças por qualidade.

Protocolo para manejo e controle de carrapatos

Conjunto de procedimentos e práticas otimizados para o controle de carrapatos no boi e no cavalo. Esse resultado apresenta uma nova proposta de controle do parasita para uso em sistema de produção agroecológico, ou seja, a produção de bovinos sem a utilização de acaricidas, o que atende uma demanda de nicho de mercado.

Protocolo para manejo de pastos multigramíneas

Prática de manejo para pastos multigramíneas com a finalidade de redução da estacionalidade da produção de forragem (diferença na produção nas estações de águas e seca).

Software web para classificação de riscos para a saúde pública.

Possibilita a classificação de riscos para a saúde pública (transmissão por alimentos) das possíveis ocorrências na inspeção ante e post mortem de bovinos. Permite a rápida análise dos dados obtidos pelo SIGSIF e riscos potenciais descritos na literatura, bem como possibilita simulações de diferentes cenários epidemiológicos.

Valores genômicos, apresentados na forma de DEP (diferença esperada na progênie)

Abrange diversas características de importância econômica de touros, matrizes e produtos da raça Senepol, participantes do Programa de Melhoramento Genético do Senepol da Associação Brasileira de Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol) e do Programa Geneplus Embrapa.

Fonte: SPAT – Embrapa Gado de Corte.


Relatório Destaques 2019

21

Cadastros no Sisgen

analistas de diversas Unidades, que atuam com o tema, levam a produtores e técnicos informações a fim de colaborar para o desenvolvimento de suas propriedades rurais.

Durante o ano de 2019, as atividades da Embrapa Gado de Corte no Sisgen (Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético e do Conhecimento Tradicional Associado) se concentraram em ajustes e atualizações, tanto dos acessos cadastrados (inclusão de equipe, instituições parceiras e resultados) quanto do termo de compromisso. Foram realizados 8 Cadastros novos (referentes a atividades executadas a partir de 17/11/2015, já no âmbito da Lei nº 13.123, de 2015) e 20 atualizações, cancelamentos e retificações.

A revista domina o mercado editorial da região Sul do País, mas com penetração no Sudeste, estado de Goiás, Distrito Federal e crescendo participação em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Com tiragem de 20 mil assinantes (80% pecuaristas e ILP), ela migra para o meio digital e, assim, as possibilidades de divulgação aumentam.

COMUNICAÇÃO Estratégias de divulgação na mídia Artigos na mídia

Consciente que a divulgação científica tem um papel relevante para que a sociedade adquira conhecimento não somente sobre ciência, mas o seu entorno, a Embrapa Gado de Corte aceitou o desafio de ampliar essa divulgação e, por consequência, o conhecimento. O primeiro deles foi coordenar a coluna Documento Embrapa, em parceria com outras Unidades da Empresa, a publicação de artigos técnico-científicos na Revista AG, do Estado do Rio Grande Sul, especializada em pecuária. Mensalmente, os pesquisadores e

Pauta pro café

Paralelo à intensificação de artigos de divulgação, percebeu-se a necessidade de aprimorar os conceitos de comunicação nas fontes, assim nasceu o Pauta pro Café, uma iniciativa que abriu um espaço de diálogo, troca e aprendizagem entre a imprensa e a pesquisa para, dessa forma, aprimorar a divulgação científica brasileira. O pontapé inicial foi durante a Jornada Científica da Embrapa Gado de Corte que teve como lema “Comunicação na Ciência: Compartilhar para Multiplicar!” e fomentou o debate com a participação de


22

comunicadores que produzem conteúdo relacionado à Ciência. • UCDB Play - reportagens com os trabalhos de pesquisa da Universidade Católica Dom Bosco na plataforma facebook. • IFMS Comunica - vídeos explorando o universo do Instituto Federal de MS na plataforma youtube. • Extensão e Pesquisa - programa de rádio da Universidade Federal de MS em rádio (FM e on-line).

• Como se tornar um influenciador da Ciência? Os resultados estão em acompanhamento e serão percebidos ao longo dos próximos anos, assim como levar novos assuntos, como fotografia digital em celular, oratória, identidade visual em palestras, dentre outros indicados pelos participantes.

Pasto Certo

Pontapé dado, as equipes de gestores, pesquisadores e analistas, principais fontes da Unidade, participaram de

A ação teve reforço em lembretes virtuais. Foto: Arquivo Embrapa

encontros com profissionais da área e pequenos treinamentos. • Encontro pesquisadores e jornalistas (a realidade por trás). • Como escrever um artigo de divulgação? • Como conceder uma entrevista à TV?

Em 2019, a divulgação das cultivares forrageiras, parceira Embrapa e Unipasto, recebeu o incremento de vídeo-pílulas. Uma parceria do grupo de pesquisadores de produção vegetal, com suporte da comunicação e empresa terceirizada. A presença da Unidade manteve-se em canais


Relatório Destaques 2019

nacionais e regionais e em diversos formatos.

Comunicação interna A transformação passou pelo Mural Acontece. Visual e conceitual, o canal de comunicação inseriu seções interativas, como Compartilhar, na qual os empregados sugerem experiências positivas.

23

O Berrante, informativo digital, em versão reduzida enviada por um aplicativo de gerenciador de mensagens instantâneas, tornou-se um podcast semanal, atendendo mais uma vez aos pedidos dos empregados lotados nos campos experimentais e a tendência mundial pelo formato de informação.

Em parceria com a Comissão Interna de Qualidade de Vida no Trabalho e o Setor de Gestão de Pessoas construiuse uma ação para os empregados que aderiram ao Plano de Demissão Incentivada.


24

Já em parceria com o Comitê Local de Publicações deu-se início a Série Dicas do Portuga.

Mídias sociais Os canais de mídias sociais dão suporte à divulgação científica. A página oficial da Unidade no facebook completou dez anos em 2019; enquanto o perfil no twitter completará uma década no próximo ano. A partir da reformulação da gestão de seus conteúdos, iniciada em 2018 e aprimorada em 2019, essas plataformas confirmaram-se como espaços democráticos de integração e conexão com os distintos públicos-alvo da Empresa. Enquanto isso, no youtube, ajustou-se a periodicidade dos vídeos, o que impactou na adesão dos visitantes e a aplicação das mais recentes técnicas de SEO (sigla em inglês de Otimização de Buscas em sites) chegarão em 2020.

GESTÃO ORGANIZACIONAL Destaques de gestão Foram trabalhados durante o ano, 110 ações gerenciais de melhoria em processos existentes e novos de forma a aprimorar a qualidade dos serviços prestados e resultados a serem entregues à sociedade. Todos os setores da Unidade trabalharam pelo menos uma melhoria. Dentre os resultados alcançados, cinco práticas foram consideradas como destaque, as quais são descritas brevemente a seguir.

Matriz de Habilitação

Conjunto de matrizes que congrega, em um único local, o mapeamento de todas as atividades desenvolvidas por cada setor, núcleo, comitê e laboratório da Unidade, com a identificação de quais são os conhecimentos necessários para o desenvolvimento das atividades, quem as executa, e qual seu nível de habilitação para desenvolvê-las, permitindo uma visão estratégica de quais competências a Unidade possui, e quais são os gaps que ainda precisam ser trabalhados. A série histórica das competências da Unidade está mapeada desde 2015, atualmente com 68 matrizes. A matriz tem impacto direto na otimização, eficiência e melhoria de vários processos, dentre os quais merecem destaque: saúde e segurança do trabalho (PPRA, Laudos Técnicos, Ordens de Serviços, PPP, eSocial); construção dos planos anuais/bianuais de capacitação com a avaliação da necessidade de aprendizagem e desenvolvimento de competências; ferramenta transversal no Sistema de Gestão Integrada da Qualidade; avaliação de desempenho no Integro (atividades de rotina são as das matrizes); caracterização das competên-


Relatório Destaques 2019

cias, subsidiando movimentação interna, contratações, pedidos de transferência de empregados, políticas internas de sucessão (inclusive do Plano de Desligamento Incentivado - PDI).

Banco de Interesse de movimentação interna de empregados

O processo inicia com um cadastro de interessados via formulário que permite o levantamento de conhecimentos, habilidades e experiências profissionais que não estavam registrados nos sistemas Embrapa, por não fazerem parte de suas atribuições funcionais. O link do cadastro é disponibilizado a todos empregados por um período para inscrição, semestralmente. O cadastro é dividido em 5 partes: Identificação; Área de Interesse; Conhecimentos (escolaridade, capacitações e experiências profissionais); Habilidades (campo aberto); Informações Complementares (participação em comitês e sublotações anteriores). A movimentação interna ocorre prioritariamente por necessidade da empresa e em conformidade com os critérios estabelecidos no plano de cargos, portanto, houve o cuidado de esclarecer que o cadastro não necessariamente obriga a empresa a efetivar as transferências internas. O Banco de Interesse contém 29 inscrições em um total de 218 empregados e já vem sendo utilizado como importante ferramenta de prospecção do interesse de movimentações internas, subsidiando tomadas de decisão da Chefia. Após a implementação foram efetivadas 5 movimentações com uso do banco. Permitiu à gestão da Unidade maior mobilidade, aproveitamento e dimensionamento da força de trabalho nos processos de movimentação interna de empregados, atendendo a necessidade da empresa, o interesse do empregado e o plano de carreira da Embrapa.

25

Coletor de dados experimentais do SIExp

O coletor reconhece de forma automática a identificação das unidades experimentais (etiquetas de código de barras, QR Code ou chips RFID embutidos) e possibilita o armazenamento digital de dados relacionados à unidade, e sua posterior submissão e sincronização ao módulo Web do SIEXP (Sistema de Informação de Experimento da Embrapa), quando conectado à Internet. O resultado de seu uso está associado a diretrizes de redução de custos e qualidade dos serviços prestados, pois permite economia de tempo, aumento da eficiência, melhoria na organização, mitigação de erros na coleta e anotação de dados, diminuição das perdas e eliminação do retrabalho de transcrever dados coletados a campo para planilhas. Os dados produzidos poderão ser compartilhados com as devidas autorizações, pois estarão padronizados e armazenados de forma segura, o que gerará um compartilhamento de conhecimentos internamente, podendo vir a ser também externo por meio de parcerias.

Sistemática de proteção de documentos sensíveis da Unidade

Foi realizado diagnóstico para identificação de todos os tipos de documentos e dados da Unidade, sendo descrito o tratamento atual, local de geração, manuseio, armazenamento e possíveis vulnerabilidades e riscos. O diagnóstico foi conduzido conforme POP (Diretrizes para Categorização e Tratamento de documentos) elaborado com a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN). Os empregados foram capacitados pela ABIN nos princípios gerais da Segurança da Informação (SI), para terem subsídios teóricos para o diagnóstico e categorização dos documentos, os quais foram identificados e categorizados com base nos requisitos do POP (Níveis de segurança: N1 - Público; N2 - Restrito à área; N3 - Restrito à determinadas pessoas). Após a categorização, foram estabelecidos Planos de Ações (5W2H) específicos por setor para proteção dos documentos sensíveis identificados (N2 e N3), de forma a sanar as vulnerabilidades e riscos detectados. A elaboração e execução dos Planos ficou sob a responsabilidade de cada setor/comitê/ laboratório. Capacitação de 101 empregados (43%


26

da UD), 126 documentos categorizados e 16 Planos de Ação para 101 documentos N2 e N3. O principal impacto observado de imediato foi a mudança de atitude quanto à maior observância de critérios de SI no cuidado diário dos documentos e ativos de informação.

Utilização racional de energia elétrica na Unidade

Foi realizado estudo detalhado de 16 contratos de energia referentes a cada unidade consumidora (UC), analisando todos os parâmetros relevantes de forma individualizada e ainda foi verificado o potencial de eficiência energética por especificidade da área e natureza da atividade realizada. Além da análise e renegociação dos contratos, que leva a um impacto direto na esfera financeira, foram conduzidas ações, de caráter estruturante, para fomentar o uso racional da energia, sem necessariamente significar perda de conforto ou depender de altos investimentos, as quais foram propostas a partir da análise do perfil de consumo de cada UC, para que as medidas estivessem de acordo com o padrão de consumo e os tipos de atividades realizadas. São realizadas campanhas de conscientização mais direcionadas a públicos específicos e visitas periódicas aos locais de trabalho para tiradúvidas e análise contínua dos ambientes. Em UCs com equipamento de grande porte com sistema de climatização e/ou irrigação os resultados foram significativos na diminuição dos custos (70% no horário de ponta e 20% no valor total). Nos campos experimentais, reparos culminaram na redução de 5% do consumo. No complexo laboratorial, foi instalado um banco de capacitores que proporcionou economia de R$ 5.400,00/ano (5% do gasto anual). Com a adequação dos contratos, houve redução correspondente a R$17.000,00/ano (4% do gasto anual).

Tecnologia da informação O Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) participou ativamente das ações corporativas em prol da Transformação Digital da Empresa, compondo a equipe do Observatório Digital da Agropecuária, grupo

componente do Sistema de Inteligência Estratégica da Embrapa, o Agropensa. Além disso, apoiou outras ações corporativas, como a implantação do Projeto Conecta (ERP), de criação dos Data Centers corporativos e de modernização de atendimento ao usuário. O Laboratory for Precision Livestock, Environment and Software Engineering (PLEASE Lab) atuou como ponto de apoio para os estudantes do Mestrado Profissional em Pecuária de Precisão da FACOM/UFMS, fomentando parcerias entre pesquisadores dessa instituição e da Embrapa. Ao longo do ano também foram finalizados o desenvolvimento de novas versões de diversos aplicativos móveis, como o CustoBov, Cria Certo, ControlPec, Arbopasto, GHG Protocol, Pasto Certo e Orçamento Forrageiro. Foi finalizada a primeira versão de uma plataforma de Internet das Coisas (do inglês, Internet of Things - IoT) para a pecuária, por meio da concepção e desenvolvimento de seu gateway que conecta redes sensoriais em propriedades rurais à nuvem. O mapa lógico da infraestrutura de rede foi atualizado. Diversos procedimentos técnicos de gestão dos serviços do CPD foram formalmente documentados. Novos membros foram integrados à equipe e um trabalho consistente de transferência e multiplicação de conhecimentos relacionados à gestão de infraestrutura de servidores e do parque tecnológico da Unidade foi realizado. Foram atendidos 905 chamados ao longo do ano de 2019, sendo estes gerenciados e acompanhados de forma transparente pela Central de TI. Além disso, foram realizadas 122 videoconferências com o apoio do NTI.


Visita Embaixada dos EUA. Foto: Arquivo Embrapa.

Relatório Destaques 2019

Articulação internacional O papel da articulação internacional é a intermediação entre o público internacional e as diferentes áreas de pesquisa e transferência de tecnologia da Embrapa. No ano de 2019 foram atendidos estrangeiros de 11 países que pertencem a três continentes – América, Europa e Oceania (Tabela 1). Em relação aos países americanos, destacam-se os nossos vizinhos sul-americanos, mostrando que estes continuam sendo países que têm muito interesse nas tecnologias desenvolvidas na Embrapa Gado de Corte. Os perfis dos visitantes sul-americanos continuam sendo de produtores rurais buscando tecnologias e conhecimento nas áreas de pastagens e melhoramento animal. Os visitantes que vieram à Embrapa Gado de Corte representaram 15 diferentes instituições ou organizações – duas universidades, cinco grupos de produtores/fazendas, uma empresa de sementes de forrageiras, uma empresa de sanidade animal, quatro organizações com foco em PD&I e duas embaixadas/consulados (Tabela 2). Destacam-se neste conjunto fazendas e cooperativas que representam um grande número de estabelecimentos produtivos na América do Sul. A Embrapa Gado de Corte é reconhecida pelo desenvolvimento de pesquisas efetivamente impactantes no continente. Suas tecnologias têm chegado a esses

27

países por meio de parceiros privados, principalmente empresas de sementes. É importante mencionar a busca de diversos países por tecnologias de produção sustentáveis como ILP e ILPF, fruto do trabalho de pesquisa realizada pela Embrapa Gado de Corte e parceiros. Destaca-se também, a visita de uma empresa do ramo de carnes alternativas, que busca parceria na produção de carnes híbridas (animal+vegetal). Os países de origem dos visitantes internacionais recebidos na Embrapa Gado de Corte (Total: 11): Países Alemanha

Holanda

Argentina

Polônia

Austrália

Portugal

Bolívia Colômbia

Uruguai

Estados Unidos Fonte: Articulação Internacional

Os países de origem dos visitantes internacionais recebidos na Embrapa Gado de Corte (Total: 11): Instituições

País

Centro Alemão de Ciência e Inovação (DWIH São Paulo)

Alemanha

Consulado Alemão

Alemanha

Produtores

Argentina

Meat & Livestock Australia

Austrália

Grupo Crea

Bolívia

Grupo Crea Tarumã

Bolívia

Produtores

Colômbia

Embaixada Americana

Estados Unidos

The Good Food Institute

Estados Unidos

Universidade de Missouri

Estados Unidos

Barenbrug

Holanda

Agritech

Polônia

Universidade de Evora

Portugal

Evolva SA

Suíça

Produtores

Uruguai

Fonte: Articulação Internacional

Visita Grupo Crea Tarumã – Bolívia. Foto: Arquivo Embrapa.

Suíça


28

Gestão de pessoas Recursos humanos

Em 2019, a Unidade contou com um total de 218(1) empregados. Cargos

Visita The Good Food Institute. Foto: Arquivo Embrapa.

Viagens ao exterior

Sete empregados realizaram 13 viagens ao exterior, onde foram visitados 6 países. Nº de empregados

Participação em eventos e instituições visitadas

Austrália

1

• Participação como mentora do Programa “Next Gens” (evento pré-congresso); participação no 22º International Farm Management Association Congress (IFMA), com apresentação de trabalho oral sobre a Carne Carbono Neutro. • Visita técnica à fazenda Formosa, do grupo Private Forests Tasmania, em Cressy/Tasmânia.

França

4

• Participação no IV WORLD CONGRESS ON AGROFORESTRY, em Montpellier, França, como palestrantes Side-Event -“The Carbon-Neutral Brazilian Beef Initiative: agrosilvopastoral systems toward biodiversity and safety production in the tropics”. • Participação no dia de campo “Mediterranean Agroforestry at Restineliéres farm”.

País

Espanha

4

• Reunião com prof. Carlos T Lopes de Pablo, Universidad Complutence de Madrid, Espanha. • Apresentação dos trabalhos CCN aos professores da Faculdade de Ciências Biológicas da Universidad Complutense de Madrid. • Visita à fazenda silvipastoril (Dehesa) em Madrid.

Panamá

1

• Participação como palestrante no XLVIII Congreso Nacional de Ganaderos na Cidade do Panamá, Panamá, cujo tema é “La Ganaderia a Pasto: uma Alternativa Viable, Sostenible y Rentable para Nuestra Actividad Económica”.

Paraguai

1

• Participação como palestrante nos Seminários Internacionais de Capacitación na 2ª Expo Pioneiros del Chaco paraguaio, na região de Loma Plata, Paraguay- Py, com a apresentação de duas palestras com os temas: Alternativas pastoriles: desarrollo de nuevas variedades e Manejo intensivo de pastoreo.

Estados Unidos

Espanha

1

1

• Participação da 9ª Reunião Anual da Parceria Multi stakeholders (MSP) da Agenda Global para a Pecuária Sustentável (GASL)/ FAO, como congressista, e na sessão paralela da Global Agenda for Sustainable Livestock, organizado pelo ILRI e CGIAR, “Improving collaboration between research and private sector to accelerate livestock innovation for sustainability into use”, como palestrante. • Participar de visita técnica a sistemas pecuários no Kansas, EUA. Visitar Centro de lnovacão da Compass, no Kansas e Departamento de Animal Science da K-State University, para prospectar futuros projetos em conjunto. • Participação como representante do Brasil, no side-event organizado pela Global Agenda for Sustainable Livestock (GASL) e LEAP (Livestock Environmental Assessment and Performance), da FAO.

Fonte: SGP – Embrapa Gado de Corte.

Pesquisadores

Analistas

Técnicos

Assistentes

50

42

39

87

Fonte: SGP – Embrapa Gado de Corte.

Durante o ano, 16 empregados foram desligados do quadro, sendo 14 no Plano de Desligamento Incentivado (PDI), três empregados foram transferidos para a Embrapa Gado de Corte, ao passo que um empregado da UD foi transferido para outra Unidade. O quadro abaixo representa os cargos dos empregados que entraram na Unidade: Empregados transferidos para a Unidade em 2019 Cargo

Setor

ASSISTENTE C

SCE

ANALISTA A

SPAT

TECNICO B

LAB VEG

Fonte: SGP - Embrapa Gado de Corte.

O quadro abaixo apresenta os cargos dos empregados desligados no PDI em 2019: Empregados desligados no PDI em 2019 Cargo

Qtde

Setor

PESQUISADOR I

1

LAB VEG

PESQUISADOR A

4

GSP; SIPT; GPV; GPA

ANALISTA A

1

NDI

TECNICO A

4

LAB VEG; SOF; NCO; Apoio Gestão P&D

ASSISTENTE A

3

SPA; SCE; LAB VEG

ASSISTENTE B

1

SMV

Fonte: SGP – Embrapa Gado de Corte.

1 Dos 218 empregados no quadro, sete empregados estão aposentados por invalidez, sendo 5 assistentes, 1 técnico e 1 analista.


Relatório Destaques 2019

29

Gráfico 1. 50,46% dos empregados estão com mais de 50 anos.

Capacitações e treinamentos em 2019

Com base em demandas advindas da Unidade, foram investidos R$ 21.775,01 em capacitações e treinamentos, totalizando 5.124 horas com uma média de 19,7 horas por empregado.

Gráfico 2. 21,10% dos empregados têm mais de 30 anos de serviço na Embrapa.

Sete empregados participaram ainda em treinamentos demandados pela Sede, num total de 232 horas, com investimento de R$ 11.079,63. Desta forma, no ano de 2019, foram investidos R$ 32.854,64, totalizando 5.356 horas em treinamentos. TREINAMENTOS - DEMANDA UNIDADE Cargo

Gráfico 3. Na Unidade, dos 218 empregados há 58 mulheres e 160 homens.

Contou-se com a colaboração de 135 acadêmicos, bolsistas e estagiários na Unidade.

Setor

Setor

Setor

Temas Obrigatórios

Saúde e Segurança no Trabalho

185

3.232h

Pesquisa Suporte à Pesquisa Laboratório

Garantia da Qualidade de processos analíticos de laboratório

45

1.476h

Inovação e Negócios Tecnológicos

Informação, Estratégias Pesquisa

8

64h

Desenvolvimento de Pesquisa e Experimentação

22

352h

260

5.124h

ERP

4

160h

Saúde e Segurança no Trabalho – PPR e PPA

3

72h

Pesquisa

Total Tipo de estágio

Estudantes

TREINAMENTOS DEMANDA SEDE

Obrigatório

31

Não-Obrigatório

18

Bolsista

40

Estudante (Pós-graduação)

46

Total

7

232h

135

Total Geral

267

5.356h

Total Fonte: SGP – Embrapa Gado de Corte.

Dos 46 estudantes de pós-graduação, 21 são do nível de Mestrado e 25 de Doutorado. Dentre os 40 bolsistas, 26 são do nível de Graduação.

Desenvolvimento Institucional Temas Obrigatórios

Foto: Dalízia Aguiar


30

Ações de formação Curso

Instituição/ País

Ano de início

Ano de conclusão

Pesquisador

Cientista Visitante (*)

University of WisconsinMadison/EUA.

2019

2020

Pesquisador

MBA gestão de Projetos

USP/Brasil

2019

2021

Cargo

(*) Uso de inteligência artificial e sistemas web de informação geográficas (WebSIG) para identificar o potencial de produção de novilho precoce. Fonte: SGP - Embrapa Gado de Corte.

Ações sociais voltadas a empregados

Foram realizadas várias ações sociais voltadas ao público interno envolvendo bem estar, saúde e segurança no trabalho:

• Campanha Abril Verde sobre prevenção de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais; • Campanha de vacinação contra a gripe: “Prevenir ou remediar? Embrapa Gado de Corte vacina!”; • Campanha para uso de cinto de segurança no transporte coletivo da Unidade; • Campanha Dezembro Vermelho sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e HIV; • Ações para promover o fim do uso de copos coletivos no campo; • Campanha Novembro Azul em parceria com o Senar; • Campanha outubro rosa: Uma Rosa para chamar de sua! • Setembro amarelo na unidade com a campanha: “Continue Vivo!” • Atendimento odontológico gratuito aos empregados e visitantes da DINAPEC 2019. Foto: Rodrigo Alva

Gestão de recursos materiais Compras realizadas por modalidade Modalidade

Quantidade

%

Valor (R$)

%

Dispensa de Licitação

59

62,77

862.158,17

22,07

Inexigibilidade

10

10,64

688.574,22

17,62

Adesão à Ata de Registro de Preço

8

8,51

233.904,31

5,99

Pregão Eletrônico

1

1,06

40.933,99

1,05

Pregão Eletrônico SRP

13

13,83

1.844.967,39

47,22

Pregão Eletrônico SRP (Órgão Participante)

2

2,13

4.030,73

0,10

Licitação Embrapa

1

1,06

232.724,64

5,96

Total

94

100,00

3.907.293,45

100,00

Fonte: SPS – Embrapa Gado de Corte.

Foram realizados 94 processos de compra com um total de R$3.907.293,45 em valores empenhados. Foto: Rodrigo Alva


Relatório Destaques 2019

31

Gestão de infraestrutura O quadro a seguir mostra as principais obras e serviços realizados no ano de 2019. Executor

Valor pago em 2019 (em R$)

Início

Conclusão

Execução de obras contempladas no Projeto de Segurança Contra Incêndio e Pânico na Embrapa Gado de Corte

LT CONSTRUÇÕES

R$ 165.648,66

2018

02/2019

Projeto de Reforma com Ampliação da Guarita de Acesso Principal

RADICE

R$ 25.000,00

2018

12/2019

Mudança de Reservatório

JP ENGENHARIA LTDA

R$ 18.495,00

2019

06/2019

Serviços de Manutenção Preventiva/ Corretiva

LT CONSTRUÇÕES

R$ 309.109,15

2018

12/2019

Serviços de Cloração de Água no Reservatório da Área Operacional

QUÍMICA CENTRAL DO BRASIL LTDA

R$ 6.160,00

2019

07/2019

COMERCIAL SBS EIRELI EPP

99.989,78

2018

07/2019

Descrição

Instalação de Sirenes, Alarmes, Sinalização e Luminárias de Emergência

• Execução de obras contempladas no Projeto de Segurança Contra Incêndio e Pânico na Embrapa Gado de Corte - Execução de obras contempladas no Projeto PSCIP N° 31/501.593/2016 aprovado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Mato Grosso do Sul em setembro de 2016, com a finalidade de atendimento às Normas Técnicas e garantir a segurança dos empregados e patrimônio contra incêndio e pânico. • Projeto de Reforma com Ampliação da Guarita de Acesso Principal - A contratação de elaboração de Projeto ocorreu devido a necessidade de se refazer a cobertura devido a sua demolição indicada pela área de engenharia da Embrapa por questões de segurança, reordenamento do fluxo com a abertura de uma quarta via atendendo o aumento de fluxo com a implantação do Centro de Excelência

em Bovinocultura de Corte, do Senar -MS/Sistema Famasul, em área cedida em comodato, melhoria da estrutura predial tornando os ambientes mais funcionais com o intuito de oferecer aos vigilantes melhores estruturas laborais para controle de acesso e atendimento ao público usuário e redefinição dos locais de instalação dos equipamentos de controle de acesso, melhorando funcionalidades. • Mudança de Reservatório - Mudança de reservatório metálico, capacidade 35 m³, tipo coluna cheia, com a desinstalação na área operacional e instalação próximo ao poço 2, onde posteriormente foi realizado o processo de cloração da água para atender a Portaria MS N° 2.914/2011, uma vez que utilizamos água de poço artesiano. • Serviços de Manutenção Preventiva/ Corretiva - Os Serviços destinam-se ao atendimento da demanda da Embrapa por manutenções de caráter preventivo ou corretivo, por meio da execução eventual de serviços de infraestrutura na Embrapa Gado de Corte (Fazenda Sede e Fazenda Modelo), de baixa complexidade e curta duração de execução, que visem restabelecer as suas condições normais de funcionamento e um ambiente de trabalho adequado e confortável para o público em geral e para ações nos Campos Experimentais, contribuindo para o desenvolvimento das atividades precípuas desta Unidade. Estes serviços não caracterizam obras de reformas ou mesmo novas construções. Devido ao reduzido quadro de pessoal de manutenção, a empresa possui baixa disponibilidade de mão-de-obra especializada, equipamentos, ferramentas e materiais causando pouca agilidade para a sua mobilização e atendimento tempestivo às demandas das Unidades. A referida contratação, visa atender de forma tempestiva e eficiente demandas


32

relacionadas a serviços de manutenção preventiva e corretiva das edificações/ instalações da Embrapa Gado de Corte. • Serviços de Cloração de Água no Reservatório da Área Operacional - Os serviços de cloração foram contratados para atender a Portaria MS N° 2.914/2011, uma vez que utilizamos água de poço artesiano. A Portaria determina o uso de água potável para o consumo humano e, para que uma água seja considerada potável, deve-se atender ao padrão de potabilidade, que envolve padrões estabelecidos para parâmetros físicos, químicos, microbiológicos, organolépticos, cianobactérias/cianotoxinas e radioatividade. • Instalação de Sirenes, Alarmes, Sinalização e Luminárias de Emergência - Serviços complementares contemplados no Projeto PSCIP N° 31/501.593/2016, aprovado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Mato Grosso do Sul em setembro de 2016 com a finalidade de atendimento às Normas Técnicas de segurança contra incêndio e pânico relacionadas, a fim de garantir a segurança dos empregados e do patrimônio.

Gestão orçamentária e financeira Recursos recebidos em 2019

Os recursos aplicados na Embrapa Gado de Corte são provenientes de orçamento governamental, de captações de recursos de receita indireta e de doações de bens e materiais recebidas. O total de recursos disponíveis foi de R$ 9.763.288,50, sendo que o orçamento da Unidade foi de R$ 8.160.424,74, a captação de recursos de receita indireta foi de R$ 1.545.531,00 e as doações recebidas de R$ 57.332,76.

Fonte

Valor (R$)

1. Total - Orçamento

8.160.424,74

1.1. Tesouro

5.428.483,47

1.2. Receita Própria

2.449.916,60

1.3. Convênios

282.024,67

2. Total - Receita Indireta

1.545.531,00

3. Total - Doações de bens e materiais recebidas

57.332,76

Total de recursos (1 + 2 + 3)

9.763.288,50

Fonte: SOF - Embrapa Gado de Corte.

Destinação de recursos

Os recursos recebidos foram destinados de acordo com a tabela a seguir: Destinação dos recursos da Unidade

Valor por fonte de Recursos (R$) Orçamento

Receita indireta

Doações

Total

Aquisição de novos equipamentos: máquinas, implementos agrícolas, veículos, laboratoriais, tecnologia da informação e comunicação e licenças de softwares.

1.801.600,75

215.246,00

0,00

2.016.846,75

Aquisições de materiais de consumo para laboratórios e campos experimentais, combustíveis, manutenções da Unidade, prestações de serviços, despesas fixas (água, luz, telefone, vigilância e limpeza), bolsas de estágio não obrigatório, diárias e passagens, realização de cursos e eventos e outras despesas.

6.358.823,99

1.208.072,00

57.332,76

7.624.228,75

Bolsas de instituições de fomento

0,00

122.213,00

0,00

122.213,00

8.160.424,74

1.545.531,00

57.332,76

9.763.288,50

Total

Fonte: SOF – Embrapa Gado de Corte.


Relatório Destaques 2019

33

BALANÇO SOCIAL Contribuição da Embrapa Gado de Corte Tecnologia

Benefício (R$)

Capim Massai

484.010.892,29

Capim Marandu

3.344.258.095,08

Capim Mombaça

2.573.030.811,62

Capim Piatã

249.171.556,80

Estilosantes Campo Grande

76.052.028,99

Sistema de Integração Pecuária-Floresta (IPF) m Mato Grosso do Sul

11.658.899,74

Touros Nelore superiores avaliados pelo Programa Geneplus-Embrapa para uso em monta natural

68.972.053,50

Total

6.807.154.338,02

Fonte: Balanço Social da Embrapa 2019.

Ações sociais e técnicas voltadas ao público externo As ações sociais e técnicas voltadas ao público externo da Unidade estão apresentadas abaixo: • Estudantes voltam à Embrapa em Dinapec Kids; • Comemorações na Embrapa Gado de Corte rendem frutos a famílias carentes da comunidade; • Embrapa Gado de Corte realiza natal solidário; • Com “Leilão do Bem” empregados da Embrapa Gado de Corte doam mais de 700 kg de alimentos para famílias carentes; • Embrapa Gado de Corte realiza programa de ação ambiental

continuada para preservação de áreas de fragilidade ambiental localizadas na Fazenda Sede; • Embrapa Gado de Corte capacita mais 12 jovens no Programa Agroescola; • Visitas realizadas na Embrapa Gado de Corte levam 191 pessoas a conhecerem os trabalhos realizados na Unidade; • Três workshops realizados pela Embrapa Gado de Corte reúnem 101 pessoas; • Quatro dias de campo trouxeram 146 pessoas à Embrapa Gado de Corte em 2019; • Cursos de temas diversos movimentaram a Embrapa Gado de Corte em 2019; • Embrapa Gado de Corte organiza um Simpósio Internacional e participa da organização de um Nacional; • Jornada Científica da Embrapa Gado de Corte apresenta 36 resumos em junho; • Nutrição e utilização de Cercas foram temas de reuniões técnicas na Embrapa Gado de Corte; • A 14ª edição da Dinapec aconteceu entre 20 e 22 de fevereiro na Embrapa Gado de Corte; • Entre feiras e exposições, Embrapa Gado de Corte esteve presente em três grandes eventos realizados em Campo Grande.

Premiações e homenagens recebidas Homenagens pelo Dia do Zootecnista

O pesquisador do Núcleo Centro-Oeste, Fernando Alvarenga Reis, foi homenageado pela Câmara Municipal de Campo Grande (MS) com a Medalha Legislativa Marcelo de Oliveira Andreotti, por ocasião do Dia Municipal do Zootecnista, 13 de maio. Foto: Arquivo Pessoal


34

A honraria é dedicada àqueles que se destacam no exercício de suas atividades profissionais atuando no planejamento e execução de projetos de produção animal e de alimentos, respeitando simultaneamente, o meio ambiente, o bem-estar animal, as condições socioeconômicas da população envolvida e a satisfação do consumidor final. Fernando Reis tem mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal de Minas Gerais e é pesquisador da Embrapa Caprinos e Ovinos. É coordenador do Núcleo Regional Centro-Oeste para Caprinos e Ovinos, com sede em Campo Grande, na Embrapa Gado de Corte. Desde 2011, coordena a Câmara Setorial Consultiva da Ovinocaprinocultura de Mato Grosso do Sul.

Gonçalves Carvalho, a Medalha Legislativa é um reconhecimento aos que fizeram a medicina veterinária ser uma profissão conceituada, reconhecida e respeitada. Renato Andreotti é médico-veterinário desde 1982, com mestrado e doutorado em biologia molecular pela Universidade Federal de São Paulo e pós-doutorado nos Estados Unidos. Está na Embrapa há mais de 30 anos e atua na área de bioquímica, com ênfase em biologia molecular atuando em eco epidemiologia e diagnóstico e controle de parasitos. Foto: Arquivo Pessoal

Renato Andreotti é homenageado com medalha legislativa Em celebração ao dia do médicoveterinário, comemorado em 9 de setembro, o pesquisador Renato Andreotti foi homenageado pela Câmara Municipal de Campo Grande em solenidade oficial. A solenidade de entrega da Medalha Legislativa “Olímpio Crisóstomo Ribeiro” teve a participação do presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária e Zootecnia, Rodrigo Bordin Piva. Criada pelo parlamentar campo-grandense e médico-veterinário Francisco

Foto: Arquivo Pessoal

Ana Paula “Boiadeira” recebe homenagem na Câmara Municipal

A médica-veterinária Ana Paula Sivieiro Leite, que atua no Laboratório de Reprodução Animal, foi homenageada, em outubro, com uma Moção de Congratulação pela Câmara Municipal de Campo Grande (MS), em Sessão Solene. A homenagem foi feita pelo vereador Carlos Augusto Borges (Carlão) e integrou as atividades do Outubro Rosa na casa legislativa. A assistente, Ana Paula Leite, está na Empresa desde 94, atuando no campo em manejo de bovinos, com vacinação, marcação, castração, doma, inseminação, monta e outras atividades. Em 2011 gradou-se em Medicina Veterinária pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e hoje faz especialização em reprodução clínica e cirurgia de bovinos e equinos.


Relatório Destaques 2019

Ana Paula despertou atenção, na época, por ser a primeira mulher contratada pela instituição para uma função, até aquele momento, predominantemente masculina.

Agrônomos são homenageados pelo Dia do Engenheiro

Os engenheiros agrônomos Roberto Giolo de Almeida e Valdemir Antônio Laura foram homenageados pelo Dia do Engenheiro. As deferências vieram da Câmara Legislativa do Distrito Federal e da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, respectivamente. Os Diplomas de Honra foram entregues em sessão solene com a presença dos pesquisadores, deputados e representantes de instituições públicas e privadas. Roberto Giolo, formado em 1990 pela Universidade de Taubaté (SP), com doutorado na área de forragicultura e pastagens, teve a Moção de Louvor indicada pelo deputado distrital Reginaldo Sardinha. A solenidade aconteceu em Brasília (DF) com a participação de representantes do CREADF, Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Associação Brasileira de Engenheiros Mecânicos (Abemec-DF) e Federação Nacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Fenemi). Graduado também em 1990, Valdemir Laura completa 25 anos de exercício profissional em 2019 e é doutor em agronomia/fisiologia vegetal pela UNESP (SP). Laura entrou na Empresa em 2001 e trabalha com sistemas silvipastoris, recomposição de reserva legal e fisiologia de plantas forrageiras. O Mérito Legislativo veio por intermédio dos deputados estaduais Renato Câmara e Paulo Correa, em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-MS).

35

NOSSOS TALENTOS ADÃO WILLIAN MARQUES DE ARRUDA - ADELINO TOMAZ DE OLIVEIRA - ADEMAR PEREIRA SERRA - ADEMILSON DA SILVA OLIVEIRA ADEMIR HUGO ZIMMER - ADRIANA DA SILVA - AGNELSON MARTINS DE SOUZA - ALAN BOAVENTURA DE ARRUDA MORAES - ALBERTO MACHIENSE DE ARRUDA - ALCIOVANE JOÃO DO SETE - ALESSANDRA CORALLO NICACIO - ALEXANDRA ROCHA DE OLIVEIRA - ALEXANDRE ROMEIRO DE ARAÚJO - ALTAIR CONCEIÇÃO CORRÊA - AMÂNCIO GEOVANE VACCARI - AMÉRICO BATISTA - ANA PAULA SIVIEIRO LEITE - ANDERSON APARECIDO DA SILVA SANTOS - ANDRÉA ALVES DO EGITO - ANDRÉA GONDO - ANDRÉA RAPOSO - ANTENOR DE CARVALHO - ANTENOR FRANCISCO DE OLIVEIRA NETO ANTÔNIO CARLOS FÉLIX BARBOSA - ANTÔNIO DO NASCIMENTO FERREIRA ROSA - ANTÔNIO THADEU MEDEIROS DE BARROS - APARECIDO DA SILVA JÚNIOR - ARAMI DA SILVA CHARÃO - ARI DA SILVA CHARÃO ARMINDO NEIVO KICHEL - BENÍCIO LIMA ARGUELO - BRUNO ANDRADE AZEVEDO - CACILDA BORGES DO VALLE - CAMILO CARROMEU - CARLO CÉSAR SIMIOLI GARCIA - CARLOS ALBERTO MARTINS DE OLIVEIRA CARLOS ALBERTO SOARES LUBAS - CARLOS EDUARDO BERTOLI CATARINO DARQUE LOPES - CELSO DORNELAS FERNANDES - CELSO SOUZA MARTINS - CLÁUDIA LOPES MOREIRA T. DE SOUSA - CLÁUDIA MARIA REIS DE LACERDA MENDONÇA - CLODOALDO OLIVEIRA DE SOUZA DAIANI ALVES DE MORAES - DALÍZIA MONTENÁRIO DE AGUIAR - DANIEL DE MORAES - DAVI JOSÉ BUNGENSTAB


36

- DAYANNA SCHIAVI DO N. BATISTA - DENISE BAPTAGLIN MONTAGNER - DILMA ALMEIDA FIGUEIREDO DIMAS COUTO NETO - DORALÍCIO CORRÊA DA SILVA - ECILA CAROLINA NUNES ZAMPIERI LIMA - EDSON ESPÍNDOLA CARDOSO - EDSON VIEIRA DE MORAES - ELCIONE RAMOS SIMPLÍCIO - ELIANA CÉZAR SILVEIRA - ELIZABETE AZEVEDO JUSTINO JACOB - ÊNIO NOGUEIRA DANTAS ERNO SUHRE - EVALDO RODRIGUES DE OLIVEIRA - EVANIR PAVÃO AMARAL - EZEQUIEL RODRIGUES DO VALLE - FABIANA VILLA ALVES - FABIANE SIQUEIRA - FÁBIO LÚCIO PETRUCCI - FABRÍCIA ZIMERMANN VILELA TORRES - FERNANDO PAIM COSTA - FILIPE TOSCANO DE BRITO S CORRÊA - FLÁBIO RIBEIRO DE ARAÚJO - FRANCISCO ANTÔNIO QUETEZ - GELSON LUÍS DIAS FEIJÓ - GEZIEL NOGUEIRA DE SOUZA GILBERTO ROMEIRO DE OLIVEIRA MENEZES - GILSON PICININ DA SILVA - GILSON REZENDE CARAMALAC - GISELE OLIVAS DE CAMPOS LEGUIZAMON - GRÁCIA MARIA SOARES ROSINHA - GUILHERME CUNHA MALAFAIA - GUSTAVO EUGÊNIO GERHARD BARROCAS HAROLDO PIRES DE QUEIROZ - HÉLIO SOARES DE OLIVEIRA - HENRIQUE SILGUERO - HERALDO MIRANDA DA FONSECA - HUGO SOARES CORADO - IONARA SALETE BERTI - ISAURA MEGUMI NAKA - IVAN FARIAS SILVEIRA - JACQUELINE CAVALCANTE Foto: Dalízia Aguiar

BARROS - JANAÍNA PAULA MARQUES TANURE - JAQUELINE ROSEMEIRE VERZIGNASSI - JARI FRANCO RIBEIRO - JEAN CARLOS NANTES GAMARRA - JOÃO BATISTA CATTO - JOÃO BATISTA DE SOUZA NETO - JOÃO GOMES DA COSTA - JOÃO INFRAN - JOÃO MARQUES DE OLIVEIRA - JOAQUIM JOSÉ CASTILHO - JOEL DA SILVA - JOEL FERREIRA DA SILVA - JOELCIO FARINHA ALMEIDA - JOSÉ CARLOS PEIXOTO DE MIRANDA - JOSÉ DE ALMEIDA LOBO - JOSÉ FRANCISCO DOS SANTOS - JOSÉ GOMES DE ALMEIDA - JOSÉ RAUL VALÉRIO - JOSÉ ROBERTO DE SOUZA FREIRE - JOSENEI VALE DOS SANTOS JOSENILTO CAVALCANTE DE MIRANDA - JOSIAS DE CARVALHO - JOSIMAR LIMA DO NASCIMENTO - JOZIVAL EVANGELISTA DA SILVA - JURANDIR LUIZ SOARES - KAREM GUIMARÃES XAVIER MEIRELES - KELLY CHRISTINA GUTTERRES DE SOUZA - LAUCÍDIO DE ARRUDA DIAS - LAUCÍDIO DE ARRUDA MORAES - LEDA MARIA DO CARMO - LENITA RAMIRES DOS SANTOS - LEONDRE DE OLIVEIRA SANTOS - LIANA JANK - LOURIVAL DE JESUS - LÚCIA FATIMA CURVO DE ALMEIDA ROSA - LUCIANO RONDON FERRAZ - LUCIMARA CHIARI - LUIS CARLOS GAÚNA GOMES - LUIZ ANTÔNIO DA SILVA TORRACA - LUIZ ANTÔNIO DIAS LEAL - LUIZ ANTÔNIO FERNANDES - LUIZ DE JESUS - LUIZ ORCÍRIO FIALHO DE OLIVEIRA - LUIZ OTÁVIO CAMPOS DA SILVA - MANUEL CLÁUDIO MOTTA MACEDO - MARCELO CASTRO PEREIRA - MARCELO PASCHOAL DE OLIVEIRA - MÁRCIO RAMÃO JÚLIO LOPES - MARCO ANTÔNIO DA SILVA - MARCO ANTÔNIO MARQUES - MARCOS AMARAL DE MATOS - MARCOS ANTÔNIO MADUREIRA - MARGARETH VIEIRA BATISTA - MARGARIDA MARIA DE FIGUEIREDO PINHEIRO - MARIA GORETTI DOS SANTOS MARIA IZILDINHA RIBEIRO - MARIA SOLANGE MARTINS - MARIANA DE ARAGÃO PEREIRA MARIANE DE MENDONCA VILELA - MARILENE VEIGA MIRANDA FONSECA - MARLEI DE SOUZA VICENTE - MARLENE DE BARROS COELHO CAVIGLIONI - MARTA PEREIRA DA SILVA - MARY LÚCIA ARGUELO BRAGA - MATEUS FIGUEIREDO SANTOS - MAXWELL PARRELA ANDREU NEWTON VALÉRIO VERBISCK - NIBIA QUEIROZ DE PAULA FUHRICH - ODIVALDO NANTES GOULART


Relatório Destaques 2019

- OGUIMAR APARECIDO FLORES DA SILVA - OTÁVIO FERNANDES DA SILVA - PATRÍCIA RODRIGUES COIMBRA FLORIANO - PAULA DE ALMEIDA BARBOSA MIRANDA - PAULINO GAÚNA GOMES - PAULO CÉSAR DA LUZ PAULO HENRIQUE DUARTE CANCADO PAULO HENRIQUE NOGUEIRA BISCOLA - PAULO ROBERTO DUARTE PAES - PEDRO PAULO PIRES - QUINTINO IZÍDIO DOS SANTOS NETO - RACHEL LEAL DA SILVA - RAFAEL GERALDO DE OLIVEIRA ALVES - RAFAEL LOBO SABER GUIMARÃES - RAMÃO JORGE MARIANO - RAMIRO BERNARDO DA SILVA FILHO - RAQUEL BETHÂNIA REZENDE ABREU - RAUL DOMINGUES DE ALMEIDA - RENATA POLLAK BENITES - RENATO ANDREOTTI E SILVA - RENATO HENRIQUE MARÇAL DE OLIVEIRA - RICARDO ALEXANDRE E. S. CAVALHEIRO - RICARDO LUIZ PETRI - RICARDO SERPA - RINALDO DARIO BANDEIRA DUARTE - ROBERTO AUGUSTO DE A. TORRES JÚNIOR - ROBERTO GIOLO DE ALMEIDA ROBERTO MARÓSTICA - RODINEY DE

37

ARRUDA MAURO - RODRIGO AMORIM BARBOSA - RODRIGO CARVALHO ALVA - RODRIGO DA COSTA GOMES - RODRIGO DE OLIVEIRA CINTRA - RODRIGO LUIZ CHAVES DE CAMPOS - ROGÉRIO PACHECO DA SILVA - RONALDO LUIZ DA SILVA - RONNEY ROBSON MAMEDE - ROSANA TERESINHA SANTIN DE ALMEIDA - ROSANE DA SILVA - ROSÂNGELA CEZAR FIGUEIRA ROSÂNGELA MARIA SIMEÃO - RUBENS BELUZZO RIBEIRO - RUBENS LUIZ SOARES - SAMUEL BARBOSA DA FONSECA - SANDRA APARECIDA CORREA NUNES - SANDRA HELENA RATIER SANDRO SÍLVIO PINHEIRO - SANZIO CARVALHO LIMA BARRIOS - SATURNINO DE ASSUNÇÃO PINTO - SEBASTIÃO ALMEIDA DA FONSECA SEBASTIÃO JORGE FRANCO - SERGIO RAPOSO DE MEDEIROS - SILVANO CALIXTO - THAÍS BASSO AMARAL - VAGNER APARECIDO DA SILVA MARTINS - VAGNER RAMALHO NUNES VALDEMIR ANTÔNIO LAURA - VALDIR DANTAS JÚNIOR - VALDIR DE OLIVEIRA ACOSTA - VALÉRIA PACHECO BATISTA EUCLIDES - VALTER ALVES RIBEIRO - VANDERLEI SEVERINO DA SILVA VANESSA FELIPE DE SOUZA - WAGNER DOS SANTOS ZANONI - WILSON FERNANDES DA SILVA - WILSON WERNER KOLLER - ZIVALDO ALVES DE ALMEIDA Foto: Rodrigo Alva

In memoriam


38

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa Presidente Celso Luiz Moretti

Diretores Diretor-Executivo de Pesquisa & Desenvolvimento Guy de Capdeville Diretora-Executiva de Administração e Finanças Lúcia Gatto Diretor-Executivo de Inovação e Tecnologia Cleber Oliveira Soares

Embrapa Gado de Corte Chefe-Geral Interino Ronney Robson Mamede

Chefe-Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento Lucimara Chiari Chefe-Adjunto de Transferência de Tecnologia Gilberto Romeiro de Oliveira Menezes Thaís Basso Amaral Chefe-Adjunto de Administração Janaína Paula Marques Tanure PRODUÇÃO Núcleo de Desenvolvimento Institutional (NDI) Paulo Henrique Nogueira Biscola Nibia Queiroz de Paula Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO) Rodrigo Carvalho Alva Dalízia Montenário de Aguiar Eliana Cézar Silveira Daiani Alves de Moraes SUPERVISÃO EDITORIAL E PROJETO GRÁFICO Rodrigo Carvalho Alva TEXTOS Alexandra Rocha de Oliveira Camilo Carromeu

Daiani Alves de Moraes Dalízia Montenário de Aguiar Elcione Ramos Simplicio Eliana Cezar Silveira Evaldo Rodrigues de Oliveira Fernando Paim Costa Filipe Toscano de Brito Simões Correa Gilberto Romeiro de Oliveira Menezes Guilherme Cunha Malafaia Henrique Silguero Janaína Paula Marques Tanure João Gomes da Costa Karem Guimaraes Xavier Meireles Kelly Gutterres de Souza Marcelo Castro Pereira Margarida Maria de Figueiredo Pinheiro Mariana de Aragão Pereira Mateus Figueiredo Santos Nibia Queiroz de Paula Paulo Henrique Nogueira Biscola Ramiro Bernardo da Silva Filho Renata Pollak Benites Rodrigo Carvalho Alva Rodrigo da Costa Gomes Ronney Robson Mamede Sandro Silvio Pinheiro Sânzio Carvalho Lima Barrios Wilson Fernandes da Silva FOTOS Dalízia Montenário de Aguiar Elcione Ramos Simplício Eliana Cezar Silveira Rodrigo Carvalho Alva


40

Mais sobre a Embrapa Gado de Corte

Profile for Embrapa Gado de Corte

Relatório Destaques 2019 - Embrapa Gado de Corte  

Relatório de Atividades da Embrapa Gado de Corte referente ao ano de 2019.

Relatório Destaques 2019 - Embrapa Gado de Corte  

Relatório de Atividades da Embrapa Gado de Corte referente ao ano de 2019.

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded