Page 1

HB é premiado com placa “Amigo do Meio Ambiente 2009” página 6 Ano VI / Nº 97 - Outubro de 2009

A placa está afixada na rampa do convênio, no térreo

Cipa inicia nova gestão página 7

Médicos, dentistas, terapeutas e fisioterapeutas comemoram o seu mês

página 8


Hospital de Base é homenageado pela Câmara Municipal da cidade

Editorial

Dia do Médico Quando nascemos, recebemos diferentes missões. Para alguns o destino será traçado ao longo de muitos anos de batalhas e conquistas. Já para outros o caminho já foi traçado, como um sacerdócio. Quando escolhemos a Medicina, na verdade escolhemos a arte da superação e da evolução contínua. Em uma área de constantes mudanças, podemos dizer que acabamos sendo escolhidos por uma ciência milenar, com registros belíssimos. Hoje no Hospital de Base somos mais de 800 médicos, entre profissionais contratados e residentes. No Brasil o número chega a 300 mil, sendo 90 mil somente no Estado de São Paulo. O dia-a-dia é árduo e cheio de intercor-

que não medem esforços para continuar lutando, mesmo quando o caos cotidiano pareça superior a força obtida ao longo dos anos. As perspectivas para o futuro são as melhores possíveis. Com os avanços constantes da Medicina esperamos que a assistência à saúde e à vida humana supere os obstáculos e proporcione um atendimento digno e de qualidade para o cidadão brasileiro. Gostaria de parabenizar à todos os profissionais do HB pela dedicação e comprometimento com a instituição e com os milhares de pacientes que passam diariamente por acolhimento médico. O bom atendimento é resultado

rências. Centro de referência em diversas especialidades, o HB recebe pacientes de 101 municípios com as mais distintas patologias. Mesmo com todo o déficit no sistema público e privado de saúde, nada supera a magia da relação médicopaciente. Os obstáculos são inúmeros, como carga horária elevada, excesso de pacientes e traumas variados. Além destes entraves, a instituição conta com pontos extremamente positivos como médicos reconhecidos internacionalmente, experiências bem sucedidas, tecnologia de ponta, equipe multidisciplinar, trabalhos premiados e parcerias com instituições renomadas. Em virtude do dia 18 de outubro, Dia do Médico, comemoramos o dia daqueles

da magnitude do relacionamento entre o profissional da saúde e o usuário.

O HB foi “aplaudido” na câmara municipal de Rio Preto, no dia 24 de setembro de 2009, quando o vereador Jorge Abdanur apresentou aos demais vereadores um pedido de congratulação ao hospital pelo serviço prestado à comunidade em parceria com a fundação Children’s Heart Link e Mayo Clinic. Os vereadores parabenizaram a diretoria e a equipe da cardiologia do HB pela iniciativa e o bom trabalho, ressaltando a importância deste tipo de acontecimento médico para o destaque da nossa região. Uma conquista que virou noticia pelo Brasil e pelo mundo, através de canais internacionais. Na declaração de homenagem, os seguintes dizeres: “(...), seja dada ciência aos diretores do Hospital de Base, manifestando os cumprimentos do Legislativo Municipal, desejando que o sucesso sempre faça parte de suas atividades profissionais”.

Carta Dr. Newton Antônio Bordin Júnior Vice-diretor Administrativo

Saudades... Venho agradecer por meio desta aos colegas de trabalho que por 9 anos estivemos juntos. Aos colegas da Emergência P.A., triagem, ala, UTI, limpeza, meninas da co-

Expediente

zinha, copeiras, auxiliares, açougueiros, almoxarifado, telefonistas, enfermagem,

Informativo Fundação Faculdade Regional de Medicina Ano VI / Nº 97 Outubro - 2009 Diretor Administrativo: Dr. Jorge Fares Diretor Executivo: Dr. Horácio José Ramalho Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Fone: (17) 3353 2083

2

Revista do HB - Outubro - 2009

Site: www.intermidiariopreto.com.br e-mail: intermidia@intermidiariopreto.com.br Jornalista Responsável: Mtb 24.527 Fotos: Intermídia / Colaboradores Impressão: Gráfica Fotogravura Rio Preto Fone: (17) 3016-4000

secretárias, médicos e residentes em geral e meninas do faturamento do SUS. Um grande Beijos a todos! Helen Cristina de Oliveira


Ações do DP/RH

Missão da Diretoria é trabalhar a favor de seus funcionários

A diretoria da Funfarme tem trabalhado para proporcionar as melhores condições trabalhistas a seus funcionários. O local de trabalho representa o segundo lar de cada cidadão. É nele que passamos um terço de nossa vida. Todos nós temos que ter a satisfação e orgulho de trabalhar em um dos maiores complexos médico-assistenciais do país.

Confira algumas vantagens e conquistas:

“O RH não mede esforços para colaborar com o funcionário em tudo que está dentro de nossa alçada em relação a assuntos profissionais. É importante dizer que o foco da atual diretoria é o funcionário, ouvindo e analisando tudo que é exposto por nós”. Cristiane Bussoleto - coordenadora de Recursos Humanos da Funfarme

• Correção salarial em maio/09 superior ao INPC solicitado pelo sindicato, que era reivindicado 5,83% e FUNFARME concedeu 6% • Abono de 10% no Ticket alimentação • Antecipação da entrega do vale-alimentação em datas comemorativas • Novo espaço para descanso e lazer do funcionário • Não há mais descontos no ticket em ocorrências de incidentes trabalhistas: advertências, suspensões, faltas ou semelhantes • Concessão gratuita de dois uniformes • Mudança de gozo de férias com 30 dias de antecedência e não mais com 60 dias • A contribuição social referente à negociação foi assumida pela instituição • Foi estendido o prazo de entrega do atestado médico que pode superar até 72 horas • Foi estendido o prazo de entrega do atestado de óbito familiar para 4 dias úteis • Estabelecida a possibilidade de compensação de horas para os funcionários que não possuem punições administrativas nos últimos 6 meses, nas seguintes condições: atestado médico para acompanhamento de filho menor ao médico, superior a previsão legal (1 dia/mês); quando o SESMT julgar improcedente ou conceder período de afastamento superior àquele constante no atestado médico; exceto as faltas injustificadas, quando forem necessárias ausências cujo abono não esteja previsto em lei ou acordo sindical • Anistia parcial para faltas administrativas • Concessão de férias às mães com crianças em creches públicos e gestantes, devido a gripe A (H1N1), mesmo fora de época • Contratação de uma empresa de consultoria para gestão de cargos e salários • Contratação de duas psicólogas em regime integral de 40 horas para atuar junto com a medicina do trabalho em atendimentos exclusivos a funcionários • Determinação da ocupação de qualquer vaga, primeiramente a funcionários da instituição.

Reestruturação

HB inicia projeto de cargos e salários A empresa RH Plus de São Paulo, que atua há 19 no mercado de consultoria empresarial e possui experiência na área da saúde, foi contratada para revisar todos os cargos, propostas de carreiras e tabela salarial, em um prazo de aproximadamente 4 meses e meio. “Primeiramente iremos reorganizar todos os cargos e analisar salários, a remuneração será conseqüência”, afirma o diretor da RH Plus Mateus de Oliveira. Serão realizadas identificação de nomenclatura de cargos, análise da importância dos mesmos, pesquisas de mercado, elaboração de políticas funcionais e reestruturação administrativa. “Tudo o que faremos é para valorizar o funcionário, primeiramente iremos organizar a casa, depois falaremos de salários e ajustes”, conclui Mateus. No dia 06 de novembro o projeto foi apresentado para mais de 350 funcionários e no dia 09 de novembro começa as análises funcionais com os colaboradores da instituição.

Colaboradores estão sendo convocados para a descrição de suas funções na instituição

Revista do HB - Outubro - 2009

3


Congratulação

Outubro:

mês dos

Profissionais Liberais

Em outubro é comemorado o dia do médico, do dentista, do terapeuta ocupacional e do fisioterapeuta, profissões extremamente importantes e essenciais dentro de nossa instituição

Fisioterapia e Terapia Ocupacional dividem a data de 13 de outubro para comemorar as conquistas na área Duas profissões muito importantes para a área da saúde, que lutam diariamente pela recuperação de seus pacientes. Neste último 13 de outubro os fisioterapeutas do Hospital de Base comemoram também os 25 anos em que o serviço está atuando junto à instituição FUNFARME/FAMERP. Ao longo destes anos, muitas foram as conquistas, e hoje o Serviço conta com 32 profissionais, oferecendo 24h de intervenção fisioterapêutica ao paciente hospitalizado, nas áreas Cárdio-respiratória, Neurologia, Neuropediatria, Neurocirurgia, Músculo-Esquelética, TMO e Transplante de Fígado. No Setor Ambulatorial os atendimentos são direcionados a reabilitação funcional em diversas áreas, inclusive distúrbios do sono. “Nos próximos anos, o Serviço pretende expandir ainda mais suas áreas de atuação junto ao complexo FUNFARME / FAMERP, propiciando acima de tudo, excelência na reabilitação físico-funcional” afirma a chefe da fisioterapia e professora Lais Helena Carvalho Marinho. Já o Terapeuta Ocupacional é um profissional da área da saúde que tem como objetivo a reabilitação e adaptação do indivíduo na sociedade. Conforme o próprio nome diz: “Terapia Ocupacional” é uma profissão que utiliza como meio de tratamento atividades terapêuticas, que antes de serem aplicadas aos pacientes, são analisadas de acordo com cada indivíduo e diagnóstico. O serviço de T.O. no Hospital de Base iniciou-se em 1987 com apenas uma profissional contratada. Hoje a equipe é composta por 7 profissionais contratados e 5 aprimorandos, englobando hospital e ambulatório. Seu trabalho é de suma importância, pois além de fazer parte como membro atuante das equipes interdisciplinares, também atua no sentido de eliminar barreiras arquitetônicas que estes

Equipe de Terapia Ocupacional pacientes encontram ao voltar para suas casas, priorizando a independência, tanto em suas atividades de vida diária, envolvendo alimentação, higiene, vestuário, locomoção, como também as atividades cotidianas, como fazer compras, varrer a casa, e atravessar a rua. Alguns necessitam de adaptações para poderem se alimentar, tomar banho e se vestir, por isso, compete ao T.O. adaptar estes instrumentos com a finalidade de melhorar a vida destes indivíduos. Os Terapeutas do HB também realizam bazares, com produtos confeccionados pelos próprios pacientes e acompanhantes, estimulando assim o tratamento com alegria e satisfação. As duas áreas desenvolvem ainda, além da assistência ao doente, atividades de ensino junto ao Programa de Aprimoramento FAMERP / FUNFARME e de Pesquisa em diversas linhas, com estudos publicados em revistas e periódicos nacionais e internacionais de grande impacto científico.

Simei A. Brito

VOCÊ SABIA? A Terapia Ocupacional surgiu na Segunda Guerra Mundial, com a finalidade de reabilitar os soldados incapacitados pela guerra, tanto nos aspectos físicos, mentais e sociais, para que estes fossem capazes de voltar a profissão que exerciam antes ou readaptá-los a uma nova profissão.

Equipe de Fisioterapia

4

Revista do HB - Outubro - 2009


Hospital é lugar de dentista

O que muitos não sabem é que além de um corpo clínico o HB conta também com uma equipe de odontologia atuante Já que o mês é de comemoração, não poderíamos deixar de comentar o trabalho de um profissional tão importante que é o dentista. No dia 25 de outubro é comemorado o dia da saúde bucal e do dentista brasileiro. A equipe de odontologia do HB é chefiada pela Dra. Mariângela de Luca e conta com mais 2 profissionais e 6 aprimorandos. “A odontologia tem que estar presente em todos os hospitais, é uma especialidade médica”, afirma Dr. Francisco Caparroz, que está no HB desde 1988. Com a saúde não se brinca e, o cuidado com a boca é essencial, pois a odontologia está diretamente integrada na medicina, e a falta de informação pode levar a morte. Toda pessoa que irá fazer um transplante ou cirurgia do coração tem que passar por uma avaliação bucal e não pode

Lecionar:

dom de Deus

Dia do professor tem que ser comemorado em alto estilo na Famerp, que conta com 360 docentes Dr. Hélcio Werneck, o professor mais antigo da Famerp

Se aprender é questão de esforço, fazer é questão de capacidade, lecionar é dom de Deus. Ser professor é uma verdadeira obra de arte, é o exemplo de dedicação e criatividade. No mês de outubro é comemorado também o dia do professor, um momento para refletirmos sobre a educação

em nosso país. No HB temos muitos professores e também muitos alunos, um verdadeiro trabalho em conjunto que salva milhares de vidas por ano. A faculdade de Medicina de Rio Preto conta atualmente com 360 docentes, sendo 80% mestres e doutores, entre eles está Dr. Hélcio Werneck, o professor mais antigo da instituição, que iniciou suas atividades na Famerp em 1968. “Eu me tornei professor por questão de oportunidade, foi a área que ingressei ainda cursando a graduação. Com esta profissão você tem que passar para frente tudo o que sabe”, diz Werneck. Ele fez parte da 1ª da primeira diretoria da faculdade, ele quem criou o logotipo atual e recorda que no início não foi fácil. “Dr. Raul Aguiar, Dr. Domingo Braile, e outros, abriram isso aqui no peito, foi muita questão de raça, luta e amor pela medicina”. O professor que provavelmente se aposentará em fevereiro do próximo ano, agora vai descansar, porém ressalta que ainda tem muitas forças para continuar ensinando.

apresentar cáries, gengivite ou outra infecção. “Uma bactéria bucal pode matar após um transplante ou uma cirurgia cardíaca, pois em ambos os procedimentos os pacientes ficam imunodeprimidos, e isso é sério” explica Dr. Caparroz. Os profissionais atendem pacientes de toda a região, força de vontade e paciência não faltam a estes batalhadores, que trabalham com amor e dedicação na instituição.

Dia do Médico é todo dia Aquela mão amiga estendida para você, em plena madrugada, emquanto todos estão dormindo, ele está ali, correndo de um lado para o outro tentando salvar vidas. Gritos, luzes, pessoas, você não sabe onde está, mas sabe que está protegido, sente a presença de um anjo sem asas. Talvez você conheça aquele que é mais calmo, que está sempre tranquilo e poucas vezes está com pressa, mas sabe que ele também está pronto pra te ajudar, pra te consultar ou diagnosticar algo bom ou muitas vezes inesperado. São anônimos sem rosto, que muitas vezes você encontra nas madrugadas, amarrotados, cansados, sem um salário digno e que cuidam de você, curam suas feridas, tratam da sua alma. Mas quem são estes seres abnegados que estão a postos, oferecendo uma mão amiga e trabalhando com dedicação e responsabilidade? São conhecidos como médicos; médicos de coração e de alma. Em nossa instituição, contamos hoje com cerca de 800 médicos, entre contratados e residentes, que dedicam o seu dia a dia em busca de melhores resultados e qualidade de atendimento. Seria egoísmo dizer-lhes parabéns somente uma vez por ano, em quanto a cada vitória em uma cirurgia, tratamento ou cada resultado positivo é digno ser congratulados. Vitória, alegria e sucesso são os votos desejados a estes profissionais maravilhosos do mundo todo.

Revista do HB - Outubro - 2009

5


Sustentabilidade

Reciclagem:

um dever de todos Cuidar do Meio Ambiente é uma responsabilidade de todos e, pensando nos cidadãos e formadores de opiniões existentes dentro da comunidade HB, foi inaugurado em dezembro de 2005, o Parque de Tratamento e Gerenciamento de Resíduos Sólidos Hospitalares da instituição. Além da preocupação com os colaboradores, o Parque de Resíduos foi construído para atender as normas vigentes, onde todos os prestadores de serviços em saúde foram considerados os responsáveis pelos resíduos gerados em seus estabelecimentos. Os hospitais precisaram elaborar então um Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos dos Serviços em Saúde e, darem um destino ambientalmente correto para estes resíduos. O HB foi o pioneiro na armazenagem e gerenciamento de lixo hospitalar no interior do Estado. Em uma área de aproximadamente 1000 metros quadrados, destinados a autoclavação (esterilização), descaracterização (trituração) e destinação final dos resíduos de serviços de saúde (RSS), o serviço foi implantado e passou a ser referência em reciclagem para outros municípios, já que o hospital produz cerca de 900 kg de resíduos hospitalares considerados infectantes. “Aqui fazemos a separação dos lixos, papel, papelão, plástico e lixo hospitalar. Cerca de quatro toneladas de papel e seis toneladas de papelão que seriam inutilizados passaram a ser recolhidos e vendidos para empresas de reciclagem. Além da conscientização por parte dos funcionários em distinguir o que é e o que não é lixo, a atual diretoria criou um Fundo de Apoio ao Funcionário, onde todo o dinheiro arrecadado mensalmente é destinado à eles”, explica a enfermeira Emilângela Ferreira de Andrade, coordenadora dos serviços de higiene, limpeza, hotelaria, resíduos, lavanderia hospitalar e gerente de risco da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além do papel e do papelão, o HB recicla alumínio, fio, cobre, plástico, estrados de madeira e galões da lavanderia. “Tudo que é sucata, separamos e enviamos para a reciclagem”, afirma Emilângela. Ainda segundo o diretor executivo da Funfarme, Dr. Horácio José Ramalho, o principal objetivo do programa de reciclagem do HB é conscientizar funcionários sobre a importância desta atitude. “Entendemos que o tema é de grande importância e que, apesar de todos os avanços e tecnologias, superar esse problema ainda é um desafio em todo o mundo.” O HB conta hoje com 4,1 mil funcionários e, periodicamente, realiza treinamentos para o desenvolvimento de novos serviços, sejam eles ligados ao Meio Ambiente ou à ações que tragam benefícios para todos.

6

Revista do HB - Outubro - 2009

Equipe responsável pelo bom funcionamento do Parque de Resíduos

Prêmio Amigo do Meio Ambiente Referência na reciclagem de materiais hospitalares, e um dos pioneiros na implantação do Parque de Resíduos no interior Paulista, o Hospital de Base foi convidado para o II Seminário Hospitais Saudáveis 2009, realizado no mês de outubro, no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A enfermeira Emilângela Ferreira de Andrade, coordenadora dos serviços de higiene, limpeza, hotelaria, resíduos, lavanderia hospitalar e gerente de risco da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi a convidada para ministrar uma palestra sobre o tema: “Autoclavagem de Resíduos Biológicos no Hospital”. Organizado pelo Centro de Vigilância Sanitária (CVS) em parceria com a Unifesp/SPDM e a organização internacional Saúde sem Dano (SSD), o Seminário discutiu os impactos ambientais e sanitários relacionados às atividades de assistência à saúde e promoveu um debate sobre experiências bem sucedidas no controle ou redução desses impactos. Como reconhecimento de experiências bem sucedidas, o HB recebeu o Prêmio Amigo do Meio Ambiente, com o projeto de Sustentabilidade com qualidade, elaborado pela enfermeira do SHL, Emilângela Ferreira de Andrade e o do engenheiro clínico, Rodrigo Plazas.


Perfil

A verdadeira gata borralheira Assim como nos contos de fada, a bela moça esconde toda a beleza atrás dos uniformes da limpeza, porém não se faz de rogada e por conta própria confeccionou um uniforme para ir e vir do HB para casa. O uniforme serve para mostrar o orgulho que tem de trabalhar na instituição. Mas essa história que hoje tem um contexto feliz, nem sempre foi assim. Rosangela Barbarotti, uma verdadeira mãe coruja, mais conhecida como “Ro do Serviço de Higiene e Limpeza”, fez loucuras para ser funcionária efetiva do HB. Ela começou trabalhar terceirizada e despertou um amor incondicional pelo hospital, descobriu que aqui era seu lugar, mas ela não queria só trabalhar aqui, queria ser efetivada na instituição. Recorreu aos funcionários e viu que seu sonho estava distante, já que por questão ética não poderia ser contratada por ser funcionária de uma empresa que presta serviços ao HB, mas não desistiu, encontrou força nas palavras amigas de Dona Helena da recepção do convênio e, sem dinheiro no bolso pediu demissão e retornou ao HB com um currículo na mão e o papel da demissão na outra e disse: “Quero ser funcionária daqui e vou conseguir”.

Dias depois, Rosangela foi convocada para uma entrevista, ela cobriria a licença de uma funcionária, licença essa que foi renovada e resultou em sua contratação. No momento da contratação ela passava por um dos momentos mais difíceis de sua vida, a separação conjugal, porém no trabalho conseguiu a superação. Foi também com essa mesma garra e o já conhecido sorriso no rosto que ela derrotou um câncer. Para ela, o momento mais marcante aconteceu nas eleições da CIPA deste ano, quando foi eleita com o maior número de votos entre todos os candidatos, o que lhe rendeu o cargo de vice-presidente do grupo. “Senti que os meus colegas fizeram uma retribuição de tudo que eu sinto por eles e pelo hospital. Minha família são eles. Aqui dentro sou útil não só na limpeza, mas com os pacientes quando precisam de uma palavra e aos colegas de trabalho quando querem um abraço. Não faço só limpeza, faço humanização”, afirma Rosângela. E como em todo conto de fadas, não poderia faltar o príncipe, e foi na instituição que encontrou o atual marido Adão, com quem pretende finalizar sua história com um “Felizes para sempre”.

Amor e persistência fizeram com que “Rô” alcançasse a vitória dentro da instituição

CIPA assume gestão 2009/2010 No dia 26 de outubro, a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), tomou posse no anfiteatro do Mezanino, com discurso da diretoria e da presidente e vice do grupo. O diretor executivo da Funfarme, Dr. Horácio Ramalho, ressaltou a importância de desenvolver novos projetos e trabalhar arduamente. Outros diretores e coordenadores também estiveram presentes e desejaram boa sorte ao grupo, que tem como missão preparar melhorias, projetos e modificações no hospital, além de verificar ocorrência de acidentes internos.

Revista do HB - Outubro - 2009

7


Avanço

Renovação a serviço da Nefrologia Novo curativo traz a possibilidade de ser trocado somente uma vez por semana e reduz 45% de gastos no HB Antes a gaze e o micropore eram usados em procedimentos com cateter venoso, hoje, em fase de implementação uma renovação ganha espaço no departamento de Nefrologia: “o curativo transparente”. Após um treinamento com aproximadamente 40 enfermeiros, o protetor transparente está sendo usado em pacientes da Hemodiálise, na fixação do cateter venoso central. O curativo transparente é constituído por uma película plástica de dimensões apropriadas e com autocolantes nas bordas. “É interessante a agilidade que trouxe no atendimento e a melhora para o paciente, principalmente na sua higienização diária”, diz Dr. João Fernando Picollo, médico nefrologista. O novo procedimento, que

foi uma iniciativa, da Dra. Melissa Maia, reduz gastos e tempo da enfermagem, e está em uso desde o dia 24 de setembro e tem recebido vários elogios dos pacientes, principalmente no quesito estético. “Este novo procedimento nos oferece várias vantagens, já que expõe menos, manipula menos e, conseguimos com isso reduzir o risco de infecção”, afirma Andressa Zequini, enfermeira da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar.

APLICAÇÃO DO CURATIVO TRANSPARENTE

REMOÇÃO DO CURATIVO

Dr. Picollo aposta em novas idéias na área da Nefrologia

Vantagens • Reduz risco de infecção por prevenir acúmulo de umidade; • Adesivo hipoalergênico diminui a irritação, que resulta em conforto para o paciente; • Impermeável à água e bactérias; • Fácil aplicação e remoção; • É transparente e permite a inspeção no local da punção para sinais de infecção ou flebite sem a necessidade de retirar o curativo.

O hospital é referência no estado e foi escolhido para colaborar na redução de processos de medicamentos contra o governo

8

Revista do HB - Outubro - 2009

HB é escolhido para implantar projeto-piloto Todos os anos diversas ações judiciais contra o governo dão entrada nos Fóruns Municipais com o objetivo de requerer medicamentos de custo elevado gratuitamente. São Paulo lidera o ranking nacional de ações, já a cidade de Rio Preto está na segunda colocação do estado; são números preocupantes que geram prejuízos ao governo e acarretam grande volume de trabalho ao judiciário. Esse grupo, conhecido como “Núcleo de Ações Administrativas para análises de Ações Judiciais de Medicamentos” (Nase), tem a incumbência de tentar diminuir o número de ações originadas dentro do hospital, através de receitas médicas, dietas especiais e materiais, como fralda descartável. A Nase tem a tarefa de indicar a farmácia

de alto-custo que possui o medicamento disponível ou as próprias farmácias municipais que atendem à cidade de Rio Preto. Caso os medicamentos não estejam ao alcance em uma dessas duas opções, a comissão envia os pedidos à Secretaria de Saúde do Estado, na tentativa de conseguir estes medicamentos de forma administrativa e não judicial. “É um grupo piloto que vai gerenciar essa situação e, com êxito, novos grupos serão formados por todo o estado”, afirma Dr. José Luis Esteves, integrante do grupo. O grupo multidisciplinar é presidido pelo Dr. Acayaba e conta com médicos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas, num total de 12 pessoas, que se reúnem semanalmente para avaliar os pedidos de medicamentos e dietas, agilizando os processos para que não se tornem judiciais.

Revista hb outubro 2009  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you