Issuu on Google+

Este suplemento faz parte integrante da edição 410, do jornal LUZ DA SERRA, de 14 de Novembro de 2008 e não pode ser cedido separadamente.

Santa Catarina da Serra


Santa Catarina da Serra 3º Festival Cultural e Gastronómico “O Chícharo da Serra” A freguesia de Santa Catarina da Serra foi criada a 25 de Novembro de 1549 e elevada à categoria de Vila a 19 de Abril de 2001. A necessidade de assinalar oficialmente o dia da freguesia levou a que a Junta de Freguesia e as associações se organizassem de forma a criar um evento prestigiante e dignificante para historicidade da Vila e da sua Gente. Assim, surge, em 2006, a 1.ª edição do Festival Gastronómico e Cultural “O Chicharo da Serra” que pretende realçar o valor histórico, cultural e gastronómico que esta leguminosa tem na região. Com a gastronomia a ter um papel primordial

no evento, é, ainda, dado a conhecer a cultura e os viveres das populações que, de geração em geração, calcorrearam o extremo norte do maciço calcário da Serra de Aire. A prova dada pelas associações e população que em força têm aderido ao evento, demonstrando a união, o bairrismo saudável e a arte de bem receber que caracteriza todos os Santacatarinenses, leva a que a organização pretenda consolidá-lo e torná-lo como um símbolo regional da cultura de uma gente e que dignifique as suas tradições. Durante estes anos várias são as personalidades, instituições, empresas e os media que têm

prestigiado o evento com a sua presença e com o reconhecimento do mesmo. Ano após ano, a organização tem-se esforçado para consolidar o evento de forma a superar as expectativas que se criaram em seu torno. Assim, este ano, os doze mil visitantes que são esperados poderão, desde logo, reparar que o mesmo ganhou mais dois dias de duração aos habituais três. A Higiene e a Segurança Alimentar são um factor que sempre foi muito atenciosamente seguido pela organização e, neste ano, será reforçada essa aposta. O certame ganhou mais amplitude, passando a contar com cerca de 3.500m2 cobertos, dado que haverá um espaço que acolherá o tecido empresarial da freguesia e um outro onde decorrerá animação

para além do habitual espaço gastronómico e de artesanato/ coleccionismo. A animação será diversificada para corresponder aos vários gostos musicais. Às crianças e idosos foi-lhes dedicado um dia em que terão animação e divertimentos específicos; a juventude também não foi esquecida e para eles foram preparadas umas “after hours” bem “mixadas” pelos Dj’s. Por todos estes motivos contamos consigo! A sua presença dignificará e honrará o certame, em particular e, a freguesia de Santa Catarina da Serra, em geral .

Visite-nos e outros sabores poderão provar!

3º Festival Cultural e Gastronómico

“O Chícharo da Serra” Espera-se que este ano o festival exceda todas as expectativas, continuando num percurso forte e evolutivo. Caracteriza-se por uma união das nossas gentes, com a demonstração do melhor de Santa de Santa Catarina da Serra.

Origem do

Chícharo O Chícharo, do latim Cicer, e uma planta leguminosa anual, cujas raízes se adaptam perfeitamente a terrenos calcários e pobres da Serra, não sendo necessário grandes cuidados com o amanho da terra. Embora a sua origem seja discutível, pode considerar-se como segura o seu primeiro aparecimento no Mediterrâneo

Oriental: Grécia, Turquia e Síria de onde se expandiram, com relativa rapidez, para os diversos países dos cinco continentes habitados. Tendo entrado em Portugal pele SuI, foi trazido para as Beiras pelas populações nos seus movimentos sazonais. O Chícharo foi sempre sinónimo de pobreza e rudeza, considerado a “carne dos pobres”. Teve um papel importante na

alimentação nomeadamente nos anos 30 e 40, sobretudo no SuI do país e Beiras, no qual as populações pobres baseavam as suas refeições. (A classe rica alimentava com estes leguminosos os animais bovinos e caprinos) Apesar da sua relativa riqueza em lípidos, hidratos de carbono, fósforo e potássio, quando generalizado a toda a população, começou a ser acompanhado de carne e peixe. Hoje, apesar de não ser amado pelos jovens,

aparece, como valorização de um produto tradicional, nomeadamente na estacão fria, em prestigiados restaurantes ou nos diversos festivais de gastronomia.

região, acompanhado de bacalhau assado e cebola crua. Hoje, generalizado que é o seu consumo, aparece acompanhado também de morcela assada, entrecosto e fêveras.

Em Santa Catarina da Serra, como em toda a região situada no maciço calcário da Serra de Aire, tradicionalmente o Chícharo era confeccionado com pão de milho a servir de base, bem oleado com azeite da

Chícharo (1) Nome vulgar do Lathyrus sativus, leguminosa anual, prostrada ou trepadora, da subfamília das papilionadas, tribo das vicieas que se distingue das suas congéneres por Gaules estreitamente alados; folhas tipicamente com dois folíolos de 3 a 9cm, e a espécie típica


Testemunhos

Lino Pereira Presidente de Junta de Freguesia de Santa Catarina da Serra

Estamos na 3ª edição do festival “o Chícharo da Serra”, que como vêm sendo hábito se encaixa nas comemorações do aniversário da nossa PADROEIRA/ FREGUESIA, dia 25 de Novembro. Gostaria de aqui deixar uma mensagem de agradecimento, as Associações que se têm envolvido e participado no evento, sempre na melhoria de o engrandecer, e assim demonstrar uma grande capacidade de asso-

Mensagem da Senhora Presidente

A

Isabel Damasceno Campos

(Presidente da Câmara Municipal de Leiria)

Miguel Sousinha Presidente do Turismo Leiria - Fátima

S

anta Catarina da Serra é um local onde a gastronomia é entendida como um acto de cultura, onde se revelam

P. Mário Verdasca Pároco de Santa Catarina da Serra

Festival do Chícharo, do feijão, da fava ou da ervilha, não importa a qualidade da leguminosa que se escolha mas a iniciativa de unir uma comunidade num evento que é espaço de convívio, partilha e promoção

terceira edição do Festival “O chícharo da Serra”, representa o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido por todas as instituições da freguesia de Santa Catarina da Serra, que desde a primeira ed-

ciativismo, na sua participação, através das nossas gentes, que a troco de nada se envolvem, e têm traduzido este evento numa dimensão de grandeza que nos deve orgulhar a todos os SANTACATARINENSES. Não queria também deixar passar esta 3ª edição, sem deixar de enaltecer as direcções da organização do festival que tanto na 1ª como na 2ª edição, trabalharam sempre num só objectivo, valorizar e promover os nossos valores culturais, através do associativismo e do espírito bairrista.

Assim não podia deixar também de congratular-me com a direcção deste ano, sabendo que querem dar continuidade ao objectivo das edições anteriores, assim como envolver mais os jovens ao evento, como prova disso está o dia dedicado aos jovens, onde também eles, num ambiente onde se cruza os sabores e a cultura da nossa terra, com a partilha e amizade podem proporcionar a quem nos visita momentos de satisfação. A todos os SANTACATARINENSES, que ajudem a criar ambiente de convívio a todos os

ição e para além da componente gastronómica, sempre teve subjacente a recriação da história e das tradições locais. Neste âmbito, esta iniciativa desempenha um papel fulcral dando a conhecer o carácter empreendedor das gentes desta freguesia, que deste modo contribuem para a criação de uma

identidade local própria, assente em valores de partilha e de pertença. A gastronomia é vista cada vez mais como um produto de turismo cultural, que favorece a atracção de visitantes que cada vez mais procuram o autêntico, contribuindo para o desenvolvimento sustentável das regiões.

Felicito os responsáveis deste projecto e faço votos para que este festival continue a ser um elemento agregador das vontades locais, que têm pautado a sua actuação por um empenho dedicado e profissional.

volvimento associativo, social e económico. A excelência, a riqueza e a abrangência do trabalho das associações desta Freguesia, bem perceptível nas actividades que desenvolvem em prol das suas gentes, tem contribuído, decisivamente, para o desenvolvimento sustentável da cultura, do desporto e da coesão social. A criatividade e visão estratégica presente no programa do 3º Festival Gastronómico e Cultural, que mais uma vez merece o apoio e confiança de inúmeros parceiros públicos e privados, garantem, segura-

mente, o sucesso desta iniciativa e o reconhecimento do público. O Governo Civil do qual sou responsável deseja o maior sucesso ao “Chícharo da Serra”, e os maiores êxitos à Junta de Freguesia e às associações de Santa Catarina da Serra, que mais uma vez provaram que conseguem, em união, concretizar actividades conjuntas tão proveitosas e mobilizadoras.

sabedorias seculares, usos e costumes que fazem sentir o pulsar de vidas de outrora. É assim o Festival do Chícharo da Serra: um evento tradicional e popular que permite cinco dias de convivência e confraternização, à volta de receitas que realçam o sabor do chícharo. Este é por isso um momento de justo reconhecimento às capacidades pessoais e empenho de todos os envolvidos na organização desta iniciativa que, a cada edição, surpreende por redescobrir e perpetuar esta iguaria de antigamente… sempre com boa disposição!

Freguesia de Santa Catarina da Serra representa, na nossa região, o que de melhor existe em termos de desen-

das gentes que habitam estas bandas. Claro que o Chícharo foi escolhido por ser típico da nossa terra e da preferência de todos, com o saboroso azeite serrano, as migas de broa e o bacalhau que pode vir da Noruega ou doutro lugar qualquer. Podemos hoje aprecia-lo também em queques, em tortas e até em deliciosas tartes. É de facto grandioso que uma comunidade possa viver assim este festival que culmina com o grande dia da padroeira que deu o nome a esta Vila. À mistura com os deliciosos pratos que estiveram nas mesas dos nossos antepassados, estão tam-

bém a alegria, a cultura e a Fé. Associações com carácter social, cultural, desportivo, religioso ou simplesmente humano, unidas pelo vínculo do Amor que o Espírito coloca constantemente nos corações, trabalham e proporcionam dias de festa e partilha animada. Pároco desta comunidade, não posso deixar de me regozijar e dar uma palavra de apreço e encorajamento a todos os que tem trabalhado nesta iniciativa. É louvável o esforço e sobretudo a qualidade alcançada com este acontecimento que já ultrapassou as barreiras da região e é conhecido em todo o país.

Prof. Doutor José Humberto Paiva de Carvalho Governador Civil do Distrito de Leiria

A

Um convite sincero a estarmos todos presentes na celebração da Eucaristia, no dia 25 de Novembro, na nossa Igreja, o grande ex-libris da nossa terra que proclama a unidade de todos os corações. Mau será que esqueçamos Santa Catarina, aquela que nos deu o grande motivo para festejar e sobretudo nos dá a protecção e o exemplo de uma força invencível contra tudo aquilo que pode travar a nossa caminhada para Deus. “Nós queremos que a luz dos teus feitos, nos conduzam nas sendas da vida”.

que nos visitam, assim como a partilha de momentos de amizade e alegria, e já agora, que seja a volta da mesa com o prato dos chícharos, bem untados de azeite, acompanhados com o fiel amigo, sem esquecer o bom vinho da nossa terra.

VISITE-NOS E PARTILHE MOMENTOS


PROGRAMA SEXTA-FEIRA 21 18h00. Abertura do Espaço Cultural e Gastronómico “O Chícharo da Serra� 20h00. Actuação do Grupo de Acordeonistas 21h30. Actuação do Grupo Musical Kontramão 00h00. Animação com Dj SÁBADO 22 10h00. Fórum da Juventude - PED 12h00. Reabertura do Espaço Cultural e Gastronómico “O Chícharo da Serra” 15h30. Torneio Inter-Lugares – Futebol 7 17h30. Actuação do Grupo de Dança EBI 20h00. Actuação da Tuna Académica 22h30. Actuação do Grupo Musical The Peorth 00h30. Animação com Dj DOMINGO 23 12h00. Reabertura do Espaço Cultural e Gastronómico “O Chícharo da Serra” 12h30. Actuação do Grupo Jazz Desbundixie 15h00. Actuação do Grupo de Cavaquinhos 17h00. Actuação do Rancho Folclórico de S. Guilherme 21h30. Actuação do Organista Nelson Marto SEGUNDA-FEIRA 24 12h00. Reabertura do Espaço Cultural e Gastronómico “O Chícharo da Serra” 21h30. Actuação Musical Isidro Animação para Crianças com Insufláveis, Balões e Pinturas TERÇA-FEIRA 25����DIA DA FREGUESIA 10h00. Recepção das Entidades Oficiais na Sede de Freguesia 11h00. Missa Solene em Honra da Padroeira Sta. Catarina da Serra 12h00. Reabertura do Espaço Cultural e Gastronómico “O Chícharo da Serra” 14h30. Actuação do Centro Social e Paroquial de Stª. Catarina da Serra 16h00. Encerramento do Festival

MAPA:

TENDA EXPOSIÇÕES. Artesanato, Coleccionismo e Inovação. TENDA GASTRONOMIA. Tasquinhas Organizadas pelas Associações e Colectividades de Stª Catarina da Serra. TENDA ANIMAÇÃO. Espaço de Animação e Actuação de Bandas. PAVILHÃO AUTOMÓVEL. Exposição de Automóveis Antigos. EXTERIOR. Carro Net da Leiriadigital - AMLEI.

VISITE-NOS E PARTILHE MOMENTOS... Como localizar o Festival: Complexo Desportivo da União Desportiva da Serra http://santacatarinadaserra.no.sapo.pt

Coordenadas GPS: Latitude: 39º 40´ 5.83 “N | Longitude: -8º 40´56.46 “O


OP.2008.03