Issuu on Google+

Texto Espositivo-Argumentativo Críticas aos Peixes / Críticas aos Homens Padre António de Vieira, ao pregar aos peixes, está constantemente a compara-los aos homens. Quando fala dos louvores ou repreensões aos peixes, está sempre a criticar os homens pelo o que são e o que fazem. E é neste aspeto onde se encontra a relação entre as críticas aos peixes e as críticas aos homens. Na verdade, é que, tudo serve para criticar os homens. Quando fala dos louvores aos peixes, por exemplo: os peixes são melhores que os homens, logo os homens são piores que os peixes, porque os homens corrompem tudo o que está a sua volta , não são obedientes nem bons ouvintes, mas são ganânciosos e vaidosos; já os peixes são obedientes e bons ouvintes, livres e puros, foram a primeira criação de Deus e não corrompem o que está a sua volta. Na minha opinião, esta visão de Santo António é correta, porque é verdade que os homens são ganânciosos e piores que os peixes, se bem que os peixes também têm os seus defeitos mas não são piores que os dos homens. Já quando o Padre António fala das repreensões dos peixes, compara-as com os vicíos dos homens. Por exemplo, quando fala da ignorância dos peixes por perderem a vida por duas tirinhas de pano no anzol, assim como os homens na guerra que trespassam as lanças de ferro cobertas por um pano branco e que também perdem a sua vida; também pergunta aos peixes o porquê de se comerem uns aos outros, assim como os homens se matam, e diz que Deus já os trouxe ao mundo vestidos , com uma roupa que não se rasga ou gasta, e que existem homens que trabalham toda a vida apenas para ter um pequeno trapo ou farrapo que se rasga ou gasta com facilidade, para além de serem roubados constantemente o que provoca mais conflitos, algo que no mar pode ser evitado. Concluíndo, pode-se dizer que as críticas aos peixes são semelhantes às dos homens, também que os peixes são ligeiramente mais ignorantes que os homens, e que Padre Vieira é um grande escritor e que fez uma grande obra como esta.


Texto espositivo argumentativo (criticas aos homens)