Page 1

T rcida Verde e Amarela: Uma verdadeira luta brasileira contra o câncer

Ano VIII / Nº 104 - Maio - 2010

página 8

Novo Sistema Hospitalar é aprovado pelos funcionários do HB páginas 4, 5, 6 e 7

CIPA prevê melhorias para segurança de funcionários páginas 10 e 11


Editorial

Carta

Anos de história

Agradecimento Ao Dr. Horácio José Ramalho Diretor Executivo do Hospital de Base

É com grande satisfação que comemoramos no mês de junho mais um ano de Funfarme/ Hospital de Base. Um hospital que atende pacientes de todos os cantos do Brasil, de Norte a Sul. Uma instituição que já foi lembrada e premiada por diversas vezes, o hospital está constantemente na mídia e mostra seus mais diversos serviços e corpo clínico. Nesta data, a Funfarme, HB e Famerp que tem em seu comando, Dr. Horácio José Ramalho, Dr. Jorge Fares, Dr. Newton Bordin, Dr. José Luis Esteves Francisco, Dr. Otávio Ricci Junior, Dr. Aldenis Borin, Dr. Paulo Nakaoski e Dr. Humberto Liedtke Junior tem muito que comemorar, foram vários investimentos em infra-estrutura, aumento em números de transplantes, novos equipamentos e a implantação do mais moderno sistema informatizado hospitalar do Brasil, que promete revolucionar o dia a dia da instituição e trazer mais segurança aos médicos e pacientes. Mas temos que ressaltar que sem vocês, funcionários e voluntários, todos esses trabalhos não teriam sentido e nem teria tal grandeza. Vocês são o alicerce desta instituição, permanecem mais tempo aqui do que na própria casa, dando toda a energia em busca do melhor resultado. É maravilhoso ver colaboradores com sorriso no rosto e pronto pra atender aos pacientes da melhor forma possível. È a vocês que dedicamos hoje todo o sucesso do HB, lembramos também nesta data todos os funcionários que passaram por aqui e deixaram um pouco de sua história. E que possamos comemorarmos juntos muitos aniversários da instituição.

Venho por intermédio deste, agradecer a valiosa colaboração de Vossa Senhoria pela concessão de estágios nesse nosocômio, aos alunos do Curso de Resgate e Emergências Médicas, que se realizou no período de 03 de maio a 26 de maio corrente ano. Aproveito a oportunidade para elevar os protestos de estima e consideração.

Leandro Antônio Graton Tenente Coronel Policial Militar Comandante

Ao Dr. Otávio Ricci Diretor do Hemocentro

Que Deus conforte seu coração neste momento tão difícil. Nossos sinceros sentimentos.

Dr. Horácio José Ramalho Dr. Jorge Fares

Família HB

Sugestões Expediente Informativo Fundação Faculdade Regional de Medicina ano VIII / Nº 104 Maio 2010 Diretor Administrativo: Dr. Jorge Fares Diretor-Executivo da Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho Produção Editorial: Intermídia Publicações

2

Revista do HB - Maio 2010

Fone: (17) 3353 2083 Site: www.intermidiariopreto.com.br e-mail: intermidia@intermidiariopreto.com.br Jornalista Responsável: Mtb 24.527 Fotos: Intermídia / Colaboradores Impressão: Gráfica Fotogravura Rio Preto Fone: (17) 3016-4000

Envie suas sugestões de reportagem para:

luis@intermidiariopreto. com.br Ramal: 1496 Bip: 2003


Aniversário HB

Hospital de Base faz história O HB possui 718 leitos de internação e UTI’s prontas para oferecer atendimento especializado, como a UTI neonatal que é referência para bebês prematuros no Estado

No dia 12 de junho a Funfarme/HB comemoraram mais um ano na história da população brasileira. Para os diretores da Funfarme/HB, Dr. Horácio José Ramalho e Dr. Jorge Fares, a instituição é motivo de orgulho para todos, pois com uma equipe altamente qualificada, com médicos reconhecidos nacionalmente, o Hospital de Base é a maior instituição de saúde do Noroeste paulista. Atende cerca de 30 mil pessoas por mês em seu Ambulatório de Especialidades, além de mais de 10 mil atendimentos de emergência e 3.000 cirurgias mensais. Hospital de Ensino ligado à FAMERP, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, o HB conta com 410 médicos e 320 residentes que atuam em todas as especialidades, em conjunto com equipes multidisciplinares formadas por enfermeiros, nutricionistas, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, fisioterapeutas, psicólogos e cirurgiões-dentistas. Além destes profissionais, outros 4.000 funcionários fazem do Hospital de Base referência em atendimentos de alta complexidade, como transplantes de córnea, rim, fígado, medula óssea e coração, somando um total de quase 3000 pacientes transplantados na unidade. Em fevereiro de 2010, o HB foi a primeira instituição de saúde do interior do país a realizar um transplante infantil de coração.

Revista do HB - Maio 2010

3


Congratulação

Diretoria agradece o comprometimento dos funcionários na implantação do novo sistema hospitalar O novo sistema hospitalar entrou em funcionamento no dia 01 de junho a partir da meia noite, para isso acontecer foi necessário o esforço e disposição de todos os funcionários do hospital, alguns tiveram que trabalhar dobrado para tudo funcionar da melhor forma possível, sem atrapalhar o andamento das atividades do hospital. O clima de festa com bexigas e uma mensagem de agradecimento foi para parabenizar todos os funcionários por estes meses de treinamento e simulação, dedicação à instituição e aos pacientes que serão beneficiados com a nova tecnologia. O HB é um complexo hospitalar e impressiona muitas pessoas pelo seu porte e quantidade de funcionários, que sem dúvidas é o maior do Noroeste Paulista e por esse tamanho algumas intercorrências foram inevitáveis, mas os funcionários driblaram os problemas e continuaram os processos de rotina. O sistema é o mais moderno do Brasil, está sendo implantado para evitar desperdícios de tempo, papel e dinheiro, de retrabalhos, auxiliar médicos e equipe de enfermagem nas rotinas diárias e melhorar o atendimento ao público. Ainda estão sendo realizados alguns ajustes para o sistema funcionar com mais perfeição, mas para isso a instituição precisa continuar com todo o apoio e dedicação de seus colaboradores que não mediram esforços para aprender a nova tecnologia e

4

Revista do HB - Maio 2010

colocá-la em prática. A diretoria do HB e todos envolvidos no processo de implantação do novo sistema agradecem todo o apoio dos funcionários e a garra com que estão enfrentando algumas dificuldades que aparecem no dia a dia. Toda essa força de vontade facilita a melhoria dos processos no hospital.


“Aqui na Central de Exames ficou tudo mais rápido. Estava de férias e voltei com o sistema funcionando e achei ótimo, ficou muito mais prático. Agendamos vários exames de um mesmo paciente de uma só vez. Nosso atendimento ao público ficou bem melhor.” Daniela Nascimento Ribeiro Auxiliar de Serviços

“O novo Sistema MV já tem melhorado a entrada de notas fiscais, os pedidos de compra e também a gente tem um controle maior sobre o estoque. A gente sabe tudo o que entra e sai daqui. A comunicação entre os setores ficou melhor, facilitando nosso trabalho”.

Edson Luis de Oliveira Almoxarife

Revista do HB - Maio 2010

5


6

Revista do HB - Maio 2010


Bicho de sete cabeças Funcionários aprendem a usar o computador e perdem o medo de conviver com a tecnologia Cleide Maria Araújo da Silva, auxiliar da lavanderia, é funcionária do HB há 12 anos e nunca tinha tido contato com o computador. “Em casa eu tenho, mas meus filhos que sabiam mexer nesse negócio. Nunca tive muito interesse nele.” Mas com a implantação do Sistema MV, Cleide se viu na obrigação de aprender a lidar com a máquina, e adorou. “Pra mim o computador era um bicho de sete cabeças, muito complicado, depois de algumas aulas, vi que não era nada daquilo que eu pensava”. No trabalho, também houve mudanças, e pra melhor “Antigamente era tudo anotado em um caderninho. Agora, quando chegam os carrinhos com as roupas, passa pelo sistema pra deixar tudo registradinho e já vão direto para as máquinas. É bem mais rápido”. Cleide percebeu que o computador não é o bicho papão que acreditou ser durante todos esses anos. Tanto que já está até navegando na internet em casa, com a ajuda dos filhos. “Pego algumas receitas pra variar o cardápio e até arrisco fazer novas amizades em salas de bate papo” conta Cleide, feliz da vida.

Revista do HB - Maio 2010

7


Cartazes das equipes de enfermagem são premiados Durante a semana da enfermagem, foi realizado treinamento sobre a higienização das mãos, que é a medida mais simples e barata para prevenir as infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS). O treinamento contou com partes teóricas e práticas, como uma dinâmica em que as equipes de enfermagem confeccionaram cartazes. Esse concurso teve como objetivo o reconhecimento e integração da equipe de enfermagem, melhoria da adesão à higiene de mãos, prevenção das IRAS e segurança do paciente. No dia 10 de junho, a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), fez a premiação do concurso interno sobre higiene das mãos, com o tema: “Salve Vidas: Higienize Suas Mãos”. Os cartazes foram expostos para apreciação no Espaço Real dos Funcionários e avaliados por um grupo interdisciplinar. Foram contemplados duas menções honrosas por criatividade e originalidade e os três primeiros lugares. A CCIH agradece a colaboração de todos os participantes e parceiros.

8

Revista do HB - Maio 2010


Balanço 2009 Visando a capacitação, motivação e criação de novos talentos, a FUNFARME em parceria com Instituições de Ensino, destina a seus funcionários bolsa de estudos para a implementação de um programa de Educação Coorporativa dentro da instituição. A bolsa é destinada a funcionários FUNFARME com contrato indeterminado a partir de um ano de empresa e poderão ser de nível técnico e superior. As inscrições foram feitas entre 21 e 31 de maio no Serviço Social do RH e foram divulgadas através de cartazes espalhados pelo Hospital. Os candidatos irão realizar o processo seletivo que será composto por análise do histórico funcional; avaliação técnica e/ou parecer técnico do gestor da área; análise sócio econômica e cultural e contrato de desempenho. Se o candidato for aprovado, ele poderá obter desconto de até 80% do valor do curso, sendo que 46 bolsas integrais serão rateadas para beneficiar maior número de funcionários. Estas bolsas serão gerenciadas pelo setor de Recursos Humanos do Hospital de Base e serão conferidas, de acordo com a periodicidade do curso, comprovantes de freqüência escolar, além do histórico acadêmico, onde o bolsista confirme que possui a nota média 7,0 e que não foi reprovado em nenhuma matéria. Caso contrario, o funcionário perderá o beneficio. Segundo Cristiane Bussolote, coordenadora do RH, após o funcionário concluir

FUNFARME disponibiliza bolsa de estudos para seus funcionários

o curso, a Instituição de Ensino deverá atualizar as informações do aluno junto ao Departamento de RH, enviando cópia do diploma ou da declaração de conclusão de curso e ainda uma via da monografia ou do trabalho de conclusão de curso, via CD. Esta parceria entre a FUNFARME e Instituições de Ensino proporcionará também este ano 1.153 vagas de estágio no Hospital, vantagem para ambos, pois com isso temos mais profissionais preparados no mercado.

Muitos anos de estrada... Com grande experiência em viagens como representante comercial, motorista e caminhoneiro, José Carlos Gonçalves participou há 11 anos de uma seleção para motorista no HB, ele concorria com mais 16 pessoas por 1 vaga, por seu bom currículo, José Carlos conquistou o cargo. Sempre fazia viagens com a diretoria do hospital e mostrava seu bom trabalho e relacionamento com as pessoas, em uma dessas viagens ele foi convidado para assumir o cargo de encarregado de Segurança e Transporte. A alegria foi grande e nunca teve dúvidas que se adaptaria com facilidade, pois além de experiência na estrada e no volante, ele já tinha trabalhado também como encarregado de equipes. O que lhe proporcionou mais satisfação foi poder contar com o apoio de todos os seus colegas de trabalho. Casado e pai de dois filhos, um menino e uma menina, José Carlos não ficava muito com a família e o novo cargo lhe proporcionou esta alegria, que ele considera tão importante. Para finalizar ele afirma: “Aqui é também é minha casa, é aqui que passo a maior parte do meu dia, me sinto feliz aqui”.

...e 11 de HB Revista do HB - Maio 2010

9


SIPAT

XVII SIPAT Sipat traz palestrantes Prata da Casa A XVII SIPAT da Funfarme foi realizada do dia 28 de junho ao dia 02 de julho no anfiteatro Fleury da Famerp e atraiu um bom público nestes 05 dias de eventos, porém poderia ter tido a maior participação dos funcionários se todos tivessem a consciência da importância deste tipo de evento. Este ano o tema escolhido foi “Consciência e União Previnem Acidentes”, e discutiu temas relacionados com acidentes de trabalho, crises pessoais, familiares, financeiras, a importância da motivação e da alegria de viver. Segundo Renata de Paula G. F Suttini, secretária da equipe SESMT, os palestrantes convidados, são médicos do HB, e aceitaram fazer as palestras por cortesia, tudo para valorizar o funcionário da instituição. Os 5 dias de evento movimentaram o cotidiano de seus organizadores e dos cipeiros, mas para eles a recompensa é maior. “É muito bom o resultado, vale a pena nos esforçarmos, aca-

bamos o último dia com o ar de dever cumprido”, afirma a vicepresidente da CIPA, Rosangela Barbarotti. Foram sorteados vários brindes durante as palestras, os prêmios mais esperados foram duas bicicletas e as sortudas foram Cláudia de Fátima Moriel Valença do Laboratório de Patologia e Maria Aparecida, a Dinha do Faturamento.

Dr. Irineu Maia fala sobre os 25 anos da AIDS e tira várias risadas dos colaboradores durante suas histórias

10

Revista do HB - Maio 2010


CIPA prevê melhorias para segurança de funcionários No comando desde novembro de 2009, a presidente da CIPA, Vilma Lucia Vieira conta com o apoio de 36 membros, que são responsáveis por percorrer os setores, para avaliar como está a segurança dos funcionários em cada setor. Segundo ela, o principal objetivo da CIPA é promover o máximo de segurança aos funcionários. Nesses seis meses procuraram visar, principalmente a segurança do funcionário, que vai além do aspecto físico, com projetos voltados para tudo o que impede o seu bom desenvolvimento no trabalho. Além de fazer campanha para que o funcionário, quando se acidentar, faça a notificação junto ao seu departamento. Com a SIPAT, pretendem expandir o tema segurança e chegar aos causadores externos de cada acidente, “Que vão desde o stress, familiar e até financeiras”, segundo Vilma. Logo após a SIPAT, a CIPA pretende colocar em prática, projetos voltados ao acidente doméstico, tratando também dependência química como alcoolismo e tabagismo. Em parceria com a SESMT, também irão promover visitações nos setores e fazer a conscientização dos funcionários em relação a prevenção dos acidentes.

Indicadores 2008/2009

Os acidentes de trabalho conforme o tipo, também vem mostrando reduções consideráveis, sendo o acidente perfuro cortante o com maior incidência na área da saúde. Trabalhos de conscientização e divulgação desses indicadores, estão programados para o segundo semestre numa parceria CIPA / SESMT-SEGURANÇA DO TRABALHO para que estes indices abaixem ainda mais.

“Agradecemos a todos vocês que prestigiaram a SIPAT 2010. Desejamos que tudo que viram e ouviram seja perene e resistente. Esperamos também que este evento tenha contribuído com seu compromisso individual para a prática da segurança e saúde do trabalho. E que juntos, possamos contribuir ainda mais para um ambiente de trabalho mais seguro”. Vilma Lucia Vieira, Presidente da CIPA

A funcionária Dinha, do Faturamento, ganhou uma bicicleta no último sorteio

Cláudia da Patologia foi sorteada com uma bicicleta durante o evento da SIPAT Revista do HB - Maio 2010

11


Copa 2010

Funcionários administrativos FUNFARME foram liberados para os jogos da copa Nos dias dos jogos do Brasil pela Copa do Mundo, os funcionários administrativos da FUNFARME foram dispensados do ponto para poder acompanhar a seleção canarinho. Os setores que tiveram seus funcionários dispensados foram aqueles em que os funcionários trabalham oito horas de segunda a sexta-feira e farão a reposição de horário. Exceto os que cumprem escala de revezamento. No dia 15, jogo entre Brasil X Coréia do Norte, os funcionários foram dispensados a partir das 15h00. No dia 25, entre Brasil X Portugal, a dispensa ocorreu a partir das 10h30 e esta seqüência seguiu em todos os jogos. Com a eliminação do Brasil diante da Holanda, a rotina voltou ao normal. Os encarregados devem supervisionar os funcionários que possuem banco de horas, pois deverão utilizá-lo na compensação. A reposição das horas deve ser feita dentro do prazo, estabelecidos nos avisos fixados pelo Hospital.

Amor pela pátria: Dedicação aos pacientes A equipe do Instituto do Câncer do HB esteve uniformizada durante a Copa do Mundo, tudo para proporcionar um ambiente de festa para os pacientes. Camiseta verde e amarela com a frase “ICA BR no Combate ao Câncer” fez parte dos adereços, além de corneta e enfeites para a cabeça. A alegria dos pacientes foi contagiante, muitos mencionam que essa equipe realmente foi a verdadeira representação da torcida brasileira. Gol pro Brasil, ponto pros pacientes, o importante é observar a alegria em cada rosto de esperança que circula diariamente no Instituto.

12

Revista do HB - Maio 2010

Revista hb maio 2010