Page 1

Elton Rodrigues

Outubro/2020 | Ano XVII | nº 222

As doutorandas Patrícia de Carvalho Ribeiro e Naiane do Nascimento Gonçalves, premiadas durante o Congresso Brasileiro de Nefrologia. Saiba mais na página 4. Funfarme Notícias - Outubro 2020 1


Editorial

A ciência é um dos caminhos mais confiáveis para transformar vidas A ciência não para! A edição de outubro mostra como a produção de conhecimento e, portanto, o capital humano tem sido fundamental para transformar vidas. O maior exemplo disso são as premiações que as doutorandas Patrícia Ribeiro e Naiane Gonçalves, conquistaram respectivamente o primeiro e segundo lugar no Prêmio Jovem Pesquisador do Congresso Brasileiro de Nefrologia (Página 4). Além do privilégio imenso para nosso complexo saber que a qualidade da nossa educação transcende os limites da Fundação, colocando, inclusive, nosso ensino como uma referência neste campo, os resultados obtidos transformam a vida de pessoas. O trabalho da médica Patrícia mostrou que a partir de uma célula da pele é possível se obter outras células específicas do tecido do rim. Tal descoberta possibilita melhorar a função renal de pacientes com insuficiência nos órgãos. Já o trabalho de Naiane apresentou uma maneira de “restaurar” rins de doadores com mais de 60 anos, que seriam considerados não-ideais para um transplante, tornando-os novamente aptos para serem doados. Isso diminuiria em 30% a rejeição do órgão pelas equipes médicas. Ainda nesta edição, veja estudo com medicamento francês que pode diminuir a gravidade das infecções causadas pela Covid-19 (página 5) e a publicação de um trabalho que resultou na aprovação da primeira imunoterapia (Pembrolizumab) para pacientes com câncer de esôfago avançado pelas agências reguladoras de saúde no mundo (página 7). Ambos são feitos por meio do Centro Integrado de Pesquisa, nosso CIP. Todas essas descobertas, proporcionam maior qualidade de vida ao paciente, mudando vidas. E é justamente neste sentido que a Funfarme busca trabalhar. A partir do cenário de pandemia em que estamos vivendo, a ciência ganhou ainda mais relevância e tem se mostrado o caminho mais viável e confiável para trazer novas perspectivas e esperança para todos os nossos pacientes e também para o mundo.

Funfarme Nossa Missão Transformar a saúde regional por meio da integração de assistência, ensino e pesquisa.

Nossa Visão Ser reconhecido como complexo hospitalar de assistência, ensino e pesquisa de excelência até 2021.

Nossos Valores - Humanismo - Responsabilidade social e ambiental - Meritocracia - Integridade absoluta

- Inovação - Qualidade e segurança - Respeito

Expediente Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XVII / Nº 222 - Outubro - 2020 • Presidente dos Conselhos da Funfarme: Dr. Dulcimar Donizeti de Souza • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Luiz Sérgio Ronchi • Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Vice-Diretor Administrativo do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Diretor Clínico do HB: Dr. Alceu Gomes Chueire • Vice-Diretor Clínico do HB: Dr. Valdeci Hélio Floriano

2 Funfarme Notícias - Outubro 2020

• Diretora Técnica do HB: Dra. Maria Regina Pereira de Godoy

• Diretor Clínico do HCM: Dr. Wagner Vicensoto

• Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Junior

• Vice-Diretora Clínica do HCM: Dra. Ana Luiza A. Silva

• Diretora Técnica do Hemocentro: Dra. Andreia Aparecida G. Guimarães

• Diretora Técnica do HCM: Dra. Fernanda Del Campo Braojos Braga

• Diretor do Ambulatório: Dr. Eumildo Campos Júnior

• Vice-Diretor Técnico do HCM: Dr. Gustavo Henrique de Oliveira

• Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire

Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial

• Diretor Técnico do Instituto do Câncer: Dr. Carlos Eduardo Miguel

Telefone: 17 3011-5435

• Diretora Administrativa do HCM: Dra. Leila Neves Bastos Borim

Jornalistas: Fernanda Martinazzi, Alex Pelicer e Alexandre Souza

• Vice-Diretora Administrativa do HCM: Dra. Maria Lúcia Luiz Barcelos Veloso

Jornalista responsável: MTB 24.527

Diagramação: Intermídia Comunicação Empresarial


Visitas

Deputados visitam o complexo para conhecer as necessidades das unidades Douglas Garcia avalia índices da Fundação para tentar ajudar a Funfarme O Deputado Estadual Douglas Garcia (PTB) visitou o Hospital de Base de Rio Preto, no dia 25 de setembro, e foi recebido por lideranças da Funfarme e HB. Durante a reunião, os gestores apresentaram diversos índices da produção do maior complexo hospitalar do interior de São Paulo, o que fez o parlamentar anotar todas as informações e tecer uma série de elogios à gestão, transparência e governança da Fundação Faculdade Regional de Medicina. O parlamentar estadual afirmou que irá analisar os projetos da instituição para indicar emendas no orçamento impositivo do Estado de São Paulo, além de se dispor a atuar também em defesa do Hospital de Base em nível federal, pela proximidade com o governo do presidente Jair Bolsonaro. Ambos foram eleitos pelo PSL. O parlamentar disse que planeja retornar futuramente à instituição para conhecer todos os setores, ao final da pandemia.

O superintendente financeiro da Funfarme, Robson de Pádua (de vinho), mostra a amplitude do complexo ao deputado

Deputado Federal Kim Kataguiri retorna ao HB para atualizar demandas com diretoria

Deputados Jefferson Campos e Carlos Cezar indicam recursos para Fundação

O diretor-executivo da fundação, Dr. Jorge Fares, recebeu no dia 6 de outubro, o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), um dos parlamentares que sempre tem intercedido pelos pleitos da Funfarme na esfera federal. Acompanhado de assessores, Kim buscou se atualizar sobre as demandas do Hospital de Base e Hospital da Criança e Maternidade para que possam oferecer atendimento e serviços ainda melhores à população.

No dia 2 de outubro, o deputado federal Jefferson Campos e o deputado estadual Carlos Cezar, ambos do PSB- SP, visitaram o complexo hospitalar, sendo acompanhados por Jurandyr Bueno e Sérgio Brogna, responsáveis pelo Setor de Relações Institucionais da Funfarme. Os parlamentares já indicaram recursos do Orçamento da União e do Estado para ajudar os hospitais mantidos pela Fundação.

Deputado Luiz Carlos Motta doa 10 mil máscaras de proteção ao HB Diretores e lideranças da Funfarme receberam, no dia 5 de outubro, o deputado federal Luiz Carlos Motta, que fez uma doação de 10 mil máscaras de proteção ao HB. Além da doação, o intuito do encontro foi reforçar a boa parceria entre o deputado e a instituição. O diretor executivo da Funfarme Dr. Jorge Fares destacou a importância desta parceria com o deputado. “É um reconhecimento da nossa instituição com o trabalho que o deputado vem fazendo para nós, ainda mais neste momento de pandemia que estamos vivendo. Dependemos dos deputados com emendas para ajudar toda nossa população, para que cresça cada vez mais como referência que é o HB”, ressaltou Fares.

Líderes e diretores da Funfarme¬ recebem do deputado Luiz Carlos Motta (máscara preta) a doação de 10 mil máscaras Funfarme Notícias - Outubro 2020 3


Ciência

Duas alunas da Famerp conquistam o Prêmio Jovem Pesquisador, no Congresso Brasileiro de Nefrologia. Dois trabalhos de alunas do curso de pós-graduação da Faculdade de Medicina de Rio Preto - Famerp conquistaram o Prêmio Jovem Pesquisador no Congresso Brasileiro de Nefrologia. O primeiro lugar foi para o estudo intitulado “Efeito de células-tronco pluripotentes induzidas e células progenitoras renais no tratamento da Insuficiência Renal Crônica experimental”, feito pela doutoranda Patrícia de Carvalho Ribeiro sob orientação da Dra. Heloisa Caldas e Dr. Mário Abbud Filho. Nesse estudo, foi demonstrado que a partir de uma única célula retirada da pele humana é possível formar uma célula-tronco primitiva com potencial para se transformar em vários tecidos. Essa célula, em seguida foi transformada em uma célula primitiva do rim, capaz de formar componentes do tecido renal. Esses dois tipos de células foram injetadas em ratos com insuficiência renal crônica e observou-se que com esse tratamento os animais apresentavam melhora importante da função renal. “Esse estudo oferece uma importante perspectiva e esperança para o tratamento de diversas doenças renais ou mesmo para evitar a progressão dessas doenças” disse o Dr. Mário Abbud Filho, chefe do Laboratório de Imunologia e Transplante Experimental - LITEX da Famerp, onde foi desenvolvido o trabalho. O segundo lugar na categoria Jovem Pesquisador foi conquistado pela aluna de doutorado Naiane do Nascimento

Dr. Dulcimar Donizeti de Souza, diretor geral da Famerp, parabenizou as alunas Naiane (à esquerda), Patrícia (à direita) e a Dra. Heloisa Caldas, umas das orientadoras dos trabalhos, pela conquista dos prêmios

Gonçalves com o trabalho “Avaliação do perfil global de metilação do DNA em rins de doadores não ideais”, também desenvolvido no LITEX e no Serviço de Transplante Renal do Hospital de Base/ Funfarme sob orientação do Dr. Mário. Essa pesquisa, inédita em transplante renal, comprovou que os rins de doadores com mais de 60 anos de idade, chamados também de rins não ideais, e que são rejeitados por quase 30% das equipes de transplantes, têm uma alteração

nas suas células que aumenta a metilação do DNA, causando modificações e mais inflamação nesses rins. Essa descoberta permitirá o tratamento desses rins com drogas existentes no mercado, que são eficientes para reduzir a metilação do DNA. “Essa pesquisa nos indica a possibilidade de diminuir o descarte desses órgãos e aumentar o número de rins para transplantes, reduzindo a fila de espera para o procedimento”, disse o Dr. Mario Abbud.

Conheça mais as pesquisas premiadas Os dois trabalhos foram desenvolvidos no Laboratório de Imunologia e Transplantes Experimental (Litex).

1º lugar na categoria Jovem Pesquisador

2º lugar na categoria Jovem Pesquisador

Trabalho: “Efeito de células-tronco pluripotentes induzidas e células progenitoras renais no tratamento da insuficiência Renal crônica”. O que comprovou: que a partir de uma única célula retirada da pele humana é possível formar uma célula-tronco primitiva com potencial para se transformar em vários tecidos. Essa célula foi em seguida transformada em célula primitiva do rim, capaz de formar componentes do tecido renal. Esses dois tipos de células foram injetadas em ratos com insuficiência renal crônica e observou-se que com esse tratamento os animais apresentavam melhora importante da função renal. O estudo oferece boas perspectivas para o tratamento de doenças renais e para evitar a progressão dessas doenças.

Trabalho: “Avaliação do perfil global de metilação do DNA em rins de doadores não ideais”. O que analisou: O DNA de rins de doadores com mais de 60 anos de idade, chamados rins não ideais, que são rejeitados por quase 30% das pesquisas de transplantes. O que comprovou: Que esses rins possuem uma alteração em células que aumenta a metilação do DNA causando modificações e mais inflamação nos rins. O que essa descoberta proporciona: Esses rins não ideais poderão ser tratados com drogas existentes no mercado, eficientes para reduzir a metilação do DNA. Assim, esses órgãos poderão ser aceitos para transplantes, atingindo o objetivo da pesquisa, que é diminuir a fila de transplantes. Trabalho desenvolvido também no Serviço de Transplante Renal do Hospital de Base/Funfarme.

4 Funfarme Notícias - Outubro 2020


Pesquisa

CIP inicia estudos com novo medicamento para tratamento da Covid-19 O CIP do HB e a Famerp iniciaram na semana do dia 19 de outubro participação em mais um estudo com uma medicação para o tratamento da Covid-19. Trata-se do uso do miR-AGE, da empresa francesa de biotecnologia Abivax AS, que visa diminuir os efeitos das inflamações ocasionadas pelo novo coronavírus. “O objetivo desse medicamento é impedir que os casos leves de Covid-19 acabem se tornando graves. Observaremos os possíveis efeitos por até três meses”, afirmou o médico virologista, pesquisador da Faculdade e coordenador de estudo na Fundação, Dr. Maurício Lacerda A pesquisa com a substância, que está sendo realizada em parceria com diversos centros de saúde no mundo todo, foi aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e agências sanitárias da França, Alemanha, Reino Unido e Itália.

A seleção de voluntários para estudo será feito por equipes do CIP e o uso do medicamento também será administrado no Centro

Voluntários Para se candidatar para a pesquisa, o paciente deve ter o diagnóstico de Covid-19 detectado pelo exame de PCR e obedecer aos critérios abaixo.

Os candidatos que atendem aos critérios e que quiserem participar do estudo, devem entrar em contato com a enfermeira Grabriela, do CIP, pelo ramal 5054. Para saber mais do estudo no país, basta acessar o site: www.estudocovid.com.br ou clicar aqui.

Funfarme Notícias - Outubro 2020 5


Ciência

HB torna-se membro da União Internacional para Controle do Câncer O Hospital de Base (HB) tornou-se membro da União Internacional para Controle do Câncer (UICC), organização que, entre outras ações, dissemina e compartilha conhecimento e promove o aprimoramento dos profissionais de oncologia, beneficiando os pacientes e a população em geral. E a inclusão do HB na UICC já resulta na realização pelo hospital do primeiro projeto que terá impacto sobre a comunidade. O Serviço de Oncologia Clínica irá desenvolver um banco de dados de pacientes com câncer de mama (sem identificá-las) com informações como perfil de cada indivíduo, o subtipo de câncer, o tipo de tratamento, sua evolução e desfechos oncológicos, entre outras. “O conjunto de dados dos milhares de pacientes atendidos pelo Hospital de Base permitirá termos um mapeamento epidemiológico deles, material valioso para estudos e pesquisas que beneficiem a população”, ressalta Daniel Vilarim Araújo, chefe do Serviço do Oncologia Clínica do Hospital de Base. A contribuição que o HB de Rio Preto poderá oferecer à oncologia no país é relevante, já que o Instituto do Câncer (ICA) do hospital é um dos serviços especializados do Estado com maior volume de atendimento. No ano passado, foram mais de 10 mil consultas, atendidas por seus nove médicos oncologistas e 11 residentes médicos, num total de 20 profissionais, além de equipe multidisciplinar. A UICC, participará na instituição do banco de dados do HB compartilhando o seu vasto conhecimento e experiência

Alguns dos profissionais do Serviço de Oncologia Clínica do HB que, , em parceria com a UICC, irão desenvolver um banco de dados de pacientes com câncer de mama

no desenvolvimento destes projetos, afinal, é uma organização sem fins lucrativos que reúne mais de 1.000 instituições de saúde, de 162 países. “Este projeto é o início de inúmeras parcerias que o Hospital de Base terá com a UICC. Como membros desta organização, o HB está inserido agora numa gigantesca comunidade internacional para compartilharmos informações, experiências, enfim conhecimento em prol do aprimoramento de nossos profissionais, em benefício de nossa população”, afirma Dr. Daniel.

UICC oferece estágios, fellow e aprimoramento profissional A UICC é também o acesso para médicos, profissionais de enfermagem e de outras áreas da Saúde do complexo da Funfarme para se aprimorarem. Sua rede de 1.000 instituições proporciona que o profissional possa participar de programas de estágio, fellow e formação de liderança, entre muitos outros.

O profissional interessado pode acessar o site da União Internacional para Controle do Câncer www.uicc.org para conhecer os vários programas e serviços oferecidos e obter mais informações também com Dr. Daniel Vilarim Araújo, no Serviço de Oncologia Clínica.

Saiba mais sobre a entidade A União Internacional para Controle do Câncer se dedica a defender iniciativas que unam a comunidade afetada pelo câncer para reduzir a carga global da doença, promover uma maior igualdade e integrar o controle do câncer na agenda mundial da saúde e do desenvolvimento. A UICC conta com as sociedades de câncer, os ministérios da saúde, os institutos de pesquisa e tratamento, os grupos de pacientes e líderes do setor mais relevantes do mundo. Inaugurada em

1933

e sediada em Genebra (Suíça) Possui mais de

1000 membros e

56

parceiros em

162 países

6 Funfarme Notícias - Outubro 2020


IV ECIP

Funfarme promove IV Encontro de Cancerologia do Interior Paulista (ECIP) em formato digital A Funfarme promove anualmente o Encontro de Cancerologia do Interior Paulista (ECIP), maior encontro de cancerologia do interior paulista. Este ano, devido à pandemia da Covid-19, o evento será realizado no dia 27 e 28 de novembro e em formato virtual. O IV ECIP terá renomados convidados nacionais e internacionais, que trarão as mais recentes atualizações da área oncológica. Em 2019, o congresso reuniu mais de 1.000 participantes em três dias de programação, em mais de 100 palestras, de forma qualificada e integrada entre os participantes. Na edição deste ano, o primeiro dia de evento, na abertura, terá participação de nomes importantes na oncologia como Dr. Antônio Carlos Buzaid, diretor da oncologia da Beneficência Portuguesa de São Paulo, Dr. Fernando Maluf, também da Beneficência Portuguesa, além do ex-ministro da Saúde Nelson Teich.

Estudo do CIP sobre câncer de esôfago publicado em importante revista americana O Journal of Clinical Oncology, a revista oficial da Sociedade Americana de Oncologia e uma das mais importantes da especialidade no mundo, publicou recentemente o artigo sobre o estudo KEYNOTE-181, cujo um dos autores foi o Dr. Gustavo Colagiovanni Girotto, investigador responsável do Centro Integrado de Pesquisa (CIP) do Hospital de Base de São José do Rio Preto. Esse foi um estudo randomizado multicêntrico e global, que resultou na aprovação da primeira imunoterapia (Pembrolizumab) para pacientes com câncer de esôfago avançado pelas agências reguladoras de saúde no mundo. No Brasil, a Anvisa deu sinal verde, no dia 23 de março de 2020, para o uso deste tratamento em pacientes que tinham maior expressão da proteína PDL-1 no tumor. “Nossos sinceros agradecimentos aos pacientes, familiares, equipe do CIP e os demais profissionais de saúde do

Brasil e do mundo que possibilitaram a chegada da primeira imunoterapia para Câncer de esôfago metastático”, agradece o médico oncologista Gustavo Girotto, um dos autores da publicação.

Para ver mais informações sobre o estudo e a publicação na revista, clique aqui.

Funfarme Notícias - Outubro 2020 7


Campanha

HB e HCM participam da 32ª edição McDia Feliz O Hospital de Base (HB) e o Hospital da Criança e Maternidade (HCM) participam da 32ª edição McDia Feliz, que acontece no dia 21 de novembro e arrecadará verba para o Instituto Ronald McDonald, que promove a saúde e a qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer e suas famílias, e para o Instituto Ayrton Senna, que contribui para ampliar oportunidades para os jovens por meio da educação. Toda a renda obtida com a venda de sanduíches Big Mac Rio Preto, Catanduva, Fernandópolis e Votuporanga será destinada para o Hospital de Base (HB) e para o Hospital da Criança e Maternidade (HCM), entidades beneficiadas por meio da parceria com o Instituto Ronald McDonald. Com a arrecadação da campanha, o HB e o HCM irão promover o projeto “Adote um Leito na Unidade de Transplante de Medula Óssea”, desenvolvido pelo complexo para tratar a Leucemia Linfóide Aguda (LLA), tipo de câncer mais frequente na infância. Empresas e pessoas físicas podem adquirir tickets para serem resgatados durante o McDia Feliz. O valor de cada voucher será R$ 17,00 e pode ser adquirido por meio do e-mail parcerias@ hospitaldebase.com.br ou telefone (17) 3201-5189. “Nossa expectativa é contar mais uma vez com a solidariedade dos brasileiros. Crianças e jovens em todo o país

contam com a verba do McDia Feliz todos os anos e estamos felizes em poder realizar o evento, mesmo em meio a um cenário tão adverso”, comenta Paulo Camargo, Presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados, empresa responsável pela operação do McDonald’s na América Latina e Caribe. “O McDia Feliz é uma das maiores campanhas em prol de crianças e adolescentes do país. Esta ação é fundamental para conscientizar a sociedade sobre a relevância do câncer infantojuvenil, doença que mais mata entre as idades de um e 19 anos. A última participação do Complexo Funfarme foi em 2010, agora neste ano estamos retomando esta grande parceria. Os recursos arre-

cadados asseguram a continuidade deste trabalho importante desenvolvido pelo Hospital da Criança e Maternidade (HCM)”, diz doutor Jorge Fares, diretor-executivo do complexo Funfarme. “Iniciativas de arrecadação de fundos são importantes, não meramente pela arrecadação, mas sim para quais fins estes valores são destinados. A campanha McDia Feliz é muito importante, pois a ação vai além de diagnósticos e captação de profissionais da saúde, existe um papel social na ajuda de famílias e uma grande contribuição no combate ao câncer infanto-juvenil” afirma doutor João Victor Piccolo, responsável pelas Unidades de Transplante de Medula Óssea (TMO) do complexo.

21/11 R$ 17,00 Clique aqui para saber mais 8 Funfarme Notícias - Outubro 2020


Novembro Azul

Um cuidado pela vida! A gente precisa tocar nesse assunto Novembro é o mês de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de próstata, além de reforçar a importância do cuidado da saúde do homem como um todo. O câncer de próstata é o mais frequente entre os homens, depois do câncer de pele não-melanoma. A estimativa é que, somente neste ano, 65.840 homens sejam diagnosticados com câncer de próstata (2020 - INCA). É considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos.

Diagnóstico do câncer de próstata O diagnóstico da doença é feito de duas formas: o exame de toque retal e o exame de PSA. Exame de toque retal: Este exame permite palpar partes posterior e lateral da próstata, o médico avalia o tamanho, forma e textura dela. Dosagem do PSA: É um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína chamada Antígeno Prostático Específico, que é produzida pela próstata. Níveis altos desta proteína podem significar câncer, mas também outras doenças da próstata, que são benignas.

MITOS E VERDADE SOBRE O CÂNCER DE PRÓSTATA 1

VERDADE

Homens negros e obesos têm maior risco de desenvolver o câncer de próstata.

2

Sintomas do câncer de próstata Na fase inicial o câncer de próstata pode não apresentar sinais ou sintomas. Por isso é tão importante o acompanhamento anual com seu médico: • Dor óssea; • Dificuldade de urinar; • Demora em começar e terminar de urinar; • Sangue na urina; • Diminuição do jato de urina; • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Prevenção do câncer de próstata A prevenção do câncer de próstata se baseia no controle dos fatores de risco e no estímulo aos fatores protetores. • Controle o peso e evite a obesidade; • Tenha uma alimentação saudável; • Pratique atividades físicas; • Abandone o cigarro; • Evite o consumo de bebidas alcoólicas.

3

O principal deles é a cirurgia, que pode ser aplicada junto com quimioterapia, tratamento hormonal e radioterapia, dependendo do nível da doença.

4

MITO

PSA aumentado é sinal de que tenho câncer de próstata.

7 Tratamento do câncer de próstata

VERDADE

A incontinência urinária é rara no tratamento de câncer de próstata.

5

O câncer de próstata atinge apenas homens idosos.

MITO

Já existe exame que elimina a necessidade do toque retal.

O câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial.

6

MITO

VERDADE

VERDADE

Andar de moto, bicicleta e atividade sexual devem ser evitadas antes de realizar a dosagem do PSA.

8

MITO

A vasectomia causa câncer de próstata.

Funfarme Notícias - Outubro 2020 9


Paliativos

Cuidados Paliativos Pediátricos do HCM completa dois anos de atuação No mês de outubro, o trabalho da equipe multidisciplinar do HCM em Cuidados Paliativos Pediátricos completou dois anos de atuação. Referência em atendimentos de alta complexidade como oncologia pediátrica, cirurgia cardiovascular pediátrica, gestação de alto risco, entre outros, o hospital conta com esse conjunto de práticas que visa a melhoria da qualidade de vida de pacientes com doenças graves, desde o pré-natal até crianças com 14 anos de idade. O Cuidado Paliativo Pediátrico é uma especialidade recente da medicina e está embasada em literatura médica e estudos científicos e tem sua prática baseada em um código de ética. Como explica a médica pediatra, Dra. Fernanda Leite, o Cuidado Paliativo Pediátrico tem um olhar primeiramente voltado ao paciente. “Não olhamos a doença em primeiro plano, mas sim a pessoa que está sendo tratada. A gente vê o conforto como objeto de cuidado com a mesma importância do processo terapêutico”, afirmou Dra. Fernanda.

Podem se beneficiar desse cuidado pacientes que sofrem de doenças graves, malformações congênitas cardíacas ou neurológicas, pacientes oncológicos, além dos pacientes que não possuem doenças graves, mas que não respondem a tratamentos. Além de uma equipe multiprofissional específica, dependendo da doença do paciente, o apoio familiar no cuidado é essencial para melhoria de vida. “A grande maioria das famílias é muito receptiva, eles sentem que podem contar com o apoio da nossa equipe para todos os tipos de desafios. Tratamos cada um deles com sinceridade, franqueza, respeitando a dor e os valores de cada um”, disse Dra. Fernanda. A filha de Angélica Zaniboni, a pequena Cecília, nasceu com uma síndrome e, em decorrência de complicações cardíacas graves, recebeu atendimento da equipe dos Cuidados Paliativos por dois dias, logo depois, não resistiu. A mãe agradeceu a empatia e o cuidado da equipe, mesmo que por um breve

momento. “Senti uma empatia muito forte da equipe do HCM. Durante todos os momentos a vida da minha filha e os momentos com ela eram as prioridades da equipe. Eles conseguiram transformar a tristeza em cuidado, pelo simples fato de colocar uma roupinha, uma manta, até batizá-la, mesmo em um momento tão complicado. Vivi o amor da minha filha de maneira humanizada e verdadeira por dois dias graças ao cuidado proporcionado pelo paliativo.”

Jaqueline Venturin é uma das enfermeiras que atuam no cuidado paliativo e atualmente, está de licença maternidade

10 Funfarme Notícias - Outubro 2020


Cardiopatia Congênita

Após cirurgia cardiovascular no HCM, o pequeno Calebe tem alta médica O pequeno Calebe Dias Marques, de dez meses, recebeu alta médica no dia 30 de setembro, após 17 dias internado no Hospital da Criança e Maternidade (HCM). O bebê, que veio de Araputanga/MT, sofria de um tipo de cardiopatia congênita e por isso precisou passar por uma cirurgia cardiovascular pediátrica. Calebe tinha um problema conhecido como Comunicação Interventricular (CIV). Caracteriza-se por uma abertura ou orifício na parede do septo que divide os ventrículos (câmaras que bombeiam o sangue) direito e esquerdo. “Podemos dizer que é um grande defeito do coração e precisou desta intervenção cirúrgica. Após o procedimento, o paciente evoluiu muito bem”, explica Prof. Dr. Ulisses Alexandre Croti, chefe do Serviço de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica. Após receber alta médica, na saída do HCM, a mãe, Sirlandia Dias Pereira, agradeceu a Deus, às equipes médicas pelo atendimento prestado ao filho. “Não tenho palavras para agradecer a todos. Sou muita grata a Deus e aos médicos, enfermeiros e todos os profissio-

Sirlandia Dias Pereira viajou mais de 1400 quilômetros, para o filho Calebe passar por cirurgia no HCM

nais que Ele colocou no nosso caminho. Se o Calebe está bem hoje, é graças a dedicação destes profissionais”, afirma a mãe. A família retornou para Araputanga/ MT na segunda quinzena de outubro. “Recebemos muito carinho e apoio nes-

te período que estivemos fora. Voltar para casa e ver o Calebe cada dia melhor é muito inexplicável, é muita benção. Peço a Deus para iluminar a todos que nos ajudaram nesta jornada”, diz Sirlandia.

Repercussão Nacional Antes de chegar a Rio Preto, a história do pequeno Calebe ‘viralizou’ nas redes sociais após a divulgação de um vídeo. Durante o voo, a mãe contou a outro passageiro o motivo da viagem. Comovido com a história, o homem solicitou a tripulação para usar o sistema de som da aeronave. Ele relatou as dificuldades que a família de Sirlandia enfrentava e sugeriu uma doação voluntária entre os outros passageiros. Nesta ação foi arrecadado R$1,6 mil. O apresentador Luciano Huck também entrou em contato com Sirlandia e lançou uma ‘vaquinha virtual’ para reformar a casa da família.

Comunicação Interventricular (CIV) Em situações normais, o sangue no lado esquerdo do coração é bombeado para o corpo, e o do lado direito para os pulmões. Quando existe uma CIV entre os dois lados do coração, uma grande quantidade de sangue passa do lado esquerdo, que tem maior pressão, para o lado direito.

Este sangue, já oxigenado, vai novamente para os pulmões e volta para o lado esquerdo. Assim, vai sobrecarregando o trabalho do coração a cada batimento. No coração, isto ocasiona um aumento de tamanho, especialmente do átrio e do ventrículo esquerdo. As CIVs são geradas durante a for-

mação do coração e estão presentes no nascimento. Durante as primeiras semanas de gestação, o coração se desenvolve a partir de um grande tubo, dividindo-se em seções que vão formar as câmaras e os septos. Se existe algum problema neste processo, podem se formar as CIVs. Funfarme Notícias - Outubro 2020 11


Doações

Dia das Crianças é comemorado com muitos brinquedos e segurança para os pacientes do HCM Mesmo em época de pandemia, o Dia das Crianças não passou em branco para os pacientes internados no HCM. No dia 9 de outubro, os voluntários deixaram brinquedos, guloseimas desenhos para colorir, lápis de cor e até pendrives com as animações mais atuais, que foram distribuídos entre os internados. Os dispositivos com os desenhos animados foram feitos especificamente para serem usados por aqueles que estão na UTI e não conseguem acesso à internet, então podem assistir nas TVs do setor. A atenção a estes pequenos que enfrentam os mais diversos tipos de tratamentos no ambiente hospitalar muda a realidade deles.

12 Funfarme Notícias - Outubro 2020


Doações

Crianças da Oncoped ganham laços de crochê No dia 30 de setembro, a voluntária Mariza Lot doou 50 laços de crochê para as crianças em tratamento contra o câncer no HCM. Para ela, que faz este tipo de trabalho por hobby, a ideia foi transformar o tratamento destes pacientes. Atualmente, na Oncoped, são 60 crianças em tratamento e praticamente metade delas são meninas. Para a psicóloga do setor, Daniela Dias, a visão da criança que se trata em hospitais muda. “O ambiente hospitalar pode trazer traumas, causar medo e estresse. São ações solidárias como estas que amenizam estes problemas, transformando positivamente a experiência do tratamento”,

explica a psicóloga. Mariza complementa afirmando que decidiu fazer a ação porque queria ajudar as crianças a passar por este momento difícil. “Pensei: por que não as crianças do HCM que enfrentam e passam por um momento muito difícil, delicado e com coragem, determinação estão vencendo esse desafio? O que realmente me deixou muito feliz e realizada foi que elas curtiram o singelo e amoroso presente. Na realidade, quem saiu premiada foi eu...”, afirmou a voluntária. E a rotina hospitalar realmente foi outra para as pacientes da Oncoped. Veja nas fotos.

Funfarme Notícias - Outubro 2020 13


Captação de Recursos

Em outubro, o complexo contou com doações de alimentos, produtos de higiene e limpeza e mais de R$ 25 mil Mais um mês em que a Funfarme recebe o apoio das comunidades. Em Outubro, a Fundação recebeu a doação de parceiros em dinheiro, alimentos e produtos de higiene e limpeza. O auxílio e a solidariedade destes voluntários são fundamentais para que o complexo continue a funcionar com excelência.

Grupo EMS Doação de 8 tótens para álcool gel

Parceiros do Bem de Tanabi 302 kg de alimentos

Mar & Rio 2 refrigeradores

Voluntários de Mirassolândia R$ 2.200,00

14 Funfarme Notícias - Outubro 2020


Captação de Recursos Feijoada solidária de Bálsamo R$ 8.215,12

Parceiros do bem de Zacarias Frango solidário – R$ 8.865,00

Velik Doação de 150 coqueteleiras do Outubro Rosa

Cantora Bruna Karoly 100 kg de alimentos e 300 litros de produtos de higiene e limpeza

Se também quiser ajudar, basta entrar em contato com o setor de Captação de Recursos pelos números: 3201-5189 (17) 99622-6614 (17)

(17) 99609-2081 (17) 99633-6438

Funfarme Notícias - Outubro 2020 15


Captação de Recursos Campanha solidária de Palestina 3.410 itens de limpeza e higiene e mais 142 mil copos descartáveis

Moto Club Cruz de Ferro 2 mil máscaras

Siamar 615 itens de alimentação (achocolatado, amido de milho, chá mate e fubá)

Três Fronteiras Live dos parceiros do bem arrecadou 372 kg de alimentos e R$ 5.300,00

Se também quiser ajudar, basta entrar em contato com o setor de Captação de Recursos pelos números: 3201-5189 (17) 99622-6614 (17)

16 Funfarme Notícias - Outubro 2020

(17) 99609-2081 (17) 99633-6438


Humanização

Colaboradora que ficou mais tempo internada na UTI Covid-19 do HB recebe alta após 68 dias No dia 8 de outubro, a auxiliar administrativa do RH Marlene Redigolo recebeu alta após 68 dias internada na UTI do HB por causa da Covid-19. Ela foi a colaborada que ficou mais tempo internada por causa da doença. Por isso, sua alta foi comemorada pelos colegas de trabalho e pela instituição. Quando estava prestes a deixar o hospital, dona Marlene foi recebida com cartazes e muitas palmas. A coordenadora do RH, Cristiane Midori, ressaltou que o momento foi de muita alegria e gratidão. “A Marlene é uma pessoa muito especial para nós. Estamos muito felizes com a sua recuperação. Graças aos cuidados que a Funfarme teve com ela, às orações e à torcida, ela está bem e melhorando a cada dia!”, afirmou a coordenadora.

Dona Marlene recebeu alta hospitalar no dia 8 de outubro, mas seguiu em acompanhamento ambulatorial

“Eu não esperava a recepção. Quando eu vi o pessoal todo ali na porta, vi que vale a pena e lutar. Foi tudo maravilhoso. Me ajudou muito na recuperação” Marlene Redigolo, colaboradora do RH

Gratidão Cumprindo uma promessa, assim que Dona Marlene, como é carinhosamente conhecida na Fundação, deixou o hospital, as colegas de trabalho se organizaram e foram doar sangue. No dia 17 de outubro, depois de fazer uma breve visita à Dona Marlene, em sua casa, quatro colaboradoras do RH dirigiram-se ao Hemocentro e fizeram a doação.

Dona Marlene recebeu a visita das colegas de setor em casa também Funfarme Notícias - Outubro 2020 17


RHC

Registro Hospitalar De Câncer

Câncer de

Próstata Novembro/2020

O câncer de próstata, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, é a segundo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

Estimativa de novos casos: 65.840 (2020 - Inca) Número de mortes: 15.576 (2018 - Atlas de Mortalidade por Câncer - SIM).

Detecção precoce A detecção precoce do câncer é uma estratégia para encontrar o tumor em fase inicial e, assim, possibilitar melhor chance de tratamento. No caso do câncer de próstata, são feitos os exames de toque retal e exame de sangue (PSA). Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), o rastreamento deve ser feito a partir dos 45 anos por todos os homens e a partir dos 40 anos para aqueles da raça negra ou que têm história de câncer da próstata na família. O diagnóstico precoce desse tipo de câncer deve ser buscado com a investigação de sinais e sintomas como: dificuldade de urinar; diminuição do jato de urina; necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite; sangue na urina. Sintomas como esses muitas vezes não são causados por câncer, mas é importante que sejam investigados por um médico.

Tratamentos A decisão de tratamento depende de vários fatores, como idade do paciente, outras doenças, classificação do tumor, estágio, entre outros. As opções de tratamentos para o câncer de próstata são: cirurgia, radioterapia, terapia hormonal e combinações destas. A quimioterapia não é tão comum. A escolha do tratamento mais adequado é definida após o médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.

Fatores de risco: • Idade (acima de 50 anos) • Histórico de câncer na família • Hábitos alimentares (dieta rica em gorduras) • Sedentarismo e obesidade

18 Funfarme Notícias - Outubro 2020

Dados do Hospital de Base No ano 2019 foram cadastrados 2.281 tumores no HB excluindo pele não-melanoma, sendo 9,5% do total de casos em topografia da próstata. A análise feita dos pacientes com câncer de próstata no período, verifica-se que 80% deles tinham idade acima de 60 anos. Os estágios da doença I e II compreendem 61% dos casos, e 39% com doença avançada ou metastática.

Dos 214 casos novos de câncer da próstata, 20% já chegaram ou progrediram com doença metastática para outros órgãos (ossos, pulmão, linfonodo e glândula supra renal). Destes casos, 91% deles receberam o primeiro tratamento e 9% não receberam por falta de condições clínicas, óbito por câncer, óbito por outras causas e outros motivos (convênios e transferências).


Espaço ASFF

O Clube ASFF ainda não recebe público, mas se prepara para a retomada! Não ficamos parados na pandemia! Fizemos melhorias com o intuito de deixar o Clube da ASFF cada vez mais adequado e seguro para o associado. Quanto ao retorno das atividades, acompanhando o comportamento dos clubes, demais associações e sindicatos da cidade, estamos aguardando a evolução da classificação do município pelo Plano São Paulo (Fases/Cores), e as regulamentações e adequações necessárias para recebê-los com segurança e cuidado. Acompanhe-nos e fique por dentro!

OUTUBRO

O comportamento individual no enfrentamento da pandemia do Coronavírus

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades! (17) 99631-3380

@asffoficial asff.funfarmeefamerp

Claro que é uma situação incomum que todos estamos vivendo: o isolamento social, não é fácil de ser enfrentado. Condutas individuais contra coronavírus são de extrema importância. É essa a conscientização que devemos ter para que o vírus seja controlado. Desde o mês de março vivemos incertezas, medo, perdas de entes e amigos queridos, estivemos à beira do colapso do sistema de saúde por muitas vezes, entretanto, enfrentamos e superamos cada fase. Com as evoluções das fases de isolamento, acabamos nos sentindo mais seguros e vamos esquecendo dos cuidados básicos. É um misto de vitória e confiança, entretanto, o momento ainda é de cuidado e dedicação. O vírus não foi extinto! Devemos ter muita atenção e atender as orientações dos órgãos de saúde e vigilância sanitária. Com a liberação do acesso ao clube da ASFF não será diferente. Uma série de cuidados são necessários e obrigatórios para atender às regulamentações da Vigilância Sanitária quanto ao enfrentamento do vírus. Então, de antemão, sabemos que cabe a cada um de nós a colaboração e consciência de grupo, de bem comum, de cuidado com o outro, quando reabrirmos. É fato que teremos redução da capacidade de lotação, da utilização dos espaços físicos e outras tantas adequações, mas faz parte de um conjunto de medidas que todos nós devemos nos conscientizar e acatar.

ATUALIZE SEU CADASTRO! Mudou de telefone ou endereço? Atualize seu cadastro na ASFF e esteja sempre por dentro das notícias e novidades da ASFF. A atualização pode ser feita através dos Ramais 1512/1516 ou pelo WhatsApp (17) 99631-3380. Funfarme Notícias - Outubro 2020 19


NHE

24/10 - Dia Mundial de Combate à Poliomielite: 25 anos de eliminação nas Américas! O que é? A poliomielite, comumente chamada de pólio, é uma doença altamente contagiosa causada por um vírus que invade o sistema nervoso e pode causar paralisia total em questão de horas.

Tabela 1. Doenças e Agravos de Notificação Compulsória, notificados na FUNFARME no ano de 2019 e janeiro a setembro 2020 DNC Doenças compulsórias

2019 not

conf

janeiro a setembro de 2020 not conf

Transmissão O vírus é transmitido de pessoa a pessoa por via fecal-oral ou, menos frequentemente, por um meio comum (água ou alimentos contaminados, por exemplo) e se multiplica no intestino.

Sintomas Os sintomas iniciais são febre, fadiga, dor de cabeça, vômitos, rigidez do pescoço e dor nos membros. Uma em cada 200 infecções causa paralisia irreversível (geralmente nas pernas). Entre os acometidos, 5% a 10% morrem quando há paralisia dos músculos respiratórios.

Pessoas em maior risco A poliomielite afeta principalmente crianças menores de cinco anos de idade.

Prevenção

A vacinação é a única forma de prevenção da poliomielite!

Existem duas vacinas contra a poliomielite: a VPO-Sabin, ou vacina da gotinha, que faz parte do Calendário Nacional de Vacinação. Deve ser aplicada aos 2, 4, 6 e 15 meses de idade e até os 5 anos, as crianças devem receber doses de reforço anualmente. A outra é a vacina VIP ou Salk, administrada por via intramuscular, é indicada para pessoas expostas, com baixa imunidade, ou que viajarão para regiões onde o vírus ainda está ativo.

As Américas como líder na erradicação global da pólio

Agravos compulsórios

not

conf

not

conf

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/FUNFARME Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até dia 31/10/2020 *Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG): confirmados por Influenza, COVID-19 e outros vírus respiratórios

As Américas notificaram seu último caso de poliomielite causada pelo poliovírus selvagem em 1991 e, em 1994, foram a primeira região a receber a certificação de eliminação do vírus. Até que a poliomielite seja erradicada no mundo (como ocorreu com a varíola), existe o risco de um país ou continente ter casos importados e o vírus voltar a circular em seu território. Para evitar isso, é importante manter as taxas de cobertura vacinal altas e fazer vigilância constante, entre outras medidas.

20 Funfarme Notícias - Outubro 2020

Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE O NHEFUNFARME - Ramal 1380. Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. www.hospitaldebase.com.br/nhe À noite, nos finais de semana e feriados, no ramal do NHE ou no telefone do Grupo de Vigilância Epidemiológica – GVE XXIX (17) 3227-8814

Profile for Funfarme - Hospital de Base

Revista Funfarme - Outubro 2020  

Revista Funfarme - Outubro 2020  

Profile for funfarme
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded