Issuu on Google+

Senhor Deputado, Senhora Deputada,

Às vésperas da votação em segundo turno da emenda constitucional que dispõe sobre o financiamento eleitoral feito por empresas, objeto de PEC, a opinião pública brasileira e, especialmente, a de seu Estado e de seus eleitores, estão aguardando seu voto rejeitando este financiamento que é a causa, cada dia mais comprovada, da corrupção eleitoral e administrativa. Por outro lado, o dinheiro das empresas entregue somente aos partidos, ainda piora o atual quadro, na medida em que apenas os dirigentes da cúpula partidária irão decidir sobre a partilha dos recursos, com o risco real de não obedecer a critérios de paridade, privilegiando uns poucos e prejudicando a grande maioria dos candidatos. Pesquisa promovida pela OAB apurou que cerca de 80% da população é firmemente contrária ao financiamento eleitoral por empresas, seja para os candidatos, seja para os partidos. Seu voto no segundo turno será acompanhado atentamente e aplaudido se for contra a corrupção, contra os escândalos de propinas, contra a influência do poder econômico nas eleições, em suma, contra a PEC que constitucionaliza a corrupção eleitoral. Acresça-se que a forma esdrúxula e, portanto, contra a ética parlamentar, como se obteve a alteração do que foi decidido numa primeira votação, recebeu majoritária censura popular e da mídia, além de repercussão negativa nas redes sociais. Vossa Excelência tem, agora, a oportunidade de afirmar perante os olhos atentos dos eleitores, seu compromisso com a moralidade, com a probidade, com a seriedade que devem estar presentes nas decisões dos representantes do Povo, para aperfeiçoar a Democracia. SENHOR DEPUTADO, SENHORA DEPUTADA, HONRE SEU MANDATO, DIGA NÃO À PEC. NÃO PERCA ESTA CHANCE ! SEUS ELEITORES ESTARÃO LEMBRADOS DESTE SEU VOTO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES.


Carta aberta aos parlamentares