Page 1

FUNFARME n

o

t

Ano XIII / Nº 178 - Dezembro - 2016

í

c

i

Diretores e superintendentes da Fundação plantaram um Resedá Especioso para dar início à segunda edição do projeto, realizado em dezembro Página 4

a

s

Em um ano, Projeto Funfarme/ Famerp Verde planta mais de 130 árvores no complexo


Revista Funfarme

Editorial

Uma instituição que cresce em meio à crise graças ao empenho de todos O ano de 2016 desafiou a todos, em diversos sentidos. Foram 12 meses de soluções criativas, de descobrir novas alternativas e de superar obstáculos. Apesar de toda crise no cenário econômico, político, social e da saúde, a Fundação conseguiu continuar investindo em novos setores, como o da Captação de Recursos e a nova área do Ambulatório de Ginecologia e Obstetrícia, e melhorias em geral, como as mudanças no Hemocentro, resultando na melhor infraestrutura do país neste tipo de instituição. Tudo isso só foi possível graças ao empenho de todos os colaboradores do complexo, que se engajaram para mudar o olhar em seu ambiente de trabalho e encontrar maneiras mais sustentáveis de

realizá-lo. Muitas dessas ideias, por exemplo, surgiram de vocês, durante o café da manhã com a diretoria executiva. As conquistas não afetaram somente os aspectos laborais; elas refletiram na saúde do colaborador também. Prova disso são os vários profissionais que se propuseram, a deixar de fumar com a ajuda do Grupo Antitabaco da Fundação. Atos tão louváveis que foram homenageados em nosso Culto Ecumênico. Para 2017, nossa instituição deseja a todos que a perseverança, a harmonia, a tolerância sejam sempre guias para todos nós; que consigamos manter a esperança, a gratidão e o respeito neste novo ciclo que se inicia. Desejamos um 2017 cheio de fé, esperança e prosperidade.

Diretoria Funfarme

Expediente Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XIII/ Nº 178 Dezembro - 2016 • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho • Vice-Diretor Executivo Funfarme: Dr. José Luís E. Francisco • Diretor Administrativo do HB: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Diretor Clínico do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Vice-Diretor Clínico: Dr. William José Duca

2

Funfarme Notícias - Dezembro - 2016

• Diretor Técnico: Dr. Paulo Nogueira • Vice-Diretor Técnico: Dr. Maurício de Nassau Machado • Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Júnior • Diretor do Ambulatório: Dr. Aldenis Borim • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretor do HCM: Dr. Antônio C. T. Gusson • Vice-Diretora do HCM Dra. Eloísa Galão • Diretor Clínico do HCM: Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM:

Dr. Wagner Vicensoto • Diretor Técnico do HCM: Gustavo Henrique de Oliveira Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiário: Carlos Cristal e Marina Biaso Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica Fotogravura Rio Preto Tiragem: 2000 exemplares


Revista Funfarme

Funfarme/ Famerp é destaque em livro que resgata a história da dermatologia no Brasil “A busca permanente da excelência”. Este é o título que o chefe do Serviço de Dermatologia da Funfarme e Professor Emérito da Famerp, Dr. João Roberto Antônio, deu ao capítulo que fala sobre a importância do Serviço na Fundação em livro que resgata a história da Dermatologia no país. Dr. João foi professor de dermatologia para todos os médicos, de todas as turmas formadas até hoje pela Famerp. “Ele já transmitiu conhecimentos sólidos de dermatologia a inúmeros médicos de nossa instituição e beneficiou a sociedade e o ensino. Por isso, fizemos questão de lançar este livro aqui na Funfarme”, disse o diretor executivo da Fundação, Dr. Horácio Ramalho.

A cerimônia teve presença de diretores da Funfarme, Famerp, Hospital de Base e Hospital da Criança e Maternidade

A obra "O Segundo Século: as grandes veredas de uma sociedade centenária" foi lançada no dia 1º, no anfiteatro do HB. Todas as bibliotecas acadêmicas de medicina do Brasil contarão com exemplar da obra

Sinto-me extraordinariamente privilegiado em ser médico, por ser expectador de um enorme panorama de eventos que espelha a história social e cultural de uma época. Essa foi a razão desse livro, no qual também homenageio a nossa Dermatologia da Famerp/Hospital de Base na busca permanente pela excelência. Agradeço a Deus a oportunidade de hoje, após tantos anos, estar transmitindo o que a medicina me ensinou na escola da vida. Dr. João Roberto Antônio, chefe do Serviço de Dermatologia da Funfarme e Professor Emérito da Famerp

Eleitos tomam posse na Cipa de 2017 A Diretoria da Funfarme anunciou, no dia 15 de dezembro, os novos membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, Cipa, de 2017. Em cerimônia de posse, Dr. Horácio Ramalho, diretor executivo da Fundação, agradeceu a disponibilidade de todos os colaboradores que foram eleitos e indicados e pediu apoio em mais um ano de trabalho. O presidente eleito é Wesley Moraes dos Santos (Controle de Frequência) e sua vice, Adriana C. da Costa Dias (Quimioterapia). Para secretário, o colaborador mais votado foi Ronaldo Batista (portaria do ambulatório) e seu substituto é Éderson Camargo (Serviço Social da Hemodiálise). Os novos líderes pediram o auxílio de todo complexo hospitalar e colocaram-se à disposição para a solução de eventuais entraves. A lista dos eleitos e indicados, com cargos titulares e suplentes, pode ser acessada na intranet. Funfarme Notícias - Dezembro - 2016

3


Revista Funfarme

Projeto Funfarme/Famerp Verde e Colorido promove plantio de 52 mudas no complexo A Funfarme/Famerp fecha o ano com grande projeto de sustentabilidade e atenção ao meio ambiente. Colaboradores, diretores e superintendentes da Fundação plantaram, no dia 27 de dezembro, 52 mudas de árvores nativas e cambarás amarelos em diferentes áreas do complexo, na segunda ação do Projeto “Funfarme Verde”, agora chamado de “Funfarme/Famerp Verde e Colorido”, por conta do plantio de flores nesta edição. A ação prevê melhorias na parte ambiental da instituição quanto à qualidade do ar, maior equilíbrio térmico e sustentabilidade da fauna e flora locais. Em 2015 foram plantadas 79 mudas de árvores e entregues mais de 500 para os colaboradores plantarem em suas casas. Atualmente, o complexo tem cerca de 400 árvores. Para a enfermeira do Hospital da Criança e Maternidade, Ligia Marques, a ação de plantar árvores também pode ser estendia às crianças. “Já traçamos o objetivo de compartilhar a importância das árvores com as crianças que passarem por atendimento no hospital. É uma maneira educativa de ensinar valores e cidadania”, afirmou a enfermeira.

4

Funfarme Notícias - Dezembro - 2016

O projeto fica como exemplo para nossas futuras gerações e de incentivo para a sociedade e outras empresas, já que o ambiente saudável é fundamental para a nossa existência. Dr. Horácio Ramalho, diretor executivo da Funfarme


ACONTECEU

Revista Funfarme

4° Simpósio de Cuidados Paliativos reúne cerca de 100 profissionais da saúde na Funfarme O tratamento e o manejo da dor crônica foram os temas do Simpósio promovido pela Funfarme, que trouxe profissionais de várias áreas Comissão organizadora da saúde para debater sobre cuidados paliati- e palestrantes do 4º Simpósio vos. “Cerca de 30% das pessoas no mundo so- de Cuidados Paliativos frem com alguma dor que causa efeitos tanto físicos quanto emocionais. Então, precisamos estar aten- Anielli Pinheiro, médica e coordenadora do Setor de Cuitos para oferecer um tratamento que contemple todas as dados Paliativos do HB, frisa que “por mais que nos últiesferas da dor”, diz o psicólogo José Luiz Dias Siqueira, mos anos os profissionais da nossa região tenham diaespecialista em Dor e Cuidados Paliativos pelo Instituto logado mais sobre o assunto, o cuidado paliativo é uma Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein. Ao mesmo área nova da medicina e carece de conhecimento. Para tempo que a dor crônica afeta boa parte da população, suprir essa necessidade, assumimos o compromisso de há pouco conhecimento a respeito do assunto. A Dra. realizar o simpósio anualmente.”

Liga de Infectologia realiza exposição para conscientizar sobre a Aids

Hemocentro comemora o Dia Nacional do Doador de Sangue com programação especial No período do dia 25 a 27 de novembro, colaboraram com o Hemocentro uma média de 114 doadores por dia

Dra. Delzi Góngora, infectologista, com as terapeutas ocupacionais Camila Mata, Adriana Maira Marini e o aluno do segundo ano da medicina, Hélio Correa Ferraz Júnior

Terapeutas ocupacionais e alunos da Liga de Infectologia do HB/Famerp uniram-se para organizar uma exposição de produtos artesanais, confeccionados por pacientes do Departamento de Infectologia, no dia 1º de dezembro, Dia Internacional de Luta contra a Aids. No evento, foram vendidos quadros, cachecóis e outros itens cuja renda será destinada à compra de novos materiais para que o grupo possa continuar seu trabalho. Para reforçar a importância de se compreender sobre a Aids e o HIV, foi aplicado um teste de conhecimentos com quem passava pela exposição, e realizada uma campanha de prevenção com orientação e distribuição de preservativos.

Para enfatizar a importância da data, o Hemocentro preparou uma programação especial para os doadores durante os dias 25 a 27 de novembro. Além da decoração do saguão de espera, todos foram recebidos com lanche e algumas surpresas. No dia 25, o cantor Zeca Barreto apresentou um show acústico com clássicos da MPB. Enquanto no dia 26, foi o grupo de samba raiz “Cá entre nós” que animou o ambiente. No final do ano, durante as férias e comemorações, há uma queda no número de doações de sangue, ao mesmo tempo que há uma maior demanda devido ao aumento do número de acidentes automobilísticos. Consciente da importância da data comemorativa, o vigilante Francisco Neres, de 54 anos, veio ao Hemocentro para realizar sua doação. “Sou doador de sangue desde jovem, embora nos últimos anos não tenha doado com frequência. Assisti ao jornal no começo desse ano, e ao ver que o Hemocentro necessitava de doações, resolvi voltar. Desde então, já doei três vezes”, contou Francisco. Funfarme Notícias - Dezembro - 2016

5


Revista Funfarme

ACONTECEU

Clima natalino conquista sorrisos em criançada do complexo

Para comemorar o Natal e proporcionar um clima festivo às crianças do HCM e do Lucy, as instituições prepararam diversas ações e receberam voluntários para presentear o natal dos pacientes.

Mães de pacientes da oncologia empenharam-se para arrecadar brinquedos em suas cidades de origem. Para saber os desejos das crianças, elas pediram aos pequenos que escrevessem cartas ao Papai Noel. A partir daí, conseguiram doações e transformaram o dia das crianças da oncopediatria.

No Lucy, a festa teve direito a Papai Noel e muita diversão. No total, 60 crianças do Instituto participaram de brincadeiras, sorteios e brindes. Os pacientes receberam presentes que foram arrecadados pelos próprios colaboradores.

Voluntários da Paróquia Nossa Senhora do Carmo confeccionaram 40 toucas divertidas para as crianças da oncologia. Quando vieram entregar, trouxeram picolés e distribuíram farra para a criançada.

Crianças do HCM recebem visita da Polícia Rodoviária Federal Dois Policiais Rodoviários Federais de Rio Preto estiveram no setor de Oncologia Pediátrica do HCM para passar uma manhã diferente com as crianças no Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, 23 de novembro.

6

Funfarme Notícias - Dezembro - 2016


Revista Funfarme

Biblioteca

ACONTECEU

Dicas de livros da “Biblioteca Dr. José Paulo Cipullo”, situada no térreo do HB. Colaboradores, pacientes e acompanhantes podem retirá-los. Informações no ramal 1843.

Casagrande e seus demônios

Equipes de enfermagem da Funfarme lançam agenda especial para o ano de 2017

De Casagrande

Ricamente ilustrado, com um caderno recheado de fotos, a publicação tem prefácio de Marcelo Rubens Paiva, amigo de sempre, que endossa a hipótese de que tantas coisas boas, e outras tantas ruins que permearam a vida do ex-jogador dariam um bom roteiro para um livro. “Casão faz questão de contar o inferno que viveu quando era viciado em drogas e sua internação, pois para ele é fundamental passar adiante a experiência, dividir as dores da dependência e alertar para os perigos de um vício frenético, sem preconceitos, desvios ou mentiras. A verdade ajuda a sanidade”

Mantenha seu cerebro vivo De Isabel Allende

Apresenta a Neuróbica, um extraordinário programa de exercícios para o cérebro, baseado nas últimas pesquisas da neurociência. Esses exercícios ajudam a estimular a produção de nutrientes que desenvolvem as células do cérebro, tornando-o mais jovem e forte, e podem ser realizados em qualquer lugar, a qualquer hora. O resultado: uma mente capacitada a enfrentar qualquer desafio, quer seja lembrar um nome, aprender um novo programa de computador, ou permanecer criativo no trabalho e em todos os setores de sua vida.

Com fotos e declarações dos colaboradores contando como é a experiência de trabalhar na Funfarme, as equipes de enfermagem lançaram, no dia 7 de dezembro, uma agenda para o ano Foram de 2017. A ideia surgiu confeccionadas em maio, mês 500 unidades, que já que se comemora o estão sendo vendidas Dia do Profissional no caixa do convênio a de Enfermagem. 20 reais, cada. O valor arrecadado será revertido à instituição.

Colaboradores arrecadam brinquedos e entregam para crianças em comemoração ao Natal

O ocio criativo

De Domenico de Massi

Domenico De Masi expôs suas ideias sobre a sociedade e o trabalho em diversos livros destinados aos amantes da Sociologia, como A emoção e a Regra e O Futuro do Trabalho. Atento ao crescente interesse de um público mais amplo em seus conceitos e sua visão do futuro, De Masi elabora de forma acessível neste livro os temas da sociedade pós-industrial, do desenvolvimento sem emprego, da globalização, da criatividade e do tempo livre.

O espírito solidário tomou conta do Departamento de Diagnóstico por Imagens da instituição. Durante o mês de dezembro, uma caixa foi colocada no setor a fim de juntar brinquedos para serem entregues à creche Chapeuzinho Vermelho, de Rio Preto. Com o envolvimento dos colaboradores, ao todo foram arrecadados cerca de 70 brinquedos e entregues no dia 15 de dezembro para as crianças. Funfarme Notícias - Dezembro - 2016

7


Revista Funfarme

ACONTECEU

Culto Ecumênico deste ano traz tema "esperança, fé e caridade"

Esta é uma época para se refletir e, assim, renovar-se para que 2017 seja um ano de conquistas para todos do complexo. Dr. Horácio José Ramalho, diretor executivo da Funfarme

A partir da esquerda, o Pastor Mário Góis, da Primeira Igreja Presbiteriana Independente de Rio Preto, o médico, Dr. Aguinaldo Vasconcelos, do Centro Espírita Francisco de Assis e Padre Fabio Dungue, da Paróquia Jesus Bom Pastor e São Sebastião; Os diretores, Drs. Dulcimar Donizeti de Souza, Horácio Ramalho, José Luís Esteves, Jorge Fares, Eloísa Galão, Amália Tieco, Regina Chueire e Aldenis Borim

Com foco na “esperança, fé e caridade”, a Funfarme promoveu em 20 de dezembro a edição de 2016 do tradicional culto ecumênico da Fundação para colaboradores, acompanhantes e pacientes. Para a celebração, foram convidados representantes da Igreja Católica, da doutrina espírita e igreja evangélica. O diretor executivo da Fundação, Dr. Horácio José Ramalho, abriu a cerimônia ressaltando a gratidão pelas dificuldades superadas neste ano de 2016. Após as pregações, lideranças e diretoria homenagearam diversos colaboradores que, em trabalho conjunto com a psicologia da instituição, conseguiram deixar de fumar este ano. Também foram dadas honras aos familiares de colaboradores que faleceram este ano, sendo lembrados pelo carinho e dedicação prestados a todos na instituição. Ainda no clima de gratidão, representantes de todos os grupos de voluntários que atuam solidariamente na Fundação foram agraciados com flores. Aos leitores assíduos, foram entregues diplomas pelo empenho e incentivo à literatura. As fotos dos homenageados podem ser acessadas na intranet.

Ao final, todos os presentes puderam cantar músicas de consagração e desejar aos colegas um feliz natal e um excelente final de ano

"Atitudes que fazem a diferença" é tema de palestra ministrada a colaboradores do complexo Pequenos gestos e atitudes ao longo do nosso dia fazem toda a diferença em nossa vida e na das pessoas que nos cercam. Pensando nisso, a Funfarme promoveu, no dia 15, palestra motivacional para cerca de 40 colaboradores sobre “Atitudes que fazem a diferença”. Acreditar em si mesmo foi uma das principais dicas. “Quando estamos focados nas nossas qualidades e quando damos o nosso melhor para as desenvolver ainda mais, vivemos felizes e sentimo-nos realizados. Além disso, quando temos o nosso foco em aspectos positivos, dificilmente nos deixamos influenciar por algo negativo”, afirmou Rose Messias, colaboradora do Recursos Humanos e responsável pela palestra. 8

Funfarme Notícias - Dezembro - 2016


ACONTECEU

Revista Funfarme

Câmara hiperbárica tem 23% de aumento no número de pacientes beneficiados pela oxigenoterapia

A partir da esquerda, enfermeiro Jean Claudio dos Santos (que monitora as sessões no aparelho), o chefe do setor, Dr. Antonio Carlos Christiano Junior, a técnica de enfermagem Gisele Gonçalves, a secretária Vânia Lúcia da Silva e os técnicos de enfermagem, Márcio Angelo Rodrigues e Antônio Luiz Santos

Em 2016 o HB já registrou um aumento de 23% na média mensal de atendimentos em sua câmara hiperbárica multiplace, se comparado os meses de junho a novembro de 2015 com o mesmo período deste ano. Os benefícios deste aparelho para o paciente são significativos, pois ele acelera a cicatrização de feridas e potencializa o combate a infecções, com isso abreviando o tratamento e o tempo de internação hospitalar. A terapia é oferecida a pacientes do Sistema Único de Saúde, SUS, particulares e de convênios de saúde.

Tenho “pé diabético”. Fui parar no centro cirúrgico quatro vezes para amputar o pé e acabaram não fazendo a operação somente porque minha circulação era muito ruim. Da última vez, retiraram o meu calcanhar e a sola. Estava desesperada. Com apenas 70 sessões, meu pé está praticamente refeito. Ganhei tranquilidade e autoestima, tudo graças ao tratamento na Câmara

Como age a câmara A câmara oferece aos pacientes tratamento por meio do aumento da pressão no interior do equipamento, associado à respiração de oxigênio puro, através de máscara, semelhante à usada por pilotos de aviões militares (como na foto). O oxigênio puro, nestas condições, é absorvido em maior quantidade pelo pulmão. “Essa oferta aumentada de oxigênio melhora a ação dos antibióticos, a capacidade de combater os processos infecciosos pelo nosso corpo e aumenta a capacidade das células de se regenerarem. Desta maneira, tem-se uma cicatrização mais rápida e melhor”, afirma Dr. Antonio Carlos Christiano Junior, médico responsável pelo Serviço de Medicina HIperbárica do Hospital de Base. Como o procedimento dura duas horas, os pacientes dispõem de entretenimentos no amplo espaço interno da câmara, como televisão e som ambiente.

Tereza de Lourdes, 57 anos

Funfarme Notícias - Dezembro - 2016

9


Revista Funfarme

ACIDENTES COM MATERIAIS BIOLÓGICOS O que são Acidentes com Materiais Biológicos? Compreende o contato com mucosas e pele não-íntegra e/ou perfuração da pele através de agulha ou material médico-cirúrgico, com sangue ou outros líquidos orgânicos potencialmente infectantes (ex.: sêmen, secreção vaginal, líquor e líquidos sinovial, peritoneal, pericárdico e amniótico). Os acidentes com materiais perfurocortantes representam a maior incidência de ocorrências envolvendo material biológico. Esses ferimentos são capazes de transmitir HIV e Hepatites B e C. Qual o risco de adquirir doenças? O risco depende do tipo de acidente, tamanho e gravidade da lesão, presença e volume de sangue ou líquidos orgânicos envolvidos, condições clínicas do paciente-fonte e seguimento adequado pós-exposição. Qual a conduta frente ao acidente? As lesões devem ser imediatamente lavadas com água e sabão ou solução anti-séptica detergente. No momento do acidente, deve-se avaliar e determinar a conduta considerando o risco de adquirir alguma destas doenças. Em acidentes com paciente-fonte HIV positivo, conforme a gravidade, deve-se iniciar a quimioprofilaxia anti-retroviral. Paciente-fonte com situação sorológica desconhecida recomenda-se a avaliação do risco de infecção pelo HIV, levando-se em conta o tipo de exposição e dados clínicos e epidemiológicos. Em relação ao vírus da hepatite B, deve-se avaliar a imunidade vacinal do acidentado e se necessário realizar vacina. Em relação ao vírus da hepatite C, não existe quimioprofilaxia, sendo recomendado acompanhar a sorologia do profissional acidentado por 6 meses. Deverá ser feita a notificação à Vigilância Epidemiológica após o acidente, por ser um agravo de Notificação Compulsória. Qual a forma de se prevenir? Evitar a exposição ocupacional, a imunização contra hepatite B e o atendimento adequado pós-exposição, uso rotineiro dos equipamentos de proteção individual e coletiva (luvas, aventais, óculos de proteção, sapatos adequados, entre outros), sendo estes utilizados pelo trabalhador para proteção contra riscos que ameaçam a segurança e saúde no trabalho.

Tabela -Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC), notificadas no NHE/HB/FUNFARME no período de janeiro a novembro de 2016.

Referência: 1. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de vigilância epidemiológica. 7. ed., 2010 – Vigilância em saúde do trabalhador. 12. – Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

Tabela 1- Acidentes com material biológico, por profissional, notificados pelo NHE/HCM/FUNFARME, no período de 2010 a novembro de 2016.

Fonte: SINAN-NHE/FUNFARME Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837. Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. www.hospitaldebase.com.br/nhe À noite, nos finais de semana e feriados, o telefone do plantão da Vigilância Epidemiológica do município de São José do Rio Preto é (17) 3227-8814. 10 Funfarme Notícias - Dezembro - 2016

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/HB/HCM/FUNFARME *Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até dia 06/12/2016. - Not.(notificados) Conf.(confirmados) - Dengue e influenza até 06/12/2016


o ã ç a z i n r e t ra no f A n o e C d m i F de

Para fechar 2016 com muita alegria e gratidão, a Funfarme realizou sua tradicional festa de fim de ano para mais de 800 colaboradores da instituição. O evento teve muita comida boa, dança, música para todos os gostos e animação garantida por conta da Banda Electra. Como todo ano, o sorteio não poderia

Revista Funfarme

ficar de fora, e os prêmios foram três TVs, três iPhones e uma moto. O evento reuniu diretorias e lideranças da Funfarme, HB, HCM, Lucy e Ambulatório e a presença da secretária de saúde do município, Teresinha Pachá. Confira como foi a festa!

Os sortudos que saíram da festa com prêmios foram, da esquerda para a direita, Jorge André B. Lara Palma, técnico da radiologia do HCM (TV), Leonilda de Fátima L. Xavier, auxiliar de banco de sangue do Hemocentro (iPhone), Paula C. Claro da Silva, técnica de enfermagem da Hemodiálise (moto), Jane Claudia Quintino, auxiliar de limpeza de unidade do SHL (iPhone), Adriana C. Ambrozio, auxiliar administrativo da Famerp (iPhone), Marli Santana Rodrigues, auxiliar de administração da Emergência do SUS (TV), Rogério Maldonado Scarpin, técnico de enfermagem da Hemodiálise (TV)

Funfarme Notícias - Dezembro - 2016 11


Revista Funfarme

12 Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016


Revista Funfarme

Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016 13


Revista Funfarme

14 Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016


Revista Funfarme

Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016 15


Revista Funfarme

16 Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016


Revista Funfarme

Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016 17


Revista Funfarme

18 Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016


Revista Funfarme

Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016 19


Revista Funfarme

20 Funfarme NotĂ­cias - Dezembro - 2016

Revista hb dezembro 2016  

Revista hb dezembro 2016

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you