Page 1

FUNFARME n

o

t

Ano XV / Nº 194 - Maio - 2018

í

c

i

a

s

Fundação tem queda de 25% no número de acidentes de trabalho Em apenas três anos, a Funfarme reduziu em um quarto o número de ocorrências no trabalho. Este resultado positivo vem de ações consistente de conscientização da equipe do Sesmt e engenharias (abaixo) e comprometimento dos profissionais das instituição

A principal ocorrência envolvia o manejo direto de agulhas e, para sanar o problema, usa-se na instituição lancetas, abbocaths e injeções com agulhas retráteis que são recolhidas automaticamente após a utilização, retirando todo o contato do profissional com o material pontiagudo Página 6


Editorial

Segurança e bem-estar a todos os colaboradores Proporcionar segurança e bem estar a todos os colaboradores é algo que deve ser inerente a qualquer organização. O colaborador deve sentir-se seguro em seu ambiente de trabalho para ter condições de exercer suas atividades com tranquilidade e qualidade. Estas premissas têm embasado a gestão da Funfarme para que tenhamos cada vez mais este ambiente em todas as Unidades de nosso complexo hospitalar. Temos plena consciência de há muito o que fazer, porém , os últimos resultados dos índices de acidentes de trabalho nos mostram que estamos no caminho certo e que as várias medidas e iniciativas adotadas nestes últimos anos estão surtindo efeito. Na página 6 desta edição da Revista Funfarme, você verá que o índice de acidentes de trabalho em nosso complexo hospitalar caiu 25% em dois anos. É o resultado da soma do empenho de todos os colaboradores e setores da nossa Fundação, que responderam positivamente e participaram ativamente das iniciativas propostas pelo nosso Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT). Ao ler a matéria na página 6, você vai concluir que, para conseguirmos reduzir os acidentes de trabalho, não há outra solução senão envolver a todos e contarmos com o empenho de cada um de nossos mais de 5.000 colaboradores. Mudanças e melhorias realizadas nos últimos anos nas Unidades surgiram da participação dos próprios colaboradores e também da análise do ambiente de trabalho e iniciativas propostas pelo SESMT com a participação de lideranças da Fundação. A segurança e bem-estar de todos nós passa também pelo manuseio, destinação e tratamento correto do lixo hospitalar. Nesta área, nós também temos motivos para estarmos orgulhosos. Como mostra notícia da página 7, a Funfarme tornou-se referência para hospitais de todo o Brasil nesta área, sendo seu Parque de Resíduos visitado por várias instituições de Saúde, a última, o Hospital Albert Einstein, da capital paulista. Por fim, importante destacar mais uma vez que, para termos um ambiente de trabalho seguro e saudável, devemos estar sempre revendo nossos processos e nossas atitudes para tentar melhorá-los. Diretoria da Funfarme

Funfarme

Visão Ser reconhecido como complexo hospitalar de assistência, ensino e pesquisa de excelência até 2021.

Missão

Valores

Transformar a saúde regional por meio da integração de assistência, ensino e pesquisa.

Humanismo, Responsabilidade Social e Ambiental, Meritocracia, Inovação, Integridade Absoluta, Qualidade e Segurança, Respeito.

Expediente Gestão 2017/2021 Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XV / Nº 194 - Maio - 2018 • Presidente dos Conselhos da Funfarme: Dr. Dulcimar Donizeti de Souza • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Luiz Sérgio Ronchi • Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Vice-Diretor Administrativo do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Diretor Clínico do HB: Dr. Alceu Gomes Chueire • Vice-Diretor Clínico do HB: Dr. Valdeci Hélio Floriano

2

Funfarme Notícias - Maio - 2018

• Diretora Técnica do HB: Dra. Maria Regina Pereira de Godoy • Diretor do Hemocentro Dr. Octávio Ricci Junior • Diretora Técnica do Hemocentro: Dra. Andreia Aparecida G. Guimarães • Diretor do Ambulatório: Dr. Eumildo Campos Júnior • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretor Técnico do Instituto do Câncer: Dr. Carlos Eduardo Miguel • Diretora Administrativa do HCM: Dra. Leila Neves Bastos Borim • Vice-Diretora Administrativa do HCM: Dra. Maria Lúcia Luiz Barcelos Veloso • Diretor Clínico do HCM:

Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM: Dr. Wagner Vicensoto • Diretora Técnica do HCM: Dra. Fernanda Del Campo Braojos Braga • Vice-Diretor Técnico do HCM: Dr. Gustavo Henrique de Oliveira Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiários: Alexandre Souza e Felipe Santos Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica Fotogravura Rio Preto Tiragem: 2000 exemplares


Funfarme e a comunidade

Governador de São Paulo diz que “irá trabalhar” para manter investimentos na Funfarme Um mês após tomar posse à frente da administração do Estado de São Paulo, o governador Már-

cio França recebeu, no Palácio dos Bandeirantes, o diretor executivo da Funfarme, Dr. Jorge Fares, e a dire-

Governador de São Paulo recebe diretores da Funfarme e deputados da região

tora administrativa do Hospital de Base, Dra. Amália Tieco. Em nome das Diretorias das Unidades da Funfarme, Dr. Jorge e Dra. Amália solicitaram verbas para que a instituição dê sequência aos investimentos e melhorias no complexo hospitalar. E ouviram a resposta que queriam do governador. “Iremos trabalhar para que a Funfarme e seus hospitais continuem a receber os investimentos necessários”, afirmou Márcio França. Os diretores da Funfarme estiveram na audiência no gabinete do governador acompanhados dos deputados estaduais Orlando Bolçone e Valdomiro Lopes.

Funfarme/HCM e a AMICC firmam parceria que visa melhorar tratamento de câncer A Funfarme/HCM e a Associação dos Amigos da Criança com Câncer ou Cardiopatia (AMICC) firmaram, no dia 10 de maio, convênio que beneficiará crianças com câncer em tratamento no hospital. Atualmente, o HCM atende e oferece tratamento oncológico a 142 crianças de Rio Preto e outras cidades da região. Já a AMICC acolhe cerca de 30 crianças que realizam tratamento de câncer ou de cardiopatias. Dr. Jorge Fares ressaltou que o convênio reforça o desejo da Funfarme de se consolidar como centro de referência em oncologia no interior do Estado de São Paulo. “Atendemos hoje mais de 140 pacientes, porém, queremos atender muito mais e temos condições para isso. Este convênio vai permitir que busquemos verbas para possibilitar à nossa instituição, oferecer medicamentos que o SUS não fornece”, por exemplo, declarou o diretor da Funfarme. O convênio vai permitir que melhorias sejam feitas na Quimioteca do HCM, onde as crianças em tratamento poderão participar de atividades

lúdicas com voluntários da AMICC. Além disso, o transporte das mães e das crianças da AMICC para o hospital e o caminho de volta será acompanhado por esses voluntários. Estes contribuirão para a recuperação da confiança e autoestima das crianças e adolescentes, além de diminuir o desconforto causado pelo tratamento químico. Outro ponto importante da parce-

ria é que a AMICC irá atuar para levantar fundos para auxiliar no custeio do tratamento das crianças da Oncologia Pediátrica do HCM por meio de campanhas, verbas parlamentares, e em ações junto à iniciativa privada e às Organizações Não-Governamentais (ONGs). O montante será repassado ao HCM e complementará as verba públicas que o HCM recebe para oferecer o tratamento às crianças.

O convênio foi assinado pelo presidente da AMICC, Dr. Elias Kassis (à esquerda), e o diretor executivo da Funfarme, Dr. Jorge Fares, ato que contou com a presença de Dra. Leila Borin, diretora do HCM e ex-presidente da Associação e a advogada da AMICC Renata Funfarme Notícias - Maio - 2018

3


Funfarme e a comunidade

1ª Corrida e Caminhada do Bem arrecada mais de 180 litros de leite A 1ª Corrida e Caminhada do Bem de Mirassol, que aconteceu no dia 20 de maio, arrecadou mais de 180 litros de leite para instituições do complexo, Hospital De Base (HB) e Hospital da Criança e

Maternidade (HCM). As duas modalidades aconteceram, simultaneamente, em maio e foram organizadas pela nutricionista Flávia de Andrade, em parceria com Tupan Clube Mirassol.

Dia do Cardápio Solidário em prol do HCM

Em 12 de maio, o restaurante Frutto fez o Dia do Cardápio Solidário, em que toda a renda conseguida com a venda de qualquer prato do menu seria revertida ao Hospital da Criança e Maternidade (HCM). Além disso,

foi possível a venda de 140 números de rifas para aumentar mais ainda a renda destinada ao Hospital. Em maio, cerca de 350 pessoas puderam se deliciar com o menu variado e colaborar com o HCM.

5º Almoço e Leilão de Nipoã tem renda revertida ao HB O 5º Almoço e Leilão de Nipoã, realizado em 27 de maio, teve sua renda destinada ao Hospital de Base (HB) para melhorias no atendimento e instalações do setor. O evento contou com aproximadamente 250 pes-

4

Funfarme Notícias - Maio - 2018

soas, que puderam se divertir com o bingo e o tão esperado leilão de gados. Além disso, os convidados se deliciaram com um cardápio todo caseiro, com o famoso feijão gordo e churrasco.

3º Leilão de Poloni traz novidades em seus lotes e doa renda ao HB O Leilão de Poloni sempre é um sucesso. Mas para chamar mais ainda a atenção do público, nesta terceira edição, os lotes leiloados foram além do tradicional lance de gados; tiverem itens como: uma camiseta autografada pelo jogador Dudu, o uniforme autografado do atual jogador do Apoel Futebol Clube Guilherme Dellatorre, uma fivela do campeão do Rodeio de Equipes de Floreal de 2017, Juliano da Rocha e, também, suínos e ovinos. O evento, que contou com cerca de 400 pessoas, aconteceu em maio, no Recinto de Exposições de Poloni.


Funfarme e a comunidade

Churrasco “Amigos do Bem” rende grandes quantidades de alimentos ao HB O Churrasco Amigos do Bem, com sua característica caipira, rendeu grandes quantidades de alimentos em prol do Hospital de Base (HB). O evento foi organizado por voluntários da cidade e contou com cerca de 350 pessoas no local. A festa aconteceu em Santa Clara D’Oeste, em maio.

Alimentos destinados ao HB: • 150kg de carne • 1.800 litros de óleo • 1.200kg de açúcar • 5.000kg de arroz

Feijoada com tempero especial de solidariedade

No dia 24 de junho, a Fundação promove sua primeira Feijoada Solidária. A festa será realizada no buffet João e Maria, em Rio Preto, a partir do meio-dia. Será open bar e open food. Os convites custam 100 reais e podem ser adquiridos na Captação de Recursos.

Os convites podem ser adquiridos no setor de Captação de Recursos

Cada ingresso da Noite Solidária (quarta-feira) custa 10,00

Funfarme Notícias - Maio - 2018

5


Segurança dos colaboradores

Redução dos acidentes de trabalho é mérito de todos

Acidentes com perfurocortantes diminuem quase 50% 2016 2017 2018 6

9 acidentes por mês 6 acidentes por mês 5 acidentes por mês

Funfarme Notícias - Maio - 2018

Índice médio de acidentes

Redução dos acidentes entre 2015 e 2017 1

0,5

0

-25% 0,63

2015

0,47

2017

Redução continua em 2018 Índice médio de acidentes

A Funfarme registrou queda no índice de acidentes de trabalho de 25% nos últimos três anos, de acordo com balanço do Sesmt – Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (quadros ao lado). O número de acidentens no trajeto casa-trabalho-casa diminuiu 20% nos primeiros 5 meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. As maiores incidência de acidentes de trabalho na Fundação nos últimos anos eram com os materiais perfurocortantes. Uma das principais medidas do Semst e engenharias foi tirar o contato direto dos profissionais da enfermagem com as agulhas. Os materiais perfurocortantes, agora, são retráteis e, ao final do uso, recolhem-se automaticamente. O ano de 2017, que marcou pela grande redução nos casos com perfurocortantes, foi também o período no qual aconteceu mais problemas no trajeto casa/trabalho ou trabalho/ casa, especialmente com as motocicletas. Como medida preventiva, a instituição promoveu durante a Semana Interna de Prevenção de Acidentes (SIPAT) palestras e cursos, com demonstração prática sobre cuidados no trânsito e direção defensiva. “Os índices sinalizam que estamos no caminho certo para buscar sempre esse cenário, sem acidente. A queda nos índices é resultado do trabalho do SESMT, com a colaboração de todos os setores da nossa Fundação”, declarou o diretor executivo da Funfarme, Dr. Jorge Fares. “Buscaremos sempre índice zero”, disse a engenheira Maria José Zeituni, responsável pelo Sesmt, junto com o engenheiro Abílio Martins Junior. “Trabalhar em ambiente seguro é direito de todas as pessoas, por isso buscamos incessantemente proporcionar esse ambiente, monitorando e gerenciando os riscos inerentes à cada atividade no complexo hospitalar”, explicou Abílio.

1

0,5

0

-29% 0,58 0,41 Jan. a abril / 2017

Jan. a abril / 2018

Medidas contra acidentes mobilizam vários setores Seria impossível reduzir os acidentes de trabalho sem a participação de todos. Uma das importantes iniciativas foi a instituição da Comissão de perfurocortantes, que envolveu todos os setores para promover ações que resultaram na diminuição dos acidentes. Os setores nos quais houve maiores reduções foram as UTI e as Emergências. Muitas medidas tomadas são simples, mas de grande impacto à saúde dos colaboradores. “Antes, havia uma caixa aqui na UTI e, no simples trajeto até ela, ocorriam acidentes. Hoje, eles diminuíram muito ao colocar a caixa próxima ao leito”, diz técnica de enfermagem Cibele Bahia, da UTI SUS do 7º andar.

A técnica de enfermagem Cibele Bahia descarta seringa em caixa, ao lado de leito


Meio ambiente sustentável

Tratamento e descarte do lixo na Funfarme é referência para setor hospitalar no Brasil Pioneira entre os grandes hospitais ao ser o primeiro complexo do Brasil a realizar o tratamento e descarte correto de seu lixo hospitalar, a Funfarme é também referência nacional, sendo seu Parque de Resíduos alvo do interesse de várias instituições do país, inclusive, algumas das maiores e mais conceituadas. A eficiência do modelo adotado pela Fundação tornou-se indicação oferecida pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) a todos os hospitais que planejam adotá-lo. Uma destas instituições foi o Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, que, como está implantando processo semelhante, procurou a Cetesb e o orgão recomendou a visita à Funfarme. O hospital paulistano então enviou três engenheiros, um ambiental, um civil e um de automação, para conhecer o processo de tratamento e descarte do lixo do HB, HCM e demais Unidades do complexo. Diferente da Funfarme, o Einstein ainda repassa o material infectante e perfuro-cortante para a Prefeitura de São Paulo para trata-lo e dar a destinação adequada. O líder do Parque de Resíduos, Rogério Freitas, mostrou em detalhes o setor, destacando a logística, desde a segregação dos três tipos de resíduos (comum, químico, infectante e/ ou perfurocortante) nas unidades do complexo, até o tratamento no parque e a dispensação correta. Ao final da visita, os três engenheiros comentaram como aspectos do setor a destacar a tecnologia do sistema, bem como a limpeza e a organização. Diante deste comentário, Rodrigo Plazas, engenheiro clínico responsável pelo projeto ressaltou que para a criação do Parque de Resíduos levou em conta o respeito ao meio ambiente, o combate ao desperdício, a redução de custos e a otimização de recursos.

O líder do Parque de Resíduos, Rogério Freitas, explica o funcionamento do setor para os três engenheiros do Hospital Albert Einstein

O Parque de Resíduos processa de

5a7

toneladas de lixo por dia, das quais, em média,

4

Representantes do Einstein perguntam sobre tecnologia em equipamentos utilizada no setor

toneladas são de lixo infectante e perfurocortante

“Estamos impressionados com a infraestrutura e a organização do Parque de Resíduos. Com certeza, nos acrescentou imensamente em conhecimento e processos para a instalação do nosso parque, em São Paulo.” José Márcio Alves, engenheiro de automação do Hospital Albert Einstein

Funfarme Notícias - Maio - 2018

7


Homenagem

Dr. Cipullo recebe Medalha de Mérito da Sociedade Brasileira de Clínica Médica pela contribuição na especialidade No dia 23 de maio, o médico e professor emérito da Famerp Dr. José Paulo Cipullo recebeu da Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM) Medalha de Mérito pela contribuição na história da especialidade no país. A SBCM completou 30 anos e em solenidade na Associação Paulista de Medicina (APM) homenageou nomes importantes para a entidade, dentre eles, Dr. Cipullo, como é conhecido na Fundação. Atualmente, Dr. Cipullo é preceptor

no Programas de Residência de Clínica Médica do HB e professor emérito da Famerp. A biblioteca do HB, que hoje já tem média de 400 retiradas ao mês e mais de 6500 volumes em seu acervo, leva o nome de um dos seu maiores incentivadores, o próprio Dr. Cipullo. O médico, foi um dos maiores doadores de livros para a biblioteca em sua abertura, em 1º de novembro de 2012, e, até hoje, contribui com doações de novas obras.

“Fiquei muito contente com o reconhecimento destes 56 anos de exercício da medicina e, em especial, pela atuação na Clínica Médica. Além disso, também sou grato por homenagearem na cerimônia os tantos anos no ensino da medicina.” Dr. José Paulo Cipullo, médico Clínico Geral, professor da Famerp e preletor no Programa de Residência do HB

Setor Compras recebe diretores e lideranças da Funfarme em café da manhã Diretoria e lideranças da Funfarme se reuniram no início do mês de maio no setor Compras para ouvir sugestões e necessidades dos colaboradores. Durante o café da manhã, cada um falou um pouco e os diretores puderam detectar pontos de melhorias. O setor é responsável por realizar a compra de tudo que a instituição necessita, desde medicamentos e insumos até materiais

de construção civil. “O volume de solicitações que recebemos é muito grande, e vem de todos os setores da Fundação. Por isso, para que nós possamos atender todo o complexo de forma eficiente temos que ter uma comunicação especial principalmente com o almoxarifado, para que a logística funcione de maneira perfeita”, disse Sandra Pradella, liderança do setor

O café da manhã foi repleto de ideias e sugestões e contou com a presença de diretores e lideranças

Para se ter uma ideia da dimensão do Compras, eles são responsáveis por comprar todos os meses: • 2,4 milhões de reais em medicamentos 8

Funfarme Notícias - Maio - 2018

• 2,2 milhões de reais em materiais médicos

Atualmente o Compras conta com: • 9 compradores • 3 colaboradores responsáveis por importação e contratos • 3 colaboradores responsáveis pela aquisição de órteses, próteses e materiais consignados

“O volume de solicitações que recebemos é muito grande e vem de todos os setores da Fundação. Por isso, para que nós possamos atender todo o complexo de forma eficiente, temos que ter uma comunicação especial, principalmente, com o almoxarifado, para que a logística funcione de maneira perfeita.” Sandra Pradella, liderança do Setor de Compras


Saúde pública

SCIH promove ações sobre o Dia Mundial de Higiene das Mãos A data 5 de maio foi definida pela Organização Mundial de Saúde como Dia Mundial de Higiene das Mãos. Assim, o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) preparou diversas atividades para

ressaltar a importância da higienização das mãos em todos os setores da instituição. As ações aconteceram no hall de elevadores do HB, com explicações sobre os 5 momentos para a correta

limpeza das mãos. Além disso, o SCIH disponibilizou uma caixa pedagógica, na qual os colaboradores puderam higienizar as mãos com álcool e ver, com uma luz fluorescente dentro da caixa, as áreas que não ficaram bem limpas.

No hall de elevadores, médicos e colaboradores puderam conferir, de forma interativa, se limparam as mãos corretamente, evitando assim a transmissão de microrganismos Dra. Luciana Jorge dá palestra

A infectologista e coordenadora do SCIH, Dra. Luciana Jorge, deu aula no mezanino sobre a importância da ação, falou sobre prevenção e controle das infecções relacionadas à assistência à Saúde e axibiu vídeo explicativo sobre o tema.

Através da luz fluorescente é possível ver que as partes em cor preta não foram higienizadas corretamente

“Sempre que tiver oportunidade deve-se higienizar as mãos com álcool. Não importa em que setor você trabalha. Vale tanto para aqueles profissionais que atendem diretamente ao paciente, quanto os que trabalham em área administrativa. Somente assim é possível evitar a disseminação de micro-organismos.” Andressa Zequini, enfermeira do SCIH

Funfarme Notícias - Maio - 2018

9


Aprimoramento profissional

I Simpósio de AVC do HB traz atualizações a médicos residentes e multiprofisisonais Para atualizar médicos, residentes e equipes multidisciplinares sobre as novidades em AVC, o HB promoveu o I Simpósio Multiprofissional de Acidente Vascular Cerebral, no mês de maio. Os palestrantes apresentaram os avanços tecnológicos e cirúrgicos para tratamento da doença e, também, dos cuidados pós-acidente. A instituição sempre preza pela segurança e bem-estar do paciente. Para isso, o conhecimento é um aliado aos profissionais, e o encontro foi um ótimo canal para transmitir informações importantes aos especialistas. “O Simpósio evidenciou novidades no tratamento da doença como, por exemplo, técnicas de cirurgia. Além disso, foi ocasião para comemorarmos aniversário de um ano da unidade de AVC do Hospital, celebrado em 23 de março”, afirmou o neurologista Fábio de Nazaré, coordenador do evento. O AVC ocorre quando há bloqueio ou rompimento de uma artéria do cérebro, impedindo o fluxo de sangue

que o irriga. Segundo o Ministério da Saúde, a doença é responsável por 10% de mortes na população adulta, A Fundação sempre se preocupa com o melhor atendimento ao paciente. Para isso, em 2017, inaugurou uma Unidade de AVC, firmando o Hospital como referência. “Ela é umas das melhores do país. Temos ótimos recur-

sos, disponíveis, como ressonância e tomografia, além de profissionais habilitados para o melhor atendimento ao paciente”, disse a neurologista Mariana Battaglini. De janeiro a maio deste ano, a Unidade de AVC atendeu 743 pacientes. No mesmo período do ano passado, foram 861 pessoas.

Palestrantes e equipes multidisciplinares com o diretor executivo da Funfarme, Dr. Jorges Fares, durante o Simpósio de AVC

HB e Famerp debatem aumento da violência sexual contra crianças e adolescentes A Funfarme realizou o I Encontro de Atenção à Criança e Adolescente Vítima de Violência Sexual, em maio, no anfiteatro Fleury. O evento foi uma iniciativa da diretoria ad-

ministrativa do Hospital da Criança e Maternidade (HCM) em parceria com o Serviço de Psicologia da Fundação, e organizado pelas psicólogas que atuam no HCM. O objetivo

Dr. Jorge Fares abre o I Encontro de Atenção às Criança e Adolescente Vítima de Violência Sexual 10 Funfarme Notícias - Maio - 2018

foi sensibilizar os profissionais da instituição e alunos da Famerp sobre o tema. Segundo registros da Funfarme, em 2016, foram notificados na instituição 35 casos de violência sexual contra crianças e adolescentes. Em 2017, foram 48 notificações e, até abril deste ano, 22 casos. O evento abordou os vários tipos de violência que existem contra crianças e adolescentes, como violência sexual, psicológica e/ou física. “O Encontro, além de esclarecer muitas dúvidas aos profissionais e conscientizar que essa questão social é um problema grande, pretendeu sensibilizá-los para esta realidade”, afirmou Jéssica Aires, psicóloga e uma das organizadoras do evento.


Instituto Lucy Montoro

Ao gravar seu programa de TV no Lucy Ana Hickmann elogia atendimento da Funfarme A modelo Ana Hickmann gravou, no dia 2 de maio, no Instituto Lucy Montoro, reportagem especial do Dia das Mães para o programa “Hoje em Dia”, da Rede Record, do qual é uma das apresentadoras. A reportagem, exibida no dia 11 de maio, contou a história da menina Jéssica que, após ser encontrada num lixão em sua cidade natal, na Angola, país da África, foi trazida para o Brasil e tratada no HB e Lucy Montoro. Empresária de sucesso e modelo internacional, Ana Hickmann confessou ter ficado impressionada com a infraestrutura e o atendimento oferecidos pelo Instituto a todos os pacientes e com o complexo hospitalar da Funfarme.

“Já havia ouvido tantas coisas maravilhosas a respeito e poder vir aqui conhecer os profissionais, o instituto e o trabalho que está sendo feito com a Jéssica foi maravilhoso. O Lucy Montoro, o Hospital de Base e esse complexo servem de exemplo para todo o Brasil. Se todos os lugares fossem como aqui, a gente não teria problemas na Saúde do país. É Saúde de referência e é ser humano”.

Ana Hickmann foi recebida pela diretora do Lucy Montoro, Dra. Regina Chueire, por Jéssica e sua mãe adotiva, Elisa Tunguica.

Ana Hickmann

Ana foi recebida com muito carinho por toda equipe do Instituto Lucy Montoro A diretora administrativa do HB, Dra. Amália Tieco, também acompanhou a visita da apresentadora

Funfarme Notícias - Maio - 2018 11


Recursos Humanos

HCM homenageia mães de pacientes com café da manhã especial e manhã de beleza Em comemoração ao Dias das Mães, as equipes multiprofissionais do HB e HCM prepararam homenagens especiais para todas estas guerreiras que acompanham os filhos em todos os momentos. A UTI e UCI Neonatais e Unidade Canguru fizeram um café da manhã especial em homenagem a colaboradoras e pacientes. A reunião foi realizada no dia 11 de maio, e teve música ao vivo, além da exibição de um vídeo que destaca a importância de todas elas para o tratamento dos pacientes. Colaboradoras participaram do café da manhã do HCM

Manhã de beleza As mães que estiveram no HCM, no dia 11 de maio, tanto internadas quanto na recepção, foram convidadas a participar da manhã de beleza promovida pela ONG Amigos de Cuca em parceria com a faculdade Unorp. Alunas

do curso de estética da faculdade, voluntariamente, fizeram a maquiagem completa em todas elas. HB - A mesma ação aconteceu simultaneamente na Quimioterapia do HB, também no dia 11 de maio. As pacientes ganharam maquiagem completa

Desafios de ser mãe No HB, a palestrante convidada Myrcieli Marconatto falou sobre sua experiência e desafios de ser mãe de dois filhos, Matheus e Heitor, este diagnosticado com Síndrome de Down, além de empresária e dona de casa. Ao final da palestra,houve sorteio de kits detox e kits de beleza com cremes para os pés, mãos, shampoo, condicionador e protetor solar. Mães de toda a Funfarme participaram da palestra

12 Funfarme Notícias - Maio - 2018


Recursos Humanos

Semana da Enfermagem traz sessão de cinema com tema “comunicação” A Semana da Enfermagem da Funfarme, realizada nos dias 16 e 17 de maio, teve o intuito de reforçar a importância de uma comunicação eficiente e assertiva em prol da segurança do paciente. O tema escolhido da Semana 2018 baseia-se na política de segurança do paciente, prevista pelo Ministério da Saúde. Para conscientizar e sensibilizar os colaboradores sobre o tema, a equipe organizadora, formada por profissionais da enfermagem da Fundação, promoveu sessões de cinema com vídeos focando a segurança do paciente na rotina de trabalho destes profissionais. Nos dois dias, aconteceram 20 sessões em todos os turnos dos dois hospitais, inclusive, com direito à pipoca. Após a sessão, a equipe promoveu uma dinâmica, inspirada na brincadeira do “telefone sem fio”. A maioria dos expectadores ficou dentro da sala de cinema, enquanto três ficaram fora. Um dos três retornou à sala para ouvir uma história, depois saiu para recontá-la a um dos outros dois. Após ouvi-la, o segundo entrou na sala de cinema para contar a história tal qual a ouviu. O processo foi repetido com o

terceiro colaborador. “Ao ouvirmos as histórias contadas pelos três quisemos mostrar como existem divergências nos relatos, situação que ocorre em nosso dia a dia. Quanto mais corretas e precisas forem as informações, mais efetiva será a comunicação”, disse Samantha Vaccari, gerente de enfermagem do HB.

“Queremos mostrar como existem divergências nas histórias contadas de pessoa para pessoa e que, quanto mais corretas e precisas forem as informações, mais efetiva será a comunicação." Samantha Vaccari, gerente de enfermagem do HB e uma das organizadoras da Semana

Equipe organizadora no HB que preparou uma sala com decoração típica de cinema

No HCM não foi diferente; a organização do evento foi impecável Funfarme Notícias - Maio - 2018 13


Saúde pública

Segundo especialista, em média, dois a três idosos chegam no Pronto Atendimento vítimas de queda O Brasil possui cerca de 30 milhões de idosos, muitos dos quais são vítimas frequentes de quedas. No Hospital de Base (HB), em média, a cada dia, chegam no Pronto Atendimento (PA) cerca de dois a três idosos relatando acidente por queda, segundo cirurgião Dr. Paulo Espada. A maioria dos casos acontecem em casa. Este tipo de acidente, por mais que pareça simples, pode agravar o quadro clínico do idoso. Muitos dos acidentes domésticos são causados quando o idoso sobe em lugares altos, em escadas ou quando tropeçam em tapetes, por exemplo. “Estas ocorrências são fre-

quentes. E por mais que pareça algo simples, uma queda para um idoso é bem mais complicada que para um jovem. Isso porque o quadro clínico de um idoso é bem mais debilitado e, assim, pode ocasionar outros problemas graves”, afirmou o cirurgião responsável pelo PA, Dr. Paulo Espada. Além dos cuidados para evitar estes incidentes, o idoso precisa estar em dia com sua saúde. “Os músculos dão sustentação ao corpo. Para que não haja quedas, é preciso fortalecê-los. Para isso, exercícios físicos, como academia, por exemplo, são ótimas opções”, indicou a geriatra Dra. Regina Godoy. O atendimento a idosos no HB é frequente. Desse modo, o Hospital sempre valoriza e preserva a autonomia e independência destes idosos,

gerando um bom atendimento. Isto resultou à Funfarme o Selo Hospital Amigo do Idoso, premiada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, cujo selo reconhecesse o bom trabalho da Fundação.

Meu Setor

Um novo olhar que traz resultados positivos O Ambulatório de Oftalmologia da Funfarme é o setor que mais realiza exames entre todos os ambulatórios. No final de 2017, ganhou um novo espaço, mais amplo e, atualmente, conta com 11 salas, dentre elas uma sala de cirurgia equipada para realizar pequenos procedimentos, e também, conta com um auditório. Neste espaço são atendidas subespecialidades como: retina, plástica ocular, glaucoma, catarata, córnea, entre outras. O serviço já realizou 2.034 transplantes de córnea desde 1.990 até hoje e possui o recorde de atendimento de 280 atendimentos em um único dia.

14 Funfarme Notícias - Maio - 2018

Inaugurado no fim de 2017, o Ambulatório de Oftalmologia conta com moderna estrutura para receber os pacientes de maneira confortável e ágil

“Além do ambulatório, temos um setor de oftalmologia que é vinculado a nós no Hospital de Base onde são realizados exames de ultrassom, retinografia e microscopia especular, por exemplo. Nossos equipamentos e a parte tecnológica não deixam a desejar em nada em comparação com qualquer consultório ou clínica da cidade.” Dra. Marta Teixeira, coordenadora do Ambulatério de Oftalmologia.

Alguns números do Ambulatório de Oftalmologia • 3.000 atendimentos por mês • 13 docentes • 9 fellows (subespecialização pós residência)

• 4 auxiliares administrativos • 1 auxiliar de enfermagem • 19 residentes


Recursos Humanos

Sucessos da Funfarme

Linhas de uma vida Trinta anos podem resumir uma vida. Não são 30 dias, semanas ou meses. São 30 anos que a colaboradora Antonia Siqueira de Sousa contribui com a Funfarme. O amor pela instituição é enorme. Tão grande que ela pôde registrar essa vida em um livro. Todas as suas vivências dentro do hospital viraram linhas. Linhas estas que registraram cada momento que ela passou dentro da instituição. Antonia, conhecida entre os colegas de trabalho como Xuxa, nunca imaginou trabalhar na Fundação. Entretanto, em 1987, foi contratada como auxiliar de limpeza e, 27 anos depois, foi promovida a líder do setor de limpeza, seu atual cargo. Ela sempre buscou fazer um bom trabalho dentro do Hospital de Base,

afinal, a Funfarme sempre foi sua grande paixão. “Eu amo este hospital! Ele me acalma e me deixa feliz! E são tantos anos, tantos relatos, que um dia decidi colocar tudo em um livro. Eu escrevo todas as histórias que acontecem comigo. Deixo tudo registrado. Quando me aposentar, quero que minha filha, também colaboradora, continue escrevendo suas vivências neste livro. Mas, só de pensar que vou me aposentar, bate um desespero.” Antonia já vislumbra a aposentadoria, com sentimento de gratidão. “ Quando o último dia chegar, apenas vou me ajoelhar em frente à instituição e agradecer. Este lugar é minha família, é minha vida!”, diz, com os olhos cheios de lágrimas.

Em uma de suas histórias registradas, Antonia escreveu sobre um menino que considerava como seu filho. O jovem passou por tratamento na instituição durante 15 anos.

Perfil Profissional

O Lucy Montoro é um cartão de visita para mim... “Quando eu falo que trabalho no Lucy, a reação das pessoas mudam, elas sorriem, porque sabem que a instituição tem um trabalho de excelência e os resultados são significativos.” Assim é o reconhecimento que a atual fonoaudióloga do Lucy Montoro Isabele Takeda adquiriu ao longo de sua carreira profissional. O caminho não foi fácil. Ela se formou fonoaudióloga na USP em Bauru em 1994, foi para São Paulo se especializar e tempos depois fez seu mestrado na Unicamp. Isabele veio para Rio Preto por in-

dicação de sua professora de graduação, que buscava por uma profissional que tivesse a mesma formação que a docente para dividir as aulas em uma faculdade de Rio Preto e os atendimentos em uma clínica particular. No ano de 2011 ficou sabendo da vaga no Lucy e passou pelo processo seletivo realizado pela Funfarme, juntamente com o Instituto, em São Paulo. Pouco tempo depois de fazer as provas, ela foi selecionada e começou a trabalhar no Lucy. “Depois que eu passo pela porta de

entrada, eu esqueço todos os meu problemas... É como se fosse uma terapia para mim. E o mais gratificante é ver o seu trabalho valorizado por todos os colegas, pelo diretor, é um incentivo muito grande para nós profissionais”, afirmou Isabele. Para a fonoaudióloga, a principal característica ao lidar com os pacientes no dia a dia é a paciência. “Nós temos que ser mais pacientes do que os próprios pacientes”, brinca a fonoaudióloga. “Muitas vezes, eles reclamam de alguma dor específica e já sabemos como lidar, graças a nossa reunião interdisciplinar, na qual discutimos caso a caso, de todos eles”, complementa Isabele. Planejamento é fundamental para lidar com os diversos papéis, além do profissional. “A vida de mulher é muito corrida, tenho um casal de filhos pequenos, sou motorista, esposa, dona de casa, etc. E para conciliar a vida pessoal e a vida profissional, tenho de me planejar muito bem”, pontua a fonoaudióloga, que, num futuro breve pretende fazer doutorado. Funfarme Notícias - Maio - 2018 15


ICA

Câncer de pulmão é o tipo da doença que mais mata no ocidente Bastante relacionado ao tabagismo, o câncer de pulmão é o tipo da doença que mais mata no ocidente, tanto homens quanto mulheres. De acordo com o Registro Hospitalar de Câncer (RHC) da Fundação, 78% dos casos diagnosticados e tratados na Funfarme são descobertos em estágios avançados. Para saber isso, os médicos repassam ao RHC, numa escala de 0 a 4 qual a situação do câncer; quanto maior o número, mais avançada está a doença. “O câncer de pulmão é o segundo tipo mais frequente entre os homens e mulheres e o de maior mortalidade. A cura pode ocorrer desde que o diagnóstico seja feito em estágio inicial, porém não há um rastreamento da doença na população e os sintomas costumam aparecer em fases mais avançadas”, faz o alerta a oncologista clínica do ICA, Dra. Carla Maria Oliveira Ferreira. Os dados do RHC mostram que a incidência no complexo é duas vezes maior no sexo masculino do que no feminino (68% para eles e 32% para elas). A estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca) é que em dois anos haja um aumento significativo no país dos casos, conforme infográfico ao lado.

Estimativa de novos casos de câncer de pulmão no país* Homens 18.740

Mulheres 12.530

*por ano, no período de 2018 e 2019

Prevenção Fumantes têm de 20 a 30 vezes mais risco de desenvolver um câncer de pulmão do que aqueles que não fumam, nem ativamente, nem passivamente (ou seja, que inspiram a fumaça de cigarro e outros agentes). Os derivados do tabaco são responsáveis por 90% da incidência do tipo de tumor no mundo, de acordo com Inca. Portanto, deixar o hábito é o maior ato de prevenção.

Fatores de risco Além do hábito de fumar (cigarro, narguilé, charutos e etc). Outros agentes que podem influenciar no aparecimento da doença, tais como fatores genéticos, ocorrência anteriores de casos na família, exposição à poluição do ar, infecções pulmonares muito frequentes (como pneumonias) e doenças pulmonares obstrutivas crônicas (enfisemas e bronquites, por exemplo) podem indicar algum risco e devem ser acompanhados e investigados de perto pelo pneumologista.

Tratamentos Os tratamentos oferecidos aos pacientes variam caso a caso. No entanto, de acordo com o RHC, os mais comuns são combinações do uso de medicamentos (quimioterapia), radiações (radioterapia) e cirurgias.

16 Funfarme Notícias - Maio - 2018


Famerp

Mais de 40% dos participantes atendidos em campanha de combate à hipertensão foram diagnosticados com a doença A Liga da Hipertensão da Famerp promoveu no final de abril a campanha de combate à hipertensão “Menos Pressão 2018”, cujo balanço mostrou dados preocupantes. Das 301pessoas atendidas, quase metade (128 pessoas) foi diagnosticada com pressão alta e orientada a procurar o Serviço de Saúde mais próximo de casa. Das 128 pessoas, os médicos constataram que 121 (94%) precisavam de uso contínuo de medicamentos para tratar a doença. “O objetivo maior é realmente conscientizar a população que a hipertensão, na maioria das vezes, é assintomática, por isso chamada assassina silenciosa. A prevenção, o diagnóstico precoce, o tratamento contínuo (pois se trata de uma doença crônica) e a mudança de hábitos são ações necessárias para melhorar a qualidade de vida da população”, disse a coordenadora da campanha, a professora e enfermeira da Faculdade Cláudia Cesarino. Sedentarismo, obesidade e estresse estão entre os principais fatores de risco. E, por ser uma patologia assintomática, muitos descobrem que são hipertensos anos depois, agravando o quadro e dificultando o tratamento. A campanha chamou também atenção para os fatores de risco da hipertensão e orientou as pessoas a procurarem o serviço de saúde se houver casos anteriores de hipertensão na família.

A campanha teve a participação de estudantes da Famerp (acima), Unip e Unilago e foi realizada em parceria com o Rio Preto Shopping

301 pessoas atendidas 66 pessoas Abaixo de 40

Atenção à hipertensão Hipertensão caracteriza-se pela pressão arterial acima do padrão, que é 12 por 8. Embora seja mais prevalente na população idosa, a hipertensão arterial começa a se tornar um problema mais sério também entre os jovens. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 10% da população entre 25 e 34 anos é diagnosticada como hipertensa. Esse índice sobe para 19% na faixa etária entre os 35 e 44 anos.

111 pessoas 41 a 60 anos 124 pessoas 61 a 80 anos

128 diagnosticadas com hipertensão

144 homens

157 mulheres

Funfarme Notícias - Maio - 2018 17


Cultura

Biblioteca

Leitora assídua, médica dá dicas para comemorar o Dia Mundial do Livro Para o Dia Mundial do Livro, celebrado em 23 de abril, a médica que mais leu em 2017, Dra. Adriana Iozzi, da Medicina Nuclear, dá dicas de obras. “Sempre amei ler! Sinto-me muito feliz, ainda mais quando é aquela história que me prende. Dependendo do livro, leio em até uma semana. Os meus preferidos são os que contam histórias

de outras culturas”, afirmou a Dra. Além disso, Iozzi indica aos leitores ótimos enredos, como Hibisco Roxo, da escritora Chimamanda Ngozi Adichie, que conta a história da jovem Kambili e seu pai Eugene, um famoso industrial nigeriano que inferniza e destrói toda sua família devido sua religiosidade extremamente “branca” e católica.

Dra. Adriana Iozzi ganhou prêmio de maior leitora em 2017, com 24 livros lidos. Com o prêmio, ela comprou novos livros e, após a leitura, os doou à Biblioteca

A Rainha Vermelha

Antes de Partir

Dois a Dois

Mare Barrow é dividida pelo sangue: vermelho ou prateado. Os pobres têm sangue vermelho, já os nobres e poderosos, prateados. Nisso, Mare descobre que tem poderes. Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Usando relatos de pessoas em estados terminais, Bronnie Ware enche o leitor de alegria, mostrando que a vida pode ser incrível.

Uma história comovente que não fala apenas do amor de um pai e uma filha, mas também do poder da família e da coragem que devemos buscar em nós mesmos quando enfrentamos barreiras.

De Victória Aveyard

De Bronnie Ware

De Nicholas Sparks

Agradecimentos Reconhecimento à qualidade do profissional da Funfarme Quero parabenizar aos colaboradores do 6º andar. Todos muito educados e atenciosos. O atendimento que tive nesta internação foi nota 1.000! Fiquei internado no quarto 656 B e não tive nenhum problema. Fui muito bem atendido! Todos estão de parabéns! O Hospital precisa de profissionais como estes, dedicados e atenciosos. Percebo que eles realmente gostam do que fazem. Meus mais sinceros parabéns a este andar Roberto Andreta da Silva – Rio Preto

No sábado (25 de maio), precisei usar a emergência do convênio, por volta das 22h. Lembro-me que fui atendida por uma médica. Ela foi muito educada e atenciosa comigo. O Hospital de Base é maravilhoso! As pessoas são atenciosas e o HB passa muita segurança aos pacientes. Estão de parabéns! Flavia Marçal – Rio Preto

Quero parabenizar aos colaboradores do 3º andar pelo cuidado e carinho para com os pacientes em geral, mas em especial pelo modo como trataram minha mãezinha, que agora está no paliativo. Muito obrigada a toda a equipe do andar! Dentre tantos que exercem a profissão tão bem, que vestem a camisa do Hospital de Base, sou grata a todos que nos tratam com tanto carinho. Ivonete Chiarelli (filha da paciente Floripe Gonçalves) Rio Preto

Queria deixar aqui um agradecimento à equipe da Endoscopia, pelo ótimo atendimento, não só prestado a mim, mas a todos os pacientes. Eu fiz endoscopia e me surpreendi com tamanha humanização e dedicação de todos, desde a recepção até o término do exame. Não poderia deixar de fazer este relato. Muito obrigada! Sandra Regina Garcia da Silva – Rio Preto

18 Funfarme Notícias - Maio - 2018


Espaço ASFF

Parceria facilita transações imobiliárias

ASFF sorteia prêmios de parceiros a associados que usam o Cartão

A ASFF fechou parceria com a Imobiliária Rossi. Portanto, a partir de agora, os associados terão mais facilidade de negociação na compra, venda, troca ou aluguel de residências. Para saber mais detalhes das transações, basta o associado entrar em contato com os parceiros.

Duas associadas retiram seus kits bebê em abril

A Associação promoveu mais um sorteio para os associados que usaram o Cartão ASFF em maio. No total, foram três ganhadoras, que já retiraram os prêmios.

Em mês de abril, a ASFF ofereceu kits bebês a mais duas associadas. A ASFF disponibiliza o kit às esposas de associados e às associadas grávidas.

Dulcinéia Picelli, com presente da Farmácia Prever

Associada Thaize Perone Magalhães,

Associada Claudia Regina Germano Natália Santana com kit da Ótica Image

Clube altera horário de funcionamento no outono e inverno Devido à queda de temperatura no outono e no inverno, com consequente diminuição da frequência de associados, o Clube da ASFF fica fechado durante o outono e inverno. Neste período, passará por manutenções e seus colaboradores terão férias.

Tânia Cristina Sanfelice ganhou presente da Lívia Imports

Funfarme Notícias - Maio - 2018 19


NHE

Vacinação ainda é a melhor solução contra o sarampo

Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC), notificadas no NHE/HB/HCM/FUNFARME no período de janeiro a Dezembro de 2017 e Janeiro a Abril de 2018.

O que é? O Sarampo é uma doença infecciosa aguda causada por vírus. Transmitida por gotículas e secreções, é extremamente contagiosa e muito comum na infância. O vírus está controlado e as ocorrências da doença no Brasil geralmente são importadas. Portanto, o vírus ainda ainda circula no país. Fique atento aos sintomas e previna-se! Sintomas Os principais são febre alta, acima de 38,5°C, exantema maculopapular generalizado (manchas vermelhas pelo corpo todo), tosse, coriza, conjuntivite e manchas de Koplik (pequenos pontos brancos que aparecem na mucosa bucal). Prevenção A arma mais eficaz para prevenir o Sarampo é a vacinação. Pessoas de 12 meses a 29 anos devem receber duas doses de vacina para a doença. Recomenda-se que os adultos nascidos depois de 1960, sem comprovação de nenhuma dose, recebam pelo menos uma dose da vacina Tríplice Viral (que proteje contra Sarampo, Rubéola e Caxumba). Situação epidemiológica No Brasil, os últimos casos de sarampo foram registrados no ano de 2015, em surtos ocorridos nos Estados do Ceará (211 casos), São Paulo (2) e Roraima (1) . Todos eles foram relacionados ao surto iniciado no Ceará. Em 2016, a OMS emitiu certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo, declarando a região das Américas livre do vírus. Apesar de controlado no continente, a Venezuela enfrenta, desde julho de 2017, um surto. Isso acontece porque a atual situação sociopolítica de confronto e economia fraca do país levam as pessoas deixarem a nação e, assim, acabam levando o vírus para outras áreas geográficas. No Brasil em 2018, foram notificados 842 suspeitos, sendo 98 casos confirmados, conforme gráfico abaixo.

Casos suspeitos e confirmados (por ano e estado)

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/HB/HCM/FUNFARME *Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até dia 14/05/2018. - Not.(notificados) Conf.(confirmados) Dengue e influenza até 14/05/2018

Turistas que voltam da Copa do Mundo podem trazer vírus

15 casos suspeitos

São Paulo

1 CONFIRMADO GENÓTIPO DS (Importado: Ásia ocidental)

A Copa do Mundo de Futebol, na Rússia, provoca grande deslocamento populacional entre os diversos continentes, portanto, é imprescindível que os profissionais da saúde fiquem atentos aos sintomas e notifiquem os casos suspeitos ao NHE. Além disso, a carteirinha vacinal em dia, com as duas doses válidas da vacina tríplice viral comprovadas.

Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837. Segunda a sexta-feira, das 08h00 às 17h00. À noite, nos finais de semana e feriados, no NHE ou no telefone do plantão do Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado de SP (17) 3227-8814. 20 Funfarme Notícias - Maio - 2018

Revista funfarme maio 2018  
Revista funfarme maio 2018