Page 247

“Não é nada querida!” anunciou como se os fantasmas aparecessem todos os dias no lar dos Gilbert e Margaret soubesse como tratar com eles. “Vai correndo a casa de sua amiga Barbara, ela tem que estar ali. Não deixes de correr até que chegues e vai ver sua mãe. Mas antes, me dê uns beijos”. Levantou Margaret, a abraçou com força e logo quase a jogou na porta. “Mas Elena, você voltou!” “Sim linda, e prometo te ver de novo outro dia. Mas agora corre pequena!” “Lhes disse que você voltaria, fez antes!” “Margaret, corre!” Asfixiada em lágrimas e talvez reconhecendo sua maneira infantil a seriedade da situação, Margaret correu. Elena a seguiu, mas serpenteando por uma escada diferente, enquanto Margaret seguia outro caminho. Elena se encontrou de frente na cara de satisfação de Damon “Você perde muito tempo falando com as pessoas” disse, enquanto Elena valorizava freneticamente suas alternativas: vou para a varanda pelo caminho da entrada?, não, os ossos de Damon ainda podiam estar feridos, mas se ela pulasse provavelmente quebraria o pescoço. O que mais? Pensa! De repente estava abrindo a porta de um armário implorando “A casa da Tia Avó Tilda” insegura de que a magia não funcionasse, bateu a porta na cara de Damon. E apareceu a casa da Tia Tilda, mas na casa do passado. Não é de se estranhas que acusaram a pobre tia de ver coisas estranhas, pensou Elena, olhava a mulher se dar a volta. Segurava uma grande panela de vidro cheio de algo que cheirava a cogumelos, deu um grito e soltou o recipiente. “Elena!” exclamou “Mas não pode ser que você esteja completamente crescida!” “O que aconteceu?” perguntou a tia Maggie que era amiga da tia Tilda, chegando acercandose desde o outro quarto. Era mais alta e também mais feroz que tia Tilda. “Me perseguem” clamou Elena, “necessito encontrar uma porta e se virem um rapaz atrás de mim...” Então Damon saiu do guarda roupas e ao mesmo tempo a tia Maggie se cruzou com ele e lhe disse “A porta do banheiro está atrás de você” pegou um vaso e bateu na cabeça dele. Elena atravessou a porta do banheiro dizendo “Robert E. Lee High School outono passado – bem quando soa o sinal!”

Diários Do Vampiro #5 - Anoitecer  
Diários Do Vampiro #5 - Anoitecer  
Advertisement