Page 1

P R OF E T A UR B A NO

Natal, 15 de maio de 2018

CRÍTICA

'Vingadores: Guerra Infinita' é digno, mas não explora todos os personagens Filme que estreia nesta quinta-feira (26) não agradou parte dos fãs da saga. Página 6 CELEBRIDADES

MÚSICA

Taylor Swift convida 2 mil famílias para último ensaio da nova turnê Página 5

Justin Bieber questiona glamour dos famosos após o “Met Gala 201 8” Página 4

MÚSICA

Nick e Joe Jonas relembram os tempos de banda e cantam ‘Lovebug’ Página 5

TV

Página 2

ENTENDA O SUCESSO MUNDIAL DE LA CASA DE PAPEL

Uma série em espanhol estrelada por atores pouco conhecidos pelo público brasileiro e protagonizada por uma mulher.

Página 8

CRÍTICA

TESTE :

Qual música representa o seu final de semana?

'Deadpool 2' dá a Ryan Reynolds chance de se redimir de erros do passado; confira crítica

Página 7


P R OF E T A UR B A NO

Natal, 15 de maio de 2018

Entenda por que La Casa de A série espanhola é um hit tão retumbante que a Netflix encomen

Foto: Netflix/Divulgação

Por Clara Campoli, Metrópole Uma série em espanhol estrelada por atores pouco conhecidos pelo público brasileiro e protagonizada por uma mulher. O sucesso de La Casa de Papel no Brasil foi tanto que sites de compras on-line têm todo tipo de máscara de Salvador Dalí à venda: em uma pesquisa rápida no Mercado Livre, os preços vão de R$ 7 a R$ 150 por unidade. Em Recife, um youtuber e seus amigos foram presos enquanto faziam uma pegadinha usando figurinos iguais ao do seriado. Para a professora da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP) Maria Cristina Mungioli, um dos

principais motivos do sucesso da série no Brasil e no mundo é a prerrogativa moral dos assaltantes. “Os ladrões falam de início que não vão roubar pessoas físicas ou empresas, estão tirando dinheiro de quem o fabrica”, comenta. Segundo a especialista, a estrutura de seriado dá tempo aos roteiristas e diretores para a elaboração detalhada da história dos personagens, aumentando as chances de identificação do público. “Na televisão, ao contrário do cinema, o diretor tem tempo de explicar como o personagem chegou àquele momento. Isso cria uma empatia natural do espectador. No caso de La Casa de Papel, temos o que chamamos de protagonismo

coral: essa essa história dedicada, em cada episódio, a contar a vida de uma pessoa da trama”, explica a acadêmica. De acordo com o editor-chefe do site Ligado em Série, Bruno Carvalho, a associação do espectador com o personagem marginalizado é, geralmente, automática. “O público gosta de ver uma história de volta por cima, e há também a clássica identificação com Robin Hood: roubar dos ricos, ou, no caso, do Estado, para dar aos pobres. Seriados como Prison Break, Mr. Robot, Suits, Breaking Bad e qualquer outro do gênero têm grande apelo popular”, opina o crítico. Além disso, segundo Mungioli, 2


P R OF E T A UR B A NO

Natal, 15 de maio de 2018

Papel é um sucesso mundial ndou a terceira temporada a crítica social por trás da história faz toda diferença no momento de o espectador compreender por que os personagens estão cometendo crimes. “Com exceção do Berlim, todos os assaltantes fazem aquilo não somente pelo dinheiro: existe todo um pano de fundo, quase melodramático. São pessoas que viveram na pobreza, não tiveram acesso à educação”, afirma. Outro ponto importante, aponta a professora, é o timing da narrativa. Ao intercalar cenas no presente e no passado, a série desenrola, sem pressa, os mistérios do roteiro. “As idas ao que passou montam o panorama atual e ajudam a entender as motivações de cada ato. Esse encadeamento faz a gente querer ver o seriado até o final”, analisa. Para ela, um aspecto fundamental é o figurino dos assaltantes. “A

Foto: Netflix/Divulgação

máscara e o macacão vermelho são um chamariz simbólico”, opina a professora. Com o distinto bigode de Salvador Dalí, a imagem é muito forte. “Assim como acontece em V de Vingança, a emblemática da máscara combinada com a indumentária passa uma ideia de unificação

do povo. Os ladrões, todos vestidos com o mesmo uniforme e rosto, estão ali representando o ideal da coletividade contra o poder dominante, materializado pela máscara de um popular e disruptivo pintor espanhol”, elogia Carvalho, do site Ligado em Série.

'La Casa de Papel' é a série de língua não-inglesa mais assistida da Netflix

Série fez história em relatório de audiência e lucros do serviço de streaming

Por Redação Galileu

Foto: Netflix/Divulgação 3

A série espanhola La Casa de Papel se tornou a série de língua não-inglesa mais assistida na história da Netflix. O anúncio foi feito em carta do serviço de streaming para os investidores, na qual falou das principais estreias dos últimos meses e os lucros financeiros da empresa. O relatório ressalta o sucesso das produções internacionais realizadas por países como Espanha e Brasil. "O Mecanismo, série do criador de Narcos, José Padilha, e

livremente inspirada em fatos reais, é uma das produções originais mais assistidas no Brasil", diz o documento. Com o sucesso das séries de língua-inglesa, a empresa, que só nos primeiros meses de 2018 faturou US$ 3,6 bilhões, pretende continuar investindo nesse tipo de produção. "Estamos vendo mais exemplos de conteúdos em línguas não-inglesas transcendendo fronteiras", afirma. "Neste trimestre, o thriller espanhol La Casa de Papel se tornou a série de língua não-inglesa na história da Netflix."


P R OF E T A UR B A NO

Natal, 15 de maio de 2018

Gisele Bündchen usou vestido “1 00% sustentável” no MET Gala 201 8

Por Hugo Gloss Rolou na noite desta segundafeira (8) o MET Gala 2018, noite mais badalada do mundo fashion, que reuniu grandes celebridades do cinema, da TV, da música e da moda no Metropolitan Museum of Art, em Nova York. Uma das divas que marcaram presença foi Gisele Bündchen, que apareceu deslumbrante ao lado do marido Tom Brady. O tema deste ano do MET foi “Corpos Sagrados: Moda e a Imaginação Católica” e a modelo brasileira escolheu um vestido dourado que foi confeccionado de forma totalmente sustentável pela marca Versace, como contou a própria em seu Instagram. “Obrigada a toda equipe da @versace por trabalhar tão duro para fazer meu vestido totalmente sustentável. O tecido e forro de seda são 100% orgânicos e ecologicamente tingidos, as linhas são de algodão 100% orgânico e tudo é certificado pela organização GOTS. Obrigada @hungvanngo, @davidvoncannon, @georgecortina e @deborahlippman por me prepararem para esta noite!“, escreveu Gisele na rede social.

Gisele Bündchen e Tom Brady no tapete vermelho do MET Gala 2018 (Foto: Getty)

Justin Bieber questiona glamour dos famosos após o “Met Gala 201 8”

2018”, Justin Bieber resolveu pu- lhor que a sua. Posso prometer que Por Hugo Gloss em sua conta no Instagram, não é”. No dia seguinte ao “Met Gala blicar uma mensagem sobre o estilo de vida glamouroso das celebridades. Em tom de alerta, o astro escreveu: “Ei, mundo. Esse estilo de vida glamouroso que você vê retratado por pessoas famosas no Instagram… Não se deixe enganar pensando que a vida deles é meFoto: Divulgação Foto: Larry Busacca/Getty Images

4


P R OF E T A UR B A NO

Natal, 15 de maio de 2018

Nick e Joe Jonas relembram os tempos de banda e cantam ‘Lovebug’ juntos ao vivo

Jonas relembrou os tempos de “JoQuem estava ontem (5) no nas Brothers” e entoou o sucesso “SunFest”, em Palm Beach, na de 2008 da banda, “Lovebug” ao

lado do irmão Joe! Simmmm! O caçula iniciou a performance sozinho no palco até que o vocalista do DNCE deu o ar da graça, levando o público presente ao delírio. Após muita gritaria, os fãs mostraram que seguem com a letra na ponta da língua, acompanhando os meninos, num momento lindo de ver! Recebam: Muito fofo, né?! Só faltou o Kevin na parada… Em janeiro deste ano, o grupo “Jonas Brothers” – encerrado em 2013 – reativou sua conta no Instagram, provocando especulações de que viria por aí, uma reunião. No “Grammy 2018”, no entanto, Nick revelou que não havia nenhum plano a respeito. “Nós passamos um final de semana juntos, e acho que nosso Instagram foi reativado, mas eu posso dizer agora que não há reunião planejada“, comentou o fofo ao “E!”, deixando em seguida uma pontinha de esperança. “Nunca diga nunca, você nunca sabe o que vai acontecer“, finalizou. Tomara que aconteça algo, né?! hahahaha

ela, Taylor apresentou todo o show com o figurino da turnê e direito a o que mais será visto durante Taylor Swift terminou os ensai- tudo os da nova turnê A reputation sta- os shows. "Nos colocaram em ótimas cadium tour com uma boa ação. A cantora convidou 2 mil famílias adotivas para assistir ao show de graça e com direito a pizza, sobremesa e fotos no final. Apesar de Taylor não revelar o feito nas redes sociais, uma garota que participou do evento contou como foi a experiência. Segundo Foto: Reprodução/Internet

deiras, conseguimos ficar na primeiro fileira em um momento e ela acenou para as crianças! Eles amaram todo o show. Diga o que quiser, mas respeito e admiro essa mulher e sua natureza generosa", disse garota na publicação no Instagram. A reputation stadium tour começa nesta terça (8/5) e segue até novembro com shows confirmados na América do Norte, Europa e Austrália.

Foto: Divulgação

pôde ver de pertinho, um Por Pedro Hoskenhá, Hugo Flórida inesperado encontro nos palcos! Gloss Durante seu show no festival, Nick

Taylor Swift convida 2 mil famílias para último ensaio da nova turnê

Por Correio Braziliense

5


P R OF E T A UR B A NO

Natal, 15 de maio de 2018

'Vingadores: Guerra Infinita' é digno, mas não explora todos os personagens

Filme que estreia nesta quinta-feira (26) não agradou parte dos fãs da saga Por Rodrigo Salem, Folha Press A missão dos irmãos Joe e Anthony Russo não era fácil. A dupla precisou conduzir uma orquestra numerosa, fazer aventuras em diferentes planetas terem sentido e não deixar o público se perder em meio a tantos personagens e tramas desse crossover que é "Guerra Infinita". A boa notícia é que eles conseguiram. Thanos (Josh Brolin) é um semideus de Titã que planeja reunir as seis joias do infinito para tornar sua missão mais rápida: eliminar metade da população do universo para os mundos poderem prosperar em paz. O longa começa com uma sequência brutal, mandando o recado de que mortes farão parte da trama -a qual, após essa apresentação, se divide em dois enredos paralelos. O primeiro se passa na Terra, com Tony Stark (Robert Downey Jr., sempre um show à parte) preparando-se para seu casamento com Pepper (Gwyneth Paltrow) quando recebe um pedido de ajuda do Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch), possuidor de uma das joias do infinito. Os Vingadores, separados desde "Guerra Civil", se unem para impedir que os arautos de Thanos recuperem as gemas, dando tempo ao humor que enverniza quase todo o filme e para as cenas de ação que fizeram a fama dos Russos. O segundo enredo se passa no espaço e agrupa Thor com os

Foto: Divulgação

Guardiões da Galáxia. Um dos grandes acertos de "Guerra Infinita" (e da Marvel nos últimos cinco anos) é utilizar cada aspecto de tom, visual e voz dos filmes anteriores. Quando saímos da tensão do Capitão América (Chris Evans) protegendo Visão (Paul Bettany) e caímos na nave de Peter Quill (Chris Pratt), o contraste entre o realismo do primeiro e as cores e trilha do segundo é impactante. É como ver vários longas em um. O filme funciona como um "O Império Contra-Ataca" do Univer-

Foto: Reprodução/Trailer

so Marvel. É sombrio, emocionante e inesperado em diversos momentos. Serve como um final digno para os dez anos do estúdio, fazendo ligações surpreendentes e retomando personagens de quase todas as obras anteriores. Claro que o preço de unir tantos personagens em um único longa é alto. O Capitão América, que havia se tornado o herói mais interessante do estúdio desde "Soldado Invernal", é pouco explorado. Também não há um lado político complexo. Já Thor é o carro-chefe das melhores sequências, mantendo o humor de "Ragnarok", mas trazendo de volta o tom nobre dos primeiros filmes. Thanos realmente é a estrela perigosa que todos esperavam, existe uma conclusão e o final vai deixar muita gente de queixo caído, sofrendo. Ou na fila até 2019, quando virá a segunda parte do longa. 6


P R OF E T A UR B A NO

Natal, 15 de maio de 2018

'Deadpool 2' dá a Ryan Reynolds chance de se redimir de erros do passado, dentro e fora das telas

Continuação é engraçada e apresenta boas e sanguinolentas cenas de ação, mas às vezes erra a mão sob pressão para repetir sucesso do primeiro. Filme estreia quinta-feira (17).

Por Cesar Soto, G1 Sem a vantagem do fator surpresa de seu antecessor, “Deadpool 2” estreia no Brasil nesta quinta-feira (17) com dois grandes desafios: Manter o nível alto estabelecido pela produção anterior; Continuar o caminho de purificação de Ryan Reynolds através da “auto-zoação” em busca da redenção. O ator claramente acredita que precisa pagar por pecados como o pavoroso “Lanterna Verde” (2011) ou a desastrosa primeira versão de Deadpool nos cinemas, em “X-Men Origens: Wolverine” (2009). De certa forma, ele supera tais obstáculos, que não tinha no primeiro. A continuação é engraçada, apresenta belíssimas – e sanguinolentas – cenas de ação e conta com uma história que mantém a simplicidade, mesmo com as dificuldades de seus elementos de viagem no tempo. Por outro lado, sofre com a insistência em piadas que até foram engraçadas da primeira vez, mas que soam repetitivas lá pela vigésima. Peca também ao perder o equilíbrio entre referências nerds que só funcionam para os fãs mais assíduos e momentos que podem agradar a todos. Desta vez, o anti-herói vivido por Reynolds decide impedir que um misterioso soldado do futuro, Cable (Josh Brolin), mate um jovem mutante transgressor (Julian 7

Foto: Reprodução

Dennison). Para isso, ele reúne uma equipe de heróis improváveis como a mercenária Domino (Zazie Beetz), uma guerreira com o improvável super-poder de contar com uma super sorte. Nada muito explicado. Tudo muito Deadpool. Esmurrando a distância entre fã e herói O filme mantém a característica clássica do personagem nos quadrinhos, responsável por grande parte do sucesso do antecessor, de conversar diretamente com o público sobre os absurdos na tela. Mas, se antes tais momentos aconteciam para adicionar à trama,

Foto: Divulgação

em “Deadpool 2” muitas vezes parece que a história existe apenas para justificar sacadinhas de metalinguagem. É divertido lembrar que Brolin interpreta o vilão em outro grande sucesso super-heróico do ano – você talvez conheça, chama “Vingadores: Guerra Infinita”. No entanto, jogar o nome ao vento e esperar que o fã se sinta muito esperto por pegar a referência é exatamente o tipo de coisa que o anterior não poupava do ridículo. É como se “Deadpool 2” se tornasse aquilo que “Deadpool” mais temia: uma paródia de si mesmo.


P R OF E T A UR B A NO

Natal, 15 de maio de 2018

Teste: Qual música representa o seu final de semana?

Netflix e coberta ou balada com as amigas? Saiba qual a música perfeita!

Foto: iStock

Por Bruna Ferreira, Todateen A tão esperada sexta-feira chegou! Você já tem um rolê marcado? Ou vai ficar em casa mesmo descansando? Nosso teste mostra qual música representa o seu final de semana!

4) Qual o rolê perfeito com atender meu celular". É, parece que tem alguém bem a galera? cansada/preguiçosa por aí, hein! hehe Mas o bom é que no fds tudo a) Passeio no shopping b) Maratona de séries em casa é permitido! c) Balada bem animada Respostas:

Mais a: Sua música é Loka – 1) No colégio, você é sempre Simone & Simaria feat. Anitta o (a) que... Frase do finde: "Entra no carro, a) Curte a companhia dos amiga, aumenta o som! E bota Foto: Divulgação uma moda boa, vamos curtir a amigos b) Não vê a hora do fim de noite de patroa". Curtir os dias de Mais c: Sua música é De Trás folga ao lado das migas é tudo o semana chegar que você mais quer, ainda mais se Pra Frente – Henrique e Juliano c) Mais estuda, óbvio! Frase do finde: "O problema rolar música e muita dança. dos erros é que, às vezes, eles 2) Quando está de boa em fazem bem como ninguém e a casa, o que mais gosta de fazer? gente fica bobo". Eita menina apaixonadinha. O finde promete a) Sair! Ficar em casa não é muito carinho ao lado do crush, com você. anota aí S2. b) Maratona de séries c) Nada. Quanto mais nada melhor hehe Foto: Divulgação

3) Qual desses doces não Mais b: Sua música é The pode faltar no seu fim de Lazy Song – Bruno Mars semana? a) Pudim b) Brigadeiro c) Bolo

Sua frase para o finde: "Hoje eu não quero fazer nada. Eu só quero deitar na minha cama, não quero

Foto: Divulgação

8

Profeta Urbano  

Trabalho para a disciplina de Planejamento Gráfico 2018.1. Discentes: Gabriela Cavalcante e Ruth Andrade

Profeta Urbano  

Trabalho para a disciplina de Planejamento Gráfico 2018.1. Discentes: Gabriela Cavalcante e Ruth Andrade

Advertisement