Page 1

Nº 442 - 11 de Fevereiro de 2018 Fradelos/Vilarinho das Cambas Responsabilidade: Pe. António Machado paroquia.fradelos@sapo.pt Tlm. 917293284; Telef. 252494184

1º Domingo da Quaresma - 18 de Fevereiro 1ª Leit. Gn 9, 8-15 «Estabelecerei a minha aliança convosco, com a vossa descendência e com todos os seres vivos que vos acompanham.» Salmo Responsorial: 24 (25) Todos os vossos caminhos, Senhor, são amor e verdade para os que são fiéis à vossa aliança. 2ª Leit. 1 Pe 3, 18-22 Cristo morreu uma só vez pelos pecados – o Justo pelos injustos – para vos conduzir a Deus. Evang. Mc 1, 12-15 Jesus esteve no deserto quarenta dias e era tentado por Satanás.

O Espírito Santo impeliu Jesus para o deserto.

UM POVO QUE PRODUZA FRUTOS (www.dehonianos.pt) No primeiro Domingo do Tempo da Quaresma, a liturgia garante-nos que Deus está interessado em destruir o velho mundo do egoísmo e do pecado e em oferecer aos homens um mundo novo de vida plena e de felicidade sem fim. A primeira leitura é um extracto da história do dilúvio. Diz-nos que Jahwéh, depois de eliminar o pecado que escraviza o homem e que corrompe o mundo, depõe o seu “arco de guerra”, vem ao encontro do homem, faz com ele uma Aliança incondicional de paz. A acção de Deus destina-se a fazer nascer uma nova humanidade, que percorra os caminhos do amor, da justiça, da vida verdadeira. No Evangelho, Jesus mostra-nos como a renúncia a caminhos de egoísmo e de pecado e a aceitação dos projectos de Deus está na origem do nascimento desse mundo novo que Deus quer oferecer a todos os homens (o “Reino de Deus”). Aos seus discípulos Jesus pede a conversão e a adesão à Boa Nova que Ele próprio veio propor. Na segunda leitura, a primeira Carta de Pedro recorda que, pelo Baptismo, os cristãos aderiram a Cristo e à salvação que Ele veio oferecer. Comprometeram-se, portanto, a seguir Jesus no caminho do amor, do serviço, do dom da vida; e, envolvidos nesse dinamismo de vida e de salvação que brota de Jesus, tornaram-se o princípio de uma nova humanidade.


Calendário das Celebrações TER. 13, Não há Eucaristia QUA. 14, Quarta-feira de Cinzas, 10h Eucaristia 18h30 Adoração Eucarística 19h30 Eucaristia QUI. 15, 18h30 Rosário, 19h Eucaristia Manuel de Jesus Silva, 30º dia Adelina da Silva Lopes (aniv) e marido José da Costa Oliveira (aniv) Arminda Azevedo Silva, genro e família Joaquim Azevedo Pereira e família José Joaquim da Costa e Silva Lino dos Santos Azevedo e irmão Manuel Fernando Dias Moreira, esposa e genros Maria Arminda Silva Loureiro e filhos Maria Isabel da Costa e Silva Pai de Filipe Almeida Pais e sogros de Maximino Nogueira Rosalina e avós de Adelaide Furtado SEX. 16, 18h30 Rosário, 19h Eucaristia Maria José Domingues Azevedo, 30º dia Adelino da Silva Moreira e família Adelino da Silva Reis e família Alzira Alice Silva Loureiro Conceição Costa e Silva Eduardo Pereira da Silva Joaquim da Costa e Silva e família José da Silva Azevedo e esposa José Duarte Tão Cirne e sogros Maria da Silva Lopes, marido e filho Maria Gomes Ferreira, marido e filha Pe. José Hermínio Marinho Pinto, pais e família Pe. Veloso, pai e avós Vivos e falecidos do Sapugal SÁB. 17, 15h Baptismo de Gabriela Ferreira Leal , por um sacerdote de fora 18h15 Rosário, 19h Eucaristia Manuel António Silva Azevedo, 30º dia

Maria Emília Ferreira da Silva (aniv) e irmãos Abílio Pereira dos Santos e esposa Albina Azevedo Maia e filha Isaltina Ana da Costa Azevedo e marido Beatriz Pereira Rodrigues, Alice da Júlia e sobrinho Mário Helena Ferreira da Silva, sogros e cunhados Joaquim Cruz Rodrigues José Alves de Sousa e família José Manuel da Silva Xavier Manuel Flores dos Santos Maria de Fátima Costa e Silva e marido Maria Emília Sá Faria e família Maria Lopes da Costa, marido e irmãs Mário Alves Silva e filho Pelas Almas do Purgatório DOM. 18, 1º Domingo da Quaresma, 7h30 Rosário 8h Eucaristia Ventura Gomes Ferreira (aniv), esposa e filho Adelino Reis e esposa António dos Santos Furtado, mãe e irmão José Deolinda da Costa Ferreira e irmãos Deolinda Torres Costa Araújo e marido Joaquina Pereira Azevedo e família José Teixeira Manuel Rodrigues Ferreira e esposa Manuel Silva Moreira e família Maria Azevedo e Silva e família Maria Urânea Ferreira dos Santos, marido, mãe e família Noémia Elisabete Santos Costa Pais de Cristina Reis Pais e sogros de Manuela Reis 11h Eucaristia 15h Via-Sacra


Agenda Atendimento-Cartório - Sexta-feira, das 16h às 17h30. Reunião de Catequistas - Quinta-feira, às 21h. Adoração Eucarística - Quarta-feira de Cinzas, das 18h30 às 19h30. Iniciarmos a Quaresma em oração! Recolecção Quaresmal dos Catequistas - É já no próximo dia 16 (Sexta-feira) que se vai realizar a recolecção de Catequistas da Quaresma-Páscoa. Este ano, seguindo os passos da caminhada proposta pela Diocese, o tema será: "Passos de Esperança". Esperamos pela presença de todos os Catequistas na Igreja Matriz Antiga de Vila Nova de Famalicão, às 21h15, para um momento de reflexão neste período quaresmal. Via-Sacra nos lugares da Paróquia - Também nesta Quaresma 2018 faremos a Via-Sacra nas ruas na nossa paróquia. As experiências dos anos anteriores foram espiritualmente muito ricas e muita gente participou. No próximo Boletim serão anunciados os lugares. Mas como a primeira Via-Sacra é já no próximo Domingo, nas Eucaristias deste fim-de-semana será anunciado o lugar. Movimento Mensagem de Fátima - Está empenhado em solenizar o dia dos Santos pastorinhos de Fátima, Francisco e Jacinta, no dia 20 (Terça-feira), com adoração das crianças. Apelamos a toda a paróquia, Mensageiros, famílias e grupos de Catequese para estarem presentes nesse dia de festa. C.P.M-Formação para os noivos - Os encontros de formação com os noivos, que serão quatro, terão início no dia 15 de Abril. Agradeço que todos os que vão celebrar Matrimónio durante este ano de 2018, façam o favor de falar comigo para tratarmos desta formação e para outras explicações e informações necessárias. É muito importante a preparação espiritual. Trata-se dum sacramento e se o celebramos com consciência (o Matrimónio), surgirá a necessidade de nos prepararmos a nível da fé. Arranjo floral da Igreja - Neste mês de Fevereiro, a contribuição para o embelezamento da Igreja é da responsabilidade das pessoas do lugar do Toledo. CNE Escuteiros - O Agrupamento 1161 celebra este ano 18 anos da sua fundação. Para celebrar esta ocasião especial, haverá um almoço de convívio aberto a toda a comunidade no próximo dia 04 de Março. A ementa deste ano é rojões e tem um custo de 10 € por pessoa. Os interessados em participar podem fazer a sua inscrição junto da chefe Carina ou pelo telemóvel 937 508 984.

Peregrinação a Taizé decorre entre 03 e 13 de Agosto O Departamento Arquidiocesano da Pastoral de Jovens (DAPJ) volta a organizar uma Peregrinação à Comunidade Ecuménica de Taizé, em França, entre os dias 3 e 13 de Agosto. As inscrições devem ser efectuadas até ao dia 1 de Julho junto das Equipas Arciprestais / Movimentos. O custo da inscrição é de 175€ (17 a 30 anos) e 190€ (mais de 30 anos), contemplando a viagem a partir de Braga, estadia e alimentação em Taizé, pólo ou t-shirt do DAPJ. As inscrições de menores de 18 anos só serão aceites mediante autorização preparada para o efeito e cópia do cartão de cidadão dos encarregados de educação e responsável pelo menor na viagem.


Papa desafia católicos a evangelizar «na rua» O Papa desafiou os católicos a anunciar a sua fé “na rua” como Jesus, numa reflexão sobre os milagres de Cristo, perante milhares de pessoas reunidas no Vaticano para a recitação do ângelus. “Jesus não veio trazer a salvação num laboratório”, disse, desde a janela do apartamento pontifício. Francisco sublinhou que, durante a maior parte da sua vida pública, Cristo está “no meio da multidão, no meio do povo”, pregando o Evangelho “no meio da gente”. “É uma humanidade marcada por sofrimentos, cansaços e pobrezas. A essa pobre humanidade é dirigida a acção poderosa, libertadora e renovadora de Jesus”, precisou. O pontífice realçou, neste contexto, que o “anúncio do Reino de Deus, por parte de Jesus, encontra o seu lugar adequado na rua”. “A rua, como lugar do anúncio alegre do Evangelho, coloca a missão da Igreja sob o signo do andar, do movimento, nunca estática”, defendeu. Partindo dos relatos evangélicos dos milagres de Jesus, o Papa sublinhou que estes “sinais” de cura, “o Senhor quer suscitar como resposta a fé”. “A cura do corpo destina-se à cura do coração”, sublinhou. O Papa concluiu a sua reflexão com uma oração à Virgem Maria: “Que nos ajude a estar abertos à voz do Espírito Santo, que impele a Igreja a colocar cada vez mais a sua tenda no meio das pessoas, para levar a todos a palavra curadora de Jesus, médico das almas e dos corpos”.

Proibição de substituir leituras da Missa O Papa Francisco deixou duras críticas a quem substitui as leituras da Bíblia proclamadas durante a celebração da Missa por outros textos, recordando que tal decisão é “proibida” pela Igreja Católica. “Algumas escolhas subjectivas, como a omissão das leituras ou a sua substituição por textos não bíblicos, estão proibidas. Mas ouvi que alguns, se houver uma notícia, lê o jornal, porque é a notícia do dia. Não! A Palavra de Deus é a Palavra de Deus! Podemos ler o jornal depois, mas ali lê-se a Palavra de Deus, é o Senhor que fala”, disse, durante a audiência pública semanal, na Praça de São Pedro. O Papa sublinhou que decisões contrárias ao que está disposto na celebração litúrgica acabam por empobrecer a Missa e comprometer o “diálogo”, sustentando que “é o próprio Deus que fala” e é preciso ouvir sem distracções. “Quantas vezes, enquanto se lê a Palavra de Deus, se comenta: olha aquele, vê aquela, olha o penteado daquela, que ridículo… E começa-se a fazer comentários. Ou não é verdade, isto?”, questionou, falando de improviso. Francisco pediu que os leitores e salmistas se preparem para a celebração, de forma a transmitir a “grande riqueza” das leituras bíblicas, e convidou a valorizar o Salmo Responsorial, com o canto de “pelo menos do refrão”. “A Palavra de Deus faz um caminho dentro de nós. Escutamo-la com os ouvidos, passa pelo coração, não permanece nos ouvidos, deve ir ao coração e do coração passa às mãos, às boas obras”, concluiu.

Boletim nº 442  

11 de Fevereiro de 2018

Boletim nº 442  

11 de Fevereiro de 2018

Advertisement