Page 1

1

ANO

FUNFARME Ano XII / Nº 153 - Outubro - 2014

Diretores e lideranças da Funfarme e Hospital da Criança e Maternidade celebram o primeiro ano, junto com Felipe, o primeiro bebê a nascer no hospital, e sua mãe, Kadge Huaixon

Graças ao empenho e profissionalismo de todos os seus funcionários, o Hospital da Criança e Maternidade comemora primeiro ano já reconhecido como uma das principais instituições do Brasil em pediatria e obstetrícia. Páginas 11 e 12


Funfarme

Editorial

HCM 1 ano

“Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor.” Johann Wolfgang von Goethe A frase do escritor, cientista e filósofo alemão Johann Goethe sintetiza bem o pensamento que deveria estar ocupando boa parte das mentes de muitos dos presentes à cerimônia de comemoração do primeiro aniversário do Hospital da Criança e Maternidade de Rio Preto, no dia 9 de outubro. E várias vezes este pensamento foi expresso em alguns dos discursos: comemoramos ali não só um ano de funcionamento de uma instituição de saúde, mas o sucesso de um projeto ambicioso, cuja gênese foi um sonho. Sonho que conquistou a mente de alguns médicos e logo foi se disseminando pela comunidade de Rio Preto e região. Foram inúmeros os obstáculos a transpor, os anos passavam e parecia que o projeto de um hospital pediátrico estava mais perto do sonho do que da realidade. Mas, como disse Goethe, quando muitos atuam com “toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor”. Após anos de reivindicações, o projeto foi aprovado pelo Governo do Estado. Foi a vez então dos nossos funcionários demonstrarem determinação ímpar ao longo dos 6 anos de sua construção. Departamentos médicos, de enfermagem, áreas da saúde, engenharia,

elétrica, limpeza, hotelaria, administração, financeiro, enfim, todos os setores da Funfarme, sem exceção, se envolveram com a obra, mostraram tranquilidade e profissionalismo, inclusive ante as mudanças do projeto do hospital, para entregar um centro de excelência que a comunidade merece. Pronto o HCM, teríamos ainda o desafio da mudança. Mais uma vez, os funcionários demonstraram comprometimento e mobilizaram-se para, em menos de 48 horas, transportarem dezenas de recém-nascidos, bebês, crianças e gestantes, em total segurança, sem um incidente sequer. O sucesso da megaoperação, fato inédito na história do país, ainda comove quem dela participou. Hoje, o sonho transformou-se num dos principais centros de referência em pediatria e obstetrícia do Estado e – por quê não dizer? – do Brasil, apresentando números impressionantes já em seu primeiro ano de existência, e que você pode conferir nas páginas 11 e 12 desta edição. Em nome das Diretorias da Funfarme, Famerp, HB e HCM, agradeço a todos os funcionários que trabalharam para que o universo conspirasse a nosso favor.

Diretoria da Funfarme

Comissão Nacional de Residência Médica faz visita técnica ao Hospital de Base A representante nacional da Comissão de Residência Médica, Dr. Magali Sanches, esteve na Funfarme, no dia 7 de outubro, para analisar o interesse da instituição em aumentar o número de vagas em alguns programas de residência médica. Entre as especialidades analisadas estão a de Cirurgia Torácica, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Medicina Intensiva Pediátrica, Neurofisiologia Clínica, Neurologia Pediátrica, Oftalmologia, Pneumologia Pediátrica e Transplante de Medula Óssea.

Expediente Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XII/ Nº 153 - Outubro - 2014 • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho • Vice-Diretor Executivo Funfarme: Dr. José Luís E. Francisco • Coordenador de RH e DP: Dr. Paulo Nakaoski • Diretor Administrativo do HB: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretora Administrativa do HB: 2

Funfarme Notícias - Outubro 2014

Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Diretor Clínico: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Vice-Diretor Clínico: Dr. William José Duca • Diretor Técnico: Dr. Paulo Nogueira • Vice-Diretor Técnico: Dr. Maurício de Nassau Machado • Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Júnior • Diretor do Ambulatório: Dr. Aldenis Borim • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire

• Diretoria de Transição do HCM: Dr. Antônio Carlos Tonelli Gusson e Dra. Eloísa Galão Produção Editorial: Intermídia Publicações Telefone: 17 3353-2083 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiário: Carlos Cristal Diagramação: Roger Goulart Impressão: Fotogravura Rio Preto Tiragem: 2000 exemplares


Funfarme

Secretário adjunto da Saúde visita Funfarme e fica impressionado com estrutura O secretário adjunto da Saúde do Estado de São Paulo, Wilson Pollara, esteve, dia 24 de outubro, no HB, onde se reuniu com as diretorias do HB, Famerp, Funfarme e Hospital da Criança e Maternidade. A visita teve por objetivo oferecer subsídios para o plano de gestão de leitos e reclassificação dos hospitais, que está sendo elaborado por Pollara e sua equipe, visando a maior eficiência e melhor utilização da estrutura hospitalar no Estado. Pollara visitou o HB acompanhado pelo Dr. Geraldo Reple Sobrinho, responsável pela Coordenadoria de Serviços de Saúde (CSS), Dr. Nelson Yatsuda, responsável pelo Expediente do Grupo de Planejamento e Avaliações de Coordenadoria de Regiões de Saúde, Dr. Luiz Geraldo de Almeida Mello, das Relações Institucionais e Governamentais, e Claudia Monteiro Ferreira, diretora da DRS XV. O secretário adjunto e os assessores ficaram impressionados com a dimensão, infraestrutura e movimento da instituição, após conhecerem as emergências, UTIs, setor de diagnóstico por imagem e o novo prédio que vai abrigar a radioterapia.

O secretário Wilson Pollara (à direita) e assessores visitam o Hospital de Base

Diretores e lideranças da Funfarme e do complexo hospitalar, com o secretário Wilson Pollara e sua equipe

Acompanhado pela equipe de engenharia e diretores da Funfarme, Pollara conhece a obra do prédio onde ficará a Radioterapia

Secretário adjunto e equipe passaram também pela sala do Pet CT (tomografia por emissão de pósitrons)

Funfarme Notícias - Outubro 2014

3


Hospital de Base

Simpósio cumpre seu papel e leva informação de qualidade a 150 profissionais de saúde

Anfiteatro Fleury lotado, demonstração do prestígio que o Simpósio conquistou já em sua segunda edição

“O aspecto físico do paciente é, muitas vezes, a pontinha de um enorme iceberg. Sob a água, esconde-se o gigantesco corpo do iceberg, formado pelos fatores social, emocional, sócio-cultural e ambiental.” Enfermeira Franciellen K. Notaro

A equipe multidisciplinar do Setor de Cuidados Paliativos do HB, organizadora do Simpósio

“Os profissionais que atuam nos Serviços de Cuidados Paliativos precisam ter autonomia para, quando perceberem, buscarem também apoio para saber lidar com a dor e a morte.” Padre Marcio Tadeu

A exemplo da primeira edição, realizada ano passado, o II Simpósio de Cuidados Paliativos, promovido pelo Hospital de Base, no dia 18 de outubro, atingiu plenamente seus objetivos. Mais de 150 profissionais de saúde e estudantes de enfermagem e medicina de Rio Preto e região lotaram o Anfiteatro Fleury. As médicas do HB Ana Maria Nasser e Aniele Pinheiro, esta coordenadora do Serviço de Cuidados Paliativos, ressaltam que um dos principais objetivos do Simpósio é contribuir para melhorar a atuação dos profissionais da Funfarme e de outras instituições no atendimento aos pacientes, desde o controle da doença até a análise das questões sociais, psicológicas e espirituais que os envolvem. Para Cristiane Carvalho, enfermeira coordenadora da Unidade de Cuidados Paliativos do HB, o simpósio se propôs também a combater a visão errônea dos pacientes chamados “terminais”. “O termo está errado e deixa tristes pacientes e profissionais envolvidos, pois alguns pacientes chegam a ficar anos sob cuidado”, disse a enfermeira. O Simpósio desempenhou papel fundamental, segundo o geriatra Toshio Chiba, um dos palestrantes convidados, já que profissionais de Saúde carecem de informações sobre esta área recente da Medicina. Dr. Toshio, chefe dos Cuidados Paliativos do Instituto do Câncer de São Paulo, apresentou em sua palestra pesquisa na qual 50% dos profissionais de saúde ouvidos disseram ser a falta de informação o principal limitador ao tratamento adequado da dor em pacientes com câncer. “Há uma carência muito grande de conhecimento nesta área no Brasil, por isso, a iniciativa do HB de promover este simpósio anualmente é louvável”, afirmou Dr. Toshio, referência no Brasil na área. Outra característica do Simpósio, merecedora de elogios, foi reunir diferentes e, ao mesmo tempo, valiosas visões quanto ao tratamento e as variadas formas de dor que atinge não só pacientes, mas também familiares e amigos. Além de Dr. Toshio, falaram a respeito a enfermeira Franciellen Notaro, do Hospital de Câncer de Barretos, o padre Marcio Tadeu, da Paróquia Senhor Bom Jesus, de Votuporanga, e o psicólogo Randolfo dos Santos Junior, do HB.

Padre Marcio, psicólogo Randolfo, enfermeira Franciellen e Dr. Toshio respondem a perguntas dos participantes 4

Funfarme Notícias - Outubro 2014


Funfarme

Para refletir

Funfarme convida e 200 funcionárias marcam mamografia Além de alertar a população feminina sobre o câncer de mama, a Funfarme voltou-se para seus funcionários e fez campanha interna para convidá-las a fazer a mamografia. A iniciativa surtiu efeito! Foram agendados mais de 200 exames. Durante outubro, também foram realizadas diversas atividades a fim de divulgar o movimento Outubro Rosa. Panfletos explicativos e adesivos foram entregues a funcionários, pacientes e acompanhantes, nas entradas da instituição, alertando sobre os riscos e incentivando, principalmente, mulheres acima de 40 anos a realizarem o autoexame com frequência, em seu dia a dia, e a mamografia anualmente. A prevenção é fundamental: descoberto o câncer precocemente, as chances de cura são de cerca de 90%.

Alguns funcionários que participaram e organizaram as atividades do Outubro Rosa, na Funfarme

Alunas da Famerp entregaram panfletos

Médicos e funcionários que também atuaram na campanha

O grupo ‘’Amigos de Cuca’’, em parceria com alunas de estética da Unorp, realizaram um dia de beleza às pacientes na quimioterapia do HB.

Cuide-se! Faça mamografia!

O movimento internacionalmente conhecido como Outubro Rosa terminou! E mais uma vez, realizamos esta campanha que nos remete a ações educativas e preventivas. É de extrema importância que nós, mulheres a partir de 40 anos, realizemos o exame de mamografia. Lembrando que o câncer de mama é o mais incidente entre a população feminina no Brasil e o segundo mais incidente no mundo (INCA). Além do mais, é importante saber que o diagnóstico precoce aumenta a chance de cura. Portanto, todas as ações, como divulgação de materiais, propagandas e iluminação rosa são muito válidas e compõem uma forma feminina e elegante de motivar as mulheres quanto à importância da mamografia, em todo o mundo. No Brasil, a Lei Federal 11.664, de 2008, efetiva o direito de todas as mulheres terem acesso à mamografia. Bom, mulheres, agora é conosco! Ame-se ! Cuide-se! Sorria e faça mamografia Lilian Andréia Chessa Dias Assistente Social – Oncologia ICA Fufarme/HB/Famerp Esta coluna dedica-se a ideias e informações que nos tornem pessoas e profissionais melhores. Para participar, envie e-mail a imprensa@hospitaldebase.com.br e imprensa2@hospitaldebase.com.br.

Funfarme Notícias - Outubro 2014

5


Funfarme

Famerp realiza Congresso Anual de Iniciação Científica e Mostra das Ligas 2014 A Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) realizou nos dias 7 e 8 de outubro o XI Congresso Anual de Iniciação Científica (Caic) e VI Mostra das Ligas Acadêmicas (Colig). Os eventos reuniram mais de 300 pessoas entre pesquisadores, docentes, alunos de graduação e pós-graduação stricto e lato sensu, além de profissionais em programas de residência, aprimoramento e demais pessoas interessadas em ampliar o conhecimento e estreitar os contatos de caráter científico e profissional das diversas áreas da saúde. Este ano o Caic e a Colig receberam a 204 trabalhos inscritos, sendo 40 pôsteres, 123 de temas livres e 41 de bolsistas PIBIC/CNPq. Os estudos dos bolsistas foram avaliados pelo Comitê Externo composto por pesquisadores representantes do CNPq.

Simpósios de dor neuropática e transplantes têm palestras de alto nível As Ligas de Dor e de Transplantes da Famerp realizaram, com as histórias. Mesmo para estudantes e profissionais no dia 23 de outubro, o II Simpósio de Dor Neuropática de saúde, estou certo de que várias ‘verdades” foram dese o V Simpósio de Transplantes de Órgãos e Tecidos, com mistificadas”, disse Murilo Araujo, coordenador da Liga de Transplantes. absoluto sucesso. Das 150 vagas à disposição, 148 foram Já o coordenador da Liga de Dor, Mateus Repolês, despreenchidas por estudantes de medicina e de enfermatacou o alto nível das palestras das Dras. Mariana e Dra. gem, médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, psiAna Marcia, respectivacólogos e outros promente, neurologista e anestesiologista do HB/ fissionais de saúde da Famerp e do Dr. Carlos Funfarme e outras instiFernando Herrero, da tuições da região. USP de Ribeirão Preto. Ao final, elogios ao “Dr. Carlos tratou da nível das palestras e Síndrome Neuropática pela iniciativa de levar de maneira bem escladoadores e receptores recedora para um tema de órgãos para darem depoimentos. “Ficamos ainda tão controverso”, muito emocionados avaliou Mateus. A neurologista Mariana, do HB/Famerp, ministra palestra

Campanha da Fraternidade beneficia Funfarme

10 cirurgias de vesícula em 1 dia

Para reduzir a fila de espera por cirurgia da vesícula, que até então somava cerca de 150 pessoas, a equipe de cirurgia geral do Hospital de Base mobilizou 20 profissionais, no 17 de outubro, para mutirão em que foram operados 10 pacientes. 6

Funfarme Notícias - Outubro 2014

Por reconhecer o complexo hospitalar da Funfarme como referência na captação e transplante de órgãos e tecidos, a Diocese de Rio Preto doou Fundação R$ 35 mil, parte do que foi arrecadado durante a Campanha da Fraternidade deste ano, que teve como tema central “Fraternidade e Tráfico Humano”. O cheque foi entregue pelo Padre Jarbas Brandini Dutra, coordenador da Campanha da Fraternidade em Rio Preto e pároco da Igreja da Redentora, e a assistente social Cidinha Canzela,


Funfarme

Comissão de Ética é eleita para novo mandato Os 12 membros da Comissão de Ética Médica para mandato de dois anos foram escolhidos, em eleição realizada no dia 16 de outubro. A Comissão, formada por 6 membros efetivos, 6 suplentes e cujo mandato iniciou-se no dia 18, tem função de fiscalizar e assegurar todas as condições adequadas de trabalho para os médicos da instituição, visando o cumprimento dos princípios éticos.

Membros da Comissão de Ética Médica

O diretor-executivo da Funfarme, Dr. Horácio Ramalho, vota, acompanhado do diretor clínico do HB, Dr. João Fernando Picollo, e o conselheiro do Cremesp, Dr. Pedro Teixeira Neto

TITULARES • Dr. Carlos Alberto Polachini • Dra. Suzana Renata Perez Orrico • Dr. Alceu Gomes Chueire • Dra. Maria Regina Pereira de Godoy • Dra. Lúcia Helena Neves Marques • Dra. Delzi Vinha Nunes de Gongora

SUPLENTES • Dra. Fernanda Câmelo Sanchez • Dr. Wagner Vicensoto • Dr. Dionei Freitas de Moraes • Dra. Fernanda Ribeiro Q. dos Santos • Dr. José Eduardo Sanches Arantes • Dr. Wilson José Quintinho

HB e HCM estão prontos para o Ebola O HB e o HCM estão prontos para atender pacientes suspeitos de terem o vírus Ebola. Comissões foram formadas nos dois hospitais e seus integrantes definiram o fluxo de atendimento destes pacientes e cada procedimento adequado ao caso e deram treinamento a todos os profissionais das emergências do SUS e convênios, nos dias 22, 23 e 24 de outubro. Além de como proceder, todos já sabem também o vestuário e os EPIs (equipamentos de proteção individual) que devem utilizar e já à disposição nas emergências. Em todos os consultórios, estão à disposição dos médicos folhetos com orientação sobre os sintomas e, nas entradas dos hospitais foram afixados banners.

Colaborador, você quer largar o cigarro! A Funfarme está formando o Grupo contra o Tabaco, exclusivo para os funcionários que desejam livrar-se do vício do tabaco. Eles terão auxílio dos profissionais de saúde da fundação e, quando prescrita, a medicação para auxiliar no tratamento será fornecida gratuitamente. As reuniões acontecem às segundas-feiras, das 8h às 9h e das 14h às 15h, no anfiteatro do Hospital Dia, no 2º andar. Inscreva-se já pelo ramal 1215 Funfarme Notícias - Outubro 2014

7


Funfarme

A obra termina... E aí? É hora de

Engenharia Civil e Clínica É das pranchetas da engenheira Maria José Zeitune e de seu colega Rodrigo Plazas que sai todo o planejamento e execução de cada obra, envolvendo a construção em si, mobiliário, material assistencial, equipamentos, projeto visual e de sinalização, entre outros aspectos. Engenheira civil, Maria José e sua equipe coordenam a construção e ambientação. O time de Rodrigo responde pela aquisição e instalação dos equipamentos.

Alguns dos dezenas de profissionais que forma a Equipe do Pós-Obras

A Funfarme não para! Para todos os lados, obras ac de profissionais se mobiliza, arregaça as mangas e cuidam dos colegas ocuparem os espaços novos. Este time de colaboradores ximo para que seus colegas colaboradores, pacientes e acompan o complexo hospitalar co Nestas duas páginas, você conhe

Manutenção Os cerca de 20 colaboradores da Manutenção dão apoio a todos envolvidos no pós-obras. Uma das principais tarefas é instalar o mobiliário: mesas, cadeiras, poltronas, instalação de armários, estantes, porta-copos, etc.

Parte da equipe de manutenção, que faz “o trabalho de formiguinha”, segundo Nilton Jacometti (primeiro, a partir da esquerda)

Limpeza Este time é enorme (110 colaboradores) e não para. Entra em cena duas a quatro vezes, dependendo da complexidade da obra e – claro! – da quantidade de sujeira “produzida”. Nos locais em que a assepsia é mais rigorosa (os chamados setore críticos, como UTIs e Centro Cirúrgico), o trabalho ganha importância maior e eles se empenham ainda mais.

Pós Obras – Equipe da limpeza terminal/pós obra sob a supervisão do enfermeiro Pablo e da encarregada de serviços Iraci Finco 8

Funfarme Notícias - Outubro 2014


Funfarme

eles entrarem em ação!

contecem. As pessoas talvez nem se lembrem, mais um batalhão mínimos detalhes para – aí sim! – deixar tudo pronto para seus já tem nome: é a “equipe do pós-obras”. Eles se dedicam ao mánhantes desfrutem das melhores instalações possíveis, reforçando omo referência em Saúde. ece alguns dos membros da equipe.

Call Center - Telefonia Paralelo à Engenharia, a equipe do Call Center / Telefonia, coordenada por Gislaine Cardoso e o técnico Luiz, dimensiona, planeja e instala o sistema de telefonia no novo ambiente, pensando detalhadamente a localização de cada ramal. Antes do setor ser entregue, vários testes são feitos para garantir que funcione, afinal, a comunicação com o restante da fundação e público é fundamental.

O técnico Luiz e a coordenadora do Call Center, Gislaine

Hotelaria Andreza Rocha, Silvia Kawata e Aparecida Amorim atuam em dobradinha com a Engenharia, pensando em detalhes o futuro ambiente. A principal função é, junto com a enfermagem, providenciar os materiais assistenciais, como lixeiras, camas, macas, cadeiras, poltronas, suportes, etc. Outra tarefa importante destinada às três é acionar a Comissão de Eventos da Funfarme, da qual fazem parte, para planejar a inauguração.

Funfarme Notícias - Outubro 2014

9


Funfarme

Perfil

Da força dos colegas, surge uma mulher inquebrável A paulistana Eliane Magro mudou-se para Rio Preto, cidade dos avós, após conhecer o futuro marido. Pouco tempo depois, surpresa, teve a oportunidade de participar de processo seletivo, com mais 30 candidatos, para trabalhar no Ambulatório. Conquistou o emprego que depois quase teve que deixar para cuidar da filha, Laura, que, aos 2 anos, descobriu-se ter osteogênese imperfeita (“ossos de vidro”), doença que enfraquece os ossos, fazendo-os quebrar facilmente. Dos 2 aos 7 anos, Laura teve sete fraturas, o que impôs a ela e Eliane enorme sofrimento. “O trabalho e o apoio dos colegas amenizou meu medo desta doença. Eles e meus familiares foram fundamentais para eu não deixar o trabalho e saber conciliá-lo com os cuidados e carinho que minha filha precisava”, lembra, emocionada.

Atualmente, Eliane trabalha no Instituto Lucy Montoro, como coordenadora de horários, e soma mais de 17 anos na Funfarme. A filha Laura, hoje com 14 anos e com a patologia sobre controle, participa de atividades de fisioterapia e de academia para fortalecimento dos músculos no centro de reabilitação. Eliane continua casada, amando a cidade, a família e seu trabalho.

Missa do Dia do Médico Para celebrar o Dia do Médico (18 de outubro), foi celebrada missa na Catedral de Rio Preto, com a presença de diretores e profissionais da Funfarme, acompanhados de seus familiares. 10

Funfarme Notícias - Outubro 2014

Caminhada contra o câncer de mama Caminhada - Alunos da Famerp e colaboradores dos HB e HCM participaram da “Caminhada contra o Câncer de Mama”, promovida pelo Laboratório de Investigação Molecular do Câncer com o objetivo de chamar a atenção da população sobre a importância da prevenção à doença.


Meu Setor

Funfarme

Laboratório de Imunogenética Molecular ajuda a definir compatibilidade entre doador e receptor de medula Despercebido ao olhar de quem passa pelo Hemocentro, fica localizado no piso inferior o Laboratório de Imunogenética Molecular, setor que desempenha papel fundamental para o destino de milhares de pessoas que aguardam por uma medula óssea que lhe salvará a vida. Funcionando desde a inauguração do Hemocentro, em 2011, o setor é responsável por realizar os exames de histocompatibilidade genética, que vão definir se o DNA de algum doador de medula óssea cadastrado é compatível com o de alguém que espera pelo tecido. Os exames, cerca de 500 por mês, em média, são realizados pelo professor e doutor em imunogenética Luiz Carlos de Mattos e pelas biomédicas Denise Xavier, Otávia Carneiro e Mirella Batista (na foto, a partir da esquerda). O Brasil é o 3° país com maior número de doadores voluntários. São mais de 3 milhões de pessoas inscritas no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), atrás apenas da Alemanha, com 7 milhões, e Estados unidos (5 milhões). Apesar dos dados favoráveis, vale lembrar que as chances de compatibilidade de pessoas que não apresentam grau de parentesco são de 1 em 100 mil. “Por este motivo, convidamos nossos colegas da Funfarme a serem doadores de medula óssea”, conclui Dr. Luiz Carlos.

À esquerda, a biomédica Denise Xavier realiza processo de hibridação de DNA para identificação de caractarística genética. À direita, a biomédica Otávia Carneiro extrai DNA de leucócitos

Agradecimentos Minha filha Camila, com quadro agudo de dores de cabeça e paralisia facial, deu entrada no HB, onde o atendimento foi muito rápido e eficaz. Em minutos, cinco médicos fizeram atendimento. No setor de imagem, a mesma agilidade e cordialidade, mantendo-se na troca do plantão. Fiquei muito satisfeita, minha filha foi cuidada e amparada. Parabéns aos profissionais e que o HB continue proporcionando este tipo de atendimento e prestação serviços aos usuários do SUS com qualidade.

Agradeço o atendimento à minha mãe, Dirce Dinal Marquessolo, durante sua internação, todos os porteiros, em especial, ao Fabio que, com alegre e receptivo, nos recebia toda noite com nossos nomes gravados em sua memória, às equipes médica e de enfermagem da UTI 7º andar (convênio), em especial, Dra. Renata Martins e Dr. Fabio Maciel, com quem tivemos mais contato e podemos perceber mais de perto o seu respeito e dedicação aos pacientes e familiares. Que Deus os ilumine.

Fabio Nunes Cortez - Rio Preto

Patricia Regina Martinucci e família - Rio Preto Funfarme Notícias - Outubro 2014

11


Funfarme

Maior comodidade Melhor prestação de serviços Parte da equipe do CEATOX, da esquerda para direita, secretária Rose, Coordenador Médico,Dr. Carlos Caldeira e a residente da multiprofissional (enfermagem) Danathielle

Antes

Depois

O CEATOX, centro de assistência toxicológica, atende, desde setembro deste ano, em um local totalmente novo e confortável. O setor agora conta com três salas de atendimento, dois banheiros e um quarto à disposição da equipe plantonista. Anteriormente, no Mezanino, o CEATOX dividia espaço com o NHE. Havia dias que as duas equipes somavam juntas mais de 40 profissionais no mesmo ambiente, o que dificultava o trabalho de ambas. Rose, como é conhecida no setor, diz estar muito contente com o novo espaço e agradece. ‘’Foi uma conquista e tanto! Dos 11 anos que atuo na instituição, nunca consegui desempenhar tão bem meu trabalho quanto agora. Estou muito realizada’’, conta a secretária do CEATOX, Roselange Dias.

Antes

‘’Nós do CEATOX agradecemos a todos os setores que de alguma maneira estiveram envolvidos na mudança do nosso setor para o 6° andar, em especial a manutenção, a elétrica, a limpeza da TMO e as meninas da hotelaria. Sem a colaboração de vocês isto não seria possíve!’’ Equipe CEATOX

Depois

Na foto, Rose e Danathielle com parte da equipe que colaborou na mudança 12

Funfarme Notícias - Outubro 2014

Mesmo com a troca de local, a mobília foi quase toda reformada e reaproveitada


Hospital da Criança e Maternidade

Feliz dia das Em comemoração ao Dia das Crianças, 12 de outubro, diversos voluntários se dispuseram a arrecadas brinquedos às crianças que estavam internadas na ala pediátrica do Ambulatório e do Hospital da Criança e Maternidade. Ao todo foram entregues mais de mil brinquedos nas duas instituições.

Colégio Liceu entrega presentes paras as crianças do Ambulatório.

Em campanha, alunos do curso de engenharia civil da UNIRP arrecadaram mais de 600 brinquedos, além de alguns kits de roupas para os recém-nascidos confeccionados pelo curso de moda, também da UNIRP.

Voluntária da AMICC entregando presente a paciente no HCM

ONG Estrela Guia trouxe além de vários brinquedos alguns palhaços para animarem a manhã das crianças

Voluntárias fizeram a festa com as crianças do 6º e 7º andar do HCM.

v

Cartões personalizados são a nova maneira de instruir no HCM Instruir de maneira simples, porém eficaz. Esse é o objetivo do novo método desenvolvido pela enfermeira Regina Rangel, para a prevenção de infecções de pneumonia em crianças, associada à ventilação mecânica, no HCM. Em parceria com alguns estudantes de designer de uma faculdade de Mirassol, a enfermeira confeccionou 600 cartões ilustrativos com instruções pessoais aos mais de 200 colaboradores envolvidos no projeto que durou seis semanas.

Funfarme Notícias - Outubro 2014

13


1

ANO

Hospital da Criança e Maternidade

39.200

atendimentos

9.940

internações

5.700 26.600

Dr. Dulcimar Donizeti de Souza, diretor geral da Famerp, discursa durante cerimónia do 1º aniversário

O Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de São José do Rio Preto comemorou, no dia 9 de outubro, seu 1º ano de inauguração, com a presença das Diretorias do HCM, Funfarme – Fundação Faculdade Regional de Medicina, das outras unidades do complexo hospitalar, médicos, funcionários e autoridades públicas. O HCM completa seu primeiro ano já consolidado como um dos mais modernos e bem estruturados hospitais do Brasil, referência no Estado de São Paulo em diversas especialidades pediátricas e em obstetrícia, tendo foco no atendimento de complexidade, entre os quais, gestação de alto risco e nas áreas de neonatologia, ortopedia, cardiologia, cirurgia cardíaca pediátrica e neurologia.

exames

A secretária municipal de Saúde de Rio Preto, Teresinha Pachá, com lideranças e profissionais da Funfarme, HCM e HB

‘’Os números demonstram a dimensão que o HCM conquistou no cenário nacional da saúde” Dr. Horácio José Ramalho, diretor-executivo da Funfarme

Drs. Airton Moscardini, Lilian Beani, Humberto Liedtke, Maria Carmen e Horácio Ramalho se confraternizam, durante a comemoração de 1 ano 14

Funfarme Notícias - Outubro 2014

cirurgias

A equipe da Funfarme/HCM agradeceu aos diretores da ACIRP Associação Comercial e Industrial de Rio Preto por prestigiarem o evento


Hospital da Criança e Maternidade

ANO

1

Funfarme NotĂ­cias - Outubro 2014

15


1

ANO

Hospital da Criança e Maternidade

Palhaços, mágicos e animadores divertem pacientes e acompanhantes

A festa de aniversário teve direito a palhaços, mágicos e grupos de animação, que interagiram com os pacientes nos andares do HCM e à presença de Felipe, o primeiro bebê a nascer no hospital, já em seu primeiro dia de funcionamento. Felipe estava acompanhado da mãe, Kadge Buzatto Huaixon (foto ao lado), que fez questão de vir de sua cidade, Paulo de Faria, para participar da comemoração. “Foi uma grande surpresa o convite para estarmos na festa. Fomos muito bem atendidos quando o Felipe nasceu e ficamos muito felizes ao descobrir que ele era o primeiro bebê a nascer no novo hospital”, disse Kadge.

Presidente da Fundação Childrens Heart Link visita Hospital da Criança e Maternidade e faz balanço de parceria de 5 anos A diretoria da Fundação Childrens Heart Link, organização mundial que reúne instituições de vários países para intercâmbio em cirurgia cardíaca infantil, esteve, no dia 3 de outubro, no Hospital da Criança Maternidade (HCM) para fazer um balanço dos cinco anos de parceria que mantém com a Funfarme – Fundação Faculdade Regional de Medicina e o hospital. A Funfarme é a única instituição da América Latina parceira deste programa que integra grandes instituições americanas, como Universidades de Harvard e Stanford, com 11 centros médicos 16

Funfarme Notícias - Outubro 2014

do Brasil, Índia, China, Malásia, Vietnã e Ucrânia. O intercâmbio, firmado com a Funfarme em 2009, visa promover o conhecimento científico e aprimorar as técnicas cirúrgicas e os procedimentos pré e pós cirúrgicos entre os profissionais de todas as instituições envolvidas. A presidente da fundação, Jennifer Soderholm, e o coordenador do programa de intercâmbio para o Brasil, Andreas Tsakistos,foram acompanhados pela equipe de cardiologia e cirurgia cardíaca pediátrica do HCM e com os diretores da Funfarme.

Revista hb outubro 2014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you