Issuu on Google+

Nome: Gabriella Alves de Sousa

Nº 21

Série: 1°A – ETIM ADM

Odisséia – Respostas

Tarefa 1 – Introdução

Fazemos essas ligações, pois sabemos a idéia central de cada gênero. O gênero lírico, sempre expõe os sentimentos e emoções do “eu lírico”. Já no gênero épico, o narrador relata fatos passados, histórias de heróis que foram importantes para seu povo, de uma forma bem objetiva. Associamos nossos conhecimentos ao tema exposto. Está na história e em nossa mente, partindo do senso comum, podemos identificar o gênero textual a suas características.

Tarefa 2 – Leitura de imagem

1. Frodo está muito machucado e sujo, a expressão de seu rosto é de cansaço. Essa aparência nos dá a entender, que a jornada de Frodo foi muito difícil, que ele enfrentou grandes desafios, lutou com todas as forças para conquistar seu objetivo.

2. a) Características como coragem, conquistar a liberdade, fazendo assim o que é justo, participando de uma luta entre o bem e o mal. Seus objetivos foram alcançados, mas todos com muito esforço e sofrimento. Situações de lutas e competições, com apenas um vencedor, o verdadeiro herói, corajoso e valente.

Tarefa 3 – Leitura de imagem para o texto 3. Sim, pois na época de Ilíada e Odisséia, o vencedor da guerra, era consagrado um guerreiro admirado e respeitado por todos, era reconhecido por seus atos de bravura e coragem. O espaço de consagração era como um incentivo para os guerreiros, assim tinha prazer de lutar e se possível se tornarem guerreiros admiráveis.


4. Se eu fosse uma super – heroína, lutaria para conquistar a paz mundial, assim não haveria guerras e nenhuma desigualdade social, todos teriam as mesmas condições financeiras. Poderes: super inteligência, invisibilidade, super força, levitação, poder climático, rejuvenescimento e regeneração. Tarefa 4 – Do texto para pesquisa 5. A palavra “mito” é uma representação fantasiosa do homem, a fim de dar uma explicação aos fenômenos da vida e da natureza; O sufixo “logia” referese ao campo de estudo, estudo de um assunto particular. A junção de ambos os termos, “mitologia” significa o estudo dos mitos, lendas e histórias fantasiosas. A mitologia grega desenvolveu-se plenamente por volta de 700 a. c. Três coleções clássicas de mitos - a Teogonia, pelo poeta Hesíodo, e a Ilíada e Odisséia de Homero - apareceram nesta época. A finalidade dessas histórias era explicar qualquer coisa que não podia ser explicada de uma forma simples, como a criação do mundo, fenômenos naturais, etc. As histórias mitológicas eram transmitidas principalmente, através da literatura oral. A mitologia é caracterizada por deuses, ninfas, heróis, lendas e histórias, inventadas para explicar qualquer assunto que não podia ser explicada de maneira simples. Os principais personagens da mitologia - Heróis: seres mortais, filhos de deuses com seres humanos. Exemplos: Herácles ou Hércules e Aquiles. - Ninfas: seres femininos que habitavam os campos e bosques, levando alegria e felicidade. - Sátiros: figura com corpo de homem, chifres e patas de bode. - Centauros: corpo formado por uma metade de homem e outra de cavalo. - Sereias: mulheres com metade do corpo de peixe atraíam os marinheiros com seus cantos atraentes. - Górgonas: mulheres, espécies de monstros, com cabelos de serpentes. Exemplo: Medusa. - Quimera: mistura de leão e cabra que soltava fogo pelas ventas. Os deuses, apesar de serem imortais, possuíam características, comportamentos e atitudes semelhantes aos seres humanos. Sentimentos como: maldade, bondade, egoísmo, fraqueza, força, vingança e outros, faziam parte dos deuses. A única diferença entre deuses e humanos era a


imortalidade. Com essas histórias, adquirimos muitos conhecimentos sobre a cultura dos gregos, religião, política, economia. Elas contribuíram para a ampliação da nossa cultura, praticada e aplicada até os dias de hoje.


Odisséia - Respostas