Page 1

Boletim Paroquial Nº 254 - 16 Fevereiro 2014 Fradelos/Vilarinho das Cambas Responsabilidade: Pe. António Machado paroquia.fradelos@sapo.pt Tlm. 917293284; Telef. 252494184

7º Domingo Comum - 26 Fevereiro 1ª Leit. Lv 19, 1-2. 17-18 «Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel e diz-lhes: ‘Sede santos, porque Eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo’.» Salmo Responsorial: 102 O Senhor é clemente e cheio de compaixão. 2ª Leit. 1 Cor 3, 16-23 Tudo é vosso; mas vós sois de Cristo, e Cristo é de Deus. Evang. Mt 5, 38-48 Ouvistes que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo’. Eu, porém, digo-vos: Amai os vossos inimigos e orai por aqueles que vos perseguem.

Não resistais ao homem mau.

UM POVO QUE PRODUZA FRUTOS A liturgia do sétimo Domingo do Tempo Comum convida-nos à santidade, à perfeição. Sugere que o “caminho cristão” é um caminho nunca acabado, que exige de cada homem ou mulher, em cada dia, um compromisso sério e radical (feito de gestos concretos de amor e de partilha) com a dinâmica do “Reino”. Somos, assim, convidados a percorrer o nosso caminho de olhos postos nesse Deus santo que nos espera no final da viagem. A primeira leitura que nos é proposta apresenta um apelo veemente à santidade: viver na comunhão com o Deus santo, exige o ser santo. Na perspectiva do autor do nosso texto, a santidade passa também pelo amor ao próximo. No Evangelho, Jesus continua a propor aos discípulos, de forma muito concreta, a sua Lei da santidade (no contexto do “sermão da montanha”). Hoje, Ele pede aos seus que aceitem inverter a lógica da violência e do ódio, pois esse “caminho” só gera egoísmo, sofrimento e morte; e pede-lhes, também, o amor que não marginaliza nem discrimina ninguém (nem mesmo os inimigos). É nesse caminho de santidade que se constrói o “Reino”.


calendÁrio das celebraÇÕes TER. 18, S. Teotónio, 18h30 Rosário, 19h Deolinda Pereira Azevedo Joaquim José Gomes Carneiro e mãe Eucaristia Abílio Pereira dos Santos e esposa José da Silva Torres, avós, cunhado e tios Alexandrina Loureiro e marido Paulo Veloso Oliveira e avós Joaquina Pereira de Azevedo e marido SÁB. 22, Cadeira de S. Pedro, 18h15 RoJosé Alves de Sousa e família sário, 19h Eucaristia com Festa das BemMaria Emília e irmã Florinda -Aventuranças (7º ano Catequese) Maria Urânia Ferreira dos Santos, marido, Alexandrina Cerejeira, marido e família mãe, Maria das Dores e marido Américo Ferreira da Silva Rosalina Martins Carvalho da Silva e famí- Avelino Alves Azevedo e esposa lia de Maria José Avelino Barbosa, sogros e cunhado Ventura Gomes Ferreira, esposa e filho Carlinda Lage de Azevedo Costa e marido QUA. 19, 18h30 Rosário, 19h Eucaristia Deolinda da Costa Ferreira António Matias Francelina Gomes Reis Jorge Ricardo Oliveira Azevedo e bisavós Joaquim da Silva Oliveira e sogros José Pereira Faria Joaquim Fernandes, mãe e família Maria da Silva Lemos, marido e genro Maria Alice Costa Ruas e família Maria Orquídea Silva Azevedo e avó Maria Azevedo Silva, marido e família Adelina Maria Joaquina Gonçalves Oliveira e filho Maria Rosa Moreira Dionísio Maria Pereira Azevedo QUI. 20, Beatos Francisco e Jacinta Mar- Paulina Rosa da Costa e filho to, 18h30 Rosário, 19h Eucaristia DOM. 23, 8h Eucaristia Avelino Osório Fonseca e família Alexandrina Cerejeira e marido Avós de Rosa Rocha Américo Couto Rocha Camilo Salgado, esposa e genros Ana Ferreira de Sousa Cândida Lopes da Silva e marido António Santos Silva Florinda Silva Pereira, marido e filha António Silva Cruz e esposa Joaquina Marques da Silva, marido e filho Beatriz Gonçalves Silva e marido Luciano Domingues Azevedo Costa e José Gomes de Almeida esposa Maria Glória Ferreira Fernandes Castro e Maria da Conceição da Silva Ferreira família Maurício Pereira dos Santos e pai Maria Inês Lima de Carvalho e marido 19h30 Adoração Eucarística Ramiro Padrão da Silva SEX. 21, S. Pedro Damião, 18h30 RosáRosa Ferreira da Silva e filhos rio, 19h Eucaristia Rosina Costa Peniche, marido e família António Augusto Alves Costa Campos, 9h Rosário irmão e pais 11h Eucaristia, com Baptismo de Leonor António Augusto de Azevedo Costa e Filipa Reis Carneiro esposa

Pensamento da semana Ser cristão é levar dentro de si, onde quer que se vá, uma Presença: uma relação pessoal com Deus que acompanha a vida. in: GPS da vida cristã


agenda Atendimento / cartório - Sábado: 10h-11h30. Encontro de Formação da Fé para jovens e adultos - Terça-feira, às 21h. Desta vez o assunto é o Sacramento da Reconciliação e estará connosco o Jesuíta Samuel da comunidade das Caldas da Saúde. Mesmo que chova muito, não fiquemos em casa. É pena não aproveitarmos estes momentos de formação e de crescimento na fé. Adoração Eucarística - Quinta-feira, logo a seguir à Eucaristia, teremos Adoração Eucarística. E porque hoje celebramos na Liturgia os Beatos Francisco e Jacinta, os Mensageiros de Fátima da nossa comunidade ajudam nesta Adoração e convidam as crianças e jovens da Catequese e os seus Catequistas a participarem! Este convite já foi feito na reunião de Catequistas. Reunião de Catequistas - Quinta-feira, às 21h. Renovo o apelo: que os Catequistas não faltem às reuniões semanais! ACR (adultos) - No próximo Domingo, dia 26, às 15h30, haverá um encontro de formação aberto a todas as pessoas da nossa paróquia e de outras comunidades. Semana Bíblica (7 a 11 de Abril) - Não esqueçamos as inscrições! Quanto mais cedo, melhor. Preparação para o Matrimónio (CPM) - Vai realizar-se para a nossa Zona Pastoral de 16 de Março a 4 de Maio na paróquia de Ribeirão. Desde já todos os jovens das nossas paróquias que celebrarão o sacramento do Matrimónio ao longo deste ano de 2014 devem dirigir-se ao pároco para fazer a inscrição para este CPM. Para reflectir - na reunião dos pais que se realizou a semana passada na nossa paróquia, para os pais que têm filhos na Catequese, estiveram presentes poucos. A maioria perdeu uma maravilhosa comunicação e ajuda. Fica a alegria dos que vieram terem aproveitado bem! Agora, se os pais não são os primeiros interessados na educação dos filhos, que podemos fazer? Distribuidor de Boletim - É necessário um novo distribuidor para o lugar de Moinho de Vento (38 Boletins), a começar já nesta semana. 14º Aniversário do Agrupamento 1161 do CNE - Os escuteiros católicos da nossa paróquia celebram 14 anos desde a sua fundação no dia 2 de Março. Para celebrar esta data, haverá um almoço aberto a toda a comunidade. Como coincide com o 'Domingo gordo', a ementa será sopa ou papas de sarrabulho e rojões à moda do Minho e terá um custo de 7,50 € para crianças entre os 6 e 12 anos e 10 € para todos acima de 13 anos. Os interessados devem inscrever-se pelo número 914 142 844 até ao dia 22. No final do almoço, haverá um concurso das tradicionais filhoses, com prémios para as melhores. Alteração de contratos da EDP - Quem quiser aderir já ao mercado liberalizado da energia poderá fazer a actualização do seu contrato de electricidade e gás na sede da Junta de Freguesia, no próximo dia 17, entre as 9h e as 12h30. Deverão levar o Bilhete de Identidade (ou Cartão de Cidadão), uma factura de gás/electricidade e o NIB bancário.


O Evangelho do Sofrimento É inesquecível a última aparição pública do Papa João Paulo II: no limiar das forças físicas, foi conduzido à janela do “Angelus”, tentando sofregamente dizer algumas palavras à multidão que estava na Praça de S. Pedro e não o conseguindo fazer. Tentando repetidamente fazê-lo, ouve-se um tímido esgar de palavras imperceptíveis. Naturalmente todas as leituras deste gesto são possíveis mas é de todo sintomático que o sofrimento de um homem global, de um Papa e de um chefe de estado tenha sido assim visualmente exposto. Um Senhor exposto. Talvez nos tenha querido explicar-nos, olhos nos olhos, o que tinha escrito: “um outro grande capítulo deste Evangelho do sofrimento se vai desenrolando ao longo da história. Escrevem-no todos aqueles que sofrem com Cristo, unindo os próprios sofrimentos humanos ao seu [de Cristo] sofrimento salvífico”. De facto, o evangelho do sofrimento continua a ser escrito em silêncio em muitas casas, lares, hospitais... E se o paradigma dominante apela ao “tudo jovem, tudo belo, tudo saudável, tudo com sucesso” a reflexão antropológica eclesial e o acompanhamento pastoral deve distanciar-se claramente deste equívoco. O acompanhamento pastoral tem a marca da compaixão, centro e natureza da autoridade, capaz de evitar a distância da piedade bem como a exclusividade da simpatia. A compaixão cristã exige, em primeiro lugar, a familiaridade com a nossa vida interior e a experiência pessoal da vulnerabilidade, expor-se a ferir e a ser ferido, lutando contra a tendência de ignorar ou negar as próprias feridas. Deste modo evita-se a ansiedade dos encontros emotivamente fortes, abre-se espaço para uma relação amadurecida, e dá-se lugar ao (já afirmado anteriormente por João Paulo II) “doente como sujeito de evangelização”. O doente não é um outro mas um pré-eu. A ferida do outro deixa de ser purulenta para mim para ser o lugar que me revela a identidade e a missão. Numa expressão: pode haver fecundidade e sentido no sofrimento. Padre Jorge Vilaça, capelão do Hospital de Vila Nova de Famalicão

Sugestão da semana A Comissão Justiça e Paz de Braga organiza os primeiros Encontros Justiça e Paz, cuja referência e orientação é Todos os Caminhos levam a Assis, a realizar no Centro Cultural e Pastoral da Arquidiocese de Braga, na Rua de São Domingos, 94B, em Braga, no próximo dia 20 de Fevereiro 2014 (5ª-feira), pelas 21h. Neste primeiro Encontro Justiça e Paz será convidado Manuel Curado, Professor na Universidade do Minho. O orador será apresentado pelo Dr. Manuel da Costa Santos, da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa.

Boletim nº 254  
Boletim nº 254  

16 de Fevereiro de 2014

Advertisement