Page 1

FUNFARME n

o

t

í

c

i

a

s

Ano XIII / Nº 163 - 1 a 15 de agosto - 2015

Equipe do Serviço de Nutrição e Dietética comemora a conquista do espaço, cinco vezes maior do que o anterior

Novos refeitório e cozinha

MAIS CONFORTO MAIS QUALIDADE MAIS ESPAÇO Página 10 a 13

Concurso do Dia dos Pais é um sucesso, com 8.000 curtidas no facebook Rogério Vendramini, com suas filhas gêmeas, foi o vencedor. Página 14


Revista Funfarme

Editorial

Apesar da crise, estamos crescendo Não tem no Brasil um hospital com a excelência e o baixo custo do Hospital de Base de Rio Preto. É o melhor custo-benefício. O mesmo argumento vale para as faculdades de medicina e enfermagem. É o dinheiro público mais bem empregado.

Em meio a uma das maiores crises da história do país, com escândalos nas esferas do poder federal e economia paralisada, vem à mente a declaração acima, do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. Foi dita três anos atrás, mas sua avaliação mantém-se até hoje. É gratificante ouvirmos isso reiteradas vezes e constatar que a Funfarme é feliz exceção num ce-

nário tão desolador. Não podemos dizer que não enfrentamos dificuldades. Mas temos orgulho de, mais uma vez, mostrar a força de nossa instituição ao inaugurar outra grande obra, o novo prédio, de 3.400 metros quadrados, que reúne o Serviço de Nutrição e Dietética (SND) com seu refeitório, cozinha, almoxarifado, lactário, dieta enteral e que, em breve, receberá o Setor Fi-

nanceiro, no segundo andar. Obras como esta e tantas outras recentes, investimentos em tecnologia, em infraestrutura hospitalar e no aprimoramento de nossos colaboradores só são possíveis porque procuramos desempenhar nossas funções com profissionalismo, empenho, ética e honestidade. Receita simples, mas sem a qual o país não crescerá.

Dr. Horácio José Ramalho - Diretor Executivo da Funfarme

Pequena comunidade rural realiza leilão e obtém quase 85 mil reais para a Funfarme Perobas, uma pequena comunidade rural do município de Jaci, conseguiu feito impressionante e do qual a Funfarme é imensamente grata. Com apenas 300 moradores, Perobas organizou um leilão beneficente em prol do Instituto do Câncer da fundação, no qual arrecadou mais de 84 mil reais, valor significativo, sobretudo considerando a população envolvida. “Em nome da Diretoria e de todos os colaboradores da Funfarme, agradeço os moradores de Perobas. Eles demonstraram ser possível mesmo às pequenas comunidades realizar eventos como este, tão importantes para nos ajudar a investir em melhorias na fundação, em benefício da população”, afirmou Dr. Horácio Ramalho, diretor-executivo da Funfarme.

Dr. Fábio Leite, Oncologista, recebe cheque dos organizadores do leilão

Alguns moradores de Perobas, que promoveram o leilão em agradecimento aos serviços prestados pelos hospitais da Funfarme

Expediente Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XIII/ Nº 163 1 a 15 de agosto - 2015 • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho • Vice-Diretor Executivo Funfarme: Dr. José Luís E. Francisco • Diretor Administrativo do HB: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Diretor Clínico do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Vice-Diretor Clínico: Dr. William

2

Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

José Duca • Diretor Técnico: Dr. Paulo Nogueira • Vice-Diretor Técnico: Dr. Maurício de Nassau Machado • Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Júnior • Diretor do Ambulatório: Dr. Aldenis Borim • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretoria do HCM: Dr. Antônio C. T. Gusson e Dra. Eloísa Galão • Diretor Clínico do HCM: Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM: Dr. Wagner Vicensoto

Produção Editorial:

Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiários: Carlos Cristal e Beatriz Menegildo Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica São Sebastião Tiragem: 2000 exemplares


Revista Funfarme

HCM elege a primeira Diretoria Clínica de sua história

Drs. Wagner Vicensoto e Paulo Poiati Junior, em frente ao HCM

A primeira Diretoria Clínica da história do Hospital da Criança e Maternidade (HCM), inaugurado há apenas dois anos, foi eleita no dia 3 de agosto. O pediatra Paulo Poiati Junior e o ginecologista e obstetra Wagner Vicensoto foram eleitos, com expressiva aprovação de 150 votos favoráveis, para diretor clínico e vice-diretor, respectivamente. Eles compuseram chapa única ao pleito. Os dois irão traçar os planos da Clínica do HCM e Dr. Paulo Poiati Jr. adianta que será uma gestão pautada na Medicina como ciência, arte e permeada pela ética. “Os projetos e os eventuais problemas serão conduzidos com transparência e verdade, como deve ser, afinal, representamos os nossos colegas”, afirma o novo diretor clínico, formado em Pediatria pela Unicamp, com mestrado em Educação Médica e Ciências da Saúde pela Escola de Saúde Pública de Havana (Cuba). Médico da Funfarme/Hospital de Base desde 1989, Dr. Paulo Poiati Jr. é chefe da Disciplina de Pediatria da Famerp e integra o Comitê de Mortalidade Materna do município de Rio Preto, do qual tambem é membro o Dr. Wagner Vicensoto. Formado pela Famerp, onde hoje é professor, o novo vice-diretor clínico do HCM já exerce o cargo de auditor de contas do SUS na Funfarme e é membro da Comissão de Ética do Hospital de Base.

Farmacêuticos da Funfarme desenvolvem guia que orienta ações de profissionais da saúde em todo Estado de São Paulo Os farmacêuticos da Funfarme Adriano Salvador Queiroz e André Luiz de Godoi desenvolveram um guia que orientará e padronizará algumas condutas de profissionais de saúde do Estado de São Paulo no atendimento de usuários das Farmácias de Medicamentos Especializados (Alto Custo), pelo SUS. O “Guia de Orientações sobre Medicamentos – Componente Especializado da Assistência Farmacêutica” tem o objetivo de estabelecer os exames exigidos ao paciente para a o início ou continuidade de tratamentos medicamentosos. “Ele é fundamental para nortear os profissionais que fazem alguma prescrição, evitar erros na elaboração dos documentos e proporcionar ao usuário atendimento na sua integralidade”, diz André. “O guia facilita o acesso aos remédios de alto custo e promove o seu uso racional”, complementa Adriano.

André (à esquerda) e Adriano ganharam certificados da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo pelo trabalho realizado Os farmacêuticos receberam, no dia 17 de julho, uma homenagem da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, que disponibilizará o guia em seu site. Uma nota técnica a respeito foi publicada, dando prazo para as unidades de alto custo do Estado adaptarem-se para adotarem as orientações do guia. Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

3


Revista Funfarme

Novo sistema oferece mais conforto e eficiência em tratamento dialítico para pacientes da Unidade de Insuficiência Renal Aguda A Funfarme adquiriu quatro aparelhos modernos para tratamento dialítico em pessoas com doenças renais crônicas que estejam internadas na UTI. O Sistema Genius, que reúne duas máquinas em uma, oferece mais agilidade, conforto e segurança aos pacientes. O processamento é menos agressivo e a hemodiálise filtra ainda mais o sangue do que em equipamentos convencionais, permitindo a redução do uso de medicamento para controle da pressão. A emissão de ruídos é também menor, oferecendo mais conforto ao paciente e aos que estão na UTI. “Com este sistema, o técnico de enfermagem economiza tempo na montagem do Genius e oferece uma segurança maior ao paciente, garantindo um tratamento mais eficaz e com menos efeitos colaterais”, explicou o nefrologista Dr.Rodrigo Ramalho. Para o nefrologista Dr. Emerson Quintino, o grande diferencial tecnológico é que o reservatório de água já vem acoplado ao equipamento, facilitando o seu transporte e diminuindo

Os técnicos de enfermagem João Roberto Almeida e Vanda Mattos receberam treinamento para utilizar o Genius o espaço ocupado em volta do leito. Basta apenas um técnico para mover e operar cada unidade do novo sistema. “O uso do equipamento concentrou os procedimentos. Antes, neces-

sitávamos de duas máquinas, uma que realizava a hemodiálise e outra que faz o tratamento da água utilizada no processo”, finaliza a técnica de enfermagem Vanda Mattos, da UTI do 7º andar.

Mutirão de ultrassonografia reduz em seis meses o tempo de espera pelo exame A Funfarme realizou no dia 4 de junho um mutirão de ultrassonografia em pacientes com diagnóstico de cânceres de tireoide, abdômen e cervical. Três médicos foram convocados para colaborar com os procedimentos, utilizando oito equipamentos. No total, foram feitos 40 exames em pacientes que seriam atendidos apenas no final do ano Números do ultrassom se não fosse pela ação. Diante da grande demanda pela ultrassonografia e da importância pacientes estão na fila do diagnóstico precoce de espera pelo exame da doença, o setor de Radiologia da Funfarme mobilizou-se e organizou o mutirão, visando diminuir deles foram a espera. “O ultrassom é essencial diagnosticados com para descobrirmos qual o tumores e são prioridade estágio do câncer e acompanharmos a evolução da doença”, explica a médica radiologista Andressa Maria Marchi. A equipe do setor dará continuidade ao trabalho, priorizando pacientes do Instituto do Câncer (ICA) que estão em tratamento.

600 40

Na foto, profissionais da radiologia que trabalharam das 8h às 18h no mutirão 4

Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015


Revista Funfarme

Associação dos Médicos Residentes da Funfarme/Famerp inaugura espaço para mais de 570 médicos residentes e estagiários A Associação dos Médicos Residentes da Funfarme/Famerp – AMERE inaugurou, em julho, seu espaço, que recebeu o nome da Dra. Fábia Berganton Aleixo, médica residente que faleceu em acidente de carro, em maio passado. A cerimônia teve a presença de familiares da homenageada, a mãe, Gláucia, a irmã, Verônica, a sogra, Rita, e uma amiga, Cida, além das diretorias da Fundação e do Conselho da Residência- Coreme.

Colegas e parentes de Dra. Fábia prestigiaram o evento Localizado no térreo do Hospital de Base, o espaço oferece conforto aos 472 médicos residentes e 99 médicos estagiários do complexo, ao mesmo tempo em que vai estreitar o relacionamento entre eles. “A integração dos residentes é muito im-

portante para a instituição, pois conseguimos manter organizada toda a estrutura de atendimento ao paciente, associando o conhecimento e as experiências adquiridas por cada um deles”, afirmou Dr. Horácio, diretor executivo da Fundação.

A partir da esquerda, Drs. Aldenis Borim, Octavio Ricci Junior, Horácio Ramalho, Dulcimar Donizeti de Souza e José Luis Esteves representaram as diretorias do Ambulatório, Hemocentro, Funfarme e Famerp na cerimônia

Coordenador da Coreme, Dr. Emerson Quintino (à esquerda), e Dr. Danilo Martin, presidente da AMERE, comemoraram a conquista do novo espaço

O objetivo da Funfarme/Famerp, com este espaço, é que os médicos residentes se sintam bem acolhidos e possam discutir ideias e reivindicações. Dr. Emerson Quintino, coordenador da COREME

Essa sala é um marco na instituição e mostra a seriedade e comprometimento das diretorias para com os residentes e estagiários e o pensamento em seu bem-estar. Conquistamos nesse momento uma sede onde todos são bem-vindos para discutir problemas, trazer soluções sobre cada especialidade ou apenas tomar café e trocar experiências com colegas. Dr. Danilo Fernando Martin, presidente da Associação dos Médicos e Residentes Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

5


Revista Funfarme

Aprimoramento profissional a todo vapor A Funfarme encerrou o mês de julho com mais uma série de palestras e workshops oferecidos a profissionais da saúde, médicos e residentes, menores aprendizes e estagiários. Visando o ensino continuado, o Centro Integrado de Educação Permanente em Saúde, CIEPS, elaborou uma programação com temas diversificados e atuais. Confira como foram os eventos.

Três palestras ressaltam o empreendedorismo e a vocação profissional para os menores aprendizes e estagiários

32

O Setor de Recursos Humanos da Funfarme Vanessa, mas que deu ênfase à importância de realizou o quarto encontro do Programa de A Funfarme aprendizes e estagiários aproveitarem o período Orientação Vocacional e Profissional para os conta com de estudo para adquirir conhecimento com quamenores aprendizes e estagiários da instituição, lidade para serem profissionais diferenciados. com participação de três palestrantes, o empre- menores aprendizes e Encerrando o evento, Gianna falou sobre as sário Rafael Marques Fernandes de Faria, a proinúmeras possibilidades que os jovens têm de fessora universitária Vanessa de Oliveira Bonfá e construir carreira na Funfarme. estagiários a gerente administrativa do HCM, Gianna FranJacqueline Maria de Jesus Souza, 32 anos, co Barea Matheus. estudante de Administração e estagiária do RH, Dono de uma rede de restaurante de Rio Preelogiou bastante o encontro. “Entendi que emto, Rafael debateu com os jovens questões sobre “Desafios do preender é possível, basta planejar e avaliar as possibilidades Empreendedorismo” e os estimulou a pensar sempre sobre que você consegue tudo. O debate incentivou-me a pensar seu futuro profissional. Foi a tônica também da palestra de na minha carreira”, disse.

23

Workshop habilita biomédicos e técnicos em imagem para serem ainda mais eficientes na realização de exames de ressonância magnética Com o propósito de aprimorar mais o conhecimento e a técnica na realização de exames de ressonância magnética, a Funfarme realizou, no dia 18 de julho, workshop para biomédicos e técnicos do Setor de Imagem da instituição. As normas de segurança em relação ao campo magnético e ao uso de equipamentos regulares, manuseio correto dos aparelhos e a melhora na qualidade de imagem foram os principais assuntos debatidos no curso. “Com o fim do workshop, eles estão aptos a realizar exames mais rápidos e, ao mesmo tempo, com melhor qualidade da imagem”, explicou o técnico em imagem Rafael D’Addario, facilitador do treinamento. Diante de imagens mais nítidas, os médicos que irão fazer o laudo e o que solicitou o documento terão mais facilidade para um diagnóstico e escolha de tratamento. Além disso, o usuário ficará menos tempo no equipamento, gerando um conforto maior a ele. 6

Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

Profissionais do setor de Imagem, durante o curso


Revista Funfarme

Profissionais da saúde recebem atualização em nutrição a pacientes críticos Nutricionistas da Funfarme participaram de uma videoconferência, no dia 23 de julho, no anfiteatro do mezanino. A palestra teve como tema “Como adequar as novas tendências nutricionais ao paciente crítico: Um caso real” e foi ministrada pelos Drs. Valéria Abrahão Rosenfeld (Hospital da Lagoa – RJ), Melina Castro (Hospital Estadual Mário Covas – SP) e Diogo Toledo (Hospital São Luiz Itaim e do Hospital do Servidor Público Estadual- SP). Segundo a organizadora do evento, Nayara Barradas, a atualização do atendimento aos pacientes é relevante pois agrega conhecimento aos profissionais. “É importante sempre adquirir mais conhecimento na área e nos atualizarmos na alimentação enteral e nos cuidados especiais a estes pacientes”, afirmou. O workshop integra a programação do CIEPS – Centro Integrado de Educação.

Pesquisadora do Amazonas pede muita atenção a várias doenças que se apresentam como dengue e não são Rio Preto e a Região Noroeste do Estado enfrentam anualmente a disseminação da dengue e um dos grandes desafios dos profissionais de Saúde é diagnosticar com rapidez e precisão a doença, pois existem outras patologias que apresentam sintomas muito semelhantes e podem confundir. Este foi um dos enfoques centrais da palestra que a Profª. Drª Maria Paula Gomes Mourão, médica e pesquisadora da Fundação e Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado e professora da Universidade do Estado do Amazonas, ministrou para médicos, residentes e pós-graduandos da Funfarme/Famerp, nesta segunda-feira, 27 de julho, no Anfiteatro Fleury, da faculdade. “São muitas as doenças que apresentam quadro semelhante, por isso, devemos realizar estudo detalhado de sorologia, pois só desta maneira vamos ter certeza do vírus que infectou o paciente”, disse Cássio Gonçalves, doutorando em Ciências da Saúde e Áreas Correlatas. Dra. Maria Paula veio a convite do Prof. Dr. Mauricio Nogueira para proferir a palestra como parte do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Famerp.

Colaboradores da Funfarme esclarecem dúvidas sobre procedimentos da Anvisa em videoconferências do Programa Sentinelas em Ação Dando continuidade às videoconferências, colaboradores da Funfarme participaram, em julho, de mais uma série de palestras do Programa Sentinelas em Ação, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa. O intuito é de esclarecer quais exigências e procedimentos na identificação e monitoramento de determinadas doenças que a Agência demanda dos profissionais da saúde. No total, foram duas aulas, oferecidas a diversas instituições de saúde do país, com os temas: “Avaliação Nacional dos Núcleos de Segurança do Paciente e das Notificações dos Eventos Adversos relacionados à Assistência à Saúde”, no dia 21, e “Sistema Nacional de Biovigilância”, no dia 28. Para o gerente de riscos, Kleber Aparecido De Oliveira, “a troca de experiências entre diversos hospitais do país é essencial para aumentamos nossos conhecimentos científicos. Podemos, assim, ganhar know-how e agregá-lo ao atendimento oferecido em nossa instituição”. Participantes durante videoconferência dada pela Anvisa

Aprimoramento em Excel é tema de curso prático Colaboradores da Funfarme participaram, nos dias 24 e 31 de julho, de um curso de Excel, que teve por objetivo aprofundar o conhecimento na plataforma por meio de criações de tabelas e gráficos que facilitem o trabalho do dia a dia. As aulas foram ministradas pelo assistente administrativo e professor de informática Fábio de Oliveira. “Queremos oferecer uma complementação de ensino na área, por isso o curso é de extrema importância. Muita gente tem contato com Excel na instituição, mas acaba se perdendo em algumas funções e comandos” diz a supervisora do Recursos Humanos, Cristiane Midori. Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

7


Revista Funfarme

Simpósio da Funfarme/Famerp reforça papel dos profissionais para sucesso da captação e transplante de órgãos e tecidos Temas atuais como a evolução dos transplantes no Brasil, a manutenção dos órgãos em condições para doação e os mitos e verdades sobre comercialização de órgãos fizeram parte da programação do 6° Simpósio de Transplante de Órgãos e Tecidos da Funfarme/Famerp, que aconteceu no dia 13 de agosto, reunindo mais de 180 alunos e profissionais da saúde, no Anfiteatro Fleury.

O Simpósio, promovido pela Liga de Transplante de Órgãos e Tecidos (LTx) da Fundação, convidou os especialistas em transplantes e captação de órgãos Dr. Renato da Ferreira da Silva, Dr. Mário Abbud Filho, Dr. Márcio Mussolino de Queiroz e o Dr. João Fernando Picollo para ministrar assuntos poucos abordados a profissionais ainda em formação

O objetivo do encontro foi reforçar o papel dos profissionais de Saúde para o sucesso da captação de órgãos e do transplante, sensibilizando-os desde quando ainda estão na faculdade. Independente da especialização, todos devem atentar-se aos conceitos sobre doações de órgãos, uma vez que caberá a eles notificarem possíveis doadores e assim salvar vidas. Dra. Ida Fernandes, médica nefrologista e uma das organizadoras do evento

Foi fundamental frisar a importância de manter intacta a saúde do doador de órgãos, já detectado com morte cerebral. Focamos sempre em discussões que abrangem o receptor, mas uma boa capacitação dos profissionais da captação, para manter o funcionamento de todos os órgãos, pode resultar no salvamento de até sete vidas. Gustavo Spadon, aluno do segundo ano de medicina da Famerp

Profissionais da enfermagem passam por atualização de princípios aplicados em eletrocardiogramas O CIEPS organizou, no mês de agosto, atualização com profissionais de enfermagem sobre princípios aplicados por eles em eletrocardiogramas, registro gráfico da atividade elétrica do coração que permite a identificação de eventuais doenças e cardiopatias. A aula foi dividia em três dias e ministrada pelo médico cardiologista e professor Maurício Nassau Machado, que ressaltou a importância da atividade de ensino. “Na interpretação do eletrocardiograma, o enfermeiro desempenha papel fundamental. Sendo assim, cabe aos profissionais terem conhecimento baseado em evidências clínicas e fundamentação teórica de anatomia, fisiologia e patologias cardiológicas”, comentou o cardiologista.

Funfarme promove 1º Workshop de Nutrição Hospitalar e oferece aprimoramento a 60 profissionais de instituições de saúde da região

Pouco tempo após inaugurar o novo prédio que aloja suas instalações, o Serviço de Nutrição e Dietética (SND) da Funfarme, trouxe conhecimento e atualidade para profissionais da Funfarme e outras instituições da região ao promover, no dia 7 de agosto, o 1º Workshop de Nutrição Hospitalar. O evento reuniu 60 participantes, entre nutricionistas farmacêuticos, enfermeiros do HB, HCM, Santa Casa, Hospital Nossa Senhora das Graças e Instituto de Urologia e Nefrologia, todos de Rio Preto, além da Santa Casa de Votuporanga, Hospitais Emílio Carlos e São Domingos, de Catanduva e HB Saúde, de Mirassol.

8

Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015


Revista Funfarme

HCM promove atividades em alusão à Semana Mundial de Aleitamento Materno com palestras aos profissionais e visitas às mães internadas Em comemoração à 24ª Semana Mundial de Aleitamento Materno, o Hospital da Criança e Maternidade iniciou, no dia 4 de agosto, uma série de atividades em parceria com o Banco de Leite Humano de Rio Preto. O objetivo principal foi sensibilizar médicos e demais profissionais do hospital, pacientes e familiares para a importância da amamentação. Dra. Marciali G. Fonseca Silva, médica pediatra da UTI neonatal do HCM e uma das palestrantes do evento, falou a seus colegas e residentes justamente sobre a amamentação para que estes sejam multiplicadores, conscientizando suas pacientes sobre o quanto é vital o leite materno para o desenvolvimento da criança. Após as palestras, médicos, enfermeiros e fonoaudiólogas percorreram os postos de enfermagem, quartos e UTIs.

Dra. Marciali explica os benefícios da amamentação tanto para o crescimento do bebê quanto para o estreitamento do vínculo da mãe com o filho

Ressaltamos à mãe que amamente o filho, proporcionando afeto, a união entre eles e a troca de anticorpos, que ajudam o bebê a adquirir resistência contra diversos tipos de doenças. Caso a amamentação seja prejudicada por algum problema de saúde da mãe, o Banco de Leite Humano está à disposição para ajudar.

Tânia de Freitas Perinazzo, responsável pelo Banco de Leite Humano, que acompanhou os profissionais do HCM no corpo-a-corpo com seus colegas e paciente

Hemocentro recupera 40% da capacidade do seu estoque com ação de colaboradores da Unimed O Hemocentro recebeu, no dia 29 de julho, cerca de 60 funcionários da Unimed de Rio preto. De acordo com Bárbara Cabrera, enfermeira da captação, a ação veio em boa hora, pois a instituição estava trabalhando no limite do estoque. Todos os tipos sanguíneos são necessários, já que o Hemocentro atende diversos hospitais da região. Além disso, os doadores aproveitaram para se cadastrarem no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea, aumentando a chance de quem precisa de um transplante do tecido. “Que essa doação coletiva seja copiada por outras corporações. Precisamos de atitudes solidárias como essa para seguir ajudando muita gente”, finaliza Bárbara.

Pacientes do HCM são surpreendidos com música e alegria de “Discoteca Ambulante”

O Hospital da Criança e Maternidade foi surpreendido, no dia 31 de julho, com muita música e alegria. A novidade foi a “Discoteca Ambulante”, uma caixa de som usada especialmente no HCM pelo grupo voluntário de entretenimento, Xô Dodói, que atua na instituição desde 2002. Todo enfeitado, o aparato foi carregado pelos corredores do hospital pela primeira vez. Não só os “pequenos pacientes” adoraram, mas os acompanhantes e funcionários se divertiram com o novo equipamento de som. “A alegria é contagiante. Meu filho caiu na bagunça junto com eles, dançando e brincando. Nem parecia estar doente!”, contou alegremente Mariana Souza, mãe de Pedro Rodrigues. Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

9


Revista Funfarme

Mais qualidade, conforto e espaço em nova

A Funfarme inaugurou, em agosto, o novo prédio de 3.400 metros quadrados, que abriga o Serviço de Nutrição e Dietética (SND) e é composto por refeitório, cozinha, almoxarifado, lactário e dieta enteral (alimentos para pacientes que, por não ter condições de ingeri-los, os recebem através de sonda). A obra teve um investimento R$ 3,8 milhões e contou com financiamento da Secretaria de Estado da Saúde. Toda Infraestrutura segue as normas exigidas pela Vigilância Sanitária. A cerimônia de abertura contou com a presença das diretorias e superintendências dos hospitais de Base (HB), da Criança e Maternidade (HCM) e Famerp – Faculdade de Medicina de Rio Preto, além do Deputado Estadual, Orlando Bolçone, do presidente do Cremesp, Dr. Pedro Teixeira, do Coordenador de Ensino Superior do Estado de São Paulo, Dr. Valdecir Tadei, do Professor Roberto Toledo, representando o Secretário Estadual, Rodrigo Garcia, além de outras autoridades políticas e da saúde, colaboradores, professores e voluntários. O espaço quintuplicou em relação ao antigo (de 400 metros quadrados). O novo prédio oferece ambientes mais amplos, arejados, iluminados e, consequentemente, confortáveis para os colaboradores da Funfarme e para os profissionais que preparam e distribuem as refeições para seus colegas, estudantes de medicina e enfermagem , médicos residentes e plantonistas e os milhares de pacientes que passam pela instituição mensalmente. A construção da área era necessária ante ao crescimento do Complexo nos últimos anos e tornou-se ainda mais, a partir do final de 2013, com a inauguração do HCM, com seus 140 leitos.

Rubens Marcos Siqueira (com pano azul na mão), colaborador há 28 anos, foi convidado pela diretoria para descerrar a placa de inauguração

Os alunos e residentes passam boa parte de seu dia na instituição, estudando e trabalhando. Agora, eles também terão mais conforto em suas refeições.

Dr. Dulcimar Donizeti de Souza, diretor-geral da Famerp Mesmo diante da crise financeira que vive o país, a Fundação mostra que, com transparência e boa gestão, continuamos investindo e crescendo.

Dr. Horácio José Ramalho, diretor-executivo da Funfarme

Diretores, políticos, autoridades da Saúde, superintendentes da Fundação e colaboradores com mais de 20 anos de trabalhos prestados abriram a cerimônia de inauguração 10 Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015


Revista Funfarme

cozinha e refeitório

A instituição cresceu muito nestes mais de 30 anos que trabalho aqui. Este novo ambiente é a solução para a expansão da Fundação. Sinto-me emocionada ao ver a satisfação de meus colegas em trabalhar neste novo espaço.

Maria Aparecida Santos Barbosa, Gerente de Divisão da Produção, há mais de 30 anos na Fundação

Hoje, temos plenas condições de oferecer nossos serviços com qualidade para nossos colegas e para os pacientes. É um sonho profissional realizado.

Fabiane de Oliveira, coordenadora do SND

A proximidade entre refeitório/cozinha e almoxarifado central otimizou a logística dos trabalhos, facilitando o recebimento e transporte de alimentos e itens do setor, beneficiando a todos nós do Serviço.

Edson Luis de Oliveira, almoxarife há 24 anos na instituição

A qualidade de trabalho melhorou muito. Temos mais espaço e um ambiente climatizado agora. Estou muito agradecido!

Rubens Marcos Siqueira, há 28 anos na Funfarme

Quantidade de alimentos utilizada por mês 5 toneladas

Feijão

2,2 toneladas

Carnes

15 toneladas

Legumes 9,2 toneladas Verduras 2 toneladas Suco

10.000 litros

Frutas

1,7 tonelada

Café

10.000 litros

Chá

5.000 litros

Leite

10.000 litros

Pão

87.000 unidades

ão e Diet ç i r t éti u N c de úmeros gigante a o n sc os ta

Se apr rvi es ç en

Arroz

215.000 refeições são servidas aos colaboradores e pacientes

29.500 mamadeiras 23.400 dietas enterais

Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015 11


Influenza

Revista Funfarme

Instalações planejadas e maiores garantem melhor serviço Com uma área mais ampla, o SND pode planejar e desenvolver melhor as ações dos vários setores e dos mais de seus mais de 150 colaboradores, beneficiando a todos na Funfarme. O Serviço tem, agora, três salas de 35 metros quadrados, onde funcionam a padaria, o açougue e o preparo de hortifrutis. A cozinha é ampla, com sete coifas e maquinário novo e em perfeitas condições. Confira nas fotos a infraestrutura e os bastidores do dia-a-dia do SND.

Rubens Marcos, no açougue, um dos novos espaços do SND

Chefe de cozinha é contratado para diversificar cardápio Para poder oferecer aos colaboradores e pacientes um cardápio mais saboroso e diversificado, a Funfarme contratou o chefe de cozinha Edson Costa, formado em gastronomia pela Universidade Anhembi-Morumbi. Como consultor, Costa deu treinamento à equipe da cozinha e, concluídas as aulas, recebeu a proposta, que aceitou imediatamente. “A estrutura e o ambiente são ótimos, a equipe está supermotivada e o desafio proposto a mim é enorme, mas muito estimulante. Queremos ter um serviço referência no meio hospitalar”, afirmou o novo chefe de cozinha da Funfarme.

Na sala de hortifrutis, Aparecida e Natália (sentadas), Anita, Regina e Genilda 12 Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

O chefe de cozinha Edson Costa mostra o forno combinado, um dos investimentos feitos no SND que permite a melhoria do cardápio


Revista Funfarme

A frase do avental usado pelos profissionais do SND na inauguração resume a maneira como estas melhorias foram alcançadas: em equipe. Foram meses de trabalho, planejamento e investimentos para que tudo fosse entregue com qualidade. Confira nas fotos as mudanças no setor.

Novo vestiário com chuveiro e armários individuais

Refeitório que recebeu elogios por ser amplo bem iluminado e arejado Anderson, Édson e Wilton no Almoxarifado, com área de 150 m²

A partir da esquerda, Marlene, Maria e Camila no Setor Administrativo da SND

Padaria, novidade em espaço necessário para preparo dos pães Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015 13


Revista Funfarme

Colaboradores da cozinha concluem treinamento de capacitação culinária Em iniciativa para melhorar ainda mais o cardápio, o Serviço de Nutrição e Dietética realizou, em abril e maio, um treinamento de técnicas gastronômicas, ministrado pelos professores de gastronomia Edson Fernando Costa e Fausto Rodrigo Vieira a 13 profissionais da cozinha. Eles aprenderam a organizar o processo de trabalho, cortes e temperos de carne, padronização de receitas e medidas e uso correto dos equipamentos. Ao final, Dr. Horácio Ramalho, representando a Diretoria, e a superintendente da Enfermagem, Maria Regina, entregaram certificados de conclusão do treinamento.

O curso foi gratificante e muito inteligente. Aprendi a usar temperos e a trabalhar com receitas rápidas e simples, o que acaba otimizando o nosso trabalho diário. Veronice Souza Pinheiro, cozinheira

14 Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015


Revista Funfarme

Tem arraiá,

sim sinhô! Pipoca, canjica, chocolate quente, paçoca, bolo e outras delícias encheram os olhos e abriram o apetite dos colaboradores e pacientes da Funfarme, nos meses de junho e julho. As confraternizações fazem parte da celebração da festa junina. Além disso, alguns departamentos foram recebidos com músicas e danças típicas. Confira nas fotos como foram as comemorações.

Central de Documentação/Exames, Núcleo de Contratos e Gerenciamento de Cotas e Agendas Lucy Montoro

Equipe do Dr. Irineu Maia

Hemodiálise

Centro Cirúrgico do HCM Controladoria

Recursos Humanos

Quimioterapia

OPME

Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015 15


Revista Funfarme

Concurso Cultural Ser Pai é... premia colaboradores Lideranças da Funfarme com colaboradores que ganharam o concurso

“Havia prometido ao meu pai, se ganhasse o concurso, presenteá-lo com o prêmio no Dia dos Pais. Que bom! Vou cumprir a promessa”, revelou Rogério Vendra-

mini, emocionado, enquanto recebia um celular de última geração por ser o autor da frase que mais recebeu curtidas no concurso “Ser Pai é...”, promovido pela Funfarme na rede social. A frase de Rogério, fisioterapeuta plantonista da UTI do 7º andar, e a foto com as filhas gêmeas Ana Luisa e Ana Julia, receberam 1.416 curtidas. A Funfarme realizou, em julho e agosto, o concurso pela fanpage do HB, para onde colaboradores pais da instituição deveriam enviar foto com filho(s) e completar a frase, “Ser pai é...”. Vinte e quatro pais participaram e as fotos receberam quase 8.000 curtidas. Um sucesso!

16 Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

Frase vencedora

Ser pai é... enxergar no sorriso de um filho uma benção de Deus e a alegria da vida. Rogério Vendramini, fisioterapeuta da UTI do 7º andar Rogério, com a esposa Camila, e as filhas gêmeas; vencedor do concurso, ele ganhou um smartphone


Revista Funfarme

Pais de primeira viagem A chegada de um filho sempre traz mudanças na vida de um casal. Acompanhar o crescimento de uma criança pode gerar medos e incertezas, ainda mais quando se trata do primeiro herdeiro. No entanto, a experiência é algo singular e um aprendizado eterno. Em homenagem ao Dia dos Pais, colaboradores da Funfarme contam o que mudou quando se tornaram pais de primeira viagem.

Ser pai muda tudo, na verdade. Deixa a vida mais alegre e dá um tom maior a ela. Tornou-se mais difícil ser médico depois de ser pai. Não há como não sentir mais a dor do paciente que, invariavelmente, é pai ou filho. Dr. Inaldo Junior, médico infectologista, pai do David

Foi uma alegria muito grande quando descobrimos que seriam gêmeas. A gente acaba se perdendo nas emoções com um nascimento duplo. É um amor que cresce a cada segundo. Quando eu saio de casa, conto os minutos para voltar e estar novamente com minhas filhas.

A emoção que vivo hoje é algo incrível! A sensação é de um milagre com o nascimento da minha filha. Faço questão de participar do banho, da troca das fraldas e acompanho a amamentação junto com a minha esposa. Dr. Renato Henrique Giaviti, advogado, pai da Mariana

Rogério Vendramini de Souza, fisioterapeuta plantonista - UTI 7° Andar, pai da Ana Luísa e Ana Júlia

Quando fiquei sabendo que seria pai, achei que teria um infarto. No começo, fiquei apreensivo, pensando no futuro, repensando minhas prioridades. Cada presente recebido e o dia-a-dia estão sendo uma experiência nova, única. Thiago Soler Fragoso, analista de sistemas, pai do Bernardo

Eu achava que minha vida não mudaria... Quando entrei no centro obstétrico, ela transfigurou-se. A gente adquire um amor inexplicável. Não sei expressar em palavras. Somente quem é pai consegue entender esse sentimento. Ricardo Alexandre Ferreira, colaborador da Hemodinâmica, pai da Antonella

Hoje, tudo que me proponho a fazer é para o melhor da minha filha. O aprendizado é constante, a inocência da criança me cativa de forma surpreendente. Com ela, aprendi a me desligar do mundo e a curtir os momentos junto com ela. Heliéser Alécio de Andrade, técnico de segurança do trabalho, pai da Laura

Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015 17


Revista Funfarme

Ser pai é...lutar pela vida, exemplificando sempre sua força Sei que não poderei participar do Concurso Cultura do Dia dos Pais com essa foto, no entanto, não posso deixar passar essa oportunidade de manifestar em nome de toda minha família nosso agradecimento para toda a equipe de enfermagem, fisioterapia, limpeza e copa, do 6º andar Convênio, onde meu pai, o Sr. Antonio Angelo, ficou internado por dois meses sendo muito bem atendido. Cada qual teve papel importante em nossas vidas nesse período, sendo impossível nomeá-los. Participando de nossos choros, raivas, alegrias e tristezas. Vocês estarão sempre em nossos corações. As equipes da Dra. Carla (Oncologia), Dra. Ana (Pa-

liativo) e enfermeira Cristiane (Paliativo), nosso MUITO OBRIGADO! Vocês são especiais para nós. Enfim, a toda família HB, principalmente minha chefia direta, Maria Regina, que tem me apoiado muito, que Deus abençoe a todos! Essa foto, tirada alguns dias após a alta do meu pai, representa o quanto somos abençoados por tê-lo bem pertinho nesse momento, graças ao apoio de vocês. Como dizem: “Ao futuro a Deus pertence”, no entanto, podemos fazer dele o melhor que pudermos, se nesses pequenos momentos, amarmos mais, sorrirmos mais e agradecer a Deus pelas bênçãos que temos.

Silvia Teresinha Angelo, secretária administrativa da Superintendência Assistencial da Funfarme

Multinacional alemã traz “caminhão escola” à Funfarme para dar treinamento sobre ventilação mecânica a profissionais da fundação e de hospitais da região A Dräger, uma das maiores fabricantes de equipamentos hospitalares do mundo, escolheu a Funfarme para promover, nos dias 27 e 28 de julho, cursos sobre ventilação mecânica a fisioterapeutas, médicos e enfermeiros do Hospital de Base, Hospital da Criança e Maternidade (HCM) e de outras instituições de saúde de Rio Preto. Em aulas práticas e teóricas, ministradas numa carreta especialmente adaptada para abrigar a sala de aula, os profissionais se atualizam sobre os vários tipos de ventiladores e como utilizá-los para obter dos aparelhos o melhor desempenho. As aulas envolvem inclusive simulações de atendimento a pacientes. “O curso é muito bom, pois temos a chance de aprender mais sobre vários equipamentos de ventilação. As aulas práticas mostram situações bem próximas da realidade de nosso dia, o que nos prepara para oferecer atendimento ainda melhor ao paciente”, afirmou Jéssica Carla Pinati Pires, fisioterapeuta do HCM. O enfermeiro Wellington Ricardo Coquelet, do Hemonúcleo de Catanduva, elogiou a iniciativa da Funfarme de receber o curso da multinacional alemã. “Temos poucas chances de ter um curso como este. O conhecimento obtido aqui é muito importante para enriquecer nosso hemonúcleo”, declarou o enfermeiro.

Aulas aconteceram num caminhão escola que ficou estacionado em frente ao HCM

Representante da Dräger esclarece dúvida para alunos 18 Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015


Biblioteca Dicas de livros da “Biblioteca Dr. José Paulo Cipullo”, situada no térreo do HB. Colaboradores, pacientes e acompanhantes podem retirá-los. Informações no ramal 1843.

A invenção de Hugo Cabret De Selznick

Prepare-se para entrar em um mundo onde o mistério e o suspense ditam as regras. Hugo Cabret é um menino órfão que vive escondido na central de trem de Paris dos anos 1930. A sobrevivência de Hugo depende do anonimato: ele tenta se manter invisível porque guarda um incrível segredo, que é posto em risco quando o severo dono da loja de brinquedos da estação e sua afilhada cruzam o caminho do garoto. Um desenho enigmático, um caderno valioso, uma chave roubada e um homem mecânico estão no centro desta intrincada e imprevisível história, que narrada por texto e imagens, mistura elementos dos quadrinhos e do cinema, oferecendo uma diferente e emocionante experiência de leitura.

O ladrão de raios De Rick Riordan

O Ladrão de Raios Primeiro volume da saga Percy Jackson e os olimpianos, O ladrão de raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times. O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência.

Marina

De Carlos Ruiz Rafón

Marina - Neste livro, Zafón constrói um suspense envolvente em que Barcelona é a cidade-personagem, por onde o estudante de internato Óscar Drai, de 15 anos, passa todo o seu tempo livre, andando pelas ruas e se encantando com a arquitetura de seus casarões. Em Marina, o leitor é tragado para dentro de uma investigação cheia de mistérios, conhecendo, a cada capítulo, novas pistas e personagens.

Dona Irene e a equipe da Quimioterapia do HB Irene José Vicente, de 57 anos, achou uma forma singular de expressar sua luta pela vida. Paciente da quimioterapia do HB desde 2012, lançou sua autobiografia, intitulada “Intervalo com Deus”. No livro, relata a luta contra o câncer, desde o diagnóstico, passando pelo início do tratamento fora do país, até sua continuidade na Funfarme, suas origens, seus sonhos e a a imensa fé em Deus. Técnica em enfermagem, Irene descobriu o câncer após um desmaio, em 2011, quando vivia em Lisboa, Portugal. Começou o tratamento lá. No ano seguinte, por questões pessoais e para estar mais próxima da família, mudou-se para Rio Preto, onde tornou-se paciente do HB. “Sugeriram outras duas instituições, mas escolhi o HB por ter certeza de que aqui seria bem atendida”, contou. Com fé inabalável, Irene mostra que é possível vencer, vivendo um dia de cada vez, sem deixar os sonhos desfalecerem. “Sei que é uma doença trágica, mas não a vejo como inimiga. Com o livro, pretendo alertar as pessoas que estamos sujeitos a tudo, mas sempre venceremos. Basta apenas não se preocupar com o amanhã. Eu quero é viver.” Por isso, todo ano ela retorna a Portugal para visitar a irmã e planeja viver definitivamente por lá.

LUTA EM PALAVRAS

Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015 19


Revista Funfarme

Meningite tamento o mais precocemente possível.

Como as bactérias e vírus são transmitidos? O que é Meningite?

São inflações nas membranas chamadas meninges, que envolvem o cérebro e a medula espinhal.

O que causa meningite?

A meningite pode ocorrer por diversas causas, como lesão física, neoplasias, uso de certos medicamentos, mas em geral ocorre por infecção bacteriana,viral ou outros. A gravidade da meningite e o tratamento diferem dependendo das causas.

As meningites bacterianas e as viras são importantes do ponto de vista de saúde pública, pela magnitude de sua ocorrência e pelo potencial de produzir surtos. Todos os casos SUSPEITOS devem ser notificados*. A tabela 2 mostra a distribuição de casos notificados confirmados no município de São José do Rio Preto, segundo etiologia e estabelecimentos de saúde de notificação no período de janeiro a junho de 2015.

Como fazer o diagnóstico de meningite?

Coleta-se amostras de sangue e do líquido cefalorraquidiano ou líquor (líquido da espinha).

Quais tipos de bactérias podem causar meningite?

Todas as espécies de bactérias, sendo que as principais são a Neisseria meningitidis, o Haemophilus influenzae B e o Streptococcus pneumoniae. A Neisseria meningitidis (meningococo) é a que mais preocupa. Pode causar doença em pessoas de todas as idades. Cerca de 5 a 15% das pessoas têm estas bactérias em sua garganta ou nariz, porém não ficam doentes (chamados de portadores). As pessoas que tiveram contato próximo com o portador de meningite, por este tipo de bactéria, devem receber medicamento preventivo (quimioprofilaxia) para não adoecer. A meningite por meningococo tem importância devido à gravidade do quadro clínico, rápida evolução e pela possibilidade de causar surtos ou epidemias.

O que é meningite viral?

A meningite viral, também chamada de meningite asséptica, é menos grave, mais frequente que a meningite bacteriana e melhora sem tratamento específico. De modo geral, ocorrem mais casos de meningite viral no fim do verão e no começo do outono. A meningite viral é causada pelos enterovírus (poliovírus, echovírus, vírus coxsackie A, vírus coxsackie B), ou outros vírus (vírus do sarampo, da caxumba, varicela-zoster) que podem ser evitados por vacinação (tríplice viral ou tetra viral) e que também podem causar meningite.

Quais são os sinais e sintomas de meningite?

Podem surgir repentinamente: febre, dor de cabeça, rigidez ou dor no pescoço, náuseas e vômitos. Manchas vermelhas ou roxas pequenas ou grandes na pele podem indicar doença mais grave (meningococcemia). Mudanças de comportamento como confusão, sonolência e dificuldade para acordar, também são sintomas importantes. Em recém-nascidos e lactentes os sinais e sintomas de meningite podem ser febre, irritação, cansaço e falta de apetite. Sempre que alguém apresentar ou observar esses sinais e sintomas deve procurar imediatamente assistência médica, para assegurar-se do diagnóstico e iniciar o tra-

Os vírus que causam meningite podem ser transmitidos pelas vias respiratórias (saliva, beijo, tosse ou espirro) ou pelas fezes. As bactérias geralmente são transmitidas de pessoa para pessoa por via respiratória. A maioria das pessoas pode ter imunidade (proteção natural) contra muitos desses vírus e bactérias.

Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC), notificadas no NHE/HB/FUNFARME no período de janeiro a junho de 2015.

Como as meningites são tratadas?

As meningites bacterianas precisam de tratamento imediato com antibióticos específicos e em ambiente hospitalar. As meningites virais podem ou não necessitar de internação, mas essa avaliação deve sempre ser feita por médicos qualificados. O tratamento inclui repouso e cuidados gerais, não necessitando de tratamento com antibióticos.

Como é possível evitar a meningite?

O diagnóstico precoce, com internação para tratamento do doente é fundamental como medida de controle. Nas meningites meningocóccicas, após 24 horas do início do uso de antibiótico o doente deixa de transmitir a bactéria. Para as pessoas que tiveram contato próximo com doentes com meningite causada pelas bactérias Neisseria meningitidis ou Haemophilus influenzae B o médico deverá prescrever para estes comunicantes próximos (contato íntimo e prolongado) a quimioprofilaxia com antibiótico . Esta medida é realizada pelo serviço de saúde local, na residência, na creche e em outras situações específicas, no sentido de interromper a cadeia de transmissão da doença. O hábito de lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou de usar produtos para a limpeza das mãos a base de álcool ou gel de álcool pode ajudar a interromper a disseminação de vírus e bactérias. Evitar compartilhar alimentos, bebidas, pratos, copos e talheres também ajuda na interrupção da transmissão dos vírus e bactérias. Imunização: Existem vacinas que contribuem para evitar algumas meningites virais e bacterianas. Disponíveis na rede pública: vacina tríplice viral (Sarampo, Caxumba, Rubéola SCR), vacina tetraviral, (SCR e varicela), vacina pneumoccócica 10 valente, vacina contra Haemophilus influenzae tipo b(Hib). A vacina conjugada contra o meningococo do sorogurpo C, segundo o calendário de Imunização (PNI/MS) começa com a primeira dose aos 3 e 5 meses e o reforço entre 12 e 15 meses de idade. Fonte: SINAN Net-FIN-FIE-Planilhas de acompanhamento -Dengue,Influenza Adultos e crianças mais velhas com risco auonline/NHE/HB/FUNFARME *Dados provisórios, investigação em andamento. mentado de adoecer(grupos de risco) devem ser Not. (notificados) Conf.(confirmados) ** SRAG internados avaliados por seu médico e, se necessário, podem ser vacinados nos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE). A vacina poTabela 2 - Distribuição de casos de meningites por etiologia e lissacarídica contra o estabelecimentos de notificação, ocorrências em S.J.do R. Preto, meningococo dos sorogrupos A e C está inde janeiro a junho de 2015. dicada para indivíduos com 2 anos de idade ou mais e confere proteção durante cerca de três a cinco anos. Esta vacina também está disponível nos CRIE para grupos de risco. A vacina meningocócica conjugada C e a polissacarídica contra os sorogrupos A e C também podem ser indicadas para controle de surtos/epidemias.

Referências: - Secretaria de Estado da Saúde de SP- CVE. Meningites - outubro 2013. - Ministério da Saúde. Guia de Vigilância em Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. – Brasília; 2014: pag 42 a 54. Disponível em: www.saude.gov.br/bvs Acessado em:10/07/2015

DENGUE - Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837 HTTP://www.hospitaldebase.com.br/nhe - Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. À noite, nos finais de semana e feriados, o telefone do plantão da Vigilância Epidemiológica do município de São José do Rio Preto: 17 - 99784-8863 20 Funfarme Notícias - 1 a 15 de agosto - 2015

Revista Funfarme - agosto 2015  

Revista Funfarme - agosto 2015

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you