Page 1

Duas inaugurações:

Ano VIII / Nº 116 - Julho/Agosto - 2011

Dois sonhos realizados...

Centro Integrado de Pesquisa HB - FUNFARME - FAMERP páginas 12 e 13

Instituto de Reabilitação “LUCY MONTORO” páginas 10 e 11


Editorial

Inaugurações marcam história do HB Recentemente foram inauguradas duas grandes obras nas dependências da Funfarme. A primeira foi o Centro de Reabilitação Estadual Lucy Montoro, que é referência para 3 Diretorias Regionais de Saúde e atenderá cerca de 10 mil pacientes por mês. A segunda grande obra é o Centro Integrado de Pesquisas no 2º andar do HB, um dos maiores da América Latina, com mais de 500 m² e modernas instalações. Com o centro de pesquisa conseguiremos ampliar a participação da Instituição e dos pesquisadores no cenário nacional e internacional, colaborando para o desenvolvimento das estratégias definidas pelo Ministério da Saúde. Obras deste porte só saem do papel porque contam com a colaboração de mão de obra qualificada. São funcionários que trabalham com dedicação para que tudo saia melhor do que o planejado. São pessoas simples, com muita criatividade e amor pelo que faz. A partir de agora a história da Funfarme e do HB não são mais as mesmas, atenderemos pessoas especiais no centro de reabilitação, com procedimentos de alta qualidade. Além disso o espaço será utilizado para ensino e qualificação dos pacientes para voltarem ao mercado de trabalho. Além da parte clínica, o HB auxilia nesta nova etapa colaborando para a responsabilidade social da nossa região. O centro Integrado de Pesquisas é um sonho de profissionais competentes que ansiavam há muitos anos por um local apropriado para o desenvolvimento de pesquisas e ao mesmo tempo para a divulgação do nome “Hospital de Base e Famerp” no mundo.

Índice 02

Editorial

03

1ª Coleta de órgãos no Ielar

03

Exemplos de honestidade

04 e 05 Facebook e cartas HB 06 e 07 Prêmio Enfermagem 08 e 09 Notícias do Dia a Dia 10 e 11 Inauguração Lucy Montoro 12 e 13 Inauguração Centro de Pesquisas

14 e 15 Eles são fundamentais 16

Seleção de bolsistas

17

Redução acidente de trabalho

18 e 19 Festa dos pais 20

Perfil pais Alexandre

20

Perfil pais Eloy

21

18ª Sipat

24

Ding Down: 11 anos

Dra. Maria Gabriela de Lucca Oliveira Chefe do Laboratório Central

Expediente Informativo Fundação Faculdade Regional de Medicina

Ano IX / Nº 116 - Julho/Agosto de 2011 • Diretor Executivo Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho • Vice-Diretor Executivo Funfarme: Dr. José Luis E. Francisco • Coordenador de RH e DP: Dr. Paulo Nakaoski

2

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

• Diretor Administrativo HB: Dr. Jorge Fares Vice-Diretor Administrativo HB: Dr. Newton Bordin Júnior • Diretor Clínico: Dr. Jorge Adas Dib • Vice-Diretor Clínico: Dr. Márcio Antônio dos Santos • Diretor Técnico: Dr. Roberto Yagi • Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Júnior • Diretor do Ambulatório: Dr. Aldenis

Borim • Produção Editorial: Intermídia Publicações – 17- 3353-2083 • Jornalista Responsável: MTB: 24.527 • Redação e Fotos: Luís Fernando Neves • Diagramação: Roger Goulart • Colaboração: Camila Galvão • Impressão: Fotogravura Rio Preto • Tiragem: 2000 exemplares


Captação

Equipe do HB auxilia na 1ª coleta de órgãos do Ielar No dia 26 de julho, o hospital Ielar de Rio Preto fez a primeira captação de órgãos da história da instituição. Foram captados pela equipe do Serviço de Procura de Órgãos e Tecidos (SPOT) do HB dois rins, duas córneas e um fígado. A doadora, Aparecida Lucia de Castro, 50 anos, teve morte cerebral na noite do dia 24 no Ielar, depois de ter parada cardíaca em casa. Os enfermeiros do SPOT/HB James e Helen acompanharam e orientaram na captação dos órgãos. O Ielar está cadastrado há um ano para fazer esse tipo de procedimento. Neste período foram pelo menos quatro tentativas em potenciais doadores, porém em todas elas os familiares não autorizaram a doação. “É formidável esse ato. As pessoas têm que ter a consciência que podem ajudar os outros”, afirma o cirurgião Jonas Dias de Campos Seteri, diretor clínico do Ielar.

A equipe médica começou o procedimento à 1h30 e terminou às 5 horas. Além do fígado, rins e córneas, o pâncreas seria coletado, mas a paciente tinha diabetes. Por isso, o órgão não foi retirado.

Exemplos de honestidade Diego, Paulo e Rodolfo são exemplos de bom caráter dentro da instituição. Eles encontraram um HD externo, objeto que armazena materiais pessoais e profissionais. Pesquisaram e espalharam panfletos pela instituição, até encontrar o verdadeiro dono. Mais do que o valor financeiro do objeto, era os dias e dias de trabalho armazenado. Po d e r í a m o s t e r m a i s Diego’s, Paulo’s e Rodolfo’s em nossa sociedade.

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

3


Mídias Sociais HB

Carta de Agradecimento Quero deixar aqui todo o meu carinho e admiração por cada um de vocês faxineiros, copeiras, auxiliares, assistente sociais, enfermeiras, médicos, amigos e companheiros de quarto. Encontrei aqui tudo sempre limpo e organizado, a alimentação sem miséria e para todos que tivesse fome, exames, todos quantos fossem necessários. Profissionais sempre prontos a atender um pedido de socorro. Encontrei aqui muito respeito, por todos, pacientes e acompanhantes. Encontrei aqui uma extensão do meu lar. Já que tantas vezes e por tanto tempo fiquei aqui. Apesar de tudo isso, precisei ir embora sozinha. Não pude levar minha mãe tão querida comigo. Porém precisei voltar para agradecer, na hora não consegui, o principal medicamento que ela recebeu aqui e eu creio que vocês tem em abundância foi “amor”, e esse amor que ela recebeu aqui foi essencial para seus últimos anos de vida. Eu quero também lembrar que o simples fato de vocês lembrarem o nome dela e recebê-la com tanto carinho deixava a todos nós confortados. Quando a gente perguntava como ela estava, ela respondia que já estava acomodada. Aqui estou em casa, todos me recebem com muito carinho. Além de agradecer, eu também vou lembrar de orar ao Deus todo poderoso para abençoá-los todos os dias de suas vidas. Quero pedir a todos que continuem assim, pois ainda que não haja nenhuma medicação que possa curar o câncer, não importa, vocês tem dentro de cada um desse remédio tão precioso, “O AMOR”, que mesmo que não cure, e por muitas vezes nem sequer tira a dor do corpo ele tem um efeito mágico, ele “acaricia a alma” e acalma o desespero da perda. Deus abençoe todos vocês e os conserve sempre assim.

Vera Lúcia, a filha da Nadir

4

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

Recados & Cartas


Aos médicos, equipe de enfermagem e funcionários do Hospital de Base: A profissão de vocês é a mais autêntica prática de amor, pois vocês amam seu próximo como a si mesmo. Vocês aprenderam que seu próximo é todo aquele que passa por vocês, seja rico ou pobre, sábio ou ignorante, empregados ou patrão, parente ou estranho. Vocês sabem que gostar e ter paciência com quem lhes é simpático não lhes confere mérito nenhum. Vocês agradam a Deus quando praticam a caridade para com aquele que não lhes é simpático. A caridade é mais cristã quando exige o nosso sacrifício em praticá-la. Lembrem-se de que até um sorriso seu pode ser um grande ato de amor. Um sorriso derramado com bondade cura muitos males e alivia muitas dores. Espalhem esperança e alegria que a recompensa virá depois. Muito obrigada por tudo que fizeram pelo Ari e fiquem com Deus! Cidinha, filhos, noras, genro e netos. Paciente: Ari Alves de Lima

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

5


Enfermagem do HB é A partir de agora, 53 organizações hospitalares, públicas e privadas, do Estado de São Paulo são reconhecidos como unidades com excelência em gestão hospitalar na enfermagem e, a equipe do HB, composta por mais de 1500 profissionais foi premiada como “Gestão com Qualidade: Dimensão Hospitalar”, pelo Conselho Regional de Enfermagem. “Isso é muito importante e gratificante para nós. Mostra o bom trabalho que estamos desempenhando para nossos pacientes”, diz Maria Regina Jabur, gerente de enfermagem do HB. As organizações hospitalares inscritas receberam a visita técnica de um avaliador, que analisou a gestão de enfermagem das instituições com base em seis perspectivas, 32 critérios e 121 itens de avaliação desenvolvidos pelo grupo de estudo do Coren-SP. “Além da expertise do grupo de avaliadores - com profissionais das melhores instituições de São Paulo -, o instrumento de avaliação para concessão do Prêmio foi submetido à consulta pública no site do Conselho e validado durante reunião técnica, que contou com a participação de diretores de Enfermagem”, destaca Sérgio Luz, coordenador do PGQ – Programa Gestão com Qualidade. Um manual com orientações, ficha de inscrição, regras e critérios de avaliação das organizações e das equipes de enfermagem foi distribuído às instituições. Além disso, cursos preparatórios na capital e em mais oito cidades do interior e litoral do estado de São Paulo foram promovidos, gratuitamente, para indicar aos gestores o caminho pelo qual a qualidade da sua gestão seria avaliada, garantindo, assim, isonomia entre os serviços públicos e privados interessados. Todo o processo de elaboração do manual de orientação, regulamento, construção dos indicadores de avaliação, cursos preparatórios, abertura de inscrições ao Prêmio, treinamento dos avaliadores, visitas técnicas, apuração e validação dos dados consumiu mais de 18 meses de trabalho e dedicação de um grupo formado por mais de 15 profissionais da área.

6

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011


premiada pelo Coren SP

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

7


Dia a Dia

Brechó AVOHB

Com alegria e muito carinho, a equipe da AVOHB realizou em agostos mais um brechó da solidariedade em prol aos pacientes do SUS

Enfermagem na videoconferência

A equipe de enfermagem já está utilizando o equipamento de videoconferência inaugurado na sala de Telemedicina, mezanino, no dia 23 de março deste ano. A ferramenta traz a possibilidade de capacitação ou atualização de procedimentos, discussão de casos e troca de conhecimento, sem a necessidade de deslocamento de cidade. Com isso, também é possível aumentar o número de enfermeiros nestes encontros. Lembrando que nestes últimos anos, o HB vem se modernizando para proporcionar um melhor atendimento ao paciente.

ASFF em novo local Pensando em diminuir o fluxo no elevador do prédio administrativo do HB e facilitar o acesso para os colaboradores da instituição, a diretoria da Funfarme/HB inaugurou um novo espaço para a Associação dos funcionários, agora a sala fica no térreo.

8

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011


Dia a Dia

Protocolo em novo espaço

Otorrino No dia 25 de julho foi inaugurada a sala de multimídia professora Denise Abritta. Esta sala servirá para complementação fotográfica e informatização do pré e do pós-operatório do paciente, facilitando assim o acompanhamento dos casos.

Dr. Paulo, Dr. José Luis, deputado Dr. Eleuses Paiva e Dr. Horácio acompanharam a inauguração do novo espaço do Protocolo, que foi instalado em local estratégico para facilitar o trabalho dos Correios e da equipe, que é coordenada por João Evaristo.

Foto com o Governador Imunização de prematuro

O colaborador Marcos Beiga que atua no SAME aproveitou a vinda do governador para guardar um registro com a autoridade.

Com os olhares sempre voltados para a saúde do prematuro, o Hospital de Base por ser o único da região a receber um medicamento especial chamado Palivizumabe, realiza desde março até o mês de setembro a vacinação para prematuro. Essa vacina é anual e acontece nesses meses porque aumenta a incidência da circulação do vírus.

Sicredi assina contrato com Funfarme

O Sistema de Cooperativa de Crédito (Sicredi) assinou contrato de locação com a Funfarme. Com o objetivo de proporcionar mais uma opção de agência aos usuários, a Sicredi inaugura a nova filial na Avenida Brigadeiro Faria Lima, em frente ao HB.

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

9


Governador do Estado de São Paulo inaugura Centro de Reabilitação Lucy Montoro

O governador de São Paulo, Dr. Geraldo Alckmin, inaugurou no dia 28 de julho, a Unidade Lucy Montoro de São José do Rio Preto. A rede será administrada pela FUNFARME/HB e abrangerá as Divisões Regionais de Saúde de Rio Preto, Barretos e Araçatuba, prestando atendimento a pessoas com deficiência física e doenças potencialmente incapacitantes, sem limite de idade e com equipamentos de alta tecnologia. “Atenderemos pacientes sequelados de acidente automobilístico e traumatismo craniano, crianças com paralisia cerebral, dor crônica incapacitante, lesão medular e pacientes oncológicos que necessitam de reabilitação física”, explica a diretora da unidade, Dra. Regina Chueire. No local também terá oficina profissionalizante e lazer, com encaminhamento para o mercado de trabalho e, em um futuro próximo, centro de formação de residente na área de reabilitação, curso para cuidadores e comunidade, além de oficina de prótese. “A proposta é oferecer condições à pessoa com deficiência de ser efetivamente inserida na sociedade e no mercado de trabalho, a partir do desenvolvimento de suas habilidades e potencialidades, proporcionado pela reabilitação multidisciplinar”, afirma Dr. Horácio José Ramalho, diretor executivo da FUNFARME. As atividades da unidade devem iniciar no próximo mês, os profissionais foram selecionados através de provas específicas e testes e irão para treinamento na unidade Morumbi, em São Paulo, para aprofundar o conhecimento nas técnicas e processos padrões.

10

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011


Serviços: • Fisiatria • Serviço Social • Psicologia • Fisioterapia • Terapia Ocupacional • Condicionamento Físico • Fonoaudiologia • Nutrição • Enfermagem • Oficina Profissionalizante • Oficina de Cultura e Lazer • Tratamento especial de escaras • Centro de aplicação de Toxina Botulínica • Centro de equipamentos robóticos (na 2ª fase) • Laboratório de Marcha e Podobarometria (na 2ª fase)

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

11


CIP

Centro Integrado de Pesquisa do Hospital de Base e Famerp está entre os cinco maiores da América Latina No dia 12 de agosto, foi inaugurado no Hospital de Base de São José do Rio Preto, um dos maiores Centros Integrados de Pesquisas da América Latina, com mais de 500 m² e modernas instalações. O Centro Integrado de Pesquisa (CIP) “Dr. Horácio José Ramalho” foi planejado para conduzir estudos clínicos e pesquisas básicas, nacionais e internacionais, nas mais diversas especialidades. Segundo Dra Lilia Maia, coordenadora médica do Centro de Pesquisa, o CIP conta com uma equipe multiprofissional altamente capacitada, estrutura física e equipamentos projetados de acordo com as exigências dos órgãos regulatórios nacionais e internacionais. “Uma série de recursos tais como sala de processamento de material biológico com fluxo laminar e centrifugas refrigeradas, sala de armazenamento de medicamentos e kits laboratoriais com controle digital de temperatura, cabeamento para computadores com fibra óptica, entre outros, completam os requisitos necessários para que o CIP seja um centro de excelência em pesquisa científica em nosso país”, esclarece Ana Paula Demore, coordenadora técnica do centro. Há mais de 12 anos, diversos pesquisadores do HB e a FAMERP participam de grandes estudos internacionais, em parceria com renomadas universidades como a Harvard, Duke University, McMaster University, Mayo Clinic, Cleveland Clinic, entre outras. Neste período 77 estudos clínicos já foram concluídos e 73 estão em an-

12

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

damento. “Esses estudos têm como objetivo testar e identificar, em pacientes voluntários, a eficácia e segurança de novas formas de diagnóstico e tratamento de doenças”, explica Dr. Fernando Batigália, consultor de pesquisa da FUNFARME. Por outro lado as pesquisas nas Ciências Básicas integrarão o CIP com o cabedal de conhecimentos indispensáveis para o desenvolvimento de novos conceitos fisiopatológicos e de Biologia Molecular, a nova fronteira da pesquisa na área médica. A experiência desses pesquisadores, somada à estrutura desse novo centro de pesquisa farão com que o Hospital de Base e a FAMERP se tornem referência nacional e internacional em pesquisa nas diversas áreas da saúde. Além de conduzir estudos multicêntricos internacionais, o CIP terá como finalidade proporcionar amplo apoio à pesquisa local, por meio de um Núcleo de Apoio Logístico, coordenado pelo Dr. Domingo Braile, Diretor da Pós-Graduação da FAMERP. “Este centro de pesquisa, pioneiro na junção de pesquisa básica e clínica em um mesmo ambiente favorece, além da integração de diferentes áreas e

profissionais, também novas atividades de pesquisa em nível de iniciação científica, mestrado e doutorado no complexo FAMERP/HB”, ressalta Dorotéia Souza, Diretora Adjunta de Pesquisa da FAMERP. Estaremos aptos a desenvolver o que há de mais atual no campo do desenvolvimento sinérgico da pesquisa e sua aplicação clínica, configurando-se no que foi consagrado como Medicina Translacional. “Com o centro conseguiremos ampliar a participação da Instituição e dos pesquisadores no cenário nacional e internacional, colaborando para o desenvolvimento das estratégias definidas pelo Ministério da Saúde”, conclui Dr. Horácio José Ramalho, diretor executivo Funfarme.


Tarde é marcada com I Simpósio de Pesquisa Clínica Funfarme e HB Para complementar o avanço científico na instituição, destacados pesquisadores do país participaram de um Simpósio de Pesquisa promovido pelo HB/FAMERP/FUNFARME, discutindo diversos temas, como Assistência e Pesquisa em Hospitais de Ensino, Perspectivas Nacionais da Pesquisa Clinica em oncologia, entre outros. Profissionais de saúde da cidade e de toda a região estiveram presentes no evento e lotaram o Anfiteatro Fleury da Famerp. Dr. Horácio, Dr. Braile e Dr. Liedtke abriram a programação científica. Logo após a abertura, Dr. Olímpio Nogueira Bittar abordou o tema Assistência, Pesquisa e Ensino e os demais convidados seguiram com a programação. Confira os temas dos debates e seus respectivos palestrantes: • Perspectivas da Pesquisa Clínica na América Latina Palestrante: Alvaro Avezum (SP) • Perspectivas nacionais da Pesquisa Clinica em oncologia Palestrante: Ana Luiza Gomes de Morais Wiermann (Curitiba) • Centros de Pesquisa de Excelência: a experiência do CEPIC Palestrante: Juan Pablo Gargiulo (SP) • Carreira profissional em Pesquisa Clínica Palestrante: Greyce Lousana (SP) • O processo de negociação dos contratos em pesquisa clínica Palestrante: Susana Avezum (SP) • Registros de ensaios clínicos Conferencista: Carlos Antonio Caramori (UPECLIN HC FMB UnespBotucatu) • Gestão e Fomento em Pesquisa Conferencista : Ester Dal-Poz (Unicamp) • Pesquisa translacional: como traduzir a pesquisa biológica em práticas clínicas Conferencista : Mario Abbud Filho (SJRP)

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

13


Eles são

Martelada, tinta, poeira, cola, tecido, espuma, ferro – Este é o cenário dos importantes funcionários que trabalham contra o tempo para garantir que grandes inaugurações como o Centro de Reabilitação Lucy Montoro e o Centro Integrado de Pesquisas estejam em perfeitas condições para o início das atividades. Discretos, eles passam despercebidos no dia a dia, mas suas obras estão espalhadas por todos os setores do hospital.

14

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011


fundamentais

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

15


Bolsa de Estudos

RH implanta novo método na seleção de bolsistas A formação acadêmica é um sonho para muitos, porém é uma realidade para poucos. As questões financeiras são os principais obstáculos na realização deste sonho. Pensando nisso a Funfarme tem como responsabilidade social, auxiliar funcionários selecionados na formação técnica ou superior. Este ano foi implantado um novo modelo de seleção, além dos critérios convencionais, o processo de seleção passou a incluir uma avaliação vocacional para identificar a afinidade do funcionário com a profissão escolhida. “Assim conseguimos integrar as competências individuais e profissionais do individuo” diz Cristiane Bussolote coordenadora de RH. Na última seleção 87 funcionários foram contemplados com bolsas de estudo de nível técnico e superior. Os cursos englobam área da saúde e administrativa. De acordo com a diretoria, o principal objetivo de todo esse processo de avaliação é estruturar a política de educação coorporativa da Funfarme, investindo no colaborador e na instituição ao mesmo tempo.

“Isto é muito importante, porque além de ajudar financeiramente investindo na carreira, também é uma motivação extra. Isso me estimula a sempre querer mais. Espero poder retribuir isso ao HB”, Nara Alessandra Goes, aluna do 6° período de administração – funcionária do Raio-X.

2010 - Antes

2011 - Depois

• Análise socioeconômica e Cultural • Análise do Histórico Funcional • Área de aderência

• Avaliação vocacional • Análise econômica • Análise do Histórico Funcional • Área de Aderência

16

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

Cristiane explica novos métodos de seleção de bolsistas

“Esta iniciativa da instituição motiva o funcionário pessoalmente e profissionalmente”, Sandra Haruno Florentino, aluna do 7° período de administração – funcionária da tesouraria.

“O HB me ajudou a alcançar uma meta muito importante na minha vida. Isso é muito importante porque aumenta a nossa auto-estima e nos incentiva a sempre querer mais.” Luis Fernando de Andrade, curso técnico de enfermagem – funcionário do SAME.


HB reduz 86% o número de acidentes de trabalho em exames de Glicemia Capilar A implantação da lanceta no exame de glicemia capilar, que é o teste feito com uma gota de sangue colhida no dedo, substituindo a agulha, resultou em uma queda de 86% no número de acidentes de trabalho no Hospital de Base neste ano. De fevereiro, mês que foi implantada a lanceta, até junho, foram registrados somente 03 acidentes por este motivo, 19 a menos que o ano anterior, se comparado com o mesmo período. Para fiscalizar o trabalho dos colaboradores da instituição, as visitas técnicas são constantes, além dos treinamentos, monitoramento do uso de equipamentos de segurança e participação ativa da coordenação de enfermagem. Segundo o técnico do trabalho do Hospital de Base, Aldeci Donizeti Rodrigues, a segurança dentro da empresa é sinônimo de qualidade e bem-estar para os trabalhadores. Financeiramente, também é vantajosa: treinamento e infra-estrutura de segurança exigem investimentos, mas por outro lado evitam gastos com processos, indenizações e tratamentos de saúde, em casos que poderiam ter sido evitados. O HB segue várias normas de segurança e nos últimos anos vem implantando a NR-32, que contém 208 itens a serem seguidos. As normas têm como objetivo assegurar que o resultado do trabalho seja correto, constante e econômico, além de garantir correção, regularidade, eficiência no trabalho, conforto do trabalhador e promoção na segurança.

Presidente da CIPA 2011, Reinaldo, com a equipe do SESMT Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

17


Funfarme festeja Dia dos Pais com funcionários Para homenagear os colaboradores que são pais, a diretoria da Funfarme/HB organizou um coquetel de confraternização com sorteio de prêmios, foram 29 sorteados. Os funcionários se surpreenderam com a iniciativa e disseram estar muito feliz com este reconhecimento. Teve colaborador que pode sair pedalando do anfiteatro do mezanino, afinal não é todo dia que se ganha uma linda bicicleta 0 km. “Estes pais de família são muito importante para a instituição”, comenta Dr. Horácio José Ramalho, diretor executivo.

18

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011


Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

19


SIPAT 2011

XVIII SIPAT FUNFARME Em um novo formato, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho da Funfarme traz mais interatividade com mini cursos e atividades em que o colaborador é o grande foco. Lembrando que a participação das equipes é fundamental durante as atividades organizadas

12/09/11

15/09/11

• Espaço Saúde Avaliação e Orientação Postural e Nutricional. Equipe de Nutrição e Fisioterapia Local: Entrada dos Funcionários no subsolo. • Vivência: Atividade Física – Orientação para uma boa saúde Dr. Ângelo Bimbato Local: Anfiteatro Mezanino – Das 14h às 15h.

• Mini Curso: Use sua consciência e abrace sua saúde Mini curso que interage vivências e formas de desenvolver mais qualidade de vida. Psicólogo Dr. Valdir Gusmão Local1: Anfiteatro Mezanino – Das 14h às 15h Local 2: Anfiteatro Emergência SUS – Das 20h às 21h

13/09/11 • Mini Curso: Desenvolva seu potencial, valorize-se e aprenda a gostar de si mesmo. Mini curso com dinâmicas e práticas em busca de sua Auto Estima. Psicóloga: Profª. Dra. Sandra Chalela Local 1: Anfiteatro Emergência SUS – Das 10h às 12h. Local 2: Anfiteatro Mezanino – Das 14h às 16h.

16/09/11 • Peça de Teatro: Lica faxineira Companhia Toque de Areia – São Paulo Local: Teatro Municipal Humberto Sinibaldi Neto – 10h30 • Coquetel de Encerramento Local: Teatro Municipal – 12h

14/09/11 • Mini Curso: Biodanza – O equilíbrio do corpo e das emoções em busca de sua felicidade”. A biodanza é uma combinação de dança e psicologia, e tem o objetivo de trabalhar a auto-regulação física e emocional através de práticas corporais. Fernando Bonvino Local: Mezanino Das 10h às 11h. Das 14h às 15h. Das 20h às 21h.

A cada atividade que você participa, ganha um cupom para o sorteio de prêmios no encerramento. Junte seus cupons e boa sorte!

Inscrições e informações nos ramais: 1379 e 1381 20

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011


Perfil Dia dos Pais

Um coração para muitos filhos

“Eu sou um HBziano”

É assim que Alexandre Trancoso, fisioterapeuta há 19 anos na pediatria do HB se define. Casado há 15 anos e pai de dois filhos, Alexandre sempre está de bom humor. “Sou pai de 2 filhos biológicos e vários filhos de coração”, diz ele, se referindo aos seus pacientes. Ele sempre trabalhou com crianças. Atualmente além da pediatria do quarto andar, ele também atende no ambulatório de fisioterapia respiratória infantil. “Trabalhar com as crianças, não é trabalho, é diversão” diz Alexandre. E por viver rodeado de crianças ele se considera um super pai, afinal, além de amar incondicionalmente seus dois filhos, ele também se apegou de forma muito bonita aos seus pacientes. “Os que mais me marcaram aqui no hospital foram o Cleiton e a Luciana, perder eles foi muito difícil, cuidava deles diariamente, era como se eu fosse pai deles mesmo” diz o fisioterapeuta. Seus filhos, Vinícios e Ana Julia nasceram no Hospital de Base, o pai coruja esteve presente o tempo todo. “Eles são tudo pra mim, são minhas motivações”, conta todo emocionado. E é assim, esbanjando bom humor, risadas e brincadeiras que Alexandre convive diariamente com seus filhos e seus pacientes em uma mistura de emoções e o único ingrediente que não faltar é o amor.

Aprendizado com os filhos Há 14 anos no HB, Eloy Gregório já trabalhou no Departamento Pessoal e atualmente está no Comercial. Eloy entrou na Funfarme para cobrir a licença maternidade de uma funcionária e no final do contrato determinado, ele foi efetivado. Ele lembra que na época o Departamento Pessoal era pela Famerp e o volume de folhas de pagamento não era tão grande como é hoje. “Praticamente dobrou o número de funcionários

nos últimos anos, naquela época não tinha nem o prédio novo”, diz Eloy. No comercial, onde está há um pouco mais de 2 anos, ele aprendeu a atender todo o perfil de público, desde pessoas mais humildes até intelectuais. Segundo Eloy, todo esse aprendizado foi muito importante para sua vida profissional. Seu outro orgulho é poder ensinar e aprender com seus filhos no dia a dia. Pai de um casal de filhos,

Rafaela com 15 anos e Lucas com 7 anos, ele se considera um homem feliz e completo. “Todo homem sonha em ser pai e poder ver a família crescer e levar seu nome com honra. Os filhos erram e acertam e a gente aprende com eles”, comenta. A filha quer ser juíza quando crescer, já Lucas, por enquanto, só quer saber é de brincar com os amigos, nada

de planejar futuro. Eloy conta que quando ficou sabendo da vinda de Rafaela, foi um susto, pois ele não esperava, mas o susto virou alegria e depois virou orgulho. Já com o filho caçula foi diferente, Lucas foi planejado, eles queriam dar um irmão para Rafaela. “Fazemos de tudo por nossos filhos, são benções de Deus”, conclui Eloy.

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

21


Comemoração

Ambulatório comemora 1 ano de MV Funcionários do Ambulatório se reuniram após o expediente para celebrar 1 ano de implantação do sistema MV. Com um churrasco eles comemoram o trabalho árduo com a adaptação ao novo sistema. O sistema foi implantado em 01 de junho de 2010 e revolucionou as atividades médicas, administrativas e financeiras da instituição. “Com a implantação tivemos que matar um leão por dia, nos dedicamos ao máximo para não ter nenhum erro, agora temos que comemorar”, diz Rose, auxiliar de enfermagem da Proctologia.

Faz um ano que a MV chegou e tudo facilitou. O sistema MV mostra mais uma vez que o HB tem tecnologia avançada.”

22

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

Elen Cristina Lino Aux. de enfermagem


O MV trouxe mais rastreabilidade para a enfermagem. Além disso, o prontuário eletrônico facilitou nosso dia a dia.” Patrícia, Enfermeira

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

23


Ding Down

O Projeto Ding Down – Despertando um novo olhar – nasceu em 11 de agosto de 2000 e completou 11 anos de lutas e desenvolvimentos no dia municipal da Síndrome de Down. A idéia surgiu através da fonoaudióloga e mãe especial, Lana Cristina Bianchi, com o objetivo de repassar conhecimento e informações sobre a Síndrome de Down para toda a comunidade, incluindo estudantes, profissionais da saúde e familiares. A equipe é composta por profissionais da Funfarme e Famerp que criaram metas de trabalho e as atividades são desenvolvidas dentro e fora da instituição. Profissionais:

11 anos

24

Revista do HB - Julho/Agosto - 2011

Genética Profa. Dra. Agnes Cristina Fett Conte Profa. Dra. Eny Maria Goloni Bertollo Profa. Dra. Érika Cristina Pavarino Bertelli Psicologia Prof. Dr. Marcos Ricardo Datti Micheletto Terapia Ocupacional Profa. Dra. Marielza Regina Ismael Martins Fonoaudiologia Profa. Dra. Lana Bianchi Profa. Maria Amélia Branco Fecuri Profa. Marta Alves da Silva Arroyo Fisioterapia Profa. Dra. Márcia Taves Parisi Nutrição Profa. Juliana Morelli França Enfermagem Profa. Dra. Dóris Silvia Barbosa de Souza Serviço Social Profa. Dra. Lílian Chessa Dias

Revista hb julho agosto 2011  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you