Issuu on Google+

Diario de Pernambuco - PE 19/11/2012 - 07:44

Folha de Pernambuco - PE 19/11/2012 - 07:11 Política Democratas lembram acordo com tucanos Para Maviael Cavalcanti, que confirmou a existência do acordo, o maior problema da oposição é a falta de articulação por parte de seus integrantes Mirella Araújo A tentativa do deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) de emplacar seu nome para a liderança da bancada oposicionista da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), hoje ocupada pelo correligionário Antônio Moraes, poderá gerar conflito não só entre o tucanato, já que o partido tem relação amistosa com o PSB do governador Eduardo Campos, e o deputado é considerado o mais crítico à gestão socialista. Além do crivo dos colegas de partido, Daniel enfrentará outro problema: a possível quebra do acordo, firmado no primeiro biênio, entre o PSDB e DEM de que, nos próximos dois anos, a bancada seria liderada por Tony Gel (DEM). Para Maviael Cavalcanti, que confirmou a existência do acordo, o maior problema da oposição é a falta de articulação por parte de seus integrantes. O democrata espera que, com a chegada da ex-deputada Terezinha Nunes e Eduardo Porto, ambos do PSDB, “haja uma recomposição do partido e consequentemente do bloco”. Cauteloso, Tony Gel afirmou que toda essa discussão é prematura, mas que irá procurar Maviael para tratar do tema. “Nós temos tempo para debater sobre isso, agora que só temos eu e Maviael, já que Gustavo Negromonte (PMDB) não integra mais a oposição”, limitou-se a dizer. Se por um lado a escolha por Daniel Coelho poderia gerar dor de cabeça para o PSDB, caso ele mantenha o perfil de “crítico ferrenho” à administração de Eduardo Campos, por outro viés se o acordo for mantido, a liderança de Tony Gel, ao que tudo indica será mais branda. Sem um punho forte, o enfraquecimento da oposição seria inevitável, já que a bancada conta com a desvantagem numérica de possuir, formalmente, apenas oito representantes contra 41 da bancada governista. Quanto a esse questionamento, o democrata desconversa e deixa claro que o fato de apoiar Eduardo Campos, se sua candidatura à Presidência do País for oficializada em 2014, nada tem a ver com sua atuação na Assembleia. “Infelizmente, para se discutir a conjuntura política, nós temos que separar o nacional do estadual e do municipal. Por enquanto, não estou trabalhando nessa indicação, até porque tem parlamentares saindo, outros chegando. Ainda é muito cedo para qualquer posicionamento”, disse Tony Gel.


Folha de Pernambuco - PE 19/11/2012 - 07:36 Colunas Folha Sertão Crise por todos os lados! Carlos Britto Nem mesmo o interventor de Araripina, tenente-coronel Adalberto Freitas, está conseguindo colocar a cidade em ordem. Por lá, a novela de idas e vindas, na cadeira do Executivo, é um capítulo à parte, no caos que parece ter se instalado definitivamente na administração local. O prefeito eleito Alexandre Arraes (PSB) que se prepare, porque a tarefa que terá pela frente pode ser bastante desafiadora. Depois de enfrentar as cobranças da população e ter sido convocado pela Câmara de Vereadores para prestar esclarecimentos sobre a administração, Adalberto terá mais um obstáculo pela frente. Recentemente, ele admitiu que ainda não sabe se terá verba suficiente para pagar o 13° salário dos servidores. Para piorar ainda mais a situação, os médicos do PSF ameaçam entrar em greve hoje por conta de atraso salarial. A notícia deixou muita gente em polvorosa e logo despertou o desespero em muitos funcionários públicos, que já planejavam o futuro do dinheiro. E se a situação já parecia ruim, com essa notícia a avaliação de Freitas pode cair ainda mais entre a população. A partir de agora, ele terá que se esforçar para garantir, que ao menos a ceia dos servidores, possa ser farta. NINJA DESASTRADO - Uma tática de campanha bastante ousada custou caro ao ex-candidato a prefeito de Ibimirim, Sílvio Eraldo (PR). Ele utilizou um helicóptero no dia da eleição para lançar santinhos pela cidade, mas a justiça considerou o ato como boca de urna. Resultado: o juiz Marcos Garcez Meneses cassou os direitos políticos de Sílvio e de seu vice, Genivaldo Odilon (PSDB), tornando-os inelegíveis por oito anos. Vai ou não? A população de Santa Maria da Boa Vista vive momentos de angústia. Reeleito com mais de 3.500 votos de frente em relação ao segundo colocado, José Gualberto (PMDB), o prefeito Jetro Gomes (PSB) segue ameaçado de não ser diplomado, ficando impedido de tomar posse. Uma decisão do TSE indeferiu o registro do socialista, que agora espera do pleno do Tribunal a decisão sobre seu futuro político. Reconhecimento No próximo dia 29, o prefeito de Arcoverde, Zeca Cavalcanti, participará da entrega do 3º Selo Unicef. O Selo é um reconhecimento internacional pelos esforços em diminuir a mortalidade infantil. Agora vai O deputado Manoel Santos fez duras críticas à administração do prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro. Santos condenou Evandro por não utilizar verbas que teriam ficado disponíveis durante dois anos. Segundo ele, agora o PT terá que fazer “a máquina rodar”. Tabira 1 A equipe de transição do prefeito eleito de Tabira, Sebastião Dias (PTB), denunciou o desaparecimento de dois veículos que foram expostos durante a festa de emancipação política. Segundo as denúncias, até hoje, ninguém soube informar o paradeiro dos veículos. Curtas TABIRA 2 - Sebastião Dias (PTB), prefeito eleito de Tabira, já se ambienta com os corredores da política. Esteve em Brasília onde se reuniu com os senadores Jarbas Vasconcelos (PMDB), Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro Neto (PTB). INVESTIMENTO - O prefeito de Ingazeira, Luciano Torres, está aliviado com o lançamento do edital para construção de uma grande barragem na cidade. A obra vai atender Ingazeira, Tuparetama, São José do Egito e Tabira. CAOS - A crise na saúde de Petrolina parece estar apenas no começo. Além do Samu, a Prefeitura informou que a Unidade Móvel de Atendimento Médico da Secretaria de Saúde suspenderá os atendimentos. "Luciano deve montar o governo olhando para o conjunto de forças, para não ser mais um


burocrata" - Do deputado Manoel Santos (PT) sobre o futuro governo de Luciano Duque, em Serra Talhada

Folha de Pernambuco - PE 19/11/2012 - 07:10 Política Daniel: FHC não quer só antipetismo No encontro realizado no apartamento do cacique tucano, perguntou a Coelho se o governador Eduardo Campos (PSB) será mesmo candidato a presidente Ricardo Dantas Barreto Numa conversa a sós com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, ontem, em São Paulo, o deputado Daniel Coelho ouviu dele que o caminho do PSDB para 2014 está traçado, com o senador mineiro Aécio Neves como a única alternativa para concorrer ao Palácio do Planalto. Mas FHC disse que não basta apenas um nome. “Ele acha que o PSDB tem de ser um partido de tese, que discuta assuntos que sejam do interesse da sociedade, e não ser apenas antipetista. Sobre Aécio, o ex-presidente admitiu que nenhum outro nome reúne tantos apoios”, contou Daniel, ainda na capital paulista. No encontro realizado no apartamento do cacique tucano, perguntou a Coelho se o governador Eduardo Campos (PSB) será mesmo candidato a presidente. “Respondi que não sei. Mas acho que o PSDB não deve vincular a candidatura própria a um apoio ou não do PSB”, assinalou o deputado. O avanço da sigla no Nordeste também foi ressaltado por FHC e, segundo Daniel, o ex-presidente lamentou a derrota de José Serra na disputa pela prefeitura de São Paulo. “Fernando Henrique sentiu a derrota, mas disse que tem que ir em frente”, revelou. Daniel Coelho admitiu que foi a primeira vez que conversou com Fernando Henrique Cardoso antes só havia participado de eventos em que ele estava presente. “Aproveitei para agradecer o apoio que me deu, na campanha para prefeito deste ano, inclusive o vídeo que gravou especificamente para o Recife”, contou o deputado, que também ouviu elogios à sua performance no pleito municipal.

Folha de Pernambuco - PE 19/11/2012 - 07:34 Colunas Folha Política Nada de Governo do Estado Renata Bezerra de Melo O governador Eduardo Campos já havia alertado que não pretendia estar mexendo e remexendo no seu secretariado para não alterar tanto a ordem das ações em andamento. Por conta disso, julgava improvável que o deputado federal Raul Henry viesse a fazer parte do seu primeiro escalão, considerando que o peemedebista teria que se desincompatibilizar para concorrer à eleição de 2014. Dito e feito. A despeito das muitas especulações surgidas depois que o PMDB de Jarbas Vasconcelos reatou a antiga aliança com o PSB, antes da campanha eleitoral de 2012, Raul Henry não vai mesmo ocupar um espaço no Governo do Estado. Caso isso ocorresse, pegaria a administração em seu sétimo ano com muito pouco tempo para que pudesse tocar qualquer projeto novo. No último dia 9, o governador empossou seus novos secretários - Fred Amâncio, até então, secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente de Suape, assumiu a pasta de Planejamento, antes ocupada por Alexandre Rebelo, que foi integrar o time de Geraldo Julio. E, para o lugar de Amâncio, foi escalado o presidente da AD Diper, Márcio Stefani. Eduardo e Henry não teriam chegado nem a conversar antes de Eduardo


fazer os anúncios, porque o assunto estaria mesmo fora de pauta tanto para um, quanto para o outro. Fica para PCR - Se no Estado um espaço foi cavado para o PMDB, na Prefeitura do Recife, o ingresso dos pemeedebistas parece ser mais natural. Considera-se que o prefeito eleito parte do zero e deve escalar seu grupo, contemplando aqueles que lhe apoiaram. E o PMDB fez o gesto de deixar a oposição e um projeto de candidatura própria para reforçar as fileiras de Geraldo Julio. Um pelo outro Em tempo de composição do secretariado do prefeito eleito, Geraldo Julio, há, entre os petistas, a expectativa de que Henrique Leite, eleito vereador, seja convocado a participar da gestão municipal. Isso abriria espaço para Eduardo Granja, ligado a João da Costa, que obteve 7.128 votos, mas ficou na suplência, assumir o mandato. Prejuízo, à vista, de R$ 160 milhões A estiagem, desta vez, se estendeu à Zona da Mata pernambucana, onde estão concentrados os canaviais. Segundo a Associação dos Fornecedores de Cana (PE), a seca deverá derrubar em 35% a safra dos fornecedores independentes, o que representa mais de 12 mil produtores. A perda financeira prevista é de R$ 160 milhões. O deputado Aluisio Lessa realiza amanhã, às 15h, um grande expediente, na Alepe, sobre o tema. Urna eletrônica A empresa pernambucana Bisaweb, que possui expertise no campo de eleições, será a responsável pelo pleito eletrônico que elegerá os novos dirigentes da OAB-PE. A votação ocorre, hoje, na seccional Pernambuco e em 24 subseccionais da entidade no estado. Na ocasião, a empresa usará o seu software de votação eletrônica. Impressões João Paulo convocou audiência pública para ouvir, na quinta, trabalhadores sobre o Projeto 4330/04, a respeito do contrato de prestação de serviço a terceiros e as relações de trabalho decorrentes. JP convidou o presidente da CUT, Vagner Freitas Moraes, e o procurador Geral do Trabalho, Luis Antônio Camargo de Melo. Curtas Agricultura... - O deputado federal e Secretário Nacional Agrário do PT, Elvino Bohn Gass, estará em Recife, hoje, para debater com membros do coletivo estadual sobre reforma agrária, agricultura familiar e o Código Florestal. ...em debate - O encontro será às 15h, na sede do PT estadual, e também tem como pauta a organização da secretaria e sua importância nas instâncias partidárias. Será recebido pelo Secretário Agrário do PT Pernambuco, Renato Carvalho. Solene - Por iniciativa do Deputado Zé Maurício, a Alepe realiza sessão solene, na quartafeira, às 18h, em homenagem aos 157 anos do Real Hospital Português. "Que tenha! Democracia é para isso!" - Do vereador do Recife e candidato à Mesa, Vicente André Gomes, ao ser indagado sobre a hipótese de a oposição pleitear a presidência.


Jornal do Commercio - PE 19/11/2012 - 07:14 Cidades Uchoa caminha para reeleição sem opositor Apesar das articulações do deputado Leonardo Dias, do PSB, recondução de Guilherme Uchoa (presidente) e João Fernando Coutinho (1º secretário) não enfrenta fortes resistências Manoel Guimarães Faltando duas semanas para a eleição da mesa diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), marcada para 3 de dezembro, os 49 deputados e presidentes dos 17 partidos presentes na Casa ainda fecham as últimas articulações para ocupação dos espaços de poder. A ideia é buscar um consenso, evitando possíveis bate-chapas pelo equilíbrio de forças. Para contemplar a todos, também serão discutidas as presidências das comissões temáticas, de modo que as legendas que ficarem de fora da mesa pelos critérios de proporcionalidade deverão presidir um dos colegiados da Alepe. Os cargos mais importantes da Casa tendem a não sofrer alterações. Assim, pelo quarto biênio consecutivo, Guilherme Uchoa (PDT) e João Fernando Coutinho (PSB) devem continuar, respectivamente, como presidente e primeiro secretário. O deputado Leonardo Dias (PSB) tem procurado se articular para ocupar a primeira secretaria, mas, em reserva, alguns deputados se dizem descrentes com a postulação de Dias. "Depois do desgaste pela aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reeleição, no ano passado, não tem como mudar os candidatos", ressalta um parlamentar. "Aquele episódio foi para garantir a reeleição de Uchoa e João Fernando. Não tem como mudar isso depois de todas as criticas que recebemos", completa outra fonte. Para os demais cargos, ainda há muitas indefinições. O PTB, que terá uma bancada de seis deputados, deverá ser mantido na primeira vice-presidência, hoje ocupada por Marcantônio Dourado. Há um documento do partido circulando pela Alepe defendendo o nome de Júlio Cavalcanti, mas Dourado ameaça bater chapa no dia da eleição para permanecer na mesa. Adversários no plano nacional, PT e PSDB podem ser forçados a um entendimento, já que ambos também possuem seis deputados. Os petistas, que hoje detém a segunda secretaria, com Sérgio Leite, pretendem indicar André Campos para a segunda vice-presidência, hoje ocupada pelo tucano Édson Vieira, que se elegeu prefeito de Santa Cruz do Capibaribe. O nome mais cotado do PSDB para a mesa é o de Claudiano Filho. A maior polêmica permanece entre terceira e quarta secretarias, atualmente ocupadas por Henrique Queiroz (PR) e Eriberto Medeiros (PTC). Isso porque o PSD possui quatro deputados, o dobro em relação aos demais, e alega, pelo critério da proporcionalidade, ter direito a um espaço na mesa. Eriberto, que deseja se manter no posto, alega que o PSD não existia em 2010, quando os deputados foram eleitos. O PSD deve se reunir esta semana para fechar um nome a oferecer. Mesmo sem saber para qual vaga, o PR já indicou Sebastião Oliveira.


Jornal do Commercio - PE 19/11/2012 - 07:07 Cidades Defensoria Pública recebe homenagem Defensora receberá as honrarias por causa de ações como "valorização e reconhecimento do defensor público Da Redação A Defensoria Pública de Pernambuco (DPPE) será homenageada hoje à noite em sessão solene da Assembléia Legislativa. A defensora-geral Marta Freire receberá a homenagem, solicitada pelo deputado Sílvio Costa Filho. De acordo com o parlamentar, a defensora receberá as honrarias por causa de ações como "valorização e reconhecimento do defensor público, luta por melhores condições salariais para a categoria, conquista da Carteira Nacional do Defensor Público e implementação de novas e modernas metodologias de atuação". Sílvio Costa Filho destacou, ainda, que a defensora sempre atuou com competência e dedicação ao povo mais humilde, em particular pelas ações proporcionadas pela Defensoria Pública. "É uma honra receber, em nome da Defensoria, homenagem da casa que representa a vontade do povo pernambucano (a Assembleia Legislativa). É o trabalho abnegado e dedicado de defensoras e defensores públicos que faz com que a DPPE tenha novas conquistas e possa planejar o futuro com a confiança de que trabalhamos em benefício dos mais carentes", declarou Marta Freire.

Jornal do Commercio - PE 19/11/2012 - 07:58 Colunas Dia a Dia Daniel grato Da Redação O deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) esteve ontem, em São Paulo,com Fernando Henrique Cardoso. Foiao apartamento de FHC, no bairro de Higienópolis, especialmente para agradecer o apoio que recebeu do ex-presidente durante a campanha para prefeito do Recife. Sem dúvida um gesto nobre. Nem todos fazem isso. en passant O prefeito eleito do Recife, Geraldo Júlio, esteve ontem com os filhos na Fliporto e foi muito assediado. Até parecia popstar dando autógrafos. O futuro gestor da cidade também assistiu à aula espetáculo do mestre Ariano Suassuna. O lançamento do pôster oficial do Recife como cidade-sede da Copa, domingo, será o 1º grande evento focado no público. O pôster será importante ferramenta de promoção e um produto muito especial para as todas as sedes. Mônica e Armando Monteiro, Tetê e Edson Moura comandaram mesa animada, ontem, no Antiquarius do Rio de Janeiro. A maioria do pessoal que foi para o sim de Marcus e Margareth ficou no Copacabana Palace, mas muitos preferiram a modernidade e o charme do Fasano. O médico Jorge Pinho entre as figuras festejadas no enlace de Marcus Ramos e Suzana Queiroz Galvão. A mulher Débora, como estava operando no Recife, não pôde comparecer. A cantora Paula Fernandes já pediu esteira para o seu camarim no Festeja, sexta e sábado, no Chevrolet Hall. Quer manter a forma. Enlace no Rio pernambucana seguiu para o Rio de Janeiro a fim de prestigiar o sim Suzana, filha de Margareth e Antonio Queiroz Galvão com Marcus, filho de Mariza e Marcus Ramos, sábado, na Igreja da Candelária. Aliás, a histórica catedral - que muitos conheceram naquele momento estava ainda mais imponente, com belos arranjos de carinho de mãe e orquídeas no altar. O décor foi de Mônica Guerra.


Na hora da bênção da aliança, chuva de pétalas de rosas ao som da Ave Maria de Schubert, entoada pela orquestra Ornamentus, que fez lindo concerto na cerimônia. A noiva, com modelo de renda Stella Fischer, entrou com a tradicional marcha nupcial. O badalado padre Jorjão, da paróquia de N. Sra. da Paz, de Ipanema, oficiou o enlace e fez emocionante relato da história de amor dos noivos. Após a cerimônia, ocorreu recepção em vários salões do Copacabana Palace. Embora a festa fosse no Rio, a noite pertencia a Pernambuco. Balanço Fliporto A Fliporto chegou ao fim ontem à noite com aula espetáculo de Ariano Suassuna. Os ingressos esgotaram-se de manhã. O evento bateu recorde de público: 85 mil pessoas. Antônio Campos divulgou o tema da próxima edição: A literatura é o jogo. Mia Couto foi uma das estrelas mais disputadas da feira. Passou mais de 3h autografando 400 livros. Jomard Muniz de Brito presenteou Antônio Cícero com exemplar do Livro Geral, de Carlos Pena Filho, para que o escritor conhecesse o poeta pernambucano. Ao fim da leitura do livro de Edney Silvestre, com Christiane Torloni, o público formou fila gigantesca para tentar falar com a atriz. Já no recital de Bethânia, várias mães de santo na plateia pediram, após a apresentação, autógrafo à cantora. Bethânia emocionou- se com a reação positiva do público. O escritor angolano José Eduardo revelou que adora Olinda e que vários dos seus livros foram inspirados em amigos que tem na cidade. O Maison Bonfim, em Olinda, foi o point dos artistas. Lucélia Santos, Edney Silvestre e Christiane Torloni sempre estavam por lá A banda Blitz cantou seus eternos sucessos e o DJ Kahl embalou os convidados. Neste salão de danças, a animação rolou até a madrugada. Entre os casais anotados: Marcelo Tavares de Melo, Carlo Eugênio Brennand, Eduardo Mendonça, Armando Monteiro Neto, Paulo Carneiro, Paulo Perez, Edson Moura, Sérgio Paranhos, Marcos Dubeux... E ainda, Cornélio Brennand, Eduardo Maciel, Gustavo Paes, Fausto Freitas, Pablo e Marcelo de Lucas Simón, Amadeu Barbosa, Alberto e Alvarito F. da Costa, Frederico Alencar, Saulo Moraes, Paulo Salles, Fausto Freitas... Entre as elegantes: Jaci Tavares de Melo (Teri Jon), Branca Brennand (joias enfartantes), Cláudia Brennand (Huis Clos), Ana Mendonça e Rejane Paranhos (Mabel Magalhães), Rosane Carneiro (Patricia Bonaldi), Sabrina Barbosa (Gloria Coelho), Gabriela Galvão (Lúcia Spessato) Tetê Moura (M&Guia) e Paula Carneiro (Lita Mortari). Lembre-se Beth Curra, figura de muitos amigos no mundo do décor, será muito festejada hoje, dia do seu niver. Também virando a folhinha: Sandra Witheaueuper, Nildo Nery, Murilo Cavalcanti, Antônio Carrilho, Belarmino Alcoforado, Regina Xavier, Hanna Costa, Carminha Lins, Sílvio Litvin, Teresinha Pinheiro, Eduardo Ferreira, Antônio Carlos Maciel, Geane Lacerda, Doris dos Santos e Alberto Magno Cavalcanti. O presidente do TRT/6ª, desembargador André Genn Barros, comanda a implantação do Sistema de Processo Judicial Eletrônico no Fórum Trabalhista de Jaboatão, hoje, às 11h. O jornalista global Edney Silvestre disse, durante o seu colóquio na Fliporto, que o livro Roliúde, do pernambucano Homero Fonseca, é um dos seus preferidos atualmente. O autor, que estava na plateia, foi super aplaudido. Os ingressos do show que o sambista gente boa Diogo Nogueira fará no dia 1º de dezembro, no Baile Perfumado, estão disputadíssimos. Os produtores precisaram improvisar outra área para camarotes já que as senhas do espaço reservado acabaram rapidinho.


Portal NE10 - PE 19/11/2012 - 09:35 Cidades Audiência em Petrolina vai discutir a implantação do programa Mais Irrigação Produtores, especialistas e autoridades da sociedade civil organizada foram convidados para participar da audiência Do NE10 Núcleo SJCC/Petrolina Está marcada para esta segunda-feira (19) em Petrolina, Sertão de Pernambuco, uma audiência pública que deve discutir a implantação do programa do Governo Federal Mais Irrigação no município. Promovido através da Comissão de Negócios Municipais da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o evento será na Câmara de Vereadores, às 10h. Produtores, especialistas e autoridades da sociedade civil organizada foram convidados para participar da audiência. “Nós queremos que a sociedade participe de todas as ações de implantação do Mais Irrigação em nossa região e que tome conhecimento de como será a sua chegada aqui para que não aconteça o que ocorreu com as famílias da região de Uruás, que venderam as terras com valores baixos para ter áreas irrigadas como retorno, mas ganharam outras áreas de sequeiro onde foi implantado o projeto Pontal Sul. Então como parte do Pontal Norte e do Canal do Sertão tem em seus caminhos cerca de 30 mil hectares localizados em comunidades da região de Rajada entre outras localidades da zona de sequeiro de Petrolina, é importante esclarecer e que o povo esteja perto deste debate para não ficar fora como aconteceu com os produtores de Uruás”, frisa o deputado estadual, Odacy Amorim(PT).

Diario de Pernambuco - PE 18/11/2012 - 08:29 Colunas Diario Político À moda antiga Marisa Gibson A renovação das bancadas nem sempre representa mudanças nas casas legislativas. A Assembleia Legislativa de Pernambuco é um bom exemplo. A permanência do deputado estadual Guilherme Uchoa (PDT) no comando da Casa por três mandatos consecutivos – seis anos – mostra bem o grau de acomodação, de subserviência e de temor das bancadas governistas e oposicionistas. Nem mesmo a modernidade do governador Eduardo Campos (PSB) serviu para oxigenar a Assembleia. Ao contrário, contribuiu para a permanência do que está aí. Com o apoio do governador, a Assembleia caminha para conceder o quarto mandato a Uchoa, tendo para isso aprovado uma emenda constitucional. Ou seja: os deputados preferiram alterar a Constituição a negar um desejo do governo. Agora, num arremedo de rebeldia, alguns deputados ameaçam disputar outros cargos da Mesa Diretora, começando pela 1ª secretaria, ocupada nos últimos seis anos pelo deputado João Fernando Coutinho (PSB), um posto cobiçado porque administra o orçamento da Casa. Vale ressaltar que eleições da Mesa Diretora sempre envolvem acordos que beneficiam grupos de deputados e não necessariamente o estado. Mas deixando de lado a eleição da Mesa Diretora, a Assembleia Legislativa, governista por vocação, é também um parlamento de poucos debates. Quando um deputado propõe qualquer coisa fora do roteiro oficial ou pega a liderança do governo desprevenida porque já está acostumada a ganhar fácil ou vem o chamado rolo compressor. Nesta segunda-feira, por exemplo, retorna à pauta de votação o projeto do Executivo solicitando autorização para contrair empréstimo (US$ 550 milhões) ao Banco Mundial, que


deixou de ser votado na semana passada, porque o deputado Daniel Coelho (PSDB) pediu verificação de quorum e não havia deputados suficientes. Surpreso, o líder do governo Waldemar Borges (PSB) argumentou ter sido um movimento regimental a que Daniel tinha direito, “mas é algo que amesquinha a relação, porque a gente nunca fez esse tipo de conta miúda para obstacular nada dele.” Tudo bem, mas conta miúda é deixar passar, por conveniência, qualquer questão referente a projetos em votação. Comando peemedebista Até a próxima sexta-feira, o PMDB conclui em todo o país a eleição das novas executivas municipais. As estaduais ficaram a critério de cada executiva. A de Pernambuco será no dia 20 de dezembro, e o presidente Dorany Sampaio continua à disposição do partido para ser reeleito ou não. Como se sabe, há um movimento para que Dorany deixe o comando estadual do partido, mas ninguém assume tal articulação. Conversa com Jarbas Os próximos dias devem ser, portanto, de muita conversa de pé de ouvido entre os peemedebistas, incluindo o senador Jarbas Vasconcelos, muito amigo de Dorany, e que deve retornar de uma visita à China no próximo dia 26. Ousadia e história O bloco da renovação peemedebista defende que o comando estadual do partido deve ficar com alguém com mandato e que tenha mais ousadia. Dorany não tem mandato e se lhe falta ousadia, lhe sobra história dentro do partido. E esta é a questão. PMDB e PT Destacando que é mais ligado ao PMDB nacional, presidido pelo senador Waldir Raupp (RO), o prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), afirma que no plano estadual prefere permanecer como um observador. Quer ver qual o rumo do partido após a aliança com o governador Eduardo Campos. Como gestor, Lóssio tem procurado uma aproximação com o PT local o que facilitará bastante sua relação com o governo federal. Pois é, quem sabe se o prefeito não terá petistas na sua equipe?

Folha de Pernambuco - PE 18/11/2012 - 08:16 Política Adversários com propostas semelhantes É o caso, por exemplo, da discussão sobre o reajuste dos salários dos vereadores do Recife, no ano passado, e a tentativa de acabar com o benefício do “auxílio paletó” recebido pelos parlamentares Amanda Seabra As chapas oponentes na eleição da OAB-PE deste ano, apesar de serem colocadas como situação (o grupo de Pedro Henrique) e oposição (o de Emerson Leônidas), na prática, trouxeram propostas semelhantes, especialmente no que se refere às ações voltadas para os advogados. Contudo, nos últimos anos, a OAB-PE vem ganhando maior destaque na sociedade por levantar a bandeira da moralidade, trazendo à tona temas polêmicos ligados à política. É o caso, por exemplo, da discussão sobre o reajuste dos salários dos vereadores do Recife, no ano passado, e a tentativa de acabar com o benefício do “auxílio paletó” recebido pelos parlamentares. Esse lado social é um dos pontos de conflito das chapas adversárias. O candidato da situação, Pedro Henrique, lembrou que a atual gestão tem uma aprovação de mais de 90% e que a sua postulação representa a continuidade desse projeto. “Eu represento a continuidade de uma gestão que reaproximou a OAB da sociedade e que implementou grandes avanços na entidade, tanto na parte de prestação de serviços como na de capacitação


profissional”, destacou. Segundo ele, sua chapa prega a continuidade com avanços. “Não vamos apenas continuar, vamos avançar diagnosticando os problemas e enfrentá-los”, revelou o postulante, acrescentando que a campanha também está servindo como prestação de contas para das ações da atual gestão. Para o candidato a presidente, Emerson Leônidas, a gestão atual, de Henrique Mariano, se preocupou somente com essas questões voltadas para a sociedade e se esqueceu da categoria, que segundo ele, tem muitas reivindicações. “Eles não prestam contas do que fazem com o dinheiro das nossas anuidades e as subseccionais estão completamente sucateadas. Minha proposta é unir a OAB, fazer com que a Ordem seja de todos os advogados de Pernambuco e não apenas dos que estão na Capital”, atacou Leônidas. Além das propostas, que no total somam 28, Emerson também assumiu compromissos com o eleitorado. “Estou comprometido em não usar o cargo de presidente da OAB para me candidatar a cargo político-partidário”, revelou o postulante em clara referência ao expresidente da Ordem, Jayme Asfora (PMDB), que já disputou duas eleições uma para deputado estadual (2010) e outra para vereador do Recife, este ano.

Folha de Pernambuco - PE 18/11/2012 - 08:27 Economia Lojas obrigadas a cumprir entrega Nova lei garante prazos de estabelecimentos com sede física no Estado Raquel Freitas Esperar um produto chegar para poder usá-lo é uma notícia que nem sempre agrada os consumidores. Os transtornos se estendem ainda mais quando o prazo de entrega não é cumprido pela loja. Este cenário tende a mudar nos próximos meses, pois o governador Eduardo Campos sancionou a Lei nº 14.823/2102, que obriga as lojas com sede física em Pernambuco a cumprirem o período de entrega dos produtos aos seus clientes. A lei, que foi publicada no Diário Oficial do Estado, também exige que os estabelecimentos comuniquem aos consumidores sobre o prazo e turno do recebimento da mercadoria - acordo fechado entre as partes durante o processo de compra. De acordo com o coordenador geral do Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon), José Rangel, esse direito é inerente a qualquer consumidor. “É fundamental que ele saiba o prazo de entrega. A lei é muito bemvinda, já que as empresas não fazem isso naturalmente”, afirma. O prazo para as lojas se adaptarem é de 60 dias. “Não acredito que eles já antecipem isso para as compras de fim de ano”, declara Rangel. A lei foi sugerida pelo deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB), que percebeu os entraves no dia a dia. “Decidi colocar esse tema em pauta porque percebi que isso era corriqueiro. Nos próximos momentos - quando as lojas se adaptarem à norma - iremos conversar com o Procon para que possamos traçar melhor a aplicabilidade da lei e, principalmente, para que a fiscalização seja efetivada”, explica o deputado. Dados do Procon revelam que de janeiro de 2012 até o início de novembro, mais de 1,5 mil reclamações foram feitas. Números superiores ao de 2011, quando registrou mais de 1,2 mil reclamações. A multa, de acordo com a lei, deve ser aplicada ao lojista nos casos em que o tempo determinado não for cumprido. Primeiro, o responsável receberá uma advertência e, havendo reincidência, a pena aplicada varia de R$ 1 mil a R$ 10 mil por cada descumprimento. A legislação é direcionada apenas às compras feitas presencialmente, não incluindo as que são feitas pela internet. Para a diretora da Associação de Defesa da Cidadania e do Consumidor (Adeccon), Rosana Grinberg, as empresas já deveriam estar adequadas à regra, uma vez que é exigência do Código do Consumidor. “Agora que existe a lei, os direitos deverão ser reforçados. O Estado pode legislar em defesa do consumidor, mas a fiscalização cabe aos órgãos públicos. A partir disso, as empresas deverão cumprir o que diz a lei, caso contrário, os consumidores recorrerão ao Procon”, comenta Rosana.


Jornal do Commercio - PE 18/11/2012 - 08:18 Política Cinco vereadoras, muita tensão Na pequena Camocim de São Félix, os homens já estão acostumados: as mulheres vereadoras têm força e vivem em "pé de guerra" Bruna Serra A batida do salto da sapatilha de oncinha é sinal de alerta para os funcionários do antigo prédio da Câmara de Vereadores de Camocim de São Félix, no Agreste pernambucano. Mônica de Jacó tem 33 anos, cabelos longos, unhas curtas e preside há quatro anos a Casa Pedro Bezerra da Silva sem dar moleza aos colegas. Especialmente às colegas. Ela integra a bancada de cinco mulheres que a partir de janeiro dividirá o Poder Legislativo com seis homens na pequena cidade de 15 mil habitantes. Juntas, elas poderiam formar uma liga de fazer correr em disparada qualquer prefeito que lhes desse trabalho. Não é o caso. Levando a sério o clichê que diz que mulheres brigam muito, vivem em pé de guerra. Evitam se falar pelo telefone e a convivência - entre as que já exercem mandato - se restringe exclusivamente ao plenário, nas segundas e quintas-feiras, às 19h. "Não tenho relação com as vereadoras de oposição fora da Câmara. Minhas amigas não são", reforça Mônica, que é filiada ao PR, atestando que o acirramento da política no interior não é brincadeira. Seu braço direito no comando do Legislativo é Maria de Lourdes Bezerra da Silva, do PDT, conhecida carinhosamente como Lurdinha. Irmã do atual prefeito, José Giovane Bezerra (PTB), Lurdinha não teve dificuldades para ocupar o segundo cargo mais importante na hierarquia das câmaras municipais, o de primeira-secretária. Lurdinha era conselheira tutelar quando se elegeu pela primeira vez, em 1996. Com cinco filhos e seis netos, estudou até o segundo grau e nunca morou em outra cidade. Tem cabelos pintados em tons de cobre e a pele branca. Nos pés, usa uma sandália plataforma para percorrer a cidade ouvindo seu eleitorado. "A maioria é urbano. Não tenho votos na zona rural", confidenciou. Reeleito pelo PTB, o vereador Biíça trabalha diariamente com o mulherio e garante que o acirramento entre elas é normal. "A gente já se acostumou". Sentado na mesa da presidência, Biíça deu um salto da cadeira quando viu Mônica apontar na entrada da sala de sessões. "Estava só falando coisa boa da senhora, viu presidente?", disse, ligeiramente constrangido. Vereadora mais votada este ano, Maílde de Teté (PRB) não fala com Mônica e nem com Lurdinha. E não é folclore. "A gente marca uma reportagem para as vereadoras aparecerem e ela nem se dá o trabalho de ligar pra dizer que não vem", resmunga a presidente da Câmara, antes de pedir à sua secretária que entre em contato com a colega desaparecida. A partir de 2013, Mônica e Lurdinha serão de oposição e Maílde, esposa do prefeito eleito Ulisses de Teté (PTB), estará na bancada de situação com mais duas colegas. A relação, certamente, não será das melhores. Ivanize Fonseca (PTB), eleita este ano para cumprir o primeiro mandato a partir de janeiro, se recusa desde já a conviver com as futuras colegas. Ela não aceitou posar na foto que ilustra esta reportagem. "Fica muito ruim para mim perante o meu grupo político aparecer junto com as vereadoras que vão fazer oposição", ponderou, por telefone. Última do grupo, Marlene (PTB) já foi vereadora, mas ficou ausente da Câmara por quatro anos. Eleita agora, tem retorno garantido em 2013. Ciente de que sua condição de oposicionista não lhe renderá um novo mandato na presidência da Câmara, Mônica pretende intensificar o que chama de "trabalho social". Em virtude de uma gravidez complicada, perdeu votos em relação à disputa anterior (2008). Conta que com a ajuda do presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa (PDT), e do deputado federal Inocêncio Oliveira (PR) - seus padrinhos políticos - promove festas em Camocim, onde há distribuição de brindes e até sorteio de fogões e geladeiras. "Não tenho nenhuma dúvida de que esse meu trabalho mais voltado para o social é que garante a minha eleição. Na Páscoa, por exemplo, a Prefeitura dá o peixe e eu dou o coco. No Dia das Crianças, alugo um parque e faço sorteio de brindes", conta. Mônica obteve 546 votos este ano, contra 902 da eleição anterior. Entrou na política porque o pai, José Jacó da Cunha, que foi vice- prefeito pelo antigo PFL, estava "impedido" de disputar a eleição. Seus três irmãos, todos homens, nunca se interessaram pela carreira política. Lurdinha também vem de uma família de políticos. Seu tio, Pedro Bodoc, foi prefeito e vereador em Camocim. Seu irmão se reelegeu com folga para o segundo mandato e a função de conselheira deu o empurrãozinho que faltava.


Jornal do Commercio - PE 18/11/2012 - 08:19 Colunas Pinga-fogo CPMI desperdiçada Da Redação O início foi arrebatador. Donos de empreiteiras e altos executivos presos e investigados, governadores do PSDB, PT e PMDB jogados contra as cordas, parlamentares dispostos a virar pelo avesso a relação do governo com grandes empresários. Aí veio o julgamento mensalão, as eleições municipais e a CPMI de Cachoeira virou um adorno, quase esquecida no Congresso Nacional. É tanto que a entrega do seu relatório, prevista para a próxima terça-feira, não vem acompanhada da expectativa que se tinha no início dos seus trabalhos, até pelos indicativos de que ele não será tão contundente quanto se esperava. Integrante da comissão, o deputado Sílvio Costa (PTB) é um descrente quanto às conclusões que sairá do relatório do colega Odair Cunha (PT-MG). "A CPMI foi extremamente contaminada pela politização", avalia. O problema, segundo o petebista, é que em determinado ponto a CPMI deixou de se prestar para investigações naquilo que realmente seria seu foco para servir aos anseios individuais de seus integrantes. O marco dessa mudança, aponta ele, foi a negativa para estendê-la por mais seis meses, votada em setembro. "(O senador Fernando) Collor (PTB-AL) estava na CPI para se vingar da Veja e atingir do Ministério Público, o PSDB, para constranger o PT, e o PT para revidar os ataques do PSDB. Resultado, ficamos nas questões rasteiras", relata ele. Tudo caminha para um final melancólico de um grande instrumento que serviria para expor nuances da vida institucional brasileira. Sem saudades A política definitivamente não figura mais no horizonte do ex-deputado Maurício Rands. Ele está morando em Amsterdã, na Holanda, e vive na ponte aérea entre a Europa e a República do Chade, na África Central, trabalhando como advogado de uma empresa multinacional. O País africano recebeu vultosos investimentos para exploração de petróleo e seus derivados. A Copa chegou A Assembleia recebeu projeto do Executivo, em caráter de urgência, sobre as normas para comercialização de ingressos e produtos na Arena Pernambuco durante a Copa das Confederações e o Mundial de 2014. O projeto prevê Suspensão até dezembro de 2014 das normas que proíbem venda de bebidas alcoólicas no estádio e que garantem gratuidades, meia-entrada e ingressos preferenciais. O Estado ainda pode decretar feriado em dia de jogo. No Recife, OAB colocará vans à disposição... ...dos advogados amanhã, dia da sua eleição. Elas saem de manhã da Sudene e, à tarde, do Fórum do Recife, e vão ao local de votação. Defensora pública geral do Estado Marta Brito Alves Freire será homenageada com reunião solene na Assembleia amanhã, às 18h. Proposta de Sílvio Costa Filho (PTB). Homenagem em Brasília Ex-governador, ex-prefeito e ex-deputado, Roberto Magalhães (DEM-foto) receberá a medalha


do mérito Legislativo na próxima quarta-feira (21), às 15h, no Salão Negro da Câmara dos Deputados. A comenda foi proposta pelo deputado Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), recém-eleito prefeito de Salvador, vitória que pode dar sobrevida ao partido sucessor do PFL. De olho no Legislativo Novo Código Penal caminha Mais de 350 emendas já foram apresentadas ao projeto do novo Código Penal no Senado, a maioria tratando do aborto. O relator, Pedro Taques (PDT-MT), promete o relatório para fevereiro. Único tema polêmico que ele comentou foi sobre diminuição na maioridade penal: não o vê como cláusula pétrea da Constituição.

Jornal do Commercio - PE 17/11/2012 - 10:52 Colunas Voz do leitor Rosa e Silva Luciano Gondim Torres Há mais de uma semana um esgoto está estourado na esquina da Rua Confederação do Equador com a Avenida Rosa e Silva, em frente ao Hospital dos Servidores. A fedentina é horrível. Com o acúmulo da água podre, os carros, quando passam com velocidade, jogam água nos transeuntes. Essa água já atravessou a avenida e acumula-se em frente ao hospital. Está cada dia mais explícito o abandono da cidade, com imundície, mau cheiro e buracos. Denize Souza deny2009@gmail.com De olho no interior Aqui do Litoral, acompanho a luta da leitora Carmem Ferraz cobrando das autoridades a recuperação da PE-360, entre Floresta e Ibimirim, bem como a distribuição de cisternas, encalhadas no Parque de Exposições de Floresta. São providências que amenizarão o sofrimento daquela gente. Cara leitora, sou oriundo do Sertão e sei o quanto esse povo sofre. As péssimas condições das estradas refletem a inoperância do governo. Vandoci Dantas vandoci@hotmail.com Lixo em Jaboatão Depois que o prefeito Elias Gomes foi reeleito, em Jaboatão dos Guararapes, a coleta de lixo parou de ser feita. Moro na Rua Severino José de Paula, em Piedade, e aqui, em vez dos garis, o que se veem são ratazanas tomando conta do local. Atrás da minha casa, há uma churrascaria e às vezes o caminhão do lixo passa apenas lá, até duas vezes ao dia, enquanto as casas estão lotadas de sujeita nas calçadas. Estou indignada em ter dado meu voto a ele, já me arrependi. Joriolanda Oliveira, por telefone Recife Consórcio Gostaria de uma informação do Grande Recife Consórcio. Na carta circular DP nº 010/2011, informa-se que seria repassado para as escolas R$ 0,35 por carteira de estudante confeccionada pelas unidades de ensino, valor que seria pago em outubro de 2012 de uma única vez. Até agora, não temos nenhuma informação do referido consórcio. Nós das escolas


queremos uma informação, já que o GRC não dá uma data para repassar o valor. Leonardo Rocha drecifepe@hotmail.com Dependência Gostei muito da reportagem sobre a luta espontânea contra o vício, principalmente os relatos dos dependentes em recuperação, que começaram usando bebidas alcoólicas. É uma realidade que família, sociedade e autoridades não dão a merecida atenção. O álcool está, no momento, em um crescimento absurdo, acabando com a saúde física, mental e espiritual do bebedor, sem falar nos problemas familiares, no trabalho, etc. Noemia Cintra noemiacintra@hotmail.com Denúncia Ruas de Floresta estão cheias de lixo e esgoto a céu aberto É lamentável que, em Floresta, no interior do Estado, o lixo impere, por todos os lados. É uma pena mesmo! Até quando? O povo merece respeito! Carmem Ferraz carmem465@yahoo.com.br Frase "É lamentável que o cidadão brasileiro tenha de sofrer as consequências do péssimo serviço de alguns planos de saúde, como se não bastassem os elevados tributos pago ao Estado brasileiro. O paciente do Plano de Saúde está marcando médico com prazo de dois meses para a consulta. Isso é um absurdo. A ANS deveria cobrar mais eficiência dos planos. Bartolomeu Felix de Morais bartolomeumorais@ig.com.br Gravatá Ratifico as palavras do leitor Ricardo Carvalheira, publicadas no dia 13. Solicito que seja enfatizado mais uma vez este assunto, já que as autoridades competentes estão de braços cruzados. Gravatá está entregue aos bandidos! Stelio Queiroz steliotq@hotmail.com Sujeira Candidato a vereador não dá exemplo O candidato a vereador do Recife Eugênio Prazeres emporcalhou a Avenida Maurício de Nassau com cartazes colados. Se esse senhor não tem zelo pela cidade nem como candidato, imagine se eleito? No entanto, ainda é tempo de remediar, bem que o candidato poderia mandar limpar a sujeira. Wlademir Moura wladmoura@hotmail.com Prazo de entrega Comprei uma geladeira e passou três dias para chegar. Com essa nova Lei n° 14.823, do deputado Júlio Cavalcanti, vou ficar mais tranquilo nas próximas compras, pois as lojas vão dizer a hora e o dia de chegada. André Medeiros dedeumedeiros@hotmail.com Pede-se providência


Esgoto estourado há meses em Boa Viagem A caixa de esgoto do Edifício Costa de la Luz, na Rua Professor Julio Ferreira de Melo, 489, em Boa Viagem, está estourada há mais de dois meses, causando transtornos no local. A Compesa já foi acionada várias vezes pelo 0800-081-0195 e pela ouvidoria sem que, até o momento, uma providência tenha sido tomada. Antônio José Soares seraosaj@gmail.com Julgamento político Baseada na dosimetria dada aos núcleos bancário e publicitário no julgamento do mensalão, chego à conclusão de que foi um julgamento político, sim. Parafraseando a ministra Rosa Weber, o que é mais grave: roubar os cofres públicos descaradamente ou fazer parte da distribuição do delito? Muito triste chegar ao final desse julgamento e perceber que roubar dinheiro público ainda vale a pena no Brasil. Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br Justiça Mensaleiros atrás das grades A condenação à prisão dos mensaleiros pelo STF, quebrando o paradigma da impunidade, já gerou frutos positivos, inclusive com o reconhecimento público, por parte do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, de que o sistema prisional brasileiro não funciona e, em vez de recuperar o apenado, ensina-lhe a ser expert no crime. Pode ser que agora os governos, federal e estadual, adotem ações concretas para evitar que as prisões virem depósitos e escolas de marginais e passem realmente a se dedicar à recuperação e reinserção do condenado à sociedade ou, a menos, lhes dê condições dignas e humanas de sobrevivência. Pelo menos para alguma coisa serviram as condenações dos ex-figurões da República.

Jornal do Commercio - PE 18/11/2012 - 08:26 Cidades Nos partidos, as doações ocultas No entanto, mais comum que grandes doações de empresas são as feitas por pessoas físicas Da Redação O redirecionamento de recursos das instâncias municipais, estaduais e nacionais dos partidos, além de seus comitês financeiros, aparecem quase como uma constante como os principais doadores dos candidatos a vereador. Essa estratégia, comum nas campanhas políticas, é possível ocultar o real doador. Só a direção nacional do PPS destinou R$ 410 mil para a campanha de Raul Jungmann. Na sequência, doações de empresas, pessoas físicas e o autofinanciamento dos candidatos seguem como as ouras fontes de recursos. O tipo de empresas mais recorrente entre as doadoras dos vereadores eleitos é ligada ao setor da construção civil. De empreiteiras a armazéns de material de construção. Mas também figuram doadores de todos os setores como bancos, concessionárias de transporte público e escritórios de advocacia. No entanto, mais comum que grandes doações de empresas são as feitas por pessoas físicas. Frequentemente os candidatos contam com o apoio financeiro de familiares e também transferem fundos pessoais para suas campanhas. Não são incomuns, então, doações de "João" para "João" nas prestações de contas. Além dos familiares, às vezes os candidatos ganham em empurrãozinho de outros políticos, como foi o caso Augusto Carreras (PV), que recebeu R$ 23 mil do deputado estadual Gustavo Negromonte (PMDB).


Jornal do Commercio - PE 18/11/2012 - 10:05 Colunas Dia a dia Cafusú étnico Da Redação O bloco I Love Cafusú dará uma repaginada no seu conceito em 2013. Cafusús e rariús deixam o tradicional print de oncinha para aderir ao tropicalismo étnico. Tudo comandando pela figurinista e diretora do bloco, Chris Garrido. Pragana brilha Pragana "levou um susto" ao ver a Casa Claudia deste mês. A capa da famosa revista de decoração estampa dois quadros do artista plástico pernambucano, em ambientações assinadas por Zezinho e Turíbio Santos. Coração bom O cardiologista Wilson Oliveira e Cláudio de Castro lançaram o livro Quando Fala o Coração, a mímica dos corações, com fotos e frases ótimas. Um ótimo mimo de Natal. A renda vai para a Associação de Chagas. lembre-se Norma Maranhão, receba os meus parabéns pela idade nova que está completando hoje. Também virando a folhinha: Paulo Coutinho, José Jorge, Geraldo Melo Filho, Erline Maranhão, Lúcio Azevedo, Leda Antunes, Ângela Simões, Ary Diniz, Mercês Santiago, Carolina Paes, Larissa Britto, Juliano Dubeux, Lizetinha de Paula, Adriana Zirpoli, Bruna Monteiro e Jorginho Peixoto. Marta Freire, defensora pública geral do Estado, recebe amanhã, às 18h, homenagem na Alepe. A proposição é do deputado Sílvio Costa Filho. Chegado recentemente de Nova Iorque, Paulinho Ferrer embarca amanhã rumo à China. Durante 15 dias irá conhecer as maravilhas de Pequim. Na volta, faz pit stop na Inglaterra, onde visitará alguns amigos e aproveitará para matar as saudades de Londres, cidade que ele residiu. O mundo médico comparece em peso ao Hospital Português amanhã, às 18h, para prestigiar o lançamento do livro do pneumologista Blancard Torres, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica Uma grave epidemia deste século. Caminhada no centro do Recife contra violência doméstica, sábado de manhã. A iniciativa é do grupo Projeto Raabe e contará com cerca de três mil pessoas vindas de todas as partes do Recife. Uma das principais participações é a do Ministério Público de Pernambuco. Certeza de trânsito engarrafado. Os 157 anos do Hospital Português serão lembrados quarta, às 18h, em reunião solene no plenário da Alepe, com a presença do provedor Alberto Ferreira da Costa. A proposição é do deputado José Maurício Cavalcanti. Indicado ao Grammy abre Virtuosi A abertura do 15º Virtuosi - Festival Internacional de Música de Pernambuco será dia 9 de dezembro, no Convento de São Francisco, em Olinda. A produtora Ana Lúcia Altino e o diretor artístico do evento, o maestro Rafael Garcia, convidaram para a estréia o Quarteto Radamés Gnatalli, indicado ao Grammy Latino 2012. Serão dois concertos em seqüência com repertório


de Heitor Villa-Lobos e Astor Piazzolla. O festival, promovido pelo Ministério da Cultura e o BNDES, homenageará o centenário do mestre Luiz Gonzaga. Natal apagado Fim de gestão é assim: receita reduzida e falta de ânimo. O que se comenta é que a decoração de Natal deste ano do Recife será mixuruca. Não haverá, sequer, a grande árvore que iluminava o Rio Capibaribe, em frente ao Paço Alfândega. Os polos de luz também serão reduzidos. Xii. Película novinha Boa notícia para o cinema de PE. O premiado filme de Paulo Caldas e Lírio Ferreira, Baile Perfumado, foi remasterizado, com o patrocínio da telefônica Vivo e encerrará o Vivo Open Air, maior evento de cinema ao ar livre do Brasil, no Cais de Santa Rita, que rola dia 9 de dezembro. Tadeu gourmet Leila Queiroz e o marido, o governador em exercício, João Lyra, foram almoçar na casa de Vanessa e Tadeu Alencar, em Aldeia. E Leila não se cansa de rasgar elogios aos dotes culinários do secretário da Casa Civil, que cozinha divinamente. Classifica o casal como perfeitos anfitriões. Emílio é nosso O título de cidadão de PE que Emílio Santiago receberá dia 5 de dezembro, marcará os 40 anos de carreira e antecipa seu niver, dia 6. Os chefs Cesar Santos, Cláudio Manoel e Beth Itamar fazem coquetel com tudo que o carioca mais gosta. A proposição é de João Fernando Coutinho. Sempre ao lado Ao comparecer a coletiva em que Geraldo Julio anunciou os homenageados do Carnaval, a futura primeira dama do Recife, Cristina Mello, mostrou que vai adotar a mesma postura da sua "mestra" Renata Campos. Ou seja, acompanhará o marido em todos os eventos oficiais. en passant O bloco Patusco, conhecido por sua famosa bateria, começará os ensaios para o carnaval 2013, hoje, no Varadouro, a partir das 16h. O carnavalesco Zezo já começou formatar o Baile dos Artistas 2013 e garante prestar homenagem a famosa época de ouro. Mais uma vez a prévia será no Clube Português. Gesner Lins e Carlos Alberto Pinto, da Lins & Pinto Advocacia, inauguram nova sede do escritório na Boa Vista. Silvia Motta a todo vapor com as produções da sua nova coleção de biojoias da Design Ecológico, que estarão no RioMar. A turma teen se encontra hoje, à tarde, no Chevrolet Hall para o show da turnê de despedida da banda Rebeldes. O pesquisador de arte Itamar Morgado lança hoje, às 16h, no estande da editora Carpe Diem na Fliporto, o livro Montez Magno Memorabilia: crítica de arte & outros escritos. Os cem anos da Câmara de Comércio Brasil-Portugal de PE serão comemorados no dia 22, quando ocorre o Encontro Empresarial Brasil-Portugal, no Hotel Transamérica.


Diario de Pernambuco - PE 17/11/2012 - 09:01 Colunas João Alberto Base Aérea será aberta ao público neste sábado João Alberto Divulgação

Michel Klein (E) entrega ao empresário Severino Mendonça a biografia do seu pai, Samuel Klein Uma das novidades da programação da Semana da Asa neste ano será a abertura das instalações da Base Aérea do Recife para visitantes, durante todo o dia de hoje. O público poderá ver exposição dos aviões da Força Aérea Brasileira, salto de paraquedistas, sorteio de voos panorâmicos sobre o Recife e apresentação da Esquadrilha da Fumaça. Anfitrião será o brigadeiro Luis Antônio Pinto Machado, comandante do II Comar. Nupcial no Rio Um grande nupcial, com cor pernambucana, acontece hoje, às 19h30, na Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro. Vai unir Suzana, filha de Margareth e Antônio de Queiroz Galvão, e Marcus, filho de Mariza e Marcus Ramos. Noivos receberão cumprimentos nos salões do Copacabana Palace. Muita gente conhecida do Recife vai prestigiar o casamento. Divulgação

Leila Queiroz, primeira-dama em exercicio Na TV Clube Vereador mais votado do Recife, André Ferreira é o entrevistado do meu programa de hoje, às 13h30, na TV Clube/Record. Tem também matéria com Rodrigo Faro, apresentador da Record. Lembrando Gonzaga Ivan Ferraz, grande nome da música nordestina, lança hoje, no Espaço Cultural Dominguinhos, na Associação dos Servidores da Sudene, entre as 13h e 18h, o CD Eu e Gonzagão, em que presta homenagem aos 100 anos de Luiz Gonzaga, executando os maiores sucessos do Rei do Baião. As melhores frases Amanhã, às 15h, na Sala Bate Papo da Fliporto, teremos o lançamento do livro As melhores frases de Casa-Grande &


Senzala, selecionadas por Fátima Quintas. Mesma opinião Geddel Vieira Lima, vicepresidente da Caixa, tem a mesma opinião de Jarbas Vasconcelos. Disse que o Senado é um sepulcro de vocações. Aécio Neves ficou pequenininho lá. PMDB magro Em Pernambuco, o PMDB tem apenas o senador Jarbas Vasconcelos, o deputado federal Raul Henry, o deputado estadual Gustavo Negromonte, o vereador do Recife André Ferreira e seis prefeitos, apenas Júlio Lóssio de cidade importante. Azulejos em alta Apesar de ser mineiro e ter instalado um novo ateliê em Olinda há apenas três anos, Léo Santana, responsável pela famosa escultura de Carlos Drummond de Andrade no Rio de Janeiro, tem focado em um novo trabalho. Ele está desenhando e pintando pernambucanos em azulejos. O resultado do projeto será mostrado em exposição brevemente. Filme no Português O diretor Guilherme de Almeida Prado escolheu o Hospital Português, no Recife, para gravar as cenas do filme A palavra, que deve estrear no ano que vem. Ele é paulista, descendente de portugueses, e afirmou que a estrutura do hospital foi a que mais lhe agradou. O longa tem participações de Tuca Andrada, Oscar Magrini, Carlos Casagrande e Luciano Szafir. Divulgação

Patrícia e Cecília Duarte em noite de festa Movimento Por iniciativa de Henrique Queiroz, a Assembleia Legislativa faz sessão solene dia 27 em homenagem in memoriam a Diva Pacheco. A desembargadora Helena Caúla Reis toma posse dia 27 na Academia Pernambucana de Letras Jurídicas, em evento no TJPE. Xará do deputado, o professor Sílvio Costa lançou o livro Uma vez. Será quarta-feira, no restaurante Gio, a entrega do 6º Top Vootur Operadora. Edson Menezes mostra na Maison Bonfim a exposição Anatomia da Paixão, com desenhos e pinturas. A famosa grife internacional de cosméticos Clinique abriu em São Paulo sua primeira loja própria da América Latina. Vai ter o nome do educador Paulo Freire a escola técnica a ser construída pelo governo do estado em Carnaíba. Apresentado projeto de lei no Senado determinando o parcelamento das multas de trânsito em até seis meses. O professor Alexandre Furtado integrando o Instituto Histórico, Geográfico e Arqueológico de Pernambuco. O maestro Forró faz show hoje às 20h, no Parque Dona Lindu, lançando o novo CD da Orquestra Popular da Bomba do Hemetério. João Paulo, filho do deputado Sílvio Costa, que desistiu de disputar cadeira de vereador do Recife, vai investir numa cadeira a deputado estadual, em 2014. O prefeito reeleito de Caruaru, José Queiroz, visitou o Diario de Pernambuco, sendo recebido pelo nosso presidente Joezil Barros. O Nikko e o Sushi Yoshi entre os restaurantes que participarão do Festival da Gastronomia Japonesa, de terça-feira até o dia 30. Fred Amâncio, novo secretário estadual de Planejamento, é formado em Direito e Administração de Empresas e auditor concursado do Tesouro Estadual. O pintor Eduardo Araújo abre dia 27 exposição no Museu do Estado, com 40 pinturas e 50 xilogravuras. José Cláudio faz a apresentação do catálogo Bruno Takahashi é o novo assessor de imprensa do Chevrolet Hall. Suely Miranda era uma presença alinhada na apresentação do Pobre Juan. A jornalista Aninha Adobatti está morando em Salvador, onde comanda o marketing de uma grande empresa de perfumes e cosméticos. Ricardo Heráclito com projeto de voltar à política em 2014, candidato a deputado federal. Emocionante o recital com Bethânia que marcou a abertura da Fliporto, em Olinda. Com apenas um texto em mãos e dois músicos, ela encantou o público com muito brilho, suavidade e delicadeza, recitando poemas de Fernando Pessoa, Manuel Bandeira, Cecília Meirelles, Carlos Drummond de Andrade, Guimarães Rosa, entre outros. No fim, dedicou o recital à atriz Tereza Aragão e amiga Violeta Arraes, irmã do ex-governador Miguel Arraes. Circularam por lá o vicegovernador João Lyra Neto, os ministros Ana Arraes e Fernando Bezerra Coelho, o prefeito Renildo Calheiros, a embaixadora do Brasil no Senegal, Maria Eliza Luna, o cônsul Ênio


Castelar, as atrizes Lucélia Santos e Christiane Torloni, Henrique Mariano, Amelinha Peixoto, Rita Tristão, Fátima Quintas, Paula Meira, Miguel Henriques, Mário Baô, Marcus Prado, Diogo Viana, Armando Pugliese e André Carício. Cônsul Usha Pitts no Ricardo BrennandNovo cardápio Durante o Recife Wedding Day quarta e quinta, Célia Brol lança o novo cardápio do seu Les Anis Recepções & Buffet, em Setúbal. Foi criado pelo chef Alexandre Barbosa Mon Rever, que retorna depois de seis anos em Paris, inclusive estudando na famosa escola de gastronomia Le Cordon Bleu. Palavras de Ivete Em matéria no novo número da Playboy, quando disse que jamais aceitaria posar sem roupa, Ivete Sangalo disparou: “Entre quatro paredes, toda mulher é quenga.” Para adultos The casual vacancy, primeiro romance adulto de J.K. Rowling, autora da saga Harry Potter, foi lançado nos Estados Unidos e Europa. Deve chegar ao Brasil em dezembro pela Editora Nova Fronteira, ainda sem título em português escolhido. Lembrando a Manchete O acadêmico Arnaldo Niskier, que trabalhou 37 anos na revista Manchete, lança o livro Memórias de um sobrevivente, que narra a história da publicação, que chegou a ter 350 mil exemplares e ser a revista mais vendida no país. Mais sergipanos Mais um grupo sergipano investe forte em Pernambuco. A Sociedade Educacional Tiradentes, que comprou as Faculdades Integradas de Pernambuco (Facipe) tem sede em Aracaju e passa a ter 36 mil alunos nas suas unidades no Nordeste. Em Garanhuns Vital Corrêa de Araújo passa boa parte do seu tempo recluso num castelo no Monte Magano, em Garanhuns, onde edita o jornal O Monitor. Sem TV e internet, dedica tempo integral à literatura, com projeto de lançar um livro inédito por mês. Ana Arraes e Fernando Bezerra prestigiando festival literárioTurismo Com um investimento de R$ 800 mil, a Embratur lança o Guia de Turismo do Brasil, que traz dados de 120 locais brasileiros. Entre eles, Recife, Olinda, Porto de Galinhas e Fernando de Noronha. Tendências musicais Cecilia Bradley deu uma repaginada no cronograma do Instituto de Música Eletrônica no Recife, incluindo cursos de violino, violoncelo, flauta e vários outros instrumentos integrados à formação de DJs. Esta é a nova tendência nas pistas do mundo inteiro, em que o DJ divide a cabine com um instrumentista. Novidade na Fliporto Antônio Campos e Marcus Prado criaram novo espaço na Fliporto deste ano. É a FotoFliporto, destacando a fotografia. Aniversariantes de hoje Águeda Dias, Alcindo Queiroz, Aldene Lins Cavalcanti, Ana Amélia Lisboa, Ana Martha Bourbon, Beatriz Castro, Jacques Cerqueira, João Roma Neto, Jorge Marques, José Breno de Souza Filho, José Carlos de Barros Carvalho, Juju Peixoto, Liana Vieira, Marcela Jungmann Rodrigues, Nirvana Lacerda, Paulo Guilherme Filgueiras, Roberto Muniz e Sérgio Colaferri Filho.

Diario de Pernambuco - PE 17/11/2012 - 08:13 Política Prefeitos pedem vista grossa Por causa na queda dos repasses federais, gestores pedem que órgãos de controle não cobrem cumprimento da LRF Rebeca Silva A reivindicação dos prefeitos pernambucanos por mais recursos do Fundo de Participação Municipal (FPM) só terá resposta no próximo dia 29, quando se reúnem novamente, em Brasília, com a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. Enquanto aguardam o encontro, onde vão saber se a presidente Dilma Rousseff (PT) vai destinar uma “compensação” à queda de distribuição do FPM, eles dão seguimento a uma romaria pelos órgãos fiscalizadores para pedir “vista grossa” às ações do fim das gestões. Com a queda na distribuição da receita, as prefeituras têm dificuldades para fechar as contas e acabam descumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), sendo penalizadas pelas instituições. Na próxima terça-feira, às 9h, eles terão um encontro com a presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teresa Duere, na tentativa de sensibilizar o órgão. “Não pedimos isonomia, mas que o olhar da análise seja da crise, do corte financeiro e da seca. A gente sabe que eles não podem fazer muita coisa por causa da legislação vigente, mas mostraremos nossa preocupação através do diálogo”, afirmou Eudson Catão, presidente da Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional (Codeam) e prefeito de Palmeirina. O grupo, que também é reforçado pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) já visitou o


Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e o Ministério Público. De acordo com Catão, ambas instituições se mostraram solidárias. Estrategicamente, as visitas são uma tentativa dos prefeitos de evitar que caiam no pente fino dos órgãos. Com a queda de cerca de R$ 400 mil na arrecadação de Feira Nova, o equivalente a 20% do FPM, o prefeito Nicodemos Ferreira (PSB) teme passar a ser enquadrado como ficha suja pelo TCE já que não conseguirá cumprir a LRF, caso os repasses de recursos continuem baixos. Somado à queda da distribuição, os prefeitos estão com mais despesas devido ao aumento do salário mínimo e ao piso salarial dos professores, por exemplo. “O Tribunal nos penaliza. Rejeita nossas contas, mas como manter a Lei de Responsabilidade Fiscal se a receita está caindo? Estamos numa situação muito difícil”, questionou o socialista. A Prefeitura de Feira Nova teve a prestação de contas referente ao ano de 2010 julgadas irregulares pelo TCE. Neste ano, 67 prefeitos do estado tiveram as contas rejeitadas pelo órgão. Em parelelo ao roteiro de visitas, os prefeitos mobilizam lideranças para uma reunião, no próximo dia 26, na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Também pedem ao governador Eduardo Campos (PSB) que seja porta-voz do grupo já que tem boa relação com a presidente Dilma. A ideia é pressionar o governo federal a destinar mais receita para os municípios e aprovar o projeto dos royalties, que prevê uma maior distribuição dos recursos do petróleo. Os gestores enviaram ainda e-mail às prefeituras do Norte para que usem a mesma estratégia.

Diario de Pernambuco - PE 17/11/2012 - 08:21 Política Movimento para sufocar "rebeldia" na Assembleia Lideranças garantem que Eduardo Campos já definiu composição e não vai aceitar mudanças Cláudia Eloi Divulgação

Contestado por aliados, João Fernando (E) conta com o apoio do governador O movimento de rebeldia por parte de alguns deputados da Assembleia Legislativa de Pernambuco com relação à composição da nova mesa diretora deve ser sufocado pelo governador Eduardo Campos (PSB). Segundo informações de bastidores, o socialista já definiu como será o preenchimento dos cargos. O presidente Guilherme Uchoa (PDT) será reconduzido junto com o primeiro-secretário João Fernando Coutinho (PSB), apesar do protesto do também socialista Leonardo Dias, que defende a rediscussão dos nomes, principalmente, na renovação para a 1ª secretaria. As demais vagas serão preenchidas pelos partidos de acordo com o critério da proporcionalidade. A eleição da mesa diretora acontecerá no dia 3 de dezembro e o “martelo” sobre a composição será batido logo após o retorno do governador, que está na Europa e volta no dia 25 deste mês. “Eduardo já definiu os nomes da presidência (Guilherme Uchoa) e da 1ª secretaria (João Fernando Coutinho). Os outros serão ocupados pela proporcionalidade. Imagina se alguém vai enfrentar o governador, uma vez que os deputados querem renovar seus mandatos daqui a um ano e meio”, questionou uma fonte palaciana. De acordo com esse governista, é um direito do deputado Leonardo Dias pretender ocupar a 1ª secretaria, mas vontade apenas não é suficiente. “Se for por esse critério, outros deputados do PSB também desejam se candidatar. O governador decidiu pela recondução de João Fernando porque o pai dele, Eduardo Coutinho (PSB), é seu amigo há muito tempo e nos momentos mais difíceis ele esteve ao seu lado. Na eleição para deputado federal em 2002, Eduardo estava sem voto e sem dinheiro e contou com a ajuda dele. É uma retribuição”, disse. Na discussão pela 2ª secretaria, o deputado Eriberto (PTC) está concorrendo com o


deputado Rodrigo Novaes (PSD). “Ele (Novaes) defende que a proporcionalidade seja considerada na formação atual e eu defendo que seja baseada na eleição. Por conta disso, criou-se o impasse e haverá bate-chapa. Espero que o governador não interfira. Eleição não deixa de ser eleição. É uma caixa de surpresa”, disse o deputado Eriberto Medeiros. No PTB, o deputado Júlio Cavalcanti está na briga com Marcantônio Dourado pela 1ª vice-presidência. Marcantônio está em seu quinto mandato e Júlio no primeiro. Nos bastidores circula a informação de que o senador e presidente estadual do PTB, Armando Monteiro Neto, estaria trabalhando para eleger Júlio. Já para a ocupação dos outros cargos da mesa diretora não há polêmica. Será obedecido o critério da proporcionalidade e haverá revezamento entre deputados do mesmo partido (ver quadro). Saiba mais Gangorra do poder Presidência É consenso a recondução do deputado Guilherme Uchoa (PDT) 1ª secretaria O cargo está ocupado pelo deputado João Fernando Coutinho, mas o deputado Leonardo Dias (PSB) reivindica a alternância de poder 2ª secretaria A disputa é entre o veterano Eriberto Medeiros (PTC) e o deputado de primeiro mandato, Rodrigo Novaes (PSD) 3ª secretaria Houve um acordo no PR. O deputado Henrique Queiroz deixa o cargo para ser ocupado pelo deputado Sebastião Oliveira 1ª vice-presidência Os deputados do PTB Marcantônio Dourado e Júlio Cavalcanti está na briga pela vaga 2ª vice-presidência O cargo é ocupado pelo deputado Antônio Moraes (PSDB), que será substituído consensualmente pelo deputado Claudiano Martins Filho (PSDB) 3ª vice-presidência Sairá o deputado Sérgio Leite (PT) para entrar o deputado André Campos, sem disputa

Folha de Pernambuco - PE 17/11/2012 - 08:26 Colunas Folha Econômica Este ano, a Secretaria de Transportes de Pernambuco investiu cerca de R$ 530 milhões em construção e recuperação de estradas Jamille Coelho R$ 700 milhões. Com este sutil aumento a expectativa é de que, finalmente, sejam recuperadas as PEs 041, que liga o município de Nazaré da Mata a Itaquitinga, e a 004, que vai de Condado a Itaquitinga. As vias estão numa situação deplorável há alguns anos por falta de injeção de recursos do poder público. Mas os olhares voltados para o município não foi, simplesmente, uma forma de retribuir a alta carga tributária paga pelos motoristas e, sim, porque há a promessa de conclusão da obra do Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga (CIR), para onde serão transferidos os detentos dos três presídios de Itamaracá. A construção, orçada em R$ 287 milhões, está paralisada desde setembro por falta de pagamento a trabalhadores e fornecedores e sabe-se lá quando será retomada. Segundo os secretário de Transportes, Isaltino Nascimento, a recuperação da PE 041(21 km de extensão) e da PE 004 (22 km), com investimento de aproximadamente R$ 15 milhões cada, será feita ao longo de 2013. Agora é esperar e torcer para que a obra não acompanhe o ritmo lento da construção do CIR. Cana de Açúcar - Amanhã, representantes do setor sucroalcooleiro se reúnem com o deputado estadual, Aluisio Lessa, às 15h, na Alepe, para debater os prejuízos dos fornecedores nesta safra por conta da seca. Na ocasião, será entregue um documento, a ser encaminhado para o governador Eduardo Campos, pedindo a intervenção do Estado para amenizar as perdas, que podem chegar em 50% em relação ao ano passado. Em pânico! No trecho da PE 004, que liga os municípios de Condado a Itaquitinga, passageiros, que dependem exclusivamente das Kombis como meio de transporte para os municípios vizinhos, estão aflitos com a quantidade de assaltos que acontecem diariamente nas estradas. Segundo relatos, os bandidos ficam de tocaia esperando os veículos reduzirem a velocidade para se livrarem dos vários buracos na rodovia e, assim, anunciarem os assaltos. Pelo espaço A agência de viagens Sanchat Tour Operadora lançará um pacote de viagens espaciais, que


será disponibilizado até 2014. O lançamento será esta semana, durante o Festival de Turismo de Gramado. A ideia é formar grupos de 12 passageiros, com investimento de US$ 100 mil para realizar o sonho do turismo pelo espaço. Uma coisa... A chegada da fábrica da Nissin/Ajinomoto em Glória do Goitá, Agreste do Estado, com inauguração da operação oficializada na última semana contou com uma ajuda bastante representativa. A obra do gasoduto, que passa pela BR-232 e tem 120 quilômetros de extensão. ..puxa outra A fábrica de macarrão instantâneo consome bastante gás e exigiu uma conexão do gasoduto para a cidade. Agora, qualquer indústria que chegar à cidade poderá ser atendida pelo sistema de abastecimento de gás. A WHB já chegou por lá e mais três estão no gatilho. Curtas VAGAS - O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) lança concurso para 243 vagas nas áreas de Analista em Planejamento, Gestão e Infraestrutura, Tecnologista em Propriedade Industrial, Técnico em Planejamento, Gestão e Infraestrutura e Técnico em Propriedade Industrial. Os salários vão até R$ 6,5 mil. JUSTIÇA - O Tribunal Regional do Trabalho de Pernambuco (TRT-PE) implanta, hoje, às 11h, o sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe), no Fórum de Jaboatão dos Guararapes. Agora, as ações só podem ser ajuizadas por meio do sistema. FINANÇAS - Na próxima quarta-feira, às 18h30, a Livraria Jaqueira sedia palestra “Acorda, Brasil - Aprenda a Comparar Antes de Investir e faça seu dinheiro render mais”. "Não existe qualquer potencial de instabilidade" -Tim sobre a decisão da Anatel de suspender a promoção “Infinity Day”, alegando que o benefício prejudicaria a qualidade do serviço

Folha de Pernambuco - PE 17/11/2012 - 08:18 Colunas Folha Política O tamanho da pena Renata Bezerra Início do julgamento do mensalão gerou expectativa sobre qual postura teriam os ministros em relação a figuras, outurora, ilustres da República, a exemplo do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, e do ex-presidente do PT, José Genoino. Há três meses, a oposição indagava se o pleno seria mesmo tão incisivo a ponto de aplicar penalidades. Hoje, quando José Dirceu pegou quase 11 anos de prisão e Genoino, seis anos e 11 meses, o debate mudou de figura. O foco passou a ser o tamanho da penalidade. Definidos os anos de prisão do ex-ministro José Dirceu, entrou na pauta do STF um debate sobre penas pecuniárias no lugar da privação de liberdade. Ex-advogado do PT e ex-assessor de Dirceu, o ministro Dias Toffoli chegou a comparar as penas aplicadas no mensalão à Inquisição. E ousou afirmar que “os crimes particados no mensalão não atentaram contra a democracia ou contra o estado democrático de direito”. Toffoli defendeu penalidades financeiras pois a prisão, diz ele, é “medieval”, ou passou a ser agora. Bem antes da flexibilização das penas ser posta na ordem do dia, ainda no primeiro dia de julgamento, o líder do PSDB na Câmara Federal, Bruno Araújo, chamara atenção para o fator dosimetria. “O problema não é punir ou não, é qual será o tamanho das penalidades”, advertira o tucano como quem adivinhava chuva.


Apropriação - Bastou sair a punição de José Dirceu e o PT emitiu documento de repúdio ao julgamento, falando em “partidarização” do STF e em “penas desproporcionais”. Instalou-se, de quebra, dentro do STF, um debate sobre a qualidade do sistema penitenciário, tema que deveria ser da responsabilidade do Executivo. Jeito para música O cantor Agnaldo Timóteo, que não conseguiu reeleger-se vereador (SP), após dois mandatos consecutivos, levou um papo com Lula sobre a política. “Lula me perguntou: ‘Agnaldo, você foi duas vezes deputado federal e não arrumou nada?”. O vereador respondeu: “Fui deputado e nunca fiz um show patrocinado pela Lei Rouanet”. Agnaldo conclui: “Para você ser político, tem que ser político. E eu não sou!”. Engolindo o mendigo À coluna, Timóteo falou de uma de suas paixões: a filha de seis anos que mora com ele, no Rio de Janeiro. Enquanto mostrava a foto no celular, beijava o aparelho com o retrato da herdeira. Antecipou que fará show, no Recife, no próximo dia 7. Focando na música e na família, disse estar “de saco cheio” da política. “Ninguém leva nada para você, só faz pedir! Chega!”. Buscando... Um dos postulantes à Presidência da Câmara Municipal, Vicente André Gomes, foi deputado federal na mesma época em que Raul Jungmann, recém-eleito verador da Capital, era ministro da Reforma Agrária. “Acompanhei o brilhante papel dele no Incra e, da parte dele, à frente do Ministério não houve renúncia”. ...exemplo passado O socialista se refere a benefícios financeiros, entre os quais, o auxílio-paletó que o póscomunista tem buscado combater na Casa de José Mariano, por meio de uma pauta de propostas lançada, recentemente, pela oposição. Oposicionistas questionam o voto secreto e o formato de aprovação de reajustes salariais. Curtas Em Brasília - Vicente André Gomes entende que, constitucionalmente, essa definição dos benefícios dos parlamentares é “global”, considerendo que o auxílio-paletó anda com os dias contados no Congresso Nacional. 71ª ...- O governador em exercício João Lyra Neto e o secretário de Agricultura, Ranilson Ramos, abrem no domingo a 71ª Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados, às 16h. ...Exposição - Também devem comparecer para saudar os pecuaristas o presidente da Alepe, Guilherme Uchoa, além dos deputados Waldermar Borges, líder do Governo, e Claudiano Martins Filho, que é o presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia. "Dentro do presídio quem manda é o crime e ele, por tudo o que representa, vai ser um alvo fácil" - Do líder sem-terra, José Rainha Júnior, sobre a possibilidade do ex-ministro José Dirceu, ser assassinado na prisão

Folha de Pernambuco - PE 17/11/2012 - 08:40 Política Daniel Coelho deve encontrar FHC na segunda-feira em São Paulo Maior referência tucana gravou para o guia eleitoral de rádio e TV do partidário Gilberto Prazeres Deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) deve ter encontro com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em São Paulo, na próxima segunda-feira (19). O parlamentar pernambucano, que está esperando apenas a confirmação do correligionário para embarcar para a capital paulista, pretende agradecer a contribuição de FHC para a sua campanha a prefeito do Recife, nas eleições deste ano. A maior referência tucana gravou para o guia eleitoral de rádio e TV do partidário. Além do agradecimento, Daniel Coelho deve conversar com o ex-presidente sobre o futuro do PSDB. Logo após a eleição municipal, o senador Aécio Neves (PSDB) afirmou que o pernambucano era um exemplo para a nova geração do partido, sobretudo na Região


Nordeste. Coelho ficou em segundo lugar no pleito deste ano, com quase 250 mil votos. O parlamentar ficou atrás apenas do prefeito eleito, Geraldo Julio (PSB), superando o senador Humberto Costa (PT), que iniciou a disputa em primeiro lugar, mas acabou em terceiro.

Folha de Pernambuco - PE 16/11/2012 - 11:28 Colunas Folha Sertão Seca e o luto Carlos Brito Os prefeitos do sertão estão desesperados como o que chamam falta de empenho do governo em amenizar o drama da seca na região e decidiram tomar uma atitude extrema: A partir de hoje até o próximo dia 16, várias prefeituras ficarão de portas fechadas em protesto às sucessivas quedas no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e também à falta de ações estruturadoras no combate à seca. Associações municipalistas de todo o Estado, estiveram dedicadas a mobilizar os gestores municipais a aderirem à greve. No Sertão do Araripe, os gestores Brivaldo Alves (Bodocó), Chico Siqueira (Ipubi) e Eliane Soares (Santa Cruz) já confirmaram o fechamento. Outras prefeituras também engrossam o protesto. Em Serra Talhada, o prefeito Carlos Evandro explicou que alguns serviços serão mantidos. “Vamos manter os serviços essenciais como saúde, educação e limpeza urbana funcionando, pois a população não pode ser prejudicada. Entretanto, vamos parar toda a parte administrativa da prefeitura. Chega. Os municípios não suportam mais este tratamento do Governo Federal”, disse. Além do fechamento, alguns prefeitos prometem espalhar faixas pretas nas portas das prefeituras em um protesto de “luto”. Novo capítulo - A novela envolvendo o ex-prefeito de Araripina Lula Sampaio ainda não acabou. O vereador Boba Sampaio, irmão de Lula, entrou com requerimento solicitando que a Câmara Municipal convoque Lula para prestar esclarecimentos a respeito das denúncias de irregularidades que culminaram com seu afastamento do cargo de chefe do executivo municipal. Boba alega que o seu irmão não teve o direito de defesa. Com aval O futuro político do prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro, parece reservar grandes surpresas. E ao que tudo indica sua pré-candidatura para deputado federal em 2014 está muito bem encaminhada. O deputado João Paulo (PT) já afirmou que vê com bons olhos a pré-candidatura de Evandro. João Paulo citou a vitória de Luciano Duque (PT) como grande coroação da gestão de Carlos Evandro. É o jeito O prefeito de Tabira, Dinca Brandino, está em contagem regressiva. Ele tem apenas uma semana para repassar ao prefeito eleito, Sebastião Dias, as informações necessárias para transição municipal. Escalado Mais um nome foi confirmado para a nova gestão de Tabira. O prefeito eleito, Sebastião Dias, anunciou que Flávio Marques será o Secretário Municipal da Administração, a partir de janeiro de 2013. Este é o quinto nome divulgado para o primeiro escalão do futuro gestor. Até o exercito O prefeito eleito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, está cobrando mais agilidade na construção da Adutora do Pajeú, se possível até com o envolvimento do exercito. As previsões são de que a água da Adutora chegará em Afogados somente em junho/2013. Curtas De mal a pior - A situação da saúde pública em Petrolina vai muito mal, e ao que parece só tende a piorar. De acordo com uma denúncia do vereador eleito, Ronaldo Cancão (PSL), toda a equipe de médicos e enfermeiros do Samu da cidade teria sido demitida. Quer a cadeira - O vereador Luciano Capitão (PSB), o segundo mais votado nas eleições deste ano, já confirmou que é mesmo candidato a presidente da Câmara Municipal de Araripina. Ele já conta com o voto declarado dos quatro vereadores eleitos de oposição. Só 11 - A promessa do candidato a vereador de Mirandiba, Célio Fotógrafo (PSB), de doar seus salários, caso fosse eleito, foi em vão. Célio não conseguiu se eleger e obteve só 11 votos. "Acho que o caminho natural do prefeito é ir para o PT e não para outro partido" - Do deputado João Paulo sobre o futuro político do prefeito de Serra Talhada Carlos Evandro.


Folha de Pernambuco - PE 17/11/2012 - 08:20 Colunas Fogo Cruzado Falta um “Lula” na greve de Suape Inaldo Sampaio Está marcada para depois de amanhã uma nova assembleia dos trabalhadores da refinaria de Suape. A reivindicação deles é absolutamente justa: que seja pago o mesmo salário a quem desempenha a mesma função, mesmo que sejam vinculados a empresas diferentes. Do jeito que está eles não aceitam mais. Um marceneiro de determina empresa que presta serviço a Petrobrás ter um salário de R$ 900,00, por exemplo, e outro de uma empresa igualmente terceirizada ganhar o dobro disso. A greve foi declarada ilegal pela Justiça do Trabalho porque o Sindicato não cumpriu as formalidades que a lei exige para esse tipo de paralisação, mas o maior problema não é este. Num canteiro de obras em que trabalham aproximadamente 50 mil operários, a maioria dos quais longe da família, o que esperar dessas pessoas senão a radicalização? É isso o que poderá ocorrer na próxima segunda quando eles irão reunir-se em assembleia para decidir os rumos do movimento. Quando presidia o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC paulista, na década de 70, Luiz Inácio Lula da Silva sabia controlar a “peãozada”. Ela o obedecia cegamente, fosse para radicalizar uma greve ou então encerrá-la no momento certo. O caso de Suape é diferente. Falta um líder para comandar a greve e com autoridade moral suficiente para dizer aos trabalhadores se é hora ou não de descruzar os braços. Num cenário assim, convenhamos, chamar aquilo de “barril de pólvora” é pouco. A pressa - Já estão circulando veículos pelas ruas de Brasília portando adesivos com a seguinte inscrição: “Joaquim Barbosa 2014”. Trata-se do ministro relator do processo do mensalão, que ganhou notoriedade nacional por ter condenado José Dirceu a mais de 20 anos de cadeia. A costura Devagarinho, para não assustar os concorrentes da base governista, o secretário Ranilson Ramos (agricultura) já tem o apoio de 10 prefeitos para tentar voltar à Assembleia Legislativa a partir de 2014. O projeto de ir para a Câmara Federal foi adiado para 2018. A disputa - Mal foram contados os votos da eleição municipal, o PSB está com dois candidatos no Pajeú à Assembleia Legislativa: Ângelo Ferreira, que já é deputado, e Anchieta Patriota que está terminando o 2º mandato como prefeito de Carnaíba. O bom senso manda dizer, todavia, que não há espaço para ambos na mesma região. Se saírem os dois, serão duas derrotas certas. A maioria - Só 8 dos 15 vereadores de Serra Talhada foram eleitos na coligação do futuro prefeito Luciano Duque (PT). Mas ele não terá dificuldade para aprovar os seus projetos porque os dois do PTB vão aderir ao novo governo. O placar em favor do prefeito está agora em 10 x 5, com chance de subir para 11x 4 se um vereador ligado a Inocêncio Oliveira (PR) também aderir. O poeta - Com a aposentadoria do ministro Carlos Ayres Britto a partir da próxima segundafeira, o Supremo Tribunal Federal ficará menos arejado. O ministro, que é sergipano de Propriá, tem uma veia poética aguçada e já marcou para 2013 o lançamento de seu novo livro de poesias. As tarefas - Antes de viajar de férias para a Itália, Eduardo Campos deu algumas “tarefas” ao vice-governador João Lyra (PDT), na área de monitoramento, que ele está cumprindo à risca. Não teve compromissos externos terça e 4ª desta semana porque estava pegado no serviço. A preguiça - É por essa e outras que dificilmente Aécio Neves (PSDB-MG) será presidente da República. Ele era convidado de honra para o casamento de Joesley Batista (dono do Friboi) com a jornalista e apresentadora do Jornal da Band, Ticiana Villas Boas, estava em SP no dia do casório mas não atendeu ao pedido do líder Bruno Araújo (PSDB-PE) para ir abraçar os noivos. A crítica - Pernambucano do Recife e professor emérito da Universidade de São Paulo (USP), o sociólogo Chico de Oliveira tornou-se crítico do senador Aécio Neves por achar que ele “não diz nada que se aproveite”. Aécio poderia usar a tribuna do Senado para comandar a oposição no país, mas é acomodado.O ciclo - Nesses dias de realização do Fliporto, até o poeta Ferreira Gullar entrou no debate sobre a sucessão de 2014. Ele acha que mesmo Dilma sendo reeleita em 2014, o ciclo da geração de 64 estará encerrado. E que a vez é de Eduardo Campos, Aécio Neves, Sérgio Cabral e Eduardo Paes (PMDB).


Jornal do Commercio - PE 17/11/2012 - 08:18 Política PT avalia cota para "salvar" os condenados João Paulo e Teresa Leitão admitem ajudar Da Redação As multas resultantes da Ação penal 470 - a do mensalão e que até o momento somam mais de R$ 1 milhão - podem ser rateadas entre os integrantes do Partido dos Trabalhadores para ajudar os réus - o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o deputado federal José Genoino (SP) e o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares - a quitar as dívidas. Ainda que não tenha sido deliberado oficialmente pela executiva nacional do partido, em Pernambuco a medida tem sido vista com simpatia por alguns petistas, mesmo diante da repercussão negativa que o caso tomou. Ex-prefeito do Recife e deputado federal, João Paulo afirmou ontem que se a estratégia se confirmar, dará a sua colaboração. Por meio da assessoria de imprensa, o parlamentar destacou que está disposto a participar da cota. Essa é a posição também da deputada estadual e integrante do Diretório Nacional do PT, Teresa Leitão. Assegurando que os condenados não podem arcar com o montante determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) - que deve aumentar, já que ainda não foi estabelecia a multa do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) -, Teresa lembrou que essa não é a primeira vez na política que se realiza uma cota com intuito de pagar multas de colegas. "Luiza Erundina (ex-prefeita de São Paulo) fez isso recentemente. Foi condenada em um processo penal e os amigos se reuniram para colaborar", ponderou. A deputada esclareceu ainda que não é permitido por lei que seja utilizada a verba do Fundo Partidário para multas deste tipo. "Eles não têm o dinheiro para pagar essa multa, tenho certeza. No início de dezembro vamos realizar uma reunião nacional para deliberar também sobre como fazer as contribuições, se por jantar de adesão, cotas pessoais, parte do salário", esclareceu. Nos dias 8 e 9 de dezembro o PT nacional se reunirá na sede de Brasília e a ajuda financeira aos réus estará na pauta. Presidente estadual do PT, o deputado federal Pedro Eugênio foi mais cauteloso. Afirmou que a possibilidade da cota é "pura especulação" e aproveitou para esquivar-se de opinar sobre tema. "Não posso me pronunciar sobre especulação. Se a executiva nacional deliberar sobre o assunto vou trazer para discutirmos na estadual", limitou-se a informar. Principal liderança do partido em Pernambuco e vice-presidente nacional do PT, o senador Humberto Costa não quis se manifestar sobre o assunto. Na China em visita de trabalho, o prefeito João da Costa não foi localizado para informar sobre se contribuirá ou não para quitar a dívida. O deputado federal Fernando Ferro não retornou às ligações do JC.

Jornal do Commercio - PE 17/11/2012 - 10:06 Agronegócios Começa a exposição do cordeiro Mesmo com a estiagem prolongada este ano, a exposição não vai ser prejudicada Da Redação Leilões, vendas diretas de animais e de equipamentos, realização de cursos e shows regionais são os atrativos da 71ª Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados (ENAPD). O evento começa amanhã, às 16h, no Parque de Exposições Professor Antônio Coelho, no bairro do Cordeiro, Recife. A entrada é gratuita. O público vai ter oito dias, até o próximo dia 25, para conferir cerca de 700 expositores. São criadores e estandes para a venda de máquinas, tratores, veículos leves e utilitários, motos, equipamentos de irrigação, coleta e resfriamento de leite e implementos agrícolas. Diariamente, os portões serão abertos às 8h.


A expectativa é que cerca de 400 mil pessoas compareçam à exposição. "O evento reúne os maiores pecuaristas da região. Essa iniciativa mostra a importância da cadeia produtiva para a economia pernambucana e do País", comentou o Secretário de Agricultura e Reforma Agrária Ranilson Ramos.Mesmo com a estiagem prolongada este ano, a exposição não vai ser prejudicada. Segundo o presidente da Associação dos Criadores de Pernambuco (ACP) Manassés Rodrigues, o número de animais não diminuiu em relação ao do ano passado, serão cerca de cinco mil animais, entre bovinos, caprinos, ovinos e equinos de alta qualidade genética. "O criador participa do evento especialmente para avaliar o trabalho realizado durante todo o ano para a melhoria genética do rebanho", disse ele. Além dos animais e máquinas expostas, a mostra também traz debates e palestras promovidos por universidades e instituições públicas e privadas. E os interessados em linhas de crédito, também poderão entrar em contato com as instituições financeiras que vão marcar presença no evento. Mas muita gente também vai ao Parque de Exposições do Cordeiro para curtir os shows. O Coral da Assembléia Legislativa vai inaugurar o palco cultural amanhã, a partir das 19h. Já a banda Tribo Cordel vai se apresentar no mesmo dia às 21h. A partir das 21h, da sexta-feira (23), a forrozeira Irah Caldeira vai se apresentar, seguida por Cezzinha. No sábado (24), o público assistirá Conde Só Braga e Banda Labaredas. Durante a 71ª Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados, cerca de 120 policiais do efetivo da PM, além de 80 seguranças particulares, farão a segurança. Uma viatura do Corpo de Bombeiros ficará de prontidão 24h por dia. No Parque também estará funcionando uma Delegacia Móvel. A mostra é realizada numa parceria da Associação dos Criadores de Pernambuco (ACP) e o governo do Estado, através da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária.

Jornal do Commercio - PE 17/11/2012 - 08:51 Gente "Haverá trégua, mas vamos fiscalizar" Entrevista com a tucana Aline Mariano Da Redação Na condição de nova líder da bancada oposicionista, a partir de janeiro, a vereadora Aline Mariano (PSDB) garante que a relação cordial entre o seu partido e o PSB, do prefeito eleito Geraldo Julio, não atrapalhará sua atuação à frente do grupo. Porém, sinaliza que o socialista não será tratado com a mesma rivalidade que o PT. Ao defender a aprovação das 13 propostas lançadas pela oposição para aumentar a transparência da Câmara, ela pede que os colegas não personalizem o debate e tenham maturidade para acompanhar os "anseios" da população. JORNAL DO COMMERCIO - Qual será o perfil da oposição à gestão de Geraldo Julio? A intenção é adotar a mesma marcação cerrada que o grupo manteve com as administrações do PT? ALINE MARIANO - A oposição vai ter a responsabilidade de discutir não só o que vem do Executivo para o Legislativo, mas de fazer nossa própria discussão. Não podemos perder o papel de fiscalizar. Uma Câmara que não fiscaliza deixa de cumprir um dos principais preceitos do parlamentar. Vamos continuar fiscalizando a gestão e cobrando todas as propostas que estão no plano de governo de Geraldo Julio. Agora tudo vai acontecer no seu tempo. João da Costa não teve trégua porque seu governo era de continuidade. Agora, como será um governo novo, daremos um tempo de adaptação. É natural que isso seja feito com qualquer governo que não seja de continuidade, mas não vamos deixar de exercer nosso papel de fiscalizar, cobrar e propor também. JC - Na gestão atual, o prefeito enfrentou dificuldades de relacionamento com a Câmara e, principalmente, com a bancada de oposição. Quais aspectos desse relacionamento o novo prefeito deverá mudar? ALINE - Eu quero crer que a relação vai ser diferente. Primeiro, não posso ser hipócrita. Falando, agora, como PSDB, temos que reconhecer que nossa relação com o PSB é diferente da que temos com o PT. Temos parcerias em várias capitais do Brasil e cidades do interior de Pernambuco. Geraldo Julio é um prefeito que vem de uma conjuntura diferente, vem com uma proposta de mudança. Teremos o mesmo papel de fiscalizar, mas esperamos que o tratamento seja diferente. Me chamou muita atenção o fato de o prefeito eleito ter ligado (após a vitória)


para todos os vereadores da oposição. Achei um gesto cordial, de civilidade, e são esses gestos que contam muito para que a parceria possa, de fato, acontecer. Só conseguimos marcar uma audiência com João da Costa depois de três anos de governo. JC - E quais foram os principais problemas dessa relação entre a Câmara e a Prefeitura nos últimos quatro anos? ALINE - Falta de diálogo. Muitas vezes, a Prefeitura mandava projetos para a Casa sem fazer uma discussão prévia. Não basta ter alguém do Executivo fazendo de conta que atua como uma ponte entre os dois Poderes. Essa pessoa tem que ter autonomia para resolver as demandas. Os Poderes têm que ter sempre essa parceria. Quando existir essa compreensão política, as questões administrativas irão fluir melhor. JC - A senhora mencionou a questão da independência dos Poderes, mas fala-se muito da interferência do Executivo estadual nas questões da Assembleia Legislativa, onde a oposição tem uma atuação muito discreta. A senhora teme que o novo prefeito crie um ambiente semelhante ao da Assembleia? ALINE - Como eu não vivo o cotidiano da Assembleia, fica complicado me pautar por lá. Quando Geraldo Julio me ligou, a primeira coisa que pedi foi que ele recebesse a oposição logo após a posse. Ele riu e disse que era um pedido muito simples. Eu disse não foi simples na atual gestão. Mas acredito que um prefeito que se pautou pela questão da mudança e fez o gesto de ligar para os vereadores começa a construir uma relação de confiança. Então, não quero acreditar que vá existir uma quebra dessa independência. E justiça seja feita: João da Costa nunca interferiu nos assuntos internos da Casa. Nas questões do Executivo, funcionava o rolo compressor, mas nos problemas da Câmara, ele não interferiu. JC - Já está havendo algum tipo de intervenção da equipe do futuro prefeito nas discussões sobre a eleição da mesa diretora? ALINE - Não há sinais de uma interferência direta no processo e espero que não ocorra. JC - A senhora também citou que o PSDB mantém uma relação de parceria com o PSB com a possibilidade vir a se concretizar em torno de uma aliança nacional. Isso não pode atrapalhar a sua atuação como líder da oposição? ALINE - Se essa aliança a nível nacional, de fato, acontecer não vai ser agora. É uma aliança mais para frente. E só vai acontecer se o PSB se afastar do PT. Há uma parceria boa, mas, agora mesmo na eleição de prefeito, o PSDB lançou candidato quando poderia não ter lançado se a intenção fosse mesmo aliar-se com o PSB. Se tivesse havido um segundo turno, continuaríamos na oposição porque a disputa seria com o PSDB. O partido nos deixou à vontade para atuar como oposição tanto aqui como na própria Assembleia. Então, tenho clara compreensão de onde fui colocada. A relação aqui é de parceria nas discussões importantes para a cidade, mas vamos cobrar e fiscalizar. O plano de governo de Geraldo Julio será nossa bússola. JC - O deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) propôs que as bancadas de oposição da Assembleia e da Câmara atuassem de forma conjunta. Como será essa parceria na prática? ALINE - A ideia dele foi muito boa. Há assuntos que, muitas vezes, são de natureza estadual mas interferem diretamente no Recife. Quando esses temas forem discutidos na Assembleia, os vereadores do Recife serão convidados a participar e vice-versa. Acho importante essa interlocução entre as duas Casas, principalmente porque agora o Estado e a capital serão governados pelo mesmo partido. JC - A primeira ação da nova bancada de oposição causou polêmica por apresentar 13 propostas para aumentar a transparência da Casa e ainda propor a extinção do chamado auxílio-paletó. Como a senhora encarou a reação contrária de alguns membros da bancada governista? ALINE - Primeiro, não acredito que o incômodo se deva ao conteúdo das propostas. Até porque são assuntos que já estavam sendo discutidos pela grande maioria dos vereadores. O incômodo é porque eles estão encarando como se fosse uma questão apenas da oposição, estão personalizando o debate. Só que isso é algo da Casa. Tivemos três reuniões com 18 vereadores e a quarta reunião, quando colocaríamos essas propostas para todos, terminou sendo esvaziada. Esse vereadores têm que começar a perceber que essas medidas vão aproximar a Câmara da população.


Jornal do Commercio - PE 17/11/2012 - 08:57 Cidades Projeto do pedágio passa com alterações Com duas emendas ao texto original, projeto que regulamenta a cobrança de pedágio na malha rodoviária do Estado foi aprovado, em segunda discussão, na Alepe Ayrton Maciel Depende agora só da sanção do governador Eduardo Campos (PSB) para virar lei. A Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, na última quarta-feira (14), em segunda discussão, o projeto de lei (nº 493/2011) que regulamenta a cobrança de pedágio na malha rodoviária do Estado, mas com duas emendas ao texto original, uma modificativa e outra aditiva, apresentadas pelo líder do governo na Casa, Waldemar Borges (PSB). A modificativa altera o parágrafo 1º do artigo 1º, que determinava que a concessionária vencedora da disputa, em cada rodovia, ficaria obrigada a disponibilizar aos usuários "o cartão magnético pré-pago" como única forma de pagamento. A emenda aprovada do deputado amplia os mecanismos de cobrança do pedágio "para qualquer forma de cobrança eletrônica", desamarrando assim a burocracia do pagamento/cobrança só por cartão. A emenda aditiva do líder governista Waldemar Borges, também aprovada no substitutivo, define limites de tempo e distância para que a concessionária responsável preste socorro nos casos de acidentes. O texto original, no artigo 2º, dizia apenas que "oportunamente o cessionário (o Estado) exigirá a implantação dos serviços de primeiros socorros, remoção, socorro mecânico e de telefonia para atender a eventuais ocorrências (acidentes, bloqueios, desmoronamentos etc)". A emenda do deputado acrescenta que o socorro a acidentados terá de ser feito em um tempo mínimo de 15 minutos e que a cada quatro quilômetros deve ter placas com os números telefônicos dos primeiros socorros. "Coloquei limites de tempo mínimo de atendimento e de espaço de informação por placas para o socorro. O governo é favorável. Acho que o governador vai sancionar", prevê Borges. De autoria do deputado Pedro Serafim Neto (PDT), integrante da base do governo, o projeto diz que a Lei do Pedágio entrará em vigor 90 dias após a sua publicação. A cobrança do pedágio, em Pernambuco, inclui as estradas estaduais (PEs) e também as rodovias federais (BRs). Política Grupo se rebela contra imposição para a mesa Deputados "rebeldes", liderados por Leonardo Dias, querem mudanças na atual composição Da Redação Divulgação

Deputados estaduais começaram as discussões para a definição de novos dirigentes

O que parecia um mero jogo de cartas marcadas - a recondução dos deputados da mesa diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco – pode trazer grandes surpresas. É que começou a ser orquestrada na Casa uma articulação contrária à recondução dos atuais nomes, antes dada como certa. O grupo, composto por 17 deputados, os mais novatos, segundo informações de bastidores, tem como porta-voz o deputado estadual Leonardo Dias (PSB). Eles defendem a rediscussão dos nomes. A ideia, entretanto, esbarra no que vários deputados chamam de sentimento de “renovação de mandato”, que é compartilhada pelo líder de governo, Waldemar Borges (PSB). As articulações, ao menos por enquanto, não envolveriam


a substituição de Guilherme Uchoa (PDT) na presidência, já que ele tem o apoio do governador Eduardo Campos (PSB). O mesmo não pode ser dito da disputa pela 1ª Secretaria, ocupada atualmente por João Fernando Coutinho (PSB). Embora não confirme oficialmente seu nome na disputa e trate o assunto com cautela, Dias se movimenta para confrontar Coutinho. “Acho salutar que exista a renovação nos quadros. É importante para a democracia. Ele (Coutinho) já está no cargo há seis anos”, disse. Filho do ex-deputado e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Romário Dias, Leonardo tem simpatia dos “velhos amigos” do pai, como definiu. Para reunir mais apoio, tem circulado bastante pelo plenário e já tenta agendar uma conversa com Eduardo Campos. “O sentimento é de exaustão com relação a João Fernando Coutinho e Leonardo tem crescido bastante na casa. Ele seria uma alternativa para este momento”, afirmou um deputado da Frente Popular em reserva. Preocupado com a possibilidade de perder o cargo, Coutinho observa atentamente os passos do correligionário. Ele colocou o assessor para apurar na Casa as movimentações do correligionário e vai buscar o apoio do partido numa conversa com o presidente estadual, Sileno Guedes. Os cargos de Marcantonio Dourado (PTB), na vice-presidência, e de Eriberto Medeiros (PTC), na 4ª Secretaria, também estão “ameaçados”. No primeiro caso, o PTB quer lançar Julio Cavalcanti, mas Dourado já externou o desejo de permanecer no posto. Pela tese da proporcionalidade, Rodrigo Novaes (PSD), eleito em 2010 pelo PTC, reivindica o cargo de Eriberto, que também não pretende ceder posição. O deputado Edson Vieira (PSDB) ocupa a 2ª vice-presidência, mas com sua eleição na Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, o cargo ficará vazio. Já Claudiano Martins (PSDB) está pleiteando o lugar, mas a cúpula vai aguardar uma posição do presidente nacional da sigla, Sérgio Guerra. Na 2ª Secretaria, ocupada por Sérgio Leite (PT), a legenda defende que André Campos ocupe a cadeira. Os parlamentares que não conseguirem integrar a mesa, brigarão pela presidência de comissões. (Rebeca Silva)

Diario de Pernambuco - PE 16/11/2012 - 08:28 Política Prefeituras fazem o último dia de greve Caso gerou descontentamento até entre os petistas do estado Da Redação Divulgação

Manoel Santos fez críticas à redução do FPM

Chega ao fim hoje a greve dos prefeitos pernambucanos com pouca coisa para comemorar. Além da pouca adesão ao movimento, os gestores tiveram que engolir o fato de voltarem de Brasília sem a promessa de compensação por causa das perdas nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Entre as medidas compensatórias asseguradas pelo governo federal estão apenas a renegociação das dívidas previdenciárias, abatendo 60% das multas, e a liberação de R$ 1,5 bilhão em restos a pagar de emendas parlamentares. O caso gerou descontentamento até entre os petistas do estado. Nesta semana, o deputado estadual Manoel Santos ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para criticar os cortes do governo federal no FPM, provocados pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Ele ressaltou o ineditismo da greve nas prefeituras e ainda chamou a atenção para a gravidade da situação nas cidades que sofrem com os efeitos da seca. A greve foi articulada pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e pelo Consórcio dos munícipios da Mata


Norte e Agreste de Pernambuco e teve, segundo os organizadores, a adesão de 70% dos prefeitos do Agreste e 93% do Sertão. Os gestores alegam que, para driblar a crise e continuar dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal, as prefeituras apertaram o cinto, demitindo parte dos cargos comissionados e suspendendo serviços públicos. “Exoneramos cerca de 80% dos comissionados. Também suspendemos alguns atendimentos ambulatoriais como o de especialidades odontológicas”, contou o prefeito de Aliança, Azoka Gouveia (PT).

Diario de Pernambuco - PE 16/11/2012 - 08:30 Colunas Diario Político Encruzilhada de Dilma Suetoni Souto Maior

A presidente Dilma Rousseff (PT) ganhou uma dor de cabeça de grandes proporções e terá menos de 15 dias para decidir entre vetar ou não a partilha dos royalties do petróleo, que prevê uma fatia mais generosa nos repasses de verbas para estados e municípios não produtores. A decisão não é fácil. Sem tirar nem por, ela vai ter que optar entre irritar os estados produtores, principalmente Rio de Janeiro e Espírito Santo, com a sanção integral da matéria, ou praticamente todos os outros estados, com o veto total ou parcial da lei aprovada no Senado e depois na Câmara. Só para constar, sempre com votações expressivas. Uma parada indigesta para quem praticamente não esperou a poeira baixar depois do pleito municipal e iniciou as costuras para tentar a reeleição daqui a dois anos, com reuniões com lideranças de PMDB, PSB, PSD e PP. Uma peregrinação que, nesse momento, não encontra ressonância entre os prefeitos de mais de 3 mil municípios que reclamam dos cortes nos repasses de Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e foram a Brasília nesta semana, entre outras coisas, para pressionar a presidente a sancionar a lei dos royalties. A nova partilha prevê R$ 1,6 bilhão a mais nos cofres das administrações municipais em 2013. Só para Pernambuco seriam R$ 173,5 milhões a mais. Uma agrado que viria a calhar para Dilma, mas não sem desagradar, principalmente, o poderoso estado do Rio de Janeiro, cujo governador, Sérgio Cabral (PMDB), diz ter o compromisso dela para o veto. O prazo máximo para a decisão é o dia 30 e a petista já anunciou por meio dos seus aliados que pretende usar todo o tempo regimental para tomar a decisão. Uma posição, aliás, que se for tomada com veto parcial de alguns dispositivos, como o defendido por aliados, poderá gerar ainda mais descontentamentos. Principalmente se mexer com os valores envolvidos. Fazendo uso de uma expressão bem nordestina, poderíamos dizer que o bode foi posto na sala e, dependendo de como ele for tirado, não haverá articulação partidária que aplaque os desgastes. Mesmo que 2014 ainda esteja distante. Provocação De um socialista muito próximo ao governador Eduardo Campos (PSB): “A presidente Dilma Rousseff tem errado na mão o tempo inteiro. Assim como fez Lula, mexeu no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e isso gerou reflexos negativos nos repasses de FPE e FPM. Só que com o ex-presidente a economia do país respondeu e se recuperou. O que não está acontecendo agora. Restou só o desgaste”. Revisão Em reta final para a limpeza de pauta na Câmara do Recife, o presidente da Casa, Jurandir Liberal (PT), tem abordado os colegas no plenário perguntando se eles querem ou não dar sequência aos projetos apresentados. Alguns, segundo a avaliação dos colegas, são motivo de riso, dada a inconsistência das propostas. O recesso parlamentar está previsto para acontecer no dia 22. Desconforto Bastou o convite do PSB para filiar o ministro do STF, Carlos Ayres Britto, que se aposenta hoje, e do PV para filiar a ministra Eliana Calmon, do STJ, para os petistas acenderem o sinal de alerta. Não falta liderança dizendo que o próximo a ser assediado pelos partidos é o futuro presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, acusado pela legenda de fazer julgamento político.


Garçom O deputado estadual Claudiano Martins Filho (PSDB) apresentou na Assembleia Legislativa um projeto que vai dar muito o que falar. Ele propõe a concessão do título de “Capital dos Garçons” para Frei Miguelinho, no Agreste. Teve gente que não gostou.

Diario de Pernambuco - PE 16/11/2012 - 09:31 Cultura e Lazer Como expulsamos os holandeses Espetáculo Batalha dos Guararapes - Assim nasceu a pátria dramatiza o episódio hoje e amanhã, numa montagem ao ar livre e gratuita Tatiana Meira Divulgação

Sessenta e quatro atores e 150 figurantes tomam os dois palcos montados em Jaboatão Mais curto, ágil e vibrante. O espetáculo Batalha dos Guararapes - Assim nasceu a pátria chega repaginado para a plateia pernambucana em sua versão 2012. Com texto e direção de José Pimentel e um elenco robusto, formado por 64 atores e 150 figurantes, a montagem gratuita, ao ar livre, ganha duas apresentações: hoje e amanhã, às 20h, no Parque Histórico Nacional dos Guararapes, também conhecido popularmente como Montes dos Guararapes, em Jaboatão. Foram montados dois palcos para contar um dos episódios mais importantes da história do estado e que influenciou na formação da pátria brasileira, finalizando com a expulsão dos holandeses. Entre as mudanças da edição deste ano da Batalha estão a nova trilha sonora, inclusive a dublagem dos diálogos pelos atores; além da cena final, da batalha propriamente dita, que envolve os figurantes e agora ocorre bem mais perto do público, com direito à queima de fogos de artifício, luta de espadas, efeitos especiais. A abordagem histórica caminha em paralelo com o romance entre personagens famosos, com cenas como o baile da corte de Maurício de Nassau, o boi voador e o enforcamento de Calabar (Eduardo Filho). José Pimentel desempenha um dos papéis principais, do idealista Vidal de Negreiros. No elenco, outros atores experientes, como Reinaldo de Oliveira (João Fernandes Vieira), Manoel Constantino (Barreto de Menezes), Álvaro Heleno (Dias Cardoso), Rogério Costa (Frei Manoel do Salvador) e Ivonete Melo (como a esposa de Fernandes Vieira, Maria César). E gente da nova geração, como Felipe Lopes, que também é designer, cenógrafo, aderecista. Infraestrutura Com orçamento total de R$ 800 mil, o espetáculo acabou sendo realizado com menos da metade deste valor. O patrocínio prometido pela Prefeitura de Jaboatão foi cancelado, assim como os apoios para a infraestutura. A Batalha em 2012 restaram apenas o Funcultura (com R$ 235 mil) e apoio da Assembleia Legislativa. A Métron Produções, realizadora do evento, teve que arcar com custos como a limpeza da área, a iluminação pública. Diminuiu cachês dos artistas e enxugou em cem o número de figurantes, negociou com fornecedores, o próprio público é recomendado a levar suas cadeiras, se quiser ver a peça sentado. A Defesa Civil e a Polícia Militar cuidarão da segurança no local. “A gente está fazendo pelo sonho, pelo amor ao projeto, que é uma grande aula de história e interpretação”, destaca Edivane Bactista, atriz e uma das sócias da Métron. “A cada ano, o sentimento em torno da Batalha é maior. O projeto merece mais envolvimento, força política, pois tratamos da história de Pernambuco e da formação do Brasil”, argumenta o produtor Ruy Aguiar.


Diario de Pernambuco - PE 16/11/2012 - 08:23 Política Articulação para não perder vagas Deputados cobram ação do governo e dos senadores para proteger cargos e falam de reflexos na economia Glauce Gouveia Divulgação

Parlamentares falam sobre perdas e defendem ação conjunta da bancada

A possibilidade de Pernambuco perder vagas na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa - assunto que está em discussão no Tribunal Superior Eleitoral - tem mantido os deputados estaduais e federais do estado em polvorosa. Embora o assunto venha sendo debatido apenas nos bastidores das duas casas legislativas, os parlamentares temem a perda de representatividade no âmbito federal e o aumento do quociente eleitoral (que determina a quantidade de votos que a legenda ou a coligação precisa ter nas eleições para eleger seus representantes). A redução das vagas impacta no quociente uma vez que este é definido ao se dividir o número de eleitores pela quantidade de vagas existentes. O número que resulta dessa divisão é a quantidade mínima de votos que o partido ou a coligação precisa ter para eleger um nome. Com menos vagas, a tendência é que o o quociente suba, aumentando também as dificuldades de eleição. “Ao perdermos vagas na Assembleia e na Câmara Federal, perdemos representatividade. E na Câmara o prejuízo é maior, porque cada deputado a menos significa menos recursos de emendas ao Orçamento Geral da União”, declarou o deputado estadual Daniel Coelho (PSDB). O tucano diz que essa deve ser uma discussão política e envolver também os governadores dos estados e os senadores. “Acho que temos que lutar e garantir essa mobilização”, disse. Recurso Segundo o deputado federal e coordenador da bancada pernambucana na Câmara dos Deputados, Carlos Eduardo Cadoca (PSC), diversas reuniões foram realizadas em Brasília entre os presidentes das assembleias legislativas dos estados que podem perder vagas (Piauí, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Paraíba, Maranhão e Rio Grande do Sul). “Acredito que se o TSE aprovar a petição do Amazonas iremos postular juridicamente para que mantenhamos as vagas atuais”, afirmou. Para Cadoca, esse não é o tipo de debate que deve ser feito isoladamente por um ou outro estado. “Quando se trata de discutir a Federação, é preciso que façamos isso em conjunto”, observou. O deputado federal pernambucano Silvio Costa (PTB), entretanto, critica a posição dos colegas. “Nosso argumento é sofrível. A Constituição Federal diz que o número de vagas é proporcional à população. Nossa população aumentou de 2000 a 2010 mas os números não foram suficientes para mantermos as vagas, uma vez que os estados do Norte tiveram aumentos mais significativos. Essa nossa luta é natimorta”, disparou.


Diario de Pernambuco - PE 16/11/2012 - 08:55 Colunas João Alberto Casal de herdeiros João Alberto Divulgação

Vanessa e Tadeu Alencar, Eustácio e Ângela Vieira, em evento do Santa Joana Por proposta de Tony Gel foi transcrito nos anais da Assembleia Legislativa o artigo As memórias de Roberto Magalhães, de Roberto Pereira publicado no Diario de Pernambuco. Os médicos Anamaria Coutinho e João Pessoa, do IOR, estão em Chicago, participando do congresso da Academia Americana de Oftalmologia. O livro Montez Magno Memorabilia: Crítica de arte & outros escritos será lançado domingo na Fliporto A banda Ultraje a rigor cover faz shows hoje e amanhã, no Manhattan. A Fundação José Saramago de Lisboa assinala hoje os 90 anos de nascimento do ganhador do Nobel de Literatura. O guitarrista Júnio Cap lança o CD No último volume e o pintor Evandro Marques abre a exposição Músicos de Pernambuco, hoje, no Dona Lindu. Hoje, dentro da programação da Ecofliporto, teremos palestras de Sérgio Xavier, Cristiano Carrilho e Verônica Ribeiro, da Secretaria de Meio Ambiente.

Diário de Pernambuco Online - PE 15/11/2012 - 20:35 Política Projeto normatiza atuação do comitê de prevenção à tortura Da Redação Erradicar e prevenir a tortura e outros tratamentos ou penas cruéis, desumanas ou degradantes, em Pernambuco, é o objetivo do Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à Tortura, atrelado à Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. A proposta está prevista no Projeto de Lei no 1.157/2012, de autoria do Poder Executivo, que Institui o Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à Tortura, redefine o Comitê Estadual de Combate e Prevenção à Tortura. A matéria, que teve como relator o deputado Ângelo Ferreira (PSB), foi aprovada, ontem, na Comissão de Administração Pública da Assembleia. \n\nDe acordo com a proposta, o Comitê e o Mecanismo Estadual devem observar as diretrizes de respeito integral aos direitos humanos, em especial, das pessoas privadas de liberdade mediante qualquer forma de detenção, aprisionamento ou colocação em estabelecimento público de vigilância de onde, por força de ordem judicial ou administrativa, não tenham permissão de se ausentarem por vontade própria. Além disso, haverá articulação entre os órgãos responsáveis pela segurança pública e o Governo. \n\nA proposição ainda explica que \"o Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à


Tortura é composto por seis membros e será atrelado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. Serão garantidos ao grupo o livre acesso a todos os lugares de privação de liberdade. Poderão entrevistar pessoas privadas de liberdade ou qualquer outra que possa fornecer informações relevantes, reservadamente e sem testemunhas, em local que garanta a segurança e o sigilo necessário, entre outros\", explica a proposição. Havendo comprovação de indícios da prática de tortura, os membros do Mecanismo de Prevenção poderão solicitar da autoridade competente a instauração de procedimento criminal e administrativo. \n\nPara o presidente da Comissão, deputado Aluísio Lessa (PSB), \"o projeto visa adotar as mesmas medidas do Governo Federal. Aperfeiçoa o que já está definido por lei e tem como principio básico adotar o respeito à dignidade humana estabelecido pela ONU\", destacou Lessa. \n\nDurante a reunião do colegiado, 21 projetos foram distribuídos e outros 12 aprovados. Os deputados Maviael Cavalcanti (DEM) e Pedro Serafim Neto (PDT), também participaram do encontro. \n\nCom informações da assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa

Diário de Pernambuco Online - PE 16/11/2012 - 09:03 Política Prefeituras de Pernambuco fazem o último dia de greve Diario de Pernambuco Chega ao fim hoje a greve dos prefeitos pernambucanos com pouca coisa para comemorar. Além da pouca adesão ao movimento, os gestores tiveram que engolir o fato de voltarem de Brasília sem a promessa de compensação por causa das perdas nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Entre as medidas compensatórias asseguradas pelo governo federal estão apenas a renegociação das dívidas previdenciárias, abatendo 60% das multas, e a liberação de R$ 1,5 bilhão em restos a pagar de emendas parlamentares. \n\nO caso gerou descontentamento até entre os petistas do estado. Nesta semana, o deputado estadual Manoel Santos ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para criticar os cortes do governo federal no FPM, provocados pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Ele ressaltou o ineditismo da greve nas prefeituras e ainda chamou a atenção para a gravidade da situação nas cidades que sofrem com os efeitos da seca. \n\nA greve foi articulada pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e pelo Consórcio dos munícipios da Mata Norte e Agreste de Pernambuco e teve, segundo os organizadores, a adesão de 70% dos prefeitos do Agreste e 93% do Sertão. Os gestores alegam que, para driblar a crise e continuar dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal, as prefeituras apertaram o cinto, demitindo parte dos cargos comissionados e suspendendo serviços públicos. \"Exoneramos cerca de 80% dos comissionados. Também suspendemos alguns atendimentos ambulatoriais como o de especialidades odontológicas\", contou o prefeito de Aliança, Azoka Gouveia (PT).


Folha de Pernambuco - PE 16/11/2012 - 09:03 Política Daniel Coelho agora quer ser líder da oposição Além da eleição da Mesa Diretora, marcada para o próximo dia 3 de dezembro, a discussão sobre a liderança da oposição também está movimentando os bastidores do Legislativo Jumariana Oliveira Jedson Nobre

DEPUTADO afirma que não haverá conflito na bancada Depois de ter insistido na tese de candidatura própria do PSDB para disputar a Prefeitura do Recife, o deputado estadual Daniel Coelho enfrentará mais um desafio: conseguir emplacar seu nome como líder da oposição na Assembleia Legislativa. Atualmente, o cargo é ocupado pelo deputado estadual Antônio Moraes (PSDB), mas Daniel, além de ser visto como o tucano de perfil adequado, saiu fortalecido das eleições municipais, já que ficou em segundo lugar na disputa. No entanto, o parlamentar não seria a melhor opção para PSDB, já que a legenda tem uma relação amistosa com o PSB do governador Eduardo Campos e não seria interessante bater de frente com o socialista, que tem maioria na Assembleia. Além da eleição da Mesa Diretora, marcada para o próximo dia 3 de dezembro, a discussão sobre a liderança da oposição também está movimentando os bastidores do Legislativo. Daniel Coelho, porém, garante que o clima é de tranquilidade na bancada do PSDB. “A gente não deve ter dentro da oposição um conflito para que se arrume (cada função). A Mesa está praticamente definida. O que não tem é clima de disputa”, garantiu. Outra que tem o perfil de bater de frente com o Governo é a ex-deputada Terezinha Nunes (PSDB), que vai assumir o mandato em janeiro. A tucana disse que o assunto não está sendo discutido, mas afirmou que defende Coelho para assumir a função. “Ainda está indefinido e temos que ver o DEM”, observou. O Democratas conta com uma bancada de dois parlamentares: Tony Gel e Maviael Cavalcanti. Há dois, tucanos e democratas disputaram a liderança da oposição e o acerto foi que Gel assumiria no segundo biênio. A vaga destinada ao PSDB para a Mesa Diretora, que hoje tem a primeira vice-presidência com Edson Vieira (eleito prefeito de Santa Cruz do Capibaribe) deverá mesmo ficar com Claudiano Martins Filho, que integra a Comissão de Agricultura. Ainda não se sabe quem ficaria com a liderança do partido, atualmente com Carlos Santana (eleito prefeito de Ipojuca), nem as ocupações de Eduardo Porto e Terezinha Nunes, que assumirão em janeiro. O deputado Betinho Gomes (PSDB) deverá continuar com a presidência da Comissão de Cidadania.

Jornal do Commercio - PE 16/11/2012 - 09:10 Cultura e Lazer Lição de história e paixão Dos 64 atores que compõem o elenco deste ano, cerca de 30 são novos no grupo Da Redação Um dos momentos mais significativos da formação da nacionalidade brasileira volta a ser encenado, hoje e amanhã, graças à tenacidade do diretor José Pimentel e um grupo de atores fieis. O espetáculo Batalha dos Guararapes - Assim nasceu a Pátria conta a história da expulsão dos holandeses do Brasil. As apresentações acontecem no Parque Histórico Nacional


dos Guararapes (em Prazeres, Jaboatão) e começam às 20h. A entrada é gratuita. Dos 64 atores que compõem o elenco deste ano, cerca de 30 são novos no grupo. Pedro Francisco de Souza ficou com o papel de Maurício de Nassau e outros representantes do teatro pernambucano interpretam os personagens históricos na peça: Álvaro Heleno (Dias Cardoso), Demétrio Rangel (Henrique Dias), Felipe Lopes (Felipe Camarão), José Pimentel (Vidal de Negreiros), Manoel Constantino (Barreto de Menezes) e Reinaldo de Oliveira (João Fernandes Vieira). Entre as mulheres, nomes como Ivonete Melo (no papel de Maria César), Angélica Zenith (Ana Paes) Micheline Torres, Mônica Vilarim e Zuleica Ferreira (que fazem estudantes e damas da corte). Além desses e outros atores, 150 figurantes participam da montagem. O espetáculo mostrado hoje e amanhã tem algumas modificações em relação às edições anteriores. O autor e diretor José Pimentel fez cortes no texto para deixar a peça mais ágil. A produção tem melhorias técnicas, novos cenários e peças de figurino. Para completar, a última cena será apresentada de uma outra maneira para melhorar a visão da plateia. "Até o último ano em que o espetáculo tinha sido feito, a batalha era vista a 1 Km de distância. As pessoas ficavam aqui e a cena acontecia lá no outro monte. Este ano, resolvi trazer a batalha final para perto do público. Fomos novamente para o estúdio para gravar a nova trilha sonora e isso também levou a novas marcações no espetáculo", afirma José Pimentel. "A iluminação melhorou sensivelmente, acho que é o triplo do que a gente usou no último ano. Tudo isso vai dar um brilho diferente. Junto com essa mudança, a nova trilha, a iluminação, o espetáculo tem tudo para ser mais um sucesso, apesar das dificuldades", continua o diretor. Nessa sétima edição, a Prefeitura de Jaboatão cancelou o patrocínio ao evento (a cota era de R$ 100 mil, como informado pela produção do evento). "A Prefeitura daria a iluminação, a capinação, esses serviços da infraestrutura. Este ano é a Métron Produções que está pagando tudo. O orçamento é de R$ 236 mil. O projeto foi aprovado no Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura). A Assembleia Legislativa de Pernambuco arrumou ontem (terça-feira) uma verba de R$ 6 mil", completa o diretor. Outro apoio é da Polícia Militar de Pernambuco, que fará a segurança da área. As primeiras apresentações da Batalha dos Guararapes aconteceram de 1984 a 1986. Depois disso houve um longo intervalo e a Métron Produções retomou a realização da peça (com edições em 2000, 2002, 2004, 2006, 2007 e 2010).


CLIPPING - 19.11.2012