Page 1

Boletim Paroquial Nº 254 - 16 Fevereiro 2014 Fradelos/Vilarinho das Cambas Responsabilidade: Pe. António Machado paroquia.fradelos@sapo.pt Tlm. 917293284; Telef. 252494184

7º Domingo Comum - 26 Fevereiro 1ª Leit. Lv 19, 1-2. 17-18 «Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel e diz-lhes: ‘Sede santos, porque Eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo’.» Salmo Responsorial: 102 O Senhor é clemente e cheio de compaixão. 2ª Leit. 1 Cor 3, 16-23 Tudo é vosso; mas vós sois de Cristo, e Cristo é de Deus. Evang. Mt 5, 38-48 Ouvistes que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo’. Eu, porém, digo-vos: Amai os vossos inimigos e orai por aqueles que vos perseguem.

Não resistais ao homem mau.

UM POVO QUE PRODUZA FRUTOS A liturgia do sétimo Domingo do Tempo Comum convida-nos à santidade, à perfeição. Sugere que o “caminho cristão” é um caminho nunca acabado, que exige de cada homem ou mulher, em cada dia, um compromisso sério e radical (feito de gestos concretos de amor e de partilha) com a dinâmica do “Reino”. Somos, assim, convidados a percorrer o nosso caminho de olhos postos nesse Deus santo que nos espera no final da viagem. A primeira leitura que nos é proposta apresenta um apelo veemente à santidade: viver na comunhão com o Deus santo, exige o ser santo. Na perspectiva do autor do nosso texto, a santidade passa também pelo amor ao próximo. No Evangelho, Jesus continua a propor aos discípulos, de forma muito concreta, a sua Lei da santidade (no contexto do “sermão da montanha”). Hoje, Ele pede aos seus que aceitem inverter a lógica da violência e do ódio, pois esse “caminho” só gera egoísmo, sofrimento e morte; e pede-lhes, também, o amor que não marginaliza nem discrimina ninguém (nem mesmo os inimigos). É nesse caminho de santidade que se constrói o “Reino”.


calendÁrio das celebraÇÕes TER. 18, S. Teotónio, 18h30 Rosário, 19h Deolinda Pereira Azevedo Joaquim José Gomes Carneiro e mãe Eucaristia Abílio Pereira dos Santos e esposa José da Silva Torres, avós, cunhado e tios Alexandrina Loureiro e marido Paulo Veloso Oliveira e avós Joaquina Pereira de Azevedo e marido SÁB. 22, Cadeira de S. Pedro, 18h15 RoJosé Alves de Sousa e família sário, 19h Eucaristia com Festa das BemMaria Emília e irmã Florinda -Aventuranças (7º ano Catequese) Maria Urânia Ferreira dos Santos, marido, Alexandrina Cerejeira, marido e família mãe, Maria das Dores e marido Américo Ferreira da Silva Rosalina Martins Carvalho da Silva e famí- Avelino Alves Azevedo e esposa lia de Maria José Avelino Barbosa, sogros e cunhado Ventura Gomes Ferreira, esposa e filho Carlinda Lage de Azevedo Costa e marido QUA. 19, 18h30 Rosário, 19h Eucaristia Deolinda da Costa Ferreira António Matias Francelina Gomes Reis Jorge Ricardo Oliveira Azevedo e bisavós Joaquim da Silva Oliveira e sogros José Pereira Faria Joaquim Fernandes, mãe e família Maria da Silva Lemos, marido e genro Maria Alice Costa Ruas e família Maria Orquídea Silva Azevedo e avó Maria Azevedo Silva, marido e família Adelina Maria Joaquina Gonçalves Oliveira e filho Maria Rosa Moreira Dionísio Maria Pereira Azevedo QUI. 20, Beatos Francisco e Jacinta Mar- Paulina Rosa da Costa e filho to, 18h30 Rosário, 19h Eucaristia DOM. 23, 8h Eucaristia Avelino Osório Fonseca e família Alexandrina Cerejeira e marido Avós de Rosa Rocha Américo Couto Rocha Camilo Salgado, esposa e genros Ana Ferreira de Sousa Cândida Lopes da Silva e marido António Santos Silva Florinda Silva Pereira, marido e filha António Silva Cruz e esposa Joaquina Marques da Silva, marido e filho Beatriz Gonçalves Silva e marido Luciano Domingues Azevedo Costa e José Gomes de Almeida esposa Maria Glória Ferreira Fernandes Castro e Maria da Conceição da Silva Ferreira família Maurício Pereira dos Santos e pai Maria Inês Lima de Carvalho e marido 19h30 Adoração Eucarística Ramiro Padrão da Silva SEX. 21, S. Pedro Damião, 18h30 RosáRosa Ferreira da Silva e filhos rio, 19h Eucaristia Rosina Costa Peniche, marido e família António Augusto Alves Costa Campos, 9h Rosário irmão e pais 11h Eucaristia, com Baptismo de Leonor António Augusto de Azevedo Costa e Filipa Reis Carneiro esposa

Pensamento da semana Ser cristão é levar dentro de si, onde quer que se vá, uma Presença: uma relação pessoal com Deus que acompanha a vida. in: GPS da vida cristã


agenda Atendimento / cartório - Sábado: 10h-11h30. Encontro de Formação da Fé para jovens e adultos - Terça-feira, às 21h. Desta vez o assunto é o Sacramento da Reconciliação e estará connosco o Jesuíta Samuel da comunidade das Caldas da Saúde. Mesmo que chova muito, não fiquemos em casa. É pena não aproveitarmos estes momentos de formação e de crescimento na fé. Adoração Eucarística - Quinta-feira, logo a seguir à Eucaristia, teremos Adoração Eucarística. E porque hoje celebramos na Liturgia os Beatos Francisco e Jacinta, os Mensageiros de Fátima da nossa comunidade ajudam nesta Adoração e convidam as crianças e jovens da Catequese e os seus Catequistas a participarem! Este convite já foi feito na reunião de Catequistas. Reunião de Catequistas - Quinta-feira, às 21h. Renovo o apelo: que os Catequistas não faltem às reuniões semanais! ACR (adultos) - No próximo Domingo, dia 26, às 15h30, haverá um encontro de formação aberto a todas as pessoas da nossa paróquia e de outras comunidades. Semana Bíblica (7 a 11 de Abril) - Não esqueçamos as inscrições! Quanto mais cedo, melhor. Preparação para o Matrimónio (CPM) - Vai realizar-se para a nossa Zona Pastoral de 16 de Março a 4 de Maio na paróquia de Ribeirão. Desde já todos os jovens das nossas paróquias que celebrarão o sacramento do Matrimónio ao longo deste ano de 2014 devem dirigir-se ao pároco para fazer a inscrição para este CPM. Para reflectir - na reunião dos pais que se realizou a semana passada na nossa paróquia, para os pais que têm filhos na Catequese, estiveram presentes poucos. A maioria perdeu uma maravilhosa comunicação e ajuda. Fica a alegria dos que vieram terem aproveitado bem! Agora, se os pais não são os primeiros interessados na educação dos filhos, que podemos fazer? Distribuidor de Boletim - É necessário um novo distribuidor para o lugar de Moinho de Vento (38 Boletins), a começar já nesta semana. 14º Aniversário do Agrupamento 1161 do CNE - Os escuteiros católicos da nossa paróquia celebram 14 anos desde a sua fundação no dia 2 de Março. Para celebrar esta data, haverá um almoço aberto a toda a comunidade. Como coincide com o 'Domingo gordo', a ementa será sopa ou papas de sarrabulho e rojões à moda do Minho e terá um custo de 7,50 € para crianças entre os 6 e 12 anos e 10 € para todos acima de 13 anos. Os interessados devem inscrever-se pelo número 914 142 844 até ao dia 22. No final do almoço, haverá um concurso das tradicionais filhoses, com prémios para as melhores. Alteração de contratos da EDP - Quem quiser aderir já ao mercado liberalizado da energia poderá fazer a actualização do seu contrato de electricidade e gás na sede da Junta de Freguesia, no próximo dia 17, entre as 9h e as 12h30. Deverão levar o Bilhete de Identidade (ou Cartão de Cidadão), uma factura de gás/electricidade e o NIB bancário.


O Evangelho do Sofrimento É inesquecível a última aparição pública do Papa João Paulo II: no limiar das forças físicas, foi conduzido à janela do “Angelus”, tentando sofregamente dizer algumas palavras à multidão que estava na Praça de S. Pedro e não o conseguindo fazer. Tentando repetidamente fazê-lo, ouve-se um tímido esgar de palavras imperceptíveis. Naturalmente todas as leituras deste gesto são possíveis mas é de todo sintomático que o sofrimento de um homem global, de um Papa e de um chefe de estado tenha sido assim visualmente exposto. Um Senhor exposto. Talvez nos tenha querido explicar-nos, olhos nos olhos, o que tinha escrito: “um outro grande capítulo deste Evangelho do sofrimento se vai desenrolando ao longo da história. Escrevem-no todos aqueles que sofrem com Cristo, unindo os próprios sofrimentos humanos ao seu [de Cristo] sofrimento salvífico”. De facto, o evangelho do sofrimento continua a ser escrito em silêncio em muitas casas, lares, hospitais... E se o paradigma dominante apela ao “tudo jovem, tudo belo, tudo saudável, tudo com sucesso” a reflexão antropológica eclesial e o acompanhamento pastoral deve distanciar-se claramente deste equívoco. O acompanhamento pastoral tem a marca da compaixão, centro e natureza da autoridade, capaz de evitar a distância da piedade bem como a exclusividade da simpatia. A compaixão cristã exige, em primeiro lugar, a familiaridade com a nossa vida interior e a experiência pessoal da vulnerabilidade, expor-se a ferir e a ser ferido, lutando contra a tendência de ignorar ou negar as próprias feridas. Deste modo evita-se a ansiedade dos encontros emotivamente fortes, abre-se espaço para uma relação amadurecida, e dá-se lugar ao (já afirmado anteriormente por João Paulo II) “doente como sujeito de evangelização”. O doente não é um outro mas um pré-eu. A ferida do outro deixa de ser purulenta para mim para ser o lugar que me revela a identidade e a missão. Numa expressão: pode haver fecundidade e sentido no sofrimento. Padre Jorge Vilaça, capelão do Hospital de Vila Nova de Famalicão

Sugestão da semana A Comissão Justiça e Paz de Braga organiza os primeiros Encontros Justiça e Paz, cuja referência e orientação é Todos os Caminhos levam a Assis, a realizar no Centro Cultural e Pastoral da Arquidiocese de Braga, na Rua de São Domingos, 94B, em Braga, no próximo dia 20 de Fevereiro 2014 (5ª-feira), pelas 21h. Neste primeiro Encontro Justiça e Paz será convidado Manuel Curado, Professor na Universidade do Minho. O orador será apresentado pelo Dr. Manuel da Costa Santos, da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa.


Boletim nº 254  

16 de Fevereiro de 2014

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you