Page 1

VX

Alumni A VOZ DOS ALUNOS

Informativo Mensal Interno * Ano 02 * Edição 09* 07/11/2012

ENSINO MÉDIO EM

As alunas da 2ª série se vestiram característicamente e as da 1ª série dançaram ao som da Shakira.

Editorial

Caros leitores, Nada melhor como a correria de fim de ano para aterrorizar nossos alunos em busca de finalizar projetos, entregar trabalhos, resgatar a matéria perdida e assim fechar o ano sem preocupações... E as classes do Ensino Médio tiraram um peso enorme das costas ao finalizar o projeto da Feira de Ciências. Você poderá saber mais sobre o evento na coluna do Ensino Médio em Dia. Além desse evento, os alunos prestigiaram a Semana de la Hispanidad, organizado pela professora Stella, de Espanhol, que trouxe aos alunos do Fundamental II e Médio, um pouco da cultura dos 21 países que adotam a língua espanhola. O evento teve direito a música interpretada pelos alunos, e também cantada! Além disso alunas se caracterizaram (e dançaram!) trazendo um ar mais real para aqueles que desconhecem a cultura. Você encontrará aqui também um texto elaborado pelo professor Bruno de Geografia na Voz da Vez, aproveite!

Por Maria Rita Favareto

DIA

Um museu de grandes novidades No sábado (27), no período da manhã, o Ensino Médio realizou sua segunda Feira de Ciências, porém, diferente do ano anterior, este ano os alunos se dividiram em grupos de até 5 alunos e escolheram o tema que gostariam de falar sobre, precisando atrelar o tema com três disciplinas diferente, e com a orientação de um professor dar seguimento ao trabalho. A primeira fase do trabalho consistiu em preencher um boneco com tema, como este se relacionava com cada uma das disciplinas e qual seria o recorte, ou seja, em que o tema seria aprofundado e como ele se encaixa na frase norteadora do projeto, que era “Um museu de grandes novidades”. Quando Cazuza dizia que via o 'futuro repetir o passado', queria dizer que hoje não encontramos muitas novidades, mas sim projetos melhorados e incrementados que no passado fizeram sucesso e hoje estão voltando. Por isso os alunos deveriam escolher um tema antigo e trazê-lo para os dias de hoje. A segunda fase do trabalho foi apresentar à uma banca de professores como o stand (espaço reservado a cada grupo para o dia da apresentação) seria estruturado. E por fim a terceira fase, a da apresentação para os pais no sábado. Os temas variaram muito, desde Futebol, a Tanques de Guerra, Moda, Cinema, Movimentos Hippie e Feminista, Estrutura Naval, Origem da Tatuagem, Montanha Russa, Bomba Atômica, Pão e Vinho, Evolução das Espécies, Desigualdade Social, Células Tronco, Avião, entre outros. A feira aconteceu das 8 horas da manhã ao meio dia e durante o processo os alunos foram avaliados tanto por professores quanto por pessoas que passeavam pelos stands. O resultado final valerá 2,0 pontos na média de todas as matérias. Confira algumas imagens.

‘’A história do pão e vinho’’

‘’Tanques de Guerra’’

‘’Movimento Hippie’’

‘’Moda ao longo dos anos’’

‘’Movimentos Feministas’’

Por Maria Rita Favareto


VOZ DA VEZ

Venho me perguntando... A Cereja do Bolo Cada ser é único, cada um possui seu próprio nome, sua identidade. Com isso, uma pessoa que não tem identidade própria, não pode ser considerada uma pessoa. Para isso existe o famoso estilo, este define como cada um é, por isso é o principal elemento de nossas vidas, o detalhe que nos complementa, a cereja do bolo. Cada ser possui as suas próprias características através dele. Um roqueiro, que quer ser incluído num grupo de roqueiros, deve seguir as normas, e se mostrar de acordo com o grupo, usando o mesmo estilo de roupa, ouvindo o mesmo estilo musical, conversando sobre coisas do mesmo estilo. Viu quantas vezes eu repeti a palavra estilo? Essa palavrinha é mágica, e além de nos inserir em um grupo, nos define dentro de uma sociedade. O homem só evolui quando respeita o seu próximo, à medida que o homem evolui ele não apenas existe, mas transcende à própria existência, com isso, o respeito ao próximo é essencial para a evolução humana. Ao deixar de respeitar um estilo, a pessoa está regredindo na espécie humana. Ou seja, a pessoa que não possui um conhecimento superiror para conseguir compreender que existem variados grupos sociais, com diversas culturas e de diversos gostos, e que é essa cultura, é esse estilo, que nos faz ser diferentes, únicos, humanos. Viva o seu estilo e deixe com que os outros vivam o deles!

Por Priscila Piccinini

O ‘’Voz da Vez’’ conta com a participação do professor Bruno ‘’Varetinha’’, falando sobre Igualdade. Veja o texto a seguir: IGUALDADE Liberdade, Igualdade e Fraternidade foram os lemas da Revolução Francesa, lemas que se espalharam pelo mundo ocidental e se tornaram diretrizes do mundo moderno. Igualdade é algo complexo de se entender. O que é igualdade? Vivemos num mundo igual? O Artigo 5º da Constituição do Brasil diz “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade (...).” Tratar as pessoas de forma igual representa igualdade? Este ano entrou em vigor uma política de cotas para acesso as Universidades Federais, um ingresso diferenciado para alunos de escola pública, e dentro destes ainda uma parcela para negros. O governo cria um acesso diferenciado para com objetivo promover igualdade. Parece contraditório, mas faz muito sentido, ao menos para mim. Pense que de um lado temos o aluno que de classe média ou alta, que durante os primeiros anos 18 anos da vida pode frequentar as melhores escolas, fazer cursos de idiomas, algumas vezes conhecer outros países. Do outro lado temos um lado pobre, estudou na escola estadual em um bairro periférico, nunca teve oportunidade de fazer cursos e muito menos viagens, aos 16 anos ingressou no mercado de trabalho e dividia seu tempo entre escola e emprego. Os dois alunos prestam uma mesma prova de ingresso para a Universidade, eles disputam a mesma vaga, eles estão em igualdade de condições? Definitivamente não. Neste modelo as chances do aluno de classe média e alta terão maior chance de ingressarem em uma Universidade, com isso terão um emprego com maiores rendimentos e seus filhos irão seguir seus passos, com boas escolas, universidades e bons empregos. E o que acontece com o aluno pobre? Fica fora da universidade, dos bons empregos, tornando assim a pobreza hereditária. Acredito que situações diferentes merecem tratamentos diferentes, promover igualdade não é tratar todos da mesma maneira. E sim tratar as diferença com diferenças. O caso da política de cotas ainda é muito polêmica, a porcentagem destinada às cotas também gera debates. Mas sabemos que esse tipo de política não é nova e já é utilizada em alguns países e mesmo no Brasil em algumas Universidades. A partir de próxima seleção todas as universidades federais usaram as cotas. Uma medida que pode parecer desigual, mas que busca promover igualdade social.

Por Ana Luisa Loesch


Vestibulivros Memórias de um Sargento de Milícias surgiu como um romance de folhetim, ou seja, em capítulos, publicado semanalmente no jornal Correio Mercantil, do Rio de Janeiro, sendo publicado posteriormente como livro. O romance era publicado em capítulos curtos, em geral contendo um episódio completo. As histórias tinham como intenção prender a atenção do leitor. A trama, por isso, é complexa, formada de histórias que se sucedem e nem sempre se relacionam por causa e efeito. Conta-se a história da criança Leonardo, que parece prever as dificuldades que irá enfrentar, onde é abandonado pela mãe, que foge para Portugal com um capitão de navio, e é igualmente abandonado pelo pai, mas encontra no padrinho seu protetor. A história se passa no começo do século XIX, ocasião em que a família real portuguesa se refugiou no Brasil. O termo “memórias” refere-se à evocação de um tempo passado, reconstruído por meio das histórias por que passa o personagem Leonardo. O que se vê é que o escritor, Manuel Antônio de Almeida, foge completamente ao idealismo romântico de sua época. Se há traços românticos em sua obra, eles estão no tom irônico e satírico que assume o narrador, sendo um novo gênero nacional. É mais apropriado, por isso, classificar essa obra como um “romance malandro”, tendo como narrador o onisciente.

Ela sabe o que fala Sempre temos a impressão de que os livros Românticos serão melosos, com aqueles amores que chegam a provocar a morte e que nos fazem perder o fôlego... alguns, de fato, são assim e ficam muito distantes da nossa realidade atual. No entanto, outros livros provocam reações adversas. É exatamente assim com Memórias de um Sargento de Milícias. Além de ter uma veia humorística, com um “romance” às avessas, que começa por meio de um beliscão e de uma pisadela (nada romântico!), o seu protagonista é um anti-herói, muito diferente dos personagens dos romances efetivamente românticos. Leonardinho é uma criança sem bondade, um adolescente sem escrúpulos e um adulto envolvido em escândalos e que vai preso, mas se salva pelo amor... e essa é a única parte melosa! Como se não bastasse, o livro nos traz uma reflexão muito atual sobre os valores e a criação das pessoas, que vai influenciar no modo como se comportam e se relacionam. Uma leitura recomendada por mim e pelas listas dos vestibulares Estaduais há muitos anos!

Professora Marcela Rodrigues, ensina Redação aos alunos do Ensino Médio e Português aos alunos do Fundamental II

Por Beatriz Vaz

DE OLHO NO FUTUR

Publicidade e Propaganda

Criatividade e comunicação são palavras chaves para quem deseja fazer esse curso. É objetivo do publicitário: criar, realizar e divulgar campanhas publicitárias, elaborar estratégias de vendas, apresentar o produto e convencer o público, para isso, o profissional faz pesquisas sobre o perfil do público alvo, escolhe os meios de comunicação mais adequados, cria o texto que acompanha a propaganda e depois do trabalho realizado é necessário pesquisar se houve impacto e resultados. No mercado de trabalho, o publicitário pode trabalhar em agências de publicidade, departamentos de marketing ou de comunicação de grandes empresas, jornais, revistas e organização de eventos. É necessário estar por dentro de tudo que acontece e, além disso, conhecer vários lugares e pessoas diferentes, já que comunicação é essencial e novas idéias são sempre bem vindas nessa área.

Anota aí!

A Agenda Informativa do Ensino Médio Para quem fez a inscrição da Unicamp, não bobeie! A prova acontece neste domingo, dia 11 de Novembro! Os portões de acesso são abertos às 12h e fechados às 13h, aconselha-se que o aluno chegue com antecedência. Fique atento para não esquecer de levar consigo caneta preta TRANSPARENTE, lápis, borracha, régua pequena TRANSPARENTE e compasso!

O Curso A graduação é focada em Propaganda, ambiente promocional, moda, esporte, cultura, varejo e internet. Disciplinas como fotografia, redação publicitária e computação gráfica fornecem as técnicas de criação. O aluno também é treinado nas diversas linguagens da Propaganda - política, comercial e institucional. Administração e Economia são matérias que complementam o curso. É necessário um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos.

A prova será composta por 2 partes: 2 redações de diferentes gêneros 48 questões de múltipla escolha sobre Conhecimentos Gerais.

 

Dica: utilize 2 horas do seu tempo com as redações e 3 horas com as questões.

Mais informações você pode encontrar em www.comvest.unicamp.br/

Por Alice Carvalho


Espaço Cult 007 - Operação Skyfall Depois do fracasso da última e fatídica missão de Bond, quando a identidade de vários agentes secretos espalhados pelo mundo é revelada, ocorre um atentado à sede do MI6, obrigando M a transferir as instalações do seu quartel-general. Devido a esses eventos, a sua autoridade e posição se verão ameaçadas por Mallory (Ralph Fiennes), o novo presidente da Comissão de Inteligência e Segurança. Agora, com o MI6 sob ameaças tanto externas quanto internas, só resta a M um único aliado em quem ela pode confiar: Bond. O agente 007 desaparece nas sombras – auxiliado por uma única agente de campo, Eve

(Naomie Harris). Juntos, eles seguirão a pista do misterioso Silva (Javier Bardem), cujas motivações letais e obscuras ainda estão por se revelar. O orçamento do filme foi em torno de US$ 200 milhões (dólares)

RIA

SE PUDER...

cial e p s E vin Cal

Curiosidade Inteligente As redes sociais são muito utilizadas nos dias de hoje, tanto para se divertir quanto para fazer novas amizades. Porém seu uso inadequado pode ser prejudicial às pessoas, que muitas vezes acabam compartilhando determinadas informações que as comprometem de tal maneira que podem até serem vítimas de preconceitos, demitidas do emprego, etc. Cada vez mais o uso dessas redes está crescendo, e as pessoas acompanham e participam desse crescimento não imaginando os problemas que podem enfrentar. Todos os internautas têm sua opinião sobre o uso da internet, em especial das redes sociais, as quais vem ganhando grande número de acessos. Mas o grande problema está no que as pessoas publicam nelas, que vão desde assuntos banais até os mais comprometedores, envolvendo na maioria das vezes, acontecimentos particulares, não pensando que esses, ao serem compartilhados deixam de ser privados, já que a rede social é uma ferramenta que pode ser utilizada por todas as pessoas. [...] Portanto, como todas as coisas apresentam restrições, as informações a serem publicadas na rede social também deve ter as suas, ou seja, os limites entre o público e o privado precisam existir, para evitar que algo pior venha a acontecer, e para que isso não ocorra, a conscientização das pessoas deve ocorrer, seja por meio de palestras ou campanhas.

D

icas do

EINSTEIN!

Por Ana Luisa Loesch Nessa edição, daremos mais dicas para que você torne sua alimentação mais saudável! Dica #18: Mude seus hábitos alimentares gradualmente. Uma mudança radical pode fazer com que voce desista! Então o ideal é ir corrigindo as deficiencias e excessos aos poucos. Dica #19: Tome mais sucos naturais. Com isso, você diminui o consumo de refrigerantes e consome muito mais nutrientes.

Dica #20: Evite alimentos que contenham muito sal, como temperos prontos, shoyo e caldos de carnes.

Por Mariana Caldeira Redação

EQUIPE Vox Juliana Ferreira

Alice Carvalho

Maria Rita Favareto

Ana Luisa Loesh

Mariana Caldeira

Beatriz Vaz

Priscila Piccinini

Edição

Ana Luisa Loesch Priscila Piccinini

Revisão

Maria Rita Favareto

vox091112  

vox0911121

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you