Page 1

FUNFARME n

o

t

í

Ano XIII / Nº 177 - Outubro/Novembro - 2016

c

i

a

s

HB inaugura Departamento de Captação de Recursos...

Acima, diretores e lideranças da Funfarme apresentam à acionista Beny Haddad, da Rodobens, as instalações do novo Departamento. Abaixo, o diretor do Ambulatório, Dr. Aldenis Borim, fala das melhorias do novo local da GO

...e novo Ambulatório de Ginecologia e Obstetrícia

Página 3 a 5


Revista Funfarme

Editorial

Hora de ampliar parcerias com a sociedade para a Funfarme crescer ainda mais Nos últimos oito anos, houve um enorme crescimento de nosso complexo hospitalar, com melhorias significativas em todos os aspectos. Inauguramos o HCM, a unidade do Lucy Montoro e ampliação do Instituto do Câncer, além de dezenas de novos setores, onde a tônica é a humanização e o conforto para nossos pacientes e colaboradores. Para nossa satisfação, os milhões de moradores de nossa região têm percebido o quanto nossos hospitais e demais unidades melhoraram em todos os aspectos. Frequentemente, por exemplo, pacientes do SUS acham que teriam sido internados, por engano, em apartamentos de convênios ou particulares e surpreendem-se quando informados serem apartamentos e atendimento SUS. Aqui, temos trabalhado para que isso deixe de ser surpresa para tornar-se algo normal – o que deve ser realmente, afinal, saúde (com QUALIDADE) é dever do Estado e direito de todos. Este reconhecimento tem se traduzido nos últimos anos sob a forma de leilões, almoços e outros eventos promovidos pelos municípios da região a fim de arrecadar dinheiro para nossa fundação. São gestos espontâneos inestimáveis para a Funfarme, frutos do ótimo relacionamen-

to que matemos com todos os municípios e seus moradores. Agora, nossa fundação decidiu ser chegada a hora de conduzir este relacionamento com a sociedade de uma maneira mais profissional. Lógico, conduzindo-o da mesma forma que sempre o foi: humano, com o contato estreito, próximo e transparente. Para isso, começou a funcionar em outubro o Departamento de Captação de Recursos da Funfarme/Hospital de Base. Desde já, peço a você, colaborador, que seja mais uma voz na divulgação deste Departamento e dos projetos e investimentos que a nossa fundação irá realizar e para os quais precisamos da parceria de empresas, comércio, indústrias, enfim, da sociedade como um todo. Nosso complexo hospitalar é um dos maiores do Estado de São Paulo. Ganhou tal dimensão que não consegue crescer somente com seus recursos, sobretudo no atual momento de crise por que passa o Brasil, com falta de dinheiro para a Saúde. A parceria da sociedade é fundamental para crescermos, assim como sua voz. Se cada um de nós colaborador, seremos um potente coro de mais de 4.200 vozes a propagar a excelência dos serviços de nossa fundação.

Diretoria Funfarme

Expediente Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XIII/ Nº 177 Outubro/Novembro - 2016 • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho • Vice-Diretor Executivo Funfarme: Dr. José Luís E. Francisco • Diretor Administrativo do HB: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Diretor Clínico do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Vice-Diretor Clínico: Dr. William José Duca

2

Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

• Diretor Técnico: Dr. Paulo Nogueira • Vice-Diretor Técnico: Dr. Maurício de Nassau Machado • Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Júnior • Diretor do Ambulatório: Dr. Aldenis Borim • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretor do HCM: Dr. Antônio C. T. Gusson • Vice-Diretora do HCM Dra. Eloísa Galão • Diretor Clínico do HCM: Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM:

Dr. Wagner Vicensoto • Diretor Técnico do HCM: Gustavo Henrique de Oliveira Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiário: Carlos Cristal e Marina Biaso Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica Fotogravura Rio Preto Tiragem: 2000 exemplares


Revista Funfarme

Novo Ambulatório de Ginecologia e Obstetrícia

AMBIENTE MAIS HUMANIZADO E CONFORTÁVEL PARA PACIENTES DO SUS Colaboradores, pacientes e demais usuários dispõem, desde outubro, de conforto e ambiente mais humano com a inauguração do novo Ambulatório de Ginecologia e Obstetrícia, onde são atendidas, em média, mais de mil pessoas por mês pelo SUS. São 10 novos consultórios para procedimentos de

prevenção ao câncer, diagnóstico de doenças e acompanhamento pré-natal, além de uma sala de espera com 60 lugares. Foram investidos 200 mil reais no Ambulatório, que possui ambiente climatizado, dotado de equipamentos para garantir acessibilidade às pessoas e ocupa área de 325 metros quadrados.

As mulheres estão se sentindo mais acolhidas e confortáveis nas novas dependências do Ambulatório. Nossas salas, por exemplo, são equipadas com mesas de atendimento ergonômicas, mais confortáveis, adequadas aos exames, o que beneficia a nós, profissionais, e às pacientes. Dra. Tânia Dalur de Souza, chefe do Ambulatório de Ginecologia e Obstetrícia

Colaboradores do Serviço e de outros setores assistem ao discurso do diretor-geral da Famerp, Dr. Dulcimar Donizeti de Souza Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

3


Revista Funfarme

Departamento de Captação de Recursos é instituído para atrair investimentos para a Funfarme A Funfarme inaugurou, no dia 8 de novembro, o seu Departamento de Captação de Recursos, através do qual pretende firmar parcerias com empresas dos setores de serviço, comércio e indústria para que estas invistam em melhorias, ampliações e novos setores no complexo hospitalar. O novo departamento já está funcionando em sede própria e sua equipe já está mantendo contato com empresários para que conheçam mais de perto a fundação e os futuros projetos nos quais podem investir. Além de empresas, a pessoa física também pode colaborar, fazendo doações, que são abatidas no imposto de renda. Quem quiser saber como se tornar parceiro da Funfarme neste projeto, basta acessar o site abaixo ou entrar em contato pelos telefones ao lado. No Departamento, os colaboradores também estão à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas e apresentar os futuros projetos da fundação.

A sede do Departamento de Captação de Recursos, que fica na Av. Francisco das Chagas de Oliveira, 440, em Rio Preto

17 3234.1871 e 17 3234.7155 captacaoderecursos@hospitaldebase.com.br

Quer saber como ajudar? Acesse! www.hospitaldebase.com.br/comoajudar Antes de ser criado, Departamento já rende prêmio nacional à Funfarme Para ser viabilizado, o novo setor contou com o total apoio do Grupo Rodobens, um dos 100 maiores conglomerados empresariais do Brasil, e esta parceria foi merecedora de um prêmio nacional. O projeto conquistou o prêmio da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), na categoria “Captador do Ano”, entregue em agosto passado. Beny Haddad e diretores da Funfarme, Famerp e Hospital de Base descerram a placa de inauguração

O projeto já nasce vitorioso, o que nos deixa muito animados e otimistas. Acreditamos que a sociedade, sobretudo o empresariado de Rio Preto e região, vai demonstrar o quanto reconhece a importância do nosso complexo hospitalar sendo nossos parceiros e investindo na instituição. Dr. Horácio José Ramalho, diretor-executivo da Funfarme 4

Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016


Revista Funfarme

Rodobens dá exemplo ao ser o primeiro parceiro do projeto Quando a Diretoria da Funfarme teve a ideia de montar o Departamento, procurou o Grupo Rodobens, fundado em Rio Preto pelo Sr. Waldemar de Oliveira Verdi. Bastou meia hora com o filho do fundador e hoje presidente do Grupo, Waldemar Verdi Junior, para que este abraçasse o projeto, financiando os investimentos necessários para a instalação da sede do Departamento. Na inauguração, o Grupo Rodobens foi representado por Beny Verdi Haddad, sua acionista e membro do Conselho de Administração, que, em breves palavras, sintetizou o sucesso da parceria (leia ao lado).

A paciente do Instituto Lucy Montoro e pintora Graziele Buchino presenteia Beny Haddad com um de seus quadros

Minha família e a Diretoria do Grupo Rodobens estão muito orgulhosas de serem parceiras da Funfarme/Hospital de Base neste projeto. Como rio-pretenses, sentimo-nos na obrigação de apoiar esta iniciativa, o que esperamos que todo o empresariado da cidade e região também o faça. O Hospital de Base, o Hospital da Criança e Maternidade, assim como todas as outras unidades, são imprescindíveis para a população, sobretudo, a mais carente. Beny Haddad, acionista do Grupo Rodobens

Lideranças empresariais e autoridades prestigiam inauguração A inauguração do novo Departamento contou com a presença de lideranças empresariais e autoridades públicas, recebidas por diretores e gestores da Funfarme e unidades do complexo hospitalar. O presidente da Acirp - Associação Comercial e Industrial de Rio Preto, Paulo Sader (na foto, discursando) afirmou: “A Acirp está pronta para colaborar e angariar fundos para projetos e investimentos a serem feitos pela Funfarme/HB”. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Rio Preto (Sincomércio), Ricardo Arroyo (na foto, ao lado direito de Sader), reiterou o apoio à Fundação: “Vamos agendar uma visita de representantes da Funfarme ao Sincomércio para vermos de que maneira nosso Sindicato e os comerciantes podem colaborar.”

O diretor-geral da Famerp, Dr. Dulcimar Donizete de Souza, declarou: “A Famerp é referência em ensino e seus hospitais, na saúde. As comunidades da região e algumas empresas já têm colaborado conosco, mas está na hora de mais empresas tornarem-se nossas parceiras por muito tempo.”

Próximos projetos em que se pode investir • Reforma e reestruturação do Pronto Atendimento da Emergência do HB – Propiciarão o aumento do número de leitos de internação de 12 para 25. • Nova Quimioterapia – Serviço vital para o tratamento de câncer, precisa de local mais amplo e mais leitos. • Ampliação da Emergência Obstétrica do Hospital da Criança e Maternidade • Ampliação do Instituto do Câncer Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

5


Revista Funfarme

Município de Cosmorama angaria R$ 22 mil para HB em evento promovido pela comunidade

A partir da esquerda, Dr. José Luis Esteves, vicediretor-executivo da Fundação, João Evaristo, Lucas, Bianca, o vice-prefeito do Cosmorama, Juninho, Dr. Horácio Ramalho, diretor executivo da Funfarme, o prefeito Bigo, Cida, e Robson de Pádua

Como forma de retribuir o bom atendimento que recebe no complexo hospitalar da Fundação, a comunidade de Cosmorama entregou, em novembro, R$ 22mil reais ao Hospital de Base. O valor foi angariado em um almoço/leilão, promovido por moradores da cidade (que fica a 56 km de Rio Preto), no dia 30 de outubro. Foram leiloados bezerros e bois.

Almoço e leilão em Nova Itapirema arrecadam R$ 66 mil em prol do HB

Moradores encontram-se com a lideranças da Fundação. A partir da esquerda, João Evaristo, Juvenil, o diretor executivo da Funfarme, Dr. Horácio Ramalho, Domingos, Patrícia, Marcelo e o superintendente financeiro, Robson de Pádua

Em setembro, moradores do distrito de Nova Itapirema, pertencente ao município de Nova Aliança, organizaram um almoço beneficente com o intuito de levantar fundos em prol do Hospital de Base. Para tanto, durante o evento, foi feito um leilão de gado. Os munícipes arrecadaram R$ 66 mil, entregues por representantes da comunidade, em outubro, em visita à Fundação.

Ambulatório de Oftalmologia recebe novos equipamentos que oferecem maior qualidade de atendimento Em mais um investimento da Funfarme que visa oferecer atendimento ainda melhor aos pacientes e conforto aos colaboradores, o Ambulatório de Oftalmologia recebeu 18 novos e modernos equipamentos, além de mobiliário, como cadeiras oftalmológicas, mesas e cadeiras para os consultórios. Dra. Marta Ferrari, coordenadora do Setor de Oftalmologia, considerou fundamental o investimento de meio milhão de reais. “Havia equipamentos com cerca de 20 anos de uso. Agora, temos plenas condições de prestar à população atendimento com ainda mais qualidade.” Equipamentos Três tonômetros Quatro lâmpadas de fenda Quatro refratores manuais de Greens Quatro projetores ópticos Três colunas oftalmológicas

6

Função Medir a pressão intraocular Avaliar o meio ocular Com um conjunto de lentes, mede o grau de refração para o uso de óculos Avaliar a acuidade visual do paciente Sustentação do projetor e dos refratores Greens

Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

Dra. Marta Ferrari, com um dos 2.500 pacientes atendidos, em média, por mês pelo Ambulatório da Oftalmologia


Revista Funfarme

ACONTECEU

Hospital de Base

HB e HCM elegem suas Comissões de Ética Médica As eleições e a apuração dos votos aconteceram no dia 19 de outubro, definindo os membros, que cumprirão mandato de dois anos, contados a partir desta data. A Comissão de Ética do HB é presidida pelo Dr. Alceu Gomes Chueire, tendo como secretário Dr. Henrique Nietmann. Para a Comissão do HCM, foi escolhido como presidente Dr. Benedito Olimpio de Barros Santos e secretária, Dra. Marina Catuta Rezende Ferreira.

Membros Efetivos Alceu Gomes Chueire Henrique Nietmann Danilo Fernando Martin Giovanni Baptista da Silva Julio Lúcia Helena Neves Marques Marcio Gatti

Membros Suplentes Delzi Vinha Nunes Góngora Dionei Freitas de Moraes Fabio Guirado Dias Fernanda Camelo Sanches Marcus Vinicius Baptista Susana Renata Perez Orrico

Hospital da Criança e Maternidade

Membros Efetivos Benedito Olimpio de B. Santos Dra. Marina C. Rezende Ferreira Ana Lidia Vieira Del Vecchio Fernanda Del C. Braojos Braga Ligia Cosentino Spegiorin

Membros Suplentes Danielle Lopes Teixeira Ferdinando Marciali Gonçalves Fonseca Silva Izaura dos Santos Ramos Janete Aparecida Fares Gustavo Henrique de Oliveira

Conselho Fiscal da Funfarme também é eleito Membros efetivos Dr. Carlos Eduardo Miguel Dr. Fernando Maria Fernandez Fontalvo Drª. Ida Maria Maximina Fernandes Charpiot

Membros suplentes Dr. João Damasceno Lopes Filho Dr. José Eduardo Sanches Arantes Dr. Mario Loyo de Meira Lins Filho

A Funfarme também realizou a eleição para o Conselho Fiscal, que cumprirá mandato de 1 ano. O pleito aconteceu no dia 1º de dezembro, quando os médicos do corpo clínico das unidades hospitalares escolheram os seis membros, três efetivos e três suplentes. A principal atribuição do Conselho, dentre outras, é fiscalizar a gestão econômico-financeira da fundação, examinar suas contas, balanços e documentos e emitir parecer que será encaminhado ao Conselho Consultivo.

Hemocentro está entre as grandes referências do país em infraestrutura e equipamentos Em visita técnica da equipe da Coordenação-Geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde (MS), o Hemocentro foi considerado uma das melhores instituições do país no quesito “gestão de equipamentos e infraestrutura”. Foram avaliados os processos de aquisição, manutenção e desativação de aparelhos, bem como as condições da instituição para oferecer atendimento de qualidade. Segundo o coordenador da Engenharia Clínica da Funfarme, Rodrigo Plazas, “o diagnóstico do MS foi positivo. Atendemos plenamente a todos os 27 itens que compõem o relatório do órgão”.

Diretoria e lideranças da Funfarme, HB e Hemocentro recepcionam a equipe do Ministério da Saúde Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

7


Revista Funfarme

Profissionais da Funfarme e região discutem saúde e a segurança do idoso A Funfarme/Famerp sediou o VII Simpósio de Segurança do Paciente, promovido pelo Núcleo Rio Preto da Rebraensp (Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente). Nesta sétima edição, o foco foi o idoso e as ações e melhorias que podem ser promovidas nos hospitais e demais instituições de saúde para oferecer-lhe melhor atendimento e segurança. O Simpósio contou com a participação de cerca de 150 profissionais de várias especialidades de hospitais e região e teve a presença de Cláudia Fló, coordenadora da Área Técnica da Saúde do Idoso, da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), são mais de 23,5 milhões de brasileiros com mais de 60 anos, mais do que o dobro do registrado em 1991, quando a faixa etária contabilizava 10,7 milhões de pessoas.

HB: Hospital Amigo do Idoso Durante o Simpósio de Segurança do Paciente, o HB firmou um compromisso com a Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo em Os idosos representam prol dos pacientes idosos. Na ocasião, foi assinado Termo de Adesão para a conquista do Selo Hospital Amigo do Idoso. Esta iniciativa faz dos pacientes atendiparte das metas de planejados pelo HB no ano mento de humanização da Funfarme, já que a instituição terá de criar diversas ações que beneficiam diretamente os pacientes acima de 60 anos. Segundo a superintendente Assistencial, Maria Regina Lourenço Jabur, “a real conquista é o processo de adaptação do hospital às necessidades mais contundentes do idoso. Toda equipe multiprofissional se mobilizará para a obtenção deste resultado positivo.” De acordo com Maria Regina, já são praticadas várias das ações necessárias para se obter a categoria “Inicial” e, por isso, o hospital pleiteará, dentro de seis meses, o credenciamento no nível intermediário.

38%

Dr. Horácio Ramalho assina termo de adesão no VII Simpósio de Segurança do Paciente, que contou com participação de Cláudia Fló, da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, e Maria Regina

O que o HB precisa fazer para ter o selo • Formar um Comitê Gestor do projeto • Identificar as reais necessidades dos pacientes através de pesquisas de opinião • Organizar um inventário das ações que já foram postas em prática • Elaborar plano de acessibilidade • Promover ações de educação em envelhecimento e saúde do idoso 8

Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

Impacto positivo O advogado rio-pretense Elias Calil Neto integra os 38% de idosos que são atendidos no HB. Para ele, “a iniciativa é muito importante, pois os idosos passam toda a sua vida se dedicando a melhorar a sociedade e, por isso, são dignos de receber um retorno em qualidade de saúde”.


ACONTECEU

Revista Funfarme

Pela primeira vez, Funfarme sedia Programa Sentinelas em Ação

Colaboradores da Funfarme assistem à palestras apresentada por seus colegas, através de teleconferência, no anfiteatro do mezanino do Hospital de Base

Mais uma demonstração do prestígio que a Funfarme desfruta no setor hospitalar no Brasil. Pela primeira, profissionais da fundação ministraram palestras um módulo mensal do Programa Sentinelas em Ação para hospitais-escolas de todo o Brasil. A segurança do paciente foi o tema central das quatro palestras, apresentadas, ao longo de novembro, para centenas de profissionais de mais de 260 instituições, além dos colaboradores da fundação. As apresentações foram feitas através de teleconferência pela Rute – Rede Universitária de Telemedicina.

Profissionais de

263

instituições de Saúde do Brasil assistiram às palestras da Funfarme

Palestras apresentadas pela Funfarme para todo país 3 Medidas de Prevenção e Controle de Infecções Relacionadas à Assistência a Saúde Palestrantes: Isabela de Souza Colombo, enfermeira do HCM, e Luana LaísFemina, enfermeira do HB

3 Segurança do Paciente: Ações de Prevenção

de Queda e Lesão por Pressão Palestrantes: Kleber Aparecido de Oliveira, enfermeiro e gerente de Risco da Funfarme, e Carla Maria Fonseca Simão, enfermeira

3 O uso da Tecnologia para segurança do pa-

ciente Palestrantes: Maria Regina Lourenço Jabur, enfermeira e superintendente assistencial da Funfarme, e Bruna Cury Borim, enfermeira do HCM

3 Segurança do Paciente: Ações do Ser-

viço de Farmácia Palestrantes: Helga Tâmara Agostinho, farmacêutica e coordenadora do Serviço de Farmácia, e Daniela Costa Prates Leal, farmacêutica do HB

A partir da esquerda, os palestrantes Helga, Kleber, Luana, Isabela, Carla, Maria Regina e Bruna Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

9


Revista Funfarme

Funfarme abre as portas para filhos de colaboradores conhecerem a rotina de trabalho de seus pais

Pais e filhos se confraternizam com colaboradores da Funfarme que atuaram no projeto

Para a imensa maioria das crianças, o trabalho dos pais é alvo de grande curiosidade. À medida que vão ouvindo os pais conversarem sobre o trabalho, eles aguçam a curiosidade e muitas vezes inundam os pais de perguntas. Para saciar esta curiosidade, a Funfarme promoveu em novembro o projeto “Hoje eu vou trabalhar com você”, no

qual cerca de 60 crianças e adolescentes, entre 5 e 18 anos, tiveram a oportunidade de, acompanhados por seus pais, conheceram as unidades de um dos maiores complexos hospitalares do Brasil. Dr. Horácio José Ramalho, diretor-executivo da Funfarme, ressaltou que o projeto possibilita às crianças associarem o trabalho dos pais com algo prazeroso.

A criança começa a entender que o pai ou a mãe sai de casa para ir àquele lugar que ela já conheceu e onde se divertiu. Além disso, o filho passa a entender por qual motivo os pais ficam tantas horas fora de casa. Há casos também de crianças que querem seguir os passos dos pais, então essa é a oportunidade ideal para o encontro com a profissão. Dr. Horácio Ramalho, diretor executivo da Funfarme

Logo pela manhã, estava à espera dos colaboradores e seus filhos um delicioso café da manhã. Após o lanche, foram passados alguns vídeos sobre o complexo, a importância de doar sangue e de lavar bem as mãos.

A visita das crianças no complexo só foi possível graças ao empenho de colaboradores de diversos setores que, voluntariamente, participaram do projeto desde sua criação e execução, além do total apoio das diretorias, superintendentes e chefes dos setores envolvidos. 10 Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016


Revista Funfarme

Ana Paula Alves, auxiliar administrativa da Radiologia do HB, apresentou, orgulhosa, aos filhos Rafael, Marco Antônio e Ana Clara os vários setores do hospital onde trabalha há cinco anos.

Eles sempre me perguntam o que eu faço, como é minha profissão e o hospital. Achei muito interessante essa visita, até eu conheci setores que nunca tinha visitado, como a brinquedoteca do HCM. O Marco Antônio até se animou em dizer que, futuramente, quer trabalhar aqui também

Hemocentro

Lavanderia

Centro Cirúrgico

Vinícius Camacho, de 9 anos (ao centro, de camisa escura) não via a hora de conhecer o complexo Funfarme, sobretudo, o Laboratório Central, onde trabalhou sua mãe, a biomédica Arlete Camacho, agora atuando na Patologia. “Fiquei impressionado com o tamanho do hospital e todos os equipamentos tecnológicos. Esse dia vai ficar pra sempre na minha memória”, disse Vinícius.

Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016 11


ACONTECEU

Revista Funfarme

HCM promove simpósio sobre atenção ao câncer infantojuvenil e prematuridade Em novembro, celebram-se o Dia Mundial da Prematuridade (17) e o Dia de Combate ao Câncer Infantil (23). Aproveitando a proximidade das datas, o HCM reuniu os dois temas num mesmo evento, o 1º Simpósio de Atenção ao Câncer Infantojuvenil e Prematuridade, com o objetivo de permitir às suas equipes multidisciplinares dos Setores de Neonatologia e Oncologia Pediátrica apresentarem as iniciativas relacionadas ao atendimento e tratamento de pacientes com câncer e prematuros nestes primeiros três anos de funcionamento do hospital.

HB participa de Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária

No HB, participaram das reconstruções 16 cirurgiões, anestesistas, instrumentadores, profissionais de enfermagem e de apoio do Centro Cirúrgico

O Serviço de Cirurgia Plástica do HB e as demais equipes do Centro Cirúrgico participaram do 2º Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária, ação coordenada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para operar gratuitamente mulheres que passaram por mastectomia. E o HB foi o segundo hospital que mais procedimentos fez entre as 98 instituições envolvidas no mutirão. No Brasil, foram feitas 842 cirurgias, segundo a SBCP. “Com este mutirão, a Sociedade Brasileira quis chamar a atenção da população para a reconstrução mamária como procedimento que devolve à mulher sua mama e, consequentemente, a sua autoestima e o seu bem-estar”, disse o cirurgião plástico Antonio Roberto Bozola.

Câncer Infantojuvenil “O tratamento infantil é bem mais complexo, porque as crianças apresentam diversas particularidades. Entretanto, quanto mais cedo for detectado, maiores são as chances de cura. Doenças e sintomas que vão e voltam são sinais de alerta aos pais” comentou a oncologista pediátrica, Leila Borim.

Prematuridade Por deixarem a barriga da mãe mais cedo, com tempo menor do que 37 semanas de gestação, os bebês prematuros necessitam de cuidados e atenção especiais. “Eles podem apresentar problemas de saúde decorrentes da imaturidade dos órgãos que acabam afetando os sistemas imunológico, respiratório, cardíaco, intestinal e neurológico e precisam ser assistidos de perto por toda a equipe multiprofissional”, ressaltou a neonatologista Marina Lania. 12 Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

3º Simpósio de Humanização da Funfarme aborda atendimento materno e infantil “Os princípios éticos da humanização devem nortear a gestão de todas as instituições de saúde”. Seguindo essa afirmação do diretor executivo da Fundação, Dr. Horácio Ramalho, a Funfarme deu início ao seu 3º Simpósio de Humanização, recebendo representantes de hospitais, santas casas e demais instituições de saúde, como a articuladora de humanização do Estado, Lucinéia Lacerda de Oliveira Santos, para debater o assunto no ambiente hospitalar materno e infantil. Um dos projetos apresentados foi o Método Canguru, “que tem por objetivo promover maior contato entre os pais e o bebê prematuro, garantindo maior vínculo afetivo, estabilidade térmica e melhor desenvolvimento da criança”, como explicou a pediatra e coordenadora do método no HCM, Dra. Lilian Beani.


Revista Funfarme

Funfarme traz profissionais renomados para debaterem as últimas novidades em tratamentos do câncer O evento foi realizado nos dias 25 e 26 de novembro, no Quinta do Golfe Clube, e reuniu médicos e profissionais da oncologia

Para falar sobre a terapia-alvo, foram convidados a palestrar Dr. Antônio Carlos Buzaid, chefe-geral do Centro de Oncologia Antônio Ermírio de Moraes, de São Paulo, e o oncologista brasileiro, radicado nos Estados Unidos, Dr. Leonardo Viana Nicacio, referência no desenvolvimento de imunoterapias contra o câncer. Terapia alvo consiste em tratar o câncer com medicamentos dirigidos exclusivamente para uma mutação ou proteína que controla o crescimento do tumor.

Dr. Leonardo Viana Nicacio, ao lado do jornalista Rodrigo Bocardi, que mediou o evento

O 1º Encontro de Cancerologia do Interior Paulista (ECIP), promovido pela Funfarme, trouxe ao debate profissionais de renome mundial da oncologia. De acordo com o presidente do ECIP, Dr. Gustavo Colagiovanni Girotto, “a programação focou em discussões multiprofissionais e em pontos de maior impacto na oncologia mundial, sem nos esquecermos de aplicá-las à realidade do SUS”.

Diretores e lideranças da Funfarme, Famerp, prestigiaram a abertura do ECIP

O encontro reuniu lideranças da Funfarme, que salientaram a relevância que a Oncologia da instituição ganhou no país ao ter investido em adaptar e melhorar ainda mais a estrutura e os atendimentos prestados na área. “Pelos profissionais e ensino que oferecemos, pela cidade e região em que nos encontramos e, agora, promovendo o ECIP, o futuro mostra-se promissor para a especialidade, a instituição e todos aqueles que dependem deste Serviço”, disse, Dr. Jorge Fares, diretor-administrativo do HB.

Médicos e estudantes atendem mais de 400 pessoas em campanha de Combate ao Câncer de Pele Como tem feito nos últimos anos, o Hospital de Base participou da Campanha Nacional de Combate ao Câncer de Pele, realizada na manhã do dia 26 de novembro, quando médicos e estudantes da Liga de Dermatologia Famerp atenderam 441 pessoas, em tendas na Praça Dom José Marcondes, centro de Rio Preto. O número de atendimento foi 7% maior do que no ano passado, quando foram examinadas 411 pessoas. Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016 13


ACONTECEU

Revista Funfarme

Fisioterapeutas passam por aprimoramento profissional para uso de bandagem

Técnicos da Secretaria visitam Funfarme para avaliar seu Centro de Dispensação de Medicação de Alto Custo

O fisioterapeuta Felipe Augusto da Silva ministrou em novembro curso de reciclagem profissional para seus colegas da instituição sobre a aplicação de bandagens elásticas para reabilitação e tratamento de nervos e músculos. A técnica já é utilizada na Funfarme desde agosto, com resultados positivos. Jerusa Alves, de 54 anos, é um dos muitos pacientes beneficiados. “Tenho uma lesão lombar e a bandagem realmente alivia muito as dores”, declarou.

A Funfarme recebeu a visita de técnicos da CCTIES (Coordenadoria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos em Saúde) para avaliar os processos de gestão, serviços administrativos e se inteirarem dos protocolos assistenciais médicos, de enfermagem e farmacêuticos do Centro de Dispensação de Medicação de Alto Custo da instituição. Em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado, desde 2010, a Funfarme beneficia mais de 400 pacientes com o Centro de Dispensação de Medicação de Alto Custo (CEDMAC), uma unidade de cuidados especializados a pacientes submetidos a terapias com fármacos biológicos. O CEDMAC da Funfarme foi avaliado pela farmacêutica Emanuela Pires Silva e Dr. Roger Nahoum, além da Diretora da DRS XV, Cláudia Monteiro, a farmacêutica Valéria Castro e a enfermeira Chrizeide da Silva.

Ação simplifica informática para quem tem dificuldade Sorrisos revelam a satisfação com o curso ministrado por Leandro

A fisioterapeuta Simone Cavenaghi aplica a bandagem na paciente Jerusa Alves

A técnica, criada no Japão em 1973, ficou famosa por ser uma das mais utilizadas em atletas, pois, além de não restringir os movimentos das articulações, é muito eficaz na reabilitação motora 14 Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

A Funfarme ofereceu a seus colaboradores a oportunidade de adquirir conhecimentos de computação através de um curso ministrado pelo analista de suporte da TI, Leandro Ribeiro Ito. Quinze alunos aderiram à iniciativa, entre eles, Olair Ferreira do Prado, enfermeiro do CME. “Agora, estou mais independente. Sei como usar o office e a internet, o que me ajuda muito no trabalho”, disse. Leandro, que abraçou logo a iniciativa ao ser conFIQUE LIGADO! vidado, mostrou-se entusiasmado. “Ensinar a pessoas para as quais o computador era uma espécie de bichoNova turma -papão foi muito gratificante. Além do mais, passar será anunciada conhecimentos adiante é um dever de todos nós como em janeiro pela intranet! cidadãos e uma contribuição à sociedade”.


Revista Funfarme

ACONTECEU

Funfarme possui

12 farmácias com diferentes atribuições

Serviço de Farmácia reúne seus colaboradores para aprimorar o atendimento à população Para que o Serviço de Farmácia ofereça um atendimento e serviços ainda melhores é fundamental que seus 171 colaboradores conheçam os processos e particularidades de cada uma das 12 unidades espalhadas pelo complexo hospitalar. E foi pensando nisso que foi realizado o 5° Evento Farmacêutico da Funfarme, com o apoio da Superintendência Assistencial e do CIEPS. “O encontro foi um sucesso. Permitiu que nossos 26 farmacêuticos e os demais profissionais do setor trocassem experiências, se relacionassem e conheçam mais os processos de cada farmácia”, explicou a farmacêutica Helga Tâmara Agostinho, coordenadora do Serviço.

Serviço tem

171 colaboradores, dos quais,

26

farmacêuticos

Farmacêuticos e demais colaboradores assistem Dr. Horácio Ramalho abrir o Evento, ao lado de Helga Agostinho, coordenadora do Serviço

Maria Regina com as colaboradoras do Serviço de Farmácia, CIEPS e Superintendência Assistencial

O Evento não poderia acontecer em hora melhor, pois fui contratada há apenas duas semanas e pude ter uma visão ampla e completa do Serviço. O evento é imperdível, pois aprendemos como tudo funciona e o que devemos fazer para trabalharmos melhor. Auxiliar administrativa Adriele Andrade

Para cada um de nós, ter claro como são os processos de cada farmácia nos possibilita trabalhar integrados, respeitando as características de cada setor.

Ao conhecer melhor o Serviço e as particularidades de cada farmácia, nossos colaboradores com certeza prestam um atendimento melhor para seus colegas de toda a fundação, o que se reflete em serviços de qualidade e humanizados para nossos pacientes e a população em geral.

Farmacêutica Daniela Prates Leal

Maria Regina Jabur, superintendente assistencial da Funfarme Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016 15


ACONTECEU

Revista Funfarme

Jogo entre médicos e transplantados termina em empate e dá show de solidariedade Para chamar a atenção da sociedade para a importância de se doar órgãos, médicos da Funfarme e transplantados disputaram, em novembro, o tradicional amistoso de futsal, no ginásio da Famerp. O jogo, que terminou em empate de 3 a 3, foi organizado pela Liga de Transplantes da Famerp, com o apoio da fundação. Milton Correa (foto à esquerda) foi um dos transplantados que comemorava o retorno à prática esportiva. “Há um ano e 4 meses, recebi um fígado novo. Não existe ato mais nobre do que este. Só estou aqui, confraternizando com todos, porque uma família teve o gesto altruísta de doar o órgão.”

Os homenageados Após a partida, Maria Lucimar Alves, mãe de um doador, e a pequena Camile Vitória, de 5 anos, a transplantada mais jovem da instituição, foram homenageadas com placas e presentes, entregues por Dra. Ida Maria Fernandes Charpiot, médica nefrologista do Centro Integrado de Transplantes.

Cistinose nefropática é tema do Ciclo de Palestras da Nefrologia

Dra. Maria Helena palestra sobre cistinose nefropática, doença genética rara que acomete crianças a partir dos 6 meses de vida 16 Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

O Ciclo de Palestras da Nefrologia da Funfarme recebeu a Prof.ª Drª. Maria Helena Vaisbch, mestre e doutora em Nefrologia pela Unifesp e médica-assistente do Instituto da Criança, do Hospital das Clínicas de São Paulo. Ela falou sobre a cistinose nefropática, doença que afeta múltiplos órgãos, caso não seja diagnosticada corretamente, e requer atenção maior quando o paciente é recém-nascido. “Uma das grandes dificuldades é identificar os sinais no recém-nascido, que não sabe expressar o que sente”, justificou a nefrologista. “Entretanto, queda do estado geral, vômito, desidratação, mudanças na cor, odor e volume da urina são aspectos que merecem atenção da equipe médica”, completou.


Boletim informativo

Revista Funfarme

CÂNCER

DE Próstata Fatores de risco

• História familiar de câncer

- homens que tiveram pai ou irmão diagnosticado previamente com a doença têm duas a três vezes mais risco de desenvolver essa neoplasia.

• Etnia/cor da pele -1,6 vezes mais comum em negros do que em brancos.

O câncer de próstata é encontrado geralmente em homens idosos e, com o aumento da expectativa de vida, tornou-se uma questão de saúde pública. Aparece como o segundo câncer mais frequente em homens. Seu diagnóstico é feito pelo toque retal e dosagem de PSA sanguínea ou do sangue, sendo o diagnóstico confirmado por biópsia. O prognóstico e o tratamento dependem do estágio da doença, podendo ser localizada localmente avançada ou avançada (metastática). Portanto, o rastreamento é eficaz no diagnóstico precoce, causando impacto na mortalidade, já que esta ocupa lugar de destaque entre as causas de óbitos por câncer no sexo masculino.

• Idade de maior incidência - acima dos 65 anos

• Dieta com carne vermelha em demasia • Sedentarismo e excesso de peso

No HB, casos aumentaram 25% em 5 anos

Entre os anos de 2009 e 2013, o Hospital de Base registrou 1061 casos novos de câncer de próstata, média de 213 casos novos/ano. O câncer de próstata representou 8% do total de tumores registrados no período

Modalidades de tratamentos

Alguns sintomas que o câncer pode apresentar • Jato fraco • Necessidade frequente de urinar, especialmente à noite • Sensação do não esvaziamento da bexiga • Dificuldade para passagem da urina • Urinar em gotas ou jatos finos

• Cirurgia – Radioterapia / Braquiterapia • Quimioterapia • Terapia hormonal (bloqueio da

testosterona)

Fonte: Registro Hospitalar de Câncer do Hospital de Base Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016 17


Revista Funfarme

Você está usando seu Facebook, Whatsapp e demais redes sociais de maneira correta? Pessoas e instituições devem se preocupar com a sua reputação digital, avaliando o impacto daquilo que publicam, compartilham ou comentam na internet. Tudo o que você posta em uma rede social é de sua responsabilidade e pode inclusive atingir a empresa em que você atua e trazer danos ao seu lado profissional. É sempre importante lembrar:

1

Sua mensagem será vista por várias pessoas Sempre que postar algo nas redes sociais, entenda que o conteúdo da sua mensagem será visto por colegas, chefes, usuários, fornecedores, amigos e familiares.

3 Escrever na rede é o

mesmo que escrever em pedra Escrever não é o mesmo que falar: suas palavras ficam na web e são indexadas quase que instantaneamente por outras redes. Assim, mesmo que apague um post do qual tenha se arrependido, ele provavelmente já terá sido indexado pelo Google e por outros sites, se perenizando na Internet e ao alcance de todos os usuários. Pense antes de publicar; se for para se arrepender, arrependa-se antes de escrever.

2

Eu Pessoa com Eu Profissional Seus seguidores/amigos vão confundir o seu “eu” pessoal com o seu “eu” profissional. Evite postar qualquer coisa que possa gerar danos à instituição em que atue.

4

Você é livre para se expressar, mas... Você é livre para pensar e expressar o que desejar, da forma que preferir. Mas, tem que entender que tudo o que expressar provavelmente trará consequências, sejam estas positivas ou negativas.

Orientações gerais para publicações em referência à funfarme e suas unidades 3 As publicações (textos e fotos) dos colaboradores não devem conter nenhuma informação confidencial ou prejudicial à imagem da instituição, assim como não devem antecipar informações ainda não divulgadas oficialmente pela Diretoria e Departamento de Comunicação 3 É falsa a impressão de que nas mídias sociais é permitido falar de tudo, de qualquer maneira, sobre qualquer pessoa ou empresa, sem haver consequências ou penalidades. Fique atento, pois participar das redes sociais é um ato de caráter público. Você será responsável por tudo o que publicar, assim como é pelo que faz no dia-a-dia. Na internet tudo fica registrado.

3 Não utilize as redes sociais e nem celular para fins pessoais, durante o horário de trabalho. Antes de postar uma foto tirada em seu ambiente de trabalho, verifique se é permitido. 3 Nunca realize ações internas, em que pode haver alguma iniciativa que estimule a participação dos colaboradores nas redes sociais, sem devida autorização da diretoria e Comunicação 3 As unidades da Funfarme têm perfis e contas oficiais nas redes sociais, que são administradas pela Comunicação. Dessa forma, é vedada a todos os colaboradores a criação de perfis e contas nas mídias sociais que mencionem as unidades Funfarme e em seus nomes.

Se tiver dúvidas sobre as publicações em rede sociais, consulte o Departamento de Comunicação da Funfarme pelo ramal 1263 ou e-mail: comunicacao@hospitaldebase.com.br 18 Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016


Revista Funfarme

Biblioteca Dicas de livros da “Biblioteca Dr. José Paulo Cipullo”, situada no térreo do HB. Colaboradores, pacientes e acompanhantes podem retirá-los. Informações no ramal 1843.

Assassin’s creed De Oliver Bowden

Traído pelas famílias que governam as cidades-estado italianas, um jovem embarca em uma jornada épica em busca de vingança. Para erradicar a corrupção e restaurar a honra de sua família, ele irá aprender a Arte dos Assassinos. Ao longo do caminho, Ezio terá de contar com a sabedoria de grandes mentores, como Leonardo da Vinci e Nicolau Maquiavel, sabendo que sua sobrevivência depende inteiramente de sua perícia e habilidade.

Colaboradores se despedem da Fundação com festa Em reconhecimento aos anos de trabalho dedicados à Funfarme, três colaboradores foram homenageados e receberam placa de agradecimento dos diretores, superintendentes e seus colegas de trabalho, no dia 1 de novembro. Antônio Garcia, após 19 anos na instituição, se aposenta e recebe o carinho de suas colegas de trabalho

Malala

De Viviana Mazza

Malala tinha apenas 11 anos de idade quando decidiu levantar sua voz e lutar para que mulheres e meninas tivessem os mesmos direitos que os homens em seu país, o Paquistão. Com o apoio de sua família, Malala escolheu gritar um basta às diferenças.

Renato Russo

De Pe. Fábio de Melo

Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante esse período, o músico seguiu com total dedicação os Doze Passos, programa criado pelos fundadores dos Alcoólicos Anônimos, que incluía um diário e outros exercícios de escrita.

Roselaine Cristina, após 24 anos, deixa a emergência pediátrica com muita emoção

Aparecida Arlete, com 23 anos de casa, vai cuidar dos projetos pessoais e da família. O filho Marcos Antônio fez questão de estar presente na despedida

Agradecimento Gostaria de agradecer à instituição, na qual sou colaboradora desde 1992, pelo tratamento que meu esposo recebeu na hemodiálise. (...) Também há todos os pacientes e familiares do seu 2º turno da hemodiálise e a toda equipe da UTI 7º Andar que o assistiu nos 10 dias que lá esteve. Devido a um gravíssimo AVC que teve veio a falecer na madrugada do dia 5 de outubro. Em especial, quero agradecer a minha chefe Drª Maria Gabriella e aos demais amigos do Laboratório Central e da Microbiologia que foram carinhosos e compreensivos comigo nesse período tão difícil e complicado no qual eu e minha filha Giovanna Rogéria passamos. Muito obrigada a todos Ana Dionízia Moreira – Técnica de Laboratório Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016 19


Revista Funfarme

HIV/AIDS

Tabela - Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC), notificadas no NHE da FUNFARME (Ambulatório, HB e HCM), de janeiro a outubro de 2016*.

• O que é HIV? O Vírus da Imunodeficiência Humana é o vírus causador da AIDS, que ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. • O que é AIDS? O sistema imunológico deficiente deixa o organismo vulnerável a diversas doenças. Essas doenças se manifestam com vários sinais e sintomas, caracterizando a Síndrome “AIDS”, estágio mais avançado da doença. • Como é transmitida? Pelo contato com sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno, sendo transmitida por sexo desprotegido; de mãe infectada para o filho durante a gestação, no parto ou na amamentação; uso da mesma seringa ou agulha contaminada por mais de uma pessoa; transfusão de sangue contaminado com o HIV ou instrumentos que furam ou cortam, não esterilizados. • Como é diagnosticada? A doença pode ou não ter manifestações clínicas logo após a infecção, levando em consideração a janela imunológica (tempo da exposição ao vírus até o surgimento dos primeiros sinais da doença). Os exames irão detectar a presença dos anticorpos Anti-HIV, o que confirmará a infecção pelo vírus. • O que é janela imunológica? Janela imunológica é o intervalo de tempo entre a infecção pelo vírus e a produção de anticorpos anti-HIV no sangue, que tem a duração de 30 dias. Se um teste de HIV é feito durante o período da janela imunológica, há a possibilidade de apresentar um falso resultado negativo. • Como é o tratamento? Através do uso de antirretrovirais, disponibilizados pelo SUS. Hoje em dia é possível ser soropositivo e viver com qualidade de vida, basta tomar os medicamentos indicados e seguir corretamente as recomendações médicas. • Como prevenir? Usando camisinha em todas as relações sexuais. Não compartilhar seringa, agulha e outro objeto cortante com outras pessoas. Atenção: Gestante HIV positiva deve ser atendida no Pré-Natal seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, para prevenir a transmissão do vírus HIV para seu filho. O preservativo está disponível na rede pública de saúde. Referência: 1. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de vigilância epidemiológica. 7. ed., 2010 – Aids. 6.

Notificações de AIDS, no município de SJRP e GVE XXIX -SJRP no período dos anos de 2011 à 2015.

Fonte: SINANnet_ GVEXXIX-SJRP Considerando as notificações de AIDS no período de 2011 a 2015 na região do GVEXXIX-SJRP(67 municípios), observa-se que SJRP é o município responsável pela maior percentual destas notificações. Sendo que em 2013, ano de menor número de casos, das 505 notificações, 48,9% destas são de SJRP e em 2015, ano com maior número de casos, tem-se 718 notificações, sendo que 79,1% destas são de SJRP.

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/HB/HCM/FUNFARME - *Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até dia 08/03/2016. - Not.(notificados) Conf.(confirmados) - Dengue e influenza até 7/11/2016

Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837. Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. www.hospitaldebase.com.br/nhe À noite, nos finais de semana e feriados, o telefone do plantão da Vigilância Epidemiológica do município de São José do Rio Preto é (17) 3227-8814. 20 Funfarme Notícias - Outubro/Novembro - 2016

Revista hb outubro novembro 2016  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you