Page 273

Caroline começou a imitar Misao, beijando Shinichi na bochecha e orelha. "Eu sou nova aqui", disse ela animadamente. "Eu realmente não sei o que você quer fazer." Caroline idiota. Naturalmente, como ela Shinichi foi subitamente sufocado por um grande abraço e beijo de sua irmã. Caroline, que, obviamente, queria a atenção da escolha colocada nela, mesmo que ela não entendesse o assunto, disse: "Bem, se você não me disser, eu não posso escolher. E de qualquer maneira, onde está Elena? Eu não a vejo em qualquer lugar!" Ela parecia prestes a dizer mais quando Damon deslizou e sussurrou em seu ouvido. Então ela sorriu de novo, e ambos olharam os pinheiros que cercava a pensão. Era quando teria sua Elena qualquer segundo. Mas Misao já estava falando e que exigia total atenção. "Sorte! Então eu vou pegar. "Misao inclinou-se, espiando por cima da borda do telhado em cima dos humanos, os olhos escuros se alargaram, somando as possibilidades no que parecia uma clareira estéril. Ela era tão delicada, tão graciosa quando ela levantou-se para o ritmo e pensou, sua pele era tão justa, e os cabelos tão brilhantes e escuros que mesmo Elena não conseguia tirar os olhos dela. Então a cara de Misao se iluminou e ela falou. "Preparem o altar. Você trouxe alguns de seus mestiços? " O último não foi tanto uma causa como uma exclamação animada. "Minhas experiências? Claro, querida. Eu disse para você que estariam aqui ", Shinichi respondeu e acrescentou, olhando para a floresta," Vocês dois, homens para o Velho Bosque!" E ele estalou os dedos. Houve vários minutos de confusão durante o qual os seres humanos em torno de Bonnie foram atingidos, com pontapés, jogada ao chão, pisoteado e esmagado quando eles lutaram com as sombras. E então tinha confusão na frente deles, confusão mais para a frente com Bonnie entre eles, balançando molemente de cada um por um braço magro. As meias-raças foram algo como homens e algo como árvores com todas as folhas despidas. Era como se tivessem sido feitos especificamente para ser grotescos e assimétricos. Um deles tinha um braço torto, o esquerdo que chegava quase aos seus pés, e um braço direito que era grosso, irregular, e apenas à altura da cintura. Eram horríveis. Sua pele era semelhante ao de quitina, como a pele dos insetos, mas muito

Diários Do Vampiro #5 - Anoitecer  
Diários Do Vampiro #5 - Anoitecer  
Advertisement