__MAIN_TEXT__

Page 1

FUNFARME notícias

Novembro/2018 | Ano XV/nº 200

Funfarme recebe prêmio nacional de Melhores ONGs para se doar 2018 Página 3


Editorial

Prêmio nacional comprova comprometimento da Fundação Neste mês, temos o prazer de informar mais um prêmio recebido que comprova nossa transparência, comprometimento e boa governança na administração de doações recebidas para o complexo Funfarme. O prêmio do “Instituto Doar e Rede Filantropia” de Melhores ONGs para se doar 2018 coroa um ano extremamente positivo ao nosso setor de Captação de Recursos e nos coloca entre as 100 melhores e mais sérias empresas para se doar no Brasil. O Complexo não para. Nas páginas 4 e 5 dessa edição da Revista, você poderá acompanhar o quanto foi movimentado os últimos meses, com leilões, almoços e ações realizadas com a parceria de cidades vizinhas em prol da Fundação. Sabemos que, em 2019, os desafios da Saúde serão ainda maiores. Novas lideranças e representantes no poder e um cenário político que ainda não se estabilizou. Contudo, temos a certeza que seguiremos fortes e unidos. Você, colaborador, é essencial para nosso crescimento. É o nosso diferencial. Em meio a uma das maiores crises pela qual a Saúde atravessa na história do Brasil, nosso complexo mantém-se não só em pleno funcionamento, como vem realizando importantes investimentos em novos setores, instalações e tecnologia, tudo isso em benefício da população. Somos um modelo de SUS que funciona no Brasil! A diretoria do complexo deseja a todos seus colaboradores um Feliz Natal e um Ano Novo de muita harmonia, esperança, amor e prosperidade.

Diretoria da Funfarme

Funfarme

Visão Ser reconhecido como complexo hospitalar de assistência, ensino e pesquisa de excelência até 2021.

Missão

Valores

Transformar a saúde regional por meio da integração de assistência, ensino e pesquisa.

Humanismo, Responsabilidade Social e Ambiental, Meritocracia, Inovação, Integridade Absoluta, Qualidade e Segurança, Respeito.

Expediente Gestão 2017/2021

Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XV / Nº 200 - Novembro - 2018 • Presidente dos Conselhos da Funfarme: Dr. Dulcimar Donizeti de Souza • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Luiz Sérgio Ronchi • Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Vice-Diretor Administrativo do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Diretor Clínico do HB: Dr. Alceu Gomes Chueire • Vice-Diretor Clínico do HB: Dr. Valdeci Hélio Floriano

2

Funfarme Notícias - Novembro - 2018

• Diretora Técnica do HB: Dra. Maria Regina Pereira de Godoy • Diretor do Hemocentro Dr. Octávio Ricci Junior • Diretora Técnica do Hemocentro: Dra. Andreia Aparecida G. Guimarães • Diretor do Ambulatório: Dr. Eumildo Campos Júnior • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretor Técnico do Instituto do Câncer: Dr. Carlos Eduardo Miguel • Diretora Administrativa do HCM: Dra. Leila Neves Bastos Borim • Vice-Diretora Administrativa do HCM: Dra. Maria Lúcia Luiz Barcelos Veloso • Diretor Clínico do HCM:

Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM: Dr. Wagner Vicensoto • Diretora Técnica do HCM: Dra. Fernanda Del Campo Braojos Braga • Vice-Diretor Técnico do HCM: Dr. Gustavo Henrique de Oliveira Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalistas: Fernanda Martinazzi e Carlos Cristal - Estagiários: Alexandre Souza e Thais Bazetti Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica Fotogravura Rio Preto Tiragem: 2000 exemplares


Excelência em saúde

Colaboradores do Setor de Captação de Recursos e lideranças da Fundação que participam da organização dos eventos na região

Funfarme entre as melhores ONGs para se doar no Brasil Comprovando a eficiência, qualidade de gestão, transparência e boa governança da Funfarme em prol da sociedade, no dia 1º de novembro, a diretora administrativa do Hospital de Base, Dra. Amália Tieco, e o superintendente financeiro, Robson de Pádua, receberam, na capital paulista, prêmio do Instituto Doar e Rede Filantropia de “Melhores ONGs para se doar 2018”. O prêmio é o maior entre as empresa do país e, nesta 2ª edição, contou com mais de 1.700 inscrições, sendo a Funfarme a única instituição da região a ficar entre os 100 cases de sucesso do Brasil, logo em seu primeiro ano de participação da premiação. Para tal, foram avaliados os processos administrativos, contábeis, financeiros e de comunicação, que se destacam pelo trabalho em prol da sociedade com boas práticas de gestão e transparência, coordenadas pelo setor de Captação de Recursos da instituição e uma diretoria comprometida com o bem-estar da população. “Trata-se de uma certificação que reforça o nosso compromisso com a transparência e seriedade na aplicação de todo recurso recebido por nossa instituição. E, mais do que isso, reforça a certeza de que doadores e voluntários do Hospital de Base de São José do Rio Preto apoiam uma das mais sólidas e confiáveis instituições brasileiras”, afirmou a diretora Amália Tieco.

2018

Dra. Amália Tieco e Robson de Pádua

Funfarme Notícias - Novembro - 2018

3


Funfarme e a comunidade

Jantar Solidário - Cedral promoveu a 3ª Festa dos Amigos em prol do HB, no dia 9 de novembro. O evento atraiu 412 convidados e foram arrecadados pouco mais de 18 mil reais, que serão destinados para a construção do Centro de Oncologia da instituição.

Confira como foram os eventos da Captação de Recursos realizados em novembro! A Funfarme agradece o apoio dos colaboradores e voluntários envolvidos nesta parceria, que estreita nossos laços, e proporcionam cada vez mais resultados em benefício à população.

Cavalgada Solidária - Os “Amigos da Fronteira” organizaram pela primeira vez uma cavalgada solidária em prol do HB, no último dia 11 de novembro. Além de terem arrecadado centenas de alimentos não perecíveis, doados à instituição, os voluntários da cidade contribuíram com mais de 6 mil reais ao complexo Funfarme.

Leilão Solidário - Voluntários de Ibirá promoveram mais uma edição do Leilão Solidário em prol do HB no dia 2 de dezembro. Foram leiloados mais de 40 animais, entre bezerros, leitoas e carneiros, além de móveis doados por fábricas da cidade. Após o evento, foi servido um almoço maravilhoso, preparado pelos colaboradores. 4

Funfarme Notícias - Novembro - 2018


Funfarme e a comunidade

ENTREGAS

16 de novembro

Próximos eventos  Dia 08 de dezembro

Voluntários de Três Fronteiras trouxeram cheque simbólico de mais de 6 mil reais

22 de novembro

Leilão de Rubinéia e região Horário: 16h Local: Recinto de Exposições João de Oliveira Lopes Mais informações: Cláudio – (17) 99794-4574

Dia 08 de dezembro Desafio Do Bem de Mendonça Horário: 20h Local: Recinto de Exposições Rui Baruffi Mais informações: Bruno – (17) 99160-2889

 Dia 09 de dezembro 2º Leilão de Nova Itapirema Horário: 11h Local: Praça da Matriz Mais informações: Marcelo – (17) 99623-8888

 Dia 15 de dezembro

Voluntários de Uchoa arrecadaram mais de 42 mil reais no evento organizado em agosto

23 de novembro

Noite Solidária com Show de Prêmios de Ubarana Horário: 19h Local: Estádio Municipal Jesualdo Aparecido de Souza Mais informações: Gomides – (17) 99789-8545

 Dia 16 de dezembro 1º Leilão de Bady Bassitt Horário: 9h Local: Recinto de Exposições Mais informações: Erminia – (17) 99180-0909

Voluntários do Jantar Solidário de Cedral

28 de novembro

Leilão Solidário - Também no dia 2 de dezembro, a Associação Voluntários do Bem e o Lions Clube de Palmeira D’Oeste promoveram o 1º Leilão Solidário em prol do HB. Além dos diversos animais que foram doados para serem arrematados, empresários do comércio local fizeram doações de brindes que foram sorteados no evento. Tudo isso com serviço de bar com bebidas, espetinhos e pastéis.

HB recebe arrecadação de R$4.668 de representante da Gelateria Madalê Funfarme Notícias - Novembro - 2018

5


Novembro Azul

Novembro Comunidade Funfarme

AZUL

"Funfarme faz alerta sobre o câncer de próstata

A Funfarme busca cuidar de maneira integral de todos os seus colaboradores. Assim, como aconteceu em outubro, com as mulheres, no mês de novembro, a instituição ofereceu a todos os colaboradores, com mais de 40 anos, exames de sangue de PSA (conhecido como Antígeno Prostático Específico). O exame serve para diagnosticar alterações na próstata como prostatite, hipertrofia benigna ou câncer de próstata.

Para celebrar a campanha do Novembro Azul, a Funfarme promoveu duas ações, uma com a comunidade da Fundação e outra com a externa. Ambas as atividades tiveram a intenção de alertar para a prevenção e o combate ao câncer de próstata.

Faço exames de prevenção há anos, inclusive este oferecido pela Fundação. O PSA é rápido e indolor

A partir da esquerda, Rogério, do Almoxarifado, Valter, da Mecânica de Manutenção, e Aparecido Molina, da Marcenaria, que participaram da campanha e reforçam que a saúde vem em primeiro lugar

Aparecido Molina, Marcenaria

Comunidade externa No dia 14 de novembro, o urologista oncológico da Funfarme Dr. Orlando Mesquita ministrou palestra à população de Cosmorama. A cidade ofereceu a sala da Câmara Municipal para receber os munícipes. Além da aula sobre a importância da prevenção para descobrir precocemente um possível câncer de próstata, a Funfarme colheu dos participantes sangue para exames de PSA.

Foi a primeira vez que participei. Decidi fazer o exame pois sei que estar atualizado quanto a sua saúde é importante. José Rogério Rodrigues, auxiliar de Almoxarifado

“Demorou 15 minutos para colher o sangue. É a maior bobagem esse preconceito todo em torno da campanha. Não participar é simplesmente pior para você mesmo. Valter Antônio Maria, Mecânica de Manuntenção Equipe da Fundação, em Cosmorama 6

Funfarme Notícias - Novembro - 2018


Excelência em saúde

O vice-governador, de paletó azul, é natural de Tanabi e fez questão de ressaltar, na visita, a importância do complexo Funfarme para o Estado

Vice-governador eleito pelo Estado de São Paulo e próximo secretário da educação visitam a Funfarme/HB A Funfarme recebeu, no dia 23 de novembro, a visita do vice-governador eleito pelo Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, e o próximo secretário estadual da educação, Rossieli Soares da Silva. O político foi ministro da educação no Brasil na gestão de Michel Temer, e, a partir do dia 1º de janeiro, assume a Secretaria da Educação no mandato do governador João Dória.

Diretores e lideranças da Fundação estiveram com os políticos para debater a conjectura atual da Saúde da região e traçar suas primeiras ideias para os próximos anos. Estiveram presentes também no encontro os deputados federais da região, Geninho Zuliani, do DEM, e Luiz Carlos Motta, do PR, além do viceprefeito de Rio Preto, Dr. Eleuses Paiva. “Estamos discutindo sobre algumas

medidas para os próximos quatro anos de mandato desta nova gestão estadual. É muito importante para os mais de 2 milhões de habitante, para qual somos referência, que tenhamos respaldo e suporte do governo do Estado. Somente assim, teremos condições de continuar a prestar os serviços de qualidade de sempre”, enfatizou Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme.

Dermatologista da Fundação recebe título internacional em Congresso Ibero-latinoamericano Dr. João Roberto Antônio, chefe do Serviço de Dermatologia da Funfarme e Professor Emérito da Famerp, foi condecorado com o título de “Maestro de la Dermatologia”, durante a abertura da edição de 2018 do Congresso do Colégio Ibero-latinoamericano (CILAD) da especialidade, que aconteceu entre os dias 14 e 17 de novembro. Só recebem esta homenagem aqueles que tem decisão unânime dos 49 representantes dos países que compõem o CILAD. Participaram do Congresso mais de 4 mil dermatologistas de 50 diferentes nacionalidades. Além disso, o Chefe do Serviço também teve seu livro “Os primeiros 30 anos de uma construção permanente” que conta início da história da dermatologia na Sociedade Brasileira de Cirurgia da especialidade (SBCD). O professor ganhou uma homenagem da SBCD pela contribuição à sua área da medicina. Em seu discurso no CILAD, Dr. João Roberto agradeceu e dedicou a honraria aos amigos e familiares Funfarme Notícias - Novembro - 2018

7


Marco histórico

Equipe do transplante cardíaco do HB atinge a marca de 100 transplantes realizados

A equipe médica da cirurgia cardiovascular e os anestesistas da especialidade também comemoraram o momento com o paciente Ulisses Gonçalves

O 100º transplantado de coração da Funfarme, Ulisses Fatinei Gonçalves, recebeu alta no dia 30 de outubro, depois de 105 dias internado na instituição. A cirurgia entra para história da Fundação e ganha destaque por sua peculiaridade. No dia 11 de outubro, o paciente tinha motivos para comemorar em dobro, já que foi seu 64º aniversário e, também, o dia em que ganhou seu novo coração. Internado desde 12 de julho, recebendo remédio diariamente, devido à uma grave insuficiência cardíaca originada por doença de Chagas, Gonçalves conta que persistência sempre foi sua principal característica. “Eu estava louco para ir 8

Funfarme Notícias - Novembro - 2018

embora da UTI. Perguntei para o médico o que eu tinha, qual o tratamento e, foi aí, que descobri que eu só poderia ir embora depois de um transplante. Comecei a pedir a Deus que o órgão novo chegasse logo. Eu não ia desistir. Foi quando, no meu aniversário, recebi a notícia que seria transplantado. Foi um renascimento”, brincou o paciente. Para a instituição, foi um momento histórico. “Chegamos à marca de 100 transplantes. Cada cirurgia representa a possibilidade de um novo recomeço para o paciente. Este é o 7º transplante cardíaco de 2018, ou seja, já temos dois a mais que o ano passado, no qual fizemos 5 cirurgias deste tipo. A intenção é trabalharmos cada vez mais e, num futuro, conseguirmos fazer até dois transplantes por mês, somando 24 operações em um ano”, enfatiza Dr. Marcelo Soares, um dos médicos que realizou a cirurgia em Gonçalves.

Estamos sempre buscando evoluir como entidade de saúde. A fila de espera por um transplante de coração não para de crescer. Desta maneira, a instituição procura melhorar sua infraestrutura cada vez mais, para atender a estas pessoas. Dra. Amália Tieco, diretora administrativa do HB


Hemocentro

Uma semana inteira de homenagem dedicada a quem salva vidas, os doadores de sangue Dia 25 de novembro foi celebrado o Dia Nacional do Doador de Sangue e, como incentivo aos doadores do Hemocentro e àqueles que querem ser doador, a instituição preparou uma semana inteira com atrações e comidas especiais, como cachorro-quente, bolos, picolé e refrigerante. O objetivo da comemoração, além de celebrar o Dia, foi aumentar o número de doadores. As ações aconteceram nos dias 21, 22, 23 e 24 de novembro. No primeiro dia de comemorações no Hemocentro, a dupla sertaneja Carlos e Neto se apresentou e os doadores participaram cantando junto com os artistas. “Toda forma de ajuda para doação de sangue é bem-vinda”, afirmou caridosamente o cantor Carlos Cristal. Na quinta-feira dia (22), o grupo de voluntários Sementes da Alegria fez intervenções no local e, além disso, João Pedro e Alessandro animou os doadores. Na sexta-feira, dia 23, mais de 50 agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) em um gesto de solidariedade à população doaram sangue e realizaram o cadastro no banco de medula óssea. E para alegrar os doadores na recepção, o cantor Samuel Nunes, que também é da corporação da Guarda, se apresentou no Hemocentro. No último dia do evento (24), o cantor Rafael Elan encerrou as apresentações em grande estilo.

Toda a equipe do Hemocentro se mobilizou para que a Semana Nacional do Doador fosse um sucesso

A sala de coleta ganhou decoração especial com balões em forma de corações

O Hemocentro sempre precisa de doações e este tipo de iniciativa ajuda muito a instituição e saber que estamos salvando até três vidas com uma bolsa de sangue é gratificante. Clayton Gomes, Guarda Municipal

Funfarme Notícias - Novembro - 2018

9


Excelência em saúde

Fufarme realiza treinamento para mais de 200 voluntários Uma manhã para pensar no próximo e começar a fazer o bem. Foi esse o espírito solidário que predominou no treinamento para os novos voluntários da Funfarme, que aconteceu no dia 29 de outubro, no anfiteatro da Famerp e reuniu mais de 200 voluntários. Entre os temas apresentados estavam: como manipular os alimentos, higiene adequada e o uso de adereços em seu preparo, além de cuidados com brincos, anéis e com os cabelos dentro de uma instituição hospitalar. Foi citado também a importância da comunicação e como ela deve ser feita afim de evitar desinformação aos pacientes.

Funfarme promove workshop sobre Quimioembolização A Funfarme promoveu um workshop para profissionais da saúde, durante o mês de outubro, sobre procedimento com partículas injetadas dentro de tumores que desobstruem a circulação, conhecido como Quimioembulização, usado, por exemplo, no tratamento de pacientes com câncer de fígado. A Funfarme convidou como palestrante do evento o médico Dr. Osvaldo Ignácio Pereira, referência em gastroentero10 Funfarme Notícias - Novembro - 2018

logia, do Hospital das Clínicas (HC) em São Paulo. “Por meio de encontros como este podemos trocar experiências sobre minúcias dos procedimentos que realizamos em nosso dia a dia e, com isso, melhorar nosso atendimento aos pacientes”, salientou Dr. Osvaldo. Para o Dr. Daniel Miquelin, cirurgião vascular do HB, este procedimento vai beneficiar ainda mais no tratamento de pessoas com câncer de fígado. “O benefício para o paciente é muito superior ao convencional, já utilizado na instituição, porque estas microesferas injetadas dentro do tumor fazem com que o paciente responda melhor ao tratamento”, completou Dr. Miquelin.


Capacitação profissional

HB e HCM debatem Sepse em simpósios Em novembro, a Funfarme promoveu dois grandes Simpósios, um no HB outro no HCM, sobre Sepse. O intuito dos eventos foi atualizar os conhecimentos dos profissionais dos hospitais para realizarem um rápido atendimento e oferecerem diagnóstico ainda mais preciso a todos os pacientes.

O evento foi aberto a todos os colaboradores

HCM - Visando debater e trocar experiências sobre as melhores práticas no diagnóstico e combate à sepse, a equipe multiprofissional do HCM promoveu, no dia 7 de novembro, o seu I Simpósio sobre o tema. Dra. Nathalia Rodriguez Castro, médica pediatra, falou sobre os principais tópicos do protocolo em tratamento de crianças. Na sequência, a enfermeira Lucélia abordou a importância da enfermagem na Sepse, definida como uma doença infecciosa. Por fim, a Dra. Gabriela Masete falou sobre o assunto nas UTIs neonatal. HB - No dia 12 de novembro, o III Simpósio do HB contou com mais de 200 profissionais. “O HB implantou uma série de ações que tem diminuido substancialmente o número de casos no ambiente hospitalar”, afirmou Samantha Vaccari, gerente de enfermagem. Dra. Suzana Lobo, primeira palestrante do evento, falou sobre o panorama da doença no Brasil e no mundo. Outros que também ministraram aulas foram Dra. Luciana Jorge, que apresentou caso clínico de Sepse, Dr. Bruno Cardoso, falando sobre ‘Abordagem da Sepse: O que estamos fazendo’ e, por fim, a enfermeira Cristina Murad palestrando sobre o papel da enfermagem na Sepse.

O que é Sepse A Sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzido por uma infecção, conhecida antigamente também como septicemia ou infecção no sangue. Atualmente é chamada de infecção generalizada.

Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Fundação, abriu o evento, que aconteceu no mezanino do HB e foi transmitido ao vivo para o anfiteatro na radioterapia; ambos ficaram lotados

A Funfarme trabalha com o protocolo de Sepse desde 2011, quando aderiu a campanha nacional de combate à doença, a convite do Ministério da Saúde e, além disso, contribuiu para o banco de dados do Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS) com mais de 1.000 pacientes gerenciados até o momento.Além de capacitarmos nossos profissionais para agilizar o reconhecimento precoce e o tratamento rápido. Samantha Vaccari, gerente de enfermagem do HB

Funfarme Notícias - Novembro - 2018 11


HCM

Para mostrar que existe esperança aos prematuros, o Encontro reuniu mães de crianças que nasceram antes do tempo e estão bem e mães de crianças ainda internadas na UTI Neonatal do HCM

HCM comemora Novembro Roxo com 2º Encontro de Prematuros O HCM comemorou o Novembro Roxo, campanha que alerta sobre a prematuridade, no dia 27, com o 2º Encontro de Prematuros da instituição. Com programação variada, entre palestras médicas, com pedagogo e com apresentação de anima-

dores infantis, o intuito do evento foi dar esperança às mães de bebês que nasceram antes do previsto. Além do tratamento médico, a atenção multidisciplinar, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, enfermeiros e terapeutas ocupa-

cionais, garante que a média da taxa de sobrevida dos prematuros extremos (aqueles nascidos entre a 24ª e 25ª semana quando o ideal é que o parto ocorra a partir da 37ª semana de gestação) nascidos na instituição seja a mesma da nacional, de 67%.

Líderes e profissionais da GO lotaram o anfiteatro em busca de conhecimento

Coach Paulo apresentou aos participantes o benefício do abraço como forma de acolhimento

HCM realiza 1º Fórum de acolhimento com classificação de risco

1º Simpósio de Curativo e Terapia Intravenosa do HCM aborda diversos aspectos da saúde

Visando as melhores práticas na assistência aos pacientes, o HCM promoveu, no dia 9 de novembro, o 1º Fórum de acolhimento com classificação de risco e apresentação do projeto Parto Adequado. Este projeto preza pela valorização da mulher como protagonista do parto, melhorando a experiência do nascimento. O HCM é a única maternidade a apresentar e implantar o protocolo de classificação no interior de São Paulo para profissionais dos 102 municípios da região, aos quais o Hospital atende, e para equipe multiprofissional do HCM.

Uma manhã de abraços. Esta atividade acolhedora fez parte da primeira palestra que o HCM ofereceu, no dia 8 de novembro, durante o 1º Simpósio de Curativo e Terapia Intravenosa. O tema da palestra foi “Saúde e Inteligência Emocional”, com o Coach Paulo Henrique Lucas. Sempre com uma ampla visão da Saúde, o Simpósio trouxe assuntos diversos, além de técnicas de curativo e terapia intravenosa.

12 Funfarme Notícias - Novembro - 2018


HCM referência nacional

HCM faz história com transplante em criança de apenas 11 meses

Equipe responsável pelo transplante de coração no paciente mais jovem da instituição

O HCM fez história quando, no último dia 16 de novembro, realizou um transplante de coração em um bebê de apenas 11 meses, sendo o transplante de coração em paciente com a menor idade na história da instituição. A cirurgia foi um sucesso e, até o dia 1º de dezembro, o estado de saúde da criança era estável e ela respondia muito bem ao tratamento e fez 1 aninho, internado

na instituição. O bebê sofria de miocardiopatia dilatada, que fazia com que seu coração crescesse demais. Dr. Ulisses Croti, chefe do Serviço de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica do hospital e responsável pelo procedimento, explicou que para o sucesso do transplante era necessário que todo o processo ocorresse no prazo de no máximo quatro horas, desde a retirada do

órgão até a cirurgia. O transplante precisou de logística com avião e helicóptero, já que o órgão veio de Betim, Minas Gerais. O fato foi destaque nos principais jornais e portais do Brasil porque o bebê recebeu órgão do filho do goleiro Elisson, ex-Cruzeiro, que morreu num acidente doméstico. Apesar do momento de dor dos familiares, eles autorizaram a doação num gesto de muito amor ao próximo.

Internada há 400 dias no HCM, paciente ganha festa para comemorar seu 11º aniversário Diagnosticada com a doença rara chamada Síndrome de Costello desde seus quatro anos de idade, Isadora Lopes está internada há 400 dias no HCM e em toda sua vida, por conta das internações, nunca teve uma festa de

aniversário. A equipe multiprofissional que cuida da garotinha resolveu então realizar uma surpresa e, no dia 12 de novembro, ajudou Isa a comemorar seu 11º aniversário. Até seus familiares compareceram à festinha, que teve di-

reito a bolo, bexigas e até sacolinha surpresa. “A gente se tornou uma família. Ela é muito bem cuidada aqui”, afirma a mãe, Elza Lopes Leite, grata e feliz por realizar pela primeira vez uma festa para a filha.

Funfarme Notícias - Novembro - 2018 13


Humanização

Serviço de Cuidados Paliativos é normatizado pelo MS O Ministério da Saúde (MS) lançou no Diário da Oficial, no dia 23 de novembro, a resolução nº 41 que normatiza a oferta de cuidados paliativos como parte dos cuidados continuados integrados no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Apesar da medida sair agora, em 2018, o Serviço já existe oficialmente para pacientes do SUS no Hospital de Base (HB) desde 2012. A equipe do Serviço no HB comemorou a resolução, já que trará ainda mais respaldo ao setor. “Começamos com um projeto piloto em 2011, apenas comigo e um computador. Tivemos muito apoio da diretoria e estudamos muito para que hoje, em 2018, chegue uma medida que consolide ainda mais este trabalho que desenvolvemos há tanto tempo”, explica Dra. Anielli Pinheiro Nakazone, coordenadora do Serviço e médica que ajudou a idealizar os Cuidados Paliativos no hospital. A trajetória do setor, certamente é referência na área. Confira.

Trajetória Contava com 6 leitos es2011 •pecífi cos para Cuidados

Projeto Piloto

Paliativos, mas não havia um espaço para o Serviço, funcionando na extinta Uint (Unidade Intermediá-

ria), no 5º andar. • Dra. Anielli prepara-se, fazendo cursos em Cuidados Paliativos, para coordenar o Serviço, que conta apenas com a médica na equipe. • Abertura de um espaço específico e exclusivo, no 3º andar, com 11 leitos dedicados a pacientes plenos Inauguração (aqueles que não passarão mais por intervenções invasivas desproporcionais). • O setor contrata uma enfermeira, uma fonoaudióloga e 15 auxiliares de enfermagem. Além disso, contam com assistência dos aprimorandos, aperfeiçoando e residentes multiprofissionais. • Inclusão no ensino: aulas para estudantes de medicina e enfermagem da Famerp sobre os Cuidados Paliativos.

2012

Contratação de mais uma 2013 •médica, enfermeiro assistencial, uma fisioterapeuta e Mais contratações um assistente social.

• Serviço promove o I Simpósio de Cuidados Paliativos

Atendimento ambulatorial 2012 – 30 pacientes/mês

• A unidade contrata outra médica.

2014 Equipe médica reforçada

de Psicólo2015 go• Contratação e outro fisioterapeuta.

Equipe

• Os 15 auxiliares contratados em 2012 tornamreforçada -se técnicos em enfermagem.

multidisciplinar

• Início da promoção de educação continuada com equipes das UTIs e Emergên- Projeto de cia para indicação de Busca Ativa pacientes para cuidados paliativos pleno. • Contratação de mais uma médica.

2017

2017 – 50 a 60 pacientes /mês

Média de internação na enfermaria 2-7 dias

• Projeto de Busca Ativa torna-se modelo de atendimento

em Cuidados Paliativos, no qual são feitas consultas com as 2018 equipes do médico responsável pelo paciente e do cuida-

Consolidações 8-14 dias

14 Funfarme Notícias - Novembro - 2018

dos paliativos. • Equipe realiza o I Outubro Itinerante (veja mais na p. 16) • Dos 11 leitos disponibilizados no setor, 5 são preparados para receber pacientes em ventilação mecânica, vindos das UTIs.


Humanização

Crescimento Internações na enfermaria

2012

2013

143

301

pacientes

pacientes

2014

2015

350 pacientes

2016

320

2017

434

pacientes

463

pacientes

pacientes

2012

Principais procedências dos pacientes

28% Clínica Médica

Oncologia

2017

9%

32%

Projetos para 2019 Algumas iniciativas estão sendo preparadas para o ano que vem, com o intuito de oferecer um serviço ainda mais interdisciplinar e humanizado. Os leitos exclusivos para os Cuidados passarão de 11 para 20. Destes, 10 serão preparados para pacientes em ventilação mecânica, provenientes da UTI. Por isso, novas medidas serão aplicadas.

1

Neurocirurgia e cirurgia

10%

13% Clínica Médica

Oncologia

8%

Crônicos

Readequação de RH para atender à demanda.

Consolidar projeto de atendimento domiciliar, iniciado em 2017, em casos específicos determinados pela equipe.

3

Implementação de uma equipe mínima na Emergência.

Participação nas visitas de outras especialidades.

5

2 4

Promover maior integração entre o Serviço e a Liga de Cuidados Paliativos.

Funfarme Notícias - Novembro - 2018 15


Humanização

Cuidados Paliativos cada vez mais difundido

Emergência SUS

O setor de Cuidados Paliativos sempre realiza, em outubro, seu Simpósio, que traz atualizações relativas às assistências oferecidas pelo Serviço. Este ano, no entanto, a equipe do setor inovou e foi além; eles abordaram os médicos e profissionais multidisciplinares em suas reuniões de departamento. Outra ação, realizada durante o que chamaram de Outubro Itinerante, foi conversar com pacientes e acompanhantes. A intenção foi difundir na comunidade Funfarme os trabalhos desenvolvidos por estes profissionais, bem como, a de conscientizar que todos podem iniciar a prática de cuidados paliativos em seus setores. Criado em 2012 no Hospital de Base, o setor de Cuidados Paliativos visa humanizar ainda mais o atendimento a pacientes sem perspectiva de cura, tratando não apenas a dor, mas também os aspectos físicos, sociais e espirituais. Ao todo, foram abordados cerca de 150 colaboradores da Fundação e comunidade externa.

Diretoria

Semi-intensiva (5º) 16 Funfarme Notícias - Novembro - 2018

UTI Geral SUS (7º)

ICA

UTI Geral sus (5º)


Cultura

Livros: sua melhor companhia

Aparecida Cândida Queiroz Barbosa, 55 anos, é recepcionista do Centro Cirúrgico e colaboradora do hospital há 9 anos. Seu interesse pela leitura começou cedo, desde a época da escola, ela sempre gostou de ler muito. Quando começou a trabalhar no Hospital de Base, a biblioteca ainda não existia, e como sua jornada era no turno da noite, Cida conta que ficava muito sozinha e a leitura se tornou sua companhia.

Agradecimentos

Sua maior felicidade foi quando a biblioteca da instituição inaugurou, pois além de facilitar, aumentou seu contato com os livros. Ela diz ler sobre qualquer tema. “A leitura abre sua mente e te leva a vários universos. Ela te faz viajar para outros mundos”, afirma a recepcionista. Mas admite: sua preferência é por romances. No momento ela está lendo o livro: “Peça-me o que quiser”, da autora Megan Maxwell.

O livro é uma trilogia espanhola que narra a história do casal Judith e Eric Zimmerman, par romântico que nasceu de um enlace puramente físico, mas que logo mergulhou em uma relação de posse emocional. Tudo o que ele queria era apresentar o seu mundo a senhorita Flores – sua funcionária, enquanto ela apenas esperava passar imune ao olhar gélido e ao mesmo tempo apaixonante do senhor Zimmerman, também conhecido como o homem de gelo.

Reconhecimento à qualidade do profissional da Funfarme

Agradeço a todos os profissionais do setor de Proctologia do Ambulatório, por todo cuidado que tiveram ao me atender. Paciente Aparecida Tavares dos Santos de Mello

Queremos agradecer toda equipe de profissionais da UTI Cardiopediatra e do 6º andar que cuidaram da nossa filha durante o tempo em que ela esteve internada. A excelência no atendimento e o amor dado por cada profissional destes setores, não nos deixa dúvidas de que o HCM é um hospital cheio de anjos. Somos muito gratos.

Quero parabenizar a todos os profissionais do setor de Radiologia pelo bom atendimento. Todos são muito dedicados no que fazem.

Agnaldo Ramalho dos Santos e Célia da Costa Ericeira (pais da Helena Ericeira Ramalho)

Maria A. P. Batista (filha da paciente Izaura Cuércia Padovesi)

Venho ressaltar o brilhante trabalho e todo atendimento prestado a minha mãe. Durante o tempo em que ela ficou internada no HB, deu para perceber que além da excelente estrutura equipada com aparelhos ultramodernas, os profissionais são muito atenciosos e dedicados. Exercem seu trabalho com muito conhecimento, amor e humildade, tratando uns aos outros sem distinção.

Obrigada aos profissionais da Enfermagem que me atenderam com muito carinho, me ajudaram e cuidaram tão bem de mim. Paciente Maria Laura de Paula Silva

Paciente Maria Rodrigues Candeo Funfarme Notícias - Novembro - 2018 17


RHC

Novembro Azul é o mês escolhido para a conscientização do 2º maior câncer entre os homens Depois do Outubro Rosa abordar o tema câncer de mama, o Novembro Azul chega para conscientizar os homens contra o câncer de próstata, que é o 2º de maior incidência entre eles, ficando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. De acordo com estatísticas americanas, um em cada seis homens desenvolverá câncer de próstata no decorrer da vida. E quando se fala desse tipo de câncer, devemos levar em consideração a prevenção. Por não provocar sintomas no seu estágio inicial, fica mais difícil o seu diagnóstico. O diagnóstico é dado no momento em que é realizado o exame de sangue conhecido como antígeno prostático específico (PSA) ou durante o exame de toque retal, sendo possível identificar a consistência da próstata, o tamanho e se existem lesões palpáveis através do reto na glândula. Se certos sintomas ou os resultados dos exames de detecção precoce sugerirem a presença do câncer, o médico solicitará uma biópsia para um diagnóstico final. Uma vez confirmada a existência de câncer de próstata é fundamental identificar a fase em que ele se encontra para orientar o tratamento, sendo que:

Estágio A - Tumor que não é visível nem palpável ao toque

Estágio B

- Tumor dentro da próstata que é palpável ao toque e visível em exames de imagem

Fatores de risco

Homens acima dos 50 anos devem ir ao urologista anualmente

Estágio C

- Tumor que atingiu as vesículas seminais, que se encontram próximo da próstata

Estágio D

- Tumor que já atingiu outros órgãos e já existem metástases, podendo afetar a uretra, o reto, a bexiga, por exemplo

Estágio B

Estágio A Estágio C

Câncer

O tratamento pode ser feito por meio da radioterapia ou quimioterapia, cirurgia com a remoção da próstata, dependendo do estágio da doença, quando descoberta ainda na fase inicial, as chances de cura são maiores. De acordo com os dados fornecidos pelo Registro Hospitalar de Câncer, RHC, no período de 2012 a 2016, o Hospital de Base atendeu um total 1.244 pacientes com câncer de próstata provenientes tanto de Rio Preto quanto de 113 cidades da região e, também, de seis diferentes estados.

A partir dos 40 anos de idade a próstata começa a ter um aumento natural, lento e progressivo, comum no processo de envelhecimento. No entanto, 20% dos homens fazem o diagnóstico com a doença já em estágio avançado, quando não é mais possível se ter cura. Com o diagnóstico precoce, as chances de cura são de 90%. Drº José Carlos Mesquita, Médico Urologista

18 Funfarme Notícias - Novembro - 2018


Espaço ASFF

Escola de Futebol da ASFF Novas turmas em janeiro Na fase da infância, é essencial praticar exercícios físicos. Os esportes podem ajudar na melhoria da coordenação, evitar lesões e ainda colaborar no aspecto social, já que por meio dele ocorre uma interação com outras crianças. É neste momento que elas desenvolvem relações interpessoais e aprendem a conviver em grupo. Aproveite as férias do mês de janeiro e faça sua inscrição para a nova turma da escola de futebol, que são acompanhadas por profissional habilitado. Confira alguns momentos do amistoso realizado na escola JK Esportes.

Horário de Verão faz clube estender funcionamento aos finais de semana

Confira o convênio da ASFF:

Aproveite e curta o Clube da ASFF durante o horário de verão, que estendeu seu funcionamento até às 19 horas, nas sextas-feiras e aos sábados. Associados que ainda não fizeram a carteirinha do clube podem levar uma foto 3x4 no escritório da ASFF para a emissão. Quem já solicitou, é só passar no escritório para retirar. Esperamos por vocês!

Associadas contempladas com o Kit ASFF No mês de outubro tivemos duas contempladas com o nosso Kit Bebê.

Não deixe de acompanhar nossas redes sociais! facebook.com/ asff.funfarmeefamerp (17) 99631-3380 Lucia Helena dos Santos

Maiara Thais da Silva

@asffoficial

Funfarme Notícias - Novembro - 2018 19


NHE

SARAMPO pode levar a morte! A vacina é a única maneira de prevenir a doença Doenças e Agravos de Notificação Compulsória, notificadas na FUNFARME, no período de janeiro a outubro de 2018.

O SARAMPO é uma doença viral, altamente transmissível, extremamente contagiosa e potencialmente grave. A transmissão ocorre de forma direta, de quatro a seis dias e até quatro dias após o aparecimento do exantema, por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Os sintomas caracterizam-se por febre alta, acima de 38,5°C, tosse persistente, manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, e em seguida, se espalham pelo corpo, coriza, conjuntivite e manchas brancas que aparecem na mucosa bucal (sinal de Koplik). A doença pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e pode complicar com infecções secundárias como pneumonia, podendo levar à morte. As complicações atingem mais gravemente os desnutridos, os recém-nascidos, as gestantes e as pessoas portadoras de imunodeficiências. Não existe tratamento específico para o sarampo e A VACINAÇÃO É A ÚNICA FORMA DE PREVENÇÃO! Pessoas de 12 meses a 29 anos de-

vem ter duas doses de vacina contra o sarampo (tríplice viral ou tetra viral). Recomenda-se que os adultos nascidos depois de 1960, sem comprovação de nenhuma dose, recebam pelo menos uma dose da vacina Tríplice Viral. SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA No Brasil, além dos surtos de sarampo nos estados do Amazonas e Roraima, oito Unidades Federadas também confirmaram casos de sarampo: 43 casos no Rio Grande do Sul, 23 no Pará, 19 no Rio de Janeiro, 04 casos em Pernambuco e Sergipe, 03 casos em São Paulo, 02 em Rondônia e 01 caso no Distrito Federal, totalizando 2.425 casos confirmados e 12 óbitos em três unidades federadas. Em residentes do município de São José do Rio Preto foram notificados 53 casos suspeitos, 33 descartados, sendo 05 destes identificado em PCR o vírus Herpes-6 e 20 aguardam resultados. A distribuição segundo faixa etária e sexo segue na figura 01. Na FUNFARME foram notificados 03 casos suspeitos, sendo 02 descartados e 01 em investigação.

Figura 01. Distribuiçãodos casos suspeitos de sarampo, residentes do município de São José do Rio Preto, no ano de 2018

Fonte: SINAN-VE--SMS_SJRP

Masculino

Feminino

Referência: R Ref ferê ência: i Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância em Saúde/Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde– Brasília: Ministério da Saúde, 2017. Brasil. Ministério da Saúde. Informe n° 30 – 05 de novembro de 2018 – Situação do Sarampo no Brasil - 2018

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/FUNFARME - *Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até dia 12/11/18 - **SRAG(Síndrome Respiratória Aguda Grave) - Not. (notificados) Conf.(confirmados) - Dengue e influenza até 12/11/18

Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837. Segunda a sexta-feira, das 08h00 às 17h00. À noite, nos finais de semana e feriados, no NHE ou no telefone do plantão do Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado de SP (17) 3227-8814. 20 Funfarme Notícias - Novembro - 2018

Profile for Funfarme - Hospital de Base

Revista HB - Novembro 2018  

Revista HB - Novembro 2018  

Profile for funfarme
Advertisement