Page 1

FUNFARME n

o

t

Ano XV / Nº 191 - Fevereiro - 2018

í

c

i

a

s

Começa uma das maiores residências médicas e multiprofissionais do Brasil

Funfarme recebe 368 profissionais da saúde e médicos residentes, que reforçam o quadro clínico que prestarão atendimento aos usuários do SUS Páginas 8 e 9


Editorial

“Babel” de sotaques, culturas e conhecimento Em março, nosso complexo hospitalar recebe 370 novos profissionais, oriundos de todos os Estados do Brasil, para iniciarem os Programas de Residência Médica, de Aperfeiçoamento e Aprimoramento Multiprofissional. Este momento torna ainda mais evidente para a sociedade o que nós, da comunidade Funfarme, já sabemos, orgulhosos: temos uma das maiores residências do país que, a cada ano, atrai mais e mais jovens do norte ao sul. Em todas as Unidades do complexo o que se ouve é uma mistura rica de sotaques, que retrata a diversidade e riqueza de cultura do nosso país. Pois esta cultura que cada jovem profissional traz para dentro de nossa instituição é tão importante quanto o conhecimento e a experiência acadêmicos adquiridos na faculdade e que ele irá exercitar no dia a dia de atendimento à população. Uma troca rica de conhecimento e vivência se estabelece desde já entre a Funfarme e cada um destes 370 profissionais, assim como ocorre com as outras centenas que aqui chegaram para concluir sua formação. A Funfarme orgulha-se também de poder colaborar para transformar completamente a vida destes jovens e, muitas vezes, de suas famílias. E para melhor. É o caso do enfermeiro Leonardo, cujo depoimento você lê na página 9. Durante o curso de enfermagem da Famerp, ele concluiu que seu futuro estava aqui, pois tinha a rara oportunidade de trabalhar num dos maiores e mais modernos complexos hospitalares do Brasil, numa cidade com qualidade de vida igual a de poucas no Brasil. Não pensou duas vezes. Leonardo trouxe os pais e o irmão para perto de si. E olha que a cidade de origem foi a capital do país, Brasília, reconhecida também pela qualidade de vida. Ao Leonardo e todos os jovens, nossas boas vindas!

Diretoria da Funfarme

Funfarme

Visão Ser reconhecido como complexo hospitalar de assistência, ensino e pesquisa de excelência até 2021.

Missão

Valores

Transformar a saúde regional por meio da integração de assistência, ensino e pesquisa.

Humanismo, Responsabilidade Social e Ambiental, Meritocracia, Inovação, Integridade Absoluta, Qualidade e Segurança, Respeito.

Expediente Gestão 2017/2021 Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XV / Nº 191 - Fevereiro - 2018 • Presidente dos Conselhos da Funfarme: Dr. Dulcimar Donizeti de Souza • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Luiz Sérgio Ronchi • Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Vice-Diretor Administrativo do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Diretor Clínico do HB: Dr. Alceu Gomes Chueire • Vice-Diretor Clínico do HB: Dr. Valdeci Hélio Floriano

2

Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

• Diretora Técnica do HB: Dra. Maria Regina Pereira de Godoy • Diretor do Hemocentro Dr. Octávio Ricci Junior • Diretora Técnica do Hemocentro: Dra. Andreia Aparecida G. Guimarães • Diretor do Ambulatório: Dr. Eumildo Campos Júnior • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretor Técnico do Instituto do Câncer: Dr. Carlos Eduardo Miguel • Diretora Administrativa do HCM: Dra. Leila Neves Bastos Borim • Vice-Diretora Administrativa do HCM: Dra. Maria Lúcia Luiz Barcelos Veloso • Diretor Clínico do HCM:

Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM: Dr. Wagner Vicensoto • Diretora Técnica do HCM: Dra. Fernanda Del Campo Braojos Braga • Vice-Diretor Técnico do HCM: Dr. Gustavo Henrique de Oliveira Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiários: Alexandre Souza e Felipe Santos Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica Fotogravura Rio Preto Tiragem: 2000 exemplares


Educação

Profissionais da Fundação ganham bolsas de estudo para cursos técnicos e superiores

Tacylla, segunda da direita para esquerda, exibe o orgulhosa o papel que lhe concedeu o benefício, ladeada por diretores e equipe de RH da Funfarme

“Esta economia de 40% nas mensalidades da faculdade irá me ajudar a investir em mais conhecimento. Conseguirei guardar este dinheiro para cursar um aprimoramento em minha área”, especifica a técnica de enfermagem da UTI do 7º andar Tacylla Bonfim, que cursa enfermagem e foi uma das contempladas com bolsa de estudo oferecida aos colaboradores da Funfarme. O sorteio do benefício aconteceu no dia 14 de fevereiro e gratificou 64 profissionais do complexo, nove a mais que os 55 sorteados no ano passado. O orgulho de Tacylla é também o da

Funfarme, que investe na educação continuada e apoia a formação profissional de excelência de seus colaboradores. Uma das ferramentas é justamente a concessão destas bolsas que oferecem descontos de 40% a 100% em ensino técnico e superior (incluindo graduação e pós-graduação). Devido à grande adesão dos colaboradores, os benefícios são oferecidos por meio de sorteio. No entanto, a chefe dos Recursos Humanos (RH), Cristiane Midori, reitera quem quer estudar, pode contar com a Fundação. “Nosso colaborador tem de 10% a 15% de desconto com instituições de ensino parceiras”, pontua Midori.

“Entrei no HB em 2012 e vi que a Fundação apoia os crescimento profissional. Só não estuda quem não quer, aqui.” Tacylla Bonfim, que cursa enfermagem e foi uma das contempladas este ano

Bolsas concedidas em 2018 18 de nível técnico 46 de nível superior

Feira de Emprego e Estágio atrai jovens profissionais e novos talentos para a Funfarme Convidada pela Escola Técnica Estadual Philadelpho Govea Neto (ETEC), de Rio Preto, a Funfarme participou, nos dias 7 e 8 de fevereiro, da 1ª Feetec – Feira de Emprego e Estágio, promovida pela ETEC. A feira tem o objetivo de aproximar as empresas e instituições dos estudantes, oferecendo-lhes a oportunidade de conhecê-las e até de se candidatarem a vagas de emprego. Segundo Cristiane Midori, coordenadora do RH, a Feetec desempenha papel importante de mostrar aos alunos e demais jovens que há oportunidades no mercado de trabalho. “Nos dois dias, recebemos 150 currículos de estudantes, ex-estudantes e esclarecemos dúvidas sobre o complexo hospitalar”, avalia.

Os candidatos aproveitaram a oportunidade para inscrever-se a vagas de auxiliar de enfermagem na Fundação Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

3


Funfarme e a comunidade

Funfarme é destaque em reportagem especial da TV Tem Para comemorar o 166º aniversário de Rio Preto, a TV Tem, através do portal de notícias G1 realizou uma votação popular para os telespectadores decidirem o que gostariam de assistir na reportagem especial sobre a cidade. Com 84% dos votos, a Funfarme foi a escolhida. Produtores da TV se reuniram com os diretores da fundação para mostrar a diversidade tanto em relação ao atendimento, quanto à origem de seus profissionais e, desde o começo do mês de fevereiro, uma equipe exclusiva produziu a reportagem especial, com duração de dez minutos, que mostrou diversos setores do complexo. A matéria completa será exibida no dia 19 de março. A equipe da TV Tem passou por diversos setores do hospital e registraram cada detalhe

“Café da Manhã com a Diretoria” é reativado com novo formato As lideranças da Funfarme e das Unidades reativaram, em 5 de fevereiro, o “Café da Manhã com a Diretoria”, instituído na gestão anterior, com novo formato. Agora, a cada quinze dias, diretores e superintendentes irão visitar um setor do complexo para ouvir reivindicações e sugestões dos colaboradores. Ao final, a Diretoria oferecerá um café da manhã. O primeiro setor visitado foi o Parque de Resíduos, que dá o destino correto a cerca de 5 a 7 toneladas lixo diariamente.

4

Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

A visita agradou a colaboradores e às diretorias e lideranças que puder ver as necessidades do Setor


Funfarme e a comunidade

Folia para alguns, mas muito trabalho e cuidado com a saúde para outros Nos dias 12 e 13 de fevereiro, em pleno carnaval, o HB e Instituo do Câncer (ICA) realizaram um mutirão de ressonância magnética, para agilizar a fila de espera dos pacientes com suspeita de câncer e os que já foram diagnosticados com algum tipo de tumor. Para o médico radiologista, Vitor Muniz, o diagnóstico precoce é de fundamental importância. “Com esse mutirão nós conseguimos acelerar a fila de espera em cerca de quatro a seis meses. A ressonância serve para diagnosticar e localizar o tumor e, quanto mais demorado, pode levar a metástase”, explica Dr.Vitor. A ressonância magnética é um exame de imagem capaz de mostrar com definição as estruturas internas dos órgãos, sendo importante para diagnosticar vários problemas de saúde, como aneurismas, tumores, alterações nas articulações ou outras lesões nos órgãos internos. Quem celebrou esta ação, foi o Desdete Ferreira, morador de Ipiguá, que mesmo em um período festivo, não descuidou da saúde. “Aproveitei para ver se minha saúde estava em

O médico radiologista Dr. Victor Muniz atendeu cerca de 60 pacientes durante o mutirão

dia. Tive um câncer em 2005 mas estou bem. Não tenho do que reclamar do HB, o atendimento é excelente, todos muito atenciosos”, elogiou o paciente.

Cerca de 60 pacientes foram atendidos e aproximadamente 90 exames feitos

Desdete Ferreira, morador de Ipiguá, foi um dos beneficiados pelo mutirão e conseguiu adiantar seu exame

AVOHB recebe convite para participar do projeto Riopreto Shopping Solidário Com o objetivo de reunir instituições de Rio Preto e região que fazem a diferença na comunidade em que atuam, desenvolvendo projetos sociais essenciais nas vidas das pessoas assistidas, o Riopreto Shopping promoveu do dia

22 a 25 de fevereiro, a terceira edição do projeto Riopreto Shopping Solidário com participação da Associação dos Voluntários do Hospital de Base (AVOHB). O Shopping abriu espaço dentro do centro de compras com um estande

montado para as instituições mostrarem suas histórias, suas necessidades, seus casos de sucesso e solicitar doações que podem ser na forma de cadastros ou com venda de produtos confeccionados por voluntários das instituições.

Trabalhos desenvolvidos pela AVOHB

Da esquerda para a direita, as voluntárias da AVOHB Heloísa e Sueli, em frente ao banner explicativo sobre o trabalho da associação exposto no saguão do Riopreto Shopping

• Corte de cabelo a pacientes internados no HB • Confecção de fraldas infantil (inclusive fraldas para bebês da UTI Neonatal do Hospital da Criança e Maternidade) • Doação de produtos de higiene pessoal como creme dental, escovas de dente, sabonetes, sabonete líquido para pacientes das UTI’s, absorventes íntimos, toalhas de

banho, aparelhos de barbear, chinelos de borracha • Doação de roupas, calçados e brinquedos • Organização de festas comemorativas para pacientes (como páscoa, dia das mães, festa junina, dia dos pais, semana das crianças e natal) • Organização de brechós para arrecadação de fundo que são revertidos em doações a pacientes Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

5


Aprimoramento Profissional

1° Simpósio de Hipertensão Pulmonar traz atualidades sobre a doença No dia 17 fevereiro, a equipe de pneumologia do HB organizou o 1° Simpósio de Hipertensão Pulmonar, que é uma doença caracterizada pelo aumento da pressão nas artérias dos pulmões. O evento aconteceu no Anfiteatro Mezanino do hospital e foi voltado a médicos, professores, estudantes e profissionais da saúde, com o propósito de trazer resultados de testes de exercício cardiopulmonar para diagnóstico precoce. O simpósio foi organizado pelo pneumologista do HB Dr. Luiz Homsi e pela residente Bruna Ferreira, após participarem do curso avançado de Fisiologia de Exercício, feito pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo). Os responsáveis decidiram tratar do tema por não ser tão conhecido, além de ser interessante para profissionais da área da pneumologia,

Palestrantes e organizadores do 1º Simpósio de Hipertensão Pulmonar

cardiologia, reumatologia e gastrologia. O evento teve como convidado o pneumologista da UNIFESP Rudolf de Oliveira, especialista em doenças da circulação pulmonar e fisiologia de exercício, que falou sobre a aplica-

ção de exercícios cardiopulmonares para o diagnóstico precoce da doença, apresentando resultados e, também, como palestrantes os médicos da Funfarme Airton Sanomia, Rafael Musolino e Glauce Bertazzi.

Epidemia da violência é destaque na 1ª Oficina em Vigilância Organizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Rio Preto, em parceria com o NHE, a 1ª Oficina em Vigilância, realizada entre os dias 19 e 23 de fevereiro, teve grande troca de experiências e conhecimento. O evento debateu diversos assuntos relativos a Doenças e Agravos Não-Transmissíveis (Dant) e à Promoção da Saúde, ou seja, problemas que são considerados epidemias mas não são transmitidos a outras pessoas, como a hipertensão e a diabetes, por exemplo. Foram levantados pontos como a obtenção e a criação de base de dados sobre esses problemas na cidade, bem como o fluxo e a troca destas informações. O assunto da Oficina que chamou mais atenção dos residentes e preceptores de vigilância, foi a violência. A coordenadora do NHE da Fundação, Dra. Maria Lúcia Salomão, ressaltou que “este é um agravo do qual os mé6

Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

Na cerimônia de abertura, estiveram presentes a diretoria do HB e autoridades da Saúde de Rio Preto e de São Paulo, esta, representada pelo Prof. Dr. Marco Antônio de Moraes, responsável pela área de Promoção da Saúde da Secretaria do Estado de São Paulo (paletó cinza).

“Participar da oficina contribuiu para compreender o cenário atual das Doenças e Agravos não transmissíveis no município de São José do Rio Preto e proporcionou atualização sobre os assuntos abordados e fortalecimento da rede de saúde“ Flávia Queiroz, enfermeira do NHE

dicos têm de tirar do ‘silêncio’, já que a ocorrência e recorrência dos casos são enormes. É um verdadeiro problema de saúde”. Os números são alarmantes, só no ano passado, no município de Rio preto foram atendidos 2.028 casos (veja os números completos na página 20, no boletim do NHE). A palestrante, Dra. Marta Maria Alves da Silva, coordenadora da Área Técnica de Vigilância e Prevenção de

Violências e Acidentes do Ministério da Saúde (2006 – 2016), evidenciou a importância da atuação na área de saúde para dar respaldo à rede de Atenção e Proteção à pessoas em situação de violências. “Todas as informações debatidas e coletadas aqui servem de subsídio para criação de estratégias que fomentem a Rede e melhorem ainda mais o atendimento ao usuário do SUS nesta situação”, reitera Dra. Marta.


Segurança

Brigadistas da Funfarme recebem treinamento de incêndio com simulação de hidrantes e extintores Os brigadistas da Funfarme estão passando por um treinamento teórico e prático de acordo com o Regulamento de Segurança contra Incêndio das edificações e áreas de risco no Estado de São Paulo.

O treinamento é realizado em três etapas:

Teoria de Prevenção e Combate a Incêndio: Os brigadistas receberam informações sobre a importância da brigada de Incêndio, as classes de incêndio e métodos de como apagar o fogo, tipos de equipamentos e emergência nas edificações, rotas de fuga e procedimentos de evacuação segura. Teoria e Prática de Primeiros

Socorros: Receberão orientações sobre avaliação inicial de vítima, causas de obstrução e liberação de vias aéreas, RCP (Reanimação Cardiopulmonar) e Hemorragias, para estarem aptos a atuar em situações de emergência. Prática de Combate a Incêndio: Nesta última etapa os brigadistas irão manusear os equipamentos de combate a incêndio existentes no complexo que são os extintores e hidrantes, estando assim, aptos a combater princípios de incêndio. A divulgação de cada etapa do treinamento será feita através de banners na intranet.

Colaboradores fizeram uma simulação prática do uso de hidrantes em frente ao HB

Bombeiro por um dia

Instituto Lucy Montoro realiza sonho de paciente A equipe multiprofissional do Instituto Lucy Montoro se atenta aos pequenos detalhes do dia a dia de cada paciente e, na última quinta-feira, não foi diferente. Durante uma sessão de fisioterapia o paciente Luiz Figueiredo, de 22 anos, revelou para o nosso fisioterapeuta o seu sonho: ser bombeiro. O jovem tem uma doença chamada tetraparesia, uma deficiência física que compromete os movimentos do pescoço para baixo. “Ele fala que o sonho dele é salvar vidas, só que hoje ele não pode por conta dos problemas de saúde que tem. Não temos corpo de bombeiros na cidade de Guaíra onde moro”, comenta emocionada Simone Vieira, mãe do paciente. “O Luiz é consciente da gravidade do seu caso, e mesmo assim, não deixou de sonhar e isso me emocionou e me despertou uma vontade enorme em ajudá-lo”, conta o fisioterapeuta Luiz Tadeu. Sabendo da vontade do seu jovem paciente, o nosso fisioterapeuta mobilizou todos os seus amigos de trabalho e juntos entraram em contato com o Corpo de Bombeiros de Rio Preto, que toparam de imediato a ideia. “Na hora que ele viu o caminhão o olhinho dele brilhava. Foi muito emocionante para ele ir até lá, deve ter passado mil coisas na cabeça dele. Foi um momento único, de muita emoção”, conta o fisioterapeuta.

Equipe médica do Lucy Montoro e Corpo de Bombeiros de Rio Preto deram ao paciente a oportunidade de “apagar” um “incêndio”

A corporação fez questão de vestir Luiz com a vestimenta de bombeiro e posar para foto em grande estilo Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

7


Formação Profissional

Uma das maiores residências médicas e A Residência Médica e Multiprofissional em números

260 residentes de medicina se juntam a outros

266 que já atuam na Funfarme, totalizando

Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme, dá as boas-vindas aos jovens profissionais que ingressam este ano na instituição

A Funfarme/Famerp recebeu, no dia 1º de março, 370 novos residentes de medicina e aprimorandos, aperfeiçoandos e residentes multiprofissionais de outras áreas da Saúde. Eles se juntam a outros profissionais para integrarem um dos maiores programas de formação residência médica e multiprofissional do Brasil. A cerimônia de boas-vindas reuniu as diretorias e lideranças de todas da Unidades da Funfarme e os coordenadores da Coreme (Comissão de Residência Médica) e Coaprimo. O coordenador da Coreme, Dr. Emerson Quintino, ressaltou aos jovens profissionais a oportunidade única que terão de atuar num complexo hospitalar que concentra mais de 60 especialidades médicas. “Poucas ins-

tituições de saúde no Brasil oferecem ao médico a possibilidade de atuar em tamanha gama de áreas, desde simples atendimentos até procedimentos de alta complexidade, como grandes cirurgias e transplantes”, afirmou Dr. Quintino. Drª. Magali Orate Menezes da Silva, coordenadora da Comissão de Aprimoramento e Aperfeiçoamento, destacou outro diferencial do complexo Funfarme. “Nossos dois hospitais e as demais Unidades possuem modernas infra-estrutura e instalações, tendo sido feitos grandes investimentos nos últimos dez anos. Os jovens profissionais também irão dispor da mais alta tecnologia em equipamentos para diagnóstico e tratamento.”

“Nos últimos anos, atraímos cada vez mais jovens de todos os Estados brasileiros e até de outros países da América do Sul, prova do reconhecimento a excelência da qualidade do ensino oferecido por nossa instituição.”

“A atuação destes jovens é fundamental para que nosso complexo continue a oferecer atendimento humanizado e de qualidade para os mais de 2 milhões de habitantes da nossa região.”

Dr. Dulcimar Donizeti de Souza, diretor geral da Famerp

Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme

8

Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

526

residentes. Eles compõem um terço do corpo clínico da Funfarme, que totaliza Os Programas de Aprimoramento e de Aperfeiçoamento da Funfarme recebem

108

terapeutas ocupacionais, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, farmacêuticos e nutricionistas.


Formação Profissional

multiprofissionais do Brasil tem início Recorde de inscritos Os 260 jovens médicos que ingressam na Funfarme/Famerp foram os selecionados na mais concorrida residência da história da instituição. No ano passado, a Residência Médica recebeu o recorde de inscritos para o programas que se iniciou em março. Foram 2.557 inscrições. Para se ter ideia do quanto o ensino médico da Funfarme/Famerp ampliou seu prestígio no Brasil, em 2014, sua Residência recebeu 986 inscrições, ou seja, em cinco anos, o número de candidatos aumentou 159%.

As especialidades mais disputadas da Residência Médica 2018 Especialidade

Candidatos por vaga

Dermatologia

40,4

Neurocirurgia

34,5

Otorrinolaringologia

28,5

Oftalmologia

25,8

Cirurgia plástica

18,7

Eles dizem porque escolheram a Funfarme/Famerp

Valdir Carlos Severino JR. Especialidade: Psicologia Local: Votuporanga/SP

Nayara Bessa. Especialidade: Neurologia. Local: Manaus/AM.

Leonardo Alves Especialidade: Enfermeiro Local: Brasília

“Escolhi o HB por ser um hospitalescola credenciado pela ONA. A Psicologia é forte aqui dentro e quero adquirir grande conhecimento com isso. A Famerp é grandiosa e os professores estão sempre preparados para nos receberem”

“Alguns amigos residentes falam que o serviço e aprendizado daqui são ótimos. Hoje, fomos recebidos com palestras e foi extraordinário. Espero que este ano seja maravilhoso e estou ansiosa para começar”

"Formei-me pela Famerp e, após o aperfeiçoamento, pretendo continuar na Funfarme, pois o complexo hospitalar oferece ótimo campo de atuação e oportunidades para eu crescer. Meus pais e irmão já vivem comigo aqui."

Ricardo Neif Musse Especialidade: Clínica Médica Local: Juiz de Fora/MG Niterói/RJ (Mora em Niterói)

Fernanda Nascimento Samara. Especialidade: Ginecologia e Obstetrícia. Local: Paracatu/MG

Márcio Custódio Borges JR. Especialidade: Dermatologia Local: Uberlândia/MG

“O hospital parece 100% particular. É um lugar muito bonito e bem estruturado. Com a residência, pretendo me tornar um bom clínico e exercer a melhor medicina possível”

“Aqui é um lugar bem procurado. A estrutura é de qualidade e a organização me marcou muito. Minha expectativa está grande para iniciar, inclusive, agora, já tenho que trabalhar!”

“Meus amigos de faculdade deram ótimas referências da Famerp. Eles me falaram muito bem dos professores, da estrutura do hospital e dos recursos. Estou super animado para começar” Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

9


Humanização

Festa de carnaval anima crianças da oncologia pediátrica no HCM As crianças da oncologia pediátrica do HCM fizeram a festa neste carnaval. Na brinquedoteca, cerca de 15 pacientes caíram na folia em festa organizada pela equipe de enfermagem e psicologia, com direito a música, confetes, serpentinas e guloseimas. A animação ficou por conta dos grupo de voluntários Amigos de Cuca e Xô Dodói que divertiram a todos. “As festas estão dentro dos projetos de humanização do hospital e trazem momentos de felicidade e descontração para todos os pacientes, familiares e equipe multidisciplinar. Precisamos buscar uma rotina próxima do dia a dia para as crianças em tratamento”, ressaltou Jéssica Aires, psicóloga do HCM. “Nós procuramos trazer alegria e leveza para o tratamento destes pacientes. Alguns deles nós acompanhamos desde o início do tratamento e é muito gratificante ver a melhora significativa de cada um. Eles chegam aqui tristes, desanimados e saem bem melhor, felizes e até correndo para lá e para cá”, disse Cintia Fernandes, fundadora do grupo de voluntários Amigos de Cuca. Atualmente o número de pacientes em tratamento na oncologia pediátrica do HCM é de 140 pacientes, destes, 60 fazem quimioterapia.

As crianças do HCM fazendo a festa com direito a muito confete e serpentina

Como parte da folia, também teve pintura corporal para os pacientes

HCM recebe novo equipamento de raios X O HCM recebeu novo equipamento de raios X, adquirido com verba obtida pelo deputado federal Dr. Sinval Malheiros, que permite aos biomédi-

cos verem, durante a cirurgia, órgãos, ossos e outras estruturas internas do corpo com mais nitidez e precisão. Esta tecnologia oferece aos médicos

Biomédicos aprendem como manusear máquina de raios x 10 Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

a possibilidade de realizarem procedimentos com ainda mais segurança, beneficiando-os e aos pacientes. Outro diferencial do novo aparelho é poder medir a dosagem de radiação que será emitida durante o procedimento. “Isso permite a nós definirmos a dosagem mínima possível e, consequentemente, que ofereça mais segurança ao paciente”, afirmou Jorge Palma, assessor técnico administrativo de radiologia do HCM. Com a nova aquisição, o hospital realiza cirurgias que antes eram feitas no HB. O aparelho auxilia de forma importante os profissionais durante operações ortopédicas, cardíacas, neurocirurgias e pediátricas, entre outras. Para operar o novo equipamento de raios X, oito biomédicos da Funfarme passaram por intenso treinamento promovido pelo fabricante.


Recursos Humanos

Perfil Profissional

Da água para o vinho Após um grande choque emocional, Sirlene Maria da Silva Zanella mudou completamente o modo de viver. A auxiliar administrativa sempre se considerou uma pessoa difícil de lidar. “Eu era muito complicada, brigava com todo mundo”, afirmou. Entretanto, devido complicações em uma cirurgia, ela entrou em coma durante nove dias. No décimo, preferiu enxergar a vida de um modo diferente. “Às vezes, coisas ruins acontecem em nossa vida sem motivo algum. Isso que ocorreu comigo serviu para que eu melhorasse meu comportamento”, relatou a auxiliar. A mudança aconteceu em diversas áreas, inclusive na profissional, já que trabalha com atendimento ao público. Deixou de lado o estresse e a agressividade. “Se você diz bom dia a todo mundo, sorri e mostra felicidade, então

seu dia será ótimo”, aconselhou ela. Já na vida pessoal, as transformações trouxeram um novo amor. “Passei a compreender a atitude dos outros e me colocar no lugar das pessoas. Isso fez com que eu melhorasse meu relacionamento interpessoal e, assim, acabei encontrei um amor e casei!”, afirma sorridente. Colaboradora do ambulatório há 27 anos, Sirlene é reconhecida por sua flexibilidade, responsabilidade e humanismo. Suas características ressaltam seu profissionalismo, destacando-a entre os colegas. “Geralmente, quando precisamos da Sirlene, ela vem mais que de pressa. Sempre está à disposição para ajudar”, afirmou a auxiliar administrativa e companheira de trabalho Sandra Tereza dos Santos. “Ela evoluiu muito desde que a conheço, a facilida-

Sirlene (em pé) não hesita em auxiliar os colegas; Sandra é uma das que ela costuma ajudar

de em trabalhar com ela é grande”, reforçou Clayton Vecchiato, encarregado de setor de áreas e cirurgias.

HCM e Ambulatório ganham SAC O Hospital da Criança e Maternidade (HCM) e o Ambulatório oferecem mais um Serviço de qualidade aos pacientes e acompanhantes. As duas instituições têm, agora, o seu próprio Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). O Serviço no Ambulatório iniciou-se em setembro 2017. Já no HCM, ele acaba de ser implantado, tendo seu lançamento em janeiro deste ano. A criação desses dois novos setores atende a uma solicitação do Departamento Regional de Saúde (DSR) e surgiu a partir de reunião feita entre o diretor executivo, Dr. Jorge Fares, e a equipe do SAC do HB. O objetivo é atender aos pacientes com maior eficácia e rapidez. Antes desta remodelação, todos os suportes aos usuários eram feitos apenas no HB. Com esta nova divisão, o atendimento é realizado diretamente na instituição pertinente ao problema e/ou informação solicitada. A rapidez e o direcionamento específico deste atendimento evita futuros transtornos. Além disso, os colaboradores do SAC

O departamento é composto de sete pessoas; a partir da esquerda, Célia Moreira, Vanessa Ferreira, Elisabete Ressano, Ana Amaral, Luís Andrade, Michelle Achcar e Magali Augusto (em férias)

Em pesquisa de satisfação realizada pelo setor, em janeiro deste ano Ambulatório 104 atendimentos no SAC 98% de satisfação sempre estão atentos ao que acontece na instituição. Para isso, andam pelo complexo procurando dar resolução à entraves que surjam no caminho, referentes aos trabalhos prestados tanto à pacientes, quanto à acompanhantes. Segundo Regina Celia Moreira, res-

HCM 183 participantes. 95% de satisfação ponsável SAC, é importante a atenção ao paciente. “Nós andamos muito nas instituições. É essencial que não deixemos o paciente sair descontente. Assim, foi possível diminuir o número de reclamações. Mês passado houveram cinco contatos, apenas”, relatou. Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018 11


Recursos Humanos

Sucessos da Funfarme

Enfermagem, um dom de família Êxito e bom resultado são definições de uma única palavra, sucesso. Esta palavra também pode se aplicar ao caso de Rafaela Antonucci, colaborada da Funfarme desde 2008. Rafaela entrou na instituição através de um estágio voluntário no Grupo de Curativo, onde ficou por três anos. Pensando em seu futuro profissional, continuou os estudos e inscreveu-se para o programa de Aprimoramento do HB. Não só foi a primeira colocada, como também fora a primeira que se graduou fora da Fundação a vir estudar no Aprimoramento. Já no ano de 2012, prestou prova para vaga de trabalho no HB, concorrendo com mais de 100 pessoas ,e novamente, foi bem sucedida e contratada como enfermeira no Setor de TMO. Após 6 meses, passou a trabalhar na ortopedia e cirurgia geral, onde perma-

neceu por dois anos e meio. “Na minha casa, minha mãe é técnica em enfermagem e minha irmã é enfermeira, então desde pequena, esse era meu sonho, ser enfermeira. Prestei prova para Famerp e de início não passei, mas continuei buscando novos caminhos e consegui bolsa 100% na Unirp”, comentou Rafaela. Atualmente, Rafaela está no Lucy Montoro, onde tem um ambulatório próprio para o tratamento de feridas. Além disso, leciona na pós-graduação da Famerp, em dermatologia e estomaterapia, desde 2011. Para o futuro, Rafaela sonha em se dedicar exclusivamente à docência. “Quero dar aulas na Famerp, futuramente. Pretendo construir minha carrerira na docência. Portanto, ainda neste ano, começo meu mestrado”, pontua.

Funfarme inicia Programa de Desenvolvimento de Lideranças A Funfarme lançou, no dia 14 de fevereiro, a Academia de Lideranças 2018, o Programa de Desenvolvimento de Talentos com o objetivo de aprimorar e desenvolver o papel gerencial de lideranças que já atuam na instituição, como também colaboradores

que possuem o interesse de se qualificar sobre o exercício da liderança. Diretor executivo da Funfarme, Dr. Jorge Fares ressaltou a importância da Academia para que a Fundação “Precisamos ampliar na instituição a visão de quem se preocupa com o atendi-

mento, com a qualidade do serviço que está sendo oferecido. E este objetivo envolve todos nós, colaboradores, por isso, estamos oferecendo este programa para que haja desenvolvimento profissional no complexo Funfarme.”

Este programa foi estruturado em dois formatos: Competências Gerenciais: o público alvo são gestores

O diretor executivo da Funfarme Dr.Jorge Fares abriu oficialmente o Programa de Desenvolvimento de Talentos no dia 14 de fevereiro 12 Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

Desenvolvimento de Lideranças: voltado a colaboradores não gestores, que se inscreveram voluntariamente para adquirir novos conhecimentos.


Cultura

Biblioteca

Maior leitora de 2017 doa seu prêmio à biblioteca do HB Ganhadora de maior leitora de 2017, Cilene Aparecida Siqueira, Bem Estar e Qualidade de Vida no Trabalho, leu 64 livros. E para elevar o valor e a independência da mulher, ela indica aos leitores os livros Bem-Casados e Mar de Rosas, da escritora Nora Roberts.

"O romance conta a história de Emma Grant, empresária que sonha com o amor verdadeiro. Decoradora em sua empresa de casamento, Votos, ela conhece Jack, um belo rapaz conhecido entre as mulheres. Entretanto, por ser “garanhão”, o homem se acha incapaz de assumir compromisso. A paixão cerca Emma e Jack e eles terão que encontrar o ponto de equilíbrio entre o solteiro avesso a namoros e a mocinha romântica que sonha em se casar e ser feliz para sempre."

Cilene recebeu prêmio de melhor leitora e decidiu doar a bonificação à biblioteca para a compra de novos livros

Outras sugestões Sobre Meninos e Lobos

Um Novo Mundo: O Despertar de Uma Nova Consciência

De Dennis Lehane

De Eckhart Tolle

Como se fossem arrastados pelas águas turvas do rio Mystic, três amigos se vêem conduzidos de volta ao passado. No mesmo cenário em que brincavam quando garotos, Dave, Jimmy e Sean se reencontram e percebem estar frente a uma encruzilhada que parece conduzir a um destino trágico.

Para Eckhart Tolle, a humanidade está vivendo um momento único - o do despertar de uma nova consciência. Ele procura mostrar que o salto para essa nova realidade depende de uma mudança interna radical em cada um. Enquanto busca desvendar a natureza dessa mudança de consciência, Tolle ensina a vencer as artimanhas que o ego utiliza para isolar as pessoas umas das outras.

Agradecimentos Reconhecimento à qualidade do profissional da Funfarme Eu vim para o HB sem ter um médico em vista ou até mesmo conhecer um. Fomos tão bem atendidos ao chegar na emergência e recebidos com tanto carinho e atenção que não temos palavras para agradecer. Grande parte da equipe de enfermagem são de um profissionalismo inquestionável, o carinho que dedicam aos pacientes é muito lindo, dá para notar o amor à profissão, mesmo com tanta gente chegando a todo momento e com toda correria do dia a dia de um hospital deste porte. Percebo que todos trabalham com amor e dedicação, o grande diferencial deste hospital maravilhoso está no ser humano que se dedica a cuidar tão bem, o amor ao próximo é evidente em cada detalhe. Parabéns aos profissionais dedicados que fazem parte deste hospital.

Venho expressar minha sincera gratidão pelo cuidado prestado, o apoio, a atenção e tratamento com educação que foi dado ao Maicon, agradeço aos colaboradores Hudson, enfermeira Camila, técnica de enfermagem Lais, Ana e Irânia, enfim todos que nos atenderam no 4° andar. Vocês nos proporcionaram bons momentos, conforto e alegria em momentos difíceis, obrigada pela paciência, carinho e profissionalismo que tiveram com a gente, com certeza vocês trazem orgulho para o Hospital de Base e têm todo o nosso reconhecimento. Aos médicos, nossa gratidão por toda a assistência prestada.

Vania (Filha do paciente Isael Cardoso de Oliveira) - Rio Preto

Maicon Sousa da Costa – Rio Preto Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018 13


Gestão/Segurança

Registro Hospitalar de Câncer produz banco de dados sobre a doença na Fundação

A equipe do RHC é composta por quatro colaboradores; a partir da esquerda, as auxiliares Fernanda Almeida, Maria Fernandes, Dr. Eduardo e a coordenadora do setor, Maria Adélia Inácio

O HB se preocupa com o melhor suporte dado ao paciente. Pensando nisso e seguindo as diretrizes da Fundação Oncocentro de São Paulo (FOSP), a Funfarme criou o Serviço de Registro Hospitalar de Câncer (RHC), em janeiro de 2000. Assim como prediz a FOSP, o objetivo do RHC é o de registrar todos os casos da doença no complexo, formando um banco de dados contundente em relação ao tipo, à localização das células cancerígenas e se o paciente ainda vive (com ou sem traços do câncer) ou morreu. Quando o paciente é atendido em uma das instituições do complexo, ele tem um prontuário aberto no sistema da Fundação, o MV. É do prontuário que o RHC colhe estas informações e as junta em um panorama geral do desenvolvimento da doença na instituição. Esta base de dados é útil também para determinar a postura do médico. “Com essas informações, fica mais fácil classificar o estágio do

14 Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

tumor. Depois, é essencial para analisarmos se os serviços daqui estão em conformidades com os de outros lugares”, informou o oncologista do RHC, Dr. Eduardo Saadi Neto. Como é feito o cadastro Primeiramente, é informado em que parte do corpo o câncer se encontra e qual seu tipo, se é linfoma, por exemplo. Depois, é especificado o tratamento e, por último, se o paciente está vivo com tumor, vivo sem evidências da doença ou se morreu. “Todo esse trabalho possibilita determinar a descoberta de novos cânceres, quais os mais frequentes e suas causas, medicamentos, tratamentos, estudos, além de auxiliar em decisões sobre compra de equipamentos e programas que conscientizem a população”, explica Maria Adélia, registradora do RHC. As atividades do RHC são continuas, já que são necessárias atualizações anuais dos cadastros, de acordo com as novas inserções nos prontuários.

RHC em números

37.153 casos registrados

69

partes diferentes do corpo *Registros realizados entre 2000 e 2016


Espaço ASFF A ASFF preparou para você, associado, uma programação especial. Confira, planeje-se e não fique de fora!

Whats da ASFF A ASFF criou mais um canal de atendimento aos seus associados. A partir de agora, para tirar dúvidas e ficar por dentro de todas as novidades da ASFF, basta salvar o número (17)99631-3380 na agenda de contatos do celular. Depois, acesse o aplicativo do Whatsapp e mande um “oi”, a equipe manterá contato com os associados.

Benefícios ASFF

A Associação oferece a suas associadas e às esposas dos colaboradores associados o benefício do Kit Bebê. Para ser contemplado, é necessário que o colaborador entre em contato com a ASFF e, assim, um mês antes do nascimento a Associação oferece um vale-compras para complementar o enxoval da criança.

Atualização Cadastral

Ana Célia Matos, à esquerda, e Elisete Cristina Pradella foram duas colaboradoras que receberam o benefício, em fevereiro.

Saiba de todas as novidades da ASFF e os benefícios que a Associação oferece! Para isso, é necessário manter o cadastro atualizado. Para realizar a atualização, ligue nos ramais 1512 ou 1516.

Convênios

Unidade Av. Belvedere

Com inauguração prevista para Abril, a unidade Belvedere do Supermercado Porecatu aceitará pagamentos com o Cartão ASFF.

Cartão ASFF oferece prêmios aos usuários A ASFF em parceria com os conveniados vai premiar aqueles que utilizam o Cartão ASFF! Basta usar e concorrerá, acompanhe nas próximas edições mais detalhes sobre essa novidade!

Seja associado! Associe-se à ASFF e desfrute de diversos benefícios. Com Cartão ASFF, o associado tem prazo estendido de até 40 dias em compras ou serviços, descontos e parcelamento na rede conveniada, tudo com desconto em folha. Além disso, o associado tem direi-

to ao Auxilio Funeral (para óbitos de pai, mãe, cônjuge ou filhos) até 30 dias da data do óbito e, também, ao Vale Kit bebê (associada gestante ou à esposa gestante de associado). Piscina, Campo de Futebol e Churrasqueira do Clube ASFF ficam à disposição de quem se associa. Para se filiar, basta ir até a ASFF com comprovante de residência e fotos 3x4.

Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018 15


NHE

Violência: questão de saúde Os diversos tipos de impacto e as mortes geradas pela violência constituem um dos maiores problemas para o setor da saúde e para a sociedade em geral. A Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica violência como “o uso intencional de força física ou do poder, real ou em ameaça, contra si próprio, contra outra pessoa, ou contra um grupo ou uma comunidade, que resulte ou tenha possibilidade de resultar em lesão, morte, dano psicológico, deficiência de desenvolvimento ou privação”. Para casos suspeitos ou confirmados, em atendimentos da saúde, é obrigatório que se notifique o NHE/Funfarme, dentro de 24h, conforme a Portaria nº-204, de 17 de Fevereiro de 2016.

Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC), notificadas no NHE/HB/FUNFARME no período de janeiro a dezembro de 2017 e janeiro a fevereiro de 2018

Tipos de Violência Doméstica/intrafamiliar: contra ambos os sexos e todas as idades, independentemente do tipo ou natureza da violência, sexual (contra ambos os sexos e todas as idades); Autoprovocada: contra ambos os sexos e todas as idades, exceto crianças menores de 10 anos; Negligência/abandono (contra crianças, adolescentes, mulheres e pessoas idosas. Aplica-se também à pessoas com graus severos de deficiência ou transtorno mental) Extrafamiliar/comunitária: contra crianças, adolescentes, mulheres e pessoas idosas. Aplica-se também à pessoas com graus severos de deficiência ou transtorno mental, indígenas e população LGBT) Outros tipos de violência em seguimentos vulneráveis: tráfico de pessoas, trabalho escravo, trabalho infantil, intervenção legal e violências motivadas por homofobia, lesbofobia, bifobia e transfobia. N° de casos notificados por tipo de violência na FUNFARME (HB/HCM/ Ambulatório) e no município de São José do Rio Preto-SP, no ano de 2017*

*Fonte NHE/FUNFARME e SINAN SINAN_VE-SMS_SJRP - *dados provisórios

Referência: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação-Geral de Desenvolvimento da Epidemiologia em Serviços. Guia de Vigilância em Saúde : volume 3 / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Coordenação Geral de Desenvolvimento da Epidemiologia em Serviços. – 1. ed. atual. – Brasília : Ministério da Saúde, 2017.

Nº de casos notificados por tipo de violência, segundo faixa etária, no município de São José do Rio Preto-SP, no período de 2012 a 2017*

Fonte: SINAN_VE-SMS_SJRP *dados provisórios

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/HB/HCM/FUNFARME *Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até dia 28/02/2018. **SRAG(Síndrome Respiratória Aguda Grave) internados/óbitos Not.(notificados) Conf.(confirmados) Dengue e influenza até 28/02/2018

É importante destacar que a atenção integral à saúde da pessoa vítima de violência prevê o acolhimento, o atendimento, os cuidados profiláticos, o tratamento e o seguimento nos serviços de saúde, bem como nos de serviço social.NOTIFIQUE CASOS DE VIOLÊNCIA! SEU ATO É IMPORTANTE PARA FORMAR UMA REDE DE PROTEÇÃO.

Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837. Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. À noite, nos finais de semana e feriados, no NHE ou no telefone do plantão do Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado de SP (17) 3227-8814. 16 Funfarme Notícias - Fevereiro - 2018

Revista HB fevereiro 2018  
Revista HB fevereiro 2018  
Advertisement