Page 7

Bicho de sete cabeças Funcionários aprendem a usar o computador e perdem o medo de conviver com a tecnologia Cleide Maria Araújo da Silva, auxiliar da lavanderia, é funcionária do HB há 12 anos e nunca tinha tido contato com o computador. “Em casa eu tenho, mas meus filhos que sabiam mexer nesse negócio. Nunca tive muito interesse nele.” Mas com a implantação do Sistema MV, Cleide se viu na obrigação de aprender a lidar com a máquina, e adorou. “Pra mim o computador era um bicho de sete cabeças, muito complicado, depois de algumas aulas, vi que não era nada daquilo que eu pensava”. No trabalho, também houve mudanças, e pra melhor “Antigamente era tudo anotado em um caderninho. Agora, quando chegam os carrinhos com as roupas, passa pelo sistema pra deixar tudo registradinho e já vão direto para as máquinas. É bem mais rápido”. Cleide percebeu que o computador não é o bicho papão que acreditou ser durante todos esses anos. Tanto que já está até navegando na internet em casa, com a ajuda dos filhos. “Pego algumas receitas pra variar o cardápio e até arrisco fazer novas amizades em salas de bate papo” conta Cleide, feliz da vida.

Revista do HB - Maio 2010

7

Revista hb maio 2010  
Revista hb maio 2010  
Advertisement