Page 1

Política

Diario de Pernambuco - PE 29/10/2012 - 07:12 No segundo turno, PSB venceu em todas as cidades onde disputou contra o PT Cotado para se candidatar a presidente em 2014, Eduardo Campos participou das campanhas nos principais locais onde o PSB disputou e disseminou uma imagem desvinculada da de Lula Por Gabriela López, do Blog de Jamildo

Foto: PSB/Divulgação Eduardo acompanhou o segundo turno em casa, ao lado do prefeito eleito do Recife, Geraldo Julio, e outros aliados Se o PSB do governador Eduardo Campos (PSB) conquistou seu espaço no cenário nacional com o bom resultado que apresentou no primeiro turno das eleições municipais, a força da legenda consolidou-se no segundo round. Os socialistas venceram o pleito em todas as cidades nas quais disputavam contra o PT, do ex-presidente Lula. Aliados nacionais, PT e PSB romperam alianças em importantes cidades no pleito deste ano. No primeiro turno, os socialistas já haviam saído vitoriosos em embates importantes contra os petistas, como no Recife (PE) e em Belo Horizonte (MG). Cotado para se candidatar a presidente em 2014, Eduardo Campos participou das campanhas nos principais locais onde o PSB disputou e disseminou uma imagem desvinculada da de Lula, seu padrinho político. Em alguns momentos, até "pautou" os petistas, como em Campinas (SP), por onde a presidente Dilma Rousseff e Lula só decidiram ir após uma passagem do socialista. A vitória maior do PSB no segundo turno foi em Fortaleza (CE), onde a sigla elegeu Roberto Cláudio, com 53,02% dos votos, contra os 46,98% de Elmano de Freitas (PT). Por lá, a disputa era tão acirrada que uma pesquisa divulgada pelo Datafolha nesse sábado (27) apontava para um empate entre os dois postulantes. O rompimento do PT com o PSB na capital cearense ocorreu em um movimento semelhante ao do Recife. A atual prefeita, Luizianne Lins (PT), indicou a candidatura de Elmano, que foi rejeitada pelos socialistas, em especial pelo governador Cid Gomes, ligado a Eduardo. Com isso, a postulação de Roberto Claudio foi lançada e abarcou a aliança de 13 partidos, inclusive o PMDB, que indicou o vice da chapa, Gaudêncio Lucena. A aliança PT-PSB no Estado tinha eleito tanto o governador Cid Gomes como Luizianne. A segunda vitória mais comemorada pela cúpula do PSB foi em Campinas (SP), quintal de São Paulo. Jonas Donizette (PSB) venceu a eleição com 57,69% dos votos válidos, enquanto Marcio Pochmann (PT) teve 42,31% (231.420). A cidade era mirada pelo PSB por ser o terceiro maior parque industrial do País. Vitória também em Cuiabá (MT), onde Mauro Mendes (PSB) venceu com 54,5% dos votos válidos. Lúdio Cabral (PT) ficou em segundo lugar (45,4%). Contando as capitais, mas já em disputas não contra o PT, o PSB também levou Porto Velho (RO) neste segundo turno. Entre as cidades menores, ainda angariou Duque de Caxias (RJ) e Petrópolis (RJ). Das sete cidades onde os socialistas disputaram neste domingo (28), só perderam em Uberaba (MG), para o PMDB, que era apoiado pelo PT, apesar de o candidato socialista também ter usado a imagem de Dilma. Lá, o deputado federal Paulo Piau (PMDB) teve 51,36% dos votos válidos e o deputado estadual Antônio Lerin (PSB), 48,64%. No primeiro turno, o PSB já havia ganho disputas contra o PT no Recife (PE) e em Belo Horizonte (MG). Após o prefeito da capital pernambucana João da Costa (PT) ter sido rifado pelo próprio partido de tentar a reeleição, a Executiva Nacional da legenda impôs a candidatura do senador Humberto Costa (PT). Eduardo aproveitou a briga interna entre os petistas para lançar um nome próprio, seu ex-secretário de Desenvolvimento Econômico Geraldo Julio (PSB). Com isso, rompeu uma aliança de 12 anos com o PT na cidade. Acabou elegendo Geraldo no primeiro turno com 51,15% dos votos. Humberto amargou o terceiro lugar (17,43%), atrás até do deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) - 27,65%. Já em Belo Horizonte, o socialista vitorioso foi Marcio Lacerda (PSB), uma aliança do PSB com o PSDB, principal partido da oposição ao governo federal. Ele disputou contra Patrus Ananias (PT), cuja candidatura foi uma aposta pessoal da presidente Dilma. Marcio Lacerda teve 52,69% dos votos, contra os 40,80% de Patrus Ananias. Apesar de ter perdido as eleições no segundo turno para o PSB, o PT foi o partido que mais elegeu prefeitos nas 50 cidades onde houve nova votação, junto com o


PSDB. Aos petistas coube a vitória na maior cidade do País, São Paulo, administrada por quase uma década pelo PSDB, e em mais sete municípios, entre os quais duas capitais, João Pessoa (PB) e Rio Branco (AC). Os tucanos, por sua vez, conquistaram nove municípios, sendo três capitais: Manaus (AM), Teresina (PI) e Belém (PA). A disputa dos petistas em João Pessoa foi contra o PSDB. O deputado estadual Luciano Cartaxo (PT) teve 68,13% e seu adversário, Cícero Lucena (PSDB), 31,87%. Por lá, o PSB manteve-se neutro. Já em São Paulo, a vitória do ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT) 55,57% - sobre o ex-governador do estado paulista José Serra (PSDB) - 44,435 - teve o apoio do PSB, entretanto, Lula tratou de deixar Eduardo longe da campanha para ele não ter crédito na conquista. O PSB foi o primeiro partido a declarar apoio ao petista, aliás, Eduardo sempre cita este episódio quando é instado a falar sobre uma suposta crise com o PT. O governador de Pernambuco chegou a receber um telefonema de Haddad para que participasse de um evento no segundo turno, mas o tal ato não ocorreu, até porque, na última semana da eleição, as pesquisas de intenção de votos já apontavam vitória do exministro com dez pontos percentuais de diferença. Apesar dos fatos, Eduardo nega qualquer mal-estar com o PT e Lula. E também já disse que não falará agora sobre 2014. Pelo menos não publicamente. Como em todos os passos dados pelo socialista, o rompimento com o PT em cidades estratégicas foi milimetricamente calculado. E deu certo. Mais uma prova de que o governador não dá ponto sem nó. Colunas Jornal do Commercio - PE 28/10/2012 - 11:12 Fogo Cruzado A partir de hoje, a pauta será 2014 Inaldo Sampaio Encerrado o segundo turno das eleições municipais, espera-se agora das lideranças partidárias a “deseleitorização” do debate político tal como defende Eduardo Campos. Ele afirma, e nesse particular está coberto de razão, que há questões mais importantes a serem enfrentadas pelo Congresso como o esvaziamento financeiro dos estados e dos municípios, a nova política de distribuição dos royalties do pré-sal, a renovação das concessões das geradoras e distribuidoras de energia, etc. São temas que interferem diretamente na vida do povo, exigindo dos partidos políticos uma atenção diferenciada. No entanto, é improvável que a eleição presidencial de 2014 vá sair da pauta dos congressistas, ainda que eles dediquem alguma atenção àqueles temas. É que no Brasil, infelizmente, as campanhas não são como na Europa que duram só dois meses. Aqui se respira eleição todos os dias. E mesmo que ainda faltem dois anos para a de 2014, ela já está na ordem do dia. A pergunta que será feita pela mídia a partir de agora é basicamente esta: Eduardo Campos será candidato a presidente, apoiará de novo Dilma, ou toparia compor uma chapa com Aécio Neves que passa a ser, a partir de hoje, a grande estrela nacional do PSDB após a derrota de José Serra para a prefeitura de São Paulo? Nem o próprio governador de Pernambuco tem essa resposta, que só deverá ser dada no ano da eleição e embasada fundamentalmente nas condições políticas da época. O palpite - O professor de Ciência Política João Paulo Peixoto (UNB) não crê na candidatura de Eduardo Campos à sucessão de Dilma em 2014. Ele tem a mesma opinião de Sérgio Guerra (PSDB), ou seja, como o PSB ainda não “nacionalizouse”, deverá repetir a aliança com o PT. A mágoa - Sebastião Oliveira (PR) é um poço até aqui de mágoa com os primos Dedinha e Jaime Inácio, que foram candidato a vereador em Serra Talhada na chapa do seu opositor, Luciano Duque (PT), e se elegeram. Dedinha, homossexual assumido, foi o campeão de votos. Sucessão 1 - O debate sobre a sucessão de Eduardo Campos também pautará a mídia a partir de hoje. Por enquanto, apenas dois nomes estão colocados: o do senador Armando Monteiro (PTB) e o do secretário Tadeu Alencar (PSB). O PT nem tão cedo definirá se lança candidato próprio, se irá de novo com o candidato do PSB, ou se fará aliança com o PTB para apoiar Armando. Sucessão 2 - Armando trabalha com duas alternativas para se candidatar a governador em 2014: ser o candidato do governo ou de parte da oposição. Ele está namorando o DEM desde a eleição municipal. Estreitou suas relações com Mendonça Filho, convencendo-o a subir no palanque de Zé Augusto Maia (PTB), histórico opositor do grupo Mendonça, em Santa Cruz do Capibaribe. O descanso - O prefeito eleito de Goiana, Fred Gadelha (PTB), foi curar-se da ressaca da campanha na serra gaúcha (Gramado). Só quando voltar da viagem é que irá reunir-se com o prefeito Henrique Fenelon (PCdoB) para tratar da transição, que deverá ser bastante civilizada. Está vivo - Mesmo esvaziado nacionalmente por ter perdido metade de sua bancada federal para o PSD, o DEM manteve-se vivo no Nordeste. Ganhou as prefeituras de Salvador (ACM Neto), Aracaju (João Alves Filho), Feira de Santana (José Ronaldo) e Mossoró (Cláudia Regina). A volta O reitor Carlos Calado (UPE) reconduziu Railton Bezerra de Melo ao cargo de diretor do Hospital Osvaldo Cruz. Ele passou sete meses afastado enquanto uma comissão de inquérito apurava seu suposto envolvimento com uma compra superfaturada de gêneros alimentícios. A comissão concluiu que ele era inocente e recomendou ao reitor a volta dele e de mais 3 pessoas. Bela turma - Colega de Eduardo Campos e do prefeito eleito de Araripina, Alexandre Arraes (PSB), no curso de Economia da UFPE, Firmino Filho (PSDB) elegeu-se ontem pela 3ª vez para prefeito de Teresina (PI). Foram dessa mesma


época o deputado Aloísio Lessa e o vice eleito de Ipojuca Pedro Mendes. O destino - Geraldo Julio ingressou no TCE em 92 para ser técnico de auditoria e jamais pensou disputar cargo eletivo, embora seja genro do ex-prefeito de Limoeiro José Quirino. Vinte anos depois se elegeu prefeito do Recife no 1º turno e ainda ajudou no 2º os candidatos do PSB em Petrópolis e Campinas. Colunas Jornal do Commercio - PE 29/10/2012 - 08:38 Dia a dia Ao RioMar Da Redação

Os cerimonialistas Francklin Santos, da Alepe, e Silas Costa e Silva, do TJPE, comandam as comemorações do Dia do Cerimonialista, amanhã, no Antiquário. Marcílio Reinaux falará sobre A história do cerimonial brasileiro. Léo Coutinho recebe o título de Cidadão de PE dia 28 de novembro e promete uma festa bem pernambucana, com música e menu da terra. Colunas Dia a Dia Niver de Dora Da Redação

A Assembleia Legislativa faz homenagem aos 75 anos de Urbano Vitalino Advogados dia 6 de novembro, às 1h7. Após a solenidade, será servido coquetel. Os DJ Felipe BZ (RN), o pernambucano Fernando Marx e Léo B agitam a baladinha do Beiju neste feriadão, em Porto. Não há mais vagas nos hoteis e pousadas de Porto de Galinhas para o feriado de Finados. Novamente, superlotação na praia do Litoral Sul. Política Diário de Pernambuco Online - PE 27/10/2012 - 17:47 Novo prefeito de Ponta Grossa será escolhido entre os deputados Marcelo Rangel e Péricles Agência Brasil Os eleitores de Ponta Grossa, a quarta cidade mais populosa do Paraná e a 76ª do Brasil, vão escolher neste domingo (28) entre os deputados estaduais Marcelo Rangel, do PPS, e Péricles de Mello, do PT, o futuro prefeito da cidade. Entre os cinco candidatos que disputaram o primeiro turno, Rangel ficou com 59.633 votos (33,44% do total) e Péricles, com 57.811 votos (32,42%). Com 314.681 habitantes, conforme dados do censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município de Ponta Grossa tem 225.984 eleitores aptos para participar da segunda rodada de votação. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no primeiro turno compareceram, 191.543 eleitores (84,76% do total). Além de deputado estadual em primeiro mandato, Marcelo Rangel é radialista e formado em direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa na turma de 1994. Como parlamentar, presidiu a Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicação e foi vice-presidente da Comissão de Saúde. Formado em engenharia civil, Péricles Péricles de Mello é professor universitário. Começou na vida pública como líder estudantil e militante de movimentos populares. Em 1988 elegeu-se vereador e foi reeleito em 1992. Péricles, que está no terceiro mandato de deputado estadual, foi eleito prefeito no ano 2000. O Produto Interno Bruto (PIB) do município, estimado em R$ 5,072 bilhões, é o oitavo do Paraná e o 91º do Brasil. As principais atividades econômicas são indústria, comércio, pecuária e agricultura. O turismo também começa a aparecer. Ponta Grossa, também conhecida como Princesa dos Campos, é um importante entroncamento rodo-ferroviário.


Política Diário de Pernambuco Online - PE 27/10/2012 - 17:08 Eleição em Maringá será decidida entre candidatos do PP e do PV Agência Brasil Os 256.970 eleitores aptos a votar, amanhã (28), no futuro prefeito de Maringá (PR) vão escolher entre os candidatos Roberto Pupin, do PP, e Enio Verri, do PT, o próximo governante da cidade. Na disputa em primeiro turno, quando compareceram para votar 82,02% dos eleitores da cidade, Pupin conseguiu 82.995 votos (42,36%) e Enio Verri obteve 68.624 votos (35,02%). Entraram na disputa pela prefeitura de Maringá oito candidatos. Roberto Pupin é o atual vice-prefeito de Maringá e está há oito anos no cargo. É advogado e empresário na área de agricultura. Enio Verri é economista e está no seu segundo mandato de deputado estadual. É presidente estadual do PT no Paraná. O futuro prefeito vai administrar o quinto maior Produto Interno Bruto (PIB) do Paraná, de R$ 7,2 bilhões, e um PIB per capita de R$ 21.711,36, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A população da cidade é de 357 mil pessoas, terceira maior do estado e a sétima da Região Sul do Brasil. Maringá se destaca pela qualidade de vida e por ser um importante entroncamento rodoviário regional. É uma das cidades mais arborizadas do país. Tem sua economia baseada na agricultura, na industria, vestuário, no setor de comércio e prestação de serviços. Política

Folha de Pernambuco - PE 28/10/2012 - 09:57 Dois deputados licenciados disputam prefeitura de Florianópolis Agência Brasil Dois deputados licenciados, um federal e um estadual, disputam, neste domingo (28), a preferência dos quase 323 mil eleitores da capital catarinense. Vencedor no primeiro turno, com 76.024 votos, ou 31,6% dos votos válidos, o deputado estadual Cesar Souza Júnior, dp PSD, licenciou-se da Assembleia Legislativa em 2011 para assumir a Secretaria Estadual do Turismo, Cultura e Esportes, a convite do governador Raimundo Colombo (DEM). Torcedor do Avaí, Souza tem 33 anos, é formado em direito e disputa a prefeitura pela primeira vez. O candidato do PMDB, Gean Loureiro, credenciou-se para o segundo turno ao obter 65.678 votos (27,3% do total). Loureiro também é formado em direito e pediu licença da Câmara Federal no início deste ano para assumir a Secretaria Municipal de Governo. Ele tmbém já ocupou as secretarias municipais de Planejamento e Regional do Continente. Loureiro 40 anos e torce para o Figueirense. Atualmente, a capital é comandada pelo PMDB, partido ao qual o prefeito, Dário Berger, filiou-se em 2009, quando deixou o PSDB, pelo qual tinha sido eleito, em 2005, e reeleito, em 2009. Quem for eleito amanhã administrará um orçamento de R$ 1,8 bilhão, segundo a expectativa da Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento para o próximo ano. Deste valor, cerca de R$ 986 milhões são provenientes de recursos do próprio município e de valores transferidos pelos governos federal e estadual por força de lei. Gerador de R$ 6,1 bilhões dos R$ 7,08 bilhões do Produto Interno Bruto (PIB) municipal, o setor de serviços é a força motriz da economia local, seguido de longe pela indústria e pela agropecuária. Embora conte, em vários setores, com alguns dos melhores indicadores sociais do país, Florianópolis lida com problemas comuns a outras capitais, agravados pelo acelerado crescimento de sua população nas últimas décadas. A população é estimada em cerca de 421 mil moradores, dos quais 96% vivem na área urbana. Além da maior demanda por serviços públicos, como saneamento básico, saúde, educação e transporte público, o crescimento populacional resultou num grande aumento da frota de veículos e, consequentemente, dos congestionamentos, e do número de favelas. Entre 2002 e setembro de 2012, o número de automóveis e motocicletas passou de 135.715 mil para 242.680, segundo o Departamento de Trânsito (Detran-SC). Outro problema, diz a Companhia de Melhoramentos da Capital, é a destinação final dos resíduos sólidos. Por não contar com aterro sanitário, todo o lixo recolhido na cidade é transportado por empresas contratadas para este serviço do Centro de Transferência de Resíduos Sólidos, em Itacorubi, para o Aterro Sanitário de Tijuquinhas, em Biguaçu, a cerca de 30 quilômetros. No ano passado, cerca de 164 mil toneladas de resíduos sólidos foram recolhidos e transportados. Os dois candidatos prometem estender até a cidade de São José, na área continental, a Avenida Beira-Mar, via de pouco mais de 2 quilômetros de extensão projetada para aliviar os congestionamentos no sentido Ponte Hercílio Luz-Balneário, facilitando o trânsito de veículos entre a ilha e o continente. Cesar Júnior promete melhorar o atendimento médico na rede pública, propor políticas habitacionais para famílias de baixa renda e ampliar o número de creches. Ele também planeja valorizar o


patrimônio cultural da cidade, recuperando áreas como o entorno do Mercado Municipal e a Praça XV de Novembro, no centro, e promover a capacitação do receptivo turístico, outra importante fonte geradora de rendas para o município. Já Loureiro pretende aumentar o montante de recursos destinados à saúde, que já passa dos 20% do orçamento próprio do município; implementar o programa de atenção domiciliar; construir, reformar e equipar novos centros de saúde; implantar a tarifa única no transporte público; ampliar para 90% o atendimento da população com abastecimento de água regularizado; contratar mais professores; construir escolas infantis e de ensino fundamental, além de Centros de Inovação da Educação Básica e dar mais assitênciar técnica aos produtores de ostras. Cidades Jornal do Commercio - PE 28/10/2012 - 08:25 Seminário abre diálogo entre religiões MPPE e lideranças religiosas fortalecem cultura de tolerância e paz Jacy Luna

Jedson Nobre Representantes anunciam seminário para o dia 12/11 O Seminário Tecendo Diálogos, que marca o lançamento do Fórum Diálogos, espaço permanente das representações religiosas de Pernambuco, acontece no domingo, 12 de novembro próximo, no anexo da Assembleia Legislativa de Pernambuco, a partir das 8h. Para divulgar o evento, visitaram a redação da Folha de Pernambuco os seguintes representantes: Rodolfo Aureliano Filho (Rameshvara Das), do Hare Krishna; Flori Cavalcanti, do Budismo Tibetano; Ednar Santos, da Federação Espírita; Elza Torres (Mãe Elza), da Representação Jurema; Carlos Roberto de Souza, da Religião de Deus; Daniel Barbosa, da Igreja Anglicana; e Manoel do Nascimento Costa (Manoel Papai), do Terreiro do Pai Adão. A criação do Fórum Diálogos foi uma iniciativa da 7ª Promotoria de Direitos Humanos da Capital (MPPE), cujo titular Westei Conde y Martins Júnior que após receber várias denúncias de intolerância religiosa, principalmente aos cultos de matriz africana e brasileira. “Durante as investigações, os intolerantes não se assumiam, ficando difícil provar essa posição. Então, resolvemos evidenciar os tolerantes. Foi quando surgiu a ideia de convocar lideranças das religiões cristãs e não-cristãs para esse diálogo interreligioso. Dessa forma, formatamos algo que mostrasse a sociedade que, no estado democrático de direito, é possível as pessoas poderem ter e expressar sua religião coletiva ou individualmente, e não sofrerem nenhuma perseguição, intolerância ou violência por causa disso. Nossa espectativa é fazer valer o que está na Constituição Federal, onde qualquer cidadão pode expressar sua religião e frequentar seus locais de culto, sem sofrer nenhum tipo de preconceito”, esclareceu o promotor. Todos os representantes foram unânimes em defender o diálogo para a construção de uma cultura de tolerância e paz entre as diversas religiões. O Seminário será o momento em que diversas lideranças religiosas do Estado irão se reunir para refletir sobre questões importantes para a liberdade religiosa e para a sedimentação da convivência pacífica entre as diversas crenças. Mais informações sobre o evento pelo telefone 81-8814.1567 ou www. forumdialogos.com.br. Gente Jornal do Commercio - PE 28/10/2012 - 08:19 Homenagem a Ivanildo e ao jornalismo 45 anos de profissão do diretor de Redação do JC serão destacados, dia 12 de novembro, em sessão na Assembleia Da Redação Os 45 anos de jornalismo de Ivanildo Sampaio de Souza – 35 deles em Pernambuco, seu Estado natal – serão destacados em sessão solene da Assembleia Legislativa, agendada para o próximo dia 12 de novembro. A iniciativa de homenagear o diretor de Redação do Jornal do Commercio, justamente na passagem das quatro décadas e meia de sua trajetória profissional, partiu do deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB), aprovada pelo conjunto dos parlamentares. Com uma carreira destacada na imprensa nacional, Ivanildo Sampaio é filho do Pajeú, área do Sertão conhecida por ser a “terra dos poetas” cantadores de viola. Nasceu em São José do Egito, em 1943, sendo o mais velho dos dez filhos do casal


Antônio Jorge de Souza e Alice Sampaio de Souza. Aos 18 anos, deixou sua cidade e seguiu o rumo de tantos outros sertanejos que, vendo a dura vida numa região, na época, de “muita incerteza”, seguiu para a capital com o sonho dos estudos e do emprego. No Recife, morou em pensão que abrigava estudantes, comerciários e desempregados em busca de trabalho. Nesse ambiente, começou sua vida, mesclando estudos e a busca de emprego com a arte de fazer amigos. Em pouco tempo, já tinha sido aprovado em três testes de banco e foi justamente em um deles, como lembra o deputado estadual Júlio Cavalcanti em sua justificativa para a homenagem, o extinto Banco Magalhães Franco, onde conseguiu seu primeiro emprego. Com o emprego conquistado, Ivanildo passou a ter mais segurança para correr em busca do sonho profissional no terreno das comunicações. Em 1963, ingressou no curso de jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), onde formou-se na terceira turma da, à época, nova gradução da instituição. Pouco tempo depois, deixou o trabalho de bancário para dedicar-se, exclusivamente, à carreira de jornalista. Atuou no JC, na sucursal das Empresas Bloch, sendo depois transferido para o Rio de Janeiro, onde atuou na Manchete, a maior revista semanal daquele momento e pela qual rodou o País fazendo reportagens especiais. Ainda no Rio, Ivanildo Sampaio atuou na Rádio MEC, do Ministério da Educação, antes de retornar para Pernambuco, em 1975. De volta ao Estado natal, trabalhou no Diario de Pernambuco e, em seguida, na TV Globo Nordeste, como chefe de Redação e editor de telejornais. Em 1987, assumiu a diretoria de Redação do Jornal do Commercio, que tinha então sido adquirido, após longa crise, pelo empresário João Carlos Paes Mendonça (Grupo JCPM). Ivanildo foi o responsável pela modernização do jornal, que veio a partir dos investimentos do novo grupo e da montagem de uma equipe jovem que deu frutos com um jornalismo de qualidade e que já rendeu inúmeros prêmios nacionais e regionais ao longo desses 25 anos. Política Jornal do Commercio - PE 28/10/2012 - 08:23 Site abrigará leis estaduais Assembleia finaliza o seu site Alepe Legis com toda legislação estadual. Projeto vai disponibilizar leis criadas desde 1947 Ayrton Maciel Três anos após o começo do trabalho, a Assembleia Legislativa (Alepe) lança, no dia 21 de novembro – em grande expediente especial –, um site exclusivo com as leis do Estado de Pernambuco, as que estão em vigor, revisadas e atualizadas, as revogadas e as que caíram em desuso. O site está finalizado. A sessão para marcar a sua entrada no ar, na internet, vai reunir representantes dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Com a denominação de Alepe Legis, o site servirá para pesquisas sobre as legislações que regulam e as que já regularam a vida dos pernambucanos, muitas desconhecidas dos cidadãos, das empresas e da própria burocracia do Estado. O acesso será livre, pelo endereço www.alepe.pe.gov.br/legislacao. O sítio eletrônico é a materialização de um projeto do Poder Legislativo que pretende, na etapa final, ter atualizadas todas as leis de Pernambuco aprovadas desde 1947, ano da promulgação da Constituição Estadual da redemocratização após o Estado Novo (1937-1945), quando o Estado zerou a sua legislação. De início, no dia 21, vão estar disponíveis todas as leis desde 1996. “Elas estão atualizadas, com as modificações recebidas. A população vai acessar os textos originais, os textos atualizados – que são os que vigoram hoje, últimas versões das leis – e os textos anotados, que são os que trazem todas as versões anteriores das leis (os históricos)”, revela a procuradora da Assembleia e coordenadora-geral do trabalho, Juliene Viana. Com o site no ar, o acompanhamento será diário, incorporando as novas leis que forem aprovadas pela Assembleia e sancionadas pelo governador do Estado. Paralelamente, os 12 integrantes do Grupo de Trabalho de Atualização da Legislação Estadual darão sequência à segunda etapa, com a atualização das leis retroativas a 1988, ano da promulgação da atual Constituição Federal, base da Constituição Estadual de 1989. “Os cidadãos, estudantes, historiadores, advogados e pesquisadores vão dispor das legislações de 1988 para cá, com seus desdobramentos e atualizações. O Alepe Legis terá o que está em vigor, o que não vigora mais. Mesmo que tenha sido revogada, a lei estará no site com a informação de revogada”, esclarece Juliene. A terceira etapa do projeto será a inclusão, gradual e retroativa, das legislações pernambucanas até 1947. Com o Alepe Legis, o Poder Legislativo de Pernambuco se incorpora ao restrito grupo de Assembleias Estaduais donas de sítios na internet com suas legislações, que são Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. Ao optar por retroagir 65 anos nas informações que vai disponibilizar, a Alepe segue o site da Assembleia de Minas, considerado como o que tem o site mais amplo, prático e atualizado. Foi o Legislativo mineiro que forneceu subsídios e capacitou o grupo de trabalho da Alepe. “O site tém várias formas de pesquisar: ano de aprovação ou número da lei, palavra-chave ou assunto geral, autor da lei ou pelo apelido (leis do silêncio, da praia, da cobrança, da proteção à mulher, do combate ao bullying), e o usuário poderá misturar todas esses mecanismos em sua pesquisa”, detalha o coordenador de informática, Thiago Viana. No período de 65 anos – 1947 a 2012 –, a Assembleia de Pernambuco criou quase 15 mil leis, das quais mais de 2.700 somente na primeira década do século atual, uma média de


250 a mais por ano. Muitas caem em desuso ou são ultrapassadas pelo tempo, outras permanecem desconhecidas e não cumpridas e outras ainda precisam de leis que as regulamentem. “Ter a legislação atualizada e indexada em um site vai facilitar as pesquisas sobre as leis do Estado. Permite, ainda, conhecermos legislações em vigor regulamentadas, as que precisam de regulamentação, as revogadas, as que caíram em desuso e as que precisam de consolidação. Há um grande número de leis em Pernambuco que necessitam ser regulamentadas”, informa Juliene Viana. Tecnologia Ferramenta garante acessibilidade ao site Deficientes visuais terão à disposição recursos para assegurar navegação. Portal também terá instrumentos interativos e dicionário de palavras-chaves para padronizar termos Da Redação O endereço www.alepe.pe.gov.be/legislacao, do site-portal Alepe Legis – revelado pelo JC em julho do ano passado – está pronto e conta com um diferencial, que é a possibilidade de acesso pelos deficientes visuais: em todas as telas, o site convida o usuário a navegar e apresentar sugestões. “É importante que a população conheça as leis do Estado de Pernambuco, até para poder cobrar seus direitos. Há muitas leis boas que tratam de questões como escolas, consumidor, transportes, meio ambiente e que são desconhecidas dos cidadãos”, explica a procuradora e coordenadora do grupo de atualização das leis, Juliene Viana. Espelhado no site da Assembleia de Minas e com inspirações também do site da Presidência da República, a nova página conta ainda com um dicionário de palavras-chaves de padronização, o Thesaurus, que destaca termos autorizados e termos não autorizados. “Um exemplo de palavra não autorizada é ‘velho’. Toda vez que a palavra aparecer em um texto de lei, será indexada como idoso. A gente quer a participação da população, pelo link ‘Fale Conosco’, que vai estar presente em todas as páginas”, diz a procuradora. Os decretos do Poder Executivo, todavia, não farão parte do site, em razão da quantidade que é muito maior que a das leis. Como o portal vai servir aos interesses dos três Poderes, o ato de lançamento contará com o governador Eduardo campos (PSB) e o presidente do Tribunal de Justiça (TJPE), Jovaldo Nunes. “A legislação atualizada dá segurança aos cidadãos, que podem cobrar o que está na lei, às instituições públicas e privadas, que vão conhecer para cumprir, e aos Poderes constituídos para aplicá-la. A atualização permite, também, sabermos o que ainda não foi tratado em lei pelo Estado e que precisa ser disciplinado. Vamos descobrir as lacunas legais”, justifica a procuradora. Política

Folha de Pernambuco - PE 27/10/2012 - 11:10 Estratégia de dividir para enfraquecer Especula-se que por conta desses conflitos, o grupo do senador poderá ser dividido em dois ou três. Um dos magoados seria o deputado estadual Sérgio Leite (PT) por ter sido supostamente abandonado Da Redação A eleição do PED provocará, inevitavelmente, a reacomodação das outras frentes no PT. Atualmente a tendência Construindo um Novo Brasil (CNB), liderada no estado pelo senador Humberto Costa, detém a hegemonia. Porém, essa supremacia poderá ser revista. Durante o processo de escolha de candidaturas, alguns nomes foram preteridos, gerando conflitos até agora não sanados. “Qual é a liderança de Humberto? Ele não conseguiu aglutinar o partido em torno de sua candidatura e o PT saiu derrotado”, criticou um petista em reserva. Especula-se que por conta desses conflitos, o grupo do senador poderá ser dividido em dois ou três. Um dos magoados seria o deputado estadual Sérgio Leite (PT) por ter sido supostamente abandonado pelo PT na disputa pela prefeitura de Paulista. “Vamos nos sentar para avaliar o resultado da eleição só após o segundo turno”, despistou. O segundo grupo formado seria o da deputada estadual Teresa Leitão (PT) e o terceiro o do deputado Isaltino Nascimento (PT). Integrante da CNB nacional, Teresa fundou o PT Militante após ter seu nome rifado pela CNB local para concorrer à Prefeitura de Olinda. “O PED é sempre tenso. É uma disputa da direção partidária”, disse a petista. Já Isaltino, apesar da pressão para deixar o governo Eduardo Campos, se manteve como secretário de Transportes. Isso deixou o partido numa situação delicada. Ele foi procurado, mas não retornou as ligações. Nos bastidores, ganha destaque a troca de acusações em relação às causas da derrota.


Política

Folha de Pernambuco - PE 27/10/2012 - 11:14 Problema faz Alepe esticar prazo de emendas Ainda não é possível saber muitos detalhes a respeito das propostas, já que o balanço só será feito na segunda-feira Monaliza brito Os deputados estaduais já entregaram suas propostas de emendas ao Orçamento do Estado para 2013 e a primeira prorrogação do prazo acabou às 13h de ontem. Mas, segundo o presidente da Comissão de Finanças, Clodoaldo Magalhães (PTB), foi necessário estender o prazo até a próxima segunda-feira. “Com o apagão, ocorreu um problema no nosso sistema de informática e ficamos impossibilitados de receber algumas emendas”, lamentou. O petebista explicou que as propostas ainda percorrem um longo percurso até serem efetivadas, já que os autores dão entrada nas emendas no Departamento de Assistência Legislativa. Após serem protocoladas e lançadas no sistema, as informações são encaminhadas para os relatores parciais. “Cada parte do Orçamento é encaminhada para um relator, que recebe as emendas de acordo com as secretarias”, afirmou Magalhães. Os respectivos relatores terão até a próxima quarta-feira para apresentar o parecer à Comissão de Finanças. “Depois do parecer dos relatores, eu preparo um relatório final, que será votado na comissão e encaminhado ao plenário”, esclareceu o presidente. Ainda não é possível saber muitos detalhes a respeito das propostas, já que o balanço só será feito na segunda-feira. Mas é fato que vários deputados já confirmaram a pretensão de destinar uma parte do valor de emendas ao qual têm direito - R$ 1,1 milhão - para ser repassada à Prefeitura do Recife através de convênios. O dinheiro deve ser investido na construção das Upinhas prometidas pelo prefeito eleito Geraldo Julio (PSB), durante a campanha eleitoral. De acordo com um dos articuladores do apoio, o líder do Governo na Alepe, Waldemar Borges (PSB), até a noite de quinta-feira, o montante já somava R$ 1,2 milhão. Mas este valor pode aumentar, tendo em vista que nem todas as emendas foram computadas. As Upinhas têm conquistado apoio até entre os adversários políticos de Geraldo Julio, embora com montantes mais modestos. É o caso do deputado estadual e ex-candidato a prefeito do Recife, Daniel Coelho (PSDB), que destinou R$ 50 mil para o projeto. Geraldo vê esta conquista como uma ratificação da necessidade de tirar este projeto do papel. “O apoio dos deputados mostra que a nossa proposta de construir as 20 Upinhas foi acertada. Agradeço a esses parlamentares em nome da população do Recife”, contou o socialista. Política Betinho contesta prefeito Por meio de nota enviada à Folha de Pernambuco, o tucano voltou a contestar a vitória do seu oponente Vado da Farmácia (PSB) Carol Brito O deputado estadual Betinho Gomes (PSDB) reagiu às declarações do prefeito do Cabo de Santo Agostinho Lula Cabral (PTB) de que ele estaria tentando vencer a disputa municipal no tapetão. Por meio de nota enviada à Folha de Pernambuco, o tucano voltou a contestar a vitória do seu oponente Vado da Farmácia (PSB). O parlamentar afirmou que teria aceitado o resultado “se ele tivesse sido construído de maneira limpa, sem uso da máquina e abuso do poder econômico” o que, segundo ele, não ocorreu no município. Além disso, ele coloca que a ação protocolada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) antes das eleições, em fevereiro, o que desmentiria a tese de que ele estaria contestando a derrota eleitoral. “Quando há essa prática ilícita ninguém deve aceitar o resultado. Ficou muito claro que o dinheiro e a máquina administrativa foram usados para impedir a escolha livre do cidadão cabense, que interferiram no resultado da eleição. Portanto, recorremos à Justiça para mediar o caso”, contestou. O tucano argumentou que o voto do relator favorável à cassação do mandato do socialista comprova que ocorreram irregularidades na campanha adversária. Betinho ainda contesta a afirmação do prefeito de que Vado não estaria presente na reunião com cargos comissionados da prefeitura, local que foi alvo da ação no TRE e que ele demostra desconhecimento do ocorrido. “O prefeito não só desconhece a ação como deve estar mal assessorado porque, no áudio que foi anexado ao processo assim como uma foto do site da própria prefeitura - que divulgou a reunião - o atual vice-prefeito está presente ao encontro”, disse.


Política

Blog de Jamildo - PE 26/10/2012 - 15:15 Daniel critica isenção do IPI para a indústria automobilística sob a ótica da mobilidade Segundo ele, além de essa medida da presidente Dilma Rousseff prejudicar os estados e os municípios, por conta da redução do FPE e do FPM Da Redação

Divulgação O deputado Daniel Coelho (PSDB) criticou na Assembleia Legislativa a prorrogação até janeiro da isenção do IPI (imposto sobre produtos industrializados) para a compra de automóveis novos sob a ótica da mobilidade. Segundo ele, além de essa medida da presidente Dilma Rousseff prejudicar os estados e os municípios, por conta da redução do FPE e do FPM, acarreta sérios danos à questão da mobilidade porque ficou mais fácil, hoje, no Brasil, comprar carro novo do que usado. Com essa facilidade, disse o tucano, o trânsito nas grandes cidades, que já é ruim, ficará ainda pior. No caso do Recife, exemplificou, a previsão do DETRAN é que até 2020 circulem diariamente pela cidade 1 milhão de veículos. Política

Blog de Jamildo - PE 26/10/2012 - 15:04 Cidade onde candiato teve mais de 99% dos votos terá nova eleição Água Preta não é um caso isolado. No Sertão do estado, a cidade de Santa Maria da Boa Vista, onde Jetro Gomes (PSB) saiu vitorioso, também deve ter nova eleição Da Redação O município de Água Preta, na Zona da Mata Sul pernambucana, deve ter nova eleição. Na cidade, o Tribunal Superior Eleitoral aponta que o candidato Eduardo Coutinho (PSB) - pai do deputado estadual João Coutinho - venceu a disputa com 99,06% dos votos, um total de 7.776 votos, o que não condiz com a realidade. É que o candidato Armando Souto (PDT), que obteve 8.746 votos e deveria sair vitorioso, teve sua candidatura impugnada por decisão da ministra Nancy Andrighi, do TSE, por supostas irregularidades na convenção partidária. Seus votos acabaram somados aos brancos e nulos, que totalizaram 54,02%. Água Preta não é um caso isolado. No Sertão do estado, a cidade de Santa Maria da Boa Vista, onde Jetro Gomes (PSB) saiu vitorioso, também deve ter nova eleição. Política Diário de Pernambuco Online - PE 26/10/2012 - 16:00 Prefeitura homenageia Padre Antonio Henrique, assassinado durante a ditadura Em maio de 1969, foi brutalmente assassinado, com apenas 28 anos e teve seu corpo velado na Igreja do Espinheiro. Na época, o crime causou grande revolta e comoção Da Redação Neste domingo (28), às 18h, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã (SDHSC), realizará a cerimônia de aposição da placa do Programa Nacional “Marcas da Memória”, em homenagem ao Padre Antonio Henrique, na Igreja Matriz do Espinheiro, na Rua Conselheiro Portela. O ato faz parte de uma ação que visa marcar alguns pontos da Cidade, em lembrança aos que lutaram por ideais de democracia e dos direitos humanos, e integra o Plano Nacional


de Direitos Humanos (PNDH), que trata do “Direito à Memória e à Verdade”. Durante a vida religiosa, Padre Antônio Henrique se dedicava aos jovens e tratava de assuntos que interessavam à juventude, como o conflito de gerações e as drogas, procurando despertar uma visão mais humana e consciente da sociedade. Em maio de 1969, foi brutalmente assassinado, com apenas 28 anos e teve seu corpo velado na Igreja do Espinheiro. Na época, o crime causou grande revolta e comoção. Outros locais do Recife já receberam a placa alusiva ao Marcas da Memória: Assembléia Legislativa (Davi Capristano, deputado estadual pernambucano, desaparecido político); Colégio Salesiano (Pe Antônio Henrique, ex aluno do colégio); Penitenciaria Feminina do Recife (Presas políticas que lá ficaram detidas); Casa da Cultura (presos políticos que lá ficaram detidos); Escola Estadual de Beberibe (José Luiz da Cunha, pernambucano morto pela ditadura militar); Escola Municipal Pe Henrique, pelo fato de ter o nome do sacerdote; Igreja Matriz do Espinheiro, por ter acolhido o velório dele. Política Diário de Pernambuco Online - PE 26/10/2012 - 16:10 Apagão gera transtornos na Assembleia Legislativa Assessora do departamento Legislativo, Ana Olímpia, informou que não conseguirá informar o quantitativo das proposições hoje Luiza Machado O apagão ocorrido ontem no Nordeste causou transtornos, nesta sexta-feira(26), na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Segundo o coordenador da Comissão de Finanças, Osman Frazão, o sistema de publicação do site da Casa Legislativa apresentou problemas. O prazo para apresentação das emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA) que se encerrava hoje às 13h, se estendeu por mais uma hora por causa disso. E os links que possibilitam a visualização das emendas já registradas no servidor não estão aparecendo. Dois deputados do PSD, Rodrigo Novaes e Francismar Pontes apresentaram um ofício ao presidente da Casa, Guilherme Uchoa (PDT) solicitando que as emendas que não conseguiram ser protocoladas hoje fossem aceitas na próxima segunda-feira. A assessora do departamento Legislativo, Ana Olímpia, informou que não conseguirá informar o quantitativo das proposições hoje. Até ontem eles tinham contabilizado mais de 3.600 emendas e, assim como no ano passado, o deputado que mais apresentou continua sendo Ricardo Costa (PTC). Política

Diário Oficial de Pernambuco - PE 26/10/2012 - 15:44 Duas cidades pernambucanas terão novas eleições Impugnação de Armando Souto foi proferida pela ministra Nancy Andrighi, do TSE, por supostas irregularidades na convenção partidária Diario de Pernambuco - Diários Associados Depois de Santa Maria da Boa Vista, no interior do estado, outra cidade pernambucana deve encarar uma nova eleição neste ano. A Justiça Eleitoral decidiu que o município de Água Preta, na Zona da Mata, terá um novo pleito. Na última votação, o candidato Eduardo Coutinho (PSB), pai do deputado estadual João Coutinho, saiu vitorioso na disputa, com 99,06% dos votos válidos, num total de 7,776 mil. O problema é que ele disputou a eleição com outro “vitorioso”, Armando Souto (PDT), que obteve 8,746 mil votos e teve a candidatura impugnada. A impugnação de Armando Souto foi proferida pela ministra Nancy Andrighi, do TSE, por supostas irregularidades na convenção partidária. Seus votos, assim, acabaram ajudando a consolidar o número dos brancos e nulos, chegando ao índice de 54,02%. Com este percentual, como manda a legislação eleitoral, deve ser realizada uma nova eleição. O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) ainda não definiu as novas datas para a votação nas duas cidades.


Política

Diário Oficial de Pernambuco - PE 26/10/2012 - 15:39 Discursos no Parlamento Estadual lembram Dia do Dentista Remuneração oferecida por operadoras de planos odontológicos e condições de trabalho desafiam Conselhos de Odontologia Da Redação

Jarbas Araújo ALUÍSIO LESSA – Parlamentar denunciou, na tribuna, exercício ilegal da profissão e extensa jornada de trabalho Uma categoria de extrema importância para a sociedade, mas que enfrenta dificuldades. Assim o deputado Aluísio Lessa (PSB) definiu a atual situação do profissional de odontologia no País, na passagem do Dia do Dentista (25 de outubro). Mesmo contando com cerca de 20% dos dentistas do mundo, o Brasil ainda peca no atendimento bucal à população. O deputado acredita que faltam políticas públicas para universalizar a prestação do serviço. O socialista alertou que, diante da baixa qualidade, tanto dentistas quanto boa parte da população migraram para os planos de saúde, que, por sua vez, não oferecem boas condições de atendimento. Aluísio Lessa afirmou que os Conselhos de Odontologia se queixam, principalmente, da baixa remuneração e da extensa jornada de trabalho. Há tempo, dentistas e médicos tinham salários equivalentes, mas, com o passar dos anos, os odontólogos foram prejudicados. O deputado acrescentou que a categoria está mobilizada contra os salários pagos pelas operadoras de planos odontológicos, o que repercute na qualidade do atendimento. Além disso, os profissionais cobram mais vigilância em relação ao exercício ilegal, por meio da aprovação de um projeto de lei que tramita no Congresso Nacional. Luciano Siqueira (PCdoB), Maviael Cavalcanti (DEM), Ângelo Ferreira (PSB) e Sílvio Costa Filho (PTB) parabenizaram os odontólogos, lembrando que houve avanços, mas falta muito para a melhoria do atendimento bucal. Política

Diário Oficial de Pernambuco - PE 26/10/2012 - 15:42 Manter redução de IPI prejudica mobilidade urbana Transporte alternativo e melhoria das estradas deveriam ser prioridade Da Redação

Jarbas Araújo INDIVIDUALISMO - Deputados Daniel Coelho e Maviael Cavalcanti abordaram assunto e emitiram opiniões A prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos automóveis, até o fim de 2012, não favorece a mobilidade urbana. A conclusão é do deputado Daniel Coelho (PSDB), que, como Maviael Cavalcanti (DEM), defendeu o estímulo aos meios alternativos de locomoção e a recuperação de estradas, a fim de barrar o alto índice de mortes por acidentes automobilísticos. “Ao mesmo tempo em que fala sobre investimentos no transporte coletivo, em metrô, em ferrovias e no incentivo ao uso de bicicletas, o Governo Federal corta impostos para estimular, ainda mais, o uso de veículos e do carro individual”, lamentou Coelho. O tucano interpretou a decisão da União como “caridade realizada com o dinheiro alheio”. “Esses recursos, como já foi citado nesta tribuna, poderiam ser aplicados pelos


municípios nas áreas de educação e saúde. Precisamos reduzir impostos e incentivar a economia, mas contemplar novas formas de transporte”, analisou. Até 2020, circularão nas ruas do Recife mais de um milhão de veículos. Hoje, 600 mil automóveis transitam diariamente na Capital pernambucana. Para Daniel Coelho, o assunto é uma questão de política de planejamento do País, porque muitas cidades têm realidades semelhantes. “Onde vamos parar com tanto estímulo à produção de carros? Podemos incentivar emprego em outras áreas, como a de energia solar, a produção de bicicletas, em indústrias que tragam soluções”, acrescentou.

Jarbas Araújo ESTRADAS – Ao se abordar a mobilidade, o deputado Maviael Cavalcanti (DEM) aproveitou para “lembrar o Governo do Estado sobre as condições das estradas”. De acordo com o parlamentar, a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) divulgou pesquisa que aponta 70% das rodovias estaduais com deficiências, classificando- as como regulares, ruins ou péssimas. O estudo analisou as estradas de todo o País e considerou péssimo um trecho da BR-408, e ruim a PE-60. “Apenas 1,8% das nossas rodovias são boas. A consequência da precariedade é a morte de muitas pessoas em acidentes. O Poder Legislativo precisa chamar atenção para o problema, despertando os governantes. Deveria haver uma lei responsabilizando o Poder Executivo por tantas mortes por falta de conservação das estradas”, enfatizou. Em aparte, Daniel Coelho disse que “não há mais justificativas para adiar as reparações, tendo em vista o crescimento da arrecadação estadual” Política Jornal do Commercio - PE 26/10/2012 - 10:24 Aumento do contágio entre mulheres preocupa autoridades Adalto Santos informou que irá sugerir ao Congresso Nacional e ao Governo do Estado que invistam em medidas educacionais, não apenas na massificação do uso de preservativos, a exemplo da camisinha Da Redação

Jarbas Araújo SUGESTÃO - Adalto Santos propôs medidas educativas A qualidade das políticas públicas ligadas à educação e prevenção da AIDS foi o tema do pronunciamento do deputado Adalto Santos (PSB), ontem, na Assembleia Legislativa de Pernambuco. “A evolução dos medicamentos trouxe à população o falso pensamento de que a doença não é mais perigosa”, alertou. O parlamentar registrou que, atualmente, as mulheres são as maiores vítimas da epidemia. “Relatório da ONU mostra que, na faixa etária entre 15 e 25 anos, 60% das pessoas infectadas são do sexo feminino. Dados oficiais do Ministério da Saúde comprovam que as casadas ou que possuem parceiros fixos também estão sendo contaminadas. Nesses casos, a proporção é de três mulheres infectadas para um homem”, informou. O socialista cobrou ações dos Governos Federal e Estadual, a fim de conscientizar a população. Também ressaltou proposta do médico Dráuzio Varela de responsabilizar criminalmente os homens que infectarem as esposas. “Esse ato corresponde a crime previsto no artigo 129, parágrafo 2o do Código Penal”, registrou, citando a recente decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) que configurou o contágio como lesão corporal grave. Por fim, Adalto Santos informou que irá sugerir ao Congresso Nacional e ao Governo do Estado que invistam em medidas educacionais, não apenas na massificação do uso de preservativos, a exemplo da camisinha.


Gastronomia

Portal NE10 - PE 26/10/2012 - 17:35 Notinhas Para pequenos chefs Da Redação Ontem à tarde, o deputado Aluisio Lessa realizou reunião com representantes da Abrasel, Anvisa, Adagro, Empetur e Fundarpe para apresentar o projeto de lei que torna a galinha de cabidela patrimônio da gastronomia pernambucana. Objetivo é driblar a lei de 1952 que não permite o comércio de sangue para uso culinário. Cidades Cidade onde candiato teve mais de 99% dos votos terá nova eleição É que o candidato Armando Souto (PDT), que obteve 8.746 votos e deveria sair vitorioso, teve sua candidatura impugnada por decisão da ministra Nancy Andrighi Da Redação O município de Água Preta, na Zona da Mata Sul pernambucana, deve ter nova eleição. Na cidade, o Tribunal Superior Eleitoral aponta que o candidato Eduardo Coutinho (PSB) - pai do deputado estadual João Coutinho - venceu a disputa com 99,06% dos votos, um total de 7.776 votos, o que não condiz com a realidade. É que o candidato Armando Souto (PDT), que obteve 8.746 votos e deveria sair vitorioso, teve sua candidatura impugnada por decisão da ministra Nancy Andrighi, do TSE, por supostas irregularidades na convenção partidária. Seus votos acabaram somados aos brancos e nulos, que totalizaram 54,02%. Água Preta não é um caso isolado. No Sertão do estado, a cidade de Santa Maria da Boa Vista, onde Jetro Gomes (PSB) saiu vitorioso, também deve ter nova eleição.


ALEPE NA IMPRENSA - 29.10.2010  

clipping alepe na impresa

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you