Page 130

Tamy assentiu para Matt que de imediato lhe deu as costas. Ele estava como se sentisse uma terrível e repulsa fascinação na ridícula aparência de Tamy. “Se ele é bom de cama?” “Matt, olha isto” Elena levantou um pequeno tubo de cola “Acho que colou tudo isso em seu corpo com cola permanente. Temos que chamar a proteção de menores ou a algum lado porque ninguém a levou ao hospital. Assim seus país sabiam ou não de seu comportamento não deveriam deixá-la sozinha” “Só espero que eles estejam bem, sua família” disse Matt desolado enquanto saiam pela porta, Tamy os seguiu relaxadamente no carro e disparando detalhes macabros de “o bom tempo” que eles iam passar “os três”. Elena a olhou inquieta desde o banco de passageiro – ela não tinha carteira de motorista para dirigir, claro, elas sabia que não devia dirigir “Talvez deveríamos levar-la para a polícia. Meu Deus, pobre família!” Matt não disse nada por um largo momento, suas bochechas estavam tensas, sua boca severa “Me sinto de algum modo responsável. Digo, sabia que tinha algo mal nela – deveria ter dito a seus país” “Agora você está soando como Stefan, não é responsável de todos os que conhecemos” Matt a olhou agradecido e Elena continuou “De fato vou pedir a Bonnie e Meredith que façam outra coisa que prove que você não é. Vou pedir para elas irem onde Isabel Saitou, a namorada de Jim. Você jamais teve contato com ela, mas Tamy sim” “Você quer dizer que ela tem isso também?” “Isso é o que espero que Bonnie e Meredith investiguem” Bonnie parou como morta quase soltando os pés da Senhora Forbes “Não vou entrar nesse quarto” “Você tem que fazer, não posso sozinha” disse Meredith e logo a persuadiu “Olha, Bonnie, se entrar comigo, te direi um segredo” Bonnie mordeu seu lábio, depois fechou os olhos e deixou que Meredith a guiasse passo a passo pela casa do terror. Ela sabia onde estava o quarto principal – depois de tudo tinha brincado ali desde pequena, por todo o corredor e depois virando na esquerda. Se surpreendeu quando Meredith parou depois de uns passos “Bonnie” “Certo, o quê?” “Não quero te assustar, mas –”

Diários Do Vampiro #5 - Anoitecer  
Diários Do Vampiro #5 - Anoitecer  
Advertisement