Page 1

Dia mundial de higienização das mãos | Página 5

Ano VIII / Nº 114 - Maio - 2011

HB e Famerpe recebem comitiva da China | Página 3

HB é eleito a melhor maternidade do Estado de São Paulo Páginas 08 e 09

Confira as fotos do Mês da Enfermagem Páginas 11 a 20


Editorial

Cartas

HB é o 1° entre as maternidades do Estado Nesta edição da Revista HB, fizemos um especial com fotos para homenagear nossas equipes de enfermagem, que representam a maioria no quadro de funcionários e trabalham com dedicação total aos pacientes. Mostramos também mais uma forma de economia de energia e consciência ambiental, além de eventos e reuniões. O grande destaque deste mês é o tão merecido prêmio da equipe da Maternidade que ficou em primeiro lugar entre os melhores hospitais que realizam partos no Estado. Este prêmio é resultado de muita luta por melhorias de todos os funcionários que compõe este cenário, é o trabalho conjunto dos colaboradores da Ginecologia e Obstetrícia e Pediatria. O HB não ganhou o prêmio por ter os equipamentos mais modernos do Estado, mas sim por ter uma equipe humanizada, que se preocupa com seu paciente. Hoje o atendimento ao paciente tem que ser de excelência, tem que ser prioridade. Toda a diretoria da Funfarme/HB parabeniza os funcionários envolvidos nestes setores e ressalta mais uma vez que o prêmio é de vocês, é o reconhecido da população. E como não podemos fazer feio no ranking do próximo ano, então o segredo é continuar trabalhando como muita garra e dedicação para conquistarmos a segunda medalha de ouro em 2012. Dr. Horácio José Ramalho - Diretor Executivo. Dr. Jorge Fares - Diretor Administrativo

Agradecimento Ari Alves de Lima Aos médicos, equipe de enfermagem e funcionários do Hospital de Base A profissão de vocês é a mais autêntica prática de amor, pois vocês amam seu próximo como a si mesmo. Vocês aprenderam que seu próximo é todo aquele que passa por vocês, seja rico ou pobre, sábio ou ignorante, empregado ou patrão, parente ou estranho. Vocês sabem que gostar e ter paciência com quem lhes é simpático não lhes confere mérito nenhum. Vocês agradam a Deus quando praticam a caridade para com aquele que não lhes é simpático. A caridade é mais cristã quando exige o nosso sacrifício em praticá-la. Lembrem-se de que até um sorriso seu pode ser um grande ato de amor. Um sorriso derramado com bondade cura muitos males e alivia muitas dores. Espalhem esperança e alegria que a recompensa virá depois. Muito obrigada por tudo que fizeram pelo Ari e fiquem com Deus! Cidinha, filhos, noras, genro e netos.

Ao 6º andar Queridos colegas do HB,

Expediente

Nossa passagem por aqui ainda está longe de terminar, mas, nossa entrada aqui foi estrategicamente preparada por Deus. É ele quem dirige nossas vidas.

Informativo Fundação Faculdade Regional de Medicina Ano IX / Nº 114 Maio de 2011 • • • • • • • • • • •

Diretor Executivo Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho Vice-Diretor Executivo Funfarme: Dr. José Luis E. Francisco Coordenador de RH e DP: Dr. Paulo Nakaoski Vice-Diretor Administrativo HB: Dr. Newton Bordin Júnior Diretor Clínico: Dr. Jorge Adas Dib Vice-Diretor Clínico: Dr. João Fernando Picollo Diretor Técnico: Dr. Roberto Yagi Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Júnior Diretor do Ambulatório: Dr. Aldenis Borim Diretor Administrativo: Dr. Jorge Fares Produção Editorial: Intermídia Publicações – 17- 3353-2083 • Jornalista Responsável: MTB: 24.527 • Redação e Fotos: Luís Fernando Neves • Diagramação: Roger Goulart e André Ferrari • Colaboração: Camila Galvão • Impressão: Fotogravura Rio Preto • Tiragem: 2000 exemplares

02

Revista do HB - Abril - 2011

Só temos a agradecer a Deus pela oportunidade de viver e estar no lugar certo na hora certa e a todos vocês pela acolhida carinhosa. Jamais imaginávamos que benção seria passar 30 dias aqui! Dias de luta, medo, angústia, alívio, mas todos eles, durante cada segundo, passados na certeza de que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus.” Nosso muito obrigado a cada um que, direta ou indiretamente nos presenteou com um olhar doce, um sorriso, uma palavra de esperança, uma atitude de respeito, amizade solidariedade e, sobretudo do exercício da profissão. Que Deus os recompense e olhe por cada um, presenteando-os conforme suas necessidades. Um abraço fraternal, Luciano e Carla Maio de 2011


Notícias

Inicia processo de contratação para o Centro de Reabilitação Lucy Montoro A seleção para a contratação dos funcionários da Rede de Reabilitação Lucy Montoro teve início no final do mês de maio. Para a seleção uma equipe de São Paulo veio especialmente para filtrar os candidatos. Foram 574 inscritos para 70 vagas. “Esta seleção é importante, porque o atendimento da Rede é padronizado”, explica Maysa Cortiñas, consultora de implantação do Lucy Montoro. Rio Preto foi escolhida por ser referencia em medicina. “Essa implantação é muito importante porque aqui ainda não tem um serviço especializado de forma integral, com leitos de internação, para pessoas com deficiência” diz Regina Chueire, médica fisiatra responsável pela rede. Para esta unidade estão previstos uma média de 12 mil atendimentos por mês, abrangendo a DRS de Araçatuba e Barretos. Para o processo seletivo a equipe do Lucy Montoro contou com a parceira da equipe de Recursos Humanos do HB. “Eles foram muito pró-ativos, nos ofereceram toda infraestrutura necessária, é uma equipe de excelência”, agradece Gracinda Tsikimoto, diretora da Terapia Ocupacional da Rede Lucy Montoro. A Rede de Reabilitação Lucy Montoro atende pessoas com deficiência física ou doenças potencialmente incapacitantes.

Hospital de Base e Famerp recebem visita de comitiva da China Na manhã do dia 03 de junho, os diretores da Funfarme e Famerp receberam a visita de uma delegação chinesa composta por 8 pessoas e é liderada pelo prefeito de Nantong e secretário do comitê do CPC – Partido Comunista Chinês, Ding Dawei. Também compõem a comitiva chinesa: Niu Quixian, diretor de Assuntos Estrangeiros de Nantong; Qiang Qiang, diretor da Secretaria de Comércio de Nantogn; Zhou Jian, vice-diretor do Instituto Geral do Governo Municipal de Nantong; Wang Kangli, diretor assistente da Comissão Administrativa das Áreas de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Nantong; Jiang Wei, chefe da Secretaria de Comércio de Nantong; Zhu Zhongui, presidente do Conselho Jiangsu S&C Group Inc e Hu Ying, cônsul-geral adjunta. O grupo veio acompanhado do prefeito municipal Valdomiro Lopes e conheceu algumas áreas do hospital e da faculdade e mostraram interesse em firmar um convênio para troca de informações e experiências entre profissionais de nossa instituição e a instituição de saúde chinesa.

Instalação de aquecedor solar gera economia de 12 mil reais por ano Um aquecedor solar foi instalado no Parque de Resíduos para auxiliar no processo de esterilização do lixo contaminado. O equipamento pré-aquece a água que entra na mini caldeira elétrica da máquina de esterilização. A economia gerada é muito importante para um hospital como o HB que gerencia rigorosamente os gastos, evitando qualquer prejuízo à instituição. “Temos ideia de levar este projeto também para toda lavanderia”, diz o engenheiro Rodrigo. Para o complexo hospitalar todo o projeto ainda é inviável, pois depende de uma rede hidráulica preparada para água quente, mas o Hospital da Criança já conta com esta estrutura. Revista do HB - Abril - 2011

03


Por um subsolo

Melhor

Uma comissão interna do HB está com a missão de melhorar a situação atual da emergência. A primeira medida a ser adotada é a conscientização da importância da alta hospitalar até as 11 horas da manhã. Atualmente a maioria das especialidades realiza visitas por volta das 9 horas, mas a alta hospitalar só chega na secretária ou enfermagem por volta das 14 horas, neste horário é acionada a ambulância da cidade, quando necessário, e o paciente que poderia ter deixado o leito vago, acaba permanecendo nele até a noite. Isto resulta em congestionamento no PA e nos corredores e sobrecarga para a equipe de enfermagem, que por sua vez poderia dar mais atenção aos pacientes que realmente necessitam. Com medidas simples é possível fazer a diferença no subsolo. A equipe está aberta a sugestões, para isso basta procurar um dos membros, entre eles Aldren Carolina, Cristina Maria, Ana Maria Ferreira, Dr. Frederico Guiduci, Dra. Fernanda Quintino, Dr. Paulo César Espada, Dr. Gilmar Valdir e Silvia Lopes Kawata. A implantação de novas diretrizes necessita de um absoluto comprometimento da empresa inteira, a começar pelas chefias e formadores de opinião, sendo assim, todos os funcionários devem enxergar esta realidade como um desafio e trabalhar para ter uma melhor qualidade no atendimento ao paciente. É fundamental compreender que, atender com qualidade o cliente não se resume em tratá-lo bem, com cortesia. Mais do que isso, hoje significa superar as expectativas dele. A comissão sugere algumas medidas como: • As especialidades devem passar primeiro no subsolo, onde na maioria das vezes estão os pacientes internados mais recentes e onde tem um grande número de alta. • Um residente de cada especialidade poderia ser responsável pela organização da alta. • A alta pode ser organizada na véspera, comunicando o assistente social da equipe para articulações com a família ou rede municipal. • O residente pode primeiramente fazer a alta na prescrição, receita e encaminhamento e depois com calma faça a evolução e o que faltou no MV. Os pacientes sejam encaminhados a Central de Altas para aguardarem a remoção de familiares ou ambulância.

04

Revista do HB - Maio - 2011


Campanha

Dia Mundial da higienização de Mãos No dia 5 de maio foi celebrado o Dia Mundial da Higienização das Mãos. A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), integrada com o pólo de segurança do paciente, realizaram uma ação com a presença da equipe de animadores voluntários Xô Dodoi para conscientizar funcionários, familiares e pacientes da importância da higienização das mãos no combate à infecção hospitalar.

Revista do HB - Maio - 2011

05


Uma Nova

Cozinha No mês de maio o refeitório do HB passou por reestruturação, dois balcões foram adquiridos e todas as mesas foram trocadas. “Tudo ficou melhor, a comida, o ambiente, gostei de tudo, estão de parabéns”, elogia a enfermeira aprimoranda Rafaela Butinholi Antonucci. Por mês são distribuídas 130 mil refeições, para atender essa demanda o HB conta com 102 funcionários na cozinha e 5 nutricionistas.

06

Revista do HB - Maio - 2011

Segundo Maria, encarregada da cozinha, o resultado de toda essa mudança já pode ser notado e o novo espaço recebe constantemente elogios. Antes a demora era de 25 minutos de espera na fila, hoje ela não existe mais. “Para nós que temos 1 hora de almoço esperar quase meia hora na fila era muito ruim. Agora conseguimos almoçar com mais calma” diz Mariana Donda Falcão enfermeira da pediatria do ambulatório. Além da reforma física, o cardápio também passou por mudanças. “Hoje o cardápio é mais variado, todos os dias temos dois tipos de salada” explica Juliana Moreli chefe do serviço de nutrição do HB. “Temos que agradecer a Maria José e o Rodrigo da engenharia que nos ajudaram com esse projeto e principalmente ao Dr. Horácio que nos apoiou em todos os momento”, conclui Juliana.


Eventos

HB realiza a XIV Semana da Saúde Prostática e VIII Semana da Incontinência Urinária No dia 03 de maio iniciou a XIV Semana da saúde Prostática e VIII Semana da Incontinência Urinária, organizada pelo Departamento de Urologia do HB e Famerp, com o objetivo de informar a população sobre o diagnóstico precoce. “A população tem conhecimento da doença através da mídia, de amigos e parentes e mesmo assim não realiza exames para identificação da doença precocemente”, explica o urologista Dr. Carlos Cury. Segundo ele a cada 6 homens no Brasil 1 tem câncer de próstata e quando a doença é identificada em estágio avançado limita-se as opções de tratamento oferecido pela medicina. “Metade da população não realiza exames de prevenção. Só na nossa região mais de 200 novos casos vão surgir este ano e as pessoas só vão procurar um médico quando a doença estiver em estágio avançado”, Diz Dr. Cury. No dia 03 de junho foi realizado um mutirão nos Asilos São Vicente de Paulo e Engenheiro Shimitd. A caminhada pela Saúde Prostática aconteceu dia 04 de junho, com saída do HB, às 8h da manhã. Em seguida profissionais da instituição deram orientações para a população e distribuíram senhas na Praça Rui Barbosa para exame da próstata e um pedido de exame de P.S.A. realizados no HB.

Equipe da Urologia durante campanha no centro

de Rio Preto. de Rio Preto

Dia do Asssistente Social No dia 15 de maio foi comemorado o dia do Assistente Social, o profissional que tem em mente o bem-estar coletivo e a integração do indivíduo na sociedade. Parabéns há todos os 44 profissionais, 10 aprimorandos e 6 estagiários que formam a equipe de Assistência Social do Hospital de Base.

Revista do HB - Maio - 2011

07


Hospital de Base é eleito o melhor hospital, no quesito maternidade Para os pacientes do SUS, o melhor hospital para “dar a luz” no Estado de São Paulo fica em São José do Rio Preto. O HB foi o primeiro colocado na Pesquisa de Satisfação dos Usuários do Sistema Único de Saúde, conhecida como “Provão do SUS”, promovida pela Secretaria de Saúde do Estado. Os pacientes receberam o formulário da pesquisa pelo correio, depois do tratamento a que se submeteram, e puderam responder gratuitamente pela internet, carta-resposta ou por telefone. “Aqui você encontra uma maternidade humanizada, com uma excelente retaguarda hospitalar, que oferece uma UTI adulto especializada, UTI neonatal referência em todo o país, e também uma equipe multidisciplinar altamente

08

Revista do HB - Maio - 2011

qualificada para receber mãe e filho”, diz Dr. Horácio José Ramalho, diretor executivo da Funfarme. A maternidade do HB realiza parto desde sua fundação, há mais de 40 anos. Atualmente são cerca de 250 partos por mês, entre Sus, Convênio e Particular. Ao todo, são mais de 100 funcionários envolvidos neste setor que funciona 24 horas por dia, divididos em 3 turnos: manhã, tarde e noite. “Um hospital bem equipado e com profissionais especializados como o nosso é muito importante para a mãe e para o bebê e mais importante ainda são medidas básicas que lutamos anos para implantar como o alojamento conjunto, a família presente no parto e uma

equipe multidisciplinar’, diz Dra. Eloísa Galão. O “provão” do SUS tem como objetivo monitorar a qualidade de atendimento e a satisfação do usuário, reconhecer os bons prestadores, identificar possíveis irregularidades e ampliar a capacidade de gestão eficiente da saúde pública. Na pesquisa foram avaliados o grau de satisfação com o atendimento recebido pelos pacientes, nível do serviço e dos profissionais que prestaram o atendimento, qualidade das acomodações e tempo de espera para a internação.


Revista do HB - Maio - 2011

09


Homenagem

Eliana: 19 anos no Ambulatório... 19 anos de enfermagem Quem vê a auxiliar de enfermagem nos corredores do Ambulatório não imagina a luta que ela travou para vencer na vida. Moradora de Onda Verde, ela trabalhava de auxiliar de limpeza e com o incentivo da tia ela fez um curso, que se chamava na época “atendente de hospital”, e tinha a função de auxiliar a enfermagem. Seu primeiro emprego formal foi no ambulatório do HB. “Na época fazíamos rodízio, não ficávamos em um só setor, com isso conheci todas as especialidades. Hoje estou na plástica e sei que este é o meu setor do coração, é a minha cara”, diz ela. Em 1995, três anos depois de começar a trabalhar no hospital, surgiu a 1ª turma de Auxiliar de Enfermagem e Eliana não pensou duas vezes, ela queria continuar a crescer profissionalmente e com isso garantir a sua carteirinha do COREN. “No começo não foi fácil, deixei Onda Verde para morar em Rio Preto. Morei por muito tempo em república e durante 1 ano trabalhei todos os finais de semana, sem folga, para repor as horas do curso”, comenta Eliana. Eliana diz que se considera uma vencedora e que hoje luta para proporcionar uma vida melhor para o filho de 12 anos. “Às vezes as pessoas não sabem o que passamos para conseguirmos ter uma vida melhor, eu sei que venci na vida com muita

dificuldade e quero que meu filho tenha uma vida melhor do que a minha, toda mãe quer isso. Também sou grata a muitas pessoas que me ajudaram quando precisei”, diz a auxiliar de enfermagem. Para ela, sua vida profissional no ambulatório se resume em vitória e orgulho. “Tenho muito orgulho de fazer parte da equipe de enfermagem do HB, gosto muito do que faço, estou aqui há 19 anos, é quase uma vida toda”, conclui ela.

Vivendo um sonho Sorriso, brilho no olhar, paciência e persistência. Estas são as qualidades marcantes, que mesmo quem não a conhece percebe logo no primeiro impacto. A enfermeira Ângela, da pediatria, irradia bom humor pelos corredores do 4° andar do HB. Há quase 35 na profissão, ela tem muitas histórias pra contar. “Logo quando eu entrei, tinha um bebê indígena que não dormia a noite toda, parecia que a cama tinha espinho, depois de muito pensar, percebi que se eu pendurasse o lençol nas grades da cama ele ficaria em um formato que parecia uma rede, só depois disso o bebê dormiu”, lembra aos risos a enfermeira. Mãe de 3 filhos e casada há 31 anos, Ângela não se vê fora do HB. “Esse

hospital é a extensão da minha casa, da minha vida, acho que quando eu sair daqui vou precisar de terapia”, fala emocionada.Ela já foi chefe da enfermagem geral do HB por dois anos, nesse período foi para Brasília conhecer o serviço de aprimoramento do hospital Sarah Kubitschek para implantar aqui no Hospital de Base. “É muito bom poder contar com o auxílio dos aprimorandos, eles nos acrescentam muito, é uma troca de conhecimento muito especial. Antigamente esse serviço não era específico, os aprimorandos circulavam por todo hospital, hoje não, eles se especializam na área em que mais se identificam”, se orgulha Ângela. Para ela que sempre sonhou em ser enfermeira, poder se dedicar a essa profissão mesmo depois de se aposentar é uma benção de Deus. “Não sei viver sem a enfermagem, sem esse hospital, todo dia eu aprendo alguma coisa” afirma ela. Ajudar sem esperar recompensa não é para todos. Cuidar e ter paciência dobrada também não. Ter a oportunidade de fazer o que gosta por mais de 30 anos é um presente para ela e para todos que já receberam os cuidados e os carinhos de uma mulher que dedicou e dedica sua vida ao próximo.

10

Revista do HB - Maio - 2011


Mês da Enfermagem

Em maio foi comemorado o mês da enfermagem, profissionais considerados “anjos” dentro de um hospital. Parabéns a estes profissionais que são exemplos de dedicação e amor ao próximo e que muitas vezes, além medicamentos, também dão atenção e amor a quem precisa.

1º Andar - manhã

2º Andar - Tarde

2º Andar - Manhã

CCIH 2º Andar

3º Andar - Convênio - Tarde

3º Andar - Convênio - Manhã

4º Andar - SUS -Manhã e Tarde

4º Andar - CO - Manhã

4º Andar -Convênio - Tarde

4º Andar -Convênio - Manhã

4º Andar - CO - Tarde

Revista do HB - Maio - 2011

09 11


Mês da Enfermagem

4º Andar - SUS - Manhã

4º Andar - UTI - Manhã e Tarde

5º Andar - Cardio - Manhã

5º Andar - Pós operatório - Manhã

12

Revista do HB - Maio - 2011

4º Andar - SUS - Tarde

5º Andar - Convênio - Manhã

5º Andar - SUS e UINT - Manhã

5º Andar - Convênio - Tarde


Mês da Enfermagem

5º Andar - Pós operatório - Tarde

5º Andar - SUS e UINT - Tarde

6º Andar - Convênio - Tarde

6º Andar - SUS - Manhã e Tarde

5º Andar - UTI Cardio PED - Manhã

5º Andar - UTI Cardio Adulto - Tarde

6º Andar - Transplante TMO -Tarde

6º Andar - TMO Transplante - Manhã

Revista do HB - Maio - 2011

13


5º Andar -UTI Cardio - Manhã e Tarde

7º Andar - Convênio - Manhã

7º Andar - SUS - Manhã

7º Andar- Convênio - Tarde

14

Revista do HB - Maio - 2011

6º Andar - Convênio - Manhã

7º Andar - SUS - Tarde

Hemocentro

Ambulatório


Noturno

Noturno

Noturno Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Revista do HB - Maio - 2011

15


16

Revista do HB - Maio - 2011

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno


Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Revista do HB - Maio

- 2011

17


MĂŞs da Enfermagem

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

18

Revista do HB - Maio - 2011

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno


MĂŞs da Enfermagem

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Noturno

Sub-solo - Triagem EmergĂŞncia - Tarde

Revista do HB - Maio - 2011

19


Sub-solo - Triagem Emergência - Manhã

Sub-solo - UTI - Tarde

Térreo - Endoscopia - Manhã

Térreo - Oftalmo Manhã

Térreo - Quimio - Manhã e Tarde

Térreo - Oftalmo - Tarde

Térreo - Tomografia e Ressonancio - Manhã

Térreo - Tomografia e Ressonancio - Tarde

Térreo - Hemodiálise - Tarde

Sub-solo - UTI - Manhã

Térreo - Hemodiálise - Manhã

Revista do HB - Maio - 2011

20

Revista hb maio 2011