Page 1

FUNFARME n

o

t

í

c

i

a

Ano XIII / Nº 170 - Março - 2016

Sejam bem-vindos 435 novos jovens profissionais da saúde

Residentes de medicina, estagiários e multiprofissionais de diversas especialidades de 23 Estados brasileiros dão início à fase de aprimoramento profissional na Funfarme. Um terço dos 435, ou seja, 144 profissionais são provenientes de fora do Estado de São Paulo. Páginas 10 e 11

s


Revista Funfarme

Editorial

Energia renovada A energia flui pelo mundo sob várias formas e causa impacto significativo em nossas vidas. Nas últimas semanas, a Funfarme teve sua energia revitalizada, entenda-se aí energia sob duas formas. Nosso complexo foi revigorado pela energia intensa dos 435 jovens recém-formados em cursos superiores da área da Saúde que ingressaram nos programas de residência médica e multiprofissional, estágio médico, aperfeiçoamento e aprimoramento de nossa instituição. Médicos, terapeutas ocupacionais, enfermeiros, assistentes sociais, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, farmacêuticos e nutricionistas recém-formados que precisaram de bastante energia para vencer a acirrada disputa pelas vagas oferecidas pela Funfarme. Afinal, graças ao trabalho de todos os colaboradores, hoje somos uma das instituições de ensino, assistência e pesquisa de maior prestígio no país. Não por acaso, metade destes jovens se origina de 22 outros Estados brasileiros, além de todo o Estado de São Paulo. Eles são atraídos por um dos mais modernos

complexos hospitalares do país, onde completarão sua formação convivendo com profissionais altamente capacitados e tendo à disposição tecnologia e infraestrutura encontradas somente nas grandes instituições de Saúde brasileiras. Energia mais eficiente A energia de nossa fundação também foi revitalizada com a conclusão da troca de mais de 16.000 lâmpadas fluorescentes por LEDs, mais eficientes e que resultam em benefícios para o meio ambiente e economia de energia e financeira para a Fundação. A troca faz parte do Projeto de Eficiência Energética, implementado por nós, em parceria com a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL). Durante quase três meses, os técnicos da CPFL percorreram todo o complexo substituindo as lâmpadas, sem que causassem qualquer transtorno ao funcionamento de nossos setores e ao atendimento à população. Aproveito para agradecer nossos profissionais pela compreensão sobre a importância deste projeto e por colaborarem com os técnicos.

Diretoria Funfarme

Famerp teve a melhor nota no exame que avalia escolas médicas no Estado de São Paulo A Famerp foi anunciada, no dia 17 de fevereiro, pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) como a primeira colocada na 11º edição do exame que avalia as faculdades de medicina do Estado. A prova contou com a participação de 3.142 egressos de cursos de medicina dos 3.321 inscritos do Estado. “O bom índice é resultado do empenho e do engajamento de nossos alunos, assim como da qualidade do nosso ensino e do corpo docente, infraestrutura do campus e dos hospitais-escola o Hospital de Base e o Hospital da Criança e Maternidade. Esse índice para nós é motivo de muito orgulho e coloca a Famerp em patamares ainda mais elevados”, explica Dulcimar Donizeti de Souza, diretor geral da Famerp.

Diretores da Funfarme com o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, Dr. Bráulio Luna Filho, ao centro, em visita ao complexo da Funfarme

Expediente Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XIII/ Nº 170 - Março - 2016 • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho • Vice-Diretor Executivo Funfarme: Dr. José Luís E. Francisco • Diretor Administrativo do HB: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Diretor Clínico do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Vice-Diretor Clínico: Dr. William José Duca 2

Funfarme Notícias - Março - 2016

• Diretor Técnico: Dr. Paulo Nogueira • Vice-Diretor Técnico: Dr. Maurício de Nassau Machado • Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Júnior • Diretor do Ambulatório: Dr. Aldenis Borim • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretor do HCM: Dr. Antônio C. T. Gusson • Vice-Diretora do HCM Dra. Eloísa Galão • Diretor Clínico do HCM: Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM:

Dr. Wagner Vicensoto • Diretor Técnico do HCM: Carlos Henrique Demarchi • Vice-Diretor Técnico do HCM Gustavo Henrique de Oliveira Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiário: Carlos Cristal Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica BomGraf Tiragem: 2000 exemplares


Revista Funfarme

Funfarme e CPFL implantam projeto que vai gerar economia de energia e financeira A Funfarme e a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) assinaram termo de cooperação técnica para a realização de Projeto de Eficiência Energética no qual foram substituídas 16.042 de lâmpadas fluorescentes por LEDs no complexo hospitalar da Fundação, o maior da região Noroeste do Estado de São Paulo. “Esta é uma das ações que nossa Fundação desenvolve em parceria com a Equipe da CPFL que CPFL para a redução nos gastos com energia e, consequentemente, maior eficiência realiza a troca na operacional de nosso complexo. Esta economia importante de energia beneficiará não só Fundação o complexo Funfarme e seus mais de 4.000 colaboradores, como também o meio ambiente e a população. A Fundação preza pela sustentabilidade e trabalha para isto em várias outras ações”, afirmou o diretor executivo da Fundação, Dr. Horácio José Ramalho. A substituição das 16 mil lâmpadas proporcionou à Funfarme economia anual de 478 mil reais. “Este quase meio milhão de reais anuais são importantíssimos para Após a troca a Fundação. Direcionaremos este valor para investimentos na assistência aos nossos pacientes, como aquisição e 3 Redução em cerca de 841 mil memanutenção de equipamentos ou obras em todo o comgawatts/hora (MWh) plexo”, afirmou Dr. Jorge Fares, diretor administrativo do 3 Economia de 5.65% do consumo Hospital de Base. total da Fundação A CPFL investe R$ 1 milhão no Projeto, que já está 3 841 MWh são suficientes para sendo implementado no Hospital de Base, Hospital da abastecer cerca de 350 residências Criança e Maternidade, Ambulatório Geral de Especialidades e Hemocentro. com consumo mensal de 200 KWh

(quilowatts/hora) durante 12 meses

Pela importância do complexo hospitalar para Rio Preto e região, temos certeza de que esta parceria ajudará a disseminar a cultura do consumo racional no Noroeste Paulista. Luiz Carlos Lopes Júnior, Gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia

Funfarme Notícias - Março - 2016

3


Revista Funfarme

Enfermeira do Centro Obstétrico cria cinto que garante mais segurança a pacientes Para entregar o certificado e o prêmio pela criatividade, estiveram presentes Diretorias da Funfarme e HCM, lideranças da obstetrícia e do próprio hospital

O supervisor de manutenção Badeco e a enfermeira Lásara

As mães Maria Caroline Antoniassi (acima) e Josimeire Braga, no C.O, prontas para irem em segurança para a enfermaria

Achei a ideia da cinta bastante segura, além de ser confortável. Vou para o quarto mais tranquila e, principalmente, bem próxima ao meu filho. Josimeire Braga, mãe do Heitor, nascido no dia 25 de fevereiro 4

Funfarme Notícias - Março - 2016

A partir de agora o Centro Obstétrico (C.O.) do HCM conta com mais um item inovador de segurança para o paciente: um cinto que prende o bebê à mãe, quando ambos vão deixar o C.O. para a enfermaria. A ideia partiu da enfermeira supervisora do setor, Lásara Magnani. “Desenvolvi a faixa, pois percebi que as mães muitas vezes saem debilitadas daqui. Portanto, o cinto une a mãe ao bebê, dando firmeza, conforto e segurança no transporte de ambos”, explicou a enfermeira. A criação funcionou tão bem que atualmente o C.O. tornou padrão o uso da cinta. Reconhecimento Sempre incentivando iniciativas inovadoras, a Fundação criou em 2015 o “Ideias Premiadas Funfarme”. Lásara foi homenageada pela criação do item. O cinto foi desenvolvido com a ajuda do supervisor de manutenção da instituição, João Balduino Ferreira, o Badeco. Dr. Horácio Ramalho reiterou que “toda boa ideia desenvolvida com proatividade, beneficiando não só o Setor, mas também o paciente, deve ser reconhecida por todos na Fundação, servindo de exemplo. Por isso continuaremos premiando as boas iniciativas e ideias”. Lásara confessou ter ficado surpresa. “Não esperava. Fiz esperando contribuir para os pacientes terem mais segurança. Eu e Badeco estamos muito felizes e gratos.” A enfermeira e o supervisor agradeceram pelo reconhecimento. “Nossa, eu não esperava. Fiz mesmo esperando poder contribuir um pouco mais com a segurança dos pacientes. Estou muito grata”, afirmou Lásara.


Revista Funfarme

Camerata de jovens violinistas se apresenta no HB e emociona pacientes, acompanhantes e colaboradores Por uma hora, pacientes, acompanhantes e colaboradores do complexo Funfarme puderam apreciar música clássica e popular brasileira de altíssima qualidade em pleno pátio de emergência do SUS do HB. Eles foram brindados com a apresentação da Camerata Jovem Beethoven, concerto que faz parte do programa “Música nos Hospitais”, promovido pela Associação Paulista de Medicina (APM) e cujo tema este ano é “Saúde Mental: a Influência da Música

no Equilíbrio das Emoções”. O projeto existe desde 2004 e foi apresentado para mais de 50 mil pessoas em 63 hospitais da capital paulista, interior e de outras regiões do Brasil. Além de toda a diretoria da Funfarme e colaboradores, estiveram presentes também o presidente da Regional de Rio Preto da APM, Dr. Geovanne Furtado Souza, o diretor da Famerp, Dr. Dulcimar Donizeti de Souza e o diretor distrital da APM, Dr. Helencar Ignácio.

A música é uma proposta contínua na Fundação. Temos vários locais onde voluntários fazem apresentações na instituição. Ela traz boas lembranças, reaviva sentimentos, auxilia na cura e na recuperação dos nossos pacientes, principalmente em ambiente hospitalar. Parabéns à APM e a estes jovens e talentosos músicos. Dr. Horácio Ramalho

Público se emociona Encantados e emocionados, os expectadores extraíram do repertório conforto, esperança e boas energias. Há 28 anos a supervisora de Telecomunicações da Fundação, Gislaine Cardoso, toca clarinete. Tendo convivido tanto tempo com a música, sabe dizer o que isto representa para o ser humano. “Vemos que eles tocam com a alma. Essa emoção é dispersa ao público. A música acalma o coração, o espírito e o pensamento. Não há dúvidas de que isso só melhora o ânimo de todos nós”, afirmou.

José Lucimar Barbosa, morador de Fernandópolis, comentou o concerto com propriedade. Com dois filhos músicos, sempre acompanhou ensaios e apresentações. “Apesar da pouca idade dos músicos que tocaram no hospital, eles estão de parabéns, não só pelo entrosamento que demonstraram, mas também pela iniciativa”, finalizou o aposentado. Funfarme Notícias - Março - 2016

5


Revista Funfarme

1º Simpósio de Medicina Perinatal do HCM O surto de casos de microcefalia associados à zika que atingiu o Brasil jogou luz sobre uma questão ainda maior - a importância do diagnóstico preciso e mais rápido da saúde dos fetos -, o que estimulou os setores de Obstetrícia e Medicina Fetal do Hospital da Criança e Maternidade (HCM) a realizar o 1º Simpósio de Medicina Perinatal, nos dias 19 e 20 de fevereiro. O balanço do evento confirmou o quanto os profissionais do HCM estavam certos em promovê-lo, com o apoio da Funfarme e em parceria com o Instituto de Medicina Reprodutiva e Fetal de Rio Preto e a Faculdade de Tecnologia em Saúde de Ribeirão Preto. O Simpósio reuniu mais de 230 médicos e outros profissionais de saúde de todo o Brasil, público que superou as expectativas, fazendo com que fossem utilizados dois anfiteatros, no HCM e no Hospital de Base. Por meio de videoconferência, os participantes puderam acompanhar, em tempo real, palestras de alguns dos maiores expoentes do país em medicina perinatal, com enfoque nas novas técnicas e tecnologias no diagnóstico, avaliação correta da saúde do feto e rastreamento da prematuridade e de patologias e síndromes, em particular, a microcefalia.

Diretores da Funfarme/Famerp e do HCM, com palestrantes convidados, na abertura do Simpósio

Diretor da Funfarme destaca oportuno momento em que Simpósio é promovido

Dr. Horácio Ramalho abre o evento científico

A microcefalia ganhou importância midiática enorme e colabora para chamar a atenção da sociedade para a importância de realizarmos diagnóstico preciso e com maior antecedência possível não só desta e de outras patologias que acometem o feto. Como instituição referência na troca e disseminação do conhecimento, a Funfarme decidiu colaborar para isto, através deste simpósio. Dr. Horácio Ramalho

Mais exames no início da gravidez

12% dos partos realizados na rede pública são prematuros e são umas das principais causas de morte de recémnascidos no país. 6

Funfarme Notícias - Março - 2016

Dr. Antonio Hélio Oliani, chefe do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Famerp, e Dra. Denise Cristina Mós Vaz, coordenadores do Simpósio, enfatizaram a importância do acompanhamento mais frequente no início da gravidez, com maior quantidade de exames de ultrassonografia realizados. “Nós, obstetras, tendemos a intensificar os exames nos últimos meses de gravidez, quando o aconselhável é a maior frequência no início.”


Revista Funfarme

reúne mais de 230 profissionais de saúde O tocoginecologista Manoel Sarno, professor adjunto, pesquisador da Universidade Federal da Bahia e referência em pesquisa e tratamento da microcefalia, fez questão de parabenizar a Funfarme/Famerp pelo Simpósio.

Médico referência em microcefalia elogia iniciativa da Funfarme/Famerp

“É importante debatermos o assunto, já que o país passa por um surto da doença. Apesar de ser um tema novo para todos nós, avançamos bastante nesse último ano com as nossas pesquisas.”

Dr. Manoel apresentou as últimas novidades sobre o diagnóstico e tratamento do zika vírus, em mesa coordenada pelo médico virologista Maurício Lacerda Nogueira, professor da Famerp e que está à frente de pesquisa sobre o vírus para determinar qual é o risco relativo de ocorrência de microcefalia entre gestantes infectadas em Rio Preto.

Avaliar encurtamento do colo do útero é fundamental Conhecimento valioso para médica e mãe Para a médica residente Maria Gabriela da Silva, do Centro Interdepartamental de Medicina Fetal do HCM, o Simpósio foi duplamente valioso. Além de adquirir e ampliar seus conhecimentos, Maria Gabriela está grávida e obteve informações preciosas para a sua saúde e a do bebê. “Esse é o momento para nos atualizarmos sobre o tema. É o assunto do momento e eu, como médica e mãe, tenho interesse dobrado. A instituição está de parabéns por ter realizado este evento tão importante para nós.”

Gregório Lourenzo (foto acima), doutor em tocoginecologia pela Universidade Estadual de Campinas, ressaltou a importância da avaliação do encurtamento do colo do útero nas primeiras 20 semanas de gestação, apontando-o como um dos principais sinais do parto prematuro espontâneo (quando não há problemas com a mãe ou o bebê), revelados em exame de ultrassonografia. “Normalmente, quando o encurtamento é detectado, por meio do ultrassom, a gestante é submetida a um tratamento com progesterona, um hormônio que a mulher já produz naturalmente e que garante maior tempo de gestação. Vale lembrar que cada dia que o bebê passa no útero da mãe, aumenta em 1% o risco de não morrer no primeiro ano”, afirmou Dr. Gregório Lourenzo. Funfarme Notícias - Março - 2016

7


Revista Funfarme

Lucy cresce e ganha mais uma unidade de atendimento

O Instituto de Reabilitação Lucy Montoro ganhou, a partir do início deste ano, mais uma unidade de atendimento, numa ampla casa de três andares, que ocupa 743 metros quadrados de construção. A casa está localizada na rua José Picerni, 530, no bairro São Manoel, a cerca de quatro quarteirões abaixo no Instituto. O imóvel passa por reformas e adequações em sua fachada e interior, mas já foi ocupado pelos profissionais e colaboradores do Lucy Montoro. “A casa possui amplas salas para que possamos oferecer conforto aos nossos colaboradores e o melhor atendimento possível aos nossos usuários e seus familiares e acompanhantes”, afirmou Dra. Regina Chueire, diretora do Lucy Montoro. Esta nova unidade abriga o ambulatório de OPME (órteses, próteses e membros auxiliares), seis consultórios, sala de procedimentos guiados por ultrassom, centro de apoio e pesquisa, sala de aula, além de áreas administrativas do instituto.

A coordenadora Tatiane Clementino e a responsável pelo Serviço de Atendimento ao Usuário, Daiane Zanchet estampam nos rostos a alegria com a “nova casa”

Um dos seis consultórios

A secretária Jaine, em sala que será preparada para ser o Centro de Apoio e Pesquisa, onde residentes discutirão casos clínicos 8

Funfarme Notícias - Março - 2016

Recepção confortável e iluminada

Ampla sala para três ou mais leitos

Esta ampla sala, com 70 metros quadrados, será adequada para receber cursos e treinamentos


Revista Funfarme

Troca de poltronas no beneficia doadores e colaboradores Desde novembro do ano passado, o Hemocentro de Rio Preto conta com 8 novas poltronas elétricas e balcões individuais para a coleta de sangue na instituição. A troca das poltronas e dos móveis foi possível graças a parceria com o Ministério da Saúde e após serem feitas as adequações pelo setor de engenharia da Fundação. No total, foram investidos 56 mil reais. A supervisora de enfermagem do Hemocentro, Mariana Coltro, explica que os benefícios não se limitam aos doadores, mas também aos colaboradores. “Além de maior conforto ao doador, as novas poltronas beneficiaram na rotina da sala. Os balcões grandes que ficavam no centro na sala (veja foto ao lado) foram substituídos por móveis individuais e de fácil manuseio, melhorando no conforto também dos colaboradores. Nossos indicadores de qualidade demonstraram queda de inacessibilidade venosa, estando relacionada ao melhor posicionamento do doador. Por ser a cadeira elétrica, conseguimos posicionar o doador, permitindo a doação rapidamente e sem esforço físico”, disse Mariana.

Depois

Antes

Novidades por aí A sala de coleta passará por pintura e, nos próximos meses, será instalada outra TV para distração dos doadores.

Doador assíduo há mais de 3 anos, Igor Martins, de 24 anos, morador de Mendonça, aprovou a troca. “Essa é a primeira vez que venho para cá depois da mudança. Além de mais espaçosas, as poltronas são bem confortáveis. Estão aprovadas”, brincou Igor.

Funfarme adere ao "Dia da Faxina contra o Aedes" e mobiliza colaboradores no complexo A Funfarme participou, no dia 24 de fevereiro, do “Dia da Faxina contra o Aedes”, promovido pela Coordenadoria de Controle de Doenças, da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Cerca de 100 colaboradores vestiram, literalmente, a camiseta da campanha e percorreram o HB, o HCM e as demais unidades da Fundação verificando a existência de potenciais criadouros do mosquito. A ação proposta pelo Governo Estadual já é rotina em todas as unidades da Funfarme que, para isso, destaca colaboradores do Serviço de Higiene e Limpeza (SHL), SESMT, Hotelaria e demais setores para realizá-la. Funfarme Notícias - Março- 2016

9


Revista Funfarme

Funfarme abre as portas para 435 jovens profissionais da saúde

Dr. Horácio mostra a grandeza do complexo na abertura da cerimônia

A Funfarme/Famerp recebeu em março 435 jovens recém-formados em cursos superiores da área da Saúde. A cerimônia foi realizada no anfiteatro da Unip e deu início aos programas de residência médica e multiprofissional, estágio médico, aperfeiçoamento e aprimoramento da instituição. O diretor geral da Famerp, Dr. Dulcimar Donizeti de Souza, abriu a cerimônia dando boas-vindas aos novos estudantes e aproveitou para agradecer aos alunos provenientes do 6º ano da Famerp que contribuíram para a escola ter conquistado o primeiro lugar no exame do Cremesp. Com uma breve explanação sobre as

unidades que compõem a Funfarme, sua infraestrutura, serviços prestados à comunidade e os números impressionantes que ilustram a dimensão do complexo hospitalar, o diretor executivo da Fundação, Dr. Horácio José Ramalho, ressaltou sua pujança, mesmo em tempos de crise. “Nossas instituições pri-

Vocês terão um ensino de qualidade, porém, mais do que isso, em nossa instituição prezamos pela boa formação acadêmica e de caráter. Dr. Dulcimar Donizeti de Souza, diretor da Famerp

mam por valores como transparência, trabalho, ensino de qualidade e envolvimento social. Sejam muito bem-vindos à Funfarme, na qual vocês farão toda diferença para os mais de 2 milhões de habitantes que atendemos e para o desenvolvimento e melhoria constante da Saúde na região”, agradeceu o diretor. Ingressam no complexo hospitalar da fundação 235 residentes, 19 estagiários de medicina, 55 aprimorandos, 57 aperfeiçoandos e 69 residentes de outras áreas da Saúde, como terapeutas ocupacionais, enfermeiros, assistentes sociais, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, farmacêuticos e nutricionistas.

A mesa da cerimônia foi composta por lideranças da Funfarme, HB, HCM, Lucy, Ambulatório e Famerp

Funfarme atrai cada vez mais Parcela expressiva destes jovens se origina de todas as regiões do Brasil, o que demonstra o prestígio que desfruta a Funfarme/Famerp na área do ensino e formação destes profissionais no país. É o caso dos sete novos residentes de medicina da foto, de origens diversas como do Paraná, Minas Gerais, Pará e São Paulo. Todos optaram pela Funfarme pelos mesmos motivos: a excelência de ensino e a estrutura dos hosA partir da esquerda Benjamim Xavier Ramos, Vinícius Vasconcellos, Gustavo Falavigna Guilherme, Aline Nunes Amaro, Mabel Cristhina Rodrigues da Silveira, Alane Leite e Victor Avezum 10 Funfarme Notícias - Março - 2016


Revista Funfarme

Estados com maior número de novos profissionais nos programas da Funfarme este ano 255 São Paulo

48

18

16 Paraná

Minas Gerais

Mato Grosso do Sul

COREME

Uma das maiores residências médicas do Brasil, a Funfarme/Famerp oferece programas em 61 especialidades médicas diferentes, reunindo 470 residentes e cerca de 100 estagiários, sob a supervisão da Coreme (Comissão de Residência Médica).

Professor Nota 10

Diego agradeceu o reconhecimento e deixou uma lição a todos: “mudem o olhar diante dos obstáculos”

SP

MG

MS

PR

jovens de todo o Brasil pitais escola da Funfarme/Famerp. A mesma diversidade é encontrada na residência multiprofissional, como as fonoaudiólogas Thais Zimmermann, de Natal (Rio Grande do Norte), e Alline Galdino, formada em Bauru. Elas estão entre os 68 jovens que ingressaram na residência multiprofissional. As amigas Thais Zimmermann (esquerda) e Alline Galdino na integração

Como instituição referência em ensino e pesquisa, a Funfarme fez questão, durante a cerimônia de integração, de prestar homenagem ao pedagogo Diego Mahfouz Faria Lima por ter sido o ganhador da 18ª edição do Prêmio Educador Nota 10, promovido pela editora Abril e Rede Globo. Diego conquistou o prêmio por liderar o projeto “Minha escola: reconstrução coletiva”, em que envolveu toda a comunidade para transformar o ambiente da Escola Municipal Darcy Ribeiro, da qual é diretor. A placa coma homenagem da Funfarme foi entregue a Diego pelo coordenador da pós-graduação da Famerp, Dr. Domingo Marcolino Braile. Ao parabenizar o pedagogo, o diretor executivo da Funfarme, Dr. Horácio Ramalho, ressaltou que a homenagem é da instituição que acredita na educação como caminho para a construção de uma sociedade melhor e de cidadãos mais justos. Funfarme Notícias - Março - 2016 11


Revista Funfarme

Funfarme/Famerp atende cerca de 600 pessoas, o dobro do evento do ano passado Para evidenciar o Dia Mundial do Rim, comemorado em 10 de março, e alertar a população sobre a importância da prevenção de doenças renais, a Funfarme e a Famerp realizaram, gratuitamente, testes de uroanálise (testes rápidos de urina), glicemia e aferição de pressão em pacientes, acompanhantes e demais visitantes que passaram pela Emergência do SUS do Hospital de Base. Ao final das seis horas de atendimento, foram realizados cerca de 600 testes, o dobro do ano passado. Dezoito pessoas apresentaram indícios de complicações renais, sendo aconselhadas a procurar uma unidade de saúde. Ao mesmo tempo em que os exames aconteceram, profissionais do HospiDepartamentos de Nefropediatria tal da Criança e Maternidade distribuíram panfletos e deram orientações aos e Epidemiologia e Prevenção de Doença Renal pacientes e visitantes da instituição, já que o tema da campanha deste ano foi “Prevenção da doença renal começa na infância”. Dia Mundial do Rim é uma iniciativa O nefrologista e diretor clínico do HB, Dr. João Fernando Pícollo, explica que a doença renal compromete muito o crescimento e o desenvolvimento da criança e ado©World Kidney Day 2006-2016 lescente, por isso, a descoberta o mais cedo possível da DRC é fundamental. “Existem evidências científicas de que a progressão da doença renal pode ser retardada, desde que o diagnóstico seja feito a tempo de permitir a adoção de medidas terapêuticas apropriadas, reduzindo as consequências em crianças, adolescentes e até mesmo em adultos”, afirmou Dr. Pícollo.dmr2016 adesivo 8x8cm.indd 1

O aumento significativo de pessoas que procuraram atendimento demonstra o quanto esta ação é importante. Vários setores da Funfarme e Famerp participaram, colaborando para o sucesso, em especial, os alunos do 4º ano de enfermagem da Famerp. Rita de Cássia Helu Ribeiro, supervisora do Programa de Aprimoramento da Enfermagem da Nefrologia da Funfarme/Famerp

Ao saber do atendimento na Emergência do HB, o aposentado Luis Paulo Fernandes de Oliveira, de 63 anos, decidiu fazer os testes, sem saber que, por ser diabético, integra um dos grupos de risco a ter problemas nos rins. Enquanto era atendido, Oliveira confessava que não fazia exames nos rins há mais de 10 anos, quando foi surpreendido pelo diagnóstico: um de seus exames apresentou alterações. “Vou procurar tratamento o quanto antes”, disse o aposentado, morador de Rio Preto. 12 Funfarme Notícias - Março - 2016

Elder Ferreira dos Santos, de 17 anos, tem o perfil alvo da campanha mundial deste ano: jovens e crianças. Ao se deparar com a ação, resolveu realizar os exames para saber mais sobre o assunto. “Eu já sei quais são os sintomas do diabetes e da pressão alta. Tento sempre estar atento e poder fazer os exames hoje me deu tranquilidade, já que os resultados não mostraram nenhuma alteração. Além disso, vou tentar controlar a quantidade de sal e açúcar.”

3/2/16 1


ANOS

Revista Funfarme

da Dermatologia da Funfarme/Famerp

Professores, ex e atuais alunos comemoraram os 45 anos da Dermatologia da Funfarme/ Famerp, durante a 150ª Jornada Paulista de Dermatologia, realizada nos dias 19 e 20 de fevereiro, na Sociedade de Medicina e Cirurgia de Rio Preto. O evento, organizado pelo Prof. Dr. João Roberto Antonio, abriu o calendário científico da Sociedade Brasileira de Prof. Dr. João Roberto Antonio, com alguns Dermatologia para 2016. dos seus ex e atuais alunos nestes 45 anos A jornada mesclou a apresentação de casos clínicos raros de pacientes do zes por termos realizado uma Ambulatório de Especialidades do HB, procedimentos ci- das mais completas jornadas, rúrgicos e de cosmiatria em pacientes “ao vivo” para de- enaltecendo nossa instituição monstração de técnicas inovadoras com lasers, toxina bo- de ensino, nossa cidade e todos tulínica, preenchimentos cutâneos e outros avanços. aqueles que, de alguma maneiOs 45 anos da Disciplina e Serviço mereceram confrater- ra, fazem parte dessa história”, nização num buffet, onde ocorreu o lançamento e descer- afirmou Dr. João Roberto Antoramento de placas comemorativas, uma com os nomes de nio Professor Emérito de Dertodos os dermatologistas formados neste período e outra matologia da Famerp e chefe com os nomes dos professores que compõem a equipe do Serviço de Dermatologia do Placa com todos os dermatologistas formados de Dermatologia Funfarme/Famerp. “Ficamos muito feli- Hospital de Base. na Funfarme/Famerp

Ex-alunos da Famerp promovem encontro após 30 anos de formados

Turma de 86 reuniu-se no anfiteatro central da Faculdade

Em 1981, uma nova fase começava para os alunos que ingressaram na 14ª turma de medicina da Famerp. Seis anos depois, todos formavam-se e cada um seguiu sua carreira. Em março, a 14ª turma completou 30 anos de formados e organizou um encontro na Faculdade que a abrigou. Sandra Mamy Umehara de Souza (ao lado) foi uma das poucas alunas da época a que deixou a cidade para seguir carreira em Campinas, no interior paulista. A médica especializou-se em medicina social e comunitária. Desde que saiu da Famerp, não havia retornado à Rio Preto e impressionou-se com o tamanho que o complexo tomou. De acordo com Dra. Sandra, a agregação da enfermagem ao curso de medicina e a estadualização da Faculdade possibilitaram estas mudanças.

É muito emocionante rever os colegas, amigos e professores. Foi surpreendente voltar e ver o que a Funfarme tornou-se. Sandra Mamy Umehara de Souza

Funfarme Notícias -Março - 2016 13


Revista Funfarme

Funfarme Materna

Curso de Gestantes oferece informações valiosas a colaboradoras e seus companheiros

Roberta Raiel e Antonia Renata

Umas já viveram a experiência indescritível da maternidade, outras são “mães de primeira viagem”. Não importa. De todas as colaboradoras da Funfarme e os companheiros que participaram do 1º Funfarme Materna só se ouviram elogios. “É comum hospitais e planos de saúde promoverem cursos para seus clientes, mas a Funfarme foi além, pensando na gente. Está de parabéns”, disse Roberta Raiel, colaboradora do HCM que, no primeiro dia do curso (8 de março), estava na 31ª semana de gravidez, a espera de Yasmin, primeira filha. Organizado pela Área de Recursos Humanos da fundação, com o apoio da Diretoria do HCM, o curso teve quatro encontros em março, durante os quais pais e mães aprenderam tudo relacionado ao pré-natal e os cuidados com o bebê nos primeiros dias de vida. As dicas e orientações foram valiosas mesmo para quem já tinha filho, como Reginaldo Carvalho, marido da Priscila, colaboradora da Controladoria. Pai da Ana Clara, de 10 anos, Reginaldo admitiu: “Preciso rever tudo de novo, até como trocar fralda. Depois de tanto tempo, a gente perde a mão.” 14 Funfarme Notícias - Março - 2016

Emoção aflora

Juliana Rodrigo e Paula Cristina

Natural de mulheres que vivem momento de tamanha importância em suas vidas, a emoção aflorou logo nos primeiros minutos do curso e dominou o ambiente em todos os encontros. “Estou enjoando muito. Está sendo um mundo novo para mim”, disse Paula Cristina, colaboradora da DIP. “Estou muito feliz por estar aqui e trocar experiências com vocês e saber mais”, disse, abrindo um sorriso para todos. “Esta é a nossa maior recompensa. Ver que a nossa instituição está participando deste importante momento da vida de vocês”, declarou o diretor do HCM, Dr. João Carlos Tonelli Gusson, em nome de toda a equipe envolvida na realizado do Funfarme Materna.


Revista Funfarme

HCM capacita voluntárias para atuar nas brinquedotecas No HCM, as brinquedotecas são preciosas para estimular a interação e desenvolvimento das crianças internadas, refletindo positivamente no tratamento. Encerrando ciclo de treinamentos para possibilitar atendimento ainda mais amplo e humanizado aos pequenos pacientes, o HCM promoveu, no dia 25 de fevereiro, a capacitação de voluntárias para fazer parte do grupo que auxilia a equipe multidisciplinar nas brinquedotecas do hospital. São três espaços nas enfermarias dos 6º e 7º andares, e no 4º andar, onde funciona a ala da oncologia infantil.

O que eu faço para ser voluntário? Para ser voluntário do HCM é necessário se inscrever no escritório da AVOHB, no ramal 1306. O candidato passa por entrevista e realiza 50 horas de experiência, após as quais torna-se voluntário efetiva, escolhendo dia e horário mais adequados à sua rotina.

Os voluntários são essenciais para que a nossa brinquedoteca funcione todos os dias, pelo menos em dois períodos, beneficiando o maior número de pacientes possível. Gianna Matheus, gerente administrativa do HCM

Benefícios da • desenvolvimento da linguagem • socialização • descontração no período de internação • habilidades físicas e cognitivas

Bicicleta doada por ex-paciente é sorteada no Setor de Oncologia do HCM Carlos Daniel Turato, 10 anos, paciente da Oncologia do HCM, foi o grande ganhador do prêmio que, solidariamente, a ex-paciente Alana Magri Zorzenon, 9 anos, doou para o Setor: uma bicicleta. Feliz, ele já fez planos para a nova companheira. “Vou usá-la todos os dias para ir à escola e brincar!”. A bicicleta é fruto do empenho de Alana em ganhar uma campanha de arrecadação de garrafas pets em sua cidade, Santa Fé do Sul. Ela arregaçou as mangas e teve omelhor desempenho em sua escola, sendo premiada com a bike.

Funfarme Notícias - Março - 2016 15


Revista Funfarme

Dia Internacional da Mulher

Essência feminina: sua força... sua voz... sua vez! As profissionais falaram para mulheres em um auditório lotado

Dr. Horácio Ramalho, a secretária municipal de Saúde de Rio Preto, Teresinha Aparecida Pachá e Dr. José Luis Esteves prestigiaram o evento

No Dia Internacional da Mulher, a Funfarme reconheceu violência contra a mulher como entrave de saúde pública. o talento e conhecimento da “prata da casa” e convidou “Ainda existem grandes problemas para se denunciar estes as próprias colaboradoras para ministrarem palestras para abusos e muitos desses excessos são vistos como atitudes suas colegas, com o tema “Essência Feminina: sua força... normais. Vocês podem ter ajuda, é para isso que a Fundação criou o Projeto Acolher, para orientar vocês nos diversua voz... sua vez!” Na abertura do evento, o diretor executivo da Fundação, sos segmentos onde a violência pode acontecer”, explica a Dr. Horácio José Ramalho, falou sobre o papel da mulher profissional. Numa injeção de autoafirmação e de bom humor, a psina instituição. “A igualdade de tratamento de gêneros, o reconhecimento do papel da mulher e a competência no cóloga da UTI do HB, Ana Paula Altimeri di Bernardo, abordou a autoestima e a importância de trabalho são valores prezados sentir-se bem consigo mesma. “Voe praticados pela instituição.” A Fundação busca cuidar de todos os cês têm de se amarem em primeiro O vice-diretor, Dr. José Luís aspectos da saúde da mulher, inclusive do lugar. A partir daí, suas relações com Esteves ressaltou que “as mupsicológico. Atividades laborais mudam a as pessoas e com o espelho mudam. lheres são o motor da instituição e o cuidado com elas deve sinergia e o ambiente de trabalho, por isso, Você muda seu ambiente”, ressalser diário”. criar eventos como este é essencial para o tou. As palestras foram ministradas Em palestra, a psicóloga desempenho das nossas colaboradoras na em dois turnos, lotando o anfiteatro do mezanino do HB. Tiemi Miyazaki falou sobre a

Fundação.

Cristiane Midori, supervisora de Recursos Humanos e uma das organizadoras do evento

Moradores de Palestina fazem leilão beneficente em prol do ICA Moradores de Palestina organizaram leilão em prol do Instituto do Câncer (ICA), no Recinto Clube Amigo do Peão do município. O leilão reuniu cerca de 400 pessoas e arrecadou 86.895 reais,doados ao ICA. Foram leiloados 51 bovinos, 8 ovinos, 5 equinos e 5 suínos, além de utensílios domésticos e de montaria (arreios, freios e etc). “Pretendemos fixar o primeiro ou segundo domingo de dezembro para fazermos este encontro, todos os anos. Assim, poderemos retribuir ao Instituto que sempre nos ajudou muito”, afirmou um dos organizadores do evento, Luiz Carlos Pereira, o Tuim.

16 Funfarme Notícias - Março - 2016

A partir da esquerda, representando a Funfarme, Genivaldo Fracasso (transporte), Dr, Fábio Leite (chefe da oncologia clínica), o superintendente financeiro, Robson de Pádua, o vice-diretor executivo da Fundação, Dr. José Luis Esteves, e João Evaristo da Silva, do Protocolo, junto com organizadores do leilão


Revista Funfarme

Professores da Funfarme participam da elaboração de prova nacional de título de especialista em Ortopedia e Traumatologia

Professores do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Funfarme/Famerp participaram da elaboração e aplicação da prova nacional do título de especialista em Ortopedia e Traumatologia, realizada nos dias 10, 11 e 12 de março, em Campinas. Participaram da elaboração os docentes Dr. Alceu Gomes Chueire, Dr. Helencar Ignácio, Dr. Guaraci Carvalho Filho, Dr. Fábio Stuchi Devito, Dr. João Damasceno e Dr. Márcio Figueiredo. Nos últimos quatro anos, todos os residentes do Serviço de Ortopedia e Traumatologia da Funfarme /Famerp foram aprovados.

Advogado da Funfarme fala a colaboradores sobre os direitos do paciente

Nos dias 29 de fevereiro e 9 de março, o advogado da Funfarme, Dr. Luiz Loraschi, palestrou aos profissionais da Fundação sobre a “Lei do acompanhante” e a “Lei dos 60 dias”. Esta última, que entrou em vigor em 2014, garante aos pacientes diagnosticados com câncer iniciarem o tratamento em, máximo, 60 dias após o exame de constatação patológica. Com relação à lei do acompanhante, Dr. Luiz falou sobre o tempo de permanência, o número de acompanhantes e as visitas aos pacientes.

Curso de educação financeira Com o objetivo de esclarecer dúvidas e fornecer informações sobre economia, o Setor de RH da Funfarme ofereceu aos menores aprendizes e estagiários da instituição curso de educação financeira, em fevereiro e março. O curso visava estimular os jovens a organizarem seus orçamentos e planejarem o futuro desde cedo.

Funfarme Notícias - Março - 2016 17


Revista Funfarme

Biblioteca

completa 1 ano com mais de 100 vídeos publicados A TV Funfarme, canal online de vídeos na internet lançado em janeiro de 2015, completa seu primeiro ano com boa audiência. Iniciativa do diretor executivo, Dr. Horácio Ramalho. Implantado pelo Departamento de Comunicação, o canal exibe vídeos com informações sobre doenças e como preveni-las, dicas de manter a saúde e o bem-estar, orientações a gestantes e mamães, cobertura dos acontecimentos na Funfarme e conteúdos de interesse geral. Já foram produzidos e publicados mais de 100 vídeos. “As grandes empresas buscam atingir e informar seu público de diversas maneiras e as mais eficientes atualmente estão ligadas às mídias sociais, como facebook e youtube. Temos casos de sucesso no facebook, com postagem vista por mais de 300 mil pessoas e compartilhada por mais de 2 mil pessoas”, destaca Luís Fernando Neves, responsável pela comunicação Funfarme.

A TV Funfarme tem

428

120

compartilhamentos diretos de vídeos

vídeos produzidos e publicados

110 mil

75 mil

minutos de vídeos exibidos

visualizações vídeos

O 1º vídeo O primeiro vídeo da TV Funfarme foi lançado em 22 de janeiro de 2015 e mostrou a concretagem com gelo na radioterapia do HB, ação inédita na região de Rio Preto.

402 visualizações

O vídeo mais popular Entenda a fibrose cística, com a geneticista Dra. Agnes

970 visualizações

O vídeo mais popular do HCM Câncer infantil, com Dra. Francine Agostinho

587 visualizações 18 Funfarme Notícias - Março - 2016

Dicas de livros da “Biblioteca Dr. José Paulo Cipullo”, situada no térreo do HB. Colaboradores, pacientes e acompanhantes podem retirá-los. Informações no ramal 1843.

A garota na teia De David Lagercrantz

A hacker Lisbeth Salander e o jornalista Mikael Blomkvist precisam juntar forças para enfrentar uma nova e terrível ameaça. É tarde da noite, e Blomkvist recebe o telefonema de uma fonte confiável, dizendo que tem informações vitais aos Estados Unidos. A fonte está em contato com uma jovem e brilhante hacker — parecida com alguém que ele conhece. Blomkvist, que precisa de um furo para a revista Millennium, pede ajuda a Lisbeth. Ela, porém, tem objetivos próprios. Em “A garota na teia de aranha”, a dupla que já arrebatou mais de 80 milhões de leitores com “Os homens que não amavam as mulheres”, “A menina que brincava com fogo” e “A rainha do castelo de ar se reencontra em um thriller explosivo”.

A magia da realidade De Richard Dawkins

Existem muitas formas de magia. Nossos ancestrais usavam o sobrenatural para explicar o mundo antes do desenvolvimento do método científico. Os antigos egípcios explicavam a noite sugerindo que uma deusa engolia o sol. Os vikings acreditavam que o arco-íris era uma ponte entre a morada dos deuses e a Terra. Os japoneses diziam que os terremotos aconteciam quando um gigantesco bagre que carregava o mundo nas costas balançava a cauda. Essas histórias tinham como tema a magia, acontecimentos extraordinários.

As histórias que me ensinaram a viver De Jorge Bucay

Demián é um jovem cheio de conflitos e questionamentos. Cansado de terapias convencionais, segue a indicação de uma amiga e procura Jorge, um psicólogo com fama de ser pouco ortodoxo. Já na primeira consulta, Demián percebe que aquela parceria terá um grande futuro. O método terapêutico de Jorge é peculiar: para transmitir seus ensinamentos e fazer o paciente refletir sobre sua vida a partir de uma perspectiva diferente, ele conta histórias clássicas, populares, antigas, modernas, famosas ou inventadas.


Revista Funfarme

Na água, na bike, no chão... na dedicação

O esporte sempre fez parte da vida de Olavo Cetrone. Durante treze anos, o colaborador da Marceneira da Funfarme dedicou-se ao skate, no entanto, apenas um hobby. “Cheguei a disputar campeonatos, mas ainda não tinha espírito competitivo”, lembra. Ele começou a incorporar este espírito sem querer quando um amigo disse que iria correr uma meia maratona. De repente, Olavo disparou: “Vou fazer isso também!” O amigo o aconselhou a não correr, sem estar preparado, mas o encorajou, dizendo que tinha físico e biótipo para o esporte. Olavo então impôs-se o desafio de ser um corredor e, um ano e meio atrás, começou a treinar. Não esperou muito, no entanto, para disputar uma prova de 7 quilômetros, alcançando a 17ª posição, marca impressionante para um iniciante. A presença entre os primeiros não só o surpreendeu como atraiu a atenções. Ganhou patrocínio de um fabricante de suplementos alimentares, que ajuda a custear as inscrições e a assessoria esportiva e conta com o incentivo de familiares e amigos. Na breve carreira, a conquista mais importante é ter ficado em 400º colocado na São Silvestre de 2015, entre mais de 30 mil inscritos.

O desafio maior: participar do Ironman Se acham que Olavo parou por aí, estão redondamente enganados. O atleta agora mira um desafio imensamente maior: conquistar uma boa colocação na prova que é conhecida como a mais difícil do mundo, o Ironman. Olavo terá que nadar 4 quilômetros em mar aberto, pedalar 180 quilômetros e correr os 42,5 quilômetros da maratona. Para se ter uma ideia, o recordista da prova precisa de pouco mais de 8 noras para completá-la. Para quem duvida, Olavo avisa: “Quero estar preparado para o Ironman de 2018. Consegui uma bike legal no final do ano passado. Comecei a praticar natação na metade de 2015 e agora treino as três modalidades.” Quem quiser conferir, o encontra todo dia na piscina da Famerp onde, para poder treinar, “sacrifica” um tempo do almoço. Tanta dedicação contaminou a mulher, que começou a correr. “O suporte que ela e meu filho me dão é fundamental para conseguir estas conquistas.”

Olavo já conquistou diversas medalhas e agora se prepara para seu maior desafio: o Ironman Funfarme Notícias - Março - 2016 19


Revista Funfarme

INFLUENZA

A Influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. Existem 3 tipos de vírus Influenza sazonais: Influenza A, B e C. Atualmente, Influenza A (H1N1) e A (H3N2) são os subtipos sazonais circulando. A TRANSMISSÃO corre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz. Pode levar a COMPLICAÇÕES graves e ao óbito, especialmente nos grupos de alto risco para as complicações da infecção viral e está associada com o aumento das

Tabela 2 - Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC), notificadas no NHE na FUNFARME (Ambulatório, HB e HCM) janeiro a fevereiro de 2016*.

taxas de hospitalização e morte por pneumonia. Considera-se CASO SUSPEITO de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG): indivíduo de qualquer idade INTERNADO com Síndrome Gripal (SG) - caracterizada por febre de início súbito, mesmo que referida, acompanhada de tosse ou dor de garganta e pelo menos um dos seguintes sintomas: cefaléia, mialgia ou artralgia, na ausência de outro diagnóstico específico; E que apresente dispnéia, ou os seguintes sinais de gravidade: saturação de O2 < 95% em ar ambiente; sinais de desconforto respiratório. A principal PREVENÇÃO é a VACINAÇÃO e a higienização freqüente das mãos com água e sabão ou álcool gel a 71%. Referências: 1.Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Informe Técnico 17ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza 2015. Disponível em: <http://www.cve.saude. sp.gov.br/htm/imuni/pdf/INFLU15_INFORME_CAMPANHA.pdf> Acesso em 02/03/2016. 2.Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de Imunizações. Informe Técnico “Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza 2015”. Disponível em: <http://www.saude.rs.gov.br/upload/1429543706_Informe_Cp_Influenza%20_%20 2015.pdf> Acesso 02/03/2016.

Casos confirmados de Influenza, distribuidos por faixa etária e evolucão, para cura ou para óbito, nos municípios da Região de Rio Preto (67 municípios) e HB/HCM - janeiro a 8 de março de 2016*

Fonte:SINAN Influenza online - acesso em 8/3/2016 GVE XXIX-SJRP/NHE/HB/HCM/FUNFARME - * dados provisórios até 8/3/2016

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA Dia 07/05/2016 inicia a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza. No Complexo HB/HCM/Lucy Montoro/Hemocentro/ Ambulatório está programada para segunda quinzena de Maio/2016. Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837 . Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. HTTP://www.hospitaldebase.com.br/nhe À noite, nos finais de semana e feriados, o telefone do plantão da Vigilância Epidemiológica do município de São José do Rio Preto: 17 - 99784-8863. 20 Funfarme Notícias - Março - 2016

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/HB/FUNFARME *Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até dia 08/03/2016.**SRAG(Síndrome Respiratória Aguda Grave) internados Not. (notificados) Conf.(confirmados)

Revista Funfarme março 2016  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you