Issuu on Google+

março 2012

59

#

i

A Fump

mostra sua cara “A Fump colabora para desmitificar a crença de que somente pessoas de alto poder aquisitivo podem estudar na UFMG.” Adriana Santana da Silva, estudante de Artes Visuais Pág. 03

foto Luciano Baêta tratamentos de imagem Cedecom/UFMG


março 2012

59

#

i

A Fump

foto Luciano Baêta tratamentos de imagem Cedecom/UFMG

mostra sua cara “Com garra e determinação podemos mostrar a todos que os estudantes de camada popular são capazes.” Aldonice Soares da Silva (Nice), estudante de Pedagogia Pág. 03


março 2012

59

#

i

A Fump

mostra sua cara “Tenham a completa convicção de que o dinheiro doado será totalmente revertido para a assistência de alunos menos favorecidos da UFMG que dependem desse apoio para concluir seus cursos.” Eva Rosalina Borges, estudante de Farmácia Pág. 03 foto Luciano Baêta tratamentos de imagem Cedecom/UFMG


março 2012

59

#

i

A Fump

mostra sua cara “A assistência estudantil nos faz acreditar que tudo pode dar certo e, para isso, só depende de nós.” Gabriel Camilo Lopes, estudante de Teatro Pág. 03

foto Luciano Baêta tratamentos de imagem Cedecom/UFMG


foto Luciano Baêta tratamentos de imagem Cedecom/UFMG

março 2012

59

#

i

A Fump

mostra sua cara “A assistência estudantil da Fump, apesar de gerar discussões, me acolheu como mãe nos momentos em que mais precisei.” Danilo de Andrade Ribeiro, estudante de Letras Pág. 03


Novo programa destina bolsas para eventos culturais

i Estrutura organizacional

o

Fump tem novo estatuto e

m dezembro de 2011, entrou em vigor o novo estatuto da Fump, que foi aprovado pelo Conselho Diretor da época, Conselho Universitário da UFMG e Ministério Público (MP). O antigo estatuto foi reformulado atendendo a determinações legais do atual Código Civil brasileiro. A mudança na estrutura organizacional da Fump se deu nos órgãos de gestão. O Conselho Diretor passou a ser denominado Conselho Curador. Além disso, fazem parte do organograma os conselhos Diretor (executivo) e Fiscal. De acordo com o Código Civil e com o estatuto, a Fump não concede qualquer remuneração, benefício ou vantagem aos integrantes desses conselhos pelo exercício de suas funções. O Conselho Curador, órgão deliberativo superior da Instituição, é composto por sete membros: presidente (professor da UFMG, designado pelo reitor), três representantes titulares e três suplentes do corpo docente da UFMG (indicados pelo Conselho Universitário), três representantes dos estudantes e seus respectivos suplentes (indicados pelo Diretório Central dos Estudantes-DCE). Já o Conselho Diretor exerce as funções administrativas da Fump e tem em sua composição o presidente, um diretor de Assistência Social e um diretor de Relações Institucionais, todos professores da UFMG designados pelo reitor. A presidência da Fump e dos conselhos Curador e Diretor é exercida pelo presidente da Instituição. O Conselho Fiscal é integrado por três conselheiros efetivos e três suplentes, sendo dois indicados pelo reitor entre servidores docentes ou técnicos e administrativos em educação da UFMG e um estudante indicado pelo DCE. O órgão exerce as atividades de controle e fiscalização das contas da Instituição, entre outras funções. Para o presidente da Fump, professor Seme Gebara Neto, as mudanças no organograma da Instituição garantem “ainda mais transparência à gestão e agilidade nos processos de trabalho, já que haverá uma melhor divisão de tarefas entre os conselheiros”.

i Inclusão

novo Programa de Inclusão Cultural, criado pela Fump, oferta bolsas para viabilizar a participação dos estudantes assistidos em eventos culturais, incluindo os festivais de Verão e Inverno da UFMG. Para o Festival de Verão, foram destinadas 100 bolsas no valor de R$ 80,00. Já para o Programa de Festival de Inverno estão programadas 60 bolsas de até R$400,00. No caso de outras concessões, os estudantes deverão apresentar um projeto na Coordenadoria de Apoio Pedagógico e aguardar o resultado do pedido e orientações sobre o trâmite específico da liberação da bolsa. Segundo a coordenadora de Apoio Pedagógico, Jacqueline Caldeira, o projeto visa aprimorar a formação acadêmica do estudante por meio de vivências culturais aliadas ao conhecimento. “Os eventos culturais são importantes na trajetória do estudante oferecendo possibilidades de novos aprendizados e troca de experiências”, ressalta. O programa atende estudantes assistidos de primeira graduação de cursos presenciais, sendo priorizados os alunos de maior vulnerabilidade social dos cursos diretamente relacionados aos eventos. Para acessar a bolsa, o estudante precisa, entre outros critérios, estar em acompanhamento socioassistencial com a equipe de Serviço Social da Instituição. O benefício só poderá ser acessado uma vez ao ano.

i Dicas

Como melhor utilizar os restaurantes universitários Separe o dinheiro

Comida deixada nos pratos

Para agilizar a fila, separe o dinheiro para pagar a refeição antes de chegar ao caixa. Se possível, tenha o dinheiro trocado.

Lave as mãos É higiênico e evita doenças. Existem pias logo depois dos caixas dos RUs.

Ficar atento ao andamento da fila Na hora de entrar e se servir fique atento ao andamento da fila para não prejudicar os que estão atrás de você.

Lugar de jaleco não é no RU Na hora das refeições, jalecos e roupas cirúrgicas devem ser deixados nos laboratórios, clínicas e consultórios. O mau hábito de usar essas vestimentas em locais públicos pode causar riscos à saúde. Além disso, a utilização dessas roupas em restaurantes causa desconforto e sensação de falta de higiene nos demais usuários. Em tempo: em Belo Horizonte há legislação proibindo o uso de roupas hospitalares em locais públicos. Conhecida como Lei do Jaleco, entrou em vigor em 2011.

Guardanapos no lixo Os guardanapos devem ser jogados no lixo apropriado.

02

As sobras de comida devem ser deixadas nos pratos em cima das bandejas e não jogadas nas lixeiras comuns, pois a equipe da Fump recolherá os alimentos e dará a destinação adequada a eles. No entanto, evite o desperdício.

Devolver os utensílios Talheres, copos, pratos e bandejas devem ser devolvidos na saída dos restaurantes. Deixe a mesa limpa para que seu colega possa utilizá-la em seguida.

Funcionamento dos RUs (exceto feriados) Setorial II - De segunda à sexta-feira: café da manhã gratuito para estudantes assistidos (6h45 às 8h10), almoço (11 às 14 horas) e jantar (17h30 às 19 horas). Sábado: almoço (11h30 às 13 horas). Campus Saúde - De segunda à sexta-feira: café da manhã gratuito para estudantes assistidos (7h15 às 8 horas), almoço (11 às 14 horas) e jantar (17h30 às 19 horas). Sábado: almoço (11h30 às 13 horas). Faculdade de Direito - De segunda à sexta-feira: almoço (11 às 14 horas). ICA (Montes Claros) - De segunda à sexta-feira: café da manhã gratuito para estudantes assistidos (6h45 às 8 horas), almoço (11h15 às 13 horas) e jantar (17h30 às 19 horas). Sábado: almoço (11h15 às 13 horas).

www.fump.ufmg.br


i “A Fump mostra sua cara”

Campanha busca interação com a comunidade acadêmica

fotos Luciano Baêta tratamentos de imagem Cedecom/UFMG

Gabriel

Aldonice (Nice)

o

s integrantes da comunidade acadêmica são os personagens da nova campanha da Fump, desenvolvida em parceria com o Centro de Comunicação (Cedecom) da UFMG. Intitulada “A Fump mostra sua cara”, a campanha busca estreitar o relacionamento da Instituição com os estudantes, professores e servidores da UFMG que são convidados a interagir com a Fump postando depoimentos, vídeos e fotos nas redes sociais ou acessando o blog criado especialmente para divulgar as informações da campanha. O endereço é www.fump.ufmg.br/afumpmostrasuacara. “A Fump reflete o perfil do seu público que, inevitavelmente, é também a cara da Instituição e motivo de sua existência. A intenção é associar a imagem da Fump à comunidade que a constrói e contribui para sua formação”, observa o presidente da Fump, professor Seme Gebara Neto.

“Mostre Seu Talento” Outra ação da campanha que está chamando a atenção da comunidade universitária é o evento “Mostre Seu Talento” que envolve apresentações culturais protagonizadas por estudantes, professores e servidores da UFMG. As apresentações acontecem na hora do almoço em frente aos restaurantes universitários (RUs) Setorial II, campus Saúde e ICA (Montes Claros), além da Praça de Serviços, no campus Pampulha. Os interessados em participar podem preencher a ficha de inscrição no blog da campanha. Mais uma ação interativa é a presença de um desenhista que fará caricaturas dos artistas e dos espectadores, durante algumas apresentações do “Mostre Seu Talento”, em Belo Horizonte. Essas caricaturas serão postadas nas redes sociais da Fump e no blog da campanha. “Foram idealizadas ações de caráter cultural, acadêmico ou que tenham como foco o livre entretenimento. A ideia é oferecer aos estudantes da UFMG momentos de enriquecimento intelectual, artístico e pessoal”, explica o presidente da Fump.

Adriana

Eles participam da campanha “A Fump mostra sua cara”

Eva

Danilo

Acesse o blog e informe-se sobre a campanha:

www.fump.ufmg.br/afumpmostrasuacara / Livro Circulante também faz parte da campanha /

Junto com as primeiras apresentações culturais da campanha “A Fump mostra sua cara”, foi destinado um espaço de distribuição e arrecadação do projeto Livro Circulante. O projeto funciona da seguinte maneira: a pessoa que encontra um exemplar identificado com a marca Livro Circulante se torna proprietária dele por alguns dias. Porém, depois de lê-lo, deve fazê-lo circular na Universidade para que outros tenham acesso àquela obra.

03

Informativo Institucional


i Setorial II

RU recebe melhorias na volta às aulas fotos Bruna Caldeira

o Restaurante Universitário Setorial II,

no campus Pampulha, passou por melhorias para proporcionar mais agilidade no atendimento e conforto à comunidade universitária na volta às aulas. Os balcões do salão superior do prédio do RU foram reposicionados, possibilitando uma melhor utilização do espaço. A reforma incluiu também a modernização das redes elétrica e hidráulica. Para garantir mais eficiência aos processos de produção dos alimentos, foram adquiridos novos equipamentos como máquinas de lavar pratos, batedeiras, fornos, fritadeiras e liquidificadores. Segundo o coordenador do restaurante, Marco Antônio Schaefer, os novos maquinários vão possibilitar um aumento da capacidade de atendimento do RU. “Por dia, teremos condições de servir cerca de 300 refeições a mais, o que representa um acréscimo de 5% no número de refeições produzidas no semestre passado”, calcula. Redistribuição do espaço e novos equipamentos agilizam atendimento aos usuários

i Atenção

Nova forma de acesso aos RUs passa a valer em abril a

partir do dia 9 de abril, entra em vigor a nova forma de acesso aos restaurantes universitários (RUs) de Belo Horizonte e Montes Claros. Os usuários da comunidade acadêmica deverão apresentar a carteirinha do Sistema de Bibliotecas da UFMG e um documento oficial de identificação com foto. A carteirinha da Fump, utilizada até então pelos estudantes assistidos, não será mais utilizada. A carteirinha da biblioteca facilitará a identificação nos caixas dos restaurantes universitários e inibirá possíveis falsificações no acesso aos RUs. Além disso, a carteirinha contém um código de barras que permite a identificação automática do preço da refeição do usuário, de acordo com sua categoria. Deverão apresentar a carteirinha do Sistema de Bibliotecas da UFMG os seguintes usuários: estudantes assistidos pela Fump, demais estudantes da UFMG, professores, servidores técnicos e administrativos em educação e menores da Cruz Vermelha.

/ Esclareça suas dúvidas / Já tenho a carteirinha do Sistema de Bibliotecas da UFMG, preciso fazer outra? Não. Com a sua atual carteirinha já é possível acessar os RUs.

Como providencio essa carteirinha? Confira a documentação necessária e os locais para solicitar o cadastramento e a confecção da carteira no site www.bu.ufmg.br.

Quando mudará a forma de acesso aos RUs? A partir de 9 de abril.

Quais documentos terei que apresentar a partir do dia 9 de abril? Carteirinha do Sistema de Bibliotecas da UFMG e documento oficial de identificação com foto.

Para os estudantes assistidos pela Fump, como será o acesso aos RUs? A carteirinha da Fump não será mais aceita nos RUs. Os assistidos também deverão apresentar a carteirinha do Sistema de Bibliotecas da UFMG e um documento oficial de identificação com foto.

ilustração Bruna Caldeira

expediente

www.fump.ufmg.br Presidente Prof Seme Gebara Neto · Diretora de Assistência Social Profª Aidê Ferreira Ferraz · Diretor de Relações Institucionais Prof Walmir Matos Caminhas

59

#

Superintendente Paulo Roberto Manso · Assessora de Comunicação Maria do Rosário Rangel · Jornalista responsável · Déborah Gurgel (MG05360JP) Revisão Maria do Rosário Rangel e Déborah Gurgel · Projeto gráfico e diagramação Bruna Caldeira · Tiragem 10.000 exemplares · Fundação Universitária Mendes Pimentel (31) 3409 8464 · fump@fump.ufmg.br · Av Antônio Abrahão Caram, 610, São José · CEP 31275-000 · Belo Horizonte · MG · Brasil Assessoria de Comunicação Social (31) 3409 8461 · comunica@fump.ufmg.br

04

Informativo Institucional


Jornal Circuito Fump Março 2012