__MAIN_TEXT__

Page 1

APRESENTAÇÕES SHOWINGS FORUM DANÇA

PACAP 4

ESPAÇO DA PENHA

20 e 21 + 26 e 27 → Junho ESPAÇO ALKANTARA

1 e 2 → Julho

Programa Avançado de Criação em Artes Performativas Performing Arts Advanced Programme Curadoria de Curated by

João dos Santos Martins

“Nada para ensinar, tudo para aprender”* Pensar um plano de estudos é sempre um conflito entre o ideal e o possível, entre uma certa imposição de uma forma de ver e estar no mundo, e a criação de condições para originar outros mundos. Fui convidado a pensar um programa de estudos para artistas que se relacionam com a dança e a performance. Este programa não foi tão experimental quanto poderia. Rejeitou-se sobretudo a secular divisão entre disciplinas técnicas para colocar ênfase na troca de práticas entre artistas. Assolados por um vírus que não julgávamos chegar próximo, experimentámos novos formatos e modelos de partilha, de endereçamento e de atenção, nos quais colocámos ao teste a capacidade e a permanência de fazer arte no momento menos propício ao seu desenvolvimento e, talvez por isso, o mais urgente quanto às questões que levanta ser artista hoje. O programa de apresentações que agora partilhamos não é necessariamente resultado dos últimos seis meses de trabalho colectivo senão uma mostra de processos heterogéneos iniciados por um grupo de artistas dos continentes europeu e americano que isolada ou conjuntamente se sintonizaram, integraram, participaram, ativaram, divergiram ou rejeitaram este programa estudos. As suas preocupações rangem questões contemporâneas igualmente díspares de contextos geo-políticos diversos que aqui se assemelham sem nunca se assimilar: entre o próprio questionar da eficiência social da arte, a propostas de ressonância entre mundo orgânico e inorgânico, do corpo humano e não humano, do ser e do outro, da medida exacta de veneno a administrar para curar, da vida rural e urbana aos restos da noite e do chorume, do espaço que está entre, ao espaço entre o nudismo e o nadismo. “Ainda há quem diga que tudo perde quando não pode sair; que não têm nada para fazer – como se fazer e não fazer não fossem a mesma coisa.” (*Lourdes de Castro, Cartas à Lourdes: das 4 às 5, ed. Ricardo Nicolau, 2020.) João dos Santos Martins

CICLO #01 “Nothing to teach, everything to learn”* Imagining a study program is always a conflict between the ideal and the possible, between a certain imposition of a way of seeing and being in the world, and the creation of conditions to originate other worlds. I was invited to plan a study program for artists whose practice relates to dance and performance. This program was not as experimental as it could have been. Above all, we have tried to reject the secular division between technical disciplines in order to emphasize the exchange of practices between artists. Stricken by a virus that we could not imagine would get any closeby, we have experimented with new formats and models of sharing, addressing, and witnessing, in which we have put to the test the ability and relevance of making art at the least conducive moment for its development. Perhaps, because of that, this was also the most urgent moment to raise questions about what it means to be an artist today. The program of performances that we are now sharing publicly is not necessarily the result of the last six months of collective work but a showcase of heterogeneous processes initiated by a group of artists from the European and American continents that individually or collectively have tuned in, integrated, participated, activated or diverged from this study program. Their concerns range from distinct contemporary issues and practices that unavoidably also related to the diverse geopolitical contexts from which they derive. As much as they might resemble each other, they arise from very distinct affects: the recurring questioning of the social efficiency of art, the resonance between the organic and inorganic world, human and non-human bodies, the being and the other, the exact measure of poison to administer to heal, the interaction between rural and urban modes of life, the remains of a long-lasting night or celebration, the spaces in between, and the in-between spaces mingling nudism with nothingism. “There are still those who say they miss everything when they cannot go out; that they have nothing to do — as if there would be a difference between doing and not doing." (*Lourdes de Castro, Letters to Lourdes: from 4 to 5, ed. Ricardo Nicolau, 2020.)

AGRADECIMENTO ESPECIAL A TODOS OS CONVIDADOS QUE PARTICIPARAM NESTE PROGRAMA SPECIAL THANKS TO ALL THE GUESTS WHO PARTICIPATED IN THIS PROGRAMME.

Ana Jotta (PT), Ana Pi (BR), Ana Rita Teodoro (PT), Bojana Cvejić (RS), Christine de Smedt (BE), Christophe Wavelet (FR), Chrysa Parkinson (US/SE), Eszter Salamon (HU), Joana Sá (PT), João Fiadeiro (PT), Jürgen Bock (DE), Miguel Wandschneider (PT), Moriah Evans (US), Paula Caspão (PT), Pedro Barateiro (PT), Rita Natálio (PT), Ricardo Valentim (Portugal), Scarlet Yu (HK), Vera Mantero (PT), Xavier le Roy (FR). 1


ciclo#01 |

20→21.06

ESPAÇO DA PENHA 18H00

EU SÓ TINHA O TÍTULO, AGORA NÃO TENHO NADA (30’) The title was all I had, now I have nothing → Suiá Burger Ferlauto [BR] Eu costumava falar sobre mim como uma vídeo-artista, ou uma bailarina, coreógrafa, um monte de coisas, mas artista chega. E talvez isto seja tudo o que eu preciso dizer para começar esta conversa. CONCEPÇÃO E PERFORMANCE

Suiá Burger Ferlauto

Suiá Burger Ferlauto (São Paulo, 1977) é artista, performer e educadora. Nos últimos 20 anos dedicou-se a práticas e colaborações no campo das artes visuais e cénicas. Atualmente seu interesse está voltado a exercícios de permanência e modos de operar 'não criativos’. AGRADECIMENTOS

Aos colegas, professorxs, idealizadorxs, produtorxs do PACAP4 pelas trocas valiosas e pelo suporte À Adalgisa Campos, Elisa Band, Renan Marcondes pelas entrevistas in english. À Mara Guerreiro e Zélia Monteiro pelos planos de aula domiciliar personalizados. Agradecimentos especiais à Christine de Smedt, ao João dos Santos Martins e Vera Mantero.

2

I used to talk about myself as a video artist, or a dancer, choreographer, a lot of things, but artist is enough. And perhaps that's all I need to say to start this conversation. CONCEPT AND PERFORMANCE

Suiá Burger Ferlauto

Suiá Burger Ferlauto (São Paulo, 1977) is an artist, performer and educator. In the last 20 years she has devoted herself to practices and collaborations in the field of visual and performing arts. Currently her interest is focused on permanence exercises and 'non-creative' ways of operating. ACKNOWLEDGEMENTS

To colleagues, teachers, creators, PACAP4 producers for valuable exchanges and support. To Adalgisa Campos, Elisa Band, Renan Marcondes for the interviews in english. To Mara Guerreiro and Zélia Monteiro for personalized home lesson plans. Special thanks to Christine de Smedt, João dos Santos Martins and Vera Mantero.


ciclo#01 |

20→21.06

ESPAÇO DA PENHA 18H40

LOOSE LOOP (30’)

Loose loop → Leire Aranberri [ES] Em Loose Loop, Leire posiciona-se num circuito no qual, através de mecanismos de repetição, explora a relação entre o que é e o que já não é mais. Com perguntas como "Há lugar suficiente no presente para incluir o passado?", "O que vejo se imagino e ao mesmo tempo olho para lembrar?", procura investigar a plasticidade da memória e o seu efeito sobre a acção. DE E COM

Leire Aranberri Leire Aranberri (Bilbau, Espanha, 1993) é uma artista com estudos em medicina que trabalha com o corpo em relação a ambos os âmbitos. AGRADECIMENTOS

Equipa Forum Dança, grupo PACAP4, Christine de Smedt e Susana Talayero.

In Loose Loop Leire sets herself in a circuit in which, through a mechanism of repetition, she explores the relationship between what is and what no longer is. While busy with questions such as "Is there enough space in the present to include the past?", "What do I see if I imagine and at the same time I look in order to remember?" she seeks to investigate on the plasticity of memory and its effect on action. BY AND WITH

Leire Aranberri Leire Aranberri (Bilbao, Spain, 1993) is an artist who has studied medicine and works with the body in relation to both fields. ACKNOWLEDGEMENTS

Forum Dança team, PACAP4 group, Christine de Smedt and Susana Talayero.

3


ciclo#01 |

20→21.06

ESPAÇO DA PENHA 19H20

COMO REGAR PLANTAS FALSAS How to water fake plants → Maria Abrantes [PT] Querer sentir as ervas daninhas cortadas de fresco no meu T2 de cidade. Com a porta sempre aberta para poderem entrar e a um passo de sair e sentir no pé o meu imenso tapete de terra.

Wanting to feel the weed recently cut in my 2-room city apartment. With the door always open so they can come in and one step away from going out and feeling under the foot my huge carpet of dirt.

DE E COM

Maria Abrantes

Maria Abrantes Maria Abrantes (Lisboa, 1998) está sempre a tropeçar e não aguenta muito tempo quieta.

4

(30’)

BY AND WITH

Maria Abrantes (Lisbon, 1998) is always stumbling and can't stand still for long.


ciclo#01 |

20→21.06

ESPAÇO DA PENHA 19H50

WOULD YOU HIRE ME? (20’) (Contratavas-me?) → Aline Combe [FR]

Durante o PACAP 4, coloquei a alguns dos intervenientes convidados estas duas questões: “Quanto te pagam para estares aqui connosco?” e “Contratavas-me?”. Em alguns casos gravei e transcrevi a entrevista na íntegra, noutros apenas tirei notas. A performance “Would you hire me?” apresenta alguns dos textos e dos registos áudio que reuni.

During the Performing Arts Advanced Programme (PACAP 4), I asked to some of the invited artists these two questions: "How much are you paid to be there with us?" and "Would you hire me?". Sometimes I could record the entire interview and transcribe it, sometimes I only took notes. The installation "Would you hire me?" is the presentation of what I collected from this interview protocol.

Nota: Em francês, “PACAP” é uma expressão que as crianças usam para dizer “desafio-te!”. Segunda nota: performance em inglês, sem tradução.

Note: "PACAP" in French is a way for children to say, "I dare you!". Second note: performance spoken in English only, without translation.

DE E COM

BY AND WITH

Aline Combe (Paris, França, 1989) é bailarina, performer e coleccionadora de detalhes humanos. Trabalha com o esbatimento de fronteiras, histórias secretas, frustração, e com um misto de ficção e realidade. Costuma falhar, e poucas pessoas conhecem o seu trabalho.

Aline Combe (Paris, France, 1989) is a dancer, performer, and a collector of human details. She works with blurry zones, untold-stories, frustration, and a mix of fiction and reality. She used to fail, and few know about her work.

Aline Combe

AGRADECIMENTOS

Equipa Forum Dança, João dos Santos Martins, grupo PACAP 4, Moriah Evans, Ana Pi, Scarlett Yu e Christine De Smedt.

Aline Combe

ACKNOWLEDGEMENTS

Forum Dança team, João dos Santos Martins, PACAP 4 group, Moriah Evans, Ana Pi, Scarlett Yu and Christine De Smedt.

5


ciclo#01 |

20→21.06

ESPAÇO DA PENHA 20H15

APOCALIPSE ENTRE AMIGOS OU SIMPLESMENTE O DIA (60’) Apocalypse among friends or simply the day → Julián Pacomio [ES] Temos dormido cedo por muito tempo. Somos pessoas do dia, a noite é um assunto dos outros. Esperamos o apocalipse juntos, todos nós, aqui. Em algum momento o familiar, o íntimo, tornar-se-á perturbador, e o fim virá pacificamente, gentil. Algo escuro emergirá à superfície, acusando a vida, e nada será o mesmo; as memórias, o que já passou, não importarão mais; e só os mais fortes servirão, ou seja, os de agora. Nunca mais seremos contemporâneos e só a luz do dia permanecerá, simplesmente. ou [...] é que isto não faz sentido, mas o resto não faz sentido mas o resto é a morte. DE Julián Pacomio INTERPRETAÇÃO Daniel Pizamiglio, Alina Ruíz Folini, Sara Vieira Marques, Marina Dubia, Leire Aranberri Laure Fleitz, Maria Abrantes, Aline Combe e Julián Pacomio.

Julián Pacomio (Mérida, Espanha, 1986) é artista e performer. Os seus trabalhos em artes performativas indagam a ideia de cópia, remake, tradução e apropriação do material de outros. https://julianpacomio.net AGRADECIMENTOS

Iván Haidar, Ignacio de Antonio Antón, Carolina Campos, Ángela Millano e João Dos Santos Martins.

6

For a long time we've been going to bed early. We are people of the day, night is someone else's business. We wait for the apocalypse together, all of us, here. At some point the familiar, the intimate, will become unsettling, and the end will come peacefully, so kind. Something dark will emerge to the surface incriminating life, and nothing will be the same; memories, those of passed times, will no longer matter; only the strongest ones will, that is, those of now. We will never be contemporary again and only daylight will remain, as simple as that. or [...] this doesn't make sense but the rest doesn't make sense but the rest is death. BY Julián Pacomio PERFORMANCE Daniel Pizamiglio, Alina Ruíz Folini, Sara Vieira Marques, Marina Dubia, Leire Aranberri Laure Fleitz, Maria Abrantes, Aline Combe and Julián Pacomio.

Julián Pacomio (Mérida, Spain, 1986) is an artist and a performer. His performing art works question the idea of copying, remaking, translation and appropriation of others’ materials. https://julianpacomio.net ACKNOWLEDGEMENTS

Iván Haidar, Ignacio de Antonio Antón, Carolina Campos, Ángela Millano and João dos Santos Martins.


ciclo#01 |

20→21.06

ESPAÇO DA PENHA a partir das 18h00 / From 18h00 (video loop)

MASA (27’)

Masa → Laura Ríos [CU] Toda a matéria deixa um traço, uma marca no espaço. É um traço que pode ser óbvio, abstracto ou pode até tornar-se imperceptível, mas é presente, é habitado e deixa legado. É o resultado do trabalho, das etapas, dos pensamentos, do ciclo da vida, do peso (energia e transcendência) do corpo. MASA é uma trajectória em aberto que intenciona deixar uma marca no espaço através da relação material-corpo. A partir da acção, o movimento improvisado e intuitivo explora as possibilidades subtis e concretas de marcar o barro, que redimensiona o corpo e a sua imagem.

All matter leaves a trace, a mark in the space. It is a trace that can be evident, abstract or even become imperceptible. Nevertheless, it is present, it inhabits and leaves a legacy. It's a result of work, steps, thoughts, the life cycle, the weight (energy and transcendence) of the body. MASA is an open trajectory that searches to leave traces through the relationship between material and body. From within the action, the improvised and intuitive movement explores the subtle and concrete possibilities of marking the mud, offering ways to re-dimension the body and its image.

DE E COM Laura Ríos

BY AND WITH

Laura Ríos (Havana, Cuba, 1992) é bailarina, intérprete e coreógrafa cubana. É graduada pelo Instituto Superior de Arte (Arte Danzario) e foi membro da companhia nacional cubana Danza Contemporánea de Cuba (2010-2018). Actualmente é artista independente. AGRADECIMENTOS

Agradeço sempre à minha mãe. Muito obrigado à equipa do Forum Dança, especialmente a Dora Carvalho e Carolina Nogueira juntamente com João dos Santos Martins por me terem dado esta oportunidade e todo o apoio. A todos os artistas/professores convidados do PACAP 4, que foram uma inspiração. Muito obrigado ao grupo PACAP 4. Juntos fizemos uma viagem muito bonita durante este período. Muito obrigado Wilfredo Prieto.

Laura Ríos

Laura Ríos (Havana, 1992) is a dancer, performer and choreographer from Cuba. She is graduated from the Instituto Superior de Arte (Dance Art) and was member of the national company of Cuba, Danza Contemporánea de Cuba (2010-2018). Currently she is a freelancer. ACKNOWLEDGEMENTS

I always thank to my mother. Many thanks to the Forum Dança team, especially to Dora Carvalho and Carolina Nogueira, along with João dos Santos Martins for giving me this opportunity and all the support. Thanks to all the artists/teachers invited to PACAP 4, they have been an inspiration. Thank you so much to the PACAP 4 group. Together we have made a very nice trip during this period. Thank you so much Wilfredo Prieto.

7


SOBRE O PACAP O PACAP — Programa Avançado de Criação em Artes Performativas é um programa de formação/criação para profissionais e estudantes de áreas artísticas que pretendem investir num período de experimentação avançada conciliando-o com uma investigação teórica e o exercício de práticas de corpo e movimento. PACAP 4 | DE JANEIRO A JULHO DE 2020 CURADORIA João dos Santos Martins PARTICIPANTES Alina Ruiz Folini [AR] • Aline Combe [FR] Bianca Zueneli [IT] • Emily Barasch [US] Isadora Alves [PT] • Isis Andreatta [BR] Julián Pacomio [ES] • Laura Ríos [CU] Laure Fleitz [FR] • Leire Aranberri [ES] Maria Abrantes [PT] • Marina Dubia [BR] Natália Mendonça [BR] • Randy Reyes [US/GT] Sara Vieira Marques [PT] • Suiá Burger Ferlauto [BR] APOIO FINANCEIRO Fundação Calouste Gulbenkian APOIOS O Rumo Do Fumo, Alkantara,

O Espaço Do Tempo e Estúdios Victor Córdon

PARCERIA Maumaus

DIRECÇÃO Dora Carvalho

PRODUÇÃO Carolina Martins

DIRECÇÃO TÉCNICA Zeca Iglésias

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO Catarina Sobral

COMUNICAÇÃO E IMAGEM Eduardo Quinhones Hall

SOBRE O FORUM DANÇA O Forum Dança é uma associação cultural sem fins lucrativos, criada em 1990, cuja missão é promover a dança contemporânea, através da formação profissional e artística, da investigação, da edição e da documentação. É uma plataforma de encontro dos profissionais e do público. Desenvolve projetos pedagógicos, seminários, residências artísticas, apresentações informais, workshops e aulas regulares dirigidos a públicos profissionais e amadores, adultos e jovens. Saiba mais em www.forumdanca.pt O Forum Dança é uma estrutura reconhecida como pessoa colectiva de utilidade pública desde 29 de Abril de 1998. É uma estrutura independente financiada pelo Ministério da Cultura/Direcção Geral das Artes, pela Câmara Municipal de Lisboa e pela Fundação Calouste Gulbenkian. O Forum Dança é uma das estruturas fundadoras e associada à REDE – Associação de Estruturas para a Dança Contemporânea. PRODUÇÃO Production

8

Apoio Financeiro Financial support

Apoios PACAP 4 Support

ABOUT PACAP PACAP — Performing Arts Advanced Programme is a training/creation program for professionals and students in artistic areas who intend to invest in a period of advanced experimentation, combining it with a theoretical investigation and the exercise of body and movement practices. PACAP 4 | JANUARY TO JULY 2020 CURATED BY João dos Santos Martins PARTICIPANTES

Alina Ruiz Folini [AR] • Aline Combe [FR] Bianca Zueneli [IT] • Emily Barasch [US] Isadora Alves [PT] • Isis Andreatta [BR] Julián Pacomio [ES] • Laura Ríos [CU] Laure Fleitz [FR] • Leire Aranberri [ES] Maria Abrantes [PT] • Marina Dubia [BR] Natália Mendonça [BR] • Randy Reyes [US/GT] Sara Vieira Marques [PT] • Suiá Burger Ferlauto [BR] FINANCIAL SUPPORT Fundação Calouste Gulbenkian SUPPORT O Rumo Do Fumo, Alkantara, O Espaço Do Tempo e Estúdios Victor Córdon PARTNERSHIP Maumaus DIRECTION Dora Carvalho PRODUCTION Carolina Martins TECHNICAL DIRECTION Zeca Iglésias PRODUCTION ASSISTANT Catarina Sobral COMMUNICATION AND IMAGE Eduardo Quinhones Hall

ABOUT FORUM DANÇA Forum Dança is a non-profit cultural association, created in 1990, whose mission is to promote contemporary dance, through professional and artistic training, research, editing and documentation. It is a meeting platform for professionals and the public. It develops pedagogical projects, seminars, artistic residencies, informal presentations, workshops and regular classes aimed at professional audiences and amateurs, adults and young people. More info at www.forumdanca.pt Forum Dança is a structure recognized as a structure of public utility since 1998. Forum Dança is an independent structure funded by Portuguese Ministry of Culture / Directorate General for the Arts, the Lisbon City Council and the Calouste Gulbenkian Foundation. Forum Dança is one of the founding structures and is an associated member of REDE - Association of Structures for Contemporary Dance.

FORUM DANÇA

ASSOCIAÇÃO CULTURAL forumdanca@forumdanca.pt

www.forumdanca.pt ESPAÇO DA PENHA

Travessa do Calado, 26-B 1170-070 Lisboa, Portugal

/forumdancalx /forumdanca

O Forum Dança é uma estrutura independente financiada por Forum Dança is an independent structure funded by

Profile for ForumDancaLx

Programa - Ciclo de Apresentações PACAP 4 - Ciclo #01  

Ciclo de Apresentações PACAP 4, curadoria de João dos Santos Martins =========== CICLO #01 | 20 e 21 de Junho – Espaço da Penha ===========...

Programa - Ciclo de Apresentações PACAP 4 - Ciclo #01  

Ciclo de Apresentações PACAP 4, curadoria de João dos Santos Martins =========== CICLO #01 | 20 e 21 de Junho – Espaço da Penha ===========...

Advertisement