Page 1

Blog da Folha – PE 03/12/2012 - 15:11 Política

PTB ainda tenta convencer Dourado sair da disputa Partido, em bloco, assinou nota pela indicação do parlamentar Julio Cavalcanti, porém Dourado não abre mão da vaga, alegando as reconduções do presidente Guilherme Uchoa (PDT) e o primeiro-secretário, João Fernando Coutinho (PSB) José Accioly Divulgação

Faltando menos de uma hora para o fim das inscrições para a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), toda a bancada do PTB está reunida, neste momento, para tentar convencer o deputado Marcantônio Dourado (PTB) de abdicar à reeleição à vice-presidência. O partido, em bloco, assinou nota pela indicação do parlamentar Julio Cavalcanti, porém Dourado não abre mão da vaga, alegando as reconduções do presidente Guilherme Uchoa (PDT) e o primeiro-secretário, João Fernando Coutinho (PSB). Em caso de “bate-chapa” em algum dos postos da Mesa da Alepe, os interessados deverão inscrever o nome até às 12h desta segunda-feira (3). A eleição, em votação secreta, ocorrerá às 15h, no Plenarinho da Casa de Joaquim Nabuco.

Blog da Folha – PE 03/12/2012 - 15:19 Política

Socialistas já esperavam apoio do PT a Geraldo Segundo Sileno, a mesma opinião foi compartilhada por Geraldo Julio. Guedes ressaltou que todas as legendas reconhecem a importância que o PT teve durante os 12 anos à frente da Prefeitura do Recife e que o momento é de começar uma nova gestão com a Frente unificada José Accioly A decisão do PT em aderir à base de apoio do prefeito eleito do Recife, Geraldo Julio (PSB), não surpreendeu os socialistas. Depois da confirmação, decidida no último sábado, algumas lideranças do PSB admitiram que aliança já era esperada. Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes afirmou que enxergou o fato com naturalidade. “O PT esteve mais junto com o PSB do que disputou (eleições). A gente viu com naturalidade o retorno do PT à Frente Popular. A Frente Popular assumiu um compromisso muito forte com a cidade do Recife e não tinha porque o PT não ter confiança no nosso projeto”, declarou.


Segundo Sileno, a mesma opinião foi compartilhada por Geraldo Julio. Guedes ressaltou que todas as legendas reconhecem a importância que o PT teve durante os 12 anos à frente da Prefeitura do Recife e que o momento é de começar uma nova gestão com a Frente unificada. Logo após a decisão do PT, Sileno Guedes entrou em contanto com o presidente municipal do PT, Oscar Barreto. Os dirigentes deverão se encontrar, mas ainda não há data definida. O prefeito de São Lourenço da Mata, Ettore Labanca (PSB), também admitiu que o apoio já era esperado. O socialista, no entanto, não mediu as palavras e criticou a postura do senador Humberto Costa (PT), que na última semana disse ser favorável a uma postura de independência do PT recifense. “O problema é que Humberto precisa descer do palanque, ele precisa acabar com essa fossa dele. João Paulo também. Não é para ficar com essas picuinhas. Todo mundo tem que se unir para trabalhar pelo Recife. A campanha já acabou”, disparou. Líder do Governo na Assembleia Legislativa, o deputado Waldemar Borges (PSB) também considerou a atitude da maioria dos petistas positiva. “Prova que a maioria do partido sabe disputar a eleição, mas também sabe desmontar o palanque. Assim como nós soubemos fazer quando disputamos com o PT, em Serra Talhada (Luciano Duque ganhou do candidato apoiado pelo governador) e em outros locais”, ressaltou.

Blog de Inaldo Sampaio – PE 03/12/2012 - 16:10 Colunas

Fogo Cruzado Inaldo Sampaio

Guilherme Uchoa será reeleito hoje para a presidência da Alepe 1- O deputado Guilherme Uchoa (PDT) será reconduzido nesta segunda-feira à presidência da Assembleia Legislativa. 2- É a quarta eleição dele para este cargo, superando o presidente anterior, Romário Dias, que ficou seis anos à frente do Poder. 3- Pelo critério da proporcionalidade, o cargo de 1º vice-presidente caberá ao PTB. 4- O partido indicou o deputado Júlio Cavalcanti. Mas o atual ocupante do cargo, Marcantônio Dourado, promete bater chapa com ele. 5-A segunda vice-presidência caberá ao PT, que indicou para ocupá-la o deputado André Campos. 6- A 1ª secretaria ficará com João Fernando Coutinho (PSB), que também será reconduzido ao lado de Guilherme Uchoa. 7- A 2ª secretaria será de Claudiano Martins Filho (PSDB), indicado pela bancada do seu partido, que hoje tem a 2ª vice-presidência (Édson Vieira). 8- A 3ª secretaria é do deputado Sebastião Oliveira (PR), também indicado consensualmente. 9- A 4ª secretaria será disputada por dois deputados: Eriberto Medeiros (PTC), atual ocupante do cargo, e Mary Gouveia (PSD). 10- Pela proporcionalidade, a vaga é do PSD que tem quatro deputados. Mas Eriberto resolveu bater chapa com Mary e aparentemente é favorito. É isso aí.


Blog de Inaldo Sampaio – PE 03/12/2012 - 16:18 Política

PMDB marca sua convenção estadual para o próximo dia 20 Há uma corrente que defende a substituição do presidente Dorany Sampaio Inaldo Sampaio Divulgação

O PMDB pernambucano fará sua convenção estadual no próximo dia 20 para eleger o novo diretório, a nova executiva e os delegados à convenção nacional. Há uma corrente no partido, da qual faz parte o deputado estadual Gustavo Negromonte, que defende a substituição do presidente Dorany Sampaio pelo deputado federal Raul Henry. No entanto, ninguém ainda conversou com Dorany sobre essa troca e ele continua convencido de que continuará na presidência por mais um período. Numa eventual chapa encabeçada por Raul para disputar a presidência, o secretário-geral será o prefeito de Petrolina Júlio Lossio.

Blog de Jamildo – PE 03/12/2012 - 14:07 Política

Alepe: oposição vai à Funase cobrar investimento do governo estadual Tucano cobra do governo estadual uma ação mais contundente para evitar novas rebeliões Gabriela López O presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), deputado Betinho Gomes (PSDB), confirmou para a próxima quartafeira (5) uma visita à unidade de Abreu e Lima - no Grande Recife - da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), às 10h. Inicialmente prevista para esta terça-feira (4), a data precisou ser alterada devido a uma audiência pública já agendada na Comissão sobre planos de saúde. Para acompanhá-lo nessa ida à Funase, o parlamentar está convidando autoridades e organizações ligadas às questões dos Direitos Humanos. A ida à Funase de Abreu e Lima tem como objetivo avaliar as condições das instalações e dos menores infratores assim como apurar as denúncias feitas pelas mães. O tucano cobra do governo estadual, através da Secretaria da Criança e Juventude, uma ação mais contundente para evitar novas rebeliões e, consequentemente, novas vítimas. No dia 23 novembro, Betinho enviou um ofício à secretária estadual da Criança e da Juventude, Rachel Lyra, no qual solicita esclarecimentos sobre a política estadual no que se refere às unidades da Funase. No mesmo documento, a Comissão faz sugestões à secretária no sentido de agilizar e melhorar as condições de atendimento das unidades e dos menores infratores.


Blog do Magno – PE 03/12/2012 - 10:00 Cidades

Canavieiros querem ações federais contra a seca Presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima, conta que, sem a contrapartida do Governo Federal diante do problema, milhares de pequenos agricultores não terão como voltar a investir nos canaviais Magno Martins Divulgação

O segmento dos produtores de cana do Estado, que já perdeu 50% do seu faturamento em função da maior seca dos últimos 50 anos, reivindicará ao ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, bem como a parlamentares federais, ações e programas nacionais para amenizar os prejuízos dos que atuam na Zona da Mata. O pleito está sendo apresentado neste momento na Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP). O presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima, conta que, sem a contrapartida do Governo Federal diante do problema, milhares de pequenos agricultores não terão como voltar a investir nos canaviais. Dados da própria associação mostram que cerca de 90% dos 12 mil produtores de cana do Estado pertencem ao regime de agricultura familiar. Os agricultores aguardam ainda a posição do Governo do Estado em relação ao pleito do setor que já foi apresentado à Assembleia Legislativa e ao vice-governador, João Lyra Neto. A AFCP elaborou e apresentou proposta de criação do Programa de Manutenção da Atividade Canavieira (Promac). A medida tem como objetivo evitar a inviabilidade da safra do próximo ano por meio da adoção emergencial de ações técnicas correspondentes a serviços de custeio da safra.

Blogs do Diário de Pernambuco – PE 03/12/2012 - 15:29 Política

Isaltino cresce no coração do PSB. Resta saber se terá capacidade de dialogar e unificar o PT Secretário estadual de Transportes, Isaltino já tinha ganho pontos com o socialismo ao expressar fidelidade no papel de líder do governo no primeiro mandato de Eduardo na Assembleia Legislativa – ele é deputado licenciado Josué Nogueira Divulgação

Ao mesmo tempo em que evidenciou o desgaste e o desprestígio de lideranças históricas como Humberto Costa e o ex-prefeito e atual deputado federal João Paulo, a decisão do PT jogou luzes sobre a ascensão de Isaltino Nascimento. Trata-se de nome ligadíssimo ao governador Eduardo Campos (PSB). Secretário estadual de Transportes, Isaltino já tinha ganho pontos com o socialismo ao expressar fidelidade no papel de líder do governo no primeiro mandato de Eduardo na Assembleia Legislativa – ele é deputado licenciado. Agora, ao garantir a entrada do PT na base de Geraldo Julio no Recife, o secretário deve ter conquistado espaço luxuoso no coração do governador.


Além disso assegura a manutenção dos cargos do PT no governo estadual. Resta agora observar se Isaltino terá capacidade de dialogar com os companheiros e unificar o partido.

Blogs do Diário de Pernambuco – PE 03/12/2012 - 15:26 Política

Eleição na Assembleia em clima de “paz selada”, sanção de nomes e perpetuação do status quo Os dois cargos, relevantes que são, despertam alguma cobiça.Todavia, o jogo é jogado dentro de um script preparado a partir dos interesses do Executivo estadual Da Redação Divulgação

O Poder Legislativo estadual ratifica nesta segunda os nomes dos deputados Guilherme Uchoa (PDT) e João Fernando Coutinho (PSB). Os dois renovarão o direito de ocupar os cargos mais importantes da Mesa Diretora da Casa: presidência e primeira-secretaria, respectivamente. Paz selada! Legenda da Na verdade, ambos iniciarão um quarto mandato consecutivo nas funções – resultado de convenientes ajustes na legislação foto postada no (possibilitados pelo governismo desmedido). Facebook de Coutinho Os dois cargos, relevantes que são, despertam alguma cobiça.Todavia, o jogo é jogado dentro de um script preparado a partir dos interesses do Executivo estadual. Tanto que o único que ousou a declarar ter desejo de disputar uma das duas funções saiu de cena anunciando retirava seu nome em função da unidade do partido. Leonardo Dias (PSB), que queria a primeira-secretaria, não encontrou condições para questionar uma engrenagem montada e perpetuada com aval do seu partido e do governo estadual. Aliás, o deputado, resignado, posou ao lado de João Fernando Coutinho para foto postada no Facebook deste último (veja acima). Em negrito, abaixo, post sobre o assunto publicado no Blog na semana passada: Leonardo Dias sai da disputa para a 1ª secretaria na Alepe. E alguém peita perenização de Uchoa e Coutinho na Mesa? No link a seguir, texto publicado no Diario nesta segunda-feira sobre a eleição na Assembleia: Eleição para o comando da Assembleia Legislativa quase sem disputa A Assembleia Legislativa de Pernambuco vai eleger, nesta segunda-feira, sete deputados para compor a mesa diretora da Casa no biênio 2013-2014. A eleição, marcada para as 15h, promete ser acalorada com bate-chapas na vice-presidência, ocupada pelo deputado Marcantônio Dourado (PTB), e na 4ª Secretaria, de Eriberto Medeiros (PTC). Sob o argumento de que é necessária a renovação nos cargos, a bancada petebista indicou Julio Cavalcanti para a vice-presidência. Eles enviaram, na última quinta-feira, uma nota oficial afirmando que a maioria dos petebistas vê o nome de Julio Cavalcanti como o mais legítimo e representativo para o partido e para o conjunto de parlamentares da Assembleia. Marcantônio, que está há dois anos à frente da vaga, não aceitou a decisão do partido e avisou que segue na disputa. Na 4ª Secretaria, Mary Gouveia (PSD) foi indicada pelo partido para reivindicar a vaga de Eriberto. O deputado Evaraldo Cabral (PSD) havia se colocado na disputa, mas ele retirou candidatura para apoiar a colega. Os pessedistas se apoiam no critério da proporcionalidade – as legendas que têm mais integrantes na bancada assumem os postos mais importantes – para ficar com o cargo. O PSD tem três deputados enquanto o PTC, dois.


Os deputados Guilherme Uchoa (PDT) e João Fernando Coutinho (PSB) deverão ser reconduzidos aos cargos de presidência e da 1ª secretaria, respectivamente. Com o aval do governador Eduardo Campos (PSB), os partidos já sinalizaram apoio a ambos. Inicialmente o deputado Leonardo Dias (PSB) ameaçou entrar na disputa com Coutinho, mas jogou a toalha após não conseguir solidificar a candidatura. Na segunda-feira passada, Dias foi surpreendido por um ato do partido em que referendava a reeleição de João Fernando Coutinho. Leonardo Dias também tentou, na semana passada, agendar uma conversa com o governador Eduardo Campos, sem êxito. Sem saída, ele recorreu ao presidente da Casa, Guilherme Uchoa (PDT) que também não confirmou apoio. Na 2ª vice-presidência, atualmente ocupada por Edson Cabral (PSDB), eleito em Santa Cruz do Capibaribe, o partido indicou Claudiano Martins (PSDB). O PT chegou a externar o desejo de disputar com os tucanos, mas, segundo o deputado Betinho Gomes (PSDB), ficou acordado entre as siglas que a composição partidária continuaria a mesma. Os petistas votarão no deputado André Campos para a 2ª secretaria, vaga já ocupada pela legenda.

Diário de Pernambuco Online – PE 03/12/2012 - 16:15 Política

Como esperado, Guilherme Uchoa é reconduzido ao cargo com 48 votos A disputa para a 1ª vice-presidência doi vencida pelo deputado Marcantônio Dourado (PTB) Da Redação A votação para o comando da Assembleia Legislativa terminou há poucos instantes e tudo correu na maior tranquilidade. O presidente Guilherme Uchoa (PDT) foi reconduzido ao cargo com 48 votos. Quase unanimidade. Entre os 49 deputados estaduais, apenas um votou em branco. Para a 1ª vice-presidência, Marcantônio Dourado (PTB) foi eleito, derrotando Júlio Cavalcanti (PTB). O primeiro teve 29 votos e o segundo, 18. Houve apenas um voto nulo. A 2ª vicepresidência será comandada por André Campos (PT). Ele obteve 48 votos e também houve um voto em branco registrado. Como já estava acordado, João Fernando Coutinho (PSB) foi reeleito para a 1ª secretaria com 48 votos. Teve apenas um voto em branco. A 2ª secretaria será ocupada por Claudiano Martins Filho (PSDB) em lugar de Sérgio Leite (PT). Sebastião Oliveira (PR) foi eleito por unanimidade para 3ª secretaria. Eriberto Medeiros (PTC) foi eleito para a 4ª secretaria, com 33 votos. Derrotou Mary Gouveia (PSD) recebeu 15 votos. Um deputado votou em branco. Após a divulgação do resultado, os deputados estaduais eleitos para a mesa diretora posaram para uma foto. Com informações da repórter Júlia Schiaffarino, do Diario de Pernambuco.


Diário de Pernambuco Online – PE 03/12/2012 - 09:15 Política

Eleição para o comando da Assembleia Legislativa quase sem disputa Sem concorrentes, o deputado Guilherme Uchôa (PDT) deve consolidar o quarto mandato consecutivo à frente da Mesa Diretora. Da Redação A Assembleia Legislativa de Pernambuco vai eleger, nesta segunda-feira, sete deputados para compor a mesa diretora da Casa no biênio 2013-2014. A eleição, marcada para as 15h, promete ser acalorada com bate-chapas na vice-presidência, ocupada pelo deputado Marcantônio Dourado (PTB), e na 4ª Secretaria, de Eriberto Medeiros (PTC). Sob o argumento de que é necessária a renovação nos cargos, a bancada petebista indicou Julio Cavalcanti para a vice-presidência. Eles enviaram, na última quinta-feira, uma nota oficial afirmando que a maioria dos petebistas vê o nome de Julio Cavalcanti como o mais legítimo e representativo para o partido e para o conjunto de parlamentares da Assembleia. Marcantônio, que está há dois anos à frente da vaga, não aceitou a decisão do partido e avisou que segue na disputa. Na 4ª Secretaria, Mary Gouveia (PSD) foi indicada pelo partido para reivindicar a vaga de Eriberto. O deputado Evaraldo Cabral (PSD) havia se colocado na disputa, mas ele retirou candidatura para apoiar a colega. Os pessedistas se apoiam no critério da proporcionalidade as legendas que têm mais integrantes na bancada assumem os postos mais importantes - para ficar com o cargo. O PSD tem três deputados enquanto o PTC, dois. Os deputados Guilherme Uchoa (PDT) e João Fernando Coutinho (PSB) deverão ser reconduzidos aos cargos de presidência e da 1ª secretaria, respectivamente. Com o aval do governador Eduardo Campos (PSB), os partidos já sinalizaram apoio a ambos. Inicialmente o deputado Leonardo Dias (PSB) ameaçou entrar na disputa com Coutinho, mas jogou a toalha após não conseguir solidificar a candidatura. Na segunda-feira passada, Dias foi surpreendido por um ato do partido em que referendava a reeleição de João Fernando Coutinho. Leonardo Dias também tentou, na semana passada, agendar uma conversa com o governador Eduardo Campos, sem êxito. Sem saída, ele recorreu ao presidente da Casa, Guilherme Uchoa (PDT) que também não confirmou apoio. Na 2ª vice-presidência, atualmente ocupada por Edson Cabral (PSDB), eleito em Santa Cruz do Capibaribe, o partido indicou Claudiano Martins (PSDB). O PT chegou a externar o desejo de disputar com os tucanos, mas, segundo o deputado Betinho Gomes (PSDB), ficou acordado entre as siglas que a composição partidária continuaria a mesma. Os petistas votarão no deputado André Campos para a 2ª secretaria, vaga já ocupada pela legenda.


Blog de Jamildo – PE 03/12/2012 - 18:00 Política

Uchoa renova mandato na Assembleia Legislativa e PSB é derrotado na disputa pelo secretariado Único disputando o cargo, Uchôa obteve 48 dos 49 votos Vinícius Sobreira Foto: Reprodução

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchoa (PDT), foi reconduzido ao cargo de presidente da Alepe pelo quarto mandato consecutivo, que vale para o biênio 2013/2014. A eleição na tarde desta segunda-feira (3) ainda teve a derrota do PSB de Eduardo Campos na disputa pelo 4º secretariado da casa. Único disputando o cargo, Uchôa obteve 48 dos 49 votos. Um voto foi branco. Para o cargo de 1º vice-presidente da Casa, Marcantônio Dourado (PTB) também foi reeleito, com uma vitória sobre Júlio Cavalcanti, do mesmo partido. O placar foi de 29 votos a 18, com um voto nulo. O cargo de 2º vice-presidente saiu das mãos de Edson Vieira (PSDB) e foi para André Campos (PT), que não enfrentou concorrência no pleito. Foram 48 votos para o petista e um voto em branco. Pelo mesmo placar o deputado João Fernando Coutinho (PSB) também teve seu mandato renovado a frente da 1ª Secretaria. Claudiano Martins Filho (PSDB) foi eleito 2º Secretário, também pelo placar de 48 votos e 1 branco, já que disputou o pleito sozinho. Até o fim deste ano o cargo estava nas mãos de Sérgio Leite (PT). O único eleito por unanimidade (49 votos) foi Sebastião Oliveira (PR), para o cargo de 3º Secretário da Assembleia. Hoje, o cargo é ocupado por Henrique Queiroz (PR). A disputa pelo cargo de 4º Secretário foi travada entre Eriberto Medeiros (PTC), que está atualmente no cargo, e a deputada Mari Gouveia (PSB). Mas a socielista não conseguiu amplo apoio da base e foi derrotada por Eriberto por 33 votos a 15. Um voto em branco. *Com informações de Gabriela López, repórter do Blog

Diario de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:22 Política

Prevaleceu a vontade do Poder Executivo Com as bênçãos do governador, o presidente da Assembleia Legislativa foi reconduzido ao cargo Júlia Schiaffarino Divulgação

Deputados estaduais elegeram ontem a mesa diretora da Assembleia Legislativa do estado para o período 2013 2014

O deputado estadual Guilherme Uchoa (PDT) garantiu, ontem, a presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco por mais dois anos. Em uma votação secreta, obteve o consenso de 48 dos 49 deputados – a única divergência foi um voto nulo. Essa vitória faz da “Era Uchoa” a mais longa do Palácio Joaquim Nabuco. Serão quatro biênios consecutivos. Mais do que isso, porém, traduz a força do Executivo estadual sobre o Legislativo. O pedetista é o nome de confiança do governador Eduardo Campos (PSB), que deixou clara sua posição em favor da reeleição do aliado. Conhecido pelas declarações polêmicas, Uchoa não pensa duas vezes quando precisa enfrentar a opinião pública para defender o governo. É


assim, também, para manter o corporativismo, a exemplo do episódio do auxílio-paletó. Enquanto os demais deputados preferiam as meias-palavras, ele se colocou abertamente a favor do pagamento do benefício. Por casos como esse, consegue uma Casa com raras dissonâncias e os reflexos positivos recaem diretamente sobre o governo, que desde o início da segunda gestão de Eduardo Campos não encontrou dificuldade em aprovar nenhum projeto. Da mesma forma, o Executivo tem no Legislativo estadual a agilidade que procura. No final do ano passado, por exemplo, nenhum dos projetos do governo do estado ficou pendente. Ao comentar a vitória e os planos para o próximo biênio, o presidente reeleito falou das “boas relações” com o Palácio do Campo das Princesas como uma das principais. “Além de estar emocionado com a vitória que tivemos, abraço com isso a responsabilidade em manter esse clima de harmonia”. No ano passado, uma Proposta de Emenda Constitucional, conhecida como PEC da Reeleição, deu ao pedetista o aval necessário para concorrer novamente à presidência da Casa. O projeto teve apoio do palácio e encontrou resistência apenas do PTB, que mesmo assim não conseguiu manter a unanimidade de votos contra e a PEC foi aprovada. Assim que teve confirmada a vitória nas urnas na ocasião, o pedetista manteve a tradição das frases de impacto. Riu e observou: “viu como a PEC deu certo?”

Diario de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:28 Colunas

Diario Político Marisa Gibson Recompensa Único candidato a ser escolhido por unanimidade na eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa - recebeu 49 votos para o cargo a que concorreu, a 3ª Secretaria - o deputado Sebastião Oliveira (PR) está de alma lavada. Titular da pasta de Transportes no primeiro governo Eduardo, ele foi um dos secretários mais criticados por seus colegas da Assembleia. Medalha Vera Gomes, conhecida por sua atuação nos movimentos sindicais, sociais e políticos, desde os tempos da ditadura militar, será homenageada pela deputada Isabel Cristina com a Medalha Leão do Norte Classe Ouro - Mérito Zumbi dos Palmares, hoje na Assembleia Legislativa.

Diario de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:39 Colunas

João Alberto Leão do Norte O presidente Guilherme Uchoa comanda hoje, às 18h, sessão solene da Assembleia Legislativa para entrega da Medalha Leão do Norte 2012. Os agraciados são Ricardo Leitão, Cleuza Pereira do Nascimento, Mirtes Cordeiro, Vera Lúcia Ferreira Gomes, o Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, a Usina Trapiche e a Fetape.


Movimento Sílvio Costa filho e Cris Lemos retornaram de uma semana em Portugal. Por iniciativa de Rodrigo Novaes, a Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa promove hoje audiência pública sobre Os planos de saúde e o atendimento aos direitos dos usuários.

Diario de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:40 Saúde

Recife terá frente contra Aids Ativistas criticaram o orçamento reservado ao diagnóstico e à prevenção da doença Da Redação O Recife deve ganhar uma frente parlamentar de combate à Aids ainda neste ano. A ideia foi apresentada ontem, em audiência pública na Câmara de Vereadores, pelo movimento Articulação Aids em Pernambuco, e agora só depende do apoio dos legisladores para sair do papel. O requerimento de adesão deve ser criado hoje. Os ativistas criticaram o orçamento reservado ao diagnóstico e à prevenção da doença. O último mapeamento da Secretaria de Saúde do Recife Cristina, que convive revela que 391 novos casos de Aids foram diagnoticados entre janeiro com vírus há 22 anos, e outubro deste ano. Atualmente, no estado, apenas Paulista conta lamenta falta de com uma frente parlamentar na área. medicamentos Na prática, a instalação da nova comissão facilitaria a aprovação dos projetos de lei sobre o assunto. De acordo com o vereador Jurandir Liberal (PT), presidente da Câmara, ainda não está definido o número de parlamentares que integrarão o grupo. “O problema da Aids é transversal e não apenas de saúde pública. Por isso, a criação do grupo, com o Executivo, o Legislativo e as ONGs, deve ser avaliada positivamente. Amanhã (hoje) haverá o discurso de apresentação”, diz. Ontem, os ativistas entregaram ao presidemte da casa uma carta com cinco páginas detalhando a ideia. Caso seja seguida à risca, a frente priorizaria seis temas: trabalho, habitação, mobilidade, educação, saúde e planos políticos, com enfoques específicos para as pessoas com HIV/Aids. Em 10 de dezembro, o mesmo documento tambem será apresentado na Assembleia Legislativa. A ideia é que o grupo também possa ajudar na captação de recursos. Hoje, os ativistas criticam o orçamento destinado ao combate da doença. Por isso, afirmam, combater a “Aids não é só falar em remédio, mas também executar ações”. “Há avanços, mas a execução é incipiente. Faltam orçamento e vontade”, acrescenta a educadora do SOS Corpo, Simone Ferreira. A autônoma Cristina Guedes, 43 anos, contraiu o vírus após sofrer um estupro em Osasco (SP), em 1990. Cristina foi vítima do golpe conhecido como “boa noite cinderela”. Os sintomas da doença apareceram após 14 anos. Desde então, ela toma o coquetel de combate à doença oferecido pelo SUS. “Acho que a rede deixa muito a desejar. Faltam medicamentos. Às vezes, faço um exame e só pego o resultado quatro meses depois. O sistema ainda precisa melhorar”, conta. Anna Clarice Almeida


Diario de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:24 Política

Houve apenas dois bate-chapas Nos dois casos divergentes restantes, dois cenários diferentes Da Redação Passou longe das surpresas o resultado da votação para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do estado. Das sete vagas em jogo, cinco contavam com nomes de consenso. Destes, apenas a primeira-secretaria ensaiou alguma resistência com o deputado Leonardo Dias (PSB). Recebeu, no entanto, resposta direta do presidente nacional do partido, o governador Eduardo Campos, e o deputado João Fernando Coutinho manteve-se na disputa da reeleição. Nos dois casos divergentes restantes, dois cenários diferentes. A Os próprios primeira vice-presidência foi alvo de uma disputa interna do PTB, que deputados fizeram a acumulou a segunda derrota na Casa. A primeira havia sido a PEC da contagem dos votos Reeleição, quando posicionou-se de forma contrária. No caso da vicepresidência, o presidente do partido, senador Armando Monteiro Neto, declarou que o candidato da sigla seria Júlio Cavalcanti. O deputado Marcantônio Dourado bateu o pé e concorreu à reeleição. Ganhou com onze votos de diferença. A outra questão residiu na briga entre partidos. O PSD disputou com o PTC espaço na mesa diretora. Na sexta-feira passada, confirmou o nome da deputada Mary Gouveia na disputa pela 4ª secretaria. Ela enfrentou o deputado Eriberto Medeiros, que conseguiu a reeleição com uma vantagem de 18 votos. Resta aos pessedistas, que hoje têm uma bancada de quatro deputados, pleitear espaço nas presidências de comissões, que passarão por mudanças para o próximo ano. (J.S.) Saiba mais Divulgação

Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (2013-2014) Presidente Guilherme Uchoa (PDT) – reeleito 1º vice-presidente Marcantônio Dourado (PTB) - reeleito 2º vice-presidente André Campos (PT) 1º secretário João Fernando Coutinho (PSB) - reeleito 2º secretário Claudiano Martins Filho (PSDB) 3º secretário Sebastião Oliveira (PR) 4º secretário Eriberto Medeiros (PTC) – reeleito


Diário de Pernambuco Online – PE 03/12/2012 - 18:54 Economia

Má prestação de serviços dos planos de saúde é tema de audiência na Alepe Da Redação A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) realiza nesta terça-feira (4) uma audiência pública para tratar sobre a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras de planos de saúde no estado. O encontro ocorrerá no auditório da Casa, no 6° andar, Anexo I. Trata-se de uma iniciativa da Comissão de Cidadania e Direitos da Assembleia, presidida pelo deputado Betinho Gomes. De acordo com a assessoria de comunicação do parlamentar, a reunião foi motivada por um relatório do Procon Pernambuco, no qual consta o registro significativo de reclamações dos usuários contra o sistema de saúde suplementar. A Comissão de Cidadania pretende apurar as reclamações e garantir o devido cumprimento da lei federal 9.656/98, que rege o setor. Foram convidadas a participar da reunião várias instituições da sociedade civil organizada, órgãos públicos, personalidades e representantes das operadoras.

Folha de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:22 Política

Uchoa confirmado como presidente da Alepe pela 4ª vez João Fernando Coutinho é outro recordista na primeira secretaria no biênio 2013/14 Diego Nigro Pela quarta vez consecutiva, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Guilherme Uchoa (PDT), foi eleito ao posto mais alto da Casa Joaquim Nabuco. Ele comandará o Poder, no biênio 2013/2014, e quebrará um recorde ao alcançar o quarto mandato seguido. Também com três reeleições, o primeiro-secretário João Fernando Coutinho (PSB) continuará no posto. A eleição da Mesa Diretora foi marcada pela pouca renovação. De sete membros, quatro foram reeleitos. Além de Uchoa e Coutinho, o vice-presidente Marcantônio Dourado (PTB) e o quarto-secretário, o deputado Eriberto Medeiros (PTC), continuarão na Mesa. As reconduções foram possíveis graças à Proposta de Emenda à Constituição (conhecida como PEC da reeleição), aprovada em junho de 2011. A renovação do colegiado se deu na segunda vice-presidência, segunda e terceira secretarias, que ficaram sob o comando de André Campos (PT), Claudiano Martins Filho (PSDB) e Sebastião Oliveira (PR), respectivamente. O único nome unânime foi o de Sebastião Oliveira, que foi votado pelos 49 colegas de bancada. Apesar de não ter nenhum concorrente, o presidente Guilherme Uchoa não teve unanimidade, pois recebeu 48 votos, assim como Coutinho. Claudiano Martins e André Campos também receberam a mesma votação. Marcantônio Dourado teve 29, enquanto seu concorrente, Julio Cavalcanti (PTB), recebeu o apoio de 18 parlamentares. Na quarta secretaria, a vantagem foi ainda maior. Eriberto recebeu 33, enquanto Mary Gouveia (PSD) somou 15 votos. Segundo comentários de bastidores, a reeleição de Dourado e Medeiros foi trabalhada por Guilherme Uchoa. Logo após o resultado, o pedetista declarou que os espaços dos partidos foram respeitados, apesar da derrota de Mary Gouveia e Julio Cavalcanti. “Os partidos tiveram representação em toda a sua composição na chapa. O PTB continua representado com


Marcantônio Dourado, que é PTB. Julio Cavalcanti infelizmente não logrou bom resultado”, assinalou o pedetista. Incomodado com os questionamentos sobre o fato de ser presidente pela quarta vez seguida, Uchoa disse que a recondução se deu pela vontade dos colegas de parlamento. “O governador Eduardo Campos (PSB) vai para o oitavo ano. Estranho muito a pergunta. Por que com a Assembleia tem que ser limitado a dois, a quatro ou a seis? Temos que respeitar a vontade popular e não podemos respeitar a vontade dos parlamentares? Que democracia é essa?”, disse. João Fernando Coutinho, por sua vez, afirmou que o quarto mandato consecutivo na primeira secretaria é sinal de reconhecimento pelo trabalho feito com os servidores e na Assembleia. Apesar da tensão gerada pela disputa da vice-presidência, a votação de ontem foi tranquila e rápida. Divulgado o resultado, os deputados cumprimentaram os vencedores ainda no plenário.

Folha de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:29 Política

Marcantônio mostra poder de fogo Ele lembrou que o petebista Izaías Régis, que votou a favor da indicação de Julio, também teve direito à reeleição à Primeira vice-presidência no biênio Mirella Araújo “O PTB não perdeu. O partido tinha dois candidatos, mas só poderia eleger um”. Essa é a avaliação do deputado Marcântonio Dourado, após vencer o correligionário Julio Cavalcanti por 29 votos a 18, na disputa pela primeira vice-presidência da Assembleia Legislativa. Sem apoio oficial do partido, Marcantônio garantiu a reeleição e declarou não ter qualquer mágoa dos companheiros da legenda que não votaram nele. “Existia um acordo inicial com Julio e isso teria que ser mantido. Por isso, pedi autorização ao senador e presidente do PTB, Armando Monteiro Neto, para sair como candidato avulso. Tenho uma folha de serviços prestados na Casa, além de ter sido primeiro-secretário. Sempre fui honesto e procurei defender o direito de todos aqui, o que me credenciava a ser candidato novamente”, disse Dourado. Ele lembrou que o petebista Izaías Régis, que votou a favor da indicação de Julio, também teve direito à reeleição à Primeira vice-presidência no biênio 2009/2010. A falta de experiência para o cargo foi uma das justificativas de muitos parlamentares para não terem votado em Julio Calvacanti. Para o deputado e secretário-geral do PTB, José Humberto Cavalcanti, esse argumento não é válido, e “a falta de experiência não significa falta de capacidade para assumir uma vaga na Mesa”. O petebista ressaltou que a escolha por Julio se deu, apenas, pelo partido ser a favor da renovação. Contudo, ressaltou que foi uma decisão da maioria, que será respeitada. OUTRA DISPUTA Também houve bate-chapa na disputa pela quarta-secretaria, porque o PSD entendeu que, mesmo não tendo eleito nenhum deputado em 2010, tinha o direito à proporcionalidade, pois surgiu com quatro representantes. Já o PTC perdeu um parlamentar, mas alegou que o critério da bancada eleita há dois anos que deveria valer. Daí o atual detentor do cargo, Eriberto Medeiros se inscreveu e derrotou a pessedista Mary Gouveia por 33 votos a 15. Eriberto creditou sua vitória ao sentimento da Casa de ser favorável à tese da proporcionalidade. “A Assembleia assimilou bem a tese defendida pelos trabalhistas-cristãos e que, por isso, deveriam continuar na Quarta secretaria”, ressaltou. Para Mary, a culpa de sua derrota foi do próprio PSD, que trocou duas vezes de candidato - primeiro com Rodrigo Novaes e posteriormente Everaldo Cabral - e apresentou seu nome dois dias antes da eleição. “Como era uma questão de direito não poderíamos ficar de fora”, afirmou a deputada.


Folha de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 08:12 Colunas

Folha Política Renata Bezerra de Melo O troco na Alepe Na última sexta, o deputado Marcantônio Dourado procurou correligionários do PTB para avisar o seguinte: “Peçam para Julio (Cavalcanti) retirar a candidatura, porque ele vai perder por mais de 10 votos”. Não teve acordo. Julio Cavalcanti, candidato oficial do PTB, não recuou. Ontem, dois dias depois, Julio perdeu a vaga a eleição para 1º vice-presidente - obteve 18 votos contra 29 de Marcantônio. O resultado configurou novo revés do PTB, na Assembleia Legislativa. Quando a polêmica PEC da reeleição entrou em pauta, a orientação do partido, presidido no Estado pelo senador Armando Monteiro Neto, foi de que a bancada deveria posicionar-se contra. Na época, enquanto Julio Cavalcanti, muito ligado a Armando, seguiu à risca a regra da legenda, Marcantônio presidiu a sessão, no dia da votação. Em outras palavras, não votou - nem a favor, nem contra. Manteve-se neutro num assunto que era de interesse do Palácio das Princesas. Marcantônio, que costuma substituir o presidente Guilherme Uchoa, em eventuais ausências do pedetista, tem relação mais forte com o Palácio, fator que pesou para que o PTB visse sua indicação desrespeitada. EM FAVOR DO PSB - Houve outro mal-estar na Casa. Nos subterrâneos, comentava-se que Julio teria mudado de conduta nos 45 do 2º tempo - cogitou votar em Leonardo Dias e depois terminou declarando apoio ao socialista João Fernando Coutinho para 1ª secretaria. Pelos cálculos da oposição, sua bancada seguiu as orientações partidárias, mas, na leitura dela, o PSB não fez o mesmo. “Só Waldemar Borges, líder do Governo, e Vinícius Labanca votaram na indicação do PTB”, contabilizava um parlamentar. Sem dúvidas No final das contas, Leonardo Dias seguiu, ao contrário do que se especulava ao final da eleição, o acordo de votar nas indicações e depositou seu voto em João Fernando Coutinho para 1ª secretaria. Com o resultado proclamado, Leonardo observava que votar em branco ou nulo é “prejudicial à democracia”. Ele e João, inclusive, seguiram no mesmo carro para a comemoração dos deputados. Quase coincidência entre PTB e PSD Sobrou para Betinho Gomes a suspeita da autoria do voto em branco em João Fernando. Mas o tucano encontrou-se com um oposicionista, na Alepe, a sós, a quem garantiu que havia votado em João. Entre os oposicionistas, restou constatado que os votos depositados no PSD, praticamente, coincidiram com os cedidos ao PTB. “As cédulas eram as mesmas”, observou um parlamentar. Mas dá voto E, no buraco frio, os deputados brincavam com o deputado Sebastião Oliveira, eleito 3º secretário: “Sebastião, toda unanimidade é burra!”. Sebá, como é chamado, foi o único que obteve os 49 votos. É amigo-irmão de Leonardo Dias, seu cabo eleitoral, a quem passou a ser creditada a sua unanimidade. Amizade pesa Reconduzido à 4ª secretaria, o deputado Eriberto Medeiros, indagado sobre quem era mais seu amigo, o deputado Everaldo Cabral ou Francismar Pontes, respondeu: “Os dois”. Herdeiro


de Francismar, Felipe Francismar estava presente e emendou: “É aquele ditado: ou se enforca com a corda ou com o lençol”. Curtas Mui amigos - Tanto Francismar (PSD) como Everaldo (PSD) trabalharam por Eriberto, a despeito de o PSD ter lançado a candidatura de Mary Gouveia, que só foi oficializada na última sexta, e ainda lhe rendeu 15 votos. Julio Cavalcanti (PTB) teve 18. Medalha - A deputada Isabel Cristina concede a Medalha Leão do Norte Classe Ouro a Vera Gomes - conhecida por sua participação em movimentos sociais, sindicais e políticos, Será na Assembleia Legislativa, às 18h.

Folha de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:24 Política

Marcantônio mostra poder de fogo Ele lembrou que o petebista Izaías Régis, que votou a favor da indicação de Julio, também teve direito à reeleição à Primeira vice-presidência no biênio 2009/2010 Da Redação “O PTB não perdeu. O partido tinha dois candidatos, mas só poderia eleger um”. Essa é a avaliação do deputado Marcântonio Dourado, após vencer o correligionário Julio Cavalcanti por 29 votos a 18, na disputa pela primeira vice-presidência da Assembleia Legislativa. Sem apoio oficial do partido, Marcantônio garantiu a reeleição e declarou não ter qualquer mágoa dos companheiros da legenda que não votaram nele. “Existia um acordo inicial com Julio e isso teria que ser mantido. Por isso, pedi autorização ao senador e presidente do PTB, Armando Monteiro Neto, para sair como candidato avulso. Tenho uma folha de serviços prestados na Casa, além de ter sido primeiro-secretário. Sempre fui honesto e procurei defender o direito de todos aqui, o que me credenciava a ser candidato novamente”, disse Dourado. Ele lembrou que o petebista Izaías Régis, que votou a favor da indicação de Julio, também teve direito à reeleição à Primeira vice-presidência no biênio 2009/2010. A falta de experiência para o cargo foi uma das justificativas de muitos parlamentares para não terem votado em Julio Calvacanti. Para o deputado e secretário-geral do PTB, José Humberto Cavalcanti, esse argumento não é válido, e “a falta de experiência não significa falta de capacidade para assumir uma vaga na Mesa”. O petebista ressaltou que a escolha por Julio se deu, apenas, pelo partido ser a favor da renovação. Contudo, ressaltou que foi uma decisão da maioria, que será respeitada. OUTRA DISPUTA Também houve bate-chapa na disputa pela quarta-secretaria, porque o PSD entendeu que, mesmo não tendo eleito nenhum deputado em 2010, tinha o direito à proporcionalidade, pois surgiu com quatro representantes. Já o PTC perdeu um parlamentar, mas alegou que o critério da bancada eleita há dois anos que deveria valer. Daí o atual detentor do cargo, Eriberto Medeiros se inscreveu e derrotou a pessedista Mary Gouveia por 33 votos a 15. Eriberto creditou sua vitória ao sentimento da Casa de ser favorável à tese da proporcionalidade. “A Assembleia assimilou bem a tese defendida pelos trabalhistas-cristãos e que, por isso, deveriam continuar na Quarta secretaria”, ressaltou. Para Mary, a culpa de sua derrota foi do próprio PSD, que trocou duas vezes de candidato - primeiro com Rodrigo Novaes e posteriormente Everaldo Cabral - e apresentou seu nome dois dias antes da eleição. “Como era uma questão de direito não poderíamos ficar de fora”, afirmou a deputada.


Folha de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:43 Política

Geraldo convocará prefeitos da RMR Socialista já havia garantido R$ 92 milhões em emendas parlamentares no Congresso Nacional para bancar seus projetos para a área de Saúde, sendo R$ 45 milhões para o Hospital da Mulher. Já na Assembleia Legislativa do Estado, ele garantiu R$ 2,5 milhões para obras na área de Saúde Carol Brito Preocupado com o estímulo de políticas públicas integradas na Região Metropolitana do Recife (RMR), o prefeito eleito Geraldo Julio (PSB) deverá reunir os demais gestores vitoriosos nas urnas no último pleito em uma conversa informal sobre os rumos da região, na próxima quintafeira, à tarde. Responsável por estabelecer o contato com os demais administradores, o viceprefeito eleito Luciano Siqueira (PCdoB) colocou que o encontro ainda não tem o local definido, mas que todos os procurados manifestaram a intenção de contribuir com o projeto de fortalecimento dos laços entre os municípios. “É um encontro inicial para criar um ambiente de discussão e estreitar as relações entre os gestores. Será uma reunião para ouvir e trocar experiências sobre temas importantes para a região”, pontuou. Entre os temas que o socialista pretende colocar em pauta estão a preparação dos municípios para receber a Copa das Confederações em junho, o impacto das novas intervenções de mobilidade urbana e as novas rotas de transporte coletivo, a aplicação do plano estadual de resíduos sólidos e a Parceria Público Privada (PPP) de saneamento. “Devem ser discutidas questões mais urgentes que se manifestam no ámbito metropolitano. Vão ser tratadas as políticas públicas e soluções em conjunto”, colocou o coordenador de transição, Antonio Alexandre, que também ficou responsável pela realização do encontro. RECURSOS Participando de uma convenção internacional sobre Saúde Pública, em Cuba, Geraldo Julio aproveitou para se reunir com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em Havana. O encontro garantiu ao futuro gestor a captação de R$ 3,2 milhões para a contrução de duas Upinhas 24h, uma das suas principais promessas de campanha. O socialista já havia garantido R$ 92 milhões em emendas parlamentares no Congresso Nacional para bancar seus projetos para a área de Saúde, sendo R$ 45 milhões para o Hospital da Mulher. Já na Assembleia Legislativa do Estado, ele garantiu R$ 2,5 milhões para obras na área de Saúde.

Folha de Pernambuco – PE 04/12/2012 - 07:17 Economia

Em Itaquitinga, empresa deve salário e 13º Dívida da empresa com os trabalhadores já chega ao montante de R$ 1,2 milhão Juliana Sampaio O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e Pesada (Marreta) cansou da espera. Ontem, a presidente Dulcilene Morais protocolou junto ao Ministério do Trabalho denúncia contra a empresa Advance Construções e Participações Ltda. É que a empreiteira baiana está em atraso no pagamento da remuneração de novembro e da primeira parcela do 13º salário


dos cerca de mil operários que estão trabalhando na construção do Centro Integrado de Ressocialização (CIR) de Itaquitinga, no município de mesmo nome, na Zona da Mata Norte. “Além disso, a empresa não está repassando os valores referentes ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), assim como a diferença retroativa do dissídio coletivo, cujo reajuste foi de 10,6%”, comentou Dulcilene. Amanhã, o Marreta fará assembleia na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, com o intuito de resolver o impasse. “A partir desta assembleia é que vamos definir as novas medidas que iremos tomar”, afirma. A dívida da empresa com os trabalhadores já chega ao montante de R$ 1,2 milhão. Ainda segundo Dulcilene, será encaminhado à Assembleia Legislativa um documento com o objetivo de interferir no contrato do Governo com a Advance, já que a construção do presídio está sendo realizada a partir de uma Parceria Público-Privada (PPP). A reportagem tentou entrar em contato com o diretor da Advance Construções e Participações Ltda, Eduardo Fialho, mas não obteve sucesso até o fechamento desta edição.

G1 - Portal de Notícias da Globo 03/12/2012 - 20:42 Política

Em PE, Guilherme Uchoa é reeleito presidente da Assembleia Legislativa Deputado do PDT recebeu 48 dos 49 votos e assume o cargo pela 4ª vez. Parlamentar encara a nova posse como um aumento de responsabilidade Da Redação Reeleito com maioria absoluta dos votos, o deputado Guilherme Uchoa (PDT) cumprirá mais dois anos de mandato como presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Este será o quarto mandato de Uchoa na presidência do Legislativo. Em votação realizada nesta segunda-feira (03), o deputado obteve 48 dos 49 votos possíveis, sendo um voto em branco o único que não foi dado a ele. Uchoa não tinha concorrente e possui o apoio do governador Eduardo Campos (PSB). “Para mim, aumenta muito mais a responsabilidade do que já tenho, com a casa, os parlamentares, os funcionários e com a política de Pernambuco. E com esse bom relacionamento que temos mantido com o poder Executivo e com o Judiciário”, comentou Guilherme Uchoa, cuja posse está marcada para o dia 1° de fevereiro de 2013.

JC Online – PE 03/12/2012 - 20:53 Política

Sérgio Xavier vai acumular secretaria com a CPRH Secretário de Meio Ambiente passa a responder também pela presidência da Companhia Pernambucana de Recursos Hídricos Sérgio Montenegro Filho O secretário estadual de Meio Ambiente, Sérgio Xavier (PV), acumulará, a partir de agora, a presidência da Companhia Pernambucana de Recursos Hídricos (CPRH), que estava sob o comando do PSB. Com a mudança, o governador Eduardo Campos (PSB) unifica a gestão


ambiental e faz um movimento no sentido de fortalecer a política de sustentabilidade do Estado. Xavier terá a missão de colocar Pernambuco em destaque no País. “Ao unirmos a Secretaria e a CPRH estaremos criando um novo padrão de gestão integrada em Pernambuco”, afirmou nesta segunda (3) Xavier. Ex-candidato independente a governador em 2010 pelo PV, ele ficou em terceiro lugar. Logo em seguida foi convidado por Eduardo para integrar a equipe, gerando um racha interno no PV que provocou a saída do vice-presidente estadual do partido, deputado Daniel Coelho, para o PSDB. “Aceitamos o cargo com a condição de que o governador adotasse 15 propostas do PV para o setor ambiental. E ele aceitou. O Estado ainda tem muitas demandas, mas vamos atendê-las”, acrescentou Xavier. O ex-presidente da CPRH, Hélio Gurgel, assume a recém-criada secretaria executiva de revitalização das bacias hidrográficas, encarregada do trabalho de despoluição e recuperação dos rios do Estado.

Jornal do Commercio – PE 04/12/2012 - 07:29 Política

Armando sofre nova derrota na Alepe Recondução de Marcantônio Dourado como 1º vice-presidente da Assembleia foi a segunda derrota do senador na Casa. Antes, ele havia brigado contra a PEC da reeleição Da Redação Indicado pela maioria da bancada, com o aval do presidente e líder do PTB no Estado, senador Armando Monteiro Neto, a derrota do deputado Júlio Cavalcanti para o atual 1º vice-presidente e companheiro de partido Marcantônio Dourado, na disputa por cargo na mesa diretora da Assembleia, representa a segunda derrota da cúpula petebista na Casa, em uma ano e meio. Marcantônio conseguiu se reeleger enfrentando a decisão de seis deputados de indicar Júlio Cavalcanti. Ele foi candidato de si mesmo, pedindo e recebendo autorização do senador para concorrer como "avulso", que é aquele que se registra sem apoio oficial do partido. A primeira resistência interna à uma decisão da cúpula, e que causou a primeira derrota de Armando Neto, aconteceu em junho de 2011, quando foi aprovada a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que reincorporou na Carta o mecanismo da reeleição. O PTB havia fechado questão contra a PEC, mas Everaldo Cabral (hoje no PSD) e Francismar Pontes (hoje no PSB) desobedeceram, votaram a favor e saíram do partido. Marcantonio se absteve na ocasião. Ontem, uma hora após o pleito, o reeleito 1º vice não havia recebido ainda a ligação do senador, que já havia telefonado para Júlio ratificando o apoio e o parabenizando. Preocupados em evitar animosidade e constrangimento, tanto Marcantônio quanto Júlio Cavalcanti rejeitam, porém, a interpretação de que o resultado tenha sido uma derrota de Armando ou do governo, uma vez que a chapa original foi montada em comum acordo com o Palácio. "Tenho certeza que nem o governo nem o senador colocaram o dedo aqui. Decidi concorrer porque tenho sete mandatos, uma folha de serviços. Acho que o PTB quis só revezar. Não foi derrota de ninguém, foi uma afirmação da Casa", avaliou Marcantônio. "Todo mundo que disputa uma eleição pensa que vai ganhar. Não tenho ressentimento de ninguém. É preciso perder com altivez. De maneira nenhuma foi um derrota de Armando. O PTB quis mudar, o que é democrático. Não foi pela abstenção de Marcantônio em 2011", acrescentou Júlio. Em off, um deputado revelou que pesou contra Júlio a experiência de Marcantônio na Casa e a tranquilidade com que conduziu a mesa ao substituir Guilherme Uchoa. "Ouvi isso na Casa. Júlio não tem experiência. Sem unidade no PTB, os deputados se sentiram livres para escolher", disse. Os deputados João Fernando Coutinho (PSB), Ângelo Ferreira (PSB) e Tony Gel (DEM) também consideraram a experiência como fator decisivo pró-Marcantônio.


Jornal do Commercio – PE 04/12/2012 - 07:31 Meio Ambiente

Sérgio Xavier vai acumular a CPRH Nome respeitado nacionalmente na área, Xavier terá a missão de colocar Pernambuco em destaque no País Da Redação O secretário estadual de Meio Ambiente, Sérgio Xavier (PV), acumulará, a partir de agora, a presidência da Companhia Pernambucana de Recursos Hídricos (CPRH), que estava sob o comando do PSB. Com a mudança, o governador Eduardo Campos (PSB) unifica a gestão ambiental e faz um movimento no sentido de fortalecer a política de sustentabilidade do Estado. Nome respeitado nacionalmente na área, Xavier terá a missão de colocar Pernambuco em destaque no País. "Ao unirmos a Secretaria e a CPRH estaremos criando um novo padrão de gestão integrada em Pernambuco", afirmou Xavier. Ex-candidato independente a governador em 2010 pelo PV, ele ficou em terceiro lugar. Logo em seguida foi convidado por Eduardo para integrar a equipe, gerando um racha interno no PV que provocou a saída do vice-presidente estadual do partido, deputado Daniel Coelho, para o PSDB. "Aceitamos o cargo com a condição de que o governador adotasse 15 propostas do PV para o setor ambiental. E ele aceitou. O Estado ainda tem muitas demandas, mas vamos atendê-las", acrescentou Xavier. O ex-presidente da CPRH, Hélio Gurgel, assume a recém-criada secretaria executiva de revitalização das bacias hidrográficas, encarregada do trabalho de despoluição e recuperação dos rios do Estado.

Portal NE10 – PE 03/12/2012 - 22:51 Meio Ambiente

Sérgio Xavier vai acumular secretaria com a CPRH Secretário de Meio Ambiente passa a responder também pela presidência da Companhia Pernambucana de Recursos Hídricos Sérgio Montenegro Filho O secretário estadual de Meio Ambiente, Sérgio Xavier (PV), acumulará, a partir de agora, a presidência da Companhia Pernambucana de Recursos Hídricos (CPRH), que estava sob o comando do PSB. Com a mudança, o governador Eduardo Campos (PSB) unifica a gestão ambiental e faz um movimento no sentido de fortalecer a política de sustentabilidade do Estado. Xavier terá a missão de colocar Pernambuco em destaque no País. “Ao unirmos a Secretaria e a CPRH estaremos criando um novo padrão de gestão integrada em Pernambuco”, afirmou nesta segunda (3) Xavier. Ex-candidato independente a governador em 2010 pelo PV, ele ficou em terceiro lugar. Logo em seguida foi convidado por Eduardo para integrar a equipe, gerando um racha interno no PV que provocou a saída do vice-presidente estadual do partido, deputado Daniel Coelho, para o PSDB. “Aceitamos o cargo com a condição de que o governador adotasse 15 propostas do PV para o setor ambiental. E ele aceitou. O Estado ainda tem muitas demandas, mas vamos atendê-las”, acrescentou Xavier.


O ex-presidente da CPRH, Hélio Gurgel, assume a recém-criada secretaria executiva de revitalização das bacias hidrográficas, encarregada do trabalho de despoluição e recuperação dos rios do Estado.

Clipping 04 12 2012  

Alepe Noticias - Clipping