Page 1

Quem namora “com” não namora direito. Então, como namorar? Professor Elias Santana - Página 14

Espalhafatosas, elas lutam contra o preconceito e a favor da liberdade

Cresce oferta de casas à venda em Taguatinga

Página 7 Ano VII - 315

Brasília, 10 a 16 de junho de 2017

O Tribunal Superior Eleitoral viveu, de terça (6) a sexta-feira (9), os quatro dias mais importantes dos seus 85 anos. Ao não reconhecer as irregularidades praticadas pela chapa Dilma-Temer na eleição de 2014, mesmo diante das evidências apresentadas pelo relator Herman Benjamin, a Corte fechou os olhos para as graves denúncias. Sem enxergar crime no uso de caixa 2 na campanha que reelegeu Dilma e Temer, os magistrados taparam os ouvidos para o clamor das ruas, onde brasileiros se manifestam contra a corrupção e a favor da Operação Lava Jato, agora ferida de morte pelo TSE. Tudo isso forma o caldo de cultura para atitudes de violação dos direitos da cidadania, como a censura à imprensa livre, denunciada em matéria do repórter Gabriel Pontes e na coluna de Chico Sant’Anna nesta edição. O apequenamento do TSE é mais uma desilusão para a sociedade que, a cada dia, reforça a sensação de ser governada por autoridades que são

Páginas 5, 10, 11 e 12

Páginas 8 e 9

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

www.bsbcapital.com.br

Drag queens montam-se em nome da arte


Brasília Capital n Opinião n 2 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

E

A R T I G O

x p e d i e n t e

Diretor de Redação Orlando Pontes ojpontes@gmail.com Diretor Comercial Júlio Pontes comercial.bsbcapital@gmail.com Pedro Fernandes (61) 98406-7869 Diretor-Executivo Daniel Olival danielolival7@gmail.com (61) 99139-3991 Diretor de Arte Gabriel Pontes redação.bsbcapital@gmail.com Impressão Gráfica Jornal Brasília Agora Tiragem 10.000 exemplares Distribuição Plano Piloto (sede dos poderes Legislativo e Executivo, empresas estatais e privadas), Cruzeiro, Sudoeste, Octogonal, Taguatinga, Ceilândia, Samambaia, Riacho Fundo, Vicente Pires, Águas Claras, Sobradinho, SIA, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Lago Oeste, Colorado/Taquari, Gama, Santa Maria, Alexânia / Olhos D’Água (GO), Abadiânia (GO), Águas lindas (GO), Valparaíso (GO), Jardim Ingá (GO), Luziânia (GO), Itajubá (MG), Piranguinho (MG), Piranguçu (MG), Wenceslau Braz (MG), Delfim Moreira (MG), Marmelópolis (MG), Pedralva (MG), São José do Alegre, Brazópolis (MG), Maria da Fé (MG) e Pouso Alegre (MG). SRTVS Quadra 701, Ed. Centro Multiempresarial, Sala 251 - Brasília - DF - CEP: 70340-000 Tel: (61) 3961-7550 - bsbcapital50@gmail.com www.bsbcapital.com.br - www.brasiliacapital.net.br

Os textos assinados são de responsabilidade dos autores

Siga o Brasília Capital no facebook.com/jornal.brasiliacapital

Partidos da terra, crise da água Aldem Bourscheit (*)

As crises política e econômica anteciparam o jogo eleitoral, e partidos já ocupam espaços na mídia para vender plataformas e promessas. No Distrito Federal, certas siglas abusam da demagogia e defendem abertamente a ocupação ilegal ou desregrada do território, uma das causas da pindaíba regional quanto ao abastecimento de água. Um parlamentar do DF envolvido no lobby da tomada de terras defendeu a aprovação pelo Congresso Nacional do Pacote de Aceleração da Grilagem (MP 759/2016), que pode dar fim à Reforma Agrária, anistiar desmatadores e consolidar tomadas ilegais de terras, no campo e nas cidades. O deputado mira o governo do DF, onde a posse da terra parece tão disputada quanto na Amazônia. No DF, já foram eliminados sete em cada dez hectares de cerrado nativo, quase tudo para dar espaço a lavouras, invasões e a mais de 600 condomínios horizontais. C

nFilippelli candidato Subestimando a inteligência do povo brasiliense! Me poupe! Se poupe! Nos poupe! Lívia Formiga, via Facebook Quem não tem que querer Filippelli no Buriti somos nós, população do DF! Isabel Reis de Oliveira, via Facebook Observem o pensamento deste senhor. Quer dizer

que um presidiário pode ser o candidato dele. Impressionante a incoerência. Asco. Fernando Dourado, via Facebook Sobre a entrevista exclusiva (edição 314) com o deputado distrital Wellington Luiz (PMDB), dizendo que, mesmo com a prisão, Tadeu Filippelli será candidato ao governo de Brasília em 2018.

Já foram eliminados sete em cada dez hectares de cerrado nativo, quase tudo para dar espaço a lavouras, invasões e a mais de 600 condomínios horizontais Números oficiais revelam que cem milhões de hectares foram grilados em todo o Brasil – 12% da área do país. No livro Partido da Terra, o jornalista Alceu Castilho traz um mapeamento dos políticos donos de terra e descobriu que, em todos os cantos do Brasil, há poderosos latifundiários, de diversas cores partidárias, de mãos dadas para defender políticas em benefício próprio.

Relatório das Nações Unidas defende que aproveitar águas já usadas pela população, agricultura e indústria pode ser uma fonte segura e inesgotável para esses setores, tanto da própria água quanto de energia (biogás) e de nutrientes para lavouras. Todavia, pouco se investe nesta agenda. Por enquanto, diante da crise de abastecimento, as soluções regionais têm insistido em obras de alto custo financeiro para ampliar a captação de água, seja do Lago Paranoá ou da Barragem de Corumbá. Entretanto, à questão da água estão amarradas outras agendas. Retomar a gestão do território, recompor a vegetação nativa e ampliar a rede de áreas protegidas não só revitalizará nascentes e cursos d´água, mas aumentará a qualidade de vida da população e nos dará mais força para enfrentar as inevitáveis mudanças do clima.

(*) Jornalista

a r t a s

nRodrigo Maia Chega a ser irônico. O Temer traiu a Dilma e acabará sendo traído pelo Rodrigo Maia. Adalberto Vasconcelos, via Facebook Sobre nota no Pelaí (edição 314), de possível articulação do presidente da Câmara para tirar Michel Temer e assumir a Presidência da República.

nPadre ataca Rollemberg Nossa! A missa começou 16h30min e ele chegou atrasado? Mas as críticas não são exagero. O padre não errou em nada. E mais... Se o governador quer elogios, que trabalhe direito. Valdelina Soares Neves, via Facebook Ainda bem que dizer a verdade não é crime. Jayder Silva,via Facebook

Religioso falando de política... Virou político, padre? Thiago Mero, via Facebook Será que o padre reclamou do Gim? Alessandro Paulo, via Facebook O governador não ouviu as críticas do padre Moacir no encerramento de Pentecostes, no Taguaparque, domingo (4), porque chegou atrasado ao evento.


Brasilia Capital n Política n 3 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

CARRO NOVO OU USADO - Com o apoio do Banco de Brasília (BRB), hackers desenvolverão aplicativo para motoristas decidirem se é melhor comprar um carro novo ou usado. O melhor projeto receberá R$ 8 mil de prêmio, além de ter sua ideia concretizada com o financiamento do banco. As equipes devem ter de três a cinco hackers e os projetos precisam ser enviados até dia 17 deste mês. Mais informações pelo www.hackathonbrb.com.br

DIVULGAÇÃO

Policiais X Rollemberg

Temer esnoba PF O presidente Michel Temer não respondeu as perguntas enviadas pela Polícia Federal com base nas denúncias da JBS. Segundo a defesa, a inquirição é “invasiva, arrogante, desprovida de respeito e do mínimo de civilidade”.

A celeridade da Polícia Civil no esclarecimento do sequestro de um recém-nascido no Hran rendeu elogios de Rodrigo Rollemberg. O vídeo postado pelo governador no Facebook acendeu o pavio dos servidores da Saúde e da Segurança Públicas, que criticam a gestão do socialista. REAJUSTES - Nos comentários, internautas cobram nomeações, reajustes salariais e melhores condições de trabalho para as duas áreas.

Reputação elástica

TEIMOSIA – Coordenador da bancada do DF no Senado, Hélio José (PMDB) acredita que a equiparação salarial da Polícia Civil com a Polícia Federal ainda não foi resolvida por “teimosia” de Rodrigo Rollemberg. “A Polícia é bancada pelo Fundo Constitucional. Não há motivo para o governador dificultar essa paridade”.

Após ser chamada por um internauta de “vadia lésbica”, a atriz Fernanda Young receberá indenização de R$ 5 mil por danos morais. O valor só não foi maior porque o juiz argumentou ter considerado “o fato de a autora ter artisticamente posado nua, de modo que sua reputação é mais elástica, inclusive porque se sujeitou a publicar fotografia fazendo sinal obsceno e exibindo os seios. E não se limitou a defender-se, afirmando que terceiros seriam ‘burros’”. A artista se diz “extremamente ofendida” com o teor da decisão.

SindSaúde X Rollemberg Mesmo antes do episódio do Hran, o Sindicato dos Servidores da Saúde denunciava, por meio de publicações na imprensa, falta de monitoramento de segurança nas unidades da rede pública. As 29 câmeras instaladas no Hospital – seis delas no andar da Maternidade – não contam com sistema de gravação. Sem flagrante não há crime. TCDF – A Secretaria de Saúde (SES) reagiu às críticas do SindSaúde atribuindo a culpa pelo não funcionamento das câmeras ao Tribunal de Contas do DF, que teria recomendado a suspensão do contrato e determinado que ele seja auditado.

Jungmann não defende

SEM GRAVAÇÃO - Mas o TCDF publicou nota afirmando que não suspendeu o processo, e apenas auditou cerca de 10% das 900 câmeras compradas em 2012 pela SES, que foram instaladas e nunca funcionaram para gravação.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann (foto), não comparecerá à Comissão do Trabalho da Câmara dos Deputados no próximo dia 21 para explicar o decreto que autorizou a convocação das forças armadas durante a manifestação do dia 24 de maio. Alegou que estará em viagem à Rússia.

REDE DE VIGILÂNCIA – “O motivo real para o não funcionamento é que a SES/DF adquiriu as câmeras em 2012, mas não incluiu na compra equipamentos fundamentais para garantir o funcionamento da rede de vigilância eletrônica”, diz o texto. PLENÁRIO - O relatório final de auditoria já foi concluído e em breve será apreciado pelo plenário da Corte.

RESPEITO – Autora do requerimento, a deputada Erika Kokay (PT) ficou indignada. “Quem apresentou a data do dia 21 de junho foi o governo. E, de repente, se diz que ele não pode estar em dois lugares ao mesmo tempo. O governo não respeita o Parlamento, a não ser quando é para negociar reformas contra o povo e para estabelecer sua própria salvação de escândalos de corrupção”, protestou.

JBS na CPI da Previdência Os executivos Gustavo Bichara, da JBS; Heraldo Geres, do Marfrig Global Foods; Geraldo Prearo, do Margen; e representantes dos frigoríficos Nicolini e Swift Armour foram ouvidos na quinta-feira (8) pela CPI da Previdência do Senado. Além das denúncias de corrupção praticada pela empresa, a JBS é a segunda maior devedora da Previdência. Perde apenas para a massa falida da Varig.


Brasília Capital n Política n 4 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

Orlando Pontes e Gabriel Pontes

O

senador Hélio José (PMDB-DF) iniciou sua militância política ainda como estudante de Engenharia Elétrica da UnB, em 1978. Em 1983, participou da fundação do PT. Durante 30 anos, atuou na organização da militância petista. Em 2010, foi chamado pelo então presidente Lula para apoiar Agnelo, numa coligação com Rodrigo Rollemberg (PSB). Em troca, haveria disputa interna no PT para escolha do suplente. Hélio venceu. Diz que percebeu falcatruas nos Correios quando ocupou cargo na estatal e que avisou à direção do PT. “Como não fizeram nada para conter, decidi sair do partido”. Foi convidado por Gilberto Kassab e Rogério Rosso para criar o PSD, aliado do PSB para apoiar Rollemberg ao Buriti. Com a vitória, Hélio assumiu o mandato. Pouco tempo depois desentendeu-se com o governador. Ele participou do que chama de “sonho de verão”, filiando-se ao Partido da Mulher Brasileira (PMB). Saiu um mês depois, junto com outros 23 deputados federais. Foi para o PMDB: “Os senadores Renan Calheiros (AL), Eunício Oliveira (CE) e Romero Jucá (RR), e o presidente Michel Temer me convidaram para ser o 18º nome do PMDB no Senado. Em troca, me prometeram legenda para disputar a reeleição em 2018”. REFORMAS Integro a ala do PMDB contrária às reformas trabalhista e da Previdência, assim como os senadores Renan, Eduardo Braga (AM) e Kátia Abreu (TO). Na questão da Previdência, nós integramos a parte majoritária. Porém, sobre a reforma trabalhista, somos minoria. Mas não temo desgaste com o presidente por não defender as reformas. O grande objetivo da proposta é privatizar, acabar com a previdência pública e obrigar o trabalhador a correr para os bancos e encher os banqueiros de dinheiro. Tudo isso sem cobrar os grandes devedores, como os próprios bancos, o frigorífico JBS, dentre outros.

Entrevista / Senador Hélio José

De petista a defensor de Temer Ex-suplente de Rodrigo Rollemberg é fundador de três partidos e pretende se reeleger pelo PMDB DIVULGAÇÃO

do muito pouco com a bancada. Com o ministro da Integração Nacional teve a ideia de pegar a água do Lago Paraná – o que nunca foi discutido. R$ 54 milhões, que poderiam estar sendo aplicados para recuperar nossos mananciais, mas está sendo investido em uma obra faraônica. CANDIDATO DE SEIS VOTOS Não fui candidato em 2014, apesar de o meu nome ter aparecido na urna eletrônica do TSE. A convenção do PSD aconteceu antes da convenção do PSB. Então, como não tínhamos certeza de que nos coligaríamos com o Rollemberg, lancei minha candidatura a distrital para garantir, caso a aliança com o PSB não acontecesse. Como ela se confirmou, registrei a candidatura, mas nunca trabalhei para ser eleito.

OUTSIDERS Várias apostas surgirão nos próximos meses, como o Cléber Pires, da ACDF, e o Ibaneis Rocha, ex-OAB. Para mim, o nome de mais peso é do Godin (PPL), de Ceilândia. Ele será o nome que vai decidir a eleição no DF no segundo turno de 2018. Ele é das bases, do movimento sindical, morador do Sol Nascente, humilde. Não tenho dúvida de que ele vai fechar o processo eleitoral com pelo menos 5%. Hélio José diz que quem deve é Rollemberg, que só foi eleito com apoio dele e de Lula

FILIPPELLI O PMDB tinha candidatura natural ao Buriti, o ex-deputado Tadeu Filippelli. Ele vinha numa trajetória para ser o nome do partido para o governo, assim como eu para senador. Juntos, faríamos a chapa para eleger nossos deputados distritais e federais. Com o imprevisto desta prisão dele, ainda não decidimos o futuro do partido. Filippelli está descansando, mas o partido não vai se separar. ALIANÇA DE DIREITA O PMDB é o partido mais importante da cena eleitoral. Poderemos lançar um candidato próprio – deputado Wellington Luiz ou eu – ou apoiar um nome de outro partido. Aliança, ela poderia ser com os depu-

tados Izalci Lucas (PSDB) ou Alberto Fraga (DEM), ou o ex-deputado Alírio Neto (PTB). Agnelo só ganhou porque tinha o PMDB como vice. ROLLEMBERG A aliança com Rollemberg é muito improvável, mas não impossível. Não defendo Rollemberg. Não devo nada a ele. Ele que me deve porque só chegou a ser senador porque teve o apoio do Lula e meu dentro do PT. Quando ele assumiu o governo, teve que renunciar ao mandato. Se ele sofrer impeachment hoje, eu continuo no Senado e ele fica sem mandato. Eu sou o senador titular. Hoje, como coordenador da bancada do DF no Senado, estou tentando uma conversa com o governador. Ele tem dialoga-

REGUFFE E CRISTOVAM Se Reguffe for candidato, ganha. Eu tenho orgulho de ser amigo dele. Reguffe é um defensor de Brasília. Cristovam deveria ser candidato a presidente da República. A atual conjuntura do país é favorável para um nome como Cristovam.

CHAPA DILMA-TEMER A crise institucional não vai ser superada no TSE, independentemente do resultado. Com Temer, ou sem Temer, a crise política e econômica continuará e teremos que trabalhar para vencê-la. DIRETAS OU INDIRETAS Bons ou ruins, os deputados e senadores foram eleitos pelo povo. A Constituição prevê eleição indireta, mas não sou contra a aprovação de uma PEC para eleição direta.


Brasília Capital n Política n 5 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

TSE absolve chapa Dilma-Temer FOTOS: ROBERTO JAYME ASCOM TSE

Lava Jato, e repetiu inúmeras vezes: “Há provas suficientes” do recebimento de valores ilícitos na campanha. Herman colocou em xeque até a composição do TSE e encampou o discurso de milhares de brasileiros contra a corrupção e a favor da Lava Jato. “Não é possível que tenhamos julgadores que foram advogados das partes, dos partidos”, afirmou, alfinetando Admar Gonzaga, que advogou para a chapa Dilma-Temer em 2010.

Gabriel Pontes

A

chapa Dilma-Temer foi absolvida no Tribunal Superior Eleitoral por 4 votos a 3 depois de quatro dias de julgamento. A disputa estava empatada até o voto de minerva do presidente da Corte Gilmar Mendes. Sendo assim, o presidente Michel Temer (PMDB) permanece no poder e Dilma Rousseff (PT) mantém seus direitos políticos intactos. Entre farpas e elogios, os sete ministros do TSE concretizaram o placar previsto por aliados de Temer antes mesmo inicio do julgamento. Além do presidente do TSE, votaram pelo arquivamento da ação Napoleão Nunes, Tarcisio Vieira Neto e Admar Gonzaga – os dois últimos indicados por Temer para integrar a Corte.

O relator Herman Benjamin (esq.) foi derrotado pelo voto de minerva do presidente Gilmar Mendes

Foram votos vencidos o relator, Herman Benjamin, e os ministros Luiz Fux e Rosa Weber – que também integram o Supremo Tribunal Federal (STF).

BENJAMIN - Em atuação considerada magistral até pelos ministros contrários à sua posição, o relator Herman Benjamin foi o grande protagonista do julgamento. Ante-

vendo que haveria divergência quanto ao uso de delações premiadas da Odebrecht no TSE, Benjamin fundamentou sua argumentação em outros depoimentos da Operação

FUTURO INCERTO - Apesar de ter vencido a batalha, Temer ainda não ganhou a guerra. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, prepara denúncia contra o presidente. Ele se baseará na delação da JBS e nas ações do ex-assessor do Planalto e ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB- PR), preso desde quarta-feira (7) no presídio da Papuda, em Brasília.

A maldição dos presidentes da Câmara dos Deputados Da Redação

A Operação Manus, deflagrada na terça-feira (6), levou à prisão dois ex-presidentes da Câmara dos Deputados: o ex-ministro de Turismo, que presidiu a Casa no biênio 2013-2014, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já preso em Curitiba. Nos últimos dez anos, todos os ex-presidentes da Casa foram alvos de investigações – mas nem todos os casos são ligados à época em que estavam no cargo. A lista inclui o atual presidente,

Rodrigo Maia (DEM-RJ). Na autorização de abertura de inquéritos com base em delações da Odebrecht, feita pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, estão também Marco Maia (PT-RS), presidente em 2011-2012, e Arlindo Chinaglia (PT-SP) - 2007 e 2009. O presidente Michel Temer (PMDB-SP) comandou a Câmara em três períodos, inclusive de 2009 a 2010. Agora está sendo investigado após pedido da PGR autorizado por Fachin. Ele será investigado por suspeita de corrupção passiva, obstrução à investigação de orga-

Henrique Eduardo Alves: superfaturamento na Arena das Dunas, em Natal

nização criminosa e participação em organização criminosa. Desde a primeira posse de Temer no comando da

Casa, em 1997, aumenta a lista de ex-presidentes que tiveram complicações na Justiça. Severino Cavalcanti (2005), foi acusado pelo MPF de cobrar R$137 mil do empresário Sebastião Buani no episódio conhecido por “mensalinho”. João Paulo Cunha (20032005) foi condenado em 2012 pelo STF a seis anos e quatro meses de prisão por peculato e corrupção passiva no Mensalão. Efraim Morais (2002 e 2003), foi denunciado pelo MPF por irregularidades em contratos realizados na época em que era senador.

O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) presidiu a Câmara em 2001 e 2002 e é acusado de corrupção passiva pelo suposto recebimento de R$ 2 milhões em propina da JBS e por obstrução de Justiça por tentar impedir os avanços da Lava Jato. Ex-ministro da Defesa de Dilma Rousseff, Aldo Rebelo (2005 a 2007), tinha o nome na “superplanilha” da Odebrecht. Na época, Aldo disse que a planilha registrou doações legais, feitas ao PCdoB, e não a ele. Rebelo, porém, não está na lista de Fachin com base nas delações da empreiteira.


Brasília Capital n Política n 6 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

GDF cria regras para legalizar ocupações ANDRE BORGES / AGÊNCIA BRASÍLIA

Valdeci Rodrigues

O

Governo de Brasília encaminhou três projetos à Câmara Legislativa que nortearão as negociações para colocar ordem na ocupação do solo no Distrito Federal, incluindo os famosos puxadinhos do Plano Piloto. O objetivo é aprimorar normas para construção de casas e prédios comerciais, demolições, resolver casos em que a lei já foi desrespeitada e cuidar da preservação dos recursos hídricos subterrâneos. Os textos foram entregues ao deputado Joe Valle (PDT), presidente da Câmara, que prometeu tramitação em regime de urgência. A proposta que trata do Código de Obras e Edificações vem para substituir completamente o atual, em vigor desde 1998. O GDF ressalva que houve participação dos moradores, consolidando princípios básicos como desburocratização e responsabilidade técnica dos autores dos projetos de obras. MULTAS – Para os casos em que houve desrespeito a normas urbanísticas, a intenção é criar formas de compensação urbanística e, claro, cobrar por isso. Cada imóvel será inspecionado por técnicos. A partir daí, serão feitas as determinações, calculado o valor da multa, com pagamento dividido em até 12 meses.

Rollemberg (centro) com Joe Valle (esq.). Os três projetos entregues terão regime de urgência

Para evitar agravamento da seca, há o projeto que obriga construções de imóveis em terrenos com mais de 600 metros quadrados a terem dispositivos de infiltração artificial de águas das chuvas. A meta é aumentar a disponibilidade dos recursos hídricos, aproveitando-os com maior eficácia. SIMBOLISMO – O gesto simbólico sobre a importância das novas normas foi dado pelo governador Rodrigo Rollemberg. Ele foi pessoalmente, na terça-feira (6), entregar as propostas. “São projetos que darão mais clareza às construções, que são importantes na retoma-

da da economia e na criação de empregos”, afirmou o chefe do Executivo. Joe Valle prometeu empenho: “Vamos nos debruçar sobre esses projetos para garantir que a população e o setor produtivo possam se beneficiar”, O código de obras estabelecerá, por exemplo, a quantidade de pavimentos de uma construção de acordo com a região, descendo a detalhes como, por exemplo, a largura de calçadas. DANOS – Para regularizar imóveis, as multas são “contrapartidas de quem causou dano ao Estado, além de não deixar de ser mais um instrumento im-

portante na organização do território”, nas palavras do secretário de Gestação do Território e Habitação, Thiago de Andrade. A expectativa do GDF é de que a Câmara vote logo os projetos, todos com a classificação de prioritários. O chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, acredita que as propostas não devem encontrar resistência na Câmara Legislativa. “Os deputados são extremamente sensíveis aos temas que são unanimidade e que trazem benefícios à população. (...) São respostas a diversas demandas e tornam melhor o ambiente da construção civil no Distrito Federal”, afirmou.

Rollemberg regulamenta o uso do Uber O governador Rodrigo Rollemberg assinou na quarta-feira (7) decreto que regulamenta a lei de prestação de serviço de transporte individual privado de passageiros por meio de aplicativos. Com isso, foram criadas regras para o Uber e demais concorrentes poderem atuar no Distrito Federal. A Subsecretaria de Fiscalização, Auditoria e Controle da Secretaria de Mobilidade pode advertir, multar, suspender e até cassar o direito de rodar de quem não se adequar aos requisitos. As multas variam de R$ 200 a R$ 2 mil para os prestadores, e de R$ 5 mil a R$ 5 milhões, para as empresas. O prazo para entrar nos conformes do decreto é de 60 dias, para as empresas, e 120 dias, para os prestadores de serviço. Estes terão até 31 de dezembro deste ano para adequar a idade de cinco anos do veículo.

Ciclovia da EPTG vai sair do papel A construção da ciclovia de 25,7 quilômetros ao longo da Estrada Parque Taguatinga (EPTG) deve ser concluída no primeiro semestre de 2018. As intervenções iniciaram-se em 17 de maio, e está na fase de terraplanagem. Serão três faixas de ciclovia, nas marginais e no canteiro central da via. A obra foi orçada inicialmente em R$ 11.789.414,27, mas foi contratada pelo valor de R$ 8.213.684,92 pela concorrência com menor preço. Segundo o governador Rodrigo Rollemberg será lançado, em breve, um plano cicloviário para fazer a ligação das ciclovias de todas as regiões administrativas.


Brasília Capital n Cidades n 7 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

O espalhafatoso mundo das drags Homens que se vestem como mulheres para fazer shows contam suas histórias Valdeci Rodrigues (*)

D

ennys Bernardo de Melo, 31 anos; Ygor Henrique dos Santos, 18; e João Pedro Jovovich, 18, são drag queens, atividade que chama muito a atenção, provoca polêmica e tem crescido no Distrito Federal. Eles consideram-se artistas em roupas extravagantes de mulher, com voz e trejeitos femininos afetados em shows e espetáculos. O modelo artístico Dennys Bernardo de Melo transforma-se (monta-se) desde os 27. Ele vira Pikinéia Minaj em shows às sextas-feiras e aos sábados. Homossexual, Dennys acha que só não sofre mais discriminação por ter apoio da família e de amigos. MÃE – “Graças a Deus, minha família e meus amigos sempre me apoiaram nas minhas decisões. Desde o começo da mi-

nha carreira eles adoram e me acompanham”, diz Dennys. Sua explicação para montar-se é a morte da mãe. “Depois de um ano de tristeza, vi nas drags que a vida podia ser colorida novamente. Então, a Pikinéia veio colorir minha vida”. O estudante Ygor Henrique dos Santos usa jóias extravagantes e cabelo longo trançado em suas apresentações de dança. Ele evidencia toda a personalidade forte que desenvolveu durante a adolescência. Aos 17 anos passou a se interessar por criar um estilo próprio. “Eu tiro toda a inspiração de dentro de mim. Definiria minha performance como ‘momento’”, analisa Ygor. “Rola muito preconceito. Algumas perdem a família, mas nunca abaixam a cabeça, e continuam se fortalecendo por amor e diversão”, acrescenta. ROUPA– João Pedro Jovovich gosta de maquiagem e roupas femininas desde criança. Aos 13, ganhou DVD de Beyoncé começou a inspirar-se nela. Aos 16, descobriu-se como drag queen. “Pensaram que eu ia virar travesti ou que eu queria ser mulher. Depois, tudo se acertou”, diz João Pedro, referindo-se ao fato de contar à família que é gay e drag ao mesmo tempo.

Perucas, preconceito, liberdade e ideologia Na visão de João Pedro Jovovich, as drag queens são pessoas que querem mostrar a liberdade de expressão. “Minha ideologia é mais para provar que o ser humano, independentemente de sexo, cor, raça ou religião, é capaz de fazer o que quer. É pela vontade de tentar mudar o mundo. Hoje em dia as pessoas ainda são muito preconceituosas”, lamenta. João Pedro reclama que se cobra muito a beleza de uma drag queen em Brasília. “Já percebi que as drags daqui são muito ligadas em beleza,

João Pedro assustou sua família ao revelar que é gay e drag queen ao mesmo tempo

em estar perfeita (...). Elas têm que entender que a gente já sofre preconceito demais na sociedade para ainda sofrer nesse meio”, critica. NA TV – As drags ganham espaço e fazem perfomances na TV Globo como cantoras, dançarinas, atrizes e até apresentadoras. Um exemplo é o programa Amor e Sexo, que abre espaço para essas artistas se expressarem abertamente.

(*) Com a Agência de Notícias UniCeub

Saiba + Esse costume se iniciou no século 16, nos teatros. Mulheres eram proibidas de se apresentar nos palcos. Assim, homens se vestiam como mulheres para representar figuras femininas. Hoje, a arte tornou-se profissão e, independente de orientação sexual, montam-se para fins de entretenimento.

Sequestro é solucionado em 24 horas A Polícia Civil de Brasília deu uma demonstração de eficiência na última semana. Menos de 24 horas após a comunicação do sequestro de um recém-nascido no Hospital da Asa Norte (Hran), o caso foi solucionado. Terça-feira (5), a estudante de enfermagem Gessiana de Oliveira Alencar, 25 anos, foi presa em flagrante, em casa, na QE 38 do Guará, com a criança de 13 dias no colo. A prisão foi convertida em preventiva na quinta-feira (8). Gessiana está à disposição da Justiça na Penitenciária Feminina, conhecida como Colmeia, no Gama. A mãe do bebê Johny Júnior, Sara da Silva, de 19 anos, participava do Dia da Beleza no Hran, quando Gessiana, identificando-se com nome falso, raptou a criança. Segundo a PCDF, o crime foi planejado. Ela usou barriga falsa para enganar a família e passou o dia inteiro no hospital, em contato com mães de recém-nascidos. Inclusive, com Sara, a quem disse que levaria dois meninos. A mãe de Johny não desconfiou de que se tratava de uma sequestradora. O bebê e a mãe receberam alta na quarta-feira (7) e foram para o barraco de madeira onde mora a família, na Chácara Santa Luzia, na Estrutural, próximo ao Lixão. No período em que permaneceu com Gessiana a criança perdeu 470 gramas. Por isso, precisou ficar mais um dia no hospital. CASO PEDRINHO – Há 31 anos, o sequestro do garoto Pedrinho chocou o Distrito Federal. Vilma Martins Costa se passou por profissional da saúde e raptou o bebê para forçar o companheiro, Osvaldo Martins Borges, a se casar com ela. O caso foi solucionado apenas em 2002, após a morte de Osvaldo.


Brasília Capital n Cidades n 8 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

Taguatinga perde mor FOTOS: REPRODUÇÃO

Em busca de luxo, comodidade e segurança, muitos estão mudando para Águas Claras e Vicente Pires Gustavo Goes

A

família Oliveira Rodrigues está de saída de Taguatinga. Depois de mais de 20 anos morando na cidade-satélite, Cássio, de 29 anos, o mais novo dos três irmãos que vivem na casa no Setor de Mansões, está de mudança para Águas Claras. Assim como seus irmão, Saulo, de 30 anos, e Adriano, de 32 anos. A saída deles motivou a venda do imóvel de 1.000 metros quadrados, que pertence à matriarca Alvinácia de Oliveira. “Após a morte do meu pai, a casa ficou muito grande para a família. Comprei meu apartamento em Águas Claras. Meu irmão, que morava aqui com a esposa, também vai alugar um. Minha mãe ainda não vendeu a casa, mas, assim que conseguir, também vai se mudar para lá. Vamos cortar despesas com piscineiro, jardineiro e outros serviços, além de ganhar em comodidade e segurança. O metrô também é um atrativo”, disse Cássio. Os anúncios de venda de casas em Taguatinga ou troca por apartamento em Águas Claras se tornaram comuns em sites especializados, nos classificados dos jornais e principalmente nos portões dos próprios imóveis. As placas revelam uma tendência no mercado imobiliário: a emigração de moradores históricos da cidade em busca por um imóvel menor, que ofereça mais segurança, comodidade, luxo e transporte público de melhor qualidade, como o metrô. O servidor público Marcos Lima,

de 52 anos, também optou por Águas Claras “para respirar novos ares”. Ele mora há 24 anos numa casa de 400 metros quadrados na QNJ 29 com os dois filhos e a esposa. “Meu filho está estudando na Universidade de Brasília e muitos amigos dele moram em Águas Claras. Queremos mudar para um imóvel menor. A casa está anunciada há um mês, mas ninguém veio visitar ainda”, disse Lima. CORRETORES – Existem dois perfis predominantes de compradores e vendedores no mercado imobiliário, segundo o corretor Geziel Mendes, da JM Escritório Mobiliário: os que buscam um upgrade e os que querem mais praticidade. Normalmente, as famílias em ascensão saem dos apartamentos menores e buscam outros maiores, ou até mesmo uma casa, para dar espaço pa-

ra os filhos. O inverso ocorre com as que buscam praticidade, que é quando os pais voltam a morar sozinhos quando os filhos saem de casa. “A questão da maturidade familiar está relacionada a essa quantidade de casas à venda em Taguatinga. Principalmente, no Setor de Mansões, onde os terrenos são grandes e as construções são maiores do que as de outros locais. Lá, os projetos estão mais defasados e os moradores acabam buscando novas tendências imobiliárias. A principal delas são os condomínios com lazer completo, que existem em abundância em Águas Claras”, explica o corretor. Para a corretora autônoma Valderês Moraes, a mudança de moradores de Taguatinga para outras regiões administrativas faz parte de um caminho natural. “Muitos migram

Há os que preferem anunciar na própria fac


Brasília Capital n Cidades n 9 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

oradores Casa confortável (esq.) da família Oliveira Rodrigues, que pretende morar em Águas Claras. Sites são muito utilizados para a venda na cidade-satélite. Os motivos são os mais variados, como transporte público, mudança dos filhos e até luxo puro e simples

59º ANIVERSÁRIO DE TAGUATINGA

Taguatinga festeja Taguatinga II Reservas: 3354-3000 – www.acitdf.com.br

Mesa com 8 lugares: R$ 600 Convite individual: R$ 75 (Inclusos: comida e bebida) DIVULGAÇÃO

chada do imóvel, com o número do telefone

de Ceilândia para Taguatinga e de Taguatinga para outras cidades. Depende da perspectiva. Moradores buscam a Vicente Pires se quiserem um lote maior ou Águas Claras se quiserem um apartamento”, avalia. O grande número de anúncios de casas à venda em Taguatinga deve-se à baixa procura e não ao fluxo de pessoas abandonando a cidade, segundo Valderês. Outro fator que ela aponta para moradores preferirem outras localidades é a predominância de sobrados em Taguatinga. “Muitos senhores buscam casas térreas ou apartamento para evitar as escadas, onde os riscos de acidentes são maiores. Dificilmente quem tem um sobrado o comprou recentemente. Existem casas de dois pavimentos que estão à venda há cinco anos”, disse Valderês.

Animação: Data: 10 de junho de 2017 Local: Lions Club (Área Especial 18 - Setor QSE) Reservas: 61-3354-3000 www.acitdf.com.br

Apoio:


Brasília Capital n Brasil n 10 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

dania, sofreu busca e apreensão em sua casa e foi conduzido coercitivamente pelos investigadores. Tudo isso para explicar uma matéria intitulada “Lava Jato prevê ‘busca e apreensão’ em imóveis de Lula e família”. Para os investigadores, houve vazamento de informações – algo aparentemente corriqueiro no âmbito da Lava Jato.

O silencioso crescimento do cala-boca Gabriel Pontes

Pontuação da liberdade de internet no brasil

aumento de investigações envolvendo jornalistas, veículos de imprensa e produtores de conteúdo em geral põe luz sobre o velado crescimento da censura no Brasil. O veto do presidente Michel Temer a seus memes, a divulgação do diálogo de Reinaldo Azevedo, da revista Veja com Andréa Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), e a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães não podem ser analisados separadamente. Tampouco deixados de lado. No mais emblemático dos recentes casos, o ex-jornalista de Veja – crítico ferrenho da Operação Lava Jato – teve o sigilo de sua fonte quebrado e perdeu o emprego após ser

Brasil foi rebaixado em 2015 de país com internet livre para

O

PARCIALMENTE LIVRE

32/100 Na nota onde zero é totalmente livre e 100 totalmente censurado, país tem 32 pontos

Obstáculos ao acesso

8/25 Limites no Conteúdo

7/35

“A Lava Jato tem um lado autoritário que não aceita contestação, divergência”

Violações dos Direitos do Usuário

17/40 Dados Freedomhouse.org

gravado criticando a revista onde trabalhava. Andréa está presa em Belo Horizonte. “A Lava Jato tem um lado autoritário que não aceita

contestação, divergência”, afirmou Azevedo após ser grampeado. Porém, ele não acredita em censura, mas numa “agressão ao direito da

Reinaldo Azevedo Ex-colunista da Veja

fonte, que e é garantido pela Constituição”. Também na mira da Lava Jato, o blogueiro Eduardo Guimarães, do Blog da Cida-

JORNAL NACIONAL - Terça-feira (6), em meio ao julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Jornal Nacional reservou dois minutos para revelar os detalhes da apuração do blogueiro Eduardo Guimarães sobre a 24ª fase da Operação Lava Jato – que levou Lula para depor coercitivamente. Na reportagem, o JN conta que o caso de Eduardo Guimarães passou a ser investigado porque assessores de Lula teriam sido avisados de que a operação estava prestes a ser deflagrada. As informações eram sigilosas. O blogueiro tomou conhecimento dos fatos porque a auditora Rosicler Veigel contou ao namorado e jornalista Francisco Duarte que uma “bomba” relacionada ao ex-presidente Lula estava prestes a acontecer. Francisco, por sua vez, repassou o boato para Eduardo Guimarães acompanhado de documentos que pediam a quebra de sigilo fiscal e bancário de Lula e pessoas relacionadas ao ex-presidente. Antes de publicar a matéria, o Blog da Cidadania procurou a assessoria de Lula – que, então, informou o presidente sobre o vazamento dos documentos. Acionado pela Justiça, o namorado da promotora recusou a informar como conseguiu os documentos. Com a quebra de seu sigilo telefônico e após a apreensão de documentos em sua casa, o blogueiro admitiu que Francisco era sua fonte.


Brasília Capital n Brasil n 11 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

“Atentado à liberdade de imprensa” no País Em entrevista ao Brasília Capital, Eduardo Guimarães afirmou que “a pressão sobre os jornalistas revela a gravidade do atual período em que estamos vivendo. É um regime semidemocrático, onde a censura não é amplamente divulgada, mas existe”. Para o blogueiro, as recentes ações da Lava Jato são um “atentado à liberdade de imprensa e ao direito de preservação da fonte jornalística”. JORNALISMO – Aparentemente confusa, a relação entre Eduardo Guimarães, Francisco Duarte e Rosicler Veigel é considerada normal para qualquer jornalista. “A relação fonte-repórter envolve,

além da troca de informações, conversas informais. A criminalização desta relação é predatória para o bom exercer da profissão”, afirma o professor de jornalismo Luiz Martins da Silva, da Universidade de Brasília (UnB). O especialista lembra que o direito de sigilo da fonte é um segredo profissional. “Assim como um psiquiatra reserva os dados do paciente e um padre guarda informações do confessionário, o jornalista precisa manter o sigilo da fonte”, compara Martins. Até a presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, ministra Cármen Lúcia, está monitorando o assunto.

A magistrada determinou a instalação da comissão do Fórum Nacional do Poder Judiciário e Liberdade de Imprensa, do CNJ. A comissão vai apurar possíveis restrições à liberdade de imprensa. “É proibido qualquer tipo de censura e, no entanto, continua havendo censura e jornalistas que não podem exercer os seus diretos. É preciso resolver isso”, disse. CENSURA ONLINE – Segundo um ranking publicado pela organização Freedomhouse.org, em 2015 o Brasil era considerado um país com a internet “livre”. Na última pesquisa, porém, o país foi rebaixado para “parcialmente livre”. O relatório cita que “tribunais impuseram bloqueios temporários ao WhatsApp por não entregar dados de usuários a investigações criminais, mostrando pouco respeito por

“A pressão sobre os jornalistas revela a gravidade do atual período em que estamos vivendo. A censura não é divulgada, mas existe” Eduardo Guimarães Editor do Blog da Cidadania

seus princípios de proporcionalidade e necessidade”. Até o Palácio do Planalto, recentemente, atacou a liberdade dos internautas.

Em e-mail, a assessoria pediu para que as imagens do presidente Temer fossem utilizadas exclusivamente para produções jornalísticas. “Para outras finalidades, é necessária a autorização prévia da Secretaria de Imprensa da Presidência da República”, diz o texto. Temer foi criticado até pelo prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB). “A imprensa sempre deve dar o direito amplo a resposta. Pode protestar, pode criticar. Mas censurar a imprensa, não. Proibir, não. Não é um bom caminho”, disse Dória. Mais tarde, no entanto, o prefeito passou a enviar notificações extrajudiciais a pessoas que, no entender de sua equipe jurídica, cometeram crimes de ofensa ou incitação à violência nas redes sociais contra o prefeito/empresário.


Brasília Capital n Geral n 12 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

“Gatos”

Por Chico Sant’Anna

Em plena crise hídrica, o GDF estima em 38 mil as ligações clandestinas de água. Elas resultariam num prejuízo mensal de R$ 3 milhões. Cerca de 20% da água tratada e produzida pela Caesb seriam consumidos por meio dos “gatos”, especialmente em loteamentos irregulares.

Projetos criam censura às transmissões de rádio e TV

O

s brasileiros acostumados a acompanhar, ao vivo e a cores, as decisões da República – CPIs e votações no Congresso Nacional, julgamentos de grandes causas, como o Mensalão, no Supremo Tribunal Federal – correm o risco de ficar na escuridão da informação. Tramitam na Câmara dos Deputados dois projetos de lei que restringem as transmissões radiofônicas e televisivas de audiências e julgamentos penais, sobretudo em instâncias superiores, como o STF. O projeto 1.407/2007, de autoria do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), dispõe que as transmissões só ocorrerão se as partes autorizarem. Ou seja, caso a matéria seja aprovada, o réu pode vetar que a população acompanhe os votos dos ministros do STF em julgamentos. O projeto já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e está pronto para votação em plenário. Já o projeto 7004/2013, do deputado Vicente Cândido (PT-SP), é mais rigoroso e proíbe terminantemente “a transmissão ao vivo ou gravada e sem edição de imagens e sonoras das sessões do STF e dos demais tribunais superiores”. O texto recebeu nova versão, do deputado Silas Câmara (PRB-AM), foi aprovado na Comissão de Ciência, Tecnologia e Comunicação, e encontra-se pra ser votado na CCJ.

JOSÉ CRUZ / AGÊNCIA BRASIL

Transmissões ao vivo, como a do julgamento da chapa Dilma-Temer pela TV Justiça, podem ser proibidas

Conselho de Comunicação Social A justificativa dos dois projetos é que a visibilidade pública de um julgamento pode interferir na maneira de proceder do julgador em virtude da pressão da opinião pública. Na semana passada, eles foram analisados pelo Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional. O Jornalista Davi Emerich, relator dos dois projetos, entendeu que “proibir ou mitigar transmissões ao vivo de julgamentos do STF e de outras instâncias judiciais não parece ser uma boa orientação pedagógica à cidadania, que cada vez mais é chamada a restaurar princípios éticos na vida brasileira. Com todos os percalços da trans-

missão ao vivo, ela mais ajuda do que atrapalha na construção de relações mais transparentes entre as esferas públicas e privadas do país”. O parecer de Emerich pedindo a rejeição dos dois projetos foi aprovado pelo Conselho na sua quase totalidade. Apenas um conselheiro, Walter Ceneviva, representante das empresas de rádio no Conselho de Comunicação Social, defendeu a proibição das transmissões. Para ele, a transparência pública das decisões dos tribunais já é assegurada com a divulgação das decisões no Diário Oficial da Justiça e aqueles que quiserem

acompanhar todo o julgamento devem se fazer presentes nos plenários dos tribunais. Mesmo com o posicionamento do Conselho de Comunicação Social do Congresso, o perigo não está afastado, pois a posição do Conselho não é acatada obrigatoriamente pela Câmara e pelo Senado. É apenas uma recomendação. Se os parlamentares decidirem ignorá-la, nada impede que eles proíbam as transmissões dos julgamentos. O anonimato dos réus, nessa altura do campeonato, deve agradar a muitos políticos enroscados nas delações e que pretendem concorrer novamente em 2018.

Grilagem Muita gente olhando para os EUA, falando mal de Donald Trump por ter abandonado o Tratado de Paris. Mas não enxerga o umbigo nacional. Às vésperas do Dia Nacional do Meio Ambiente, o Senado aprovou a MP 759, com o beneplácito do senador Hélio José (PMDB) e do deputado Izalci Lucas (PSDB), além do relator, senador Romero Jucá (PMDB-RR). A medida, segundo especialistas em questões fundiárias, é uma paulada na Amazônia, incentiva a grilagem e o desmatamento. Traz ainda sério e grave impacto urbanístico e ambiental ao DF. Mas sobre isso, a classe política fica muda. A MP é condenada pela WWF e pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil. O Ministério Público diz que ela é ilegal. Mas, da bancada brasiiense no Senado, só Reguffe (sem partido) teve coragem de votar contra a MP. Cristovam Buarque (PPS) não apareceu à sessão. Hélio José apoiou a chamada MP da Grilagem.


Brasília Capital n Geral n 13 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

Você é o problema, e não o outro Você é o problema quando constantemente culpa os outros porque, se o outro é sempre culpado, você nada tem para aprender e, desta maneira, permanecerá no mesmo estado de ignorância e estupidez. Você é o problema quando usa adjetivos negativos contra você (eu não presto, não tenho sorte, ninguém gosta de mim, sou azarado, sou feio, sou gordo etc), porque, se você se deprecia, não terá ânimo para superar as adversidades da vida, além de irradiar uma vibração desagradável que afastará os outros de você.

Você é o problema quando se sente rejeitado e não questiona o motivo da rejeição, esquecendo que ninguém tem obrigação de gostar de você. Se você não procurar se conhecer para se melhorar como ser humano e tornar-se uma pessoa interessante, continuará tendo problemas recorrentes, sendo rejeitado e sofrendo a cada rejeição. Você é o problema quando revolta-se ou desanima diante dos fracassos, esquecendo que há você com seus desejos, mas há também sua programa-

O sorgo na alimentação humana Você já ouviu falar em sorgo? Trata-se de um cereal originário da África que foi domesticado entre 3.000 e 5.000 anos atras. É considerado um dos cereais mais importantes do mundo, superado apenas por trigo, arroz, milho e cevada. Estamos na semana de apresentação de trabalhos de conclusão de semestre na universidade, e um dos trabalhos apresentados foi sobre o sorgo. O tema

me chamou muito a atenção e, por isso, resolvi compartilhar algumas das informações com os leitores. No Brasil, o cultivo de sorgo é voltado para a produção de ração animal ou como forragem. Praticamente não há consumo desse cereal na alimentação humana. Mas seu valor nutricional é semelhante ao do milho, com grande concentração de ácidos graxos poli-insaturados.

MARCELO RAMOS O REPÓRTER DO POVÃO

Programa O Povo e o Poder das 8h às 10h de segunda a sábado Notícias, Esportes e Músicas

Rádio JK - AM 1.410

Ligue e participe: 3351-1410 / 3351-1610 www.opovoeopoder.com.br www.marceloramosopovoeopoder.blogspot.com

“Viver é enfrentar problemas. O modo como você os enfrenta é que faz a diferença. O verdadeiro objetivo da vida é acender uma luz na escuridão do ser”. ção existencial, e nem tudo que você busca faz parte dela. Você é o problema quando não colabora com o próximo, quando não observa como fala com as pessoas, quando as trata mal, não se desculpa, e ainda não entende por que o amigo ficou frio com você. Você é o problema se não descobrir

Previne doenças cardiovasculares, obesidade e diabetes Destaca-se como cereal isento de glúten, que pode contribuir no controle de algumas moléstias Uma das características do sorgo é a presença de compostos fenólicos, fitoquímicos que podem trazer melhora na qualidade de vida e ainda

e colocar em prática a sua vocação. Praticando-a, aparecerão todas as condições para você realizar-se. Escute os outros com atenção e humildade, e seja sempre grato quando for beneficiado. “Viver é enfrentar problemas. O modo como você os enfrenta é que faz a diferença. O verdadeiro objetivo da vida é acender uma luz na escuridão do ser”. Você não nasceu gente. Você nasceu como um projeto para tornar-se gente com características únicas. Esta Terra é uma escola: Viva e deixe viver. Cresça e ajude a crescer. E não se esqueça do ensinamento crístico: “De que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?”.

José Matos Professor e palestrante

prevenir doenças como obesidade, diabetes, dislipidemia e doenças cardiovasculares. Além disso, o sorgo se destaca por ser um cereal isento de glúten, o que pode contribuir no controle de algumas doenças que precisam isolar esse componente da dieta. Com o aumento na demanda por ingredientes alternativos e funcionais, o sorgo pode vir a ser um componente chave de produtos de grãos inteiros com evidências marcantes do seu potencial na busca pela saúde.

Caroline Romeiro Nutricionista e professora na Universidade Católica de Brasília (UCB)


Brasília Capital n Geral n 14 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

Como namorar? Olá, querido (a)! Na próxima segunda-feira, celebraremos o dia dos namorados! Algumas pessoas comemoram com amor; outras, com “recalque” (rs). Independentemente da forma como você passará esse dia, vamos aprender a namorar? Você já deve ter ouvido aquela música da dupla Henrique e Juliano que diz assim: (1)“Vai namorar comigo sim!” Essa construção, apesar de afirmar o sério compromisso que o eu lírico deseja ter com sua amada, está gramaticalmente incorreta. A tradição gramatical diz que o verbo “namorar” é transitivo direto. Em

outras palavras, quem namora, namora alguém, e não com alguém. É agramatical dizer “eu namoro com a Maria”. O correto é “eu namoro a Maria”. O pronome oblíquo “comigo” apresenta a preposição “com”, o que impede a adequada regência. Para que a música fique gramaticalmente correta, o recomendado é: (2)Vai me namorar sim! Obs.: o emprego da frase gramaticalmente correta na música prejudicaria a métrica e o ritmo da composição. Por isso existe a famosa “licença poética”, ok? Não sejamos intransigentes! Todavia, se você quiser encantar seu (sua) amado

Uma poetisa chamada Dolores Duran Tom Jobim e Vinicius de Moraes formavam uma parceria inseparável: ambos músicos e poetas, revezavam-se ao compor obras-primas inesquecíveis da MPB. Quando um se inspirava ao criar as notas de uma nova melodia, o outro, por osmose, já vinha no momento seguinte com os versos prontinhos. Nessa trajetória, só houve uma exceção: quando Vinicius entregou a sua contribuição com um pequeno atraso, ouviu a sincera consulta de Tom: uma certa moça, ao ouvir o samba-canção, já tinha lhe entregue as estrofes, e que o amigo lesse e decidisse pela escolha. Caracterizando o caráter também honesto do poetinha, a resposta saiu à guisa de gene-

roso veredicto: a versão da então desconhecida era”melhor” e que ficasse valendo. Foi aí que o nome da poetisa Dolores Duran veio à tona, com estes versos que, na voz do seresteiro Josemir Barbosa, sempre me fizeram chorar: “Ah, você está vendo só / Do jeito que eu fiquei / E que tudo ficou? / Uma tristeza tão grande / Nas coisas mais simples / Que você tocou. / A nossa casa, querido / Já estava acostumada / Aguardando você / As flores na janela sorriam, cantavam / Por causa de você. Olhe, meu bem, / Nunca mais me deixe, por favor! / Somos a vida, o sonho / Nós somos o amor. / Entre, meu bem, por favor / Não deixe o mundo

(a) com músicas gramaticalmente corretas, vou apresentar algumas opções: (3)“Eu vou te namorar.” (Sandy e Junior) Eu sei que o primeiro amor da sua vida foi embalado com uma canção dessa dupla! “Cansei de namorar a solidão.” (Gian e Giovani) Então, deixe “mil corações” pregados no portão do seu amor! (4)“Eu conheci o samba antes de te namorar.” (Thiaguinho) Para casais possessivos. (5)“Vem me namorar, vou te namorar também.” (Tribalistas) Porque o namoro exige reciprocidade. (6)“Fiquei louco de amor, vem me namorar, girl!” (Banda Magníficos) Um estrangeirismo sempre deixa uma boa impressão! Para que não haja uma desilusão amorosa de cunho gramatical, não

são recomendadas as seguintes canções: (7) “Me namora!” (Natiruts) A não ser que o pronome seja colocado depois do verbo! (8)“Quer namorar comigo?” (Edson e Hudson) Não se namora com ninguém. (9)“Namora eu! ” (Asa de Águia) Quando a música acabar, é só dizer: perdoa eu! Nunca falhou! Apesar das brincadeiras, desejo que o seu dia dos namorados seja excelente! A compreensão do amor está além da prescrição gramatical! Dê valor a quem está ao seu lado! P.S.: o objetivo do artigo não é tratar com demérito músicas famosas de artistas consagrados; o meu objetivo foi justamente exaltá-las!

“Mulata de pele clara, gorduchinha, estava frequentemente apaixonada por algum personagem da noite, de quem nem sempre era correspondida. Embora hoje não seja lembrada, Dolores Duran flutua entre as maiores intérpretes de todos os tempos no oceano brasileiro da poesia”

não só ouvia a sua bonita voz ao microfone, mas também conversando alto à mesa, sempre bebericando em ritmo forte, como se estivesse se candidatando ao suicídio, talvez porque soubesse que tinha uma ziquizira no coração. Mulata de pele clara, gorduchinha, estava frequentemente apaixonada por algum personagem da noite, de quem nem sempre era correspondida. Embora hoje não seja lembrada, Dolores Duran flutua entre as maiores intérpretes de todos os tempos no oceano brasileiro da poesia. E mesmo só dotada do curso primário, era autodidata em vários idiomas, inclusive bastante politizada: chegou a ser simpatizante do PCdoB. Precocemente, faleceu em 1959 de infarto agudo do miocárdio, aos 29 anos, quem sabe usufruindo “A paz de criança dormindo!...” - um de seus versos.

mau / Lhe levar outra vez / Me abrace, simplesmente / Não fale, não lembre, Não chore, meu bem!” Como frequentador assíduo da então santa boemia do Rio de Janeiro, cruzei algumas vezes com Dolores em boates, nas quais ela interpretava músicas de sua autoria. E

Elias Santana Professor de Língua Portuguesa e mestre em Linguística pela Universidade de Brasília (UnB)

Fernando Pinto Jornalista e escritor


Brasília Capital n Cultura n 15 n Brasília, 10 a 16 de junho de 2017 - bsbcapital.com.br

“Comida di Buteco”

U

m dos cantinhos mais agradáveis de Águas Claras tem também o melhor petisco do Distrito Federal. Os donos do Mercado 301, Sabrina Saboya e Rayner Costa, receberam, segunda-feira (5), o título de campeão do festival “Comida Di Buteco” e agora vão disputar no Rio de Janeiro o concurso de melhor petisco do Brasil. A equipe que viajará para a capital fluminense será submetida à avaliação de quatro jura-

Don 301 foi eleito o melhor petisco dentre os 18 participantes do concurso Comida di Buteco

dos ocultos no restaurante. Foi a primeira vez que o Mercado, localizado na Quadra 301 de Águas Claras, participou do festival. Nesta edição o tema para

as receitas foi “Cereais”. O prato campeão, chamado Don 301, é composto por pão ciabatta crocante, empanado em crosta de farinha de quinoa, quinoa ver-

melha em flocos e gergelim branco, recheado com filé mignon em cubos, champignon ao molho de creme de leite fresco reduzido, molho shoyo, pimenta verde e mistura de ervas. Ao todo, 22 bares do DF participaram da competição. Em segundo lugar, ficou o Lampião Bar, do Guará, com o prato Casulo de Lampião, seguido da Confraria Chico Mineiro, da Asa Norte, com a terceira melhor refeição, batizada de Combinado Yzakaya Chico-san.

Dicas para o Dia dos Namorados Na segunda-feira, 12 de junho, é comemorado o Dia dos Namorados. O Brasília Capital preparou um roteiro com dez restaurantes nos quatro cantos do Distrito Federal, com preços que variam de R$ 12,90 a R$ 136. Então, não há desculpa para você deixar passar a data em branco. Confira a relação no site www.bsbcapital.com.br

M

i c r o c o n t o

Luis Gabriel Souza

Melhor não. M

ATL lança Antologia na 33ª Feira do Livro No dia 17 de junho, a partir das 16h, será lançada, no Espaço Eventos da 33ª Feira do Livro de Brasília, a I Antologia da Academia Taguatinguense de Letras (ATL), durante Sarau com a presença de escritores, artistas, leitores e convidados. A coletânea, com capa desenhada pelo artista Toninho de Souza, vem tempera-

i c r o c o n t o

da de interioridade e de universalidade, com a força dos ventos literários das regiões brasileiras, a endossar a criatividade, a brasilidade e a originalidade de poetas, romancistas, contistas, cronistas, ensaístas e articulistas. O leitor encontrará literatura da melhor qualidade nas 280 páginas escritas pelos acadêmicos titulares, honorários e beneméritos da ATL, e escritores do DF e de vários estados. O presidente da ATL, o Gustavo Dourado (foto),

observa que a antologia contribuirá para a consolidação da história e da memória de uma época da literatura, com suas tendências e estilos. “É uma honra trazer a público essa primeira antologia,

a qual destaca a obra de 145 autores, reunindo criadores de várias idades, dos 12 aos 90 anos, numa publicação única e inovadora”, ressalta Dourado. O escritor lembra que, além da participação dos acadêmicos da ATL e de autores atuais, o livro traz poemas inéditos de escritores renomados, os quais foram cedidos para o projeto Poesia no Ônibus, coordenado por ele em 1995 e 1996, quando foi assessor de Literatura da Secretaria de Cultura.

Sentei na cadeira e o cabeleireiro começou o corte. Três notas e eu já sabia que ia ser difícil controlar a euforia. No rádio tocava Sandy & Júnior, “Imortal”. Fiquei doido; não sabia se me segurava ou se pedia pro cara parar tudo o que ele tava fazendo pra eu soltar meu agudo e fazer um show pra todo mundo daquele salão. E o melhor: de graça. Imagina se toca Ragatanga! Ah, aí eu não ia pensar duas vezes: ia dar um salto daquela cadeira, pedir licença e arrasar no “aserejé”.


HOSPITAL

CAFÉ

DELEGACIA

ESCOLA

Quando você paga o IPTU em dia, ajuda todo mundo a ter uma cidade melhor. Ao fazer o pagamento do IPTU em dia, a cidade inteira agradece. O valor arrecadado é investido em saúde, segurança, educação, transporte e na melhoria dos serviços que são oferecidos a todos. Fique atento às datas de vencimento. IPTU 2017. Faz toda a diferença. FINAL DA INSCRIÇÃO

COTA ÚNICA OU 1ª PARCELA

1E2 3E4 5E6 7E8 9, 0 E X

12/6 13/6 14/6 16/6 19/6

IPTU 2017

COTA ÚNICA COM

5% DE DESCONTO

OU 1ª PARCELA Acesse www.fazenda.df.gov.br ou ligue 156 opção 3 Secretaria de Fazenda

G O V E R N O

D E

Jornal Brasília Capital 315  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you