Page 1

Av. João Simão de Castro,

Vila Medeiros, Zona Norte

Avenida 9 de Julho,

Jardins, Zona Sul

Conjunto Nacional,

Avenida Paulista, Centro

Avenida Paes de Barros,

Mooca, Zona Leste

Avenida Doutor Arnaldo,

Pacaembu, Zona Oeste

Paulistão Avenidas Diretor Responsável: Marcos Antonio Freitas (Marcão do Jd. Popular)

Distribuição Gratuita

Redação: Rua Conceição da Brejaúba, 614 – Sao Paulo – SP

Fones: (11) 2855-1783 / 2682-5710 / 95211-1933

Ano II - N° 026 - email: paulistaoavenidas@paulistaoavenidas.com.br.

São Paulo, 04 a 18 de outubro 2013

www.p aulistaoaven id as.c om.b r

Novo hospital da Prefeitura será ao lado do Alexandre Zaio

SUPER REVISÃO

Unidade Tatuapé Rua Platina, 287 - (11) 2676-3009

No estacionamento do Hospital Alexandre Zaio será construído o Hospital de Vila Matilde

P

refeito Haddad vem a Ermelino inaugurar a primeira unidade móvel da Rede Hora Certa, duas escolas de educação infantil no Burgo Paulista e falando à nossa reportagem, confirma que hospital da Vila Matilde será construído no terreno ao lado do Hospital Alexandre Zaio, onde hoje funciona o estacionamento. Pág. 3

Alckmin concede entrevista a jornais de bairro

O

Alckmin responde perguntas de 30 jornalistas de bairro na coletiva no Palácio do Governo

governador Geraldo Alckmin concedeu no último dia 3 de setembro, no Palácio dos Bandeirantes, entrevista coletiva a 30 jornais de bairro da Capital. Cada representante da imprensa regional pôde fazer uma pergunta. Os temas mais abordados pelos jornalistas foram: Educação, Saúde, Segurança e Transporte. Sobre a Zona Leste, Alckmin, enfatizou os investimentos do Estado em mobilidade urbana na região: o Monotrilho, que ligará Vila Prudente à Cidade Tiradentes, passando por diversos bairros de Sapopemba e São Mateus; a modernização da Linha 12-Safira da CPTM (Brás-Calmon Viana); a extensão da linha 2-Verde do Metrô, que ligará Vila Prudente à Guarulhos, passando por vários bairros da Zona Leste, integrandose com a futura estação Tiquatira da CPTM; o complexo viário de Itaquera (série de obras de alças, túneis e viadutos que deverá facilitar o acesso ao futuro estádio do Corinthians), que fará o jogo de abertura da Copa do Mundo; a modernização da linha 3-Vermelha do Metrô, que possibilitará a diminuição do intervalo entre trens de três pra um minuto e meio; entre outros assuntos.

Ponte Rasa comemora pela primeira vez seu aniversário

Pag. 6

Jardim Popular na luta pela transferência de escola infantil

Pag. 5

Jornais de bairro recebem homenagem da Associação Comercial

Pag. 3

Associação de Advogados promove 1º festival literário de São Paulo

Pag. 3

Unidade Penha Rua Coronel Meireles,118 - (11) 2645-3309 www.talesdemiletosp.com.br

D’ Paula Mármores e Granitos, a nova loja do Jardim Popular

Coincidindo com o aniversário do Jardim Popular, a D’ Paula Mármores e Granitos, inaugurou sua loja no dia 13 de abril. Nela você encontra o que há de mais moderno e bonito para sua casa, empresa, escritório e a preços que você só encontra numa loja de fábrica. Pia, lavatório, mesa, balcão, aparador, banco, cadeira, escada, piso, revestimento de parede e coluna, são os produtos que você encontra na D’ Paula, que também trabalha com materiais de ardósia. A loja oferece ainda atendimento domiciliar com profissionais treinados para medição, instalação e orientação sobre o melhor tipo de acabamento, onde você também poderá fazer o orçamento de acordo com a sua necessidade e possibilidade. Condições de pagamento facilitadas no cartão de crédito (Visa e MasterCard) ou boleto bancário. Venha conhecer nossa loja e faça seu orçamento sem compromisso. Estamos na Avenida Jaime Torres, 875 – Jd. Popular.

Tel.: 2046-3707 / 2046-1327 Visite no nosso site: www.marmorariadpaula.com.br


Paulistão Avenidas

Pág. 2

Ed i t o r i a l N

N

Edição n° 26 - 04 a 18 de outubro 2013

luta contra a “automóveldependência”. No ano seguinte, foi realizada a “Bicicletada Sem Carro”, primeiro evento de grande impacto na mídia. Em 2005, a secretaria municipal do Verde e MeioAmbiente, passou a apoiar a data, assim como fez a Rede Nossa São Paulo, a partir de 2007. Outras entidades passaram a engrossar o Movimento, com outras atividades e eventos. Aliado a isso, o aumento dos congestionamentos trouxe mais percepção do grave problema da mobilidade urbana, o que resultou numa maior visibilidade da data. Agora, a pergunta que fica é: São Paulo e os paulistanos estão preparados para viver numa cidade sem carro? “Evidente que não!” A esmagadora maioria dos leitores dirá. Mas, também é evidente que

se não se fizer nada para resolver o problema dos congestionamentos das grandes cidades, em breve poderemos literalmente parar. Investimento maciço em transporte público se faz urgente e necessário, mas outra pergunta que fica: Se os investimentos prometidos tanto pela Prefeitura, como pelo governo do Estado forem cumpridos à risca e a qualidade do transporte público der um salto de qualidade, o paulistano vai deixar mesmo seu carro na garagem pra ir trabalhar? Pesquisa Datafolha revelou que 88% dos paulistanos, destes 77% motoristas aprovam a criação das novas faixas exclusivas de ônibus, inauguradas recentemente pela Prefeitura. Não deixar de ser um bom indício de mudança de mentalidade.

Evento “Criança Feliz 2013”

o dia 12 de outubro, no Largo do Rosário, Penha, entre 9 e 17 horas, estará acontecendo mais uma edição do “Criança Feliz”. O evento acontece pelo quarto ano consecutivo. Nos anos anteriores, no mesmo local, foi com grande sucesso e com união da sociedade penhense, que o Dia das Crianças foi comemorado na Penha de França. A expectativa para este ano é que tenhamos também um grande evento, que já começa a se tornar tradicional, graças aos apoios que temos recebido: Subprefeitura Penha; Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) da Penha; demais entidades e comunidade local. Haverá brinquedos infláveis; carrinhos de pipoca, algodão doce, cachorro quente e esfihas fechadas com distribuição gratuita para garotada. O som será emprestado pela Renovação carismática

Mauro Inácio Alves

de São Miguel Paulista. Você também pode ajudar! Como? Sendo um voluntário, como eu. E também pode colaborar nos doando doces, bexigas, bolas, brinquedos, refrigerantes, bolos, bombons ou trazendo atrações infantis: palhaço; dança; canto; etc. Procure-me na linha loja: Luar do Sertão Bolsas, Rua Padre João, 223 – Penha. Fones 26473194/2642-9770.

Concurso “A Mais Simpática de 2013”

U

m concurso para eleger a Garota Simpatia da Penha e região será realizado no dia 17 de novembro no CEU Tiquatira, com apoio de entidades locais. As interessadas devem solicitar mais informações na “Luar do Sertão Bolsas”, à Rua Padre João, 223, Penha ou no blog www.mauroinacio.blogspot.com. O concurso tem o objetivo

Edição n° 26 - 04 a 18 de outubro 2013

“Laços Familiares: Quem é Quem?”

Dia Mundial Sem Carro

o último dia 22 de setembro, comemorou-se o Dia Mundial Sem Carro. Criada na França, em 1997, a data se espalhou por quase toda a Europa a partir de 2000, inclusive, com a criação da Semana Europeia da Mobilidade (16 a 22 de setembro). Recheado de atividades que propõem estimular as pessoas a refletirem sobre o uso racional do automóvel, pensando em outras formas de locomoção, bem como a defesa do meio ambiente e da qualidade de vida dos grandes centros urbanos, o Movimento espalhouse pelo mundo. No Brasil, desde 2003 são realizadas atividades alusivas à data e São Paulo, a maior cidade do país, como não poderia deixar de ser foi a primeira a encampar a

Paulistão Avenidas

Pág. 3

de promover um congraçamento da população, a arte musical e homenagear o maestro Frederico Saleta. O evento conta com apoio dos jornais Gazeta Penhense, Paulistão Avenidas e revista City Penha. As candidatas deverão ter entre 13 e 17 anos. Um júri com nove pessoas fará a classificação das misses. Informações 2075-7452 com Daniela.

Paulistão Avenidas EXPEDIENTE Diretor-Presidente: Marcos Antonio de Freitas Jornalista Responsável: Francisco de Souza - MTB 45.611 Depto. Jurídico: Dr. Róbson José Velani de Freitas Colaboradores: Ademir Zago, Mauro Inácio Alves e Rubens Rosa Colunista: Ricardo Izar Jr. Editoração Eletrônica: Mkawa Produções e Designer ME - Tel.: (11) 99917-1447 (Tim) Redação: Rua Conceição da Brejaúba, 614 – Jardim Popular - Fones: (11) 2855-1783 / 2791-5167 / 95211-1933 E-mail: paulistaoavenidas@paulistaoavenidas.com.br -- CNPJ: 16.587.036/0001-53 -- www.paulistaoavenidas.com.br Impressão: Editora Gráfica Pana Ltda. – Fone (11) 3209-3538 -- Tiragem: 10.0000 exemplares Circulação: zona leste de São Paulo, avenidas em destaque, órgãos públicos e em edições especiais: cidades da grande São Paulo, interior e litoral Os artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores, não correspondendo necessariamente à opinião do jornal.

H

á tempos estudiosos e pesquisadores analisam o perfil das famílias e a ordem cronológica em que os filhos ocupam na dinâmica familiar, na busca de possíveis sinais que possam provocar mudanças de comportamento com relação à ordem de nascimento. Desta maneira, são criados certos estereótipos e pode parecer loucura ou pura coincidência, mas são bem comuns algumas características de personalidade na construção desta ordem. Por exemplo, o filho mais velho, ou seja, o primogênito, o nome já revela é o primeiro a chegar ao âmbito familiar, vem carregado de vários sentimentos, desde a insegurança de cuidar de um ser tão pequeno; até a superproteção, pois se coloca toda a energia aos cuidados do recém-nascido. Devido à inexperiência por parte dos pais, se cometem muitos erros nesta fase. Normalmente, por um tempo, é o rei do pedaço, tem todos os direitos e os responsáveis canalizam sua atenção de forma a protegê-lo. E se for o primeiro neto, tanto do lado materno, como no paterno, fica ainda pior este cuidado. Contudo, quando nasce o segundo filho, o primogênito sofre, pois ele é destronado, requer-se que ele se desprenda da zona de conforto e inicia-se um cenário dife-

S

ou criador e presidente da Frente Parlamentar do Congresso Nacional em Defesa dos Direitos Animais. Primeiramente, quero explicar que uma frente parlamentar é a associação de alguns membros do Congresso Nacional para busca de algum objetivo comum, facilitando a realização desse bem pela união de forças. Nesse caso, trata-se da proteção animal e mais de 200 parlamentares assinaram essa minha iniciativa. A princípio, quando comecei com a ideia da criação dessa Frente não obtive ajuda, nem apoiadores dentro do nosso Parlamento. Contudo, a grande repercussão dos casos de desrespeito aos direitos animais fez com que a Frente ganhasse adeptos e muitas assinaturas, fortalecendo no âmbito do Congresso Nacional uma causa que há tempos já tinha força perante a população. Isso possibilitou não apenas a criação da frente de forma isolada, mas também a aprovação de projetos de lei que estavam parados, a realização de audiências públicas e seminários voltados à discussão do tema e até mesmo para a instauração de CPIs em alguns casos de desrespeito ao direito animal. Coube a mim, presidente dessa frente, a missão de disseminar a ideia de necessidade de proteção à fauna e respeito à natureza. Estamos lutando firme para conseguir que

rente do que estava acostumado. Toda atenção dos pais era dele e com a chegada do irmão, tudo acaba e ele passa a ter muitas obrigações e poucos direitos. Dentro desta ótica, não há porque ele se sentir feliz com a chegada de um irmão e costuma reagir com ciúmes, raiva, desobediência e rebeldia. Daí apresenta uma nova característica de comportamento, abrindo espaço para uma nova personalidade, o filho mais velho torna-se autoritário, é sempre o líder e que deve cuidar dos irmãos, passando ser exemplo. O segundo filho é sempre cercado de preconceitos, principalmente se num curto período nasce outra criança. Os filhos intermediários não têm a autoridade dos mais velhos e nem a liberdade dos mais novos. Normalmente é aquele esquecido por todos, ou melhor, tivera pouca atenção e às vezes este se sente meio que abandonado, como se suas necessidades não fossem tão importantes quanto às dos irmãos. Todavia, este posto em partes facilita sua vida, pois

é menos cobrado, torna-se a pessoa mais sensata. Emocionalmente deveria ser o mais saudável, exatamente porque foi criado com menos ansiedade, com mais experiência e mais acertos por parte dos pais. Já o caçula, sendo o último, recebe tanta atenção dos pais quanto de um filho único, é o mais protegido e mimado pela família. É visto como um bebê que precisa de toda proteção, porque para os pais é a última experiência e assim não impõe limites. Tem-se a impressão que os pais ficam refém do caçula, o que acaba infantilizando a criança. É fato tornar-se manipulador, egoísta, inseguro, imaturo e despreparado para vida. E se a família tem um único filho, o resultado é o mesmo, uma vez que, tende a pensar que o mundo giro ao seu redor, busca saciar uma carência sem fim e acredita que é o reizinho. É importante enfatizar o papel dos pais, pois são os responsáveis por lapidar e formatar estes sujeitos, independente da ordem que os filhos nasçam, deve tratá-los com igualdade para que entendam que foram criados de forma justa, sem privilégios e quem sabe assim, os estereótipos sejam menos evidenciados. Dra. Ione Barbosa da Cruz Psicóloga – CRP: 06/87819

Defesa Animal

Ricardo Izar Jr. o Governo Federal permita a destinação de verba para a causa animal, já que esse assunto trata também da saúde pública. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que para cada R$ 1 investido em controle de zoonoses, economiza-se 27 reais mais adiante em saúde humana. Agora estou trabalhando frente ao Governo do Estado para conseguir destinação de verba para que as cidades do nosso Estado possam ter centros clínicos veterinários móveis, os chamados “Castra-Móvel”. Essa será uma providência importante para o controle populacional e até mesmo para a saúde dos animais em regiões carentes, já que muitas vezes a população não tem como levar seu animal a uma clínica particular. O projeto está em negociação adiantada e o trailer em que funcionaria esse centro clínico veterinário móvel já tem viabilidade orçamentária, já que foi montado um veículo de baixo custo e dentro dos padrões de qualidade exigidos

pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo (CRMV). Outrossim, a previsão orçamentária que está sendo negociada trará um estoque de remédios e equipamento para o funcionamento da unidade móvel. Vale ressaltar também que consegui firmar um acordo com o CRMV para que estudantes de veterinária tenham permissão para cumprir o tempo de residência necessário para a graduação atuando nesses centros móveis, baixando o custo da mão de obra sem perder a qualidade técnica dos profissionais que cuidarão dos nossos animais. Ainda na causa animal, estamos atuando em diversas cidades do Estado com palestras e seminários para sensibilizar e informar as pessoas sobre a nossa atuação, sobre a necessidade de controle de zoonoses e respeito a todos os serem vivos. Termino dizendo que os movimentos populares acordaram meus pares para essa causa que abracei há anos, de maneira que a cobrança é saudável e traz força a proteção dos direitos animais, direito consagrado pela Constituição Federal em seu artigo 225. Ricardo Izar Jr. é deputado federal pelo PSD – Partido Social Democrático e presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados do Brasil

Haddad vem a Ermelino inaugurar obras

O

prefeito Fernando Haddad esteve no dia 2 de setembro, visitando Ermelino Matarazzo e inaugurando três obras. Primeiramente, acompanhado do secretário municipal da Saúde, José de Filipi Jr., inaugurou a primeira unidade móvel da Rede Hora Certa da cidade, no estacionamento do Hospital Municipal Dr. Alípio Corrêa Neto. Criada para tentar diminuir o tempo de espera para consultas e exames na rede municipal de saúde, o programa foi uma das principais bandeiras de campanha de Haddad. Na sua segunda agenda em

Ermelino, Haddad inaugurou o CEI – Centro de Educação Infantil (antiga creche para crianças de 0 a 4 anos) e a EMEI – Escola Municipal de Educação Infantil (para alunos de 4 a 6 anos) Alfazemas, no Burgo Paulista, região da Ponte Rasa. A primeira unidade móvel Hora Certa é composta por uma carreta com 15 metros de comprimento e por uma van, que trabalham apoiando uma a outra, atendendo as seguintes especialidades: urologia; mastologia; dermatologia; cardiologia; ultrassonografia; oftalmologia; gastroenterologia;

Secretário César Calegari e prefeito Haddad descerrem placa de inaguração da EMEI Alfazemas

A

E

Haddad não sabe se haverá interrupção dos serviços do Hospital de Vila Nhocuné

Em entrevista coletiva à imprensa, no final da inauguração do Hora Certa Móvel o prefeito Fernando Haddad, respondendo à nossa reportagem, não soube dizer se haverá interrupção no atendimento do Hospital Municipal Dr. Alexandre Zaio, na Vila Nhocuné, região de Vila Matilde, quando o mesmo deverá passar por reade-

Haddad e secretário Filipi descem escada da carreta da Rede Hora Certa Móvel quação pra implantação de uma UPA – Unidade de Pronto Atendimento (similar as AMAs – Assistências Médicas Ambulatoriais, mas com mais recursos) Será construído ao lado no terreno onde hoje funciona o estacionamento o futuro Hospital de Vila Matilde, um dos três hospitais prometidos por Haddad na última campanha. “Esta decisão não está tomada ainda, dada a complexidade estamos avaliando tecnicamente, mas não tomaremos nenhuma decisão sem conversar

Distritais da Zona Leste entregam prêmio de jornalismo

s quatro distritais da Zona Leste da Associação Comercial de São Paulo (ACSP): Mooca, Penha, São Miguel Paulista e Tatuapé, concederam no último dia 24, no auditório do Sesc Belenzinho, o Prêmio Gutenberg aos jornais de bairro da região que mais se destacaram no ano. Idealizado pelo ex-superintendente da distrital Tatuapé, José Garris Del Vale, o prêmio jornalístico concedido desde 2008, é referência ao dia do Jornal de Bairro, comemorado em 1º de setembro e sempre é entregue dentro deste mês. A cerimônia de entrega começou com a execução do Hino Nacional Brasileiro. Na mesa, os quatro superintendentes das distritais: Francisco Antonio Parisi (Mooca); Luciano Araújo (Penha); Fernando Velucci (São Miguel Paulista); Antonio Sampaio (Tatuapé), além de Marco Antonio Jorge, representando o presidente da

"

endoscopia; e colonoscopia. O centro médico móvel oferece ainda quatro salas de atendimento climatizadas; centro de diagnóstico; áreas de esterilização e de espera; banheiros e elevador para deficientes. Segundo a secretaria da Saúde, a expectativa de atendimento para cada unidade médica é de 500 procedimentos diários, totalizando 215 mil exames/mês na cidade. O horário de atendimento é das 7 às 20 horas de segunda a sexta, e das 8 às 18 horas nos sábados.

ACSP, Rogério Amato, que ressaltou na sua fala a importância do trabalho da imprensa regional. “O profissional da imprensa regional retrata a vida do bairro, pensando no bem da comunidade. É um trabalho maravilhoso que merece ser reconhecido”, disse Marco. Ao todo, 49 veículos de comunicação, entre jornais e revistas da Zona Leste

foram agraciados com troféu. Além dos representantes da ACSP, estiveram presentes à cerimônia de entrega do Prêmio Gutenberg, o comandante do 21º BPM/M (Batalhão de Polícia Militar Metropolitano), tte-cel. Luiz Cláudio dos Santos e os vereadores Gilson Barreto e Toninho Paiva. No final foi servido coquetel aos homenageados e convidados.

Jornalista Francisco de Souza recebe das mãos do vereador Toninho Paiva, Prêmio Gutenberg

com o conselho gestor, que está convidado a participar das discussões”, disse Haddad. O secretário Filipi completou: “Hoje o Hospital Alexandre Zaio tem apenas 50 leitos e passará a ter 250. Se tiver que fazer a demolição praticamente total, vamos remanejar esses leitos para hospitais da região, inclusive já estamos vendo imóveis para locação”, explicou. Na inauguração das escolas infantis no Burgo Paulista, Haddad recebe pedido

Durante as inaugurações

do CEI e da EMEI Alfazemas, no Burgo Paulista, o prefeito Fernando Haddad, foi parado por uma comissão de moradores do Jardim Coimbra, região de Artur Alvim, que reivindica a construção de um CEI no terreno ao lado da EMEF – Escola Municipal de Ensino Fundamental, Geny Gomes. O morador Lauro Mistrelo mostrou ao prefeito um projeto de 2008, engavetado em Siurb para execução da obra. Haddad e o secretário César Calegari ficaram de examinar o caso.

Associação de advogados promove Festival de Literatura

Luiza Eluf comenta conto de Lygia Fagundes Telles na mesa do Pauliceia Literária

A

Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) promoveu entre os dias 19 e 22 de setembro, o Festival Internacional de Literatura de São Paulo Pauliceia Literária. Ao todo, foram realizadas 17 mesas literárias; a mesa especial “Autor em Foco – O Ofício da Escrita”, com a escritora Patrícia Melo; e a oficina de escrita em inglês “Da Ideia à Criação do Romance”, com o professor britânico Richard Skinner. Por ser promovido por uma entidade de advogados, natural que grande parte das mesas dedicou a

temáticas jurídicas, mas tendo a literatura como pano de fundo. Uma das exceções foi a Mesa “Lygia Fagundes Telles”, realizada no sábado, dia 21, com a presença da escritora de 90 anos, formada advogada na faculdade de direito do Largo São Francisco. Para debater a obra da autora dos romances “As Meninas”; “Ciranda de Pedra”; “Verão de Aquário”; e “As Horas Nuas”; além de vários outros livros de conto, subiram à mesa do auditório da AASP, no Centro, as escritoras Ana Maria Machado (presidente

da Academia Brasileira de Letras, a qual Lygia é membro desde 1987); Beatriz Bracher; e Luiza Nagib Eluf, que falaram também do papel da mulher na literatura e no direito e a maneira pela qual foram representadas e tratadas ao longo da história. Ao final, as três escritoras leram trechos da obra de Lygia Fagundes Telles, uma das primeiras mulheres a se formar em direito no Brasil e que foi casada com seu professor na USP, Goffredo da Silva Telles Jr., morto em 2009, por coincidência, também professor de Luiza Eluf.

CET responde Paulistão Avenidas

atenção à reportagem ‘Muitas reclamações na reunião do Conseg Penha’, publicada na edição do dia 19/07, sobre o pedido para instalação de lombada na Rua Madalena Júlia, a Companhia de Engenharia de Tráfego esclarece que, após vistoria realizada no local, foi verificado que a via já possui obstáculo redutor de velocidade localizado a uma distância de aproximadamente 50 metros da Unidade Básica de Saúde Vila Granada. Tendo em vista as características do local e a infraestrutura da via, que possui 12 metros de largura, boa visibilidade, iluminação pública, calçadas em boas condições e seguras para o deslocamento de pedestres, a Companhia entende que não existe, por ora, justificativa para implantação de outro dispositivo redutor de velocidade (lombada) na Rua Madalena Júlia. Com relação à outra solicitação, sobre a abertura do retorno, bloqueado com prismas de

concreto, junto ao cruzamento em “T” da Avenida Calim Eid com a Rua Arnaldo João, próximo à EMEF Luis Washington Vita, temos a informar que, após análises e vistorias realizadas, foi verificado que o local está sinalizado, inclusive com travessia de pedestres semaforizada. Além disso, a cerca de 70 metros do cruzamento com a Rua Madalena Júlia (sentido bairro), os movimentos veiculares de retorno (para ambos os sentidos) são possíveis e estão sinalizados com pintura de solo, garantindo a segurança dos usuários que circulam pelo local. Por este motivo, a Companhia entende não haver motivos para alterações viárias na região. Por fim, destacamos que tanto a Rua Madalena Júlia quanto a Avenida Calim Eid, altura da Rua Arnaldo João, são monitoradas pelas equipes de campo da CET”. Depto. Imprensa - CET


Paulistão Avenidas

Pág. 4

Paulistão Avenidas

Pág. 5

Edição n° 26 - 04 a 18 de outubro 2013

Edição n° 26 - 04 a 18 de outubro 2013

Assembleia aprova projeto do deputado Luiz Moura Projeto propõe a análise diária de aferição da qualidade do ar dentro das composições do Metrô e da CPTM

A

"

nálise diária de aferição da qualidade do ar dentro das composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM, bem como dentro das composições e estações subterrâneas da Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô.” É o que propõe o Projeto de Lei nº 204/2011 do deputado Estadual Luiz Moura (PT/SP) que foi aprovado recentemente na Assembleia Legislativa de São Paulo. A aferição ficará sob a responsabilidade da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental – CETESB. Agora, o pro-

jeto será encaminhado para apreciação do governador de São Paulo. Projeto semelhante ao do deputado Luiz Moura já foi aprovado no Rio de Janeiro, desde abril. Agora, no Rio, a qualidade do ar nas estações do Metrô passou a ser monitorada e o resultado destas medições é exibido em painel digital. Enquanto isso, em São Paulo a população continuará sem saber a qualidade do ar que respira diariamente nas estações e composições do Metrô e da CPTM, caso o governador vete o projeto, como já fez anteriormente. Segundo o projeto do deputado Luiz

Moura, os dados obtidos da aferição da qualidade do ar dentro dos trens e estações subterrâneas serão divulgados por meio de painéis eletrônicos existentes ou a serem fixados no interior de referidas composições e das estações subterrâneas. “O projeto que, dada a relevância e por ser de interesse de toda a sociedade, deveria ser visto pelo governador com mais seriedade, pois é a saúde da população paulista e paulistana que está em jogo”, afirma o parlamentar. O deputado Luiz Moura explica que o projeto é de interesse de toda a sociedade.

U

Jardim Popular ganhará nova escola

ma antiga luta da comunidade do Jardim Popular está perto de um final feliz. A transferência da sede da EMEI – Escola Municipal de Educação Infantil Ana Marchione Sales está a um passo de ser concretizada. A prefeitura entrou em 2011, com um processo de desapropriação para utilidade pública de um terreno que fica na Avenida

Marcão mostra ao sec. Educação César Calegari ofício pedindo agilidade no processo de transferência

Deputado estadual Luiz Moura assina projeto de lei

Os novos caminhos da educação técnica e tecnológica

A

s mudanças sociais no contexto atual apontam para uma nova forma de articulação entre ciência e trabalho. O mundo do trabalho, como hoje é chamado o desgastado “mercado profissional”, não existe mais como foi concebido. As exigências para o

F

sucesso pessoal e profissional passam, antes, pela percepção do jovem quanto à realidade em que está inserido e, em um segundo momento, pela dualidade vocação-empregabilidade. Cabe à escola e aos educadores, no âmbito da informação e orientação, propi-

ciar ao jovem e sua família mecanismos de escolha de integração à sociedade e sua alternância, sem que este perca o elo com os valores que lhe são caros. A consequência desse processo tem sido a modelagem de novas formas de organização do trabalho e

de grandes mudanças tecnológicas ocorridas nos últimos anos, que transformaram as formas de produção, até então caracterizadas como atividades repetitivas e com reduzido conhecimento agregado. Isso fez explodir processos com crescentes níveis de complexidade tecnológica. Por essa razão é que vem se desenhando um novo mapa das mudanças demandadas pela indústria, para manter-se competitiva diante do cenário atual e frente a qual os cursos técnicos e tecnológicos representam uma resposta efetiva, especialmente como formação profissional para uma rápida inserção no mercado de trabalho, ou para aqueles

que, estando já na indústria, necessitam de qualificação para obter a desejada progressão funcional. Repensarmos a educação e como ela se alinha nos dias atuais é mais que emergente. E os ares são propícios, já que a educação profissional e tecnológica atravessa um grande momento. Partindo desse pressuposto, escolas técnicas podem ser excelente opção: antigamente voltada apenas para os cursos tecnológicos, principalmente em áreas ligadas à engenharia, algumas escolas e faculdades técnicas têm, hoje em dia, cursos voltados para áreas de humanas. O Centro Paula Souza, responsável pelas

Francisco Pio, Diretor do Centro Educacional Tales de Mileto – Colégio e Preparatório para as Escolas Técnicas

e onde vai operar. Cada subprefeitura terá sua Comissão de Comida de Rua, composta por um representante da secretaria de Saúde, um servidor da subprefeitura, um da CET e dois representantes de associações de moradores da região. Este grupo analisará os pedidos de cada vendedor em relação ao uso do espaço público. A subprefeitura poderá, então, emitir ou não sua licença por um ano. O armazenamento, transporte, manipulação e venda de alimentos seguirá a legislação sanitária das esferas municipal, estadual e federal. São previstos três tipos de equipamentos: veículos automotores; carrinhos de mão (pipoca, pamonha, yakisoba, doces, sucos, frutas) e barracas desmontáveis (somente em eventos). Quando o comerciante for locado em

Vereador Andrea Matarazzo cumprimenta comerciante de comida de rua calçada, deverá manter ao menos 1,2 metro para circulação de pessoas. A fiscalização também ficará a cargo da subprefeitura e sua comissão. “É pra assegurar tranquilidade a quem trabalha com comércio de comida de rua, sem correr riscos de ter seu equipamento apreendido a qualquer momento e, ao mesmo tempo, garantir os requisitos necessários para

a fiscalização das condições de higiene e segurança dos alimentos. O desafio é do tamanho de São Paulo: é necessária uma legislação que contemple as barracas, os carrinhos puxados e os veículos motorizados, ao mesmo tempo em que possibilita e estimula o comércio de diferentes itens”, afirma Andrea Matarazzo sobre o PL 311/2013, que não prevê a venda de bebida alcoólica.

Mercado gastronômico em São Paulo Além do comércio de comida de rua, São Paulo tem uma vocação gastronômica se expandindo em várias frentes. Desde 2013, aos domingos, na Vila Madalena, acontece a Feirinha Gastronômica, com a participação de 30 chefs e quase cinco mil pessoas passam por lá a cada edição para experimentar os sabo-

res de restaurantes e cozinheiros renomados a preços acessíveis. A primeira edição de outro evento, o Chefs na Rua, durante a Virada Cultural de 2012, teve um público muito maior que o esperado. 220 mil pessoas passaram pelo Minhocão, consumindo 80 mil pratos. Este sucesso ganhou destaque e garantiu a realização de outras edições. Existem 50 etnias diferentes nos restaurantes de São Paulo, contra 120 em Nova York e 130 em Londres. E a Capital recebe cerca de 90 mil eventos por ano, entre competições esportivas, espetáculos, feiras, congressos, etc. A comida de rua pode e deve desempenhar um papel importante de abastecimento com praticidade e facilidade. Veja aqui a íntegra do Projeto de Lei da Comida de Rua no site: www.andreamatarazzo. com.br/comidaderua

Inaugurada em 2000, a EMEI, cuja administração é de latinha, fica nos fundos da EMEF – Escola Municipal de Ensino Fundamental Luiz Washington Vita, à rua Conceição da Brejaúba, 68, e sofre com as constantes enchentes, que além de prejudicar a rotina escolar, traz riscos aos alunos, professoras e funcionários. Desde 2007, quando uma grande enchente atingiu a escola que atende crianças de 4 a 6 anos, onde as que estudavam no piso térreo tiveram que ser realocadas para o piso superior, tamanho o nível da água que atingiu a escola, a Sociedade Amigos do Jardim Popular, a pedido de uma comissão de mães de alunos, vem protocolando ofícios, mobilizando a comunidade através de abaixo-assina-

Terreno em processo de desapropriação para instalação de EMEI no Jd. Popular dos e realizando plenárias com as autoridades competentes, alertando-as para necessidade urgente da transferência da sede da EMEI. “Não sou engenheiro, mas conversando com técnicos da Prefeitura, constatamos que a proximidade com o córrego Franquinho,

que transborda nas chuvas mais fortes e a topografia do terreno que fica no mesmo nível do rio, inviabilizaria qualquer obra, por melhor que fosse e não resolveria o problema. Por isso, vimos desde então lutando pela transferência da sede, inclusive indicando espaços públicos, que por

avaliação técnica não foram aprovados. Nossa luta agora será pra agilizar esse processo de desapropriação que já tem dois anos, pois as crianças precisam de uma solução urgente”, cobra Marcos Antonio de Freitas, o “Marcão”, presidente da Sociedade Amigos do Jardim Popular.

A importância do conselho participativo

ETECs, oferece, por exemplo, Museuologia, Dança, Confecção de Instrumento Musical, Cozinha, Design de Móveis, Comunicação Visual, Paisagismo, Serviços Judiciários e Turismo Receptivos, entre outros. É nesse sentido que caminham as novas demandas do ensino técnico, fundamentadas na metodologia de formação por competências, cujos princípios são flexibilidade, contextualização, interdisciplinaridade, aprendizagem significativa e integração entre teoria, prática e avaliação.

Aprovado projeto de lei para regular comida de rua em São Paulo

oi aprovado em primeira votação no dia 4 de setembro, na Câmara Municipal, projeto de lei 311/2013 do vereador Andrea Matarazzo (PSDB), que regulamenta a comida de rua na cidade de São Paulo. Protocolado em maio último, o projeto tem co-autoria dos vereadores Floriano Pesaro (PSDB); Arselino Tatto (PT); Ricardo Nunes (PMDB); e Marco Aurélio Cunha (PSD) e passou na sessão plenária por maioria absoluta. O PL propõe organizar e regular a atividade de comércio de alimentos em vias e áreas públicas, trazendo segurança a quem trabalha no setor e estabelecendo requisitos necessários para a fiscalização das condições de higiene e segurança dos alimentos. O projeto de lei prevê que as subprefeituras irão definir quem poderá atuar em cada região, como

Amador Bueno da Veiga, nº 4248/4274. Em contato no último dia 13 com a secretaria municipal de Educação, o Paulistão Avenidas obteve a informação que “já foi enviado os recursos ao Departamento de Desapropriações, da secretaria municipal de Negócios Jurídicos, sendo aguardada a conclusão dessa fase para o início das obras”.

As inscrições terminam no dia 7 de outubro e o objetivo do conselho é ampliar a participação popular e a transparência nas subprefeituras

Vereador Vavá, com populares, incentiva a participação da comunidade na gestão do governo Haddad

A

"

população da cidade de São Paulo terá a oportunidade de participar da gestão do prefeito Fernando Haddad”, afirma o vereador Vavá do Transporte, incentivando os moradores de Ermelino Matarazzo

A

e Ponte Rasa, e também da região Leste a se mobilizarem para participar da eleição do Conselho Participativo. O Conselho terá como objetivo ampliar a participação a popular e dar transparência nas Sub-

prefeituras. Serão eleitos 1.125 representantes da sociedade civil que terão a tarefa de ser o elo entre a gestão petista e a comunidade. Para o vereador Vavá, o prefeito Haddad mostra,

mais uma vez, a filosofia democrática de governar da gestão do Partido dos Trabalhadores. ”Ao abrir espaço para a participação popular, o prefeito está valorizando o cidadão e, ao mesmo tempo, a sua gestão, pois essa junção de forças dará maior dinâmica na operacionalidade das Subprefeituras”, explica o parlamentar. Vavá enfatiza ainda que a população conhece os problemas de seus respectivos bairros e que por isso o Conselho terá um papel importante, tanto no encaminhamento das reivindicações como no acompanhamento das mesmas. Os futuros membros do Conselho Participativo Municipal terão a missão de fiscalizar, participar do planejamento e aplicação de recursos públicos e das políticas públicas nos 96 distritos agrupados em subprefeituras. Eles serão

eleitos pelo voto direto, secreto e facultativo dos moradores do município. Cada conselho será composto por, no mínimo, 19 representantes e, no máximo, 51 integrantes. Em razão da importância da eleição, o vereador Vavá conclama a população a participar da eleição que será realizada no dia 8 de dezembro deste ano,

em todas as subprefeituras da cidade, com suporte da Justiça Eleitoral que disponibilizará 10 mil urnas eletrônicas para o pleito. O processo de votação será semelhante ao que ocorre nas eleições comuns. As pessoas deverão comparecer às seções eleitorais e apresentar título de eleitor e documento oficial com foto.

Como fazer a inscrição Os interessados devem fazer suas inscrições nas Subprefeituras da região onde residem e são eleitores. Para ser candidato é preciso: • Ter domicílio eleitoral na subprefeitura pela qual se candidatará; • Ser maior de 18 anos; • Ser eleitor; • Não ocupar cargo em comissão em quaisquer órgãos do poder público; • Não ser detentor de mandato eletivo no parlamento ou nos poderes executivos municipal, estadual ou federal; Além disso, os candidatos deverão comprovar representatividade. Por isso o edital das eleições prevê que os interessados devem conseguir pelo menos 100 assinaturas em apoio aos seus nomes.

Churrasco com comerciantes e 3ª Idade no Jd. Verônia

Sociedade Amigos do Jardim Verônia promoveu na noite do dia 9 de agosto, Churrasco Comemorativo ao Dia dos Pais. Presentes: comerciantes do bairro, lideranças comunitárias e o pessoal do Grupo da Melhor Idade, “Aprendendo a Viver”. O clima de descontração e alegria marcou a confraternização, que começou às 19 horas, estendendo-se até 23 horas. Promovido pela entidade, que tem como vice-presidente a comerciante Maria Helena Teixeira, proprietária da Drogaria Levy, o evento contou com apoio de diversos outros comerciantes do Jardim Verônia, que se preocupam com o progresso do bairro, entre eles Edu da Padaria “Sol Nascente”, que fica na Praça Onze.

Além dos comerciantes, o churrasco contou com a turma da Melhor Idade


Paulistão Avenidas

Pág. 6

Edição n° 26 - 04 a 18 de outubro 2013

Ponte Rasa comemora seu aniversário pela primeira vez

N

a sua edição nº 18, o Paulistão Avenidas publicou uma matéria sobre a Ponte Rasa. Além de resgatar um pouco da história perdida no tempo do bairro localizado bem no meio da Avenida São Miguel e incrustado no meio de três tradicionais bairros da Zona Leste: Penha, Ermelino Matarazzo e São Miguel, a reportagem descobriu uma curiosidade: era

Ver. Sandra Tadeu e Apparecida de Jesus, antiga moradora da Ponte Rasa, cortam bolo

Esse é o Fabiano. Ele trabalha com o tatuzão. Assim como ele, mais de 9 mil pessoas trabalham para dar vida ao Metrô de São Paulo. Todos os dias mais de 4 milhões e meio de usuários são transportados de Metrô. E o Governo está trabalhando para aumentar este número ainda mais. São 4 linhas em obras simultâneas, que vão interligar as principais universidades, hospitais e aeroportos da capital. O Metrô de São Paulo é referência mundial em tecnologia e um dos mais modernos e eficientes da América Latina. E tudo isso por um motivo muito especial: o que move o Metrô é a paixão e o esforço das pessoas que trabalham nele.

Governo do Estado de São Paulo. A gente cuida do Metrô. A gente cuida de você.

um dos poucos bairros da cidade de São Paulo que não possuía uma data oficial para comemorar seu aniversário. Não possuía, mas agora possui. À pedido de Ivan Ribeiro, presidente da Associação dos Comerciantes da Ponte Rasa e por iniciativa da vereadora Sandra Tadeu, foi criada a Lei Municipal nº 15.740/13, que criou o Dia do Bairro da Ponte Rasa a ser comemorado todo 3º domingo de setembro. “Fizemos uma pesquisa, mas não identificamos uma data simbólica de sua fundação. Talvez por isso, o bairro nunca comemorou seu aniversário. Como está localizado entre a Penha, que comemora seu aniversário dia 8 de setembro e São Miguel, que comemora no último domingo de setembro, sugerimos o 3º domingo do mês 9. Em relação à idade da Ponte Rasa, também tivemos dificuldade em conseguir um documento que comprovasse o primeiro imóvel registrado na região. Antes, toda essa região pertencia à São Miguel, assim como Ermelino Matarazzo, que em 1926, com a inauguração da estação ferroviária, passou a ser chamado pelo nome da estação. Por isso, adotamos esse ano como de fundação também da Ponte Rasa”, explica Ivan. Comemorando pela primeira vez seu aniversário, no último dia 14, sábado, foi realizado na Praça Giovanni Fiani, principal praça da Ponte Rasa, evento comemorativo ao 87º aniversário do bairro. Houve distribuição de algodão doce, bala, bombom e refrigerante para garotada. O evento contou com as presenças do deputado estadual Alcides Amazonas e da vereadora Sandra Tadeu, que ficou até o final da comemoração, encerrada com o tradicional corte do bolo. Apparecida Clara de Jesus, viúva de Antônio de Sousa, o “Seu Totó”, um dos primeiros moradores do bairro, ajudou a cortar o bolo.

Jornalpaulistão26 2013versaoyoublisher (1)  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you