Page 1

NOTÍCIA

NOROESTE

9

SEXTA-FEIRA, 08 DE SETEMBRO DE 2017


NOROESTE | SEXTA-FEIRA, 08 DE SETEMBRO DE 2017

10

O desafio de desenvolver Tuparendi

A

origem do nome Tuparendi é complexa. Se a analisarmos a palavra em si, ela é composta por Tupã, que na linguagem indígena seria Deus e Rendy significando luz, esplendor. Assim teríamos a interpretação como sendo ‘Luz de Deus’, ‘Deus Luminoso’, ‘Chama de Deus’, etc. A vinda de alguns imigrantes, que chegaram por aqui de municípios como Veranópolis, Caxias do Sul, Guaporé, Agudo, Feliz e Jaguari, entre outros, formaram as primeiras aglomerações do local. O desenvolvimento naturalmente levou à eclosão de um movimento emancipatório. Após polêmicas e percalços, naturais a esses processos, Tuparendi emancipou-se de Santa Rosa em 10 de Setembro de 1959. De lá para cá muita coisa mudou! Várias lideranças estiveram á frente do município e muitos passos importantes foram dados. Mas Tuparendi tem muito a avançar e para isso é necessário um trabalho conjunto de união e perseverança. Hoje com cerca de 9,6 mil habitantes a cidade quer potencializar sua principal fonte de renda que é a agropecuária, para melhorar sua educação, saúde e infraestrutura. Buscando atingir este cenário o prefeito atual, Leonel Petry, quer instalar uma nova forma de gestão, mais

participativa e atenta aos novos investimentos que o município começa a receber. Entre estas novidades está a instalação de uma unidade da Doceoli, empresa alimentícia com fabricação a partir de derivados do leite. “É a nossa menina dos olhos! O processo andou rapidamente e ainda na semana do município entregaremos o termo de instalação e o repasse da área para que a companhia encaminhe as devidas liberações junto a Fepan. Daí é só aguardar que até 2018 a Doceoli estará operando em Tuparendi”, comemorou. Petry conta que a indústria trabalhará com 70 mil litros de leite por dia, o que irá gerar cerca de 70 emPrefeito Leonel Petry pregos diretos. “Aqui ela vai fomentar principalmente a atividade agrícola, pois hoje nossa capacidade de “Hoje com cerca de 9,6 mil produção é de 70 mil litros por mês, habitantes a cidade quer potencializar o que precisaremos ampliar consi- sua principal fonte de renda que é deravelmente”, destacou. Para isso a agropecuária, para melhorar sua acontecer Leonel conta que está seneducação, saúde e infraestrutura.” do iniciado um programa de incentivo a sucessão familiar e ampliação Segundo ele a busca por novas iniciatida bacia leiteira. “Precisamos incentivar vas está entre as principais demandas o jovem a permanecer em nosso munidesta gestão, pois é isso que movimenta cípio, na sua propriedade e para isso dea sociedade em todos os segmentos: vemos garantir trabalho e renda. Com a com a geração de empregos há ampliachegada da Doceoli, toda cadeia econôção no poder de compra, ativando a ecomica terá resultados positivos”, afirmou. nomia como um todo. Outra medida é o apoio às atividades comerciais. “Precisamos garantir que nossa gente compre aqui, garantindo os postos de trabalho já existentes e criando novos. Para isso ajudamos em campanhas com a parceria da Associação Comercial, além de ações de empreendedorismo”, afirmou. Outra demanda apresentada pelo prefeito é no setor de habitação. Petry conta que nos próximos dias estará liberando um loteamento com 300 terrenos, todos com preços populares. “Nossa ideia é atrair novos moradores e para isso já enviamos projetos visando concluir o

asfaltamento entre Esquina Candeia até Tuparendi, cerca de 2,3 quilômetros”, afirmou. Hoje os tuparendienses vivem em um local tranquilo, com baixos índices de violência, o que pode atrair novos habitantes que migram de cidades mais violentas. Para garantir esta segurança a Prefeitura está concluindo um processo licitatório para a instalação de câmeras de videomonitoramento. Já no setor de ensino as escolas municipais estão se adequando e ampliando o número de vagas na educação infantil, outro ponto a ser avaliado por possíveis novos cidadãos. Quanto aos movimentos comunitários, há o fortalecimento das entidades, na cidade e no interior, através de um movimento de cuidado e de renovação. Quem passa pelos trevos e ruas encontra ambientes floridos e agradáveis, dando boas vindas aos visitantes e sendo motivo de orgulho aos que lá residem. A iniciativa destas ações de embelezamento partiu das primeiras damas, Márcia Petry e Regina Kerkof, que decidiram literalmente colocar a “mão na massa” e conduzem com disposição a tarefa em parceria com a Secretaria de Obras do município. Um dos objetivos é a conscientização da população, mostrando o quanto uma cidade com boa aparência causa uma boa impressão de seu povo. O trabalho ainda envolve jovens e moradores das diversas localidades. “É um novo momento! Precisamos deixar de esperar só pelo Governo Federal e também fazer a nossa parte. Hoje não temos adversário, apenas amigos do município e todos precisam estar juntos para fazer com que Tuparendi cresça com qualidade, garantindo boa educação, saúde e bem estar. Nossos filhos precisam ver aqui a oportunidade de crescer, evoluir e garantir seu sustento”, concluiu Leonel.


NOROESTE | SEXTA-FEIRA, 08 DE SETEMBRO DE 2017

T

uparendi, nossa terra, parabéns pelo aniversário. Temos tantas razões para estarmos felizes. Com muito orgulho, somos filhos desta terra. Aqui constituímos nossa família, interagimos com a comunidade. É nessa convivência social que aprendemos a amar cada vez mais o lugar onde vivemos. Todos os esforços estão sendo feitos para que Tuparendi fique ainda mais bonito, que as ofertas de empregos sejam ainda maiores, que nossa renda per capita aumente. Lutaremos todos os dias para que o processo de desenvolvimento seja contínuo. Mas agora, vamos nos abraçar e dividir a alegria de mais este aniversário, afinal, o orgulho que sentimos pelo aniversariante é o mesmo. Administração 2017/2020.

Programação Semana do Município Dia 08/09/2017 (sexta-feira) Praça Aquiles Turra.  Feira na Praça - participação da Feira do Produtor e Grupo dos Artesões Belas Artes.  Feira do Livro com Contação de Histórias (manhã e tarde), três dias (sexta, sábado e domingo). Participação das escolas do município.  No Clube União (noite) - café colonial com produtos Doceoli e Da Terra, com a seguinte programação: 19h: abertura do evento com participação da Orquestra de Violões de Santa Rosa. 19h45min: apresentação do “CASE DOCEOLI”. Obs.: A renda do evento será revertida ao CAMS - Tuparendi.

Dia 09/09/2017 (sábado) Praça Aquiles Turra.  Feira na Praça - participação da Feira do Produtor e Grupo dos Artesões Belas Artes.  Feira do Livro (tarde).  Mateada (tarde).  Lançamento Festival das Cucas - degustação (tarde).  Programa Cadeira de Balanço com Zelindo Cancian e as atrações: gaiteiros, violeiros, cantores, poetas, grupo de capoeira Capoerê-Ibirá e Grupo Pet.  CTG invernada artística (tarde).

Dia 10/09/2017 (domingo) Praça Aquiles Turra.

Encontro de Carros Antigos é realizado anualmente na Praça Aquiles Turra

 08h - Hasteamento das Bandeiras Nacional (Executivo Municipal). Estadual (Legislativo Municipal). Municipal (Executivo Municipal). Mercosul (Legislativo Municipal).  Feira da Praça - participação da Feira do Produtor e Grupo dos Artesões Belas Artes.  Rústica do Sesc (manhã).  Mateada com brinquedos (Sesc) para crianças (tarde).  Feira na Praça - venda de produtos (artesanato).  Feira do Livro (manhã e tarde).  18h - Arriamento das Bandeiras - Nacional, Estadual, Municipal e Mercosul (Executivo Municipal).

11


NOROESTE | SEXTA-FEIRA, 08 DE SETEMBRO DE 2017

N

12

Tucunduva dos 58 anos

o ano de 1920 chegaram as primeiras fontes de colonização vindas de Bento Gonçalves, e aqui encontraram a família de João Tucunduva, cujo sobrenome deu origem ao nome do município. Com a chegada dos colonizadores, as terras foram sendo povoadas e vilas começaram a se formar. Os primeiros habitantes eram originários de diferentes grupos étnicos como alemães, italianos e poloneses. O trabalho árduo e muita dedicação dos antepassados transformaram as áreas antes ocupadas pela mata em lavouras que garantiam a subsistência do povoado formado em 1926. Com o aumento da população, técnicas artesanais começaram a ser utilizadas, possibilitando assim a comercialização de produtos agrícolas. Em 1931, com a emancipação de Santa Rosa, Tucunduva passou à categoria de Vila e no dia 19 de abril de 1934 foi elevado à 7º Distrito do município de Santa Rosa. A década de 50 foi marcada pela intensificação do comércio e pela introdução da cultura de soja no município e no campo político tem início o movimento emancipacionista. O dia 10 de setembro de 1959 tornouse uma data histórica para os tucundu-

venses. Neste dia o município conquistou sua emancipação político-administrativa e a instalação do mesmo aconteceu em 31 de dezembro de 1959 com a posse do primeiro prefeito municipal Florentino Rossato. Entre as décadas de 70 e 80, com a intensificação do plantio da cultura da soja, tem início o processo de mecanização das lavouras de Tucunduva, o que rendeu ao município o título de "Capital da Lavoura Mecanizada" e Terra do Músico. Os anos passaram, exatos 58, e muitas lideranças contribuíram para o desenvolvimento do município. A cada dia um novo desafio. Hoje, o momento econômico do país atinge diretamente as cidades, e Tucunduva não fica de fora. A queda da arrecadação torna o desafio do prefeito Marcelo Burin ainda mais complexo. Com receita reduzida, e um orçamento estimado em R$ 24 milhões, a administração precisa olhar de forma diferente e optar por investimentos necessários, garantindo assim a saúde financeira e a promoção pelo desenvolvimento. "Estamos pensando a Tucunduva dos próximos 30 anos, para isso está em construção, junto com a co-

ção. Hoje o município busca a quitação das pendências, facilitando para que o contribuinte parcele em até 60 vezes os vencimentos. Por ser um município principalmente agrícola, o prefeito destaca que embora não possua a Secretaria de Agricultura, a pasta da obras supre as necessidades. "Além de economizar com salários, conseguimos dar suporte às atividades‘ fundamental aos produtores do município", reiterou. Tucunduva que também sedia a Festa do Músico por questões de economia, mais uma vez deixará de realizar os festejos. "Se depender de dinheiro público o evento não sairá. Entendemos a sua importância, mas neste momento o recurso será destinado para ouPrefeito Marcelo Burin tras áreas, como garantia de repasses a saúde, educação e infra"Estamos pensando a Tucunduva estrutura”. dos próximos 30 anos, para isso está Na saúde, o hospital da cidade reem construção, junto com a cebeu neste ano o implemento de comunidade, um Plano 20% no repasse, garantindo R$ 40 de Desenvolvimento Estratégico”. mil mensais. A entidade trabalha com um projeto para se capacitar a ser uma referência regional no semunidade, um Plano de Desenvolvimen- tor de geriatria. Na rede municipal, os to Estratégico, que para ter resultado de- postos de saúde contam com dois médiverá ter sequência nas próximas ges- cos cumprindo rigorosamente o horário de atendimento. tões", afirmou o prefeito. No fortalecimento do comércio, a ciA Administração diz que os problemas financeiros devem ser combatidos com dade realiza ações que fortalecem a ecotrabalho, gerenciamento, e controle de nomia, como por exemplo o apoio a camgastos. "Estamos pensando o município panha de Natal. "Comprando no municíde forma diferente. A primeira medida pio, além de garantir empregos no cofoi aplicar o princípio da economicidade, mércio, fortalecemos a economia, e para reduzimos os cargos de confiança, di- isso temos ações contínuas de apoio ao minuindo os gastos e fazendo investi- empreendedorismo", afirmou. "Somos o melhor município para viver, mentos em áreas necessárias", afirmou. Marcelo diz que as gestões passadas acu- e trabalhamos para deixá-lo cada vez mularam dívidas de cerca de R$ 550 mil, mais forte e desenvolvido. Para isso cone em oito meses o déficit foi reduzido tamos com o apoio de uma comunidade para R$ 86 mil. Entre as ações está a co- participativa e comprometida com a cidabrança de dívidas atrasadas da popula- de", comemorou o prefeito.


NOROESTE | SEXTA-FEIRA, 08 DE SETEMBRO DE 2017

A economia de Tuparendi

A agricultura familiar é a principal força econômica de Tuparendi. Caracterizada por pequenas e médias propriedades esta atividade potencializa os outros segmentos, como os serviços e o comércio. Este último possui uma ampla estrutura com um papel central na economia tuparendiense. Representando 55,48% do PIB (dados de 2005), atende diversas necessidades dos consumiO setor leiteiro será dores, porém a sua impulsionado maior relevância está pela Doceoli. no elevado grau de especialização no setor A agricultura do agronegócio (cefamiliar está realistas, empresas presente em de manutenção de pequenas e equipamentos agrícomédias las, assistência técnipropriedades. ca, etc.). Por isso que se afirma que há uma forte dependência do setor primário. Já a indústria representa 11,21% do PIB, destacando-se a empresa Fankhauser, metal-mecânica voltada a produção de equipamentos agrícolas. Além dela, existem algumas de confecções e de móveis, em sua grande maioria de micro e pequeno porte. As agroindústrias de caráter associativo e privado produzem embutidos, cachaça, melado, açúcar entre outros produtos. Como praticamente todas estas atividades estão, de alguma forma, ligadas a área agrícola a administração municipal a considera como propulsora do desenvolvimento local, apesar de não ser a de maior participação no Produto Interno Bruto (26,19%). "A agricultura tem influência grande nas demais atividades econômicas", diz Leonel Petry, prefeito municipal. Plantio de grãos como soja, milho e trigo destinados aos mercados interno e externo, suinocultura em ascensão e a bovinocultura dirigida a produção de carne e leite definem bem esta importância. Tanto que a indústria de laticínios terá um aporte de peso com a instalação de uma unidade da companhia Doceoli, que irá processar cerca de 70 mil litros de leite por dia, a partir de 2018.

Tucunduva em festa até o dia 30

A programação de aniversário de Tucunduva se estende até o dia 30 de setembro. Neste sábado, 09, acontece o Desfile Cívico, com saída em frente ao Hotel Avenida, às 13h. O evento contará com mateada, rua do lazer e apresentações artísticas. No mesmo dia se dará o início da Semana Farroupilha, que se estende até o dia 20. A programação segue com a Semana do Idoso, gincanas esportivas, baile da terceira idade, dentre outras atividades.

13

A programação de aniversário de Tuparendi

A Administração Municipal de Tuparendi realiza desde a sexta-feira, 01, a programação oficial alusiva ao aniversário. Nesta sexta-feira, 08, inicia a Feira do Livro, que se estende até o domingo. Hoje à noite será apresentado o Case da Doceoli, no Clube União, às 19h. No sábado, a Praça Aquiles Turra recebe o 1º Festival das Cucas. No dia do aniversário do município, 10 de Setembro, a programação contará com a 1ª Rústica do SESC, mateada durante todo o dia e brinquedos do SESC na parte da tarde.

Os 58 anos de História Tuparendi e Tucunduva  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you