Issuu on Google+

FECHAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELA ECT.

Informativo Mensal da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | Ano V | Nº 52 | Outubro 2011

A data mais esperada pela criançada promete aquecer o comércio joseense Pág 6

E mais: vários roteiros de passeios para garantir a diversão em família Pág 7

Dia das Crianças Presidente da Facesp, Rogério Amato visita o Vale do Paraíba em reunião no Parque Tecnológico Pág 4

Mulheres Empreendedoras

Cynthia Gonçalo e Ana Maria Paes contam as suas histórias de vida Pág 5

Espaço Gastrônomico Pizza de Camarão e Bacalhau são especialidades do Fã de Pizza Pág 11

GOLPE DO BOLETO: Saiba como não cair nesta armadilha que vem tirando o sossego de muitos empresários Pág 9


PG 02| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Outubro 2011

Palavra do Presidente

Curso de Inglês ACI e Skill Idiomas promovem curso de Inglês

AMATO E O VALE A nossa Região do Vale do Paraíba desfrutou de dois grandes momentos no final do mês de setembro: a presença de Rogério Amato, Presidente da FACESP, no Parque Tecnológico de São José dos Campos e do Secretário de Desenvolvimento e Gestão de Estado do Governo de São Paulo, Edson Aparecido, na FAAP. No primeiro caso, tivemos a felicidade de reunir os Presidentes das Associações Comercias de toda Região do Cone Leste Paulista em reunião marcante que reforçou a boa impressão que temos de nosso Presidente, que se revela, cada vez mais, uma liderança inconteste, marcada pela inteligência, pelo dinamismo e coragem. Rogério Amato certamente vai ditar novos rumos às Associações Comerciais, criticando os abusos e incoerências dos poderes públicos e defendendo ardorosamente os anseios do empresariado. Melhores dias virão e a ACI-SJC estará alinhada nessas batalhas de conquistas e preservação dos lídimos interesses de São Paulo e do Brasil.No segundo caso, o Secretário Edson Aparecido apresentou aos Prefeitos de nossa Região o Projeto que cria a REGIÃO METROPOLITANA DO VALE DOS PARAÍBA. Essa expectativa é de mais de 40 anos e vai propiciar maior integração entre os municípios na aceleração de seus desenvolvimentos. A união faz a força.

Felipe Cury Expediente Informativo Mensal da Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos (12) 3904-4000 CNPJ: 60.179.769/0001-40 Jornalista Resp.: Bianca Totti MTB 31.410 Textos e fotos: CódigoBR Comunicação Arte da capa e diagramação: Ivens Ribeiro Impressão: Jac Editora Tiragem: 2.500 unidades

Comentários e sugestões: presidencia@acisjc.com.br Rua Francisco Paes, 56 - Centro São José dos Campos - SP

www.acisjc.com.br

A

tualmente a procura de um emprego e a permanência nele dependem exclusivamente do nível de capacitação do profissional que busca estar no mercado de trabalho. Com as exigências o trabalhador não pode se limitar a ter apenas cursos técnicos e graduação em seu currículo. O diferencial é o que conta na hora de uma contratação. A busca de cursos de idioma é a saída para quem quer estar à frente dos concorrentes e se destacar em vagas de empregos. Nada melhor do que começar com o Inglês, um dos idiomas mais falados mundialmente. Pensando nisso, a ACI em parceria com a Skill Idiomas (Bosque dos Eucaliptos) oferece uma grande oportunidade para os associados e não sócios: curso de Inglês voltado para os empresários e profissionais que trabalham no comércio de toda a cidade. “Estar em contato com outra cultura através do idioma abre os horizontes dos profissionais e aumenta

as chances de destaque no mercado de trabalho. Temos que pensar desde já em 2014 e nos prepararmos para o turismo internacional e a vinda de novos empreendimentos”, destaca Sueli Bittencourt, diretora da Skill Idiomas Bosque dos Eucaliptos.

“Estar em contato com outra cultura através do idioma abre os horizontes dos profissionais e aumenta as chances de destaque no mercado de trabalho”

Os cursos serão realizados na sede da ACI em dois períodos: vespertino e noturno. O investimento é de R$ 130 para associados da ACI e R$ 180 para não sócios. As inscrições devem ser feitas pelo telefone: 39044015. Garanta já a sua vaga.


PG 04| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Outubro 2011

Rogério Amato visita o Vale do Paraíba

O

presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Rogério Amato, esteve em São José dos Campos, no dia 22 de setembro, para a reunião da regional administrativa do Vale do Paraíba. Na ocasião o presidente reforçou o foco do trabalho que deve ser desenvolvido nas distritais e garantiu que em sua gestão irá criar uma agenda de debates sobre os grandes temas nacionais e as questões mais específicas que afetam os empresários no Brasil, como a alta carga tributária. “As associações comerciais não têm partido, elas têm lados, é o lado da livre iniciativa, é o lado do direito à propriedade, são os lados das bases de um sistema de livre empreendimento, etc. Então tudo o que estiver dentro disso somos a favor, o que não estiver a gente é obrigado a se contrapor”, disse Rogério Amato. O evento contou com a presença de diversos presidentes e representantes das associações comerciais do Vale do Paraíba. Na data

Representantes das Associações Comerciais da região durante a reunião

“As associações comerciais não têm partido, elas têm lados, é o lado da livre iniciativa, é o lado do direito à propriedade”

foi apresentado também os trabalhos que estão sendo desenvolvidos pela Facesp e as metas futuras. Para os próximos dias Rogério Amato estará em outras regiões do Estado, sempre reforçando seu lema de gestão: “Mexeu com um, mexeu com todos”.


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI |Outubro 2011 | PG 05

Espaço da Mulher Empreendedora Cynthia Gonçalo | Diretora Geral do IPPLAN

U

ma mulher forte e à frente de seu tempo. É assim que Cynthia Gonçalo é vista por seus companheiros de trabalho. Engenheira Civil formada em São José dos Campos, Cynthia tem no currículo uma carreira de 25 anos dentro da administração municipal. Hoje, como diretora geral do IPPLAN, Instituto de Pesquisa, Administração e Planejamento, está à frente de projetos decisivos para o futuro da cidade. “Tenho uma felicidade muito grande de ter participado de tantos trabalhos importantes para a cidade. Entrei na prefeitura em 1985, na área de aprovação de projetos particulares, depois em 1991 fui para obras públicas. Desde o início da minha carreira venho participando ativamente do crescimento da cidade, acompanhando o dinamismo com que São José dos Campos vem se desenvolvendo”, disse. Conhecedora da legislação e das necessidades do município, de 1998 a 2004 ela assume a diretoria

“Tenho orgulho e uma felicidade muito grande de ter participado de tantos trabalhos importantes para minha cidade”

de projetos particulares e de planejamento territorial e urbanismo, já em 2009 é nomeada secretária de Obras. No mesmo ano assume também a pasta de Planejamento Urbano. “Foi um desafio enorme, mas muito gratificante. Logo em 2010 assumi integralmente a pasta de Planejamento e a partir deste momento tinha nas mãos a missão de concluir os estudos e elaborar a nova lei de zoneamento da cidade, que passou a vigorar em agosto de 2010. Então digo que hoje, como diretora do IPPLAN, tenho responsabilidade de desenvolver, junto com toda minha competente equipe, projetos estratégicos para o futuro da cidade. Um desses projetos, por exemplo, é o plano estratégico Centro Vivo, que tem a função de revitalizar a cidade, todo um trabalho que venho me dedicando desde o início de minha carreira na prefeitura. Isso realmente só me traz bons sentimentos. E acho que é realmente isso, tudo o que um profissional faz com bons sentimentos tende a dar certo sempre”.

Ana Maria Paes | Proprietária da loja Iacuca

A

na Maria Paes é joseense, casada e mãe de dois filhos. A inspiração para montar uma loja de artigos infantis surgiu através da maternidade. “A necessidade de poder ter um tempo mais flexível para me dedicar à minha família foi o que me motivou a montar meu próprio negócio. Tive dois filhos e com o nascimento do segundo fui me desligando da área contábil, onde trabalhava, e me envolvi com o universo infantil. Nessa época fui à várias feiras em São Paulo e procurei contatos com fornecedores, fabricantes e comecei a ler artigos sobre o assunto junto ao Sebrae, participando de palestras, cursos, etc”, conta. A empreendedora relembra que lutou bastante para conquistar seus objetivos. Quando pode concluir seu curso técnico de contabilidade foi trabalhar com o irmão em um escritório contábil, porém, como ainda era o início da sociedade e os lucros não estavam ainda surgindo

“A perseverança é essencial, não podemos desistir ou desanimar em nenhum momento. Só assim conquistaremos o sucesso”

ela optou por entrar em um novo escritório de contabilidade só assim concluiu sua graduação. “Sou formada em ciências-contábeis e pós-graduada em gestão empresarial. Essa formação me ajuda bastante no desafio de gerir esse negócio que me realiza profissionalmente”. A inauguração da loja aconteceu em 2010 e desde então ela se dedica totalmente ao comércio. “Faço de tudo um pouco. Arrumo o layout, vendo, escolho os produtos, converso com os fornecedores, troco experiência com minha colaboradora e observo as tendências do mercado de vendas”. Para o futuro ela almeja crescer com seu negócio e continuar no caminho do empreendedorismo, colocando amor e dedicação no que executa dia a dia. “Um fator muito importante para mim é a fé. Confio a Deus meu caminho. A perseverança é essencial, não podemos desistir ou desanimar em nenhum momento. Só assim conquistaremos o sucesso”, conclui a empreendedora.


PG 06| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI |Outubro 2011

Dia das

Crianças

A data mais esperada pela criançada promete aquecer o comércio joseense

Amostra da pesquisa de 28 entrevistados

O

dia mais festejado pelas crianças está se aproximando e consequentemente o comércio se preparou para atender toda a demanda de consumidores que farão a alegria dos pequenos. Segundo pesquisa realizada pela ACI, 71% dos empresários acreditam que as vendas serão melhores ou iguais às do ano passado, com um aumento de cerca de 8%. Os lojistas também foram questionados sobre o preço médio dos presentes, 64% esperam vender produtos de até R$100, 14% de R$101 a R$ 200, 11% acima de R$200. Para o presidente da ACI, Felipe Cury, os consumidores cada vez têm mais opções de compra em São José dos Campos, o que vai determinar uma maior movimentação no comércio. “Mesmo com a sombra de uma crise internacional sobre a economia do Brasil, a indústria e o varejo esperam um crescimento na venda do Dia das Crianças deste ano. O ritmo de consumo pode estar mais lento, com uma prudência maior nas compras, porém ninguém que tem uma criança ao seu redor deixará de presentear e fazer a alegria nesta data”, disse Cury. Outro dado levantado pela pesquisa foi o dos pre-

sentes mais procurados. Dentre os entrevistados, 32% acreditam que as roupas serão os presentes mais procurados. Já 24% deles apostam nos brinquedos como os produtos mais vendidos para a data. Os calçados, eletrônicos, material esportivo e acessórios somam 44%. A gerente da loja de brinquedos Chic Toys, Andrea Santinho, destaca que os pais na hora da compra dos presentes se preocupam com a proposta do brin-

Os consumidores cada vez têm mais opções de compra em São José dos Campos, o que vai determinar uma maior movimentação no comércio quedo, não somente ao modismo. “Eles buscam brinquedos que possibilitem a criança a interagir com os amiguinhos e que usem a imaginação. Há uma grande procura nos brinquedos do estilo “Pocket Toy” que são mais práticos para viagens, pois são pequenos e fáceis de armazenar e carregar. Temos variedade de produtos com diversos valores e marcas e estimamos um crescimento de 20%”, disse Andrea Santinho.


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Outubro 2011 | PG 07

Roteiro para o feriado

Aproveitando a primavera e o clima agradável que ela proporciona o InfoACI selecionou alguns roteiros de passeios para garantir a diversão em família. Você pode ter um dia de muita descontração nos parques, teatro e cinema. São muitas as formas para aproveitar o dia com a criançada.

Você Sabia? O comércio central de São José abriga diversas lojas para as compras do Dia das Crianças. São cerca de 20 lojas de roupas infantis, calçados e brinquedos. Vale à pena conferir. Lembrando que os shoppings também se preparam para receber a criançada. São diversas atrações que garantem alegrar a criançada!

Parques

Parque Santos Dumont - Um parque temático com pista de caminhada, aparelhos de ginástica, pista de skate e playground. Um dos grandes atrativos deste local é a exposição de aeronaves, maquetes de foguetes e o jardim japonês. Parque Cultural Vicentina Aranha - O parque conta com várias opções de lazer para a garotada. Tem gibiteca, aulas de xadrez (todos os sábados), pista de caminhada e para passear bicicleta, playgraound e várias outras atividades.

Cinema Deu a louca na chapeuzinho 2 – A história desta produção cinematográfica se renova. Desta vez a heroína está treinando com uma organização secreta quando é chamada para ajudar a descobrir o paradeiro de João e Maria. Manda Chuva 3D – O famoso personagem volta às telonas para animar a criançada. Agora Manda Chuva e sua turma estão em Nova Iorque para aprontar muitas trapalhadas. * Informações sobre disponibilidade de horários consultar os cinemas da cidade.

Teatro Gato de Botas - O Gato de Botas conta a história de um moleiro, que repartindo seus únicos bens entre seus filhos, à hora da morte, deu ao primogênito o moinho, ao filho do meio o burro – para transportar a farinha – e ao caçula, Carabás, apenas um gato. A peça está em cartaz no teatro colinas. Informações 3204-5235.

Imagens Divulgação

Parque da Cidade – Localizado na zona norte de São José, o Parque Roberto Burle Marx é um ótimo local para fazer caminhadas, piqueniques, andar de bicicleta e estar mais próximo da natureza.


PG 08 | Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Outubro 2011

Perfil

João Scarpa Vice-Presidente do Comércio da ACI

N

este mês conheceremos a trajetória do vice-presidente do comércio João Scarpa. Ele começou sua carreira em 1987 em uma loja de produtos agropecuários. Já nos anos 90 iniciou a venda também no atacado, em São José, passando depois para Jacareí e Caçapava através desta própria empresa de varejo. Hoje trabalha com 3 empresas e se dedica também à Associação Comercial. Como você avalia as transformações ocorridas na ACI ao longo dos anos? A entidade vem se modernizando, buscando serviços que sejam do interesse de todos os empresários. Vejo hoje uma preocupação por atividades desenvolvidas pela ACI que sejam realmente o que o empresário busca numa associação, que deve se preocupar com o interesse coletivo de sua classe. Nesta nova gestão (2011/2013) você assumiu o cargo de vice-presidente do Comércio. Quais suas perspectivas? Gosto muito da palavra ‘associação’ e acho que ela sempre deve ser lembrada nos nossos trabalhos. Sinto este espírito nessa nossa diretoria e assim acredito que conseguiremos desenvolver atividades, mesmo junto aos governos municipal, estadual e federal, que trarão benefícios a todo comércio. Qual trabalho você está desenvolvendo atualmente para a ACI? Estamos analisando a viabilidade de uma feira que possa servir a nosso

“A entidade vem se modernizando, buscando serviços que sejam do interesse de todos os empresários”

comércio como ponto de liquidação de estoque, trazendo assim o capital novamente ao caixa do lojista após datas comemorativas. Temos trabalhado também as pesquisas, sua analise e sugestões, pois tenho certeza, a informação é um ponto muito importante para tomada de decisões de nossos lojistas. Em breve teremos novidades. Aproveitando a pesquisa e apoiando o marketing vamos tentar criar materiais padronizados para que nossos associados já possam comprar prontos banners, cartazes, e outros produtos que farão a decoração e estimularão o consumidor a entrar nas lojas, principalmente em datas comemorativas. O que os associados podem esperar para os próximos meses?

Os associados podem esperar muito trabalho e acredito que o setor de pesquisas e materiais de ponto de venda estarão prontos. Mas o principal, esta palavra ‘esperar’ não cai bem. Somos uma associação, os empresários devem participar e principalmente sugerir. Tenho certeza que o crescimento de São José esteve sempre apoiado no empreendedorismo de nossos empresários e destas cabeças devem sair as ideias que vão trazer benefícios para toda classe. Deixe um recado para os associados que ajudam a fortalecer a entidade mais antiga da cidade. A ACI esta de portas abertas sempre precisando de opiniões e sugestões. Participem. Juntos, nossas reivindicações têm muito mais força.

Se você ainda não assina O VALE, tá na hora de acordar.

ABRA OS OLHOS. JÁ TEM GENTE economize LEVANDO VANTAGEM. 45%

IMPRESSO ENTREGUE EM CASA

sobre o exemplar avulso

+

CONTEÚDO DIGITAL ILIMITADO

Assinatura Semestral Assinatura Anual

Ligue agora:

+

NOVO VCARD o cartão de vantagens do assinante

4X de R$ 50,00 no cartão de crédito 10X de R$ 40,00 no cartão de crédito

0800 770 3909

Assine e ganhe um relógio


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Outubro 2011 | PG 09

Golpe do boleto Não caia no golpe do boleto!

F

requentemente a ACI de São José dos Campos realiza uma campanha de conscientização para evitar que os empresários de nossa cidade caiam numa antiga armadilha, o golpe do boleto. Funciona da seguinte forma: o empresário recebe o boleto bancário em nome de alguma entidade da qual não faz parte e, na dúvida se deve pagar ou não, acaba arcando com uma mensalidade sobre serviços que não utiliza. Essas associações normalmente têm sede na grande São Paulo e não prestam atendimento aos empresários, nem possuem qualquer benefício concreto para quem paga as mensalidades. Segundo o setor jurídico da ACI, ao receber o boleto o empresário deve observar qual nome consta no campo ‘Cedente’. Se for alguma entidade não conhecida ou que a empresa não faz parte, o boleto não deve ser pago. “Se você não assinou nenhum contrato com outra associação não deverá efetuar nenhum pagamento. Se o título for pago é quase impossível conseguir a restituição,

tendo em vista que na maioria das vezes são empresas fantasmas”, afirma a advogada Renata Mendes. Outra dica importante é saber que o cartório de protesto não telefona para as pessoas solicitando o pagamento até as 16 horas por meio de depósito em conta. Esse é outro tipo de golpe!

Alerta – A empresária Cecília Tripician, da Aussel Planos Funerários, foi uma das pessoas que procurou recentemente a ACI para denunciar o golpe. “Abri um novo CNPJ e logo em seguida recebi o boleto falso como se fosse algum imposto ou documento do governo”, diz ela. Cecília conta que ligou para o cedente do boleto, a Associação Comercial e Empresarial de São Paulo, e estranhou o fato da empresa finalizar o expediente às 16 horas e ainda não saber informar que tipos de serviços são oferecidos. “Foi quando decidi procurar a ACI de São José e descobri que o boleto de quase R$ 500 é falso. Agora tenho obrigação de avisar todos os empresários para que não caiam nessa armadilha”, completa a empresária.


PG 10| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI |Outubro 2011

Parceria Tríade e ACI

Divulgação

A parceria mapeou as atividades dos funcionários da associação

A

empresa Tríade Soluções em RH esteve mapeando desde o início do mês de junho todos os setores da ACI para conhecer a estrutura organizacional da entidade. O objetivo desta consultoria em RH foi estudar a fundo as atividades de cada funcionário, visando gerar melhorias nos cargos e consequentemente aprimorar o trabalho na associação. “O trabalho que realizamos na ACI é o início de um processo que possibilitará uma melhor compreensão por parte da gerência e diretoria

das atividades desempenhadas pelos colaboradores, dos relacionamentos existentes entre elas, mas principalmente, da estrutura necessária para melhorar as condições de trabalho de todos, o que certamente irá refletir no atendimento ao associado”, disse Paulo Takayama, diretor da Tríade. Aqueles que desejarem conhecer melhor sua equipe de trabalho podem solicitar a consultoria em RH para sua organização. Os associados da ACI possuem descontos exclusivos. Mais informações pelo telefone (12) 3904-4000.


Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Outubro 2011 | PG 11

Espaço Gastronômico

Bom atendimento e qualidade de produtos são os diferenciais do

Fã de Pizza

A

grande mania paulistana está se estendendo no Vale do Paraíba, e os fãs da deliciosa e tradicional ‘Pizza’ contam com mais uma opção de pizzaria para apreciarem em São José. A ideia de montar o Fã de Pizza surgiu através de Milton Luís Takano que possuia um imóvel já adaptado para este tipo de mercado. “A princípio tinha o desejo de abrir uma cozinha industrial, mas fui orientado pela engenheira de alimentos, Ana Paula Zanini a me especializar no ramo de pizzas. Convidei o Denis Pereira para gerenciar o negócio e assim o sonho aconteceu”, contou Takano.

“Nossa massa é fina, os ingredientes são de primeira qualidade e nossos funcionários são orientados em prestar o melhor atendimento possível”

Os comerciantes, sob a orientação da engenheira, fizeram diversos cursos, treinamentos, estudos de mercado e buscaram também o apoio do Sebrae.

Pizza de Camarão e Bacalhau

“Temos muitos diferenciais, nossa massa é fina, os ingredientes são de primeira qualidade, nossos funcionários são orientados em prestar o melhor atendimento possível, sempre para satisfazer e agradar todos os nossos clientes”, ressaltou Oliveira. Hoje a ‘Fã de Pizza’ conta com 7 funcionários e mantém um processo na fabricação das suas pizzas. Todos os ingredientes são pesados e a mesma quantidade é depositada em cada pizza feita. “Não realizamos grandes compras, queremos tudo fresquinho. Os ingredientes da nossa pizza de cogumelos são de um produtor aqui da região, de São Francisco Xavier”, disse Oliveira. As novidades da casa são as pizzas com sabores especiais como: Cogumelos, Camarão e Salmão. Porém os sabores tradicionais como Frango com Catupiry, Marguerita e Banana são as mais pedidas. Outro grande destaque é a pizza quadradinha, com apenas 4 pedaços. “Ideal para uma pessoa solteira”, falou Takano. Os amantes da deliciosa pizza não podem deixar de experimentar as variedades de sabores e tamanhos. Conheça e seja também um Fã de Pizza. Serviço de terça a domingo das 18h às 0h na avenida Heitor Villa Lobos, 1564 no Jardim Renata. Delivery (12) 3923-1854

Denis Pereira, gerente, Milton Takano, proprietário e seus pizzaiolos

Pizza de Camarão e Bacalhau Ingredientes Massa especial Fã de Pizza (ou a vendida em supermercados) Molho de tomate fresco Catupiry original Bacalhau ao alho Camarão ao alho Ovo cozido, rodelas de pimentão verde, vermelho e amarelo, azeitonas pretas e um toque de carinho Modo de Preparo Ao redor da massa colocar o catupiry, como uma borda e posteriormente o molho de tomate. De um lado da pizza acrescentar camarões, previamente cozido, e do outro o bacalhau em lascas, também já refogado. Levar ao forno até dourar. Para decorar acrescentar rodelas de pimentão, azeitonas e ovo cozido.


PG 12| Associação Comercial e Industrial de São José dos Campos | InfoACI | Outubro 2011

Parcerias

Espaço Jurídico Empresa individual limitada

Onda Ti

Descontos de100% sobre consultoria de diagnóstico de rede e infraestrutura, 20% sobre cabeamento estruturado e serviços de suporte técnico. Mais informações: SJC: (12) 3302-4700 SP: (11) 4063-4703

Academia Ax Trainer

Academia de musculação e personal trainer concede descontos de 20% nos horários das 06h às 17h horas. Informações - (12) 4141-2496

Maxwell Language Institute

Escola de idiomas com ênfase na conversação. São turmas de no máximo 5 alunos com professores experientes e nativos. Oferece 15% de desconto. Informações (12) 3933-1657

Dança Val Garcia

Oferece aulas de danças de salão (forró, samba, bolero, soltinho e outros ritmos). Disponibiliza ao associados isenção da matrícula e 10% desconto nas mensalidades. Contato: (12) 3941-6060 ou 3021-4368

Agenda OUTUBRO CURSO Criando Apresentações Power Point de Sucesso do Design ao Conteúdo Data: 24 e 25/10/2011 Horário: 19h às 22h Associado: R$ 190,00 Não Associado: R$ 250,00 Palestrante Rodolfo Dantas – Ateliê de Letras Sérgio Peixoto – Design Inteligente CURSO Manual para Gestor de Eventos Empresariais Data: 25/10/2011 Horário: 09h às 18h Data: 26/10/2011 Horário: 09h às 14h Associado: R$ 198,00

Não Associado: R$ 230,00 Palestrante: Andrea Santinho – Blue Marine CURSO Técnicas de Vendas: Construindo Relacionamento com o Cliente e Superando seus Resultados Data: 26 e 27/10/2011 Horário: 19h às 22h Associado: R$ 90,00 Não Associado: R$ 120,00 Palestrante Solange Nunes – Ponto de Referência

Faça sua inscrição pelo telefone Tel.: (12) 3904-4015, eventos@acisjc.com.br e pelo site: www.acisjc.com.br

O

Diário Oficial da União de 12/7 publicou a sanção da Lei 12.441/11, que cria a empresa individual de responsabilidade limitada. A nova modalidade permite que empreendedores individuais tenham as mesmas proteções que as sociedades por cotas de responsabilidade limitada, ou seja, a empresa responde por dívidas apenas com seu patrimônio e não com os bens dos sócios. O capital social mínimo para as empresas individuais é de 100 salários mínimos, o que hoje equivale a R$ 54,5 mil. A norma entra em vigor somente a partir de janeiro do próximo ano, 2012. A nova legislação acaba com a obrigatoriedade da pluralidade de sócios para que haja a responsabilidade limitada ao valor das quotas sociais. Acaba também com a figura do “laranja-amigo”, ou seja, aquela pessoa que empresta o nome, mas tem participação ínfima no capital social. No entanto, a empresa individual de responsabilidade limitada também estará sujeita à desconsideração da personalidade jurídica. Isto é, em determinadas situações o patrimônio do empresário poderá ser atingido nas hipóteses que a lei permite. Apesar de algumas dúvidas da nova lei, é induvidoso que ela terá muitos adeptos, com destaque, principalmente, aqueles empresários que atuam de forma informal e sem a proteção conferida pela separação patrimonial e aqueles empresários que participam de sociedades limitadas pela mera obrigação legal da pluralidade de sócios para que haja segregação patrimonial. Vamos esperar e conferir! Fonte: Conjur

Adem Bafti Advogado


Info ACI - Edição 52