Issuu on Google+

Jornal do PROJETO GUGU e da melhor idade de Niterói e São Gonçalo/RJ Edição nº 9 8 - Agosto/2012 Julho/2012 - -Publicação PublicaçãodadaFUNCAB FUNCAB

Nov.Idade Apoio

Pavilhão da Alegria no Municipal

Foto: Péricles

Projeto Gugu reúne sua juventude em festa multicultural


2 Capa

O Pavilh達o da Alegria homenageou o rei do bai達o Luiz Gonzaga

O grupo de dan巽a de sal達o deu o show costumeiro

Gugu e Regininha fizeram as honras da casa


Show de luzes, cores e muito vigor arrebata a cidade

Os professores Douglas e Rose se apresentaram com o coral

A

Janaina Bernardes Fotos: Péricles

Teve até show de tango

Professores fizeram acrobacias

turma do Projeto Gugu mostrou que não existe idade para cantar, dançar e representar. Professores e alunos abrilhantaram o palco do Teatro Municipal de Niterói, com apresentação diversificada que reuniu coral, dança de salão, balé, acrobacias e teatro, com números de deixar qualquer profissional artístico de queixo caído. Regido pelo maestro Paulo da Hora, responsável pelos ensaios que acontecem de 2ª a 6ª feira, de 14h às 17h, na ASPERJ (Rua Dr. Celestino, 107, 4º andar), o coral do projeto, composto por 31 integrantes, cantou músicas populares como “Maria, Maria”, de Milton Nascimento, “Azul da cor do mar”, do saudoso Tim Maia, e “Lilás”, de Djavan. Os dançarinos e professores de ginástica Rose de Sá e Douglas Miranda acompanharam uma das canções com belíssima apresentação de dança. Em seguida, foi a vez dos alunos do núcleo de dança de salão mostrarem o resultado das aulas que acontecem no Caio Martins às 2ªs, 4ªs e 5ªs, das 13h às 18h, e 6ªs, das 13h às 17h.

(continua na página seguinte)

A platéia ficou lotada nas duas sessões

Eles não perderam o passo da gafieira

3


4

Com coreografias da professora Rose de Sá, apresentaram emocionantes números de Tango, Dança Flamenca e Samba, finalizando com o “Pavilhão da Alegria do Projeto Gugu”, grande quadrilha que prestou homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga, conhecido como o Rei do Baião. Os espectadores ficaram boquiabertos com as acrobacias realizadas pelos “Acrobatas do Gugu”, onde os professores Dani Lemos, Douglas Miranda, Léo Reis e Ricardo Leal mostraram muita flexibilidade e equilíbrio. Com graciosidade, a bailarina Milene Arruda apresentou a coreografia “Variação esmeralda”. O ápice da festa multicultural foi a apresentação teatral intitulada “Uma aula diferente”, onde professores remeteram ao ano de 1995, quando o Projeto Gugu nasceu, bem modesto, com poucas senhoras. Caracterizados, tiraram gargalhadas da plateia, com personagens prontamente identificados pelos alunos como companheiros das aulas de ginástica que acontecem nos 40 núcleos hoje espalhados por Niterói e São Gonçalo. A participação do professor Gugu na encenação foi fundamental! No final, todos se reuniram no belo palco do teatro, e juntos cantaram a música “O que é? O que é?”, de Gonzaguinha. Uma festa que já faz parte do calendário de eventos da cidade.

O Pavilhão da Alegria coloriu o Teatro Municipal

Um dos mais bonitos números artísticos contou com a participação dos professores Dani Lemos, Douglas Miranda, Léo Reis e Ricardo Leal

NÚCLEOS DO PROJETO GUGU www.projetogugu.com.br

NITERÓI

Ititioca R. Padre José Euger, n° 35 (Sec.

Ginástica Regional ), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Icaraí I (praia, em frente à Pça. Getúlio Vargas), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h, e sáb. e dom., de 8h30 às 9h30.

Caramujo (Ciep), de 2a a 6a, de 8h30 às 9h30.

Santa Bárbara (Pça. João Saldanha), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Preventório (Praia de Charitas, em frente ao Hospital Psiquiátrico), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30.

Hortifruti (estacionamento da loja na Av. Marquês de Paraná), de 2ª a sáb., de 7h às 8h. S. Rosa (Posto de Saúde Santa Rosa Vital Brazil), de 2ªª a 6ªª, de 7h às 8h. Ilha da Conceição (Clube Azul e Branco), de 2ª a 6a, de 7h às 8h. S. Lourenço (Igreja do Ponto Cem Réis), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Barreto II (Pça. Enéas de Castro ), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Rio do Ouro (Centro Comunitário Paulo Henrique), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Barreto I (Parque Palmir Silva) de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. São Francisco (praia, em frente ao Restaurante A Mineira), de 2ª a 6ª, das 8h30 às 9h30. Largo do Marrão (Pça. Raul de Oliveira Rodrigues), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30.

Largo da Batalha (Pça. Levi Carneiro - Est. Caetano Monteiro s/nº), de 2a a 6ª, de 7h às 8h.

Engenho do Mato (Pça. Irene Lopes Sodré, em frente ao Médico de Família), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30.

Piratininga (praia, em frente ao quiosque Loura Gelada), de 2a a 6ª, de 7h às 8 h. Cantagalo (Ciep do do Cantagalo), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h. Palmeiras (R. Célio Gouveia - Pça. da Palmeira), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h. Cafubá (Pça. da Rótula), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Maria Paula (Pça Tancredo Neves), de 2a a 6ª, de 8h30 às 9h30.

Fonseca (Horto Florestal), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Morro do Castro R. Teixeira de Freitas (pátio da Igreja Evangélica), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

9h30h

Ponta da Areia (Pça. Dr. Vitorino), de 2ª a 6ª de 8h30 às 9h30. Jacaré (Est. Frei Orlando 124 A /Qd Comunitária), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Coronel Leôncio (Campo de Futebol), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Bairro Chic Pça. Guadalajara, de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30h. Campo de São Bento (Qda. cimentada), de 2a a 6a , de 17h. às 18h. Madureira (Pça. Armando Cruz - Shopping Tem Tudo), de 2ª a sáb., de 8h às 9h. Dança de Salão Caio Martins - 2ª, 4ª e 5ª feira, de 13h às 18h, e 6ª, de 13h às 17h. Coral ASPERJ - Rua Dr. Celestino, 107/4º, 2ª e 6ª, das 14h às 17h.

Rink (Praça ), de 2a a 6a, de 7h às 8h.

SÃO GONÇALO

Jurujuba (Centro de Saúde), de 2a a 6ª, de 7h às 8h.

Patrocínio da Drogaria Tamoio

Engenhoca (Clube 11Unidos), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Ginástica

Cubango (ao lado do Colégio Dr. Memória), de 2a a 6ª, de 8h30 às 9h30. Ingá (Pça. em frente às Sendas) de 2ª a 6ª, de 8:30 às 9:30h. Bay Market (Centro) de 2ª a sáb. de 8h30 às

Praça Zé Garoto (7h às 8h) Praça do Rodo (8h30m às 9h30m) Calçadão de Alcântara (em frente à drogaria Tamoio), das 7h às 8h QUER PATROCINAR UM NÚCLEO? TEL. 26119855 R. 223 (MARCIO)


O mundo é um teatro

O balé clássico fez jus ao palco, que é célebre

E

A prof. Rose fez graça

nós, seus habitantes, somos os artistas. Se observarmos bem, no nosso dia a dia, quantas vezes não somos obrigados a representar, fazendo algo que não era propriamente o que queríamos fazer naquela hora, mas para nos tornarmos simpáticos a uma pessoa, damos um sorriso ou dizemos uma coisa que não era o que realmente queríamos dizer, e por ai vai... Se nos dispuséssemos a dizer somente aquilo que estamos achando em nossos relacionamentos seria um horror. As relações humanas seriam completamente diferentes do que são comumente. Quantas vezes, quando se encontra uma pessoa amiga, você acha que ela está com uma roupa horrível, mas não diz nada. Encontra com uma conhecida acima do peso, mas também permanece quieto. Fica perto de uma criança mal educada e chata, e não diz o que está pensando para os pais dela. Mesmo quando se é solicitado a dar uma

Fala, Gugu! opinião, você evita dizer uma coisa desagradável, se achar que vai magoar a pessoa que perguntou. No convívio diário, em ambientes sociais limitados, onde se é obrigado a um relacionamento mais estreito, como nas famílias mais numerosas ou em repartições de trabalho, com relações hierárquicas, concordase com o que não quer, elogia-se quando a vontade é criticar, ri-se quando tem é vontade de chorar etc. Na verdade, estamos todos representando, como numa peça teatral. Uns com melhor desempenho, outros, mais bisonhos, mas todos fazendo papel de artista. Acho que não existe alguém que possa se relacionar em todos os setores de suas atividades e com as pessoas envolvidas nelas, que consiga viver sem apelar para uma mentira necessária. A verdade, às vezes, é impossível de ser dita. Exemplo: um amigo é

casado com uma mulher que o está enganando, você sabe, encontra com ele, fica na sua e não diz nada. Representa que não sabe de nada, e pronto. Esses exemplos são de representação ética. Feitos para o bem. Os para o mal, então, não têm conta. Alguns políticos são a mostra do verdadeiro “artista”, que representa todos os tipos. Quanto melhor artista, quanto mais mentiroso, quanto mais cara de pau, mais sucesso. É drama, é comédia, enfrenta-se de tudo. O Sarney, nosso presidente do Senado, então, dá uma exibição de fazer inveja aos melhores artistas da nossa televisão. Em cada discurso uma representação. Interessante é que, na educação dos filhos, os pais colocam a mentira como uma das coisas mais feias de uma criança dizer, e realmente estão certos, mas os adultos não vivem sem uma mentirinha, de quando

em quando. Lógico que existem mentiras e mentiras. Há as compreensíveis e perdoáveis, e há as do mentiroso mau caráter, que prejudicam os outros etc. Acho que não existe um só casamento em que, nas relações de marido e mulher, não apareça uma mentira para harmonizar o casal. Na educação dos filhos, qual foi a mãe que não encobriu do pai algo que os filhos ou filhas fizeram, e que, se ele soubesse, ia dar uma confusão danada. Às vezes, isto pode até prejudicar a educação, mas na maioria das vezes é benéfica para a paz familiar. Um relacionamento em que a mentira diminuiu muito foi no das mães com as filhas. Antigamente, há uns 50, 60 anos, as moças se casavam todas virgens. Assim pensavam quase todas as mães. O que acontecia, na verdade, é que elas mentiam para as mães, e faziam segredo até para as

5

colegas. Hoje, as garotas não têm mais segredos, e não precisam mais mentir. A liberdade é quase total. Essa modernidade tem suas vantagens e desvantagens. As mães podem orientar com mais eficiência os cuidados anticoncepcionais e a prevenção das doenças, em compensação, os casamentos estão saindo muito mais tarde, e os homens perderam um grande estímulo para se casarem mais cedo. Experimentem contar, num dia, quantas vezes vocês representaram. Quantas coisas disseram ou não, quantas atitudes tomaram, quantos sorrisos deram, quantas gentilezas fizeram, que não foram do fundo do coração, mas fruto das obrigações sociais que todos temos, impostas pela sociedade em que vivemos... Boa leitura!


6

Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt Diretora-Presidente Rosana Nobre Machado Bittencourt Silva Diretor de Administração e Finanças Sérgio Emilião Diretora de Desenvolvimento de Projetos Regina Célia Corrêa Bittencourt Silva

Nov.Idade Jornal do Projeto Gugu Edição nº 9 - agosto/2012 5 mil exemplares impressos/mês 100 mil exemplares em PDF por e-mail/mês Editor: Marcio.G Criação, Projeto Gráfico, Textos, Diagramação e Comercialização: Mago Ideias

APOIO

NOV.IDADE é uma publicação da Gerência de Marketing da FUNCAB Gerente de Marketing Marcio Gomes Assessora de Comunicação Janaina Bernardes Tel. 2611-9855, R. 223 E-mail: marketing@funcab.org FUNCAB Niterói: Rua Pres. Backer, s/nº, Complexo Caio Martins. Icaraí CEP 24220-040 Brasília: SHN Q 2 - Bl F, Sala 825, Edifício Executive Office Tower - DF CEP 70702-000

www.funcab.org www.projetogugu.com.br

Corpo

Pilates de solo e alongamento

S

Prof. Arthur Rezende

abemos que o ganho da flexibilidade diminui com o sedentarismo e com o avançar dos anos. A limitação natural das estruturas articulares é progressivamente crescente, e ao seu lado surge a problemática da musculatura “encurtada”, bem como a sarcopenia, resultando em perda de força muscular e ajudando a agravar a situação de hipocermia, que pode e deve ser combatida através de exercícios posturais, de flexibilidade e com atividades de alongamentos. Os alongamentos podem ser realizados toda vez que você sentir vontade. No trabalho, no carro, assistindo TV. Podemos e devemos nos alongar de manhã, antes de começar o dia, no final do dia para aliviar as tensões acumuladas, depois de ficar sentado ou em pé muito tempo e, principalmente, antes e depois de atividades físicas. Com a prática semanal de exercícios voltados à postura, flexibilidade, alongamento e relaxamentos. Planejados e bem elaborados por um profissional de Educação Física qualificado, vamos observar: - Redução das tensões musculares, o que induz o corpo ao relaxamento; - Prevenção de lesões (distensões musculares, contratura); - Melhora da postura e do esquema corporal; - Ativação da circulação; - Redução da ansiedade, estresse e fadiga; - Melhora da atenção; - Prevenção de dores; - Auxílio no desenvolvimento da consciência corporal, melhorando a postura; - Diminuição dos riscos de lesões e distensões - Apesar de não confirmado experimentalmente, a

Ações de Mark eting Marketing para empresas. Mago Ideias: Tel. 2622-4531

Desta forma, nota-se a necessidade de um regime político que garanta um bem-estar, tanto em nível de saúde quanto em nível financeiro, de forma a não somente promover uma melhor qualidade de vida, mas também prevenir quadros de enfermidades por falta de atividades físicas.

Podemos e devemos nos alongar de manhã, antes de começar o dia, no final do dia para aliviar as tensões acumuladas, depois de ficar sentado ou em pé muito tempo, e principalmente antes e depois de atividades físicas

Arthur Rezende é professor de Educação Física. Pós-graduado em Geriatria e Gerontologia, pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Cordenador do Projeto “A melhor Idade é aquela que você tem”, na Academia Tio Sam.

50% desconto na compra do 2º aparelho para os associados do Projeto GUGU. 30% desconto em pilhas e acessórios.

Audioton Aparelhos Auditivos Rua da Conceição 188/ loja314 Niteroi Shopping - Centro Tel/fax :21-2722-0090 E-mail: audioton@audioton.com.br

Recorte o anúncio e leve na loja.

prática nos tem demonstrado sua veracidade; - Condições para melhoria da agilidade, força e velocidade, reduzindo a deteriorização física associada à idade avançada; - Melhora da autoestima e da socialização. Além desses benefícios físicos, os exercícios possibilitam melhoras psicológicas, através da interação social entre os professores e os alunos. Conclusão: apesar de a longevidade ainda ser um mistério para a ciência, com certeza, a perspectiva das pessoas morrerem cada vez mais velhas, e buscando uma melhor qualidade de vida, está associada à escolha de um estilo de viver - a maneira pela qual a pessoa sente e reage à vida consigo mesmo e com o mundo a sua volta. A velhice deve ser considerada a idade da vivência e da experiência, que jamais devem ser desperdiçadas. O futuro será formado por uma legião de indivíduos mais velhos e, se não estivermos conscientes das transformações e preparados para enfrentar esta nova realidade, estaremos fadados a viver em uma civilização solitária e totalmente deficiente de direitos e garantias na terceira idade.


Economia C

om apoio da Drogaria Tamoio e do laboratório Medley, o Projeto Gugu está lançando o cartão do CLUBE NOVIDADE. Iniciativa da Gerência de Marketing da Funcab, fundação gestora do Projeto Gugu, o CLUBE NOVIDADE consiste em um cartão magnético que possibilitará a seus portadores (mais de 7 mil idosos e seus familiares) descontos em inúmeros produtos e serviços ofereci-

Projeto Gugu lança cartão de descontos

A notícia triste

Estávamos fechando esta edição, quando chegou à Redação a notícia da morte da grande jornalista e mestra Lou Pacheco (foto), “A” história da imprensa da cidade, que partiu aos 90 anos. Lou fazia parte daquele time que se chama “Brava gente brasileira”. Foi perseguida durante o golpe militar, mas não esmoreceu. Combateu o bom combate. Era lúcida, inteligente e queridíssima por todos. Nunca mais nossos longos telefonemas, nossos encontros de domingo na Praia de Icaraí - ela sempre de chapéu, elegantíssima. Fica a imensa saudade. (Marcio Gomes)

7

Campanha de Saúde Auditiva Participantes e seus parentes terão abatimentosemdiversosprodutose serviços em Niterói e São Gonçalo dos em Niterói e São Gonçalo. Qualquer empresa pode participar, basta se cadastrar junto à Funcab. No setor de medicamentos, a Drogaria Tamoio tem contrato de exclusividade com o CLUBE NOVIDADE, e oferecerá descontos em todos os remédios. Produtos de beleza e perfumaria, na Tamoio, não serão alcançados por este benefício. O participante do Projeto Gugu que quiser um cartão deverá telefonar para 2611-9855, Ramal 223 e pedir o seu. O

cartão será enviado para o núcleo onde o solicitante faz ginástica, é só procurar com o professor. Todas as empresas do comércio e prestadores de serviços de Niterói e São Gonçalo podem participar do CLUBE NOVIDADE, e oferecer descontos que devem ser de, no mínimo, 10%. É só telefonar para 2611-9855, Ramal 223, para saber mais detalhes. Padarias, mercados, perfumarias, farmácias de manipulação, papelarias, serviços de diagnósticos médicos, fisioterapia, aparelhos auditivos etc. podem participar. Em foco, mais de 7 mil idosos de Niterói e SG, bem como suas famílias.

O Projeto Gugu está promovendo uma Campanha de Saúde Auditiva gratuita. Com apoio de empresas do ramo, entre elas, Telex Soluções Auditivas, Audioton e Otosons, a campanha vem beneficiando todos os idosos de Niterói e São Gonçalo, com testes de Audiometria, método que constata o tipo e o grau da surdez. A partir do resultado dos testes, feitos por fonoaudiólogos das citadas empresas parceiras, é indicado o tratamento mais adequado. Muitas vezes, o uso de aparelho auditivo resolve o problema. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 15 milhões de brasileiros têm problemas de audição, mas apenas 40% reconhecem que ouvem mal. Neste balanço, estão incluídos os 12 milhões com mais de 65 anos que sofrem algum grau de perda auditiva causada por mudanças degenerativas naturais do envelhecimento, chamada de Presbiacusia. O professor Carlos Augusto Bittencourt, 86 anos, fundador do Projeto Gugu, diz que “a falta de audição retrai o idoso, ele passa a se sentir um zero à esquerda, deixando de interagir com a família. Por isso, queremos fazer com que todos os idosos de Niterói tenham, sem duplo sentido, como diz a expressão popular, ouvido de tuberculoso”, brinca o médico. A falta de informação e o preconceito fazem com que a maioria demore, em média, seis anos para tomar uma providência, atitude que agrava ainda mais o quadro, não só físico, mas também psicológico. Pessoas com surdez têm problemas de relacionamento na família, no trabalho e entre amigos. A dificuldade na comunicação acaba por afastar os deficientes auditivos do convívio em sociedade, podendo até mesmo levar à depressão. Atualmente, existem aparelhos modernos, pequenos e quase imperceptíveis, com tecnologia digital, que não ofendem a vaidade de quem usa. Além de devolver a audição, o aparelho auditivo contribui para a melhora da autoestima, proporcionando bem-estar, liberdade, alegria e qualidade de vida. Os idosos que quiserem participar da campanha, mesmo aqueles que não integrem o Projeto Gugu, devem se informar no tel. 2611-9855, Ramais 223 e 228. É de graça.

Seu negócio na internet!

Criamos e administramos o perfil de sua empresa nas redes sociais mais bacanas. Pacotes a partir de R$ 100 por mês. Mago Ideias

Tel. 2622-4531


8Saúde ALZHEIMER

Livro recém-lançado diz que é muito importante a participação de familiares em grupos de apoio

O

Mal de Alzheimer é uma doença que está proliferando assustadoramente nos idosos ou, melhor dizendo, em pessoas acima de 50 anos. Recentemente, foi lançado o livro “Mal de Alzheimer, o que é? Como prevenir?”, da psicóloga Claudia Bulhões, alagoana que morou em Niterói por mais de 30 anos. A publicação oferece conhecimentos básicos da doença e exercícios para prevenir e retardar esse mal tão desesperador. O livro pode ser adquirido pelo site <gentedagente.com>. A autora, além de psicóloga, é professora da Univerti - Universidade Livre da Terceira Idade, e viúva de um portador de Alzheimer. Ela conta que a doença “é como se o espírito saísse e deixasse o corpo acéfalo”. O portador do Alzheimer pode ser incluído didaticamente em três fases: inicial, intermediária e avançada. Essas fases sinalizam para os sintomas apresentados e a evolução da doença. Diz o livro que o doente pode ter uma sobrevida de até 20 anos. A importância de familiares, ou um familiar responsável pelo paciente, frequentarem grupos de apoio é definitiva, pois a família quase sempre adoece junto, não necessariamente do mesmo mal, assim como tornase primordial que o doente tenha cuidadores especializados. “Não é uma simples pessoa que vai oferecer o conforto e o cuidado exigido, tem de haver um preparo para tal”, diz a autora. Nos grupos de apoio aos familiares, eles têm duas coisas importantes: o apoio emocional e o aprendizado grupal orientado para técnicas de convivência, oferecidos por psicoterapeutas e pelo próprio grupo em sua sinergia e experiência.

Anunciando neste jornal, seu produto ou serviço é visto por milhares de pessoas de Niterói e São Gonçalo. E você ainda estará apoiando O MAIS IMPORTANTE PROJETO SOCIAL PARA A TERCEIRA IDADE DE TODO O ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

Tel. 2611-9855 R. 223

A psicóloga Claudia Bulhões, à direita, é viúva de um portador da doença, e diz no livro que pacientes podem ter uma sobrevida de até 20 anos

Houve apresentação de dança de salão

Os patrocinadores mediram a pressão da turma e distribuíram brindes


JORNAL NOV.IDADE Nº 9