Page 1

FECHAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELA ECT.

Informativo Mensal da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | Ano VI | Nº 56 | Abril 2012

entenda melhor como declarar o imposto de renda Pág 3

copa 2014 o que são josé precisa para ser nomeada subsede Pág 9

são josé recebe a 5ª edição do festival gastronomico Pág 4

Páscoa mais que uma data comercial

Ententa alguns dos símbolos comemorativos dessa data religiosa Pag 6

VOCÊ SABIA? Confira as vantagens de ser um associado ACI, além de descontos e parceria. Pág 10 Edicao56.indd 1

11/04/2012 17:40:14


PG 02| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril 2012

Palavra do Presidente

Conheça o Conselho Municipal da Mulher Empreendedora

VITÓRIA DOS AMBULANTES O mês de abril fica na história do comércio de São José pela inauguração dos Centros de Comércio Popular - CCP -, locais que vão reunir, com dignidade, os vendedores ambulantes que desenvolvem um tipo de comércio peculiar voltado para um público específico. Com isso, as ruas e as calçadas ficam desobstruídas dando fluidez ao ir e vir das pessoas e então, as vitrines, as fachadas e o livre acesso aos estabelecimentos fará com que o centro se embeleze, se modernize e faça nossa cidade mais encantadora. Os ambulantes lucram pela oportunidade de melhor alavancarem seus negócios, de se tornarem comerciantes e crescerem. A Associação Comercial quer oferecer a eles a oportunidade de se desenvolverem empresarialmente. Não poderiam ficar eternamente na condição sub-profissional de “camelôs”.

Janaína Costa Dias, coordenadora do Conselho da Mulher Empreendedora, e Felipe Cury, presidente da ACI

Louvamos o trabalho inteligente, humano e empreendedor da Prefeitura de nossa Cidade e o empenho notável da Secretária Marina, que com brilhantismo conciliou e administrou possíveis conflitos. A vitória é de todos mas a conquista é dos ambulantes.

Felipe Cury Expediente Informativo Mensal da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos (12) 3904-4000 CNPJ: 60.179.769/0001-40 Jornalista Resp.: Bianca Totti MTB 31.410 Textos e fotos: CódigoBR Comunicação Arte da capa e diagramação: Ivens Ribeiro Impressão: Jac Editora Tiragem: 2.500 unidades Comentários e sugestões: presidencia@acisjc.com.br Rua Francisco Paes, 56 - Centro São José dos Campos - SP www.acisjc.com.br

Edicao56.indd 2

C

oordenado pela empresária Janaína Costa Dias, o Conselho Municipal da Mulher Empreendedora foi criado com o objetivo de elaborar ações que beneficiem a comunidade, estimulem o empreendedorismo feminino, o desenvolvimento sustentável e a responsabilidade social empresarial. O Conselho ficou dividido em sete coordenadorias, sendo elas: Formação, Comunicação, Eventos Institucionais, Social, Projetos, Políticas Públicas e Finanças. Estas coordenadorias atuam em áreas específicas e desenvolvem atividades

internas e externas que ajudam e estimulam a iniciativa feminina. Já estão em andamento projetos como um desfile de moda, que acontecerá em setembro, para caracterizar a mudança de estação e valorizar o aspecto cutural da cidade, além de cursos de qualificação para mulheres desempregadas com o objetivo de realizar a reinserção delas no mercado de trabalho. O Conselho realiza reuniões mensais com mais de 60 participantes. Para participar basta ser associada e frequentar às reuniões. Consulte as datas e tire suas dúvidas pelo telefone: 3904.4012 ou pelo email: jeane@acisjc.com.br.

11/04/2012 17:40:18


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril 2012 | PG 03

Entenda a Declaração do Imposto de Renda

A

Esclareça mais algumas dúvidas sobre o assunto Quem precisa declarar? Pessoas físicas que tiveram renda tributável maior que o da tabela do ano passado de R$22.487,25. Onde e quando declarar? A declaração do IR 2012 pode ser feita pela internet através do site Receitanet. A declaração poderá ser enviada pela internet ou via

Divulgação

Para aqueles que não fizeram a declaração do Imposto de Renda, ainda está em tempo. A especialista Eliane Maia, delegada do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRC-SP) afirma que, além de entregar as declarações na data, também é importante entender que, quando se relaciona à empresas, o sócio não é mais obrigado a entregar a declaração como pessoa física. “Desde 2010, não existe mais a obrigatoriedade da pessoa física sócia de empresa apresentar a Declaração de Imposto de Renda - DIRPF. Tais contribuintes só terão que apresentar declaração se estiverem em um dos outros quesitos de obrigatoriedade”, explica Eliane. Antes disso, o simples fato de ser sócio de uma empresa já o obrigava a entregar a declaração de ajuste anual do imposto de renda. “Quem não fazia isso, poderia ser multado. Quando a empresa estava com o status de INATIVA ou sem movimento, muitas vezes o sócio não entregava a declaração pois, em tese, não havia nada a declarar em relação a recebimento de lucros ou de pró-labore, o que futuramente trazia problemas com o seu CPF perante a Receita Federal e o pagamento de multas por atraso na entrega”, diz a delegada. CD, nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal. O prazo de entrega começou no dia 1º de março e se estende até o dia 30 de abril. A multa por atraso é de aproximadamente R$ 200.

Os primeiros lotes de restituição geralmente são reservados para os idosos (acima de 60 anos), que, segundo o Estatuto do Idoso, têm prioridade no recebimento dos valores.

Quando sairá a restituição? Quem apresenta a declaração mais cedo, sem erros ou omissões, também recebe a restituição mais rapidamente. Elas são pagas de junho a dezembro, em sete lotes.

Fique atento! Não é mais necessário declarar isento e, após enviar a declaração, não se esqueça de salvar o documento enviado e o número do recibo para que seja fácil encontrá-los se necessário.

Não corra o risco de receber multa e ter a sua empresa interditada por falta de regularização. A VILAGE cuida disso para você.

Edicao56.indd 3

11/04/2012 17:40:21


PG 04| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril 2012

São José inicia a 5ª edição do Festival Gastronômico

Edicao56.indd 4

Fonte: festivalgastronomicosjc.com.br

Q

uem deseja degustar uma culinária variada e ainda ganhar prêmios terá essa oportunidade no 5º Festival Gastronômico de São José. O evento, que já entrou para o calendário oficial da cidade, começou no dia 1º de abril e segue até o dia 30 com a participação de 40 casas gastronômicas que disponibilizam 80 pratos, cheios de novidades, que vão de R$10 a R$ 95. A iniciativa impulsiona o fluxo de visitantes e promove os sabores da cidade. Rogério Almeida, organizador do Festival, destaca a importância da iniciativa para os estabelecimentos participantes. “O evento se tornou uma festa da gastronomia joseense e incentiva as pessoas a conhecerem e consumirem nas casas. A divulgação feita pelos estabelecimentos em sites, mídias, cardápios etc é muito positiva”, afirma Rogério. O Festival Gastronomico também promove todo ano um concurso que elege o melhor prato. Este ano concorre ao prêmio receitas compostas por peixes e frutos do mar. A apresentação das receitas finalistas será no dia 28 de abril. O público também concorre a prêmios, como uma moto Suzuki Burgman 0km 2012 e um ano de Cinema no Cinemark (kit de 52 ingressos, um para cada semana do ano), entre outros. Para concorrer basta consumir um prato participante e preencher o cupom. As informações e lista completa dos estabelecimentos envolvidos podem ser obtidas no site: www.festivalgastronomicosjc.com.br.

11/04/2012 17:40:24


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril | PG 05

Espaço da Mulher Empreendedora Maria Helena Baeza | Diretora do EMAK – Escola Emanuel Kant

N

ascida em abril de 1951, em São Paulo, Maria Helena Dutra Bitelli Baeza, aos 19 anos já lecionava em escolas tradicionais da capital. Ao se formar em psicologia, casar-se e ter 4 filhas, mudou-se para São José dos Campos com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da família. Apaixonou-se pelo bairro Vista Verde e nele, em 1981, realizou o sonho do pai: fundar uma escola, chamada inicialmente de Cantinho do Cererêe, que depois passaria a ser chamada de Escola Emanuel Kant EMAK. Sempre buscando inovação e qualidade, em dois anos a escola já atendia 250 alunos de Educação Infantil e oferecia aulas e atividades diferenciadas. Em 1989 abriu o 1º Grau com a ajuda das filhas e do marido aposentado pela GM que passou a administrar o negócio, mas faleceu em 2011. EMAK foi a primeira escola da cidade a trabalhar com a linha Piagetiana e implantar informática nas séries iniciais, bem como a realizar

trabalhos visando a cidadania, como o estudo da Constituição Federal em sala e as aulas de Ética e Filosofia para alunos de Ensino Fundamental. Maria Helena fala com orgulho das atuações educacionais. “A escola completou 31 anos em março e atende mais de 250 famílias, com alunos de 2 a 14 anos, além de continuar na busca pela qualidade e ser referência na área de serviços educacionais. Nós ainda mantemos a característica principal que é priorizar a formação integral do aluno e dar um atendimento que o forme para a convivência”, afirma a diretora. Em 2011 a escola recebeu a medalha Cássiano Ricardo pelos anos de serviços dedicados à educação. Maria Helena orgulha-se do negócio. “A empresa foi muito além dos meus sonhos como fundadora, mas continua fiel aos princípios básicos: ser referência na área de prestação de serviços educacionais formando cidadãos para os novos tempos. Minha família é grata a São José por permitir essa realização”, finaliza.

“A empresa foi muito além dos meus sonhos como fundadora, mas continua fiel aos princípios básicos”

Damira Camboim | Diretora da Tok Dez Editora e Eventos e realizadora da Expo Desfile da Noiva

D

amira Camboim, diretora da Tok Dez Editora e Eventos e realizadora da Expo Desfile da Noiva, nasceu em Catingueira, na Paraíba, teve vida simples e quando menina adorava jogar futebol e tomar banho nos açudes com os amigos. Aos 10 anos já ajudava a mãe em casa e quando completou 17 mudou-se para São José dos Campos. Em 1996 Damira casou-se com Edson Moreira e a partir de então iniciou carreira em uma loja de roupas. Com o passar dos anos tornou-se profissional da área. Ao perceber a deficiência de suporte e eventos direcionados à indústria do casamento, Damira decidiu abrir o próprio negócio, a empresa Tok Dez, especializada na área. Primeiramente promoveu um workshop que teve um bom público e começou a crescer, até chegar ao grande evento Expo Desfile da Noiva que comemora 10 anos em

Edicao56.indd 5

“Seja como um leão: marque sua caça e vá até o final. Aproveite sua vida a cada segundo!”

2012. O objetivo da Tok Dez é mostrar a diversidade de profissionais do mercado de casamentos para que os casais façam suas escolhas e alcancem seus objetivos. “O evento acontece todos os anos e mesmo seguindo um padrão, buscamos sempre diferenciais para atender às expectativas do público-alvo e isso nos trouxe um expressivo desenvolvimento”, afirma a empresária. Damira mostra sua capacidade de empreender não só nos negócios como também na sua participação no Conselho Municipal da Mulher Empreendedora, em que é responsável pela coordenação de eventos, e deixa seu recado para as mulheres que também desejam abrir um negócio próprio: “um empreendedor, quando inicia sua carreira, traça um plano e no decorrer do caminho encontra obstáculo e bifurcações. Seja como um leão: marque sua caça e vá até o final. Aproveite sua vida a cada segundo!”

11/04/2012 17:40:43


Páscoa

mais que uma data comercial

Edicao56.indd 6

Fotos divulgação

T

odos os anos o comércio de São José se prepara para as vendas na Páscoa, mas é importante saber que não é só de vendas que se faz esta comemoração. Assim como em outras datas, a comercialização camufla o significado religioso ou filosófico da celebração. Os comerciantes de São José dos Campos que lidam com produtos relacionados à data estão positivos quanto ao crescimento constante das vendas na Páscoa. O poder aquisitivo da população cresce a cada ano e o consumo também. Os mais procurados são sempre os de personagens infantis e a novidade deste ano foi o chamado ovo de colher, lançado por várias marcas. Kelly Maria da Silva Reis, atendente da loja Cacau Show, confirma essa tendência. “Infelizmente as pessoas compram mesmo, sem o espírito da Páscoa. Aqueles que são mais religiosos ainda pensam nisso, mas a maioria compra apenas pela data comercial”, afirma Kelly.

11/04/2012 17:40:45


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril 2012 | PG 07

Páscoa A Páscoa é comemorada em qualquer domingo entre 22 de março e 25 de abril. Na língua hebraica “páscoa” significa passagem. Para os cristãos ela é uma festa que celebra a ressurreição de Jesus Cristo, a passagem da morte para a vida. Já para os judeus ela comemora o êxodo dos israelitas do Egito, da escravidão para a liberdade.

Ovos O símbolo mais desejado pelas crianças tem como referência a renovação. Nas culturas pagãs, o ovo trazia a ideia de começo de vida. Os chineses costumavam distribuir ovos coloridos entre amigos na primavera, como referência à renovação da vida. Pintar ovos com cores da estação para celebrar a páscoa, foi uma ação adotada pelos cristãos nos século XVIII. A igreja doava aos fiéis os ovos bentos, simbolizando a ressurreição, o nascimento para uma nova vida. A substituição dos ovos pintados por ovos de chocolate pode ser justificada pela proibição do consumo de carne animal, por alguns cristãos, no período da quaresma, mas também é explicada por alguns autores pelo surgimento da indústria do chocolate, em 1830, na Inglaterra.

peixe O peixe está vinculado às aparições de Jesus. Além disso, os primeiros cristãos costumavam trocar alimentos como presentes e o peixe era um deles. A palavra peixe na língua grega se pronuncia “ichthys”, similar a pronuncia de IXTYZ, que é o termo usado para a confissão de fé e, portanto, também simboliza a fé das pessoas em Cristo. Já a substituição do ato de comer carne por peixe procura relembrar a crucificação de Cristo.

Coelho A figura do coelho representa a fertilidade e a renovação da vida. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida. A igreja adotou o símbolo do coelho para representar o poder de propagação da palavra de Cristo nas civilizações.

Edicao56.indd 7

11/04/2012 17:40:46


PG 08 | Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril 2012

Perfil

Renato Cossermeili de Andrade Conselheiro do Comércio da ACI

R

enato Cossermeili de Andrade, Conselheiro do Comércio da ACI, é formado emEngenharia Mecânica, mas nunca exerceu a atividade e desde cedo, em 1980, se envolveu com os negócios da família na área de ensino de idiomas, com a franquia Yázigi. Desde então, Renato abriu a primeira franquia em 84 em Pindamonhangaba e outra em São José quando mudou-se para cá em 89. Atualmente conta com três unidades na cidade. Em 2005, dentre muitas de suas atividades relacionadas à educação e gestão de pessoas, ele e mais três sócios implantaram uma escola bilíngue em São José,– a Escola Esfera. Casado com Andrea Andrade, pai de dois filhos, Renato conta um pouco mais de sua trajetória. Como surgiu a oportunidade de trabalhar na ACI? Foi a convite do presidente Felipe Cury para ser um dos membros do conselho consultivo. Fiquei muito feliz com o convite, pois já tinha atuado em outro conselho por mais de 10 anos e sei que posso contribuir com minha experiência e também aprender com a dos outros colegas conselheiros. Esta troca é muito rica. Quais são as perspectivas da ACI para 2012? Sinto que estamos em uma fase de reconstrução. Toda a diretoria e conselho estão empenhados em conhecer profundamente todos os processos da ACI, melhorando a eficiência para então oferecer melhores e novos serviços aos seus associados. Tornar a ACI mais eficiente e disponí-

“A cidade já tem uma vocação natural para a tecnologia de ponta e indústrias de alto impacto e valor agregado”

vel a seus associados, em uma gestão transparente, parece ser a tônica desta nova gestão. Como enxerga o futuro comercial de São José? A cidade já tem uma vocação natural para a tecnologia de ponta e indústrias de alto impacto e valor agregado, mas ainda falta melhorar a oferta de serviços, principalmente o atendimento. O comércio, incluindo aí as pequenas lojas, fornecedores de serviços e até os grandes shoppings, ainda precisa entender o poder de um atendimento de alto nível. O atendimento qualificado, centrado nas necessidades do cliente e orientado para oferecer soluções, poderá ser um grande

passo na direção de um crescimento comercial sustentável. Quais áreas de São José precisam de mais investimento? Volto para a questão do atendimento e vendas. É necessário maior investimento na preparação dos colaboradores, incluindo idiomas, já que a cidade recebe um enorme número de estrangeiros. O comércio ainda está longe de poder fazer um atendimento básico em inglês, por exemplo. Investir em educação e qualificação impulsionará cada vez mais a cidade para uma posição ainda melhor no ranking das melhores cidades para se viver e fazer negócios. É um orgulho dizer que sou hoje um cidadão Joseense.

Se você ainda não assina O VALE, tá na hora de acordar.

ABRA OS OLHOS. JÁ TEM GENTE economize LEVANDO VANTAGEM. 45%

IMPRESSO ENTREGUE EM CASA

sobre o exemplar avulso

Edicao56.indd 8

+

CONTEÚDO DIGITAL ILIMITADO

Assinatura Semestral Assinatura Anual

Ligue agora:

+

NOVO VCARD o cartão de vantagens do assinante

Assine e ganhe um relógio

4X de R$ 50,00 no cartão de crédito 10X de R$ 40,00 no cartão de crédito

0800 770 3909

11/04/2012 17:40:53


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril 2012 | PG 09

São José dos Campos se prepara para a Copa 2014

uma cúpula de empresários, representantes do governo municipal e Infraero para definir as ações que devem ser tomadas para viabilizar essa participação.

Divulgação

Em andamento

D

esde sempre, o gosto pelo futebol é uma característica do Brasil e as diferenças sociais, políticas e econômicas desaparecem quando a Seleção Brasileira entra em campo. A Copa de 2014 é uma oportunidade para o Brasil se modernizar e apresentar não só sua capacidade de organização, como também força econômica para captar investimentos. São José dos Campos também pode se beneficiar deste momento, pois é uma das quatro cidades da região que estão entre as 37 pré-selecionadas pelo Comitê Executivo

Edicao56.indd 9

Paulista para receber seleções na Copa do Mundo 2014. São José, Guaratinguetá, Caraguatatuba e Campos do Jordão são as quatro cidades que se candidatam como subsedes da Copa. Dentre os diversos critérios avaliados pelo comitê executivo, os principais são: estrutura esportiva, mobilidade urbana e rede hoteleira. Em São José dos Campos, autoridades acreditam nas condições básicas existentes: proximidade com a rede aeroportuária e as boas condições de deslocamento. O secretário de Esportes de São José dos Campos, Sérgio Francisco Theodoro, acompanha de perto

No segundo semestre deste ano a Fifa irá liberar um caderno com possíveis centros de treinamento e 100 delegações terão acesso ao material e à prerrogativa de escolha. Até o fim deste mês a Fifa deverá dar uma diretriz dos mais de 200 centros de treinamento que já foram avaliados e é possível que já comecem a divulgar de 40 a 60 lugares pré-selecionados. Theodoro acredita que São José não pode buscar delegações muito grandes como as européias e asiáticas. “São José tem chances de ser escolhida mas devemos buscar delegações sulamericanas ou africanas, pois uma delegação de médio a grande porte carrega consigo de 10 a 20 mil pessoas”, afirma o secretário. São José já teve os possíveis centros de treinamento e hotéís vistoriados. Entraram na análise o DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial) pela segurança oferecida, o Campus da Univap no Urbanova, pela disponibilidade de laboratórios, piscinas e quadras e o Estádio Martins Pereira, por ser um espaço próximo ao padrão da Fifa. Os hotéis visitados foram o Blue Tree Towers e o Promenade.

11/04/2012 17:40:54


PG 10| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI |Abril 2012

Você sabe o que a ACI oferece?

EMERCOR CONVÊNIO DE EMERGÊNCIAS MÉDICAS O Plano Empresarial EMERCOR é um benefício para a empresa e para o funcionário, pois presta atendimento médico no local de trabalho, evitando o deslocamento de feridos e motoristas até o hospital ou pronto-socorro. Esse atendimento é realizado por uma equipe com treinamento específico para prestar socorro no próprio local da ocorrência.

COBRANÇA AMIGÁVEL

Área Protegida Emercor – atendimento aos funcionários em período de trabalho, com valores mensais abaixo de R$5 por funcionário. Plano Empresarial – atendimento aos funcionários 24h por dia, com valores mensais abaixo de R$13 por funcionário. Informações pelo telefone (12) 3904-4051 ou pelo email satisfacao@acisjc.com.br

As pendências dos associados são encaminhadas para uma abordagem amigável junto ao devedor. Através da parceria com a Assessoria Baroni & Varela são oferecidas oportunidades de quitação do débito e fechamento da dívida a partir de um valor mínimo estipulado. Informações pelo telefone (12) 3904-4006 ou pelo email ernani@acisjc.com.br.

SUA MELHOR ESCOLHA Uma das Big 5 Líder no middle market Nas principais cidades do país Audit | Tax | Advisory

Visite nosso site

www.facebook.com/bdobrazil www.twitter.com/bdobrazil www

Edicao56.indd 10

www.bdobrazil.com.br

11/04/2012 17:41:01


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril 2012 | PG 11

Espaço Gastronômico

O trivial perfeito para o dia a dia é na Cantina

Délio Segreto e Dante Segreto, proprietários da Cantina Madre Paula

Madre Paula

A

Cantina Madre Paula, na Vila Ema, completou sete anos servindo almoço self-service por quilo e também prato feito. Em dezembro do ano passado o espaço passou por uma reforma e foi modificado para melhor aproveitamento da área interna, mudança de fachada e melhoria da ilumina-

“Muitos clientes trabalham com transporte entre cidades e aproveitam que estão passando por São José para vir até aqui” ção, ganhando também uma lanchonete que durante todo o dia serve lanches, salgados e sucos, tudo preparado na casa. A frente de tanta variedade está Délio Segreto e seu irmão Dante Segreto, responsável pela lanchonete. A família tem mais de 40 anos de tradição no ramo gastronômico e é essa experiência herdada há gerações que faz toda a diferença. Sua família esteve a frente de diversos estabelecimentos gastroBacalhau a Gomes Sá

Edicao56.indd 11

nômicos de sucesso em São José dos Campos. O público diversificado da Cantina Madre Paula abrange desde pessoas que trabalham na Vila Ema e bairros próximos, estudantes da região que optam prato feito até taxistas e entregadores. “Muitos clientes trabalham com transporte entre cidades e aproveitam que estão passando por São José para vir até aqui”, diz Délio. São frequentes os pedidos para abrir filial em Caçapava e Jacareí, mas Délio explica que faz questão de acompanhar pessoalmente todas as etapas. “Todos os dias almoço às 10h30 pois faço questão de aprovar tudo antes de servir para meus clientes”, diz. Todos os dias o cardápio varia, mas o grande destaque da casa é o tradicional arroz com feijão. Esse prato tão brasileiro é também o preferido Délio, que garante que é o tempero, todo in natura e sem conservantes faz toda a diferença. “O trivial tem que ser perfeito”. A cantina Madre Paula fica na Rua Madre Paula, nº226, Vila Ema, São José dos Campos. Telefone (12) 3921-3258. Horário de funcionamento: diariamente das 8h às 18h. A casa conta com estacionamento conveniado na rua Jorge Barbosa Moreira, nº 80.

Sexta do bacalhau Não é só na semana santa. Na Cantina Madre Paula todas as sextas-feiras do ano são dia do famoso bacalhau à Gomes Sá, que também pode ser comprado por encomenda, com dois dias de antecedência. Bacalhau a Gomes Sá Ingredientes 2kg de Bacalhau dessalgado 1,5kg de cebola 1,5 kg de batata picada em rodelas 1L de azeite português Modo de Preparo Para dessalgar o bacalhau é necessário deixá-lo de molho em água gelada por 24horas, trocando a água a cada três horas. Após isso, ferver o bacalhau com bastante água. Usar a mesma água para cozinhar as batatas. Untar uma forma com azeite e intercalar camadas de batata e bacalhau, iniciando pela batata. Regar com bastante azeite todas as camadas. Em outra panela, levar ao fogo por 1 hora as cebolas fatiadas regadas com azeite, mexendo sempre. Colocar sobre o bacalhau.

11/04/2012 17:41:15


PG 12| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Abril 2012

Parcerias

Espaço Jurídico LEIS DEMAIS E EFICIÊNCIA DE MENOS

Freewet Lavagem Automotiva

Fundação Armando Alvares Penteado

Dra. Ana Carolina de Oliveira Teodoro

Laboratório Oswaldo Cruz

A Freeewt oferece aos associados da ACI, dependentes e funcionários desconto de 10% na lavagem automotiva a seco. Mais informações pelo tel: 39528577/9794-9017

Oferece estética dental, implantodontia, cirurgia, próteses diferenciadas, periodontia, ortodontia e clínica geral com desconto de 35% aos associados e dependentes da ACI. Mais informações: 3322-8705

A Faap oferece descontos de 6% a 12% aos associados, dependentes e funcionários da ACI nos cursos de Pós-Graduação, MBA Empresarial e Extensão. Consulte a tabela de descontos progressivos pelo tel: (12) 3925-6400.

Saúde com Qualidade. Descontos de 20% aos associados e dependentes da ACI. Localização: Praça Cândida M. Sawaya Giana, 128 - Jardim Nova América. Mais informações: (12) 3946 3711

Agenda

Faça sua inscrição pelo telefone Tel.: (12) 3904-4015, eventos@acisjc.com.br e pelo site: www.acisjc.com.br

ABRIL Curso Contas a pagar/receber e capital de giro

MAIO Palestra Relacionamento e Fidelização de Clientes

Data: 16, 17 e 18/05/12 Horário: 19h às 22h Palestrante: Walter Silva True Consultoria Para associado R$ 180 Não associado R$ 250

Palestra Alto Desempenho em Vendas de Varejo

Data: 19/04/12 Horário: 19h às 21h Palestrante: Rondinei Silva Prieme Consulting Gratuito para associados Não associados R$ 20

Edicao56.indd 12

Data: 22/05/12 Horário: 19h às 21h Palestrante: Jefferson Freire Educa Show Gratuito para associados Não associado R$ 20

D

esde 05 de outubro de 1988 (data da promulgação da atual Constituição Federal) até 05 de outubro de 2011 (seu 23º aniversário), foram editadas 4.353.665 (quatro milhões, trezentos e cinqüenta e três mil, seiscentos e sessenta e cinco) normas que regem a vida dos cidadãos brasileiros. Isto representa, em média, 518 normas editadas todos os dias ou 776 normas editadas por dia útil. Não bastando a quantidade, sabemos que no Brasil há “leis” que pegam e há “leis” que não pegam. A capacidade de um homem público não se mede pela quantidade de projetos de lei que apresenta, pois, infelizmente, em muitos casos, percebemos que as leis são casuísticas e não trazem nenhum bem comum à sociedade. Atendem uma demanda específica, em um determinado momento e depois nada... Nada mais. Necessitamos de leis que atendam aos interesses do Brasil e do bem comum do povo brasileiro, inclusive do empresário, especialmente o pequeno e médio empreendedor. Precisamos de leis que combatam o crime, puna o corrupto e o vilipendiador do dinheiro público. Necessitamos de lei que melhor distribua riquezas e rendas, estabeleça uma justa carga tributária, que não onere o empresário, comerciante e o empreendedor e que não reprima o empregador como se esse fosse o vilão da história. As leis devem dar maior eficiência aos gastos públicos, mais fiscalização e transparência dos tributos pagos e redução da carga tributária. Punição severa aos crimes contra a vida e ao patrimônio, assim como contra o erário público.

Adem Bafti Advogado

Curso Ferramentas de Administração do Tempo

Data: 11 e 12/06/12 Horário: 19h às 22h Palestrante: IBEC Para associado R$ 90 Para não associados R$ 120

11/04/2012 17:41:17

Info_ACI - Edição 56  

Info ACI - Ed_56

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you