Issuu on Google+

5

JANEIROFEVEREIROMARÇO2013

Cerca de 400 foliões participaram no corso de Domingo, no Cadaval O corso carnavalesco de domingo juntou cerca de 400 foliões,que animaram as ruas da vila, inspirados no tema “Contos e Histórias Tradicionais”.Após o desfile infantil, que juntou, na manhã de sexta-feira, perto de 600 participantes, saiu à rua, ontem, domingo, o primeiro corso

carnavalesco, que juntou mais de 30 grupos, entre carros alegóricos e grupos a pé, rondando os 400 figurantes. Apesar da chuva e do frio que se fizeram sentir, foram várias as associações/coletividades que se juntaram à folia, representadas por diversos grupos, e foram elas:

Montejunto Rally Clube, Associação Recreativa e Desportiva de Melhoramentos do Avenal, Casa do Povo do Concelho do Cadaval, Obra do Ardina, Ventosa Atlético Clube,Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas do Cadaval,Associação Cultural e Recreativa de São

Salvador e Espinheira, Campus Social do Olival, Associação para o Desenvolvimento Social e Cultural do Concelho do Cadaval e ainda os grupos particulares “Sociedade Carnavalesca do Cadaval” e “Grupo de Amigos da Murteira”.

A Obra do Ardina na Feira “Natalis” De 1 a 9 de Dezembro de 2012, estivemos presentes na “Natalis”, feira de Natal de Lisboa.Tendo início em 2005, este acontecimento é ao mesmo tempo o maior certame de Natal realizado em Portugal. A “Natalis” é um evento onde a variedade de actividades programadas vão desde a participação de centenas de expositores e stands de venda de artigos natalícios, actividades lúdicas e socioculturais, uma emissão de um programa de televisão transmitido em directo, entre muitos outros acontecimentos ali realizados. Foi com muita determinação, muita coragem, muito empenho e muitas novidades, que mais um ano esteve a Obra do Ardina, representados com um Stand de 6m2, repleto de produtos artesanais alguns elaborados pelos jovens utentes, bem como por alguns bons amigos, e ainda por alguns funcionários e colaboradores da Instituição. O objectivo principal é acima de tudo dar a conhecer a instituição, depois é

…”O objectivo principal é acima de tudo dar a conhecer a instituição, depois é tentar recolher alguns donativos realizados com a venda dos vários artigos expostos.”…

tentar recolher alguns donativos realizados com a venda dos vários artigos expostos. Foi a primeira vez que participei neste evento, obtive um feedback muito positivo, sem vaidade digo que, fui eleito o melhor vendedor em todo o período que decorreu a referida feira. Quero agradecer a todos os responsáveis da instituição que confiaram e delegaram em mim a responsabilidade do

stand nos dias em que estive de serviço ao mesmo. Desejo a todos os amigos um próspero ano novo, aos jovens e crianças da instituição o meu muito obrigado por me acolherem enquanto estagiário de um curso de Animador Sócio cultural patrocinado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional. André Sousa (18 anos) estagiário

…“Disseram sim, muitas e muitos amigos que estão nos nossos corações”…

Um convite de Deus A todos que manifestaram através das suas formação humana e cristã, um Natal diferente, podendo em conjunto com as nossas crianças, jovens e colaboradores celebrar a experiência que lhes permitiu viver uma relação com Deus particularmente forte, sobretudo pelo serviço aos mais carenciados, como irmãos em comunidade fraterna. É com paixão, generosidade e amor que respondem na sua capacidade de congregar mais e mais amigos para juntos responderem em amor. Disseram sim, muitas e muitos amigos que estão nos nossos corações.A todos sem excepção, mas aqui particularmente lembrados, o Padre Valdemar que nos trouxe a palavra de Deus na celebração da missa, o pequeno Tiago, a Hélia, o Henrique, a Helena, e outros amigos da fraternidade Anizan que nos trouxeram leite.As Educadoras Sofia e Di-Di, as crianças e familiares do Colégio Tutor Time que nos trouxeram lençóis de flanela e kit´s de higiene. Os colaboradores da Citroen – Peugeot que nos trouxeram cereais e bolachas. Os colaboradores e clientes do BPI que procuraram ir ao encontro dos pedidos das crianças e jovens. A todos os que aqui não foram nomeados mas que souberam escutar o Pai Celeste, em nome das crianças e jovens a todos bem hajam. Agradeço a Deus por todos, e peço-lhe que fortifique esta comunidade, sei que na comunhão com a comunidade, encontro-me com Jesus Cristo, e a Ele, elevo todas as minhas angústias, inquietações e a minha intercessão pelas crianças e jovens mais carenciados, nomeadamente as da Obra do Ardina. Carlos Diogo, Director Executivo e Técnico da Fundação Obra do Ardina

…“Agradeço a Deus por todos, e peço-lhe que fortifique esta comunidade”…


Jornal O Ardina